Enviado por Do utilizador13446

REORGANIZAÇÃO CURRICULAR - ENSINO MÉDIO

Propaganda
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM
PRIORITÁRIAS E COMPLEMENTARES DE
ARTE
PARA OS ESTUDANTES DO ENSINO MÉDIO
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PRIORITÁRIAS DE ARTE
1º ANO
Série
Bimestre
1 Ano
I
1 Ano
I
1 Ano
I
1 Ano
I
1 Ano
II
1 Ano
II
1 Ano
II
1 ano
II
1 Ano
III
1 Ano
III
1 Ano
III
1 Ano
III
1 Ano
IV
1 Ano
IV
1 Ano
IV
Eixo/ Campo
Expressão e comunicação
Humana na linguagem visual
Expressão e comunicação
Humana na linguagem Dança
Expressão e comunicação
Humana na linguagem musical
Expressão e comunicação
Humana na linguagem teatral
Apreciação estética da
linguagem visual
Apreciação estética da
linguagem da dança
Apreciação estética da
linguagem musical
Apreciação estética da
linguagem teatral
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem visual
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem da dança
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem musical
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem teatral
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem visual
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem da dança
Produção cultural, histórica e
ARTE
Expectativa de Aprendizagem
Conteúdos
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais.
Identificação dos signos da linguagem visual.
EA8 - Compreender os fundamentos da Dança.
Identificação do corpo como uma construção social, cultural e
individua
EA9 - Identificar elementos da expressão musical.
Identificação dos signos da linguagem musical
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do
Teatro.
Identificação de elementos estruturadores do teatro: signos teatrais
Reconhecimento da cor como elemento significativo das artes visuais
buscando identificar as especificidades das cores da natureza e da
cultura, estabelecendo relação entre elas
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções em Leitura e compreensão da linguagem corporal como uma construção
Dança e seu contexto, e suas identidades culturais.
social, cultural e individual
EA11 - Vivenciar, enquanto fruidor, as Artes Visuais.
EA3 - Conhecer e contextualizar produções musicais.
Leitura e compreensão de canções de diferentes épocas
EA15 - Vivenciar, enquanto fruidor, de forma significativa,
experiências teatrais.
Leitura e compreensão do teatro como linguagem e de textos
dramáticos como uma construção social, cultural e individual
Uso dos signos da linguagem visual na perspectiva de releitura de
EA1- Conhecer e estabelecer relações entre produções
obra de arte, objeto da cultura ou da natureza, visando à composição
artísticas, seus contextos e suas identidades culturais.
de obra e/ou objeto de arte
Utilização de expressão na Dança em atividades de vivências,
EA10 - (Re)conhecer características da produção em Dança
revelando a apreensão dos significados e significantes da expressão na
de Pernambuco.
dança; no contexto da natureza e da cultura
EA14 - Expressar-se através de produções musicais.
Utilização da apreciação musical em diferentes tipos e estilos de
música na releitura de obra musicais
EA8 - Compreender os fundamentos das dramaturgias em
suas variadas formas.
Uso de textos que revelem o Teatro como linguagem para
consciência, utilização e construção corporal e vocal
EA17- Elaborar e construir formas pessoais de registro em
Artes Visuais.
Utilização das cores nas atividades de releitura da obra de arte e/ou
objeto de arte, revelando a apreensão dos significados e significantes
da cor nas artes visuais no contexto da natureza e da cultura
EA5 - Construir significativamente repertório em
produções de Dança.
Uso da linguagem corporal buscando identificar a relação entre os
movimentos e a interpretação na dança como linguagem artística
EA10 - (Re)conhecer características da produção musical
Utilização da apreciação musical em diferentes tipos e estilos de
1 Ano
IV
manifestação coletiva da
linguagem musical
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem teatral
de Pernambuco.
música na releitura de obra musicais
EA10 - Reconhecer características da produção teatral de
Pernambuco.
EA14 - Expressar-se através de produções teatrais.
Emprego dos conhecimentos sobre de textos dramáticos
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PRIORITÁRIAS DE ARTE
2º ANO
Série
Bimestre
2 Ano
I
Expressão e comunicação
Humana na linguagem visual
2 Ano
I
Expressão e comunicação
Humana na linguagem Dança
2 Ano
I
Expressão e comunicação
Humana na linguagem musical
2 Ano
I
Expressão e comunicação
Humana na linguagem teatral
2 Ano
II
Apreciação estética da
linguagem visual
2 Ano
II
Apreciação estética da
linguagem da dança
2 Ano
II
2 Ano
II
2 Ano
III
2 Ano
III
2 Ano
III
Eixo/ Campo
Apreciação estética da
linguagem musical
Apreciação estética da
linguagem teatral
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem visual
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem da dança
Produção cultural, histórica e
ARTE
Expectativa de Aprendizagem
Conteúdos
Reconhecimento do volume como elemento significativo
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções artísticas, seus
das artes visuais, buscando identificar o papel desse
contextos e suas identidades culturais.
elemento no contexto das artes visuais
Conhecimento sobre elementos e dinâmicas de
EA15 - Vivenciar, enquanto fruidor, de forma significativa, experiências
movimento: – peso, espaço, fluência e tempo
em Dança.
representado a partir da especificidade de cada um destes
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos da Música EA15 Conhecimento sobre apreciação musica
Vivenciar, enquanto fruidor, experiências musicais.
Conhecimento sobre estrutura de ações cênicas: (cena,
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro EA4 ato, enredo, conflito, tempo, espaço, personagens,
(Re)conhecer a pluralidade de performances teatrais.
diálogo e monólogo)
EA9 - Conhecer e estabelecer relações formais e simbólicas entre
Compreensão da noção de profundidade ilusória do
análise estética, contextualização e processos da produção visual.
espaço bidimensional representado na obra de arte, no
EA11 - Vivenciar, enquanto fruidor, as Artes Visuais
objeto da cultura ou da natureza
Leitura e compreensão da expressão na Dança, no
EA3 - Compreender e contextualizar produções em Dança.
contexto da composição da obra de arte, de objeto da
cultura e/ou da natureza nessa linguagem artística
EA10 - (Re)conhecer características da produção musical de
Identificação e leitura (apreciação) de diferentes estilos
Pernambuco.
musicais
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro.
Identificação, leitura e análise dos Componentes
EA5 - Construir significativamente repertório em Teatro.
estruturadores do teatro: signos teatrais
Uso dos signos da linguagem visual, com ênfase no
EA6 - Experienciar e apropriar-se de materiais e suportes em Artes
elemento volume, na perspectiva de releitura de obra de
Visuais
arte, objeto da cultura ou da natureza, visando à
composição de obra e/ou objeto de arte
EA7 - Estabelecer relações entre as diferentes performances em Dança Emprego dos conhecimentos sobre a noção de
de forma crítica, não linear
movimentos, esforço, respiração, ritmo, etc.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos da Música.
Emprego dos conhecimentos sobre a noção de canção na
2 Ano
III
manifestação coletiva da
linguagem musical
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem teatral
EA6 - Conhecer as diversas possibilidades das expressões musicais.
linguagem musical
EA6 - Conhecer as diversas possibilidades das expressões teatrais.
EA8 - Compreender os fundamentos das dramaturgias em suas
variadas formas
Emprego dos conhecimentos sobre de textos dramáticos
A improvisação e a interpretação
EA5 - Construir repertórios significativos em Artes Visuais.
EA17 - Elaborar e construir formas pessoais de registro em Artes
Visuais.
Emprego dos conhecimentos sobre a noção de
profundidade ilusória do espaço bidimensional
representado nas atividades de produções de releitura de
obra de arte e/ou objeto de arte
EA18- Correlacionar as produções em Dança com as tecnologias
contemporâneas por meio das experiências de vida e do acesso aos
diferentes recursos tecnológicos.
EA14 - Expressar-se através de produções musicais.
EA19 - Correlacionar as produções em Música com as tecnologias
contemporâneas por meio das experiências de vida e do
acesso aos diferentes.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções teatrais, seus
contextos e sua identidade cultural.
EA8 - Compreender os fundamentos das dramaturgias em suas
variadas formas.
EA14 - Expressar-se através de produções teatrais.
2 Ano
IV
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem visual
2 Ano
IV
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem da dança
2 Ano
IV
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem musical
IV
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem teatral
2 Ano
Utilização das relações entre a Dança e as outras
linguagens artísticas
Utilização da apreciação musical em diferentes tipos e
estilos de música na releitura de obra musicais
Leitura e releitura de obras cênicas, identificando os
elementos da linguagem: interpretação, representação,
direção e encenação, cenografia, indumentária,
iluminação, sonoplastia e espaço-cênico
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PRIORITÁRIAS DE ARTE
3º ANO
Série
Bimestre
Eixo/ Campo
Expressão e comunicação
Humana na linguagem visual
Expressão e comunicação
Humana na linguagem Dança
3 Ano
I
3 Ano
I
3 Ano
I
Expressão e comunicação
Humana na linguagem musical
3 Ano
I
Expressão e comunicação
Humana na linguagem teatral
3 Ano
II
Apreciação estética da
linguagem visual
ARTE
Expectativa de Aprendizagem
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais
EA11 - Vivenciar, enquanto fruidor, as Artes Visuais.
EA7 - Estabelecer relações entre as diferentes performances
em Dança de forma crítica, não linear.
EA9 - Identificar elementos da expressão musical
EA11 - Compreender as expressões da Música através de
parâmetros estéticos.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções
teatrais, seus contextos e sua identidade cultural.
EA3 - Contextualizar produções teatrais.
EA7 - Compreender a relação entre produções de Artes Visuais
de forma crítica, a partir dos legados culturais locais.
EA8 - Identificar produções em Artes Visuais locais, regionais,
nacionais e internacionais.
Conteúdos
Identificação dos signos da linguagem visual com ênfase no
elemento luz
Identificação da relação entre os movimentos e a interpretação
na dança
Reconhecimento e exploração/estruturação de ruídos, sons,
ritmos, movimentos
Reconhecimento do Teatro como fato histórico, sociocultural e
contextualizado nas diversas culturas: gêneros, estilos,
movimentos, dramaturgos e dos artistas
Compreensão da noção de luz no contexto do espaço real e do
espaço representado na obra de arte, no objeto da cultura ou da
natureza
3 Ano
II
3 Ano
II
3 Ano
II
3 Ano
III
3 Ano
III
3 Ano
III
3 Ano
III
3 Ano
IV
3 Ano
IV
3 Ano
IV
3 Ano
IV
Apreciação estética da
linguagem da dança
Apreciação estética da
linguagem musical
Apreciação estética da
linguagem teatral
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem visual
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem da dança
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem musical
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem teatral
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem visual
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem da dança
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem musical
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem teatral
EA7 - Estabelecer relações entre as diferentes performances
em Dança de forma crítica, não linear
Identificação e leitura da relação entre a Dança e as outras
linguagens artísticas
EA15 - Vivenciar, enquanto fruidor, experiências musicais.
Identificação e leitura (apreciação) de diferentes estilos musicais
EA13 - Posicionar-se criticamente em relação a produções
teatrais.
Leitura e compreensão da produção de diferentes textos
dramático e teatral
Uso dos signos da linguagem visual, com ênfase no elemento luz,
EA5 - Construir repertórios significativos em Artes Visuais
na perspectiva de releitura de obra de arte, objeto da cultura ou
da natureza, visando à composição de obra e/ou objeto de arte
EA18 - Correlacionar as produções em Dança com as
Uso da linguagem corporal buscando identificar a relação entre
tecnologias contemporâneas por meio das experiências de vida os movimentos e a interpretação na dança como linguagem
e do acesso aos diferentes recursos tecnológicos.
artística
EA20 - Conhecer, valorizar e respeitar os diversos espaços de
Uso dos signos da linguagem musical, na perspectiva de releitura
circulação, reconhecendo sua importância para a construção e
de obras musicais e de composição dos alunos
a preservação dos bens artísticos/culturais.
EA9 - Identificar e experenciar elementos da encenação.
EA14 - Expressar-se através de produções teatrais
EA6 - Experienciar e apropriar-se de materiais e suportes em
Artes Visuais Ea17 - Elaborar e construir formas pessoais de
registro em Artes Visuais.
EA5 - Construir significativamente repertório em produções de
Dança. EA14 - Expressar-se através da Dança.
EA14 - Expressar-se através de produções musicais.
EA17 - Argumentar sobre Arte, a partir do conhecimento
construído em Música.
EA18 - Correlacionar as produções em Teatro com as
tecnologias contemporâneas por meio das experiências de vida
e do acesso aos diferentes recursos tecnológicos.
Emprego dos conhecimentos sobre de textos dramáticos
Emprego dos conhecimentos sobre a noção de luz representado
nas atividades de produções de releitura de obra de arte e/ou
objeto de arte
Emprego dos conhecimentos sobre a noção de expressão na
Dança e nas atividades de produções de releitura de obras
artísticas dessa linguagem
Utilização da noção de ruídos, sons, ritmos, movimentos na
produção musical
Uso dos conhecimentos sobre elementos da linguagem:
interpretação, representação, direção e encenação, cenografia,
indumentária, iluminação, sonoplastia e espaço-cênico
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM COMPLEMENTARES DE ARTE
1º ANO
Eixo/ Campo
Arte
Expectativa de Aprendizagem
Série
Bimestre
1 Ano
I
Expressão e comunicação
Humana na linguagem visual
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais.
EA5 - Construir repertórios significativos em Artes Visuais.
1 Ano
I
Expressão e comunicação
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais.
Conteúdos
Conhecimento sobre espaço, buscando estabelecer relação
entre o espaço real e o espaço representado a partir da
especificidade de cada um destes
Reconhecimento da linha como elemento presente na
1 Ano
I
1 Ano
I
1 Ano
I
1 Ano
I
1 Ano
I
Humana na linguagem visual
Expressão e comunicação
Humana na linguagem Dança
Expressão e comunicação
Humana na linguagem Dança
Expressão e comunicação
Humana na linguagem musical
Expressão e comunicação
Humana na linguagem musical
Expressão e comunicação
Humana na linguagem musical
1 Ano
I
Expressão e comunicação
Humana na linguagem teatral
1 Ano
I
Expressão e comunicação
Humana na linguagem teatral
1 Ano
I
Expressão e comunicação
Humana na linguagem teatral
1 Ano
I
Expressão e comunicação
Humana na linguagem teatral
EA5 - Construir repertórios significativos em Artes Visuais.
EA8 - Compreender os fundamentos da Dança.
EA9 - Identificar os elementos expressivos da Dança.
EA13 - Posicionar-se criticamente em relação a produções em Dança.
EA8 - Compreender os fundamentos da Música.
EA18 - Identificar os elementos básicos do som.
EA15 - Vivenciar, enquanto fruidor, experiências musicais.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções teatrais, seus
contextos e sua identidade cultural.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro.
EA4 - (Re)conhecer a pluralidade de performances teatrais.
EA5 - Construir significativamente repertório em Teatro. EA6 Conhecer as diversas possibilidades das expressões teatrais.
EA8 - Compreender os fundamentos das dramaturgias em suas
variadas formas.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções teatrais, seus
contextos e sua identidade cultural.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro.
EA4 - (Re)conhecer a pluralidade de performances teatrais.
EA5 - Construir significativamente repertório em Teatro. EA6 Conhecer as diversas possibilidades das expressões teatrais.
EA9 - Compreender os fundamentos das dramaturgias em suas
variadas formas.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções teatrais, seus
contextos e sua identidade cultural.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro.
EA4 - (Re)conhecer a pluralidade de performances teatrais.
EA5 - Construir significativamente repertório em Teatro. EA6 Conhecer as diversas possibilidades das expressões teatrais.
EA10 - Compreender os fundamentos das dramaturgias em suas
variadas formas.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções teatrais, seus
contextos e sua identidade cultural.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro.
EA4 - (Re)conhecer a pluralidade de performances teatrais.
EA5 - Construir significativamente repertório em Teatro.
EA6 - Conhecer as diversas possibilidades das expressões teatrais.
EA11 - Compreender os fundamentos das dramaturgias em suas
variadas formas.
composição das artes visuais.
Conhecimento sobre movimentos, esforço, respiração,
ritmo, etc.
Reconhecimento da relação entre a Dança e as outras
linguagens artísticas
Conhecimento sobre canção: exploração/estruturação de
ruídos, sons, ritmos, movimentos
Reconhecimento e exploração/estruturação de ruídos,
sons, ritmos, movimentos
Conhecimento sobre apreciação musical
Reconhecimento do Teatro como linguagem para
consciência, utilização e construção corporal e vocal
Conhecimento das relações entre teatro e a realidade
(pesquisa, a produção de máscara, vestuário, objeto de
cena, iluminação, sonoridade, cenografia e maquiagem)
Conhecimento sobre a concepção, significado de Jogo
Dramático e Jogo Teatral, apreendendo suas semelhanças e
diferenças
Identificação das características e significados da
improvisação e da interpretação no contexto da linguagem
teatral
1 Ano
I
Apreciação estética da
linguagem visual
1 Ano
I
Apreciação estética da
linguagem visual
1 Ano
I
Apreciação estética da
linguagem visual
1 Ano
I
Apreciação estética da
linguagem visual
1 Ano
I
Apreciação estética da
linguagem visual
1 Ano
I
1 Ano
I
1 Ano
I
Apreciação estética da
linguagem da dança
Apreciação estética da
linguagem da dança
Apreciação estética da
linguagem musical
1 Ano
I
Apreciação estética da
linguagem teatral
1 Ano
I
Apreciação estética da
linguagem teatral
1 Ano
I
Apreciação estética da
linguagem teatral
1 Ano
I
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções artísticas,
seus contextos e suas identidades culturais. EA3 - Contextualizar
produções de Artes Visuais.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções artísticas,
seus contextos e suas identidades culturais.
EA3 - Contextualizar produções de Artes Visuais.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções artísticas,
seus contextos e suas identidades culturais.
EA3 - Contextualizar produções de Artes Visuais.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções artísticas,
seus contextos e suas identidades culturais. EA3 - Contextualizar
produções de Artes Visuais.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções artísticas,
seus contextos e suas identidades culturais. EA3 - Contextualizar
produções de Artes Visuais.
EA9 - Identificar os elementos expressivos da Dança.
EA13 - Posicionar-se criticamente em relação a produções em Dança.
EA18 - Identificar os elementos básicos do som.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro.
EA4 - (Re)conhecer a pluralidade de performances teatrais.
EA5 - Construir significativamente repertório em Teatro.
EA6 - Conhecer as diversas possibilidades das expressões teatrais.
EA8 - Compreender os fundamentos das dramaturgias em suas
variadas formas.
EA10 - Reconhecer características da produção teatral de
Pernambuco.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro.
EA5 - Construir significativamente repertório em Teatro.
EA10 - Reconhecer características da produção teatral de
Pernambuco
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro.
EA4 - (Re)conhecer a pluralidade de performances teatrais.
EA5 - Construir significativamente repertório em Teatro.
EA6 - Conhecer as diversas possibilidades das expressões teatrais.
EA8 - Compreender os fundamentos das dramaturgias em suas
variadas formas.
EA10 - Reconhecer características da produção teatral de
Pernambuco.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções artísticas,
seus contextos e suas identidades culturais.
Identificação e leitura dos tipos de cores e o sentido
atribuído no contexto da obra de arte, da natureza e da
cultura.
Compreensão da noção Espaço no contexto do espaço real
e do espaço representado na obra de arte, no objeto da
cultura ou da natureza.
Leitura e compreensão dos Signos da linguagem visual no
contexto da composição da obra de arte, do objeto da
cultura e/ou da natureza.
Identificação e leitura dos tipos de linha, presentes no
conteúdo e forma da obra de arte, do objeto da cultura
e/ou da natureza, apreendendo-as como parte do todo.
Identificação e leitura dos tipos de linha, presentes no
conteúdo e forma da obra de arte, do objeto da cultura
e/ou da natureza, apreendendo-as como parte do todo.
Compreensão da noção de movimentos, esforço,
respiração, ritmo, etc.
Identificação e leitura da relação entre a Dança e as outras
linguagens artísticas
Compreensão da noção de ruídos, sons, ritmos,
movimentos
Compreensão da noção de Jogo dramático, o jogo teatral
Identificação, leitura e análise dos Componentes
estruturadores do teatro: signos teatrais
Leitura e releitura de obras cênicas, identificando as
relações entre teatro e a realidade (pesquisa, a produção
de máscara, vestuário, objeto de cena, iluminação,
sonoridade, cenografia e maquiagem)
Emprego dos conhecimentos sobre a noção de Espaço,
considerando as noções tanto de espaço real quanto de
1 Ano
I
1 Ano
I
1 Ano
I
1 Ano
I
1 Ano
I
1 Ano
I
1 Ano
I
1 Ano
I
1 Ano
I
linguagem visual
EA3 - Contextualizar produções de Artes Visuais.
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem visual
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções artísticas,
seus contextos e suas identidades culturais. EA3 - Contextualizar
produções de Artes Visuais.
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem visual
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem visual
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem visual
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem visual
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem da dança
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem da dança
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem da dança
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem musical
1 Ano
I
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem musical
1 Ano
I
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem teatral
EA6- Experienciar e apropriar-se de materiais e suportes em Artes
Visuais.
EA6- Experienciar e apropriar-se de materiais e suportes em Artes
Visuais.
EA6- Experienciar e apropriar-se de materiais e suportes em Artes
Visuais.
EA6- Experienciar e apropriar-se de materiais e suportes em Artes
Visuais.
espaço representado nas atividades de produções de
releitura de obra de arte e/ou objeto de arte
Utilização das cores nas atividades de releitura da obra de
arte e/ou objeto de arte, revelando a apreensão dos
significados e significantes da cor nas artes visuais no
contexto da natureza e da cultura
Utilização de diferentes tipos de linhas na releitura de obra
de arte e/ou objeto de arte como produção
Uso dos signos da linguagem visual na perspectiva de
releitura de obra de arte, objeto da cultura ou da natureza,
visando à composição de obra e/ou objeto de arte
Emprego dos conhecimentos sobre a noção de Espaço,
considerando as noções tanto de espaço real quanto de
espaço representado nas atividades de produções de
releitura de obra de arte e/ou objeto de arte
Utilização de diferentes tipos de linhas na releitura de obra
de arte e/ou objeto de arte
como produção
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções em Dança e
seu contexto, e suas identidades culturais.
Uso da linguagem corporal, como uma construção social,
cultural e individual
EA5 - Construir significativamente repertório em produções de
Dança.
EA7 - Estabelecer relações entre as diferentes performances em
Dança de forma crítica, não linear.
Emprego dos conhecimentos sobre a noção de
movimentos, esforço, respiração, ritmo, etc.
EA13 - Posicionar-se criticamente em relação a produções em Dança.
Utilização das relações entre a Dança e as outras
linguagens artísticas
EA5 - Construir significativamente repertório em produções musicais. Uso dos signos da linguagem musical na perspectiva de
EA16 -Trabalhar individual e coletivamente em expressões musicais. releitura de obras nessa linguagem
EA6 - Conhecer as diversas possibilidades das expressões musicais.
EA10 - (Re)conhecer características da produção musical de
Pernambuco.
EA20 - Conhecer, valorizar e respeitar os diversos espaços de
circulação, reconhecendo sua importância para a construção e a
preservação dos bens artísticos/culturais.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro.
EA5 - Construir significativamente repertório em Teatro.
EA6 - Conhecer as diversas possibilidades das expressões teatrais.
EA8 - Compreender os fundamentos das dramaturgias em suas
variadas formas.
Emprego dos conhecimentos sobre a noção de canção na
linguagem musical
Uso dos conhecimentos sobre Componentes
estruturadores do teatro: signos teatrais
1 Ano
I
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem teatral
1 Ano
II
Expressão e comunicação
Humana na linguagem visual
1 Ano
II
Expressão e comunicação
Humana na linguagem visual
1 Ano
II
Expressão e comunicação
Humana na linguagem visual
1 Ano
II
Expressão e comunicação
Humana na linguagem visual
1 Ano
II
Expressão e comunicação
Humana na linguagem Dança
EA9 - Identificar e experenciar elementos da encenação.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro.
EA5 - Construir significativamente repertório em Teatro.
EA6 - Conhecer as diversas possibilidades das expressões teatrais.
EA8 - Compreender os fundamentos das dramaturgias em suas
variadas formas.
EA9 - Identificar e experenciar elementos da encenação.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais.
EA5 - Construir repertórios significativos em Artes Visuais.
EA9 - Conhecer e estabelecer relações formais e simbólicas entre
análise estética, contextualização e processos da produção visual.
EA11 - Vivenciar, enquanto fruidor, as Artes Visuais.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais.
EA5 - Construir repertórios significativos em Artes Visuais.
EA9 - Conhecer e estabelecer relações formais e simbólicas entre
análise estética, contextualização e processos da produção visual.
EA11 - Vivenciar, enquanto fruidor, as Artes Visuais.
EA16 -(Re)conhecer as características das produções em Artes Visuais
em Pernambuco.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais.
EA5 - Construir repertórios significativos em Artes Visuais.
EA9 - Conhecer e estabelecer relações formais e simbólicas entre
análise estética, contextualização e processos da produção visual.
EA11 - Vivenciar, enquanto fruidor, as Artes Visuais.
EA16 -(Re)conhecer as características das produções em Artes Visuais
em Pernambuco.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais.
EA5 - Construir repertórios significativos em Artes Visuais.
EA9 - Conhecer e estabelecer relações formais e simbólicas entre
análise estética, contextualização e processos da produção visual.
EA11 - Vivenciar, enquanto fruidor, as Artes Visuais.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções em Dança e
seu contexto, e suas identidades culturais.
1 Ano
II
Expressão e comunicação
Humana na linguagem Dança
EA15 - Vivenciar, enquanto fruidor, de forma significativa,
experiências em Dança
1 Ano
II
Expressão e comunicação
Humana na linguagem Dança
EA17 - Argumentar sobre Arte, a partir dos conhecimentos
construídos em Dança.
II
Expressão e comunicação
Humana na linguagem Dança
EA13 - Posicionar-se criticamente em relação a produções em Dança.
EA19 - Conhecer, valorizar e respeitar os diversos espaços de
circulação, reconhecendo sua importância para a construção e a
preservação dos bens artísticos/culturais.
1 Ano
Uso dos conhecimentos sobre as Relações entre teatro e a
realidade (pesquisa, a produção de máscara, vestuário,
objeto de cena, iluminação, sonoridade, cenografia e
maquiagem)
Identificação dos signos da linguagem visual
Conhecimento sobre espaço, buscando estabelecer relação
entre o espaço real e o espaço representado a partir da
especificidade de cada um destes
Reconhecimento da cor como elemento significativo das
artes visuais buscando identificar as especificidades das
cores da natureza e da cultura, estabelecendo relação
entre elas
Reconhecimento da linha como elemento presente na
composição das artes visuais.
Identificação dos signos da linguagem da dança
Conhecimento sobre elementos e dinâmicas de
movimento: – peso, espaço, fluência e tempo representado
a partir da especificidade de cada um destes
Reconhecimento dos elementos peso, espaço, fluência e
tempo como elemento significativo da Dança, buscando
identificar as especificidades de cada um desses elementos
Reconhecimento da Expressão como elemento presente na
composição da Dança enquanto linguagem artística
1 Ano
II
1 Ano
II
1 Ano
II
Expressão e comunicação
Humana na linguagem musical
Expressão e comunicação
Humana na linguagem musical
Expressão e comunicação
Humana na linguagem musical
1 Ano
II
Expressão e comunicação
Humana na linguagem teatral
1 Ano
II
Expressão e comunicação
Humana na linguagem teatral
1 Ano
II
Expressão e comunicação
Humana na linguagem teatral
II
Expressão e comunicação
Humana na linguagem teatral
1 Ano
1 Ano
II
Apreciação estética da
linguagem visual
1 Ano
II
Apreciação estética da
linguagem visual
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções musicais, seu
contexto e sua identidade cultural.
EA4 - (Re)conhecer a pluralidade de expressões musicais.
EA9 - Identificar elementos da expressão musical.
EA11 - Compreender as expressões da Música através de parâmetros
estéticos.
EA18 - Identificar os elementos básicos do som.
EA8 - Compreender os fundamentos da Música.
EA18 - Identificar os elementos básicos do som.
EA15 - Vivenciar, enquanto fruidor, experiências musicais.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções teatrais, seus
contextos e sua identidade cultural.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro.
EA5 -Construir significativamente repertório em Teatro.
EA6 - Conhecer as diversas possibilidades das expressões teatrais.
EA8 - Compreender os fundamentos das dramaturgias em suas
variadas formas.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro.
EA4 - (Re)conhecer a pluralidade de performances teatrais.
EA5 - Construir significativamente repertório em Teatro.
EA6 - Conhecer as diversas possibilidades das expressões teatrais.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro.
EA5 - Construir significativamente repertório em Teatro.
EA6 - Conhecer as diversas possibilidades das expressões teatrais.
EA13 - Posicionar-se criticamente em relação a produções teatrais.
EA15 - Vivenciar, enquanto fruidor, de forma significativa,
experiências teatrais.
EA17 - Argumentar sobre Arte, a partir do conhecimento construído
em Teatro.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro.
EA5 - Construir significativamente repertório em Teatro.
EA9 - Identificar e experenciar elementos da encenação.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções artísticas,
seus contextos e suas identidades culturais.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais.
EA3 -Contextualizar produções de Artes Visuais.
EA4 - Reconhecer a pluralidade de manifestações das Artes Visuais.
EA5 - Construir repertórios significativos em Artes Visuais.
EA3 - Contextualizar produções de Artes Visuais.
EA8 - Identificar produções em Artes Visuais locais, regionais,
nacionais e internacionais.
Conhecimento sobre signos musicais a partir de oficinas
(experimentação/pesquisa) desenvolvidas pelo professor
Identificação de signos musicais (experimentação/
pesquisa)
Conhecimento sobre apreciação musical
Identificação do teatro como linguagem e de textos
dramáticos como uma construção social, cultural e
individual
Conhecimento sobre estrutura de ações cênicas: (cena, ato,
enredo, conflito, tempo, espaço, personagens, diálogo e
monólogo)
Conhecimento, reconhecimento de análise do texto cênico
(texto espetacular)
Conhecimento sobre os elementos da linguagem:
interpretação, representação, direção e encenação,
cenografia, indumentária, iluminação, sonoplastia e
espaço-cênico
Identificação dos signos da linguagem visual.
Conhecimento sobre espaço, buscando estabelecer relação
entre o espaço real e o espaço representado a partir da
especificidade de cada um destes
1 Ano
II
Apreciação estética da
linguagem visual
1 Ano
II
Apreciação estética da
linguagem visual
1 Ano
II
Apreciação estética da
linguagem da dança
1 Ano
II
Apreciação estética da
linguagem da dança
1 Ano
II
Apreciação estética da
linguagem da dança
1 Ano
II
Apreciação estética da
linguagem musical
EA9 - Conhecer e estabelecer relações formais e simbólicas entre
análise estética, contextualização e processos da produção visual.
EA10 - Posicionar-se criticamente em relação às produções de Artes
Visuais.
EA11 - Vivenciar, enquanto fruidor, as Artes Visuais.
EA13 - Argumentar sobre Arte, a partir do conhecimento construído
em Artes Visuais.
EA16 - (Re)conhecer as características das produções em Artes
Visuais em Pernambuco.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais.
EA3 - Contextualizar produções de Artes Visuais.
EA5 - Construir repertórios significativos em Artes Visuais.
EA9 - Conhecer e estabelecer relações formais e simbólicas entre
análise estética, contextualização e processos da produção visual.
EA11 - Vivenciar, enquanto fruidor, as Artes Visuais.
EA13 - Argumentar sobre Arte, a partir do conhecimento construído
em Artes Visuais.
EA16 -(Re)conhecer as características das produções em Artes Visuais
em Pernambuco.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais.
EA3 - Contextualizar produções de Artes Visuais.
EA5 - Construir repertórios significativos em Artes Visuais.
EA8 - Identificar produções em Artes Visuais locais, regionais,
nacionais e internacionais.
EA9 - Conhecer e estabelecer relações formais e simbólicas entre
análise estética, contextualização e processos da produção visual.
EA11 - Vivenciar, enquanto fruidor, as Artes Visuais.
EA3 - Compreender e contextualizar produções em Dança.
EA4 - (Re)conhecer a pluralidade de expressões em Dança.
EA19 - Conhecer, valorizar e respeitar os diversos espaços de
circulação, reconhecendo sua importância para a construção e a
preservação dos bens artísticos/culturais.
EA7 - Estabelecer relações entre as diferentes performances em
Dança de forma crítica, não linear.
EA19 - Conhecer, valorizar e respeitar os diversos espaços de
circulação, reconhecendo sua importância para a construção e a
preservação dos bens artísticos/culturais.
EA6 - Conhecer as diversas possibilidades das expressões em Dança.
EA12 - Correlacionar significativamente vivências em Dança e
experiência de vida.
EA3 - Conhecer e contextualizar produções musicais.
EA10 - (Re)conhecer características da produção musical de
Pernambuco.
Reconhecimento da cor como elemento significativo das
artes visuais buscando identificar as especificidades das
cores da natureza e da cultura, estabelecendo relação
entre elas
Reconhecimento da linha como elemento presente na
composição das artes visuais
Leitura e compreensão da expressão na Dança, no contexto
da composição da obra de arte, de objeto da cultura e/ou
da natureza nessa linguagem artística
Compreensão da noção espaço no contexto do espaço real
e do espaço representado na composição da dança como
objeto de arte, da cultura e/ou da natureza
Identificação e leitura dos elementos e dinâmicas de
movimento: peso, espaço, fluência e tempo e o sentido
atribuído no contexto da dança como obra artística
Leitura e compreensão dos signos musicais, no contexto da
composição da obra de arte musical trabalhada
1 Ano
II
Apreciação estética da
linguagem musical
1 Ano
II
Apreciação estética da
linguagem teatral
1 Ano
II
Apreciação estética da
linguagem teatral
1 Ano
II
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem visual
1 Ano
II
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem visual
1 Ano
II
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem visual
1 Ano
II
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
EA18 - Identificar os elementos básicos do som.
EA3 - Conhecer e contextualizar produções musicais.
EA10 - (Re)conhecer características da produção musical de
Pernambuco.
EA18 - Identificar os elementos básicos do som
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro.
EA5 - Construir significativamente repertório em Teatro.
EA9 - Identificar e experenciar elementos da encenação.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro.
EA5 - Construir significativamente repertório em Teatro.
EA9 - Identificar e experenciar elementos da encenação.
EA1- Conhecer e estabelecer relações entre produções artísticas,
seus contextos e suas identidades culturais.
EA2- Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais.
EA5- Construir repertórios significativos em Artes Visuais.
EA6- Experienciar e apropriar-se de materiais e suportes em Artes
Visuais.
EA9- Conhecer e estabelecer relações formais e simbólicas entre
análise estética, contextualização e processos da produção visual.
EA17- Elaborar e construir formas pessoais de registro em Artes
Visuais.
EA1- Conhecer e estabelecer relações entre produções artísticas,
seus contextos e suas identidades culturais.
EA2- Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais.
EA5- Construir repertórios significativos em Artes Visuais.
EA6- Experienciar e apropriar-se de materiais e suportes em Artes
Visuais.
EA9- Conhecer e estabelecer relações formais e simbólicas entre
análise estética, contextualização e processos da produção visual.
EA17- Elaborar e construir formas pessoais de registro em Artes
Visuais.
EA1- Conhecer e estabelecer relações entre produções artísticas,
seus contextos e suas identidades culturais.
EA2- Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais.
EA5- Construir repertórios significativos em Artes Visuais.
EA6- Experienciar e apropriar-se de materiais e suportes em Artes
Visuais.
EA9- Conhecer e estabelecer relações formais e simbólicas entre
análise estética, contextualização e processos da produção visual.
EA17- Elaborar e construir formas pessoais de registro em Artes
Visuais
EA5 - Construir significativamente repertório em produções de
Dança.
Identificação e leitura (apreciação) de diferentes estilos
musicais
Compreensão da noção da estrutura de ações cênicas:
(cena, ato, enredo, conflito, tempo, espaço, personagens,
diálogo e monólogo)
Identificação, leitura e análise de textos cênicos (texto
espetacular)
Uso dos signos da linguagem visual na perspectiva de
releitura de obra de arte, objeto da cultura ou da natureza,
visando à composição de obra e/ou objeto de arte
Emprego dos conhecimentos sobre a noção de Espaço,
considerando as noções tanto de espaço real quanto de
espaço representado nas atividades de produções de
releitura de obra de arte e/ou objeto de arte
Utilização de diferentes tipos de linhas na releitura de obra
de arte e/ou objeto de arte como produção
Emprego dos conhecimentos sobre a noção de expressão
na Dança e nas atividades de produções de releitura de
linguagem da dança
1 Ano
II
1 Ano
II
1 Ano
II
1 Ano
II
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem da dança
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem musical
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem musical
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem musical
1 Ano
II
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem teatral
1 Ano
II
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem teatral
1 Ano
II
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem teatral
1 Ano
II
Produção cultural, histórica e
EA7 - Estabelecer relações entre as diferentes performances em
Dança de forma crítica, não linear.
EA14 - Expressar-se através da Dança.
EA16 - Trabalhar individual e coletivamente em expressões em
Dança.
obras artísticas dessa linguagem
EA5 - Construir significativamente repertório em produções de
Dança.
EA7- Estabelecer relações entre as diferentes performances em
Dança de forma crítica, não linear.
Uso dos conhecimentos sobre elementos da linguagem e
dinâmicas de movimento: peso, espaço, fluência e tempo:
interpretação, representação, direção e encenação,
cenografia, indumentária, iluminação, sonoplastia e
espaço-cênico na composição de uma dança
EA18 - Identificar os elementos básicos do som.
Uso dos signos da linguagem musical, na perspectiva de
releitura de obras musicais e de composição dos alunos
EA18 - Identificar os elementos básicos do som.
Utilização da noção de ruídos, sons, ritmos, movimentos na
produção musical
EA14 - Expressar-se através de produções musicais.
EA17 - Argumentar sobre Arte, a partir do conhecimento construído
em Música.
EA5 - Construir significativamente repertório em Teatro.
EA9 - Identificar e experenciar elementos da encenação.
EA11 - Compreender as performances teatrais a partir de parâmetros
estéticos.
EA12 - Correlacionar vivências em Teatro e experiência de vida. EA14
- Expressar-se através de produções teatrais.
EA16 - Trabalhar individual e coletivamente em produções Teatrais.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro.
EA5 - Construir significativamente repertório em Teatro.
EA6 - Conhecer as diversas possibilidades das expressões teatrais.
EA9 - Identificar e experenciar elementos da encenação.
EA11 - Compreender as performances teatrais a partir de parâmetros
estéticos.
EA12 - Correlacionar vivências em Teatro e experiência de vida. EA14
- Expressar-se através de produções teatrais.
EA16 - Trabalhar individual e coletivamente em produções Teatrais.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções teatrais, seus
contextos e sua identidade cultural.
EA5 - Construir significativamente repertório em Teatro.
EA10 - Reconhecer características da produção teatral de
Pernambuco.
EA14 - Expressar-se através de produções teatrais.
EA16 - Trabalhar individual e coletivamente em produções Teatrais.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções teatrais, seus
Utilização da apreciação musical em diferentes tipos e
estilos de música na releitura de obra musicais
Uso dos conhecimentos sobre elementos da linguagem:
interpretação, representação, direção e encenação,
cenografia, indumentária, iluminação, sonoplastia e
espaço-cênico
Utilização da estrutura de ações cênicas: (cena, ato,
enredo, conflito, tempo, espaço, personagens, diálogo e
monólogo)
Emprego dos conhecimentos sobre de textos dramáticos
Uso de textos dramáticos como uma construção social,
manifestação coletiva da
linguagem teatral
1 Ano
II
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem teatral
1 Ano
III
Expressão e comunicação
Humana na linguagem visual
1 Ano
III
Expressão e comunicação
Humana na linguagem visual
1 Ano
III
Expressão e comunicação
Humana na linguagem visual
1 Ano
III
Expressão e comunicação
Humana na linguagem visual
1 Ano
III
Expressão e comunicação
Humana na linguagem Dança
contextos e sua identidade cultural.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro.
EA4 - (Re)conhecer a pluralidade de performances teatrais.
EA5 - Construir significativamente repertório em Teatro.
EA6 - Conhecer as diversas possibilidades das expressões teatrais.
EA10 - Reconhecer características da produção teatral de
Pernambuco.
EA11 - Compreender as performances teatrais a partir de parâmetros
estéticos.
EA12 - Correlacionar vivências em Teatro e experiência de vida. EA14
- Expressar-se através de produções teatrais.
EA16 - Trabalhar individual e coletivamente em produções Teatrais.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções teatrais, seus
contextos e sua identidade cultural.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro.
EA5 - Construir significativamente repertório em Teatro.
EA8 - Compreender os fundamentos das dramaturgias em suas
variadas formas.
EA9 - Identificar e experenciar elementos da encenação.
EA10 - Reconhecer características da produção teatral de
Pernambuco.
EA11 - Compreender as performances teatrais a partir de parâmetros
estéticos.
EA14 - Expressar-se através de produções teatrais.
EA16 - Trabalhar individual e coletivamente em produções Teatrais.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções artísticas,
seus contextos e suas identidades culturais.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais.
EA5 - Construir repertórios significativos em Artes Visuais.
EA11 - Vivenciar, enquanto fruidor, as Artes Visuais.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais.
EA5 - Construir repertórios significativos em Artes Visuais.
EA11 - Vivenciar, enquanto fruidor, as Artes Visuais.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções artísticas,
seus contextos e suas identidades culturais.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais.
EA5 - Construir repertórios significativos em Artes Visuais.
EA11 - Vivenciar, enquanto fruidor, as Artes Visuais.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais.
EA5 - Construir repertórios significativos em Artes Visuais.
EA11 - Vivenciar, enquanto fruidor, as Artes Visuais.
EA7 - Estabelecer relações entre as diferentes performances em
Dança de forma crítica, não linear.
cultural e individual
Leitura e releitura de obras cênicas, identificando os
elementos da linguagem: interpretação, representação,
direção e encenação, cenografia, indumentária, iluminação,
sonoplastia e espaço-cênico
Identificação do elemento volume no contexto da obra de
arte
Conhecimento sobre profundidade ilusória do espaço
bidimensional
Reconhecimento do volume como elemento significativo
das artes visuais, buscando identificar o papel desse
elemento no contexto das artes visuais
Reconhecimento do volume como elemento presente na
composição das artes visuais
Identificação da relação entre os movimentos e a
interpretação na dança
1 Ano
III
Expressão e comunicação
Humana na linguagem Dança
1 Ano
III
Expressão e comunicação
Humana na linguagem Dança
1 Ano
III
Expressão e comunicação
Humana na linguagem musical
1 Ano
III
Expressão e comunicação
Humana na linguagem musical
1 Ano
III
Expressão e comunicação
Humana na linguagem musical
1 Ano
III
Expressão e comunicação
Humana na linguagem musical
1 Ano
III
Expressão e comunicação
Humana na linguagem teatral
1 Ano
III
Expressão e comunicação
Humana na linguagem teatral
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções em Dança e
seu contexto, e suas identidades culturais.
EA11 - Compreender as expressões da Dança através de parâmetros
estéticos.
EA7 - Estabelecer relações entre as diferentes performances em
Dança de forma crítica, não linear
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções musicais, seu
contexto e sua identidade cultural.
EA4 - (Re) conhecer a pluralidade de expressões musicais.
EA9 - Identificar elementos da expressão musical.
EA11 - Compreender as expressões da Música através de parâmetros
estéticos.
EA18 - Identificar os elementos básicos do som.
EA8 - Compreender os fundamentos da Música.
EA18 - Identificar os elementos básicos do som.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções musicais, seu
contexto e sua identidade cultural.
EA4 - (Re) conhecer a pluralidade de expressões musicais.
EA9 - Identificar elementos da expressão musical.
EA11 - Compreender as expressões da Música através de parâmetros
estéticos.
EA18 - Identificar os elementos básicos do som.
EA20 - Conhecer, valorizar e respeitar os diversos espaços de
circulação, reconhecendo sua importância para a construção e a
preservação dos bens artísticos/culturais.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções teatrais, seus
contextos e sua identidade cultural.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro.
EA3 - Contextualizar produções teatrais.
EA4 - (Re)conhecer a pluralidade de performances teatrais.
EA5 - Construir significativamente repertório em Teatro.
EA6 - Conhecer as diversas possibilidades das expressões teatrais.
EA8 - Compreender os fundamentos das dramaturgias em suas
variadas formas.
EA10 - Reconhecer características da produção teatral de
Pernambuco.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro.
EA4 - (Re)conhecer a pluralidade de performances teatrais.
EA5 - Construir significativamente repertório em Teatro.
EA6 - Conhecer as diversas possibilidades das expressões teatrais.
EA8 - Compreender os fundamentos das dramaturgias em suas
variadas formas.
EA10 - Reconhecer características da produção teatral de
Conhecimento sobre contextos da Dança
Reconhecimento da relação entre a Dança e as outras
linguagens artísticas
Identificação dos signos da linguagem musical
Conhecimento sobre canção: exploração/estruturação de
ruídos, sons, ritmos, movimentos
Reconhecimento e exploração/estruturação de ruídos,
sons, ritmos, movimentos
Conhecimento sobre apreciação musica
Reconhecimento do Teatro como fato histórico,
sociocultural e contextualizado nas diversas culturas:
gêneros, estilos, movimentos, dramaturgos e dos artistas
Identificação das características e significados da produção
e compreensão de diferentes textos dramático e teatral
1 Ano
III
Expressão e comunicação
Humana na linguagem teatral
1 Ano
III
Expressão e comunicação
Humana na linguagem teatral
1 Ano
III
Apreciação estética da
linguagem visual
1 Ano
III
Apreciação estética da
linguagem visual
1 Ano
III
Apreciação estética da
linguagem visual
1 Ano
III
Apreciação estética da
linguagem da dança
1 Ano
III
Apreciação estética da
Pernambuco.
EA15 - Vivenciar, enquanto fruidor, de forma significativa,
experiências teatrais.
EA19 - Conhecer, valorizar e respeitar os diversos espaços de
circulação, reconhecendo sua importância para a construção e a
preservação dos bens artísticos/culturais.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro.
EA4 - (Re)conhecer a pluralidade de performances teatrais.
EA5 - Construir significativamente repertório em Teatro.
EA6 - Conhecer as diversas possibilidades das expressões teatrais.
EA8 - Compreender os fundamentos das dramaturgias em suas
variadas formas.
EA11 - Compreender as performances teatrais a partir de parâmetros
estéticos.
EA13 - Posicionar-se criticamente em relação a produções teatrais.
EA17 - Argumentar sobre Arte, a partir do conhecimento construído
em Teatro.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro.
EA5 - Construir significativamente repertório em Teatro.
EA6 - Conhecer as diversas possibilidades das expressões teatrais.
EA17 - Argumentar sobre Arte, a partir do conhecimento construído
em Teatro.
EA9 - Conhecer e estabelecer relações formais e simbólicas entre
análise estética, contextualização e processos da produção visual.
EA11 - Vivenciar, enquanto fruidor, as Artes Visuais.
EA16 - (Re)conhecer as características das produções em Artes
Visuais em Pernambuco.
EA9 - Conhecer e estabelecer relações formais e simbólicas entre
análise estética, contextualização e processos da produção visual.
EA11 - Vivenciar, enquanto fruidor, as Artes Visuais.
EA16 - (Re)conhecer as características das produções em Artes
Visuais em Pernambuco.
EA9 - Conhecer e estabelecer relações formais e simbólicas entre
análise estética, contextualização e processos da produção visual.
EA11 - Vivenciar, enquanto fruidor, as Artes Visuais.
EA16 - (Re)conhecer as características das produções em Artes
Visuais em Pernambuco.
EA3 - Compreender e contextualizar produções em Dança.
EA4 - (Re)conhecer a pluralidade de expressões em Dança.
EA19 - Conhecer, valorizar e respeitar os diversos espaços de
circulação, reconhecendo sua importância para a construção e a
preservação dos bens artísticos/culturais.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções em Dança e
Conhecimento sobre a concepção e significado do teatro a
partir da produção e compreensão de diferentes textos
dramático e teatral
Conhecimento sobre os elementos estruturais: gênero,
enredo, ação dramática, planos de ação, diálogos,
monólogos e personagens
Leitura e compreensão dos signos da linguagem visual,
especificamente do volume no contexto da composição da
obra de arte, de objeto da cultura e/ou da natureza
Compreensão da noção de profundidade ilusória do espaço
bidimensional representado na obra de arte, no objeto da
cultura ou da natureza
Identificação e leitura do elemento volume no contexto da
obra de arte, da natureza e da cultura
Leitura e compreensão da relação entre os movimentos e a
interpretação da dança como linguagem artística
Compreensão do contexto na composição de uma Dança
linguagem da dança
Apreciação estética da
linguagem da dança
1 Ano
III
1 Ano
III
Apreciação estética da
linguagem musical
1 Ano
III
Apreciação estética da
linguagem musical
1 Ano
III
Apreciação estética da
linguagem musical
1 Ano
III
Apreciação estética da
linguagem teatral
1 Ano
III
Apreciação estética da
linguagem teatral
1 Ano
III
Apreciação estética da
linguagem teatral
1 Ano
III
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem visual
1 Ano
III
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
seu contexto, e suas identidades culturais.
EA7 - Estabelecer relações entre as diferentes performances em
Dança de forma crítica, não linear.
EA3 - Conhecer e contextualizar produções musicais.
EA10 - (Re) conhecer características da produção musical de
Pernambuco. EA18 - Identificar os elementos básicos do som.
EA3 - Conhecer e contextualizar produções musicais.
EA10 - (Re) conhecer características da produção musical de
Pernambuco.
EA18 - Identificar os elementos básicos do som.
EA15 - Vivenciar, enquanto fruidor, experiências musicais.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções teatrais, seus
contextos e sua identidade cultural.
EA3 - Contextualizar produções teatrais.
EA5 - Construir significativamente repertório em Teatro.
EA8 - Compreender os fundamentos das dramaturgias em suas
variadas formas.
EA10 - Reconhecer características da produção teatral de
Pernambuco.
EA13 Posicionar-se criticamente em relação a produções teatrais.
EA17 - Argumentar sobre Arte, a partir do conhecimento construído
em Teatro.
EA4 - (Re)conhecer a pluralidade de performances teatrais.
EA5 - Construir significativamente repertório em Teatro.
EA6 -Conhecer as diversas possibilidades das expressões teatrais.
EA13 - Posicionar-se criticamente em relação a produções teatrais.
EA17 - Argumentar sobre Arte, a partir do conhecimento construído
em Teatro.
EA4 - (Re)conhecer a pluralidade de performances teatrais.
EA5 - Construir significativamente repertório em Teatro.
EA6 -Conhecer as diversas possibilidades das expressões teatrais.
EA13 - Posicionar-se criticamente em relação a produções teatrais.
EA17 - Argumentar sobre Arte, a partir do conhecimento construído
em Teatro.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais.
EA5 - Construir repertórios significativos em Artes Visuais.
EA6 - Experienciar e apropriar-se de materiais e suportes em Artes
Visuais.
EA17 - Elaborar e construir formas pessoais de registro em Artes
Visuais.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções artísticas,
seus contextos e suas identidades culturais.
como linguagem artística
Identificação e leitura da relação entre a Dança e as outras
linguagens artísticas
Compreensão da noção de ruídos, sons, ritmos,
movimentos
Identificação e leitura dos estilos de música e o sentido
atribuído no contexto social e cultural
Identificação e leitura (apreciação) de diferentes estilos
musicais
Leitura e compreensão do Teatro como fato histórico,
sociocultural e contextualizado nas diversas culturas:
gêneros, estilos, movimentos, dramaturgos e dos artistas
Leitura e compreensão da produção de diferentes textos
dramático e teatral
Leitura e compreensão da produção de diferentes textos
dramático e teatral
Emprego dos conhecimentos sobre a noção de
profundidade ilusória do espaço bidimensional
representado nas atividades de produções de releitura de
obra de arte e/ou objeto de arte
Utilização do elemento volume nas atividades de releitura
da obra de arte e/ou objeto de arte, revelando a apreensão
linguagem visual
III
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem da dança
1 Ano
III
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem da dança
1 Ano
III
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem da dança
1 Ano
III
1 Ano
III
1 Ano
III
1 Ano
III
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem teatral
1 Ano
III
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem teatral
1 Ano
III
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem teatral
1 Ano
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem musical
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem musical
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem musical
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais.
EA5 - Construir repertórios significativos em Artes Visuais.
EA6 - Experienciar e apropriar-se de materiais e suportes em Artes
Visuais.
EA9 - Conhecer e estabelecer relações formais e simbólicas entre
análise estética, contextualização e processos da produção visual.
EA17 - Elaborar e construir formas pessoais de registro em Artes
Visuais.
EA5 - Construir significativamente repertório em produções de
Dança.
EA7 - Estabelecer relações entre as diferentes performances em
Dança de forma crítica, não linear.
EA5 - Construir significativamente repertório em produções de
Dança.
EA7 - Estabelecer relações entre as diferentes performances em
Dança de forma crítica, não linear.
EA5 - Construir significativamente repertório em produções de
Dança.
EA7 - Estabelecer relações entre as diferentes performances em
Dança de forma crítica, não linear
dos significados e significantes do mesmo nas artes visuais
no contexto da natureza e da cultura
Uso da linguagem corporal buscando identificar a relação
entre os movimentos e a interpretação na dança como
linguagem artística
Emprego dos conhecimentos sobre os contextos na Dança
Utilização dos conhecimentos sobre as relações entre a
Dança e as outras linguagens artísticas
EA18 - Identificar os elementos básicos do som.
Uso dos signos da linguagem musical na perspectiva de
releitura de obras nessa linguagem
EA18 - Identificar os elementos básicos do som.
Emprego dos conhecimentos sobre a noção de canção na
linguagem musical
EA14 - Expressar-se através de produções musicais.
EA17 - Argumentar sobre Arte, a partir do conhecimento construído
em Música
EA5 - Construir significativamente repertório em Teatro.
EA6 - Conhecer as diversas possibilidades das expressões teatrais.
EA9 - Identificar e experenciar elementos da encenação.
EA14 - Expressar-se através de produções teatrais.
EA16 - Trabalhar individual e coletivamente em produções Teatrais.
EA5 - Construir significativamente repertório em Teatro.
EA9 - Identificar e experenciar elementos da encenação.
EA14 - Expressar-se através de produções teatrais.
EA16 - Trabalhar individual e coletivamente em produções Teatrais.
EA17 - Argumentar sobre Arte, a partir do conhecimento construído
em Teatro.
EA12 - Correlacionar vivências em Teatro e experiência de vida. EA14
- Expressar-se através de produções teatrais. EA16 - Trabalhar
individual e coletivamente em produções Teatrais.
Utilização da noção de ruídos, sons, ritmos, movimentos na
produção musical
Uso do Teatro como fato histórico, sociocultural e
contextualizado nas diversas culturas: gêneros, estilos,
movimentos, dramaturgos e dos artistas
Emprego dos conhecimentos sobre a produção de
diferentes textos dramático e teatral
Utilização dos conhecimentos sobre Teatro como fato
histórico, sociocultural e contextualizado nas diversas
culturas: gêneros, estilos, movimentos, dramaturgos e dos
artistas.
1 Ano
IV
Expressão e comunicação
Humana na linguagem visual
1 Ano
IV
Expressão e comunicação
Humana na linguagem visual
1 Ano
IV
Expressão e comunicação
Humana na linguagem visual
1 Ano
IV
Expressão e comunicação
Humana na linguagem visual
1 Ano
IV
Expressão e comunicação
Humana na linguagem Dança
1 Ano
IV
Expressão e comunicação
Humana na linguagem Dança
1 Ano
IV
Expressão e comunicação
Humana na linguagem Dança
1 Ano
IV
Expressão e comunicação
Humana na linguagem musical
1 Ano
IV
Expressão e comunicação
Humana na linguagem musical
1 Ano
IV
Expressão e comunicação
Humana na linguagem musical
1 Ano
IV
Expressão e comunicação
Humana na linguagem teatral
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais.
EA5 - Construir repertórios significativos em Artes Visuais.
EA11 - Vivenciar, enquanto fruidor, as Artes Visuais.
EA13 - Argumentar sobre Arte, a partir do conhecimento construído
em Artes Visuais
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais.
EA5 - Construir repertórios significativos em Artes Visuais.
EA11 - Vivenciar, enquanto fruidor, as Artes Visuais.
EA13 - Argumentar sobre Arte, a partir do conhecimento construído
em Artes Visuais.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais.
EA5 - Construir repertórios significativos em Artes Visuais.
EA11 - Vivenciar, enquanto fruidor, as Artes Visuais.
EA13 - Argumentar sobre Arte, a partir do conhecimento construído
em Artes Visuais.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais.
EA5 - Construir repertórios significativos em Artes Visuais.
EA11 - Vivenciar, enquanto fruidor, as Artes Visuais.
EA13 - Argumentar sobre Arte, a partir do conhecimento construído
em Artes Visuais
EA7 - Estabelecer relações entre as diferentes performances em
Dança de forma crítica, não linear
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções em Dança e
seu contexto, e suas identidades culturais.
EA11 - Compreender as expressões da Dança através de parâmetros
estéticos.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções em Dança e
seu contexto, e suas identidades culturais.
EA7 - Estabelecer relações entre as diferentes performances em
Dança de forma crítica, não linear
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções musicais, seu
contexto e sua identidade cultural.
EA4 - (Re) conhecer a pluralidade de expressões musicais.
EA18 - Identificar os elementos básicos do som.
EA18 - Identificar os elementos básicos do som.
EA10 - (Re)conhecer características da produção musical de
Pernambuco.
EA18 - Identificar os elementos básicos do som.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções teatrais, seus
contextos e sua identidade cultural.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro.
Identificação dos signos da linguagem visual com ênfase no
elemento luz
Conhecimento sobre superfície, buscando estabelecer
relação entre o espaço real e o espaço representado a
partir da especificidade desse elemento
Reconhecimento da cor como elemento significativo das
artes visuais, buscando identificar as especificidades das
cores da natureza e da cultura, estabelecendo relação
entre elas
Conhecimento sobre a leitura de obra de arte,
considerando os signos da linguagem visual
Identificação da relação entre os movimentos e a
interpretação na dança
Conhecimento sobre contextos da Dança
Reconhecimento da relação entre a Dança e as outras
linguagens artísticas
Conhecimento sobre signos musicais a partir de oficinas
(experimentação/pesquisa) desenvolvidas pelo professor
Identificação de signos musicais (experimentação/
pesquisa).
Conhecimento sobre apreciação musical
Identificação do teatro como linguagem e de textos
dramáticos como uma construção social, cultural e
individual
1 Ano
IV
Expressão e comunicação
Humana na linguagem teatral
1 Ano
IV
Expressão e comunicação
Humana na linguagem teatral
1 Ano
IV
Expressão e comunicação
Humana na linguagem teatral
1 Ano
IV
Apreciação estética da
linguagem visual
1 Ano
IV
Apreciação estética da
linguagem visual
1 Ano
IV
Apreciação estética da
linguagem visual
EA4 - (Re)conhecer a pluralidade de performances teatrais.
EA5 - Construir significativamente repertório em teatro.
EA11 - Compreender as performances teatrais a partir de parâmetros
estéticos.
EA17 - Argumentar sobre Arte, a partir do conhecimento construído
em Teatro.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro.
EA5 - Construir significativamente repertório em Teatro.
EA9 - Identificar e experenciar elementos da encenação.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro.
EA5 - Construir significativamente repertório em Teatro.
EA13 - Posicionar-se criticamente em relação a produções teatrais.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro.
EA5 - Construir significativamente repertório em Teatro.
EA9 - Identificar e experenciar elementos da encenação.
EA11 - Compreender as performances teatrais a partir de parâmetros
estéticos.
EA17 - Argumentar sobre Arte, a partir do conhecimento construído
em Teatro
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções artísticas,
seus contextos e suas identidades culturais.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais.
EA3 - Contextualizar produções de Artes Visuais.
EA5 - Construir repertórios significativos em Artes Visuais.
EA8 - Identificar produções em Artes Visuais locais, regionais,
nacionais e internacionais.
EA9 - Conhecer e estabelecer relações formais e simbólicas entre
análise estética, contextualização e processos da produção visual.
EA16 - (Re)conhecer as características das produções em Artes
Visuais em Pernambuco
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções artísticas,
seus contextos e suas identidades culturais.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais.
EA3 - Contextualizar produções de Artes Visuais.
EA5 - Construir repertórios significativos em Artes Visuais.
EA8 - Identificar produções em Artes Visuais locais, regionais,
nacionais e internacionais.
EA9 - Conhecer e estabelecer relações formais e simbólicas entre
análise estética, contextualização e processos da produção visual.
EA16 - (Re)conhecer as características das produções em Artes
Visuais em Pernambuco.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções artísticas,
seus contextos e suas identidades culturais.
Conhecimento sobre estrutura de ações cênicas: (cena, ato,
enredo, conflito, tempo, espaço, personagens, diálogo e
monólogo)
Conhecimento, reconhecimento de análise do texto cênico
(texto espetacular)
Conhecimento sobre os elementos da linguagem:
interpretação, representação, direção e encenação,
cenografia, indumentária, iluminação, sonoplastia e
espaço-cênico
Leitura e compreensão dos signos da linguagem visual com
ênfase no elemento luz no contexto da composição da obra
de arte, de objeto da cultura e/ou da natureza
Compreensão da noção de luz no contexto do espaço real e
do espaço representado na obra de arte, no objeto da
cultura ou da natureza
Identificação e leitura da obra de arte, considerando seu
contexto, assim como o contexto da natureza e da cultura
Apreciação estética da
linguagem da dança
Apreciação estética da
linguagem da dança
Apreciação estética da
linguagem da dança
1 Ano
IV
1 Ano
IV
1 Ano
IV
1 Ano
IV
Apreciação estética da
linguagem musical
1 Ano
IV
Apreciação estética da
linguagem musical
1 Ano
IV
Apreciação estética da
linguagem teatral
1 Ano
IV
Apreciação estética da
linguagem teatral
1 Ano
IV
Apreciação estética da
linguagem teatral
IV
Apreciação estética da
linguagem teatral
1 Ano
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais.
EA3 - Contextualizar produções de Artes Visuais.
EA5 - Construir repertórios significativos em Artes Visuais.
EA8 - Identificar produções em Artes Visuais locais, regionais,
nacionais e internacionais.
EA9 - Conhecer e estabelecer relações formais e simbólicas entre
análise estética, contextualização e processos da produção visual.
EA16 - (Re)conhecer as características das produções em Artes
Visuais em Pernambuco.
EA11 - Compreender as expressões da Dança através de parâmetros
estéticos.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções em Dança e
seu contexto, e suas identidades culturais.
EA7 - Estabelecer relações entre as diferentes performances em
Dança de forma crítica, não linear
EA3 - Conhecer e contextualizar produções musicais.
EA10 - (Re) conhecer características da produção musical de
Pernambuco. EA18 - Identificar os elementos básicos do som.
EA3 - Conhecer e contextualizar produções musicais.
EA10 - (Re) conhecer características da produção musical de
Pernambuco. EA18 - Identificar os elementos básicos do som.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções teatrais, seus
contextos e sua identidade cultural.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro.
EA4 - (Re)conhecer a pluralidade de performances teatrais.
EA8 - Compreender os fundamentos das dramaturgias em suas
variadas formas.
A10 - Reconhecer características da produção teatral de
Pernambuco.
EA13 - Posicionar-se criticamente em relação a produções teatrais.
EA17 - Argumentar sobre Arte, a partir do conhecimento construído
em Teatro.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro.
EA4 - (Re)conhecer a pluralidade de performances teatrais.
EA5 - Construir significativamente repertório em Teatro.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções teatrais, seus
contextos e sua identidade cultural.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro.
EA4 - (Re)conhecer a pluralidade de performances teatrais.
EA5 - Construir significativamente repertório em Teatro.
EA6 - Conhecer as diversas possibilidades das expressões teatrais.
EA8 - Compreender os fundamentos das dramaturgias em suas
variadas formas.
Leitura e compreensão da relação entre os movimentos e a
interpretação da dança como linguagem artística
Compreensão do contexto na composição de uma Dança
como linguagem artística
Identificação e leitura da relação entre a Dança e as outras
linguagens artísticas
Leitura e compreensão dos signos musicais, no contexto da
composição da obra de arte musical trabalhada
Identificação e leitura (apreciação) de diferentes estilos
musicais
Leitura e compreensão do teatro como linguagem e de
textos dramáticos como uma construção social, cultural e
individual
Compreensão da noção da estrutura de ações cênicas:
(cena, ato, enredo, conflito, tempo, espaço, personagens,
diálogo e monólogo)
Identificação, leitura e análise de textos cênicos (texto
espetacular)
Leitura e releitura de obras cênicas, identificando os
elementos da linguagem: interpretação, representação,
direção e encenação, cenografia, indumentária, iluminação,
sonoplastia e espaço-cênico
1 Ano
IV
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem visual
1 Ano
IV
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem visual
1 Ano
IV
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem da dança
1 Ano
IV
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem da dança
1 Ano
IV
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem da dança
1 Ano
IV
1 Ano
IV
1 Ano
IV
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem musical
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem musical
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem musical
EA13 - Posicionar-se criticamente em relação a produções teatrais.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro.
EA4 - (Re)conhecer a pluralidade de performances teatrais.
EA5 - Construir significativamente repertório em Teatro.
EA6 - Conhecer as diversas possibilidades das expressões teatrais.
EA9 - Identificar e experenciar elementos da encenação.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais.
EA5 - Construir repertórios significativos em Artes Visuais.
EA6 - Experienciar e apropriar-se de materiais e suportes em Artes
Visuais.
EA12 - Trabalhar coletivamente em manifestações das Artes Visuais.
EA17 - Elaborar e construir formas pessoais de registro em Artes
Visuais.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais.
EA5 - Construir repertórios significativos em Artes Visuais.
EA6 - Experienciar e apropriar-se de materiais e suportes em Artes
Visuais.
EA12 - Trabalhar coletivamente em manifestações das Artes Visuais.
EA17 - Elaborar e construir formas pessoais de registro em Artes
Visuais.
EA5 - Construir significativamente repertório em produções de
Dança.
EA7 - Estabelecer relações entre as diferentes performances em
Dança de forma crítica, não linear.
EA5 - Construir significativamente repertório em produções de
Dança.
EA7 - Estabelecer relações entre as diferentes performances em
Dança de forma crítica, não linear.
EA5 - Construir significativamente repertório em produções de
Dança.
EA7 - Estabelecer relações entre as diferentes performances em
Dança de forma crítica, não linear.
EA20 - Conhecer, valorizar e respeitar os diversos espaços de
circulação, reconhecendo sua importância para a construção e a
preservação dos bens artísticos/culturais.
EA14 - Expressar-se através de produções musicais.
EA17- Argumentar sobre Arte, a partir do conhecimento construído
em Música.
EA10 - (Re)conhecer características da produção musical de
Pernambuco.
EA18 - Identificar os elementos básicos do som.
EA20 - Conhecer, valorizar e respeitar os diversos espaços de
circulação, reconhecendo sua importância para a construção e a
Uso dos signos da linguagem visual, com ênfase no
elemento luz, na perspectiva de releitura de obra de arte,
objeto da cultura ou da natureza, visando à composição de
obra e/ou objeto de arte
Emprego dos conhecimentos sobre a noção de luz
representado nas atividades de produções de releitura de
obra de arte e/ou objeto de arte
Uso da linguagem corporal buscando identificar a relação
entre os movimentos e a interpretação na dança como
linguagem artística
Emprego dos conhecimentos sobre os contextos na Dança
Utilização dos conhecimentos sobre as relações entre a
Dança e as outras linguagens artísticas
Uso dos signos da linguagem musical, na perspectiva de
releitura de obras musicais e de composição dos alunos
Utilização da noção de ruídos, sons, ritmos, movimentos na
produção musical
Utilização da apreciação musical em diferentes tipos e
estilos de música na releitura de obra musicais
preservação dos bens artísticos/culturais.
IV
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem teatral
1 Ano
IV
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem teatral
1 Ano
IV
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem teatral
IV
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem teatral
1 Ano
1 Ano
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro.
EA5 - Construir significativamente repertório em Teatro
EA16 - Trabalhar individual e coletivamente em produções Teatrais.
EA9 - Identificar e experenciar elementos da encenação.
EA12 - Correlacionar vivências em Teatro e experiência de vida.
EA14 - Expressar-se através de produções teatrais.
EA16 - Trabalhar individual e coletivamente em produções Teatrais.
EA9 - Identificar e experenciar elementos da encenação.
EA12 - Correlacionar vivências em Teatro e experiência de vida.
EA14 - Expressar-se através de produções teatrais.
EA16 - Trabalhar individual e coletivamente em produções Teatrais.
EA17 - Argumentar sobre Arte, a partir do conhecimento construído
em Teatro.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro.
EA5 - Construir significativamente repertório em Teatro.
EA9 - Identificar e experenciar elementos da encenação.
EA14 - Expressar-se através de produções teatrais.
EA15 - Vivenciar, enquanto fruidor, de forma significativa,
experiências teatrais.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro.
EA5 - Construir significativamente repertório em Teatro.
EA9 - Identificar e experenciar elementos da encenação.
EA14 - Expressar-se através de produções teatrais.
EA15 - Vivenciar, enquanto fruidor, de forma significativa,
experiências teatrais.
Uso de textos dramáticos como uma construção social,
cultural e individual
Utilização da estrutura de ações cênicas: (cena, ato,
enredo, conflito, tempo, espaço, personagens, diálogo e
monólogo)
Utilização da estrutura de ações cênicas: (cena, ato,
enredo, conflito, tempo, espaço, personagens, diálogo e
monólogo)
Uso dos conhecimentos sobre elementos da linguagem:
interpretação, representação, direção e encenação,
cenografia, indumentária, iluminação, sonoplastia e
espaço-cênico
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM COMPLEMENTARES DE ARTE
2º ANO
Série
Bimestre
Eixo/ Campo
Expressão e comunicação
Humana na linguagem visual
2 Ano
I
2 Ano
I
Expressão e comunicação
Humana na linguagem visual
2 Ano
I
Expressão e comunicação
Arte
Expectativa de Aprendizagem
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais. EA5 Construir repertórios significativos em Artes Visuais.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais. EA5 Construir repertórios significativos em Artes Visuais. EA15 Correlacionar as produções das artes visuais com tecnologias
contemporâneas por meio das experiências de vida e do acesso aos
diferentes recursos tecnológicos.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais. EA5 -
Conteúdos
Identificação dos signos da linguagem visual
Conhecimento sobre espaço, buscando estabelecer relação
entre o espaço real e o espaço representado a partir da
especificidade de cada um destes
Reconhecimento da cor como elemento significativo das
Humana na linguagem visual
2 Ano
I
Expressão e comunicação
Humana na linguagem visual
2 Ano
I
Expressão e comunicação
Humana na linguagem Dança
2 Ano
I
2 Ano
I
2 Ano
I
Expressão e comunicação
Humana na linguagem Dança
Expressão e comunicação
Humana na linguagem Dança
Expressão e comunicação
Humana na linguagem Dança
2 Ano
I
Expressão e comunicação
Humana na linguagem musical
2 Ano
I
Expressão e comunicação
Humana na linguagem musical
2 Ano
I
Expressão e comunicação
Humana na linguagem musical
2 Ano
I
Expressão e comunicação
Humana na linguagem teatral
2 Ano
I
Expressão e comunicação
Humana na linguagem teatral
Construir repertórios significativos em Artes Visuais. EA15 Correlacionar as produções das artes visuais com tecnologias
contemporâneas por meio das experiências de vida e do acesso aos
diferentes recursos tecnológicos.
A2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais. EA5 - Construir
repertórios significativos em Artes Visuais. EA15 - Correlacionar as
produções das artes visuais com tecnologias contemporâneas por
meio das experiências de vida e do acesso aos diferentes recursos
tecnológicos
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções em Dança e
seu contexto, e suas identidades culturais.
EA8 - Compreender os fundamentos da Dança.
EA8 - Compreender os fundamentos da Dança. EA9 - Identificar os
elementos expressivos da Dança.
EA13 - Posicionar-se criticamente em relação a produções em Dança
EA13 - Posicionar-se criticamente em relação a produções em Dança.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções musicais, seu
contexto e sua identidade cultural. EA2 - Apropriar-se dos
fundamentos expressivos da Música. EA4 - (Re)conhecer a
pluralidade de expressões musicais. EA9 - Identificar elementos da
expressão musical. EA11 - Compreender as expressões da Música
através de parâmetros estéticos.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos da Música. EA8 Compreender os fundamentos da Música.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos da Música. EA 7Compreender a relação entre obras musicais, de forma crítica, não
linear. EA18- Identificar os elementos básicos do som.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções teatrais, seus
contextos e sua identidade cultural. EA2 - Apropriar-se dos
fundamentos expressivos do Teatro. EA4 - (Re)conhecer a pluralidade
de performances teatrais. EA5 - Construir significativamente
repertório em Teatro. EA6 - Conhecer as diversas possibilidades das
expressões teatrais. EA7 - Compreender a relação entre obras
teatrais de forma crítica, não linear. EA8 - Compreender os
fundamentos das dramaturgias em suas variadas formas
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções teatrais, seus
contextos e sua identidade cultural. EA2 - Apropriar-se dos
fundamentos expressivos do Teatro. EA4 - (Re)conhecer a pluralidade
de performances teatrais. EA5 - Construir significativamente
repertório em Teatro. EA6 - Conhecer as diversas possibilidades das
expressões teatrais. EA8 - Compreender os fundamentos das
artes visuais buscando identificar as especificidades das
cores da natureza e da cultura, estabelecendo relação
entre elas
Reconhecimento da linha como elemento presente na
composição das artes visuais
Identificação do corpo como uma construção social,
cultural e individual
Conhecimento sobre movimentos, esforço, respiração,
ritmo, etc.
Reconhecimento da relação entre a Dança e as outras
linguagens artísticas
Reconhecimento da relação entre a Dança e as outras
linguagens artísticas
Identificação dos signos da linguagem musical
Conhecimento sobre canção: exploração/estruturação de
ruídos, sons, ritmos, movimentos
Reconhecimento e exploração/estruturação de ruídos,
sons, ritmos, movimentos
Reconhecimento do Teatro como linguagem para
consciência, utilização e construção corporal e vocal
Conhecimento das relações entre teatro e a realidade
(pesquisa, a produção de máscara, vestuário, objeto de
cena, iluminação, sonoridade, cenografia e maquiagem)
2 Ano
I
Expressão e comunicação
Humana na linguagem teatral
2 Ano
I
Expressão e comunicação
Humana na linguagem teatral
2 Ano
I
Apreciação estética da
linguagem visual
2 Ano
I
Apreciação estética da
linguagem visual
2 Ano
I
Apreciação estética da
linguagem visual
2 Ano
I
Apreciação estética da
linguagem visual
2 Ano
I
2 Ano
I
2 Ano
I
2 Ano
I
2 Ano
I
2 Ano
I
Apreciação estética da
linguagem musical
2 Ano
I
Apreciação estética da
linguagem teatral
Apreciação estética da
linguagem da dança
Apreciação estética da
linguagem da dança
Apreciação estética da
linguagem da dança
Apreciação estética da
linguagem musical
Apreciação estética da
linguagem musical
dramaturgias em suas variadas formas.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro. EA4 (Re)conhecer a pluralidade de performances teatrais. EA5 - Construir
significativamente repertório em Teatro. EA6 - Conhecer as diversas
possibilidades das expressões teatrais. EA8 - Compreender os
fundamentos das dramaturgias em suas variadas formas.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro. EA4 (Re)conhecer a pluralidade de performances teatrais. EA5 - Construir
significativamente repertório em Teatro. EA6 - Conhecer as diversas
possibilidades das expressões teatrais. EA8 - Compreender os
fundamentos das dramaturgias em suas variadas formas.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções artísticas,
seus contextos e suas identidades culturais. EA3 - Contextualizar
produções de Artes Visuais.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções artísticas,
seus contextos e suas identidades culturais. EA3 - Contextualizar
produções de Artes Visuais. EA15 - Correlacionar as produções das
artes visuais com tecnologias contemporâneas por meio das
experiências de vida e do acesso aos diferentes recursos
tecnológicos.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções artísticas,
seus contextos e suas identidades culturais. EA3 - Contextualizar
produções de Artes Visuais.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções artísticas,
seus contextos e suas identidades culturais. EA3 - Contextualizar
produções de Artes Visuais
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções em Dança e
seu contexto, e suas identidades culturais.
Conhecimento sobre a concepção, significado de Jogo
Dramático e Jogo Teatral, apreendendo suas semelhanças e
diferenças
Identificação das características e significados da
improvisação e da interpretação no contexto da linguagem
teatral
Identificação e leitura dos tipos de cores e o sentido
atribuído no contexto da obra de arte, da natureza e da
cultura
Compreensão da noção Espaço no contexto do espaço real
e do espaço representado na obra de arte, no objeto da
cultura ou da natureza
EA13 - Posicionar-se criticamente em relação a produções em Dança
Leitura e compreensão dos Signos da linguagem visual no
contexto da composição da obra de arte, de objeto da
cultura e/ou da natureza
Identificação e leitura dos tipos de linha, presentes no
conteúdo e forma da obra de arte, objeto da cultura e na
natureza, apreendendo como parte do todo
Leitura e compreensão da linguagem corporal como uma
construção social, cultural e individual
Compreensão da noção de movimentos, esforço,
respiração, ritmo, etc.
Identificação e leitura da relação entre a Dança e as outras
linguagens artísticas
EA3 - Conhecer e contextualizar produções musicais.
Leitura e compreensão de canções de diferentes épocas
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos da Música. EA18 Identificar os elementos básicos do som.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos da Música. EA7 Compreender a relação entre obras musicais, de forma crítica, não
linear. EA10 - (Re)conhecer características da produção musical de
Pernambuco
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro. EA5 Construir significativamente repertório em Teatro. EA8 Compreender os fundamentos das dramaturgias em suas variadas
Compreensão da noção de ruídos, sons, ritmos,
movimentos
EA9 - Identificar os elementos expressivos da Dança.
Identificação e leitura (apreciação) de diferentes estilos
musicais
Leitura e compreensão do teatro como linguagem para
consciência, utilização e construção corporal e vocal
2 Ano
I
Apreciação estética da
linguagem teatral
2 Ano
I
Apreciação estética da
linguagem teatral
2 Ano
I
Apreciação estética da
linguagem teatral
2 Ano
I
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem visual
2 Ano
I
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem visual
2 Ano
I
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem visual
2 Ano
I
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem da dança
2 Ano
I
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem musical
2 Ano
I
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem musical
formas. EA10 - Reconhecer características da produção teatral de
Pernambuco. EA18 - Correlacionar as produções em Teatro com as
tecnologias contemporâneas por meio das experiências de vida e do
acesso aos diferentes recursos tecnológicos.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro. EA4 (Re)conhecer a pluralidade de performances teatrais. EA5 - Construir
significativamente repertório em Teatro. EA6 - Conhecer as diversas
possibilidades das expressões teatrais. EA8 - Compreender os
fundamentos das dramaturgias em suas variadas formas. EA10 Reconhecer características da produção teatral de Pernambuco.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro. EA5 Construir significativamente repertório em Teatro. EA10 Reconhecer características da produção teatral de Pernambuco.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro. EA4 (Re)conhecer a pluralidade de performances teatrais. EA5 - Construir
significativamente repertório em Teatro. EA6 - Conhecer as diversas
possibilidades das expressões teatrais. EA8 - Compreender os
fundamentos das dramaturgias em suas variadas formas. EA10 Reconhecer características da produção teatral de Pernambuco.
EA6 - Experienciar e apropriar-se de materiais e suportes em Artes
Visuais. EA15 - Correlacionar as produções das artes visuais com
tecnologias contemporâneas por meio das experiências de vida e do
acesso aos diferentes recursos tecnológicos.
EA6 - Experienciar e apropriar-se de materiais e suportes em Artes
Visuais. EA15 - Correlacionar as produções das artes visuais com
tecnologias contemporâneas por meio das experiências de vida e do
acesso aos diferentes recursos tecnológicos.
EA6 - Experienciar e apropriar-se de materiais e suportes em Artes
Visuais. EA15 - Correlacionar as produções das artes visuais com
tecnologias contemporâneas por meio das experiências de vida e do
acesso aos diferentes recursos tecnológicos.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções em Dança e
seu contexto, e suas identidades culturais. Ea18 - Correlacionar as
produções em Dança com as tecnologias contemporâneas por meio
das experiências de vida e do acesso aos diferentes recursos
tecnológicos.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos da Música. EA5 Construir significativamente repertório em produções musicais. EA16
- Trabalhar individual e coletivamente em expressões musicais.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos da Música. EA6 Conhecer as diversas possibilidades das expressões musicais. EA10 (Re)conhecer características da produção musical de Pernambuco.
EA20 - Conhecer, valorizar e respeitar os diversos espaços de
Compreensão da noção de Jogo dramático, o jogo teatral
Identificação, leitura e análise dos Componentes
estruturadores do teatro: signos teatrais
Leitura e releitura de obras cênicas, identificando as
relações entre teatro e a realidade (pesquisa, a produção
de máscara, vestuário, objeto de cena, iluminação,
sonoridade, cenografia e maquiagem)
Uso dos signos da linguagem visual na perspectiva de
releitura de obra de arte, objeto da cultura ou da natureza,
visando à composição de obra e/ou objeto de arte
Emprego dos conhecimentos sobre a noção de Espaço,
considerando as noções tanto de espaço real quanto de
espaço representado nas atividades de produções de
releitura de obra de arte e/ou objeto de arte
Utilização das cores nas atividades de releitura da obra d
arte e/ou objeto de arte, revelando a apreensão dos
significados e significantes da cor nas artes visuais no
contexto da natureza e da cultura
Uso da linguagem corporal, como uma construção social,
cultural e individual
Uso dos signos da linguagem musical na perspectiva de
releitura de obras nessa linguagem
Emprego dos conhecimentos sobre a noção de canção na
linguagem musical
2 Ano
I
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem musical
2 Ano
I
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem musical
2 Ano
I
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem teatral
2 Ano
I
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem teatral
2 Ano
I
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem teatral
2 Ano
II
Expressão e comunicação
Humana na linguagem visual
2 Ano
II
Expressão e comunicação
Humana na linguagem visual
circulação, reconhecendo sua importância para a construção e a
preservação dos bens artísticos/culturais.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos da Música. EA12 Correlacionar significativamente vivências em Música e experiência
de vida. EA18 - Identificar os elementos básicos do som.
EA14 - Expressar-se através de produções musicais. EA17 Argumentar sobre Arte, a partir do conhecimento construído em
Música. EA19 - Correlacionar as produções em Música com as
tecnologias contemporâneas por meio das experiências de vida e do
acesso aos diferentes
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro. EA5 Construir significativamente repertório em Teatro. EA6 - Conhecer as
diversas possibilidades das expressões teatrais. EA8 - Compreender
os fundamentos das dramaturgias em suas variadas formas. EA9 Identificar e experenciar elementos da encenação.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro. EA5 Construir significativamente repertório em Teatro. EA8 Compreender os fundamentos das dramaturgias em suas variadas
formas. EA9 - Identificar e experenciar elementos da encenação
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro. EA5 Construir significativamente repertório em Teatro. EA6 - Conhecer as
diversas possibilidades das expressões teatrais. EA8 - Compreender
os fundamentos das dramaturgias em suas variadas formas. EA9 Identificar e experenciar elementos da encenação. EA18 Correlacionar as produções em Teatro com as tecnologias
contemporâneas por meio das experiências de vida e do acesso aos
diferentes recursos tecnológicos.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais. EA5 Construir repertórios significativos em Artes Visuais. EA9 - Conhecer
e estabelecer relações formais e simbólicas entre análise estética,
contextualização e processos da produção visual. EA11 - Vivenciar,
enquanto fruidor, as Artes Visuais. EA15 - Correlacionar as produções
das artes visuais com tecnologias contemporâneas por meio das
experiências de vida e do acesso aos diferentes recursos
tecnológicos.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais. EA5 Construir repertórios significativos em Artes Visuais. EA9 - Conhecer
e estabelecer relações formais e simbólicas entre análise estética,
contextualização e processos da produção visual. EA11 - Vivenciar,
enquanto fruidor, as Artes Visuais. EA15 - Correlacionar as produções
das artes visuais com tecnologias contemporâneas por meio das
experiências de vida e do acesso aos diferentes recursos
tecnológicos. EA16 - (Re)conhecer as características das produções
Utilização da noção de ruídos, sons, ritmos, movimentos na
produção musical
Utilização da apreciação musical em diferentes tipos e
estilos de música na releitura de obra musicais
Uso de textos que revelem o Teatro como linguagem para
consciência, utilização e construção corporal e vocal
Uso dos conhecimentos sobre Componentes
estruturadores do teatro: signos teatrais
Uso dos conhecimentos sobre as Relações entre teatro e a
realidade (pesquisa, a produção de máscara, vestuário,
objeto de cena, iluminação, sonoridade, cenografia e
maquiagem)
Identificação dos signos da linguagem visual
Conhecimento sobre espaço, buscando estabelecer relação
entre o espaço real e o espaço representado a partir da
especificidade de cada um destes
2 Ano
II
Expressão e comunicação
Humana na linguagem visual
2 Ano
II
Expressão e comunicação
Humana na linguagem visual
2 Ano
II
Expressão e comunicação
Humana na linguagem Dança
em Artes Visuais em Pernambuco.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais. EA5 Construir repertórios significativos em Artes Visuais. EA9 - Conhecer
e estabelecer relações formais e simbólicas entre análise estética,
contextualização e processos da produção visual. EA11 - Vivenciar,
enquanto fruidor, as Artes Visuais. EA15 - Correlacionar as produções
das artes visuais com tecnologias contemporâneas por meio das
experiências de vida e do acesso aos diferentes recursos
tecnológicos. EA16 - (Re)conhecer as características das produções
em Artes Visuais em Pernambuco.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais. EA5 Construir repertórios significativos em Artes Visuais. EA9 - Conhecer
e estabelecer relações formais e simbólicas entre análise estética,
contextualização e processos da produção visual. EA11 - Vivenciar,
enquanto fruidor, as Artes Visuais.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções em Dança e
seu contexto, e suas identidades culturais.
II
Expressão e comunicação
Humana na linguagem Dança
EA17 - Argumentar sobre Arte, a partir dos conhecimentos
construídos em Dança.
2 Ano
II
Expressão e comunicação
Humana na linguagem Dança
2 Ano
II
Expressão e comunicação
Humana na linguagem musical
2 Ano
II
Expressão e comunicação
Humana na linguagem musical
2 Ano
II
Expressão e comunicação
Humana na linguagem musical
2 Ano
II
Expressão e comunicação
Humana na linguagem teatral
2 Ano
EA13 - Posicionar-se criticamente em relação a produções em Dança.
