Universidade Paulista

Propaganda
Universidade Paulista
Curso: Economia
Disciplina: Elementos de Economia
Professora: Ana Karina Bueno
Aula 1: Introdução à Economia
O que é Economia?
• Objetivo da Aula:
• Entender o que é Economia e a importância do estudo da ciência econômica.
Principais Pontos da aula
1) Conceito de Economia
2) Questão Central do estudo da Economia
3) Problemas Econômicos Fundamentais
4) Sistemas Econômicos
5) Argumentos positivos e normativos
6) Inter-relação da ciência econômica com outras ciências
7) Divisão do estudo da Economia
8) Conclusão
1) Conceito de Economia
• A palavra economia deriva do grego oikonomía (de oikos, casa; nómos, lei)
• Economia = lei da casa = administração da casa
• Ex: Nossa casa: existe uma quantidade de recursos: capital (máquinas, terra) e
trabalho (quem faz o quê) para atender as necessidades dos residentes da casa.
• Como são organizados, empregados (escolhas) estes recursos
(escassos/limitados) na produção dos bens e serviços afim de distribuí-los para
satisfazer as necessidades (ilimitadas) de todos os residentes desta casa?
1) Conceito Oikonomía=Economia
Objetivo:
 estudar a forma como o indivíduo e a sociedade decidem (escolhem) empregar
recursos produtivos escassos (que podem ter aplicações alternativas);
 para produzir diversas mercadorias e serviços, ao longo do tempo,
 E distribuí-las para consumo, agora e no futuro, por pessoas e grupos da
sociedade. (Paul Samuelson, 1972)
2) Questão central do estudo da Economia:
• Como alocar recursos produtivos limitados para satisfazer todas as necessidades
ilimitadas da população?
• LEI DA ESCASSEZ: produzir o máximo de bens e serviços com os recursos
escassos disponíveis em cada sociedade.
• O homem em sociedade deve construir a sua reprodução social. Nada é de graça!
• Da escassez dos recursos ou fatores de produção (trabalho, terra,
capital,máquinas etc) associadas às necessidades ilimitadas do homem originamse os chamados problemas econômicos fundamentais:
3) Problemas Econômicos Fundamentais
1. O que e quanto produzir?
Dada a escassez de recursos, sociedade terá que escolher dentro de um leque enorme de
possibilidades( necessidades ilimitadas) o que produzir e quanto produzir ( qual será a
quantidade necessária, ofertada?)
2. Como produzir?
1
Escolha dos recursos e dado o nível tecnológico existente
3.Para quem produzir?
Como serão distribuídos os resultados da produção
4) Sistemas Econômicos
• Um Sistema Econômico pode ser definido como sendo a forma política, social e
econômica pela qual está organizada a sociedade
• O Sistema Econômico organiza a produção, a distribuição e consumo que
moldam o padrão de vida da população e o desenvolvimento econômico da
sociedade.
4.1) Os elementos básicos de um Sistema de Econômico:
a) Estoque de recursos produtivos ou fatores de produção: recursos humanos (
trabalho e capacidade empresarial), o capital, a terra, as reservas naturais e a
tecnologia;
b) Unidades de produção: empresas
c) Conjunto de Instituições políticas, jurídicas, econômicas e sociais
4.2) Tipos de Sistemas Econômicos
A)Sistema Capitalista ou Economia de Mercado:
• livre iniciativa (cada um com seus problemas), individualista, capital (conjunto,
estoque de bens econômicos capaz de reproduzir bns e serviços ( máquinas,
terra, matérias-primas,fábricas), propriedade privada (o capital pertence aos
capitalistas; estes se apropriam de parte da renda gerada na economia),divisão do
trabalho, moeda (meio de troca, reserva de valor,unidade de conta e padrão para
o pagamento ao longo do tempo.
• Estado atua como regulador, fiscalizador.
• Sistema de Mercado existe ordem e coordenação através do mecanismo de
preços.
• Teoria Econômica Liberal/Neoliberal
• Mão Invisível/Adam Smith: Mercado:coordenação da produção e distribuição
dos recursos, concorrência garante a eficiência do sistema econômico.
A)Sistema Capitalista ou Economia de Mercado:
• Pode-se notar que os problemas básicos da economia- o que, quanto, como e
para quem produzir- podem ser resolvidos pela concorrência dos mercados e
pelo mecanismo dos preços. O consumidor tentará maximizar seu bem-estar e o
produtor seu lucro.
• Que bens que serão produzidos será decidido pela demanda dos consumidores e
dos produtores no mercado. O dinheiro pago ao vendedor será distribuído em
forma de renda como salários, juros aos consumidores.
• Quanto produzir será determinado pela atuação dos consumidores e dos
produtores no mercado com os ajustamentos dados pelo sistema de preços.
• Como produzir é determinado pela concorrência entre os produtores.
Tecnologias e métodos mais eficientes e mais baratos retirarão os produtores
ineficientes do mercado produtor.
• Para quem produzir será determinado pela oferta e demanda no mercado de
fatores de produção: por salários, juros, aluguéis e lucros, que em conjunto
formam a renda individual, relativa a cada serviço/bens e ao conjunto de
serviços/bens. A produção destina-se para quem tem renda para pagar, e o preço
é o instrumento de exclusão.
B) Sistemas de Economia Mista :
•
Prevalecem forças de Mercado mas com intervenção do Estado.
2
•
Este tipo de sistema econômico passou a ser adotado a partir da crise de 1929 e
encontra-se em vigor até os dias atuais.
•
•
Falhas do Mercado:
