Tuberculose SINAN

Propaganda
MINISTÉRIO DA SAÚDE
SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE
DEPARTAMENTO DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA
COORDENAÇÃO GERAL DE DOENÇAS TRANSMISSÍVEIS
GT-SINAN
SISTEMA DE INFORMAÇÃO DE AGRAVO DE NOTIFICAÇÃO
DICIONÁRIO DE DADOS - SINAN NET
AGRAVO: TUBERCULOSE
Nome do
campo
Tipo
Categoria
Descrição
Características
DBF
Nº de notificação e campos que correspondem aos campos de 1 a 30 dos blocos “ Dados Gerais” , “ Notificação Individual” e “ Dados de
residência “ correspondem aos mesmos campos da ficha de notificação (ver dicionário de dados da ficha de notificação), exceto a data de
diagnóstico.
Além desses campos, constam também no dicionário de dados da notificação os seguintes campos internos:
chave fonética (1º e último nomes do paciente) e o nome do paciente criptografado por meio de método SOUNDEX, regional de saúde de notificação e
de residência.
Nº do prontuário
Varchar2(10)
Ocupação
Varchar2(6)
Tipo de entrada
Varchar2(1)
Campo de preenchimento
N.º do prontuário do paciente na unidade de
livre segundo as normas
saúde.
definidas pela unidade
Informar a atividade exercida pelo paciente
no setor formal, informal ou autônomo ou
sua última atividade exercida quando
Categorias da tabela paciente for desempregado. O ramo de
(Indicar aqui qual a atividade econômica do paciente refere-se
tabela que é utilizado as atividades econômicas desenvolvidas
no Sinan NET)
nos processos de produção do setor
primário (agricultura e extrativismo);
secundário (indústria) ou terciário (serviços
e comércio).
1. Caso novo
Preencher com o código correspondente a Campo obrigatório
NU_PRONTUA
ID_OCUPA_N
2. Recidiva
3. Reingresso após
abandono
4. Não sabe
5. Transferência
Institucionalizado
Raio - X do Tórax
Varchar2(1)
Varchar2(1)
Teste tuberculínico Varchar2(1)
1.
2.
3.
4.
5.
6.
9.
1.
2.
3.
4.
1.
2.
3.
4.
Não
Presídio
Asilo
Orfanato
Hospital
psiquiátrico
Outro
Ignorado
Suspeito
Normal
Outra patologia
Não realizado
Não reator
Reator fraco
Reator forte
Não realizado
situação de entrada do paciente na Unidade
de Saúde. O item TRANSFERËNCIA se
refere àquele paciente que comparece a
esta Unidade de Saúde para dar
continuidade ao tratamento iniciado em
outra Unidade
de Saúde, desde que não tenha havido
interrupção do uso da medicação por mais
de 30 dias. Neste último caso, o tipo de
entrada deve ser “Reingresso após
abandono”. Os conceitos de “Caso Novo” e
“Recidiva” estão referidos no Manual de
Normas Técnicas da Tuberculose. A opção
“Não Sabe” deve ser assinalada quando o
paciente não souber fornecer informações.
TRATAMENTO
Situação do paciente que se encontra ou
não em cárcere
INSTITUCIO
Resultado da teleradiografia de tórax ou
abreugrafia por ocasião da notificação (o
código 3 diz respeito a outras alterações
não compatíveis com a tuberculose)
Resultado do teste tuberculínico:
Não reator (0-4mm)
Reator fraco (5-9mm)
Reator forte (10 mm ou mais)
RAIOX_TORA
TESTE_TUBE
Campo obrigatório.
Forma
Varchar2(1)
1. Pulmonar
2. Extrapulmonar
3. Pulmonar
+Extrapulmonar
Forma clínica da tuberculose, por ocasião
da notificação, segundo a sua localização.
Se o campo = 1, campo
(Se extrapulmonar) não
será habilitado e o cursor
pula para ítem (Agravos
associados).
FORMA
Se campo = 2 ou 3, o
primeiro campo (Se
extrapulmonar) é de
preenchimento
obrigatório.