EA19 - Conhecer, valorizar e respeitar os diversos espaços de
circulação, reconhecendo sua importância para a construção e a
preservação dos bens artísticos/culturais.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções musicais, seu
contexto e sua identidade cultural. EA4 - (Re)conhecer a pluralidade
de expressões musicais. EA9 - Identificar elementos da expressão
musical. EA11 - Compreender as expressões da Música através de
parâmetros estéticos. EA18- Identificar os elementos básicos do som.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos da Música. EA8 Compreender os fundamentos da Música. EA18 - Identificar os
elementos básicos do som.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos da Música. EA7 Compreender a relação entre obras musicais, de forma crítica, não
linear. EA15 - Vivenciar, enquanto fruidor, experiências musicais.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções teatrais, seus
contextos e sua identidade cultural. EA2 - Apropriar-se dos
fundamentos expressivos do Teatro. EA5 - Construir
significativamente repertório em Teatro. EA6 - Conhecer as diversas
possibilidades das expressões teatrais. EA7 - Compreender a relação
entre obras teatrais de forma crítica, não linear. EA8 - Compreender
os fundamentos das dramaturgias em suas variadas formas. EA18 Correlacionar as produções em Teatro com as tecnologias
Reconhecimento da cor como elemento significativo das
artes visuais buscando identificar as especificidades das
cores da natureza e da cultura, estabelecendo relação
entre elas
Reconhecimento da linha como elemento presente na
composição das artes visuais
Identificação dos signos da linguagem da dança
Reconhecimento dos elementos peso, espaço, fluência e
tempo como elemento significativo da Dança, buscando
identificar as especificidades de cada um desses elementos
Reconhecimento da Expressão como elemento presente na
composição da Dança enquanto linguagem artística
Conhecimento sobre signos musicais a partir de oficinas
(experimentação/pesquisa) desenvolvidas pelo professor
Identificação de signos musicais (experimentação/
pesquisa)
Conhecimento sobre apreciação musical
Identificação do teatro como linguagem e de textos
dramáticos como uma construção social, cultural e
individual
2 Ano
II
Expressão e comunicação
Humana na linguagem teatral
2 Ano
II
Expressão e comunicação
Humana na linguagem teatral
2 Ano
II
Apreciação estética da
linguagem visual
2 Ano
II
Apreciação estética da
linguagem visual
2 Ano
II
Apreciação estética da
linguagem visual
2 Ano
II
Apreciação estética da
contemporâneas por meio das experiências de vida e do acesso aos
diferentes recursos tecnológicos.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro. EA5 Construir significativamente repertório em Teatro. EA6 - Conhecer as
diversas possibilidades das expressões teatrais. EA13 - Posicionar-se
Conhecimento, reconhecimento de análise do texto cênico
criticamente em relação a produções teatrais. EA15 - Vivenciar,
(texto espetacular)
enquanto fruidor, de forma significativa, experiências teatrais. EA17 Argumentar sobre Arte, a partir do conhecimento construído em
Teatro.
Conhecimento sobre os elementos da linguagem:
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro. EA5 interpretação, representação, direção e encenação,
Construir significativamente repertório em Teatro. EA9 - Identificar e
cenografia, indumentária, iluminação, sonoplastia e
experenciar elementos da encenação.
espaço-cênico
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções artísticas,
seus contextos e suas identidades culturais. EA2 - Apropriar-se dos
fundamentos das Artes Visuais. EA3 -Contextualizar produções de
Identificação dos signos da linguagem visual
Artes Visuais. EA4 - Reconhecer a pluralidade de manifestações das
Artes Visuais. EA5 - Construir repertórios significativos em Artes
Visuais.
EA3 - Contextualizar produções de Artes Visuais. EA7 - Compreender
a relação entre produções de Artes Visuais de forma crítica, a partir
dos legados culturais locais. EA8 - Identificar produções em Artes
Visuais locais, regionais, nacionais e internacionais. EA9 - Conhecer e
estabelecer relações formais e simbólicas entre análise estética,
Conhecimento sobre espaço, buscando estabelecer relação
contextualização e processos da produção visual. EA10 - Posicionarentre o espaço real e o espaço representado a partir da
se criticamente em relação às produções de Artes Visuais. EA11 especificidade de cada um destes
Vivenciar, enquanto fruidor, as Artes Visuais. EA13 - Argumentar
sobre Arte, a partir do conhecimento construído em Artes Visuais.
EA16 - (Re)conhecer as características das produções em Artes
Visuais em Pernambuco.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções artísticas,
seus contextos e suas identidades culturais. EA2 - Apropriar-se dos
fundamentos das Artes Visuais. EA3 - Contextualizar produções de
Artes Visuais. EA5 - Construir repertórios significativos em Artes
Visuais. EA7 - Compreender a relação entre produções de Artes
Reconhecimento da cor como elemento significativo das
Visuais de forma crítica, a partir dos legados culturais locais. EA9 artes visuais buscando identificar as especificidades das
Conhecer e estabelecer relações formais e simbólicas entre análise
cores da natureza e da cultura, estabelecendo relação
estética, contextualização e processos da produção visual. EA11 entre elas
Vivenciar, enquanto fruidor, as Artes Visuais. EA13 - Argumentar
sobre Arte, a partir do conhecimento construído em Artes Visuais.
EA16 - (Re)conhecer as características das produções em Artes
Visuais em Pernambuco.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais. EA3 Reconhecimento da linha como elemento presente na
linguagem visual
2 Ano
II
Apreciação estética da
linguagem da dança
2 Ano
II
Apreciação estética da
linguagem da dança
2 Ano
II
Apreciação estética da
linguagem musical
2 Ano
II
Apreciação estética da
linguagem teatral
2 Ano
II
Apreciação estética da
linguagem teatral
2 Ano
II
2 Ano
II
Apreciação estética da
linguagem teatral
Apreciação estética da
linguagem teatral
Contextualizar produções de Artes Visuais. EA5 - Construir
repertórios significativos em Artes Visuais. EA8 - Identificar
produções em Artes Visuais locais, regionais, nacionais e
internacionais. EA9 - Conhecer e estabelecer relações formais e
simbólicas entre análise estética, contextualização e processos da
produção visual. EA11 - Vivenciar, enquanto fruidor, as Artes Visuais.
EA7 - Estabelecer relações entre as diferentes performances em
Dança de forma crítica, não linear. EA19 - Conhecer, valorizar e
respeitar os diversos espaços de circulação, reconhecendo sua
importância para a construção e a preservação dos bens
artísticos/culturais.
EA6 - Conhecer as diversas possibilidades das expressões em Dança.
EA12 - Correlacionar significativamente vivências em Dança e
experiência de vida.
EA3 - Conhecer e contextualizar produções musicais. EA7 Compreender a relação entre obras musicais, de forma crítica, não
linear. EA10 - (Re)conhecer características da produção musical de
Pernambuco. EA18 - Identificar os elementos básicos do som.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções teatrais, seus
contextos e sua identidade cultural. EA3 - Contextualizar produções
teatrais. EA4 - (Re)conhecer a pluralidade de performances teatrais.
EA5 - Construir significativamente repertório em Teatro. EA6 Conhecer as diversas possibilidades das expressões teatrais. EA7 Compreender a relação entre obras teatrais de forma crítica, não
linear. EA10 - Reconhecer características da produção teatral de
Pernambuco. EA12 - Posicionar-se criticamente em relação a
produções teatrais EA13 - Posicionar-se criticamente em relação a
produções teatrais. EA15 - Vivenciar, enquanto fruidor, de forma
significativa, experiências teatrais. EA17 - Trabalhar individual e
coletivamente em produções Teatrais. EA18 - Correlacionar as
produções em Teatro com as tecnologias contemporâneas por meio
das experiências de vida e do acesso aos diferentes recursos
tecnológicos.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro. EA5 Construir significativamente repertório em Teatro. EA9 - Identificar e
experenciar elementos da encenação.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro. EA5 Construir significativamente repertório em Teatro. EA9 - Identificar e
experenciar elementos da encenação.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro. EA4 (Re)conhecer a pluralidade de performances teatrais. EA5 - Construir
significativamente repertório em Teatro. EA6 - Conhecer as diversas
possibilidades das expressões teatrais. EA9 - Identificar e experenciar
composição das artes visuais
Compreensão da noção espaço no contexto do espaço real
e do espaço representado na composição da dança como
objeto de arte, da cultura e/ou da natureza
Identificação e leitura dos elementos e dinâmicas de
movimento: peso, espaço, fluência e tempo e o sentido
atribuído no contexto da dança como obra artística
Leitura e compreensão dos signos musicais, no contexto da
composição da obra de arte musical trabalhada
Leitura e compreensão do teatro como linguagem e de
textos dramáticos como uma construção social, cultural e
individual
Compreensão da noção da estrutura de ações cênicas:
(cena, ato, enredo, conflito, tempo, espaço, personagens,
diálogo e monólogo)
Identificação, leitura e análise de textos cênicos (texto
espetacular)
Leitura e releitura de obras cênicas, identificando os
elementos da linguagem: interpretação, representação,
direção e encenação, cenografia, indumentária, iluminação,
sonoplastia e espaço-cênico
II
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem visual
II
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem visual
2 Ano
II
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem visual
2 Ano
II
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem visual
2 Ano
II
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem da dança
2 Ano
2 Ano
elementos da encenação. EA10 - Reconhecer características da
produção teatral de Pernambuco. EA11 - Compreender as
performances teatrais a partir de parâmetros estéticos. EA15 Vivenciar, enquanto fruidor, de forma significativa, experiências
teatrais. EA16 - Trabalhar individual e coletivamente em produções
Teatrais. EA17 - Argumentar sobre Arte, a partir do conhecimento
construído em Teatro
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções artísticas,
seus contextos e suas identidades culturais. EA2 - Apropriar-se dos
fundamentos das Artes Visuais. EA5 - Construir repertórios
significativos em Artes Visuais. EA6 - Experienciar e apropriar-se de
materiais e suportes em Artes Visuais. EA9 - Conhecer e estabelecer
relações formais e simbólicas entre análise estética, contextualização
e processos da produção visual. EA17 - Elaborar e construir formas
pessoais de registro em Artes Visuais.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções artísticas,
seus contextos e suas identidades culturais. EA2 - Apropriar-se dos
fundamentos das Artes Visuais. EA5 - Construir repertórios
significativos em Artes Visuais. EA6 - Experienciar e apropriar-se de
materiais e suportes em Artes Visuais. EA9 - Conhecer e estabelecer
relações formais e simbólicas entre análise estética, contextualização
e processos da produção visual. EA17 - Elaborar e construir formas
pessoais de registro em Artes Visuais.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções artísticas,
seus contextos e suas identidades culturais. EA2 - Apropriar-se dos
fundamentos das Artes Visuais. EA5 - Construir repertórios
significativos em Artes Visuais. EA6 - Experienciar e apropriar-se de
materiais e suportes em Artes Visuais. EA9 - Conhecer e estabelecer
relações formais e simbólicas entre análise estética, contextualização
e processos da produção visual. EA17 - Elaborar e construir formas
pessoais de registro em Artes Visuais.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções artísticas,
seus contextos e suas identidades culturais. EA2 - Apropriar-se dos
fundamentos das Artes Visuais. EA5 - Construir repertórios
significativos em Artes Visuais. EA6 - Experienciar e apropriar-se de
materiais e suportes em Artes Visuais. EA9 - Conhecer e estabelecer
relações formais e simbólicas entre análise estética, contextualização
e processos da produção visual. EA17 - Elaborar e construir formas
pessoais de registro em Artes Visuais.
EA5 - Construir significativamente repertório em produções de
Dança. EA7 - Estabelecer relações entre as diferentes performances
em Dança de forma crítica, não linear. EA14 - Expressar-se através da
Dança. EA16 - Trabalhar individual e coletivamente em expressões
Uso dos signos da linguagem visual na perspectiva de
releitura de obra de arte, objeto da cultura ou da natureza,
visando à composição de obra e/ou objeto de arte
Emprego dos conhecimentos sobre a noção de Espaço,
considerando as noções tanto de espaço real quanto de
espaço representado nas atividades de produções de
releitura de obra de arte e/ou objeto de arte
Utilização das cores nas atividades de releitura da obra de
arte e/ou objeto de arte, revelando a apreensão dos
significados e significantes da cor nas artes visuais no
contexto da natureza e da cultura
Utilização de diferentes tipos de linhas na releitura de obra
de arte e/ou objeto de arte como produção
Emprego dos conhecimentos sobre a noção de expressão
na Dança e nas atividades de produções de releitura de
obras artísticas dessa linguagem
2 Ano
II
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem da dança
2 Ano
II
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem da dança
2 Ano
II
2 Ano
II
2 Ano
II
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem musical
2 Ano
II
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem teatral
2 Ano
II
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem teatral
2 Ano
II
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem teatral
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem musical
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem musical
em Dança. EA18 - Correlacionar as produções em Dança com as
tecnologias contemporâneas por meio das experiências de vida e do
acesso aos diferentes recursos tecnológicos.
EA5 - Construir significativamente repertório em produções de
Dança. EA7 - Estabelecer relações entre as diferentes performances
em Dança de forma crítica, não linear. EA10 - (Re)conhecer
características da produção em Dança de Pernambuco.
EA5 - Construir significativamente repertório em produções de
Dança. EA7 - Estabelecer relações entre as diferentes performances
em Dança de forma crítica, não linear.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos da Música. EA18 Identificar os elementos básicos do som.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos da Música. EA18 Identificar os elementos básicos do som.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos da Música. EA7 Compreender a relação entre obras musicais, de forma crítica, não
linear. EA14 - Expressar-se através de produções musicais. EA17 Argumentar sobre Arte, a partir do conhecimento construído em
Música. EA19 - Correlacionar as produções em Música com as
tecnologias contemporâneas por meio das experiências de vida e do
acesso aos diferentes.
EA5 - Construir significativamente repertório em Teatro. EA9 Identificar e experenciar elementos da encenação. EA11 Compreender as performances teatrais a partir de parâmetros
estéticos. EA12 - Correlacionar vivências em Teatro e experiência de
vida. EA14 - Expressar-se através de produções teatrais. EA16 Trabalhar individual e coletivamente em produções Teatrais.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro. EA5 Construir significativamente repertório em Teatro. EA6 - Conhecer as
diversas possibilidades das expressões teatrais. EA9 - Identificar e
experenciar elementos da encenação. EA11 - Compreender as
performances teatrais a partir de parâmetros estéticos. EA12 Correlacionar vivências em Teatro e experiência de vida. EA14 Expressar-se através de produções teatrais. EA16 - Trabalhar
individual e coletivamente em produções Teatrais.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções teatrais, seus
contextos e sua identidade cultural. EA5 - Construir
significativamente repertório em Teatro. EA10 - Reconhecer
características da produção teatral de Pernambuco. EA14 - Expressar-
Utilização de expressão na Dança em atividades de
vivências, revelando a apreensão dos significados e
significantes da expressão na dança; no contexto da
natureza e da cultura
Uso dos conhecimentos sobre elementos da linguagem e
dinâmicas de movimento: peso, espaço, fluência e tempo:
interpretação, representação, direção e encenação,
cenografia, indumentária, iluminação, sonoplastia e
espaço-cênico na composição de uma dança
Uso dos signos da linguagem musical, na perspectiva de
releitura de obras musicais e de composição dos alunos
Utilização da noção de ruídos, sons, ritmos, movimentos na
produção musica
Utilização da apreciação musical em diferentes tipos e
estilos de música na releitura de obra musicais
Uso dos conhecimentos sobre elementos da linguagem:
interpretação, representação, direção e encenação,
cenografia, indumentária, iluminação, sonoplastia e
espaço-cênico
Utilização da estrutura de ações cênicas: (cena, ato,
enredo, conflito, tempo, espaço, personagens, diálogo e
monólogo)
Emprego dos conhecimentos sobre de textos dramáticos
II
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem teatral
2 Ano
II
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem teatral
2 Ano
III
Expressão e comunicação
Humana na linguagem visual
2 Ano
III
Expressão e comunicação
Humana na linguagem visual
2 Ano
III
Expressão e comunicação
Humana na linguagem visual
2 Ano
III
2 Ano
III
2 Ano
Expressão e comunicação
Humana na linguagem Dança
Expressão e comunicação
se através de produções teatrais. EA16 - Trabalhar individual e
coletivamente em produções Teatrais.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções teatrais, seus
contextos e sua identidade cultural. EA2 - Apropriar-se dos
fundamentos expressivos do Teatro. EA4 - (Re)conhecer a pluralidade
de performances teatrais. EA5 - Construir significativamente
repertório em Teatro. EA6 - Conhecer as diversas possibilidades das
expressões teatrais. EA10 - Reconhecer características da produção
teatral de Pernambuco. EA11 - Compreender as performances
teatrais a partir de parâmetros estéticos. EA12 - Correlacionar
vivências em Teatro e experiência de vida. EA14 - Expressar-se
através de produções teatrais. EA16 - Trabalhar individual e
coletivamente em produções Teatrais. EA18 - Correlacionar as
produções em Teatro com as tecnologias contemporâneas por meio
das experiências de vida e do acesso aos diferentes recursos
tecnológicos.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções teatrais, seus
contextos e sua identidade cultural. EA2 - Apropriar-se dos
fundamentos expressivos do Teatro. EA5 - Construir
significativamente repertório em Teatro. EA8 - Compreender os
fundamentos das dramaturgias em suas variadas formas. EA9 Identificar e experenciar elementos da encenação. EA10 Reconhecer características da produção teatral de Pernambuco. EA11
- Compreender as performances teatrais a partir de parâmetros
estéticos. EA14 - Expressar-se através de produções teatrais. EA16 Trabalhar individual e coletivamente em produções Teatrais. EA18 Correlacionar as produções em Teatro com as tecnologias
contemporâneas por meio das experiências de vida e do acesso aos
diferentes recursos tecnológicos.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções artísticas,
seus contextos e suas identidades culturais. EA2 - Apropriar-se dos
fundamentos das Artes Visuais. EA5 - Construir repertórios
significativos em Artes Visuais. EA11 - Vivenciar, enquanto fruidor, as
Artes Visuais.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais. EA5 Construir repertórios significativos em Artes Visuais. EA11 - Vivenciar,
enquanto fruidor, as Artes Visuais
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais. EA5 Construir repertórios significativos em Artes Visuais. EA11 - Vivenciar,
enquanto fruidor, as Artes Visuais.
EA7 - Estabelecer relações entre as diferentes performances em
Dança de forma crítica, não linear.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções em Dança e
Uso de textos dramáticos como uma construção social,
cultural e individual
Leitura e releitura de obras cênicas, identificando os
elementos da linguagem: interpretação, representação,
direção e encenação, cenografia, indumentária, iluminação,
sonoplastia e espaço-cênico
Identificação do elemento volume no contexto da obra de
arte
Conhecimento sobre profundidade ilusória do espaço
bidimensional
Reconhecimento do volume como elemento presente na
composição das artes visuais
Identificação da relação entre os movimentos e a
interpretação na dança
Conhecimento sobre contextos da Dança
Humana na linguagem Dança
2 Ano
III
Expressão e comunicação
Humana na linguagem Dança
2 Ano
III
Expressão e comunicação
Humana na linguagem musical
2 Ano
III
Expressão e comunicação
Humana na linguagem musical
2 Ano
III
Expressão e comunicação
Humana na linguagem musical
2 Ano
III
Expressão e comunicação
Humana na linguagem musical
2 Ano
III
Expressão e comunicação
Humana na linguagem teatral
2 Ano
III
Expressão e comunicação
Humana na linguagem teatral
seu contexto, e suas identidades culturais. EA11 - Compreender as
expressões da Dança através de parâmetros estéticos.
EA7 - Estabelecer relações entre as diferentes performances em
Dança de forma crítica, não linear
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções musicais, seu
contexto e sua identidade cultural. EA4 - (Re) conhecer a pluralidade
de expressões musicais. EA9 - Identificar elementos da expressão
musical. EA11 - Compreender as expressões da Música através de
parâmetros estéticos. EA18 - Identificar os elementos básicos do
som.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos da Música. EA8 Compreender os fundamentos da Música. EA18 - Identificar os
elementos básicos do som.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções musicais, seu
contexto e sua identidade cultural. EA2 - Apropriar-se dos
fundamentos expressivos da Música. EA4 - (Re) conhecer a
pluralidade de expressões musicais. EA9 - Identificar elementos da
expressão musical. EA11 - Compreender as expressões da Música
através de parâmetros estéticos.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos da Música. EA 7 Compreender a relação entre obras musicais, de forma crítica, não
linear. EA18 - Identificar os elementos básicos do som. EA20 Conhecer, valorizar e respeitar os diversos espaços de circulação,
reconhecendo sua importância para a construção e a preservação
dos bens artísticos/culturais.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções teatrais, seus
contextos e sua identidade cultural. EA2 - Apropriar-se dos
fundamentos expressivos do Teatro. EA3 - Contextualizar produções
teatrais. EA4 - (Re)conhecer a pluralidade de performances teatrais.
EA5 - Construir significativamente repertório em Teatro. EA6 Conhecer as diversas possibilidades das expressões teatrais. EA7 Compreender a relação entre obras teatrais de forma crítica, não
linear. EA8 - Compreender os fundamentos das dramaturgias em suas
variadas formas. EA10 - Reconhecer características da produção
teatral de Pernambuco. EA18 - Correlacionar as produções em Teatro
com as tecnologias contemporâneas por meio das experiências de
vida e do acesso aos diferentes recursos tecnológicos.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro. EA4 (Re)conhecer a pluralidade de performances teatrais. EA5 - Construir
significativamente repertório em Teatro. EA6 - Conhecer as diversas
possibilidades das expressões teatrais. EA7 - Compreender a relação
entre obras teatrais de forma crítica, não linear. EA8 - Compreender
os fundamentos das dramaturgias em suas variadas formas. EA10 -
Reconhecimento da relação entre a Dança e as outras
linguagens artísticas
Identificação dos signos da linguagem musical
Conhecimento sobre canção: exploração/estruturação de
ruídos, sons, ritmos, movimentos
Reconhecimento e exploração/estruturação de ruídos,
sons, ritmos, movimentos
Conhecimento sobre apreciação musical
Reconhecimento do Teatro como fato histórico,
sociocultural e contextualizado nas diversas culturas:
gêneros, estilos, movimentos, dramaturgos e dos artistas
Identificação das características e significados da produção
e compreensão de diferentes textos dramático e teatral
2 Ano
III
Expressão e comunicação
Humana na linguagem teatral
2 Ano
III
Expressão e comunicação
Humana na linguagem teatral
2 Ano
III
Apreciação estética da
linguagem visual
2 Ano
III
Apreciação estética da
linguagem visual
2 Ano
III
Apreciação estética da
linguagem da dança
2 Ano
III
2 Ano
III
2 Ano
III
Apreciação estética da
linguagem musical
III
Apreciação estética da
Apreciação estética da
linguagem da dança
Apreciação estética da
linguagem da dança
Reconhecer características da produção teatral de Pernambuco. EA15
- Vivenciar, enquanto fruidor, de forma significativa, experiências
teatrais. EA19 - Conhecer, valorizar e respeitar os diversos espaços de
circulação, reconhecendo sua importância para a construção e a
preservação dos bens artísticos/culturais.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro. EA4 (Re)conhecer a pluralidade de performances teatrais. EA5 - Construir
significativamente repertório em Teatro. EA6 - Conhecer as diversas
possibilidades das expressões teatrais. EA8 - Compreender os
fundamentos das dramaturgias em suas variadas formas. EA11 Compreender as performances teatrais a partir de parâmetros
estéticos. EA13 - Posicionar-se criticamente em relação a produções
teatrais. EA17 - Argumentar sobre Arte, a partir do conhecimento
construído em Teatro
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro. EA5 Construir significativamente repertório em Teatro. EA6 - Conhecer as
diversas possibilidades das expressões teatrais. EA17 - Argumentar
sobre Arte, a partir do conhecimento construído em Teatro
EA9 - Conhecer e estabelecer relações formais e simbólicas entre
análise estética, contextualização e processos da produção visual.
EA11 - Vivenciar, enquanto fruidor, as Artes Visuais. EA16 (Re)conhecer as características das produções em Artes Visuais em
Pernambuco.
EA9 - Conhecer e estabelecer relações formais e simbólicas entre
análise estética, contextualização e processos da produção visual.
EA11 - Vivenciar, enquanto fruidor, as Artes Visuais. EA16 (Re)conhecer as características das produções em Artes Visuais em
Pernambuco.
EA3 - Compreender e contextualizar produções em Dança. EA4 (Re)conhecer a pluralidade de expressões em Dança. EA19 Conhecer, valorizar e respeitar os diversos espaços de circulação,
reconhecendo sua importância para a construção e a preservação
dos bens artísticos/culturais.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções em Dança e
seu contexto, e suas identidades culturais
EA7 - Estabelecer relações entre as diferentes performances em
Dança de forma crítica, não linear.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos da Música. EA3 Conhecer e contextualizar produções musicais. EA7 - Compreender a
relação entre obras musicais, de forma crítica, não linear. EA10 - (Re)
conhecer características da produção musical de Pernambuco. EA18 Identificar os elementos básicos do som.
EA3 - Conhecer e contextualizar produções musicais. EA10 - (Re)
Conhecimento sobre a concepção e significado do teatro a
partir da produção e compreensão de diferentes textos
dramático e teatral
Conhecimento sobre os elementos estruturais: gênero,
enredo, ação dramática, planos de ação, diálogos,
monólogos e personagens
Leitura e compreensão dos signos da linguagem visual,
especificamente do volume no contexto da composição da
obra de arte, de objeto da cultura e/ou da natureza
Identificação e leitura do elemento volume no contexto da
obra de arte, da natureza e da cultura
Leitura e compreensão da relação entre os movimentos e a
interpretação da dança como linguagem artística
Compreensão do contexto na composição de uma Dança
como linguagem artística
Identificação e leitura da relação entre a Dança e as outras
linguagens artísticas
Leitura e compreensão de canções de diferentes épocas
Compreensão da noção de ruídos, sons, ritmos,
linguagem musical
2 Ano
III
Apreciação estética da
linguagem musical
2 Ano
III
Apreciação estética da
linguagem musical
2 Ano
III
Apreciação estética da
linguagem teatral
2 Ano
III
Apreciação estética da
linguagem teatral
2 Ano
III
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem visual
2 Ano
III
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem da dança
2 Ano
III
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem da dança
conhecer características da produção musical de Pernambuco. EA18 - movimentos
Identificar os elementos básicos do som.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos da Música. EA3 Conhecer e contextualizar produções musicais. Ea7 - Compreender a
Identificação e leitura dos estilos de música e o sentido
relação entre obras musicais, de forma crítica, não linear. EA10 - (Re)
atribuído no contexto social e cultural
conhecer características da produção musical de Pernambuco. EA18 Identificar os elementos básicos do som.
Identificação e leitura (apreciação) de diferentes estilos
EA15 - Vivenciar, enquanto fruidor, experiências musicais.
musicais
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções teatrais, seus
contextos e sua identidade cultural. EA3 - Contextualizar produções
teatrais. EA5 - Construir significativamente repertório em Teatro. EA8
- Compreender os fundamentos das dramaturgias em suas variadas
formas. EA10 - Reconhecer características da produção teatral de
Leitura e compreensão do Teatro como fato histórico,
Pernambuco. EA13 - Posicionar-se criticamente em relação a
sociocultural e contextualizado nas diversas culturas:
produções teatrais. EA17 - Argumentar sobre Arte, a partir do
gêneros, estilos, movimentos, dramaturgos e dos artistas
conhecimento construído em Teatro. EA18 - Correlacionar as
produções em Teatro com as tecnologias contemporâneas por meio
das experiências de vida e do acesso aos diferentes recursos
tecnológicos.
EA4 - (Re)conhecer a pluralidade de performances teatrais. EA5 Construir significativamente repertório em Teatro. EA6 - Conhecer as
diversas possibilidades das expressões teatrais. EA13 - Posicionar-se
criticamente em relação a produções teatrais. EA17 - Argumentar
Leitura e compreensão da produção de diferentes textos
sobre Arte, a partir do conhecimento construído em Teatro. EA18 dramático e teatral
Correlacionar as produções em Teatro com as tecnologias
contemporâneas por meio das experiências de vida e do acesso aos
diferentes recursos tecnológicos.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções artísticas,
seus contextos e suas identidades culturais. EA2 - Apropriar-se dos
fundamentos das Artes Visuais. EA5 - Construir repertórios
Utilização do elemento volume nas atividades de releitura
significativos em Artes Visuais. EA6 - Experienciar e apropriar-se de
da obra de arte e/ou objeto de arte, revelando a apreensão
materiais e suportes em Artes Visuais. EA9 - Conhecer e estabelecer dos significados e significantes do mesmo nas artes visuais
relações formais e simbólicas entre análise estética, contextualização no contexto da natureza e da cultura
e processos da produção visual. EA17 - Elaborar e construir formas
pessoais de registro em Artes Visuais.
EA5 - Construir significativamente repertório em produções de
Uso da linguagem corporal buscando identificar a relação
Dança. EA7 - Estabelecer relações entre as diferentes performances
entre os movimentos e a interpretação na dança como
em Dança de forma crítica, não linear
linguagem artística
EA5 - Construir significativamente repertório em produções de
Dança. EA7 - Estabelecer relações entre as diferentes performances
Emprego dos conhecimentos sobre os contextos na Dança
em Dança de forma crítica, não linear. EA18 - Correlacionar as
produções em Dança com as tecnologias contemporâneas por meio
2 Ano
III
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem da dança
2 Ano
III
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem musical
2 Ano
III
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem musical
2 Ano
III
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem musical
2 Ano
III
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem teatral
2 Ano
III
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem teatral
2 Ano
III
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem teatral
das experiências de vida e do acesso aos diferentes recursos
tecnológicos.
EA5 - Construir significativamente repertório em produções de
Dança. EA7 - Estabelecer relações entre as diferentes performances
em Dança de forma crítica, não linear. EA18 - Correlacionar as
produções em Dança com as tecnologias contemporâneas por meio
das experiências de vida e do acesso aos diferentes recursos
tecnológicos.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos da Música. EA18 Identificar os elementos básicos do som. EA19 - Correlacionar as
produções em Música com as tecnologias contemporâneas por meio
das experiências de vida e do acesso aos diferentes
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos da Música. EA14 Expressar-se através de produções musicais. EA17 - Argumentar
sobre Arte, a partir do conhecimento construído em Música. EA19 Correlacionar as produções em Música com as tecnologias
contemporâneas por meio das experiências de vida e do acesso aos
diferentes.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos da Música. EA7 Compreender a relação entre obras musicais, de forma crítica, não
linear. EA10 - (Re) conhecer características da produção musical de
Pernambuco. EA19 - Correlacionar as produções em Música com as
tecnologias contemporâneas por meio das experiências de vida e do
acesso aos diferentes.
EA5 - Construir significativamente repertório em Teatro. EA6 Conhecer as diversas possibilidades das expressões teatrais. EA9 Identificar e experenciar elementos da encenação. EA14 - Expressarse através de produções teatrais. EA16 - Trabalhar individual e
coletivamente em produções Teatrais. EA18 - Correlacionar as
produções em Teatro com as tecnologias contemporâneas por meio
das experiências de vida e do acesso aos diferentes recursos
tecnológicos.
EA5 - Construir significativamente repertório em Teatro. EA9 Identificar e experenciar elementos da encenação. EA14 - Expressarse através de produções teatrais. EA16 - Trabalhar individual e
coletivamente em produções Teatrais. EA17 - Argumentar sobre Arte,
a partir do conhecimento construído em Teatro. EA18 - Correlacionar
as produções em Teatro com as tecnologias contemporâneas por
meio das experiências de vida e do acesso aos diferentes recursos
tecnológicos.
EA12 - Correlacionar vivências em Teatro e experiência de vida. EA14
- Expressar-se através de produções teatrais. EA16 - Trabalhar
individual e coletivamente em produções Teatrais. EA18 -
Utilização dos conhecimentos sobre as relações entre a
Dança e as outras linguagens artísticas
Emprego dos conhecimentos sobre a noção de canção na
linguagem musica
Utilização da noção de ruídos, sons, ritmos, movimentos na
produção musical
Utilização da apreciação musical em diferentes tipos e
estilos de música na releitura de obra musicais
Uso do Teatro como fato histórico, sociocultural e
contextualizado nas diversas culturas: gêneros, estilos,
movimentos, dramaturgos e dos artistas
Emprego dos conhecimentos sobre a produção de
diferentes textos dramático e teatral
Utilização dos conhecimentos sobre Teatro como fato
histórico, sociocultural e contextualizado nas diversas
culturas: gêneros, estilos, movimentos, dramaturgos e dos
2 Ano
IV
Expressão e comunicação
Humana na linguagem visual
2 Ano
IV
Expressão e comunicação
Humana na linguagem visual
2 Ano
IV
Expressão e comunicação
Humana na linguagem visual
2 Ano
IV
Expressão e comunicação
Humana na linguagem visual
2 Ano
IV
Expressão e comunicação
Humana na linguagem Dança
2 Ano
IV
Expressão e comunicação
Humana na linguagem Dança
2 Ano
IV
Expressão e comunicação
Humana na linguagem Dança
2 Ano
IV
Expressão e comunicação
Humana na linguagem musical
2 Ano
IV
Expressão e comunicação
Humana na linguagem musical
2 Ano
IV
Expressão e comunicação
Humana na linguagem musical
2 Ano
IV
Expressão e comunicação
Humana na linguagem teatral
2 Ano
IV
Expressão e comunicação
Correlacionar as produções em Teatro com as tecnologias
contemporâneas por meio das experiências de vida e do acesso aos
diferentes recursos tecnológicos.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais. EA5 Construir repertórios significativos em Artes Visuais. EA11 - Vivenciar,
enquanto fruidor, as Artes Visuais. EA13 - Argumentar sobre Arte, a
partir do conhecimento construído em Artes Visuais.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais. EA5 Construir repertórios significativos em Artes Visuais. EA11 - Vivenciar,
enquanto fruidor, as Artes Visuais. EA13 - Argumentar sobre Arte, a
partir do conhecimento construído em Artes Visuais.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais. EA5 Construir repertórios significativos em Artes Visuais. EA11 - Vivenciar,
enquanto fruidor, as Artes Visuais. EA13 - Argumentar sobre Arte, a
partir do conhecimento construído em Artes Visuais.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais. EA5 Construir repertórios significativos em Artes Visuais. EA11 - Vivenciar,
enquanto fruidor, as Artes Visuais. EA13 - Argumentar sobre Arte, a
partir do conhecimento construído em Artes Visuais.
EA7 - Estabelecer relações entre as diferentes performances em
Dança de forma crítica, não linear
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções em Dança e
seu contexto, e suas identidades culturais. EA11 - Compreender as
expressões da Dança através de parâmetros estéticos.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções em Dança e
seu contexto, e suas identidades culturais. EA7 - Estabelecer relações
entre as diferentes performances em Dança de forma crítica, não
linear.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções musicais, seu
contexto e sua identidade cultural. EA4 - (Re) conhecer a pluralidade
de expressões musicais. EA18 - Identificar os elementos básicos do
som.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos da Música. EA7 Compreender a relação entre obras musicais, de forma crítica, não
linear. EA18 - Identificar os elementos básicos do som.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos da Música. Ea7Compreender a relação entre obras musicais, de forma crítica, não
linear. EA10 - (Re)conhecer características da produção musical de
Pernambuco. EA18 - Identificar os elementos básicos do som.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções teatrais, seus
contextos e sua identidade cultural. EA2 - Apropriar-se dos
fundamentos expressivos do Teatro
EA4 - (Re)conhecer a pluralidade de performances teatrais. EA7 -
artistas
Identificação dos signos da linguagem visual com ênfase no
elemento luz
Conhecimento sobre superfície, buscando estabelecer
relação entre o espaço real e o espaço representado a
partir da especificidade desse elemento
Reconhecimento da cor como elemento significativo das
artes visuais, buscando identificar as especificidades das
cores da natureza e da cultura, estabelecendo relação
entre elas
Conhecimento sobre a leitura de obra de arte,
considerando os signos da linguagem visual
Identificação da relação entre os movimentos e a
interpretação na dança
Conhecimento sobre contextos da Dança
Reconhecimento da relação entre a Dança e as outras
linguagens artísticas
Conhecimento sobre signos musicais a partir de oficinas
(experimentação/pesquisa) desenvolvidas pelo professor
Identificação de signos musicais (experimentação/
pesquisa)
Conhecimento sobre apreciação musical
Identificação do teatro como linguagem e de textos
dramáticos como uma construção social, cultural e
individual
Conhecimento sobre estrutura de ações cênicas: (cena, ato,
Humana na linguagem teatral
IV
Expressão e comunicação
Humana na linguagem teatral
2 Ano
IV
Expressão e comunicação
Humana na linguagem teatral
2 Ano
IV
Apreciação estética da
linguagem visual
2 Ano
IV
Apreciação estética da
linguagem visual
2 Ano
IV
Apreciação estética da
linguagem visual
2 Ano
Compreender a relação entre obras teatrais de forma crítica, não
linear. EA5 - Construir significativamente repertório em Teatro.
EA11 - Compreender as performances teatrais a partir de parâmetros
estéticos. EA17 - Argumentar sobre Arte, a partir do conhecimento
construído em Teatro.
EA18 - Correlacionar as produções em Teatro com as tecnologias
contemporâneas por meio das experiências de vida e do acesso aos
diferentes recursos tecnológicos. EA2 - Apropriar-se dos
fundamentos expressivos do Teatro. EA5 - Construir
significativamente repertório em Teatro. EA9 - Identificar e
experenciar elementos da encenação. EA2 - Apropriar-se dos
fundamentos expressivos do Teatro. EA5 - Construir
significativamente repertório em Teatro. EA13 - Posicionar-se
criticamente em relação a produções teatrais. EA17 - Argumentar
sobre Arte, a partir do conhecimento construído em Teatro. EA2 Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro. EA5 - Construir
significativamente repertório em Teatro. EA9 - Identificar e
experenciar elementos da encenação. EA11 - Compreender as
performances teatrais a partir de parâmetros estéticos.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções artísticas,
seus contextos e suas identidades culturais. EA2 - Apropriar-se dos
fundamentos das Artes Visuais. EA3 - Contextualizar produções de
Artes Visuais. EA5 - Construir repertórios significativos em Artes
Visuais. EA7 - Compreender a relação entre produções de Artes
Visuais de forma crítica, a partir dos legados culturais locais. EA8 Identificar produções em Artes Visuais locais, regionais, nacionais e
internacionais. EA9 - Conhecer e estabelecer relações formais e
simbólicas entre análise estética, contextualização e processos da
produção visual. EA16 - (Re)conhecer as características das
produções em Artes Visuais em Pernambuco.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções artísticas,
seus contextos e suas identidades culturais. EA2 - Apropriar-se dos
fundamentos das Artes Visuais. EA3 - Contextualizar produções de
Artes Visuais. EA5 - Construir repertórios significativos em Artes
Visuais. EA7 - Compreender a relação entre produções de Artes
Visuais de forma crítica, a partir dos legados culturais locais. EA8 Identificar produções em Artes Visuais locais, regionais, nacionais e
internacionais. EA9 - Conhecer e estabelecer relações formais e
simbólicas entre análise estética, contextualização e processos da
produção visual. EA16 - (Re)conhecer as características das
produções em Artes Visuais em Pernambuco.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções artísticas,
seus contextos e suas identidades culturais. EA2 - Apropriar-se dos
enredo, conflito, tempo, espaço, personagens, diálogo e
monólogo)
Conhecimento, reconhecimento de análise do texto cênico
(texto espetacular)
Conhecimento sobre os elementos da linguagem:
interpretação, representação, direção e encenação,
cenografia, indumentária, iluminação, sonoplastia e
espaço-cênico
Leitura e compreensão dos signos da linguagem visual com
ênfase no elemento luz no contexto da composição da obra
de arte, de objeto da cultura e/ou da natureza
Compreensão da noção de luz no contexto do espaço real e
do espaço representado na obra de arte, no objeto da
cultura ou da natureza
Identificação e leitura da obra de arte, considerando seu
contexto, assim como o contexto da natureza e da cultura
Apreciação estética da
linguagem da dança
Apreciação estética da
linguagem da dança
2 Ano
IV
2 Ano
IV
2 Ano
IV
Apreciação estética da
linguagem musical
2 Ano
IV
Apreciação estética da
linguagem musical
2 Ano
IV
Apreciação estética da
linguagem teatral
2 Ano
IV
Apreciação estética da
linguagem teatral
2 Ano
IV
Apreciação estética da
linguagem teatral
2 Ano
IV
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem visual
3 Ano
IV
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem visual
fundamentos das Artes Visuais. EA3 - Contextualizar produções de
Artes Visuais. EA5 - Construir repertórios significativos em Artes
Visuais. EA7 - Compreender a relação entre produções de Artes
Visuais de forma crítica, a partir dos legados culturais locais. EA8 Identificar produções em Artes Visuais locais, regionais, nacionais e
internacionais. EA9 - Conhecer e estabelecer relações formais e
simbólicas entre análise estética, contextualização e processos da
produção visual. EA16 - (Re)conhecer as características das
produções em Artes Visuais em Pernambuco.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções em Dança e
seu contexto, e suas identidades culturais.
EA7 - Estabelecer relações entre as diferentes performances em
Dança de forma crítica, não linear.
EA3 - Conhecer e contextualizar produções musicais. EA7 Compreender a relação entre obras musicais, de forma crítica, não
linear. EA10 - (Re) conhecer características da produção musical de
Pernambuco. EA18 - Identificar os elementos básicos do som
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos da Música. EA3 Conhecer e contextualizar produções musicais. EA7 - Compreender a
relação entre obras musicais, de forma crítica, não linear. EA10 - (Re)
conhecer características da produção musical de Pernambuco. EA18 Identificar os elementos básicos do som.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções teatrais, seus
contextos e sua identidade cultural. EA2 - Apropriar-se dos
fundamentos expressivos do Teatro.
EA4 - (Re)conhecer a pluralidade de performances teatrais. EA7 Compreender a relação entre obras teatrais de forma crítica, não
linear. EA8 - Compreender os fundamentos das dramaturgias em suas
variadas formas.
EA10 - Reconhecer características da produção teatral de
Pernambuco. EA13 - Posicionar-se criticamente em relação a
produções teatrais.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais. EA5 Construir repertórios significativos em Artes Visuais. EA6 Experienciar e apropriar-se de materiais e suportes em Artes Visuais.
EA12 - Trabalhar coletivamente em manifestações das Artes Visuais.
EA17 - Elaborar e construir formas pessoais de registro em Artes
Visuais.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais. EA5 Construir repertórios significativos em Artes Visuais. EA6 Experienciar e apropriar-se de materiais e suportes em Artes Visuais.
EA12 - Trabalhar coletivamente em manifestações das Artes Visuais.
EA17 - Elaborar e construir formas pessoais de registro em Artes
Compreensão do contexto na composição de uma Dança
como linguagem artística
Identificação e leitura da relação entre a Dança e as outras
linguagens artísticas
Leitura e compreensão dos signos musicais, no contexto da
composição da obra de arte musical trabalhada
Identificação e leitura (apreciação) de diferentes estilos
musicais
Leitura e compreensão do teatro como linguagem e de
textos dramáticos como uma construção social, cultural e
individua
Compreensão da noção da estrutura de ações cênicas:
(cena, ato, enredo, conflito, tempo, espaço, personagens,
diálogo e monólogo)
Identificação, leitura e análise de textos cênicos (texto
espetacular)
Uso dos signos da linguagem visual, com ênfase no
elemento luz, na perspectiva de releitura de obra de arte,
objeto da cultura ou da natureza, visando à composição de
obra e/ou objeto de arte
Emprego dos conhecimentos sobre a noção de luz
representado nas atividades de produções de releitura de
obra de arte e/ou objeto de arte
2 Ano
IV
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem da dança
2 Ano
IV
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem da dança
2 Ano
IV
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem da dança
2 Ano
IV
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem musical
2 Ano
IV
2 Ano
IV
2 Ano
IV
2 Ano
IV
2 Ano
IV
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem musical
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem teatral
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem teatral
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem teatral
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem teatral
Visuais.
EA5 - Construir significativamente repertório em produções de
Dança. EA7 - Estabelecer relações entre as diferentes performances
em Dança de forma crítica, não linear. EA18 - Correlacionar as
produções em Dança com as tecnologias contemporâneas por meio
das experiências de vida e do acesso aos diferentes recursos
tecnológicos.
EA5 - Construir significativamente repertório em produções de
Dança. EA7 - Estabelecer relações entre as diferentes performances
em Dança de forma crítica, não linear.
EA5 - Construir significativamente repertório em produções de
Dança. EA7 - Estabelecer relações entre as diferentes performances
em Dança de forma crítica, não linear. EA18 - Correlacionar as
produções em Dança com as tecnologias contemporâneas por meio
das experiências de vida e do acesso aos diferentes recursos
tecnológicos.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos da Música. EA7 Compreender a relação entre obras musicais, de forma crítica, não
linear. EA20 - Conhecer, valorizar e respeitar os diversos espaços de
circulação, reconhecendo sua importância para a construção e a
preservação dos bens artísticos/culturais.
EA14 - Expressar-se através de produções musicais. EA17 Argumentar sobre Arte, a partir do conhecimento construído em
Música.
Uso da linguagem corporal buscando identificar a relação
entre os movimentos e a interpretação na dança como
linguagem artística
Emprego dos conhecimentos sobre os contextos na Dança
Utilização dos conhecimentos sobre as relações entre a
Dança e as outras linguagens artísticas
Uso dos signos da linguagem musical, na perspectiva de
releitura de obras musicais e de composição dos alunos
Utilização da noção de ruídos, sons, ritmos, movimentos na
produção musical
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro. EA5 Construir significativamente repertório em Teatro.
Uso de textos dramáticos como uma construção social,
cultural e individual
EA9 - Identificar e experenciar elementos da encenação. EA14 Expressar-se através de produções teatrais.
Emprego dos conhecimentos sobre de textos dramáticos
EA16 - Trabalhar individual e coletivamente em produções Teatrais.
EA18 - Correlacionar as produções em Teatro com as tecnologias
contemporâneas por meio das experiências de vida e do acesso aos
diferentes recursos tecnológicos.
Utilização da estrutura de ações cênicas: (cena, ato,
enredo, conflito, tempo, espaço, personagens, diálogo e
monólogo)
Uso dos conhecimentos sobre elementos da linguagem:
interpretação, representação, direção e encenação,
cenografia, indumentária, iluminação, sonoplastia e
espaço-cênico
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM COMPLEMENTARES DE ARTE
3º ANO
Série
Bimestre
Eixo/ Campo
Expressão e comunicação
Humana na linguagem visual
3 Ano
I
3 Ano
I
Expressão e comunicação
Humana na linguagem visual
3 Ano
I
Expressão e comunicação
Humana na linguagem visual
3 Ano
I
Expressão e comunicação
Humana na linguagem visual
3 Ano
I
Expressão e comunicação
Humana na linguagem Dança
3 Ano
I
3 Ano
I
3 Ano
I
Expressão e comunicação
Humana na linguagem Dança
Expressão e comunicação
Humana na linguagem Dança
Expressão e comunicação
Humana na linguagem Dança
3 Ano
I
Expressão e comunicação
Humana na linguagem musical
3 Ano
I
Expressão e comunicação
Humana na linguagem musical
3 Ano
I
Expressão e comunicação
Humana na linguagem musical
Arte
Expectativa de Aprendizagem
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais. EA5 Construir repertórios significativos em Artes Visuais.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais. EA5 Construir repertórios significativos em Artes Visuais. EA15 Correlacionar as produções das artes visuais com tecnologias
contemporâneas por meio das experiências de vida e do acesso aos
diferentes recursos tecnológicos.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais. EA5 Construir repertórios significativos em Artes Visuais. EA15 Correlacionar as produções das artes visuais com tecnologias
contemporâneas por meio das experiências de vida e do acesso aos
diferentes recursos tecnológicos.
A2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais. EA5 - Construir
repertórios significativos em Artes Visuais. EA15 - Correlacionar as
produções das artes visuais com tecnologias contemporâneas por
meio das experiências de vida e do acesso aos diferentes recursos
tecnológicos
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções em Dança e
seu contexto, e suas identidades culturais.
EA8 - Compreender os fundamentos da Dança.
EA8 - Compreender os fundamentos da Dança. EA9 - Identificar os
elementos expressivos da Dança.
EA13 - Posicionar-se criticamente em relação a produções em Dança
EA13 - Posicionar-se criticamente em relação a produções em Dança.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções musicais, seu
contexto e sua identidade cultural. EA2 - Apropriar-se dos
fundamentos expressivos da Música. EA4 - (Re)conhecer a
pluralidade de expressões musicais. EA9 - Identificar elementos da
expressão musical. EA11 - Compreender as expressões da Música
através de parâmetros estéticos.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos da Música. EA8 Compreender os fundamentos da Música.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos da Música. EA 7Compreender a relação entre obras musicais, de forma crítica, não
linear. EA18- Identificar os elementos básicos do som.
Conteúdos
Identificação dos signos da linguagem visual
Conhecimento sobre espaço, buscando estabelecer relação
entre o espaço real e o espaço representado a partir da
especificidade de cada um destes
Reconhecimento da cor como elemento significativo das
artes visuais buscando identificar as especificidades das
cores da natureza e da cultura, estabelecendo relação
entre elas
Reconhecimento da linha como elemento presente na
composição das artes visuais
Identificação do corpo como uma construção social,
cultural e individual
Conhecimento sobre movimentos, esforço, respiração,
ritmo, etc.
Reconhecimento da relação entre a Dança e as outras
linguagens artísticas
Reconhecimento da relação entre a Dança e as outras
linguagens artísticas
Identificação dos signos da linguagem musical
Conhecimento sobre canção: exploração/estruturação de
ruídos, sons, ritmos, movimentos
Reconhecimento e exploração/estruturação de ruídos,
sons, ritmos, movimentos
3 Ano
I
Expressão e comunicação
Humana na linguagem musical
3 Ano
I
Expressão e comunicação
Humana na linguagem teatral
3 Ano
I
Expressão e comunicação
Humana na linguagem teatral
3 Ano
I
Expressão e comunicação
Humana na linguagem teatral
3 Ano
I
Expressão e comunicação
Humana na linguagem teatral
3 Ano
I
Expressão e comunicação
Humana na linguagem teatral
3 Ano
I
Apreciação estética da
linguagem visual
3 Ano
I
Apreciação estética da
linguagem visual
3 Ano
I
Apreciação estética da
linguagem visual
3 Ano
I
Apreciação estética da
linguagem visual
EA15 - Vivenciar, enquanto fruidor, experiências musicais.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções teatrais, seus
contextos e sua identidade cultural. EA2 - Apropriar-se dos
fundamentos expressivos do Teatro. EA4 - (Re)conhecer a pluralidade
de performances teatrais. EA5 - Construir significativamente
repertório em Teatro. EA6 - Conhecer as diversas possibilidades das
expressões teatrais. EA7 - Compreender a relação entre obras
teatrais de forma crítica, não linear. EA8 - Compreender os
fundamentos das dramaturgias em suas variadas formas
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções teatrais, seus
contextos e sua identidade cultural. EA2 - Apropriar-se dos
fundamentos expressivos do Teatro. EA4 - (Re)conhecer a pluralidade
de performances teatrais. EA5 - Construir significativamente
repertório em Teatro. EA6 - Conhecer as diversas possibilidades das
expressões teatrais. EA8 - Compreender os fundamentos das
dramaturgias em suas variadas formas.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro. EA5 Construir significativamente repertório em Teatro.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro. EA4 (Re)conhecer a pluralidade de performances teatrais. EA5 - Construir
significativamente repertório em Teatro. EA6 - Conhecer as diversas
possibilidades das expressões teatrais. EA8 - Compreender os
fundamentos das dramaturgias em suas variadas formas.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro. EA4 (Re)conhecer a pluralidade de performances teatrais. EA5 - Construir
significativamente repertório em Teatro. EA6 - Conhecer as diversas
possibilidades das expressões teatrais. EA8 - Compreender os
fundamentos das dramaturgias em suas variadas formas.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções artísticas,
seus contextos e suas identidades culturais. EA3 - Contextualizar
produções de Artes Visuais.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções artísticas,
seus contextos e suas identidades culturais. EA3 - Contextualizar
produções de Artes Visuais. EA15 - Correlacionar as produções das
artes visuais com tecnologias contemporâneas por meio das
experiências de vida e do acesso aos diferentes recursos
tecnológicos.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções artísticas,
seus contextos e suas identidades culturais. EA3 - Contextualizar
produções de Artes Visuais.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções artísticas,
seus contextos e suas identidades culturais. EA3 - Contextualizar
Conhecimento sobre apreciação musical
Reconhecimento do Teatro como linguagem para
consciência, utilização e construção corporal e vocal
Conhecimento das relações entre teatro e a realidade
(pesquisa, a produção de máscara, vestuário, objeto de
cena, iluminação, sonoridade, cenografia e maquiagem)
Identificação de elementos estruturadores do teatro:
signos teatrais
Conhecimento sobre a concepção, significado de Jogo
Dramático e Jogo Teatral, apreendendo suas semelhanças e
diferenças
Identificação das características e significados da
improvisação e da interpretação no contexto da linguagem
teatral
Identificação e leitura dos tipos de cores e o sentido
atribuído no contexto da obra de arte, da natureza e da
cultura
Compreensão da noção Espaço no contexto do espaço real
e do espaço representado na obra de arte, no objeto da
cultura ou da natureza
Leitura e compreensão dos Signos da linguagem visual no
contexto da composição da obra de arte, de objeto da
cultura e/ou da natureza
Identificação e leitura dos tipos de linha, presentes no
conteúdo e forma da obra de arte, objeto da cultura e na
Apreciação estética da
linguagem da dança
Apreciação estética da
linguagem da dança
Apreciação estética da
linguagem da dança
Apreciação estética da
linguagem musical
Apreciação estética da
linguagem musical
3 Ano
I
3 Ano
I
3 Ano
I
3 Ano
I
3 Ano
I
3 Ano
I
Apreciação estética da
linguagem musical
3 Ano
I
Apreciação estética da
linguagem teatral
3 Ano
I
Apreciação estética da
linguagem teatral
3 Ano
I
Apreciação estética da
linguagem teatral
3 Ano
I
Apreciação estética da
linguagem teatral
3 Ano
I
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem visual
3 Ano
I
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
produções de Artes Visuais
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções em Dança e
seu contexto, e suas identidades culturais.
EA9 - Identificar os elementos expressivos da Dança.
EA13 - Posicionar-se criticamente em relação a produções em Dança
natureza, apreendendo como parte do todo
Leitura e compreensão da linguagem corporal como uma
construção social, cultural e individual
Compreensão da noção de movimentos, esforço,
respiração, ritmo, etc.
Identificação e leitura da relação entre a Dança e as outras
linguagens artísticas
EA3 - Conhecer e contextualizar produções musicais.
Leitura e compreensão de canções de diferentes épocas
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos da Música. EA18 Identificar os elementos básicos do som.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos da Música. EA7 Compreender a relação entre obras musicais, de forma crítica, não
linear. EA10 - (Re)conhecer características da produção musical de
Pernambuco
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro. EA5 Construir significativamente repertório em Teatro. EA8 Compreender os fundamentos das dramaturgias em suas variadas
formas. EA10 - Reconhecer características da produção teatral de
Pernambuco. EA18 - Correlacionar as produções em Teatro com as
tecnologias contemporâneas por meio das experiências de vida e do
acesso aos diferentes recursos tecnológicos.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro. EA4 (Re)conhecer a pluralidade de performances teatrais. EA5 - Construir
significativamente repertório em Teatro. EA6 - Conhecer as diversas
possibilidades das expressões teatrais. EA8 - Compreender os
fundamentos das dramaturgias em suas variadas formas. EA10 Reconhecer características da produção teatral de Pernambuco.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro. EA5 Construir significativamente repertório em Teatro. EA10 Reconhecer características da produção teatral de Pernambuco.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro. EA4 (Re)conhecer a pluralidade de performances teatrais. EA5 - Construir
significativamente repertório em Teatro. EA6 - Conhecer as diversas
possibilidades das expressões teatrais. EA8 - Compreender os
fundamentos das dramaturgias em suas variadas formas. EA10 Reconhecer características da produção teatral de Pernambuco.
EA6 - Experienciar e apropriar-se de materiais e suportes em Artes
Visuais. EA15 - Correlacionar as produções das artes visuais com
tecnologias contemporâneas por meio das experiências de vida e do
acesso aos diferentes recursos tecnológicos.
EA6 - Experienciar e apropriar-se de materiais e suportes em Artes
Visuais. EA15 - Correlacionar as produções das artes visuais com
Compreensão da noção de ruídos, sons, ritmos,
movimentos
Identificação e leitura (apreciação) de diferentes estilos
musicais
Leitura e compreensão do teatro como linguagem para
consciência, utilização e construção corporal e vocal
Compreensão da noção de Jogo dramático, o jogo teatral
Identificação, leitura e análise dos Componentes
estruturadores do teatro: signos teatrais
Leitura e releitura de obras cênicas, identificando as
relações entre teatro e a realidade (pesquisa, a produção
de máscara, vestuário, objeto de cena, iluminação,
sonoridade, cenografia e maquiagem)
Uso dos signos da linguagem visual na perspectiva de
releitura de obra de arte, objeto da cultura ou da natureza,
visando à composição de obra e/ou objeto de arte
Emprego dos conhecimentos sobre a noção de Espaço,
considerando as noções tanto de espaço real quanto de
linguagem visual
3 Ano
I
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem visual
3 Ano
I
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem da dança
3 Ano
I
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem da dança
3 Ano
I
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem da dança
3 Ano
I
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem musical
3 Ano
I
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem musical
3 Ano
I
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem musical
3 Ano
I
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem musical
3 Ano
I
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem teatral
3 Ano
I
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem teatral
tecnologias contemporâneas por meio das experiências de vida e do
acesso aos diferentes recursos tecnológicos.
EA6 - Experienciar e apropriar-se de materiais e suportes em Artes
Visuais. EA15 - Correlacionar as produções das artes visuais com
tecnologias contemporâneas por meio das experiências de vida e do
acesso aos diferentes recursos tecnológicos.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções em Dança e
seu contexto, e suas identidades culturais. Ea18 - Correlacionar as
produções em Dança com as tecnologias contemporâneas por meio
das experiências de vida e do acesso aos diferentes recursos
tecnológicos.
EA5 - Construir significativamente repertório em produções de
Dança. EA7 - Estabelecer relações entre as diferentes performances
em Dança de forma crítica, não linear.
EA13 - Posicionar-se criticamente em relação a produções em Dança.
EA18- Correlacionar as produções em Dança com as tecnologias
contemporâneas por meio das experiências de vida e do acesso aos
diferentes recursos tecnológicos.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos da Música. EA5 Construir significativamente repertório em produções musicais. EA16
- Trabalhar individual e coletivamente em expressões musicais.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos da Música. EA6 Conhecer as diversas possibilidades das expressões musicais. EA10 (Re)conhecer características da produção musical de Pernambuco.
EA20 - Conhecer, valorizar e respeitar os diversos espaços de
circulação, reconhecendo sua importância para a construção e a
preservação dos bens artísticos/culturais.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos da Música. EA12 Correlacionar significativamente vivências em Música e experiência
de vida. EA18 - Identificar os elementos básicos do som.
EA14 - Expressar-se através de produções musicais. EA17 Argumentar sobre Arte, a partir do conhecimento construído em
Música. EA19 - Correlacionar as produções em Música com as
tecnologias contemporâneas por meio das experiências de vida e do
acesso aos diferentes
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro. EA5 Construir significativamente repertório em Teatro. EA6 - Conhecer as
diversas possibilidades das expressões teatrais. EA8 - Compreender
os fundamentos das dramaturgias em suas variadas formas. EA9 Identificar e experenciar elementos da encenação.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro. EA5 Construir significativamente repertório em Teatro. EA8 Compreender os fundamentos das dramaturgias em suas variadas
espaço representado nas atividades de produções de
releitura de obra de arte e/ou objeto de arte
Utilização das cores nas atividades de releitura da obra d
arte e/ou objeto de arte, revelando a apreensão dos
significados e significantes da cor nas artes visuais no
contexto da natureza e da cultura
Uso da linguagem corporal, como uma construção social,
cultural e individual
Emprego dos conhecimentos sobre a noção de
movimentos, esforço, respiração, ritmo, etc.
Utilização das relações entre a Dança e as outras
linguagens artísticas
Uso dos signos da linguagem musical na perspectiva de
releitura de obras nessa linguagem
Emprego dos conhecimentos sobre a noção de canção na
linguagem musical
Utilização da noção de ruídos, sons, ritmos, movimentos na
produção musical
Utilização da apreciação musical em diferentes tipos e
estilos de música na releitura de obra musicais
Uso de textos que revelem o Teatro como linguagem para
consciência, utilização e construção corporal e vocal
Uso dos conhecimentos sobre Componentes
estruturadores do teatro: signos teatrais
I
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem teatral
3 Ano
I
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem teatral
3 Ano
II
Expressão e comunicação
Humana na linguagem visual
3 Ano
II
Expressão e comunicação
Humana na linguagem visual
II
Expressão e comunicação
Humana na linguagem visual
3 Ano
3 Ano
formas. EA9 - Identificar e experenciar elementos da encenação
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro. EA5 Construir significativamente repertório em Teatro. EA6 - Conhecer as
diversas possibilidades das expressões teatrais. EA8 - Compreender
os fundamentos das dramaturgias em suas variadas formas. EA9 Identificar e experenciar elementos da encenação. EA18 Correlacionar as produções em Teatro com as tecnologias
contemporâneas por meio das experiências de vida e do acesso aos
diferentes recursos tecnológicos.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro. EA5 Construir significativamente repertório em Teatro. EA6 - Conhecer as
diversas possibilidades das expressões teatrais. EA8 - Compreender
os fundamentos das dramaturgias em suas variadas formas. EA9 Identificar e experenciar elementos da encenação. EA18 Correlacionar as produções em Teatro com as tecnologias
contemporâneas por meio das experiências de vida e do acesso aos
diferentes recursos tecnológicos.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais. EA5 Construir repertórios significativos em Artes Visuais. EA9 - Conhecer
e estabelecer relações formais e simbólicas entre análise estética,
contextualização e processos da produção visual. EA11 - Vivenciar,
enquanto fruidor, as Artes Visuais. EA15 - Correlacionar as produções
das artes visuais com tecnologias contemporâneas por meio das
experiências de vida e do acesso aos diferentes recursos
tecnológicos.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais. EA5 Construir repertórios significativos em Artes Visuais. EA9 - Conhecer
e estabelecer relações formais e simbólicas entre análise estética,
contextualização e processos da produção visual. EA11 - Vivenciar,
enquanto fruidor, as Artes Visuais. EA15 - Correlacionar as produções
das artes visuais com tecnologias contemporâneas por meio das
experiências de vida e do acesso aos diferentes recursos
tecnológicos. EA16 - (Re)conhecer as características das produções
em Artes Visuais em Pernambuco.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais. EA5 Construir repertórios significativos em Artes Visuais. EA9 - Conhecer
e estabelecer relações formais e simbólicas entre análise estética,
contextualização e processos da produção visual. EA11 - Vivenciar,
enquanto fruidor, as Artes Visuais. EA15 - Correlacionar as produções
das artes visuais com tecnologias contemporâneas por meio das
experiências de vida e do acesso aos diferentes recursos
tecnológicos. EA16 - (Re)conhecer as características das produções
em Artes Visuais em Pernambuco.
Emprego dos conhecimentos sobre de textos dramáticos A
improvisação e a interpretação
Uso dos conhecimentos sobre as Relações entre teatro e a
realidade (pesquisa, a produção de máscara, vestuário,
objeto de cena, iluminação, sonoridade, cenografia e
maquiagem)
Identificação dos signos da linguagem visual
Conhecimento sobre espaço, buscando estabelecer relação
entre o espaço real e o espaço representado a partir da
especificidade de cada um destes
Reconhecimento da cor como elemento significativo das
artes visuais buscando identificar as especificidades das
cores da natureza e da cultura, estabelecendo relação
entre elas
3 Ano
II
Expressão e comunicação
Humana na linguagem visual
3 Ano
II
Expressão e comunicação
Humana na linguagem Dança
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais. EA5 Construir repertórios significativos em Artes Visuais. EA9 - Conhecer
e estabelecer relações formais e simbólicas entre análise estética,
contextualização e processos da produção visual. EA11 - Vivenciar,
enquanto fruidor, as Artes Visuais.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções em Dança e
seu contexto, e suas identidades culturais.
3 Ano
II
Expressão e comunicação
Humana na linguagem Dança
EA15 - Vivenciar, enquanto fruidor, de forma significativa,
experiências em Dança
3 Ano
II
Expressão e comunicação
Humana na linguagem Dança
EA17 - Argumentar sobre Arte, a partir dos conhecimentos
construídos em Dança.
3 Ano
II
Expressão e comunicação
Humana na linguagem Dança
3 Ano
II
Expressão e comunicação
Humana na linguagem musical
3 Ano
II
Expressão e comunicação
Humana na linguagem musical
3 Ano
II
Expressão e comunicação
Humana na linguagem musical
3 Ano
II
Expressão e comunicação
Humana na linguagem teatral
3 Ano
II
Expressão e comunicação
Humana na linguagem teatral
3 Ano
II
Expressão e comunicação
EA13 - Posicionar-se criticamente em relação a produções em Dança.
EA19 - Conhecer, valorizar e respeitar os diversos espaços de
circulação, reconhecendo sua importância para a construção e a
preservação dos bens artísticos/culturais.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções musicais, seu
contexto e sua identidade cultural. EA4 - (Re)conhecer a pluralidade
de expressões musicais. EA9 - Identificar elementos da expressão
musical. EA11 - Compreender as expressões da Música através de
parâmetros estéticos. EA18- Identificar os elementos básicos do som.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos da Música. EA8 Compreender os fundamentos da Música. EA18 - Identificar os
elementos básicos do som.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos da Música. EA7 Compreender a relação entre obras musicais, de forma crítica, não
linear. EA15 - Vivenciar, enquanto fruidor, experiências musicais.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções teatrais, seus
contextos e sua identidade cultural. EA2 - Apropriar-se dos
fundamentos expressivos do Teatro. EA5 - Construir
significativamente repertório em Teatro. EA6 - Conhecer as diversas
possibilidades das expressões teatrais. EA7 - Compreender a relação
entre obras teatrais de forma crítica, não linear. EA8 - Compreender
os fundamentos das dramaturgias em suas variadas formas. EA18 Correlacionar as produções em Teatro com as tecnologias
contemporâneas por meio das experiências de vida e do acesso aos
diferentes recursos tecnológicos.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro. EA4 (Re)conhecer a pluralidade de performances teatrais. EA5 - Construir
significativamente repertório em Teatro. EA6 - Conhecer as diversas
possibilidades das expressões teatrais.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro. EA5 -
Reconhecimento da linha como elemento presente na
composição das artes visuais
Identificação dos signos da linguagem da dança
Conhecimento sobre elementos e dinâmicas de
movimento: – peso, espaço, fluência e tempo representado
a partir da especificidade de cada um destes
Reconhecimento dos elementos peso, espaço, fluência e
tempo como elemento significativo da Dança, buscando
identificar as especificidades de cada um desses elementos
Reconhecimento da Expressão como elemento presente na
composição da Dança enquanto linguagem artística
Conhecimento sobre signos musicais a partir de oficinas
(experimentação/pesquisa) desenvolvidas pelo professor
Identificação de signos musicais (experimentação/
pesquisa)
Conhecimento sobre apreciação musical
Identificação do teatro como linguagem e de textos
dramáticos como uma construção social, cultural e
individual
Conhecimento sobre estrutura de ações cênicas: (cena, ato,
enredo, conflito, tempo, espaço, personagens, diálogo e
monólogo)
Conhecimento, reconhecimento de análise do texto cênico
Humana na linguagem teatral
3 Ano
II
Expressão e comunicação
Humana na linguagem teatral
3 Ano
II
Apreciação estética da
linguagem visual
3 Ano
II
Apreciação estética da
linguagem visual
3 Ano
II
Apreciação estética da
linguagem visual
3 Ano
II
Apreciação estética da
linguagem visual
Construir significativamente repertório em Teatro. EA6 - Conhecer as (texto espetacular)
diversas possibilidades das expressões teatrais. EA13 - Posicionar-se
criticamente em relação a produções teatrais. EA15 - Vivenciar,
enquanto fruidor, de forma significativa, experiências teatrais. EA17 Argumentar sobre Arte, a partir do conhecimento construído em
Teatro.
Conhecimento sobre os elementos da linguagem:
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro. EA5 interpretação, representação, direção e encenação,
Construir significativamente repertório em Teatro. EA9 - Identificar e
cenografia, indumentária, iluminação, sonoplastia e
experenciar elementos da encenação.
espaço-cênico
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções artísticas,
seus contextos e suas identidades culturais. EA2 - Apropriar-se dos
fundamentos das Artes Visuais. EA3 -Contextualizar produções de
Identificação dos signos da linguagem visual
Artes Visuais. EA4 - Reconhecer a pluralidade de manifestações das
Artes Visuais. EA5 - Construir repertórios significativos em Artes
Visuais.
EA3 - Contextualizar produções de Artes Visuais. EA7 - Compreender
a relação entre produções de Artes Visuais de forma crítica, a partir
dos legados culturais locais. EA8 - Identificar produções em Artes
Visuais locais, regionais, nacionais e internacionais. EA9 - Conhecer e
estabelecer relações formais e simbólicas entre análise estética,
Conhecimento sobre espaço, buscando estabelecer relação
contextualização e processos da produção visual. EA10 - Posicionarentre o espaço real e o espaço representado a partir da
se criticamente em relação às produções de Artes Visuais. EA11 especificidade de cada um destes
Vivenciar, enquanto fruidor, as Artes Visuais. EA13 - Argumentar
sobre Arte, a partir do conhecimento construído em Artes Visuais.
EA16 - (Re)conhecer as características das produções em Artes
Visuais em Pernambuco.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções artísticas,
seus contextos e suas identidades culturais. EA2 - Apropriar-se dos
fundamentos das Artes Visuais. EA3 - Contextualizar produções de
Artes Visuais. EA5 - Construir repertórios significativos em Artes
Visuais. EA7 - Compreender a relação entre produções de Artes
Reconhecimento da cor como elemento significativo das
Visuais de forma crítica, a partir dos legados culturais locais. EA9 artes visuais buscando identificar as especificidades das
Conhecer e estabelecer relações formais e simbólicas entre análise
cores da natureza e da cultura, estabelecendo relação
estética, contextualização e processos da produção visual. EA11 entre elas
Vivenciar, enquanto fruidor, as Artes Visuais. EA13 - Argumentar
sobre Arte, a partir do conhecimento construído em Artes Visuais.
EA16 - (Re)conhecer as características das produções em Artes
Visuais em Pernambuco.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais. EA3 Contextualizar produções de Artes Visuais. EA5 - Construir
Reconhecimento da linha como elemento presente na
repertórios significativos em Artes Visuais. EA8 - Identificar
composição das artes visuais
produções em Artes Visuais locais, regionais, nacionais e
3 Ano
II
Apreciação estética da
linguagem da dança
3 Ano
II
Apreciação estética da
linguagem da dança
3 Ano
II
Apreciação estética da
linguagem da dança
3 Ano
II
Apreciação estética da
linguagem musical
3 Ano
II
Apreciação estética da
linguagem teatral
3 Ano
II
Apreciação estética da
linguagem teatral
3 Ano
II
Apreciação estética da
linguagem teatral
3 Ano
II
Apreciação estética da
linguagem teatral
internacionais. EA9 - Conhecer e estabelecer relações formais e
simbólicas entre análise estética, contextualização e processos da
produção visual. EA11 - Vivenciar, enquanto fruidor, as Artes Visuais.
EA3 - Compreender e contextualizar produções em Dança. EA4 (Re)conhecer a pluralidade de expressões em Dança. EA19 Conhecer, valorizar e respeitar os diversos espaços de circulação,
reconhecendo sua importância para a construção e a preservação
dos bens artísticos/culturais.
EA7 - Estabelecer relações entre as diferentes performances em
Dança de forma crítica, não linear. EA19 - Conhecer, valorizar e
respeitar os diversos espaços de circulação, reconhecendo sua
importância para a construção e a preservação dos bens
artísticos/culturais.
EA6 - Conhecer as diversas possibilidades das expressões em Dança.
EA12 - Correlacionar significativamente vivências em Dança e
experiência de vida.
EA3 - Conhecer e contextualizar produções musicais. EA7 Compreender a relação entre obras musicais, de forma crítica, não
linear. EA10 - (Re)conhecer características da produção musical de
Pernambuco. EA18 - Identificar os elementos básicos do som.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções teatrais, seus
contextos e sua identidade cultural. EA3 - Contextualizar produções
teatrais. EA4 - (Re)conhecer a pluralidade de performances teatrais.
EA5 - Construir significativamente repertório em Teatro. EA6 Conhecer as diversas possibilidades das expressões teatrais. EA7 Compreender a relação entre obras teatrais de forma crítica, não
linear. EA10 - Reconhecer características da produção teatral de
Pernambuco. EA12 - Posicionar-se criticamente em relação a
produções teatrais EA13 - Posicionar-se criticamente em relação a
produções teatrais. EA15 - Vivenciar, enquanto fruidor, de forma
significativa, experiências teatrais. EA17 - Trabalhar individual e
coletivamente em produções Teatrais. EA18 - Correlacionar as
produções em Teatro com as tecnologias contemporâneas por meio
das experiências de vida e do acesso aos diferentes recursos
tecnológicos.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro. EA5 Construir significativamente repertório em Teatro. EA9 - Identificar e
experenciar elementos da encenação.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro. EA5 Construir significativamente repertório em Teatro. EA9 - Identificar e
experenciar elementos da encenação.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro. EA4 (Re)conhecer a pluralidade de performances teatrais. EA5 - Construir
Leitura e compreensão da expressão na Dança, no contexto
da composição da obra de arte, de objeto da cultura e/ou
da natureza nessa linguagem artística
Compreensão da noção espaço no contexto do espaço real
e do espaço representado na composição da dança como
objeto de arte, da cultura e/ou da natureza
Identificação e leitura dos elementos e dinâmicas de
movimento: peso, espaço, fluência e tempo e o sentido
atribuído no contexto da dança como obra artística
Leitura e compreensão dos signos musicais, no contexto da
composição da obra de arte musical trabalhada
Leitura e compreensão do teatro como linguagem e de
textos dramáticos como uma construção social, cultural e
individual
Compreensão da noção da estrutura de ações cênicas:
(cena, ato, enredo, conflito, tempo, espaço, personagens,
diálogo e monólogo)
Identificação, leitura e análise de textos cênicos (texto
espetacular)
Leitura e releitura de obras cênicas, identificando os
elementos da linguagem: interpretação, representação,
II
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem visual
II
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem visual
3 Ano
II
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem visual
3 Ano
II
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem visual
3 Ano
II
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
3 Ano
3 Ano
significativamente repertório em Teatro. EA6 - Conhecer as diversas
possibilidades das expressões teatrais. EA9 - Identificar e experenciar
elementos da encenação. EA10 - Reconhecer características da
produção teatral de Pernambuco. EA11 - Compreender as
performances teatrais a partir de parâmetros estéticos. EA15 Vivenciar, enquanto fruidor, de forma significativa, experiências
teatrais. EA16 - Trabalhar individual e coletivamente em produções
Teatrais. EA17 - Argumentar sobre Arte, a partir do conhecimento
construído em Teatro
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções artísticas,
seus contextos e suas identidades culturais. EA2 - Apropriar-se dos
fundamentos das Artes Visuais. EA5 - Construir repertórios
significativos em Artes Visuais. EA6 - Experienciar e apropriar-se de
materiais e suportes em Artes Visuais. EA9 - Conhecer e estabelecer
relações formais e simbólicas entre análise estética, contextualização
e processos da produção visual. EA17 - Elaborar e construir formas
pessoais de registro em Artes Visuais.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções artísticas,
seus contextos e suas identidades culturais. EA2 - Apropriar-se dos
fundamentos das Artes Visuais. EA5 - Construir repertórios
significativos em Artes Visuais. EA6 - Experienciar e apropriar-se de
materiais e suportes em Artes Visuais. EA9 - Conhecer e estabelecer
relações formais e simbólicas entre análise estética, contextualização
e processos da produção visual. EA17 - Elaborar e construir formas
pessoais de registro em Artes Visuais.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções artísticas,
seus contextos e suas identidades culturais. EA2 - Apropriar-se dos
fundamentos das Artes Visuais. EA5 - Construir repertórios
significativos em Artes Visuais. EA6 - Experienciar e apropriar-se de
materiais e suportes em Artes Visuais. EA9 - Conhecer e estabelecer
relações formais e simbólicas entre análise estética, contextualização
e processos da produção visual. EA17 - Elaborar e construir formas
pessoais de registro em Artes Visuais.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções artísticas,
seus contextos e suas identidades culturais. EA2 - Apropriar-se dos
fundamentos das Artes Visuais. EA5 - Construir repertórios
significativos em Artes Visuais. EA6 - Experienciar e apropriar-se de
materiais e suportes em Artes Visuais. EA9 - Conhecer e estabelecer
relações formais e simbólicas entre análise estética, contextualização
e processos da produção visual. EA17 - Elaborar e construir formas
pessoais de registro em Artes Visuais.
EA5 - Construir significativamente repertório em produções de
Dança. EA7 - Estabelecer relações entre as diferentes performances
direção e encenação, cenografia, indumentária, iluminação,
sonoplastia e espaço-cênico
Uso dos signos da linguagem visual na perspectiva de
releitura de obra de arte, objeto da cultura ou da natureza,
visando à composição de obra e/ou objeto de arte
Emprego dos conhecimentos sobre a noção de Espaço,
considerando as noções tanto de espaço real quanto de
espaço representado nas atividades de produções de
releitura de obra de arte e/ou objeto de arte
Utilização das cores nas atividades de releitura da obra de
arte e/ou objeto de arte, revelando a apreensão dos
significados e significantes da cor nas artes visuais no
contexto da natureza e da cultura
Utilização de diferentes tipos de linhas na releitura de obra
de arte e/ou objeto de arte como produção
Utilização de expressão na Dança em atividades de
vivências, revelando a apreensão dos significados e
linguagem da dança
em Dança de forma crítica, não linear. EA10 - (Re)conhecer
características da produção em Dança de Pernambuco.
3 Ano
II
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem da dança
EA5 - Construir significativamente repertório em produções de
Dança. EA7 - Estabelecer relações entre as diferentes performances
em Dança de forma crítica, não linear.
3 Ano
II
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem musical
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos da Música. EA18 Identificar os elementos básicos do som.
II
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem musical
3 Ano
II
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem teatral
3 Ano
II
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem teatral
3 Ano
II
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem teatral
II
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem teatral
3 Ano
3 Ano
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos da Música. EA7 Compreender a relação entre obras musicais, de forma crítica, não
linear. EA14 - Expressar-se através de produções musicais. EA17 Argumentar sobre Arte, a partir do conhecimento construído em
Música. EA19 - Correlacionar as produções em Música com as
tecnologias contemporâneas por meio das experiências de vida e do
acesso aos diferentes.
EA5 - Construir significativamente repertório em Teatro. EA9 Identificar e experenciar elementos da encenação. EA11 Compreender as performances teatrais a partir de parâmetros
estéticos. EA12 - Correlacionar vivências em Teatro e experiência de
vida. EA14 - Expressar-se através de produções teatrais. EA16 Trabalhar individual e coletivamente em produções Teatrais.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro. EA5 Construir significativamente repertório em Teatro. EA6 - Conhecer as
diversas possibilidades das expressões teatrais. EA9 - Identificar e
experenciar elementos da encenação. EA11 - Compreender as
performances teatrais a partir de parâmetros estéticos. EA12 Correlacionar vivências em Teatro e experiência de vida. EA14 Expressar-se através de produções teatrais. EA16 - Trabalhar
individual e coletivamente em produções Teatrais.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções teatrais, seus
contextos e sua identidade cultural. EA5 - Construir
significativamente repertório em Teatro. EA10 - Reconhecer
características da produção teatral de Pernambuco. EA14 - Expressarse através de produções teatrais. EA16 - Trabalhar individual e
coletivamente em produções Teatrais.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções teatrais, seus
contextos e sua identidade cultural. EA2 - Apropriar-se dos
fundamentos expressivos do Teatro. EA4 - (Re)conhecer a pluralidade
de performances teatrais. EA5 - Construir significativamente
repertório em Teatro. EA6 - Conhecer as diversas possibilidades das
expressões teatrais. EA10 - Reconhecer características da produção
significantes da expressão na dança; no contexto da
natureza e da cultura
Uso dos conhecimentos sobre elementos da linguagem e
dinâmicas de movimento: peso, espaço, fluência e tempo:
interpretação, representação, direção e encenação,
cenografia, indumentária, iluminação, sonoplastia e
espaço-cênico na composição de uma dança
Utilização da noção de ruídos, sons, ritmos, movimentos na
produção musica
Utilização da apreciação musical em diferentes tipos e
estilos de música na releitura de obra musicais
Uso dos conhecimentos sobre elementos da linguagem:
interpretação, representação, direção e encenação,
cenografia, indumentária, iluminação, sonoplastia e
espaço-cênico
Utilização da estrutura de ações cênicas: (cena, ato,
enredo, conflito, tempo, espaço, personagens, diálogo e
monólogo)
Emprego dos conhecimentos sobre de textos dramáticos
Uso de textos dramáticos como uma construção social,
cultural e individual
3 Ano
II
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem teatral
3 Ano
III
Expressão e comunicação
Humana na linguagem visual
3 Ano
III
Expressão e comunicação
Humana na linguagem visual
3 Ano
III
Expressão e comunicação
Humana na linguagem visual
3 Ano
III
Expressão e comunicação
Humana na linguagem visual
3 Ano
III
Expressão e comunicação
Humana na linguagem Dança
3 Ano
III
Expressão e comunicação
Humana na linguagem Dança
teatral de Pernambuco. EA11 - Compreender as performances
teatrais a partir de parâmetros estéticos. EA12 - Correlacionar
vivências em Teatro e experiência de vida. EA14 - Expressar-se
através de produções teatrais. EA16 - Trabalhar individual e
coletivamente em produções Teatrais. EA18 - Correlacionar as
produções em Teatro com as tecnologias contemporâneas por meio
das experiências de vida e do acesso aos diferentes recursos
tecnológicos.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções teatrais, seus
contextos e sua identidade cultural. EA2 - Apropriar-se dos
fundamentos expressivos do Teatro. EA5 - Construir
significativamente repertório em Teatro. EA8 - Compreender os
fundamentos das dramaturgias em suas variadas formas. EA9 Identificar e experenciar elementos da encenação. EA10 Reconhecer características da produção teatral de Pernambuco. EA11
- Compreender as performances teatrais a partir de parâmetros
estéticos. EA14 - Expressar-se através de produções teatrais. EA16 Trabalhar individual e coletivamente em produções Teatrais. EA18 Correlacionar as produções em Teatro com as tecnologias
contemporâneas por meio das experiências de vida e do acesso aos
diferentes recursos tecnológicos.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções artísticas,
seus contextos e suas identidades culturais. EA2 - Apropriar-se dos
fundamentos das Artes Visuais. EA5 - Construir repertórios
significativos em Artes Visuais. EA11 - Vivenciar, enquanto fruidor, as
Artes Visuais.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais. EA5 Construir repertórios significativos em Artes Visuais. EA11 - Vivenciar,
enquanto fruidor, as Artes Visuais
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções artísticas,
seus contextos e suas identidades culturais. EA2 - Apropriar-se dos
fundamentos das Artes Visuais. EA5 - Construir repertórios
significativos em Artes Visuais. EA7 - Compreender a relação entre
produções de Artes Visuais de forma crítica, a partir dos legados
culturais locais. EA11 - Vivenciar, enquanto fruidor, as Artes Visuais
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais. EA5 Construir repertórios significativos em Artes Visuais. EA11 - Vivenciar,
enquanto fruidor, as Artes Visuais.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções em Dança e
seu contexto, e suas identidades culturais. EA11 - Compreender as
expressões da Dança através de parâmetros estéticos.
EA7 - Estabelecer relações entre as diferentes performances em
Dança de forma crítica, não linear
Leitura e releitura de obras cênicas, identificando os
elementos da linguagem: interpretação, representação,
direção e encenação, cenografia, indumentária, iluminação,
sonoplastia e espaço-cênico
Identificação do elemento volume no contexto da obra de
arte
Conhecimento sobre profundidade ilusória do espaço
bidimensional
Reconhecimento do volume como elemento significativo
das artes visuais, buscando identificar o papel desse
elemento no contexto das artes visuais
Reconhecimento do volume como elemento presente na
composição das artes visuais
Conhecimento sobre contextos da Dança
Reconhecimento da relação entre a Dança e as outras
linguagens artísticas
3 Ano
III
Expressão e comunicação
Humana na linguagem musical
3 Ano
III
Expressão e comunicação
Humana na linguagem musical
3 Ano
III
Expressão e comunicação
Humana na linguagem musical
3 Ano
III
Expressão e comunicação
Humana na linguagem musical
3 Ano
III
Expressão e comunicação
Humana na linguagem teatral
3 Ano
III
Expressão e comunicação
Humana na linguagem teatral
3 Ano
III
Expressão e comunicação
Humana na linguagem teatral
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções musicais, seu
contexto e sua identidade cultural. EA4 - (Re) conhecer a pluralidade
de expressões musicais. EA9 - Identificar elementos da expressão
musical. EA11 - Compreender as expressões da Música através de
parâmetros estéticos. EA18 - Identificar os elementos básicos do
som.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos da Música. EA8 Compreender os fundamentos da Música. EA18 - Identificar os
elementos básicos do som.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções musicais, seu
contexto e sua identidade cultural. EA2 - Apropriar-se dos
fundamentos expressivos da Música. EA4 - (Re) conhecer a
pluralidade de expressões musicais. EA9 - Identificar elementos da
expressão musical. EA11 - Compreender as expressões da Música
através de parâmetros estéticos.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos da Música. EA 7 Compreender a relação entre obras musicais, de forma crítica, não
linear. EA18 - Identificar os elementos básicos do som. EA20 Conhecer, valorizar e respeitar os diversos espaços de circulação,
reconhecendo sua importância para a construção e a preservação
dos bens artísticos/culturais.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro. EA4 (Re)conhecer a pluralidade de performances teatrais. EA5 - Construir
significativamente repertório em Teatro. EA6 - Conhecer as diversas
possibilidades das expressões teatrais. EA7 - Compreender a relação
entre obras teatrais de forma crítica, não linear. EA8 - Compreender
os fundamentos das dramaturgias em suas variadas formas. EA10 Reconhecer características da produção teatral de Pernambuco. EA15
- Vivenciar, enquanto fruidor, de forma significativa, experiências
teatrais. EA19 - Conhecer, valorizar e respeitar os diversos espaços de
circulação, reconhecendo sua importância para a construção e a
preservação dos bens artísticos/culturais.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro. EA4 (Re)conhecer a pluralidade de performances teatrais. EA5 - Construir
significativamente repertório em Teatro. EA6 - Conhecer as diversas
possibilidades das expressões teatrais. EA8 - Compreender os
fundamentos das dramaturgias em suas variadas formas. EA11 Compreender as performances teatrais a partir de parâmetros
estéticos. EA13 - Posicionar-se criticamente em relação a produções
teatrais. EA17 - Argumentar sobre Arte, a partir do conhecimento
construído em Teatro
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro. EA5 Construir significativamente repertório em Teatro. EA6 - Conhecer as
Identificação dos signos da linguagem musical
Conhecimento sobre canção: exploração/estruturação de
ruídos, sons, ritmos, movimentos
Reconhecimento e exploração/estruturação de ruídos,
sons, ritmos, movimentos
Conhecimento sobre apreciação musical
Identificação das características e significados da produção
e compreensão de diferentes textos dramático e teatral
Conhecimento sobre a concepção e significado do teatro a
partir da produção e compreensão de diferentes textos
dramático e teatral
Conhecimento sobre os elementos estruturais: gênero,
enredo, ação dramática, planos de ação, diálogos,
diversas possibilidades das expressões teatrais. EA17 - Argumentar
sobre Arte, a partir do conhecimento construído em Teatro
EA9 - Conhecer e estabelecer relações formais e simbólicas entre
análise estética, contextualização e processos da produção visual.
EA11 - Vivenciar, enquanto fruidor, as Artes Visuais. EA16 (Re)conhecer as características das produções em Artes Visuais em
Pernambuco.
EA9 - Conhecer e estabelecer relações formais e simbólicas entre
análise estética, contextualização e processos da produção visual.
