Licopeno

Propaganda
Licopeno
Efetivo como quimiopreventivo contra o câncer de próstata em
pacientes com neoplasia intra-epitelial prostática de alto grau (1)
Doutor,
O objetivo deste informe científico é apresentar um estudo que comprovou a
eficácia quimiopreventiva do licopeno contra o câncer de próstata em pacientes
com neoplasia intra-epitelial prostática de alto grau.
A neoplasia intra-epitelial prostática de alto grau (HGPIN) é uma
precursora do câncer de próstata (1).
Câncer de próstata
(10)
É a neoplasia mais freqüente no homem, representando 30% do total de casos
identificados. Os tumores originam-se do epitélio glandular da próstata e os
pacientes desenvolvem quadros de adenocarcinoma local.
O câncer da próstata apresenta duas características bem peculiares
(18):
 A sua incidência aumenta com a idade, atingindo quase 50% dos indivíduos
com 80 anos; este tumor, provavelmente, não poupará nenhum homem que
viver até 100 anos;
 Além disto, o câncer da próstata é encontrado em um número elevado de
indivíduos, sem lhes causar qualquer mal. Por exemplo, ao examinar a
próstata de homens com idade entre 60 e 70 anos e que faleceram sem
doença prostática aparente, encontra-se focos cancerosos em 24% deles.
Contudo, apenas 11% dos indivíduos desta faixa etária apresentam, em vida,
problemas com o câncer da próstata.
Fatores de risco
(18)
 Homens com antecedentes familiares de câncer da próstata tem maior
chance de desenvolver a doença. Os riscos aumentam de 2,2 vezes quando
um parente de 1° grau (pai ou irmão) é acometido pelo problema, de 4,9
vezes quando dois parentes de 1° grau são portadores do tumor e de 10,9
vezes quando três parentes de 1° grau têm a doença;
 Nos casos hereditários, o câncer se manifesta mais precocemente, muitas
vezes antes dos 50 anos.
Urol Oncol. 2005 Nov-Dec;23(6):383-5.
Licopeno como um agente quimiopreventivo no tratamento da
neoplasia intra-epitelial prostática de alto grau (1).
Mohanty NK, Saxena S, Singh UP, Goyal NK, Arora RP.
Department of Urology, V.M. Medical College & Safdarjang Hospital, New Delhi,
India. [email protected]
Objetivo: devido à sua longa latência, seu crescimento natural lento e sua alta
prevalência, o câncer de próstata é o melhor modelo para quimioprevenção. A
neoplasia intra-epitelial prostática de alto grau (HGPIN) é uma precursora do câncer
de próstata. A quimioprevenção com licopeno tem mostrado resultados definidos no
câncer de próstata. Nós nos responsabilizamos por um estudo para utilizar o
licopeno como um agente quimiopreventivo no tratamento da HGPIN para prevenir
o desenvolvimento do câncer de próstata nesse grupo vulnerável de pacientes.
Materiais e métodos: um total de 40 pacientes com HGPIN foram randomizados
em 2 grupos: um recebeu 4 mg de licopeno 2 vezes ao dia, por um ano e o outro
foi periodicamente acompanhado. O total do período de acompanhamento foi de 1
ano.
Resultados: nossos resultados mostraram que o licopeno pode adiar ou prevenir a
HGPIN de desenvolver o câncer de próstata oculto e que existe um relação inversa
entre licopeno e antígeno prostático específico. Sendo um carotenóide vegetal, o
licopeno é uma droga segura para ser usada por longo período sem nenhuma
reação adversa.
Conclusão: licopeno é um agente quimiopreventivo efetivo no tratamento da
HGPIN, com nenhuma toxicidade e boa tolerância pelos pacientes.
PMID: 16301113 [PubMed - in process]
Licopeno: previne ou adia o desenvolvimento do câncer de próstata
em pacientes com neoplasia intra-epitelial prostática de alto grau (1).
A neoplasia intra-epitelial prostática de alto grau (HGPIN) é uma
precursora do câncer de próstata. A quimioprevenção com licopeno tem
mostrado resultados definidos no câncer de próstata.
