Unidade Barreiros Professor(a): Luciane Fontana Disciplina: Língua

Propaganda
Unidade Barreiros
Professor(a):
Data da Prova:
Luciane Fontana
03
/
12
Disciplina:
/ 2013
Língua Portuguesa - A
Revisão – Prova Final
Aluno(a):
Série:
2ª
Turma:
Nota:
A INVENÇÃO DA BICICLOTECA
Para sobreviver, Robinson Padial (Binho), 45, montou um bar em Campo Limpo, na zona sul de
São Paulo, mas o seu prazer é a poesia. (...)
Acompanhado de poetas, músicos e atores, sai pelas estradas parando nas cidades, onde promove
saraus em praça pública. (...) Quando não está andando, Binho vai pedalando o que apelidou de
"bicicloteca", para emprestar, doar ou receber livros. (...) A ideia das caminhadas nasceu no bar, onde
Binho resolveu fazer, todas as segundas-feiras, um sarau – (...)
Um dos frequentadores daqueles encontros era o então motoboy conhecido como Serginho Poeta.
(...) Preferiram ficar dentro do Brasil, parando nas vilas e cidades. A cada ano, juntaram-se mais artistas,
(...).
Binho leu "Capitães da Areia", de Jorge Amado, que fala da vida de rua de Salvador, com seus
meninos. "Eu estava entrando em meu borbulho hormonal e fiquei deslumbrando com as descrições que o
Jorge Amado era capaz de fazer."
Uma de suas experiências libertárias de rua foi num ano eleitoral. Com um grupo de amigos, todos
poetas, saía pela madrugada munido com cartazes, escadas e um balde de cola. Pregava, então, poesias
na cara dos candidatos – (...) "Muita gente ainda fala que se lembra dessa história."
As caminhadas da trupe pelas cidades aliaram, enfim, a visão libertária da rua com a poesia. (...)
Para manter a prática do bar de troca de livros (...) alguém disse que eles deveriam colocar os volumes
numa bicicleta. E, assim, surgia a invenção da bicicloteca".
Adaptado de: http://aprendiz.uol.com.br/content/cresteclin.mmp. Acesso em abril/2010.
1) Assinale o que for correto a respeito do texto.
01. Para sobreviver, Robinson Padial montou um bar em Campo Limpo e, paralelamente, exerce a função
de poeta.
02. Acompanhado de poetas, músicos e atores, Binho visita comunidades carentes espalhando cultura.
04. O meio de locomoção de Binho é o mote que dá título ao texto.
08. Para manter a prática do bar de troca de livros, foi criada uma biblioteca no local.
16. Tem estreita ligação as caminhadas do grupo e a visão libertária da poesia.
2) A respeito do emprego de pronomes relativos, assinale o que for correto.
01. Em: "Binho leu 'Capitães da Areia', de Jorge Amado, que fala da vida de rua de Salvador, com seus
meninos". O pronome assinalado introduz uma oração adjetiva.
02, Com base no emprego do pronome onde em "Acompanhado de poetas, músicos e atores, sai pelas
estradas parando nas cidades, onde promove saraus em praça pública", é possível admitir a seguinte
reescrita, "Quando não está andando, Binho vai pedalando o que apelidou de 'Bicicloteca', onde empresta,
doa ou recebe livros.".
04. O uso do pronome onde em "A ideia das caminhadas nasceu no bar, onde Binho resolveu fazer, todas
as segundas-feiras, um sarau", ocorre pelos mesmos motivos que em: "Acompanhado de poetas, músicos
e atores, sai pelas estradas parando nas cidades, onde promove saraus em praça pública".
08. O segmento: "Eu estava entrando em meu borbulho hormonal e fiquei deslumbrando com as
descrições que o Jorge Amado era capaz de fazer". O pronome em destaque pode ser substituído por as
quais sem que com isso haja prejuízo de sentido.
16. Em: "Muita gente ainda fala que se lembra dessa história", é correto afirmar que o item em destaque
assume função de pronome relativo uma vez que se refere ao termo antecedente a ele.
3) Assinale o que for correto a respeito de processos coesivos.
01. Robison Pardial é retomado no texto por “Binho” (1º parágrafo) e “eles” (6o parágrafo).
02. Serginho Poeta é referido por “motoboy”.
04. Trupe (6o parágrafo) retoma grupo de amigos.
08) Binho, poetas, músicos e atores são retomados pelo pronome “eles” (6o parágrafo).
16) “Esse protesto” (6o parágrafo) é a expressão que, no mesmo parágrafo, resume a ação de pregar
poesias na cara dos candidatos.
4) Assinale as proposições em que não haja erro.
01. Em “Quando não está andando, Binho vai pedalando o que apelidou de ‘bicicloteca’, para emprestar,
doar ou receber livros” apresenta-se um sujeito simples com dois núcleos.
02. A conjunção “quando”, que inicia o período anterior, introduz uma oração subordinada adverbial
temporal.
04. No trecho “vai pedalando o que apelidou de ‘bicicloteca’” apresenta-se predicado verbo-nominal.
08. Se o sujeito da frase em estudo fosse “Binho e seus colaboradores”, apenas dois verbos deveriam ser
obrigatoriamente alterados na frase.
16. Na frase em estudo, os verbos “emprestar”, “doar” e “receber” são verbos transitivos diretos.
5) Assinale a(s) proposição(ões) incorreta(s):
01. Regência é o estudo da norma culta da língua sobre a relação entre verbos, nomes e as preposições
exigidas por estes.
02. Em “Preferiram ficar dentro do Brasil do que visitar outros lugares” apresenta-se adequada regência.
04. A frase "Muita gente ainda fala que se lembra dessa história" é exemplo de correta regência do verbo
“lembrar”.
08. Outra possibilidade de regência do verbo “lembrar” na frase seria “Muita gente ainda lembra essa
história”.
16. Em “A maioria das pessoas doam livros para o projeto” apresenta mostra-se exemplo de erro na
concordância”.
6) Abaixo foram feitas alterações na redação da oração adjetiva no final do período "É possível
utilizar a política para acelerar a aquisição de direitos e o fim do déficit de reconhecimento que
as atinge". Das alterações feitas, está INCORRETA quanto ao emprego do pronome relativo, de
acordo com as normas da língua culta, a seguinte:
a) com que elas convivem.
b) de que elas se envergonham.
c) cuja existência está encoberta pelo preconceito.
d) contra o qual elas tanto lutam.
e) onde se reduz o papel da mulher na sociedade.
7) A respeito do emprego dos pronomes relativos, assinale a opção correta.
a) É correto colocar artigo após o pronome relativo “cujo” (cuja a função, por exemplo).
b) O relativo “cujo” expressa lugar, motivo pelo qual está corretamente empregado na expressão "cujo
mapa".
c) O pronome “cujo” é invariável, ou seja, não apresenta flexões de gênero e número.
d) O pronome relativo “quem”, assim como o relativo “que”, tanto pode referir-se a pessoas quanto a
coisas em geral.
e) O pronome relativo “que” admite ser substituído por “o qual” e suas flexões de gênero e número.
Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

Criar flashcards