Exercício - Aulas Niap

Propaganda
Ecologia – Cadeia Alimentar X Teia Alimentar 1-­‐ (Ufu 2007) As Teias Alimentares representam a complexa rede de transferência de matéria e energia em um ecossistema. Sobre a Teia Alimentar representada na figura, responda as seguintes questões. a) Quantas Cadeias Alimentares estão representadas? Selecione uma cadeia alimentar que apresenta quatro níveis tróficos e a esquematize. b) Um mesmo organismo pode ocupar diferentes níveis tróficos? Justifique sua resposta. c) Qual o componente biótico que necessariamente deve estar presente em um ecossistema e, no entanto, não foi representado na Teia Alimentar ilustrada acima? Qual o papel desse componente biótico no ecossistema? 2-­‐(FATEC) As relações alimentares entre os diversos organismos de um ecossistema costumam ser representadas por meio de diagramas, denominados teias ou redes alimentares. Observe a teia alimentar abaixo. Com base na figura e nos conceitos de ecologia, considere as seguintes afirmações: I. Galinhas podem ocupar os níveis II e IV. II. Bactérias e fungos podem ocupar o nível VI. III. Minhocas podem ocupar os níveis V e VI. IV. O ser humano pode ocupar o nível III. Está correto o contido apenas em: a) III. b) II e III. c) I e IV. d) I, II e IV. e) II, III e IV. 3-­‐(Puc-­‐rio 2009) O estudo da comunidade biótica do ecossistema marinho de uma faixa litorânea revelou o esquema montado a seguir. Quais indivíduos ocupam o mesmo trófico nesta teia alimentar? a) Algas marinhas, fungos e bactérias. b) Peixes, crustáceos e moluscos. c) Golfinhos, moluscos e gaivotas. d) Peixes, golfinhos e gaivotas. e) Algas marinhas, crustáceos e moluscos 4-­‐ Num campo, vivem gafanhotos que se alimentam de plantas e servem de alimento para passarinhos. Estes são predados por gaviões. Essas quatro populações se mantiveram em números estáveis nas últimas gerações. a) Qual é o nível trófico de cada uma dessas populações? b)Explique de que modo a população de plantas poderá ser afetada se muitos gaviões imigrarem para esse campo. 5-­‐(Uerj 2010) Em um lago, três populações formam um sistema estável: microcrustáceos que comem fitoplâncton e são alimento para pequenos peixes. O número de indivíduos desse sistema não varia significativamente ao longo dos anos, mas, em um determinado momento, foi introduzido no lago um grande número de predadores dos peixes pequenos. Identifique os níveis tróficos de cada população do sistema estável inicial e apresente as consequências da introdução do predador para a população de fitoplâncton. 6-­‐Os ecossistemas podem ser representados de forma simplificada através de suas redes tróficas. As figuras I e II representam duas redes tróficas, onde as letras significam as espécies, e os traços indicam uma relação alimentar. Qual dos dois ecossistemas tem maior possibilidade de permanecer funcionando por mais tempo? Justifique sua resposta 7-­‐(Pucrs 2010) Qual das possibilidades apresentadas a seguir possui um efeito mais provável na promoção do aumento na população de graxains? a) A redução da população de corujas. b) O aumento da população de gaviões. c) O aumento da população de onças. d) A redução da vegetação. e) A redução da população de pássaros. 8-­‐(UNICAMP)A tabela a seguir mostra relações entre organismos de uma comunidade. a) Construa, com os organismos da tabela, uma cadeia alimentar que tenha o gavião como consumidor de quarta ordem. b) A que nível trófico pertence cada um dos animais da cadeia que você construiu? c) Que organismo da tabela pode ser tanto consumidor de primeira ordem como de segunda ordem? 9)O número de pombos nas grandes cidades vem aumentando. Os principais motivos são, provavelmente, a) regularidade do clima e falta de ambiente natural para a reprodução. b) ausência de inimigos naturais e regularidade do clima. c) fartura de alimentos e falta de ambiente natural para a reprodução. d) fartura de alimentos e regularidade do clima. e) fartura de alimentos e ausência de inimigos naturais 10) (Ufsm 2011) Observe: Analisando a regulaçăo dos ecossistemas através de cadeias alimentares e poluentes que interferem na estabilidade desses ecossistemas, assinale a afirmativa correta. a) Em uma cadeia alimentar, a quantidade de energia de um nível trófico é sempre menor que a energia que pode ser transferida para o nível seguinte. b) Sem os organismos fotossintetizantes, não haveria, nos ecossistemas, cadeias alimentares como existem hoje, ou seja, baseadas no fluxo de energia proveniente do Sol. c) Consumidores secundários ou terciários, como podem ser as águias, acumulam maiores quantidades de energia química potencial em relação a níveis tróficos inferiores. d) Quando está no meio ambiente, o inseticida DDT segue geralmente um caminho diferente daquele realizado pela energia que circula na cadeia alimentar, usando vias específicas para determinado nível trófico. e) Considerando os problemas que a concentração de poluentes causa ao longo da cadeia alimentar, as espécies dos níveis inferiores dessa cadeia são as mais prejudicadas. 