BATISMO-A MARCA DE CRISTO 28.05

Propaganda
BATISMO- A MARCA DE CRISTO
Sempre que se deseja enviar uma carta, colocam-se os dados de endereço, porém, se não
tiver estampa, selo ou o carimbo dos correios, a carta não será enviada. A marca do
órgão público é que autoriza a remessa do material. Isto serve para ilustrar a
importância de uma marca que garante a ação. A Bíblia declara que quem crer e for
batizado será salvo, seria esta a marca do cristão? Isto nos leva a perguntar: Qual a
importância do batismo? Será que ele é essencial à salvação? Por que e para que
devemos ser batizados? O livro de Colossenses capítulo 2, versos 11-13, nos ensina
preciosos aspectos desse meio de graça chamado Batismo.
1. Batismo: Marca de quem está unido a Cristo
Em Mateus 28.19, Jesus ordenou que a Igreja deve ir e pregar o evangelho a todas as
pessoas, batizando os que crêem, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.
Observe que o batismo é posterior ao anúncio e ao exercício da fé. O apóstolo Paulo fez
um paralelo que esclarece bem o significado do batismo. Primeiro ele declarou “por
estarem unidos com Cristo” (Cl 2.11). No povo judeu a marca da aliança era feita no
corpo (circuncisão). Na Nova Aliança, quem está unido a Cristo recebe uma marca,
trata-se da marca no coração: Liberdade do poder da natureza pecaminosa. O crente é
transformado no seu interior e o batismo marca essa transformação.
2. Batismo: A forma é inferior ao conteúdo
A fé reformada declara que o batismo cristão é o meio pelo qual o Espírito Santo sela os
escolhidos de Deus. O batismo dever ser ministrado com água sobre a cabeça (Há
igrejas que mergulham o batizando em água ou jogam água sobre o grupo). Cremos que
a obra realizada por Cristo no coração do pecador arrependido é infinitamente superior
ao símbolo externo. Aqui também há um aspecto a ser observado. Paulo disse que a
marca de Jesus é uma vida livre da escravidão do pecado. Isto significa que unido a
Cristo a vida muda, a pessoa é transformada, a graça de Jesus gerou uma nova pessoa (II
Co 5.17). Assim, o ato externo é o reflexo do que já foi realizado no coração. O batismo
não transforma, mas é marca de propriedade divina, sela o processo de santificação que
conduz o cristão para perto de Deus (Ef 1.13-14).
3. Batismo: Graça de Cristo no crente
O ato de batismo não é um mero simbolismo religioso. A Bíblia revela que pelo ato do
batismo é concedida, por Deus, graça ao que é batizado (Cl 2.12). Pelo batismo
morremos para o pecado, e no batismo o poder da vida (ressurreição do Cristo) é
concedido. É por esta razão que dizemos que o batismo é um meio de graça. Deus
marca todos os seus filhos com o batismo. Entretanto, não é correto dizer que sem
batismo não há salvação. A graça concedida pelo batismo amplia a obra do Espírito
Santo, obra que já foi iniciada por Ele mesmo. No batismo somos unidos publicamente
ao povo de Deus, à Sua Igreja.
O batismo é o passo seguinte de todas as pessoas que já creram em Jesus como Senhor e
Salvador. O batismo é o selo do Espírito Santo e o testemunho público e externo da obra
da salvação que Jesus já executou no coração de quem creu. Desejar o batismo é o
resultado de um coração transformado que, por estar livre da escravidão do pecado,
procura unir-se cada vez mais a Cristo e à Sua Igreja, vivendo em comunhão e
santidade.
Perguntas para refletir:
1. O que o batismo significou ou significará para você?
2. O que devemos esperar de alguém que é batizado?
3. Que evidências devem acompanhar alguém que foi
ressuscitado com Cristo?
Rev. Sérgio Lyra
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

Criar flashcards