Aristóteles de Estagira: A Ética

Propaganda
Aristóteles:
A Ética da Justa Medida
“Toda arte e toda investigação, bem como
toda ação e toda escolha, visam a um bem”
• O que é um Vício?
• O que é uma Virtude?
“A virtude é, pois, uma disposição de caráter
relacionada com a escolha e consistente numa
mediania, isto é, a mediania relativa a nós, a qual é
determinada por um princípio racional próprio do
homem dotado de sabedoria prática. E é um meiotermo entre dois vícios, um por excesso e outro por
falta; pois que, enquanto os vícios ou vão muito
longe ou ficam aquém do que é conveniente no
tocante às ações e paixões, a virtude encontra e
escolhe o meio-termo.“
A Justa Medida (Justo Meio)
“O meio-termo oposto à
jactância relaciona-se com
quase as mesmas coisas;”
“(...) bem como nos
convenceremos de que as
virtudes são efetivamente
meios-termos”
• Sentimento / Natureza Humana
• Kayrós: Situação propícia para a ação moral
Meio Termo Justo:
• (...) como a natureza humana é complexa e
muitas vezes apresenta tendências opostas, é
preciso submetê-la a certas regras ou critérios
racionais que a equilibrem - conseguir esse
equilíbrio é o que Aristóteles chama de possuir a
virtude, componente essencial da felicidade
(eudaimônia).
• A virtude impede que tendências opostas
entrem em choque trazendo efeitos destrutivos
para o ser humano.
• Sendo, pois, de duas espécies a virtude,
intelectual e moral, a primeira, por via de regra,
gera-se e cresce graças ao ensino - por isso
requer experiência e tempo; enquanto a virtude
moral é adquirida em resultado do hábito, donde
ter se formado o seu nome ética [êthiké] por uma
pequena modificação da palavra hábito [éthos].
• Por tudo isso, evidencias que nenhuma das
virtudes morais surge em nós por natureza;
• Com efeito, nada do que existe naturalmente pode
formar um hábito contrário à sua natureza.
A Política
• Vimos, portanto, que o objeto da ética aristotélica é o
estudo da felicidade como supremo fim ou bem do ser
humano.
• Mas, como a condição fundamental para a realização da
felicidade é a virtude, e esta só pode ser adquirida
mediante exercício e esforço, o homem tem que
desenvolver mecanismos de ação que garantam a sua
aquisição.
• Tais mecanismos são a educação e as leis. A educação
deverá desenvolver no homem os hábitos virtuosos; as
leis organizarão e protegerão o exercício da virtude
pelos membros da sociedade.
• Podemos concluir, afirmando que a ética tem o seu
prolongamento no que se constitui no ápice da filosofia
prática: a política.
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

teste

2 Cartões juh16

Criar flashcards