O mundo islâmico(1) - HISTÓRIA - Prof.LuisSantos

Propaganda
Visualização do documento
O mundo islâmico(1).doc
(578 KB) Baixar
O mundo islâmico
Sua origem vem da Península arábica, onde 5/6 do seu território é formada por desertos. O clima é
extremamente quente e seco.
Seus habitantes são de origem semita e viviam em tribos, mas estas não eram unidas que não eram unidas
de forma política. Eram aproximadamente 300 tribos divididas entre beduínos e tribos urbanas.
‫ش‬
Tribo beduína: eram seminômades que vagavam pelo deserto em busca de um oásis para seus
animais. Viviam em constantes guerras, fazendo dos saques um dos recursos de sua sobrevivência.
‫ش‬
Tribo urbana: estabeleceram-se na faixa costeira do Mar Vermelho e sul da Península, onde o
clima era mais favorável para sobreviverem. Dedicavam-se ao comércio e tinham as caravanas de
camelos, que transportavam produtos do Oriente para regiões do Mar Mediterrâneo.
A união árabe começou a partir do século VII, a base desta união foi à religião. Onde Maomé fundou o
Islamismo, no qual usava as guerras santas para expandir as fronteiras do império.
‫ش‬

Arábia pré-islâmica: época antes do islamismo.

Arábia islâmica: época durante o islamismo.
PERÍODO PRÉ-ISLÂMICO
Na região dos árabes urbanos, surgiram cidades como MECA e IATREB (MEDINA), que se tornaram
grandes centros comerciais. Até o século VII, os árabes não eram unidos politicamente, mas tinham
pontos em comum, Por exemplo: o idioma árabe e as crenças religiosas. Nesse período eles eram
politeístas, tendo umas 360 divindades.
Mas para unir as várias tribos, em Meca foi construído um templo religioso, a Caaba (casa de Deus), com
as principais divindades.
Na Caaba, encontrava-se a pedra negra, que de acordo com a crença, veio do céu pelas mãos do anjo
Gabriel.
Com todas essas atrações, estas cidades prosperam rápido.
‫ش‬
PERÍODO ISLÂMICO
Começou com Maomé (570-632), fundador do islamismo, ou religião mulçumana também chamada de
maometana.
Maomé nasceu em Meca e era membro da tribo Coraixita, de família pobre, filho de um comerciante
humilde.
Após a morte de seu pai foi criado por um tio e trabalhou como comerciante e pastor e desde jovem
participava nas caravanas comerciais pelo deserto, onde teve contato com as várias crenças religiosas da
região e conheceu as histórias do judaísmo e do cristianismo, ambas monoteístas (Abrão e Jesus).
Em uma noite Maomé estava meditando em uma caverna no monte Ira quando teve uma visão do arcanjo
Gabriel que lhe disse: Não á Deus sem Alá e Maomé é o seu profeta.
Com isso o arcanjo passou 6233 versos dando a responsabilidade a Maomé de difundir e garantir que
essas leis fossem seguidas pelo mundo. Salvando a humanidade do inferno.
A popularidade de Maomé era crescente, fazendo com que pessoas do de todas as partes o seguissem.
Em suas pregações, Maomé condenou os ídolos da Caaba, pois havia somente um único deus. Claro que
isso não agradou nenhum pouco os sacerdotes da Caaba, que logo trataram de persegui-lo, obrigando
Maomé fugir para Latreb (Medina), em 622.
Essa fuga ficou conhecida como Hégira, e marca o início do calendário mulçumano.
I-S-L-Ã significa submissão a vontade de Deus, logo todo aquele que seguisse Maomé era chamado de
MULÇULMANOS que significa CRENTES.
Sua Base está no ALCORÃO, livro sagrado dos muçulmanos que contem os versos que o arcanjo Gabriel
passou para Maomé.
‫ش‬
O QUE DIZ O ALCORÃO?
Abriga as revelações feitas por Alá a Maomé reunido por seus discípulos. Contém instruções para a
preservação da ordem social. Há proibições, como: comer carne de porco, praticar jogos de azar. Mas a
poligamia e a escravidão são permitidas.
Algumas das crenças e regras do Islamismo;

Crença em Alá, como o único deus e em Maomé com seu profeta.

Fazer cinco orações diárias.

Mostrar generosidade para com os pobres e dar esmolas.