11) (Unirio 2004) As pirâmides ecológicas podem ser de números, de biomassa ou de energia.
Observando as pirâmides simplificadas representadas acima, podemos concluir que a) as três formas podem representar qualquer tipo de pirâmide, dependendo apenas das populações consideradas. b) somente a pirâmide I pode ser de energia porque levando em conta o tempo, sua forma não pode se apresentar invertida. c) a pirâmide II não pode ser de biomassa porque ocorre grande perda na transferência de um nível trófico para outro. d) a pirâmide III poderia ser uma pirâmide de números cujos níveis tróficos seriam grama / zebras / carrapatos. e) o nível trófico correspondente aos produtores é representado pelo retângulo de maior área, em quaisquer das três pirâmides. 12) (Fuvest 2004) O esquema representa o fluxo de energia entre os níveis tróficos (pirâmide de energia) de um ecossistema. Essa representação indica, necessariamente, que a) o número de indivíduos produtores é maior do que o de indivíduos herbívoros. b) o número de indivíduos carnívoros é maior do que o de indivíduos produtores. c) a energia armazenada no total das moléculas orgânicas é maior no nível dos produtores e menor no nível dos carnívoros. d) cada indivíduo carnívoro concentra mais energia do que cada herbívoro ou cada produtor. e) o conjunto dos carnívoros consome mais energia do que o conjunto de herbívoros e produtores. 13) (Ufrs 2006) Considerando que, nas pirâmides ecológicas apresentadas nas alternativas, P (produtor) = fitoplâncton, C1 (consumidor primário) = zooplâncton e C2 (consumidor secundário) = peixes, assinale a que representa uma pirâmide de biomassa. 14) (Fuvest 2007) A ilustração mostra a produtividade líquida de um ecossistema, isto é, o total de energia expressa em quilocalorias por metro quadrado/ano, após a respiração celular de seus componentes
a) Considerando que, na fotossíntese, a energia não é produzida, mas transformada, é correto manter o nome de "produtores" para os organismos que estão na base da pirâmide? Justifique. b) De que nível(eis) da pirâmide os decompositores obtêm energia? Justifique. 15) (Uerj 2010) Em um lago, três populações formam um sistema estável: microcrustáceos que comem fitoplâncton e são alimento para pequenos peixes. O número de indivíduos desse sistema não varia significativamente ao longo dos anos, mas, em um determinado momento, foi introduzido no lago um grande número de predadores dos peixes pequenos. Identifique os níveis tróficos de cada população do sistema estável inicial e apresente as consequências da introdução do predador para a população de fitoplâncton. 16)(Puc) Os conceitos de cadeias alimentares e pirâmides ecológicas foram criados e descritos pela primeira vez em 1923 por Charles Elton durante suas observações da constituição e comportamento alimentar de toda uma comunidade animal em uma ilha do Ártico durante o verão. Com as pirâmides ele pôde elaborar explicações para o fato observável de que animais grandes são raros enquanto animais pequenos, comuns. Extraído de HICKMAN "Princípios Integrados de Zoologia" 11. ed. São Paulo: Guanabara-­‐koogan, 2004. A figura mostra uma típica pirâmide de energia com quatro níveis tróficos em um ecossistema. Com base na figura e em seus conhecimentos sobre o assunto, assinale a afirmativa INCORRETA. a) Cada organismo na natureza tem seu próprio balanço energético, que é o resultado entre energia obtida e energia retida na sua massa corporal. b) Espera-­‐se que o desaparecimento do último nível trófico, representado pela águia, determine o aumento de todos os níveis tróficos anteriores. c) Parte da energia perdida por um consumidor pode ser decorrente da não-­‐digestão completa dos alimentos ingeridos. d) É esperado que os roedores retenham um percentual menor da energia adquirida na sua alimentação do que as cobras quando a temperatura ambiente é baixa. 