EA11 - Vivenciar, enquanto fruidor, as Artes Visuais. EA16 (Re)conhecer as características das produções em Artes Visuais em
Pernambuco.
EA9 - Conhecer e estabelecer relações formais e simbólicas entre
análise estética, contextualização e processos da produção visual.
EA11 - Vivenciar, enquanto fruidor, as Artes Visuais. EA16 (Re)conhecer as características das produções em Artes Visuais em
Pernambuco.
EA3 - Compreender e contextualizar produções em Dança. EA4 (Re)conhecer a pluralidade de expressões em Dança. EA19 Conhecer, valorizar e respeitar os diversos espaços de circulação,
reconhecendo sua importância para a construção e a preservação
dos bens artísticos/culturais.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções em Dança e
seu contexto, e suas identidades culturais
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos da Música. EA3 Conhecer e contextualizar produções musicais. EA7 - Compreender a
relação entre obras musicais, de forma crítica, não linear. EA10 - (Re)
conhecer características da produção musical de Pernambuco. EA18 Identificar os elementos básicos do som.
EA3 - Conhecer e contextualizar produções musicais. EA10 - (Re)
conhecer características da produção musical de Pernambuco. EA18 Identificar os elementos básicos do som.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos da Música. EA3 Conhecer e contextualizar produções musicais. Ea7 - Compreender a
relação entre obras musicais, de forma crítica, não linear. EA10 - (Re)
conhecer características da produção musical de Pernambuco. EA18 Identificar os elementos básicos do som.
monólogos e personagens
Leitura e compreensão dos signos da linguagem visual,
especificamente do volume no contexto da composição da
obra de arte, de objeto da cultura e/ou da natureza
3 Ano
III
Apreciação estética da
linguagem visual
3 Ano
III
Apreciação estética da
linguagem visual
3 Ano
III
Apreciação estética da
linguagem visual
3 Ano
III
Apreciação estética da
linguagem da dança
3 Ano
III
Apreciação estética da
linguagem da dança
3 Ano
III
Apreciação estética da
linguagem musical
3 Ano
III
Apreciação estética da
linguagem musical
3 Ano
III
Apreciação estética da
linguagem musical
3 Ano
III
Apreciação estética da
linguagem musical
EA15 - Vivenciar, enquanto fruidor, experiências musicais.
III
Apreciação estética da
linguagem teatral
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções teatrais, seus
Leitura e compreensão do Teatro como fato histórico,
contextos e sua identidade cultural. EA3 - Contextualizar produções
sociocultural e contextualizado nas diversas culturas:
teatrais. EA5 - Construir significativamente repertório em Teatro. EA8
gêneros, estilos, movimentos, dramaturgos e dos artistas
- Compreender os fundamentos das dramaturgias em suas variadas
3 Ano
Compreensão da noção de profundidade ilusória do espaço
bidimensional representado na obra de arte, no objeto da
cultura ou da natureza
Identificação e leitura do elemento volume no contexto da
obra de arte, da natureza e da cultura
Leitura e compreensão da relação entre os movimentos e a
interpretação da dança como linguagem artística
Compreensão do contexto na composição de uma Dança
como linguagem artística
Leitura e compreensão de canções de diferentes épocas
Compreensão da noção de ruídos, sons, ritmos,
movimentos
Identificação e leitura dos estilos de música e o sentido
atribuído no contexto social e cultural
Identificação e leitura (apreciação) de diferentes estilos
musicais
III
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem visual
III
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem visual
III
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem visual
3 Ano
III
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem da dança
3 Ano
III
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem da dança
3 Ano
III
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem musical
3 Ano
III
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
3 Ano
3 Ano
3 Ano
formas. EA10 - Reconhecer características da produção teatral de
Pernambuco. EA13 - Posicionar-se criticamente em relação a
produções teatrais. EA17 - Argumentar sobre Arte, a partir do
conhecimento construído em Teatro. EA18 - Correlacionar as
produções em Teatro com as tecnologias contemporâneas por meio
das experiências de vida e do acesso aos diferentes recursos
tecnológicos.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais. EA5 Construir repertórios significativos em Artes Visuais. EA6 Experienciar e apropriar-se de materiais e suportes em Artes Visuais.
EA17 - Elaborar e construir formas pessoais de registro em Artes
Visuais.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais. EA5 Construir repertórios significativos em Artes Visuais. EA6 Experienciar e apropriar-se de materiais e suportes em Artes Visuais.
EA17 - Elaborar e construir formas pessoais de registro em Artes
Visuais.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções artísticas,
seus contextos e suas identidades culturais. EA2 - Apropriar-se dos
fundamentos das Artes Visuais. EA5 - Construir repertórios
significativos em Artes Visuais. EA6 - Experienciar e apropriar-se de
materiais e suportes em Artes Visuais. EA9 - Conhecer e estabelecer
relações formais e simbólicas entre análise estética, contextualização
e processos da produção visual. EA17 - Elaborar e construir formas
pessoais de registro em Artes Visuais.
EA5 - Construir significativamente repertório em produções de
Dança. EA7 - Estabelecer relações entre as diferentes performances
em Dança de forma crítica, não linear. EA18 - Correlacionar as
produções em Dança com as tecnologias contemporâneas por meio
das experiências de vida e do acesso aos diferentes recursos
tecnológicos.
EA5 - Construir significativamente repertório em produções de
Dança. EA7 - Estabelecer relações entre as diferentes performances
em Dança de forma crítica, não linear. EA18 - Correlacionar as
produções em Dança com as tecnologias contemporâneas por meio
das experiências de vida e do acesso aos diferentes recursos
tecnológicos.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos da Música. EA18 Identificar os elementos básicos do som. EA19 - Correlacionar as
produções em Música com as tecnologias contemporâneas por meio
das experiências de vida e do acesso aos diferentes.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos da Música. EA18 Identificar os elementos básicos do som. EA19 - Correlacionar as
Uso dos signos da linguagem visual, com ênfase no
elemento volume, na perspectiva de releitura de obra de
arte, objeto da cultura ou da natureza, visando à
composição de obra e/ou objeto de arte
Emprego dos conhecimentos sobre a noção de
profundidade ilusória do espaço bidimensional
representado nas atividades de produções de releitura de
obra de arte e/ou objeto de arte
Utilização do elemento volume nas atividades de releitura
da obra de arte e/ou objeto de arte, revelando a apreensão
dos significados e significantes do mesmo nas artes visuais
no contexto da natureza e da cultura
Emprego dos conhecimentos sobre os contextos na Dança
Utilização dos conhecimentos sobre as relações entre a
Dança e as outras linguagens artísticas
Emprego dos conhecimentos sobre a noção de canção na
linguagem musical
Emprego dos conhecimentos sobre a noção de canção na
linguagem musica
linguagem musical
3 Ano
III
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem musical
3 Ano
III
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem musical
3 Ano
III
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem teatral
3 Ano
III
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem teatral
3 Ano
III
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem teatral
3 Ano
IV
Expressão e comunicação
Humana na linguagem visual
3 Ano
IV
Expressão e comunicação
Humana na linguagem visual
produções em Música com as tecnologias contemporâneas por meio
das experiências de vida e do acesso aos diferentes
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos da Música. EA14 Expressar-se através de produções musicais. EA17 - Argumentar
sobre Arte, a partir do conhecimento construído em Música. EA19 Correlacionar as produções em Música com as tecnologias
contemporâneas por meio das experiências de vida e do acesso aos
diferentes.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos da Música. EA7 Compreender a relação entre obras musicais, de forma crítica, não
linear. EA10 - (Re) conhecer características da produção musical de
Pernambuco. EA19 - Correlacionar as produções em Música com as
tecnologias contemporâneas por meio das experiências de vida e do
acesso aos diferentes.
EA5 - Construir significativamente repertório em Teatro. EA6 Conhecer as diversas possibilidades das expressões teatrais. EA9 Identificar e experenciar elementos da encenação. EA14 - Expressarse através de produções teatrais. EA16 - Trabalhar individual e
coletivamente em produções Teatrais. EA18 - Correlacionar as
produções em Teatro com as tecnologias contemporâneas por meio
das experiências de vida e do acesso aos diferentes recursos
tecnológicos.
EA5 - Construir significativamente repertório em Teatro. EA9 Identificar e experenciar elementos da encenação. EA14 - Expressarse através de produções teatrais. EA16 - Trabalhar individual e
coletivamente em produções Teatrais. EA17 - Argumentar sobre Arte,
a partir do conhecimento construído em Teatro. EA18 - Correlacionar
as produções em Teatro com as tecnologias contemporâneas por
meio das experiências de vida e do acesso aos diferentes recursos
tecnológicos.
EA12 - Correlacionar vivências em Teatro e experiência de vida. EA14
- Expressar-se através de produções teatrais. EA16 - Trabalhar
individual e coletivamente em produções Teatrais. EA18 Correlacionar as produções em Teatro com as tecnologias
contemporâneas por meio das experiências de vida e do acesso aos
diferentes recursos tecnológicos.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais. EA5 Construir repertórios significativos em Artes Visuais. EA11 - Vivenciar,
enquanto fruidor, as Artes Visuais. EA13 - Argumentar sobre Arte, a
partir do conhecimento construído em Artes Visuais.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais. EA5 Construir repertórios significativos em Artes Visuais. EA11 - Vivenciar,
enquanto fruidor, as Artes Visuais. EA13 - Argumentar sobre Arte, a
Utilização da noção de ruídos, sons, ritmos, movimentos na
produção musical
Utilização da apreciação musical em diferentes tipos e
estilos de música na releitura de obra musicais
Uso do Teatro como fato histórico, sociocultural e
contextualizado nas diversas culturas: gêneros, estilos,
movimentos, dramaturgos e dos artistas
Emprego dos conhecimentos sobre a produção de
diferentes textos dramático e teatral
Utilização dos conhecimentos sobre Teatro como fato
histórico, sociocultural e contextualizado nas diversas
culturas: gêneros, estilos, movimentos, dramaturgos e dos
artistas
Conhecimento sobre superfície, buscando estabelecer
relação entre o espaço real e o espaço representado a
partir da especificidade desse elemento
Reconhecimento da cor como elemento significativo das
artes visuais, buscando identificar as especificidades das
cores da natureza e da cultura, estabelecendo relação
3 Ano
IV
Expressão e comunicação
Humana na linguagem visual
3 Ano
IV
Expressão e comunicação
Humana na linguagem Dança
3 Ano
IV
Expressão e comunicação
Humana na linguagem Dança
3 Ano
IV
Expressão e comunicação
Humana na linguagem Dança
3 Ano
IV
Expressão e comunicação
Humana na linguagem musical
3 Ano
IV
Expressão e comunicação
Humana na linguagem musical
3 Ano
IV
Expressão e comunicação
Humana na linguagem musical
3 Ano
IV
Expressão e comunicação
Humana na linguagem teatral
3 Ano
IV
Expressão e comunicação
Humana na linguagem teatral
3 Ano
IV
Expressão e comunicação
Humana na linguagem teatral
IV
Expressão e comunicação
Humana na linguagem teatral
3 Ano
partir do conhecimento construído em Artes Visuais.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais. EA5 Construir repertórios significativos em Artes Visuais. EA11 - Vivenciar,
enquanto fruidor, as Artes Visuais. EA13 - Argumentar sobre Arte, a
partir do conhecimento construído em Artes Visuais.
EA7 - Estabelecer relações entre as diferentes performances em
Dança de forma crítica, não linear
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções em Dança e
seu contexto, e suas identidades culturais. EA11 - Compreender as
expressões da Dança através de parâmetros estéticos.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções em Dança e
seu contexto, e suas identidades culturais. EA7 - Estabelecer relações
entre as diferentes performances em Dança de forma crítica, não
linear.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções musicais, seu
contexto e sua identidade cultural. EA4 - (Re) conhecer a pluralidade
de expressões musicais. EA18 - Identificar os elementos básicos do
som.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos da Música. EA7 Compreender a relação entre obras musicais, de forma crítica, não
linear. EA18 - Identificar os elementos básicos do som.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos da Música. Ea7Compreender a relação entre obras musicais, de forma crítica, não
linear. EA10 - (Re)conhecer características da produção musical de
Pernambuco. EA18 - Identificar os elementos básicos do som.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções teatrais, seus
contextos e sua identidade cultural. EA2 - Apropriar-se dos
fundamentos expressivos do Teatro
EA4 - (Re)conhecer a pluralidade de performances teatrais. EA7 Compreender a relação entre obras teatrais de forma crítica, não
linear. EA5 - Construir significativamente repertório em Teatro.
EA11 - Compreender as performances teatrais a partir de parâmetros
estéticos. EA17 - Argumentar sobre Arte, a partir do conhecimento
construído em Teatro.
EA18 - Correlacionar as produções em Teatro com as tecnologias
contemporâneas por meio das experiências de vida e do acesso aos
diferentes recursos tecnológicos. EA2 - Apropriar-se dos
fundamentos expressivos do Teatro. EA5 - Construir
significativamente repertório em Teatro. EA9 - Identificar e
experenciar elementos da encenação. EA2 - Apropriar-se dos
fundamentos expressivos do Teatro. EA5 - Construir
significativamente repertório em Teatro. EA13 - Posicionar-se
criticamente em relação a produções teatrais. EA17 - Argumentar
entre elas
Conhecimento sobre a leitura de obra de arte,
considerando os signos da linguagem visual
Identificação da relação entre os movimentos e a
interpretação na dança
Conhecimento sobre contextos da Dança
Reconhecimento da relação entre a Dança e as outras
linguagens artísticas
Conhecimento sobre signos musicais a partir de oficinas
(experimentação/pesquisa) desenvolvidas pelo professor
Identificação de signos musicais (experimentação/
pesquisa)
Conhecimento sobre apreciação musical
Identificação do teatro como linguagem e de textos
dramáticos como uma construção social, cultural e
individual
Conhecimento sobre estrutura de ações cênicas: (cena, ato,
enredo, conflito, tempo, espaço, personagens, diálogo e
monólogo)
Conhecimento, reconhecimento de análise do texto cênico
(texto espetacular)
Conhecimento sobre os elementos da linguagem:
interpretação, representação, direção e encenação,
cenografia, indumentária, iluminação, sonoplastia e
espaço-cênico
Apreciação estética da
linguagem visual
3 Ano
IV
3 Ano
IV
3 Ano
IV
3 Ano
IV
Apreciação estética da
linguagem musical
3 Ano
IV
Apreciação estética da
linguagem musical
3 Ano
IV
Apreciação estética da
linguagem teatral
3 Ano
IV
Apreciação estética da
linguagem teatral
3 Ano
IV
Apreciação estética da
linguagem teatral
IV
Apreciação estética da
linguagem teatral
3 Ano
Apreciação estética da
linguagem da dança
Apreciação estética da
linguagem da dança
sobre Arte, a partir do conhecimento construído em Teatro. EA2 Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro. EA5 - Construir
significativamente repertório em Teatro. EA9 - Identificar e
experenciar elementos da encenação. EA11 - Compreender as
performances teatrais a partir de parâmetros estéticos.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções artísticas,
seus contextos e suas identidades culturais. EA2 - Apropriar-se dos
fundamentos das Artes Visuais. EA3 - Contextualizar produções de
Artes Visuais. EA5 - Construir repertórios significativos em Artes
Visuais. EA7 - Compreender a relação entre produções de Artes
Visuais de forma crítica, a partir dos legados culturais locais. EA8 Identificar produções em Artes Visuais locais, regionais, nacionais e
internacionais. EA9 - Conhecer e estabelecer relações formais e
simbólicas entre análise estética, contextualização e processos da
produção visual. EA16 - (Re)conhecer as características das
produções em Artes Visuais em Pernambuco.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções em Dança e
seu contexto, e suas identidades culturais.
EA7 - Estabelecer relações entre as diferentes performances em
Dança de forma crítica, não linear.
EA3 - Conhecer e contextualizar produções musicais. EA7 Compreender a relação entre obras musicais, de forma crítica, não
linear. EA10 - (Re) conhecer características da produção musical de
Pernambuco. EA18 - Identificar os elementos básicos do som
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos da Música. EA3 Conhecer e contextualizar produções musicais. EA7 - Compreender a
relação entre obras musicais, de forma crítica, não linear. EA10 - (Re)
conhecer características da produção musical de Pernambuco. EA18 Identificar os elementos básicos do som.
EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre produções teatrais, seus
contextos e sua identidade cultural. EA2 - Apropriar-se dos
fundamentos expressivos do Teatro.
EA4 - (Re)conhecer a pluralidade de performances teatrais. EA7 Compreender a relação entre obras teatrais de forma crítica, não
linear. EA8 - Compreender os fundamentos das dramaturgias em suas
variadas formas.
EA10 - Reconhecer características da produção teatral de
Pernambuco. EA13 - Posicionar-se criticamente em relação a
produções teatrais.
EA17 - Argumentar sobre Arte, a partir do conhecimento construído
em Teatro. EA18 - Correlacionar as produções em Teatro com as
tecnologias contemporâneas por meio das experiências de vida e do
acesso aos diferentes recursos tecnológicos. EA2 - Apropriar-se dos
Identificação e leitura da obra de arte, considerando seu
contexto, assim como o contexto da natureza e da cultura
Compreensão do contexto na composição de uma Dança
como linguagem artística
Identificação e leitura da relação entre a Dança e as outras
linguagens artísticas
Leitura e compreensão dos signos musicais, no contexto da
composição da obra de arte musical trabalhada
Identificação e leitura (apreciação) de diferentes estilos
musicais
Leitura e compreensão do teatro como linguagem e de
textos dramáticos como uma construção social, cultural e
individua
Compreensão da noção da estrutura de ações cênicas:
(cena, ato, enredo, conflito, tempo, espaço, personagens,
diálogo e monólogo)
Identificação, leitura e análise de textos cênicos (texto
espetacular)
Leitura e releitura de obras cênicas, identificando os
elementos da linguagem: interpretação, representação,
direção e encenação, cenografia, indumentária, iluminação,
sonoplastia e espaço-cênico
IV
Apreciação estética da
linguagem teatral
3 Ano
IV
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem visual
3 Ano
IV
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem da dança
3 Ano
IV
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem da dança
3 Ano
IV
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem da dança
3 Ano
IV
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
3 Ano
fundamentos expressivos do Teatro. EA4 - (Re)conhecer a pluralidade
de performances teatrais. EA5 - Construir significativamente
repertório em Teatro. EA1 - Conhecer e estabelecer relações entre
produções teatrais, seus contextos e sua identidade cultural. EA2 Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro.
EA4 - (Re)conhecer a pluralidade de performances teatrais. EA5 Construir significativamente repertório em Teatro. EA6 - Conhecer as
diversas possibilidades das expressões teatrais. EA8 - Compreender
os fundamentos das dramaturgias em suas variadas formas. EA13 Posicionar-se criticamente em relação a produções teatrais. EA18 Correlacionar as produções em Teatro com as tecnologias
contemporâneas por meio das experiências de vida e do acesso aos
diferentes recursos tecnológicos. EA2 - Apropriar-se dos
fundamentos expressivos do Teatro. EA4 - (Re)conhecer a pluralidade
de performances teatrais. EA5 - Construir significativamente
repertório em Teatro. EA6 - Conhecer as diversas possibilidades das
expressões teatrais. EA9 - Identificar e experenciar elementos da
encenação. EA18 - Correlacionar as produções em Teatro com as
tecnologias contemporâneas por meio das experiências de vida e do
acesso aos diferentes recursos tecnológicos.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos das Artes Visuais. EA5 Construir repertórios significativos em Artes Visuais. EA6 Experienciar e apropriar-se de materiais e suportes em Artes Visuais.
EA12 - Trabalhar coletivamente em manifestações das Artes Visuais.
EA17 - Elaborar e construir formas pessoais de registro em Artes
Visuais.
EA5 - Construir significativamente repertório em produções de
Dança. EA7 - Estabelecer relações entre as diferentes performances
em Dança de forma crítica, não linear. EA18 - Correlacionar as
produções em Dança com as tecnologias contemporâneas por meio
das experiências de vida e do acesso aos diferentes recursos
tecnológicos.
EA5 - Construir significativamente repertório em produções de
Dança. EA7 - Estabelecer relações entre as diferentes performances
em Dança de forma crítica, não linear.
EA5 - Construir significativamente repertório em produções de
Dança. EA7 - Estabelecer relações entre as diferentes performances
em Dança de forma crítica, não linear. EA18 - Correlacionar as
produções em Dança com as tecnologias contemporâneas por meio
das experiências de vida e do acesso aos diferentes recursos
tecnológicos.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos da Música. EA7 Compreender a relação entre obras musicais, de forma crítica, não
Leitura e releitura de obras cênicas, identificando os
elementos da linguagem: interpretação, representação,
direção e encenação, cenografia, indumentária, iluminação,
sonoplastia e espaço-cênico
Uso dos signos da linguagem visual, com ênfase no
elemento luz, na perspectiva de releitura de obra de arte,
objeto da cultura ou da natureza, visando à composição de
obra e/ou objeto de arte
Uso da linguagem corporal buscando identificar a relação
entre os movimentos e a interpretação na dança como
linguagem artística
Emprego dos conhecimentos sobre os contextos na Dança
Utilização dos conhecimentos sobre as relações entre a
Dança e as outras linguagens artísticas
Uso dos signos da linguagem musical, na perspectiva de
releitura de obras musicais e de composição dos alunos
linguagem musical
3 Ano
IV
3 Ano
IV
3 Ano
IV
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem musical
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem teatral
Produção cultural, histórica e
manifestação coletiva da
linguagem teatral
linear. EA20 - Conhecer, valorizar e respeitar os diversos espaços de
circulação, reconhecendo sua importância para a construção e a
preservação dos bens artísticos/culturais.
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos da Música. EA7 Compreender a relação entre obras musicais, de forma crítica, não
linear. EA10 - (Re)conhecer características da produção musical de
Pernambuco. EA18 - Identificar os elementos básicos do som. EA20 Conhecer, valorizar e respeitar os diversos espaços de circulação,
reconhecendo sua importância para a construção e a preservação
dos bens artísticos/culturais.
Utilização da apreciação musical em diferentes tipos e
estilos de música na releitura de obra musicais
EA2 - Apropriar-se dos fundamentos expressivos do Teatro. EA5 Construir significativamente repertório em Teatro.
Uso de textos dramáticos como uma construção social,
cultural e individual
EA16 - Trabalhar individual e coletivamente em produções Teatrais.
Utilização da estrutura de ações cênicas: (cena, ato,
enredo, conflito, tempo, espaço, personagens, diálogo e
monólogo)
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PRIORITÁRIAS E
COMPLEMENTARES DE
LÍNGUA PORTUGUESA
PARA OS ESTUDANTES DO ENSINO MÉDIO
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PRIORITÁRIAS DE LÍNGUA PORTUGUESA
1º ANO
Série
1 Ano
Bimestre
Eixo/ Campo
I
Análise
linguística
LÍNGUA PORTUGUESA
Expectativa de Aprendizagem
- Promover a articulação entre as partes do texto por meio de diferentes recursos coesivos, para
assegurar a continuidade e a unidade semântica do texto oral. Analisar o efeito de sentido de
elementos típicos da modalidade falada (pausa, entonação, ritmo, hesitações).
- Escolher a variedade linguística e o registro adequados à situação discursiva.
- Identificar as especificidades do gênero de um texto: seu objetivo comunicativo (propósito),
seus interlocutores previstos e suas condições de produção.
Conteúdos
Recursos coesivos específicos do texto
narrativo oral e do texto poético*
Variação linguística de registro e dialetal*
- Reconhecer as especificidades de suportes textuais (jornais, revistas, blogs, portais) que circulam
em esferas sociais diversas.
- Inferir informação implícita em textos não verbais, verbais e/ou que conjuguem ambas as
linguagens.
- Identificar efeitos de humor ou ironia em diferentes gêneros textuais.
- Reconhecer efeitos de sentido produzidos por recursos lexicais, recursos da linguagem figurada
e recursos morfossintáticos.
1º ano
I
Leitura
- Identificar elementos que caracterizam o discurso poético quanto à forma e conteúdo (versos,
estrofes, rimas, ritmo, aliterações, assonâncias, figuras de linguagem etc.).
- Perceber a sonoridade de rimas, aliterações e outros recursos gráficos linguísticos/estilísticos
utilizados em poemas.
Análise de poemas, cordéis, roteiros de vídeos,
filmes ou peças teatrais e história em
quadrinhos*
Linguagem digital: conceito e funcionalidade*
- Reconhecer os efeitos de sentido de recursos de significação da linguagem figurada: metáfora,
metonímia, personificação, hipérbole etc. Reconhecer recursos sonoros no texto poético: rima,
ritmo, métrica, assonâncias, aliterações, repetições, pausas etc.
- Reconhecer as partes estruturantes de uma narrativa (orientação, complicação, desfecho) e sua
função. Identificar o conflito gerador de uma narrativa. Identificar o tempo de uma narrativa
(quando ocorrem os fatos, tempo de duração de uma narrativa).
1º ano
I
Análise
linguística
- Reconhecer as personagens envolvidas na narrativa: principal, secundária, antagonista e o
“herói”.
- Identificar, analisar e distinguir processos figurativos da linguagem: metáfora, metonímia,
personificação, hipérbole, sinestesia, dentre outros.
Figuras de linguagem. Função dos substantivos
e adjetivos na construção de gêneros do
discurso poético e do narrativo*
- Identificar elementos estruturais de textos, recursos lexicais, morfossintáticos, recursos que
marcam variedades linguísticas – dentre outros elementos.
Função do advérbio como modificador e
circunstanciador*
- Analisar recursos de coesão referencial e lexical na construção do texto narrativo: sinônimos,
hiperônimos, repetição e reiteração.
Conceitos, especificidades, características e
funcionalidade do texto literário*
- Reconhecer as especificidades do texto literário. Estabelecer relações entre o texto literário e o
contexto social e político de sua produção.
1º Ano
I
Letramento
literário
- Reconhecer efeitos de sentido produzidos por recursos lexicais, recursos da linguagem figurada
e recursos morfossintáticos.
- Identificar as vozes que se manifestam nos diversos gêneros textuais literários e não literários.
Identificar, analisar e distinguir processos figurativos da linguagem: metáfora, metonímia,
personificação, hipérbole, sinestesia, dentre outros.
- Identificar marcas linguísticas que caracterizam as funções da linguagem.
1º Ano
1º Ano
I
I
Análise
linguística
Análise
linguística
- Perceber as relações de sentido que podem ser construídas por meio da linguagem, levando em
conta aspectos socioculturais.
- Promover a articulação entre as partes do texto por meio de diferentes recursos coesivos, para
assegurar a continuidade e a unidade semântica do texto oral. Analisar o efeito de sentido de
elementos típicos da modalidade falada (pausa, entonação, ritmo, hesitações).
- Escolher a variedade linguística e o registro adequados à situação discursiva.
- Identificar as especificidades do gênero de um texto: seu objetivo comunicativo (propósito),
seus interlocutores previstos e suas condições de produção.
1º Ano
I
Leitura
Poema: diferenças entre verso e prosa –
estrutura, características e função desses
gêneros*
Estilos literários: estilo individual e estilo de
época; contexto histórico, artístico, cultural e
literário; características sociais e artísticas*
As funções da linguagem no estudo do texto
literário e não literário*
Conotação e denotação na análise de texto
literário e não literário*
Marcas linguísticas características das diversas
funções da linguagem*
Conotação e denotação: relações de sentido no
uso da língua*
Recursos coesivos específicos do texto
narrativo oral e do texto poético*
Variação linguística de registro e dialetal.*
- Reconhecer as especificidades de suportes textuais (jornais, revistas, blogs, portais) que circulam Análise de poemas, cordéis, roteiros de vídeos,
em esferas sociais diversas.
filmes ou peças teatrais e história em
quadrinhos*
- Inferir informação implícita em textos não verbais, verbais e/ou que conjuguem ambas as
linguagens.
Linguagem digital: conceito e funcionalidade*
- Identificar efeitos de humor ou ironia em diferentes gêneros textuais.
- Reconhecer efeitos de sentido produzidos por recursos lexicais, recursos da linguagem figurada
e recursos morfossintáticos.
- Identificar elementos que caracterizam o discurso poético quanto à forma e conteúdo (versos,
estrofes, rimas, ritmo, aliterações, assonâncias, figuras de linguagem etc.).
- Perceber a sonoridade de rimas, aliterações e outros recursos gráficos linguísticos/estilísticos
utilizados em poemas.
- Reconhecer os efeitos de sentido de recursos de significação da linguagem figurada: metáfora,
metonímia, personificação, hipérbole etc. Reconhecer recursos sonoros no texto poético: rima,
ritmo, métrica, assonâncias, aliterações, repetições, pausas etc.
- Reconhecer as partes estruturantes de uma narrativa (orientação, complicação, desfecho) e sua
função. Identificar o conflito gerador de uma narrativa. Identificar o tempo de uma narrativa
(quando ocorrem os fatos, tempo de duração de uma narrativa).
- Reconhecer as personagens envolvidas na narrativa: principal, secundária, antagonista e o
“herói”.
- Identificar, analisar e distinguir processos figurativos da linguagem: metáfora, metonímia,
personificação, hipérbole, sinestesia, dentre outros.
1º Ano
I
Análise
linguística
- Identificar elementos estruturais de textos, recursos lexicais, morfossintáticos, recursos que
marcam variedades linguísticas – dentre outros elementos.
- Analisar recursos de coesão referencial e lexical na construção do texto narrativo: sinônimos,
hiperônimos, repetição e reiteração.
Figuras de linguagem. Função dos substantivos
e adjetivos na construção de gêneros do
discurso poético e do narrativo*
Função do advérbio como modificador e
circunstanciador*
Conceitos, especificidades, características e
funcionalidade do texto literário*
- Reconhecer as especificidades do texto literário. Estabelecer relações entre o texto literário e o
contexto social e político de sua produção.
1º Ano
I
Letramento
literário
- Reconhecer efeitos de sentido produzidos por recursos lexicais, recursos da linguagem figurada
e recursos morfossintáticos.
- Identificar as vozes que se manifestam nos diversos gêneros textuais literários e não literários.
Identificar, analisar e distinguir processos figurativos da linguagem: metáfora, metonímia,
personificação, hipérbole, sinestesia, dentre outros.
Poema: diferenças entre verso e prosa –
estrutura, características e função desses
gêneros*
Estilos literários: estilo individual e estilo de
época; contexto histórico, artístico, cultural e
literário; características sociais e artísticas*
As funções da linguagem no estudo do texto
literário e não literário*
Conotação e denotação na análise de texto
literário e não literário*
- Identificar marcas linguísticas que caracterizam as funções da linguagem.
1º Ano
I
Análise
linguística
- Perceber as relações de sentido que podem ser construídas por meio da linguagem, levando em
conta aspectos socioculturais.
- Selecionar sinais de pontuação para produzir efeitos de sentido desejados ao texto (hesitação,
intermitência, dúvida).
- Realizar escolhas lexicais adequadas aos objetivos comunicativos de um texto, incluindo o
emprego de figuras de linguagem.
1º Ano
I
Análise
linguística
- Utilizar recursos gráficos (negrito, letras maiúsculas), ortográficos (erros propositais) ou
morfossintáticos (neologismo) para conferir ao texto efeitos de sentido desejados pelo escritor.
- Empregar o registro linguístico (tom mais ou menos formal) adequado a determinada situação
comunicativa.
- Elaborar textos considerando acentuação gráfica oficiais.
- Empregar adequadamente elementos linguísticos de tempo e espaço que materializam o enredo
em narrativas (verbos, advérbios, adjuntos adverbiais, orações subordinadas adverbiais).
Marcas linguísticas características das diversas
funções da linguagem*
Conotação e denotação: relações de sentido
no uso da língua*
Sinais de pontuação e efeitos de sentido*
Aspectos semânticos do vocabulário da língua:
sinônimos, hiperônimos e de expressões
definidoras na continuidade de um texto*
Figuras de linguagem e escolha lexical,
principalmente substantivos e adjetivos*
Recursos ortográficos e efeitos de sentido*
Variação linguística adequada ao gênero
produzido e como parte da construção
identitária dos personagens nos textos do
discurso narrativo, em especial nos discursos
diretos*
Acentuação gráfica*
Elementos linguísticos de tempo e espaço a
serviço da construção do discurso narrativo*
- Produzir textos orais considerando os elementos da situação discursiva (interlocutores, objetivo
comunicativo, especificidades do gênero, canais de transmissão).
1 Ano
1 Ano
Oralidade
- Reconhecer os efeitos de sentido em decorrência do uso de diferentes recursos coesivos na
produção de textos orais.
- Produção e\ou escuta de contos.
Análise
linguística
- Analisar a coerência numa produção oral, considerando a situação discursiva. Analisar a
coerência numa produção oral, considerando a situação discursiva.
- Promover a articulação entre as partes do texto por meio de diferentes recursos coesivos, para
assegurar a continuidade e a unidade semântica do texto oral.
- Produzir textos orais considerando os elementos da situação discursiva (interlocutores, objetivo
comunicativo, especificidades do gênero, canais de transmissão).
Os recursos coesivos típicos de textos orais do
discurso narrativo.
Oralidade
- Reconhecer os efeitos de sentido em decorrência do uso de diferentes recursos coesivos na
produção de textos orais.
II
III
- Analisar a coerência numa produção oral, considerando a situação discursiva. Produzir textos
expositivos orais.
- Produção de seminário.
- Escuta e produção de palestras.
1 Ano
III
Análise
linguística
- Registro linguístico adequado ao gênero
seminário.
- Escolher a variedade linguística e o registro adequados à situação discursiva.
- Registro linguístico adequado ao gênero
palestra.
- Identificar as especificidades do gênero de um texto: seu objetivo comunicativo (propósito),
seus interlocutores previstos e suas condições de produção. Identificar o gênero de um texto,
considerando a situação discursiva.
- Comparar uma mesma informação divulgada em diferentes gêneros e/ou meios de
comunicação. Reconhecer efeitos de sentido decorrente de escolha do vocabulário. - Relacionar
recursos verbais e não verbais (figuras, mapas, gráficos, tabelas, dentre outros) na produção de
sentido do texto.
- Distinguir tópicos e subtópicos (ideias centrais de secundárias) de textos/ parágrafos. Identificar
o tema de um texto. Inferir o sentido global ou ideia central em determinados gêneros.
1 Ano
III
Leitura
- Apropriar-se de conhecimentos a partir da leitura de gêneros da ordem da construção e da
transmissão de saberes, tais como de curiosidades científicas e textos didáticos. Reconhecer a
exemplificação, a comparação, a descrição, a definição, a pergunta originária como constitutivos
do texto expositivo (verbete, texto de divulgação científica, textos didáticos).
- Análise de textos de divulgação científica,
verbetes e infográficos (impressos ou virtuais).
- Linguagem digital: o uso do Power point.
- Reconhecer a função da citação de especialistas como fator de credibilidade no texto expositivo.
- Reconhecer em textos de natureza expositiva: exposição do tema, desenvolvimento de tópicos,
conclusão. Identificar e analisar especificidades do texto expositivo tais como: recursos
linguísticos de impessoalização, construção passivas, estratégias de indeterminação do sujeito,
verbo na 3ª pessoa do singular e 1ª pessoa do plural e vocabulário técnico.
- A função do verbo nos textos expositivos.
- Identificar sinônimos, antônimos, relações de hiperonímia, hiponímia e outras relações
semânticas.
- Analisar os efeitos de sentido decorrentes da presença de conectores, verbos, sinais de
pontuação e da nominalização em textos ou sequências expositivas.
1 Ano
III
Análise
linguística
- Reconhecer a função dos verbos de elocução no discurso expositivo: afirmar, responder, falar
etc.
- Identificar formas verbais que introduzem outras vozes em sequências expositivas (verbos de
dizer: dizer, falar, afirmar, enfatizar, advertir, ponderar, confidenciar), avaliando as escolhas
dessas formas verbais.
- Relações semânticas. A função do verbo nos
textos expositivos.
1 Ano
III
Letramento
literário
1 Ano
III
Análise
linguística
1 Ano
III
Escrita
- Reconhecer a função da predominância do tempo presente no discurso expositivo.
- Identificar elementos da tradição europeia na construção da nossa literatura. Estabelecer
relações entre o texto literário e o contexto social e político de sua produção.
- O Seiscentismo: o contexto social e histórico e
o estudo da produção literária da época
seiscentista a poesia de Gregório de Matos, os
- Relacionar, na leitura de textos literários, a construção desses textos com as diferentes estéticas
Sermões de Padre Antônio Vieira.
literárias. Reconhecer a contribuição dos principais autores da história da literatura nacional.
- Reconhecer efeitos de sentido produzidos por recursos lexicais, recursos da linguagem figurada
- Figuras de linguagem típicas do Barroco.
e recursos morfossintáticos
- Estabelecer relações entre partes de um texto pelo uso adequado de elementos de coesão
(pontuação, conectores, recursos de referenciação). Produzir textos a partir da proposição de um
tema.
- Produção de Textos de divulgação científica e
- Construir parágrafos que apresentem unidades de sentido de acordo com as especificidades do de infográficos.
gênero.
- Linguagem digital: elaboração de planilhas e
- Articular na construção de textos de diferentes gêneros ideias centrais e secundárias.
gráficos.
- Elaborar textos considerando os seguintes critérios de coerência: unidade temática, relevância
informativa, progressão, não contradição.
- Integrar recursos verbais e não verbais na produção de textos de diferentes gêneros. Empregar
regras de colocação pronominal dos gêneros da esfera pública na produção de textos escritos.
- Selecionar sinais de pontuação para estabelecer a coesão textual.
1 Ano
III
Análise
linguística
- Empregar o registro linguístico (tom mais ou menos formal) adequado a determinada situação
comunicativa.
- Utilizar as regras de ortografia e acentuação gráfica oficiais.
- Utilizar as estratégias de impessoalização (pronomes de 3ª pessoa, verbos no presente)
pertinentes ao texto expositivo.
- Identificar as especificidades do gênero de um texto: seu objetivo comunicativo (propósito),
seus interlocutores previstos e suas condições de produção. Identificar o gênero de um texto,
considerando a situação discursiva.
1 Ano
III
Leitura
- Comparar uma mesma informação divulgada em diferentes gêneros e/ou meios de
comunicação. Reconhecer efeitos de sentido decorrente de escolha do vocabulário. - Relacionar
recursos verbais e não verbais (figuras, mapas, gráficos, tabelas, dentre outros) na produção de
sentido do texto.
- Distinguir tópicos e subtópicos (ideias centrais de secundárias) de textos/ parágrafos. Identificar
o tema de um texto. Inferir o sentido global ou ideia central em determinados gêneros.
- Linguagem verbal e não-verbal.
- Formas de representação lexical do sujeito da
oração (expresso ou elíptico, determinado ou
indeterminado, passivo ou ativo) e suas
relações com as intenções pretendidas pelo
discurso.
- A elipse na sequência do texto.
- Análise de textos de divulgação científica e
infográficos (impressos ou virtuais).
- Apropriar-se de conhecimentos a partir da leitura de gêneros da ordem da construção e da
transmissão de saberes, tais como de curiosidades científicas e textos didáticos. Reconhecer a
exemplificação, a comparação, a descrição, a definição, a pergunta originária como constitutivos
do texto expositivo (verbete, texto de divulgação científica, textos didáticos).
- Reconhecer a função da citação de especialistas como fator de credibilidade no texto expositivo.
- Reconhecer em textos de natureza expositiva: exposição do tema, desenvolvimento de tópicos,
conclusão. Identificar e analisar especificidades do texto expositivo tais como: recursos
linguísticos de impessoalização, construção passivas, estratégias de indeterminação do sujeito,
verbo na 3ª pessoa do singular e 1ª pessoa do plural e vocabulário técnico.
- A função do verbo nos textos expositivos.
- Identificar sinônimos, antônimos, relações de hiperonímia, hiponímia e outras relações
semânticas.
- Analisar os efeitos de sentido decorrentes da presença de conectores, verbos, sinais de
pontuação e da nominalização em textos ou sequências expositivas.
1 Ano
III
Análise
linguística
- Reconhecer a função dos verbos de elocução no discurso expositivo: afirmar, responder, falar
etc.
- Relações semânticas. A função do verbo nos
textos expositivos.
- Identificar formas verbais que introduzem outras vozes em sequências expositivas (verbos de
dizer: dizer, falar, afirmar, enfatizar, advertir, ponderar, confidenciar), avaliando as escolhas
dessas formas verbais.
- Reconhecer a função da predominância do tempo presente no discurso expositivo.
- Identificar elementos da tradição europeia na construção da nossa literatura. Estabelecer
relações entre o texto literário e o contexto social e político de sua produção.
1 Ano
III
Letramento
literário
1 Ano
III
Escrita
- Relacionar, na leitura de textos literários, a construção desses textos com as diferentes estéticas
literárias (Figuras de linguagem típicas do Barroco).
Reconhecer a contribuição dos principais autores da história da literatura nacional.
- Estabelecer relações entre partes de um texto pelo uso adequado de elementos de coesão
(pontuação, conectores, recursos de referenciação). Produzir textos a partir da proposição de um
tema.
- Construir parágrafos que apresentem unidades de sentido de acordo com as especificidades do
gênero.
- O Seiscentismo: o contexto social e histórico e
o estudo da produção literária da época
seiscentista a poesia de Gregório de Matos, os
Sermões de Padre Antônio Vieira.
- Produção de Textos de divulgação científica e
de infográficos.
- Produção de notícias.
- Articular na construção de textos de diferentes gêneros ideias centrais e secundárias.
- Elaborar textos considerando os seguintes critérios de coerência: unidade temática, relevância
informativa, progressão, não contradição.
- Integrar recursos verbais e não verbais na produção de textos de diferentes gêneros. Empregar
regras de colocação pronominal dos gêneros da esfera pública na produção de textos escritos.
- Selecionar sinais de pontuação para estabelecer a coesão textual.
1 Ano
III
Análise
linguística
- Empregar o registro linguístico (tom mais ou menos formal) adequado a determinada situação
comunicativa.
- Utilizar as regras de ortografia e acentuação gráfica oficiais.
- Utilizar as estratégias de impessoalização (pronomes de 3ª pessoa, verbos no presente)
pertinentes ao texto expositivo.
- Produzir textos orais considerando os elementos da situação discursiva (interlocutores, objetivo
comunicativo, especificidades do gênero, canais de transmissão).
1 Ano
1 Ano
IV
IV
Oralidade
Análise
linguística
- Reconhecer os efeitos de sentido em decorrência do uso de diferentes recursos coesivos na
produção de textos orais.
- Analisar a coerência numa produção oral, considerando a situação discursiva. Produzir textos
argumentativos orais.
- Promover a articulação entre as partes do texto por meio de diferentes recursos coesivos, para
assegurar a continuidade e a unidade semântica do texto oral.
- Identificar as especificidades do gênero de um texto: seu objetivo comunicativo (propósito),
seus interlocutores previstos e suas condições de produção. Identificar o gênero de um texto,
considerando a situação discursiva.
- Linguagem verbal e não-verbal.
- Formas de representação lexical do sujeito da
oração (expresso ou elíptico, determinado ou
indeterminado, passivo ou ativo) e suas
relações com as intenções pretendidas pelo
discurso.
- A elipse na sequência do texto.
- Produção e/ou escuta de debate regrado.
- Operadores argumentativos característicos
dos textos argumentativos orais.
- Reconhecer efeitos de sentido decorrente de escolha do vocabulário.
- Relacionar recursos verbais e não verbais (figuras, mapas, gráficos, tabelas, dentre outros) na
produção de sentido do texto.
1 Ano
IV
Leitura
- Identificar o tema de um texto. Inferir o sentido global ou ideia central em determinados
gêneros.
- Promover a articulação entre as partes do texto por meio de diferentes recursos coesivos, para
assegurar a continuidade e a unidade semântica do texto oral.
- Reconhecer a função discursiva (propósito) predominante em cada parágrafo.
- Identificar as relações de sentido (especificação, oposição, causa, consequência, finalidade
dentre outras) entre parágrafos.
- Análise de textos de anúncios publicitário,
cartazes educativos e de divulgação e resenha.
- Reconhecer a defesa de pontos de vista em textos da ordem do argumentar como propagandas
e cartazes de publicidade.
- Reconhecer em diferentes textos argumentativos (artigo de opinião, carta do leitor, reclamação,
editorial, propaganda, campanhas publicitárias): tese, hipótese, argumentos, conclusão.
- Estabelecer relação entre a tese e os argumentos oferecidos para sustentá-la.
- Distinguir um fato da opinião relativa a esse fato.
- Identificar tipos de argumentos em textos argumentativos.
- Reconhecer a função dos tempos verbais (presente, futuro do presente, futuro de pretérito,
presente do subjuntivo) em textos argumentativos.
- Reconhecer os conectores (relações lógico-discursivas) que operam na construção do texto
argumentativo.
- Reconhecer as estratégias de posicionamento do interlocutor a partir do uso de verbos
atitudinais tais como penso, acho, acredito.
1 Ano
IV
Análise
linguística
- Reconhecer as estratégias de polidez presentes num texto argumentativo: uso do futuro do
pretérito, presente do subjuntivo, advérbios (talvez, possivelmente) etc.
- Reconhecer estratégias de impessoalização num texto argumentativo: uso da passiva, da
terceira pessoa do plural etc.
- Operadores argumentativos. A função do
verbo nos textos argumentativos.
- Reconhecer formas verbais de presente, futuro do presente e futuro do pretérito, refletindo
sobre seu uso em textos argumentativos.
- Reconhecer a função de outros tempos verbais (tempos do pretérito, futuro do pretérito,
presente do subjuntivo) em argumentações.
- Identificar elementos da tradição europeia na construção da nossa literatura.
- O Setecentismo: o contexto social e histórico
e o estudo da produção literária do período
setecentista.
- Relacionar, na leitura de textos literários, a construção desses textos com as diferentes estéticas - O Arcadismo mineiro - o épico, o lírico e o
literárias.
satírico. Cláudio Manoel da Costa. Tomás
Antônio Gonzaga – José Basílio da Gama.
- Reconhecer a contribuição dos principais autores da história da literatura nacional.
- Reconhecer efeitos de sentido produzidos por recursos lexicais, recursos da linguagem figurada - Marcas linguísticas características do textos
e recursos morfossintáticos
árcade.
- Estabelecer relações entre partes de um texto pelo uso adequado de elementos de coesão
- Produção de campanha publicitária, cartazes
- Estabelecer relações entre o texto literário e o contexto social e político de sua produção.
1 Ano
IV
1 Ano
IV
1 Ano
IV
Letramento
literário
Análise
linguística
Escrita
(pontuação, conectores, recursos de referenciação). Produzir efeitos de sentido desejados a
textos de diferentes gêneros pelo uso de sinais de pontuação.
- Construir parágrafos que apresentem unidades de sentido de acordo com as especificidades do
gênero.
- Expressar opinião na produção de gêneros textuais que requeiram o uso de estratégias de
convencimento do leitor (propagandas, resenhas, cartas de leitor, editorial, artigo de opinião,
debate).
educativos e de divulgação; e resenha.
- Produção de textos a partir de outros textos
tomados como base ou fonte: artigo, pesquisa
bibliográfica, resumos e resenhas. Tese e
argumentos de sustentação. Linguagem digital:
o hipertexto.
- Defender um ponto de vista utilizando diversos tipos de argumentos (evidências da realidade,
dados estatísticos, argumento de autoridade, exemplificação, alusão histórica).
- Elaborar textos da ordem do argumentar em que sejam apresentados tese e argumentos;
posicionamento, ponto de vista e respectivas justificativas.
- Utilizar léxico adequado que garanta explicitude e expressividade à argumentação.
- Utilizar elementos modalizadores, verbos introdutores de opinião na produção de sequências
argumentativas. Utilizar 1ª ou 3ª pessoa dependendo do objetivo almejado na argumentação.
1 Ano
IV
Análise
linguística
- Identificar e reconhecer a função de recursos de modalização no texto argumentativo: uso do
futuro do pretérito, expressões adverbiais, voz passiva do verbo, presente do subjuntivo etc.
- Reconhecer relações de concordância entre o verbo e o sujeito de uma oração, refletindo sobre
o funcionamento sintático da língua.
- Utilização de verbos a serviço da
argumentação em resenhas e campanhas
publicitárias.
- Utilização das relações intertextuais: citação,
epígrafe e alusão.
- Regras gerais de concordância verbal e
nominal.
- Identificar as especificidades do gênero de um texto: seu objetivo comunicativo (propósito),
seus interlocutores previstos e suas condições de produção. Identificar o gênero de um texto,
considerando a situação discursiva.
- Reconhecer efeitos de sentido decorrente de escolha do vocabulário.
- Relacionar recursos verbais e não verbais (figuras, mapas, gráficos, tabelas, dentre outros) na
produção de sentido do texto.
1 Ano
IV
Leitura
- Identificar o tema de um texto. Inferir o sentido global ou ideia central em determinados
gêneros.
- Reconhecer a defesa de pontos de vista em textos da ordem do argumentar como propagandas
e cartazes de publicidade.
- Distinguir um fato da opinião relativa a esse fato.
- Análise de textos de anúncios publicitário e
cartazes educativos.
- Reconhecer a função dos tempos verbais (presente, futuro do presente, futuro de pretérito,
presente do subjuntivo) em textos argumentativos.
- Reconhecer os conectores (relações lógico-discursivas) que operam na construção do texto
argumentativo.
- Reconhecer as estratégias de posicionamento do interlocutor a partir do uso de verbos
atitudinais tais como penso, acho, acredito.
1 Ano
IV
Análise
linguística
- Reconhecer as estratégias de polidez presentes num texto argumentativo: uso do futuro do
pretérito, presente do subjuntivo, advérbios (talvez, possivelmente) etc.
- Reconhecer estratégias de impessoalização num texto argumentativo: uso da passiva, da
terceira pessoa do plural etc.
- Operadores argumentativos. A função do
verbo nos textos argumentativos.
- Reconhecer formas verbais de presente, futuro do presente e futuro do pretérito, refletindo
sobre seu uso em textos argumentativos.
- Reconhecer a função de outros tempos verbais (tempos do pretérito, futuro do pretérito,
presente do subjuntivo) em argumentações
- Identificar elementos da tradição europeia na construção da nossa literatura.
- Estabelecer relações entre o texto literário e o contexto social e político de sua produção.
1 Ano
IV
Letramento
literário
- Relacionar, na leitura de textos literários, a construção desses textos com as diferentes estéticas
literárias (marcas linguísticas características do textos árcade).
- O Setecentismo: o contexto social e histórico
e o estudo da produção literária do período
setecentista.
- O Arcadismo mineiro - o épico, o lírico e o
satírico. Cláudio Manoel da Costa. Tomás
Antônio Gonzaga – José Basílio da Gama.
- Reconhecer a contribuição dos principais autores da história da literatura nacional.
- Estabelecer relações entre partes de um texto pelo uso adequado de elementos de coesão
(pontuação, conectores, recursos de referenciação). Produzir efeitos de sentido desejados a
textos de diferentes gêneros pelo uso de sinais de pontuação.
- Construir parágrafos que apresentem unidades de sentido de acordo com as especificidades do
gênero.
1 Ano
IV
Escrita
- Expressar opinião na produção de gêneros textuais que requeiram o uso de estratégias de
convencimento do leitor (propagandas, resenhas, cartas de leitor, editorial, artigo de opinião,
debate).
- Defender um ponto de vista utilizando diversos tipos de argumentos (evidências da realidade,
dados estatísticos, argumento de autoridade, exemplificação, alusão histórica).
- Elaborar textos da ordem do argumentar em que sejam apresentados tese e argumentos;
posicionamento, ponto de vista e respectivas justificativas.
- Produção de campanha publicitária e cartazes
educativos.
- Utilizar léxico adequado que garanta explicitude e expressividade à argumentação.
- Utilizar elementos modalizadores, verbos introdutores de opinião na produção de sequências
argumentativas. Utilizar 1ª ou 3ª pessoa dependendo do objetivo almejado na argumentação.
1 Ano
IV
Análise
linguística
- Identificar e reconhecer a função de recursos de modalização no texto argumentativo: uso do
futuro do pretérito, expressões adverbiais, voz passiva do verbo, presente do subjuntivo etc.
- Reconhecer relações de concordância entre o verbo e o sujeito de uma oração, refletindo sobre
o funcionamento sintático da língua.
* Expectativas de aprendizagem que foram ou serão trabalhadas em videoaulas no Educa PE.
- Utilização de verbos a serviço da
argumentação em campanhas publicitárias.
- Regras gerais de concordância verbal e
nominal.
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PRIORITÁRIAS DE LÍNGUA PORTUGUESA
2º ANO
Série
2 Ano
2 Ano
Bimestre
I
Oralidade
I
Análise
linguística
2º Ano I
2 Ano
Eixo/ Campo
I
LÍNGUA PORTUGUESA
Expectativa de Aprendizagem
Produzir textos orais considerando os elementos da situação discursiva (interlocutores, objetivo
comunicativo, especificidades do gênero, canais de transmissão). Reconhecer os efeitos de sentido
em decorrência do uso de diferentes recursos coesivos na produção de textos orais. Analisar a
coerência numa produção oral, considerando a situação discursiva.
Promover a articulação entre as partes do texto por meio de diferentes recursos coesivos, para
assegurar a continuidade e a unidade semântica do texto oral. Analisar o efeito de sentido de
elementos típicos da modalidade falada (pausa, entonação, ritmo, hesitações). Relacionar marcas
específicas da oralidade às marcas correspondentes na escrita. Retextualizar texto oral para escrito,
considerando a situação discursiva. Reconhecer os conectores como recurso de construção do
tempo em sequência de relato. / Escolher a variedade linguística e o registro adequados à situação
discursiva.
Conteúdos
Recursos coesivos específicos do texto
narrativo oral e do texto narrativo escrito.
Recursos coesivos específicos do texto
narrativo oral e do texto narrativo escrito. /
Variação linguística de registro e
dialetal.
letramento
literário
Papéis sociais dos interlocutores e sua repercussão na construção do texto. / Reconhecer formas
verbais de pretérito (perfeito, imperfeito, mais-que-perfeito) e presente e sua função na narrativa.
Empregar adequadamente elementos linguísticos de tempo e espaço que materializam o enredo
em narrativas (verbos, advérbios, adjuntos adverbiais, orações subordinadas adverbiais).
A dominação política da burguesia e a plena
vitória do individualismo. A produção poética
das "gerações românticas”. Gonçalves Dias Álvares de Azevedo - Castro Alves.
Romantismo*
Leitura
Identificar as especificidades do gênero de um texto: seu objetivo comunicativo (propósito), seus
interlocutores previstos e suas condições de produção. Identificar efeitos de humor ou ironia em
diferentes gêneros textuais. Relações do texto com seu contexto espaço-temporal e cultural de
produção e circulação. Papéis sociais dos interlocutores e sua repercussão na construção do texto.
Reconhecer efeitos de sentido produzidos por recursos lexicais, recursos da linguagem figurada e
recursos morfossintáticos. Reconhecer as partes estruturantes de uma narrativa (orientação,
complicação, desfecho) e sua função. Identificar o conflito gerador de uma narrativa. Identificar o
Análise de depoimentos, relato e fábulas.
tempo de uma narrativa (quando ocorrem os fatos, tempo de duração de uma narrativa).
Reconhecer efeitos de sentido decorrentes do uso da pontuação, de outras notações e de recursos
gráficos e/ou ortográficos (aspas, itálico, negrito, letras maiúsculas, sublinhados, dentre outros).
Reconhecer efeitos de sentido decorrente de escolha do vocabulário.
2 Ano
I
Análise
linguística
2 Ano
I
Escrita
2 Ano
I
Análise
linguística
2º Ano II
Leitura
Papéis sociais dos interlocutores e sua repercussão na construção do texto. / Reconhecer formas
verbais de pretérito
(perfeito, imperfeito, mais-que-perfeito) e presente e sua função na narrativa. Empregar
adequadamente elementos linguísticos de tempo e espaço que materializam o enredo em
narrativas (verbos, advérbios, adjuntos adverbiais, orações subordinadas adverbiais).
Recursos coesivos específicos do texto
narrativo oral e do texto narrativo escrito. /
Desinências Verbais. Efeitos de sentidos
decorrentes do uso da pontuação. Valores
semânticos do advérbio e das locuções
adverbiais.
Produzir textos que circulam nas diferentes esferas da vida social, considerando os interlocutores, o
gênero textual, o suporte e os objetivos comunicativos (listas, slogans, legendas, avisos, bilhetes,
receitas, anotações em agendas, cartas, notícias, reportagens, relatos biográficos, instruções, textos
ficcionais, gêneros digitais, dentre outros). Produzir textos a partir da proposição de um tema.
Revisar e reescrever textos considerando critérios discursivos, linguísticos e gramaticais. Utilizar o
discurso direto em sequências narrativas para introduzir a fala de personagens. Produzir textos
Produção de relatos
narrativos de gêneros diversos que apresentem as partes estruturantes do enredo: introdução,
complicação, desfecho. Construir de forma adequada os elementos da narrativa – personagem, tipo
de narrador, espaço, tempo, enredo – na produção de gêneros textuais tais como contos e textos
ficcionais diversos. Construir de forma adequada os elementos da narrativa – personagem, tipo de
narrador, espaço, tempo, enredo – na produção de gêneros textuais tais como contos e textos
ficcionais diversos.
Sinais de pontuação e efeitos de sentido.
Selecionar sinais de pontuação para produzir efeitos de sentido desejados ao texto (hesitação,
Figuras de linguagem e escolha lexical,
intermitência, dúvida). Realizar escolhas lexicais adequadas aos objetivos comunicativos de um
principalmente advérbios e orações adverbiais.
texto, incluindo o emprego de figuras de linguagem. Utilizar recursos gráficos (negrito, letras
Recursos ortográficos e efeitos de sentido.
maiúsculas), ortográficos (erros propositais) ou morfossintáticos (neologismo) para conferir ao texto Variação linguística adequada ao gênero
efeitos de sentido desejados pelo escritor. Empregar o registro linguístico (tom mais ou menos
produzido e como parte da construção
formal) adequado a determinada situação comunicativa. Empregar adequadamente elementos
identitária dos personagens nos textos do
linguísticos de tempo e espaço que materializam o enredo em narrativas (verbos, advérbios,
discurso narrativo, em especial nos discursos
adjuntos adverbiais, orações subordinadas adverbiais). Elaborar textos considerando acentuação
diretos. Elementos linguísticos de tempo e
gráfica oficiais.
espaço a serviço da construção do discurso
narrativo. Acentuação gráfica
Identificar as especificidades do gênero de um texto: seu objetivo comunicativo (propósito), seus
interlocutores previstos e suas condições de produção. Reconhecer as especificidades de suportes
textuais (jornais, revistas, blogs, portais) que circulam em esferas sociais diversas. Reconhecer
mecanismos de textualização de discursos citados ou relatados em um texto ou sequência
expositiva. Reconhecer em textos de natureza expositiva: exposição do tema, desenvolvimento de
Análise de entrevista, resumo, reportagem e
tópicos, conclusão. Identificar e analisar especificidades do texto expositivo tais como: recursos
contrato*
linguísticos de impessoalização, construção passivas, estratégias de indeterminação do sujeito,
verbo na 3ª pessoa do singular e 1ª pessoa do plural e vocabulário técnico. Identificar elementos
que caracterizam o texto como instrucional, também chamado injuntivo (a presença de regras,
comandos, conselhos, prescrições, pedidos, justificativa, explicações, enumerações). Identificar
2º Ano II
Análise
linguística
2º Ano II
Análise
linguística
2º Ano II
Leitura
2º Ano II
Escrita
Análise
linguística
Escrita
Letramento
literário
Letramento
literário
2º Ano II
2º Ano II
2º Ano II
2º Ano II
2 Ano
II
Letramento
literário
2 Ano
II
Escrita
2 Ano
III
Oralidade
efeitos de sentido do uso de mecanismos de coesão textual empregados em uma sequência
instrucional/injuntiva.
Empregar regras de concordância Verbal e Nominal, dos gêneros da esfera pública na produção de
textos escritos. Reconhecer relações de concordância entre o verbo e o sujeito de uma oração,
refletindo sobre o funcionamento sintático da língua. Empregar regras de concordância nominal,
dos gêneros da esfera pública na produção de textos escritos.
Empregar regras de concordância Verbal e Nominal, dos gêneros da esfera pública na produção de
textos escritos. Reconhecer relações de concordância entre o verbo e o sujeito de uma oração,
refletindo sobre o funcionamento sintático da língua. Empregar regras de concordância nominal,
dos gêneros da esfera pública na produção de textos escritos.
Identificar as especificidades do gênero de um texto: seu objetivo comunicativo (propósito), seus
interlocutores previstos e suas condições de produção.
Empregar regras de acentuação gráfica oficial.
Normas da Concordância Nominal e Verbal*
Normas da Concordância Nominal e Verbal*
Gêneros textuais: entrevista, notícia e
reportagem*
Acentuação gráfica*
Reconhecer relações de concordância verbal refletindo sobre o funcionamento da língua.
Concordância Verbal*
Reconhecer em diferentes textos argumentativos tese, hipótese, argumentos, conclusão.
Estabelecer relações entre o texto literário e o contexto social e político de sua produção.
Reconhecer a contribuição dos principais autores da história da literatura nacional.
Estabelecer relações entre o texto literário e o contexto social e político de sua produção.
Reconhecer a contribuição dos principais autores da história da literatura nacional.
Análise do gênero dissertação escolar*
A PROSA ROMÂNTICA NO BRASIL - o país do ontem e do hoje, do interior e da cidade. José de
Alencar Conto e romance: estrutura, semelhanças e diferenças decorrentes do momento de
produção. O teatro romântico de Martins Pena. * A LITERATURA REALISTA - visão crítica da
sociedade, linguagem Literatura realista: reconhecimento do contexto histórico, características,
função social, autores, obras. Literatura realista e outras estéticas literárias
Construir parágrafos que apresentem unidades de sentido de acordo com as especificidades do
gênero. Articular na construção de textos de diferentes gêneros ideias centrais e secundárias.
Elaborar títulos adequados às especificidades do gênero. Selecionar sinais de pontuação para
estabelecer a coesão textual. Revisar e reescrever textos considerando critérios discursivos,
linguísticos e gramaticais. Produzir texto, na modalidade escrita, por meio de retextualização em
diversos gêneros Utilizar, de forma adequada, os discursos direto e indireto na produção de textos
de diferentes gêneros. Elaborar textos considerando acentuação gráfica oficiais. os seguintes
critérios de coerência: unidade temática, relevância informativa, progressão, não contradição.
Produzir textos orais considerando os elementos da situação discursiva (interlocutores, objetivo
comunicativo, especificidades do gênero, canais de transmissão). Reconhecer os efeitos de sentido
A Prosa Romântica*
Realismo*
Estabelecer relações entre o texto literário e o
contexto social e político de sua produção.
Relacionar, na leitura de textos literários, a
construção desses textos com as diferentes
estéticas literárias. Reconhecer a contribuição
dos principais autores da história da literatura
nacional. Estabelecer relações entre o texto
literário e o contexto social e político de sua
produção. Relacionar, na leitura de textos
literários, a construção desses textos com as
diferentes estéticas literárias. Reconhecer a
contribuição dos principais autores da história
da literatura nacional.
Produção de Resumo
Emprego de paráfrases na construção do
texto.
Produção do gênero dissertação escolar.
Produção de debate regrado e júri simulado.
2 Ano
III
Análise
linguística
2 Ano
III
Leitura
2 Ano
III
Análise
linguística
2 Ano
III
Escrita
em decorrência do uso de diferentes recursos coesivos na produção de textos orais. Analisar a
coerência numa produção oral, considerando a situação discursiva. Produzir textos argumentativos
orais. Defender um ponto de vista utilizando diversos tipos de argumentos (evidências da realidade,
dados estatísticos, argumento de autoridade, exemplificação, alusão histórica) Utilizar léxico
adequado que garanta explicitude e expressividade à argumentação.
Escolher a variedade linguística e o registro adequados à situação discursiva. Utilizar elementos
modalizadores, verbos introdutores de opinião na produção de sequências argumentativas. Utilizar
1ª ou 3ª pessoa dependendo do objetivo almejado na argumentação. Identificar e reconhecer a
função de recursos de modalização no texto argumentativo: uso do futuro do pretérito, expressões
adverbiais, voz passiva do verbo, presente do subjuntivo etc.
Identificar as especificidades do gênero de um texto: seu objetivo comunicativo (propósito), seus
interlocutores previstos e suas condições de produção. Identificar o gênero de um texto,
considerando a situação discursiva. Comparar uma mesma informação divulgada em diferentes
gêneros e/ou meios de comunicação. Reconhecer efeitos de sentido decorrente de escolha do
vocabulário. Distinguir tópicos e subtópicos (ideias centrais de secundárias) de textos/ parágrafos.
Identificar o tema de um texto. Inferir o sentido global ou ideia central em determinados gêneros.
Reconhecer a defesa de pontos de vista em textos da ordem do argumentar como propagandas e
cartazes de publicidade. Reconhecer em diferentes textos argumentativos (artigo de opinião, carta
do leitor, reclamação, editorial, propaganda, campanhas publicitárias): tese, hipótese, argumentos,
conclusão. Estabelecer relação entre a tese e os argumentos oferecidos para sustentá-la. Identificar
contra-argumentos de uma tese. Distinguir um fato da opinião relativa a esse fato. Identificar tipos
de argumentos em textos argumentativos. Reconhecer diferentes estratégias de construção dos
argumentos em texto: relato de fatos, exemplificação, dados estatísticos, testemunhos,
argumentação de autoridade.
Identificar sinônimos, antônimos, relações de hiperonímia, hiponímia e outras relações semânticas.
Reconhecer a relação entre verbo/nome e seus complementos. Reconhecer as estratégias de
polidez presentes num texto argumentativo: uso do futuro do pretérito, presente do subjuntivo,
advérbios (talvez, possivelmente). Utilizar elementos modalizadores, verbos introdutores de opinião
na produção de sequências argumentativas. Utilizar 1ª ou 3ª pessoa dependendo do objetivo
almejado na argumentação. Identificar e reconhecer a função de recursos de modalização no texto
argumentativo: uso do futuro do pretérito, expressões adverbiais, voz passiva do verbo, presente do
subjuntivo etc.
Expressar opinião na produção de gêneros textuais que requeiram o uso de estratégias de
convencimento do leitor (propagandas, resenhas, cartas de leitor, editorial, artigo de opinião,
debate). Defender um ponto de vista utilizando diversos tipos de argumentos (evidências da
realidade, dados estatísticos, argumento de autoridade, exemplificação, alusão histórica). Elaborar
textos da ordem do argumentar em que sejam apresentados tese e argumentos; posicionamento,
ponto de vista e respectivas justificativas. Utilizar marcadores discursivos de organização tópica de
cada parágrafo do texto. Utilizar léxico adequado que garanta explicitude e expressividade à
argumentação. Estabelecer relações entre partes de um texto pelo uso adequado de elementos de
coesão (pontuação, conectores, recursos de referenciação). Produzir textos a partir da proposição
de um tema. Construir parágrafos que apresentem unidades de sentido de acordo com as
especificidades do gênero. Articular na construção de textos de diferentes gêneros ideias centrais e
Registro linguístico adequado ao gênero
debate e do júri simulado. Seleção Lexical
Análise de Cartas Argumentativas
Relações semânticas. Transitividade Verbal.
Modalizadores
Analisar as figuras de linguagem recorrentes
nos textos naturalistas e realistas.
2 Ano
III
Análise
linguística
2 Ano
III
Oralidade
2 Ano
III
Análise
linguística
2 Ano
III
Leitura
2 Ano
2 Ano
III
III
secundárias. Elaborar textos considerando os seguintes critérios de coerência: unidade temática,
relevância informativa, progressão, não contradição.
Empregar regras de regência verbal e nominal, dos gêneros da esfera pública na produção de textos
escritos. ESCRIT Utilizar adequadamente o acento grave.
Produzir textos orais considerando os elementos da situação discursiva (interlocutores, objetivo
comunicativo, especificidades do gênero, canais de transmissão). Reconhecer os efeitos de sentido
em decorrência do uso de diferentes recursos coesivos na produção de textos orais. Analisar a
coerência numa produção oral, considerando a situação discursiva.
Promover a articulação entre as partes do texto por meio de diferentes recursos coesivos, para
assegurar a continuidade e a unidade semântica do texto oral. Analisar o efeito de sentido de
elementos típicos da modalidade falada (pausa, entonação, ritmo, hesitações). Relacionar marcas
específicas da oralidade às marcas correspondentes na escrita. Retextualizar texto oral para escrito,
considerando a situação discursiva. Reconhecer os conectores como recurso de construção do
tempo em sequência de relato. / Escolher a variedade linguística e o registro adequados à situação
discursiva.
Identificar as especificidades do gênero de um texto: seu objetivo comunicativo (propósito), seus
interlocutores previstos e suas condições de produção. Relações do texto com seu contexto espaçotemporal e cultural de produção e circulação. Papéis sociais dos interlocutores e sua repercussão na
construção do texto. Reconhecer efeitos de sentido produzidos por recursos lexicais, recursos da
linguagem figurada e recursos morfossintáticos. Reconhecer as partes estruturantes de uma
narrativa (orientação, complicação, desfecho) e sua função. Identificar o conflito gerador de uma
narrativa. Identificar o tempo de uma narrativa (quando ocorrem os fatos, tempo de duração de
uma narrativa). Reconhecer efeitos de sentido decorrentes do uso da pontuação, de outras
notações e de recursos gráficos e/ou ortográficos (aspas, itálico, negrito, letras maiúsculas,
sublinhados, dentre outros). Reconhecer efeitos de sentido decorrente de escolha do vocabulário.
Análise
linguística
Papéis sociais dos interlocutores e sua repercussão na construção do texto. / Reconhecer formas
verbais de pretérito
(perfeito, imperfeito, mais-que-perfeito) e presente e sua função na narrativa. Empregar
adequadamente elementos linguísticos de tempo e espaço que materializam o enredo em
narrativas (verbos, advérbios, adjuntos adverbiais, orações subordinadas adverbiais).
Letramento
literário
A PROSA ROMÂNTICA NO BRASIL - o país do ontem e do hoje, do interior e da cidade. José de
Alencar Conto e romance: estrutura, semelhanças e diferenças decorrentes do momento de
produção. O teatro romântico de Martins Pena. * A LITERATURA REALISTA - visão crítica da
sociedade, linguagem Literatura realista: reconhecimento do contexto histórico, características,
função social, autores, obras. Literatura realista e outras estéticas literárias
Regência Nominal e Verbal. Crase.
Recursos coesivos específicos do texto
narrativo oral e do texto narrativo escrito.
Recursos coesivos específicos do texto
narrativo oral e do texto narrativo escrito. /
Variação linguística de registro e
dialetal.
Análise de relato.
Recursos coesivos específicos do texto
narrativo oral e do texto narrativo escrito.
Desinências Verbais. Efeitos de sentidos
decorrentes do uso da pontuação.
Valores semânticos do advérbio e das locuções
adverbiais.
Estabelecer relações entre o texto literário e o
contexto social e político de sua produção.
Relacionar, na leitura de textos literários, a
construção desses textos com as diferentes
estéticas literárias. Reconhecer a contribuição
dos principais autores da história da literatura
nacional. Estabelecer relações entre o texto
literário e o contexto social e político de sua
produção. Relacionar, na leitura de textos
literários, a construção desses textos com as
diferentes estéticas literárias. Reconhecer a
contribuição dos principais autores da história
2 Ano
III
Escrita
da literatura nacional.
Produzir textos que circulam nas diferentes esferas da vida social, considerando os interlocutores, o
gênero textual, o suporte e os objetivos comunicativos (listas, slogans, legendas, avisos, bilhetes,
receitas, anotações em agendas, cartas, notícias, reportagens, relatos biográficos, instruções, textos
ficcionais, gêneros digitais, dentre outros). Produzir textos a partir da proposição de um tema.
Revisar e reescrever textos considerando critérios discursivos, linguísticos e gramaticais. Utilizar o
discurso direto em sequências narrativas para introduzir a fala de personagens. Produzir textos
narrativos de gêneros diversos que apresentem as partes estruturantes do enredo: introdução,
complicação, desfecho. Construir de forma adequada os elementos da narrativa – personagem, tipo
de narrador, espaço, tempo, enredo – na produção de gêneros textuais tais como contos e textos
Produção de relatos.
ficcionais diversos. Construir de forma adequada os elementos da narrativa – personagem, tipo de
Produção de Resumo e Reportagem.
narrador, espaço, tempo, enredo – na produção de gêneros textuais tais como contos e textos
Emprego de paráfrases na construção do texto.
ficcionais diversos.
Produção do gênero dissertação escolar.
Construir parágrafos que apresentem unidades de sentido de acordo com as especificidades do
gênero. Articular na construção de textos de diferentes gêneros ideias centrais e secundárias.
Elaborar títulos adequados às especificidades do gênero. Selecionar sinais de pontuação para
estabelecer a coesão textual. Revisar e reescrever textos considerando critérios discursivos,
linguísticos e gramaticais. Produzir texto, na modalidade escrita, por meio de retextualização em
diversos gêneros. Elaborar textos considerando acentuação gráfica oficiais. os seguintes critérios de
coerência: unidade temática, relevância informativa, progressão, não contradição.
2 Ano
III
Análise
linguística
2 Ano
IV
Oralidade
2 Ano
IV
Análise
linguística
2 Ano
IV
Leitura
Selecionar sinais de pontuação para produzir efeitos de sentido desejados ao texto (hesitação,
intermitência, dúvida). Realizar escolhas lexicais adequadas aos objetivos comunicativos de um
texto, incluindo o emprego de figuras de linguagem. Utilizar recursos gráficos (negrito, letras
maiúsculas), ortográficos (erros propositais) ou morfossintáticos (neologismo) para conferir ao texto
efeitos de sentido desejados pelo escritor. Empregar o registro linguístico (tom mais ou menos
formal) adequado a determinada situação comunicativa. Empregar adequadamente elementos
linguísticos de tempo e espaço que materializam o enredo em narrativas (verbos, advérbios,
adjuntos adverbiais, orações subordinadas adverbiais). Elaborar textos considerando acentuação
gráfica oficiais.
Produzir textos orais considerando os elementos da situação discursiva (interlocutores, objetivo
comunicativo, especificidades do gênero, canais de transmissão). Reconhecer os efeitos de sentido
em decorrência do uso de diferentes recursos coesivos na produção de textos orais. Analisar a
coerência numa produção oral, considerando a situação discursiva. Produzir textos argumentativos
orais.
Promover a articulação entre as partes do texto por meio de diferentes recursos coesivos, para
assegurar a continuidade e a unidade semântica do texto oral.
Identificar as especificidades do gênero de um texto: seu objetivo comunicativo (propósito), seus
interlocutores previstos e suas condições de produção. Identificar o gênero de um texto,
considerando a situação discursiva. Reconhecer efeitos de sentido decorrente de escolha do
vocabulário. Identificar o tema de um texto. Inferir o sentido global ou ideia central em
Sinais de pontuação e efeitos de sentido.
Figuras de linguagem e escolha lexical,
principalmente advérbios e orações adverbiais.
Recursos ortográficos e efeitos de sentido.
Variação linguística adequada ao gênero
produzido e como parte da construção
identitária dos personagens nos textos do
discurso narrativo, em especial nos discursos
diretos. Elementos linguísticos de tempo e
espaço a serviço da construção do discurso
narrativo. Acentuação gráfica
Produção e escuta de debate regrado.
Operadores argumentativos característicos dos
textos argumentativos orais.
Análise de textos de Editorial, Artigo de
Opinião e Dissertação Escolar.
2 Ano
IV
Análise
linguística
2 Ano
IV
Letramento
literário
2 Ano
IV
Análise
linguística
2 Ano
IV
Escrita
determinados gêneros. Promover a articulação entre as partes do texto por meio de diferentes
recursos coesivos, para assegurar a continuidade e a unidade semântica do texto oral. Reconhecer a
função discursiva (propósito) predominante em cada parágrafo. Identificar as relações de sentido
(especificação, oposição, causa, consequência, finalidade dentre outras) entre parágrafos.
Reconhecer a defesa de pontos de vista em textos da ordem do argumentar. Reconhecer em
diferentes textos argumentativos (artigo de opinião, carta do leitor, reclamação, editorial,
propaganda, campanhas publicitárias): tese, hipótese, argumentos, conclusão. Estabelecer relação
entre a tese e os argumentos oferecidos para sustentá-la. Distinguir um fato da opinião relativa a
esse fato. Identificar tipos de argumentos em textos argumentativos reconhecer a função dos
tempos verbais (presente, futuro do presente, futuro de pretérito, presente do subjuntivo) em
textos argumentativos.
Reconhecer os conectores (relações lógico-discursivas) que operam na construção do texto
argumentativo. Reconhecer as estratégias de posicionamento do interlocutor a partir do uso de
verbos atitudinais tais como penso, acho, acredito. Reconhecer as estratégias de polidez presentes
num texto argumentativo: uso do futuro do pretérito, presente do subjuntivo, advérbios (talvez,
possivelmente) etc. Reconhecer estratégias de impessoalização num texto argumentativo: uso da
passiva, da terceira pessoa do plural etc. Reconhecer formas verbais de presente, futuro do
presente e futuro do pretérito, refletindo sobre seu uso em textos argumentativos. Reconhecer a
função de outros tempos verbais (tempos do pretérito, futuro do pretérito, presente do subjuntivo)
em argumentações.
Identificar elementos da tradição europeia na construção da nossa literatura. Estabelecer relações
entre o texto literário e o contexto social e político de sua produção. Relacionar, na leitura de textos
literários, a construção desses textos com as diferentes estéticas literárias. Reconhecer a
contribuição dos principais autores da história da literatura nacional. Reconhecer a contribuição dos
principais autores da história da literatura nacional. Reconhecer a importância de obras literárias
nacionais para a formação da consciência e da identidade do povo brasileiro. Relacionar uma obra
de ficção, poesia ou peça teatral ao momento contemporâneo, reconhecendo a atualidade da
literatura. Analisar formas de apropriação do texto literário em outras mídias: filmes, telenovelas,
propagandas, artes plásticas, músicas. Reconhecer manifestações da literatura popular como parte
constitutiva da expressão literária nacional. Estabelecer relações entre o texto literário e o contexto
social e político de sua produção. Utilizar os conhecimentos sobre as estéticas literárias para refinar
a compreensão dos textos. Relacionar, na leitura de textos literários, a construção desses textos
com as diferentes estéticas literárias. Reconhecer diferentes formas de tratar um mesmo tema em
textos que se vinculam a diferentes estéticas. Identificar elementos de representação do Brasil e
dos brasileiros em obras da literatura nacional. Analisar a tensão entre o local e o universal na
construção de nossa literatura. Reconhecer elementos de continuidade e ruptura na formação da
literatura brasileira.
Reconhecer efeitos de sentido produzidos por recursos lexicais, recursos da linguagem figurada e
recursos morfossintáticos
Estabelecer relações entre partes de um texto pelo uso adequado de elementos de coesão
(pontuação, conectores, recursos de referenciação). Construir parágrafos que apresentem unidades
de sentido de acordo com as especificidades do gênero. Expressar opinião na produção de gêneros
textuais que requeiram o uso de estratégias de convencimento do leitor (propagandas, resenhas,
Operadores argumentativos. A função do
verbo nos textos argumentativos.
Poesia - parnaso - simbolista: o esteticismo de
Olavo Bilac entre o sensualismo e o
perfeccionismo do verso, e Cruz e Souza entre
o misticismo e a revolta contra o preconceito
racial.
Vocabulário, semântica e outras
especificidades dos textos parnaso simbolista.
Artigo de Opinião e Dissertação Escolar
cartas de leitor, editorial, artigo de opinião, debate). Defender um ponto de vista utilizando diversos
tipos de argumentos (evidências da realidade, dados estatísticos, argumento de autoridade,
exemplificação, alusão histórica). Elaborar textos da ordem do argumentar em que sejam
apresentados tese e argumentos; posicionamento, ponto de vista e respectivas justificativas.
Utilizar léxico adequado que garanta explicitude e expressividade à argumentação.
2 Ano
IV
Análise
linguística
2 Ano
IV
Oralidade
2 Ano
IV
Análise
linguística
2 Ano
IV
Leitura
2 Ano
IV
Análise
linguística
Utilizar elementos modalizadores, verbos introdutores de opinião na produção de sequências
argumentativas. Utilizar 1ª ou 3ª pessoa dependendo do objetivo almejado na argumentação.
Identificar e reconhecer a função de recursos de modalização no texto argumentativo: uso do
futuro do pretérito, expressões adverbiais, voz passiva do verbo, presente do subjuntivo etc.
Produzir textos orais considerando os elementos da situação discursiva (interlocutores, objetivo
comunicativo, especificidades do gênero, canais de transmissão). Reconhecer os efeitos de sentido
em decorrência do uso de diferentes recursos coesivos na produção de textos orais. Analisar a
coerência numa produção oral, considerando a situação discursiva. Produzir textos argumentativos
orais. Defender um ponto de vista utilizando diversos tipos de argumentos (evidências da realidade,
dados estatísticos, argumento de autoridade, exemplificação, alusão histórica) utilizar léxico
adequado que garanta explicitude e expressividade à argumentação.
Escolher a variedade linguística e o registro adequados à situação discursiva. Utilizar elementos
modalizadores, verbos introdutores de opinião na produção de sequências argumentativas. Utilizar
1ª ou 3ª pessoa dependendo do objetivo almejado na argumentação. Identificar e reconhecer a
função de recursos de modalização no texto argumentativo: uso do futuro do pretérito, expressões
adverbiais, voz passiva do verbo, presente do subjuntivo etc.
Identificar as especificidades do gênero de um texto: seu objetivo comunicativo (propósito), seus
interlocutores previstos e suas condições de produção. Identificar o gênero de um texto,
considerando a situação discursiva. Comparar uma mesma informação divulgada em diferentes
gêneros e/ou meios de comunicação. Reconhecer efeitos de sentido decorrente de escolha do
vocabulário. Distinguir tópicos e subtópicos (ideias centrais de secundárias) de textos/ parágrafos.
Identificar o tema de um texto. Inferir o sentido global ou ideia central em determinados gêneros.
Reconhecer a defesa de pontos de vista em textos da ordem do argumentar como propagandas e
cartazes de publicidade. Reconhecer em diferentes textos argumentativos (artigo de opinião, carta
do leitor, reclamação, editorial, propaganda, campanhas publicitárias): tese, hipótese, argumentos,
conclusão. Estabelecer relação entre a tese e os argumentos oferecidos para sustentá-la. Identificar
contra-argumentos de uma tese. Distinguir um fato da opinião relativa a esse fato. Identificar tipos
de argumentos em textos argumentativos. Reconhecer diferentes estratégias de construção dos
argumentos em texto: relato de fatos, exemplificação, dados estatísticos, testemunhos,
argumentação de autoridade.
Identificar sinônimos, antônimos, relações de hiperonímia, hiponímia e outras relações semânticas.
Reconhecer a relação entre verbo/nome e seus complementos. Reconhecer as estratégias de
polidez presentes num texto argumentativo: uso do futuro do pretérito, presente do subjuntivo,
advérbios (talvez, possivelmente). Utilizar elementos modalizadores, verbos introdutores de opinião
na produção de sequências argumentativas. Utilizar 1ª ou 3ª pessoa dependendo do objetivo
almejado na argumentação. Identificar e reconhecer a função de recursos de modalização no texto
argumentativo: uso do futuro do pretérito, expressões adverbiais, voz passiva do verbo, presente do
Utilização de verbos a serviço da
argumentação em resenhas e campanhas
publicitárias. O uso dos conectores e a
referência dêitica. Os processos de
coordenação e subordinação.
Produção de debate regrado.
Registro linguístico adequado ao gênero
debate. Seleção Lexical
Análise de Textos Argumentativas (Editorial,
artigo de opinião, resenha crítica)
Relações semânticas. Transitividade Verbal.
Modalizadores
2 Ano
IV
Letramento
literário
2 Ano
IV
Análise
linguística
2 Ano
IV
Escrita
subjuntivo etc.
Identificar elementos da tradição europeia na construção da nossa literatura. Estabelecer relações
entre o texto literário e o contexto social e político de sua produção. Relacionar, na leitura de textos
literários, a construção desses textos com as diferentes estéticas literárias. Reconhecer a
contribuição dos principais autores da história da literatura nacional. Reconhecer a contribuição dos
principais autores da história da literatura nacional. Reconhecer a importância de obras literárias
nacionais para a formação da consciência e da identidade do povo brasileiro. Relacionar uma obra
de ficção, poesia ou peça teatral ao momento contemporâneo, reconhecendo a atualidade da
literatura. Analisar formas de apropriação do texto literário em outras mídias: filmes, telenovelas,
propagandas, artes plásticas, músicas. Reconhecer manifestações da literatura popular como parte
constitutiva da expressão literária nacional. Estabelecer relações entre o texto literário e o contexto
social e político de sua produção. Utilizar os conhecimentos sobre as estéticas literárias para refinar
a compreensão dos textos. Relacionar, na leitura de textos literários, a construção desses textos
com as diferentes estéticas literárias. Reconhecer diferentes formas de tratar um mesmo tema em
textos que se vinculam a diferentes estéticas. Identificar elementos de representação do Brasil e
dos brasileiros em obras da literatura nacional. Analisar a tensão entre o local e o universal na
construção de nossa literatura. Reconhecer elementos de continuidade e ruptura na formação da
literatura brasileira.
Reconhecer efeitos de sentido produzidos por recursos lexicais, recursos da linguagem figurada e
recursos morfossintáticos
Expressar opinião na produção de gêneros textuais que requeiram o uso de estratégias de
convencimento do leitor (propagandas, resenhas, cartas de leitor, editorial, artigo de opinião,
debate). Defender um ponto de vista utilizando diversos tipos de argumentos (evidências da
realidade, dados estatísticos, argumento de autoridade, exemplificação, alusão histórica). Elaborar
textos da ordem do argumentar em que sejam apresentados tese e argumentos; posicionamento,
ponto de vista e respectivas justificativas. Utilizar marcadores discursivos de organização tópica de
cada parágrafo do texto. Utilizar léxico adequado que garanta explicitude e expressividade à
argumentação. Estabelecer relações entre partes de um texto pelo uso adequado de elementos de
coesão (pontuação, conectores, recursos de referenciação). Produzir textos a partir da proposição
de um tema. Construir parágrafos que apresentem unidades de sentido de acordo com as
especificidades do gênero. Articular na construção de textos de diferentes gêneros ideias centrais e
secundárias. Elaborar textos considerando os seguintes critérios de coerência: unidade temática,
relevância informativa, progressão, não contradição.
Estabelecer relações entre partes de um texto pelo uso adequado de elementos de coesão
(pontuação, conectores, recursos de referenciação). Construir parágrafos que apresentem unidades
de sentido de acordo com as especificidades do gênero. Expressar opinião na produção de gêneros
textuais que requeiram o uso de estratégias de convencimento do leitor (propagandas, resenhas,
cartas de leitor, editorial, artigo de opinião, debate). Defender um ponto de vista utilizando diversos
tipos de argumentos (evidências da realidade, dados estatísticos, argumento de autoridade,
exemplificação, alusão histórica). Elaborar textos da ordem do argumentar em que sejam
apresentados tese e argumentos; posicionamento, ponto de vista e respectivas justificativas.
Utilizar léxico adequado que garanta explicitude e expressividade à argumentação.
Poesia - parnaso - simbolista: o esteticismo de
Olavo Bilac entre o sensualismo e o
perfeccionismo do verso, e Cruz e Souza entre
o misticismo e a revolta contra o preconceito
racial.
Vocabulário, semântica e outras
especificidades dos textos parnaso simbolista.
Textos argumentativos;
Artigo de Opinião e Dissertação Escolar
2 Ano
Análise
linguística
IV
Utilizar elementos modalizadores, verbos introdutores de opinião na produção de sequências
argumentativas. Utilizar 1ª ou 3ª pessoa dependendo do objetivo almejado na argumentação.
Identificar e reconhecer a função de recursos de modalização no texto argumentativo: uso do
futuro do pretérito, expressões adverbiais, voz passiva do verbo, presente do subjuntivo etc.
Utilização de verbos a serviço da
argumentação em resenhas e campanhas
publicitárias. O uso dos conectores e a
referência dêitica. Os processos de
coordenação e subordinação.
