evolução - professoresemrede.com.br

Propaganda
EVOLUÇÃO
A Teoria da Evolução busca explicar o mecanismo que propiciou a
imensa variedade de seres vivos no planeta. Ela se dispões de
argumentos como por exemplo: registros fósseis, adaptação,
evidências evolutivas, evidências moleculares.
Até o sec. XIX defendia- se a ideia de que as espécies eram imutáveis,
princípio chamado FIXISMO. A partir do sec. XX a evolução começou a
ser mais aceita.
O primeiro pesquisador a contestar o fixismo foi Jean-Baptiste
Lamarck (1744 - 1829) e depois por Charles Darwin (1809 – 1882) e
Alfred Russel Wallace( 1823 – 1913)
Lamarck
Darwin
Wallace
Registros fósseis: são provas consistentes de que nosso planeta já abrigou espécies
diferentes das que existem hoje. São evidências da evolução pois podem nos
fornecer indícios de parentesco entre estes e os seres viventes atuais.
Adaptação: capacidade de sobrevivência e reprodução de uma espécie num determinado
ambiente. Exemplos: Cactáceas; Mariposas de Manchester (cidade inglesa-sec.XIX).
Evidências evolutivas: As homologias, analogias e os órgãos vestigiais também
podem ser consideradas como provas da evolução baseadas em aspectos
morfológicos e funcionais.
• Homologia: indica que diferentes organismos tiveram uma origem evolutiva
comum. Órgão homólogos são aqueles que possuem a mesma origem embrionária.
• Analogia: indica a presença de estruturas análogas, estas se assemelham apenas
no desempenho de suas funções, mas não apresentam a mesma origem
embrionária.
• Órgãos vestigiais: são aqueles que em alguns organismos são de tamanho
reduzidos e sem função, mas que em outros são desenvolvidos e exercem função
definida.
Evidência molecular: nos mostra a semelhança na estrutura molecular de diversos
organismos sendo que, quanto maior as semelhanças entre as sequências das bases
nitrogenadas dos ácidos nucleicos ou quanto maior a semelhança entre as
proteínas destas espécies, maior o parentesco e, portanto, a proximidade evolutiva
entre as espécies.
Teorias evolucionistas
Lamarckismo: é uma teoria evolucionista proposta por Jean-Baptiste Lamarck.
Segundo ele, a evolução das espécies depende de dois fatores fundamentais.
• Lei do uso e desuso dos órgãos: diz-nos que os organismos desenvolvem os seus
órgãos de acordo com as suas necessidades, e que, os que não são usados
(desuso) se atrofiam.
• Lei da transmissão dos caracteres adquiridos: de acordo com esta lei, as
alterações sofridas no organismo, ao longo da vida de um determinado ser, eram
transmitidas aos seus descendentes por herança hereditária
Darwinismo: teoria estabelecida por Charles Darwin, biólogo inglês (1809-1882), que tenta
explicar a evolução das espécies (evolucionismo ou transformismo) pela seleção natural.
A seleção Natural: considera que certas características podem contribuir para a
sobrevivência de certos indivíduos num certo ambiente , constituindo portanto variações
favoráveis. Indivíduos com variações desfavoráveis teriam dificuldade de sobrevivência e
seriam normalmente extintos.
Neodarwinismo ou teoria sintética da evolução: foi formulada por
vários pesquisadores durante anos de estudos, tomando como
essência as noções de Darwin sobre a seleção natural e
incorporando noções atuais de genética.
Mutações
Variações
Recombinação
gênica
Fixação das
variações
favoráveis
Espécie
adaptada
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

Criar flashcards