América Latina

Propaganda
GG02 – América Latina
Texto escrito em agosto de 2006
Geografia física americana:
Relevo: Caracteriza-se por grandes barreiras de montanhas à oeste, Planícies no Centro, Planaltos e
montanhas velhas à leste. Clima predominantemente temperado na América do Norte. Clima tropical
predominante na América Central e América do Sul.
Principais Correntes: Humboldt atua no Chile e no Peru: Condiciona a formação do deserto de Atacama.
Corrente das Falklands ou Malvinas: Contribui para a forte aridez da Patagônia (Sul da Argentina). Corrente
gelada do Labrador que provém do Ártico: Proporciona fortes quedas de temperatura no leste do Canadá e
nordeste dos Estados Unidos. Corrente do Golfo: provém da porção intertropical do Atlântico Sul, aquece o
golfo do México e Flórida. Segue em direção ao norte da Europa.
América Latina
Características principais: Apresentam semelhanças em suas estruturais sócio-econômicas: Países não
desenvolvidos, alta desigualdade, forte concentração fundiária, forte êxodo rural (inchaço urbano), crescentes
índices de violência.
Traços da industrialização: Foram apenas três países que conseguiram industrializar-se: Brasil, Argentina e
México. Industrialização marcada por substituição de importações, forte presença do estado, ocorridas
principalmente a partir da década de 50. Gerou uma forte concentração de renda. São marcados por uma alta
dependência tecnológica estrangeira.
Traços da maioria dos países: São produtores de matérias primas. Bolívia produz principalmente estanho,
ferro e gás natural. Peru produzindo prata e petróleo. Equador focado também no petróleo e na banana.
Colômbia produz café, carvão e petróleo. Países do Caribe e América Central enfoca-se em plantation,
turismo e são importantes paraísos fiscais.
Narcotráfico: Apresenta uma forte presença na América Latina. Movimentando 500 bilhões de dólares
anualmente em todo o mundo.
Guerrilha: Forte presença na América Latina. Um dos principais exemplos é o EZLN (Exército zapatista de
libertação nacional), atuando no México. No Peru temos o Sendero Luminoso. Finalmente na Colômbia atuam
as FARC – Forças armadas revolucionárias colombianas, uma força paralela de grande força. Estados Unidos
tenta combater tanto a guerrilha quanto o narcotráfico. Um dos principais exemplos é o Plano Colômbia.
Argentina
Traços gerais: População de 37,5 milhões de habitantes. Encontra-se principalmente na faixa temperada.
Apresenta baixo crescimento vegetativo (1,19%). Marcado por elevada expectativa de vida e por baixo
analfabetismo. Predominância de caucasianos (brancos), compõem 85% da população. 74% da população está
concentrada na bacia do prata. Parque industrial concentrado na cidade de Buenos Aires. Principais áreas
urbanas: Buenos Aires, Córdoba, Rosário, Santa Fé.
Cinco regiões:
Pampa úmido: Localizado entre o rio Colorado ao sul e o rio Salado ao norte. Está localizado em uma
extensa planície de clima temperado. Tem como uma de suas principais marcas os solos férteis (escuro) e a
vegetação rasteira (pradarias). Chuvas ocorrem principalmente no verão e provém das massas de ar do oceano
atlântico. Economia marcada pela tradicional pecuária, mas também por culturas de trigo, soja e milho.
Pampa seco: Mesmos traços do pampa úmido, porém em razão da proximidade com o Chile apresenta um
clima mais seco, marcado menos por pradarias e principalmente por estepes. É uma importante região de
produção de maças e uvas.
Chaco: Região do norte da Argentina de clima semi-úmido, vegetação arbustiva coberta por savanas e
estepes. Sua economia baseia-se principalmente na criação de gado, cultura de algodão e cana-de-açúcar e
também na extração de Tanino.
Mesopotâmia: Região localizada entre o Rio Uruguai e Paraná de predomínio de florestas.
1
Patagônia: Planalto com clima frio e seco. Importante região petrolífera e também de fruticultura irrigada
(pêra, maçã e uva). Marcado por estepes. Apresenta grande potencial hidrelétrico. A atividade turística nesta
região é muito grande, principalmente na cidade de Bariloche.
México
Relevo: Domínio de duas grandes serras: A Serra Madre ocidental e Serra madre oriental. Entre as duas
cadeias localiza-se o Planalto do México (Anahuac)
População: O norte do país caracteriza-se principalmente por uma baixa densidade demográfica. Maior parte
da população é mestiça, 75% da população é composta por mestiços. No planalto central do México a maior
parte da população é formada por descendentes de astecas ou pelos próprios. No sul predomina-se
principalmente Maias e seus descendentes.
Economia: Algodão é produzido no norte com o auxílio principalmente da irrigação, dado o clima árido do
país. O sul do país é a mais importante região agrícola, produz-se café, cana-de-açúcar, feijão. Chiapas é a
região mais miserável do país. Em relação aos minérios o México é um dos maiores produtores de prata. Os
principais centros industriais localizam-se na cidade do México (centro do país), mas também pode destacarse um importante centro industrial ao norte, na região de Monterrey, marcado pela siderurgia. Em 1938 o
petróleo foi nacionalizado (primeira nacionalização desde 1917 na Rússia). Antes estava nas mãos de
empresas estrangeiras, das quais a principal era a Standard Oil. A produção nacional teve grande impulso na
segunda guerra mundial, atualmente o petróleo foi privatizado.
Chiapas: Um terço da população é formada por mestiços (descendentes de Maias). Fornece metade da
energia hidrelétrica do país. Apresenta importantes reservas de petróleo. Em 1994 eclode uma revolta (EZLN)
buscando a mudança do modelo econômico mexicano (neoliberalismo), a realização da reforma agrária e a
ampliação da autonomia política e dos direitos raciais indígenas.
Blocos econômicos:
Nafta: Entrou em vigor a partir de 1994, formado por México, EUA e Canadá. Nasceu para enfrentar a
concorrência com a União Européia, visa o fim de todas as barreiras alfandegárias depois de 15 anos de seu
início (1994).
Mercosul: Formado por Brasil, Argentina, Paraguai, Uruguai (membros efetivos) e foi criado em 1991 com o
tratado de Assunção. Seu objetivo era abolir progressivamente todas as barreiras alfandegárias. Também
existem alguns projetos, visando a maior integração: Hidrovia na bacia do prata que irá baratear em quase
40% o transporte de grãos, carne e produtos industrializados. Construção da Estrada Sul-Americana que liga
Buenos Aires a São Paulo. Mercosul é uma resposta as novas exigências da economia mundial marcada por
um maior afluxo de mercadorias, maior concentração de capitais, abertura de novos mercados de consumo e
investimentos crescentes.
Alca: Previsto para começar em 2005 não se concretizou até agora. Uma das grandes polêmicas envolvendo o
bloco diz respeito a pressão americana em relação a acordos parciais. Já os países do mercosul que defendem
a assinatura de um acordo geral.
2
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

Matemática

2 Cartões Elma gomes

Criar flashcards