Empregar regras de regência verbal e nominal, dos gêneros da esfera pública na produção de textos
escritos. ESCRIT Utilizar adequadamente o acento grave.
Regência Nominal e Verbal. Crase.
* Expectativas de aprendizagem que foram ou serão trabalhadas em videoaulas no Educa PE.
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PRIORITÁRIAS DE LÍNGUA PORTUGUESA
3º ANO
Série
3 Ano
3 Ano
3 Ano
Bimestre
I
I
II
Eixo/ Campo
Letramento
literário
LÍNGUA PORTUGUESA
Expectativa de Aprendizagem
identificar diferentes formas de representação de grupos
objeto de discriminação, tais como o índio, a mulher, o negro, o imigrante, o homossexual, o idoso,
o pobre, em contextos históricos e literários;
- reconhecer a importância de obras literárias nacionais para a formação da consciência e da
identidade do povo brasileiro;
- reconhecer a contribuição dos principais autores da história da literatura nacional;
- analisar formas de apropriação do texto literário em outras mídias: filmes, telenovelas,
propagandas, artes plásticas, músicas;
- estabelecer relações entre o texto literário e o contexto social e político de sua produção;
- utilizar os conhecimentos sobre as estéticas literárias para refinar a compreensão dos textos;
- identificar elementos de representação do Brasil e dos brasileiros em obras da literatura nacional;
- reconhecer elementos de continuidade e ruptura na formação da literatura brasileira;
- reconhecer inovações temáticas e formais em textos e autores contemporâneos.
Análise
linguística
Analisar as relações lógico-discursivas (causalidade, temporalidade, conclusão, comparação,
finalidade, oposição, condição, explicação, adição, entre outras) estabelecidas entre parágrafos,
períodos ou orações.
Letramento
literário
identificar diferentes formas de representação de grupos objeto de discriminação, tais como o
índio, a mulher, o negro, o imigrante, o homossexual, o idoso, o pobre, em contextos históricos e
literários;
- reconhecer a importância de obras literárias nacionais para a formação da consciência e da
identidade do povo brasileiro;
Conteúdos
1. Pré-modernismo: contexto social e histórico
e o estudo da produção literária da época; o
estudo dos autores Euclides da Cunha, Lima
Barreto, Monteiro Lobato e Augusto dos Anjos
e suas principais obras; *
2. As Vanguardas Europeias: futurismo,
cubismo, dadaísmo, expressionismo,
impressionismo e surrealismo. *
Relações lógico-discursivas (causalidade,
temporalidade, conclusão, comparação,
finalidade, oposição, condição, explicação,
adição, entre outras) estabelecidas entre
parágrafos, períodos ou orações. *
1. As Vanguardas Europeias: futurismo,
cubismo, dadaísmo, expressionismo,
impressionismo e surrealismo. Contexto social
e histórico: o estudo das diversas influências
estéticas na literatura; *
3 Ano
II
3 Ano
II
3 Ano
II
3 Ano
II
3 Ano
II
3 Ano
II
3 Ano
II
Análise
linguística
Escrita
Letramento
literário
Leitura
Análise
linguística
Análise
linguística
Análise
linguística
- reconhecer a contribuição dos principais autores da história da literatura nacional;
- analisar formas de apropriação do texto literário em outras mídias: filmes, telenovelas,
propagandas, artes plásticas, músicas;
- estabelecer relações entre o texto literário e o contexto social e político de sua produção;
- utilizar os conhecimentos sobre as estéticas literárias para refinar a compreensão dos textos;
- identificar elementos de representação do Brasil e dos brasileiros em obras da literatura nacional;
- reconhecer elementos de continuidade e ruptura na formação da literatura brasileira;
- reconhecer inovações temáticas e formais em textos e autores contemporâneos.
Identificar e analisar os diferentes tipos de conectores que estabelecem relações entre orações,
períodos, parágrafos, promovendo a progressão do texto.
Reconhecer a defesa de pontos de vista em textos da ordem do argumentar.
Analisar formas de apropriação do texto literário em outras mídias: filmes, telenovelas,
propagandas, artes plásticas,
II
Leitura
Períodos compostos: valores semânticos das
conjunções coordenativas*
O gênero dissertação escolar*
A Intertextualidade*
Efeitos de sentido: ambiguidade, ironia e
Inferir o sentido de uma palavra ou expressão.
humor*
Recursos lexicais: sinonímia, antonímia,
Identificar sinônimos, antônimos, relações de hiperonímia, hiponímia e outras relações semânticas. hiperonímia na construção da coesão textual*
Identificar e analisar os diferentes tipos de conectores que estabelecem relações entre nomes
(preposições e locuções), a fim de expressar efetivamente o sentido desejado
Regência Nominal*
Identificar e analisar os diferentes tipos de conectores que estabelecem relações entre os verbos e
seus complementos (preposições e locuções) criando frases não ambíguas, que expressem
efetivamente o sentido desejado
Regência Verbal*
- selecionar textos/suportes atendendo aos objetivos de
Leitura;
- identificar as especificidades do gênero de um texto: seu objetivo comunicativo (propósito), seus
interlocutores previstos e suas condições de produção;
3 Ano
2. Modernismo. 3.1 – Primeira Fase:
A Semana de Arte de 22: a inovação*
- identificar o gênero de um texto, considerando a situação discursiva;
- reconhecer as especificidades de suportes textuais (jornais, revistas, blogs, portais) que circulam
em esferas sociais diversas;
Análise de História em
Quadrinho, Cartum, Charge, Texto de
divulgação científica/
Enciclopédico
- localizar informações explícitas em textos de diferentes gêneros.
Inferir o sentido de uma palavra ou expressão.
3 Ano
II
análise
linguística
- identificar elementos estruturais de textos – recursos lexicais, morfossintáticos, recursos que
marcam variedades linguísticas – dentre outros elementos, tendo em vista os diferentes suportes
textuais;
- identificar sinônimos, antônimos, relações de hiperonímia, hiponímia e outras relações
semânticas;
1. Relações Semânticas;
2. Pontuação;
3. Regência Verbal e Nominal.
- reconhecer a pontuação específica de cada discurso (uso de aspas, travessão, parênteses, dentre
outros) e sua função no texto narrativo;
- identificar e analisar os diferentes tipos de conectores que estabelecem relações entre orações,
períodos, parágrafos, promovendo a progressão do texto (pronomes, conjunção, advérbios,
preposições e locuções).
- realizar escolhas lexicais adequadas aos objetivos comunicativos de um texto, incluindo o
emprego de figuras de linguagem;
- utilizar recursos gráficos (negrito, letras maiúsculas), ortográficos (erros propositais) ou
morfossintáticos (neologismo) para conferir ao texto efeitos de sentido desejados pelo escritor;
3 Ano
II
análise
linguística
- integrar recursos verbais e não verbais na produção de textos de diferentes gêneros;
1. Pontuação;
2. Ortografia Oficial;
- selecionar sinais de pontuação para estabelecer a coesão textual;
- utilizar as regras de ortografia e acentuação gráfica oficiais.
- Selecionar textos/suportes atendendo aos objetivos de leitura. Identificar as especificidades do
gênero de um texto: seu objetivo comunicativo
(propósito), seus interlocutores previstos e suas condições de produção;
- identificar o gênero de um texto, considerando a situação discursiva;
- reconhecer as especificidades de suportes textuais (jornais, revistas, blogs, portais) que circulam
em esferas sociais diversas;
- localizar informações explícitas em textos de diferentes gêneros;
- inferir o sentido de uma palavra ou expressão;
3 Ano
III
Leitura
Análise de Dissertação Escolar.
- construir parágrafos que apresentem unidades de sentido de acordo com as especificidades do
gênero na construção de textos de diferentes gêneros ideias centrais e secundárias;
- elaborar títulos adequados às especificidades do gênero;
- identificar contra-argumentos de uma tese;
- distinguir um fato da opinião relativa a esse fato;
- identificar efeitos de sentido do uso de mecanismos de coesão textual empregados em um texto
ou sequência argumentativa;
- identificar tipos de argumentos em textos argumentativos;
- reconhecer diferentes estratégias de construção dos argumentos em texto: relato de fatos,
exemplificação, dados estatísticos, testemunhos, argumentação.
- identificar elementos estruturais de textos – recursos lexicais, morfossintáticos, recursos que
marcam variedades linguísticas – dentre outros elementos, tendo em vista os diferentes suportes
textuais;
- identificar sinônimos, antônimos, relações de hiperonímia, hiponímia e outras relações
semânticas;
3 Ano
III
análise
linguística
- identificar e analisar os diferentes tipos de conectores que estabelecem relações entre orações,
períodos, parágrafos, promovendo a progressão do texto
(pronomes, conjunção, advérbios, preposições e locuções);
1. Relações Semânticas;
2. Pontuação;
3. Crase;
- reconhecer as estratégias de posicionamento do interlocutor a partir do uso de verbos atitudinais
tais como penso, acho, acredito;
- reconhecer os conectores (relações lógico- discursivas) que operam na construção do texto
argumentativo.
3 Modernismo.
- identificar diferentes formas de representação de grupos objeto de discriminação, tais como o
índio, a mulher, o negro, o imigrante, o homossexual, o idoso, o pobre, em contextos históricos e
literários;
- reconhecer a importância de obras literárias nacionais para a formação da consciência e da
identidade do povo brasileiro;
- reconhecer a contribuição dos principais autores da história da literatura nacional;
3 Ano
III
Letramento
Literário
- analisar formas de apropriação do texto literário em outras mídias: filmes, telenovelas,
propagandas, artes plásticas, músicas;
- estabelecer relações entre o texto literário e o contexto social e político de sua produção;
- utilizar os conhecimentos sobre as estéticas literárias para refinar a compreensão dos textos;
- identificar elementos de representação do Brasil e dos brasileiros em obras da literatura nacional;
- reconhecer elementos de continuidade e ruptura na formação da literatura brasileira;
- reconhecer inovações temáticas e formais em textos e autores contemporâneos
3.2 - Segunda Fase – o
Modernismo de 30: a
poesia nas suas múltiplas
faces: Cecília Meireles,
Carlos Drummond de Andrade e Vinícius de
Moraes.
3.3 – O Regionalismo
Nordestino: a narrativa
vigorosa, a denúncia
social e a forte oralidade na ficção Rachel de
Queiroz,
José Lins do Rêgo,
Graciliano Ramos e
Jorge Amado.
3.4 - Terceira Fase - a
GERAÇÃO de .45: João
Cabral de Melo Neto ( o
poeta engenheiro);
Clarice Lispector
(epifania clariciana) e
João Guimarães Rosa
(a linguagem reinventada).
- usar recursos de construção do texto adequados à situação de interação, ao suporte no qual o
texto circulará e ao destinatário previsto para o texto;
- produzir textos a partir da proposição de um tema;
- produzir efeitos de sentido desejados a textos de diferentes gêneros pelo uso de sinais de
pontuação;
3 Ano
III
Escrita
- construir parágrafos que apresentem unidades de sentido de acordo com as especificidades do
gênero;
Dissertação Escolar.
- articular na construção de textos de diferentes gêneros ideias centrais e secundárias;
- elaborar títulos adequados às especificidades do gênero;
- revisar e reescrever textos considerando critérios discursivos, linguísticos e gramaticais;
- elaborar textos considerando os seguintes critérios de coerência: unidade temática, relevância
informativa, progressão, não contradição.
- realizar escolhas lexicais adequadas aos objetivos comunicativos de um texto, incluindo o
emprego de figuras de linguagem;
3 Ano
III
Análise
linguística
- utilizar recursos gráficos (negrito, letras maiúsculas), ortográficos (erros propositais) ou
morfossintáticos (neologismo) para conferir ao texto efeitos de sentido desejados pelo escritor;
- integrar recursos verbais e não verbais na produção de textos de diferentes gêneros;
1. Pontuação;
2. Ortografia Oficial;
3. Crase;
- selecionar sinais de pontuação para estabelecer a coesão textual;
- utilizar as regras de ortografia e acentuação gráfica oficiais.
- selecionar textos/suportes atendendo aos objetivos de leitura;
- identificar as especificidades do gênero de um texto: seu objetivo comunicativo (propósito), seus
interlocutores previstos e suas condições de produção;
3 Ano
III
Leitura
- identificar o gênero de um texto, considerando a situação discursiva;
- reconhecer as especificidades de suportes textuais (jornais, revistas, blogs, portais) que circulam
em esferas sociais diversas;
Análise de História em
Quadrinho, Cartum, Charge, Texto de
divulgação científica/
Texto argumentativo
- localizar informações explícitas em textos de diferentes gêneros;
- inferir o sentido de uma palavra ou expressão.
- identificar elementos estruturais de textos – recursos lexicais, morfossintáticos, recursos que
marcam variedades linguísticas – dentre outros elementos, tendo em vista os diferentes suportes
textuais;
1. Relações Semânticas;
2. Pontuação;
3 Ano
III
Análise
linguística
- identificar sinônimos, antônimos, relações de hiperonímia, hiponímia e outras relações
semânticas;
- reconhecer a pontuação específica de cada discurso (uso de aspas, travessão, parênteses, dentre
outros) e sua função no texto narrativo;
- identificar e analisar os diferentes tipos de conectores que estabelecem relações entre orações,
períodos, parágrafos, promovendo a progressão do texto (pronomes, conjunção, advérbios,
preposições e locuções).
3. Regência Verbal e Nominal;
4. Colocação Pronominal.
3 Modernismo.
- identificar diferentes formas de representação de grupos objeto de discriminação, tais como o
índio, a mulher, o negro, o imigrante, o homossexual, o idoso, o pobre, em contextos históricos e
literários;
- reconhecer a importância de obras literárias nacionais para a formação da consciência e da
identidade do povo brasileiro;
- reconhecer a contribuição dos principais autores da história da literatura nacional;
3 Ano
III
Letramento
Literário
- analisar formas de apropriação do texto literário em outras mídias: filmes, telenovelas,
propagandas, artes plásticas, músicas;
- estabelecer relações entre o texto literário e o contexto social e político de sua produção;
- utilizar os conhecimentos sobre as estéticas literárias para refinar a compreensão dos textos;
- identificar elementos de representação do Brasil e dos brasileiros em obras da literatura nacional;
- reconhecer elementos de continuidade e ruptura na formação da literatura brasileira;
- reconhecer inovações temáticas e formais em textos e autores contemporâneos
- usar recursos de construção do texto adequados à situação de interação, ao suporte no qual o
texto circulará e ao destinatário previsto para o texto;
3 Ano
III
Escrita
- produzir textos a partir da proposição de um tema;
- produzir efeitos de sentido desejados a textos de diferentes gêneros pelo uso de sinais de
3.2 - Segunda Fase – o
Modernismo de 30: a
poesia nas suas múltiplas
faces: Cecília Meireles,
Carlos Drummond de Andrade e Vinícius de
Moraes.
3.3 – O Regionalismo
Nordestino: a narrativa
vigorosa, a denúncia
social e a forte oralidade na ficção Rachel de
Queiroz, José Lins do Rêgo,
Graciliano Ramos e
Jorge Amado.
3.4 - Terceira Fase - a
GERAÇÃO de .45: João Cabral de Melo Neto ( o
poeta engenheiro);
Clarice Lispector
(epifania clariciana) e João Guimarães Rosa
(a linguagem reinventada).
Dissertação escolar.
As relações intertextuais:
paródia, citação, epígrafe,
alusão, paráfrase
e pastiche.
pontuação;
- construir parágrafos que apresentem unidades de sentido de acordo com as especificidades do
gênero;
- articular na construção de textos de diferentes gêneros ideias centrais e secundárias;
- elaborar títulos adequados às especificidades do gênero;
- revisar e reescrever textos considerando critérios discursivos, linguísticos e gramaticais;
- elaborar textos considerando os seguintes critérios de coerência: unidade temática, relevância
informativa, progressão, não contradição.
- realizar escolhas lexicais adequadas aos objetivos comunicativos de um texto, incluindo o
emprego de figuras de linguagem;
3 Ano
III
Análise
linguística
- utilizar recursos gráficos (negrito, letras maiúsculas), ortográficos (erros propositais) ou
morfossintáticos (neologismo) para conferir ao texto efeitos de sentido desejados pelo escritor;
1. Pontuação;
- integrar recursos verbais e não verbais na produção de textos de diferentes gêneros;
2. Ortografia Oficial.
- selecionar sinais de pontuação para estabelecer a coesão textual;
- utilizar as regras de ortografia e acentuação gráfica oficiais.
- selecionar textos/suportes atendendo aos objetivos de leitura;
- identificar as especificidades do gênero de um texto: seu objetivo comunicativo (propósito), seus
interlocutores previstos e suas condições de produção;
- identificar o gênero de um texto, considerando a situação discursiva;
3 Ano
IV
Leitura
- reconhecer as especificidades de suportes textuais (jornais, revistas, blogs, portais) que circulam
em esferas sociais diversas;
Análise de Dissertação Escolar, Charge
Impressa e Virtual.
- localizar informações explícitas em textos de diferentes gêneros;
- inferir o sentido de uma palavra ou expressão;
- construir parágrafos que apresentem unidades de sentido de acordo com as especificidades do
gênero;
3 Ano
IV
Análise
linguística
- articular na construção de textos de diferentes gêneros ideias centrais e secundárias.
- identificar elementos estruturais de textos – recursos lexicais, morfossintáticos, recursos que
marcam variedades linguísticas – dentre outros elementos, tendo em vista os diferentes suportes
1. Relações Semânticas;
textuais;
- identificar sinônimos, antônimos, relações de hiperonímia, hiponímia e outras relações
semânticas;
2. Pontuação;
3. Colocação Pronominal;
- identificar e analisar os diferentes tipos de conectores que estabelecem relações entre orações,
períodos, parágrafos, promovendo a progressão do texto (pronomes, conjunção,
advérbios, preposições e locuções).
- identificar diferentes formas de representação de grupos objeto de discriminação, tais como o
índio, a mulher, o negro, o imigrante, o homossexual, o idoso, o pobre, em contextos históricos e
literários;
- reconhecer a importância de obras literárias nacionais para a formação da consciência e da
identidade do povo brasileiro;
4. Tendências da Literatura
Contemporânea.
4.1 – Poesia Concretista: Ferreira
Gullar, Decio Pignatari e os Irmãos Campos.
- reconhecer a contribuição dos principais autores da história da literatura nacional;
3 Ano
IV
Letramento
Literário
- analisar formas de apropriação do texto literário em outras mídias: filmes, telenovelas,
propagandas, artes plásticas, músicas;
- estabelecer relações entre o texto literário e o contexto social e político de sua produção;
4.2 – As peculiaridades da produção literária
dos seguintes autores: Mario Quintana, Paulo
Leminski, Adélia Prado e Raimundo Carrero.
4.3 - O teatro brasileiro. - A visão inovadora de
Nelson Rodrigues.
- utilizar os conhecimentos sobre as estéticas literárias para refinar a compreensão dos textos;
5.2 – A denúncia social, o humor e a
- identificar elementos de representação do Brasil e dos brasileiros em obras da literatura nacional; ironia de Ariano Suassuna
- reconhecer elementos de continuidade e ruptura na formação da literatura brasileira;
- reconhecer inovações temáticas e formais em textos e autores contemporâneos.
- usar recursos de construção do texto adequados à situação de interação, ao suporte no qual o
texto circulará e ao destinatário previsto para o texto;
- produzir textos a partir da proposição de um tema;
3 Ano
IV
Escrita
- produzir efeitos de sentido desejados a textos de diferentes gêneros pelo uso de sinais de
pontuação;
- construir parágrafos que apresentem unidades de sentido de acordo com as especificidades do
gênero;
- articular na construção de textos de diferentes gêneros ideias centrais e secundárias;
Dissertação Escolar.
- elaborar títulos adequados às especificidades do gênero;
- revisar e reescrever textos considerando critérios discursivos, linguísticos e gramaticais;
- elaborar textos considerando os seguintes critérios de coerência: unidade temática, relevância
informativa, progressão, não contradição.
- utilizar letras maiúsculas no início de frases quando adequado;
- ordenar, de forma adequada, os elementos de uma frase;
- realizar escolhas lexicais adequadas aos objetivos comunicativos de um texto, incluindo o
emprego de figuras de linguagem;
3 Ano
IV
Análise
linguística
- utilizar recursos gráficos (negrito, letras maiúsculas), ortográficos (erros propositais) ou
morfossintáticos (neologismo) para conferir ao texto efeitos de sentido desejados pelo escritor;
1. Pontuação. Ortografia Oficial;
2. Colocação Pronominal;
- integrar recursos verbais e não verbais na produção de textos de diferentes gêneros;
- selecionar sinais de pontuação para estabelecer a coesão textual;
- utilizar as regras de ortografia e acentuação gráfica oficiais.
- localizar informações explícitas em textos de diferentes gêneros;
- inferir o sentido de uma palavra ou expressão;
- construir parágrafos que apresentem unidades de sentido de acordo com as especificidades do
gênero na construção de textos de diferentes gêneros ideias centrais e secundárias;
- elaborar títulos adequados às especificidades do gênero;
3 Ano
IV
Leitura
- identificar contra-argumentos de uma tese;
- distinguir um fato da opinião relativa a esse fato;
Análise de Dissertação Escolar.
- identificar efeitos de sentido do uso de mecanismos de coesão textual empregados em um texto
ou sequência argumentativa;
- identificar tipos de argumentos em textos argumentativos;
3 Ano
IV
Análise
linguística
- reconhecer diferentes estratégias de construção dos argumentos em texto: relato de fatos,
exemplificação, dados estatísticos, testemunhos, argumentação.
- identificar elementos estruturais de textos – recursos lexicais, morfossintáticos, recursos que
marcam variedades linguísticas – dentre outros elementos, tendo em vista os diferentes suportes
textuais;
1. Relações Semânticas;
2. Pontuação;
- identificar sinônimos, antônimos, relações de hiperonímia, hiponímia e outras relações
semânticas;
3. Crase.
- identificar e analisar os diferentes tipos de conectores que estabelecem relações entre orações,
períodos, parágrafos, promovendo a progressão do texto
(pronomes, conjunção, advérbios, preposições e locuções);
- reconhecer as estratégias de posicionamento do interlocutor a partir do uso de verbos atitudinais
tais como penso, acho, acredito;
- reconhecer os conectores (relações lógico- discursivas) que operam na construção do texto
argumentativo.
- identificar diferentes formas de representação de grupos objeto de discriminação, tais como o
índio, a mulher, o negro, o imigrante, o homossexual, o idoso, o pobre, em contextos históricos e
literários;
- reconhecer a importância de obras literárias nacionais para a formação da consciência e da
identidade do povo brasileiro;
- reconhecer a contribuição dos principais autores da história da literatura nacional;
3 Ano
IV
Letramento
Literário
- analisar formas de apropriação do texto literário em outras mídias: filmes, telenovelas,
propagandas, artes plásticas, músicas;
4. Tendências da Literatura
Contemporânea.
4.1 – Poesia Concretista: Ferreira
Gullar, Decio Pignatari e os Irmãos Campos.
4.2 – As peculiaridades da produção literária
dos seguintes autores: Mario Quintana, Paulo
Leminski, Adélia Prado e Raimundo Carrero.
- estabelecer relações entre o texto literário e o contexto social e político de sua produção;
- utilizar os conhecimentos sobre as estéticas literárias para refinar a compreensão dos textos;
4.3 - O teatro brasileiro. - A visão inovadora de
Nelson Rodrigues.
- identificar elementos de representação do Brasil e dos brasileiros em obras da literatura nacional; 5.2 – A denúncia social, o humor e a
ironia de Ariano Suassuna
- reconhecer elementos de continuidade e ruptura na formação da literatura brasileira;
- reconhecer inovações temáticas e formais em textos e autores contemporâneos.
- usar recursos de construção do texto adequados à situação de interação, ao suporte no qual o
texto circulará e ao destinatário previsto para o texto;
- produzir textos a partir da proposição de um tema;
3 Ano
IV
Escrita
- produzir efeitos de sentido desejados a textos de diferentes gêneros pelo uso de sinais de
pontuação;
- construir parágrafos que apresentem unidades de sentido de acordo com as especificidades do
gênero;
Dissertação Escolar.
- articular na construção de textos de diferentes gêneros ideias centrais e secundárias;
- elaborar títulos adequados às especificidades do gênero;
- revisar e reescrever textos considerando critérios discursivos, linguísticos e gramaticais;
- elaborar textos considerando os seguintes critérios de coerência: unidade temática, relevância
informativa, progressão, não contradição.
- utilizar letras maiúsculas no início de frases quando adequado;
- ordenar, de forma adequada, os elementos de uma frase;
- realizar escolhas lexicais adequadas aos objetivos comunicativos de um texto, incluindo o
emprego de figuras de linguagem;
3 Ano
IV
Análise
linguística
1. Pontuação. Ortografia Oficial;
- utilizar recursos gráficos (negrito, letras maiúsculas), ortográficos (erros propositais) ou
morfossintáticos (neologismo) para conferir ao texto efeitos de sentido desejados pelo escritor;
2. Colocação Pronominal.
- integrar recursos verbais e não verbais na produção de textos de diferentes gêneros;
- selecionar sinais de pontuação para estabelecer a coesão textual;
- utilizar as regras de ortografia e acentuação gráfica oficiais.
* Expectativas de aprendizagem que foram ou serão trabalhadas em videoaulas no Educa PE.
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM COMPLEMENTARES DE LÍNGUA PORTUGUESA
1º ANO
Língua Portuguesa
Expectativa de Aprendizagem
Ano
Bimestre
Eixo/ Campo
Conteúdos
A influência da literatura portuguesa na
formação da literatura brasileira: da era
medieval ao classicismo de Camões.
1 Ano
II
Letramento
Literário
Identificar elementos da tradição europeia na construção da nossa literatura.
1 Ano
II
Letramento
Literário
Estabelecer relações entre o texto literário e o contexto social e político de sua produção.
Relacionar, na leitura de textos literários, a construção desses textos com as diferentes
estéticas literárias. Reconhecer a contribuição dos principais autores da história da literatura
nacional
A influência da literatura portuguesa na
formação da literatura brasileira: da era
medieval ao classicismo de Camões.
1 Ano
II
Escrita
Produção de contos e crônicas.
Utilizar o discurso direto em sequências
narrativas para introduzir a fala de
personagens. Construir de forma adequada os
elementos da narrativa – personagem, tipo de
narrador, espaço, tempo, enredo – na
produção de gêneros textuais tais como contos
e textos ficcionais diversos. Construir de forma
adequada os elementos da narrativa –
personagem, tipo de narrador, espaço, tempo,
enredo – na produção de crônicas. Produzir
textos narrativos de gêneros diversos que
apresentem as partes estruturantes do enredo:
introdução, complicação, desfecho. Apresentar
propriedades, qualidades, elementos
caracterizadores de personagens, espaços, em
sequências descritivas de gêneros como:
contos, fábulas, lendas, narrativas diversas,
biografia, biografia romanceada, notícia,
reportagem, rótulos, currículo, fichas de
inscrição, formulários.
- Produzir textos orais considerando os elementos da situação discursiva (interlocutores,
objetivo comunicativo, especificidades do gênero, canais de transmissão).
- Reconhecer os efeitos de sentido em decorrência do uso de diferentes recursos coesivos na
produção de textos orais.
- Oralidade
- Análise
linguística
- Analisar a coerência numa produção oral, considerando a situação discursiva. Produzir textos
argumentativos orais.
- Promover a articulação entre as partes do texto por meio de diferentes recursos coesivos,
para assegurar a continuidade e a unidade semântica do texto oral.
- Leitura
1 Ano
IV
- Análise
linguística
- Identificar as especificidades do gênero de um texto: seu objetivo comunicativo (propósito),
seus interlocutores previstos e suas condições de produção. Identificar o gênero de um texto,
considerando a situação discursiva.
- Escrita
- Reconhecer efeitos de sentido decorrente de escolha do vocabulário.
- Análise
linguística
- Identificar o tema de um texto. Inferir o sentido global ou ideia central em determinados
gêneros.
- Promover a articulação entre as partes do texto por meio de diferentes recursos coesivos,
para assegurar a continuidade e a unidade semântica do texto oral.
- Reconhecer a função discursiva (propósito) predominante em cada parágrafo.
- Produção e/ou escuta de debate regrado.
- Operadores argumentativos característicos
dos textos argumentativos orais.
- Leitura, análise e produção de resenha crítica.
- Identificar as relações de sentido (especificação, oposição, causa, consequência, finalidade
dentre outras) entre parágrafos.
- Reconhecer a defesa de pontos de vista em textos da ordem do argumentar como
propagandas e cartazes de publicidade.
- Estabelecer relação entre a tese e os argumentos oferecidos para sustentá-la.
- Distinguir um fato da opinião relativa a esse fato.
- Estabelecer relações entre partes de um texto pelo uso adequado de elementos de coesão
(pontuação, conectores, recursos de referenciação). Produzir efeitos de sentido desejados a
textos de diferentes gêneros pelo uso de sinais de pontuação.
- Construir parágrafos que apresentem unidades de sentido de acordo com as especificidades
do gênero.
- Expressar opinião na produção de gêneros textuais que requeiram o uso de estratégias de
convencimento do leitor (propagandas, resenhas, cartas de leitor, editorial, artigo de opinião,
debate).
- Defender um ponto de vista utilizando diversos tipos de argumentos (evidências da realidade,
dados estatísticos, argumento de autoridade, exemplificação, alusão histórica).
- Elaborar textos da ordem do argumentar em que sejam apresentados tese e argumentos;
posicionamento, ponto de vista e respectivas justificativas.
- Utilizar léxico adequado que garanta explicitude e expressividade à argumentação.
- Reconhecer as estratégias de posicionamento do interlocutor a partir do uso de verbos
atitudinais tais como penso, acho, acredito.
- Reconhecer a função dos tempos verbais (presente, futuro do presente, futuro de pretérito,
presente do subjuntivo) em textos argumentativos.
- Utilizar elementos modalizadores, verbos introdutores de opinião na produção de sequências
argumentativas. Utilizar 1ª ou 3ª pessoa dependendo do objetivo almejado na argumentação.
- Identificar e reconhecer a função de recursos de modalização no texto argumentativo: uso do
futuro do pretérito, expressões adverbiais, voz passiva do verbo, presente do subjuntivo etc.
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM COMPLEMENTARES DE LÍNGUA PORTUGUESA
2º ANO
Ano
Bimestre
Eixo/ Campo
2 Ano
I
Leitura
2 Ano
III
Leitura
Língua Portuguesa
Expectativa de Aprendizagem
Identificar as especificidades do gênero de um texto: seu objetivo comunicativo (propósito),
seus interlocutores previstos e suas condições de produção. Identificar efeitos de humor ou
ironia em diferentes gêneros textuais. Relações do texto com seu contexto espaço-temporal e
cultural de produção e circulação. Papéis sociais dos interlocutores e sua repercussão na
construção do texto. Reconhecer efeitos de sentido produzidos por recursos lexicais, recursos
da linguagem figurada e recursos morfossintáticos. Reconhecer as partes estruturantes de uma
narrativa (orientação, complicação, desfecho) e sua função. Identificar o conflito gerador de
uma narrativa. Identificar o tempo de uma narrativa (quando ocorrem os fatos, tempo de
duração de uma narrativa). Reconhecer efeitos de sentido decorrentes do uso da pontuação,
de outras notações e de recursos gráficos e/ou ortográficos (aspas, itálico, negrito, letras
maiúsculas, sublinhados, dentre outros). Reconhecer efeitos de sentido decorrente de escolha
do vocabulário.
Expressar opinião na produção de gêneros textuais que requeiram o uso de estratégias de
convencimento do leitor (propagandas, resenhas, cartas de leitor, editorial, artigo de opinião,
debate). Defender um ponto de vista utilizando diversos tipos de argumentos (evidências da
realidade, dados estatísticos, argumento de autoridade, exemplificação, alusão histórica).
Elaborar textos da ordem do argumentar em que sejam apresentados tese e argumentos;
posicionamento, ponto de vista e respectivas justificativas. Utilizar marcadores discursivos de
organização tópica de cada parágrafo do texto. Utilizar léxico adequado que garanta explicitude
e expressividade à argumentação. Estabelecer relações entre partes de um texto pelo uso
adequado de elementos de coesão (pontuação, conectores, recursos de referenciação).
Produzir textos a partir da proposição de um tema. Construir parágrafos que apresentem
unidades de sentido de acordo com as especificidades do gênero. Articular na construção de
textos de diferentes gêneros ideias centrais e secundárias. Elaborar textos considerando os
seguintes critérios de coerência: unidade temática, relevância informativa, progressão, não
contradição.
Conteúdos
Análise de depoimentos
Analisar as figuras de linguagem recorrentes
nos textos naturalistas e realistas.
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM COMPLEMENTARES DE LÍNGUA PORTUGUESA
3º ANO
Língua Portuguesa
Ano
Bimestre
Eixo/ Campo
Expectativa de Aprendizagem
3 Ano
I
Oralidade
Apresentação de pesquisa escolar com o apoio de
banner.
3 Ano
I
Leitura
Análise de currículo, manual e banner de pesquisa
escolar.
3 Ano
I
Escrita
Análise de currículo e banner de pesquisa escolar.
3 Ano
III
Oralidade
Júri Simulado
3 ANO
IV
Oralidade
Mesa Redonda e Comunicação Oral
Conteúdos
Produzir textos orais considerando os elementos da situação discursiva (interlocutores,
objetivo comunicativo, especificidades do gênero, canais de transmissão). Planejar
previamente o gênero oral considerando a situação discursiva. Elaborar planos de trabalho
para produção oral, necessários ao momento da produção (perguntas de uma entrevista,
roteiros de seminários, perguntas para uma palestra).
Identificar as especificidades do gênero de um texto: seu objetivo comunicativo
(propósito), seus interlocutores previstos e suas condições de produção. Identificar o
gênero de um texto, considerando a situação discursiva. Reconhecer efeitos de sentido
decorrente de escolha do vocabulário. Inferir o sentido global ou ideia central em
determinados gêneros. Apropriar-se de conhecimentos a partir da leitura de gêneros da
ordem da construção e da transmissão de saberes, tais como de curiosidades científicas e
textos didáticos. Reconhecer a função da citação de especialistas como fator de
credibilidade no texto expositivo. Reconhecer em textos de natureza expositiva: exposição
do tema, desenvolvimento de tópicos, conclusão.
Produzir textos que circulam nas diferentes esferas da vida social, considerando os
interlocutores, o gênero textual, o suporte e os objetivos comunicativos (listas, slogans,
legendas, avisos, bilhetes, receitas, anotações em agendas, cartas, notícias, reportagens,
relatos biográficos, instruções, textos ficcionais, gêneros digitais, dentre outros).
Estabelecer relações entre partes de um texto pelo uso adequado de elementos de coesão
(pontuação, conectores, recursos de referenciação). Organizar adequadamente os tópicos
e subtópicos ao produzir textos ou sequências expositivas.
Reconhecer os gêneros específicos da fala (debates, palestras, apresentações orais de
trabalhos, seminários, avisos, entrevistas, mesas-redondas). Observar as normas de
funcionamento que regem a participação dos interlocutores de uma produção textual oral,
respeitando os intervalos da fala e da escrita. Registrar informações (tomar nota) a partir
da escuta de textos orais (em roteiros previamente preparados ou não). Reconhecer os
efeitos de sentido em decorrência do uso de diferentes recursos coesivos na produção de
textos orais. Reconhecer os efeitos de sentido em decorrência do uso de diferentes
recursos coesivos na produção de textos orais.
Reconhecer os gêneros específicos da fala (debates, palestras, apresentações orais de
trabalhos, seminários, avisos, entrevistas, mesas-redondas). Observar as normas de
funcionamento que regem a participação dos interlocutores de uma produção textual oral,
respeitando os intervalos da fala e da escrita. Registrar informações (tomar nota) a partir
da escuta de textos orais (em roteiros previamente preparados ou não). Reconhecer os
efeitos de sentido em decorrência do uso de diferentes recursos coesivos na produção de
textos orais. Reconhecer os efeitos de sentido em decorrência do uso de diferentes
recursos coesivos na produção de textos orais
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PRIORITÁRIAS
E COMPLEMENTARES DE
LÍNGUA INGLESA
PARA OS ESTUDANTES DO ENSINO MÉDIO
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PRIORITÁRIAS DE LÍNGUA INGLESA
1º ANO
Série
1 Ano
1 Ano
1 Ano
1 Ano
1 Ano
Bimestre
I
Eixo/ Campo
ORALIDADE/ESCUTA ANÁLISE LINGUÍSTICA
I
ESCRITA
I
ESCUTA/ ANÁLISE
LINGUÍSTICA
I
I
PRODUÇÃO ORAL /
ANÁLISE LINGUÍSTICA
RELAÇÃO ORAL-ESCRITO/
ANÁLISE LINGUÍSTICA
LÍNGUA INGLESA
Expectativa de Aprendizagem
Identificar marcas de entonação e registro por relação ao papel social do
falante e gênero. Identificar marcadores conversacionais característicos
do inglês.
Produzir textos que circulam nas diferentes esferas da
vida considerando os interlocutores, o gênero textual, o suporte e os
objetivos comunicativos (listas, slogans, bilhetes, legendas, avisos,
receitas, anotações em agendas, cartas, notícias, reportagens,
relatos biográficos e instruções, gêneros digitais, cartões postais entre
outros.
Compreender enunciados orais em situações comunicativas,
considerando os interlocutores, o objetivo comunicativo, as
especificidades dos gêneros textuais, o registro. Identificar caraterísticas
dos gêneros orais e seus registros. Identificar o uso de significativo de
pausas e prolongamentos de sons.
Distinguir o efeito de sentido no uso de contrações (Ex: he's, you're,
they're, we're, I'm). Identificar as marcas de entonação e registro por
relação ao papel social do falante e gênero.
Produzir enunciados orais, considerando os elementos da situação
discursiva (interlocutores, objetivo comunicativo, especificidades do
gêneros, canais de trans- missão). Produzir diálogos em situações
comunicativas definidas. Atuar no texto com os articuladores adequados para garantir a coesão. Reconhecer e relacionar o código linguístico
mais adequado a cada gênero.
Identificar os articuladores mais adequados considerando o objetivo
comunicativo. Identificar o gênero e o objetivo comunicativo, as
construções mais adequadas para cada situação e as marcas coesivas e
discursivas
Relacionar marcas específicas da oralidade às marcas da escrita. Produzir
textos orais a partir de escritos, considerando a situação discursiva.
Repetir os enunciados ouvidos com a ênfase na entonação e distinções
fonológicas.
Preparar previamente o texto oral, identificando o papel, o objetivo
comunicativo do gênero, código e registro adequados. Identificar gênero
Conteúdos
Greetings*
Verbo To Be (presente/passado), *
Verbo There To Be (presente/ passado), *
Presente Simples, *
Advérbios de frequência, *
Verbo To Have*
Greetings*
Verbo To Be (presente/passado), *
Verbo There To Be (presente/ passado), *
Presente Simples, *
Advérbios de frequência, *
Verbo To Have*
Escuta de diálogos formais, informais e entrevista
Uso de formas verbais considerando pessoas, número,
tempo, modo imperativo (afirmativo e negativo)
Uso das saudações, expressões e termos da língua inglesa
em diferentes situações (perguntas, respostas,
exclamações, solicitações,...) considerando os níveis de
formalidade.
Escolha dos modalizadores e expressões formais /
informais; verbos be, have, there + be, can/ can't, could,
may etc.
Pronúncia de formas verbais afirmativas e negativas dos
verbos modais, conforme ritmo e entonação da língua em
diferentes situações (proposição, interrogação, negação,
etc.).
Organização linguístico- textual dos gêneros: níveis de
formalidade; uso de verbos (modais e auxilia- res) e tempos
1 Ano
1 Ano
I
I
ORALIDADE / ANÁLISE
LINGUÍSTICA
ESCRITA/ ANÁLISE
LINGUÍSTICA
1 Ano
II
PRODUÇÃO DE
ENUNCIADOS E TEXTOS
ORAIS
1 Ano
II
ORALIDADE ESCUTA /
ANÁLISE LINGUÍSTICA
1 Ano
II
ESCUTA/ ANÁLISE
LINGUÍSTICA
e objetivo comunicativo, as construções adequadas a cada situação, os
tempos verbais e as marcas coesivas e discursivas
Identificar as relações de sentido (especificação, oposição, causa,
consequência e finalidade, dentre outras) entre parágrafos. Identificar o
tema do texto. Compreender o texto a partir de identificação de palavras
cognatas.
Reconhecer os recursos linguísticos que operam a progressão temática e
as relações de sentido no texto: advérbios (first, secondly, etc.),
conectores (thus, therefore, besides, etc.). Identificar palavras cognatas e
falsas cognatas. Identificar os efeitos de sentido provocados pelo uso de
formas de tratamento e modalizadores.
Produzir gêneros textuais diversos, a partir da proposição de temas.
Produzir correspondência formal e informal: cartas e e-mails. Empregar
adequadamente elementos de coesão (conectores e recursos de
referenciação), estabelecendo relações entre as partes de um texto e
atendendo à organização textual do gênero em foco. Revisar e
reescrever textos considerando os propósitos comunicativos.
Empregar elementos estruturais do texto: recursos lexicais,
morfossintáticos, recursos que marcam variedades linguísticas entre
outros elementos, tendo em vista os diferentes gêneros e suportes.
Empregar adequadamente recurso lexicais e morfossintáticos nos
registros formais e informais.
Produzir diálogos em situações comunicativas definidas. Produzir
instruções para situações comunicativas definidas (jogos, receitas,
procedimentos no trânsito, orientações para chegar a algum lugar,
regras de convivência).
Usar os pronomes pessoais, possessivos e demonstrativos como
recursos coesivos.
econhecer os e eitos de sentido em decorr ncia do so de di erentes
rec rsos coesivos na rod ç o dos te tos. econhecer a coer ncia n ma
rod ç o oral considerando a sit aç o disc rsiva. denti icar
caracter sticas dos g neros orais e se s registros. econhecer o so de
contrações como marca de registro em di erentes g neros
Distinguir o efeito de sentido no uso de contrações he’s,you’re, they’re ,
we’re , I’m ). Uso de pronomes pessoais, possessivos e demonstrativos
como recursos coe- sivos. Identifcar o uso de conectores como recursos
coesivos. Identificar organizadores temporais como recursos coesivos.
verbais conforme os objetivos comunicativos do gênero;
identificação das etapas (partes) do texto.
Carta (formal e informal), artigo informativo (do livro
didático, jornais e revistas), diálogos e tiras cômicas:
características e graus de formalidade.
Marcadores lexicais responsáveis por estabelecer relações
de sentido entre parágrafos/ Relações entre língua materna
e língua estrangeira expressas por meio de termos
cognatos.
Gêneros para publicação na Web: Carta do leitor, carta
pessoal, e-mail, aviso e banner, considerando sua
organização linguístico- textual.
Uso do imperativo e de verbos modais em avisos; emprego
de expressões usuais nos gêneros aborda- dos, emprego de
diferentes tempos verbais: presente simples, passado
simples, futuro com will para informar ações e fatos
referidos no tempo. Uso de Mr., Mrs., Ms. Sir., entre outros.
Datas em língua in- glesa (posição do mês, ordi- nais);
outros usos de nume- rais cardinais e ordinais.
Modo Imperativo, Pronomes Pessoais (sujeito e objeto),
Pronomes demonstrativos, Adjetivos possessivos e
Pronomes possessivos.*
Pronomes Pessoais (sujeito e objeto), Pronomes
demonstrativos*
Di logos so re temas de inidos te tos in ormativos
not cia internet article; cartoons avisos an ncios
(propagandas)
Pronomes essoais ossessivos e demonstrativos
relacionar nomes a rono- mes e alavras sin nimas - the
man, the woman; he, she, they, your, his, her; friends/ guys/
fellows etc. . er os e have
ressões adv r ios de
tem o. alavras e ressões e indicam o osiç o de
ideias tem o ca sa adiç o concl s o
t then that
day, when, tomorrow, nowadays / because, cause / and,
besides / so, etc.)
1 Ano
1 Ano
II
II
PRODUÇÃO ORAL /
ANÁLISE LINGUÍSTICA
LEITURA/ ANÁLISE
LINGUÍSTICA
rod ir di logos em sit ações com nicativas de inidas. rod ir
instr ções ara sit ações com - nicativas de inidas ogos receitas
rocedimentos no trânsito orientações ara chegar a alg m l gar
regras de conviv ncia .
denti icar o etivo com nicativo e constr ções inter- rogativas
negativas e a irmativas . denti icar g nero e o etivo com nicativo as
constr ções ade adas ara cada sit aç o os tem os ver ais.
Identificar os articu- ladores mais adequados considerando g nero e
objetivo comunicativo.
om reender o te to a ar tir da identi icaç o de alavras cognatas.
econhecer di erentes estrat gias de constr ç o de te tos da ordem
donarrar. econheceroselementosde com osiç ode ma narrativa
ersonagens tem o es aço enredo oco narrativo. econhecer marcas
ling sticas e iden icamoconte toc lt ralda rod ç o dote to.
Iden- tificar o uso de Modal Verbs adv r ios maybe, possibly etc. como
marcas de registro. denti icar a rogress o da se
ncia in ntiva em
te to or meio do so de conectores tem osemodos
ver ais. denti icaro so de conectores em te tos o se
ncias
instrucionais/ injuntivas. Identificar os efeitos de sentido provocados
pelo uso de formas de tratamento e de modalizadores. Identificar
palavras cognatas. Identificar e analisar espe- cificidades do texto
narrativo, tais como: tempos verbais, organizadores temporais,
modalizadores, recursos coe- sivos.
m regar ade adamente elementos de coes o conectores rec rsos
de re erenciaç o esta elecen- do relações entre as artes de m te to
e atendendo organi aç o te t al do g nero em oco. evisar e
reescrever te tos considerando os ro ósitos comunicativos.
1 Ano
1 Ano
II
III
ESCRITA/ ANÁLISE
LINGUÍSICA
ESCUTA/ ANÁLISE
LINGUÍSTICA
m regar ade adamente rec rsos mor ossint ticos e coesivos em
como reali ar escolhas le icais a ro- riadas. m regar ade adamente
rec rsos mor os- sint ticos e coesivos em como reali ar escolhas
apropriadas.
om reender en nciados orais em sit ações com nicativas
considerando os interloc tores o o etivo com nicativo as
es eci icidades dos g neros te t ais o registro. servar as normas de
nciona- mento e regem a artici aç o dos interloc tores de ma
rod ç o te t al oral res eitando os intervalos da ala e da leit ra do
texto escrito.
denti icar os rinciais onemas em ares e ca sam di erenças de
Regras de jogo, receitas e regras de conviv ncia entre
o tros e ress onham instr ç o. oca l rio
relacionado aos tó icos g neros ro ostos ogos
alimentos e c lin ria receitas am iente escolar regras de
conviv ncia etc.
er os no m erativo Do Don t o eradores de
se
ncia irst second a ter that then inall an e
st
ormas a irmativa e negativa voca l rio relacionado aos
tó icos g neros ogos receitas alimentos medidas
ver os de aç o regras de conviv ncia entre o tros.
an al do s rio man al de orientações g ias de
viagem, folders receita c lin ria
la conto.
Formas verbais e modos empregados – Imperativo
afirmativo e negativo. ndica- dores de se
ncia se enciadores): first, second, next, after th; at, finally, at the end,
etc.); Verbos modais: can/can’t; must/ mustn’t; could,
couldn’t; may, might; should, etc. Verbos no presente,
passado e futuro simples.
egras de conviv ncia ara a sala de a la Dos and Don’ts
receita de m rato t ico instr ções ara ela oraç o de
m tra alho art stico ilograv ra oragâmi int ra de m
o eto etc. e ena descriç o ara com or o tros te tos
narrativa c rta a artir de m tema o de sit aç o inicial
Usos das formas e modos verbais empregados – Imperativo
afirmativo e negativo. ndicadores de sencia
(sequenciadores): first, second, next, after th; at, finally, at
the end, etc.); Verbos modais: can/can’t; must/ mustn’t;
could, couldn’t; may, might; should, etc. Verbos no
presente, passado e futuro simples. Numerais e artigos
(definidos e indefinidos).
Di logo so re tema reviamente determinado interações
es ontâneas o sim ladas comandos orientações sicas
da sala de aula, por exemplo) e entrevista no r dio te to
dram tico ato de ma eça de teatro o sketc.
dv r ios e e ressões indicadoras de tem o
on nções
1 Ano
1 Ano
1 Ano
III
III
III
PRODUÇÃO ORAL /
ANÁLISE LINGUÍSTICA
LEITURA/ ANÁLISE
LINGUÍSTICA
ESCRITA/ ANÁLISE
LINGUÍSTICA
sentido. Disting ir o e eito desentidono sodecontrações
(he’s,you’re,they’re, we’re, I’m . denti icar as marcas de entonaç o e
registro or relaç o ao a el social do alante e ao g nero.
artici ar de sim lações ara sit ações com nicativas de inidas
entrevista ara em rego
estões t cnicas de ro issões entrevista
acad mica g ia de t rismo em locais da com nidade e no a s
rece cionar hós- pedes em hotel). Reconhecer a estr t ra com osicional dos g neros da ala de ates alestras a resenta- ções orais de
tra alhos semin rios avisos solicitaç o e ornecimento de in ormações
em conte tos es ec - icos etc. econhecer e selecionar o registro
ling s- tico mais ade ado ara cada g nero.
denti icar g nero e o etivo com nicativo e as constr ções ade adas
ara cada sit aç o tem os ver ais marcas coesivas e disc rsivas.
denti icar ost ra gestos código e registro ade ados ara cada
sit aç o marcadores coesivos e disc rsivos.
om reender e eitos de sentido rod idos or rec rsos le icais e
mor os- sint ticos. om reender e eitos de sentido decorrentes do so
da ont aç o de o tras notações e de rec rsos gr icos e o
ortogr icos as as it lico negrito letras mai sc las s linhados entre
o tros . denti icar o tema do te to. econhecer estrat gias de olide
resentes em m te to tem os ver ais modali adores . econhecer
rec rsos ling sticos de esrt raç o de en nciados e ositivos.
Reconhecer a ordem de in ormações em te tos e ositivos do geral
para o par ticular, do par ticular para o geral
denti icar os elementos e disting em di erentes g neros. econhecer
e eitos de sentido decorrentes de escolha do voca l rio. denti icar o
uso de Modal Verbs adv r ios (maybe, possibly etc. como marcas de
registro. denti icar e analisar es eci icidades do te to e ositivo tais
como constr ç o assiva estrat gias de indeterminaç o do s eito
ver o na a essoa do sing lar o a essoa do l ral e voca l rio
t cnico. nalisar a nç o de conectores ver os e sinais de ont aç o
em te tos o se
ncias e ositivas.
rod ir di logos sim lando sit ações cotidianas. rod ir relatos de
e eri ncia de viagem. m regar ade adamente elementos de coes o
conectores rec rsos de re erenciaç o esta elecendo relações entre as
artes de m te to e atendendo organi aç o te t al do g nero em
oco. evisar e reescrever te tos considerando os ro ósitos
comunicativos.
m regar ade adamente rec rsos le icais e mor os- sint ticos nos
registros ormais e in ormais. m regar ade adamente rec rsos
mor ossint ticos e coesivos em como reali ar escolhas le icais
apropriadas.
indicadoras de tem oralidade se
ncia When (uso do
pronome interrogativo e do marcador temporal. Verbos: be
/ have /do.
rod ç o de erg ntas res ostas ara ma entrevista de
em rego. la oraç o res ostas de erg ntas em sit ações
diversas na rece ç o do hotel e em rece tivo de t rismo
de modo geral, adequando-se ao grau de formalidade e aos
objetivos comunicativos.
dv r ios e e ressões indicadoras de tem o on nções
indicadoras de tem oralidade se
ncia When (uso do
pronome interrogativo e do marcador temporal. Verbos: be
/ have /do.
n o e no l ico dos te tos na ers- ectiva do tema e do
g ne- ro te t al. s ectos da organi aç o te t al e gr i- ca
dos g neros te t ais escolhidos. om araç o de dois o
mais g neros te t ais em oco.
Emprego de When ( como pronome interrogati- vo e
marcador temporal; Verbos: be / have / do nas diversas
formas e tempos; Modal Verbs: can/could; may / might;
shall /should entre o tros como marcas de registro a
nç o dos conectores ver os e sinais de ont aç o nos
textos
arrativas c rtas anedota m ato o avent ra do
cotidiano. tras ossi ilidades relatos de viagem
intercâm ios rias etc. relatos de e eri ncia in sitada
diver tida, etc.; biografia e/ou autobrigrafia.
Tempos verbais: verbos no passado simples e cont n o
verbos no presente simples; verbos modais (can, could,
should, may, might... o eradores e ressões indicadores de tem o re
n- cia se
ncia e modo.
marcadores de coes o but, however; if, unless; so, this way,
econhecer os e eitos de sentido em decorr ncia do so dos rec rsos
coesivos na rod ç o de te tos orais.
1 Ano
1 Ano
1 Ano
IV
IV
IV
ESCUTA/ ANÁLISE
LINGUÍSTICA
PRODUÇÃO ORAL/
ANÁLISE LINGUÍSTICA
LEITURA/ ANÁLISE
LINGUÍSTICA
Identificar organizadores temporais
comorecursoscoesivos.Distinguiroefeito desentidono sodecontrações
(he’s,you’re,they’re, we’re , I’m . denti icar marcadores conversacionais
caracter sticos do ngl s.
that way; then, meanwhile, etc. Pronomes pessoais (subject
and objet case); interrogativos (what, who, where, when,
how) possessivos, e o possessive case. dv r ios here,
there, over there
arrativa essoal descriç o narraç o de ma sit aç o
em araçosa di logo so re m tema determinado
relacionamentos (familiar, amizade, etc.);
denti icar ronomes essoais ossessivos e
demonstrativos com a devida re erenciaç o de which, that
e who para es- tabelecer relaç o entre as artes do te to
de organi- adores tem orais de acor- do com os tem os
ver ais em narrativas em di logos e conversas.
om reenderose eitos desentidodecorrentesdo so de rec rsos le icais
e mor ossint ticos na rod ç o de te tos orais invers o na ordem dos
termos, uso de question tags so dos a iliares em a irmativas .
rod ir instr ções ara sit ações com nicativas de inidas ogos
receitas rocedimentos no trânsito orientações ara chegar a alg m
l gar regras de conviv ncia . econhecer a estr t ra com osicional dos
g neros es ec icos da ala de ates alestras a resentações orais de
trabalhos, semin rios avisos solicitaç o e ornecimento de in ormações
em conte tos es ec icos etc. econhecer e selecionar o registro
ling stico mais ade ado ara cada g nero.
Di logo so re tema
de inido comandos interações em sala de a la
denti icar g nero e o etivo com nicativo as constr ções ade adas
ara cada sit aç o denti icar g nero e o etivo com nicativo e as
constr ções ade adas ara cada sit aç o tem os ver ais marcas
coesivas e discursivas.
Uso de Pronomes pessoais ossessivos e demonstrati- vos
com a devida re eren- ciaç o de which, that e who ara
esta elecer rela- ç o entre as artes do te to de
organi adores tem orais de acordo com os tem os ver ais
em narrativas em di logos e conversas.
elacionar rec rsos ver ais e n o ver ais ig ras ma as gr icos
ta elas dentre o tros na rod ç o de sentido do te to. econhecer a
nç o disc rsiva ro ósito redominante em cada ar gra o.
denti icar as relações de sentido es eci- ficaç o o osiç o ca sa
conse
ncia inalidade dentre o tras entre ar gra os. denti icar o
tema do te to. elacionar o sentido glo al de m te to ao se t t lo.
econhecer rec rsos ling sticos de estr t raç o de en nciados
expositivos. Reconhecer em te tos e ositivos rec rsos de
a resentaç o de in ormações adicionias como notas e licativas e de
roda
e gra es.
denti icar os elementos e disting em di erentes g neros. econhecer
e eitos de sentido decorrentes da escolha do voca l rio. econhecer os
rec rsos ling sticos e o eram a rogress o tem tica e as relações de
sentido em m te to adv r ios e e ressões adver iais first, secondly
etc.) conectores (thus, therefore, besides etc. denti icar e analisar
es eci icidades do te to e ositivo tais como constr ç o assiva
ira c mica conversa di - logo entre amigos); entre- vistas;
artigo informativo (de revistas/ jornais, da internet o de
livros . s ectos com osicionais dos g neros te t ais selecionados ara a leit ra
ressões de so com m da l ng a
inglesa adv r ios e o tros marcadores do disc rso na
ers ectiva do tema e do g nero te t al a ordado
re osições
igni icado de elemenos com osicionais de ver os
do n o t in ac a a over... e o de so em o tras
sit ações st do dos ronomes s etivos e o etivos
re er ncia conte t al
estrat gias de indeterminaç o do s eito ver o na a essoa do sing lar
o a essoa do l ral e voca l rio t cnico.
rod ir g neros te t ais diversos a artir da ro osiç o de temas.
rod ir di logos sim lando sit ações cotidianas. rod ir res ostas em
ira c mica reenchimento dos alões de ala entrevista
entrevistas escritas. m regar ade adamente elementos de coes o
narrativa c rta estória e eri ncia coti- diana . n o e no
(conectores rec rsos de re erenciaç o esta elecendo relações entre as
voca l rio e e ressões relacionadas ao tema dos te tos.
artes de m te to e atendendo organi aç o te t al do g nero em
s ectos estr t rais organi acionais dos g neros s geridos.
oco. evisar e reescre- ver te tos considerando os ro ósitos
comunicativos
ESCRITA/ ANÁLISE
1 Ano
IV
er os de aç o mais co- m ns reg lares e irre- g lares
LINGUÍSTICA
resentes im les e ont n o assados im les e
ont n o t ro sim les Tag questions; Direct and
m regar ade adamente rec rsos le icais e mor os- sint ticos nos
indirect speech; Reporting verbs: say e tell; verbo speak e
registros ormais e in ormais. m regar ade adamente rec rsos
outros utilizados para inroduzir o discurso (verbos of
le icais e mor ossint ticos.
communication). eradores de coes o so, but, besides,
though, etc. Sequenciadores: first, secondly, after that...
Tempo: when, today, nowadays, etc.
* Expectativas de aprendizagem que foram ou serão trabalhadas em videoaulas no Educa PE.
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PRIORITÁRIAS DE LÍNGUA INGLESA
2º ANO
Série
Bimestre
2 Ano
I
2 Ano
I
2 Ano
I
LÍNGUA INGLESA
Expectativa de Aprendizagem
Empregar elementos estruturais do texto: recursos lexicais, morfossintáticos,
ESCRITA - ANÁLISE
recursos que marcam variedades linguísticas, entre outros elementos, tendo em
LINGUÍSTICA
vista os diferentes gêneros e suportes textuais. Empregar adequadamente
recursos lexicais.
Produzir diálogos em situações comunicativas definidas. Participar de simulações
para situações comunicativas definidas (entrevista para emprego, questões
técnicas de profissões, entrevista acadêmica, guia de turismo em locais da
ORALIDADE- RELAÇÃO
comunidade e no país, recepcionar hóspedes em hotel). Reconhecer a estrutura
ORAL/ESCRITO
composicional dos gêneros específicos da fala (debates, palestras, apresentações
orais de trabalhos, seminários, avisos, solicitação e fornecimento de informações
em contextos.
om reender en nciados orais em sit ações com ni- cativas considerando os
interloc tores o o etivo com nicativo as es eci icidades dos g neros te t ais
ESCUTA/ ANALISE
oregistro. servarasnormasde ncionamento e regem a artici aç o dos
LINGUÍSTICA
interlocutores de uma prod ç o te t al oral res eitando os intervalos da ala
edaleituradotextoescrito.
Eixo/ Campo
Conteúdos
Wh questions, Presente simples, Pronomes relativos,
Adjetivos e Pronomes possessivos, Passado simples,
Caso possessivo*
Wh questions, Presente simples, Pronomes relativos,
Adjetivos e Pronomes possessivos, Passado simples,
Caso possessivo*
Di logos em di erentes sit ações com ra e venda
solicitaç o em resta rantes e ares edir e dar in ormações no aero orto no hotel na r a etc conversas
so re di erentes temas or e em lo “carrier and
or ” “interchanging rograms” “dail ro tines”
denti icar código registro marcas disc rsivas t rno g nero entonaç o.
denti icar código registro marcas disc rsivas t rno g nero marcas coesivas
entona- ç o. denti icar o so de conectores como rec rsos coesivos. denti icar
organizadores temporais como recursos coesivos.
2 Ano
2 Ano
I
I
LEITURA/ ANÁLISE
LINGUÍSTICA
ESCRITA /ANÁLISE
LINGUÍSTICA
“st d ing going a road” etc. radio news not cias de
r dio e narrativas de m ato estórias entre o tros.
Frases nas formas afirma- tiva, negativa e interrogativa. Wh words nas senten- ças interrogativas m rego
dos verbos auxiliares nas formas negativa e interrogativa, e nas formas afir- mativa e negativa curtas;
Uso de can / can’t; could /couldn’t;ut, and, so,
although e because entre outros conectores frequentemente empregados na ora- lidade. Early, later, then,
now, today, nowadays, etc. como organizadores
temporais.
sta elecer relações entre di erentes g neros consi- derando s as
es eci icidades conte to de rod ç o organi aç o te t al gr ica marcas
ling sticas e en nciativas. ocali ar in ormações e l citas em te tos de
di erentes g neros. n erir o sentido de ma alavra o e ress o. n erir
in ormaç o im l cita em te tos n o ver ais ver ais e o
e con g em am as
as ling agens. om reender o te to a artir da identi icaç o de alavras
cognatas. econhecer di e- rentes estrat gias de constr ç o de te tos da ordem
do narrar. econheceroselementosde com osiç ode ma narrativa ersonagens
tem o es aço enredo oco narrativo.
Di logos conversas so re temas es ec icos tais como alg ns s geridos no ei o da esc ta
s not cia
de jornal (ou da internet); artigo informativo (internet
article etc. strat gias de leit ra inference,
skimming e sanning as ectos da estr t ra
com osicional dos g neros em oco en o e no
l ico est do das alavras relacionado ao s tema s .
denti icar os elementos e disting em di erentes g neros. denti icar
sin nimos ant nimos relações de hi eron mia hi on mia e o tras relações
semânticas denti icar alavras cognatas e alsas cognatas. denti icar e analisar
especificidades do te to narrativo tais como tem os ver ais organi adores
tem orais modali adores rec rsos coesivos. denti icar e analisar di erentes
ti os de conectores e esta elecem relações entre orações er odos
ar gra os romovendo a rogress o do te to ronomes con nç o adv r ios
re osições e loc ções . econhecer rec rsos ling sticos de constr ç o
ordenaç o do tem o na narrativa adv r ios con nções etc. .
s ectos da estr t ra com osicional dos g neros
textuais abordados. st do do l ico dos te tos a
artir da relaç o entre as alavras hi er nimos
hi nimos sin nimos e ant nimos m rego de
estr t ras gramaticais e s as nções tais como
er os nos tem os resente assado t ro –
sim les e cont n o ronomes pessoais (objective and
subjective cases ossessivos demonstrativos e
inde inidos dv r ios de tem o modo l gar
on nções tem oralidade ca sa o osiç o
condiç o etc. ronomes relativos which, who,
that...);Formas comparativas e s erlativas sit ações
de com ra tomada de decisões etc. .
om reender en nciados orais em sit ações com ni- cativas considerando os
interloc tores o o etivo com nicativo as es eci icidades dos g neros te t ais
o registro. servar as normas de ncionamento e regem a artici aç o dos
interlocutores de ma ro- d ç o te t al oral res eitando os intervalos da ala e
da leit radote toescrito. econheceracoer ncian ma rod ç o oral
considerando a sit aç o disc rsiva. denti icar caracter sticas dos g neros orais e
seus registros. Identificar o uso signi icativo das a sas e rolongamentos de
sons. denti icar os sons do sistema on tico do ngl s e s as variações
m regar elementos estr t rais do te to rec rsos le icais mor ossint ticos
rec rsos e marcam variedades ling sticas entre o tros elementos tendo em
arta ormal
narrativa essoal narrativa de m
ato e eri ncia avent ra not cia. s eci icidades
dos g neros te t ais escolhidos ara a rod ç o
escrita estr t ra com osicional do
da not cia e
de o tras narrativas atos estórias e eri ncias
engraçadas anedotas etc. .
Uso do l ico ade ado aos te tos relações de
sinon mia e hi eron mia etc. m rego de estr t -
vista os di erentes g neros e s
recursos lexicais.
2 Ano
II
2 Ano
II
2 Ano
II
2 Ano
II
ortes te t ais. m regar ade
adamente
Empregar adequadamente recursos lexicais e morfossintáticos, nos registros
formal e informal. Empregar adequadamente recursos morfossintáticos e
ESCRITA - ANÁLISE
coesivos, bem como realizar escolhas lexicais apropriadas. Empregar
LINGUÍSTICA
adequadamente recursos estilísticos, bem como realizar escolhas lexicais
apropriadas.
ORALIDADEIdentificar objetivo comunicativo e construções (interrogativas, negativas e
PRODUÇÃO DE
afirmativas). Identificar gênero e objetivo comunicativo, as construções
ENUNCIADOS E TEXTOS adequadas para cada situação, os tempos verbais e asmarcas coesivas e
ORAIS / ANÁLISE
discursivas. Identificar os articuladores mais adequados considerando gênero e
LINGUÍSTICA
objetivo comunicativo.
rod ir en nciados orais considerando os elementos da sit aç o disc rsiva
interloc tores o etivo com nicativo es eci icidades do g nero canais de
transmiss o . rod ir arg mentaç o ara sit ações com nicativas de inidas
(debates, propagandas res ostas a estões sti icativas de esa de onto de
vista. t ar no te to com os artic ladores ade ados ara garantir a coes o.
econhecer a estr t ra com osicional dos g neros es ec icos da ala de a- tes
alestras a resentações orais de tra alhos semi- n rios avisos solicitaç o e
ornecimento de in or- maçõesemconte toses ec icosetc. . econhecer e
selecionar o registro ling stico mais ade ado ara cada g nero.
PRODUÇÃO ORAL/
ANÁLISE LINGUÍSTICA
LEITURA/ ANÁLISE
LINGUÍSTICA
ras gramaticais e nções tais como ver os nos temos resente assado - t ro – sim les e cont n o
para narrar, relatar, etc.; Pronomes pessoais (object
and subjec pronouns ossessivos demonstrati- vos e
inde inidos e se s re erentes dv r ios de tem o
modo l gar e on nções ara indicar
tem oralidade ca sa o osiç o condiç o etc.
Pronomes relativos (which, who, that...) para
estabelecer relaç o e o a er re er ncia
re osições ormas com arativas e s erlativas em
sit ações diversas.
Passado simples (regular and irregular verbs);
Presente perfeito*
Futuro Simples (Will) e Futuro com going to*
n o e no g nero te t al escolhido e em s as es ecificidades.
ressões e indicam introd em ma
o ini o rec rsos de coe- s o e licar sti icar
o or etc. gra de ormali- dade alavras
e ressões e estr t ras e indicam maior menor
formalidade.
Gra s de ormalidade do n vel mais ormal ao inormal considerando a sit aç o com nicativa o
g nero m rego dos tem- pos verbais Presente, Pasre arar reviamente o te to oral identi icando a el o etivo com nicativo
sado e t ro im les e ont n os resent er ect
g nero código e registro ade- ados. denti icar g nero e o etivo com nicativo
alavras e e ressões e introd em ma o ini o
e as constr ções ade adas ara cada sit aç o os tem os
(In my opinion / In my point of view/ I think that / I
verbaiseasmarcascoesivasediscursivas. denti icar os artic ladores mais
believe that etc. e o tros rec rsos de coes o
ade ados considerando g nero e o etivo com nicativo.
re osições con nções marcadores do disc rso (so,
well, but, great!, that’s true, sure, etc.) ; Question tags
(..., can you? / ..., won’t it? / ..., have you? ..., doesn’t
he? etc.).
denti icar o g nero de m te to considerando a sit aç o disc rsiva.
rtigo de o ini o editorial cam anha romocional
om reender e eitos de sentido rod idos or rec rsos le icais e
ro aganda carta de reclamaç o carta ao editor.
mor ossint ticos. elacionar rec rsos ver ais e n o ver ais ig ras ma as
gr icos ta elas dentre o tras na rod ç o de sentido do te to denti icar as
relações de sentido es eci icaç o o o- siç o ca sa conse
ncia inalidade
dentre o tras entre ar gra os. econhecer tese hi ótese arg mentos e
concl s o em di erentes te tos arg mentativos artigos de o ini o carta ao
leitor reclamaç o editorial ro aganda . econhecer estrat gias de olide
resen- tes em m te to arg mentativo. econhecer estrat gias de
im essoali aç o em m te to arg mentativo. Disting irir m ato da o ini o
reletiva a esse ato econhecer osicionamentos distintos e l citos o
im l citos entre d as o mais o iniões relativas ao mesmo ato o mesmo tema.
erce er e eitos de sentido do so de mecanismos de coes o te t al em regados
em m te to o se
ncia arg mentativa. om reender o te to a ar tir da
identi icaç o de alavras cognatas.
Reconhecer efeitos de sentido decorrentes de escolha do voca l rio.
econhecer os rec rsos ling sticos e o eram a rogress o tem tica e as
relações de sentido em m te to adv r ios e e ressões adver- biais (first,
secondly, etc.) conectores (thus, therefore, besisdes, etc.). Reconhecer os
conectores relações lógico-disc rsivas
e o eram na constr ç o do te to
arg mentativo. sta elecer relaç o entre a tese e os arg mentativos e a
s stentam. denti icar o so de odal ver s adv r ios ma e ossi l etc.
como marcas de registro. Reconhecer estrat gias de im es- soali aç o em m
te to arg mentativo so da vo assiva omiss o do agente da assiva da
terceira pessoa do singular (it) e do plural (they etc. econhecer os conectores
relações lógico-discursivas) que operam na constr ç o do te to arg mentativo.
Identificar pala- vras cognatas e falsas cognatas.
2 Ano
II
ESCRITA /ANÁLISE
LINGUÍSTICA
rod ir corres ond ncia ormal e in ormal cartas e- mails. rod ir carta
arg mentativa carta do leitor. m regar ade adamente elementos de coes o
co- nectores rec rsos de re erenciaç o esta elecendo relações entre as artes
de um texto e atendendo organi aç o te t al do g nero em oco. evisar e
rees- crever te tos considerando os ro ósitos com nica- tivos. rod ir
carta es com nicados avisos so re tem ticas es ec icas.
m regar ade adamente rec rsos le icais e mor os- sint ticos nos registros
ormal e in ormal. m regar ade adamente rec rsos mor ossint ticos e
coesivos em como reali ar escolhas le icais a ro riadas. m regar
ade adamente rec rsos estil sticos em como realizar escolhas lexicais
apropriadas.
2 Ano
III
ESCUTA/ ANALISE
LINGUÍSTICA
servar as normas de ncionamento e regem a artici aç o dos
interloc tores de ma rod ç o te t al oral res eitando os intervalos de ala e
de leit ra do te to escrito. econhecer a coer ncia n ma rod ç o oral
considerando a sit aç o disc rsiva. denti icar caracte- r sticas dos g neros orais
st do do l ico do s te - to s a artir do tema e g nero te t al alavras- chaves termos t cnicos g rias
e ressões ormais e in ormais etc. ormaç o das
alavras re i os s i- os com o nds identi icaç o de cognatas e alsas cognatas n lise de rec rsos ling sticos diversos con nções adv r ios e
linking words em geral m rego dos ver os mo- dais
e s as nções nos te tos so da o assiva e da a
essoa sing lar e l ral como rec rso de
im essoali aç o
Carta argumentativa cole- tiva; cartaz, comunicado
e/ou aviso so re tem tica de inida ro aganda.
n o e nas es eci icida- des dos g neros te t ais
escolhidos ara a rod ç o escrita ling agem ormal
estr t ra com osicional dos g neros te t ais. Project
work rod ç o em gr o de ma ro aganda so re
um produto novo no mercado.
so ade ado de alavras e e ressões da l ng a inglesa considerando o g ne- ro s a nç o com nicativa e o tema do te to. m rego de ver os tem- os
e ormas de acordo com o g nero e o etivos
comunicativos. Uso de conectores e marcadores do
disc rso ara esta elecer a coes o e coer ncia
textuais
Di logos conversas so re di erente tema descrevendo pessoas, coisas, lugares interessantes; trecho(s)
des- critivo de um romance (lido em voz alta ou
previamente gravado); fala de uma pes- soa
e se s registros. om reender o e eito do so dos marcadores conversacionais
carac- ter sticos do ngl s em como de e ressões aciais e cor orais.
denti icar código registromarcasdisc rsivas t rno g nero entonaç o. denti icar
o so de conectores como rec rsos coesivos. denti icar organi adores temorais como rec rsos coesivos. denti icar marcadores
conversacionaiscaracter sticos do ngl s.
rod ir di logos em sit ações com nicativas de inidas. rod ir descrições
so re essoas o etos e l gares ara sit ações com nicativas de inidas ara
apresentar, para motivar a viagem, para identificar e discriminar entre alguns).
Atuar no texto com os artic ladores ade ados ara garantir a coes o.
econhecer e selecionar o regis- tro ling stico mais ade ado ara cada g nero.
2 Ano
2 Ano
III
III
PRODUÇÃO ORAL/
ANALISE LINGUISTICA
LEITURA/ ANÁLISE
LINGUÍSTICA
denti icar o etivo com nicativo e constr ções inter- rogativas negativas e
a irmativas . denti icar g nero e o etivo com nicativo as constr ções
ade adas ara cada sit aç o os tem os ver ais e as marcas coesivas e
discursivas. Identificar os artic ladores mais ade ados considerando g nero e
objetivo comunicativo
econhecer tese hi ótese arg mentos e concl s o em di erentes te tos
arg mentativos artigos de o ini o carta ao leitor reclamaç o editorial ro aganda . econhecer estrat gias de olide resentes em m te to arg mentativo.
Reconhecer estrat gias de im essoali aç oem mte toarg mentativo. Disting ir
m ato da o ini o reletiva a esse ato. erce er e eitos de sentido do so de
mecanismos de coes o te t al em re- gados em m te to o se
ncia
arg mentativa. eco- nhecer rec rsos ling sticos de estr t raç o de en nciados expositivos
sta elecer relaç o entre a tese e os arg mentativos e a s stentam. denti icar
o uso de Modal verbs adv r ios maybe, possibly etc. como marcas de registro.
econhecer estrat gias de im essoali aç o em m te to arg mentativo so da
vo assiva omiss o do agente da assiva da terceira essoa do sing lar it) e do
plural (they) etc. Reconhecer os conectores (relações lógico-disc rsivas
e
o eram na constr ç o do te to arg mentativo. denti icar e analisar
apresentando-se (para um emprego, para fazer
amizade, etc.).
Distinç o dos gra s de or- malidade nos di logos e
conversações em rego de e ressões de maior o
menor ormalidade g rias ormas e constr ções verais mais re entes na oralidade oss veis des- vios
gramaticais etc. . denti icaç o de sentenças
negativa, exclamativa, inter- rogativa, declarativa,
ques- tion tags, etc. econhecimento de marcadores
conversacio- nais e s gerem a rova- ç o
ers as o a elaç o negaç o d vida etc.
denti icaç o de d etivos adv r ios de intensidade
modo tem o etc. e de s as nções no te to.
Di logos conversações so re temas diversos conforme proposto no eixo da escuta. Enfoque na
estrutu- ra composicional dos g ne- ros di logo
conversa in- ormal descriç o de l ga- res essoas
coisas etc. trechos descritivos de romance o de m
g nero semelhante.
denti icaç o e so das or- mas ver ais interrogativa
a irmativa e negativa nos diversos tem os ver ais
resente sim les e cont - n o assado sim les e
cont n o
t ros (Will e Going to . so de marcadores conversacionais e s gerem a rovaç o ers as o a elaç o negaç o d vida etc. m rego de
ad etivos adv r ios de in- tensidade modo re
ncia, etc. Emprego de conec- tores e articuladores do
dis- curso comumente resentes nas conversas
di logos
rtigo de o ini o de inter- net de revista o ornal
roteiros de viagem carta ormal strat gias de leit ra in er ncia s imming scanning s eci icidades
dos g neros te t ais esco- lhidos. ordagem do
l ico do s te to s e ressões de olide e o tras
com - mente sadas ara introd ir ma o ini o.
n lise dos te tos a artir do g - nero e tema
considerando os as ectos de s a organi- aç o
Emprego de modali- zadores; Usos daVoz Passi- va e
da 3a pessoa (singular e plural) como recursos de
impessoalizaç o They say...; It’s said...).
es eci icidades do te to e ositivo tais como constr ç o assiva estrat gias de
indeterminaç o do s eito ver o na a essoa do sing lar o a essoa do l ral
e voca l rio t cnico.
2 Ano
III
ESCRITA /ANÁLISE
LINGUÍSTICA
2 Ano
IV
PRODUÇÃO ORAL/
ANÁLISE LINGUÍSTICA
e to de a resentaç o essoal carta o e-mail de
a resentaç o or e em- lo escrita de m cart orod ir te tos descritivos. m regar ade adamente elementos de coes o
postal; pequeno artigo in- formativo so re ma locaconectores rec rsos de re e- renciaç o esta elecendo relações entre as artes lidade or e em lo a artir de o tro s . s ectos
de m te to e atendendo organi aç o te t al do g nero em oco. evisar e
com- osicionais dos g neros te t ais escolhidos ara
reescrever textos, considerando os ro ósitos com nicativos. rod ir carta es
rod ç o. Project work rod ç o em gr o de m
com ni- cados avisos so re tem ticas es ec icas.
carta o ros ecto t r stico folder) sobre uma
cidade ou lugar (praia, cachoeira, deserto, montanha,
etc.);
s eci icidades da organi- aç o te t al dos g neros
ro ostos m rego do vo- ca l rio ade ado aos
te - to considerando tema e o etivos
com nicativos so dos conectores e de- mais
m regar ade adamente rec rsos mor ossint ticos e coesivos em como
alavras o e res- sões e contri em ara
reali ar escolhas le icais a ro- riadas. m regar ade adamente rec rsos estil s- elaborar uma descriç o m artigo in ormativo
ticos, bem como realizar escolhas lexicais apropriadas.
ros ec- to t r stico etc. m rego de modali adores
(should, could, may /might, etc. sos do m erativo e
de e ressões ara indicar s gest o re er ncia ers as o etc. What about..., would rather, had better,
etc.).
rod ir arg mentaç o ara sit ações com nicativas de inidas de ates
ro agandas res ostas a es- tões sti icativas de esa de onto de vista ar
tici ar de sim lações ara sit ações com nicativas de inidas entrevista ara
emprego, questões t cnicas de ro issões entrevista acad mica g ia de t rismo
em locais da com nidade e no a s rece cionar hós edes em hotel t ar no
Elaborar perguntas / res- postas ara ma entrevista
te to com os artic ladores ade ados ara garantir a coes o om reender os
intervenções ara m de a- te o a ós ma alestra
efeitos de sentido decorrentes do so de rec rsos le icais e mor ossint ticos na
e ressar ideias a ós ma alestra o a a diç o de
rod ç o de te tos orais invers o na ordem dos termos so de estion tags
textos informativos e /ou opinativos. concordar/
so dos a iliares em a irmativas econhecer a estr t ra com osicional dos
discordar de algo.
g neros es ec icos da ala de ates alestras a resentações orais de tra alhos
semin rios avisos avisos solicitaç o e ornecimento de in ormaç o em
conte tos es ec icos etc. econhecer e selecionar o registro ling stico mais
ade ado ara cada g nero.
Emprego de tempos verbais, pronomes (object
denti icar g nero e o etivo com nicativo e as cons- tr ções ara cada sit aç o
/subject case), indefinite pronouns (some, any, no,
os tem os ver ais e as marcas coesivas e disc rsivas identi icar ost ra gestos
etc. re o- sições ad etivos adv r ios tem o
código e registro ade ados ara cada sit a- ç o marcadores coesivos e
modo, lugar, etc. so de conectores lin ing ords
discursivos identi icar os artic ladores mais ade ados considerando g nero e
em di erentes n- ções condiç o ca sa o o- siç o
objetivo comunicativo
com araç o d vi- da etc. ronomes rela- tivos
that hich ho here...
estion tags e o tros
termos e ressões com ns na arg mentaç o
er ara a classe trechos de m artigo de revista o
de ma gina de enciclo- dia ela orar erg ntas
relativas a ma alestra e o res ostas escrever m
ar gra o so re o tema de ma alestra.
Emprego de tempos verbais, pronomes (object
RELAÇÃO ORAL
/subject case), indefinite pronouns (some, any, no,
2 Ano
IV
ESCRITO/ ANÁLISE
denti icar g nero e o etivo com nicativo as constr - ções ade adas ara cada etc. re o- sições ad etivos adv r ios tem o
LINGUÍSTICA
sit aç o e as marcas coesivas e disc rsivas. denti icar g nero e o etivo
modo, lugar, etc.); Uso de conectores (linking words
com nicativo as constr ções ade adas ara cada sit aç o e as marcas coesivas em di erentes n- ções condiç o ca sa o o- siç o
e discursivas.
com araç o d vida etc. ronomes relativos that,
which, who, where... ); question tags e o tros termos
e ressões com ns na arg mentaç o
rad ç o de te tos artes o ar gra os ara o
Ingl s artes de m artigo de ma revista cient ica
rod ir g neros te t ais diversos a artir da ro o- siç o de temas revisar e
gina de ma revista cient ica o artes dela
reescrever te tos consi- derando os ro ósitos com nicativos rod ir ver etes
es mo o ordenaç o de artes ar gra os de m
produzirresumos,resenhas,sinopses
ca t lo de livro o revista ara com or o te to
original. rod ç o de m o mais ver etes a partir do
ESCRITA /ANÁLISE
tema do texto em foco.
2 Ano
IV
LINGUÍSTICA
so do gra de ormalidade con orme o g nero e
tema so do l ico ade ado ao tema e g nero
m regar ade adamente rec rsos mor ossint ticos e coesivos em como
estr t ras da l ng a inglesa ordem das alavras ingrealizar escolhas lexicias apro- priadas
form, gerundio/infinitivo; relative clause, pronomes
inde- finidos / quantifiers, etc.; Conectores e
adv r ios em s as diversas nções e noções.
* Expectativas de aprendizagem que foram ou serão trabalhadas em videoaulas no Educa PE.
elacionar marcas es ec icas da oralidade s marcas da escrita. rod ir te tos
escritos a artir de te tos orais considerando a sit aç o disc rsiva. egistrar
in ormações tomar nota e re rod ir or escrito a par tir da escuta de textos
orais.
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PRIORITÁRIASDE LÍNGUA INGLESA
3º ANO
Série
Bimestre
3º Ano
I
3 Ano
I
Eixo/ Campo
LEITURA ANÁLISE
LINGUÍSTICA
ORALIDADE/
ANALISE
LINGUISTICA
LÍNGUA INGLESA
Expectativa de Aprendizagem
Identificar elementos linguístico-discursivos: recursos lexicais, morfossintáticos,
marcas de variação linguística, tendo em vista os diferentes gêneros textuais.
Identificar palavras cognatas e falsas cognatas
om reender en nciados orais em sit ações com - nicativas considerando os
interloc tores o o etivo com nicativo as es eci icidades dos g neros te t ais o
registro. servar as normas de ncionamento e regem a ar tici aç o dos
interlocutores de ma rod ç o te t aloral res eitandoosintervalosde alae de
Conteúdos
Idioms / False Friends/ Question Tags*
Elaborar / responder entrevistas; Produzir relatos oralmente;
Simular di logos ara ma determinadas sit ações
com nicativas rece ç o de hotel serviço de in ormaç o ao
t rista etc. nga ar-se n ma conversa so re determinado
3 Ano
I
3 Ano
I
3º Ano
II
leit ra do te to escrito. econhecer a coer ncia n ma rod ç o oral considerando ass nto. scolher o registro ade ado ara a di erentes
a sit aç o disc rsiva. denti icar caracter sticas dos g neros orais e se s registros.
sit ações com nicativas
Compreender o efeito do so dos marcadores conversacionais caracter sticos do
ngl s em como de e ressões aciais e cor orais. denti icar os sons do sistema
on tico do ngl s e s as variações.
Uso dos verbos do, have, can / could etc. e dos tem os
denti icar código registro marcas disc rsivas t rno g nero entonaç o. denti icar ver ais resente assado e t ro im les revis o Presente
código registromarcas disc rsivas t rno g nero entonaç o. denti icar o so de
Perfect; Present Perfect Continuous; Conectores (linking
conectores como recursos coesivos. Identificar organizadores temporais como
words emarcadores conversacio- nais dv r ios de tem o
rec rsos coesivos. denti icar marcadores conversacionais caracter sticos do ngl s. de re
ncia modo d vi- da etc. lg mas e ressões
idiom ticas e marcadores conversacionais.
rod ir en nciados orais considerando os elementos da sit aç o disc rsiva
la orar res onder entrevistas rod ir relatos oralmente
interloc tores o etivo com - nicativo es eci icidades do g nero canais de transim lar di logos ara ma determinadas sit ações
miss o . rod ir relatos so re sit ações com nicativas de inidas viagens
com nicativas rece ç o de hotel serviço de in ormaç o ao
e eri ncias rotinas . artici ar de sim lações ara sit ações com nicativas
turista, etc.); Engajar-se numa conversa sobre determinado
de inidas entrevista acad mica g ia de t rismo em locais da com nidade e no
assunto. sar o registro ade ado ara a di erentes sit ações
a s rece cionar hós edes em hotel econhecer e selecionar o registro ling stico
PRODUÇÃO
comunicativas
ORAL/ ANÁLISE mais adequado para cada g nero.
LINGUÍSTICA
so dos ver os do have can co ld etc. e dos tem- os
re arar reviamente o te to oral identi icando a el o etivo com nicativo
ver ais resente assado e t ro im les revis o
g nero código e registro ade ados. denti icar g nero o etivo com nicativo e as
Presente Perfect; Present er ect ontin o s onectores
constr ções ade adas ara cada sit aç o tem os ver ais marcas coesivas e
lin ing ords emarcadores conversacio- nais dv r ios de
discursivas. denti icar ost ra gestos código e registro ade ados ara cada
tem o de re
ncia modo d vida etc. so de alg mas
sit aç o marcadores coesivos e disc rsivos.
e res- sões idiom ticas e marcado- res conversacionais.
notar res ostas e ideias de ma entrevista a ós
ouvir/assistir ( v deo sim - laç o gravaç o em D es mir
m relato essoal a ós o vi-lo ont ar in ormações a ós
er em vo alta tili ando ritmo e entonaç o ade- ados s sit ações disc rsivas
esc ta de di logo em sit ações com nicativas como
ler m trecho n m aviso n ma corres ond ncia ara mani estaç o a resentaç o
rece ç o de hotel serviço de atendimento ao t rista etc.
de semin rio . elacionar marcas es ec icas da oralidade s marca da escrita.
compra e venda de um produto denti icar o ni- verso de
rod ir te tos escritos a artir de te tos orais considerando a sit aç o disc rsiva.
re er ncia de m te to conversa v deo in or- mativo o aviso
RELAÇÃO ORAL - rod ir te tos orais a artir de te tos escritos considerando a sit aç o disc rsiva.
lido em vo alta . n o e no registro código sado nas
ESCRITO/
di erentes sit ações com nicativas e no l ico dos te tos a
ANÁLISE
partir do(s) tema(s)
LINGUÍSTICA
Uso dos verbos do, have, can / could etc. e dos tem os
re arar reviamente o te to oral identi icando a el o etivo com ncativo
ver ais resente assado e t ro im les revis o
g nero código e registro ade- ados. denti icar g nero e o etivo com nicativo
Presente Perfect; Present Perfect Continuous; de Conectores
as constr ções ade adas ara cada sit aç o e as marcas coesivas e disc rsivas.