Se extrapulmonar
Se extrapulmonar
Se extrapulmonar
Outras especificar
Agravos
associados
AIDS
Agravos
associados
ALCOOLISMO
Agravos
associados
DIABETES
Varchar2(2)
Varchar2(2)
Varchar2(30)
Varchar2(1)
Varchar2(1)
Varchar2(1)
01.Pleural
Existem dois campos
02.Gang. Perif.
apenas o primeiro deve
03.Geniturinária
Localização extrapulmonar da tuberculose ser obrigatório
04.Óssea
nos casos em que o paciente apresente a Mas os dois devem
05.Ocular
forma clínica igual a 2 ou 3. O item
seguir critica abaixo.
Se (Forma) = 2 ou = 3, o
06.Miliar
OUTRAS se refere às formas
campo (Se
07.Meningoencefálico extrapulmonares que não estão contidas
extrapulmonar )é de
08.Cutânea
nas categorias de 1 a 7.
09, Laríngea
preenchimento
10.Outra
obrigatório.
01.Pleural
02.Gang. Perif.
03.Geniturinária
Se (Forma) = 2 ou = 3, o
04.Óssea
campo (Se
05.Ocular
Idem a variável anterior. Preenchido quando
extrapulmonar) é de
06.Miliar
houver mais de uma forma extrapulmonar
preenchimento
07.Meningoencefálico
obrigatório.
08.Cutânea
09.Laríngea
10 Outra
Caso algum dos campos
Se extrapulmonar outro tipo que não os
do campo 38, seja
listados especificar
preenchido com 10,
Especificar o item Outra.
1. Sim
Se campo = 1, o campo
Informar se existe agravos associados à
2. Não
44 HIV é preenchido
tuberculose por ocasião da notificação.
9. Ignorado
automáticamente com 1.
1. Sim
Informar se existe agravos associados à
2. Não
tuberculose por ocasião da notificação.
9. Ignorado
1. Sim
Informar se existe agravos associados à
2. Não
tuberculose por ocasião da notificação.
9. Ignorado
EXTRAPU1_N
EXTRAPU2_N
EXTRAPUL_O
AGRAVAIDS
AGRAVALCOO
AGRAVDIABE
Agravos
associados
DOENÇA MENTAL
Agravos
associados
Outras
Agravos
associados Outras
(Especificar)
Baciloscopia de
escarro – 1ª
amostra
Baciloscopia de
escarro – 2ª
amostra
Baciloscopia de
outro material
Varchar2(1)
Varchar2(1)
Varchar2(1)
Varchar2(1)
Varchar2(1)
varchar(1)
1.
2.
3.
4.
5.
6.
1.
2.
3.
1.
2.
3.
4.
1.
2.
3.
4.
Positiva
Negativa
Não realizada
Positiva
Negativa
Não realizada
Positiva
Negativa
Não realizada
Positiva
Negativa
Em andamento
Não realizada
Positiva
Negativa
Em andamento
Não realizada
varchar(1)
1. Positivo
2. Negativo
3. Em andamento
4. Não realizado
Histopatologia
Varchar2(1)
1. Baar Positivo
2. Sugestivo de TB
3. Não sugestivo de
TB
4. Em andamento
5. Não realizado
Data de início do
Date
HIV
AGRAVDOENC
Informar se existe agravos associados à
tuberculose por ocasião da notificação.
AGRAVOUTRA
Informar se existe agravos associados à
tuberculose por ocasião da notificação.
AGRAVOUTDE
Informar se a outros agravos associados
especificar
Varchar2(30)
Cultura de escarro varchar(1)
Cultura de outro
material
1. Sim
2. Não
9. Ignorado
1. Sim
2. Não
9. Ignorado
Resultado da baciloscopia de escarro para
Campo obrigatório
BAAR (Bacilo álcool-ácido resistentes)
realizada em amostra para diagnóstico
Resultado da baciloscopia de escarro para
Campo obrigatório
BAAR (Bacilo álcool-ácido resistentes)
realizada em amostra para diagnóstico
Resultado da baciloscopia de outro material
para BAAR (Bacilo álcool-ácido resistentes)
realizada em amostra para diagnóstico
Resultado da cultura de escarro para M.
tuberculosis realizada em amostra para
diagnóstico
BACILOSC_E
BACILOS_E2
BACILOSC_O
CULTURA_ES
Campo obrigatório
CULTURA_OU
Resultado da cultura de outro material para
M. tuberculosis realizada em amostra para
diagnóstico
Resultado da sorologia para o vírus da
imunodeficiência adquirida, realizado
anterior ou posteriormente a notificação de
Campo obrigatório
TB.
