SOCIOLOGIA

Propaganda
SOCIOLOGIA
Exercícios
Unidades I e II
ALUNO: Erasmo Trielli Junior
MATRÍCULA: 2008080074
TURMA: Realengo D
Prezada professora,
Peço desculpas por não enviar o material no prazo, mas o fato é que, só agora, consegui
focar na faculdade e poderei manter um bom ritmo de estudo. Caso não possa aferir nota, gostaria
que as respostas fossem avaliadas da mesma forma, pois os textos são meus, tendo como base
apenas o material instrucional.
Desde já, agradeço,
Erasmo Trielli Junior
Unidade I
QUESTÃO 01 – A Sociologia é caracteriza como ciência pelos seus métodos de averiguação e
medição e por fazer formulações sobre a sociedade que pudessem ser comprovadas empiricamente,
de modo a tornar a ação do homem explicável.
QUESTÃO 02 – A visão laica da sociedade e do poder é a de que ambos são frutos da fé ou de sua
consciência individual.
QUESTÃO 03 – A maior mudança social ocorrida com a Sociologia Clássica foi à tentativa de
explicar o homem e a sociedade através da ciência.
QUESTÃO 04 - Os textos destacam que, tanto Maquiavel quanto Durkhein, apontam métodos
comprobatórios para suas teses, ao contrário do elemento ideológico e ceticista.
Unidade II
QUESTÃO 01 – Professora, tomei a liberdade de fazer uma análise dos textos, como solicitado,
fazendo, automaticamente, uma alusão dos conceitos apresentados à atual realidade social.
O texto “Cinco desafios à imaginação sociológica”, que, infelizmente, vem sem o nome do autor,
expõe uma verdadeira contradição social ocorrida na década de 80 e seus resquícios em 90, onde,
por um lado, as desigualdades sociais ficaram mais claras, em todos os seus aspectos, e por outro,
houve grande avanço, com os movimentos sociais, a Democracia, do fim do Comunismo
autoritário, Apartheid, com o abrandamento da ameaça nuclear, com o fim do conflito Leste-Oeste
que, segundo o autor, foi um dos grandes responsáveis pelo atraso gerado na Sociologia, que por
muito tempo ficou presa a conceitos e teorias do século XIX. Destacou, ainda, que a liberdade,
conquistada neste período, não poderia se perder pela falta de dogmas teóricos ou políticos - como
de fato está ocorrendo e nem ser asfixiada por novos dogmas, o que também é uma realidade atual.
Quando às desigualdades sociais, elas ficam ainda mais claras nos dias de hoje, apesar de toda a
evolução tecnológica e do crescimento da consciência coletiva a respeito de temas em comum e
vem deixando claro também que o Estado vem tentando, principalmente nos últimos anos, criar
uma sociedade civil organizada tendo o próprio Estado como espelho. Por um lado isso proporciona
a maior participação popular em movimentos e decisões políticas, mas pode servir de armadilha se
os espaços a serem ocupados, como em conselhos, por exemplo, forem tomados pelos mesmos
políticos que dão o traço de nossa sociedade atual: evoluímos som, inclusive na capacidade e
permissividade à corrupção, principalmente no Brasil, que vem impedindo o país de ser como a
Suíça, como destacou o texto de Marcelo Averburg, mas, ao contrário desta publicação de 1994, o
brasileiro, mesmo que lentamente, começa a desenvolver o amor necessário à Pátria, para participar
de um processo social de reconstrução desta. Acredito inclusive que, tanto Fernando Henrique
Cardoso quanto Lula, que na época eram candidatos a presidente e que acabaram por ocupar, por
duas vezes cada um, o cargo maior do Executivo Nacional, deram sua contribuição para uma
evolução nos tempos atuais, principalmente no campo econômico, mesmo sendo claro que as
desigualdades continuam da mesma forma que a corrupção, mas com mais mecanismos de
participação e controle, temos agora que criar a “reforma de mentalidade”.
QUESTÃO 02.01 – Socialização é o processo onde novos indivíduos são apresentados e
introduzidos à sociedade. Aprendendo e aceitando novas regras, adquiridas ao longo das gerações.
Após a socialização entre os indivíduos, formam-se as Comunidades, que são conjuntos de pessoas,
situadas em um meio onde haja capacidade de suprimir necessidades básicas comuns a todos. A
sociedade é o conjunto de unidades sociais, ou seja, comunidades, onde diversos indivíduos, mesmo
que tenham afinidades distintas, inerentes às suas comunidades, têm necessidades em comum, que
as fazem conviverem em sociedade.
QUESTÃO 02.02 – São consideradas instituições sociais: família, escola, igreja e estado.
Família - A importância da família é tão óbvia e gigantesca que se criou um ramo especial da
Sociologia para estudá-la: a Sociologia Doméstica. A família é a base das sociedades.
Escola – Educar sempre foi uma necessidade básica da sociedade. A educação é feita através de
diversos agentes, entre eles a família, igreja, partidos ou segmentos políticos, meios de
comunicação, iniciativa privada e a escola, a “agência encarregada pela educação formal dos
indivíduos”.
Igreja – Numa análise muito particular, acredito que igreja não deveria ser apontada como uma das
quatro instituições sociais fundamentais encontrados no material instrucional. Embora reconheça a
importância das religiões, devido às necessidades individuais de crer em algo pós e pré-vida e todos
os fenômenos sociais advindos disto e sua importância histórica, atribuo muito mais esta
necessidade e suas inevitáveis conseqüências como fenômenos culturais, o que faria das culturas
uma instituição social.
Estado – É a organização política de uma nação, ou seja, pessoas com cultura semelhante, que
vivem próximas territorialmente e com determinada consciência comum.
QUESTÃO 02.03 – Interação social é o interesse comum de indivíduos por algo que os atraia e
faça com que eles se aproximem, como, por exemplo, uma torcida e controle social são regras
criadas para enquadrar a conduta dos indivíduos dentro de uma expectativa geral de comportamento
e um bom exemplo de controle social é a censura.
Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

teste

2 Cartões juh16

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Criar flashcards