(linking words e marcadores con- versacionais de dv r ios
Identificar g nero e o etivo com nicativo as constr ções ade adas ara cada
de tem o de re
ncia modo d vida etc. m rego de
sit aç o tem os ver ais e marcas coesivas e disc rsivas.
alg mas e - ressões idiom ticas e mar- cadores
conversacionais conforme o tema e g nero
LEITURA Identificar e analisar especificidades do texto expositivo, tais como: construção
Use to X Be used to; Passive voice*
ANÁLISE
passiva, estratégias de indeterminação do sujeito, verbo na 3ª pessoa do singular
3º Ano
3 ANO
II
II
LINGUÍSTICA
ESCRITA –
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
ESCRITA –
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
PRODUÇÃO
ORAL/ ANÁLISE
LINGUÍSTICA
ou 1ª pessoa do plural e vocabulário técnico.
Empregar adequadamente recursos morfossintáticos e coesivos, bem como realizar
escolhas lexicais apropriadas. Empregar adequadamente recursos estilísticos, bem
como realizar escolhas lexicais apropriadas
Empregar adequadamente recursos morfossintáticos e coesivos, bem como realizar
escolhas lexicais apropriadas. Empregar adequadamente recursos estilísticos, bem
como realizar escolhas lexicais apropriadas
ar tici ar de sim lações ara sit ações com nicativas de inidas entrevista ara
em rego
estões t cnicas de ro issões entrevista acad mica g ia de t rismo
em locias da com nidade e no a s rece cionar hós edes em hotel . om reender
os efeitos de sen- tido decorrentes do so de rec rsos le icias e mor os- sint ticos
na rod ç o de te tos orais invers o na ordem dos termos so de estion tags
so dos a iliares em a irmativas . econhecer a estr t ra com osicional dos
g neros es ec icos da ala de ates alestras a resentações orais de tra alhos
semin rios avisos solicitaç o e ornecimento de in ormações em conte tos
es ec icos etc. econhecer e selecionar o registro ling stico mais ade ado ara
cada g nero
denti icar ost ra gesto códigos e registro ade
marcadores coesivos e discursivos.
3 ANO
II
LEITURA/
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
ados ara cada sit aç o
denti icar as caracter sticas do g nero te t al em oco se ro ósito
com nicativo se s oss veis interloc - tores e o conte to. n erir o sentido de ma
alavra o e ress o. n erir sentidos rovocados ela am ig i- dade de um texto.
Identificar o tema de m te to. econhecer di erentes estrat gias de constr ç o de
te tos da ordem do narrar. econhecer os elementos de com osiç o de ma
narrativa ersonagens tem o es aço enredo oco narrativo. econhecer marcas
do registro formal e informal em te tos. econhecer marcas ling sticas e
identi icam o conte to c lt ral da rod ç o do te to.
denti icar elementos ling sticos disc rsivos rec rsos le icais mor ossint ticos
marcas de variaç o ling s- tica tendo em vista os di erentes g neros te t ais.
econhecer a nç o das ormas in initivas ger ndiais e de artic io na
construç o do sentido do te to. denti icar sin nimos ant nimos relações de
hi ero- n mia hi on mia e o tras relações semânticas. denti icar e analisar
especificidades do texto narrativo, tais como: tempos verbais, organizadores
temporais, modalizadores rec rsos coesivos. denti icar e analisar os di erentes
ti os de conectores e esta elecem relações entre orações er odos ar gra os
Orações Condicionais (IF Clauses); Grau comparativo dos
adjetivos*
Re etir rod ir alas de m te to dram tico n ma
dramatiç o o role-play om letar lac nas de oema
gravado o lido em vo alta om letar lac nas de ma letra
de m sica
so da estr t ra com osicional ade ada ao g nero
tra alhado. so de ad etivos e s stantivos invers o da
ordem no ingl s
estion tags er os a iliares odais
so de tem os ver ais resente assado e t ro tem os
sim les e com ostos so do l ico ade ado aos g neros e
temas. Usos de conditional clauses, das formas infiniti- vas e
gerundivas nos textos. Uso de pronomes, conjun- ções
adv r ios re osi- ções e loc ções. m rego de
stantivos
cont veis e incont veis relacionando-os aos “determiners” e
adjetivos.
onto res mo de m romance te to dram tico
rimas sobre um tema previamente definido
oemas
st do do l ico dos te tos a artir das relações semân- ticas.
Identificar usos de conditional clauses e s a nç o
com nicativa ormas in initivas e ger n- divas nos te tos de
rono- mes con nções adv r ios re osições e loc ções. I
Emprego de formas verbais I have/ I ve got; onna, anna,
in t, am not, are not, is not, h s not, etc.).
stantivos
cont veis e incont veis relacionando-os aos “determiners” e
adjetivos.
romovendo a rogress o do te to ronomes con nções adv r ios re osições
e loc ções . econhecer rec rsos ling sticos de constr ç o ordenaç o do tem o
na narrativa adv r ios con nções etc. econhecer contrações so o omiss o
de verbo auxiliar e outras marcas de formalidade e informalidade.
rod ç o de m oema screver oemas rimas so re m
tema de inido art o ara amigo namo- rado; Project work:
produ- ç o em gr o de m sketch.
so do l ico ade ado aos g neros e temas. sos de
m regar ade adamente rec rsos mor ossint ticos e coesivos em como reali ar conditional clauses das or- mas in initivas e ger ndivas nos
escolhas le icais a ro- riadas. m regar ade adamente rec rsos estil s- ticos,
te tos. so de rono- mes con nções adv r ios
bem como realizar escolhas lexicais apropriadas
re osições e loc ções. m rego de
stantivos cont veis e
incont veis relacionando-os aos “determiners”, e adjetivos.
om reender en nciados orais em sit ações com - nicativas considerando os
interloc tores o o etivo com nicativo as es eci icidades dos g neros te t ais o
registro. econhecer os e eitos de sentido em decorr ncia do so de di erentes
recursos coesivos na rod ç odete tosorais. denti icarasdi erençasde sentido
arte s ilme sem legen- da cam anha
licit ria not cias
acarretadas or di erenças on ticas entre sons es ec icos. econhecer o so de
de radio ou TV(gravadas);
contrações como marca de registro em di erentes g neros. om reender o e eito
do uso dos marcadores conver- sacionais caracter sticos do ngl s em como de
e ressões aciais e cor orais. denti icar os sons do sistema on tico do ngl s e
s as variações.
denti icar código registro marcas disc rsivas t rno g nero entonaç o. denti icar Identificar os graus de formalidade dos textos escolhidos, os
o so de ronomes es- soais ossessivos e demonstrativos como rec rsos
di erentes ti os de rases e clamati- vas interrogativas
coesivos. denti icar os rinci ais onemas em ares e ca sam di erenças de
decla- rativas negativas as mar- cas disc rsivas e o g nero
sentido (three/free, think/ sink, leave/live etc. . Disting ir o e eito de sentido no so te t al a artir de es eci- idades a sas marcado- res do
de contrações he’s, you’re, we’re, I’m . denti icar marcadores conversacionais
disc rso alavras e e ressões etc. denti icar ronomes e
caracter sticos do ngl s.
seus referentes numa escuta.
om reender os e eitos de sentido decorrentes do so de rec rsos le icias e
ranscrever alas de m ilme assistido o ela orar legendas
mor ossint ticos na rod ç o de te tos orais invers o na ordem dos termos so
em ort g s screver trad ir in orma- ções rinci ais de
de estion tags so dos a iliares em a irmativas . econhecer e selecionar o
ma not cia.
registro ling stico mais ade ado ara cada g nero.
n erir in ormaç o im l cita em te tos n o ver ais ver ais e o
e con g em
am as as ling agens. denti icar e eitos de h mor o ironia em di erentes g neros
te t ais. om reender e eitos de sentido rod idos or rec rsos le icais e
mor ossint ticos. om reender e eitos de sentido decorrentes do so da
ont aç o de o tras notações e de rec rsos gr icos e o ortogr icos as as
it lico negrito letras mai s- culas, sublinhados, dentre outros). Identificar o tema Sinopse de um filme; Resumo de um livro; Resumo (abstract)
do texto. Reconhecer rec rsos ling sticos de estr t - raç o de en nciados
de um trabalho/pesquisa;
e ositivos. econhecer di eren- tes estrat gias de constr ç o de te tos da ordem
do narrar. econhecer a ordem de in ormações em te tos e ositivos do geral
para o particular, do particular para o geral. econhecer marcas dos registros
ormal e in ormal em te tos. econhecer marcasling sticas e
iden icamoconte toc lt ral da rod ç odote to. ro riar-se deconhecimentos e
rod ir relatos de e eri ncia de viagem. evisar e reescrever te tos
considerando o ro ósito com nica- tivo. Produzir poemas.
II
ESCRITA/
ANÁLISEL
INGUÍSTICA
3 ANO
III
ESCUTA/
ANÁLISE
LINGÍSTICA
3 ANO
III
PRODUÇÃO
ORAL
3 ANO
III
LEITURA/
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
3 ANO
3 ANO
IV
ESCUTA/
ANÁLISE
LINGÍSTICA
3 ANO
IV
LEITURA/
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
3 ANO
IV
ESCRITA/
ANÁLISEL
INGUÍSTICA
in ormações so re o m ndo e o tras c lt ras ara a com reens o de diversos
g neros te t ais.
econhecer e eitos de sentido decorrentes de escolha do voca l rio. denti icar e
analisar es eci icidades do te to e ositivo tais como constr ç o assiva
estrat gias de indeterminaç o do s eito ver o na a essoa do sing lar o a
pessoa do pl ral e voca l rio t cnico. nalisar a nç o de conectores ver os e
sinais de ont aç o em te tos o se
ncias e ositivas. econhecer contradições
so o omiss o de ver o a iliar e o tras marcas de ormalidade e in ormalidade.
servar as normas de ncionamento e regem a artici aç o dos interloc tores
de ma rod ç o te t al oral res eitando os intervalos de ala e de leit ra do
te to escrito. denti icar caracter sticas dos g neros orais e se s registros.
denti icar as di erenças de sentido acarretadas or di erenças on ticas entre sons
es ec icos. econhecer o so de contrações como marca de registro em di erentes
g neros. om reender o e eito do so dos marcadores conversacionais
caracter sticos do ngl s em como de e ressões aciais e cor orais. econhecer a
coer ncia n ma rod ç o oral considerando a sit aç o disc rsiva.
denti icar código registromarcasdisc rsivas t rno g nero entonaç o. denti icar
organi adores tem orais como rec rsos coesivos denti icar os rinci ais onemas
em ares e ca sam di erenças de sentido three/free, think/sink, leave/live etc.).
Disting ir o e eito de sentido no so de contrações he’s, you’re, we’re, I’m .
denti icar marcadores conversacionais caracter sticos do ngl s. denti icar o so
de conectores como recursos coesivos.
om reender te tos de am ientes virt ais reconhe- cendo os rec rsos disc rsivos
caracter sticos dos g neros digitais. ocali ar in ormações e l citas em te tos em
te tos em te tos de di erentes g neros. n erir in ormaç o im l cita em te tos n o
verbais e /ou que conjuguem ambas as linguagens. Identificar o tema do texto.
Identificar os recursos, tais como emoticons elemen- tos ic nicos e m ltimodais e
s a nç o nos g neros digitais. denti icar e analisar es eci icidades do te to
narrativo, tais como: tempos verbais, organizadores temporais, modalizadores,
recursos coesivos. Identificar e analisar os diferentes ti os de conectores e
esta elecem relações entre orações er odos ar gra os romovendo a
rogress o do te to ronomes con nções adv r ios re osições e loc ções .
econhecer rec rsos ling sticos de constr ç o ordenaç o do tem o na narrativa
adv r ios con nções etc. econhecer contrações so o omiss o de ver o
auxiliar e outras marcas de formalidade e informalidade.
rod ir te tos e circ lam nas di erentes es eras da vida social considerando os
interloc tores o g nero te t al o s orte e os o etivos com nicativos listas
slogans legendas avisos ilhetes receitas anota- ções em agendas cartas
not cias re ortagens rela- tos iogr icos e instr ções g neros digitais cartões
ostais entre o tros . rod ir g neros te t ais
diversos a artirda ro osiç odetemas. m regar ade adamente elementos de
Reading strategies: inference, scanning, reading for detail.
Identi ica o de recursos lingu sticos em rela o ao conte to
em ue o te to constru do. assive oice. Tem os e modos
verbais retomada . onectores, verbos e sinais de ontua o.
Programas de quiz em r dio rogramas de entrevistas em
r dio so re a vida de essoa conhecida iogra ia narrada or
alg m. s ectos estr t rais e caracter sticas dos g neros
te t ais selecionados ara a esc ta. ico dos te tos a artir
do(s) tema(s).
Identificar o grau de forma- lidade, marcas da oralida- de
alantes entonaç o a artir da esc ta de te tos denti icar
marcadores do discurso na narrativa de fatos, numa
entrevista (temporais, sequencia- dores) e de conectores em
geral. Identificar / distinguir os Pronomes Relativos: who,
whose, whom, where, etc. Disting ir ares m ni- mos com ns
da l ng a inglesa sit /seat, desk /disk, wet / wait, bat / but, so
/saw, not/ note, bad / bed, fast /first...);
iogra ia de alg m conhecido a narrativa essoal narrativa
de m ato not cia so re alg m. Banner ou post (Web).
s ectos ling sticos da constr ç o dos g neros em oco
er os nos tem os assado im les e on- t n o resente
im les e resent er ect m rego de artigos adv r ios de
intensi- dade (very, a bit, pretty, extre- melly, really, etc.) e
prono- mes re le ivos Disting ir sos de
hether denti icar conectores diversos des ite in s ite o even i no
matter etc. econhecer marcadores tem orais dv r ios
on nções .
rod ir m relato iogr ico a to iogr ico res mir m
te to iogr ico ordenar artes de ma iogra ia ara
compor o texto;produzir verbetes.
coes o conectores rec rsos de re erenciaç o esta elecendo relações entre as
artes de m te to e atendendo organi aç o te t aldog neroem oco.
Produzirverbetes.
m regar elementos estr t rais do te to rec rsos le icais mor ossint ticos
rec rsos e marcam varie- dades ling sticas entre o tros elementos tendo em
vista os di erentes g neros e s or tes te t ais. m regar ade adamente
rec rsos mor ossint ticos e coesivos, bem como realizar escolhas lexicais
apropriadas.
so de voca l rio e de rec rsos mor ossint ticos con orme o
g nero te t al tema escolhido m rego de er os nos
diversos tem os assado im les e ont n o resente
Simples e Present er ect retoma- da so de e ressões
idom ticas e ver os com art c las como or e em- plo: give
up, give away, figure out, carry out, get out, get down, put on,
pick up, look around, look up, etc. Emprego de conecto- res e
marcadores do dis- curso adv r ios con n- ções e
re osições so de e ressões idom ticas e ver- os com
art c las como or e em lo give up, give away, figure out,
carry out, get out, get down, put on, pick up, look around, look
up, etc.
*Expectativas de aprendizagem que foram ou serão trabalhadas em videoaulas no Educa PE.
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM COMPLEMENTARES DE LÍNGUA INGLESA
1º ANO
Série
Bimestre
Eixo/ Campo
1 Ano
I
ESCUTA/
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
1 Ano
I
ESCUTA
1 Ano
I
ESCUTA/
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
1 Ano
I
ESCUTA/
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
LÍNGUA INGLESA
Expectativa de Aprendizagem
Identificar caraterísticas dos gêneros orais e seus registros. Identificar o uso de
significativo de pausas e prolongamentos de sons.
Identificar código, registro, marcas discursivas, turno, gênero, entonação.
Identificar código, registro, marcas discursivas, turno, gênero, marcas coesivas,
entona- ção. Identificar as marcas de entonação e registro por relação ao papel
social do falante e gênero.
Identificar o uso de significativo de pausas e prolon- gamentos de sons. Orientar-se
a partir de comandos e instruções orais em geral.
Identificar diferenças de sentido acarretadas por diferenças fonéticas entre sons
específicos. Identificar os sons do sistema fonético do inglês e suas variações.
Identificar os principais fonemas em pares que causam diferenças de sentido
(Ex: tree/ three; think/ sink; Live/ leave)
Observar as normas de funcionamento que regem a participação dos interlocutores
de uma produção textual oral, respeitando intervalos de fala e leitura do texto
escrito. Reconhecer a coerência numa produção oral, considerando a situação
discursiva.
Identificar marcadores conversacionais característicos do inglês.
Conteúdos
Escuta de diálogos formais, informais e entrevista
Graus de formalidade: cumprimentos formais, menos
formais e informais
Escuta de saudações e expressões do dia a dia, comandos
básicos da língua inglesa em diálogos.
Spelling
Minimal Pairs
Escuta de textos dos gêneros conversa expontânea,
narrativas de experiência ou artigos informativos e
diferenciação e identidicação de interlocutores.
Identificação de perguntas, respostas, exclamações,
solicitações e ordem pela entonação e na situação
comunicativa, bem como pausas, sons e expressões
característicos do discurso oral. Uso de verbos (auxiliares
e modais) nas formas contraída e longa.
1 Ano
1 Ano
1 Ano
1 Ano
1 Ano
1 Ano
I
I
I
I
I
II
PRODUÇÃO
ORAL/ ANÁLISE
LINGUÍSTICA
RELAÇÃO ORALESCRITO/
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
ORALIDADE /
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
LEITURA
LEITURA/
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
ESCUTA
Produzir enunciados orais, considerando os elementos da situação discursiva
(interlocutores, objetivo comuni- cativo, especificidades do gêneros, canais de
trans- missão). Produzir diálogos em situações comunicativas definidas. Atuar no
texto com os articuladores adequa- dos para garantir a coesão. Reconhecer e
relacionar o código linguístico mais adequado a cada gênero.
Preparar previamente o texto oral, identificando o papel, o objetivo comunicativo
do gênero, código e registro adequados. Identificar o gênero e o objetivo comunicativo, as construções mais adequadas para cada situação e as marcas coesivas e
discursivas.
Relacionar marcas específicas da oralidade às marcas da escrita. Produzir textos
orais a partir de escritos, considerando a situação discursiva. Repetir os enunciados ouvidos com a ênfase na entonação e distin- ções fonológicas.
Identificar gênero e objetivo comunicativo, as construções adequadas para cada
situação, os tempos verbais, e as marcas coesivas e discursivas.
Identificar as relações de sentido (especificação, oposição, causa, consequência e
finalidade, dentre outras) entre parágrafos. Identificar o tema do texto.
Compreender o texto a partir de identificação de palavras cognatas.
Identificar elementos linguístico-discursivos: recursos lexicais, morfossintáticos,
marcas de variação lin- gística, tendo em vista os diferentes gêneros textuais
Identificar as características do gênero textual em foco: seu propósito
comunicativo, seus possíveis interlocu- tores e contexto da sua produção. Inferir
informação implícita em textos não verbais, verbais ou que conju- guem ambas as
linguagens.
Identificar as características do gênero textual em foco: seu propósito
comunicativo, seus possíveis interlocu- tores e contexto da sua produção. Inferir
informação implícita em textos não verbais, verbais ou que conju- guem ambas as
linguagens.
Uso das saudações, expressões e termos da língua inglesa
em diferentes situações (perguntas, respostas,
exclamações, solicitações,...) considerando os níveis de
formalidade.
Formalidade e/ ou informalidade em textos orais
produzidos em situações diversas; Forma e orgazinação
textual dos gêneros orais; formas negativa, afirmativa e
interrogativa dos verbos to be e to do, e suas contrações;
Analisar relações entre gêneros orais e escritos (aviso,
speech, cartas formais e informais) com áudio gravado,
conforme objetivo e situação comunicativa.
Linking words predominan- temente usadas em textos
orais e escritos consideran- do níveis de formalidade: na
oralidade e escrita: but, although, though, besides, then,
etc., e mais comuns na escrita: however, nevertheless,
furthmore, thus, entre outros.
Carta (formal e informal), artigo informativo (do livro
didático, jornais e revistas), diálogos e tiras cômicas:
características e graus de formalidade.
Organização linguístico tex- tual dos gêneros abordados,
emprego dos modais de acordo com a norma padrão e o
nível de formalidade.Uso dos marcadores do dis- curso
(formais e informais) na oralidade e na escrita
Posição social e registro dos interlocutores nos textos
diversos: cartas, diálogos, narrativas e diálogos das
tirinhas cômicas.
Identificar recursos, tais como emotcons, elementos
icônicos e multimodais e sua função nos gêneros digitais.
Identificar elementos que distinguem diferentes gêneros.
Identificar recursos, tais como emotcons, elementos icônicos e multimodais e sua
função nos gêneros digitais. Identificar elementos que distinguem diferentes
gêneros.
Função dos elementos icônicos e multimodais dos textos
e suportes digitais: símbolos, ícones, figuras, animações,
músicas, etc.; efeitos de sentido provocados pelo uso do
grifo, negrito e itálico.
om reender en nciados orais em sit ações com - nicativas considerando os
interloc tores o o etivo com nicativo as es eci icidades dos g neros te t ais o
registro. servar as normas de ncionamento de ma rod ç o e regem a
artici aç o dos inter- loc tores de ma rod ç o te t al oral res eitando os
Di logos so re temas de inidos te tos in ormativos
not cia internet article; cartoons avisos an ncios
(propagandas)
intervalos da fala e da leitura do texto escrito.
II
PRODUÇÃO
ORAL
1 Ano
II
RELAÇÃO ORALESCRITO/
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
1 Ano
II
LEITURA/
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
1 Ano
III
PRODUÇÃO
ORAL/ ANÁLISE
LINGUÍSTICA
III
RELAÇÃO ORALESCRITO/
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
1 Ano
1 Ano
egras de ogo receitas e regras de conviv ncia entre
o tros da e ress - onham instr ç o. oca l rio
relacionado aos tó icos g neros ro ostos ogos
so
alimentos e c lin ria receitas am iente escolar regras
de conviv ncia etc.
la orar erg ntas res ostas e negaç o com so dos
e etir os en nciados o vidos com n ase na ento- naç o e distinções onológicas.
verbos to be e to do; Empregar as formas afirmativa,
elacionar marcas es ec icas da oralidade s marcas da escrita. rod ir te tos
interrogativa e negativa de verbos modais: can / can’t;
escritos a artir de te tos orais consi- derando a sit aç o disc rsiva. rod ir
could/ couldn’t; must / must’n. Empregar verbos no modo
te tos orais a artir de te tos escritos considerando a sit aç o disc rsiva.
Impera- tivo (Do, Don’t em sit ações diversas.
denti icar g nero e o etivo com nicativo as constr ções ade adas ara cada
ormas ver ais e modos em regados – m erativo
sit aç o e as marcas coesivas e disc rsivas. denti icar g nero e o etivo
a irmativo e negativo ndicadores de se
ncia
com nicativo as constr ções ade adas ara cada sit aç o tem os ver ais e
(sequenciadores): first, second, after that, at the end...);
marcas coesivas e discursivas.
Verbos modais: can/can’t; must/ mustn’t;
n erir o sentido de ma alavra o e ress o. n erir in ormaç o im l cita em
te tos n o ver ais ver ais e o
econ g emam asasling agens.
denti icarotema do te to. econhecer estrat gias de olide resentes em m
texto (tempos verbais, modalizadores . econhe- cer elementos estr t radores de
an al do s rio man al de orientações g ias de
in nç o em di erentes g neros te t ais. econhecer e eitos de sentido do so so
viagem, folders receita c lin ria
la conto.
de mecanismos de coes o te t al em regados em ma se
ncia
instr cional in ntiva. econhecer os oss veis interloc tores e as estrat gias
textuais de polidez, como forma de minimizar o ato de ordem de comando em
textos injuntivos.
denti icar sin nimos ant nimos relações de hi ero- n mia hi on mia e o tras
relações semânticas denti icar e analisar di erentes ti os de conectores e
esta elecem relações entre orações er odos ar gra os romovendo a
n lise do l ico dos te tos tra alhados a artir do tema
rogress o do te to rono- mes, con nç o adv r ios re osições e loc ções .
estabelecendo as devidas relações entre as alavras.
econhecer rec rsos ling sticos de constr ç o ordena- ç o do tem o na
narrativa adv r ios con nções etc. .
Di logo so re tema reviamente determinado
denti icar caracter sticas dos g neros orais e se s registros. denti icar as
interações es ontâneas o sim ladas comandos
di erenças de sentido acarretadas or di erenças on ticas entre sons es ec icos.
orientações sicas da sala de a la or e em lo e
econhecer o so de contrações como marca de registro em di erentes g neros.
entrevista no r dio te to dram tico ato de ma eça de
rientar-se a artir de comandos e instr ções orais em geral
teatro) ou sketc.
dv r ios e e ressões indicadoras de tem o
denti icar código registro marcas disc rsivas t rno g nero entonaç o código
on nções indicadoras de tem oralidade se
ncia
registro marcas disc r- sivas t rno g nero marcas coesivas entonaç o.
When (uso do pronome interrogativo e do marcador
Identificar organizadores temporais como recursos coesivos.
temporal. Verbos: be / have /do.
er em vo alta tili ando ritmo e entonaç o ade a- dos s sit ações disc rsivas
notaç o de ideias centrais de ma entrevista gravada
sim lações de teatro . e etir os en nciados o vidos com n ase na ento- naç o
em dio o v deo o lida em vo alta. la oraç o de
e distinções onológicas. elacionar marcas es ec icas da oralidade s marcas da
erg ntas ara m de ate a artir de ma e osiç o oral
escrita. Declamar poemas e dramatizar textos teatrais
sobre determinado tema. reenchimento de alões de
t ar no te to com os artic ladores ade ados ara garantir a coes o.
om reender os e eitos de sentido decorrentes do so de rec rsos le icais e
mor ossint ticos na rod ç o de te tos orais invers o na ordem dos termos
de question tags, uso de auxiliares em afirmativas).
1 Ano
III
LEITURA/
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
1 Ano
III
ESCRITA/
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
1 Ano
IV
ESCUTA/
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
ala a artir da a diç o e o leit ra das imagens.
rod ir sentenças a irmativas negativas e
re arar reviamente o te to oral identi icando a el o etivo com nicativo
interrogativas considerando o em rego de sentenças
g nero código e registro ade ados. denti icar g nero e o etivo com nicativo as afirmativas, negativas e interrogativas em tem os ver ais
constr ções ade adas ara cada sit aç o e as marcas coesivas dis rsivas.
di erentes resente assado e t ro sim les e
Identificar g nero e o etivo com nicativo as constr ções ade adas araa cada
cont n o . so das ormas ver ais alavras e e ressit aç o e as marcas coesivas dis rsivas.
sões da l ng a inglesa considerando as estões de
polidez (Would you...? Could you...? Please, ...).
sta elecer relações entre di erentes g neros consi- derando s as es eci icidades
conte to de rod ç o organi aç o te t al gr ica marcas ling sticas e
n o e no l ico dos te tos na ers- pectiva do tema e
en nciativas. om arar ma mesma in ormaç o div lgada em di erentes g neros
do g ne- ro te t al. s ectos da organi aç o te t al e
e o meios de com nicaç o n erir in ormaç o im l cita em te tos n o ver ais
gr i- ca dos g neros te t ais escolhidos. om araç o de
ver ais e o
e con g em am as as ling agens. denti icar e eitos de h mor o
dois o mais g neros te t ais em oco.
ironia em di erentes g neros te t ais.
denti icar os elementos e disting em di erentes g neros. econhecer e eitos de
sentido decorrentes de escolha do voca l rio. denti icar o so de Modal Verbs
s ectos com osicionais dos g neros te t ais em oco
adv r ios maybe, possibly etc.) como marcas de registro. Identificar e analisar
organi aç o te t al reg laridades e elementos
especificidades do te to e ositivo tais como constr ç o assiva estrat gias de
mor ossint ticos desta- cando-se n lise das
indeterminaç o do s eito ver o na a essoa do sing lar o a essoa do l ral e
on nções e dv r ios indicadores de tem oralida- de
voca l rio t cnico. nalisar a nç o de conectores ver os e sinais de ont aç o se
ncia conectores de o osiç o condiç o ca sa
em te tos o se
ncias e ositivas.
rod ir te tos e circ lam nas di erentes es eras da vida social considerando os
interloc tores o g nero te t al o s orte e os o etivos com nicativos listas
slogans legendas avisos ilhetes receitas anotações em agendas cartas
s ectos organi acionais estr t rais dos g neros
not cias re ortagens relatos iogr icos e instr ções g neros digitais car tões
textuais sugeridos.
ostais entre o tros. rod ir g neros te t ais diversos a artir da ro osiç o de
temas.
Tempos verbais: verbos no passado simples e cont n o
verbos no presente simples; verbos modais (can, could,
should, may, might... o eradores e ressões indim regar elementos estr t rais do te to rec rsos le icais mor ossint ticos
cadores de tem o re
n- cia se
ncia e modo.
rec rsos e marcam variedades ling sticas dentre o tros elementos tendo em
marcadores de coes o but, however; if, unless; so, this
vista os di erentes g neros e s ortes te t ais.
way, that way; then, meanwhile, etc. Pronomes pessoais
(subject and objet case); interrogativos (what, who,
where, when, how) possessivos, e o possessive case.
dv r ios here, there, over there
om reender en nciados orais em sit ações com nicativas considerando os
interloc tores. o etivo com nicativo as es eci icidades dos g neros te t ais o letra de m sica ara reenchimento de lac nas etc.
registro.
Distinç o reconhecimento do so de contrações em
denti icar código registro marcas disc rsivas t rno g nero entonaç o.
di logos e o conversações e dos sentidos e
Identificar o uso de pronomes pessoais, possessivos e demonstrativos como
esta elecem. denti icaç o reconhecimen to de
recursos coesivos. Identifcar o uso de conectores como recursos coesivos.
marcadores conversacionais com ns da l ng a inglesa.
1 Ano
IV
PRODUÇÃO
ORAL/ ANÁLISE
LINGUÍSTICA
rod ir en nciados orais considerando os elementos da sit aç o disc rsiva
interloc tores o etivo com nicativo es eci icidades do g nero canais de
transmiss o. rod ir instr ções ara sit ações com nicativas de inidas ogos
receitas, procedimentos no trânsito orientações ara chegar a alg m l gar regras
de conviv ncia . rod ir relatos so re sit ações com nicativas de inidas viagens
e eri ncias rotinas .
re arar reviamente o te to oral identi icando a el o etivo com nicativo
g nero código e registro ade ados.
1 Ano
1 Ano
IV
IV
RELAÇÃO ORALESCRITO/
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
LEITURA/
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
e etir os en nciados o vidos com n ase na entonaç o e distinções onológicas.
elacionar marcas es ec icas da oralidade s marcas da escrita. rod ir te tos
escritos a artir de te tos orais considerando a sit aç o disc rsiva. egistrar
informações tomar nota e re rod ir or escrito a ar tir da esc ta de te tos
orais.
re arar reviamente o te to oral identi icando a el o etivo com nicativo
g nero código e registro ade ados.
sta elecer relações entre di erentes g neros consi- derando s as es eci icidades
conte to de rod ç o organi aç o te t al gr ica marcas ling sticas e
en nciativas. n erir in ormaç o im l cita em te tos n o ver ais ver ais e o
e
con g em am as as ling agens. denti icar e eitos de h mor o ironia em
di erentes g neros te t ais. om reender e eitos de sentido rod idos or
rec rsos le icais e mor ossint ticos.
denti icar e analisar es eci icidades do te to e ositivo tais como constr ç o
assiva estrat gias de indeterminaç o do s eito ver o na a essoa do sing lar
o a essoa do l ral e voca l rio t cnico.
arrativas de e eri ncia e o relatos de viagem.
Distinç o reconhecimento do so de contrações em
di logos e o conversações e dos sentidos e
esta elecem. denti icaç o reconheciment o de
marcadores conversa- cionais com ns da l ng a inglesa.
arrativas de e eri ncia e o relatos de viagem.
denti icar g nero e o etivo com nicativo as constr ções ade adas ara cada sit aç o os tem os ver ais e
as marcas coesivas e disc rsivas. denti icar g nero e
o etivo com nicativo as constr ções ade adas ara
cada sit aç o tem os ver ais e as marcas coesivas e
discursivas.
ira c mica conversa di - logo entre amigos); entrevistas; artigo in ormativo de revistas ornais da internet
o de livros . s ectos com osicionais dos g neros
te t ais sele- cionados ara a leit ra
ressões de so
com m da l ng a inglesa adv r ios e o tros marcadores
do discurso (na perspectiva do tema e do g nero te t al
a ordado re osições
n lise do l ico dos te tos a artir do tema e do g nero
te t al st do dos cognatos e alsos cogna- tos alavras
re etidas re osições signi icativas behind, across,
before, beside, among, etc.);
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM COMPLEMENTARES DE LÍNGUA INGLESA
2º ANO
Série
Bimestre
2 Ano
I
Eixo/ Campo
ESCUTA/
ANALISE
LINGUÍSTICA
LÍNGUA INGLESA
Expectativa de Aprendizagem
om reender en nciados orais em sit ações com ni- cativas considerando os
interloc tores o o etivo com nicativo as es eci icidades dos g neros te t ais
oregistro. servarasnormasde ncionamento e regem a artici aç o dos
Conteúdos
Di logos em di erentes sit ações com ra e venda
solicitaç o em resta rantes e ares edir e dar in ormações no aero orto no hotel na r a etc conversas
interlocutores de uma prod ç o te t al oral res eitando os intervalos da ala
edaleituradotextoescrito.
denti icar código registro marcas disc rsivas t rno g nero entonaç o.
denti icar código registro marcas disc rsivas t rno g nero marcas coesivas
entona- ç o. denti icar o so de conectores como rec rsos coesivos. denti icar
organizadores temporais como recursos coesivos.
er em vo alta tili ando ritmo e entonaç o ade a- dos s sit ações disc rsivas
ler m trecho n m aviso n ma corres ond ncia ara mani estaç o a resentaç o de semin rio . e etir os en nciados o vidos com n ase na entonaç o e
distinções onológicas. elacionar marcas da oralidade marcas da escrita.
2 Ano
2 Ano
I
I
PRODUÇÃO
ORAL/ ANALISE
LINGUISTICA
RELAÇÃO ORAL
ESCRITO/
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
re arar reviamente o te to oral identi icando a el o etivo com nicativo
g nero código e registro ade- ados. denti icar g nero e o etivo com nicativo
as constr ções ade adas ara cada sit aç o e as marcas coesivas e disc rsivas.
sobre di erentes temas or e em lo “carrier and or ”
“interchanging rograms” “dail ro tines” “st d ing
going a road” etc. radio news not cias de r dio e
narrativas de m ato estórias entre o tros.
Gra s de ormalidade ling agem in ormal mais ormal
nos di logos
ressões de so com m na oralidade e na
escrita (marcadores do discurso);
nga ar-se em di logos conversas so re temas
es ec icos tais como os s geridos no ei o da esc - ta
narrar m ato avent - ra o estória anotar not - cias
ouvidas de radio (radio news . n o e no l ico
relacionado ao(s) tema(s).
Uso de frases nas formas afirmativa, negativa e
interrogativa. Wh words nas sentenças interrogativas
m rego dos ver os a iliares nas ormas negativa e
interrogativa e nas ormas a irmativa e negativa c rtas
conside- rando a sit aç o com ni- cativa; Uso de can
/can’t; could /couldn’t; Emprego de conectores
frequente- mente usados na oralidade (but, and, so,
although e because entre o tros de adv r ios e
con nções early, later, then, now, today, nowadays,
etc.) como organizadores temporais e de outras
e ressões e esta elecem a coes o e a coer ncia nos
textos orais e/ou escritos. Uso de pronomes relativos
(which, who, that...)
rod ir di logos em sit ações com nicativas de i- nidas. artici ar de sim lações
ara sit ações com - nicativas de inidas entrevista ara em rego
estões
t cnicas de ro issões entrevista acad mica g ia de t rismo em locais da
comunidade e no a s rece cio- nar hós edes em hotel . econhecer a estr t ra
com osicional dos g neros es ec icos da ala de a- tes alestras a resentações
orais de tra alhos semin rios avisos solicitaç o e ornecimento de in ormações
em contextos.
Di logos conversas so re temas es ec icos tais como os
s geridos no ei o da esc ta narrativa de m ato
avent ra o estória radio news. s ectos da estr t ra
orgacional dos g neros tra alhados.
ico relacionado
ao(s) tema(s).
denti icar o etivo com nicativo e constr ções interrogativas negativas e
a irmativas . denti icar ost ra gestos código e registro ade ados ara
cadasit aç o marcadorescoesivosedisc rsivos.
Uso de frases nas formas afirmativa, negativa e interrogativa. Wh words nas sen- tenças interrogativas
m rego dos ver os a i- liares nas ormas negativa e
interrogativa e nas or- mas a irmativa e negativa c rtas
considerando a sit aç o com nicativa so de can /can’t;
could /couldn’t; Emprego de conectores frequentemente
usados na oralidade (but, and, so, although e because
entre o tros de adv r ios e con nções early, later,
then, now, today, nowadays etc. como organi adores
tem orais e de o tras e ressões e esta elecem a
2 Ano
II
ESCUTA/
ANALISE
LINGUÍSTICA
econhecer os e eitos de sentido em decorr ncia do so de di erentes rec rsos
coesivos na rod ç o de te tos orais. denti icar caracter sticas dos g neros orais e
se s registros. denti icar as di erenças de sentido acarretadas or di erenças
on ticas entre sons es ec icos. econhecer o so de contrações como marca de
registro em di erentes g neros. om reenderoe eitodo so dosmarcadoresconversacionais caracter sticos do ngl s em como de e ressões aciais e cor orais.
Identificar os sons do sistema on tico do ngl s e s as variações.
er em vo alta tili ando ritmo e entonaç o ade a- dos s sit ações disc rsivas
ler m trecho n m aviso n ma corres ond ncia ara mani estaç o a resentaç o o semin rio . elacionar marcas es ec icas da oralidade s marcas da escrita.
Declamar oemas e dramati ar te tos teatrais. rod ir te tos escritos a artir de
te tos orais considerando a sit aç o disc r- siva. rod ir te tos orais a artir de
te tos escritos considerando a sit aç o disc rsiva
2 Ano
II
RELAÇÃO ORAL
ESCRITO/
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
re arar reviamente o te to oral identi icando a el o etivo com nicativo
g nero código e registro ade- ados. denti icar g nero e o etivo com nicativo
as constr ções ade adas ara cada sit aç o e as mar- cas coesivas e discursivas.
Identi icar g nero e o etivo com nicativo as constr ções ade adas ara cada
sit aç o os tem os ver ais e as marcas coesivas e disc rsivas. denti icar g nero e
o etivo com nicativo as constr ções ade adas ara cada sit aç o tem os
verbais, e as marcas coesivas e disc rsivas. denti icar g nero e o etivo
com nicativo as constr ções ade- adas ara cada sit aç o os tem os ver ais e
as marcas coesivas e discursivas.
elacionar marcas es ec icas da oralidade s marcas da escrita. rod ir te tos
escritos a artir de te tos orais considerando a sit aç o disc rsiva. egistrar
in ormações tomar nota) e reproduzir por escrito a par tir da escuta de textos
orais.
2 Ano
2 Ano
III
III
RELAÇÃO ORAL
ESCRITO/
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
LEITURA/
ANÁLISE
denti icar g nero e o etivo com nicativo as constr - ções ade adas ara cada
sit aç o os tem os ver ais e as marcas coesivas e disc rsivas. denti icar g nero e
o etivo com nicativo as constr ções ade adas ara cada sit aç o os tem os
verbais e as marcas coesi- vas e discursivas.
n erir o sentido de ma alavra o e ress o. om reender e eitos de sentido
rod idos or rec rsos le icais e mor ossint ticos. elacionar rec rsos ver ais e
coes o e a coer ncia nos te tos orais e o escritos. so
de pronomes relativos (which, who, that...).
De ate regrado di erentes o iniões so re m ass n- to
trechos de m artigo de o ini o de revista da internet
o do livro did tico lidos em vo alta o gravados
e ec tados de alg m ti o de m dia cam anha
romocional letra de m sica ormas contra da e longa
de alg ns ver os e have there e can etc. tras
ormas ver ais tam m com ns na oralidade gonna
anna ain t etc.
Anotar um trecho de artigo de o ini o d rante a ós
escuta; Anotar perguntas para um debate a partir de um
texto previamente lido; Recitar / dramatizar um texto lido
(e decorado) de uma obra.
so do gra de ormalidade ade ado do n vel mais ormal ao informal consideran- do a sit aç o com nicativa
o g nero m rego dos tem os ver ais resente assado
e t ro im les e ont n os com n ase no resent erect alavras e e ressões e introd em ma o ini o
(In my opinion / In my point of view/ I think that / I believe that etc. e o tros rec r- sos de coes o re osições
con nções marcadores do dis- curso (so, well, but,
great!, that’s true, sure, etc.); Emprego de question tags
(..., can you? / ..., won’t it? / ..., have you? ...,doesn’the?
etc.)
a er s a a resentaç o es- soal oralmente e osteriormente or escrito e-mail or e em lo notar a descriç o o artes da descri- ç o de m l gar essoa o
coisa, a partir da esc ta te to lido em vo alta or
e em lo escrever artes de m di logo entre o tros
falantes, etc.
s ectos com osicionais dos g neros te t ais e
descrevem essoas coi- sas l gares ver os sa- dos
ara descrever ad e- tivos e adv r ios so de
conectores diversos e ressões con nções adv r ios
re osições
e esta elecem a coes o e coer ncia
te t ais m rego de e ressões e marcas da oralidade e
da escrita de tem os modos ver ais ade ados s
sit ações com nicativas.
rtigo de o ini o de inter- net de revista o ornal
roteiros de viagem carta ormal strat gias de leit - ra
LINGUÍSICA
2 Ano
2 Ano
IV
IV
ESCUTA/
ANALISE
LINGUÍSTICA
LEITURA/
ANÁLISE
LINGUÍSICA
n o ver ais ig ras ma as gr icos ta elas dentre o tras na rod ç o de
sentido do te to. denti icar as relações de sentido es eci icaç o o osiç o ca sa
conse
ncia inalidade dentre o tras entre ar gra os. econhecer tese
hi ótese arg mentos e concl s o em di erentes te tos arg mentativos artigos de
o ini o carta ao leitor reclamaç o editorial ro a- ganda).
denti icar sin nimos ant nimos relações de hi eron - mia hi on mia e o tras
relações semânticas. eco- nhecer efeitos de sentido decorrentes de escolha do
voca l rio. econhecer os rec rsos ling sticos e o eram a rogress o tem tica
e as relações de sentido em m te to adv r ios e e ressões adver iais first,
secondly, etc.) conectores (thus, therefore, besisdes, etc. . econhecer os
conectores relações lógico- disc rsivas
e o eram na constr ç o do te to
argumentativo.
om reender en nciados orais em sit ações com - nicativas considerando os
interloc tores o o etivo com nicativo as es eci icidades dos g neros te t ais o
registro. servar as normas de ncionamento e regem a artici aç o dos
interloc tores de ma rod ç o te t al oral res eitando os intervalos da ala e da
leit ra do te to escrito. econhecer a coer ncia n ma rod ç o oral considerando
a sit aç o disc r- siva. denti icarcarater sticasdosg nerosoraisese s registros.
Compreender o e eito do so dos marcado- res conversacionais caracter sticos do
ngl s em comodee ressões aciaisecor orais. denti icaro so de signi icativo de
a sas e rolongamentos de sons. denti icar os sons do sistema on tico do ngl s
e suas variações.
in er ncia s imming scanning s eci icidades dos
g neros te t ais esco- lhidos. ordagem do l ico do s
te to s e ressões de olide e o tras com - mente
sadas ara introd ir ma o ini o.
st do do l ico dos te - tos a artir do tema e o etivos com nicativos en o- cando os sin nimos ant nimos as relações de hi- eron mia e hi on mia assim
como as alavras cognatas e alsas cognatas so dos
conectores e de- mais alavras o e res- sões e
contribuem para elaborar argumentos nos textos
opinativos;
ntrevista so re ass nto dete inido de ate so re
determinado tó ico iden- ti icar as ideias e em s o os
alantes alestra so re tema at al a ecimento glo al
ma nia econo- mia /BRICS, etc.).
Distinç o identi icaç o de gra s de ormalidade m danças de t rno entona- ç o e de alante em de a- tes
denti icar código registro marcas disc rsivas t rno g nero entonaç o.
conversas alestras identi icaç o de conectores e
denti icar código registro marcas disc rsivas t rno g nero marcas coesivas
marcadores conversa- cionais e s as nções no disc rso
entona- ç o. denti car o so de conectores como rec rsos coesivos denti icar
identi icar e res- sões indicadoras de modo tem o e
organizadores tem orais como rec rsos coesivos. denti icar marcadores conversare
ncia. reconhecer di erentes ento- nações
cionaiscaracter sticos do ngl s.
erg nta res osta s r resa d vida desa ontamento
etc.).
om reender e eitos de sentido decorrentes do so da ont aç o de o tras
notações e de rec rsos gr icos e o ortogr icos as as it lico negrito letras
mai s- culas, sublinhados, dentre outros). Identificar as rela- ções de sentido
es eci icaç o o osiç o ca sa conse
ncia inalidade dentre o tras entre
ar - gra os. denti icar o tema do te to elacionar o sentido glo al de m te to ao
se t t lo. elacionar t t lo e s t t lo. econhecer rec rsos ling sticos de
gina de ma enciclo dia o revista cient ica National
estr t raç o de en nciados e ositivos. econhecer em te tos e ositivos
Geographic e Discover, or e em lo ca t lo de m livro
rec rsos de a resentaç o de in ormações adicionias como notas e licativas e de did tico ca t lo de m romance.
roda
e gra es. econhecer a ordem de in orma- ções em te tos e ositivos do
geral ara o artic lar do artic lar ara o geral. econhecer di erentes
estrat gias de constr ç o do te to e ositivo ver ete te to de div lgaç o
cient ica te tos did ticos . econhecer marcas dos registros ormal e in ormal em
te tos. econhecermarcasling sticas e iden icam o conte to c lt ral da rod ç o
do te to. ro riar-se de conhecimentos e in ormações so re o m ndo e o tras
c lt ras ara a com reens o de diversos g neros te t ais.
econhecer os rec rsos ling sticos e o eram a ro- gress o tem tica e as
relações de sentido em m te to adv r ios e e ressões adver iais first, secondly
etc.) conectores (thus, therefore, desides etc. denti icar e analisar es eci icidades
do te to e ositivo tais como constr ç o assiva estrat gias de indeterminaç o
dv r ios e e ressões adver iais em rego de phrasal
do sujeito, verbo na 3a pessoa do singular o a essoa do l ral e voca l rio
verbs es ecial- mente com as art c las up, down, on,
t cnico. nalisar a nç o de conectores ver osesinaisde ont aç oemte toso
back, around. m rego do in initivo e do ger ndio
se
cias e ositivas. econhecer a e em li icaç o a com araç o a descriç o a
m rego e nções da ing- form; relative clauses.
de iniç o a erg nta origin ria como constit tivos do te to e ositivo. econhecer
contradições so o omiss o de ver o a iliar e o tras marcas de ormalidade e
in ormalidade. nalisar a nç o de conectores ver os e sinais de ont aç o em
te tos o se
ncias e ositivas.
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM COMPLEMENTARES DE LÍNGUA INGLESA
3º ANO
Série Bimestre
3
ANO
I
Eixo/ Campo
LEITURA/
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
LÍNGUA INGLESA
Expectativa de Aprendizagem
denti icar as caracter sticas do g nero te t al em oco se ro ósito com nicativo se s
oss veis interloc - tores e o conte to de s a rod ç o. ocali ar in or- mações e l citas
em te tos de di erentes g neros. n erir o sentido de ma alavra o e ress o. n erir
in ormaç o im l cita em entrevista em ornal revista internet relatório de atos a fact
file); artigo infor- mativo. Employment application or application form. e tos n o ver ais
verbais e/ou que conjuguem ambas as linguagen, Compreender efeitos de sentido decorrentes do uso da ont aç o de o tras notações e de rec rsos gr icos e o ortogr icos
as as it lico negrito letras mai sc las s linhados dentre o tros . denti icar as
relações de sentido es eci icaç o o osiç o ca sa conse
ncia e inalidade dentre
o tras entre ar gra os. denti icar o tema do te to. econhecer estrat gias de olide
resentes em m te to tem os ver ais modali adores econhecer rec rsos ling sticos
de estr t raç o de en nciados e ositivos. om reender o te to a artir da identi icaç o de alavras cognatas.
denti icar elementos ling stico-discursivos: recursos le icais mor ossint ticos marcas de
variaç o lin- g stica tendo em vista os di erentes g neros te t ais. denti icar sin nimos
ant nimos relações de hi eron mia hi on mia e o tras relações semânticas econhecer
os rec rsos ling sticos e o eram a rogress o tem tica e as relações de sentido em
te to adv r ios e e ressões adver iais first, secondly, etc.) conectores (thus, therefore,
besides etc. . denti icaro sode odal er s adv r ios maybe, possibly etc.) como marcas
de registro. denti icar e analisar es eci icidades do te to e ositivo tais como
constr ç o assiva estrat gias de indeterminaç o do
s eito ver ona a essoadosing laro a essoa do l ral e voca l rio t cnico. denti icar
Conteúdos
ntrevista em ornal revista internet relatório de atos
(a fact file); artigo informativo. Employment application
or application form.
st do do l ico do s te to s alavras cognatas e alsas
cognatas roces- sos de ormaç o das alavras
categoria gramatical relações de sinon mia anton mia
entre o tras so de adv r ios e ressões adver iais e
conectores coforme s as nções no te to m rego dos
verbos modais can/could, must, might em s as diversas
nções com nicativas so da vo assiva e de o tros
rec rsos de indeterminaç o do s eito
3
ANO
I
ESCRITA/
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
palavras cognatas e falsas cognatas.
rod ir te tos e circ lam nas di erentes es eras da vida social considerando os
interloc tores o g nero te t al o s orte e os o etivos com nicativos listas slogans
legendas avisos ilhetes receitas anotações em agendas cartas not cias re ortagens
relatos io- gr icos e instr ções g neros digitais cartões ostais entre o tros . rod ir
g neros te t ais diversos a ar tir da ro osiç o de temas. rod ir res ostas em entrevistas escritas. Empregar adequadamente elementos de coes o conectores rec rsos de
re erenciaç o esta e- lecendorelaçõesentreas artesde mte toeatendendo
organi aç o te t al do g nero em oco. evisar e rees- crever te tos considerando os
ro ósitos com nicativos.
m regar elementos estr t rais do te to rec rsos le icais mor ossint ticos rec rsos
marcam varie- dades ling sticas entre o tros elementos tendo em vista os di erentes
g neros e s ortes te t ais. m regar ade adamente rec rsos le icais e
morfossint ticos.
3
ANO
II
3
ANO
II
3
ANO
III
Perguntas ou respostas para ma entrevista reenchimento de orm l rios de em rego intercâm io
etc. . edaç o an essay (sobre tema definido); Project
work rod ir em gr o m relatório de atos e
ocorreram na comunidade.
m rego ade ado das a- lavras nos te tos escritos
considerando o tema e o g nero as relações de
e
sinon mia anton mia hi eron mia etc. so dos ver os
Modais e de outros verbos nos tempos passa- do e
presente; Emprego de elementos de coes o ad- v r ios
de tem o modo intensidade se encia- dores
con nções e re osições .
om reender en nciados orais em sit ações com - nicativas considerando os
interloc tores o o etivo com nicativo as es eci icidades dos g neros te t ais oregistro.
servarasnormasde ncionamento e regem a ar tici aç o dos interloc tores de ma
oema declamado drama- ti ado letra de m sica arrod - ç o te t al oral res eitando os intervalos da ala e da leit radote toescrito.
tes o atos de m te to dram tico.
denti icarasdi erençasdesen- tido acarretadas or di erenças on ticas entre sons
es ec icos. denti icar o so de a sas e rolonga- mentos de sons. Identificar os sons do
ESCUTA/
sistema on - tico do ngl s e s as variações.
ANÁLISE
denti icar onemas da l ng a inglesa em ares m nimos
LINGUÍSTICA
relacionar os s m olos on ticos a onemas da l ng a
denti icar código registro marcas disc rsivas t rno g nero entonaç o. denti icar
inglesa s elling denti icar adrões de entonaç o
código registro marcas disc rsivas t rno g nero marcas coesivas entona- ç o.
con orme a nat re a das intenções retendidas elo
denti icar os rinci ais onemas em ares e ca sam di erenças de sentido three/free,
enuncia- dor: frases interrogativas, exclamativas,
think/sink, leave/live, etc.)
negativas, declarativas, etc. Pron ncia correta de ver os
no passado (ED).
er em vo alta tili ando ritmo e entonaç o ade ados s sit ações disc rsivas
rod ir transcrever o anotar alas de ma cam- anha
sim lações de teatro e etir os en nciados o vidos com n ase na entonaç o e
romocional de m v deo so re m tema de inido o de
distinções onológicas. elacionar marcas es eci icas da oralidade s marcas da escrita.
ma letra de m sica.
RELAÇÃO ORAL
rod ir te tos escritos a artir de te tos orais considerando a sit aç o disc rsiva.
- ESCRITO/
econhecer as ectos es- tr t rais e com osicionais dos
ANÁLISE
lane ar reviamente a en nciaç o considerando os elementos disc rsivos. denti icar
g neros tra alhados. so do modo im erativo nas
LINGUÍSTICA
g nero e o etivo com nicativo as constr ções ade adas ara cada sit aç o e as marcas
ormas a irmativa e negativa. ron ncia dos ver os no
coesivas e disc rsivas. denti icar g nero e o etivo com nicativo as constr ções adepassado D . Disting ir onemas seme- lhantes na
adas ara cada sit aç o tem os ver ais e marcas coesivas e disc rsivas
ron ncia dos ver os. em os ver ais retomada
RELAÇÃO ORAL
e etir os en nciados o vidos com n ase na ento- naç o e distinç o onológicas.
Anotar as falas de uma campanha promocional.
- ESCRITO/
rod ir te tos escritos a artir de te tos orais considerando a sit aç o disc r- siva.
Reproduzir oralmente de forma resumida as ideias
ANÁLISE
rod ir te tos orais a artir de te tos escritos considerando a sit aç o disc rsiva.
centrais de um texto escrito.
LINGUÍSTICA
egistar in orma- ções tomar nota e re rod ir or escrito a artir da esc ta de te tos
orais
denti icar g nero e o etivo com nicativo as constr - ções ade adas ara cada
sit aç o tem os ver ais marcas coesivas e disc rsivas. denti icar g nero e o etivo
com nicativo as constr ções ade adas ara cada sit aç o os tem os vervais e marcar
coesivas e discursivas.
3
ANO
III
3
ANO
IV
3
ANO
IV
econhecer as ectos estr t rais e com osicio- nais dos
g neros tra alha- dos. so do modo im era- tivo nas
ormas a irmativa e negativa. ron ncias de ver os no
assado . Distig ir onemas semelhantes na ron ncia
dos verbos. Tempos verbais (retomada)
rod ir te tos e circ lam nas di erentes es eras da vida social considerando os
interloc tores o g nero te t al o s orte e os o etivos com nicativos listas slogans
legendas avisos ilhetes receitas anota- ções em agendas cartas not cias re ortagens
rela- tos iogr icos e instr ções g neros digitais cartões ostais entre o tros . rod ir
rod ir m relato iogr - ico a to iogr ico res mir
g neros te t ais diversos a artir da ro osiç o de temas. m regar ade adamente
m te to iogr ico ordenar artes de ma iogra ia
elementos de coes o conectores rec rsos de re erenciaç o esta elecendo relações
para compor o texto;
entre as artes de m te to e atendendo organi aç o te t al do g nero em oco. evisar
ESCRITA/
e reescrever te tos considerando os ro ósitos comunicativos. Produzir resumos,
ANÁLISE
resenhas, sinopses.
LINGUÍSTICA
m regar elementos estr t rais do te to rec rsos
m rego do l ico relacionados aos temas escolhidos assim como as es eci icidades dos le icais mor ossint ticos rec rsos e marcam vag neros te t ais. so de estr t ras e nções da l ng a considerando a sit aç o e
riedades ling sticas entre o tros elementos tendo em
objetivos comunicativos; Emprego de tempos verbais,verbos auxiliares e marcadores
vista os di erentes g neros e s ortes te t ais. m regar
temporais.
adequadamente recursos mor ossint ticos e coesivos
bem como realizar escolhas lexicais apropriadas.
t ar no te to com os artic ladores ade ados ara garantir a coes o. om reender os
e eitos de sentido decorrentes do so de rec rsos le icais e mor ossint - ticos na
rod ç o de te tos orais invers o na ordem dos termos so de question tags so de
Formular / responder perguntas de um quiz ranscrever
a iliares em a irmativas . econhecer a estr t ra com osicional dos g neros es ec icos
erg ntas de ma entrevista arrar artes de ma
da ala de ates alestras a resentações orais de tra alhos semin rios avisos
iogra ia a ós a a diç o do te to.
solicitaç o de ornecimento de in ormações em conte tos es ec icos etc. econhecer e
PRODUÇÃO
ORAL / ANÁLISE selecionar o registro ling stico mais ade ado ara cada g nero.
LINGUÍSTICA
m rego dos marcadores e conectores ade ados ao
g nero. scolha do l ico de acordo com o tema g nero
denti icar os artic ladores mais ade ados conside- rando g nero e o etivo
textual e objetivos comunicativos; Uso de es- truturas e
comunicativo.
nções da l ng a considerando a sit aç o e o etivos
comunicativos; Emprego de tempos ver- bais, verbos
auxiliares e marcadores temporais
la orar erg ntas de m i so re m tema de i- nido
e etir os en nciados o vidos com n ase na entona- ç o e distinções onológicas.
ara o gr o-sala e etir erg ntas em vo alta ara
elacionar marcas es e- c icas da oralidade s marcas da escrita. rod ir te tos escritos e eitos de ento- naç o e ron ncia corretas la orar
RELAÇÃO ORAL
a artir de te tos orais considerando a sit aç o disc rsiva. rod ir te tos orais a artir
perguntas oral- mente em sit ações re- viamente
- ESCRITO/
de te tos escritos considerando a sit aç o disc rsiva.
de inidas notar dados rinci ais de ma iogra ia a ós
ANÁLISE
ouvir o texto.
LINGUÍSTICA
m rego do l ico relacionados aos temas escolhi- dos assim como as es eci icidades dos m rego do l ico rela- cionados aos temas esco- lhidos
g neros te t ais. sodeestr t rase nçõesdal ng a consi- derando a sit aç o e o etivos assim como as es eci icidades dos g ne- ros te t ais.
comunicativos; Empre- godetemposverbais,verbosauxiliarese marcadores temporais.
so de estr - t ras e nções da l ng a considerando a
sit aç o e o etivos com nicativos m rego de tem os
ver- bais, verbos auxiliares e marcadores temporais.
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PRIORITÁRIAS
E COMPLEMENTARES DE
LÍNGUA ESPANHOLA
PARA OS ESTUDANTES DO ENSINO MÉDIO
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PRIORITÁRIAS DE LÍNGUA ESPANHOLA
1º ANO
Série
Bimestre
1 Ano
I
1 Ano
I
1 Ano
I
1 Ano
I
1 Ano
I
1 Ano
I
1 Ano
I
1 Ano
I
1 Ano
II
1 Ano
II
1 Ano
II
1 Ano
II
1 Ano
II
1 Ano
II
1 Ano
III
1 Ano
III
LÍNGUA ESPANHOLA
Eixo/ Campo
Expectativa de Aprendizagem
COMPREENSÃO Compreender enunciados orais, considerando as especificidades socioculturais da
ORAL
interação, propósito comunicativo, as características do gênero.
Compreender enunciados escritos, considerando as especificidades dos espaços
COMPREENSÃO
socioculturais e de interação, levando em conta os interlocutores, o propósito
ESCRITA
comunicativo, as especificidades do gênero.
ANÁLISE
Identificar os sons do sistema fonético do espanhol em suas variações.
LINGUÍSTICA
ANÁLISE
Reconhecer formas pronominais e verbais em função dos registros e da variação
LINGUÍSTICA linguística do espanhol.
ANÁLISE
Identificar as formas de organização discursiva em enunciados afirmativo, interrogativos
LINGUÍSTICA e negativos.
ANÁLISE
Reconhecer recursos linguístico-discursivos diversos em textos escritos (lexicais,
LINGUÍSTICA morfossintáticos, de pontuação, gráficos etc.).
ANÁLISE
Reconhecer recursos linguístico-discursivos diversos em textos escritos (lexicais,
LINGUÍSTICA morfossintáticos, de pontuação, gráficos etc.).
Compreender enunciados escritos, considerando as especificidades dos espaços
COMPREENSÃO
socioculturais e de interação, levando em conta os interlocutores, o propósito
ESCRITA
comunicativo, as especificidades do gênero.
ANÁLISE
Identificar e refletir sobre formas de organização de enunciados em Espanhol com
LINGUÍSTICA outras correspondentes em Português.
ANÁLISE
Identificar e refletir sobre formas de organização de enunciados em Espanhol com
LINGUÍSTICA outras correspondentes em Português.
ANÁLISE
Reconhecer recursos linguístico-discursivos diversos em textos escritos (lexicais,
LINGUÍSTICA morfossintáticos, de pontuação, gráficos etc.).
ANÁLISE
Identificar e refletir sobre formas de organização de enunciados em Espanhol com
LINGUÍSTICA outras correspondentes em Português.
Compreender enunciados escritos, considerando as especificidades dos espaços
COMPREENSÃO
socioculturais e de interação, levando em conta os interlocutores, o propósito
ESCRITA
comunicativo, as especificidades do gênero.
LETRAMENTO
Conhecer e valorizar obras representativas da literatura em espanhol.
LITERÁRIO
COMPREENSÃO Compreender enunciados orais, considerando as especificidades socioculturais da
ORAL
interação, propósito comunicativo, as características do gênero.
Compreender enunciados escritos, considerando as especificidades dos espaços
COMPREENSÃO
socioculturais e de interação, levando em conta os interlocutores, o propósito
ESCRITA
comunicativo, as especificidades do gênero.
Conteúdos
Escuta de diálogos autênticos de diferentes países
hispanos.
Análise de diálogos, tiras cômicas, letras de músicas,
poemas.
O alfabeto.
Uso dos verbos ser , estar , tener .
Formas e usos dos pronombres sujeto, exclamativos e
interrogativos.
Uso dos artículos e suas funções no sintagma nominal.
Sinais de pontuação e efeitos de sentido.
Análise de diálogos, tiras, cômicas, letras de músicas,
poemas.
Efeitos de sentido no uso de palavras heterosemánticas.
Palavras que apresentam mudança de gênero,
(heterogenéricas).
Relações de sentido entre os substantivos e os adjetivos.
Uso das contracciones na construção de enunciados.
Marcas linguísticas características do texto escrito.
Recursos ortográficos e
efeitos de sentido.
Escuta de músicas, anúncio publicitário, curta-metragem.
Análise de letra de música, tiras, cômicas, folhetos
turísticos, artigos de jornal ou revista.
1 Ano
III
1 Ano
III
1 Ano
III
1 Ano
III
1 Ano
III
1 Ano
III
1 Ano
III
1 Ano
III
1 Ano
IV
1 Ano
IV
1 Ano
IV
1 Ano
IV
1 Ano
IV
1 Ano
IV
1 Ano
IV
1 Ano
IV
COMPREENSÃO
ESCRITA
COMPREENSÃO
ESCRITA
PRODUÇÃO
ESCRITA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
LETRAMENTO
LITERÁRIO
COMPREENSÃO
ORAL
COMPREENSÃO
ESCRITA
COMPREENSÃO
ESCRITA
PRODUÇÃO
ORAL
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
LETRAMENTO
LITERÁRIO
Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pela mobilização de recursos linguísticodiscursivos diversos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos, etc.).
Perceber marcas discursivas características do Espanhol em suas diferentes variedades e
registros.
Inserir-se em práticas de escrita que mobilizem saberes já construídos, propiciando o
contato intercultural com as produções em Espanhol.
Reconhecer recursos linguístico-discursivos diversos em textos escritos (lexicais,
morfossintáticos, de pontuação, gráficos etc.).
Reconhecer recursos linguístico-discursivos diversos em textos escritos (lexicais,
morfossintáticos, de pontuação, gráficos etc.).
Identificar as formas de organização discursiva em enunciados afirmativo, interrogativos
e negativos.
Identificar as formas de organização discursiva em enunciados afirmativo, interrogativos
e negativos.
Elementos próprios da linguagem visual.
Variação linguística de registro e dialetal.
Produção de folhetos turísticos, cartazes ou slides.
Função do adjetivo nos textos descritivos.
Associações semânticas e sintáticas entre o verbo gostar
e gustar.
Uso das formas muy e mucho como indicadores
quantitativos.
Funções dos posesivos e demonstrativos na construção
dos textos.
Conhecer e valorizar obras representativas da literatura em espanhol.
Leitura e compreensão de crônicas.
Compreender enunciados orais, considerando as especificidades socioculturais da
interação, propósito comunicativo, as características do gênero.
Escuta de músicas, trailer de filme, documentários.
Reconhecer no processo de interpretação de um texto informações relevantes.
Análise de notícia, guia ou folheto informativo, sinopses,
de filmes.
Inferir o sentido de uma palavra ou expressão.
Marcas linguísticas características do texto escrito.
Inserir-se, significativamente, em práticas de oralidade que mobilizem tanto os saberes
já construídos (sobre seu entorno social, sua prática de linguagem, língua, etc.) quanto
aqueles advindos do contato intercultural com as produções em Espanhol.
Reconhecer recursos linguístico-discursivos diversos em textos escritos (lexicais,
morfossintáticos, de pontuação, gráficos etc.).
Reconhecer recursos linguístico-discursivos diversos em textos escritos (lexicais,
morfossintáticos, de pontuação, gráficos etc.).
Identificar e refletir sobre formas de organização de enunciados em Espanhol com
outras correspondentes em Português.
Conhecer e valorizar obras representativas da literatura em espanhol.
Produção de enquetes.
Função das formas pronominais como dêiticos textuais.
O uso do acento diacrítico indicando mudança de sentido
nas palavras com mesma ortografia.
Uso das regras de acentuação.
Leitura e compreensão de novela.
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PRIORITÁRIAS DE LÍNGUA ESPANHOLA
2º ANO
Série
Bimestre
2 Ano
I
2 Ano
I
2 Ano
I
2 Ano
I
2 Ano
I
2 Ano
I
2 Ano
I
2 Ano
II
2 Ano
II
2 Ano
II
2 Ano
II
2 Ano
II
2 Ano
II
LÍNGUA ESPANHOLA
Expectativa de Aprendizagem
Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pelo uso de recursos linguísticos
COMPREENSÃO
discursivos em textos orais, compreendendo a determinação sociocultural dos
ORAL
sentidos a partir da consideração da experiência de mundo do educando.
Compreender enunciados escritos, considerando as especificidades dos espaços
COMPREENSÃO
socioculturais e de interação, levando em conta os interlocutores, o propósito
ESCRITA
comunicativo, as especificidades do gênero.
Reconhecer as relações entre diferentes gêneros considerando suas
COMPREENSÃO
especificidades: contexto de produção, organização composicional, gráfica,
ESCRITA
marcas linguísticas e enunciativas.
Perceber a coerência em uma produção escrita, observando especialmente os
COMPREENSÃO
espaços de interação entre os interlocutores, o propósito comunicativo, as
ESCRITA
características dos gêneros escritos em seus diferentes registros.
Inserir-se, significativamente, em práticas de oralidade que mobilizem tanto os
saberes já construídos (sobre seu entorno social, sua prática de linguagem,
PRODUÇÃO ORAL
língua, etc.) quanto aqueles advindos do contato intercultural com as produções
em Espanhol.
Produzir textos, considerando os interlocutores, o gênero discursivo e sua
PRODUÇÃO ESCRITA
inserção social, o suporte e os propósitos discursivocomunicativos.
ANÁLISE
Identificar e refletir sobre formas de organização de enunciados em Espanhol
LINGUÍSTICA
com outras correspondentes em Português.
Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pelo uso de recursos linguísticos
COMPREENSÃO
discursivos em textos orais, compreendendo a determinação sociocultural dos
ORAL
sentidos a partir da consideração da experiência de mundo do educando.
COMPREENSÃO
Reconhecer no processo de interpretação de um texto informações relevantes.
ESCRITA
COMPREENSÃO
Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pela mobilização de recursos linguísticodiscursivos diversos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos, etc.).
ESCRITA
Inserir-se, significativamente, em práticas de oralidade que mobilizem tanto os
saberes já construídos (sobre seu entorno social, sua prática de linguagem,
PRODUÇÃO ORAL
língua, etc.) quanto aqueles advindos do contato intercultural com as produções
em Espanhol.
Inserir-se em práticas de escrita que mobilizem saberes já construídos,
PRODUÇÃO ESCRITA
propiciando o contato intercultural com as produções em Espanhol.
Identificar marcas linguístico-discursivas de temporalidade e aspectualidade
ANÁLISE
(formas verbais, marcadores temporais, etc.) do Espanhol em suas diferentes
LINGUÍSTICA
variedades e registros.
Eixo/ Campo
Conteúdos
Marcas linguísticas e extralinguísticas características do
texto oral.
Análise de notícias jornalísticas, diário de blog, biografias.
Marcas linguísticas características do texto escrito.
Recursos de coesão e coerência textual.
Produção de biografias, entrevistas.
Produção de autobiografia, diário de blog, resenha.
Relações semânticas entre verbos da língua espanhola e
verbos da língua portuguesa para a compreensão textual.
Marcas linguísticas e extralinguísticas características do
texto oral.
Análise de relatos, diário de blog, charge, carta pessoal,
conto fantástico.
Marcadores discursivos.
Produção de relatos, notícias.
Produção de cartas, e-mails, diário de blog.
Relações semânticas entre verbos da língua espanhola e
verbos da língua portuguesa para a compreensão textual.
2 Ano
II
2 Ano
II
2 Ano
III
2 Ano
III
2 Ano
III
2 Ano
III
2 Ano
III
2 Ano
III
2 Ano
III
2 Ano
IV
2 Ano
IV
2 Ano
IV
2 Ano
IV
2 Ano
IV
2 Ano
IV
2 Ano
IV
2 Ano
IV
2 Ano
IV
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
LETRAMENTO
LITERÁRIO
Identificar e refletir sobre formas de organização de enunciados em Espanhol
com outras correspondentes em Português.
Conhecer e valorizar obras representativas da literatura em espanhol.
Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pelo uso de recursos linguísticos
discursivos em textos orais, compreendendo a determinação sociocultural dos
sentidos a partir da consideração da experiência de mundo do educando.
COMPREENSÃO
Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos escritos, considerando os
ESCRITA
aspectos interculturais neles inscritos.
Inserir-se, significativamente, em práticas de oralidade que mobilizem tanto os
saberes já construídos (sobre seu entorno social, sua prática de linguagem,
PRODUÇÃO ORAL
língua, etc.) quanto aqueles advindos do contato intercultural com as produções
em Espanhol.
Inserir-se em práticas de escrita que mobilizem saberes já construídos,
PRODUÇÃO ESCRITA
propiciando o contato intercultural com as produções em Espanhol.
ANÁLISE
Identificar e refletir sobre formas de organização de enunciados em Espanhol
LINGUÍSTICA
com outras correspondentes em Português.
Identificar marcas linguístico-discursivas de temporalidade e aspectualidade
ANÁLISE
(formas verbais, marcadores temporais, etc.) do Espanhol em suas diferentes
LINGUÍSTICA
variedades e registros.
LETRAMENTO
Analisar formas de apropriação do texto literário a partir dos diálogos com outras
LITERÁRIO
linguagens como filmes, músicas, artes plásticas, etc.
COMPREEENSÃO
Compreender enunciados orais, considerando as especificidades socioculturais da
ORAL
interação, propósito comunicativo, as características do gênero.
Compreender enunciados escritos, considerando as especificidades dos espaços
COMPREENSÃO
socioculturais e de interação, levando em conta os interlocutores, o propósito
ESCRITA
comunicativo, as especificidades do gênero.
Inserir-se, significativamente, em práticas de oralidade que mobilizem tanto os
saberes já construídos (sobre seu entorno social, sua prática de linguagem,
PRODUÇÃO ORAL
língua, etc.) quanto aqueles advindos do contato intercultural com as produções
em Espanhol.
Produzir textos, considerando os interlocutores, o gênero discursivo e sua
PRODUÇÃO ESCRITA
inserção social, o suporte e os propósitos discursivo-comunicativos.
ANÁLISE
Reconhecer recursos linguístico-discursivos diversos em textos escritos (lexicais,
LINGUÍSTICA
morfossintáticos, de pontuação, gráficos etc.).
ANÁLISE
Reconhecer recursos linguístico-discursivos diversos em textos escritos (lexicais,
LINGUÍSTICA
morfossintáticos, de pontuação, gráficos etc.).
ANÁLISE
Reconhecer formas pronominais e verbais em função dos registros e da variação
LINGUÍSTICA
linguística do espanhol.
ANÁLISE
Identificar e refletir sobre formas de organização de enunciados em Espanhol
LINGUÍSTICA
com outras correspondentes em Português.
LETRAMENTO
Reconhecer diferentes formas de tratar um mesmo tema em textos literários e
LITERÁRIO
outros gêneros discursivos.
COMPREENSÃO
ORAL
Uso dos pretéritos imperfecto e pluscuamperfecto nas
situações comunicativas cotidianas.
Efeitos de sentido da escolha lexical (conotação e
denotação).
Marcas linguísticas e extralinguísticas características do
texto oral.
Marcas linguísticas características do texto escrito.
Produção de exposição oral, agenda.
Produção de agenda semanal, cartão postal.
A função dos verbos nos gêneros discursivos.
Relação entre as estruturas gramaticais e o significado
dos textos.
Leitura e compreensão de conto.
Marcas linguísticas e extralinguísticas características do
texto oral.
Marcas linguísticas características do texto escrito.
Produção de receita, diálogos.
Produção de guia de saúde, menu, cartazes ou slides de
comidas típicas.
Uso do infinitivo para expressar instruções.
Uso do imperativo nas situações comunicativas
cotidianas.
Uso da colocación pronominal.
Função das formas pronominais como dêiticos textuais.
Leitura e compreensão de poema.
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PRIORITÁRIAS DE LÍNGUA ESPANHOLA
3º ANO
Série
Bimestre
Eixo/ Campo
COMPREENSÃO
ORAL
3 Ano
I
3 Ano
I
COMPREENSÃO
ESCRITA
3 Ano
I
PRODUÇÃO ORAL
3 Ano
I
3 Ano
I
3 Ano
I
3 Ano
I
3 Ano
II
3 Ano
II
COMPREENSÃO
ESCRITA
3 Ano
II
COMPREENSÃO
ESCRITA
3 Ano
II
COMPREENSÃO
ESCRITA
3 Ano
II
COMPREENSÃO
ESCRITA
3 Ano
II
PRODUÇÃO ORAL
3 Ano
II
3 Ano
II
PRODUÇÃO
ESCRITA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
LETRAMENTO
LITERÁRIO
COMPREENSÃO
ORAL
PRODUÇÃO
ESCRITA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
LÍNGUA ESPANHOLA
Expectativa de Aprendizagem
Compreender enunciados orais, considerando as especificidades socioculturais da
interação, propósito comunicativo, as características do gênero.
Compreender enunciados escritos, considerando as especificidades dos espaços
socioculturais e de interação, levando em conta os interlocutores, o propósito
comunicativo, as especificidades do gênero.
Inserir-se, significativamente, em práticas de oralidade que mobilizem tanto os
saberes já construídos (sobre seu entorno social, sua prática de linguagem, língua,
etc.) quanto aqueles advindos do contato intercultural com as produções em
Espanhol.
Produzir textos, considerando os interlocutores, o gênero discursivo e sua inserção
social, o suporte e os propósitos discursivo comunicativos.
Reconhecer formas pronominais e verbais em função dos registros e da variação
linguística do espanhol.
Reconhecer recursos linguístico-discursivos diversos em textos escritos (lexicais,
morfossintáticos, de pontuação, gráficos etc.).
Conteúdos
Marcas linguísticas e extralinguísticas características do
texto oral.
Marcas linguísticas características do texto escrito.
Produção de diálogos, listas, debate regrado.
Produção de carta ao leitor, cartão de felicitação, artigo
de opinião.
Uso do presente do subjuntivo nas situações
comunicativas cotidianas.
Relação entre as estruturas gramaticais e o significado
dos textos.
Trabalhar a compreensão do texto literário a partir da interpretação intercultural.
Leitura e compreensão de lendas.
Compreender enunciados orais, considerando as especificidades socioculturais da
interação, propósito comunicativo, as características do gênero.
Compreender enunciados escritos, considerando as especificidades dos espaços
socioculturais e de interação, levando em conta os interlocutores, o propósito
comunicativo, as especificidades do gênero.
Perceber a coerência em uma produção escrita, observando especialmente os
espaços de interação entre os interlocutores, o propósito comunicativo, as
características dos gêneros escritos em seus diferentes registros.
Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pela mobilização de recursos
linguístico-discursivos diversos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos,
etc.).
Marcas linguísticas e extralinguísticas características do
texto oral.
Inferir o sentido de uma palavra ou expressão.
Recursos ortográficos de efeitos de sentido.
Empregar recursos linguísticos discursivos diversos, reconhecendo os efeitos de
sentido produzidos por sua utilização em interações orais.
Produzir textos, considerando os interlocutores, o gênero discursivo e sua inserção
social, o suporte e os propósitos discursivo-comunicativos.
Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos orais e escritos a partir da
análise dos marcadores discursivos.
Análise de tiras cômicas, charges, manchetes, notícia
jornalística.
Variação linguística de registro e dialetal.
Marcadores discursivos.
Produção debate regrado, Júri simulado.
Produção de manchetes, tiras cômicas.
Função dos modos e tempos verbais para a elaboração
dos enunciados.
3 Ano
III
COMPREENSÃO
ORAL
3 Ano
III
COMPREENSÃO
ESCRITA
3 Ano
III
COMPREENSÃO
ESCRITA
3 Ano
III
PRODUÇÃO ORAL
3 Ano
III
3 Ano
III
3 Ano
III
3 Ano
IV
3 Ano
IV
3 Ano
IV
COMPREENSÃO
ESCRITA
3 Ano
IV
COMPREENSÃO
ESCRITA
3 Ano
IV
PRODUÇÃO ORAL
3 Ano
IV
3 Ano
IV
3 Ano
IV
3 Ano
IV
PRODUÇÃO
ESCRITA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
COMPREENSÃO
ORAL
COMPREENSÃO
ESCRITA
PRODUÇÃO
ESCRITA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
LETRAMENTO
LITERÁRIO
Perceber as diferenças de sentido acarretadas por diferenças fonéticas entre sons
específicos.
Compreender enunciados escritos, considerando as especificidades dos espaços
socioculturais e de interação, levando em conta os interlocutores, o propósito
comunicativo, as especificidades do gênero.
Reconhecer as relações entre diferentes gêneros considerando suas
especificidades: contexto de produção, organização composicional, gráfica, marcas
linguísticas e enunciativas.
Inserir-se, significativamente, em práticas de oralidade que mobilizem tanto os
saberes já construídos (sobre seu entorno social, sua prática de linguagem, língua,
etc.) quanto aqueles advindos do contato intercultural com as produções em
Espanhol.
Inserir-se em práticas de escrita que mobilizem saberes já construídos,
propiciando o contato intercultural com as produções em Espanhol.
Identificar e refletir sobre formas de organização de enunciados em Espanhol com
outras correspondentes em Português.
Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos orais e escritos a partir da
análise dos marcadores discursivos.
Reconhecer as marcas discursivas características do Espanhol em suas diferentes
variedades e registros.
Inferir informação implícita em textos verbais e em textos não verbais que
mobilizem outras.
Reconhecer as relações entre diferentes gêneros considerando suas
especificidades: contexto de produção, organização composicional, gráfica, marcas
linguísticas e enunciativas.
Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pelo uso de recursos linguísticos
discursivos em textos escritos, compreendendo a determinação sociocultural dos
sentidos a partir da consideração da experiência de mundo do educando.
Reconhecer as relações entre diferentes gêneros considerando suas
especificidades: contexto de produção, organização composicional, gráfica, marcas
linguísticas e enunciativas.
Produzir textos, considerando os interlocutores, o gênero discursivo e sua inserção
social, o suporte e os propósitos discursivocomunicativos.
Reconhecer recursos linguístico-discursivos diversos em textos escritos (lexicais,
morfossintáticos, de pontuação, gráficos etc.).
Reconhecer recursos linguístico-discursivos diversos em textos escritos (lexicais,
morfossintáticos, de pontuação, gráficos etc.).
Relacionar diferentes textos literários com problemáticas contemporâneas.
Marcas linguísticas e extralinguísticas características do
texto oral.
Marcas linguísticas características do texto escrito.
Recursos ortográficos de efeitos de sentido.
Produção de debate regrado, exposição oral.
Produção de carta de solicitação, história em quadrinhos,
relatos.
Relação entre as estruturas gramaticais e o significado
dos textos.
Uso de expresiones concesivas.
Marcas linguísticas e extralinguísticas características do
texto oral.
Análise de peça teatral, poema, infográfico.
Marcas linguísticas características do texto escrito.
Marcadores discursivos.
Produção de debate regrado, exposição oral.
Produção de carta de solicitação, história em quadrinhos,
relatos.
Sinais de pontuação e efeitos de sentido.
Relações semânticas entre verbos da língua espanhola e
verbos da língua portuguesa para a compreensão textual.
Efeitos de sentido da escolha lexical (conotação e
denotação).
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM COMPLEMENTARES DE LÍNGUA ESPANHOLA
1º ANO
Série
Bimestre
Eixo/ Campo
1 Ano
I
COMPREENSÃO ORAL
1 Ano
I
COMPREENSÃO ORAL
1 Ano
I
COMPREENSÃO ORAL
1 Ano
I
COMPREENSÃO ESCRITA
1 Ano
I
COMPREENSÃO ESCRITA
1 Ano
I
COMPREENSÃO ESCRITA
1 Ano
I
PRODUÇÃO ORAL
1 Ano
I
PRODUÇÃO ORAL
1 Ano
I
PRODUÇÃO ESCRITA
1 Ano
I
PRODUÇÃO ESCRITA
1 Ano
I
ANÁLISE LINGUÍSTICA
1 Ano
I
ANÁLISE LINGUÍSTICA
1 Ano
I
ANÁLISE LINGUÍSTICA
1 Ano
I
LETRAMENTO LITERÁRIO
1 Ano
II
COMPREENSÃO ORAL
Língua Espanhola
Expectativa de Aprendizagem
Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pelo uso de recursos
linguísticos discursivos em textos orais, compreendendo a
determinação sociocultural dos sentidos a partir da consideração
da experiência de mundo do educando.
Inferir informação implícita em textos verbais e em textos não
verbais que mobilizem outras.
Reconhecer as marcas discursivas características do Espanhol em
suas diferentes variedades e registros.
Perceber marcas discursivas características do Espanhol em suas
diferentes variedades e registros.
Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pela mobilização de
recursos linguístico-discursivos diversos (lexicais, morfossintáticos,
de pontuação, gráficos, etc.)
Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos escritos,
considerando os aspectos interculturais neles inscritos.
Produzir textos orais considerando os elementos da situação
discursiva, tais como, por exemplo, interlocutores, propósito
comunicativo, aspectos afetivos, especificidades do gênero e
suporte.
Oralizar textos escritos utilizando ritmo e entonação, pausas e
intensidade adequadas às situações discursivas.
Produzir textos, considerando os interlocutores, o gênero discursivo
e sua inserção social, o suporte e os propósitos
discursivocomunicativos.
Inserir-se em práticas de escrita que mobilizem saberes já
construídos, propiciando o contato intercultural com as produções
em Espanhol
Reconhecer formas pronominais e verbais em função dos registros
e da variação linguística do espanhol.
Reconhecer recursos linguístico-discursivos diversos em textos
escritos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos etc.).
dentificar as formas de organização discursiva de um determinado
gênero atendendo aos propósitos discursivo-comunicativos.
Interagir com textos literários ouvidos e lidos.
Compreender enunciados orais, considerando as especificidades
socioculturais da interação, propósito comunicativo, as
Conteúdos
Escuta de músicas de vários ritmos musicais para caracterizar a
diversidade cultural hispana.
Variação linguística de registro.
Marcas linguísticas e extralinguísticas características do texto oral.
Variação linguística de registro e dialetal.
Marcas linguísticas características do texto escrito.
Efeitos de sentido decorrentes do uso da pontuação.
Produção de diálogos (presentaciones em diferentes contextos
comunicativos).
Oralização de textos escritos.
Produção de diálogos, e-mails.
Retextualização (revisão/reescritura) de tiras cômicas.
Formas e usos dos verbos regulares no presente do indicativo
Recursos ortográficos e efeitos de sentido.
Marcas linguísticas características do texto escrito e oral.
As funções da linguagem no estudo do texto literário e não literário.
Escuta de diálogos autênticos de diferentes países hispanos.
1 Ano
II
COMPREENSÃO ORAL
1 Ano
II
COMPREENSÃO ORAL
1 Ano
II
COMPREENSÃO ORAL
1 Ano
II
COMPREENSÃO ORAL
1 Ano
II
COMPREENSÃO ORAL
1 Ano
II
COMPREENSÃO ESCRITA
1 Ano
II
COMPREENSÃO ESCRITA
1 Ano
II
PRODUÇÃO ORAL
1 Ano
II
PRODUÇÃO ORAL
1 Ano
II
PRODUÇÃO ESCRITA
1 Ano
II
PRODUÇÃO ESCRITA
1 Ano
II
PRODUÇÃO ESCRITA
1 Ano
II
ANÁLISE LINGUÍSTICA
1 Ano
II
ANÁLISE LINGUÍSTICA
1 Ano
II
ANÁLISE LINGUÍSTICA
1 Ano
II
ANÁLISE LINGUÍSTICA
características do gênero.
Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pelo uso de recursos
linguísticos discursivos em textos orais, compreendendo a
determinação sociocultural dos sentidos a partir da consideração
da experiência de mundo do educando.
Reconhecer as características do registro empregados na
interlocução.
Reconhecer as características do registro empregados na
interlocução.
Reconhecer as marcas discursivas características do Espanhol em
suas diferentes variedades e registros.
Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pelo uso de recursos
linguísticos discursivos em textos orais, compreendendo a
determinação sociocultural dos sentidos a partir da consideração
da experiência de mundo do educando.
Compreender enunciados escritos, considerando as especificidades
dos espaços socioculturais e de interação, levando em conta os
interlocutores, o propósito comunicativo, as especificidades do
gênero.
Perceber marcas discursivas características do Espanhol em suas
diferentes variedades e registros.
Produzir textos orais considerando os elementos da situação
discursiva, tais como, por exemplo, interlocutores, propósito
comunicativo, aspectos afetivos, especificidades do gênero e
suporte.
Oralizar textos escritos utilizando ritmo e entonação, pausas e
intensidade adequadas às situações discursivas.
Produzir textos, considerando os interlocutores, o gênero discursivo
e sua inserção social, o suporte e os propósitos
discursivocomunicativos.
Inserir-se em práticas de escrita que mobilizem saberes já
construídos, propiciando o contato intercultural com as produções
em Espanhol
Produzir textos em decorrência de atividades de Compreensão
Oral, Produção Oral e Compreensão Escrita, avaliando os
conhecimentos mobilizados.
Reconhecer recursos linguístico-discursivos diversos em textos
escritos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos etc.).
Identificar e refletir sobre formas de organização de enunciados em
Espanhol com outras correspondentes em Português.
Reconhecer recursos linguístico-discursivos diversos em textos
escritos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos etc.).
Reconhecer recursos linguístico-discursivos diversos em textos
Escuta de entrevistas, anúncios publicitários, músicas
Relação entre oralidade e escrita
Variação linguística de registro.
Marcas linguísticas e extralinguísticas características do texto oral.
Marcadores discursivos orais.
Análise de entrevistas, anúncios classificados, peças teatrais.
Variação linguística de registro e dialetal.
Produção de entrevistas. Exposição oral (descrição).
Oralização de textos escritos.
Produção de entrevistas, currículo .
Retextualização (revisão/reescritura) de anúncio classificado.
Recursos ortográficos de efeitos de sentido.
