RESOLUÇÃO CFO 2015 – FÍSICA – PROF. THIAGÃO QUESTÃO 06

Propaganda
RESOLUÇÃO CFO 2015 – FÍSICA – PROF. THIAGÃO
QUESTÃO 06
QUESTÃO 08
Como a placa de cobre sobre uma mudança de
estado temperatura, a quantidade de calor que
recebe é do tipo sensível (Trabalhada no 5º
encontro)
As transformações gasosas e o estudo dos
gases perfeitos(Trabalhados no 5º encontro),
juntamente com a primeira lei da termodinâmica
foram cobrados neste problema.
Calculando o calor da placa, temos:
Resposta: Letra A
I. Isotémica. Não existe variação da energia
interna do gás, logo, o calor é igual ao trabalho.
II. Isovolumétrica. Não existe trabalho gasoso,
logo, o calor é igual à variação da energia
interna.
III. Adiabática. O gás não troca calor com o
meio externo, logo, o trabalho gasoso é igua a
variação da energia interna, em módulo.
QUESTÃO 07
Resposta: Letra B
Neste problema de velocidade média
(Trabalhada no 1º encontro), a velocidade
média de toda a viagem pode ser trabalhada em
partes:
QUESTÃO 09
1ª Parte: Distância percorrida antes da parada.
1ªOpção: 2ª Lei de Newton para encontrar a
aceleração do movimento(Trabalhada no 1º
encontro).
Q  m.c.T
Q  150.0,033.(65  20)
Q  222,75cal
vm 
S
t
90 
S
1,5
S  135km
2ª Parte: Distância percorrida depois da parada.
S
vm 
t
S
80 
4
S  320km
Na viagem total, temos:
vm 
S 135  320

 82,72km / h
t
1,5  4
vm 
82,72km / h
 22,97m / s
3,6
Resposta: Letra A
Primeiramente, calculando a velocidade do
armário ao final ao chegar do lado oposto da
sala.
FR  m.a
24  6  12.a
18  12.a
a  1,5
m
s2
Logo, considerando que o armário partiu do
repouso, a velocidade do armário depois de 8,0
segundos é 12m/s.
O deslocamento pode ser calculado pela
velocidade média, da seguinte forma:
S
t
v 0  v S

2
t
vm 
QUESTÃO 10
Na primeira situação, é impossível a garrafa flutuar
(Fr = 0) sem a ação da força gravitacional(Peso), caso
o mesmo fosse desconsiderado, como diz o
enunciado, a garrafa executaria um movimento
ascendente e não flutuaria.
Calculando o empuxo sobre a garrafa na primeira
situação, temos:
0  12 S

2
8
E  .g.V
S  48m
Onde V, é o volume deslocado de água devido a
presença da garrafa, neste caso, o volume total da
garrafa(2 litros).
2ªOpção: Teorema do Trabalho-Energia
Cinética e Teorema Impulso-Quantidade de
Movimento(Trabalhada no 3º encontro).
I  Q
E  1.103.10.2.10 3
E  20 N
FR .t  Q  Q0
Tendo em vista, que o armário partiu do
repouso(Q0 = 0).
E  .g.V
(24  6).8  12.v
v  12m / s
Tendo em vista, que o armário partiu do
repouso(Ec0 = 0).
WR  Ec
FR .S  Ec  Ec 0
12.12
2
S  48m
(24  6).S 
Resposta: Letra A
Calculando o empuxo sobre a garrafa na segunda
situação, temos:
Onde V, é o volume deslocado de água devido a
presença da garrafa, neste caso, o volume total da
garrafa(2 litros), independente da quantidade de
líquido no seu interior.
E  1.103.10.2.10 3
E  20 N
Logo, não existe alternativa correta.
2
Portanto, sugiro a ANULAÇÃO DA QUESTÃO.
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

Criar flashcards