20_Seg_09_04_2012_após_DOMINGO DE PÁSCOA

Propaganda
- O SANTO EVANGELHO -
Download: www.nossasantamae.com.br
█ Segunda-feira
09/04/2012
Mateus 28, 8-15
DIA ANTERIOR: DOMINGO DE PÁSCOA
E saindo às pressas do túmulo, com sentimentos de temor e de grande alegria, correram para dar a notícia aos
discípulos. Nisso, o próprio Jesus veio-lhes ao encontro e disse: “Alegrai-vos!”. Elas se aproximaram e
abraçaram seus pés, em adoração. Jesus lhes disse: “Não tenhais medo; ide anunciar a meus irmãos que vão
para a Galileia. Lá me verão”. Quando foram embora, alguns da guarda entraram na cidade e comunicaram
aos sumos sacerdotes o que tinha acontecido. Reunidos com os anciãos, deliberaram dar bastante dinheiro
aos soldados; e instruíram-nos: “Contai o seguinte: ‘Durante a noite vieram os discípulos dele e o roubaram,
enquanto estávamos dormindo’. E se isso chegar aos ouvidos do governador, nós o tranquilizaremos, para que
não vos castigue”. Eles aceitaram o dinheiro e fizeram como lhes fora instruído. E essa versão ficou divulgada
entre os judeus, até o presente dia.
█ Terça-feira
10/04/2012
João 20, 11-18
Maria tinha ficado perto do túmulo, do lado de fora, chorando. Enquanto chorava, inclinou-se para olhar dentro
do túmulo. Ela enxergou dois anjos, vestidos de branco, sentados onde tinha sido posto o corpo de Jesus, um
à cabeceira e outro aos pés. Os anjos perguntaram: “Mulher, por que choras”. Ela respondeu: “Levaram o meu
Senhor e não sei onde o colocaram”. Dizendo isto, Maria virou-se para trás e enxergou Jesus, de pé, mas ela
não sabia que era Jesus. Jesus perguntou-lhe: “Mulher, por que choras? Quem procuras?”. Pensando que
fosse o jardineiro, ela disse: “Senhor, se foste tu que o levaste, dize-me onde o colocaste, e eu irei buscá-lo”.
Então, Jesus falou: “Maria!”. Ela voltou-se e exclamou, em hebraico: “Rabûni!” (que quer dizer: Mestre). Jesus
disse: “Não me segures, pois ainda não subi para junto do Pai. Mas vai dizer aos meus irmãos: subo para junto
do meu Pai e vosso Pai, meu Deus e vosso Deus”. Então, Maria Madalena foi anunciar aos discípulos: “Eu vi o
Senhor”, e contou o que ele lhe tinha dito.
█ Quarta-feira
11/04/2012
Lucas 24, 13-35
Naquele mesmo dia, o primeiro da semana, dois dos discípulos iam para um povoado, chamado Emaús, a uns
dez quilômetros de Jerusalém. Conversavam sobre todas as coisas que tinham acontecido. Enquanto
conversavam e discutiam, o próprio Jesus se aproximou e começou a caminhar com eles. Os seus olhos,
porém, estavam como vendados, incapazes de reconhecê-lo. Então Jesus perguntou: “O que andais
conversando pelo caminho?”. Eles pararam, com o rosto triste, e um deles, chamado Cléofas, lhe disse: “És tu
o único peregrino em Jerusalém que não sabe o que lá aconteceu nestes dias?”. Ele perguntou: “Que foi?”.
