- Colégio Meta

Propaganda
Colégio Meta
Lista de Recuperação - Ecologia
4 º Bimestre
Professor(a): Maria Augusta Guimarães Carvalho
3 ° Ano ____ Ensino Médio
Aluno ( a )__________________________________________
1. Imagine que você está pesquisando o pássaropalito: ele se alimenta de restos de alimento que ficam
na boca de jacarés. Durante a ´´refeição´´ do pássaro,
os jacarés permanecem de boca aberta, e não atacam o
visitante. Como você faria para testar se a relação
entre jacaré e o pássaro-palito é um caso de
mutualismo,
de
protocooperação
ou
de
comensalismo?
2. Cite e explique as relações interespecíficas
envolvidas nas duas situações descritas abaixo:
Situação 1: O peixe Fierasfer vive dentro do corpo
do pepino-do-mar (Holoturia), saindo apenas para se
alimentar e depois volta, sem prejudicar o protetor.
Situação 2: Os peixes-pilotos vivem ao redor do
tubarão em função dos restos de comida que lhe
escapam da boca.
3. Pesquisadores vinham estudando a variação do
número de indivíduos das espécies de peixes A e B
em uma lagoa estável. Em um determinado momento
(indicado pela seta), foi introduzida acidentalmente a
espécie
C.
Os
pesquisadores
continuaram
acompanhando o número de indivíduos das três
espécies e apresentaram os dados na figura abaixo.
a) Que relações ecológicas poderiam explicar a
variação do número de indivíduos das espécies A e B
a partir da introdução da espécie C? Justifique a sua
resposta.
b) Os pesquisadores também observaram que uma
espécie de ave que visitava a lagoa diariamente para
se alimentar não foi mais vista algum tempo depois da
introdução da espécie C. Explique o que pode ter
provocado esse fato. Que nível(is) trófico(s) essa ave
ocupa?
/
/ 2014
4. A raflésia é uma planta asiática que não possui
clorofila e apresenta a maior flor conhecida, chegando a
1,5 metro de diâmetro. O caule e a raiz, no entanto, são
muito pequenos e ficam ocultos no interior de outra
planta em que a raflésia se instala, absorvendo a água e
os nutrientes de que necessita. Quando suas flores se
abrem, exalam um forte odor de carne em
decomposição, que atrai muitas moscas em busca de
alimento. As moscas, ao detectarem o engano, saem da
flor, mas logo pousam em outra, trasnporta ndo e
depositando no estigam desta os grâos de pólen trazidos
da primeira flor. O texto descreve duas interações
biológicas e um processo , que podem ser identificados,
respectivamente, como:
a) inquilinismo, mutualismo e polinização.
b) inquilinismo, comensalismo e fecundação.
c) parasitismo, mutualismo e polinizaçâo.
d) parasitimos, comensalismo e fecundação.
e) parasitismo, comensalismo e ponilização.
5. As cotias são roedores comuns na Floresta
Amazônica e importantes dispersores de sementes,
como a castanha-do-pará. Por sua vez, as castanheiras
dependem principalmente das cotias para a abertura do
fruto, com casca muito dura e espessa. A forma de
dispersão das sementes praticada pelas cotias também é
essencial para o recrutamento dessa espécie de árvore.
Esse roedor enterra grande quantidade de
sementes no solo, na intenção de guardá-las para uma
próxima refeição.
É CORRETO afirmar, nesse caso, que se trata da
interação animal-planta do tipo
a)Mutualismo, que é uma relação entre indivíduos de
espécies diferentes; as duas espécies envolvidas são
beneficiadas, e a associação é necessária para a
sobrevivência de ambas.
b) Protocooperação, que é uma relação na qual as duas
espécies envolvidas são beneficiadas, embora vivam de
modo independente, sem que iss o as prejudique.
c) Inquilinismo, que é uma relação entre indivíduos da
mesma espécie ou de espécies diferentes, ligados
fisicamente entre si, ocorrendo ou não divisão de
trabalho.
d) Simbiose, que é uma relação entre indivíduos de
espécies diferentes, em que apenas uma delas
se beneficia sem prejudicar ou beneficiar a outra.
e) Comensalismo, que é uma relação mantida entre