O objetivo desse estudo foi avaliar a eficácia do licopeno como um agente
quimiopreventivo no desenvolvimento do câncer de próstata em pacientes com
neoplasia intra-epitelial prostática de alto grau.
40 pacientes com HGPIN foram randomizados em 2 grupos: um
recebeu 4 mg de licopeno 2 vezes ao dia, por um ano e o outro foi
periodicamente
acompanhado.
O
total
do
período
de
acompanhamento foi de 1 ano.
Resultados:
 licopeno pode adiar ou prevenir o desenvolvimento do câncer de próstata em
pacientes com HGPIN;
 existe um relação inversa entre licopeno e antígeno prostático específico;
 licopeno não apresentou nenhuma toxicidade;
 a terapia teve alta tolerância pelos pacientes.
Conclusão
Licopeno é um agente quimiopreventivo efetivo no tratamento da HGPIN, com
nenhuma toxicidade e boa tolerância pelos pacientes.
Urol Oncol. 2005 Nov-Dec;23(6):383-5.
PMID: 16301113 [PubMed - in process]
Urol Oncol. 2005 Nov-Dec;23(6):383-5.
Urol Oncol. 2005 Nov-Dec;23(6):383-5.
Licopeno
É o carotenóide mais abundante encontrado no tomate. Nos países ocidentais, 85%
do licopeno da dieta pode ser atribuído ao consumo de produtos baseados em
tomate (2).
Propriedades
 Pode adiar ou prevenir o desenvolvimento do câncer de próstata em
pacientes com HGPIN (1);
 Quimiopreventivo e quimioterapêutico importante no câncer de próstata (4);
 Normaliza os níveis de PSA em homens com câncer de próstata metastático
hormônio-refratário (5);
 Associado à orquiectomia promove redução mais consistente dos níveis de
PSA no câncer de próstata metastático (7);
 É um dos mais potentes antioxidantes naturais (6,8,11).
Mecanismo de Ação
Reduz a formação de malondialdeído (um produto de
peroxidação lipídica) de forma significativa em cultura de células
cancerosas prostáticas LNCaP (8).
Licopeno
Reduz a proliferação celular e a progressão do
ciclo celular (9).
Em altas concentrações, reduz significativamente a sobrevivência
das células cancerosas prostáticas (LNCaP), provavelmente por
aumentar o dano ao DNA (> 5 microM) (8,9).
Indicação
 Redução da progressão do risco de câncer de próstata (3) e quimiopreventivo
contra o câncer de próstata em pacientes com neoplasia intra-epitelial
prostática de alto grau (1).
Posologia
 4 mg 2 vezes ao dia
.
(10)
Efeitos adversos/toxicidade
Contra-indicações e precauções
Não tem sido reportados efeitos Hipersensibilidade ao licopeno. Deve
adversos
ou
toxicidade
com
a ter cautela na administração de
(1,11)
suplementação de licopeno
.
licopeno em gestantes e lactantes (6).
Formulário
A suplementação de licopeno pode adiar ou
prevenir o desenvolvimento do câncer de
próstata em pacientes com HGPIN (1).
Urol Oncol. 2005 Nov-Dec;23(6):383-5.
1. Cápsulas de licopeno
Licopeno __________________4 mg - Antioxidante natural potente
(6,8,11)
.
(1)
Tomar 1 cápsula 2 vezes ao dia ou a critério médico.
Potenciais agentes protetores contra o câncer de próstata incluem licopeno e
outros carotenóides, vitamina E, selênio, boro, ácidos graxos poliinsaturados
ômega-3, polifenóis e isoflavonas (14,15).
2. Cápsulas de óleo de peixe
(13)
Ômega-3___________________1 g*
Tomar 1 a 2 cápsulas 3 vezes ao dia ou a critério médico.
* doses utilizadas pela Medicina Ortomolecular.
Estudo comparou os efeitos da ingestão de
boro em 95 pacientes com câncer de próstata
vs. 8.720 pacientes controle. Como resultado,
observou-se que o aumento da ingestão de
boro decresceu o risco de desenvolver câncer
de próstata em 54% dos pacientes (14).