Eles responderam: “O que aconteceu com Jesus, o Nazareno, que foi um profeta poderoso em obras e
palavras diante de Deus e diante de todo o povo. Os sumos sacerdotes e as nossas autoridades o entregaram
para ser condenado à morte e o crucificaram. Nós esperávamos que fosse ele quem libertaria Israel; mas, com
tudo isso, já faz três dias que todas essas coisas aconteceram! É verdade que algumas mulheres do nosso
grupo nos assustaram. Elas foram de madrugada ao túmulo e não encontraram o corpo dele. Então voltaram,
dizendo que tinham visto anjos e que estes afirmaram que ele está vivo. Alguns dos nossos foram ao túmulo e
encontraram as coisas como as mulheres tinham dito. A ele, porém, ninguém viu”. Então ele lhes disse: “Como
sois sem inteligência e lentos para crer em tudo o que os profetas falaram! Não era necessário que o Cristo
sofresse tudo isso para entrar na sua glória?”. E, começando por Moisés e passando por todos os profetas,
explicou-lhes, em todas as Escrituras, as passagens que se referiam a ele. Quando chegaram perto do
povoado para onde iam, ele fez de conta que ia adiante. Eles, porém, insistiram: “Fica conosco, pois já é tarde
e a noite vem chegando!”. Ele entrou para ficar com eles. Depois que se sentou à mesa com eles, tomou o
pão, pronunciou a bênção, partiu-o e deu a eles. Neste momento, seus olhos se abriram, e eles o
reconheceram. Ele, porém, desapareceu da vista deles. Então um disse ao outro: “Não estava ardendo o
nosso coração quando ele nos falava pelo caminho e nos explicava as Escrituras?”. Naquela mesma hora,
levantaram-se e voltaram para Jerusalém, onde encontraram reunidos os Onze e os outros discípulos. E estes
confirmaram: “Realmente, o Senhor ressuscitou e apareceu a Simão!”. Então os dois contaram o que tinha
acontecido no caminho, e como o tinham reconhecido ao partir o pão.
1
█ Quinta-feira
12/04/2012
Lucas 24, 35-48
Então os dois contaram o que tinha acontecido no caminho, e como o tinham reconhecido ao partir o pão.
Ainda estavam falando, quando o próprio Jesus apareceu no meio deles e lhes disse: “A paz esteja
convosco!”. Eles ficaram assustados e cheios de medo, pensando que estavam vendo um espírito. Mas ele
disse: “Por que estais preocupados, e por que tendes dúvidas no coração? Vede minhas mãos e meus pés:
sou eu mesmo! Tocai em mim e vede! Um espírito não tem carne, nem ossos, como estais vendo que eu
tenho”. E dizendo isso, ele mostrou-lhes as mãos e os pés. Mas eles ainda não podiam acreditar, tanta era sua
alegria e sua surpresa. Então Jesus disse: “Tendes aqui alguma coisa para comer?”. Deram-lhe um pedaço de
peixe assado. Ele o tomou e comeu diante deles. Depois disse-lhes: “São estas as coisas que eu vos falei
quando ainda estava convosco: era necessário que se cumprisse tudo o que está escrito sobre mim na Lei de
Moisés, nos profetas e nos salmos”. Então ele abriu a inteligência dos discípulos para entenderem as
Escrituras, e disse-lhes: “Assim está escrito: o Cristo sofrerá e ressuscitará dos mortos ao terceiro dia, e no
seu nome será anunciada a conversão, para o perdão dos pecados, a todas as nações, começando por
Jerusalém. Vós sois as testemunhas destas coisas”.
█ Sexta-feira
13/04/2012
João 21, 1-14
Depois disso, Jesus apareceu de novo aos discípulos, à beira do mar de Tiberíades. A aparição foi assim:
Estavam juntos Simão Pedro, Tomé, chamado Gêmeo, Natanael, de Caná da Galileia, os filhos de Zebedeu e
outros dois discípulos dele. Simão Pedro disse a eles: “Eu vou pescar”. Eles disseram: “Nós vamos contigo”.
Saíram, entraram no barco, mas não pescaram nada naquela noite. Já de manhã, Jesus estava aí na praia,
mas os discípulos não sabiam que era Jesus. Ele perguntou: “Filhinhos, tendes alguma coisa para comer?”.
