ABRANGÊNCIA DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SEMENTES As

Propaganda
ABRANGÊNCIA DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SEMENTES
As sementes são as estruturas de multiplicação das plantas que exercem
um papel muito importante na agricultura. É um estádio de desenvolvimento que
permite a sobrevivência das espécies quando as condições edafoclimáticas não
são favoráveis ao crescimento vegetal. Têm importância alimentar, industrial e
sócio-econômica favorecendo empreendimentos na area rural, no comércio, na
indústria, na extensão e na pesquisa técnico-científica.
A utilização racional das sementes, como insumo, na agropecuária necessita
do inter-relacionamento de várias áreas do conhecimento cientifico e tecnológico.
Conhecimentos,
de
botânica
básica,
relacionados
à
morfo-anatomia
do
desenvolvimento de sementes permitem a compreensão de mecanismos
responsáveis pela impermeabilidade do tegumento à água, em leguminosas
(Hyde, 1954; Harrys, 1983) e aos gases, em gramíneas (Whiteman & Mendra,
1982). A sistemática vegetal auxilia na identificação das espécies. Como exemplo,
pode-se citar Sendulsky (1978), que realizou estudo taxonômico de espécies
nativas e cultivadas do gênero Brachiaria no Brasil e os de Silva et alii (1979) com
Paspalum, além de outras plantas de interesse forrageiro (Bogdan, 1966) e ervas
silvestres (Groth, 1985), que contaminam os lotes.
Problemas de germinação
(Toole, 1973), absorção de água (Vertucci & Leopold, 1983; Leopold, 1983), de
dormência (Khan ,1977) e principalmente de vigor e de deterioração (Abdul-Baki,
1980) podem ser solucionados por meio de estudos fisiológicos. A probabilidade
de germinar, ou não, permite o estabelecimento de modelos estatísticos (Carneiro,
1994) capazes de descrever a distribuição da germinação no tempo com maior
poder de discriminação entre os diferentes lotes (Carneiro, 1991; Bonner & Dell,
1976). Conceitos de física permitem a solução de problemas de beneficiamento
utilizando-se a densidade real (Taylor et alii, 1982) e a forma (Vaughan, 1976). A
resistência elétrica ou a condutividade facilita a determinação da umidade.
Conhecimentos de bioquímica permitem a compreensão de rotas metabólicas
durante a germinação (Mayer & Poljakoff-Mayber, 1975), deterioração e
dormência (Roos, 1980) além de proporcionar o desenvolvimento de testes de
controle de qualidade tais como o teste de peroxidase (Costa et alii, 1979) e o pH
do exudato (Amaral & Peske,
1984).
O relacionamento com
áreas de
engenharia é de suma importância para os países em desenvolvimento. Observase uma carência enorme de informações para se aplicar na área de engenharia
civil, na construção de armazéns convencionais e de silos e, também na área de
engenharia mecânica, permitindo o dimensionamento de equipamentos para o
manuseio e para o beneficiamento. O parque industrial brasileiro está melhor
adaptado ao manuseio e ao beneficiamento de sementes de grandes culturas.
Também não é mais possível discutir a tecnologia de produção de sementes sem
fazer referência à área de informática, pois a emissão de boletins de análise (Scott
& Cullens, 1984) já é uma prática de uso corrente, assim como possibilidades no
controle de caracteres de frutos (Gunn & Seldin,1977).
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Criar flashcards