Organização tecidual - Colégio Santos Anjos – Juiz de Fora

Propaganda
Filo Cnidaria
(Cnidários)
Filo Cnidária (cnidários)
(coelenterados)
água-viva
 Do grego knide, urtiga (Cnidários).
• Apresentam células especiais, dotadas de
estruturas altamente urticantes.
 Do grego koilos, cavidade; enteron: intestino
(Coelenterados).
• Primeiros na “escala zoológica” a apresentarem
intestino.
anêmona
•
Recife de corais
Diblásticos, aquáticos, simetria radial.
pólipo
Organização Corporal
• Pólipos (anêmonas-do-mar e corais)
 Corpo cilíndrico, com base fixada em substrato.
 Boca e tentáculos em região superior.
• Medusas (águas-vivas).
 Corpo em forma de guarda-chuva/ sino.
 Boca e tentáculos em região inferior. É livrenatante.
caravela
medusa
Organização tecidual
• Diblásticos:
 Ectoderme – origina a epiderme.
 Endoderme – origina o revestimento da cavidade
digestória.
•
Entre os dois tecidos existe uma cavidade
preenchida por massa gelatinosa (mesogleia).
•
O alimento é parcialmente digerido na cavidade
(digestão extracelular) e completa sua digestão
dentro das células (digestão intracelular).
•
O animal possui apenas boca (entrada e saída
de substâncias) = sistema digestório incompleto.
Organização tecidual
 Epiderme
• Diversos tipos de células:
1. Células mioepiteliais epidérmicas (revestem,
contraem).
2. Células intersticiais (base das células mioepiteliais).
3. Células sensoriais (recebem estímulos e os
transmitem).
4. Células glandulares (secretam muco).
5. Cnidoblastos (células urticantes).
Organização tecidual
 Gastroderme
• Vários tipos de células:
1. Células mioepiteliais digestórias. (dotadas de flagelos, auxiliam a mistura do
alimento).
2. Células intersticiais (base das células mioepiteliais).
3. Células sensoriais (recebem estímulos e os transmitem).
4. Células glandulares (secretam muco).
Organização tecidual
 Sistema nervoso
•
A coordenação dos movimentos dos cnidários
depende da rede de células nervosas presentes
na base da epiderme e gastroderme.
•
A rede nervosa é espalhada por todo o corpo
(sistema nervoso difuso).
Obs.: Em todos os outros animais (exceto esponjas)
existe um centro ou centros de concentração de
células nervosas, como gânglios ou cérebro.
Grupos
Obelia sp
(medusa / pólipo)
•
Hidrozoa (Hidrozoários, aquáticos, pólipos e
medusas)
•
Scyphozoa (Cifozoários, marinhos,
medusas).
•
Cubozoa (Cubozoários, marinhos,
medusas,
•
Anthozoa (Antozoários, marinhos,
anêmonas-do-mar e corais).
Cyanea
lamarckii
Chiropsalmus quadrumanus
Anthopleura_xanthogrammica
Reprodução
assexuada
•
Brotamento:
Em certos pólipos se formam pequenos brotos
(podem se soltar – indivíduos isolados, ou
podem permanecer unidos – colônia).
•
Estrobilização:
Em uma colônia de pólipos, alguns deixam o
estado fixo e acabam se modificando em
medusas.
Reprodução sexuada
“Há espécies dióicas e outras monóicas”.
“Há espécies com fecundação externa e outras, fecundação interna”.
Metagênese
“Hidrozoários, cifozoários e cubozoários apresentam
alternância de gerações”.
Relações Ecológicas
Ermitão (crustáceo)
e anênoma-do-mar.
Peixe-palhaço
e anênoma-do-mar.
águas-vivas e queimaduras
Bleaching em corais.
Histórias
Medusa é uma divindade da mitologia grega,
filha das divindades marinhas Fórcis e Ceto.
Medusa era portadora de extrema beleza
juntamente com suas duas irmãs. Quando
estava sentada num campo cercada de flores
de Primavera, o deus do Oceano, Poseidon,
une-se a ela e gera os seus dois únicos filhos,
mas estes só nascem no momento da morte
de Medusa.
A sua vida debochada, aborrecia os demais
deuses, principalmente à deusa Afrodite. Para
castigá-la, Afrodite a transformou em um
monstro com serpentes. Na cabeça em vez
dos seus belos cabelos. Adquiriu presas
pontiagudas, mãos de bronze, asas de ouro, e
seu olhar petrificava quem olhasse diretamente
em seus olhos.
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Criar flashcards