Função do substantivo como elemento nuclear do sintagma nominal.
Diferenciação entre o artículo neutro lo e o artículo definido el.
Efeitos de sentido das formas verbais: tener, haber e estar.
Sinais de pontuação e efeitos de sentido.
1 Ano
1 Ano
II
II
LETRAMENTO LITERÁRIO
LETRAMENTO LITERÁRIO
1 Ano
II
LETRAMENTO LITERÁRIO
1 Ano
III
COMPREENÃO ORAL
1 Ano
III
COMPREENÃO ORAL
1 Ano
III
COMPREENÃO ORAL
1 Ano
III
COMPREENSÃO ESCRITA
1 Ano
III
COMPREENSÃO ESCRITA
1 Ano
III
PRODUÇÃO ORAL
1 Ano
III
PRODUÇÃO ORAL
1 Ano
III
PRODUÇÃO ESCRITA
1 Ano
III
PRODUÇÃO ESCRITA
1 Ano
III
PRODUÇÃO ESCRITA
1 Ano
III
ANÁLISE LINGUÍSTICA
1 Ano
III
ANÁLISE LINGUÍSTICA
1 Ano
III
ANÁLISE LINGUÍSTICA
1 Ano
III
ANÁLISE LINGUÍSTICA
1 Ano
III
ANÁLISE LINGUÍSTICA
1 Ano
III
LETRAMENTO LITERÁRIO
escritos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos etc.).
Interagir com textos literários ouvidos e lidos.
Reconhecer características do texto ficcional e do texto poético.
Estabelecer relações contextuais e de intertextualidade entre
textos literários.
Reconhecer as marcas discursivas características do Espanhol em
suas diferentes variedades e registros.
Reconhecer os efeitos de sentido na produzidos pelo uso dos
marcadores discursivos em textos orais.
Reconhecer as marcas discursivas características do Espanhol em
suas diferentes variedades e registros.
Perceber a coerência em uma produção escrita, observando
especialmente os espaços de interação entre os interlocutores, o
propósito comunicativo, as características dos gêneros escritos em
seus diferentes registros.
Perceber marcas discursivas características do Espanhol em suas
diferentes variedades e registros.
Produzir textos orais considerando os elementos da situação
discursiva, tais como, por exemplo, interlocutores, propósito
comunicativo, aspectos afetivos, especificidades do gênero e
suporte.
Oralizar textos escritos utilizando ritmo e entonação, pausas e
intensidade adequadas às situações discursivas.
Produzir textos, considerando os interlocutores, o gênero discursivo
e sua inserção social, o suporte e os propósitos
discursivocomunicativos.
Produzir textos, considerando os interlocutores, o gênero discursivo
e sua inserção social, o suporte e os propósitos
discursivocomunicativos.
Empregar adequadamente recursos de modalização e coesão na
produção de textos em Espanhol, considerando seus propósitos
discursivo-comunicativos.
Reconhecer recursos linguístico-discursivos diversos em textos
escritos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos etc.).
Reconhecer recursos linguístico-discursivos diversos em textos
escritos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos etc.).
Reconhecer recursos linguístico-discursivos diversos em textos
escritos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos etc.).
Reconhecer recursos linguístico-discursivos diversos em textos
escritos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos etc.).
Identificar as variações na forma da organização discursiva entre os
gêneros orais e os gêneros escritos.
Estabelecer relações contextuais e de intertextualidade entre
Leitura e compreensão de peças teatrais.
As funções da linguagem no estudo do texto literário e não literário.
Sinais de pontuação e efeitos de sentido.
Variação linguística de registro e dialetal.
Marcas linguísticas e extralinguísticas características do texto oral.
Marcadores discursivos.
Recursos de coesão e coerência textual.
Marcas linguísticas características do texto escrito
Produção de anúncio publicitário, seminário.
Oralização de textos escritos.
Recursos ortográficos de efeitos de sentido.
Sinais de pontuação e efeitos de sentido.
Recursos de coesão e coerência textual
Relações semânticas entre verbos da língua espanhola e verbos da
língua portuguesa para a compreensão textual.
Valor reflexivo e recíproco dos pronombres personales
Recursos ortográficos e efeitos de sentido.
Sinais de pontuação e efeitos de sentido.
Marcas linguísticas características do texto escrito e oral.
As funções da linguagem no estudo do texto literário e não literário.
1 Ano
III
LETRAMENTO LITERÁRIO
1 Ano
IV
COMPREENSÃO ORAL
1 Ano
IV
COMPREENSÃO ORAL
1 Ano
IV
COMPREENSÃO ORAL
1 Ano
IV
COMPREENSÃO ESCRITA
1 Ano
IV
PRODUÇÃO ORAL
1 Ano
IV
PRODUÇÃO ESCRITA
1 Ano
IV
PRODUÇÃO ESCRITA
1 Ano
IV
PRODUÇÃO ESCRITA
1 Ano
IV
ANÁLISE LINGUÍSTICA
1 Ano
IV
ANÁLISE LINGUÍSTICA
1 Ano
IV
ANÁLISE LINGUÍSTICA
1 Ano
IV
ANÁLISE LINGUÍSTICA
1 Ano
IV
LETRAMENTO LITERÁRIO
1 Ano
IV
LETRAMENTO LITERÁRIO
1 Ano
IV
LETRAMENTO LITERÁRIO
1 Ano
IV
LETRAMENTO LITERÁRIO
textos literários.
Reconhecer características do texto ficcional e do texto poético
Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pelo uso de recursos
linguísticos discursivos em textos orais, compreendendo a
determinação sociocultural dos sentidos a partir da consideração
da experiência de mundo do educando.
Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pelo uso de recursos
linguísticos discursivos em textos orais, compreendendo a
determinação sociocultural dos sentidos a partir da consideração
da experiência de mundo do educando
Reconhecer os efeitos de sentido na produzidos pelo uso dos
marcadores discursivos em textos orais.
Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pela mobilização de
recursos linguístico-discursivos diversos (lexicais, morfossintáticos,
de pontuação, gráficos, etc.).
Produzir textos orais considerando os elementos da situação
discursiva, tais como, por exemplo, interlocutores, propósito
comunicativo, aspectos afetivos, especificidades do gênero e
suporte.
Produzir textos, considerando os interlocutores, o gênero discursivo
e sua inserção social, o suporte e os propósitos
discursivocomunicativos.
Empregar recursos linguístico-discursivos diversos (lexicais,
morfossintáticos, de pontuação, gráficos, etc.), reconhecendo os
efeitos de sentido produzidos por sua utilização.
Empregar recursos linguístico-discursivos diversos (lexicais,
morfossintáticos, de pontuação, gráficos, etc.), reconhecendo os
efeitos de sentido produzidos por sua utilização.
Identificar e refletir sobre formas de organização de enunciados em
Espanhol com outras correspondentes em Português.
Reconhecer formas pronominais e verbais em função dos registros
e da variação linguística do espanhol.
Reconhecer recursos linguístico-discursivos diversos em textos
escritos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos etc.).
Identificar as formas de organização discursiva de um determinado
gênero atendendo aos propósitos discursivo-comunicativos.
Reconhecer características do texto ficcional e do texto poético.
Analisar formas de apropriação do texto literário a partir dos
diálogos com outras linguagens como filmes, músicas, artes
plásticas, etc.
Reconhecer diferentes formas de tratar um mesmo tema em textos
literários e outros gêneros discursivos.
Desenvolver o gosto/prazer pela/da leitura e escrita de textos
Efeitos de sentido da escolha lexical (conotação e denotação)
Variação linguística de registro e dialetal.
Marcas linguísticas e extralinguísticas características do texto oral.
Marcadores discursivos.
Recursos de coesão e coerência textual.
Oralização de textos escritos.
Produção de bilhetes, resumos, e-mails.
Recursos ortográficos de efeitos de sentido.
Sinais de pontuação e efeitos de sentido.
Relações semânticas entre verbos da língua espanhola e verbos da
língua portuguesa para a compreensão textual.
Formas e usos dos verbos irregulares no presente do indicativo.
Uso das regras de acentuação.
Marcas linguísticas características do texto escrito e oral.
As funções da linguagem no estudo do texto literário e não literário.
Efeitos de sentido da escolha lexical (conotação e denotação).
Sinais de pontuação e efeitos de sentido
Recursos ortográficos e efeitos de sentido.
literários a partir da interação em sala de aula considerando a
diversidade de ações e leituras entre as várias manifestações
literárias.
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM COMPLEMENTARES DE LÍNGUA ESPANHOLA
2º ANO
Série
Bimestre
Eixo/ Campo
2 Ano
I
COMPREENSÃO
ORAL
2 Ano
I
2 Ano
I
2 Ano
I
PRODUÇÃO ORAL
2 Ano
I
PRODUÇÃO
ESCRITA
2 Ano
I
PRODUÇÃO
ESCRITA
2 Ano
I
PRODUÇÃO
ESCRITA
2 Ano
I
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
2 Ano
I
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
2 Ano
I
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
2 Ano
I
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
2 Ano
I
ANÁLISE
COMPREENSÃO
ORAL
COMPREENSÃO
ORAL
Língua Espanhola
Expectativa de Aprendizagem
Compreender enunciados orais, considerando as especificidades
socioculturais da interação, propósito comunicativo, as características do
gênero.
Reconhecer os efeitos de sentido na produzidos pelo uso dos
marcadores discursivos em textos orais
Observar a coerência numa produção oral, considerando a situação
discursiva
Empregar recursos linguísticos discursivos diversos, reconhecendo os
efeitos de sentido produzidos por sua utilização em interações orais.
Empregar recursos linguístico-discursivos diversos (lexicais,
morfossintáticos, de pontuação, gráficos, etc.), reconhecendo os efeitos
de sentido produzidos por sua utilização.
Empregar recursos linguístico-discursivos diversos (lexicais,
morfossintáticos, de pontuação, gráficos, etc.), reconhecendo os efeitos
de sentido produzidos por sua utilização.
Empregar adequadamente recursos de modalização e coesão na
produção de textos em Espanhol, considerando seus propósitos
discursivo-comunicativos
dentificar marcas linguístico-discursivas de temporalidade e
aspectualidade (formas verbais, marcadores temporais, etc.) do
Espanhol em suas diferentes variedades e registros.
dentificar marcas linguístico-discursivas de temporalidade e
aspectualidade (formas verbais, marcadores temporais, etc.) do
Espanhol em suas diferentes variedades e registros.
dentificar marcas linguístico-discursivas de temporalidade e
aspectualidade (formas verbais, marcadores temporais, etc.) do
Espanhol em suas diferentes variedades e registros.
dentificar marcas linguístico-discursivas de temporalidade e
aspectualidade (formas verbais, marcadores temporais, etc.) do
Espanhol em suas diferentes variedades e registros.
Reconhecer recursos linguístico-discursivos diversos em textos escritos
Conteúdos
Escuta de notícias jornalísticas, biografias, músicas.
Marcadores discursivos.
Recursos de coesão e coerência verbal.
Oralização de textos escritos
Recursos ortográficos de efeitos de sentido.
Sinais de pontuação e efeitos de sentido
Marcadores discursivos.
A função dos verbos nos gêneros discursivos.
Uso dos pretéritos indefinido e perfecto compuesto nas situações
comunicativas cotidianas.
Uso do particípio na conjugação do pretérito perfecto compuesto
Recursos linguísticos para marcar tempo e espaço.
Uso dos pronombres relativos como dêiticos textuais.
LINGUÍSTICA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
2 Ano
I
2 Ano
I
2 Ano
I
2 Ano
I
2 Ano
I
2 Ano
I
2 Ano
II
COMPREENSÃO
ORAL
2 Ano
II
COMPREENSÃO
ORAL
2 Ano
II
2 Ano
II
2 Ano
II
2 Ano
II
COMPREENSÃO
ESCRITA
2 Ano
II
PRODUÇÃO ORAL
2 Ano
II
PRODUÇÃO
ESCRITA
2 Ano
II
PRODUÇÃO
ESCRITA
2 Ano
II
PRODUÇÃO
ESCRITA
2 Ano
II
PRODUÇÃO
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
LETRAMENTO
LITERÁRIO
LETRAMENTO
LITERÁRIO
LETRAMENTO
LITERÁRIO
COMPREENSÃO
ORAL
COMPREENSÃO
ORAL
COMPREENSÃO
ESCRITA
(lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos etc.).
Reconhecer recursos linguístico-discursivos diversos em textos escritos
(lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos etc.).
Reconhecer recursos linguístico-discursivos diversos em textos escritos
(lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos etc.).
Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos escritos e orais,
compreendendo a determinação sociocultural dos sentidos produzidos,
a partir da consideração da experiência de mundo do educando.
Recursos ortográficos e efeitos de sentido.
Sinais de pontuação e efeitos de sentido.
Marcas linguísticas características do texto escrito e oral
Conhecer e valorizar obras representativas da literatura em espanhol.
Leitura e compreensão de lendas.
Analisar formas de apropriação do texto literário a partir dos diálogos
com outras linguagens como filmes, músicas, artes plásticas, etc.
Estabelecer relações contextuais e de intertextualidade entre textos
literários.
Compreender enunciados orais, considerando as especificidades
socioculturais da interação, propósito comunicativo, as características do
gênero.
Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pelo uso de recursos
linguísticos discursivos em textos orais, compreendendo a determinação
sociocultural dos sentidos a partir da consideração da experiência de
mundo do educando.
Reconhecer os efeitos de sentido na produzidos pelo uso dos
marcadores discursivos em textos orais.
Observar a coerência numa produção oral, considerando a situação
discursiva
Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos escritos,
considerando os aspectos interculturais neles inscritos.
Perceber a coerência em uma produção escrita, observando
especialmente os espaços de interação entre os interlocutores, o
propósito comunicativo, as características dos gêneros escritos em seus
diferentes registros.
Proporcionar situações discursivas que fomentem práticas orais,
favorecendo a expressão de pontos de vista e o protagonismo do aluno
Produzir textos em decorrência de atividades de Compreensão Oral,
Produção Oral e Compreensão Escrita, avaliando os conhecimentos
mobilizados.
Empregar recursos linguístico-discursivos diversos (lexicais,
morfossintáticos, de pontuação, gráficos, etc.), reconhecendo os efeitos
de sentido produzidos por sua utilização.
Empregar adequadamente recursos de modalização e coesão na
produção de textos em Espanhol, considerando seus propósitos
discursivo-comunicativos.
Inserir-se em práticas de escrita que mobilizem saberes já construídos,
As funções da linguagem no estudo do texto literário e não
literário.
Efeitos de sentido da escolha lexical (conotação e denotação).
Escuta de relatos, programa de rádio, notícias, contos, músicas.
Variação linguística de registro e dialetal.
Marcadores discursivos.
Recursos de coesão e coerência verbal.
Marcas linguísticas características do texto escrito.
Recursos de coesão e coerência textual.
Oralização de textos escritos.
Recursos ortográficos de efeitos de sentido.
Sinais de pontuação e efeitos de sentido.
Marcadores discursivos.
Recursos linguísticos para marcar tempo e espaço
ESCRITA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
2 Ano
II
2 Ano
II
2 Ano
II
2 Ano
II
2 Ano
II
2 Ano
II
2 Ano
II
2 Ano
II
2 Ano
II
2 Ano
III
COMPREENSÃO
ORAL
2 Ano
III
COMPREENSÃO
ORAL
2 Ano
III
2 Ano
III
2 Ano
III
COMPREENSÃO
ESCRITA
2 Ano
III
COMPREENSÃO
ESCRITA
2 Ano
III
COMPREENSÃO
ESCRITA
2 Ano
III
COMPREENSÃO
ESCRITA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
LETRAMENTO
LITERÁRIO
LETRAMENTO
LITERÁRIO
COMPREENSÃO
ORAL
COMPREENSÃO
ORAL
propiciando o contato intercultural com as produções em Espanhol.
Reconhecer recursos linguístico-discursivos diversos em textos escritos
(lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos etc.).
Reconhecer formas pronominais e verbais em função dos registros e da
variação linguística do espanhol.
Reconhecer recursos linguístico-discursivos diversos em textos escritos
(lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos etc.).
Identificar e refletir sobre formas de organização de enunciados em
Espanhol com outras correspondentes em Português.
Identificar marcas linguístico-discursivas de temporalidade e
aspectualidade (formas verbais, marcadores temporais, etc.) do
Espanhol em suas diferentes variedades e registros.
Reconhecer recursos linguístico-discursivos diversos em textos escritos
(lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos etc.).
Identificar as variações na forma da organização discursiva entre os
gêneros orais e os gêneros escritos.
Estabelecer relações contextuais e de intertextualidade entre textos
literários.
Reconhecer diferentes formas de tratar um mesmo tema em textos
literários e outros gêneros discursivos.
Compreender enunciados orais, considerando as especificidades
socioculturais da interação, propósito comunicativo, as características do
gênero.
Perceber a coerência em uma produção escrita, observando
especialmente os espaços de interação entre os interlocutores, o
propósito comunicativo, as características dos gêneros escritos em seus
diferentes registros.
Reconhecer os efeitos de sentido na produzidos pelo uso dos
marcadores discursivos em textos orais.
Observar a coerência numa produção oral, considerando a situação
discursiva
Compreender enunciados escritos, considerando as especificidades dos
espaços socioculturais e de interação, levando em conta os
interlocutores, o propósito comunicativo, as especificidades do gênero.
Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pela mobilização de
recursos linguístico-discursivos diversos (lexicais, morfossintáticos, de
pontuação, gráficos, etc.).
Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pela mobilização de
recursos linguístico-discursivos diversos (lexicais, morfossintáticos, de
pontuação, gráficos, etc.).
Reconhecer as relações entre diferentes gêneros considerando suas
especificidades: contexto de produção, organização composicional,
gráfica, marcas linguísticas e enunciativas.
A função dos verbos nos gêneros discursivos
Uso do particípio na conjugação do pretérito pluscuamperfecto.
Uso dos pronombres indefinidos como dêiticos textual.
Relação entre as estruturas gramaticais e o significado dos textos.
Recursos linguísticos para marcar tempo e espaço.
Recursos ortográficos e efeitos de sentido
Marcas linguísticas características do texto escrito e oral.
Leitura e compreensão de conto fantástico.
As funções da linguagem no estudo do texto literário e não
literário.
Escuta de previsão do tempo, programa de rádio, músicas.
Variação linguística de registro e dialetal.
Marcadores discursivos.
Recursos de coesão e coerência verbal.
Análise de roteiros, agenda cultural, agenda.
Recursos ortográficos de efeitos de sentido.
Sinais de pontuação e efeitos de sentido.
Marcadores discursivos.
2 Ano
III
PRODUÇÃO ORAL
2 Ano
III
PRODUÇÃO
ESCRITA
2 Ano
III
2 Ano
III
2 Ano
III
2 Ano
III
2 Ano
III
2 Ano
III
2 Ano
III
2 Ano
III
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
2 Ano
III
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
2 Ano
III
2 Ano
III
2 Ano
III
2 Ano
III
2 Ano
PRODUÇÃO
ESCRITA
PRODUÇÃO
ESCRITA
PRODUÇÃO
ESCRITA
PRODUÇÃO
ESCRITA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
LETRAMENTO
LITERÁRIO
LETRAMENTO
LITERÁRIO
2 Ano
IV
COMPREENSÃO
ORAL
2 Ano
IV
COMPREENSÃO
Inserir-se, significativamente, em práticas de oralidade que mobilizem
tanto os saberes já construídos (sobre seu entorno social, sua prática de
linguagem, língua, etc.) quanto aqueles advindos do contato intercultural
com as produções em Espanhol.
Empregar recursos linguístico-discursivos diversos (lexicais,
morfossintáticos, de pontuação, gráficos, etc.), reconhecendo os efeitos
de sentido produzidos por sua utilização.
Revisar o texto, adequando–o na ortografia, na gramática e nos
propósitos discursivo-comunicativos.
Inserir-se em práticas de escrita que mobilizem saberes já construídos,
propiciando o contato intercultural com as produções em Espanhol.
Produzir textos em decorrência de atividades de Compreensão Oral,
Produção Oral e Compreensão Escrita, avaliando os conhecimentos
mobilizados
Inserir-se em práticas de escrita que mobilizem saberes já construídos,
propiciando o contato intercultural com as produções em Espanhol.
Identificar e refletir sobre formas de organização de enunciados em
Espanhol com outras correspondentes em Português.
Identificar e refletir sobre formas de organização de enunciados em
Espanhol com outras correspondentes em Português.
Identificar as formas de organização discursiva em enunciados
afirmativo, interrogativos e negativos.
Identificar marcas linguístico-discursivas de temporalidade e
aspectualidade (formas verbais, marcadores temporais, etc.) do
Espanhol em suas diferentes variedades e registros.
Identificar marcas linguístico-discursivas de temporalidade e
aspectualidade (formas verbais, marcadores temporais, etc.) do
Espanhol em suas diferentes variedades e registros.
Reconhecer recursos linguístico-discursivos diversos em textos escritos
(lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos etc.).
Reconhecer recursos linguístico-discursivos diversos em textos escritos
(lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos etc.).
Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos escritos e orais,
compreendendo a determinação sociocultural dos sentidos produzidos,
a partir da consideração da experiência de mundo do educando
Estabelecer relações contextuais e de intertextualidade entre textos
literários.
Analisar formas de apropriação do texto literário a partir dos diálogos
com outras linguagens como filmes, músicas, artes plásticas, etc.
Compreender enunciados orais, considerando as especificidades
socioculturais da interação, propósito comunicativo, as características do
gênero.
Reconhecer os efeitos de sentido na produzidos pelo uso dos
Oralização de textos escritos.
Retextualização (revisão/reescrita) de roteiro turístico.
Recursos ortográficos de efeitos de sentido.
Sinais de pontuação e efeitos de sentido.
Marcadores discursivos.
Recursos linguísticos para marcar tempo e espaço.
Relações semânticas entre verbos da língua espanhola e verbos da
língua portuguesa para a compreensão textual.
Uso do futuro imperfecto nas si tuações comunicativas cotidianas.
so da er rasis de
t ro “ir a in initivo”.
so da er rasis de ger ndio “estar ger ndio”.
Recursos linguísticos para marcar tempo e espaço.
Recursos ortográficos e efeitos de sentido.
Sinais de pontuação e efeitos de sentido.
Marcas linguísticas características do texto escrito e oral.
As funções da linguagem no estudo do texto literário e não
literário.
Efeitos de sentido da escolha lexical (conotação e denotação)
Escuta de menus, receitas, músicas.
Marcadores discursivos.
ORAL
2 Ano
IV
COMPREENSÃO
ORAL
2 Ano
IV
COMPREENSÃO
ESCRITA
2 Ano
IV
COMPREENSÃO
ESCRITA
2 Ano
IV
COMPREENSÃO
ESCRITA
2 Ano
IV
COMPREENSÃO
ESCRITA
2 Ano
IV
PRODUÇÃO ORAL
2 ANO
IV
PRODUÇÃO
ESCRITA
2 Ano
IV
PRODUÇÃO
ESCRITA
2 Ano
IV
PRODUÇÃO
ESCRITA
2 Ano
IV
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
2 Ano
IV
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
2 Ano
IV
2 Ano
IV
2 Ano
IV
2 Ano
IV
2 Ano
IV
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
LETRAMENTO
LITERÁRIO
LETRAMENTO
LITERÁRIO
marcadores discursivos em textos orais.
Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pelo uso de recursos
linguísticos discursivos em textos orais, compreendendo a determinação
sociocultural dos sentidos a partir da consideração da experiência de
mundo do educando.
Compreender enunciados escritos, considerando as especificidades dos
espaços socioculturais e de interação, levando em conta os
interlocutores, o propósito comunicativo, as especificidades do gênero.
Reconhecer as relações entre diferentes gêneros considerando suas
especificidades: contexto de produção, organização composicional,
gráfica, marcas linguísticas e enunciativas
Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pela mobilização de
recursos linguístico-discursivos diversos (lexicais, morfossintáticos, de
pontuação, gráficos, etc.)
Inferir o sentido de uma palavra ou expressão.
Oralizar textos escritos utilizando ritmo e entonação, pausas e
intensidade adequadas às situações discursivas.
Revisar o texto, adequando–o na ortografia, na gramática e nos
propósitos discursivo-comunicativos.
Empregar recursos linguístico-discursivos diversos (lexicais,
morfossintáticos, de pontuação, gráficos, etc.), reconhecendo os efeitos
de sentido produzidos por sua utilização
Empregar recursos linguístico-discursivos diversos (lexicais,
morfossintáticos, de pontuação, gráficos, etc.), reconhecendo os efeitos
de sentido produzidos por sua utilização.
Identificar marcas linguístico-discursivas de temporalidade e
aspectualidade (formas verbais, marcadores temporais, etc.) do
Espanhol em suas diferentes variedades e registros.
Identificar marcas linguístico-discursivas de temporalidade e
aspectualidade (formas verbais, marcadores temporais, etc.) do
Espanhol em suas diferentes variedades e registros.
Reconhecer formas pronominais e verbais em função dos registros e da
variação linguística do espanhol.
Reconhecer recursos linguístico-discursivos diversos em textos escritos
(lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos etc.).
Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos escritos e orais,
compreendendo a determinação sociocultural dos sentidos produzidos,
a partir da consideração da experiência de mundo do educando.
Reconhecer diferentes formas de tratar um mesmo tema em textos
literários e outros gêneros discursivos.
Reconhecer diferentes formas de tratar um mesmo tema em textos
literários e outros gêneros discursivos
Recursos de coesão e coerência verbal.
Análise de menu, receita, artigo de divulgação científica.
Variação linguística de registro e dialetal.
Recursos ortográficos de efeitos de sentido
Marcadores discursivos
Oralização de textos escritos.
Retextualização (revisão/reescrita) de receita.
Recursos ortográficos de efeitos de sentido.
Sinais de pontuação e efeitos de sentido.
Relações semânticas entre verbos da língua espanhola e verbos da
língua portuguesa para a compreensão textual.
A função dos verbos nos gêneros discursivos.
Uso dos pronombres complementos directo e indirecto como
referência textual.
Relação entre as estruturas gramaticais e o significado dos textos.
Marcas linguísticas características do texto escrito e oral.
As funções da linguagem no estudo do texto literário e não
literário.
Efeitos de sentido da escolha lexical (conotação e denotação).
2 Ano
IV
LETRAMENTO
LITERÁRIO
Recitar poesias respeitando a entonação, acentuação e pausas dentro da
tradição literária de expressão em língua espanhola, considerando seu
Sinais de pontuação e efeitos de sentido.
efeitos estéticos.
2 Ano
IV
LETRAMENTO
LITERÁRIO
Conhecer e valorizar obras representativas da literatura em espanhol.
Recursos ortográficos e efeitos de sentido.
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM COMPLEMENTARES DE LÍNGUA ESPANHOLA
3º ANO
Série
Bimestre
Eixo/ Campo
COMPREENSÃO
ORAL
COMPREENSÃO
ORAL
COMPREENSÃO
ORAL
3 Ano
I
3 Ano
I
3 Ano
I
3 Ano
I
COMPREENSÃO
ORAL
3 Ano
I
COMPREENSÃO
ESCRITA
3 Ano
I
COMPREENSÃO
ESCRITA
3 Ano
I
COMPREENSÃO
ESCRITA
3 Ano
I
PRODUÇÃO ORAL
3 Ano
I
PRODUÇÃO ORAL
3 Ano
I
PRODUÇÃO
ESCRITA
3 Ano
I
PRODUÇÃO
ESCRITA
Língua Espanhola
Expectativa de Aprendizagem
Perceber as diferenças de sentido acarretadas por diferenças fonéticas
entre sons específicos.
Reconhecer os efeitos de sentido na leitura de textos orais, considerando
os aspectos interculturais neles inscritos.
Reconhecer os efeitos de sentido na produzidos pelo uso dos
marcadores discursivos em textos orais.
Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pelo uso de recursos
linguísticos discursivos em textos orais, compreendendo a determinação
sociocultural dos sentidos a partir da consideração da experiência de
mundo do educando.
Compreender enunciados escritos, considerando as especificidades dos
espaços socioculturais e de interação, levando em conta os
interlocutores, o propósito comunicativo, as especificidades do gênero.
Inferir o sentido de uma palavra ou expressão.
Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pelo uso de recursos
linguísticos discursivos em textos escritos, compreendendo a
determinação sociocultural dos sentidos a partir da consideração da
experiência de mundo do educando.
Oralizar textos escritos utilizando ritmo e entonação, pausas e
intensidade adequadas às situações discursivas.
Empregar recursos linguísticos discursivos diversos, reconhecendo os
efeitos de sentido produzidos por sua utilização em interações orais.
Produzir textos em decorrência de atividades de Compreensão Oral,
Produção Oral e Compreensão Escrita, avaliando os conhecimentos
mobilizados.
Empregar recursos linguístico-discursivos diversos (lexicais,
morfossintáticos, de pontuação, gráficos, etc.), reconhecendo os efeitos
de sentido produzidos por sua utilização.
Conteúdos
Escuta de entrevistas, leituras dramatizadas, notícias, músicas.
Variação linguística de registro e dialetal.
Marcadores discursivos.
Recursos de coesão e coerência verbal.
Análise de carta ao leitor, artigo de opinião, notícia jornalística.
Variação linguística de registro e dialetal.
Recursos ortográficos de efeitos de sentido.
Oralização de textos escritos.
Marcadores discursivos orais.
Recursos ortográficos de efeitos de sentido.
Sinais de pontuação e efeitos de sentido.
3 Ano
I
PRODUÇÃO
ESCRITA
3 Ano
I
PRODUÇÃO
ESCRITA
3 Ano
I
3 Ano
I
3 Ano
I
3 Ano
I
3 Ano
I
3 Ano
I
3 Ano
I
3 Ano
I
3 Ano
I
3 Ano
I
3 Ano
I
LETRAMENTO
LITERÁRIO
3 Ano
I
LETRAMENTO
LITERÁRIO
3 Ano
II
COMPREENSÃO
ORAL
3 Ano
II
3 Ano
II
3 Ano
II
3 Ano
II
3 Ano
II
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
LETRAMENTO
LITERÁRIO
LETRAMENTO
LITERÁRIO
COMPREENSÃO
ORAL
COMPREENSÃO
ORAL
COMPREENSÃO
ORAL
COMPREENSÃO
ESCRITA
PRODUÇÃO ORAL
Revisar o texto, adequando–o na ortografia, na gramática e nos
propósitos discursivo-comunicativos.
Empregar adequadamente recursos de modalização e coesão na
produção de textos em Espanhol, considerando seus propósitos
discursivo-comunicativos.
Reconhecer formas pronominais e verbais em função dos registros e da
variação linguística do espanhol.
Reconhecer recursos linguístico-discursivos diversos em textos escritos
(lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos etc.).
Identificar e refletir sobre formas de organização de enunciados em
Espanhol com outras correspondentes em Português.
Observar o funcionamento que rege a participação dos interlocutores de
uma produção oral, respeitando os intervalos de fala.
Reconhecer formas pronominais e verbais em função dos registros e da
variação linguística do espanhol.
Identificar as formas de organização discursiva em enunciados
afirmativo, interrogativos e negativos.
Reconhecer recursos linguístico-discursivos diversos em textos escritos
(lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos etc.).
Identificar e estabelecer relações entre as variações dialectais e os
gêneros discursivos.
Reconhecer a importância da literatura enquanto prática verbal ampla
(da literatura oral à palavra cantada à poesia digital, etc.).
Analisar formas de apropriação do texto literário a partir dos diálogos
com outras linguagens como filmes, músicas, artes plásticas, etc.
Reconhecer e analisar processos de intertextualidade e
interculturalidade entre a produção literária brasileira e aquela do
universo de expressão em língua espanhola.
Trabalhar a compreensão do texto literário a partir da interpretação
intercultural.
Compreender enunciados orais, considerando as especificidades
socioculturais da interação, propósito comunicativo, as características do
gênero
Reconhecer e selecionar o registro linguístico mais adequado para cada
situação.
Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pelo uso dos marcadores
discursivos em textos orais.
Observar a coerência numa produção oral, considerando a situação
discursiva.
Inferir informação implícita em textos verbais e em textos não verbais
que mobilizem outras.
Oralizar textos escritos utilizando ritmo e entonação, pausas e
intensidade adequadas às situações discursivas.
Marcadores discursivos.
Recursos de coesão e coerência textual.
Relações semânticas entre verbos da língua espanhola e verbos da
língua portuguesa para a compreensão textual.
A função dos verbos nos gêneros discursivos.
Uso do infinitivo para expressar instruções.
Uso do condicional nas situações comunicativas.
Função das formas pronominais como dêiticos textuais.
Recursos ortográficos e efeitos de sentido.
Sinais de pontuação e efeitos de sentido.
Marcas linguísticas características do texto escrito e oral.
As funções da linguagem no estudo do texto literário e não
literário.
Efeitos de sentido da escolha lexical (conotação e denotação).
Sinais de pontuação e efeitos de sentido.
Recursos ortográficos e efeitos de sentido.
Escuta de reportagem, notícias, músicas.
Variação linguística de registro e dialetal.
Marcadores discursivos.
Recursos de coesão e coerência verbal.
Marcas linguísticas características do texto escrito.
Oralização de textos escritos.
3 Ano
II
PRODUÇÃO ORAL
3 Ano
II
3 Ano
II
3 Ano
II
PRODUÇÃO
ESCRITA
3 Ano
II
PRODUÇÃO
ESCRITA
3 Ano
II
PRODUÇÃO
ESCRITA
3 Ano
II
3 Ano
II
3 Ano
II
3 Ano
II
3 Ano
II
3 Ano
II
3 Ano
II
3 Ano
II
3 Ano
II
3 Ano
II
3 Ano
II
3 Ano
II
3 Ano
II
3 Ano
III
PRODUÇÃO
ESCRITA
PRODUÇÃO
ESCRITA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
LETRAMENTO
LITERÁRIO
LETRAMENTO
LITERÁRIO
LETRAMENTO
LITERÁRIO
LETRAMENTO
LITERÁRIO
LETRAMENTO
LITERÁRIO
COMPREENSÃO
ORAL
Empregar recursos linguísticos discursivos diversos, reconhecendo os
efeitos de sentido produzidos por sua utilização em interações orais.
Revisar o texto, adequando–o na ortografia, na gramática e nos
propósitos discursivo-comunicativos.
Registrar informações e reproduzir por escrito a partir da compreensão
textual.
Registrar no processo de interpretação de um texto informações
relevantes, podendo sistematizá-las por meio de novas produções
textuais.
Inserir-se em práticas de escrita que mobilizem saberes já construídos,
propiciando o contato intercultural com as produções em Espanhol.
Empregar adequadamente recursos de modalização e coesão na
produção de textos em Espanhol, considerando seus propósitos
discursivo-comunicativos
Identificar e refletir sobre formas de organização de enunciados em
Espanhol com outras correspondentes em Português.
Identificar as formas de organização discursiva em enunciados
afirmativo, interrogativos e negativos
Marcadores discursivos.
Retextualizar (revisão/reescrita) de notícias.
Recursos ortográficos de efeitos de sentido.
Sinais de pontuação e efeitos de sentido.
Marcadores discursivos.
Recursos de coesão e coerência textual.
Relações semânticas entre verbos da língua espanhola e verbos da
língua portuguesa para a compreensão textual.
A função dos verbos nos gêneros discursivos.
Identificar o uso significativo de elementos da linguagem não verbal.
Uso das formas impessoais nas situações comunicativas.
Reconhecer formas pronominais e verbais em função dos registros e da
variação linguística do espanhol
Função das formas pronominais como dêiticos textuais.
Identificar o uso significativo de elementos da linguagem não verbal.
Relação entre as estruturas gramaticais e o significado dos textos.
Reconhecer recursos linguístico-discursivos diversos em textos escritos
(lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos etc.).
Reconhecer recursos linguístico-discursivos diversos em textos escritos
(lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos etc.).
Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos escritos e orais,
compreendendo a determinação sociocultural dos sentidos produzidos,
a partir da consideração da experiência de mundo do educando.
Recursos ortográficos e efeitos de sentido.
Sinais de pontuação e efeitos de sentido.
Marcas linguísticas características do texto escrito e oral
Interagir com textos literários ouvidos e lidos.
Leitura e compreensão de novela.
Reconhecer a importância da literatura enquanto prática verbal ampla
(da literatura oral à palavra cantada à poesia digital, etc.).
Analisar formas de apropriação do texto literário a partir dos diálogos
com outras linguagens como filmes, músicas, artes plásticas, etc.
Relacionar diferentes textos literários com problemáticas
contemporâneas.
Estabelecer relações contextuais e de intertextualidade entre textos
literários.
Compreender enunciados orais, considerando as especificidades
socioculturais da interação, propósito comunicativo, as características do
As funções da linguagem no estudo do texto literário e não
literário.
Efeitos de sentido da escolha lexical (conotação e denotação).
Sinais de pontuação e efeitos de sentido.
Recursos ortográficos e efeitos de sentido
Escuta de entrevistas, debates, músicas.
COMPREENSÃO
ORAL
COMPREENSÃO
ORAL
COMPREENSÃO
ORAL
3 Ano
III
3 Ano
III
3 Ano
III
3 Ano
III
3 Ano
III
3 Ano
III
3 Ano
III
3 Ano
III
PRODUÇÃO ORAL
3 Ano
III
PRODUÇÃO ORAL
3 Ano
III
PRODUÇÃO
ESCRITA
3 Ano
III
PRODUÇÃO
ESCRITA
3 Ano
III
PRODUÇÃO
ESCRITA
3 Ano
III
PRODUÇÃO
ESCRITA
3 Ano
III
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
3 Ano
III
3 Ano
III
3 Ano
III
COMPREENSÃO
ESCRITA
COMPREENSÃO
ESCRITA
COMPREENSÃO
ESCRITA
COMPREENSÃO
ESCRITA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
gênero.
Observar a coerência numa produção oral, considerando a situação
discursiva.
Reconhecer os efeitos de sentido na produzidos pelo uso dos
marcadores discursivos em textos orais.
econhecer as características do registro empregados na interlocução
Reconhecer no processo de interpretação de um texto informações
relevantes. Inferir informação implícita em textos verbais e em textos
não verbais que mobilizem outras.
Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos escritos,
considerando os aspectos interculturais neles inscritos.
Variação linguística de registro e dialetal.
Marcadores discursivos.
Recursos de coesão e coerência verbal.
Análise de relato de experiência, notícia jornalística, fórum na
internet.
Variação linguística de registro e dialetal.
Inferir o sentido de uma palavra ou expressão
Recursos ortográficos de efeitos de sentido.
Inferir o sentido de uma palavra ou expressão.
Marcadores discursivos.
Oralizar textos escritos utilizando ritmo e entonação, pausas e
intensidade adequadas às situações discursivas.
Inserir-se, significativamente, em práticas de oralidade que mobilizem
tanto os saberes já construídos (sobre seu entorno social, sua prática de
linguagem, língua, etc.) quanto aqueles advindos do contato intercultural
com as produções em Espanhol.
Empregar de modo coerente recursos específicos de cada gênero e
registro, considerando as especificidades do Espanhol em suas variantes
e no contexto sociocultural em que se insere.
Empregar recursos linguístico-discursivos diversos (lexicais,
morfossintáticos, de pontuação, gráficos, etc.), reconhecendo os efeitos
de sentido produzidos por sua utilização.
Empregar adequadamente recursos de modalização e coesão na
produção de textos em Espanhol, considerando seus propósitos
discursivo-comunicativos.
Registrar no processo de interpretação de um texto informações
relevantes, podendo sistematizá-las por meio de novas produções
textuais.
Identificar marcas linguístico-discursivas de temporalidade e
aspectualidade (formas verbais, marcadores temporais, etc.) do
Espanhol em suas diferentes variedades e registros.
Reconhecer formas pronominais e verbais em função dos registros e da
variação linguística do espanhol.
Observar o funcionamento que rege a participação dos interlocutores de
uma produção oral, respeitando os intervalos de fala.
Reconhecer recursos de modalização e coesão próprios do Espanhol.
Oralização de textos escritos.
Marcadores discursivos orais.
Recursos ortográficos de efeitos de sentido.
Sinais de pontuação e efeitos de sentido,
Marcadores discursivos.
Recursos de coesão e coerência textual.
Relações semânticas entre verbos da língua espanhola e verbos da
língua portuguesa para a compreensão textual
A função dos verbos nos gêneros discursivos.
Uso do pretérito do subjuntivo nas situações comunicativas
cotidianas.
Função das formas pronominais como dêiticos textuais.
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
3 Ano
III
3 Ano
III
3 Ano
III
3 Ano
III
3 Ano
III
3 Ano
III
3 Ano
III
3 Ano
III
3 Ano
III
3 Ano
IV
3 Ano
IV
3 Ano
IV
3 Ano
IV
3 Ano
IV
3 Ano
IV
PRODUÇÃO ORAL
3 Ano
IV
PRODUÇÃO ORAL
3 Ano
IV
PRODUÇÃO
ESCRITA
3 Ano
IV
PRODUÇÃO
ESCRITA
3 Ano
IV
PRODUÇÃO
ESCRITA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
LETRAMENTO
LITERÁRIO
LETRAMENTO
LITERÁRIO
LETRAMENTO
LITERÁRIO
LETRAMENTO
LITERÁRIO
LETRAMENTO
LITERÁRIO
LETRAMENTO
LITERÁRIO
COMPREENSÃO
ORAL
COMPREENSÃO
ORAL
COMPREENSÃO
ORAL
COMPREENSÃO
ESCRITA
COMPREENSÃO
ESCRITA
Identificar e refletir sobre formas de organização de enunciados em
Espanhol com outras correspondentes em Português.
Reconhecer recursos linguístico-discursivos diversos em textos escritos
(lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos etc.).
Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos escritos e orais,
compreendendo a determinação sociocultural dos sentidos produzidos,
a partir da consideração da experiência de mundo do educando.
Recursos ortográficos e efeitos de sentido.
Sinais de pontuação e efeitos de sentido.
Marcas linguísticas características do texto escrito e oral.
Conhecer e valorizar obras representativas da literatura em espanhol.
Leitura e compreensão de novela fantástica.
Relacionar diferentes textos literários com problemáticas
contemporâneas.
Trabalhar a compreensão do texto literário a partir da interpretação
intercultural.
Analisar formas de apropriação do texto literário a partir dos diálogos
com outras linguagens como filmes, músicas, artes plásticas, etc.
Reconhecer diferentes formas de tratar um mesmo tema em textos
literários e outros gêneros discursivos.
Trabalhar a compreensão do texto literário a partir da interpretação
intercultural.
Perceber as diferenças de sentido acarretadas por diferenças fonéticas
entre sons específicos.
Reconhecer e selecionar o registro linguístico mais adequado para cada
situação
Observar a coerência numa produção oral, considerando a situação
discursiva.
As funções da linguagem no estudo do texto literário e não
literário.
Inferir o sentido de uma palavra ou expressão.
Variação linguística de registro e dialetal.
Reconhecer no processo de interpretação de um texto informações
relevantes.
Oralizar textos escritos utilizando ritmo e entonação, pausas e
intensidade adequadas às situações discursivas.
Empregar recursos linguísticos como os de modalização, trocas de turno,
registro e cortesia na produção de textos orais em Espanhol
considerando seus propósitos discursivo-comunicativos e o contato
intercultural.
Produzir textos em decorrência de atividades de Compreensão Oral,
Produção Oral e Compreensão Escrita, avaliando os conhecimentos
mobilizados.
Empregar recursos linguístico-discursivos diversos (lexicais,
morfossintáticos, de pontuação, gráficos, etc.), reconhecendo os efeitos
de sentido produzidos por sua utilização.
Empregar adequadamente recursos de modalização e coesão na
produção de textos em Espanhol, considerando seus propósitos
Efeitos de sentido da escolha lexical (conotação e denotação).
Sinais de pontuação e efeitos de sentido.
Sinais de pontuação e efeitos de sentido.
Recursos ortográficos e efeitos de sentido.
Escuta de telenovelas, debates, entrevistas, músicas.
Variação linguística de registro e dialetal.
Recursos de coesão e coerência verbal.
Recursos ortográficos de efeitos de sentido.
Oralização de textos escritos.
Marcadores discursivos orais.
Recursos ortográficos de efeitos de sentido.
Sinais de pontuação e efeitos de sentido.
Marcadores discursivos
PRODUÇÃO
ESCRITA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
3 Ano
IV
3 Ano
IV
3 Ano
IV
3 Ano
IV
3 Ano
IV
3 Ano
IV
3 Ano
IV
3 Ano
IV
3 Ano
IV
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
3 Ano
IV
LETRAMENTO
LITERÁRIO
3 Ano
IV
3 Ano
IV
3 Ano
IV
LETRAMENTO
LITERÁRIO
LETRAMENTO
LITERÁRIO
LETRAMENTO
LITERÁRIO
discursivo-comunicativos.
Registrar informações e reproduzir por escrito a partir da compreensão
textual.
Reconhecer formas pronominais e verbais em função dos registros e da
variação linguística do espanhol.
Identificar o uso significativo produzido pela conjugação da linguagem
escrita e outras linguagens como cinema, música, etc.
Identificar as formas de organização discursiva em enunciados
afirmativo, interrogativos e negativos.
Recursos de coesão e coerência textual.
A função dos verbos nos gêneros discursivos.
Uso de verbos de cambio nas situações comunicativas cotidianas.
Uso de discurso directo e indirecto.
Reconhecer recursos de modalização e coesão próprios do Espanhol.
Função das formas pronominais como dêiticos textuais.
Identificar e refletir sobre formas de organização de enunciados em
Espanhol com outras correspondentes em Português.
Relação entre as estruturas gramaticais e o significado dos textos.
Identificar o uso significativo de elementos da linguagem não verbal.
Recursos ortográficos e efeitos de sentido.
Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos orais e escritos
a partir da análise dos marcadores discursivos.
Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos escritos e orais,
compreendendo a determinação sociocultural dos sentidos produzidos,
a partir da consideração da experiência de mundo do educando
Apreciar a particularidade da sonoridade de rimas, aliterações e outros
recursos linguísticos em textos poéticos da tradição de expressão em
língua espanhola.
Reconhecer características do texto ficcional e do texto poético.
Relacionar diferentes textos literários com problemáticas
contemporâneas.
Trabalhar a compreensão do texto literário a partir da interpretação
intercultural.
Aprofundamento e reflexão dos tópicos anteriores estudados.
Marcas linguísticas características do texto escrito e oral.
Leitura e compreensão de poema.
As funções da linguagem no estudo do texto literário e não
literário.
Sinais de pontuação e efeitos de sentido.
Recursos ortográficos e efeitos de sentido.
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PRIORITÁRIAS
E COMPLEMENTARES DE
EDUCAÇÃO FÍSICA
PARA OS ESTUDANTES DO ENSINO MÉDIO
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PRIORITÁRIAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA
1º ANO
Série
Bimestre
Eixo/ Campo
1 Ano
I
Ginástica
1 Ano
I
Ginástica
1º ano
II
Dança
1 Ano
II
Dança
1 Ano
II
Dança
1º ano
II
Luta
EDUCAÇÃO FÍSICA
Expectativa de Aprendizagem
EA15 - Aprofundar as bases (apoios; eixos: longitudinal, transversal e
sagital) e fundamentos nas diferentes modalidades
ginásticas (Ginástica Artística, Rítmica, Acrobática, Aeróbica, dentre
outras).
EA8 - Aprofundar os conhecimentos da ginástica, produzindo conceitos e
participando da organização de festivais de cultura corporal.
EA11 - Produzir sequências ginásticas com ou sem materiais (móveis,
fixos e elásticos), que envolvam as ações gímnicas
trabalhadas, socializadas à comunidade escolar.
EA27 - Aprofundar as ações gímnicas nas práticas corporais do jogo, da
luta, do esporte e da dança, contextualizando-as e
explicitando sentidos e significados.
EA17 - Aprofundar as motivações, origens, saberes e práticas sobre as
danças das regiões brasileiras, analisando as semelhanças e diferenças
existentes entre elas.
EA12 - Aprofundar as danças populares e folguedos, entre outras
experiências rítmicas dos ciclos festivos de Pernambuco.
EA8 - Aprofundar suas experiências rítmicas em relação ao espaço,
tempo, mudança de direções, níveis, compasso, fluência e de planos.
EA25 - Aprofundar a relação entre saúde, lazer, trabalho, nos diferentes
tipos de dança.
EA33 - Aprofundar nos festivais, mostras e eventos culturais, os diversos
tipos de dança.
EA29 - Aprofundar valores e atitudes expressos nos diferentes tipos de
dança.
EA25 - Aprofundar a relação entre saúde, lazer, trabalho, nos diferentes
tipos de dança.
EA4 - Aprofundar as suas experiências e seu entendimento sobre o que é
luta.
EA22 - Aprofundar a história de diferentes modalidades de lutas,
percebendo as semelhanças e diferenças entre elas.
EA18 - Aprofundar o conhecimento acerca de diferentes expressões de
lutas advindas de distintas influências étnicas, especialmente as da
cultura do povo brasileiro.
Conteúdos
Bases e fundamentos da Ginástica
Artística, Rítmica, Acrobática,
Aeróbica, dentre outras)
A Ginástica e as práticas corporais do jogo, da luta, do esporte e
da dança
Semelhanças e diferenças entre danças de salão nacionais (como
Forró, Forró Estilizado, Salsa, Samba de Gafieira) quanto a:Passos,
personagens, vestimentas, locais de realização, variações rítmicas,
motivações, origem histórica e evolução das danças, partindo da
realidade cultural da região*
Compreensão e diferenciação
do que (o corpo), onde (espaço)
e como (fluência) se dança
as manifestações coreográficas
estudadas
Oficinas sobre danças de salão, de eventos culturais
que contemplem diversos tipos de dança estudadas
Luta enquanto conhecimento da Cultura Corporal historicamente
acumulada*
1 Ano
II
Luta
1 Ano
III
Jogo
1 Ano
III
Jogo
1 Ano
IV
Esporte
1 Ano
IV
Esporte
1 Ano
IV
Esporte
EA33 - Ampliar técnicas e táticas fundamentais de diferentes
modalidades de lutas.
EA23 - Aprofundar os conhecimentos das modalidades das lutas,
produzindo conceitos e participando da organização de festivais.
EA28 - Aprofundar sequências simples de movimentos de ataque,
controle e defesa.
EA36 - Ampliar regras fundamentais de diferentes modalidades de lutas.
EA5 - Aprofundar o conhecimento sobre o que é jogo (popular, esportivo
e de salão) a partir da prática dos mesmos.
EA13 - Aprofundar os conceitos de a vitória e derrota como parte
integrante dos Jogos (populares, de salão e esportivos).
EA21 - Aprofundar o conhecimento dos jogos (populares, de salão e
esportivos) relacionando-os e entendendo a sua
importância para o Lazer, Educação, Saúde, Trabalho e na exploração de
espaços de existentes na comunidade.
EA9 - Aprofundar o conhecimento sobre as modificações corporais das
funções vitais que ocorrem durante as experiências
práticas com os jogos (populares de salão e esportivos).
EA4 - Aprofundar as suas experiências e seu entendimento sobre o que é
esporte, conceituando as diferentes modalidades esportivas e
identificando as regularidades científicas do referido fenômeno,
relacionando-o à sociedade atual.
EA23 - Analisar e sintetizar a história dos jogos olímpicos modernos e dos
jogos olímpicos da antiguidade clássica, relacionando-os o fenômeno aos
dias atuais.
EA19 - Aprofundar a historicidade do fenômeno esporte e de suas
modalidades.
EA9 - Aprofundar atividades esportivas possíveis de serem realizadas em
equipamentos/espaços de lazer e culturais existentes
na comunidade.
EA20 - Refletir sobre os valores (re)produzidos no esporte: morais,
éticos, estereótipos, preconceitos e discriminações
relacionados à prática do esporte na sociedade.
EA22 - Confrontar o esporte com os demais conteúdos da cultura
corporal produzindo conceitos, reorganizando as atividades
1 Ano
IV
Esporte
esportivas, sendo capazes de alterar suas regras e seus materiais,
adequando-os as possibilidades de práticas da realidade local.
EA26 - Pesquisar e compreender o esporte adaptado, o esporte radical, o
1 Ano
IV
Esporte
esporte de aventura, conhecendo suas características
e particularidades.
* Expectativas de aprendizagem que foram ou serão trabalhadas em videoaulas no Educa PE.
Regras, táticas e técnicas de diferentes modalidades de
lutas
Jogos populares, de salão e esportivo, na perspectiva de
revelar suas contribuições para a qualidade da saúde,
do lazer e do trabalho
O corpo e as práticas de jogos
(populares, de salão e esportivos)
Historicidade das diversas modalidades esportivas coletivas a
partir de pesquisas e vivências corporais, elaborando
textos quanto à origem e evolução dessas modalidades
apresentando-os
Vivências do esporte Voleibol em diferentes espaços
(escola, campos comunitários, praia, praças), compreendendo
suas regularidades
Técnicas e táticas do esporte
Voleibol relacionando-as com as possibilidades individuais
ecoletivas e refletindo acerca dos elementos éticos que
envolvem o julgamento de valores durante a arbitragem
Sentido e significado das regras esportivas do Voleibol a
partir da realidade daqueles que praticam
Esporte Voleibol adaptados
(volei sentado)
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PRIORITÁRIAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA
2º ANO
Série
Bimestre
Eixo/ Campo
2 Ano
I
GINÁSTICA
2 Ano
I
GINÁSTICA
EDUCAÇÃO FÍSICA
Expectativa de Aprendizagem
EA19 - Aprofundar a ginástica estabelecendo nexos e relações com a
Educação para e pelo Lazer, Educação e Saúde, Educação e Trabalho,
incluindo a exploração de espaços culturais existentes na comunidade.
EA8 - Aprofundar os conhecimentos da ginástica, produzindo conceitos e
participando da organização de festivais de cultura corporal. EA11 Produzir sequências ginásticas com ou sem materiais (móveis, fixos e
elásticos), que envolvam as ações gímnicas trabalhadas, socializadas à
comunidade escolar. EA15 - Aprofundar as bases (apoios; eixos:
longitudinal, transversal e sagital) e fundamentos nas diferentes
modalidades ginásticas (Ginástica Artística, Rítmica, Acrobática,
Aeróbica, dentre outras). EA4 - Aprofundar suas experiências e seu
entendimento sobre o que é ginástica, relacionando-a às bases, aos
fundamentos
gímnicos e às modalidades, identificando regularidades.
EA29 - Identificar, sistematizar, ampliar e aprofundar práticas
alternativas de ginásticas: Holística, Yoga, Pilates, Musculação,
Ginástica Laboral, dentre outras.
2 Ano
I
GINÁSTICA
2 Ano
II
DANÇA
EA12 - Aprofundar as danças populares e folguedos, entre outras
experiências rítmicas dos ciclos festivos de Pernambuco.
2 Ano
II
DANÇA
EA21 - Aprofundar sequências coreográficas, a partir dos diversos tipos
de dança. EA33 - Aprofundar nos festivais, mostras e eventos culturais,
os diversos tipos de dança.
2º ano
II
Dança
EA8 - Aprofundar suas experiências rítmicas em relação ao espaço,
tempo, mudança de direções, níveis, compasso, fluência e de planos.
2 Ano
II
DANÇA
EA29 - Aprofundar valores e atitudes expressos nos diferentes tipos de
dança.
Luta
EA18 - Aprofundar o conhecimento acerca de diferentes expressões de
lutas advindas de distintas influências étnicas, especialmente as da
cultura do povo brasileiro.
EA22 - Aprofundar a história de diferentes modalidades de lutas,
percebendo as semelhanças e diferenças entre elas.
2º ano
II
Conteúdos
Conceitos, valores, hábitos, atitudes que constituem a ginástica
particularizando a Ginástica Localizada confrontando a resistência
orgânica geral com a resistência muscular localizada.
Regularidades subjacentes as modalidades: Artística, Rítmica,
Acrobática, Aeróbica, Localizada.
Práticas alternativas de ginásticas:
Holística, Yoga, Pilates,
Musculação, Ginástica
Laboral, dentre outras
Compreensão e diferenciação
do que (o corpo), onde (espaço) e como (fluência) se dança as
manifestações
coreográficas estudadas
Sequências coreográficas, em grupos, a partir das danças
estudadas, para apreciação
da comunidade escolar
Semelhanças e diferenças entre danças de salão internacionais
(como Tango, Bolero, entre outras) quanto a: Passos,
personagens, vestimentas, locais de realização, variações rítmicas,
motivações, origem histórica e evolução das danças*
Concepções das danças populares,
teatrais, de massa e eruditas, socializando os
relatos das construções
Regularidades subjacentes às modalidades capoeira, judô, karatê*
2 Ano
II
LUTA
2 Ano
III
JOGO
2 Ano
III
JOGO
2 Ano
III
JOGO
2 Ano
IV
ESPORTE
2 Ano
IV
ESPORTE
EA33 - Ampliar técnicas e táticas fundamentais de diferentes
modalidades de lutas.
EA36 - Ampliar regras fundamentais de diferentes modalidades de lutas.
EA28 - Aprofundar sequências simples de movimentos de ataque,
controle e defesa
EA23 - Aprofundar os conhecimentos das modalidades das lutas,
produzindo conceitos e participando da organização de festivais.
EA29 - Refletir sobre a interação entre homens e mulheres nas lutas,
identificando e respeitando as diferenças em termos da constituição
corporal.
EA30 - Refletir sobre o sentido e a prática das lutas e suas relações com
as violências.
EA38 - Compreender as relações entre a prática das lutas e os benefícios
e malefícios para a saúde, inclusive procedimentos de socorros de
urgência.
EA39 - Conhecer e refletir sobre as artes marciais e as lutas por
liberdade.
A Luta de forma contextualizada, reorganizando o conteúdo e
apresentando uma
nova síntese para comunidade escolar.
Conceitos, valores, hábitos,
atitudes que constituem a
prática dos jogos esportivos
durante as aulas e em outros
espaços e tempos da prática
corporal
EA5 - Aprofundar o conhecimento sobre o que é jogo (popular, esportivo Novos jogos esportivos, respeitando
e de salão) a partir da prática dos mesmos. EA29 - Aprofundar os Jogos
as particularidades e as generalizações, quando
(populares, de salão e esportivos) nos Festivais de Cultura Corporal.
na criação de novas regras e estratégias durante as aulas.
EA21 - Aprofundar o conhecimento dos jogos (populares, de salão e
esportivos) relacionando-os e entendendo a sua importância para o
Lazer, Educação, Saúde, Trabalho e na exploração de espaços de
existentes na comunidade.
A transversalidade do Jogo
EA13 - Aprofundar os conceitos de a vitória e derrota como parte
(lazer, educação, saúde e
integrante dos Jogos (populares, de salão e esportivos). EA9 - Aprofundar trabalho)
o conhecimento sobre as modificações corporais das funções vitais que
ocorrem durante as experiências práticas com os jogos (populares de
salão e esportivos).
EA20 - Refletir sobre os valores (re)produzidos no esporte: morais,
Modalidades esportivas individuais,
éticos, estereótipos, preconceitos e discriminações relacionados à
analisando de forma
prática do esporte na sociedade. EA24 - Analisar criticamente a presença critica a influência da mídia/
das diversas violências no esporte refletindo sobre as relações entre
marketing e as consequências
esporte e mídia. EA25 - Analisar criticamente as relações entre esporte e do Dopping e da violência
saúde, compreendendo os malefícios e os problemas envolvidos na
na sua relação com a
utilização de drogas/doping.
sociedade.
EA20 - Refletir sobre os valores (re)produzidos no esporte: morais,
Conceitos, valores, hábitos,
EA17 - Aprofundar a pesquisa sobre a historicidade dos jogos (populares,
de salão e esportivos), como reflexão dos aspectos socioculturais. EA25 Aprofundar textos escritos, visando a compreensão dos Jogos
(populares, de salão e esportivos) de forma organizada e
contextualizada.
éticos, estereótipos, preconceitos e discriminações relacionados à
prática do esporte na sociedade.
EA24 - Analisar criticamente a presença das diversas violências no
esporte refletindo sobre as relações entre esporte e mídia.
EA15 - Relacionar a prática das atividades esportivas a outros saberes
escolares (biológicos, fisiológicos, filosóficos, linguísticos e outros).
EA10 - Discutir/refletir sobre as diferenças e desigualdades entre
homens e mulheres a partir das práticas esportivas coeducativas. EA14 Aprofundar as referências sobre as atividades esportivas que
desenvolvem as capacidades físicas/condicionantes (flexibilidade, força,
resistência, agilidade, velocidade) e coordenativas (equilíbrio,
lateralidade, ritmo, coordenação), bem como, a compreensão dos
principais benefícios do alongamento, do aquecimento e do
relaxamento, vivenciando-os nas referidas práticas.
EA9 - Aprofundar atividades esportivas possíveis de serem realizadas em
equipamentos/espaços de lazer e culturais existentes na comunidade.
EA22 - Confrontar o esporte com os demais conteúdos da cultura
2 Ano
IV
ESPORTE
corporal produzindo conceitos, reorganizando as atividades esportivas,
sendo capazes de alterar suas regras e seus materiais, adequando-os as
possibilidades de práticas da realidade local.
EA26 - Pesquisar e compreender o esporte adaptado, o esporte radical, o
2 Ano
IV
ESPORTE
esporte de aventura, conhecendo suas características e particularidades.
*Expectativas de aprendizagem que foram ou serão trabalhadas em videoaulas no Educa PE.
atitudes saudáveis que constituem
os esportes nas aulas
de Educação Física Escolar
e, em outros espaços e
tempos da prática corporal
Regularidades subjacentes
as modalidades esportivas
individuais
Esportes individuais adaptados,
radicais e de aventura
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PRIORITÁRIAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA
3º ANO
Série
Bimestre
Eixo/ Campo
3 Ano
I
Ginástica
3 Ano
I
Ginástica
EDUCAÇÃO FÍSICA
Expectativa de Aprendizagem
EA19 - Aprofundar a ginástica estabelecendo nexos e relações com a
Educação para e pelo Lazer, Educação e Saúde, Educação e Trabalho,
incluindo a exploração de espaços culturais existentes na comunidade.
EA28 - Identificar, sistematizar, ampliar e aprofundar a história da
ginástica, vivenciando lições dos principais métodos europeus e
americano, estabelecendo nexos e relações com a sociedade atual.
EA27 - Aprofundar as ações gímnicas nas práticas corporais do jogo, da
luta, do esporte e da dança, contextualizando-as e explicitando sentidos
e significados.
EA24 - Aprofundar a ginástica nas suas origens e evolução histórica
estabelecendo relações com a sociedade atual.
Conteúdos
Sistema anátomo-funcional, orientadas nos exercícios corporais
do tipo ginástico,
na Ginástica Calistênica, Aeróbica e Localizada e nas exercitações
gímnicas da população pernambucana
A Ginástica de forma contextualizada
3 Ano
I
Ginástica
3 Ano
II
Ginástica
3º ano
II
Dança
3 Ano
II
Dança
3 Ano
II
Dança
3 Ano
II
Dança
3 Ano
II
Lutas
3 Ano
II
Lutas
EA29 - Identificar, sistematizar, ampliar e aprofundar práticas
alternativas de ginásticas: Holística, Yoga, Pilates, Musculação,
Ginástica Laboral, dentre outras.
EA4 - Aprofundar suas experiências e seu entendimento sobre o que é
ginástica, relacionando-a às bases, aos fundamentos gímnicos e às
modalidades, identificando regularidades
EA15 - Aprofundar as bases (apoios; eixos: longitudinal, transversal e
sagital) e fundamentos nas diferentes modalidades ginásticas (Ginástica
Artística, Rítmica, Acrobática, Aeróbica, dentre outras).
EA11 - Produzir sequências ginásticas com ou sem materiais (móveis,
fixos e elásticos), que envolvam as ações gímnicas trabalhadas,
socializadas à comunidade escolar.
EA25 - Aprofundar a relação entre saúde, lazer, trabalho, nos diferentes
tipos de dança
EA8 - Aprofundar suas experiências rítmicas em relação ao espaço,
tempo, mudança de direções, níveis, compasso, fluência e de planos.
EA17 - Aprofundar as motivações, origens, saberes e práticas sobre as
danças das regiões brasileiras, analisando as semelhanças e diferenças
existentes entre elas.
EA21 - Aprofundar sequências coreográficas, a partir dos diversos tipos
de dança.
EA29 - Aprofundar valores e atitudes expressos nos diferentes tipos de
dança.
EA25 - Aprofundar a relação entre saúde, lazer, trabalho, nos diferentes
tipos de dança.
EA4 - Aprofundar suas experiências rítmicas e seu entendimento sobre o
que é dança.
EA17 - Aprofundar as motivações, origens, saberes e práticas sobre as
danças das regiões brasileiras, analisando as semelhanças e diferenças
existentes entre elas.
EA29 - Aprofundar valores e atitudes expressos nos diferentes tipos de
dança.
EA4 - Aprofundar as suas experiências e seu entendimento sobre o que é
luta.
EA18 - Aprofundar o conhecimento acerca de diferentes expressões de
lutas advindas de distintas influências étnicas, especialmente as da
cultura do povo brasileiro.
EA39 - Conhecer e refletir sobre as artes marciais e as lutas por
liberdade.
Práticas alternativas de ginásticas: Holística, Yoga, Pilates,
Musculação,
Ginástica Laboral, dentre outras, que ampliem as referências
acerca das
possibilidades e fins educativos, terapêuticos, preventivos,
curativos, de
lazer e laborais da Educação
Bases, fundamentos e regularidades subjacentes as modalidades:
Artística, Rítmica,
Acrobática, Aeróbica, Localizada
Sentidos de saúde, de lazer, de trabalho e competitivo a partir da
formação básica na Disciplina Educação Física Escolar*
Diferenciação dos elementos
coreográficos (cenários, vestes) dentro das danças populares, de
salão e eruditas
Diversos tipos de dança o movimento de libertação dos
sujeitos aculturados e expressão em suas subjetividades
Diversos tipos de dança decodificando o que representa sua
expressão corporal
As lutas e suas formas de exercitação
Luta visando a sua compreensão e explicação
contextualizada em diferentes espaços sociais
3º ano
II
Luta
3 Ano
II
Lutas
3 Ano
III
Jogo
3 Ano
III
Jogo
3 Ano
IV
Esporte
3 Ano
IV
Esporte
EA22 - Aprofundar a história de diferentes modalidades de lutas,
percebendo as semelhanças e diferenças entre elas.
EA30 - Refletir sobre o sentido e a prática das lutas e suas relações com
as violências.
EA14 - Aprofundar o conhecimento das práticas de lutas, reconhecendo
a mobilização das capacidades físicas: flexibilidade, força, resistência,
coordenação, agilidade.
EA38 - Compreender as relações entre a prática das lutas e os benefícios
e malefícios para a saúde, inclusive procedimentos de socorros de
urgência.
EA7 - Ampliar diferentes possibilidades de ação na luta: ataque –
empurrar, agarrar, puxar, desequilibrar o outro; defesa – equilibrar-se,
esquivar-se, livrar-se do outro; e controle – imobilizar, segurar, prender,
gingar, visando dominar ou ludibriar o outro.
EA37 - Aprofundar regras fundamentais de diferentes modalidades de
lutas.
EA33 - Ampliar técnicas e táticas fundamentais de diferentes
modalidades de lutas.
EA21 - Aprofundar o conhecimento dos jogos (populares, de salão e
esportivos) relacionando-os e entendendo a sua importância para o
Lazer, Educação, Saúde, Trabalho e na exploração de espaços de
existentes na comunidade.
EA9 - Aprofundar o conhecimento sobre as modificações corporais das
funções vitais que ocorrem durante as experiências práticas com os
jogos (populares de salão e esportivos).EA21 - Aprofundar o
conhecimento dos jogos (populares, de salão e esportivos) relacionandoos e entendendo a sua importância para o Lazer, Educação, Saúde,
Trabalho e na exploração de espaços de existentes na comunidade.
EA9 - Aprofundar o conhecimento sobre as modificações corporais das
funções vitais que ocorrem durante as experiências práticas com os
jogos (populares de salão e esportivos).
EA17 - Aprofundar as motivações, origens, saberes e práticas sobre as
danças das regiões brasileiras, analisando as semelhanças e diferenças
existentes entre elas.
EA25 - Aprofundar textos escritos, visando a compreensão dos Jogos
(populares, de salão e esportivos) de forma organizada e
contextualizada.
EA26 - Pesquisar e compreender o esporte adaptado, o esporte radical, o
esporte de aventura, conhecendo suas características e
particularidades.
EA25 - Analisar criticamente as relações entre esporte e saúde,
compreendendo os malefícios e os problemas envolvidos na utilização
Tipos de doenças, as quais têm indicação terapêutica nos
exercícios físicos, tendo a luta como uma das possibilidades*
Modalidades de luta
A transversalidade do Jogo (lazer, educação, saúde e trabalho)
Jogos vividos ao longo da escolaridade, resgatando/ reconstruindo
as vivências e
as intervenções sociais, no âmbito da cultura corporal
Esportes coletivos adaptados, radicais e de aventura
Modalidades esportivas coletiva, analisando de forma critica a
influência da mídia/ marketing e as consequências do Dopping e
de drogas/doping.
EA24 - Analisar criticamente a presença das diversas violências no
esporte refletindo sobre as relações entre esporte e mídia.
EA20 - Refletir sobre os valores (re)produzidos no esporte: morais,
éticos, estereótipos, preconceitos e discriminações relacionados à
prática do esporte na sociedade.
EA14 - Aprofundar as referências sobre as atividades esportivas que
desenvolvem as capacidades físicas/condicionantes (flexibilidade, força,
resistência, agilidade, velocidade) e coordenativas (equilíbrio,
3 Ano
IV
Esporte
lateralidade, ritmo, coordenação), bem como, a compreensão dos
principais benefícios do alongamento, do aquecimento e do
relaxamento, vivenciando-os nas referidas práticas.
EA14 - Aprofundar as referências sobre as atividades esportivas que
desenvolvem as capacidades físicas/condicionantes (flexibilidade, força,
resistência, agilidade, velocidade) e coordenativas (equilíbrio,
lateralidade, ritmo, coordenação), bem como, a compreensão dos
principais benefícios do alongamento, do aquecimento e do
3 Ano
IV
Esporte
relaxamento, vivenciando-os nas referidas práticas.
EA10 - Discutir/refletir sobre as diferenças e desigualdades entre
homens e mulheres a partir das práticas esportivas coeducativas.
EA15 - Relacionar a prática das atividades esportivas a outros saberes
escolares (biológicos, fisiológicos, filosóficos, linguísticos e outros).
*Expectativas de aprendizagem que foram ou serão trabalhadas em videoaulas no Educa PE.
da violência na sua relação com a sociedade
Regularidades subjacentes as modalidades esportivas coletivas
Conceitos, valores, hábitos, atitudes saudáveis que constituem os
esportes coletivos nas aulas de Educação Física Escolar e em
outros espaços e tempos da prática corporal
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM COMPLEMENTARES DE EDUCAÇÃO FÍSICA
1º ANO
Série
Bimestre
Eixo/ Campo
1 Ano
I
GINÁSTICA
1 Ano
I
GINÁSTICA
1 Ano
I
GINÁSTICA
EDUCAÇÃO FÍSICA
Expectativa de Aprendizagem
EA4 - Aprofundar suas experiências e seu entendimento sobre o que é
ginástica, relacionando-a às bases, aos fundamentos gímnicos e às
modalidades, identificando regularidades.
EA28 - Identificar, sistematizar, ampliar e aprofundar a história da
ginástica, vivenciando lições dos principais métodos europeus e
americano, estabelecendo nexos e relações com a sociedade atual.
EA19 - Aprofundar a ginástica estabelecendo nexos e relações com a
Educação para e pelo Lazer, Educação e Saúde, Educação e Trabalho,
incluindo a exploração de espaços culturais existentes na comunidade.
EA19 - Aprofundar a ginástica estabelecendo nexos e relações com a
Educação para e pelo Lazer, Educação e Saúde, Educação e Trabalho,
Conteúdos
Ginástica enquanto conhe- cimento da Cultura Corporal
teoricamente acumulada
Ginásticas Aeróbicas (coreo- grafadas com aparelhos), com
aferição da frequência cardíaca no processo de exercitação
gímnica
Conceito e caracterização da atividade aeróbica- equilíbrio entre o
consumo de oxigênio e o gasto energético, obesida- de e os
1 Ano
I
GINÁSTICA
1 Ano
I
GINÁSTICA
1 Ano
I
GINÁSTICA
1 Ano
II
DANÇA
1 Ano
II
DANÇA
1 Ano
II
DANÇA
1 Ano
II
DANÇA
1 Ano
II
LUTA
1 Ano
II
LUTA
1 Ano
II
LUTA
1 Ano
II
LUTA
incluindo a exploração de espaços culturais existentes na comunidade.
EA4 - Aprofundar suas experiências e seu entendimento sobre o que é
ginástica, relacionando-a às bases, aos fundamentos gímnicos e às
modalidades, identificando regularidades.
EA19 - Aprofundar a ginástica estabelecendo nexos e relações com a
Educação para e pelo Lazer, Educação e Saúde, Educação e Trabalho,
incluindo a exploração de espaços culturais existentes na comunidade.
EA24 - Aprofundar a ginástica nas suas origens e evolução histórica
estabelecendo relações com a sociedade atual.
EA31 - Ampliar e aprofundar as diversas dimensões da ginástica:
competição, demonstração e relacionada à saúde.
EA29 - Identificar, sistematizar, ampliar e aprofundar práticas
alternativas de ginásticas: Holística, Yoga, Pilates, Musculação, Ginástica
Laboral, dentre outras.
EA17 - Aprofundar as motivações, origens, saberes e práticas sobre as
danças das regiões brasileiras, analisando as semelhanças e diferenças
existentes entre elas.
EA17 - Aprofundar as motivações, origens, saberes e práticas sobre as
danças das regiões brasileiras, analisando as semelhanças e diferenças
existentes entre elas.
EA4 - Aprofundar suas experiências rítmicas e seu entendimento sobre o
que é dança.
EA21 - Aprofundar sequências coreográficas, a partir dos diversos tipos
de dança.
EA33 - Aprofundar nos festivais, mostras e eventos culturais, os diversos
tipos de dança.
EA4 - Aprofundar as suas experiências e seu entendimento sobre o que é
luta.
EA22 - Aprofundar a história de diferentes modalidades de lutas,
percebendo as semelhanças e diferenças entre elas.
EA18 - Aprofundar o conhecimento acerca de diferentes expressões de
lutas advindas de distintas influências étnicas, especialmente as da
cultura do povo brasileiro.
EA38 - Compreender as relações entre a prática das lutas e os benefícios
e malefícios para a saúde, inclusive procedimentos de socorros de
urgência.
EA14 - Aprofundar o conhecimento das práticas de lutas, reconhecendo
a mobilização das capacidades físicas: flexibilidade, força, resistência,
coordenação, agilidade.
EA30 - Refletir sobre o sentido e a prática das lutas e suas relações com
as violências.
hábitos alimentares
Ginásticas Localizadas, con- frontando-a com as ativida- des das
Ginásticas Aeróbicas
Ginástica - sentidos de saúde, de lazer, de trabalho compe- titivo e
de formação básica
Práticas alternativas de gi- násticas: Holística, Yoga, Pi- lates,
Musculação, Ginástica Laboral, dentre outras
Origens das Danças de Salão
Semelhanças e diferenças en- tre danças de salão nacionais (como
Forró, Forró Estilizado, Salsa, Samba de Gafieira) quanto a:Passos,
personagens, vestimentas, locais de realiza- ção, variações
rítmicas, moti- vações, origem histórica e evolução das danças,
partindo da realidade cultural da região
Historicidade das danças
Sequências coreográficas, em grupos, a partir das danças
estudadas
Luta enquanto conhecimento da Cultura Corporal historicamente
acumulada
Luta relacionada à saúde, iden- tificando-se perante as zonas de
treinamento corporal
Conceito e caracterização da luta relacionada ao equilíbrio entre o
consumo de oxigênio e o gasto energético, obesidade e hábitos de
vida saudável
As lutas e as abordagens sobre gênero, violência e liberdade
1 Ano
II
LUTA
1 Ano
III
JOGO
1 Ano
IV
ESPORTE
1 Ano
IV
ESPORTE
1 Ano
IV
ESPORTE
1 Ano
IV
ESPORTE
EA29 - Refletir sobre a interação entre homens e mulheres nas lutas,
identificando e respeitando as diferenças em termos da constituição
corporal.
EA39 - Conhecer e refletir sobre as artes marciais e as lutas por
liberdade.
EA41 - Aprofundar o conhecimento das práticas de lutas reconhecendo a
mobilização das capacidades físicas: flexibilidade, força, resistência,
coordenação, agilidade.
EA25 - Aprofundar textos escritos, visando a compreensão dos Jogos
(populares, de salão e esportivos) de forma organizada e
contextualizada.
EA29 - Aprofundar os Jogos (populares, de salão e esportivos) nos
Festivais de Cultura Corporal.
EA17 - Aprofundar a pesquisa sobre a historicidade dos jogos (populares,
de salão e esportivos), como reflexão dos aspectos socioculturais.
EA9 - Aprofundar atividades esportivas possíveis de serem realizadas em
equipamentos/espaços de lazer e culturais existentes na comunidade.
EA5 - Contribuir na organização e/ou participar (de forma prática, escrita
e/ou verbalizada) de festivais de cultura corporal, enfatizando a
comparação entre os aspectos competitivos e lúdicos, compreendendo
tanto os elementos externos, visíveis das representações com os
internos formando conceitos referentes ao esporte.
EA30 - Aprofundar as diferenças e semelhanças existentes entre: esporte
educação, esporte recreativo e esporte de alto rendimento.
EA14 - Aprofundar as referências sobre as atividades esportivas que
desenvolvem as capacidades físicas/condicionantes (flexibilidade, força,
resistência, agilidade, velocidade) e coordenativas (equilíbrio,
lateralidade, ritmo, coordenação), bem como, a compreensão dos
principais benefícios do alongamento, do aquecimento e do
relaxamento, vivenciando-os nas referidas práticas.
EA15 - Relacionar a prática das atividades esportivas a outros saberes
escolares (biológicos, fisiológicos, filosóficos, linguísticos e outros).
EA10 - Discutir/refletir sobre as diferenças e desigualdades entre
homens e mulheres a partir das práticas esportivas coeducativas.
EA22 - Confrontar o esporte com os demais conteúdos da cultura
corporal produzindo conceitos, reorganizando as atividades esportivas,
sendo capazes de alterar suas regras e seus materiais, adequando-os as
possibilidades de práticas da realidade local.
EA9 - Aprofundar atividades esportivas possíveis de serem realizadas em
equipamentos/espaços de lazer e culturais existentes na comunidade.
EA24 - Analisar criticamente a presença das diversas violências no
esporte refletindo sobre as relações entre esporte e mídia.
EA25 - Analisar criticamente as relações entre esporte e saúde,
Capacidades físicas relaciona- das: flexibilidade, força, resistência, coordenação, agilidade
Jogo esportivo, evidencian- do as regularidades subja- centes à
prática e ao bom usufruto do tempo livre
Conhecimento técnico-tático dos esportes, compreenden- do-os
através de recursos áudio- visuais
Relações entre os gêneros masculino e feminino, na prá- tica das
aulas de Educação Física, identificando diferen- ças da constituição
corporal e a interferência na realização das ações corporais, refletindo as possibilidades do conteúdo no tempo de Lazer
Socialização das experiências apreendidas nas práticas esportivas
através da organi- zação e arbitragem de even- tos esportivos na
comunida- de valorizando-o enquanto possibilidade de prática
para o usufruto do tempo livre
O esporte e sua relação com a saúde e com a mídia
compreendendo os malefícios e os problemas envolvidos na utilização
de drogas/doping.
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM COMPLEMENTARES DE EDUCAÇÃO FÍSICA
2º ANO
Série
Bimestre
Eixo/ Campo
2 Ano
I
GINÁSTICA
2 Ano
I
GINÁSTICA
2 Ano
I
GINÁSTICA
2 Ano
I
GINÁSTICA
2 Ano
II
DANÇA
2 Ano
II
DANÇA
2 Ano
II
DANÇA
2 Ano
II
DANÇA
2 Ano
II
DANÇA
2 Ano
II
DANÇA
EDUCAÇÃO FÍSICA
Expectativa de Aprendizagem
EA28 - Identificar, sistematizar, ampliar e aprofundar a história da
ginástica, vivenciando lições dos principais métodos europeus e
americano, estabelecendo nexos e relações com a sociedade atual.
EA24 - Aprofundar a ginástica nas suas origens e evolução histórica
estabelecendo relações com a sociedade atual.
EA31 - Ampliar e aprofundar as diversas dimensões da ginástica:
competição, demonstração e relacionada à saúde.
EA27 - Aprofundar as ações gímnicas nas práticas corporais do jogo, da
luta, do esporte e da dança, contextualizando-as e explicitando sentidos
e significados.
EA4 - Aprofundar suas experiências e seu entendimento sobre o que é
ginástica, relacionando-a às bases, aos fundamentos gímnicos e às
modalidades, identificando regularidades.
EA8 - Aprofundar suas experiências rítmicas em relação ao espaço,
tempo, mudança de direções, níveis, compasso, fluência e de planos.
EA4 - Aprofundar suas experiências rítmicas e seu entendimento sobre o
que é dança.
EA17 - Aprofundar as motivações, origens, saberes e práticas sobre as
danças das regiões brasileiras, analisando as semelhanças e diferenças
existentes entre elas.
EA33 - Aprofundar nos festivais, mostras e eventos culturais, os diversos
tipos de dança.
EA17 - Aprofundar as motivações, origens, saberes e práticas sobre as
danças das regiões brasileiras, analisando as semelhanças e diferenças
existentes entre elas.
EA33 - Aprofundar nos festivais, mostras e eventos culturais, os diversos
tipos de dança.
EA25 - Aprofundar a relação entre saúde, lazer, trabalho, nos diferentes
Conteúdos
Ginástica de forma contextualizada
A dimensões da Ginástica: competição, demonstração e saúde
A Ginástica e as práticas corporais do jogo, da luta, do esporte e
da dança
As Ginásticas e suas regula- ridades quanto às bases e
fundamentos gímnicos
Semelhanças e diferenças entre danças de salão inter- nacionais
(como Tango, Bolero, entre outras) quanto a: Passos,
personagens, ves- timentas, locais de realiza- ção, variações
rítmicas, motivações, origem histórica e evolução das danças
Historicidade das danças, apresentando-os
Oficinas sobre danças de salão, de eventos culturais que
contemplem diversos tipos de dança estudadas, apresentando-as
Tipos de dança populares, tea- trais, de massa e eruditas,
entendendo o significado de cada grupo pesquisado
Socialização de relatos sobre as construções das danças populares
e eruditas e sua historicidade
A Dança e sua configuração nos sentidos de saúde, de lazer, de
tipos de dança.
2 Ano
II
LUTA
2 Ano
II
LUTA
2 Ano
III
JOGO
2 Ano
III
JOGO
2 Ano
2 Ano
III
III
ESPORTE
ESPORTE
EA4 - Aprofundar as suas experiências e seu entendimento sobre o que é
luta.
EA14 - Aprofundar o conhecimento das práticas de lutas, reconhecendo
a mobilização das capacidades físicas: flexibilidade, força, resistência,
coordenação, agilidade.
EA41 - Aprofundar o conhecimento das práticas de lutas reconhecendo a
mobilização das capacidades físicas: flexibilidade, força, resistência,
coordenação, agilidade.
EA18 - Aprofundar o conhecimento acerca de diferentes expressões de
lutas advindas de distintas influências étnicas, especialmente as da
cultura do povo brasileiro.
EA22 - Aprofundar a história de diferentes modalidades de lutas,
percebendo as semelhanças e diferenças entre elas.
EA33 - Ampliar técnicas e táticas fundamentais de diferentes
modalidades de lutas.
EA36 - Ampliar regras fundamentais de diferentes modalidades de lutas.
EA28 - Aprofundar sequências simples de movimentos de ataque,
controle e defesa.
EA29 - Aprofundar os Jogos (populares, de salão e esportivos) nos
Festivais de Cultura Corporal.
EA21 - Aprofundar o conhecimento dos jogos (populares, de salão e
esportivos) relacionando-os e entendendo a sua importância para o
Lazer, Educação, Saúde, Trabalho e na exploração de espaços de
existentes na comunidade.
EA25 - Aprofundar textos escritos, visando a compreensão dos Jogos
(populares, de salão e esportivos) de forma organizada e
contextualizada.
EA5 - Aprofundar o conhecimento sobre o que é jogo (popular, esportivo
e de salão) a partir da prática dos mesmos.
EA14 - Aprofundar as referências sobre as atividades esportivas que
desenvolvem as capacidades físicas/condicionantes (flexibilidade, força,
resistência, agilidade, velocidade) e coordenativas (equilíbrio,
lateralidade, ritmo, coordenação), bem como, a compreensão dos
principais benefícios do alongamento, do aquecimento e do
relaxamento, vivenciando-os nas referidas práticas.
EA9 - Aprofundar atividades esportivas possíveis de serem realizadas em
equipamentos/espaços de lazer e culturais existentes na comunidade.
EA22 - Confrontar o esporte com os demais conteúdos da cultura
corporal produzindo conceitos, reorganizando as atividades esportivas,
sendo capazes de alterar suas regras e seus materiais, adequando-os as
possibilidades de práticas da realidade local.
trabalho e compe- titivo a partir da formação básica na Disciplina
Educação Física Escolar
Conceitos, valores, hábitos e atitudes que constituem a luta nas
aulas de Educação Física escolar e em outros espaços e tipos da
prática corporal, confrontando a resistência or- gânica geral e a
resistência muscular localizado
Regularidades subjacentes às modalidades capoeira, judô, karatê
Jogos de forma contextua- lizada, reorganizando o con- teúdo e
apresentando uma nova síntese, através da ela- boração de
projetos a serem vivenciados na comunidade
Jogos diversos tanto aqueles da origem da cultura local co- mo
aqueles de outras culturas
Tipos de modalidade esportiva individual benéfica para a
prevenção e redução do nível de gordura corporal, bem como
compreender a relação entre aptidão física e condicionamento
físico
Socialização das experiências apreendidas, nas modalida- des
esportivas individuais através da elaboração de pro- jetos a serem
vivenciados na escola e na comunidade, co- laborando no
treinamento das equipes dos ciclos iniciais
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM COMPLEMENTARES DE EDUCAÇÃO FÍSICA
3º ANO
Série
Bimestre
Eixo/ Campo
3 Ano
I
GINÁSTICA
3 Ano
I
GINÁSTICA
3 Ano
II
DANÇA
3 Ano
II
DANÇA
3 Ano
II
DANÇA
3 Ano
II
DANÇA
3 Ano
II
DANÇA
EDUCAÇÃO FÍSICA
Expectativa de Aprendizagem
EA19 - Aprofundar a ginástica estabelecendo nexos e relações com a Educação
para e pelo Lazer, Educação e Saúde, Educação e Trabalho, incluindo a
exploração de espaços culturais existentes na comunidade.
EA31 - Ampliar e aprofundar as diversas dimensões da ginástica: competição,
demonstração e relacionada à saúde
EA8 - Aprofundar suas experiências rítmicas em relação ao espaço, tempo,
mudança de direções, níveis, compasso, fluência e de planos.
EA12 - Aprofundar as danças populares e folguedos, entre outras experiências
rítmicas dos ciclos festivos de Pernambuco.
EA21 - Aprofundar sequências coreográficas, a partir dos diversos tipos de
dança.
EA29 - Aprofundar valores e atitudes expressos nos diferentes tipos de dança.
EA17 - Aprofundar as motivações, origens, saberes e práticas sobre as danças
das regiões brasileiras, analisando as semelhanças e diferenças existentes
entre elas.
EA33 - Aprofundar nos festivais, mostras e eventos culturais, os diversos tipos
de dança.
EA21 - Aprofundar sequências coreográficas, a partir dos diversos tipos de
dança.
EA8 - Aprofundar suas experiências rítmicas em relação ao espaço, tempo,
mudança de direções, níveis, compasso, fluência e de planos.
EA33 - Aprofundar nos festivais, mostras e eventos culturais, os diversos tipos
de dança. EA17 - Aprofundar as motivações, origens, saberes e práticas sobre
as danças das regiões brasileiras, analisando as semelhanças e diferenças
existentes entre elas.
