Resumos.net

Propaganda
O que existe no universo
Planeta: corpo sem luz própria que viaja pelo espaço
Estrela: corpo celeste que emite energia sob a forma de luz
Sol: um astro com luz própria de cor, amarela alaranjada. O sol é um
corpo luminoso que produz energia. Essa energia é fornecida não só ao
planeta Terra mas também a todos os outros planetas
Lua: um corpo esférico como a Terra que conforme é iluminado pelo Sol,
nos aparece com vários aspetos (as fases da lua). É um satélite da Terra,
pois anda em torno do nosso planeta. É o nosso único satélite natural
Satélite: corpo iluminado que anda em torno de um planeta
Vénus também conhecido “estrela da manhã” ou “estrela da tarde”,
embora de facto não seja uma estrela.
Sírio estrela mais brilhante do céu.
Vénus e Marte são os planetas mais próximos da Terra. São vistos a olho
nu. O terceiro planeta mais próximo é Mercúrio. Estes 3 planetas são
rochosos tal como a Terra.
Os planetas podem ser rochosos ou gasosos.
Asteroides: corpos rochosos de forma irregular, que se encontram um
pouco para além de Marte, eles formam a cintura de asteroides
A seguir à cintura de asteroides vêm planetas muito grandes e gasosos:
Júpiter, Saturno Úrano e Neptuno.
Os planetas do sistema solar são interiores ou exteriores à cintura de
asteroides.
Além dos astros atrás referidos, também podemos observar no sistema
solar cometas ou meteoros.
Cometa: pequeno astro constituído por gás, poeiras e gelo
Meteoroide: fragmento de cometa ou asteroide
Meteoro: meteoroide que atravessa a atmosfera terrestre aquecendo
muito devido à friccção com o ar. Torna-se incandescente,ou seja, fica
com luz própria ,originando a chamada “chuva de estrelas”. As estrelas
cadentes não são estrelas a cair para a terra, mas sim meteoros,
portanto seria mais correto chamar chuva de meteoros.
Meteorito: meteoro que atinge a superfície terrestre, o seu impacto pode
provocar crateras.
O sistema solar é constituído por astros de diferentes tipos tais como o
Sol, os planetas, os satélites, a cintura de asteroides, os cometas e os
meteoro.
As constelações
Constelações: grupos de estrelas distantes umas das outras, que o
Homem ligou por linhas imaginárias e formou figuras.
As constelações não são verdadeiros grupos de estrelas, porque não se
encontram à mesma distância da Terra mas sim a distancias muito
diferentes da Terra. Como as vemos projetadas na esfera celeste
parece-nos que estão à mesma distância de nós.
URSA MAIOR visível no hemisfério Norte, a partir dela é fácil
encontrar a ESTRELA POLAR que faz parte da URSA MENOR.
O SOL como outras estrelas move-se no espaço
Como conhecemos o universo
A exploração espacial feita através de naves tripuladas e não tripuladas
permite obter mais informações sobre o Universo.
Sondas espaciais: naves não tripuladas que obtêm informações sobre o
espaço.
ESA: Agencia Espacial Europeia
NASA: Agencia Espacial Norte Americana
A NASA e a ESA dedicam-se ao estudo do espaço
A física tem por base a observação e a experimentação.
Como as estrelas emitem vários tipos de luz, há várias maneiras de ver o
universo. A luz visível é a qual os nossos olhos são sensíveis e que nos
permite ver diretamente os corpos no céu.
Os telescópios que recebem este tipo de luz, colocados na terra ou no
espaço, permite-nos observar os astros mais facilmente do que à vista
desarmada.
A luz emitida pelas estrelas dá-nos informações sobre elas.
Telescópios: utilizam a luz visível e não visível. Podem estar em terra ou
em órbita terrestre.
Os astrónomos usam telescópios e sondas para observar tratando os
registos das suas observações com o auxílio do computador.
O que há para além do sistema solar?
Galáxias: agrupamento de muitas estrelas com gases e poeiras
Na via láctea estão estrelas, planetas, asteroides e nuvens de gás e
poeiras (nebulosas).
Nebulosas: berço das estrelas
Estrela – Galáxias – Enxames – Super enxames
------------------------------------------------ Ordem de tamanho
As galáxias formam grupos que se chamam enxames de galáxias.
Nota: A nossa galáxia é a via láctea, faz parte de um enxame chamado
Grupo local e este faz parte de um super enxame chamado Virgem.
A VIA LÀCTEA esta localizada num dos braços da Galáxia
Formas das galáxias: Espiral
– Via láctea e Andromeda;
Irregular – Grande Nuvem de Magalhães e Pequena
Nuvem de Magalhães;
Elíptica
- Virgem A
Grande Núvem de Magalhães – apenas visível no hemisfério Sul
O que existe para além da Andrómeda
Existem mais galáxias que não passam de pontos grandes no grande
espaço vazio. Essas galáxias estão em geral a afastar-se umas das outras.
Quasares: objetos nos confins do universo que se afastam rapidamente
da galáxia. Os quasares são galáxias muito distantes e que por isso têm o
aspeto de uma só estrela muito brilhante.
As estrelas que povoam as galáxias nascem, vivem e morrem.
Buraco Negro: resto de uma estrela grande, no final da sua vida, que
«suga» tudo à sua volta.
Como evoluiu o universo
Os físicos conseguem explicar o afastamento das galáxias umas das
outras. Há cerca de 15 mil anos uma grande explosão – o big bang – deu
origem ao Universo. Desde esse instante, o Universo está em expansão.
Hoje captamos a luz emitida por quasares.
big bang: grande explosão que deu origem ao Universo.
A idade do universo é de 15 mil milhões de anos
As galáxias estão a afastar-se umas das outras.
TEORIA GEOCÊNTRICO - PTOLOMEU , O SOL É O CENTRO DO
UNIVERSO
TEORIA HELIOCÊNTRICA-COPÉRNICO E GALILEU, OSOL É O
CENTRO DO UNIVERSO
Conhecimento do Universo: Missões espaciais tripuladas
Sondas Espaciais
Telescópios
Download
Random flashcards
Criar flashcards