Responderam: “Não”. Ele lhes disse: “Lançai a rede à direita do barco e achareis”. Eles lançaram a rede e não
conseguiam puxá-la para fora, por causa da quantidade de peixes. Então, o discípulo que Jesus mais amava
disse a Pedro: “É o Senhor!”. Simão Pedro, ouvindo dizer que era o Senhor, vestiu e arregaçou a túnica (pois
estava nu) e lançou-se ao mar. Os outros discípulos vieram com o barco, arrastando as redes com os peixes.
Na realidade, não estavam longe da terra, mas somente uns cem metros. Quando chegaram à terra, viram
umas brasas preparadas, com peixe em cima e pão. Jesus disse-lhes: “Trazei alguns dos peixes que
apanhastes”. Então, Simão Pedro subiu e arrastou a rede para terra. Estava cheia de cento e cinquenta e três
grandes peixes; e apesar de tantos peixes, a rede não se rasgou. Jesus disse-lhes: “Vinde comer”. Nenhum
dos discípulos se atrevia a perguntar quem era ele, pois sabiam que era o Senhor. Jesus aproximou-se, tomou
o pão e deu a eles. E fez a mesma coisa com o peixe. Esta foi a terceira vez que Jesus, ressuscitado dos
mortos, apareceu aos discípulos.
█ Sábado
14/04/2012
Marcos 16, 9-15
Ressuscitado na madrugada do primeiro dia depois do sábado, Jesus apareceu primeiro a Maria Madalena, de
quem tinha expulsado sete demônios. Ela foi anunciar o fato aos seguidores de Jesus, que estavam de luto e
choravam. Quando ouviram que ele estava vivo e tinha sido visto por ela, não acreditaram. Depois disso,
Jesus apareceu a dois deles, sob outra aparência, enquanto estavam indo para o campo. Eles contaram aos
outros. Também não acreditaram nesses dois. Por fim, Jesus apareceu aos onze discípulos, enquanto
estavam comendo. Ele os criticou pela falta de fé e pela dureza de coração, porque não tinham acreditado
naqueles que o tinham visto ressuscitado. E disse-lhes: “Ide pelo mundo inteiro e anunciai a Boa Nova a toda
criatura!”.
█ Domingo (SEGUNDO DA PÁSCOA)
15/04/2012
João 20, 19-31
Ao anoitecer daquele dia, o primeiro da semana, os discípulos estavam reunidos, com as portas fechadas por
medo dos judeus. Jesus entrou e pôs-se no meio deles. Disse: “A paz esteja convosco”. Dito isso, mostroulhes as mãos e o lado. Os discípulos, então, se alegraram por verem o Senhor. Jesus disse, de novo: “A paz
esteja convosco. Como o Pai me enviou também eu vos envio”. Então, soprou sobre eles e falou: “Recebei o
Espírito Santo. A quem perdoardes os pecados, serão perdoados; a quem os retiverdes, ficarão retidos”.
Tomé, chamado Gêmeo, que era um dos Doze, não estava com eles quando Jesus veio. Os outros discípulos
2
contaram-lhe: “Nós vimos o Senhor!”. Mas Tomé disse: “Se eu não vir a marca dos pregos em suas mãos, se
eu não puser o dedo nas marcas dos pregos, se eu não puser a mão no seu lado, não acreditarei”. Oito dias
depois, os discípulos encontravam-se reunidos na casa, e Tomé estava com eles. Estando as portas fechadas,
Jesus entrou, pôs-se no meio deles e disse: “A paz esteja convosco”. Depois disse a Tomé: “Põe o teu dedo
aqui e olha as minhas mãos. Estende a tua mão e coloca-a no meu lado e não sejas incrédulo, mas crê!”.
Tomé respondeu: “Meu Senhor e meu Deus!”. Jesus lhe disse: “Creste porque me viste? Bem-aventurados os
que não viram, e creram!”. Jesus fez diante dos discípulos muitos outros sinais, que não estão escritos neste
livro. Estes, porém, foram escritos para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo,
tenhais a vida em seu nome.
><
3
Download
Random flashcards
Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Matemática

2 Cartões Elma gomes

Criar flashcards