Olhares para o céu: a astronomia e a astrologia em

Propaganda
Título: ​Olhares para o céu: a astronomia e a astrologia em suas linguagens e contextos históricos.
Integrantes do grupo: ​Paulo Tarso de Souza Brümmer (2INFO1), Thainá Corrêa Isabel (2INFO1),
Marcus Vinicius de Souza (3AGRO2), Wictoria Gabriely de Souza (3AGRO2), Flávia Sestrem
(3AGRO1), Hanna Bartholdy (3AGRO1).
Orientador: ​Marcelo Diana.
Colaborador(es): ​Greice Ane Barbieri.
Disciplinas integradas:​ História, Filosofia.
Resumo: Existem várias concepções religiosas, místicas e científicas sobre o comportamento do
Universo que se alteram conforme diferentes contextos históricos. Duas ciências nos auxiliam a
compreender o comportamento do céu e a sua possível influência sobre os seres humanos. A
Astronomia, ciência exata e voltada para a compreensão da origem, evolução, composição,
classificação e dinâmica dos corpos celestes apresenta, no contexto atual, a capacidade explicativa
de fornecer conhecimento sobre as características do Universo. A Astrologia, de modo análogo,
coloca ênfase sobre a relação entre os astros e a sua capacidade de influenciar a humanidade em
suas relações subjetivas e interpessoais. A Astrologia, no entanto, não é mais considerada uma
ciência desde que se separou da Astronomia, devido a críticas sistemáticas ao seu misticismo e ao
suposto caráter supersticioso em sua concepção filosófica de vida e de formação da personalidade
humana. As descobertas científicas sobre o Universo culminaram, de certo modo, na gradual
separação da Astrologia, como discurso moral sobre os astros, da Astronomia, entendida a partir do
século XVII como ciência privilegiada que estuda as leis físicas dos corpos celestes. Nesta ruptura,
a Astrologia passou a ser entendida como um conjunto de crenças holísticas, segregada como
pseudociência, que crê na existência de uma conexão dependente entre os astros no Universo e que
essa relação astral influencia na personalidade humana desde o nascimento. Essa linguagem
astrológica se baseia em 12 signos do zodíaco, na lua, no sol e na posição de cada planeta em doze
casas. Cada um destes elementos possui uma importância para a interpretação do mapa astral cujo
objetivo não se limita apenas a detectar problemas ou sucessos no trabalho, vida amorosa, saúde,
relacionamentos entre outros, mas também abrange aspectos complexos como, por exemplo, a
interação interpessoal, o autoconhecimento dos indivíduos sobre si mesmos, as relações humanas e
demais aspectos formadores de personalidade. Tendo em vista essas diferenças, o trabalho será
desenvolvido para levar esclarecimento às pessoas sobre a percepção da Astrologia na sociedade
Ocidental contemporânea, assim como para compreender a relação entre Astrologia e Astronomia
nos seus diferentes contextos históricos. A elaboração do trabalho irá contar com pesquisa histórica,
leituras de artigos, coleta de entrevistas, banners, imagens e uma atividade prática de análise do
mapa astral de cada ouvinte, para que a experiência seja dada de forma completa.
Download
Random flashcards
Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Criar flashcards