Fazer o jejum religioso no mês do Ramada, ( mês do jejum)

Fazer peregrinação pelo menos uma vez na vida para Meca.
Os seguidores de Maomé deveriam espalhar a sua fé por todas as partes do mundo.
Os muçulmanos acreditavam na vida depois da morte.
Após viver por sete anos em Latreb (Medina) Maomé se popularizou e organizou um exército que
conquistou Meca e destruiu os ídolos da Caaba, em 630. A Caaba foi convertida em centro de orações e
a crença politeísta foi proibida.
A Casa de Maomé (Meca) tornou-se a o centro sagrado para os seguidores do Islã.
Após a morte de Maomé, a religião sofreu algumas divisões.
As mais destacadas são:

SUNITAS: para eles o Califa deve ter virtudes morais com honra, respeito, trabalho, mas também
deve reconhecer suas falhas em ações. Aceitam o Alcorão como livro sagrado e também as
Sunas, livros de tradições recolhidas com os companheiros de Maomé.

XIITAS: para eles a chefia do estado só pode ser ocupada por um descendente legítimo de
Maomé. Para eles o chefe da comunidade islâmica, Imã, é inspirado diretamente por Alá, logo
ele é infalível. Os fieis devem obediência ao Imã. Aceitam somente ao Alcorão como base de seus
ensinos.
Hoje, os seguidores xiitas habitam principalmente no Irã e no Iêmen. Os sunitas predominam nas demais
regiões.
‫ش‬
EXPANSÃO E DECADÊNCIA MULÇUMANA
Com a criação do Estado mulçumano, fez um estado de governo teocrático, ou seja , com se fosse
governado por inspiração divina. Este governo foi ampliado pelas conquistas militares.
Os califas começaram a governar após a morte de Maomé, em 632. Estes passaram a deter os poderes
religiosos, políticos e militares.
A expansão árabe teve algumas fases:
 1ª FASE (632-661)
Os califas eleitos, que sucederam Maomé, conquistaram a Pérsia, Síria, Palestina e Egito.
 2ª FASE (661-750)
Nessa etapa os califas Omídas, tomaram conta da política. A chefia tornou-se uma monarquia hereditária,
com sede em Damasco. As conquistas foram desde o noroeste da China, passando pelo norte da áfrica
indo até quase toda península Ibérica. Mas devido alguns atritos sociais e econômicos, gerou-se uma crise
na dinastia Omíada.
 3ª ETAPA (750- 1258)
Nessa etapa, aparece a dinastia Abássida, marcada pela invasão Persa ao mundo islâmico. A cidade de
Bagdá tornou-se a sede e o califa tinha poderes religiosos. A direção do governo ficou a cargo do Vizir.
Com eles as conquistas avançaram pela Europa e sul da península itálica. Mas devido às crises internas e
externas acabou havendo a formação de estados independentes, como Córdoba (Espanha) e Cairo (Egito).
O que talvez deve ter sido o motivo para o fim de tantos impérios, e que no islâmico não deve ter sido
diferente foi as disputas de poder entre seus governantes, desde o século VIII, as rivalidades dos califas
levaram à divisão do império, com formação de estados independentes.
Também houve os fatores externos. Os povos conquistados começaram a reagir contra a dominação
árabe.
‫ش‬
ECONOMIA
O comércio teve maior destaque nas cidades. Os muçulmanos criaram meios jurídicos para o comércio,
como cheques, letras de câmbio e recibos. Realizaram negócios em várias regiões do mundo. Tanto pelo
Mar como por terra.
Na agricultura, os mulçumanos desenvolveram uma variada produção agrícola em diversas regiões do
país. As terras foram melhoradas devido às grandes obras de irrigação. As lavouras mais destacadas
foram: açúcar, trigo, algodão, arroz, cana-de-açúcar, entre outros.
Na criação de animais tem-se: cavalos, carneiros e camelos.
‫ش‬
CIÊNCIA
