(Microsoft PowerPoint - Apresenta\347\343o do Budismo.ppt)

Propaganda
Budismo: uma religião sem Deus
O budismo é uma das religiões que não reconhece a
idé
idéia de Deus, mas suas prá
práticas carregam uma
profunda espiritualidade.
A doutrina budista ultrapassa o campo da filosofia e
da ciência, porque ela afirma que somente atravé
através da
percepç
percepção direta e do auto conhecimento o ser
humano pode alcanç
alcançar a natureza original inerente a
todos os seres sensí
sensíveis, que os budistas dizem a
Natureza do Buda.
Ser humano – foco principal
O budista não se preocupa em saber de onde
vem esse mundo, no qual vive e sofre; toma-o
como um fato e todo o seu esforço é para
libertar-se dele.
O único instrumento com o qual pode contar é
si próprio, pois não tem nenhum deus a
agradecer, nos momentos de crise nenhum deus
é invocado para ajudá-lo. Tudo gira ao redor de
si mesmo.
1
Objetivos
Apresentar o contexto histórico se deu a
origem do budismo.
Apresentar a figura do fundador
Elaborar a doutrina do Budismo
Difusão do budismo nos últimos anos
Contribuição do budismo ao Brasil
Contexto histórico
Entre os anos 800 – 500 a.C. o hinduismo se
encontrava no auge em seu sistema religioso com seus
complexos ritos. També
Também nesse perí
período desenvolveudesenvolveuse uma estrutura social que levou uma eventual
dominaç
dominação da classe sacerdotal conhecida como
brâmanes.
A religião vé
védica que era centrada nos quatro Vedas
estava sob controle desta classe que dava mais
importância aos rituais. Então surgiu uma reaç
reação muito
forte por parte dos não conformistas, que levou a queda
dos brâmanes e eventual transferência do poder a
classe guerreira.
2
Contexto histórico
Surgiram diversos movimentos religiosos, os lí
líderes espirituais
tentaram achar as respostas para questões de vida dentro de si
mesmos e não mais nos rituais. A existentes divindades
começ
começaram a perder seu lugar no universo ritualí
ritualístico em vez
disso o individuo emergiu como centro da consciência,
conhecimento.
O enfraquecimento do poder dos brâmanes à classe guerreira
(kshatriyas)
kshatriyas) e Buda pertencendo a essa classe percebe a
manipulaç
manipulação por parte da classe sacerdotal hindu e inicia uma
revoluç
revolução religiosa que daria pouco espaç
espaço aos rituais, assim
evitando os mediadores da salvaç
salvação. Precisamente ele criticou
o sistema das castas, rituais oficiado pelos sacerdotes, por fim a
propriamente existência das divindades
Breve historia do Buda
Fundador: Sidhartha Gautama (560-480)
Pais: Sudhodhana e Maya Devi
Nascimento em Jardim Lumbini
Filho mais desejado pelos pais, portanto, o
nome Sidha Artha – aquele que cumpriu todos os
desejos.
3
Elementos lendários
Um dos elementos incorporado desta natureza é que logo apó
após
seu nascimento, Sidhartha,
Sidhartha, o prí
príncipe, foi encontrado
caminhando sete passos, imprimindo sete marcas de ló
lótus no
chão e neste ínterim, com uma das mãos erguidas para o cé
céu e
outra para a terra, proclamando:
“Eu venho do Paraí
Paraíso de Tusita.
Tusita. Este é meu último renascer no
Mundo dos homens. Estou vindo a este mundo para tornartornar-me
Buda pelo bem da humanidade. Irei elucidar a todos sobre
ambos, os segredos do Universo e as verdades da vida. Será
Será
minha missão redimir e libertar todos os seres vivos”
vivos” (YUN, p.
5).
Histórico
Encontro de 36 marcas no corpo, portanto
consulta com os monges
Um dos monges, Asita disse: “Ele tornar-se-á
um grande imperador, o chakravartin o movedor
de roda governando o mundo se mantiver-se
leigo; ou alcançará a iluminação e tornar-se-á
Buda se for ordenado monge sanyasin, ou o
renunciante” (YUN, p.2).
4
Formação
Para assegurá
assegurá-lo como prí
príncipe, o rei comprou uma
fazenda onde construiu três palá
palácios: para inverno,
verão e outono, oferecendooferecendo-lhe todo o luxo e beleza da
vida.
Formaç
Formação: Aos doze anos, ele podia compreender na
totalidade, o chamado Pancha Vidya,
Vidya, as cinco ciências
ou estudos da Índia antiga; e o no campo religioso o
domí
domínio no conhecimento dos Quatro Vedas ou
Dogmas. Alé
Além disso, especializouespecializou-se també
também na ciência
bélica e nas tá
táticas militares,
Vida Familiar
Casou-se aos 19 anos de idade com sua prima
Yashodhara e teve um filho chamado Rahula.
Relato da pomba com seu primo Devadatta
Paixão pela moça da aldeia
Casamento com a prima yashodara e o filho
Rahula.
Tudo parecia tranqüilo com sua família
5
Quatro imagens do sofrimento
Encontro com a doença
Encontro com a velhice
Encontro com a morte
Na segunda visita
Encontro com o monge asceta com o rosto
sereno.
Nele encontra a possibilidade de saída do
sofrimento.
BUDISMO
Fundador:
Sidhartha Gautama (560 – 480)
6
Árvore da Iluminação
7
Grupo de Tailândia
Poltrona de Buda
8
Lago da Tentação
Casa da oração
9
Altar do Buda
Roda do Budismo
A roda da vida é uma representação do samsara
(literalmente: perambular perpétuo ou ciclo de
renascimentos), e descreve o processo auto
perpetuador de delusão e sofrimento: a causa
de todo mal e seus efeitos, espelhados nos
fenômenos terrenos exatamente tais quais
estão sendo experimentados por cada homem
desde o berço até o túmulo.
10
Roda da vida
do Budismo
Quatro Nobres Verdades
Existência do sofrimento
Sua origem e sua causa
A cessação do sofrimento
O caminho que leva à cessação do sofrimento
11
Origem da Roda
A origem da roda está
está vinculada ao quatro verdades
nobre principalmente as primeiras duas: o origem do
sofrimento e causa do sofrimento.
Porco – galo – cobra
Esses animais colocam o ser humano em mesmo lugar
– conhecido como samsara.
samsara.
Quando o discí
discípulo, tendo passado pelos estagios de
moralidade e concentraç
concentração, alcanç
alcança o conhecimento da
destruirão dos influxos cârmicos e acaba conhecendo a
dor, sua causa, sua cessaç
cessação, e o Caminho que conduz
a cessaç
cessação.
Relação com a psicologia
Corpo – comida
Mente – pensamentos
Pensamentos – sensações
Sensações – sentidos
Sentidos – objetos externos
Duas mentes – mente consciente e mente
inconsciente.
Universo externo é criado a partir do universo
interno. Relação com a barata.
12
Três aspectos do budismo
Observar – a si próprio, natureza e outros.
Meditar – as reações das nossas fixações.
Agir – fazer o teste. Teste começa com você
mesmo.
Difusão do budismo
Mais difundido a budismo tibetano.
Dalai Lama com seus inúmeros livros faz a
diferença.
Uma aproximação de vida com passividade
que atrai muitas pessoas.
No Brasil existem diversos templos que estão
passando o conteúdo budista com
tranqüilidade.
13
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Matemática

2 Cartões Elma gomes

Criar flashcards