Oncol Rep. 2004 Apr;11(4):887-92.
3. Cápsulas de boro(13)
Boro quelado __________1 mg a 6 mg*
Tomar 1 cápsula 2 vezes ao dia ou a critério médico.
* doses utilizadas pela Medicina Ortomolecular.
Evidências “in vitro” sugerem que o selênio e
a vitamina E agem sinergicamente na
interrupção do ciclo celular e na indução da
apoptose caspase-mediada. Além disso, agem
como antiandrógenos
na interrupção da
expansão clonal dos tumores iniciais (12).
Ann N Y Acad Sci. 2004 Dec;1031:234-41.
4. Cápsulas de selênio + vitamina E (13)
Selênio quelado_____________50 mcg*
Vitamina E_________________ 400 UI*
Tomar 1 cápsula 2 vezes ao dia ou a critério médico.
* doses utilizadas pela Medicina Ortomolecular.
Foi postulado que a combinação de vitamina
E + vitamina C modula o sistema
antioxidante e bloqueia a expressão do gene
da
survivina
em
células
cancerosas
prostáticas humanas
não-responsivas e
responsivas aos andrógenos (16).
5. Cápsulas de vitamina C + vitamina E (13)
Vitamina C _______________ 500 mg*
Vitamina E_________________ 400 UI*
Tomar 1 cápsula 2 vezes ao dia ou a critério médico.
* doses utilizadas pela Medicina Ortomolecular.
Segundo estudo, os níveis de PSA diminuíram
ou permaneceram estáveis após o início da
terapia com vitamina D em 60% dos
pacientes (17).
Nutr Cancer. 2005;51(1):32-6.
6. Cápsulas de vitamina D
(17)
Vitamina D ______________1.000 UI
Tomar 1 cápsula 2 vezes ao dia ou a critério médico.
Referências Bibliográficas
1. Mohanty NK, Saxena S, Singh UP, Goyal NK, Arora RP. Lycopene as a
chemopreventive agent in the treatment of high-grade prostate
intraepithelial neoplasia.
Department of Urology, V.M. Medical College & Safdarjang Hospital, New Delhi,
India. [email protected]
Urol Oncol. 2005 Nov-Dec;23(6):383-5.
2. Fraser ML, Lee AH, Binns CW. Lycopene and prostate cancer: emerging
evidence.
Curtin University of Technology, School of Public Health, GPO Box U 1987, Perth WA
6845, Australia. [email protected]
Expert Rev Anticancer Ther. 2005 Oct;5(5):847-54.
3. Herzog, A., Siler, U., Spitzer, V., Seifert, N., Denelavas, A., Hunziker, P.B.,
Hunziker, W., Goralczyk, R., Wertz, K.. Lycopene reduced gene expression of
steroid targets and inflammatory markers in normal rat prostate.
DSM Nutritional Products, Human Nutrition and Health, Carotenoid Section, Basel,
Switzerland.
FASEB J. 2005 Feb;19(2):272-4. Epub 2004 Nov 15.
4. Hwang, E.S., Bowen, P.E.. Cell cycle arrest and induction of apoptosis by
lycopene in LNCaP human prostate cancer cells. Department of Human
Nutrition, University of Illinois, Chicago, Illinois 60612, USA.
J Med Food. 2004 Fall;7(3):284-9.
5. Ansari, M.S., Gupta, N.P.. Lycopene: a novel drug therapy in hormone
refractory metastatic prostate cancer. Department of Urology, All India
Institute of Medical Sciences, New Delhi 110029, India. [email protected]
Urol Oncol. 2004 Sep-Oct;22(5):415-20.
6.
PDRHealth
Lycopene.
Disponível
em:http://www.pdrhealth.com/drug_info/nmdrugprofiles/nutsupdrugs/lyc_0165.sht
ml
7. Ansari MS, Gupta NP. A comparison of lycopene and orchidectomy vs
orchidectomy alone in the management of advanced prostate cancer.
Department of Urology, All India Institute of Medical Science, New Delhi, India.
BJU Int. 2003 Sep;92(4):375-8; discussion 378.