17) Pesquisadores têm encontrado altas concentrações de DDT, um inseticida não biodegradável que se acumula no meio ambiente, em tecidos de focas e leões marinhos de regiões polares onde ele nunca foi usado. Utilizando seus conhecimentos de ecologia, explique como esse fato pode ocorrer. 18 ) (UFRJ) Ao deixarem de ser nômades, caçadores e coletores, os humanos se estabeleceram em áreas determinadas e começaram a cultivar plantas . Nesse processo, as paisagens naturais foram modificadas , sendo retirada a cobertura vegetal original para dar lugar às plantas cultivadas . Ao mesmo tempo, começou-­‐se a domesticar animais , dentre estes, os gatos . Estudos paleontológicos recentes mostraram que os felinos se aproximavam atraídos por roedores , dentre estes, os ratos , que por sua vez eram atraídos pelos grãos que eram colhidos e armazenados. Aponte o gráfico que melhor representa o fluxo de energia da interação entre grãos , ratos e gatos . 19) Considere os seguintes esquemas de pirâmide ecológicas: Pirâmides de energia podem ter o formato de, apenas: a) I b) II c) III d) I e II e) II e III Gabarito 1) a) 9. Plantas -­‐ Camundongos -­‐ Cobra -­‐ Gavião b) Sim, dependendo da alimentação que o organismo ingere. Ex.: A cobra pode ser C2 ou C3. c) Decompositores, representados por fungos e bactérias. Eles realizam a decomposição da matéria. 2)Letra D 3)Letra C 4)a)planta  1o nível trófico gafanhoto  2o nível trófico passarinhos  3o nível trófico gavião  4o nível trófico b)Muitos gaviões = menos quantidade de passarinhos = mais quantidade de gafanhotos = menos quantidade de plantas. 5) Fitoplâncton: 1º nível trófico – produtores; microcrustáceos: 2º nível trófico – consumidores primários; peixes pequenos: 3º nível trófico – consumidores secundários. Com a introdução de um novo nível trófico constituído de predadores de peixes pequenos espera-­‐se que ocorra uma diminuição no número desses peixes, provocando um aumento no número de microcrustáceos e uma diminuição na quantidade de fitoplâncton. 6)O ecossistema II, pois várias espécies poderiam desaparecer sem necessariamente ocasionar o desaparecimento de outras. No ecossistema I o desaparecimento de uma espécie pode levar ao desaparecimento de outras, pois estas são dependentes das primeiras. 7)Letra A 8)a) Cadeia alimentar onde o gavião é consumidor de 4ª ordem: Folha -­‐> inseto -­‐> aranha -­‐> lagarto -­‐> gavião b) Folha: produtor Inseto = consumidor de 1ª ordem Aranha = consumidor de 2ª ordem Lagarto = consumidor de 3ª ordem Gavião = consumidor de 4ª ordem c) O sabiá. Alimentando-­‐se de frutos e sementes, desempenha o papel de consumidor primário. Alimentando-­‐se de insetos, passa a ocupar o lugar de consumidor secundário. 9)Letra E 10)B. As cadeias e teias alimentares terrestres são sustentadas pela matéria orgânica produzida pelos organismos autótrofos. Esses organismos convertem a energia luminosa em energia química por meio do processo de fotossíntese. 11)B 12)C 13)B 14) a) Não, pois a fotossíntese é uma transformação de energia luminosa em química. O termo produtor se refere à capacidade de produção de alimentos. b) Os decompositores, fungos e bactérias, obtêm seu alimento de todos os níveis tróficos. 15) Fitoplâncton: 1º nível trófico – produtores; microcrustáceos: 2º nível trófico – consumidores primários; peixes pequenos: 3º nível trófico – consumidores secundários. Com a introdução de um novo nível trófico constituído de predadores de peixes pequenos espera-­‐se que ocorra uma diminuição no número desses peixes, provocando um aumento no número de microcrustáceos e uma diminuição na quantidade de fitoplâncton. 16)B 17) O DDT normalmente é utilizado em ecossistemas terrestres como defensivo agrícola. As chuvas carregam esse agrotóxico não biodegradável que tem efeito cumulativo para os rios que desembocam nos estuários e é incorporado à teia alimentar marinha através do plâncton que serve de alimento aos peixes. Estes, num deslocamento migratório, chegam ao pólo norte onde são devorados pelas focas e leões-­‐marinhos. Como focas e leões-­‐marinhos estão no final da teia alimentar apresentam maior concentração de D.D.T. em seus tecidos. 18)A 19)B 
Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões paulonetgbi

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

teste

2 Cartões juh16

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Criar flashcards