EA29 - Aprofundar valores e atitudes expressos nos diferentes tipos de dança.
3 Ano
II
DANÇA
EA29 - Aprofundar valores e atitudes expressos nos diferentes tipos de dança.
3 Ano
II
DANÇA
3 Ano
II
DANÇA
3 Ano
II
DANÇA
3 Ano
II
LUTA
EA33 - Aprofundar nos festivais, mostras e eventos culturais, os diversos tipos
de dança.
EA33 - Aprofundar nos festivais, mostras e eventos culturais, os diversos tipos
de dança.
EA25 - Aprofundar a relação entre saúde, lazer, trabalho, nos diferentes tipos
de dança.
EA14 - Aprofundar o conhecimento das práticas de lutas, reconhecendo a
mobilização das capacidades físicas: flexibilidade, força, resistência,
coordenação, agilidade.
Conteúdos
Atividades Gímnicas relacionadas às doenças crônicodegenerativas e ao emagrecimento
A dimensões da Ginástica: competição, demonstração e saúde
Formas de danças popula- res, de salão e teatrais, assim como
elementos e ins- trumentos para construção coreográfica em
grupos, no sentido de aprofundamento das vivencias e estudos
Historicidade das danças, apresentando-os
Coreografias, em grupos, a partir das danças estudadas, para
apreciação da comunidade escolar
Oficinas sobre danças de populares, de salão e tea- trais, de
eventos culturais que contemplem diversos tipos de dança
estudadas, apresentando-as
Mídia e as expressões culturais da dança
Sentido e significado das coreografias dos próprios movimentos,
onde expressem sua subjetividade e ritmo
Eventos (mostra e festivais de dança), no contexto vi- venciado e
entre outras instituições, como forma de troca de experiências
Mostra de dança, com coreo- grafias do popular ao erudito
Sentidos de saúde, de lazer, de trabalho e competitivo a partir da
formação básica na Disciplina Educação Física Escolar
Tipos de doenças, as quais têm indicação terapêutica nos
exercícios físicos, tendo a luta como uma das possibilidades
3 Ano
III
JOGO
3 Ano
III
JOGO
3 Ano
IV
ESPORTE
3 Ano
IV
ESPORTE
EA41 - Aprofundar o conhecimento das práticas de lutas reconhecendo a
mobilização das capacidades físicas: flexibilidade, força, resistência,
coordenação, agilidade.
EA38 - Compreender as relações entre a prática das lutas e os benefícios e
malefícios para a saúde, inclusive procedimentos de socorros de urgência.
EA5 - Aprofundar o conhecimento sobre o que é jogo (popular, esportivo e de
salão) a partir da prática dos mesmos.
EA25 - Aprofundar textos escritos, visando a compreensão dos Jogos
(populares, de salão e esportivos) de forma organizada e contextualizada.
EA13 - Aprofundar os conceitos de a vitória e derrota como parte integrante
dos Jogos (populares, de salão e esportivos)
EA29 - Aprofundar os Jogos (populares, de salão e esportivos) nos Festivais de
Cultura Corporal.
EA25 - Analisar criticamente as relações entre esporte e saúde,
compreendendo os malefícios e os problemas envolvidos na utilização de
drogas/doping.
EA22 - Confrontar o esporte com os demais conteúdos da cultura corporal
produzindo conceitos, reorganizando as atividades esportivas, sendo capazes
de alterar suas regras e seus materiais, adequando-os as possibilidades de
práticas da realidade local.
EA9 - Aprofundar atividades esportivas possíveis de serem realizadas em
equipamentos/espaços de lazer e culturais existentes na comunidade.
Mini-textos didáticos sobre os diversos jogos vividos ao longo da
escolaridade, como contribuição teórico - meto- dológica para
subsidiar a discussão coletiva dos alu- nos durante a participação
de seminários interativos
Festivais esportivos, uma vez por ano, envolvendo a participação
de todos
Tipos de drogas mais utilizadas no Esporte e os principais efeitos
colaterais das drogas artificiais no rendimento esportivo
Socialização das experiências apreendidas, nas modali- dades
esportivas coletivas através da elaboração de pro- jetos a serem
vivenciados na escola e na comunidade, co- laborando no
treinamento das equipes dos ciclos iniciais
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PRIORITÁRIAS
E COMPLEMENTARES DE
MATEMÁTICA
PARA OS ESTUDANTES DO ENSINO MÉDIO
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PRIORITÁRIAS DE MATEMÁTICA
1º ANO
MATEMÁTICA
Expectativa de Aprendizagem
Série
Bimestre
Eixo/ Campo
1 ano
I
Geometria
Coordenadas do Plano
1º ano
I
Geometria
1º ano
I
Geometria
1º ano
I
Geometria
Compreender e aplicar o teorema de Tales na resolução de problemas
Utilizar a semelhança de triângulos para estabelecer as relações métricas
no triângulo retângulo e aplicá-las para resolver e elaborar problemas.
Reconhecer as razões trigonométricas (seno, cosseno e tangente) no
triângulo retângulo e utilizá-las para resolver problemas
1 Ano
I
Estatística e
Probabilidade
Etapas da Pesquisa
Realizar uma pesquisa considerando todas as suas etapas
(planejamento, seleção de amostras, elaboração e aplicação de
instrumentos de coleta, organização e representação dos dados,
interpretação, análise crítica e divulgação dos resultados).
1 Ano
I
Estatística e
Probabilidade
Amostras
Selecionar uma amostra adequada para uma determinada pesquisa.
1 Ano
I
Estatística e
Probabilidade
Construção de Gráficos
1 Ano
I
Álgebra e
Funções
Construção e Análise de Gráficos
1 Ano
I
Álgebra e
Funções
Domiínio de Validade de Funções
1 Ano
I
1 Ano
I
1 Ano
I
1 Ano
I
Grandezas e
Medidas
Grandezas e relações entre grandezas
1 Ano
I
Números e
Operações
Conjuntos Numéricos
Álgebra e
Funções
Álgebra e
Funções
Álgebra e
Funções
Inervalos de Crescimento e decrescimento
Conjecturas e generalização de modelos
Proporcionalidade e Função Linear
Conteúdos
Associar pontos representados no plano cartesiano a suas
coordenadas.
Teorema de Tales*
Semelhança de triângulos*
Razões trigonométricas*
Construir tabelas e grácos de diferentes tipos (barras, colunas,
setores e grácos de linha, histograma), preferencialmente utilizando
recursos tecnológicos.
Construir e/ou analisar gráficos associados a uma situação do
mundo natural ou social
Identicar o domínio de validade e situações de continuidade e
descontinuidade (por exemplo: reconhecer que a grandeza tempo
não pode ter domínio negativo ou que, um gráco que relaciona o
valor a pagar em função do número de cópias tiradas numa
copiadora, não pode ser representado por uma linha e sim por
pontos).
Identicar crescimento e decrescimento pela análise de grácos de
situações realísticas.
Reconhecer função como modelo matemático para o estudo das
variações entre grandezas do mundo natural ou social.
Reconhecer a relação entre a proporcionalidade direta e a função
linear.
Compreender a ideia de grandeza, inclusive a noção de grandezas
formadas por relações entre outras grandezas (densidade,
aceleração etc.) e resolver e elaborar problemas envolvendo essas
ideias.
Reconhecer características dos diferentes números, operações e
suas propriedades e a necessidade de ampliação dos conjuntos
numéricos.
*Conjunto – Denição e
representação, Conjunto dos
números naturais e inteiros
1 Ano
I
Números e
Operações
1 Ano
I
Números e
Operações
Número real
1 Ano
I
Números e
Operações
*Conjunto dos números racionais e irracionais
1 Ano
I
Números e
Operações
Representações do número real/ Reta numérica
1º ano
II
Geometria
1º ano
II
Geometria
1º ano
II
1º ano
II
1º ano
II
1º ano
II
1º ano
II
Álgebra e
funções
1º ano
II
Álgebra e
funções
1º ano
II
Grandezas e
medidas
1º ano
II
Números e
operações
1 Ano
II
ALGÉBRA E
FUNÇÕES
Estatístiva e
probabilidade
Estatística e
probabilidade
Álgebra e
funções
Álgebra e
funções
Comprender as leis do seno e do cosseno e aplicá-las para resolver e
elaborar problemas
Dividir segmentos em partes proporcionais, usando esquadros, compasso
e software
Determinar frequências relativas, acumuladas e acumuladas relativas de
dados agrupados.
Calcular e interpretar medidas de tendência central (média, moda e
mediana) para um conjunto de dados numéricos não agrupados.
Reconhecer a representação algébrica e a representação gráca de uma
função afim.
Resolver e elaborar problema envolvendo função am.
Associar duas retas no plano cartesiano à representação de um sistema de
duas equações
de primeiro grau e duas incógnitas.
Relacionar uma sequência numérica com crescimento linear a uma função
de domínio discreto.
Reconhecer as relações de dependência e de independência entre a gura
geométrica (segmentos, linhas, guras planas, sólidos etc.) a grandeza
associada (comprimento, área e volume) e a medida dessa grandeza
(número real).
Compreender os algoritmos formais das operações aritméticas e realizar
cálculos com
esses algoritmos.
Resolver e elaborar problema envolvendo função afim.
Expressar ideias, resolvendo problemas de aplicação a partir dos
conceitos intuitivos de conjuntos. Utilizar adequadamente as noções
básicas de Conjuntos para expressar ideias matemáticas e resolver
problemas de aplicação.
Compreender o conjunto dos números reais como a união entre os
irracionais com os racionais
Construir signicados para os números naturais, inteiros, racionais e
reais. Reconhecer, no contexto social, diferentes signicados e
representações dos números e operações - naturais, inteiros,
racionais ou reais. Resolver situação-problema envolvendo
conhecimentos numéricos. Avaliar a razoabilidade de um resultado
numérico na construção de argumentos sobre armações
quantitativas. Avaliar propostas de intervenção na realidade
utilizando conhecimentos numéricos.
Compreender as diferentes representações de um mesmo número
real (fração, radical, NÚMEROS E not. potência etc.), inclusive
associando-os a pontos na reta numérica.
Lei dos senos e cossenos*
Segmentos proporcionais*
Frequências Absoluta e Relativa*
Medidas de tendência central*
Função Afim e suas Representações*
Problemas com função afim*
Sistemas de duas equações*
Progressão Aritmética*
Perímetro e Área de figuras Planas*
Propriedade das operações aritméticas*
Problemas com função afim
1 Ano
1 Ano
1 Ano
1 Ano
II
III
III
III
1 Ano
III
1 Ano
III
1 Ano
IV
1 Ano
IV
1 Ano
IV
1 Ano
IV
1 Ano
IV
Reconhecer as relações de dependência e de independência entre a figura
geométrica (segmentos, linhas, figuras planas, sólidos etc.) a grandeza
associada (comprimento, área e volume) e a medida dessa grandeza
(número real).
Associar modelos de sólidos a suas planificações.
Reconhecer, classificar e identificar propriedades dos poliedros.
GEOMETRIA
Reconhecer, classificar e identificar propriedades dos corpos redondos
(cilindro, cone, tronco de cone e esfera).
Calcular e interpretar medidas de dispersão (amplitude, desvio médio,
ESTATÍSTICA E
variância e desvio padrão) para um conjunto de dados numéricos não
PROBABILIDADE
agrupados.
Resolver sistema de três equações de primeiro grau e três incógnitas por
escalonamento.
ALGÉBRA E
Reconhecer, na representação gráfica da função do segundo grau,
FUNÇÕES
elementos como zeros, intersecção com o eixo das ordenadas, eixo de
simetria, concavidade e pontos de máximo/mínimo.
Relacionar as transformações sofridas pelo gráfico da função de segundo
grau com modificações nos coeficientes de sua expressão algébrica, (por
GRANDEZAS E
exemplo: utilizando recursos tecnológicos, observar que, ao variar o valor
MEDIDAS
do coeficiente c na representação algébrica y = ax² + bx + c, a parábola
sofre translações).
Mobilizar conceitos e propriedades para estabelecer as fórmulas para
determinação da medida da área e do volume de figuras geométricas e
NÚMEROS E
utilizá-las na resolução e elaboração de problemas.
OPERAÇÕES
Resolver e elaborar problemas envolvendo proporcionalidade entre mais
de duas grandezas, incluindo problemas com escalas e taxa de variação.
Resolver e elaborar problemas envolvendo diagonais de prismas e alturas
GEOMETRIA
de pirâmides
ESTATÍSTICA E Determinar a probabilidade de ocorrência de um evento, explorando
PROBABILIDADE representações diversas.
Reconhecer a representação algébrica e a representação gráfica de uma
função exponencial associando-a ao seu padrão de crescimento.
ALGÉBRA E
Diferenciar o modelo de crescimento/decrescimento da função
FUNÇÕES
exponencial em relação às funções lineares e quadráticas.
Relacionar uma sequência numérica com crescimento exponencial a uma
função de domínio discreto
Calcular a área do círculo, de setores circulares e coroas, relacionando-as
GRANDEZAS E com ângulo central e o comprimento do raio
MEDIDAS
Calcular a medida da área e do perímetro de figuras planas limitadas por
segmentos de reta e/ou arcos de circunferência
Resolver e elaborar problemas envolvendo porcentagem, incluindo as
NÚMEROS E
ideias de juros simples e compostos e a determinação de taxa percentual,
OPERAÇÕES
relacionando representação percentual e decimal (por exemplo, entender
GRANDEZAS E
MEDIDAS
Grandezas Geométricas – relações e medidas
Planificações de sólidos
Poliedro e suas propriedades
Corpos Redondos e suas propriedades
Medidas de dispersão
Sistemas
Propriedades do gráfico da função quadrática
Transformações do gráfico a partir das alterações dos coeficientes
Conceitos e propriedades do cálculo de Área e Volume
Proporcionalidade|Regra de Três, escala e taxa de variação
Teorema de Pitágoras
Probabilidade
Função exponencial e suas representações
Diferenças entre os modelos da função linear, quadrática e
exponencial
Progressão Geométrica| Sequência numérica e o crescimento
exponencial
Cálculo de área do circulo, de setores circulares e coroas
Cálculo de área e perímetro
Juros simples e compostos| Porcentagem
que multiplicar por 1,20 corresponde a um aumento de 20%; multiplicar
por 2,40 equivale a um aumento de 140%; multiplicar por 0,70
corresponde a um desconto de 30% etc.).
Dominar as ideias centrais (definições; termos gerais; propriedades; soma
de termos de uma progressão finita e de uma progressão infinita),
Sequências numéricas Progressão aritmética (juros simples),
relativas à PA e à PG. Identificar semelhanças e diferenças entre PA e PG e
Progressão geométrica (juros compostos)
resolver problemas envolvendo progressões. Relacionar PA a funções afim
e juros simples e PG a funções exponenciais e juros compostos.
*Expectativas de aprendizagem que foram ou serão trabalhadas em videoaulas no Educa PE.
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PRIORITÁRIAS DE MATEMÁTICA
2º ANO
MATEMÁTICA
Expectativa de Aprendizagem
Série
Bimestre
Eixo/ Campo
2 Ano
I
Geometria
Equação da reta
2 Ano
I
Geometria
Coeficientes da equação da reta
2 Ano
I
Geometria
Posição relativa entre duas ou mais retas
2 Ano
I
Estatística e
Probabilidade
Construção de tabelas e gráficos
2 Ano
I
Estatística e
Probabilidade
Resolução de problemas com tabelas e gráficos
2º ano
I
Álgebra e funções
2º ano
I
Álgebra e funções
2º ano
I
Álgebra e funções
2 Ano
I
Algebra e Funções
2 Ano
I
Algebra e Funções
Conteúdos
Associar uma reta representada no plano cartesiano a sua
representação algébrica e vice-versa.
Coeficientes da equação da reta
Associar os coeficientes de retas (paralelas, perpendiculares e
oblíquas) às suas representações geométricas e vice-versa.
Construir tabelas e gráficos de diferentes tipos (barras, colunas,
setores e grácos de linha, histograma), preferencialmente
utilizando recursos tecnológicos.
Resolver e elaborar problema que envolva a interpretação de
tabelas e gráficos de
diferentes tipos.
Reconhecer a relação entre a proporcionalidade direta e a Resolver
Proporcionalidade e Problemas com Função Afim*
problema envolvendo uma ou mais funções afim.
Relacionar uma sequência numérica com crescimento linear a uma
Sequência Numérica*
função de domínio discreto.
Dominar a resolução matricial, de sistemas de equações lineares e de
discussão dos resultados encontrados; Identificar os diversos tipos de
matrizes, associados a diversos conjuntos de informações veiculadas
Matrizes e sistemas lineares*
no dia a dia e efetuar operações entre elas, compreendendo o
significado dos resultados obtidos.
Reconhecer função como modelo matemático para o estudo das
Variações entre grandezas e relação com funções
variações entre grandezas do mundo natural ou social.
Identificar o domínio de validade e situações de continuidade e
Domínio de validades das funções
descontinuidade de funções lineares, quadráticas e exponenciais.
2 Ano
I
Algebra e Funções
Variações entre grandezas e relação com funções
2 Ano
I
Medidas e Grandezas Conceitos e propriedades do cálculo de Área e Volume
2 Ano
I
Números e Operações Propriedades das operações nos diferentes conjuntos
2 Ano
I
Números e Operações Representações do número real|Reta Numérica
2º ano
II
2º ano
II
2º ano
II
2º ano
II
2º ano
II
2º ano
II
2º ano
II
2º ano
II
2º ano
II
2º ano
II
2 ano
II
Mobilizar conceitos e propriedades para estabelecer as fórmulas para
Grandezas e medidas determinação da medida da área e do volume de figuaras geométricas
e utilizá-las na resolução de problemas
Construir vistas de uma gura espacial e, dadas suas vistas, representáGeometria
la em perspectiva.
Realizar uma pesquisa considerando todas as suas etapas
Estatística e
(planejamento, seleção de amostras, elaboração e aplicação de
probabilidade
instrumentos de coleta, organização e representação dos dados,
interpretação, análise crítica e divulgação dos resultados).
Estatística e
Organizar tabelas com dados numéricos agrupados ou não agrupados.
probabilidade
Determinar as raízes de uma equação do segundo grau por fatoração;
Determinar as raízes de uma equação do segundo grau pelo método
Álgebra e funções
de completar quadrados;
Determinar as raízes de uma equação do segundo grau utilizando a
fórmula de Bhaskara.
Resolver e elaborar problemas que possam ser representados por
Álgebra e funções
equações de segundo grau.
Reconhecer, na representação gráca da função do segundo grau,
Álgebra e funções
elementos como zeros, intersecção com o eixo das ordenadas, eixo de
simetria, concavidade e pontos de máximo/mínimo.
Reconhecer a função de segundo grau como um modelo para o
Álgebra e funções
movimento uniformemente variado.
Mobilizar conceitos e propriedades para estabelecer as fórmulas para
Grandezas e medidas determinação da medida da área e do volume de guras geométricas e
utilizá-las na resolução de problemas.
Resolver e elaborar problema de combinatória envolvendo a ideia de
Números e operações arranjo; Resolver e elaborar problema de combinatória envolvendo a
ideia de combinação.
NÚMEROS E
Resolver e elaborar problemas de combinatória envolvendo a ideia de
Reconhecer as transformações sofridas pela reta no plano
cartesiano em função da variação dos coeficientes (por exemplo:
utilizando recursos tecnológicos, observar que, ao variar o valor do
coeficiente b na representação algébrica y = ax + b, a reta sofre
translações).
Mobilizar conceitos e propriedades para estabelecer as fórmulas
para determinação da medida da área e do volume de figuras
geométricas e utilizá-las na resolução de problemas.
Compreender características dos diferentes números, operações e
suas propriedades, bem como sua organização em conjuntos
numéricos.
Compreender as diferentes representações de um mesmo número
real, inclusive associando-os a pontos na reta numérica.
Estudo dos prismas*
Figura Espacial: vista e perspectiva*
Etapas da Pesquisa*
Organização de dados estatísticos
Resolução de equação do 2º grau*
Problemas com equação do 2º grau*
Representações da função do 2 grau*
Relação da Função Quadrática com o Movimento Uniformimente
Variado*
Conceitos e propriedades do cálculo de Área e Volume*
Arranjo e Combinação*
Permutação
OPERAÇÕES
NÚMEROS E
OPERAÇÕES
NÚMEROS E
OPERAÇÕES
2 ano
II
2 ano
II
2 ANO
II
GEOMETRIA
2 ANO
II
GEOMETRIA
2 ANO
II
ALGEBRA E FUNÇÃO
2 Ano
II
ESTATÍSTICA E
PROBABILIDADE
2 Ano
II
2 Ano
III
2 Ano
III
2 Ano
III
2 Ano
II
2 Ano
III
2 Ano
III
2 Ano
III
2 Ano
IV
2 Ano
IV
ESTATÍSTICA E
PROBABILIDADE
ESTATÍSTICA E
PROBABILIDADE
ESTATÍSTICA E
PROBABILIDADE
permutação (estratégias básicas de contagem).
Resolver e elaborar problema de combinatória envolvendo a ideia de
arranjo.
Resolver e elaborar problema de combinatória envolvendo a ideia de
combinação.
Construir vistas de uma figura espacial e, dadas suas vistas,
representá-la em perspectiva.
Reconhecer simetrias (reflexão, translação e rotação) em conjuntos de
figuras, incluindo a composição de transformações.
Reconhecer, na representação gráfica da função do segundo grau,
elementos como zeros, intersecção com o eixo das ordenadas, eixo de
simetria, concavidade e pontos de máximo/mínimo.
Realizar uma pesquisa considerando todas as suas etapas
(planejamento, seleção de amostras, elaboração e aplicação de
instrumentos de coleta, organização e representação dos dados,
interpretação, análise crítica e divulgação dos resultados)
Arranjo
Combinação
Figura Espacial: vista e perspectiva
SIMETRIA
Representações da função do 2 grau
Etapas da Pesquisa
Organizar tabelas com dados numéricos agrupados ou não agrupados
Organização de dados estatísticos
Selecionar uma amostra adequada para uma determinada pesquisa.
AMOSTRA
Determinar frequências relativas, acumuladas e acumuladas relativas
de dados agrupados
Compreender e aplicar o teorema de Tales para resolver e elaborar
problemas
GEOMETRIA
Resolver e elaborar problemas envolvendo a distância entre dois
pontos do plano cartesiano, sem o uso de fórmulas
Resolver e elaborar problemas que possam ser representados por
ALGÉBRA E FUNÇÕES
equações de segundo grau
Reconhecer a representação algébrica e a representação gráfica de
ALGÉBRA E FUNÇÕES
uma função exponencial
Compreender o princípio de Cavalieri e utilizá-lo para estabelecer as
GRANDEZAS E
fórmulas para o cálculo da medida do volume de alguns sólidos
MEDIDAS
geométricos (cilindro, prisma, pirâmide e cone).
Resolver problemas envolvendo porcentagem, incluindo cálculo de
acréscimos e decréscimos, determinação de taxa percentual e
porcentagem de porcentagem
NÚMEROS E
OPERAÇÕES
Resolver e elaborar problemas envolvendo proporcionalidade entre
mais de duas grandezas, incluindo problemas com escalas e taxa de
variação.
Identificar figuras poligonais por meio das coordenadas de seus
GEOMETRIA
vértices.
Determinar a probabilidade de ocorrência de um evento.
ESTATÍSTICA E
PROBABILIDADE
Determinar a probabilidade da união de dois eventos.
FREQUÊNCIAS
Teorema de tales
Distancia entre dois pontos no plano
Problemas com equação do 2º grau
Função Exponencial e suas representações
Princípio de Cavalieri
Porcentagem
Proporcionalidade|Regra de três, escala e taxa de variação
Figuras poligonais e coordenadas de vértices
PROBABILIDADE
PROBABILIDADE DA UNIÃO
Calcular e interpretar medidas de tendência central (média, moda,
mediana e quartil) para um conjunto de dados numéricos agrupados
ou não agrupados.
Relacionar uma sequência numérica com crescimento exponencial a
2 Ano
IV
ALGÉBRA E FUNÇÕES
uma função de domínio discreto.
Mobilizar conceitos e propriedades para estabelecer as fórmulas para
determinação da medida da área e do volume de guras geométricas e
GRANDEZAS E
utilizá-las na resolução de problemas
2 Ano
IV
MEDIDAS
Resolver e elaborar problemas de cálculo da medida do volume de
alguns sólidos geométricos (cilindro, prisma, pirâmide).
Compreender os algoritmos formais das operações aritméticas e
realizar cálculos com esses algoritmos.
NÚMEROS E
2 Ano
IV
OPERAÇÕES
Resolver e elaborar problemas de combinatória envolvendo a ideia de
permutação, combinação e aranjo
*Expectativas de aprendizagem que foram ou serão trabalhadas em videoaulas no Educa PE.
Medidas de tendência central
Sequência numérica e o crescimento exponencial
Conceitos e propriedades do cálculo de Área e Volume
Volume
Algoritmos formais das operações
Permutação Combinação Arranjo
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PRIORITÁRIASDE MATEMÁTICA
3º ANO
MATEMÁTICA
Expectativa de Aprendizagem
Associar uma reta representada no plano cartesiano a sua
Geometria
representação algébrica e vice-versa
Resolver e elaborar problemas envolvendo a distância entre dois
Geometria
pontos do plano cartesiano. / Identificar figuras poligonais por meio
das coordenadas de seus vértices e calcular suas áreas
Resolver e elaborar problemas envolvendo porcentagem, incluindo
Números e operações cálculo e acréscimos e decréscimos, determinação de taxa percentual e
porcentagem de porcentagem
Construir e/ou analisar gráficos associados a uma situação do mundo
ÁLGEBRA E FUNÇÕES
natural ou social.
Série
Bimestre
Eixo/ Campo
3º ano
I
3º ano
I
3º ano
I
3 ANO
I
3 Ano
I
3º ano
II
Geometria
3º ano
II
Geometria
3º ano
II
Estatística e
Grandezas e Medidas Principio de Cavalieri
Associar os coeficientes de retas (paralelas, perpendiculares e
oblíquas) às suas representações geométricas e vice versa
Associar a equação de uma circunferência a sua representação no
plano cartesiano.
Construir tabelas e grácos de diferentes tipos (barras, colunas, setores
Conteúdos
Equação da reta*
Distância entre dois pontos / Área no plano cartesiano*
Porcentagem*
Análise de grácos com base em contextos
Compreender o princípio de Cavalieri e utilizá-lo para estabelecer
as fórmulas para o cálculo da medida do volume de alguns sólidos
geométricos (cilindro, prisma, pirâmide, cone e esfera).
Posição relativa de duas retas*
Equação da circunferência*
Construção de tabelas e gráficos*
probabilidade
3º ano
II
3º ano
II
3º ano
II
3º ano
II
3º ano
II
3º ano
II
3 ANO
II
3 ANO
II
3 ANO
III
3 ANO
III
3 ANO
III
3 ANO
3 ANO
IV
IV
e grácos de linha, histograma), preferencialmente utilizando recursos
tecnológicos.
Estatística e
Resolver e elaborar problema que envolva a interpretação de tabelas e
probabilidade
grácos de diferentes tipos.
Determinar as raízes de uma equação do segundo grau por fatoração,
Álgebra e funções
pelo método de completar quadrados ou utilizando a fórmula de
Bhaskara.
Relacionar a representação algébrica com a representação gráca da
Álgebra e funções
função seno.
Relacionar as transformações sofridas pelo gráco da função seno com
modicações nos coecientes de sua expressão algébrica (por exemplo,
Álgebra e funções
utilizando um software, vericar as alterações no período da função
quando se modica o parâmetro a na expressão y = sen(ax)).
Compreender o princípio de Cavalieri e utilizá-lo para estabelecer as
Grandezas e medidas fórmulas para o cálculo da medida do volume de alguns sólidos
geométricos (cilindro, prisma, pirâmide, cone e esfera).
Resolver e elaborar problemas de combinatória envolvendo a ideia de
Números e operações
permutação (estratégias básicas de contagem).
Dominar a aplicação dos conhecimentos de geometria analítica na
GEOMETRIA
resolução de problemas.
Determinar as raízes de uma equação do segundo grau por fatoração,
ÁLGEBRA E FUNÇÃO pelo método de completar quadrados ou utilizando a fórmula de
Bhaskara.
Realizar uma pesquisa considerando todas as suas etapas
(planejamento, seleção de amostras, elaboração e aplicação de
ESTATÍSTICA E
instrumentos de coleta, organização e representação dos dados,
PROBABILIDADE
interpretação, análise crítica e divulgação dos resultados)
Determinar a probabilidade da união e da intersecção de eventos
GRANDEZAS E
Resolver e elaborar problemas de cálculo da medida do volume de
MEDIDAS
alguns sólidos geométricos (cilindro, prisma, pirâmide, cone e esfera).
Resolver e elaborar problemas de combinatória envolvendo a ideia de
combinação.
NÚMEROS E
OPERAÇÕES
Resolver e elaborar problemas de combinatória envolvendo a ideia de
arranjo.
Resolver e elaborar problemas envolvendo porcentagem, incluindo
cálculo de acréscimos e decréscimos, determinação de taxa percentual,
e porcentagem de porcentagem.
NÚMEROS E
Resolver e elaborar problemas de combinatória envolvendo a ideia de
OPERAÇÕES
permutação (estratégias básicas de contagem).
Resolver e elaborar problemas envolvendo proporcionalidade,
incluindo duas ou mais grandezas direta e/ou inversamente
proporcionais.
ESTATÍSTICA E
Resolver e elaborar problema que envolva a interpretação de tabelas e
Problemas com tabelas e gráficos*
Equação do 2º grau*
Função seno e suas representações*
Transformações do gráfico a partir das alterações do parâmetro*
Princípio de Cavalieri*
Permutação*
Forma reduzida da equação da reta.
Equação do 2º Grau
Probabilidade condicional
Probabilidade da união e da interseção de eventos
Volume
Combinação
Arranjo
Porcentagem
Permutação
Proporcionalidade
Problemas com tabelas e gráficos
PROBABILIDADE
gráficos de diferentes tipos.
Calcular e interpretar medidas de tendência central (média, moda,
mediana e quartil) para um conjunto de dados numéricos agrupados
ou não agrupados.
GRANDEZAS E
Resolver e elaborar problemas de cálculo da medida do volume de
3 ANO
IV
MEDIDAS
alguns sólidos geométricos (cilindro, prisma, pirâmide, cone e esfera).
*Conteúdos e Expectativas de aprendizagem que foram ou serão trabalhadas em videoaulas no Educa PE.
Medidas de tendência central
Volume
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM COMPLEMENTARES DE MATEMÁTICA
1º ANO
Matemática
Série
Bimestre
Eixo/ Campo
Conteúdos
1 ano
I
Geometria
1 Ano
I
Estatística e
Probabilidade
Noções Básicas de Estatística, Variável, Tabelas e
frequencias, Representação Gráfica
1 Ano
I
Grandezas e
Medidas
Porcentagem, regra de três simples e composta
1 Ano
I
1 Ano
II
Números e
Operações
Geometria
1 Ano
II
Geometria
Posições relativas entre duas ou mais retas
1 Ano
II
Algebra e
Funções
Zero, coeciente angular e coeciente linear da
função am
1 Ano
II
Algebra e
Funções
Transformações do gráco a partir das alterações
dos coecientes
1 Ano
II
Algebra e
Funções
Propriedades da Igualdade
Vetores
Expectativa de Aprendizagem
Compreender o conceito de vetor, tanto do ponto de vista geométrico (coleção de
segmentos orientados de mesmo comprimento, direção e sentido) quanto do ponto de vista
algébrico (caracterizado por suas coordenadas).
Interpretar informações de natureza cientíca e social obtidas da leitura de grácos e tabelas,
realizando previsão de tendência, extrapolação, interpolação e interpretação. Utilizar
informações expressas em grácos ou tabelas para fazer inferências. Resolver problema com
dados apresentados em tabelas ou grácos. Analisar informações expressas em grácos ou
tabelas como recurso para a construção de argumentos.
Construir noções de variação de grandezas para a compreensão da realidade e a solução de
problemas do cotidiano. (Correlacionada com a Competência1 da Área - Ca1) Identicar a
relação de dependência entre grandezas. Resolver situação-problema envolvendo a variação
de grandezas, direta ou inversamente proporcionais. Analisar informações envolvendo a
variação de grandezas como recurso para a construção de argumentação. Avaliar propostas
de intervenção na realidade envolvendo variação de grandezas
Notação cientica
Resolver e elaborar problemas envolvendo números em notação cientíca.
Coecientes de equação da reta
Reconhecer o sentido geométrico dos coecientes da equação de uma reta.
Associar os coecientes de retas (paralelas, perpendiculares e oblíquas) às suas
representações geométricas e vice-versa.
Reconhecer o zero, o coeciente linear e o coeciente angular de uma função am no plano
cartesiano.
Reconhecer as transformações sofridas pela reta no plano cartesiano em função da variação
dos coecientes (por exemplo: reconhecer que se o coeciente angular é negativo, a reta é
decrescente ou que quanto maior for o valor absoluto do coeciente angular, maior será a
inclinação da reta).
Compreender as propriedades da invariância das igualdades (multiplicação e divisão por um
mesmo número e adição e subtração de igualdades).
1 Ano
II
1 ano
1 ano
1 ano
III
III
III
Algebra e
Funções
Geometria
Geometria
Geometria
1 ano
III
Geometria
1 ano
III
1 ano
III
1 ano
III
1 ano
III
Geometria
Estatística e
Probabilidade
Álgebra e
Funções
Algebra e
Funções
1 ano
III
Algebra e
Funções
1 ano
III
Números e
Operações
1 ano
III
Números e
Operações
Grandezas Geométricas – relações e medidas
1 ano
IV
Geometria
Ângulos|Poligonos inscritos na circunferência
1 ano
IV
Geometria
*Polígonos, Triângulos e quadriláteros,
Circunferências, Polígonos inscritos e circunscritos
1 ano
IV
Geometria
Simetria
1 ano
IV
1 ano
IV
1 ano
IV
Estatística e
Probabilidade
Algebra e
Funções
Algebra e
Funções
*Equações e inequações do 1º grau
Planicações de sólidos
Figuras espaciais: vista e perspectiva
Poliedro e suas propriedades
Corpos Redondos e suas propriedades
Projeções ortogonais
Problemas com Tabelas e grácos
Problemas com equações do 2º grau
Equação do 2º grau / Inequação do 2º grau
Função quadrática e suas Representações /
Funções racionais e irracionais, Gráco, equações e
inequações
Relação da Função Quadrática com o Movimento
Uniformimente Variado (Física
Probabilidade de união
Funções denidas por mais de uma sentença
Transformações do gráco a partir das alterações
dos coecientes
Identicar representações algébricas que expressem a relação entre grandezas. Resolver
situação-problema cuja modelagem envolva conhecimentos algébricos.
Associar modelos de sólidos a suas planicações.
Construir vistas de uma gura espacial e, dadas suas vistas, representá-la em perspectiva.
Reconhecer, classicar e identicar propriedades dos poliedros
Reconhecer, classicar e identicar propriedades dos corpos redondos (cilindro, cone, tronco
de cone e esfera).
Representar projeções ortogonais sobre um plano.
Resolver e elaborar problema que envolva a interpretação de tabelas e grácos de diferentes
tipos.
Resolver e elaborar problemas que possam ser representados por equações de segundo
grau.
Determinar as raízes de uma equação do segundo grau por fatoração. de uma equação do
segundo grau pelo método de completar quadrados. Determinar as raízes
Reconhecer a representação algébrica e a representação gráca de uma função quadrática,
associando a curva a uma parábola.
Reconhecer a função de segundo grau como um modelo para o movimento uniformemente
variado.
Reconhecer as relações de dependência e de independência entre a gura geométrica
(segmentos, linhas, guras planas, sólidos etc.) a grandeza associada (comprimento, área e
volume) e a medida dessa grandeza (número real).
Determinar a medida de ângulos de polígonos regulares inscritos na circunferência.
Construir noções de grandezas e medidas para a compreensão da realidade e a solução de
problemas do cotidiano. Identicar características de guras planas ou espaciais. Identicar
relações entre grandezas e unidades de medida. Resolver situação-problema que envolva
medidas de grandezas. *
Obter a transformação de uma gura no plano por meio de reexão, translação e rotação e
identicar elementos que permanecem invariantes nessas transformações.
Determinar a probabilidade da união de dois eventos, explorando representações diversas.
Reconhecer a representação algébrica e a representação gráca de uma função exponencial
associando-a ao seu padrão de crescimento.
Relacionar as transformações sofridas pelo gráco da função exponencial com modicações
nos coecientes de sua expressão algébrica (por exemplo, ao considerar a expressão x y= b +
c, é conveniente usar software para vericar os efeitos provocados pela alteração dos
parâmetros b e c)
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM COMPLEMENTARES DE MATEMÁTICA
2º ANO
Matemática
Série
Bimestre
2 Ano
II
2 Ano
II
Eixo/ Campo
Algebra e
Funções
Algebra e
Funções
Algebra e
Funções
2 Ano
II
2 Ano
2 Ano
II
III
2 Ano
III
2 Ano
2 Ano
2 Ano
III
IV
IV
2 Ano
IV
Números e
Operações
Geometria
Conteúdos
Expectativa de Aprendizagem
Associar a região do plano cartesiano à solução de um sistema de duas inequações de
primeiro grau e duas incógnitas
Sistemas
Sistemas
Resolver sistema de três equações de primeiro grau e três incógnitas por escalonamento.
Transformações do gráco a partir das alterações
dos coecientes
Permutação
Leis do seno e cosseno
Geometria
Vetor
Algebra e
Funções
Geometria
Geometria
Diferenças entre os modelos da função linear,
quadrática e exponencial
Posições relativas entre retas e /ou planos
Projeções ortogonais
Algebra e
Funções
Transformações do gráco a partir das alterações
dos coecientes
Relacionar as transformações sofridas pelo gráco da função de segundo grau com
modicações nos coecientes de sua expressão algébrica, (por exemplo: utilizando recursos
tecnológicos, observar que, ao variar o valor do coeciente c na representação algébrica y =
ax² + bx + c, a parábola sofre translações).
Resolver e elaborar problemas de combinatória envolvendo a ideia de permutação
(estratégias básicas de contagem).
Compreender as leis do seno e do cosseno e aplicá-las para resolver e elaborar problemas.
Compreender o conceito de vetor, tanto do ponto de vista geométrico (coleção de
segmentos orientados de mesmo comprimento, direção e sentido) quanto do ponto de vista
algébrico (caracterizado por suas coordenadas).
Diferenciar o modelo de crescimento/decrescimento da função exponencial em relação às
funções lineares e quadráticas.
Representar projeções ortogonais sobre um plano
Identicar guras poligonais por meio das coordenadas de seus vértices.
Relacionar as transformações sofridas pelo gráco da função exponencial com modicações
nos coecientes de sua expressão algébrica (por exemplo, ao considerar a expressão x y= b +
c, é conveniente usar software para vericar os efeitos provocados pela alteração dos
parâmetros b e c).
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM COMPLEMENTARES DE MATEMÁTICA
3º ANO
Matemática
Série
3 Ano
3 Ano
3 Ano
3 Ano
Bimestre
Eixo/ Campo
I
Geometria
I
Geometria
I
Geometria
I
Estatística e
Probabilidade
Conteúdos
Leis do seno e cosseno
Projeções ortogonais
Figuras poligonais e coordenadas de vértices
Etapas de uma pesquisa
Expectativa de Aprendizagem
Compreender as leis do seno e do cosseno e aplicá-las para resolver e elaborar problemas.
Representar projeções ortogonais sobre um plano
Identicar guras poligonais por meio das coordenadas de seus vértices.
Realizar uma pesquisa considerando todas as suas etapas (planejamento, seleção de
amostras, elaboração e aplicação de instrumentos de coleta, organização e representação
dos dados, interpretação, análise crítica e divulgação dos resultados).
3 Ano
I
Algebra e
Funções
Domínio de validades das funções
3 Ano
I
Algebra e
Funções
Transformações do gráco a partir das alterações
dos parâmetros
3 Ano
II
Estatística e
Probabilidade
Tabelas
3 Ano
III
Geometria
3 Ano
IV
Geometria
3 Ano
IV
Algebra e
Funções
Identicar o domínio de validade e situações de continuidade e descontinuidade das
diferentes funções.
Reconhecer as transformações sofridas pelos grácos das funções lineares, quadráticas e
exponenciais em função da variação dos parâmetros, preferencialmente utilizando recursos
tecnológicos.
Organizar tabelas com dados numéricos agrupados ou não agrupados
Compreender o conceito de vetor, tanto do ponto de vista geométrico (coleção de
segmentos orientados de mesmo comprimento, direção e sentido) quanto do ponto de vista
Vetor/ GEOMETRIA ANALÍTICA: SECÇÕES CÔNICAS algébrico (caracterizado por suas coordenadas). Dominar a aplicação dos conhecimentos de
Parábola. Elipse. Hipérbole
geometria analítica na resolução de problemas. Encontrar as equações das cônicas
(parábola, elipse e hipérbole). Resolver sistemas de equações e inequações do segundo grau
a duas variáveis, tanto algébrica quanto gracamente.
Relacionar as operações realizadas com as coordenadas de um vetor (soma e multiplicação
Operações com vetor
por um escalar) com sua representação geométrica.
Relação entre as funções trigonométricas e o
Reconhecer as funções trigonométricas como modelos para o movimento circular
Movimento Circular
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PRIORITÁRIAS
E COMPLEMENTARES DE
BIOLOGIA
PARA OS ESTUDANTES DO ENSINO MÉDIO
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PRIORITÁRIAS DE BIOLOGIA
1º ANO
Série
Bimestre
Eixo/ Campo
INTERAÇÃO ENTRE OS SERES
VIVOS
1 Ano
I
1 Ano
I
INTERAÇÃO ENTRE OS SERES
VIVOS
1 Ano
I
SER HUMANO E SAÚDE
1 Ano
I
IDENTIDADE DOS SERES
VIVOS
1 Ano
I
1 Ano
I
1 Ano
I
1 Ano
I
1 Ano
I
1 Ano
I
TRANSMISSÃO DA VIDA E
MANIPULAÇÃO GÊNICA
1 Ano
I
TRANSMISSÃO DA VIDA E
MANIPULAÇÃO GÊNICA
1 Ano
I
TRANSMISSÃO DA VIDA E
MANIPULAÇÃO GÊNICA
1 Ano
I
1 Ano
I
IDENTIDADE DOS SERES
VIVOS
IDENTIDADE DOS SERES
VIVOS
IDENTIDADE DOS SERES
VIVOS
IDENTIDADE DOS SERES
VIVOS
DIVERSIDADE DA VIDA
ORIGEM E EVOLUÇÃO DA
VIDA
ORIGEM E EVOLUÇÃO DA
Biologia
Expectativa de Aprendizagem
EA2. Distinguir os conceitos de espécie, população, comunidade e
ecossistema, com base em estudos de casos.
EA5. Classificar os seres vivos nas cadeias, teias alimentares e
pirâmides ecológicas, quanto ao nível trófico, hábito alimentar e grau
de consumo, reconhecendo a influência das diferentes espécies para
o equilíbrio do planeta.
EA1. Construir o conceito de saúde, levando em conta os
condicionantes biológicos, como sexo, idade, fatores genéticos, e os
condicionantes sociais, econômicos, ambientais e culturais, como
nível de renda, escolaridade, estilos de vida, estado nutricional,
possibilidades de lazer, qualidade do transporte e condições de
saneamento.
EA2. Reconhecer que todos os seres vivos são constituídos por
células; que as células possuem estrutura tridimensional e realizam
todas as funções de um organismo inteiro.
EA7. Reconhecer os processos de divisão celular, a partir de
representações gráficas.
EA9. Identificar o papel da mitose e da meiose em ciclos reprodutivos
dos seres vivos.
EA10. Reconhecer o processo de formação dos gametas masculino e
feminino.
EA15. Compreender a organização e o funcionamento dos diferentes
tipos de tecidos dos animais e das plantas.
EA2. Diferenciar a reprodução assexuada e sexuada e reconhecer a
reprodução sexuada como fonte de variabilidade genética.
EA3. Reconhecer as concepções pré-mendelianas sobre a
hereditariedade, para compreender as leis de Mendel.
EA4. Identificar e utilizar os códigos usados para representar as
características genéticas para construir, analisar e resolver
problemas.
EA7. Resolver problemas que envolvam a primeira e a segunda leis
de Mendel, grupos sanguíneos, herança ligada ao sexo, herança
influenciada e restrita pelo sexo, genética de populações e outras
heranças.
EA2. Identificar diferentes explicações sobre a origem do Universo,
da Terra e dos seres vivos.
EA3. Conhecer e relacionar os fenômenos referentes ao surgimento
Conteúdos
Integrando a diversidade biológica
Integrando a diversidade biológica
Desenvolvimento humano e qualidade de vida*
Origem e formação dos seres vivos*
Origem e formação dos seres vivos
Origem e formação dos seres vivos
Origem e formação dos seres vivos
Origem e formação dos seres vivos
A origem da Biodiversidade
Os fundamentos do patrimônio genético*
Os fundamentos do patrimônio genético*
Os fundamentos do patrimônio genético*
Hipóteses sobre a origem da vida e a vida primitiva*
Hipóteses sobre a origem da vida e a vida primitiva
VIDA
1 Ano
I
ORIGEM E EVOLUÇÃO DA
VIDA
1 Ano
II
INTERAÇÃO ENTRE OS SERES
VIVOS
1 Ano
II
SER HUMANO E SAÚDE
1 Ano
II
SER HUMANO E SAÚDE
1 Ano
II
SER HUMANO E SAÚDE
1 Ano
II
IDENTIDADE DOS SERES
VIVOS
1 Ano
II
IDENTIDADE DOS SERES
VIVOS
1 Ano
II
IDENTIDADE DOS SERES
VIVOS
1 Ano
II
IDENTIDADE DOS SERES
VIVOS
1 Ano
II
IDENTIDADE DOS SERES
VIVOS
1 Ano
II
IDENTIDADE DOS SERES
VIVOS
1 Ano
II
ORIGEM E EVOLUÇÃO DA
VIDA
1 Ano
II
IDENTIDADE DOS SERES
VIVOS
1 Ano
II
IDENTIDADE DOS SERES
VIVOS
da vida e às condições da vida primitiva.
EA4. Conhecer a história da vida na Terra com base em escala
temporal, indicando os principais eventos, como o surgimento da
vida e o desenvolvimento das plantas, dos animais e do homem.
EA7. Relacionar os ciclos biogeoquímicos (carbono, nitrogênio,
hidrogênio e água), para compreender a sua influência na (re)
ciclagem dos seres vivos no planeta, impedindo o esgotamento dos
elementos disponíveis na Terra. EA8
Ea10. Identificar as taxas de mortalidade infantil das regiões do
Brasil, relacionando-as ao destino do esgoto e do lixo, abastecimento
de água, moradia, acesso a atendimento médico e à educação.
EA16. Desenvolver uma visão crítica acerca do uso de drogas
consideradas lícitas e ilícitas, inclusive a automedicação,
reconhecendo as diversas implicações individuais e sociais na saúde.
EA2. Identificar, nos tipos de alimentação, estilos de vida e
características do ambiente, fatores que colocam em risco a saúde
das pessoas, buscando escolhas que promovam a saúde integral do
cidadão.
EA4. Comparar a organização e o funcionamento dos diferentes tipos
celulares.
EA5. Identificar a função das membranas celulares e os processos de
troca, bem como compreender o papel das diferentes organelas
citoplasmáticas.
EA6. Analisar imagens e representações relacionadas aos diferentes
tipos de transporte através da membrana celular.
EA21. Compreender a função das macromoléculas (carboidratos,
lipídeos proteínas e ácidos nucleicos) na formação das células de
todos os seres vivos.
EA22. Relacionar carboidratos (fonte primária de energia), lipídeos
(reserva energética) e proteínas (molécula estrutural e última fonte
de energia) com a obtenção e o gasto de energia pelos seres vivos.
EA23. Compreender as funções da água e dos sais minerais, para
entender a necessidade de repor esses componentes no uso do soro
caseiro, no tratamento de diarreia e vômito.
EA11. Analisar árvores filogenéticas que representam a evolução
humana, para identificar relações de parentesco entre os
hominídeos.
EA16. Avaliar os diferentes tipos de tecidos, relacionando suas
características ao funcionamento dos órgãos e sistemas.
EA17. Entender os processos básicos da fotossíntese, quimiossíntese,
respiração celular e fermentação, identificando os reagentes e
produtos envolvidos nessas reações e associando-os aos fluxos de
matéria e energia na natureza.
Hipóteses sobre a origem da vida e a vida primitiva
Ciclagem de Matéria e Energia*
A relação sócioeonômica e a saúde da população*
A relação sócioeonômica e a saúde da população*
A relação sócioeonômica e a saúde da população*
Organização biomolecular dos seres vivos*
Organização biomolecular dos seres vivos*
Organização biomolecular dos seres vivos*
Organização biomolecular dos seres vivos*
Organização biomolecular dos seres vivos*
Organização biomolecular dos seres vivos*
Ideias evolucionárias e evolução biológica*
Organização biomolecular dos seres vivos*
Organização biomolecular dos seres vivos*
1 Ano
II
IDENTIDADE DOS SERES
VIVOS
1 Ano
II
IDENTIDADE DOS SERES
VIVOS
1 Ano
II
IDENTIDADE DOS SERES
VIVOS
1 Ano
II
IDENTIDADE DOS SERES
VIVOS
1 Ano
II
ORIGEM E EVOLUÇÃO DA
VIDA
1 Ano
III
SER HUMANO E SAÚDE
1 Ano
III
IDENTIDADE DOS SERES
VIVOS
1 Ano
III
IDENTIDADE DOS SERES
VIVOS
1 Ano
III
DIVERSIDADE DA VIDA
1 Ano
III
DIVERSIDADE DA VIDA
1 Ano
III
DIVERSIDADE DA VIDA
1 Ano
III
DIVERSIDADE DA VIDA
1 Ano
IV
INTERAÇÃO ENTRE OS SERES
VIVOS
1 Ano
IV
INTERAÇÃO ENTRE OS SERES
VIVOS
EA18. Interpretar fatores ambientais que interferem na fotossíntese
e na respiração celular, visando a compreender a relação de
dependência entre os seres vivos e o ambiente.
EA19. Explicar a inter-relação da fotossíntese com a respiração
celular nas células dos organismos fotossintetizantes.
EA20. Identificar e comparar processos de respiração aeróbica e
anaeróbica, para compreender a adaptação dos seres vivos à
disponibilidade de oxigênio no meio.
EA24. Conhecer as diferentes vitaminas e compreender o
funcionamento adequado do metabolismo para manter a saúde.
EA6. Identificar, nas diferentes evidências, as fontes de informações
sobre o passado da vida na Terra, percebendo sua importância para o
entendimento da história da vida e a evolução das espécies.
EA14. Identificar o princípio básico de funcionamento dos métodos
contraceptivos, compreendendo a utilização adequada dos mesmos,
na prevenção de doenças infectocontagiosas e gravidez não
planejada.
EA11. Identificar os diferentes tipos de óvulos e segmentação, para
compreender o processo de fecundação e as fases do
desenvolvimento embrionário (mórula, blástula, gástrula e nêrula)
dos vertebrados, enfatizando o papel das células totipontentes
(células-tronco).
EA25. Identificar a natureza bioquímica do DNA e RNA,
estabelecendo relação com o código genético e a síntese proteica.
EA8. Utilizar os principais critérios de classificação, reconhecer sua
importância e utilizar as regras de nomenclatura e categorias
taxonômicas atuais
EA9. Identificar os grupos (reinos) de seres vivos quanto às
características morfofisiológicas e evolutivas
EA11. Caracterizar os vírus para entender sua composição e a forma
como eles se instalam nos seres vivos, compreendendo sua
dependência das células vivas.
EA12. Caracterizar as Arqueobactérias, Eubactérias e Cianobactérias
quanto à estrutura celular, ao modo de vida, ao habitat e à nutrição,
bem como sua importância econômica, na medicina, na indústria e
no equilíbrio ambiental.
EA10. Identificar e interpretar problemas ambientais, tais como:
intensificação do efeito estufa, destruição da camada de ozônio,
extinção de espécies, mudanças climáticas, poluição ambiental,
construindo argumentos em favor da sustentabilidade
socioambiental.
EA14. Avaliar as condições ambientais, identificando o destino do lixo
e do esgoto, o tratamento dado à água, o modo de ocupação do solo,
Organização biomolecular dos seres vivos*
Organização biomolecular dos seres vivos*
Organização biomolecular dos seres vivos*
Organização biomolecular dos seres vivos*
Organização biomolecular dos seres vivos*
Os prinipais problemas de saúde pública
Composição do Material Genético
Composição do Material Genético
Organização a diversidade dos seres vivos
Organização a diversidade dos seres vivos
Organização a diversidade dos seres vivos
Organização a diversidade dos seres vivos
Questões ambientais e sustentabilidade
Questões ambientais e sustentabilidade
as condições dos rios e córregos e a qualidade do ar, relacionando-as
a instâncias individuais, coletivas e da administração pública.
EA12. Identificar propostas e ações de alcance individual ou coletivo
1 Ano
IV
SER HUMANO E SAÚDE
que visam à preservação e à implementação da saúde individual,
coletiva ou do ambiente.
EA17. Relacionar o conhecimento científico ao desenvolvimento
1 Ano
IV
SER HUMANO E SAÚDE
tecnológico, reconhecendo o impacto da tecnologia na saúde e
expectativa de vida dos seres humanos.
EA26. Compreender a correspondência que existe entre a trinca de
IDENTIDADE DOS SERES
1 Ano
IV
bases do DNA (código genético) e os aminoácidos que compõem as
VIVOS
proteínas dos diferentes tecidos vivos.
EA11. Diagnosticar regiões poluídas, identificando as principais
fontes poluidoras do ar, da água e do solo, para apontar medidas que
INTERAÇÃO ENTRE OS SERES
1 Ano
IV
minimizem a poluição ambiental e identificar as responsabilidades
VIVOS
individual, coletiva e do poder público, promovendo o
desenvolvimento da cidadania.
EA12. Identificar propostas e ações de alcance individual ou coletivo
1 Ano
IV
SER HUMANO E SAÚDE
que visam à preservação e à implementação da saúde individual,
coletiva ou do ambiente.
EA27. Conhecer as principais tecnologias utilizadas para transferir o
IDENTIDADE DOS SERES
DNA entre diferentes organismos como a base da biotecnologia e os
1 Ano
IV
VIVOS
aspectos éticos envolvidos nesses processos, de maneira a construir
argumentações sobre a biotecnologia.
EA19. Fazer um levantamento das espécies ameaçadas de extinção,
1 Ano
IV
DIVERSIDADE DA VIDA
elaborando propostas para preservação e eliminação do tráfico dos
seres vivos para ambientes diversos dos seus.
TRANSMISSÃO DA VIDA E
EA12. Reconhecer a importância do uso da biotecnologia e
1 Ano
IV
MANIPULAÇÃO GÊNICA
posicionar-se criticamente ante sua utilização
EA13. Avaliar a importância dos aspectos econômicos e sociais no
TRANSMISSÃO DA VIDA E
uso da manipulação gênica em alimentação e saúde, discutindo
1 Ano
IV
MANIPULAÇÃO GÊNICA
temas sobre a clonagem, os transgênicos, as patentes biológicas e a
exploração comercial das descobertas das tecnologias de DNA.
*Expectativas de aprendizagem que foram ou serão trabalhadas em videoaulas no Educa PE.
Saúde Ambiental
Saúde Ambiental
Transmissão da vida, ética e manipulação gênica
Questões ambientais e sustentabilidade
Saúde Ambiental
Transmissão da vida, ética e manipulação gênica
A diversidade Ameaçada
Desafios e Perspectivas da Manipulação Gênica
Desafios e Perspectivas da Manipulação Gênica
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PRIORITÁRIAS DE BIOLOGIA
2º ANO
Série
Bimestre
Eixo/ Campo
2 Ano
I
INTERAÇÃO ENTRE OS SERES
VIVOS
2 Ano
I
INTERAÇÃO ENTRE OS SERES
VIVOS
2 Ano
I
INTERAÇÃO ENTRE OS SERES
VIVOS
2 Ano
I
INTERAÇÃO ENTRE OS SERES
VIVOS
2 Ano
I
IDENTIDADE DOS SERES
VIVOS
2 Ano
I
IDENTIDADE DOS SERES
VIVOS
2 Ano
I
IDENTIDADE DOS SERES
VIVOS
2 Ano
I
IDENTIDADE DOS SERES
VIVOS
2 Ano
I
DIVERSIDADE DA VIDA
2 Ano
I
DIVERSIDADE DA VIDA
2 Ano
I
DIVERSIDADE DA VIDA
2 Ano
I
TRASMISSÃO DA VIDA E
MANIPULAÇÃO GÊNICA
2 Ano
II
SER HUMANO E SAÚDE
2 Ano
II
IDENTIDADE DOS SERES
Biologia
Expectativa de Aprendizagem
EA1. Reconhecer e caracterizar os diferentes biomas da Terra, a partir
da análise de diferentes ambientes e da interpretação de mapas e
esquemas, para visar à sua conservação.
EA4. Reconhecer que ocorre transferência de energia e matéria de um
organismo para outro, ao longo de uma cadeia alimentar, e que a
energia é dissipada em forma de calor.
EA5. Classificar os seres vivos nas cadeias, teias alimentares e
pirâmides ecológicas, quanto ao nível trófico, hábito alimentar e grau
de consumo, reconhecendo a influência das diferentes espécies para
o equilíbrio do planeta.
EA3. Interpretar, a partir de leitura de imagens, esquemas e
observação da natureza, as etapas de uma sucessão ecológica, para
compreender que a natureza é dinâmica.
EA10. Reconhecer o processo de formação dos gametas masculino e
feminino.
EA12. Compreender o corpo humano como um todo integrado,
considerando as características morfofisiológicas de seus sistemas e
órgãos.
EA13. Estabelecer relações entre os sistemas do corpo humano, para
compreender suas funções e a interdependência entre eles.
EA14. Compreender as diferenças anatômicas e fisiológicas dos
sistemas genitais masculino e feminino, identificando o papel do
sistema nervoso e endócrino na reprodução.
EA2. Diferenciar a reprodução assexuada e sexuada e reconhecer a
reprodução sexuada como fonte de variabilidade genética.
EA3. Identificar que a diversidade das adaptações propicia a vida em
diferentes ambientes, utilizando situações-problema.
EA17. Construir e analisar árvores filogenéticas, para representar
relações de parentesco entre diversos seres vivos, com o objetivo de
compreender a diversidade, das espécies e a importância de sua
preservação.
EA1. Distinguir características hereditárias, congênitas e adquiridas,
para compreender os princípios básicos da hereditariedade.
EA7. Comparar a incidência de doenças endêmicas na região onde
mora com dados de outras regiões do Brasil e associar essas
informações às condições de vida locais.
EA24. Conhecer as diferentes vitaminas e compreender o
Conteúdos
Integrando a diversidade biológica
Integrando a diversidade biológica
Integrando a diversidade biológica
Integrando a diversidade biológica
Origem e formação dos Seres vivos
Origem e formação dos Seres vivos
Origem e formação dos Seres vivos
Origem e formação dos Seres vivos
A origem da Biodiversidade*
A origem da Biodiversidade
A origem da Biodiversidade
Os fundamentos do patrimônio genético
A relação sócioeconomica e a saúded da população*
Organização biomolecular dos seres vivos
VIVOS
2 Ano
II
INTERAÇÃO ENTRE OS SERES
VIVOS
2 Ano
II
INTERAÇÃO ENTRE OS SERES
VIVOS
2 Ano
II
INTERAÇÃO ENTRE OS SERES
VIVOS
2 Ano
II
DIVERSIDADE DA VIDA
2 Ano
II
DIVERSIDADE DA VIDA
2 Ano
II
DIVERSIDADE DA VIDA
2 Ano
II
DIVERSIDADE DA VIDA
2 Ano
III
SER HUMANO E SAÚDE
2 ANO
III
INTERAÇÃO ENTRE OS SERES
VIVOS
2 ANO
III
INTERAÇÃO ENTRE OS SERES
VIVOS
2 ANO
III
INTERAÇÃO ENTRE OS SERES
VIVOS
2 ANO
III
SER HUMANO E SAÚDE
funcionamento adequado do metabolismo para manter a saúde.
EA6. Analisar as interações estabelecidas entre os diferentes
organismos e desses com o ambiente, relacionando-as com a
estabilidade do ecossistema, com vistas à necessidade de sua
preservação/conservação.
EA7. Relacionar os ciclos biogeoquímicos (carbono, nitrogênio,
hidrogênio e água), para compreender a sua influência na (re)
ciclagem dos seres vivos no planeta, impedindo o esgotamento dos
elementos disponíveis na Terra.
EA8. Identificar a interferência humana nos ciclos naturais da matéria,
percebendo que a velocidade de retirada é superior à capacidade de
reposição de materiais pelos ecossistemas, o que altera o equilíbrio
do planeta e ameaça a sobrevivência dos seres vivos.
EA4. Reconhecer características adaptativas dos animais, nos
ambientes aquáticos e terrestres, visando à sua conservação.
EA5. Reconhecer características adaptativas das plantas em diferentes
ambientes, visando à necessidade da sua conservação.
EA10. Reconhecer as funções desempenhadas pelos diferentes grupos
de seres vivos (na medicina, na nutrição, no equilíbrio ambiental), no
ambiente e na vida dos seres humanos.
EA18. Reconhecer as principais características da fauna e da flora dos
grandes biomas mundiais, especialmente os de Pernambuco, para
entender o seu papel na preservação da biodiversidade e sua
utilização com base no desenvolvimento sustentável.
EA8. Caracterizar e identificar as principais doenças que afetam a
população brasileira, destacando, entre elas, as infectocontagiosas,
parasitárias, degenerativas, ocupacionais, carenciais e infecções
sexualmente transmissíveis (IST), reconhecendo formas de prevenção.
EA9. Analisar dados sobre intensificação do efeito estufa, diminuição
da taxa de oxigênio no ambiente e uso intensivo de fertilizantes
nitrogenados, associando-os às interferências humanas nos ciclos
naturais dos elementos químicos, para posicionar-se criticamente
quanto ao esgotamento dos recursos.
EA12. Relacionar expansão das fronteiras agrícolas e extrativismo
(vegetal, mineral e animal) ao consumo desenfreado e consequente
devastação do ambiente e suas implicações na sobrevivência do
planeta.
EA13. Analisar propostas elaboradas por cientistas, ambientalistas e
representantes do poder públicos referentes à preservação e à
recuperação dos ambientes brasileiros, para fundamentar suas
proposições voltadas para a preservação das espécies.
EA14. Identificar o princípio básico de funcionamento dos métodos
contraceptivos, compreendendo a utilização adequada dos mesmos,
Ciclagem de Matéria e Energia
Hipóteses sobre a origem da vida e a vida primitiva*
Ciclagem de Matéria e Energia
Os seres vivos diversificam os processos vitais
Os seres vivos diversificam os processos vitais
Os seres vivos diversificam os processos vitais
Os seres vivos diversificam os processos vitais
Os principais problemas de saúde pública
Matéria e energia e desequilibrio ambiental
Matéria e energia e desequilibrio ambiental
Matéria e energia e desequilibrio ambiental
Os principais problemas de saúde pública
2 ANO
III
2 ANO
III
2 ANO
III
2 ANO
IV
2 Ano
IV
2 Ano
IV
2 ano
IV
2 ano
IV
2 ano
IV
2 ano
IV
2 ANO
IV
2 ANO
IV
2 ANO
IV
na prevenção de doenças infectocontagiosas e gravidez não planejada
EA15. Reconhecer a gravidez na adolescência como um fator de risco
SER HUMANO E SAÚDE
à saúde do bebê e à saúde materna.
IDENTIDADE DOS SERES
EA25. Identificar a natureza bioquímica do DNA e RNA, estabelecendo
VIVOS
relação com o código genético e a síntese proteica.
EA11. Identificar os diferentes tipos de óvulos e segmentação, para
compreender o processo de fecundação e as fases do
IDENTIDADE DOS SERES
desenvolvimento embrionário (mórula, blástula, gástrula e nêurula)
VIVOS
dos vertebrados, enfatizando o papel das células totipotentes (célulastronco).
EA12. Identificar propostas e ações de alcance individual ou coletivo
SER HUMANO E SAÚDE
que visam à preservação e à implementação da saúde individual,
coletiva ou do ambiente.
EA13. Relacionar o reaparecimento de doenças com a ocupação
SER HUMANO E SAÚDE
desordenada dos espaços urbanos e a degradação ambiental.
EA17. Relacionar o conhecimento científico ao desenvolvimento
SER HUMANO E SAÚDE
tecnológico, reconhecendo o impacto da tecnologia na saúde e
expectativa de vida dos seres humanos.
EA10. Identificar e interpretar problemas ambientais, tais como:
intensificação do efeito estufa, destruição da camada de ozônio,
INTERAÇÃO ENTRE OS SERES
extinção de espécies, mudanças climáticas, poluição ambiental,
VIVOS
construindo argumentos em favor da sustentabilidade
socioambiental.
EA11. Diagnosticar regiões poluídas, identificando as principais fontes
poluidoras do ar, da água e do solo, para apontar medidas que
INTERAÇÃO ENTRE OS SERES
minimizem a poluição ambiental e identificar as responsabilidades
VIVOS
individual, coletiva e do poder público, promovendo o
desenvolvimento da cidadania.
EA14. Avaliar as condições ambientais, identificando o destino do lixo
INTERAÇÃO ENTRE OS SERES e do esgoto, o tratamento dado à água, o modo de ocupação do solo,
VIVOS
as condições dos rios e córregos e a qualidade do ar, relacionando-as
a instâncias individuais, coletivas e da administração pública.
EA9. Identificar as toxinas ambientais orgânicas e inorgânicas
SER HUMANO E SAÚDE
(agricultura, agropecuária, medicina, indústria petrolífera) que
interferem na qualidade da saúde dos seres vivos e do planeta.
EA26. Compreender a correspondência que existe entre a trinca de
IDENTIDADE DOS SERES
bases do DNA (código genético) e os aminoácidos que compõem as
VIVOS
proteínas dos diferentes tecidos vivos.
EA27. Conhecer as principais tecnologias utilizadas para transferir o
IDENTIDADE DOS SERES
DNA entre diferentes organismos como a base da biotecnologia e os
VIVOS
aspectos éticos envolvidos nesses processos, de maneira a construir
argumentações sobre a biotecnologia.
DIVERSIDADE DA VIDA
EA19. Fazer um levantamento das espécies ameaçadas de extinção,
Os principais problemas de saúde pública
Composição do material hereditário
Composição do Material Hereditário
Saúde Ambiental
Saúde Ambiental
Saúde Ambiental
Questoes de sustentabilidade
Questoes de sustentabilidade
Questoes de sustentabilidade
Saúde Ambiental
Transmissão da vida, ética e manipulação gênica
Transmissão da vida, ética e manipulação gênica
Diversidade ameaçada
elaborando propostas para preservação e eliminação do tráfico dos
seres vivos para ambientes diversos dos seus.
EA20. Identificar causas e consequências decorrentes da extinção e
2 ANO
IV
DIVERSIDADE DA VIDA
tráfico de organismos vivos (animais, plantas, fungos, bactérias, entre
outros) para o equilíbrio do planeta.
TRANSMISSÃO DA VIDA E
EA12. Reconhecer a importância do uso da biotecnologia e posicionar2 ANO
IV
MANIPULAÇÃO GÊNICA
se criticamente ante sua utilização.
EA13. Avaliar a importância dos aspectos econômicos e sociais no uso
TRANSMISSÃO DA VIDA E
da manipulação gênica em alimentação e saúde, discutindo temas
2 ANO
IV
MANIPULAÇÃO GÊNICA
sobre a clonagem, os transgênicos, as patentes biológicas e a
exploração comercial das descobertas das tecnologias de DNA.
ORIGEM E EVOLUÇÃO DA
EA9. Reconhecer os impactos da seleção artificial sobre ambientes
2 ANO
IV
VIDA
naturais e sobre as populações.
EA10. Avaliar os impactos da interferência humana na evolução dos
seres vivos e no equilíbrio dos ambientes, como a produção de novas
ORIGEM E EVOLUÇÃO DA
2 ANO
IV
variedades de plantas e animais, por meio do melhoramento
VIDA
genético, e a seleção de bactérias e insetos resistentes ao uso
indiscriminado de antibióticos e pesticidas.
*Expectativas de aprendizagem que foram ou serão trabalhadas em videoaulas no Educa PE.
Diversidade ameaçada
Desafios e Perspectivas da Manipulação Gênica
Desafios e Perspectivas da Manipulação Gênica
A evolução sob intervenção humana
A evolução sob intervenção humana
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PRIORITÁRIAS DE BIOLOGIA
3º ANO
Série
Bimestre
Eixo/ Campo
3 ano
I
INTERAÇÃO ENTRE OS
SERES VIVOS
3 ano
I
INTERAÇÃO ENTRE OS
SERES VIVOS
3 ano
I
INTERAÇÃO ENTRE OS
SERES VIVOS
3 ano
I
INTERAÇÃO ENTRE OS
SERES VIVOS
3 ano
I
INTERAÇÃO ENTRE OS
SERES VIVOS
Biologia
Expectativa de Aprendizagem
EA1. Reconhecer e caracterizar os diferentes biomas da Terra, a partir
da análise de diferentes ambientes e da interpretação de mapas e
esquemas, para visar à sua conservação.
EA2. Distinguir os conceitos de espécie, população, comunidade e
ecossistema, com base em estudos de casos.
EA3. Interpretar, a partir de leitura de imagens, esquemas e observação
da natureza, as etapas de uma sucessão ecológica, para compreender
que a natureza é dinâmica.
EA4. Reconhecer que ocorre transferência de energia e matéria de um
organismo para outro, ao longo de uma cadeia alimentar, e que a
energia é dissipada em forma de calor.
EA5. Classificar os seres vivos nas cadeias, teias alimentares e pirâmides
ecológicas, quanto ao nível trófico, hábito alimentar e grau de
consumo, reconhecendo a influência das diferentes espécies para o
equilíbrio do planeta.
Conteúdos
Integrando a diversidade biológica
Integrando a diversidade biológica
Integrando a diversidade biológica
Integrando a diversidade biológica
Integrando a diversidade biológica
3 ano
I
INTERAÇÃO ENTRE OS
SERES VIVOS
3 ano
I
INTERAÇÃO ENTRE OS
SERES VIVOS
3 ano
I
INTERAÇÃO ENTRE OS
SERES VIVOS
3 ano
I
INTERAÇÃO ENTRE OS
SERES VIVOS
3 ano
I
INTERAÇÃO ENTRE OS
SERES VIVOS
3 ano
I
SER HUMANO E SAÚDE
3 ano
I
SER HUMANO E SAÚDE
3 ano
I
IDENTIDADE DOS SERES
VIVOS
3 ano
I
3 ano
I
3 ano
I
DIVERSIDADE DA VIDA
3 ano
I
DIVERSIDADE DA VIDA
3 ano
I
DIVERSIDADE DA VIDA
3 ano
I
DIVERSIDADE DA VIDA
IDENTIDADE DOS SERES
VIVOS
IDENTIDADE DOS SERES
VIVOS
EA1. Reconhecer e caracterizar os diferentes biomas da Terra, a partir
da análise de diferentes ambientes e da interpretação de mapas e
esquemas, para visar à sua conservação.
EA2. Distinguir os conceitos de espécie, população, comunidade e
ecossistema, com base em estudos de casos.
EA3. Interpretar, a partir de leitura de imagens, esquemas e observação
da natureza, as etapas de uma sucessão ecológica, para compreender
que a natureza é dinâmica.
EA4. Reconhecer que ocorre transferência de energia e matéria de um
organismo para outro, ao longo de uma cadeia alimentar, e que a
energia é dissipada em forma de calor.
EA5. Classificar os seres vivos nas cadeias, teias alimentares e pirâmides
ecológicas, quanto ao nível trófico, hábito alimentar e grau de
consumo, reconhecendo a influência das diferentes espécies para o
equilíbrio do planeta.
Ea1. Construir o conceito de saúde, levando em conta os
condicionantes biológicos, como sexo, idade, fatores genéticos e os
condicionantes sociais, econômicos, ambientais e culturais, como nível
de renda, escolaridade, estilos de vida, estado nutricional,
possibilidades de lazer, qualidade do transporte e condições de
saneamento.
EA6. Comparar os índices de desenvolvimento humano de diferentes
regiões brasileiras, além de identificar as principais doenças endêmicas
e a taxa de mortalidade infantil da região ou do Brasil e relacioná-las
com as condições ambientais que influem na qualidade de vida, tais
como: destino do esgoto e do lixo, abastecimento de água, moradia,
acesso a atendimento médico e à educação
EA1. Aplicar metodologias científicas adequadas ao estudo da vida e
compreender suas implicações na Biologia, em diferentes situaçõesproblema
EA9. Identificar o papel da mitose e da meiose em ciclos reprodutivos
dos seres vivos.
EA10. Reconhecer o processo de formação dos gametas masculino e
feminino.
EA1. Construir o conceito de mutação, analisando os efeitos de
determinados agentes químicos e radioativos sobre o material
hereditário, visando entender a biodiversidade.
EA2. Diferenciar a reprodução assexuada e sexuada e reconhecer a
reprodução sexuada como fonte de variabilidade genética.
EA3. Identificar que a diversidade das adaptações propicia a vida em
diferentes ambientes, utilizando situações-problema.
EA17. Construir e analisar árvores filogenéticas, para representar
relações de parentesco entre diversos seres vivos, com o objetivo de
Integrando a diversidade biológica
Integrando a diversidade biológica
Integrando a diversidade biológica
Integrando a diversidade biológica
Integrando a diversidade biológica
Desenvolvimento humano e qualidade dee vida
Desenvolvimento humano e qualidade de vida
Origem e Formação dos Seres Vivos
Origem e Formação dos Seres Vivos
Origem e Formação dos Seres Vivos
Origem a biodiversidade
Origem a biodiversidade
Origem a biodiversidade
Origem a biodiversidade
TRANSMISSÃO DA VIDA E
MANIPULAÇÃO GÊNICA
TRANSMISSÃO DA VIDA E
MANIPULAÇÃO GÊNICA
3 ano
I
3 ano
I
3 ano
I
3 ano
I
3 ano
I
3 ano
I
3 ano
I
3 ano
I
3 ano
I
3 ano
II
INTERAÇÃO ENTRE OS
SERES VIVOS
3 ANO
II
SER HUMANO E SAÚDE
3 ANO
II
TRANSMISSÃO DA VIDA E
MANIPULAÇÃO GÊNICA
3 ANO
II
3 ANO
II
3 ANO
III
INTERAÇÃO ENTRE OS
SERES VIVOS
3 ANO
III
INTERAÇÃO ENTRE OS
TRANSMISSÃO DA VIDA E
MANIPULAÇÃO GÊNICA
TRANSMISSÃO DA VIDA E
MANIPULAÇÃO GÊNICA
TRANSMISSÃO DA VIDA E
MANIPULAÇÃO GÊNICA
TRANSMISSÃO DA VIDA E
MANIPULAÇÃO GÊNICA
TRANSMISSÃO DA VIDA E
MANIPULAÇÃO GÊNICA
ORIGEM E EVOLUÇÃO DA
VIDA
ORIGEM E EVOLUÇÃO DA
VIDA
TRANSMISSÃO DA VIDA E
MANIPULAÇÃO GÊNICA
ORIGEM E EVOLUÇÃO DA
VIDA
compreender a diversidade, das espécies e a importância de sua
preservação.
EA1. Distinguir características hereditárias, congênitas e adquiridas,
para compreender os princípios básicos da hereditariedade.
EA2. Utilizar os conhecimentos matemáticos de probabilidade, para
resolver problemas de genética, que envolvam características diversas.
EA3. Reconhecer as concepções pré-mendelianas sobre a
hereditariedade, para compreender as leis de Mendel. (ESSENCIAL
PARA 2021)
EA4. Identificar e utilizar os códigos usados para representar as
características genéticas para construir, analisar e resolver problemas.
EA5. Construir e analisar heredogramas, para resolver problemas que
regem a transmissão de características hereditárias.
EA6. Compreender a variedade na expressão, penetrância e
expressividade gênicas.
EA7. Resolver problemas que envolvam a primeira e a segunda leis de
Mendel, grupos sanguíneos, herança ligada ao sexo, herança
influenciada e restrita pelo sexo, genética de populações e outras
heranças.
EA2. Identificar diferentes explicações sobre a origem do Universo, da
Terra e dos seres vivos.
EA5. Identificar as semelhanças e diferenças entre as teorias
evolucionistas.
EA8. Identificar a interferência humana nos ciclos naturais da matéria,
percebendo que a velocidade de retirada é superior à capacidade de
reposição de materiais pelos ecossistemas, o que altera o equilíbrio do
planeta e ameaça a sobrevivência dos seres vivos.
EA7. Comparar a incidência de doenças endêmicas na região onde
mora com dados de outras regiões do Brasil e associar essas
informações às condições de vida locais.
EA8. Analisar efeitos de determinados agentes químicos e radioativos
sobre o material hereditário e suas implicações na determinação dos
fenótipos.
EA9. Identificar o papel da terapia gênica para o tratamento de
doenças de base hereditária.
EA11. Analisar árvores filogenéticas que representam a evolução
humana, para identificar relações de parentesco entre os hominídeos.
EA9. Analisar dados sobre intensificação do efeito estufa, diminuição
da taxa de oxigênio no ambiente e uso intensivo de fertilizantes
nitrogenados, associando-os às interferências humanas nos ciclos
naturais dos elementos químicos, para posicionar-se criticamente
quanto ao esgotamento dos recursos.
EA12. Relacionar expansão das fronteiras agrícolas e extrativismo
Os fundamentos do patrimônio genético*
Os fundamentos do patrimônio genético*
Os fundamentos do patrimônio genético*
Os fundamentos do patrimônio genético*
Os fundamentos do patrimônio genético*
Os fundamentos do patrimônio genético*
Os fundamentos do patrimônio genético*
Hipótese sobre a origem da vida e a vida primitiva
Hipótese sobre a origem da vida e a vida primitiva
Cliclagem de Matéria e Energia
A relação sócioeconômica e a saúde da população
Hereditariedade e saúde
Hereditariedade e saúde
Ideias evolucionárias e evolução biológica*
Matéria e energia e o dequilíbrio ambiental
Matéria e energia e o dequilíbrio ambiental
SERES VIVOS
3 ANO
III
INTERAÇÃO ENTRE OS
SERES VIVOS
3 ANO
III
SER HUMANO E SAÚDE
3 ANO
III
DIVERSIDADE DA VIDA
3 ANO
III
IDENTIDADE DOS SERES
VIVOS
3 ANO
III
DIVERSIDADE DA VIDA
3 ANO
III
DIVERSIDADE DA VIDA
3 ANO
III
DIVERSIDADE DA VIDA
3 ANO
III
DIVERSIDADE DA VIDA
3 ANO
III
DIVERSIDADE DA VIDA
3 ANO
III
DIVERSIDADE DA VIDA
3 ANO
III
DIVERSIDADE DA VIDA
3 ANO
III
DIVERSIDADE DA VIDA
3 ANO
III
DIVERSIDADE DA VIDA
3 ANO
III
TRANSMISSÃO DA VIDA E
MANIPULAÇÃO GÊNICA
3 ANO
III
TRANSMISSÃO DA VIDA E
MANIPULAÇÃO GÊNICA
(vegetal, mineral e animal) ao consumo desenfreado e consequente
devastação do ambiente e suas implicações na sobrevivência do
planeta.
EA13. Analisar propostas elaboradas por cientistas, ambientalistas e
representantes do poder públicos referentes à preservação e à
recuperação dos ambientes brasileiros, para fundamentar suas
proposições voltadas para a preservação das espécies.
EA8. Caracterizar e identificar as principais doenças que afetam a
população brasileira, destacando, entre elas, as infectocontagiosas,
parasitárias, degenerativas, ocupacionais, carenciais e infecções
sexualmente transmissíveis (IST), reconhecendo formas de prevenção.
EA11. Caracterizar os vírus para entender sua composição e a forma
como eles se instalam nos seres vivos, compreendendo sua
dependência das células vivas.
EA25. Identificar a natureza bioquímica do DNA e RNA, estabelecendo
relação com o código genético e a síntese proteica
EA6. Caracterizar os ciclos de vida de animais e plantas, relacionandoos com a adaptação desses organismos aos diferentes ambientes.
EA7. Reconhecer a importância da classificação biológica para a
organização e a compreensão da diversidade dos seres vivos.
EA8. Utilizar os principais critérios de classificação, reconhecer sua
importância e utilizar as regras de nomenclatura e categorias
taxonômicas atuais.
EA9. Identificar os grupos (reinos) de seres vivos quanto às
características morfofisiológicas e evolutivas.
EA12. Caracterizar as Arqueobactérias, Eubactérias e Cianobactérias
quanto à estrutura celular, ao modo de vida, ao habitat e à nutrição,
bem como sua importância econômica, na medicina, na indústria e no
equilíbrio ambiental.
EA13. Caracterizar os protozoários e as algas quanto ao modo de vida,
habitat, nutrição e morfologia, identificando sua importância
econômica e ecológica.
EA14. Caracterizar os fungos quanto ao modo de vida, habitat, nutrição
e morfologia, identificando sua importância econômica e ecológica
EA15. Caracterizar os grupos de animais quanto à estrutura, nutrição e
habitat, identificando sua importância econômica e ecológica.
EA16. Caracterizar os grupos de plantas quanto à estrutura, nutrição e
habitat, identificando sua importância econômica e ecológica.
EA10. Reconhecer a importância dos testes de DNA para
reconhecimento de indivíduos, como nos casos de determinação da
paternidade, compatibilidade de transplante e investigação criminal.
EA11. Compreender a natureza dos projetos genomas, listando seus
objetivos e construindo inferências.
Matéria e energia e o dequilíbrio ambiental
Os principais problemas de saúde púbica
Organização a diversidade dos seres vivos
Composição do material hereditáriotra
Organização a diversidade dos seres vivos
Organização a diversidade dos seres vivos
Organização a diversidade dos seres vivos
Organização a diversidade dos seres vivos
Organização a diversidade dos seres vivos
Organização a diversidade dos seres vivos
Organização a diversidade dos seres vivos
Organização a diversidade dos seres vivos
Organização a diversidade dos seres vivos
Engenharia genética
Engenharia genética
3 ANO
III
ORIGEM E EVOLUÇÃO DA
VIDA
3 ANO
IV
INTERAÇÃO ENTRE OS
SERES VIVOS
3 ANO
IV
INTERAÇÃO ENTRE OS
SERES VIVOS
3 ANO
IV
INTERAÇÃO ENTRE OS
SERES VIVOS
3 ANO
IV
3 ANO
IV
3 ANO
IV
SER HUMANO E SAÚDE
3 ANO
IV
SER HUMANO E SAÚDE
3 ANO
IV
SER HUMANO E SAÚDE
3 ANO
IV
SER HUMANO E SAÚDE
3 ANO
IV
IDENTIDADE DOS SERES
VIVOS
3 ANO
IV
IDENTIDADE DOS SERES
VIVOS
3 ANO
IV
DIVERSIDADE DA VIDA
3 ANO
IV
DIVERSIDADE DA VIDA
INTERAÇÃO ENTRE OS
SERES VIVOS
INTERAÇÃO ENTRE OS
SERES VIVOS
EA8. Explicar a transformação das espécies ao longo do tempo, por
meio dos mecanismos de mutação, recombinação gênica e seleção
natural.
EA10. Identificar e interpretar problemas ambientais, tais como:
intensificação do efeito estufa, destruição da camada de ozônio,
extinção de espécies, mudanças climáticas, poluição ambiental,
construindo argumentos em favor da sustentabilidade socioambiental.
EA11. Diagnosticar regiões poluídas, identificando as principais fontes
poluidoras do ar, da água e do solo, para apontar medidas que
minimizem a poluição ambiental e identificar as responsabilidades
individual, coletiva e do poder público, promovendo o
desenvolvimento da cidadania.
EA14. Avaliar as condições ambientais, identificando o destino do lixo e
do esgoto, o tratamento dado à água, o modo de ocupação do solo, as
condições dos rios e córregos e a qualidade do ar, relacionando-as a
instâncias individuais, coletivas e da administração pública
EA15. Reconhecer que a legislação ambiental protege os recursos
naturais e fazer inferências
EA16. Conhecer as conferências internacionais e os compromissos e
propostas para a recuperação de ambientes brasileiros.
EA9. Identificar as toxinas ambientais orgânicas e inorgânicas
(agricultura, agropecuária, medicina, indústria petrolífera) que
interferem na qualidade da saúde dos seres vivos e do planeta.
EA12. Identificar propostas e ações de alcance individual ou coletivo
que visam à preservação e à implementação da saúde individual,
coletiva ou do ambiente.
EA13. Relacionar o reaparecimento de doenças com a ocupação
desordenada dos espaços urbanos e a degradação ambiental.
EA17. Relacionar o conhecimento científico ao desenvolvimento
tecnológico, reconhecendo o impacto da tecnologia na saúde e
expectativa de vida dos seres humanos.
EA26. Compreender a correspondência que existe entre a trinca de
bases do DNA (código genético) e os aminoácidos que compõem as
proteínas dos diferentes tecidos vivos. (ESSENCIAL PARA 2021)
EA27. Conhecer as principais tecnologias utilizadas para transferir o
DNA entre diferentes organismos como a base da biotecnologia e os
aspectos éticos envolvidos nesses processos, de maneira a construir
argumentações sobre a biotecnologia.
EA19. Fazer um levantamento das espécies ameaçadas de extinção,
elaborando propostas para preservação e eliminação do tráfico dos
seres vivos para ambientes diversos dos seus.
EA20. Identificar causas e consequências decorrentes da extinção e
tráfico de organismos vivos (animais, plantas, fungos, bactérias, entre
A origem do ser humano e a evolução cultural
Questões ambientais e sustentabilidade
Questões ambientais e sustentabilidade
Questões ambientais e sustentabilidade
Questões ambientais e sustentabilidade
Questões ambientais e sustentabilidade
Saúde ambiental
Saúde ambiental
Saúde ambiental
Saúde ambiental
Transmissão da vida, ética e manipulação gênica
Transmissão da vida, ética e manipulação gênica
A diversidade ameaçada
A diversidade ameaçada
outros) para o equilíbrio do planeta.
EA12. Reconhecer a importância do uso da biotecnologia e posicionar3 ANO
IV
se criticamente ante sua utilização.
EA13. Avaliar a importância dos aspectos econômicos e sociais no uso
TRANSMISSÃO DA VIDA E
da manipulação gênica em alimentação e saúde, discutindo temas
3 ANO
IV
MANIPULAÇÃO GÊNICA
sobre a clonagem, os transgênicos, as patentes biológicas e a
exploração comercial das descobertas das tecnologias de DNA.
ORIGEM E EVOLUÇÃO DA
EA9. Reconhecer os impactos da seleção artificial sobre ambientes
3 ANO
IV
VIDA
naturais e sobre as populações.
EA10. Avaliar os impactos da interferência humana na evolução dos
seres vivos e no equilíbrio dos ambientes, como a produção de novas
ORIGEM E EVOLUÇÃO DA
3 ANO
IV
variedades de plantas e animais, por meio do melhoramento genético,
VIDA
e a seleção de bactérias e insetos resistentes ao uso indiscriminado de
antibióticos e pesticidas.
*Expectativas de aprendizagem que foram ou serão trabalhadas em videoaulas no Educa PE.
TRANSMISSÃO DA VIDA E
MANIPULAÇÃO GÊNICA
Desafios e perspectiva da manipulação gênica
Desafios e perspectiva da manipulação gênica
A evolução sob intervenção humana
A evolução sob intervenção humana
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM COMPLEMENTARES DE BIOLOGIA
1º ANO
Série
Bimestre
1 Ano
I
1 Ano
I
1 Ano
I
1 Ano
I
1 Ano
I
1 Ano
I
Biologia
Eixo/ Campo
Expectativa de Aprendizagem
EA1. Reconhecer e caracterizar os diferentes biomas da Terra, a partir
INTERAÇÃO ENTRE OS SERES
da análise de diferentes ambientes e da interpretação de mapas e
VIVOS
esquemas, para visar à sua conservação
EA4. Reconhecer que ocorre transferência de energia e matéria de um
INTERAÇÃO ENTRE OS SERES
organismo para outro, ao longo de uma cadeia alimentar, e que a
VIVOS
energia é dissipada em forma de calor.
