ORAÇÃO SEM SUJEITO

Propaganda
ORAÇÃO SEM SUJEITO
Ocorre quando não podemos atribuir a nenhum ser
a informação contida no predicado. Nesse caso o
verbo é chamado de impessoal e o sujeito é
chamado de inexistente (oração sem sujeito).
Verbos impessoais: não tem sujeito, por isso sempre
são usados na 3ª pessoa do singular:
 Indicam fenômenos da natureza.
Ex.: Venta muito aqui.
Choveu muito no inverno passado.
Amanheceu antes do horário previsto.
 Verbo haver com o sentido de “existir”.
Ex.: Há 10 alunos na sala.
Havia muitos alunos naquela aula.
 Verbos fazer, haver e ir.
Ex.: Faz tempo que estamos aqui.
Há anos que espero por essa viagem.
Vai para dois anos que moro neste lugar.
 Verbos ser, estar, fazer e haver indicando tempo
cronológico ou fenômenos metereológicos.
Ex.: É noite. (período do dia)
Está tarde. (tempo)
Fez 39°C ontem. (temperatura)
Não a vejo há anos. (tempo decorrido)
Observações importantes:
1) Se o verbo que indica fenômeno da natureza for
empregado no sentido figurado, então haverá
sujeito:
Ex.: Chovem alegrias naquela casa. (“alegrias” é o
sujeito)
2) O verbo existir possui sujeito:
Ex.: Existem gatos no telhado. (“gatos” é o sujeito e
o verbo existir não é impessoal)
Fraternidade e a Vida no Planeta
“A criação geme em dores de parto
(Rm 8, 22)
Educação ambiental
http://www.youtube.com/watch?v=YMFyAIZIiw8&playnext=1&list=PL744906901751B0EF
Exercícios:
Página 50 – 1 ao 4;
Página 51 e 52 – 1 ao 6;
Página 53 – 3.
Obs.: demais exercícios realizados oralmente.
P. 50
1) a) Tecnicamente, não há diferença alguma.
b) Diferença alguma.
2) a) ...não existe diferença alguma
b) A função de sujeito.
3) a) Faz
b) há
c) é
4) a) Fazia
b) Houve c) faz
d) há
d) faz
e) é
P. 51
1) a) É verbo impessoal.
b) Não, são orações sem sujeito, pois o verbo haver,
quando tem o sentido de “existir”, é impessoal.
c) Não.
2) a) São pessoais. O sujeito de cada uma das formas
verbais é eu.
b) Sim.
3) Não, pois os vínculos estão trocados; por exemplo, o
boticário vai para a guerra e o soldado vende
remédios.
4) a) Sente-se também contraditório, em conflito, pois
se veste pelo avesso, rouba sapatos mas anda
descalço, furta chapéu e vai descoberto.
b) Sim, pois o eu lírico fala de trocas de umas coisas
por outras e passa a ideia de que algo no mundo está
errado.
P. 52
5) a) Vê o mundo de modo contraditório, como se tudo
estivesse fora do lugar, como se a realidade fosse um
equívoco.
b) Não, as ações do eu lírico também são equivocadas,
invertidas.
c) Sim. Como o poema é uma forma de comunicação e
interação com os leitores, denunciar a realidade no
poema já é uma tentativa de transformá-la.
6) Letras a, b e d.
P. 53
3) a) Ambos são verbos intransitivos.
b) O espetáculo (de amanhecer); o perdão (de chover).
c) Porque eles estão empregados em sentido figurado.
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

Criar flashcards