AURICULOTERAPIA Histórico Em 1951, o médico francês Paul

Propaganda
AURICULOTERAPIA
Histórico
Em 1951, o médico francês Paul Nogier recebeu em seu consultório um paciente relatando que sofria
de dor ciática e já havia tentado todos os tratamentos possíveis na época sem sucesso, porém, em uma
viagem à Espanha, uma curandeira de Marselha cauterizou determinado ponto em sua orelha e curou
sua dor ciática. A partir deste fato, o Doutor Nogier começou a pesquisar outros pontos da orelha para
verificar a veracidade desta relação. Descobriu que na China e no Egito já haviam registros de
tratamentos utilizando alguns poucos pontos auriculares, porém nada muito profundo e científico. Mais
tarde, graças à sua determinação, o primeiro mapa auricular completo com todos os órgãos e vértebras
do corpo foi desenvolvido e chegou às mãos do então presidente da China, Mao, que viu na
Auriculoterapia uma forma de simplificar a acupuntura.
Os técnicos chineses então assimilaram ao máximo este trabalho, porém adaptando às noções de
meridianos, Cinco Elementos e Yin e Yang. Em Dezembro de 1972, a Unidade de pesquisas do
Exército do Povo, com sede em Naquim, publicou o primeiro livro especializado com o Mapa chinês,
que possuía 200 pontos auriculares.
Atualmente, a Auriculoterapia é considerada parte importante da Medicina Tradicional Chinesa e pode
ser utilizada tanto como técnica complementar à Acupuntura como técnica principal, pois possui um
corpo teórico independente no tratamento e diagnóstico de distúrbios, sendo, inclusive, reconhecida
pela OMS (Organização Mundial de Saúde).
Por estimular o próprio organismo a se curar, produzindo substâncias que venham restabelecer o
funcionamento equilibrado dos órgãos, a Auriculoterapia vem ganhando cada vez mais espaço e
reconhecimento dentro da área das Terapias Naturais a nível mundial e agora também no Brasil.
Funcionamento da Auriculoterapia
Cada ponto auricular é uma terminação nervosa. O estímulo exercido sobre ele percorre os ramos
nervosos até o tronco cerebral e em seguida até a região do córtex cerebral correspondente ao órgão ou
função estimulada, de onde é enviada uma mensagem da glândula hipófise (pituitária), a qual governa
todas as glândulas do corpo para equilibrar as funções do órgão estimulado.
Quando sucedem desequilíbrios em nosso organismo, estes se manifestam no ponto ou área da orelha
correspondente ao órgão ou função comprometida, através de mudanças morfológicas, na coloração da
pele, dor à pressão, baixa resistência elétrica, etc. O ponto diagnosticado é então empregado para o
tratamento aplicando-se sobre ele agulhas, sementes, cristais de quartzo, eletroestimulação,
moxabustão, entre outros, obtendo assim a melhora dos sintomas e da causa do desequilíbrio.
Na Auriculoterapia é possível tratar qualquer tipo de desequilíbrio, seja ele de fundo orgânico ou
emocional, podendo ser associada a qualquer terapia como o Reiki, a Massoterapia (Shiatsu, Tui-ná,
Do-In, Ayurvédica, etc.), a Fitoterapia (plantas medicinais), os Florais e muitas outras. As crianças
também podem ser tratadas pela Auriculoterapia com a vantagem de não ocorrerem efeitos colaterais.
A única contra-indicação seria para as gestantes até o 5º mês de gravidez, pois existem pontos que
atuam sobre o útero e poderiam provocar o aborto, porém pode-se realizar qualquer tratamento que
não incida sobre estes pontos. Os resultados mais conhecidos dado o seu sucesso são os de:
Emagrecimento, Tabagismo, TPM e dores de qualquer origem.
Ao observarmos o pavilhão auricular, podemos notar sua semelhança com um feto de cabeça para
baixo. Se massagearmos os lóbulos da orelha, (que representam a cabeça), simultaneamente com a
ponta dos dedos indicador e polegar por 10 minutos, é possível aliviar dores de cabeça. Isto prova que
os estímulos em regiões da orelha se refletem em nosso organismo.
Efeitos Colaterais
São muito poucos os pacientes que experimentam qualquer tipo de efeito colateral, porém, os mais
prováveis são: Tonturas, Palidez intensa, sudorese ou hipotensão. Nesses casos deve-se apenas
retirar as agulhas e recostar o paciente fazendo-se sentir confortável e seguro.
Contra-Indicações:
Grávidas até o 5º mês de gestação;
Pontos do ovário, útero, Secreção Glandular, Abdome e Pelve em grávidas após o 5º mês;
Quando houver inflamação no Pavilhão Auricular;
Pessoas com esgotamento excessivo, caquexia, jejum prolongado, anêmicos. No caso de fazer,
recomenda-se o tratamento deitado, evitando estímulos muito fortes.
ANATOMIA AURICULAR
DISTRIBUIÇÃO DOS ÓRGÃOS NA ORELHA
Procura dos pontos
A procura dos pontos deve obedecer a posição dos órgãos no corpo, sendo que os órgãos e/ou
sintomas que se localizam do lado direito do corpo, devem ser procurados na orelha direita e os órgãos
e sintomas que se localizam do lado esquerdo do corpo, devem ser procurados na orelha esquerda, da
seguinte forma:
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Criar flashcards