A FORMULA DO SUCESSO

Propaganda
Espaço dos Associados ao QSP
MEIO AMBIENTE E ÉTICA
Edmundo Dantes Pacheco é consultor de empresas
e Doutor em Ciências Ambientais.
Efeito estufa, destruição da camada de ozônio, desmatamentos, queimadas,
poluição do ar, solo e águas. Nós já ouvimos ou continuamos ouvindo sobre
estes temas que têm sido constantes na mídia de uma forma geral. Mas
será que alguma vez paramos para analisar o nosso papel em relação a
estes temas?
Está bem, isto não é conosco. Isto é um problema dos outros, afinal, quem
somos nós perante os grandes poluidores? O problema é que os grandes
poluidores são uma soma de nós mesmos, ou seja, de pequenos poluidores.
Resumindo, o problema é cultural. Afinal, quem está no comando das
grandes organizações? Pessoas como nós, que pensam como nós, e esta
corrente de pensamento influencia tremendamente nas decisões da
empresa. Por que investir no meio ambiente, se minha empresa é apenas
um grão de areia neste imenso deserto de empresas? Alguém discorda
desta colocação?
De onde vem esta cultura? Poderíamos dizer que vem de nossos
antepassados, de uma época em que havia uma bonança por parte da
natureza, fartura de água, rios não poluídos, terra fértil, florestas, e muitas
outras farturas, tão escassas no dia de hoje, mas na realidade, somente
isto não explica o que vem ocorrendo com o nosso comportamento. Nossa
postura hoje é a do resultado imediato, a qualquer custo, sem avaliarmos
as conseqüências futuras, sem sustentabilidade. É neste ponto que entra a
Ética. Sim, escrita em maiúsculo devido a sua importância. Ética e
responsabilidade social são uma questão de princípios e valores interiores e
independem totalmente do porte ou do tempo de vida das pessoas ou de
uma organização. É a nossa atitude, é o que fazemos, é o que pensamos.
Estamos sendo Éticos em relação ao meio ambiente quando desperdiçamos
os recursos naturais, seja gastando energia ao deixar acesa uma luz em um
cômodo onde ninguém está presente, ou tomando aquele banho de 15
minutos, ou ainda deixando de selecionar um resíduo que poderia ser
reciclado? E nas organizações, como já afirmado acima, onde os gestores
são o retrato de nós mesmos, será que eles mudarão sua postura só
porque agora estão sentados na cadeira de administrador? Não é possível
que esta mágica exista. Isto nos lembra o refrão de uma antiga música “ah
mô fio do jeito que suncê ta só o ómi é que pode te ajudá”, poderíamos
dizer: “do jeito que a sociedade está só a ética pode ajudar”. De novo a
Ética. Pensar, será que o que estou fazendo trará prejuízo para outra
pessoa, a sociedade, o meio ambiente? Por que eu tenho de agir diferente
de meus antepassados? Porque eu tenho de agir diferente de meus
colegas?
Por que a nossa organização tem de agir diferentemente de outras
organizações? A resposta a estas questões é: porque queremos ser Éticos,
e podemos sim, influenciar os demais com nossos atos.
Para nós ou uma organização ser ou tornar-se Éticos, deve-se impedir com
todas as forças que atividades, ações ou atos contrários a este objetivo
ocorram, e na ocorrência deverão ser imediata e sumariamente tratados. O
conceito de tolerância zero é, neste caso, plenamente aplicável.
O meio ambiente agradece.
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

teste

2 Cartões juh16

Criar flashcards