historia 6u2

Propaganda
AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA – II UNIDADE
Avaliação: (7,0):
Instruções:
Não será aceita a utilização de corretivos.
Questões objetivas rasuradas serão anuladas.
Use, somente, caneta esferográfica azul ou preta.
Valor da prova: 7,0 pontos
______________
Micro: (2,0): ____________________
Ativ.e particip (1,0) : ______________
Total: _________________________
1) Por volta de 3500 a.c., os vários nomos deixaram de ser independentes uns dos outros. Eles
foram reunidos e passaram a ter uma liderança única. Essa foi uma das primeiras formas de
organização do Estado que se conhece. Como e por que o poder político no Antigo Egito
foi centralizado? (1,0)
Ao longo do rio Nilo, existiam diversas
aldeias (nomos) e cada uma era governada
por
um
nomarca.
O
crescimento
populacional e as disputas por terras,
levaram ao surgimento de diversos conflitos.
A união das aldeias passou a ser uma
alternativa para colocar ordem ao caos. A
partir daí, ocorre a formação de dois reinos:
o Baixo e o Alto Egito. Por volta de 3200 a.c.
Menés, chefe do Alto Egito, consegue se
impor pela força e centraliza o poder
político, dominando todo o Egito e se
transforma no primeiro faraó, dando início
ao período de centralização política.
2) Relacione o rio Nilo à principal atividade econômica no Antigo Egito. (1,0)
A civilização egípcia surgiu e cresceu as margens do rio Nilo, um rio que tem kilômetros de
extensão e que desemboca no Mar Mediterrâneo. Na época das cheias anuais, as águas do rio
inundavam as áreas baixas, depositando nessas terras grande quantidade de húmus- matéria
orgânica que fertilizava o solo- preparando-o para a agricultura, que era principal atividade
econômica praticada na região. Os egípcios usavam as águas do rio na irrigação, na
alimentação e criação de animais bem como no transporte fluvial.
3) Observe a imagem e responda o que se pede:
a) Qual a função dos escravos na
sociedade egípcia.
Obs: Procure responder por que os
escravos estão localizados na base da
pirâmide e como essa classe surgiu. (0,5)
Os escravos, normalmente capturados
em guerras, representavam uma
pequena parcela da população e estão
na base para identificar a classe
economicamente mais baixa, além
disso não possuíam direitos e eram
considerados
mercadorias.
Trabalhavam
principalmente
em
minas
e
pedreiras.
b) Uma das classes de maior prestígio no Antigo Egito era a dos escribas. Quais atividades
eles desenvolviam? Por que eram tão respeitados? (0,5)
Os escribas eram funcionários do reino, responsáveis pelos ganhos e gastos do palácio,
eram valorizados porque dominavam a escritas, uma atividade valorizada e dominada
por poucos.
4) Politicamente, a partir do Período dinástico, o Egito passou a ser uma TEOCRACIA.
Explique o termo destacado. (0,5)
É o sistema de governo em que a autoridade política é exercida por pessoas que se
consideram representantes de Deus (ou deuses) na Terra. Nas teocracias, o governante
tem ao mesmo tempo o poder político e o religioso.
5)
A fome
Alimento não falta. Hoje, no mundo, é produzida mais comida do que necessitam todos os
humanos reunidos. Mesmo assim, 850 milhões de pessoas passam fome no planeta porque não
dispõem de recursos para produzir ou comprar o próprio alimento. Duzentos milhões dessas pessoas
encontram-se na África.
Nas últimas décadas, em todo o mundo, a África foi o único continente onde a produção
agrícola diminuiu. Dos 53 países africanos, 43 enfrentam o problema, sem reunir condições para
produzir um importar alimento. Isso apesar de mais da metade da população trabalhar na
agricultura.
Com investimento, o problema poderia ser solucionado. Alguns especialistas acreditam,
mesmo, que a produção agrícola poderia tornar-se a chave do desenvolvimento local. Uma das
soluções seria investir numa produção irrigada, quatro vezes mais rentável que a convencional.
Para isso, seria preciso construir poços, barragens e canais de irrigação e drenagem, sobretudo
em pequenas comunidades. A montagem desse aparato pode colocar fim à fome, garantir emprego
para todo o ano e aumentar a riqueza nacional, com a cultura de cereais, frutas e hortaliças de alto
valor no mercado internacional.
(Texto escrito a partir de: Jacques Diouf. “Desenvolvimento agrícola: o trunfo possível para a
África”. Citado em Le monde diplomatique. Edição brasileira. Dezembro de 2004.)
•
De acordo com o texto e seus conhecimentos a cerca do assunto, responda as questões
que seguem.
a) O que provoca a fome no mundo hoje? (0,5)
A produção atual de alimentos é suficiente para matar a fome da população mundial.
Mesmo assim, temos cerca de 850 milhões de pessoas passando fome hoje. A falta de
recursos para comprar e produzir o próprio alimento são as causas dessa disparidade.
b) Qual a situação atual da África no que se refere à fome? (0,5)
Embora mais da metade da população africana trabalhe na agricultura, o continente a
cada ano produz menos. Cerca de duzentos milhões de pessoas passam fome na África, 43
países, de um total de 53._
c) Quais técnicas utilizadas pelos egípcios antigos podem auxiliar na erradicação da fome hoje
na África? (0,5)
A agricultura egípcia era uma das mais desenvolvidas do mundo, eles faziam canais de
irrigação, shadufs e diques.
d) Em qual período da história egípcia, os povos que lá viviam tiveram que enfrentar o
problema da fome? Por que isso teria acontecido? (0,4)
A fome surgiu no Antigo Império (período Dinástico), quando uma seca prolongada
diminuiu as cheias do Nilo, provocando uma crise agrícola e consequentemente o
desabastecimento dos gêneros alimentícios.
6) O longo período dinástico é comumente dividido em três grandes fases: Antigo, Médio e
Novo Império. Preencha as lacunas das alternativas com o nome do período correspondente.
(1,6)
a) O aperfeiçoamento da irrigação com o uso do shaduf, a ampliação do território através das
conquistas militares e a construção dos templos de Karnak e Luxor marcam o período
Novo Império.
b) No Novo Império Império, as divergências políticas aliadas às rebeliões dos camponeses
determinaram o enfraquecimento do Egito e contribuíram para que a última dinastia
chegasse ao fim quando os persas, liderados por Cambises, invadiram e transformam o
Egito em uma província.
c)
Os hicsos, povos de origem asiática, invadiram o Egito no Médio Império e tomaram
grande parte da região. Tebas, ao sul, resistiu a sua conquista e liderou o movimento e
conseguiu expulsar os invasores.
d) No Antigo Império, na IV dinastia, foram construídas na região de Gizé, as pirâmides de
Quéops, Quéfren e Miquerinos.
Download
Random flashcards
A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

teste

2 Cartões juh16

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Criar flashcards