8. Hwang ES, Bowen PE. Effects of lycopene and tomato paste extracts on
DNA and lipid oxidation in LNCaP human prostate cancer cells.
Center for Agricultural Biomaterial, Seoul National University, San 56-1, Shillimdong, Kwanak-gu, Seoul 151-742, Korea.
Biofactors. 2005;23(2):97-105.
9. Hwang ES, Bowen PE. Effects of tomato paste extracts on cell proliferation,
cell-cycle arrest and apoptosis in LNCaP human prostate cancer cells.
Department of Human Nutrition, University of Illinois, Chicago, IL 61801, USA.
Biofactors. 2005;23(2):75-84.
10. F. Cinta do Prado, Jairo Ramos, J. Ribeiro do Valle, Atualização terapêutica,
21a edição, 2003.
11. Banhegyi G. [Lycopene--a natural antioxidant] Semmelweis Egyetem,
Altalanos Orvostudomanyi Kar, Orvosi Vegytani, Molekularis Biologiai es
Patobiokemiai Intezet, Budapest. [email protected]
Orv Hetil. 2005 Jul 31;146(31):1621-4.
12. Klein EA. Selenium and vitamin E cancer prevention trial. Glickman
Urological Institute, Cleveland Clinic Foundation, 9500 Euclid Avenue, Cleveland,
OH 44195, USA. [email protected]
Ann N Y Acad Sci. 2004 Dec;1031:234-41.
13. Olszewer, E. Clínica Ortomolecular, Editora Roca Ltda, 2000.
14. Cui Y, Winton MI, Zhang ZF, Rainey C, Marshall J, De Kernion JB, Eckhert CD.
Dietary boron intake and prostate cancer risk. Department of Epidemiology,
UCLA School of Public Health, Los Angeles, CA 90095-1772, USA. [email protected]
Oncol Rep. 2004 Apr;11(4):887-92.
15. Chan JM, Gann PH, Giovannucci EL. Role of diet in prostate cancer
development and progression. Department of Epidemiology and Biostatistics,
1600 Divisadero St, Box 1695, San Francisco, CA 94143-1695, USA.
[email protected]
J Clin Oncol. 2005 Nov 10;23(32):8152-60.
16. Gunawardena K, Campbell LD, Meikle AW. Combination therapy with
vitamins C plus E inhibits survivin and human prostate cancer cell growth.
Departments of Internal Medicine and Pathology, ARUP Institute, University of
Utah, Salt Lake City, Utah 84108, USA.
Prostate. 2004 May 15;59(3):319-27.
17. Woo TC, Choo R, Jamieson M, Chander S, Vieth R. Pilot study: potential role
of vitamin D (Cholecalciferol) in patients with PSA relapse after definitive
therapy. Nutr Cancer. 2005;51(1):32-6.
18. Srougi, Miguel. Câncer da próstata: uma opinião médica. Professor titular
de Urologia da Escola Paulista de Medicina - UNIFESP, São Paulo e pós-graduado
em
Urologia
pela
Universidade
de
Harvard,EUA.
Disponível
em:
http://www.unifesp.br/dcir/urologia/uronline/ed1098/caprostata.htm acesso em:
24/01/2006.
Lista de Fornecedores
Licopeno
Boro quelado
Vitamina E
Selênio quelado
Óleo de peixe
Vitamina C
Vitamina D
Purifarma, Galena
SP Farma
Purifarma, Galena, Gerbras, Attivus
Magisttrais, Via Farma
SP Farma
SP Farma, Via Farma
Purifarma, Galena, Gerbras, Attivus
Magisttrais, Via Farma
Purifarma, Galena, Gerbras, Attivus
Magisttrais, Via Farma
Elaborado por www.consulfarma.com
Direitos Autorais Protegidos pela Lei 9610 de 19 de Fev. de 1998.
Estas informações devem ser analisadas pelo profissional prescritor antes de adotados na clínica, e são de distribuição e uso
exclusivo de médicos, farmacêuticos, dentistas e veterinários devidamente inscritos em seus C.R.s.
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Criar flashcards