Nos principais centros do império, havia cientistas e filósofos que desenvolveram estudos de grande
importância nos campos da matemática, física, química, com o descobrimento de substâncias como o
álcool, na medicina, com novas técnicas cirúrgicas e causas de moléstias como o sarampo, e na filosofia,
com os estudos das obras de Aristóteles.
QUIS
1.
A RELIGIÃO MUÇULMANA, QUE CONTRIBUIU PARA UNIFICAR OS POVOS DE ORIGEM ÁRABE E
LHES FORNECEU AMPARO ESPIRITUAL AO LONGO DE SUA EXPANSÃO,
a) Inspirava a forma de governo parlamentar, pois os líderes religiosos reuniam-se em assembléia
proporcional.
b) Pregava o politeísmo na medida em que reconhecia a adoração de vários deuses.
c) Retirava sua orientação dos textos considerados sagrados, contidos no Corão.
d) Reconhecia em Maomé o único e verdadeiro Deus a ser adorado pelos islamitas.
e) Tinha como seu mais importante centro espiritual a cidade de Bagdá.
2.
A PREGAÇÃO DE MAOMÉ FEZ-SE INICIALMENTE EM MECA, E ATEMORIZOU OS CORAIXITAS,
GUARDIÕES DA CAABA E BENEFICIADOS COM O COMÉRCIO CARAVANEIRO. A PRINCIPAL
PREOCUPAÇÃO DE MAOMÉ FOI:
a) Destruir o predomínio comercial em Meca, em benefício da cidade de Medina, que o adotou.
b) Promover uma aliança entre as cidades árabes para combater os beduínos, que vivam na
pilhagem e impediam o desenvolvimento comercial.
c) Estabelecer uma doutrina sincrética, que pudesse ser assimilada tanto pelos beduínos do
deserto, como por cristãos e principalmente judeus.
d) Desenvolver uma doutrina que promovesse a unificação religiosa, favorecendo a unidade
política, necessária para superação das grandes dificuldades dos árabes.
e) Criar condições para o expansionismo árabe que possibilitasse o enriquecimento dos povos
beduínos, marginalizados no deserto.
3.
O ISLAMISMO, IDEOLOGIA DIFUNDIDA A PARTIR DA ALTA IDADE MÉDIA, EM QUE O PODER
POLÍTICO CONFUNDE-SE COM O PODER RELIGIOSO, ERA DOTADO DE CERTA
HETEROGENEIDADE, O QUE PODE SER CONSTATADO NA EXISTÊNCIA DE SEITAS RIVAIS COMO:
a) Politeístas e monoteístas
b) Sunitas e xiitas
c) Cristãos e muezins
d) Sunitas e cristãos
e) Xiitas e politeístas
4.
O ISLAMISMO, RELIGIÃO FUNDADA POR MAOMÉ E DE GRANDE IMPORTÂNCIA NA UNIDADE
ÁRABE, TEM COMO FUNDAMENTO:
a) O monoteísmo, influência do cristianismo e do judaísmo, observado por Maomé entre povos
que seguiam essas religiões.
b) O culto dos santos e profetas através de imagens e ídolos.
c) O politeísmo, isto é, a crença em muitos deuses, dos quais o principal é Alá.
d) O princípio da aceitação dos desígnios de Alá em vida e a negação de uma vida pós-morte.
e) A concepção do islamismo vinculado exclusivamente aos árabes, não podendo ser professado
pelos povos inferiores.
5.
A SAÍDA DA CIDADE DE MECA PARA MEDINA ASSINALA O INÍCIO DA ERA MULÇUMANA, QUE
É DENOMINADA DE:
a) Xiísmo.
b) Sunismo.
c) Islamismo.
d) Hégira.
e) Copta
6.
O PRINCIPAL LIVRO QUE REÚNE OS FATOS SOBRE A VIDA DE ALÁ E TAMBÉM SOBRE A
PRÓPRIA RELIGIÃO ISLÂMICA É:
a) Bíblia sagrada.
...
Arquivo da conta:
Prof.LuisSantos
Outros arquivos desta pasta:

Definição de positivismo(1).docx (12 KB)
O mundo islâmico(1).doc (578 KB)
 Definição de positivismo.docx (12 KB)
 O mundo islâmico.doc (578 KB)

Outros arquivos desta conta:

Documentos
Fotos
 GEOGRAFIA
 HQ's
 Power Points

Relatar se os regulamentos foram violados








Página inicial
Contacta-nos
Ajuda
Opções
Termos e condições
Política de privacidade
Reportar abuso
Copyright © 2012 Minhateca.com.br
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Matemática

2 Cartões Elma gomes

Criar flashcards