Objetiva avaliar a coinfecção pelo HIV e não
a oferta do teste aos pacientes de TB.
HIV
HISTOPATOL
Resultado do exame histopatólogico para
diagnóstico de TB
Data de início do tratamento atual na
Data do tratamento atual
DT_INIC_TR
tratamento atual
Drogas
Rifampicina
Drogas
Isoniazida
Drogas
Pirazinamida
Drogas
Etionamida
Drogas
Etambutol
Drogas
Estreptomicina
Unidade de Saúde que está notificando o
caso.
Varchar2(1)
Varchar2(1)
Varchar2(1)
Varchar2(1)
Varchar2(1)
Varchar2(1)
 data do diagnostico
Data do tratamento atual
< que a data atual.
Automático a partir da
data do diagnóstico (=
data de diagnóstico), no
entanto sendo possível
alterar posteriormente,
caso necessário.
1. Sim
2. Não
1. Sim
2. Não
1. Sim
2. Não
1. Sim
2. Não
1. Sim
2. Não
1. Sim
2. Não
RIFAMPICIN
ISONIAZIDA
ETAMBUTOL
ESTREPTOMI
PIRAZINAMI
ETIONAMIDA
OUTRAS
Drogas
Outras
Varchar2(1)
Drogas se Outros
especificar
Varchar2(40)
Tipo de tratamento Varchar2(1)
1. Sim
2. Não
Informar se outros tipos de drogas
(Especificar)
1- Supervisionado Assinalar com o tipo de tratamento que o
2- Autoadministrado paciente será ou está submetido no
9- Ignorado
momento da notificação
Número de
Number(2)
contatos registrados
Doença relacionada
Varchar2(1)
ao trabalho
Se campo = 1, especificar
item outras.
1. Sim
2. Não
9. Ignorado
OUTRAS_DES
TRAT_ SUPER
Campo Obrigatório
Campo Obrigatório se
Assinalar com Nº de Contatos Existentes no
caso não importado do
Momento da Notificação
SinanW
Se o paciente adquiriu a doença em
decorrência das condições/ situação de
trabalho
NU_CONTATO
DOENCA_TRA
TELA DE ACOMPANHAMENTO
Nome do campo
UF de atendimento
atual
Município de
atendimento atual
No de notificação
atual
Tipo (SINAN
NET)
Varchar2(2)
varchar(6)
Categoria
Código da UF do
cadastro do IBGE
UF atualmente responsável pelo
acompanhamento do paciente.
Código e nome dos
Município atualmente responsável pelo
municípios do cadastro
acompanhamento do paciente.
do IBGE
Número de notificação atribuído pela
unidade de saúde atualmente responsável
pelo acompanhamento do paciente.
Varchar2(7)
Data de Notificação
Date
atual
Descrição
dd/mm/aaaa
Data em que a Unidade de Saúde,
atualmente responsável pelo
acompanhamento, notificou o caso.
Características
DBF
Preenchimento automático
SG_UF_AT
no momento da digitação da
ficha de notificação/
investigação. O campo será
alterado quando da
vinculação de 2 registros
devido a transferência do
caso de uma unidade para
outra.
Preenchimento automático
no momento da digitação da
ID_MUNIC_A
ficha de notificação/
investigação. O campo será
alterado quando da
vinculação de 2 registros
devido a transferência do
caso de uma unidade para
outra.
Preenchimento automático
NU_NOTI_AT
no momento da digitação da
ficha de notificação/
Altterar o
investigação. O campo será tamanho no DBF
alterado quando da
para 7
vinculação de 2 registros
devido a transferência do
caso de uma unidade para
outra.
Preenchimento automático
DT_NOTI_AT
no momento da digitação da
ficha de notificação/
investigação. O campo será
alterado quando da
vinculação de 2 registros
devido a transferência do
caso de uma unidade para
outra.
Unidade de
atendimento atual
UF de residência
atual
Município de
residência atual
CEP de residência
atual
Number(8,0)
Cadastro de
estabelecimentos de
saúde do SINAN
Unidade de atendimento atualmente
responsável pelo acompanhamento do
paciente.