1) Imperfeições na concorrência dos mercados (oligopólios, etc); levando à má
distribuição da renda;
2) Efeitos externos que o mercado não é capaz resolver: controle da poluição,
segurança nacional, provisão de infra-estrutura.
•
C) Sistema Socialista ou Economia Centralizada ou Economia Planificada
• Questões Econômicas ( o que, quanto, como e pqrq quem produzir) são
resolvidas por um órgão de planejamento central, propriedade públicas/cloletiva
dos fatores de produção (capital, terra, prédios, bancos, matérias-primas).
• Levantamento dos recursos de produção disponíveis de acordo com as
necessidades do país.
• Burocrata é o empresário.
• Sistema de preços existe para a contabilização dos custos de produção.
Planejadores fixam o preço.
• Ex: ex-URSS, Cuba, China
C) Sistema Socialista ou Economia Centralizada ou Economia Planificada
• “Em junho de 1988, fui enviado a Moscou como correspondente do jornal Folha
de S. Paulo. Após esperar dez meses pelo meu apartamento,alojado num hotel
sinistro e escuro de Moscou- cotado,apesar disso,entre os melhores da capital,consegui finalmente me instalar. Quis comprar uma vassoura, mas percebi,
depois de percorrer varias lojas(todas pertencentes ao Estado), que só havia
escovão de plastico,porem sem cabo. Os moscovitas que quisessem limpar o
chao teria, portanto, de se ajoelhar!
Descobri mais tarde a razão: o Ministério da Petroquímica havia recebido uma
ordem de produzir determinado número de escovões de plástico e cumpriu sua
meta. Entretanto, por um lapso burocrático, não foi encomendada a produção
equivalente dos cabos dos escovões. Ao perceber a defasagem entre a oferta de
cabos e de escovões, foi acionado o Ministério da Madeira, mas não havia
estoque suficiente de matérias-primas para a produção de tantos cabos. De
joelhos, pois, e mãos à obra!.... Graças ao planejamento científico da
ECONOMIA DA ECONOMIA SOVIÉTICA”: ( José Arbex Jr, Nacionalismo,
p44).
5)Argumentos Positivos versus argumentos Normativos
• Argumentos positivos não envolvem juízo de valor.Análise do que é. Ex: Se a
renda aumenta o consumo aumenta. Se o preço de um bem sobe o consumo
deste bem cairá.
– Economia Positiva escolha dos instrumentos de política econômica mais
adequado.
• Argumentos normativos:envolve juízo de valor, opinião,ideologia. Análise do
que deveria ser.
6) Inter-relação da economia com outras áreas de conhecimento
• Economia, Física e Biologia (mecanicista, organicista; organismo
econômico=orgão vivo)
• Economia, Matemática e Estatística (econometria, funções: produção, consumo)
• Economia e Política (Poder, Estado)
3
• Economia e História (Contexto Histórico)
• Economia e Geografia (concentração econômica no espaço)
• Economia e Sociologia (classes sociais)
7) DIVISÃO DO ESTUDO DA ECONOMIA
• A ECONOMIA como ciência é dividida em quatro áreas de estudo:
7.1) Microeconomia
7.2) Macroeconomia
7.3) Economia internacional
7.4) Desenvolvimento Econômico
7.1) Microeconomia:
– A Microeconomia trata do comportamento das unidades econômicas
individuais, como trabalhadores, famílias, investidores, proprietários de
terras, empresas e quaisquer indivíduos ou entidades que desempenhem
um papel no funcionamento de nossa economia.
– A Microeconomia explica como e porque essas unidades econômicas
tomam decisões, e de que maneira interagem em mercados específicos.
7.2) Macroeconomia:
• A Macroeconomia trata do comportamento da economia como um todo. Trata
da produção total de bens e serviços, do crescimento do produto, das taxas de
inflação e do desemprego, do balanço de pagamentos, das taxas de câmbio, do
orçamento do governo e das taxas de juros.
– Em síntese, a Macroeconomia lida com as principais variáveis
econômicas e com os problemas do dia-a-dia.
7.3) Economia Internacional
• Estudas as relações econômicas entre o país e o resto do mundo.
•
Estuda as condições de equilíbrio do Balanço de Pagamentos: comércio externo
( importação e exportação), além dos fluxos de capitais.
7.4) Desenvolvimento Econômico
• Preocupa-se com a melhoria do padrão de vida da coletividade ao longo do
tempo. O enfoque é também macroeconômico, mas centrado em questões
estruturais e de longo prazo como progresso técnico, estratégias de políticas
econômicas de crescimento.
Conclusão
• O que é Economia?
• Economia é uma ciência social que se ocupa da administração dos recursos
escassos entre os usos alternativos e fins competitivos.
• Em síntese: a Economia é o estudo da forma pela qual a sociedade administra
seus recursos escassos. Nas sociedades os recursos não são alocados por um
único planejador central, mas pela ação combinada de milhões de famílias,
empresas e governos.
• Importância do Estudo da Ciência Econômica: Entender o funcionamento
da sociedade para resolver os problemas econômicos.
Bibliografia:
• PINHO, D. B., VASCONCELLOS, M. A. S. de. (Org.). Manual de Economia:
equipe de professores das USP. 5ª edição. São Paulo: Saraiva, 2006.Capítulo 1;
itens (1.1;1.4;1.5;1.6 (somente);1.7,1.7.1;1.7.2;1.7.3).
• Vasconcelos, M.A.S. & Garcia, M.E. (2006), Fundamentos de Economia. São
Paulo: Editora Saraiva. Cap 1, itens (exceto item 1.4 e 1.5).
4
Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

teste

2 Cartões juh16

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Matemática

2 Cartões Elma gomes

Criar flashcards