Período entre as guerras (1919

Propaganda
Período entre as guerras
(1919-1939)
A crise de 1929 e a ascensão
dos regimes totalitários
Arluce Bezerra
Estende-se do final da Primeira ao início da
Segunda Guerra Mundial. Período marcado pela
maior crise até então enfrentada pelo capitalismo,
pelo fracasso das democracias liberais e pelo
surgimento dos regimes totalitários na Europa e
em outras partes do mundo.
1. A Crise de 1929 e a depressão dos anos 30
1.1. Antecedentes:
 EUA e o american way of life:
de maior devedor a maior credor
da dívida externa mundial;
 Um “novo estilo de vida”,
marcado pelo “consumismo”
O republicano
Herbert Hoover
desenfreado de artigos de luxo
por parte das elites da sociedade
norte-americana, que durou somente até o final da
década de 1920;
 Em contrapartida, quase metade da população
vivia abaixo da linha de pobreza, devido à
concentração de renda.
Norte-americanos em fila para receber batatas
diante de um outdoor que exalta estilo de vida
glamouroso que agora faz parte do passado.
1.2. A Crise – resultado do liberalismo econômico desenfreado:
 Causas: A “superprodução”(desequilíbrio entre
oferta e procura) e a “especulação exagerada” nas
bolsas de valores.
Apreensão em frente à Bolsa
de Valores, em Wall Street
(24 de outubro de 1929)
 Consequências: falência de milhares de empresas
e bancos, desemprego em massa, fome e miséria
atingindo a todo o mundo capitalista. Só a URSS
não foi atingida, pois, na época, já adotava uma
economia planificada.
Êxodo rural provocado
pela crise
Desempregados esperam sopa distribuída pelo
governo norte-americano em um albergue
 Os efeitos no Brasil: abalou as estruturas da
República Velha, provocando a Revolução de
1930, que levou Getúlio Vargas ao poder.
Superprodução de
café no Brasil
Vargas e os revolucionários
de 1930
 O democrata Franklin Delano Roosevelt em
campanha presidencial, em 1932
2. O “New Deal” (Novo Acordo)
 Conjunto de medidas adotadas pelo presidente
dos EUA, Franklin D. Roosevelt (1933-45), visando
solucionar a crise. Inspirado nas ideias do
economista inglês John Keynes, inaugurando
o welfare state (estado de bem-estar social);
John Keynes
2.1. Características: intervenção estatal em alguns
setores da economia, visando assegurar o pleno
emprego e a redistribuição dos lucros das
empresas, sem abolir de vez o liberalismo.
2.2. Principais medidas:
 Construção de obras públicas para gerar
empregos;
 Concessão de empréstimos aos agricultores
falidos;
 Controle dos preços de diversos produtos e da
produção visando evitar nova crise de
superprodução;
 Criação de um seguro-desemprego etc.
Famílias esperam para receber
o seguro-desemprego
3. A ascensão dos regimes totalitários
(nazifascismo)
 A incapacidade de atender aos anseios tanto dos
trabalhadores quanto da burguesia provocou a
crise da democracia;
 Diante do fortalecimento das ideias socialistas,
a burguesia optou por abdicar da liberdade em
defesa da manutenção de seus bens e privilégios
apoiando a ascensão do nazifascismo;
Manifestações socialistas na Europa
3.1. Principais características:
 Unipartidarismo: só admite a existência
de um partido político;
 Expansionismo: a conquista de novas
terras pelos alemães era justificada pela
necessidade do “espaço vital”;
 Militarismo: aumento dos contingentes militares
associado ao investimento em tecnologia bélica
como meios indispensáveis à política imperialista;
 Anticomunismo: aversão às organizações de
esquerda, compreendidas como ameaçadoras da
ordem e da segurança nacional;
 Antiliberalismo: defesa de regimes rigidamente
centralizados que restrinjam a liberdade de
organização e de expressão;
 Nacionalismo exacerbado: exaltação de tudo
quanto era próprio da nação;
 Totalitarismo: nada deve vir
acima do Estado, que tem o
controle absoluto sobre tudo;
 Culto à personalidade:
exaltação ao chefe e suas
realizações;
 Outras.
 Obs.: São verdadeiras ditaduras, em que a
imprensa é censurada ou utilizada a serviço do
Estado; os sindicatos são controlados; as greves,
proibidas; os adversários do regime (sobretudo os
artistas e intelectuais) são perseguidos e
eliminados.
3.2. Fascismo (Benito Mussolini – Itália, 1922)
 A “Marcha sobre Roma” (outubro/1922) foi o
evento que marcou a ascensão de Mussolini à
frente do governo italiano;
Comuna fascista durante a
Marcha sobre Roma
 O início de uma ditadura marcada pela
violência e pela fraude nas eleições, apesar de
assegurar a reestruturação econômica do país.
Jovem filósofo Antonio
Gramsci, vítima da
ditadura de Mussolini
 Em fevereiro de 1929, Benito Mussolini assinou o
Tratado de Latrão, formalizando a existência do
Estado do Vaticano, sob o pontificado de Pio XI.
Papa Pio XI
Mussolini e o cardeal Gaspari
3.3. Nazismo (Adolf Hitler – Alemanha, 1933)
 A Alemanha, humilhada pelo Tratado de
Versalhes, assinado no final da I Grande Guerra,
alimentava um sentimento de nacionalismo
voltado para o revanchismo.
 Na tentativa de tomar o poder através de um
golpe, em 1923, Hitler foi preso e, nos 6 meses
que passou na prisão, escreveu os primeiros
capítulos do livro “Mein Kampf”(Minha Luta).
O lendário “Putsch” de Munique
Prisão de Landsberg
Mein Kampf, a bíblia do nazismo, defendia uma
série de princípios com destaque para o
“arianismo” e o “antissemitismo”.
 Em 1933, Hitler, apoiado pela alta burguesia,
assume o cargo de 1º ministro e inicia o processo
de governo ditatorial e expansionista que levará
o mundo à Segunda Guerra Mundial.
3.4. Stalinismo (Joseph Stalin – URSS, 1924)
 Instalou uma violenta ditadura no país marcada
pelos “expurgos” (torturas e assassinatos de
milhares de opositores) e pelo culto à
personalidade.
3.5. Salazarismo (Antônio Salazar – Portugal/
Partido: União Nacional, 1932)
 Implantou uma ditadura que durou décadas,
somente sendo deposta em 1974, com a
Revolução dos Cravos.
Antônio Salazar
3.6. Franquismo (Gal. Francisco Franco – Espanha/
Partido: Falange, 1939)
 Chegou ao poder após esmagar os grupos de
esquerda, durante a Guerra Civil espanhola
(1936-39).
Adolf Hitler e o General Franco
 No dia 26 de abril de 1937, o povoado de 6 mil
habitantes era bombardeado pelos aviões da Legião
Condor da aviação alemã, em apoio às forças
nacionalistas do general Francisco Franco, meses
após o início da Guerra Civil espanhola (1936-39).
Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões paulonetgbi

teste

2 Cartões juh16

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Matemática

2 Cartões Elma gomes

jndghm

2 Cartões jescola001

Criar flashcards