VARCHAR2(2)
VARCHAR2(6)
VARCHAR2(8)
Distrito de residência
Number(9)
atual
Bairro de residência
atual
Number(8)
Varchar2(60)
Baciloscopia no 1º
mês
Varchar2(1)
1- positiva
2- negativa
3- não realizada
Baciloscopia no 2º
Varchar2(1)
1- positiva
Resultado da baciloscopia de escarro para
BAAR (Bacilo Alcóol-Resistentes) realizada
em amostra colhida ao final do 1º mês de
tratamento
Resultado da baciloscopia de escarro para
Preenchimento automático
no momento da digitação da
ficha de notificação/
investigação. O campo será
alterado quando da
vinculação de 2 registros
devido a transferência do
caso de uma unidade para
outra.
Preenchimento automático
no momento da digitação da
ficha de notificação/
investigação com os dados
de residência.
Preenchimento automático
no momento da digitação da
ficha de notificação/
investigação com os dados
de residência.
Preenchimento automático
no momento da digitação da
ficha de notificação/
investigação com os dados
de residência.
Preenchimento automático
no momento da digitação da
ficha de notificação/
investigação com os dados
de residência.
Preenchimento automático
no momento da digitação da
ficha de notificação/
investigação com os dados
de residência.
ID_UNID_AT
SG_UF_2
ID_MUNIC_2
NU_CEP2
ID_DISTR_2
ID_BAIRRO2
NM_BAIRRO2
BACILOSC_1
BACILOSC_2
mês
2- negativa
3- não realizada
Baciloscopia no 3º
mês
Varchar2(1)
1- positiva
2- negativa
3- não realizada
Varchar2(1)
1- positiva
2- negativa
3- não realizada
Varchar2(1)
1- positiva
2- negativa
3- não realizada
Varchar2(1)
1- positiva
2- negativa
3- não realizada
Varchar2(1)
1- Sim
2- Não
9- Ignorado
Baciloscopia no 4º
mês
Baciloscopia no 5º
mês
Baciloscopia no 6º
mês
Realizado o
Tratamento
Supervisionado
(TS/DOTS)
Data da mudança de
Date
tratamento
BACILOSC_3
BACILOSC_4
BACILOSC_5
BACILOSC_6
Preenchimento automático TRATSUP_AT
Assinalar com o tipo de tratamento que o
(Tipo de tratamento),
paciente foi submetido até o
sendo possível alterar
encerramento do Caso
depois, caso necessário
Data de Mudança de
DT_MUDANCA
Data de mudança do tratamento devido à
Tratamento não pode ser
intolerância medic./ toxicidade ou falência
maior que a data atual
Variável Essencial.
NU_COMU_EX
Assinalar o número de contatos
examinados na investigação do caso
notificado–
Número de contatos
Number(2)
examinados
Situação até o 9º
mês
BAAR (Bacilo Alcóol-Resistentes) realizada
em amostra colhida ao final do 2º mês de
tratamento
Resultado da baciloscopia de escarro para
BAAR (Bacilo Alcóol-Resistentes) realizada
em amostra colhida ao final do 3º mês de
tratamento
Resultado da baciloscopia de escarro para
BAAR (Bacilo Alcóol-Resistentes) realizada
em amostra colhida ao final do 4º mês de
tratamento
Resultado da baciloscopia de escarro para
BAAR (Bacilo Alcóol-Resistentes) realizada
em amostra colhida ao final do 5º mês de
tratamento
Resultado das baciloscopias de escarro
para BAAR (Bacilo Alcóol-Resistentes)
realizadas em amostras colhidas no 6º mês
de tratamento.
123Varchar2(2)
45-
Nº de contatos examinados ≤
Nº de contatos existentes.
Ignorar crítica se caso
importado do Sinanw.
Cura
Deve ser preenchido em
Abandono
todos os casos, exceto
Óbito por
quando for paciente com
Resultado de tratamento com esquema com
tuberculose
meningite, exclusiva ou não.
duração de 6 meses.