indivíduos de espécies diferentes, em que
apenas uma se beneficia sem prejudicar a outra.
Nesse caso, a espécie beneficiada obtém abrigo ou,
ainda, suporte no corpo da outra espécie.
6. Observe a figura a seguir:
8. Competição é um processo que envolve duas ou
mais espécies que utilizam os mesmos recursos.
Nicho, hábitat e nível trófico são conceitos utilizados
para se descrever a associação de uma espécie com o
meio (biótico e abiótico) em que vive. Esses conceitos
são fundamentais para a compreensão do ecossistema.
Considerando os conceitos de nicho ecológico, hábitat
e nível trófico, defina qual deles é o mais eficiente na
detecção de processos de competição entre duas
espécies, justificando por que ele é superior aos outros
dois.
Relações ecológicas entre componentes de diferentes
espécies de um ecossistema são
muito diversificadas. Algumas são mutuamente
proveitosas, outras prejudiciais a ambas as espécies,
e outras beneficiam, apenas, uma delas, podendo
prejudicar ou não a outra. Com base na figura e
nessas informações, conclui-se que a relação é
a) desarmônica do tipo amensalismo na qual ocorre
prejuízo para a espécie inibida, sem ou com
benefício para a espécie inibidora.
b) desarmônica do tipo parasitismo na qual ocorre
prejuízo para a espécie explorada.
c) harmônica do tipo comensalismo na qual ocorre
benefício, apenas, para o c omensal.
d) harmônica do tipo cooperação na qual ocorre
benefício para ambas, sendo não obrigatória.
e) harmônica do tipo mutualismo na qual ocorre
benefício para ambas, sendo obrigatória.
Utilização do recurso
7. Indique com (V) se forem VERDADEIRAS ou
com (F) se forem FALSAS as afirmativas a seguir,
referentes às relações evidenciadas no gráfico
abaixo. (0,5)
Espécie
J
Espécie
K
Sobreposição
de nicho
Dimensão do nicho
( ) A área sobreposta indica coexistência das duas
espécies com ausência de competição.
( ) As áreas não sobrepostas podem indicar
especialização, o que tende a reduzir a competição.
( ) As espécies J e K não competem por recursos,
pois ocupam nichos desiguais.
( ) As espécies J e K competem parcialmente por
recursos.
( ) Para o recurso em questão, as espécies têm
amplitudes distintas de aproveitamento.
9.
O gráfico acima representa uma estimativa da
população de duas espécies ao longo de 90 anos. A
partir de 1985, foi permitida a caça da espécie B.
Sabendo que se trata de predador e presa, o gráfico
nos leva a concluir que:
( ) a espécie A deve ser a predadora, porque
normalmente apresenta maior população.
( ) a partir de 2005, a população de A deve crescer
indefinidamente.
( ) a espécie B é predadora, pois, quando sua
população aumenta, a população da espécie A
diminui.
( ) se as duas populações estão variando juntas,
então a relação entre as espécies é de simbiose.
( ) a população de A depende da população de B, e
vice-versa.
10. Com a finalidade de diversificar as suas atividades
agropecuárias, um fazendeiro resolveu criar capivaras
em uma área aberta de 50 ha de sua fazenda. Para
tanto, adquiriu 300 capivaras no início de 1995. De
1995 a 1997, foram coletados dados dos fatores
populacionais no final de cada ano, conforme a tabela
abaixo.
a) Calcule a densidade populacional no final de
1995.
b) Quantas cabeças de capivara o fazendeiro teve ao
final de 1997?
c) Se a área dos 50 ha fosse cercada antes do início
da criação, quantas capivaras ele deveria ter no final
de 1995?
11. Considere os esquemas 1 e 2, representativos das
populações A e B em dois momentos diferentes.
Em um primeiro momento, ter-se-ia:
Após determinado
representação seria:
período
de
tempo,
a
Compare os dois esquemas e responda:
a) O que representa a região rachurada no esquema
1?
b) O que poderia ter ocorrido com os indivíduos
correspondentes a essa região, no esquema 2?
Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

teste

2 Cartões juh16

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Criar flashcards