Estômago - Universidade de Évora

Propaganda
SISTEMA DIGESTIVO: ESTÔMAGO GLANDULAR 1
Mucosa
Submucosa
Epitélio
Muscular externa
Adventícia ou serosa
Conjuntivo (lâmina própria)
Muscular (muscularis mucosae)
Colunar simples. Células altas
Tecido conjuntivo laxo com fibras
Várias camadas de tecido muscular
Tecido conjuntivo laxo.
Liso consistindo de 3 camadas: a camada
Não apresenta
com núcleo elíptico situado na
finas, serve de apoio às
liso orientadas circular e
Apresenta gânglios
oblíqua, a camada circular interna e a
particularidades dignas de
metade basal. Esta zona contém
glândulas gástricas. Apresenta
longitudinalmente.
parassimpáticos conhecidos
camada longitudinal externa. A camada
registo
grânulos acidófilos e a zona
numerosos vaso sanguíneos e
por Plexo de Meissner.
circular segue em direcção ao piloro,
apical mostra reacção basófila.
linfáticos. Apresenta nódulos
formando o esfíncter pilórico, os dois anéis
Este epitélio forma invaginações
linfáticos, uns como população
de fecho no antro pilórico nos equinos e a
no sentido da lâmina própria,
local outros como fazendo parte
base da protuberância esfintérica pilórica
formando as chamadas as criptas do tecido linfóide associado ao
nos bovinos e suínos. A partir dela,
(ou fovéolas) gástricas nas quais
tubo digestivo (conhecido em
formam-se as fibras oblíquas que originam
inglês por GALT: gut-associated
o esfíncter cardial, as pregas musculares
lymphoid tissue)
do cardia nos equinos e a base muscular
se abrem as glândulas.
dos lábios da goteira esofágica nos
Entre os extremos glandulares e a muscularis mucosae há,
com mais evidência nos carnívoros, a chamada lamina
subglandularis que nos animais adultos apresenta duas
camadas: o estrato granuloso (interna, formada por
fibroblastos) e o estrato compacto (externa, formada por
tecido conjuntivo denso).
ruminantes. Entre as duas camadas
musculares é possível encontrar o
segundo plexo nervoso que inerva o canal
alimentar: o plexo mioentérico ou plexo de
Auerbach.
1
A parede do estômago é constituída por uma mucosa com submucosa, uma camada muscular externa e uma túnica serosa. A mucosa pode ser glandular ou não glandular nos animais domésticos. No estômago simples
do cão e do gato, a mucosa é glandular. No cavalo e no porco existe uma região não-glandular (esofágica) e uma região glandular. Nos ruminantes, a parte não-glandular apresenta 3 compartimentos: o rúmen, o retículo e
omaso; o estômago glandular dos ruminantes é um compartimento separado e chama-se abomaso. A verdadeira mucosa gástrica caracteriza-se pela presença de inúmeras glândulas. Estas evidenciam-se em 3 tipos, que,
pela sua localização recebem os nomes de glândulas cárdicas, fúndicas e pilóricas. As glândulas são esparsa e com poucas células na região cárdica, mas muito abundantes e com muitas células na região fúndica.
HistoVet-UE/Universidade de Évora, Fernando Capela e Silva
Download
Random flashcards
A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

teste

2 Cartões juh16

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Criar flashcards