Óbito por outras
Campo de preenchimento
causas
essencial
Transferência para
Se campo = 9, 11 ou 12,
SITUA_9_M
6-
789-
10111213-
Situação no 12º mês Varchar2(2)
mesmo município
(outra unidade)
Transferência para
outro município
(mesma UF)
Transferência para
outro Estado
Transferência para
outro país
Mudança de
esquema por
intolerância
medicamentosa
Mudança de
diagnóstico
Falência
Continua em
tratamento
TB Multiresistente
1- Cura
2- Abandono
3- Óbito por
tuberculose
4- Óbito por outras
causas
5- Transferência no
mesmo município
(para outra
Resultado de tratamento com esquema com
unidade)
duração de 9 meses (meningite)
6- Transferência para
outro município
(mesma UF)
7- Transferência para
outro Estado
8- Transferência para
outro país
9- Mudança de
esquema por
preencher campo Situação
de encerramento, os outros
casos o campo Situação de
encerramento é preenchido
automaticamente.
SITUA_12_M
Deve ser preenchido quando
(Forma) = 2 ou =3 e campo
(Se extrapulmonar ) = 7
(Meningoencefálico),
independente da idade do
paciente e resultado de
baciloscopia e cultura de
escarro.
Campo de preenchimento
essencial
intolerância
medicamentosa
10- Mudança de
diagnóstico
11- Continua em
tratamento
Situação de
encerramento
Data de
encerramento
Varchar2(1)
Date
1- Cura
2- Abandono
3- Óbito por
tuberculose
4- Óbito por outras
Situação de encerramento de todos os
causas
casos notificados
5- Transferência
6- Mudança de
diagnóstico
7- TB multiresistente
Dd/mm/aaaa
.
Ao se preencher o campo
situação no 9º mês ou o
situação no 12º mês, deve
ser automaticamente
preenchido o campo
situação de encerramento,
segundo orientação:
(Tabelas de situação do
encerramento anexas no
final do documento)
Data encerramento maior
DT_ENCERRA
ou igual Data de
investigação
Data de Encerramento não
pode ser maior que a data
atual
Campo Obrigatório se campo
Situação de encerramento
for preenchido.
Identifica migração
1- migrado do Sinan Identifica se o registro é oriundo da
Varchar2(1)
(campo interno)
Windows
rotina de migração da base Windows
Transferência vertical
da investigação e do Varchar(7)
acompanhamento
Descrever aqui a
estrutura da
composição do
número do lote.
Identifica o Lote da transferência da
investigação e do acompanhamento de um
nível do sistema para outro (transferência
vertical)
LEGENDA:
Varchar – campo caracter (permite digitação de letra ou número)
Number ou numeric – campo numérico
SITUA_ENCE
MIGRADO_W
Preenchida quando realizada
transferência vertical
da investigação e
acompanhamento
NU_LOTE_IA
Date – campo data
Correspondência entre os campos Situação até o 9º Mês e situação de encerramento
campo situação no 9º mês
1 – cura
2 – abandono
3 – óbito por tuberculose
4 – óbito por outras causas
5 – transferencia para o mesmo município
6 – transferencia para outro município
7 – transferencia para outro estado
8 – transferencia para outro país
9 – mudanca de esquema
10 – mudanca de diagnostico
11 – falência
12 – continua em tratamento
13 – tb multirresistente
campo situação de encerramento
1 – cura
2 – abandono
3 – óbito por tuberculose
4 – óbito por outras causas
5 – transferência
(disponível para digitação
categoria de encerramento)
6 – mudanca de diagnostico
(disponível para digitação
categoria de encerramento)
(disponível para digitação
categoria de encerramento)
7 – tb multirresistente
de
qualquer
de
qualquer
de
qualquer
Correspondência entre os campos Situação até o 12º Mês e situação de encerramento
campo situação no 12º mês
1 – cura
2 – abandono
3 – óbito por tuberculose
4 – óbito por outras causas
5 – transferencia para o mesmo município
6 – transferencia para outro município
7 – transferencia para outro estado
8 – transferencia para outro país
9 – mudanca de esquema
10 – mudanca de diagnostico
11 – continua em tratamento
campo situação de encerramento
1 – cura
2 – abandono
3 – óbito por tuberculose
4 – óbito por outras causas
5 – transferência
(disponível para digitação
categoria de encerramento)
6 – mudanca de diagnostico
(disponível para digitação
categoria de encerramento)
de
qualquer
de
qualquer
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

Criar flashcards