EA1. Aplicar metodologias científicas adequadas ao estudo da vida e
IDENTIDADE DOS SERES
compreender suas implicações na Biologia, em diferentes situaçõesVIVOS
problema.
EA3. Reconhecer que os seres vivos são formados por substâncias
químicas semelhantes, que apresentam proporções variadas, em
IDENTIDADE DOS SERES
diferentes espécies, acarretando características peculiares a cada uma
VIVOS
destas, revelando um grau de organização que os diferenciam da
matéria bruta.
EA8. Associar o processo de reprodução celular à transformação do
IDENTIDADE DOS SERES
zigoto em um ser adulto e as implicações resultantes da reprodução
VIVOS
desordenada das células aos processos patológicos que caracterizam o
câncer.
DIVERSIDADE DA VIDA
EA3. Identificar que a diversidade das adaptações propicia a vida em
Conteúdos
Integrando a diversidade biológica
Integrando a diversidade biológica
Origem e formação dos seres vivos
Origem e formação dos seres vivos
Origem e formação dos seres vivos
A origem da Biodiversidade
1 Ano
I
1 Ano
II
1 Ano
II
1 Ano
II
1 Ano
II
1 Ano
II
1 Ano
II
1 Ano
II
1 Ano
III
1 Ano
III
1 Ano
III
1 Ano
III
1 Ano
III
1 Ano
III
diferentes ambientes, utilizando situações-problema.
EA1. Avaliar experiências e argumentos apresentados por cientistas,
ORIGEM E EVOLUÇÃO DA
como Redi e Pasteur, para refletir sobre a teoria da geração
VIDA
espontânea.
EA6. Analisar as interações estabelecidas entre os diferentes
INTERAÇÃO ENTRE OS SERES organismos e desses com o ambiente, relacionando-as com a
VIVOS
estabilidade do ecossistema, com vistas à necessidade de sua
preservação/conservação.
EA8. Identificar a interferência humana nos ciclos naturais da matéria,
INTERAÇÃO ENTRE OS SERES percebendo que a velocidade de retirada é superior à capacidade de
VIVOS
reposição de materiais pelos ecossistemas, o que altera o equilíbrio do
planeta e ameaça a sobrevivência dos seres vivos
EA3. Interpretar tabelas e gráficos que inter-relacionam os aspectos
SER HUMANO E SAÚDE
biológicos relacionados à pobreza e ao desenvolvimento humano,
visando a tomar decisões em prol do bem-estar individual e coletivo.
EA4. Reconhecer características adaptativas dos animais, nos
DIVERSIDADE DA VIDA
ambientes aquáticos e terrestres, visando à sua conservação.
EA5. Reconhecer características adaptativas das plantas em diferentes
DIVERSIDADE DA VIDA
ambientes, visando à necessidade da sua conservação.
EA18. Reconhecer as principais características da fauna e da flora dos
grandes biomas mundiais, especialmente os de Pernambuco, para
DIVERSIDADE DA VIDA
entender o seu papel na preservação da biodiversidade e sua utilização
com base no desenvolvimento sustentável.
EA8. Analisar efeitos de determinados agentes químicos e radioativos
TRANSMISSÃO DA VIDA E
sobre o material hereditário e suas implicações na determinação dos
MANIPULAÇÃO GÊNICA
fenótipos.
EA14. Identificar o princípio básico de funcionamento dos métodos
INTERAÇÃO ENTRE OS SERES
contraceptivos, compreendendo a utilização adequada dos mesmos,
VIVOS
na prevenção de doenças infectocontagiosas e gravidez não planejada.
EA4. Enumerar os indicadores utilizados no cálculo do Índice de
Desenvolvimento Humano (IDH), relacionando os IDH de países
SER HUMANO E SAÚDE
desenvolvidos com os de países em desenvolvimento, com vistas ao
desenvolvimento de uma cidadania planetária.
EA5. Interpretar IDH e índices de saúde pública, expressos em
documentos oficiais, jornais e gráficos das diferentes regiões de
SER HUMANO E SAÚDE
Pernambuco, relacionando-os às condições de desigualdades das
populações.
EA15. Reconhecer a gravidez na adolescência como um fator de risco à
SER HUMANO E SAÚDE
saúde do bebê e à saúde materna.
EA7. Reconhecer a importância da classificação biológica para a
DIVERSIDADE DA VIDA
organização e a compreensão da diversidade dos seres vivos.
TRANSMISSÃO DA VIDA E
EA10. Reconhecer a importância dos testes de DNA para
MANIPULAÇÃO GÊNICA
reconhecimento de indivíduos, como nos casos de determinação da
Hipóteses sobre a origem da vida e a vida primitiva
Ciclagem de Matéria e Energia
Ciclagem de Matéria e Energia
A relação sócioeconomica e a saúde da população
Os seres vivos diversificam os processos vitais
Os seres vivos diversificam os processos vitais
Os seres vivos diversificam os processos vitais
A hereditariedade e saúde
Matéria e energia e o desequilibrio ambietal
Os principais problemas de saúde pública
Os principais problemas de saúde pública
Os principais problemas de saúde pública
Organização a diversidad dos seres vivos
Engenharia Genética
1 Ano
TRANSMISSÃO DA VIDA E
MANIPULAÇÃO GÊNICA
III
paternidade, compatibilidade de transplante e investigação criminal.
EA11. Compreender a natureza dos projetos genomas, listando seus
objetivos e construindo inferências.
Engenharia Genética
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM COMPLEMENTARES DE BIOLOGIA
2º ANO
2 Ano
Bimestre
Eixo/ Campo
2 Ano
I
INTERAÇÃO ENTRE OS
SERES VIVOS
2 Ano
I
INTERAÇÃO ENTRE OS
SERES VIVOS
2 Ano
I
INTERAÇÃO ENTRE OS
SERES VIVOS
2 Ano
I
SER HUMANO E SAÚDE
2 Ano
I
SER HUMANO E SAÚDE
2 Ano
I
SER HUMANO E SAÚDE
2 Ano
I
IDENTIDADE DOS SERES
VIVOS
2 Ano
I
IDENTIDADE DOS SERES
VIVOS
Biologia
Expectativa de Aprendizagem
EA1. Reconhecer e caracterizar os diferentes biomas da Terra, a partir
da análise de diferentes ambientes e da interpretação de mapas e
esquemas, para visar à sua conservação.
EA4. Reconhecer que ocorre transferência de energia e matéria de um
organismo para outro, ao longo de uma cadeia alimentar, e que a
energia é dissipada em forma de calor.
EA5. Classificar os seres vivos nas cadeias, teias alimentares e
pirâmides ecológicas, quanto ao nível trófico, hábito alimentar e grau
de consumo, reconhecendo a influência das diferentes espécies para o
equilíbrio do planeta.
EA1. Construir o conceito de saúde, levando em conta os
condicionantes biológicos, como sexo, idade, fatores genéticos, e os
condicionantes sociais, econômicos, ambientais e culturais, como nível
de renda, escolaridade, estilos de vida, estado nutricional,
possibilidades de lazer, qualidade do transporte e condições de
saneamento.
EA6. Comparar os índices de desenvolvimento humano de diferentes
regiões brasileiras, além de identificar as principais doenças endêmicas
e a taxa de mortalidade infantil da região ou do Brasil, e relacioná-las
com as condições ambientais que influem na qualidade de vida, tais
como: destino do esgoto e do lixo, abastecimento de água, moradia,
acesso a atendimento médico e à educação.
EA11. Identificar os primeiros socorros que devem ser aplicados em
diferentes situações de risco.
EA1. Aplicar metodologias científicas adequadas ao estudo da vida e
compreender suas implicações na Biologia, em diferentes situaçõesproblema.
EA2. Reconhecer que todos os seres vivos são constituídos por células;
que as células possuem estrutura tridimensional e realizam todas as
Conteúdos
Integrando a diversidade biológica
Integrando a diversidade biológica
Integrando a diversidade biológica
Desenvolvimento Humano e qualidade de vida
Desenvolvimento Humano e qualidade de vida
Origem e formação dos seres vivos
Origem e formação dos seres vivos
Origem e formação dos seres vivos
2 Ano
I
IDENTIDADE DOS SERES
VIVOS
2 Ano
I
IDENTIDADE DOS SERES
VIVOS
2 Ano
I
IDENTIDADE DOS SERES
VIVOS
2 Ano
I
IDENTIDADE DOS SERES
VIVOS
2 Ano
I
ORIGEM E EVOLUÇÃO DA
VIDA
2 Ano
II
INTERAÇÃO ENTRE OS
SERES VIVOS
2 ANO
II
SER HUMANO E SAÚDE
2 ANO
II
SER HUMANO E SAÚDE
2 ANO
II
SER HUMANO E SAÚDE
2 ANO
II
SER HUMANO E SAÚDE
2 ANO
II
IDENTIDADE DOS SERES
VIVOS
2 ANO
II
IDENTIDADE DOS SERES
VIVOS
2 ANO
II
2 ANO
II
IDENTIDADE DOS SERES
VIVOS
IDENTIDADE DOS SERES
VIVOS
funções de um organismo inteiro.
EA3. Reconhecer que os seres vivos são formados por substâncias
químicas semelhantes, que apresentam proporções variadas, em
diferentes espécies, acarretando características peculiares a cada uma
destas, revelando um grau de organização que os diferenciam da
matéria bruta.
EA7. Reconhecer os processos de divisão celular, a partir de
representações gráficas.
EA8. Associar o processo de reprodução celular à transformação do
zigoto em um ser adulto e as implicações resultantes da reprodução
desordenada das células aos processos patológicos que caracterizam o
câncer.
EA15. Compreender a organização e o funcionamento dos diferentes
tipos de tecidos dos animais e das plantas
EA4. Conhecer a história da vida na Terra com base em escala
temporal, indicando os principais eventos, como o surgimento da vida
e o desenvolvimento das plantas, dos animais e do homem.
EA7. Relacionar os ciclos biogeoquímicos (carbono, nitrogênio,
hidrogênio e água), para compreender a sua influência na (re) ciclagem
dos seres vivos no planeta, impedindo o esgotamento dos elementos
disponíveis na Terra.
EA2. Identificar, nos tipos de alimentação, estilos de vida e
características do ambiente, fatores que colocam em risco a saúde das
pessoas, buscando escolhas que promovam a saúde integral do
cidadão.
EA3. Interpretar tabelas e gráficos que inter-relacionam os aspectos
biológicos relacionados à pobreza e ao desenvolvimento humano,
visando a tomar decisões em prol do bem-estar individual e coletivo.
Ea10. Identificar as taxas de mortalidade infantil das regiões do Brasil,
relacionando-as ao destino do esgoto e do lixo, abastecimento de
água, moradia, acesso a atendimento médico e à educação.
EA16. Desenvolver uma visão crítica acerca do uso de drogas
consideradas lícitas e ilícitas, inclusive a automedicação, reconhecendo
as diversas implicações individuais e sociais na saúde.
EA4. Comparar a organização e o funcionamento dos diferentes tipos
celulares.
EA5. Identificar a função das membranas celulares e os processos de
troca, bem como compreender o papel das diferentes organelas
citoplasmáticas.
EA6. Analisar imagens e representações relacionadas aos diferentes
tipos de transporte através da membrana celular.
EA16. Avaliar os diferentes tipos de tecidos, relacionando suas
características ao funcionamento dos órgãos e sistemas.
Origem e formação dos seres vivos
Origem e formação dos seres vivos
Origem e formação dos seres vivos
Origem e formação dos seres vivos
Hipóteses sobre a origem da vida e a vida primitiva
Hipóteses sobre a origem da vida e a vida primitiva
Ciclagem de Matéria e Energia
A relação sócioeconomica e a saúde da população
A relação sócioeconomica e a saúde da população
A relação sócioeconomica e a saúde da população
A relação sócioeconomica e a saúde da população
Organização biomolecular dos seres vivos
Organização biomolecular dos seres vivos
Organização biomolecular dos seres vivos
2 ANO
II
IDENTIDADE DOS SERES
VIVOS
2 ANO
II
IDENTIDADE DOS SERES
VIVOS
2 ANO
II
IDENTIDADE DOS SERES
VIVOS
2 ANO
II
IDENTIDADE DOS SERES
VIVOS
2 ANO
II
IDENTIDADE DOS SERES
VIVOS
2 ANO
II
IDENTIDADE DOS SERES
VIVOS
2 ANO
II
IDENTIDADE DOS SERES
VIVOS
2 ano
II
TRANSMISSÃO DA VIDA E
MANIPULAÇÃO GÊNICA
2 ANO
II
ORIGEM E EVOLUÇÃO DA
VIDA
2 ANO
II
ORIGEM E EVOLUÇÃO DA
VIDA
2 ANO
II
ORIGEM E EVOLUÇÃO DA
VIDA
2 ANO
III
SER HUMANO E SAÚDE
2 ANO
III
SER HUMANO E SAÚDE
2 ANO
III
DIVERSIDADE DA VIDA
2 ANO
III
TRANSMISSÃO DA VIDA E
EA17. Entender os processos básicos da fotossíntese, quimiossíntese,
respiração celular e fermentação, identificando os reagentes e
produtos envolvidos nessas reações e associando-os aos fluxos de
matéria e energia na natureza.
EA18. Interpretar fatores ambientais que interferem na fotossíntese e
na respiração celular, visando compreender a relação de dependência
entre os seres vivos e o ambiente.
EA19. Explicar a inter-relação da fotossíntese com a respiração celular
nas células dos organismos fotossintetizantes.
EA20. Identificar e comparar processos de respiração aeróbica e
anaeróbica, para compreender a adaptação dos seres vivos à
disponibilidade de oxigênio no meio.
EA21. Compreender a função das macromoléculas (carboidratos,
lipídeos proteínas e ácidos nucleicos) na formação das células de todos
os seres vivos.
EA22. Relacionar carboidratos (fonte primária de energia), lipídeos
(reserva energética) e proteínas (molécula estrutural e última fonte de
energia) com a obtenção e o gasto de energia pelos seres vivos.
EA23. Compreender as funções da água e dos sais minerais, para
entender a necessidade de repor esses componentes no uso do soro
caseiro, no tratamento de diarreia e vômito.
EA8. Analisar efeitos de determinados agentes químicos e radioativos
sobre o material hereditário e suas implicações na determinação dos
fenótipos
EA6. Identificar, nas diferentes evidências, as fontes de informações
sobre o passado da vida na Terra, percebendo sua importância para o
entendimento da história da vida e a evolução das espécies.
EA7. Reconhecer e interpretar os fatores que determinam o processo
de especiação.
EA8. Explicar a transformação das espécies ao longo do tempo, por
meio dos mecanismos de mutação, recombinação gênica e seleção
natural.
EA4. Enumerar os indicadores utilizados no cálculo do Índice de
Desenvolvimento Humano (IDH), relacionando os IDH de países
desenvolvidos com os de países em desenvolvimento, com vistas ao
desenvolvimento de uma cidadania planetária.
EA5. Interpretar IDH e índices de saúde pública, expressos em
documentos oficiais, jornais e gráficos das diferentes regiões de
Pernambuco, relacionando-os às condições de desigualdades das
populações.
EA6. Caracterizar os ciclos de vida de animais e plantas, relacionandoos com a adaptação desses organismos aos diferentes ambientes.
EA10. Reconhecer a importância dos testes de DNA para
Organização biomolecular dos seres vivos
Organização biomolecular dos seres vivos
Organização biomolecular dos seres vivos
Organização biomolecular dos seres vivos
Organização biomolecular dos seres vivos
Organização biomolecular dos seres vivos
Organização biomolecular dos seres vivos
Hereditariedade e saúde
Ideias evolucionistas e evolução biológica
Ideias evolucionistas e evolução biológica
Ideias evolucionistas e evolução biológica
Principais problemas de saúde
Principais problemas de saúde
Organizando a diversidade dos seres vivos
Engenharia Genética
MANIPULAÇÃO GÊNICA
2 ANO
III
TRANSMISSÃO DA VIDA E
MANIPULAÇÃO GÊNICA
reconhecimento de indivíduos, como nos casos de determinação da
paternidade, compatibilidade de transplante e investigação criminal.
EA11. Compreender a natureza dos projetos genomas, listando seus
objetivos e construindo inferências.
Engenharia Genética
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM COMPLEMENTARES DE BIOLOGIA
3º ANO
Série
Bimestre
Eixo/ Campo
3 ano
I
SER HUMANO E SAÚDE
3 ano
I
IDENTIDADE DOS SERES
VIVOS
3 ano
I
IDENTIDADE DOS SERES
VIVOS
3 ano
I
IDENTIDADE DOS SERES
VIVOS
3 ano
I
IDENTIDADE DOS SERES
VIVOS
3 ano
I
IDENTIDADE DOS SERES
VIVOS
3 ano
I
IDENTIDADE DOS SERES
VIVOS
3 ano
I
3 ano
I
3 ano
I
ORIGEM E EVOLUÇÃO DA
VIDA
3 ano
I
ORIGEM E EVOLUÇÃO DA
IDENTIDADE DOS SERES
VIVOS
IDENTIDADE DOS SERES
VIVOS
Biologia
Expectativa de Aprendizagem
EA11. Identificar os primeiros socorros que devem ser aplicados em
diferentes situações de risco.
EA1. Aplicar metodologias científicas adequadas ao estudo da vida e
compreender suas implicações na Biologia, em diferentes situaçõesproblema
EA2. Reconhecer que todos os seres vivos são constituídos por células;
que as células possuem estrutura tridimensional e realizam todas as
funções de um organismo inteiro.
EA3. Reconhecer que os seres vivos são formados por substâncias
químicas semelhantes, que apresentam proporções variadas, em
diferentes espécies, acarretando características peculiares a cada uma
destas, revelando um grau de organização que os diferenciam da
matéria bruta.
EA7. Reconhecer os processos de divisão celular, a partir de
representações gráficas.
EA8. Associar o processo de reprodução celular à transformação do
zigoto em um ser adulto e as implicações resultantes da reprodução
desordenada das células aos processos patológicos que caracterizam o
câncer.
EA12. Compreender o corpo humano como um todo integrado,
considerando as características morfofisiológicas de seus sistemas e
órgãos.
EA13. Estabelecer relações entre os sistemas do corpo humano, para
compreender suas funções e a interdependência entre eles.
EA15. Compreender a organização e o funcionamento dos diferentes
tipos de tecidos dos animais e das plantas.
EA1. Avaliar experiências e argumentos apresentados por cientistas,
como Redi e Pasteur, para refletir sobre a teoria da geração
espontânea
EA3. Conhecer e relacionar os fenômenos referentes ao surgimento da
Conteúdos
Desenvolvimento Humano e qualidade de vida
Origem e formação dos seres vivos
Origem e formação dos seres vivos
Origem e formação dos seres vivos
Origem e formação dos seres vivos
Origem e formação dos seres vivos
Origem e formação dos seres vivos
Origem e formação dos seres vivos
Origem e formação dos seres vivos
Hipóteses sobre a origem da vida e a vida primitiva
Hipóteses sobre a origem da vida e a vida primitiva
VIDA
3 ano
I
3 ANO
II
3 ANO
II
3 ANO
II
3 ANO
II
3 ANO
II
3 ANO
II
3 ANO
II
3 ANO
II
3 ANO
II
3 ANO
II
3 ANO
II
3 ANO
II
3 ANO
II
vida e às condições da vida primitiva.
EA4. Conhecer a história da vida na Terra com base em escala
ORIGEM E EVOLUÇÃO DA
temporal, indicando os principais eventos, como o surgimento da vida
VIDA
e o desenvolvimento das plantas, dos animais e do homem.
EA6. Analisar as interações estabelecidas entre os diferentes
INTERAÇÃO ENTRE OS
organismos e desses com o ambiente, relacionando-as com a
SERES VIVOS
estabilidade do ecossistema, com vistas à necessidade de sua
preservação/conservação.
EA7. Relacionar os ciclos biogeoquímicos (carbono, nitrogênio,
INTERAÇÃO ENTRE OS
hidrogênio e água), para compreender a sua influência na (re) ciclagem
SERES VIVOS
dos seres vivos no planeta, impedindo o esgotamento dos elementos
disponíveis na Terra.
EA2. Identificar, nos tipos de alimentação, estilos de vida e
características do ambiente, fatores que colocam em risco a saúde das
SER HUMANO E SAÚDE
pessoas, buscando escolhas que promovam a saúde integral do
cidadão.
EA3. Interpretar tabelas e gráficos que inter-relacionam os aspectos
SER HUMANO E SAÚDE
biológicos relacionados à pobreza e ao desenvolvimento humano,
visando a tomar decisões em prol do bem-estar individual e coletivo.
EA10. Identificar as taxas de mortalidade infantil das regiões do Brasil,
SER HUMANO E SAÚDE
relacionando-as ao destino do esgoto e do lixo, abastecimento de
água, moradia, acesso a atendimento médico e à educação.
EA16. Desenvolver uma visão crítica acerca do uso de drogas
SER HUMANO E SAÚDE consideradas lícitas e ilícitas, inclusive a automedicação, reconhecendo
as diversas implicações individuais e sociais na saúde.
IDENTIDADE DOS SERES
EA4. Comparar a organização e o funcionamento dos diferentes tipos
VIVOS
celulares.
EA5. Identificar a função das membranas celulares e os processos de
IDENTIDADE DOS SERES
troca, bem como compreender o papel das diferentes organelas
VIVOS
citoplasmáticas,
IDENTIDADE DOS SERES
EA6. Analisar imagens e representações relacionadas aos diferentes
VIVOS
tipos de transporte através da membrana celular.
IDENTIDADE DOS SERES
EA16. Avaliar os diferentes tipos de tecidos, relacionando suas
VIVOS
características ao funcionamento dos órgãos e sistemas.
EA17. Entender os processos básicos da fotossíntese, quimiossíntese,
IDENTIDADE DOS SERES
respiração celular e fermentação, identificando os reagentes e
VIVOS
produtos envolvidos nessas reações e associando-os aos fluxos de
matéria e energia na natureza.
EA18. Interpretar fatores ambientais que interferem na fotossíntese e
IDENTIDADE DOS SERES
na respiração celular, visando a compreender a relação de
VIVOS
dependência entre os seres vivos e o ambiente
IDENTIDADE DOS SERES
EA19. Explicar a inter-relação da fotossíntese com a respiração celular
VIVOS
nas células dos organismos fotossintetizantes.
Hipóteses sobre a origem da vida e a vida primitiva
Ciclagem de Matéria e Energia
Ciclagem de Matéria e Energia
A relação sócioeconomica e a saúde da população
A relação sócioeconomica e a saúde da população
A relação sócioeconomica e a saúde da população
A relação sócioeconomica e a saúde da população
A relação sócioeconomica e a saúde da população
A relação sócioeconomica e a saúde da população
A relação sócioeconomica e a saúde da população
A relação sócioeconomica e a saúde da população
A relação sócioeconomica e a saúde da população
A relação sócioeconomica e a saúde da população
A relação sócioeconomica e a saúde da população
3 ANO
II
3 ANO
II
3 ANO
II
3 ANO
II
3 ANO
II
3 ANO
II
3 ANO
II
3 ANO
II
3 ANO
II
3 ANO
II
3 ANO
III
3 ANO
III
3 ANO
III
3 ANO
III
3 ANO
III
EA20. Identificar e comparar processos de respiração aeróbica e
anaeróbica, para compreender a adaptação dos seres vivos à
disponibilidade de oxigênio no meio.
EA21. Compreender a função das macromoléculas (carboidratos,
IDENTIDADE DOS SERES
lipídeos proteínas e ácidos nucleicos) na formação das células de todos
VIVOS
os seres vivos.
EA22. Relacionar carboidratos (fonte primária de energia), lipídeos
IDENTIDADE DOS SERES
(reserva energética) e proteínas (molécula estrutural e última fonte de
VIVOS
energia) com a obtenção e o gasto de energia pelos seres vivos.
EA23. Compreender as funções da água e dos sais minerais, para
IDENTIDADE DOS SERES
entender a necessidade de repor esses componentes no uso do soro
VIVOS
caseiro, no tratamento de diarreia e vômito.
IDENTIDADE DOS SERES
EA24. Conhecer as diferentes vitaminas e compreender o
VIVOS
funcionamento adequado do metabolismo para manter a saúde.
EA4. Reconhecer características adaptativas dos animais, nos
DIVERSIDADE DA VIDA
ambientes aquáticos e terrestres, visando à sua conservação.
EA5. Reconhecer características adaptativas das plantas em diferentes
DIVERSIDADE DA VIDA
ambientes, visando à necessidade da sua conservação.
EA10. Reconhecer as funções desempenhadas pelos diferentes grupos
DIVERSIDADE DA VIDA
de seres vivos (na medicina, na nutrição, no equilíbrio ambiental), no
ambiente e na vida dos seres humanos.
EA18. Reconhecer as principais características da fauna e da flora dos
grandes biomas mundiais, especialmente os de Pernambuco, para
DIVERSIDADE DA VIDA
entender o seu papel na preservação da biodiversidade e sua utilização
com base no desenvolvimento sustentável.
EA12. Reconhecer a importância do desenvolvimento da inteligência
ORIGEM E EVOLUÇÃO DA
da linguagem e da aprendizagem e suas implicações na evolução do ser
VIDA
humano atual.
EA4. Enumerar os indicadores utilizados no cálculo do Índice de
Desenvolvimento Humano (IDH), relacionando os IDH de países
SER HUMANO E SAÚDE
desenvolvidos com os de países em desenvolvimento, com vistas ao
desenvolvimento de uma cidadania planetária.
EA5. Interpretar IDH e índices de saúde pública, expressos em
documentos oficiais, jornais e gráficos das diferentes regiões de
SER HUMANO E SAÚDE
Pernambuco, relacionando-os às condições de desigualdades das
populações.
EA14. Identificar o princípio básico de funcionamento dos métodos
SER HUMANO E SAÚDE
contraceptivos, compreendendo a utilização adequada dos mesmos,
na prevenção de doenças infectocontagiosas e gravidez não planejada.
EA15. Reconhecer a gravidez na adolescência como um fator de risco à
SER HUMANO E SAÚDE
saúde do bebê e à saúde materna.
IDENTIDADE DOS SERES
EA11. Identificar os diferentes tipos de óvulos e segmentação, para
VIVOS
compreender o processo de fecundação e as fases do desenvolvimento
IDENTIDADE DOS SERES
VIVOS
A relação sócioeconomica e a saúde da população
A relação sócioeconomica e a saúde da população
A relação sócioeconomica e a saúde da população
A relação sócioeconomica e a saúde da população
A relação sócioeconomica e a saúde da população
Os Seres vivos diversificam os processos vitais
Os Seres vivos diversificam os processos vitais
Os Seres vivos diversificam os processos vitais
Os Seres vivos diversificam os processos vitais
Ideias evolucionistas e evolução biológica
Os principais problemas de saúde pública
Os principais problemas de saúde pública
Os principais problemas de saúde pública
Os principais problemas de saúde pública
Composição do material hereditário
3 ANO
III
3 ANO
III
3 ANO
IV
3 ANO
IV
ORIGEM E EVOLUÇÃO DA
VIDA
ORIGEM E EVOLUÇÃO DA
VIDA
ORIGEM E EVOLUÇÃO DA
VIDA
ORIGEM E EVOLUÇÃO DA
VIDA
embrionário (mórula, blástula, gástrula e nêurula) dos vertebrados,
enfatizando o papel das células totipotentes (células-tronco).
EA6. Identificar, nas diferentes evidências, as fontes de informações
sobre o passado da vida na Terra, percebendo sua importância para o
entendimento da história da vida e a evolução das espécies.
EA7. Reconhecer e interpretar os fatores que determinam o processo
de especiação.
EA9. Reconhecer os impactos da seleção artificial sobre ambientes
naturais e sobre as populações.
EA10. Avaliar os impactos da interferência humana na evolução dos
seres vivos e no equilíbrio dos ambientes, como a produção de novas
variedades de plantas e animais, por meio do melhoramento genético,
e a seleção de bactérias e insetos resistentes ao uso indiscriminado de
antibióticos e pesticidas.
A origem do ser huumano e a evolução cultural
A origem do ser huumano e a evolução cultural
A evolução sob intervenção humana
A evolução sob intervenção humana
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PRIORITÁRIAS
E COMPLEMENTARES DE
FÍSICA
PARA OS ESTUDANTES DO ENSINO MÉDIO
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PRIORITÁRIAS DE FÍSICA
1º ANO
Série
1° Ano
Bimestre
I
Eixo/ Campo
MOVIMENTO, VARIAÇÕES
E CONSERVAÇÕES
I
MOVIMENTO, VARIAÇÕES
E CONSERVAÇÕES
1° Ano
II
MOVIMENTO, VARIAÇÕES
E CONSERVAÇÕES
1° Ano
III
MOVIMENTO, VARIAÇÕES
E CONSERVAÇÕES
1 Ano
Física
Expectativa de Aprendizagem
EA5. Representar grandezas, utilizando códigos, símbolos e
nomenclatura específicos da Física, tendo como foco o tema
Movimento, Variações e Conservações.
EA6. Construir e descrever modelos físicos que representem os
fenômenos observados, tendo como foco o tema Movimento,
Variações e Conservações.
EA9. Identificar causas de diferentes tipos de movimento no cotidiano.
EA10. Reconhecer e realizar operações com grandezas escalares e
vetoriais que caracterizam o movimento.
EA11. Descrever matematicamente, de forma algébrica e geométrica,
os diferentes tipos de movimento, a partir dos modelos que os
caracterizam.
EA5. Representar grandezas, utilizando códigos, símbolos e
nomenclatura específicos da Física, tendo como foco o tema
Movimento, Variações e Conservações.
EA6. Construir e descrever modelos físicos que representem os
fenômenos observados, tendo como foco o tema Movimento,
Variações e Conservações.
EA9. Identificar
causas de diferentes tipos de movimento no cotidiano.
EA10. Reconhecer e realizar operações com grandezas escalares e
vetoriais que caracterizam o movimento.
EA5. Representar grandezas, utilizando códigos, símbolos e
nomenclatura específicos da Física, tendo como foco o tema
Movimento, Variações e Conservações.
EA6. Construir e descrever modelos físicos que representem os
fenômenos observados, tendo como foco o tema Movimento,
Variações e Conservações.
Ea8. Estabelecer relações entre hipóteses, teorias e leis físicas no
contexto do tema Movimento, Variações e Conservações.
EA15. Aplicar as Leis de Newton em situações-problema descritas em
relação a um referencial inercial.
EA17. Associar a mudança no estado de movimento de um corpo à
ação de forças e torques sobre ele, utilizando as leis de Newton, para
explicar tanto a translação como a rotação.
EA12. Aplicar a lei de conservação da quantidade de movimento, na
resolução de situações-problema, que envolvam impulso e/ou colisão.
EA13. Identificar as grandezas físicas, que determinam a quantidade de
Conteúdos
Movimento retilíneo uniforme;
Aceleração média e instantânea;
Movimento retilíneo uniformemente variado;
Moivmento Vertical no Vácuo;
Composição de movimentos;
Lançamentos de projéteis;
Notação científica e ordem de grandeza; Grandezas
escalares e vetoriais; *
Notação vetorial e representação geométrica de vetores
(adição e subtração em uma e duas dimensões, multiplicação
de um vetor por um escalar, representação de vetores em
termos de suas componentes cartesianas);*
Conceitos de partícula, referencial, trajetória, posição,
velocidade média e instantânea;*
Conceito de força;
Leis de Newton (força peso, força normal, força elástica,
força de atrito e força resultante numa trajetória curvilínea);
Trabalho realizado por uma força, potência média e
instantânea;
teorema do trabalho e energia;
movimento de um corpo (massa e velocidade), bem como suas
unidades de medida, realizando cálculos dessa grandeza.
EA14. Reconhecer a força como uma ação que produz uma variação na
quantidade de movimento dos corpos.
EA21. Aplicar o princípio de conservação da energia mecânica na
resolução de situações-problema, que envolvam energia elástica,
gravitacional ou cinética e energia dissipada por forças de atrito.
Ea32. Construir e descrever modelos físicos que representem os
fenômenos observados, tendo como foco o tema Universo, Terra e
Vida.
Ea35. Caracterizar a concepção contemporânea de universo, os
elementos que o compõem e sua organização.
EA36. Identificar as Leis de Kepler na evolução histórica da descrição
1° Ano
IV
UNIVERSO TERRA E VIDA
dos movimentos dos astros.
Ea37. Aplicar a Lei da Gravitação Universal na descrição do movimento
dos astros do Sistema Solar, caracterizando grandezas, como: raio
orbital, frequência, período, velocidade e excentricidade.
Ea38. Interpretar os movimentos das marés como resultantes das
atrações entre massas no sistema Sol-Terra-Lua, através da Lei da
Gravitação Universal.
*Expectativas de aprendizagem que foram ou serão trabalhadas em videoaulas no Educa PE.
Energia cinética;
Energia potencial gravitacional e potencial elástica;
Forças conservativas e não-conservativas;
Conservação da energia mecânica;
Teorema do impulso;
Impulso de um força;
Quantidade de movimento;
colisões elástica, parcialmente elástica e inelástica
Confronto entre os sistemas geocêntrico e heliocêntrico.
Lei de Newton da gravitação e energia potencial
gravitacional;
Lei de Kepler.
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PRIORITÁRIAS DE FÍSICA
2º ANO
Série
Bimestre
Eixo/ Campo
2° Ano
I
CALOR, AMBIENTE E
USOS DE ENERGIA
2° Ano
II
CALOR, AMBIENTE E
FÍSICA
Expectativa de Aprendizagem
EA44. Representar grandezas utilizando códigos, símbolos e nomenclatura
específicos da Física, tendo como foco o tema Calor, Ambiente e Usos de
Energia.
EA48. Diferenciar temperatura,
calor, sensação térmica e equilíbrio térmico.
EA49. Aplicar o modelo cinético molecular da matéria, para explicar o
conceito de calor como forma de energia.
EA51. Caracterizar os estados físicos da matéria com base no Modelo
Cinético Molecular.
EA44. Representar grandezas utilizando códigos, símbolos e nomenclatura
Conteúdos
Conceitos de temperatura e calor;
Escalas Termométricas*
Dilatação térmica dos sólidos e líquidos e o
comportamento térmico da água*
Calor sensível, capacidade térmica, calor específico;
USOS DE ENERGIA
2° Ano
2° Ano
III
IV
SOM, IMAGEM E
INFORMAÇÃO
SOM, IMAGEM E
INFORMAÇÃO
específicos da Física, tendo como foco o tema Calor, Ambiente e Usos de
Energia.
EA45. Construir e descrever modelos físicos, que representem os
fenômenos observados, tendo como foco o tema Calor, Ambiente e Usos
de Energia.
EA50. Calcular grandezas físicas como quantidade de calor, capacidade
térmica, temperatura e calor específico, em processos de troca e
transferência de calor.
EA52. Ler, interpretar e localizar informações explícitas e implícitas em
diagramas de fases.
EA54. Comparar potência e eficiência de diferentes tipos de máquinas
térmicas: tipos de motores e refrigeradores.
EA55. Caracterizar os processos que ocorrem em ciclos termodinâmicos
de motores e refrigeradores.
EA56. Ler, interpretar e calcular trabalho e transferência de calor, a partir
de diagramas de pressão e volume, que representam os ciclos
termodinâmicos de diferentes.
EA57. Associar a 1ª Lei da Termodinâmica ao Princípio da Conservação da
Energia.
EA58. Considerar a Entropia como uma grandeza relacionada à
degradação da energia nos processos físicos espontâneos, descritos pela
2ª Lei da Termodinâmica.
Ea65. Representar grandezas, utilizando códigos, símbolos e
nomenclatura específicos da Física, tendo como foco o tema Som,
Imagem e Informação.
EA66. Construir e descrever modelos físicos que representem os
fenômenos observados, tendo como foco o tema Som, Imagem e
Informação.
EA77. Caracterizar as principais faixas do espectro eletromagnético, com
ênfase na faixa da luz visível.
EA78. Caracterizar os fenômenos luminosos como refração, reflexão,
dispersão, absorção e espalhamento, utilizando essas informações para
explicar fenômenos, como a formação do arco-íris e a cor do céu.
EA80. Explicar usos e funcionamento de equipamentos ópticos, como olho
humano, óculos, binóculos, microscópio e máquina fotográfica.
Ea65. Representar grandezas, utilizando códigos, símbolos e
nomenclatura específicos da Física, tendo como foco o tema Som,
Imagem e Informação.
EA66. Construir e descrever modelos físicos que representem os
fenômenos observados, tendo como foco o tema Som, Imagem e
Informação.
EA78. Caracterizar os fenômenos luminosos como refração, reflexão,
dispersão, absorção e espalhamento, utilizando essas informações para
Calor latente, mudanças de estados físicos, diagrama de
fases.
Propagação do Calor - Condução; convecção e irradiação.
Grandezas e relações entre grandezas Variáveis de estado,
equação
de Clapeyron e a lei geral dos gases perfeitos;
transformações gasosas particulares: isotérmica, isobárica,
isocórica e adiabática;
teoria cinética dos gases.
Trabalho realizado por um gás; energia interna; leis da
termodinâmica;
transformações cíclicas e o ciclo de Carnot.
Princípios da Óptica Geométrica, raio de luz, formação de
sombra e penumbra.
Reflexão da Luz, reflexão regular e difusa, leis da reflexão;
espelhos planos e esféricos; formação das imagens;
equação dos pontos conjugados.
Refração da Luz, leis da refração; reflexão total; posição
aparente; lâminas de faces paralelas e prismas.
Lentes Esféricas, classificação geométrica das lentes;
elementos geométricos; comportamento óptico; formação
das imagens; equação dos pontos conjugados; vergência
de uma lente e óptica da visão; arranjos ópticos simples.
explicar fenômenos, como a formação do arco-íris e a cor do céu.
EA80. Explicar usos e funcionamento de equipamentos ópticos, como olho
humano, óculos, binóculos, microscópio e máquina fotográfica.
*Expectativas de aprendizagem que foram ou serão trabalhadas em videoaulas no Educa PE.
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PRIORITÁRIAS DE FÍSICA
3º ANO
Série
Bimestre
Eixo/ Campo
3° Ano
I
EQUIPAMENTOS ELÉTRICOS E
TELECOMUNICAÇÕES
3° Ano
II
EQUIPAMENTOS ELÉTRICOS E
TELECOMUNICAÇÕES
3° Ano
III
EQUIPAMENTOS ELÉTRICOS E
FÍSICA
Expectativa de Aprendizagem
Conteúdos
Energia potencial e potencial elétrico;
potencial elétrico num campo elétrico gerado por cargas
puntiformes;
potencial de um condutor em equilíbrio eletrostático;
superfícies eqüipotenciais;
trabalho realizado pela força elétrica e diferença de
potencial num campo elétrico uniforme.
Carga elétrica e sua conservação; *
EA90. Diferenciar os processos de eletrização.
condutores e isolantes; *
EA91. Identificar as características geométricas de campos elétricos
processos de eletrização;*
gerados por cargas puntiformes e distribuídas.
Lei de Coulomb;*
Campo Elétrico -conceito de campo elétrico; vetor campo
elétrico; *
campo elétrico gerado por cargas elétricas puntiformes;*
linhas de força; campo elétrico uniforme e campo
elétrico gerado por um condutor em equilíbrio
eletrostático.*
Grandezas Físicas no Estudo dos Circuitos Elétricos,
diferença de potencial; corrente elétrica e sua
EA93. Identificar a influência da condutibilidade e resistividade de
intensidade; efeitos da corrente elétrica;
diferentes tipos de materiais, assim como as características
potência elétrica e energia elétrica; resistência elétrica e
geométricas do objeto, sobre o valor de sua resistência elétrica.
Leis de Ohm.
EA94. Realizar cálculos de tensão elétrica, resistência, capacitância e
Equipamentos Elétricos de um Circuito: Gerador Elétrico;
intensidade de corrente elétrica em circuitos elétricos compostos por Receptor Elétrico.
diferentes componentes.
Circuitos Elétricos. circuitos com gerador; Receptor e
EA95. Caracterizar as funções de componentes individuais de circuitos Resistores.
elétricos.
Circuitos Especiais - leis de Kirchhoff; instrumentos
elétricos de medição; dispositivos de segurança; circuitos
com capacitores planos.
EA98. Identificar características de linhas de campos magnéticos
Imãs e interações entre imãs;
TELECOMUNICAÇÕES
produzidas por ímãs de diferentes formas geométricas.
EA99. Relacionar as diferentes grandezas presentes nas leis de Lenz,
Ampère e Faraday.
EA100. Explicar o funcionamento de motores e geradores elétricos,
identificando as transformações de energia, que ocorrem nesses
equipamentos.
EA107. Representar grandezas, utilizando códigos, símbolos e
nomenclatura específicos da Física, tendo como foco o tema Matéria e
Radiação.
EA108. Construir e descrever modelos físicos que representem os
fenômenos observados, tendo como foco o tema Matéria e Radiação.
EA112. Diferenciar as formas de organização da matéria e suas
relações com as propriedades físicas dos materiais.
EA113. Identificar a estrutura organizacional e os elementos do
modelo atômico vigente.
EA114. Identificar a quantização da energia como requisito para
descrição do modelo atômico vigente.
EA115. Realizar cálculos e estimativas de níveis e subníveis de energia
atômicos.
EA116. Diferenciar as concepções de Espaço e Tempo na Mecânica
Clássica e na Teoria da Relatividade e suas consequências na solução
3° Ano
IV
MATÉRIA E RADIAÇÃO
de situações-problema.
EA117. Identificar, no Espectro Eletromagnético, as faixas de energia
utilizadas nos diferentes tipos de equipamentos ou tecnologias
empregados no cotidiano, como radar, rádio, forno de micro-ondas e
tomografia.
EA118. Caracterizar a luz como pacotes de ondas (energia quantizada)
que podem interagir com a matéria, apresentando alguns
comportamentos típicos de partículas e de ondas, ou seja, o
comportamento dual onda-partícula.
EA119. Discutir o experimento que levou à descoberta do efeito
fotoelétrico e sua explicação pelo modelo corpuscular para a luz.
EA120. Caracterizar os processos de interação das radiações com
meios materiais, para explicar os fenômenos envolvidos em
fotocélulas, emissão e transmissão de luz e radiografias.
EA121. Caracterizar as radiações ionizantes e não ionizantes mais
utilizadas por seus efeitos biológicos e ambientais.
*Expectativas de aprendizagem que foram ou serão trabalhadas em videoaulas no Educa PE.
experimento de Oersted;
Campo magnético e linhas de indução;
fontes de campo magnético;
condutor retilíneo, espiras e solenóide;
força magnética numa carga elétrica, força magnética
num condutor retilíneo e força magnética entre dois
condutores retilíneos e paralelos;
indução magnética e a lei de Faraday; Lei de Lenz.
Óptica Física, - Luz e radiação eletromagnética, espectro
eletromagnético, experimento de Young; polarização da
luz. Física Moderna - Radiação de corpo negro; efeito
fotoelétrico; modelo de Bohr; dualidade ondapartícula;
princípio da incerteza.
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM COMPLEMENTARES DE FÍSICA
1º ANO
Série
Bimestre
Eixo/ Campo
1° Ano
I
MOVIMENTO, VARIAÇÕES E
CONSERVAÇÕES
1° Ano
II
MOVIMENTO, VARIAÇÕES E
CONSERVAÇÕES
1 Ano
III
MOVIMENTO, VARIAÇÕES E
CONSERVAÇÕES
Física
Expectativa de Aprendizagem
EA1. Analisar o papel da Física, no contexto histórico e
contemporâneo, tendo como foco o tema Movimento, Variações e
Conservações.
EA2. Identificar as dimensões sociais, culturais, éticas, estéticas e
políticas do desenvolvimento da Física como ciência, tendo como foco
o tema Movimento, Variações e Conservações.
EA3. Identificar as formas contemporâneas de pesquisa científica,
tendo como foco o tema Movimento, Variações e Conservações.
EA4. Caracterizar o processo histórico de evolução dos conceitos de
movimento, variações e conservações. EA7. Realizar atividades
experimentais para propor e verificar hipóteses sobre os fenômenos,
sistematizando, analisando os dados e produzindo relatórios, tendo
como foco o tema Movimento, Variações e Conservações.
EA8. Estabelecer relações entre hipóteses, teorias e leis físicas no
contexto do tema Movimento, Variações e Conservações.
EA1. Analisar o papel da Física, no contexto histórico e
contemporâneo, tendo como foco o tema Movimento, Variações e
Conservações.
EA2. Identificar as dimensões sociais, culturais, éticas, estéticas e
políticas do desenvolvimento da Física como ciência, tendo como foco
o tema Movimento, Variações e Conservações.
EA3. Identificar as formas contemporâneas de pesquisa científica,
tendo como foco o tema Movimento, Variações e Conservações.
EA4. Caracterizar o processo histórico de evolução dos conceitos de
movimento, variações e conservações.Ea7. Realizar atividades
experimentais para propor e verificar hipóteses sobre os fenômenos,
sistematizando, analisando os dados e produzindo relatórios, tendo
como foco o tema Movimento, Variações e Conservações.Ea16.
Aplicar o conceito de Momento de Inércia, para discutir a resistência
inercial de objetos em movimento de rotação, relacionando-o ao
conceito de massa nas translações.
EA18. Reconhecer, representar e classificar processos de ampliação de
forças em diferentes ferramentas, máquinas e instrumentos.
EA19. Explicar a condição de equilíbrio de um objeto em termos da
resultante das forças e dos torques agindo sobre ele.
EA20. Analisar movimentos circulares em sistemas referenciais
Conteúdos
Precisão das medidas e algarismos significativos;
Construção e interpretação de tabelas, gráficos e
diagramas.
Conceito de força; Leis de Newton (força peso, força
normal, força elástica, força de atrito e força resultante
numa trajetória curvilínea);
Leis de Newton (força peso, força normal, força elástica,
força de atrito e força resultante numa trajetória
curvilínea);
1 Ano
IV
MOVIMENTO, VARIAÇÕES E
CONSERVAÇÕES
inerciais e não inerciais.EA22. Relacionar o conceito de pressão com a
direção da força exercida e a área da superfície sobre a qual essa força
é aplicada.
EA23. Identificar as condições necessárias para a manutenção do
equilíbrio estático e dinâmico de objetos no ar ou na água.
EA24. Aplicar a Lei de Stevin na resolução de situações problema,
envolvendo fluidos em equilíbrio e vasos comunicantes.
Ea25. Caracterizar o funcionamento de mecanismos hidráulicos
utilizados em objetos do cotidiano, com base no Princípio de Pascal.
Ea26. Associar as características do Movimento Harmônico Simples a
processos dinâmicos observados em diferentes campos da Física.
EA27. Analisar o papel da Física no contexto histórico e
contemporâneo, tendo como foco o tema Universo, Terra e Vida.
EA28. Identificar as dimensões sociais, culturais, éticas, estéticas e
políticas do desenvolvimento da Física como ciência, tendo como foco
o tema Universo, Terra e Vida. EA29. Identificar as formas
contemporâneas de pesquisa científica, tendo como foco o tema
Universo, Terra e Vida. EA30. Caracterizar o processo histórico de
evolução dos conceitos em Física, tendo como foco o tema Universo,
Confronto entre os sistemas geocêntrico e heliocêntrico.
Terra e Vida. EA31. Representar grandezas utilizando códigos,
Lei de Newton da gravitação e energia potencial
símbolos e nomenclatura específicos da Física, tendo como foco o
gravitacional; Lei de Kepler.
tema Universo, Terra e Vida. EA33. Realizar atividades experimentais
para propor e verificar hipóteses sobre os fenômenos, sistematizando,
analisando os dados e produzindo relatórios, tendo como foco o tema
Universo, Terra e Vida. EA34. Estabelecer relações entre hipóteses,
teorias e leis físicas no contexto do tema Universo, Terra e Vida. EA39.
Utilizar o movimento dos astros para orientação espacial e temporal
por observação direta ou por utilização de instrumentos como o
gnomon, o relógio de sol e o astrolábio.
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM COMPLEMENTARES DE FÍSICA
2º ANO
Série
Bimestre
2° Ano
I
Física
Expectativa de Aprendizagem
EA40. Analisar o papel da Física no contexto histórico e contemporâneo,
tendo como foco o tema Calor, Ambiente e Usos de Energia.
CALOR, AMBIENTE E
EA41. Identificar as dimensões sociais, culturais, éticas, estéticas e
USOS DE ENERGIA
políticas do desenvolvimento da Física como ciência, tendo como foco o
tema Calor, Ambiente e Usos de Energia.
Eixo/ Campo
Conteúdos
Conceitos de temperatura e calor; Escalas Termométricas.
Dilatação térmica dos sólidos e líquidos e o comportamento
térmico da água.
2 Ano
2 Ano
2 Ano
II
III
IV
EA42. Identificar as formas contemporâneas de pesquisa científica, tendo
como foco o tema Calor, Ambiente e Usos de Energia.
EA43. Caracterizar o processo histórico de evolução dos conceitos em
Física, tendo como foco o tema Calor, Ambiente e Usos de Energia. EA45.
Construir e descrever modelos físicos, que representem os fenômenos
observados, tendo como foco o tema Calor, Ambiente e Usos de Energia.
EA46. Realizar atividades experimentais para propor e verificar hipóteses
sobre os fenômenos, sistematizando,analisando os dados e produzindo
relatórios, tendo como foco o tema Calor, Ambiente e Usos de Energia.
Ea47. Estabelecer relações entre hipóteses, teorias e leis físicas no
contexto do tema Calor, Ambiente e Usos de Energia.
EA46. Realizar atividades experimentais para propor e verificar hipóteses
sobre os fenômenos, sistematizando,analisando os dados e produzindo
relatórios, tendo como foco o tema Calor, Ambiente e Usos de Energia.
EA47. Estabelecer relações entre hipóteses, teorias e leis físicas no
contexto do tema Calor, Ambiente e Usos de Energia. EA51. Caracterizar
os estados físicos da matéria, com base no Modelo Cinético Molecular.
CALOR, AMBIENTE E
EA53. Identificar os aspectos do contexto histórico da revolução industrial
USOS DE ENERGIA
que levaram ao desenvolvimento dos motores termodinâmicos. EA59.
Avaliar a viabilidade de processos de produção de combustíveis para
motores termodinâmicos, tendo como referência o contexto geopolítico
da região produtora, com ênfase na sustentabilidade.
Ea60. Analisar o ciclo da água do ponto de vista termodinâmico,
caracterizando as grandezas envolvidas nos processos de transformação.
EA61.Analisar o papel da Física no contexto histórico e contemporâneo,
tendo como foco o tema Som, Imagem e Informação.
EA62. Identificar as dimensões sociais, culturais, éticas, estéticas e
políticas do desenvolvimento da Física como ciência, tendo como foco o
tema Som, Imagem e Informação.
EA63. Identificar as formas contemporâneas de pesquisa científica, tendo
SOM, IMAGEM E
como foco o tema Som, Imagem e Informação.
INFORMAÇÃO
EA64. Caracterizar o processo histórico de evolução dos conceitos em
Física, tendo como foco o tema Som, Imagem e Informação. EA67.
Realizar atividades experimentais para propor e verificar hipóteses sobre
os fenômenos, sistematizando,analisando os dados e produzindo
relatórios, tendo como foco o tema Som, Imagem e Informação.
EA68. Estabelecer relações entre hipóteses, teorias e leis físicas no
contexto do tema Som, Imagem e Informação.
EA61.Analisar o papel da Física no contexto histórico e contemporâneo,
tendo como foco o tema Som, Imagem e Informação.
SOM, IMAGEM E
EA62. Identificar as dimensões sociais, culturais, éticas, estéticas e
INFORMAÇÃO
políticas do desenvolvimento da Física como ciência, tendo como foco o
tema Som, Imagem e Informação.
Calor sensível, capacidade térmica, calor específico; Calor
latente, mudanças de estados físicos, diagrama de fases.
Propagação do Calor - Condução; convecção e irradiação.
Grandezas e relações entre grandezas Variáveis de estado,
equação de Clapeyron e a lei geral dos gases perfeitos;
transformações gasosas particulares: isotérmica, isobárica,
isocórica e adiabática; teoria cinética dos gases. Trabalho
realizado por um gás; energia interna; leis da termodinâmica;
transformações cíclicas e o ciclo de Carnot.
Princípios da Óptica Geométrica, raio de luz, formação de
sombra e penumbra. Reflexão da Luz, reflexão regular e difusa,
leis da reflexão; espelhos planos e esféricos; formação das
imagens; equação dos pontos conjugados.
Refração da Luz, leis da refração; reflexão total; posição
aparente; lâminas de faces paralelas e prismas. Lentes
Esféricas, classificação geométrica das lentes; elementos
geométricos; comportamento óptico; formação das imagens;
equação dos pontos conjugados; vergência de uma lente e
EA63. Identificar as formas contemporâneas de pesquisa científica, tendo
como foco o tema Som, Imagem e Informação.
EA64. Caracterizar o processo histórico de evolução dos conceitos em
Física, tendo como foco o tema Som, Imagem e Informação.EA67.
Realizar atividades experimentais para propor e verificar hipóteses sobre
os fenômenos, sistematizando,analisando os dados e produzindo
relatórios, tendo como foco o tema Som, Imagem e Informação.
EA68. Estabelecer relações entre hipóteses, teorias e leis físicas no
contexto do tema Som, Imagem e Informação. EA70. Descrever Onda
Mecânica como resultante de uma composição de um movimento
harmônico simples e um movimento retilíneo uniforme. EA73. Distinguir
as formas de produção e propagação dos sons em diferentes fontes
sonoras e meios de propagação. EA76. Explicar o funcionamento do
ouvido humano e a audição.
óptica da visão; arranjos ópticos simples. Conceito de onda;
Classificação das ondas; Comprimento de onda, frequência,
período e amplitude de uma onda; Princípio de superposição,
reflexão, refração, interferência, difração; Ondas sonoras e
efeito Doppler.
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM COMPLEMENTARES DE FÍSICA
3º ANO
Série
3 Ano
3 Ano
Bimestre
I
II
Eixo/ Campo
EQUIPAMENTOS
ELÉTRICOS E
TELECOMUNICAÇÕES
Física
Expectativa de Aprendizagem
EA89. Caracterizar o processo de evolução dos conceitos em eletrostática e suas relações
com os modelos atômicos.
EQUIPAMENTOS
ELÉTRICOS E
TELECOMUNICAÇÕES
EA92. Caracterizar e comparar as propriedades elétricas dos materiais: dielétricos,
semicondutores, condutores e supercondutores, relacionando cada classe de materiais ao
modelo atômico de Rutherford-Bohr. EA96. Realizar pesquisa do consumo de energia
elétrica de equipamentos elétricos domésticos e da escola.
Conteúdos
Energia potencial e potencial elétrico; potencial
elétrico num campo elétrico gerado por cargas
puntiformes; potencial de um condutor em
equilíbrio eletrostático; superfícies
eqüipotenciais; trabalho realizado pela força
elétrica e diferença de potencial num campo
elétrico uniforme.
Grandezas Físicas no Estudo dos Circuitos
Elétricos, diferença de potencial; corrente
elétrica e sua intensidade; efeitos da corrente
elétrica; potência elétrica e energia elétrica;
resistência elétrica e Leis de Ohm.
Equipamentos Elétricos de um Circuito:
Gerador Elétrico; Receptor Elétrico. Circuitos
Elétricos. circuitos com gerador; Receptor e
Resistores. Circuitos Especiais - leis de
Kirchhoff; instrumentos elétricos de medição;
dispositivos de segurança; circuitos com
capacitores planos.
3 Ano
III
EQUIPAMENTOS
ELÉTRICOS E
EA97. Caracterizar e comparar as propriedades magnéticas de materiais diamagnéticos,
TELECOMUNICAÇÕES
paramagnéticos e ferromagnéticos. EA101. Relacionar a produção de energia com os
impactos ambientais e sociais desses processos.
EA102. Identificar os principais aspectos da matriz energética brasileira e mundial e suas
consequências geopolíticas e socioeconômicas mundiais.
3 Ano
IV
MATÉRIA E RADIAÇÃO EA103. Analisar o papel da Física no contexto histórico e contemporâneo, tendo como
foco o tema Matéria e Radiação.
EA104. Identificar as dimensões sociais, culturais, éticas, estéticas e políticas do
desenvolvimento da Física como ciência, tendo como foco o tema Matéria e Radiação.
EA105. Identificar as formas contemporâneas de pesquisa científica, tendo como foco o
tema Matéria e Radiação.
EA106. Caracterizar o processo histórico de evolução dos conceitos em Física, tendo como
foco o tema Matéria e Radiação. EA109. Realizar atividades experimentais para propor e
verificar hipóteses sobre os fenômenos, sistematizando, analisando os dados e produzindo
relatórios, tendo como foco o tema Matéria e Radiação.
EA110. Estabelecer relações entre hipóteses, teorias e leis físicas, no contexto do tema
Matéria e Radiação.
EA111. Caracterizar as etapas de evolução do conceito de átomo e modelos atômicos.
EA112. Diferenciar as formas de organização da matéria e suas relações com as
propriedades físicas dos materiais.
EA113. Identificar a estrutura organizacional e os elementos do modelo atômico vigente.
EA114. Identificar a quantização da energia como requisito para descrição do modelo
atômico vigente.
EA115. Realizar cálculos e estimativas de níveis e subníveis de energia atômicos.
EA116. Diferenciar as concepções de Espaço e Tempo na Mecânica Clássica e na Teoria da
Relatividade e suas consequências na solução de situações-problema.
EA117. Identificar, no Espectro Eletromagnético, as faixas de energia utilizadas nos
diferentes tipos de equipamentos ou tecnologias empregados no cotidiano, como radar,
rádio, forno de micro-ondas e tomografia.
EA118. Caracterizar a luz como pacotes de ondas (energia quantizada) que podem
interagir com a matéria, apresentando alguns comportamentos típicos de partículas e de
ondas, ou seja, o comportamento dual onda-partícula.
EA119. Discutir o experimento que levou à descoberta do efeito fotoelétrico e sua
explicação pelo modelo corpuscular para a luz.
EA120. Caracterizar os processos de interação das radiações com meios materiais, para
explicar os fenômenos envolvidos em fotocélulas, emissão e transmissão de luz e
radiografias.
EA121. Caracterizar as radiações ionizantes e não ionizantes mais utilizadas por seus
efeitos biológicos e ambientais.
EA122. Identificar as transformações nucleares que dão origem à radioatividade, para
Imãs e interações entre imãs; experimento de
Oersted; Campo magnético e linhas de
indução; fontes de campo magnético; condutor
retilíneo, espiras e solenóide; força magnética
numa carga elétrica, força magnética num
condutor retilíneo e força magnética entre dois
condutores retilíneos e paralelos; indução
magnética e a lei de Faraday; Lei de Lenz.
Óptica Física, - Luz e radiação eletromagnética,
espectro eletromagnético, experimento de
Young; polarização da luz. Física Moderna Radiação de corpo negro; efeito fotoelétrico;
modelo de Bohr; dualidade ondapartícula;
princípio da incerteza.
reconhecer sua presença na Natureza e em sistemas tecnológicos.
EA123. Reconhecer a natureza das interações e a ordem de grandeza da quantidade de
energia envolvida nas transformações nucleares, para explicar seu uso em, por exemplo,
indústria, agricultura ou medicina.
EA124. Identificar as partículas subatômicas e suas interações, descritas pelo Modelo
Padrão.
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PRIORITÁRIAS
E COMPLEMENTARES DE
QUÍMICA
PARA OS ESTUDANTES DO ENSINO MÉDIO
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PRIORITÁRIAS DE QUÍMICA
1º ANO
Série
Bimestre
1 Ano
I
1 Ano
I
1 Ano
I
1º ano
I
1º ano
II
1º ano
II
1 Ano
II
1 Ano
II
1 Ano
II
1 Ano
III
1 Ano
III
1 Ano
III
Eixo/ Campo
Eixo temático I
QUÍMICA
Expectativa de Aprendizagem
EA5 - Diferenciar as substâncias e misturas, por meio da constância ou não das
temperaturas de fusão e ebulição.
EA6 - Reconhecer as mudanças de fase das substâncias e misturas, por meio de
representações em gráficos.
EA12 - Relacionar as propriedades específicas dos materiais com os métodos físicos de
separação de misturas.
Eixo temático II
Eixo temático II
Eixo temático III
EA1 - Reconhecer as rochas, minerais, areia, água e ar como materiais abundantes no
planeta e alguns dos seus ciclos.
EA24 - Relacionar a distribuição de elétrons dos elementos químicos com a sua
localização na Tabela Periódica.
EA25 - Reconhecer o tipo de ligação química e o tipo de substância formada pelos
elementos, de acordo com a sua localização na Tabela Periódica.
EA26 - Reconhecer que a proporção entre os átomos nas fórmulas das substâncias
depende do número de seus elétrons de valência
EA27 - Reconhecer que a combinação de átomos do mesmo tipo dá origem às
substâncias simples e de átomos diferentes dá origem às substâncias compostas.
EA31 - Reconhecer substâncias inorgânicas, tais como ácidos, bases, sais e óxidos, a
partir de suas fórmulas e características.
EA49 - Reconhecer as evidências de transformações químicas, por meio das mudanças
das propriedades dos materiais
EA50 - Diferenciar calor de temperatura, por meio de interpretação dos fenômenos no
cotidiano
EA60 - Identificar as reações de formação e de decomposição das substâncias
EA126 - Explicar a Lei de Lavoisier ou a conservação da massa em uma transformação
química, utilizando o modelo de Dalton.
EA127 - Reconhecer que existem proporções fixas entre as substâncias envolvidas em
1 Ano
IV
Eixo temático IV
uma transformação química, utilizando o modelo de Dalton.
EA13 - Reconhecer a constante de Avogadro e as quantidades de partículas referentes
1 Ano
IV
a: mol, massa molar e volume molar.
*Expectativas de aprendizagem que foram ou serão trabalhadas em videoaulas no Educa PE.
1 Ano
Conteúdos
Transformações químicas
Processos de separação - filtração, decantação e
destilação
Códigos e nomenclatura da química para
caracterizar materiais, substâncias e
transformações químicas
Materiais, suas propriedades e usos; Estrutura
Atômica.
A Tabela Periódica e Suas Propriedades.*
Ligações Químicas*
Modelos atômicos
Funções Químicas*
Transformações químicas
Energia envolvida nas transformações físicas dos
materiais
As características das transformações dos diversos
tipos de sustâncias
IV
Leis de Conservação da matéria
Quantidades em química: massa, volume e
quantidade de matéria
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PRIORITÁRIAS DE QUÍMICA
2º ANO
Série
Bimestre
2 Ano
I
Eixo/ Campo
Eixo temático I
2 Ano
I
2 Ano
2º ano
I
II
2º ano
II
2º ano
II
QUÍMICA
Expectativa de Aprendizagem
EA11 - Prever a quantidade de determinada substância, que se dissolve em água, a
partir dos valores de solubilidade, a uma determinada temperatura.
EA37 - Reconhecer as misturas coloidais como heterogêneas, tais como dispersões e
emulsões.
EA43 - Calcular a concentração de soluções em g/L, mol/L e % percentual, levando em
consideração as informações sobre as massas molares e, também a densidade e o
volume.
EA17 - Reconhecer os fenômenos de volatilidade e pressão de vapor dos líquidos
EA28 - Reconhecer substâncias orgânicas, a partir de suas fórmulas e características.
EA29 - Reconhecer os grupos funcionais das substâncias orgânicas, tais como
hidrocarbonetos, alcoóis, aldeídos, cetonas, éteres, aminas, ácidos carboxílicos,
ésteres e amidas
EA91 - Reconhecer o petróleo como fonte de combustíveis fósseis e de energia.
Eixo temático II
EA47 - Reconhecer os materiais ácidos, básicos e neutros, por meio de suas aplicações
no cotidiano
EA48 - Identificar as mudanças de cor de alguns indicadores na presença de ácidos e
2 Ano
II
bases
EA49 - Reconhecer as evidências de transformações químicas, por meio das mudanças
2 Ano
II
das propriedades dos materiais.
EA58 - Compreender os aspectos relacionados à quantidade de energia absorvida ou
2 Ano
III
liberada nos processos de dissolução.
Eixo temático III EA59 - Relacionar o modelo cinético molecular e as interações intermoleculares à
2 Ano
III
quantidade de energia envolvida nos processos de dissolução.
2 Ano
III
EA61 - Reconhecer uma reação de combustão, por seus reagentes e produtos.
EA100 - Compreender os aspectos quantitativos relacionados à variação de entalpia
2 Ano
VI
das reações pela Lei de Hess.
EA131 - Reconhecer os diversos fatores, que favorecem ou inibem as colisões efetivas,
2 Ano
VI
Eixo temático IV
tais como: temperatura, concentração, pressão, superfície de contato e catalisador.
EA138 - Compreender que as transformações químicas podem ocorrer em diferentes
2 Ano
VI
escalas de tempo, dependendo da natureza dos reagentes e das condições da reação.
*Expectativas de aprendizagem que foram ou serão trabalhadas em videoaulas no Educa PE.
2 Ano
Conteúdos
Soluções*
Concentrações das soluções
Propriedades dos materiais
Substâncias orgânicas: Conceitos Introdutórios*
Grupos Funcionais das Substâncias Orgânicas:
Conceitos Iniciais*
O Petróleo como Fonte de Combustíveis Fósseis e
Energia*
II
Funções Químicas
Energia envolvida nas transformações químicas
Propriedades dos Materiais
Termoquímica
Teoria das Colisões e Cinética Química
Cinética Química
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PRIORITÁRIASDE QUÍMICA
3º ANO
Série
Bimestre
3 Ano
I
3 Ano
I
3 Ano
I
3º ano
II
Eixo/ Campo
Eixo temático I
Eixo temático II
QUÍMICA
Expectativa de Aprendizagem
EA73 - Diferenciar processos espontâneos ou não espontâneos por meio da diferença
de potencial nos processos de oxirredução.
EA81 - Consultar tabelas de potencial eletroquímico, para fazer previsões sobre a
ocorrência das transformações
EA83 - Compreender o processo de eletrólise utilizado na obtenção de alumínio e de
outros metais, a partir de aplicações tecnológicas, como cromação, galvanização etc.
EA28 - Reconhecer substâncias orgânicas, a partir de suas fórmulas e características.
EA29 - Reconhecer os grupos funcionais das substâncias orgânicas, tais como
hidrocarbonetos, alcoóis, aldeídos, cetonas, éteres, aminas, ácidos carboxílicos,
ésteres e amidas
EA30 - Identificar a constituição de diferentes materiais orgânicos, tais como,
3º ano
II
Eixo temático II
polímeros naturais e sintéticos, carboidratos, proteínas, lipídeos e vitaminas.
EA4 - Reconhecer as propriedades dos materiais recicláveis, tais como plásticos,
3 Ano
II
Eixo temático II
metais, papel e vidro.
EA88 - Identificar os diferentes conteúdos calóricos nos rótulos dos alimentos
3 Ano
III
industrializados.
Eixo temático III
3 Ano
III
EA89 - Relacionar a obtenção de energia dos alimentos ao processo de respiração.
3 Ano
III
EA122 - Reconhecer os compostos isômeros pelas diferenças entre as propriedades
EA148 - Prever o sentido do deslocamento de um equilíbrio químico, aplicando o
3 Ano
IV
Princípio de Le Chatelier
EA149 - Identificar os fatores que afetam o estado de equilíbrio, a partir de equações
3 Ano
IV
Eixo temático IV
que representam sistemas em equilíbrio
EA153 - Identificar, por meio de equações ou fórmulas químicas, sistemas que
3 Ano
IV
apresentem caráter ácido, básico ou neutro.
*Expectativas de aprendizagem que foram ou serão trabalhadas em videoaulas no Educa PE.
3º ano
II
Eixo temático II
Conteúdos
Processos de oxidação e redução*
As Substâncias Orgânicas: Fórmulas e
Características
Substâncias Orgânicas: Estudos Grupos Funcionais.
Polímeros Naturais e Sintéticos.
Propriedades dos materiais
Transformações químicas
Modelos explicativos para os compostos Isômeros
Equilíbrio Químico
Teoria de Ácidos e Bases e as medidas de pH
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM COMPLEMENTARES DE QUÍMICA
1º ANO
Série
Bimestre
Eixo/ Campo
1 Ano
I
Eixo temático I
1 Ano
I
Eixo temático I
1 Ano
I
Eixo temático I
1 Ano
I
Eixo temático I
1 Ano
I
Eixo temático I
1 Ano
II
Eixo temático II
1 Ano
II
Eixo temático II
1 Ano
II
Eixo temático II
1 Ano
III
Eixo temático III
QUÍMICA
Expectativa de Aprendizagem
EA7 - Aplicar o conceito de densidade para explicar a flutuação de materiais e objetos
em líquidos ou no ar.
EA2 - Relacionar a constituição dos seres vivos com os materiais constituintes do
ambiente.
EA3 - Relacionar as propriedades dos materiais à sua disponibilidade, aos seus usos, à
sua degradação, reaproveitamento e reciclagem, na perspectiva da sustentabilidade.
EA4 - Reconhecer as propriedades dos materiais recicláveis, tais como plásticos,
metais, papel e vidro
EA8 - Resolver problemas, envolvendo a relação entre massa e volume das
substâncias. EA9 - Aplicar o conceito de solubilidade em situações de dissolução das
substâncias.
EA28 - Reconhecer substâncias orgânicas, a partir de suas fórmulas e características.
EA29 - Reconhecer os grupos funcionais das substâncias orgânicas, tais como
hidrocarbonetos, alcoóis, aldeídos, cetonas, éteres, aminas, ácidos carboxílicos,
ésteres e amidas. EA30 - Identificar a constituição de diferentes materiais orgânicos,
tais como, polímeros naturais e sintéticos, carboidratos, proteínas, lipídeos e
vitaminas. EA152 - Definir ácidos e bases de acordo com as teorias de Arrhenius,
Brönsted e Lewis. EA153 - Identificar, por meio de equações ou fórmulas químicas,
sistemas que apresentem caráter ácido, básico ou neutro. EA154 - Identificar o caráter
ácido, básico ou neutro de soluções por meio de indicadores. EA155 - Representar
reações de neutralização ácido/base por meio de equações químicas. EA156 Reconhecer transformações químicas, que envolvem a neutralização de soluções.
EA21 - Identificar os elementos químicos na Tabela Periódica por seus símbolos e
nomes. EA22 - Reconhecer os elementos químicos por sua localização na Tabela
Periódica, de acordo com as suas propriedades. EA23 - Identificar os metais e ametais
e suas propriedades físicas e químicas por meio da Tabela Periódica.
EA156 - Reconhecer transformações químicas, que envolvem a neutralização de
soluções. EA32 - Reconhecer que uma mistura é um sistema que contém duas ou mais
substâncias. EA33 - Diferenciar sistemas homogêneos e heterogêneos, por meio das
propriedades das substâncias e misturas. EA34 - Diferenciar substâncias compostas de
sistemas homogêneos, por meio de suas propriedades.
EA35 - Relacionar os métodos de separação das substâncias de uma mistura com as
propriedades dos materiais.
EA36 - Identificar o soluto como a substância em menor quantidade na solução e o
solvente como a parte da solução, que
dissolve o soluto.
EA46 - Relacionar as transformações físicas e químicas às mudanças, que ocorrem no
Conteúdos
Processos de separação de misturas presentes no
cotidiano
Substâncias: propriedades físicas
Propriedades dos materiais
Ciclo dos materiais no ambiente, seu uso pelos
humanos e as consequências para o planeta
Separação e substâncias utilizados nos sistemas
produtivos
Funções Químicas
Tabela periódica
Características dos materiais
Transformações químicas
1 Ano
IV
Eixo temático IV
1 Ano
IV
Eixo temático IV
1 Ano
IV
Eixo temático IV
1 Ano
IV
Eixo temático IV
1 Ano
IV
Eixo temático IV
ambiente, inclusive nos organismos. EA47 - Reconhecer os materiais ácidos, básicos e
neutros, por meio de suas aplicações no cotidiano. EA48 - Identificar as mudanças de
cor de alguns indicadores na presença de ácidos e bases.
EA110 - Empregar os modelos atômicos na explicação de fenômenos físicos e
químicos, tais como, indução de cargas elétricas, condução de corrente elétrica e calor,
a emissão de luz e a conservação de massa nas transformações químicas.
EA124 - Explicar uma transformação química em termos de rearranjo de átomos,
utilizando o modelo de Dalton. EA125 - Utilizar o modelo de Dalton, para explicar a
conservação do número de átomos em uma transformação química e realizar o
balanceamento das equações. EA128 - Explicar a Lei de Proust, utilizando o modelo de
Dalton representar as transformações por equações químicas.
EA102 - Reconhecer que todos os materiais são constituídos por partículas que estão
em constante movimento. EA47 - Reconhecer os materiais ácidos, básicos e neutros,
por meio de suas aplicações no cotidiano. EA103 - Reconhecer que o movimento das
partículas está associado à sua energia cinética e que elas podem ter velocidades
diferentes. EA48 - Identificar as mudanças de cor de alguns indicadores na presença de
ácidos e bases. EA104 - Utilizar o modelo cinético-molecular para representar os
estados físicos e suas mudanças. EA49 - Reconhecer as evidências de transformações
químicas, por meio das mudanças das propriedades dos materiais. EA105 - Aplicar o
modelo cinético molecular para explicar as variações de volume dos gases em
situações de aquecimento ou resfriamento. EA106 - Explicar, por meio do modelo
cinético molecular, o processo de dissolução das substâncias.
EA107 - Caracterizar por meio de símbolos os modelos atômicos de Dalton, Thomson,
Rutherford e Bohr.
EA108 - Reconhecer a relação entre os modelos atômicos e as explicações para as
propriedades dos materiais.
EA109 - Reconhecer os limites dos modelos atômicos para explicar as propriedades dos
materiais.
EA110 - Empregar os modelos atômicos na explicação de fenômenos físicos e
químicos, tais como, indução de cargas elétricas, condução de corrente elétrica e calor,
a emissão de luz e a conservação de massa nas transformações químicas.
EA111 - Reconhecer que as ligações estabelecidas entre átomos de ametais ocorrem
por compartilhamento de elétrons, formando moléculas ou substâncias covalentes.
EA112 - Reconhecer os modelos para constituição das substâncias moleculares e
covalentes e suas representações EA113 - Reconhecer que as substâncias moleculares
são formadas por moléculas ligadas umas às outras por interações fracas. EA114 - Usar
a teoria das forças intermoleculares para explicar as baixas temperaturas de fusão e
ebulição das substâncias moleculares. EA115 - Reconhecer as substâncias covalentes
por suas altíssimas temperaturas de fusão. EA116 - Reconhecer as ligações químicas
estabelecidas entre íons, formados por metais e ametais. EA117 - Reconhecer os
modelos para constituição das substâncias dos compostos iônicos e suas
representações. EA118 - Relacionar a ligação iônica às propriedades físicas e químicas
das substâncias iônicas, tais como temperaturas de fusão, condução de eletricidade
Modelos atômicos
Leis de Conservação da matéria
Modelo cinético molecular
Modelos atômicos
Modelo de Ligações Químicas e de Forças
Intermoleculares
2 Ano
IV
Eixo temático IV
etc. EA119 - Reconhecer os modelos para constituição das substâncias metálicas e suas
representações. EA120 - Explicar as propriedades das substâncias metálicas, tais como
a condução de calor e eletricidade por meio da ligação metálica.
EA14 - Conceituar a grandeza Mol, como quantidade de matéria. EA15 - Expressar
quantidade de massa e volume, usando o conceito de Mol. EA16 - Efetuar cálculos de
Quantidades em química: massa, volume e
quantidades de reagentes e produtos em transformação química, observando as leis
quantidade de matéria
de conservação e proporção
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM COMPLEMENTARES DE QUÍMICA
2º ANO
Série
Bimestre
Eixo/ Campo
2 Ano
I
Eixo temático I
2 Ano
I
Eixo temático I
2 Ano
I
Eixo temático I
2 Ano
II
Eixo temático II
2 Ano
III
Eixo temático III
QUÍMICA
Expectativa de Aprendizagem
EA18 - Reconhecer os processos, que alteram os valores das temperaturas de ebulição
e de congelamento de substâncias líquidas. EA19 - Compreender os efeitos de
variações da temperatura de ebulição e de congelamento de líquidos, por adição de
soluto não volátil.
EA20 - Reconhecer que a adição de um soluto não volátil provoca a variação da
pressão osmótica de um líquido
EA10 - Reconhecer a solubilidade das substâncias, por meio de representação gráfica.
EA31 - Reconhecer substâncias inorgânicas, tais como ácidos, bases, sais e óxidos, a
partir de suas fórmulas e características. EA36 - Identificar o soluto como a substância
em menor quantidade na solução e o solvente como a parte da solução, que dissolve o
soluto. EA38 - Diferenciar a solução diluída da concentrada pela relação entre a
quantidade de soluto e a quantidade de solvente.
EA39 - Calcular a proporcionalidade entre a massa ou volume do soluto e a massa ou
volume do solvente, em termos percentuais. EA40 - Calcular a concentração da
solução dada pela quantidade em mol do soluto, em relação ao volume da solução em
litros. EA41 - Compreender os procedimentos utilizados para efetuar cálculos de
concentração das soluções em % e em g/L. EA42 - Compreender a relação entre a
quantidade de matéria mol de soluto por volume de solução ou concentração mol/L.
EA44 - Interpretar informações contidas em rótulos de produtos, como medicamentos
ou produtos de limpeza constituídos por soluções. EA45 - Compreender unidades de
concentrações expressas em rótulos.
EA92 - Reconhecer que a queima de combustíveis fósseis produz gás carbônico e
outros gases, que contribuem para o aquecimento global.
EA90 - Calcular a energia produzida, a partir do consumo de alimentos. EA93 - Calcular
a energia liberada na queima dos hidrocarbonetos, álcool, biodiesel e outros
combustíveis. EA46 - Relacionar as transformações físicas e químicas às mudanças, que
Conteúdos
Propriedades dos materiais
Soluções
Concentração das soluções
Funções Químicas
Energia envolvida nas transformações químicas
2 Ano
III
Eixo temático III
2 Ano
IV
Eixo temático IV
2 Ano
IV
Eixo temático IV
2 Ano
IV
Eixo temático IV
2 Ano
IV
Eixo temático IV
ocorrem no ambiente, inclusive nos organismos. EA50 - Diferenciar calor de
temperatura, por meio de interpretação dos fenômenos no cotidiano. EA51 Reconhecer que a dissolução de substâncias envolve variação de energia. EA52 Identificar as variações de energia nas representações de processos de dissolução, por
meio de equações e gráficos. EA53 - Relacionar a energia envolvida no processo de
dissolução à natureza das substâncias e às interações entre as suas partículas. EA54 Identificar as variações de energia nas representações de processos de mudanças de
estado, em situações do cotidiano. EA55 - Reconhecer a representação, por meio de
gráfico, das mudanças de estado, que ocorrem com absorção ou liberação de energia.
EA56 - Relacionar o aumento ou diminuição da energia de um sistema ao estado de
agregação das partículas que o constituem. EA57 - Determinar a quantidade de calor
absorvida ou liberada na dissolução das substâncias.
EA60 - Identificar as reações de formação e de decomposição das substâncias.
EA133 - Compreender que uma reação química depende da energia de ativação para
ocorrer. EA134 - Reconhecer as representações da energia de ativação, por meio de
gráficos. EA135 - Compreender que a variação de entalpia de uma reação química não
depende da energia de ativação. EA136 - Compreender que a energia de ativação de
uma reação pode ser diminuída, por ação de um catalisador.
Propriedades dos materiais
Energia de ativação
EA85 - Conceituar entalpia, como a energia envolvida nas transformações químicas, à
pressão constante. EA86 - Conhecer, de maneira geral, como os processos do
organismo animal demandam energia. EA87 - Identificar equações que representem
reações de combustão de carboidratos simples. EA88 - Identificar os diferentes
conteúdos calóricos nos rótulos dos alimentos industrializados. EA89 - Relacionar a
obtenção de energia dos alimentos ao processo de respiração. EA94 - Reconhecer que
toda transformação química ocorre com consumo e produção de energia,
considerando a quebra e a
Termoquímica
formação das ligações químicas. EA95 - Identificar os processos endotérmicos e
exotérmicos pelo sinal do valor da entalpia. EA96 - Compreender a representação da
variação de energia de uma transformação química, por meio de gráficos. EA97 Calcular a variação de entalpia de uma reação, por meio da energia de ligação de
reagentes e produtos. EA98 - Calcular a variação de energia de um sistema, a partir da
energia inicial e final. EA99 - Calcular a variação de entalpia de uma reação, a partir da
entalpia padrão de formação de reagentes e produtos. EA101 - Calcular a variação de
entalpia de reação, utilizando os valores das entalpias de formação.
EA129 - Utilizar a teoria das colisões, para explicar a ocorrência de transformações
químicas, em diferentes escalas de tempo. EA130 - Compreender que as reações
químicas só ocorrem, quando o movimento das partículas reagentes possibilita
Teoria das Colisões e Cinética Química
colisões energeticamente efetivas. EA132 - Reconhecer o modelo de colisões entre as
partículas nas transformações químicas representadas em um gráfico.
EA139 - Reconhecer que a variação de temperatura afeta a velocidade das
transformações químicas. EA140 - Analisar gráficos que representam o efeito da
Cinética Química
temperatura na velocidade de reações químicas. EA141 - Reconhecer que superfície de
contato dos reagentes. EA142 - Reconhecer que as variações das concentrações dos
reagentes afetam a velocidade das reações. EA143 - Analisar gráficos que representam
o efeito da concentração na velocidade das transformações químicas. EA144 Reconhecer o papel dos catalisadores nas reações químicas. EA145 - Identificar as
diferentes velocidades de uma mesma reação, com ou sem catalisador, representada
por meio de gráfico.
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM COMPLEMENTARES DE QUÍMICA
3º ANO
Série
Bimestre
Eixo/ Campo
3 Ano
I
Eixo temático I
3 Ano
III
Eixo temático III
QUÍMICA
Expectativa de Aprendizagem
EA65 - Reconhecer processos de oxidação e redução no cotidiano. EA66 - Identificar o
número de elétrons envolvidos nos processos de oxidação e redução e a atribuição do
número de oxidação das espécies químicas. EA67 - Identificar espécies químicas
presentes em transformações de oxidação e redução. EA68 - Classificar os processos
químicos, como oxidação ou redução, de acordo com a variação de carga elétrica das
espécies. EA69 - Relacionar a carga dos íons à relação entre o número de prótons e
elétrons. EA71 - Identificar os metais e ametais, respectivamente, como doadores e
receptores de elétrons. EA72 - Diferenciar potencial de oxidação e redução. EA74 Representar as reações eletroquímicas, tanto as semirreações como a reação global
por meio de equações. EA75 - Identificar o potencial de oxidação e redução das
espécies químicas, medido em eV ou Volt. EA76 - Compreender os procedimentos
utilizados para efetuar cálculos de força eletromotriz de pilhas. EA77 - Calcular a força
eletromotriz gerada durante o funcionamento de uma pilha. EA78 - Identificar os polos
positivo e negativo, como catodo e anodo, respectivamente. EA79 - Reconhecer as
transformações químicas não espontâneas, que ocorrem pela passagem de corrente
elétrica por um sistema. EA80 - Compreender o princípio de funcionamento de uma
pilha eletroquímica. EA82 - Conhecer os constituintes das pilhas e das baterias mais
utilizadas e o seu funcionamento. EA84 - Reconhecer o impacto ambiental gerado
pelos processos de obtenção de metais e de descartes de pilhas e baterias.
EA46 - Relacionar as transformações físicas e químicas às mudanças, que ocorrem no
ambiente, inclusive nos organismos. EA47 - Reconhecer os materiais ácidos, básicos e
neutros, por meio de suas aplicações no cotidiano. EA48 - Identificar as mudanças de
cor de alguns indicadores na presença de ácidos e bases. EA49 - Reconhecer as
evidências de transformações químicas, por meio das mudanças das propriedades dos
materiais. EA62 - Reconhecer uma reação de saponificação, por seus reagentes e
produtos. EA63 Reconhecer uma reação de esterificação, por seus reagentes e
produtos. EA64 - Reconhecer uma reação de polimerização, por seus reagentes e
Conteúdos
Processos de oxidação e redução
Transformações Químicas
3 Ano
III
Eixo temático III
3 Ano
IV
Eixo temático IV
3 Ano
IV
Eixo temático IV
produtos. EA87 - Identificar equações que representem reações de combustão de
carboidratos simples. EA90 - Calcular a energia produzida, a partir do consumo de
alimentos. EA91 - Reconhecer o petróleo como fonte de combustíveis fósseis e de
energia. EA92 - Reconhecer que a queima de combustíveis fósseis produz gás
carbônico e outros gases, que contribuem para o aquecimento global.
EA93 - Calcular a energia liberada na queima dos hidrocarbonetos, álcool, biodiesel e
outros combustíveis.
EA121 - Reconhecer os diferentes tipos de isomeria dos compostos orgânicos, por
meio de fórmulas e grupos funcionais.EA123 - Relacionar o comportamento das
Modelos explicativos para os compostos Isômeros
substâncias isômeras com a estrutura de suas moléculas e as forças intermoleculares.
EA146 - Reconhecer alguns fenômenos em que ocorre equilíbrio químico, tais como as
reações do organismo humano. EA147 - Identificar fatores, que afetam o equilíbrio e
usar o Princípio de Le Chatelier. EA150 - Representar um equilíbrio químico, por meio
Equilíbrio Químico
da constante de equilíbrio. EA151 - Utilizar tabelas de constantes de equilíbrio, para
identificar ou fazer previsões sobre o comportamento de substâncias nas reações
químicas.
EA152 - Definir ácidos e bases de acordo com as teorias de Arrhenius, Brönsted e
Lewis. EA154 - Identificar o caráter ácido, básico ou neutro de soluções por meio de
indicadores.
EA155 - Representar reações de neutralização ácido/base por meio de equações
químicas. EA156 - Reconhecer transformações químicas, que envolvem a neutralização
de soluções. EA157 - Representar a dissociação de ácidos e bases, por meio de
Teoria de Ácidos e Bases e as medidas de pH
equações e a correspondente expressão da constante de equilíbrio. EA158 Diferenciar ácidos e bases fortes de ácidos e bases fracos, a partir das constantes de
equilíbrio. EA159 - Compreender os procedimentos utilizados para calcular valores de
pH e pOH, partindo de concentrações de H+ (H3O+) e OH. EA160 - Identificar o caráter
ácido ou básico de uma solução, a partir de valores de pH. EA161 - Utilizar fórmulas
para determinação de pH e pOH, a partir da concentração das soluções.
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PRIORITÁRIAS
E COMPLEMENTARES DE
GEOGRAFIA
PARA OS ESTUDANTES DO ENSINO MÉDIO
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PRIORITÁRIAS DE GEOGRAFIA
1º ANO
Série
Bimestre
1 Ano
I
1 Ano
I
1 Ano
I
1 Ano
I
1 Ano
II
1 Ano
II
1 Ano
II
1 Ano
II
1 Ano
II
1 Ano
II
1 Ano
II
1 Ano
III
1 Ano
III
1 Ano
III
1 Ano
IV
1 Ano
IV
Eixo/ Campo
A Geografia e a
Compreensão do
Espaço
A Geografia e a
Compreensão do
Espaço
A Geografia e a
Compreensão do
Espaço
A Geografia e a
Compreensão do
Espaço
Representações
Cartográficas
Representações
Cartográficas
Representações
Cartográficas
Representações
Cartográficas
Representações
Cartográficas
Representações
Cartográficas
Representações
Cartográficas
Natureza e Ação
Humana I
Natureza e Ação
Humana I
Natureza e Ação
Humana I
Natureza e Ação
Humana II
Natureza e Ação
Humana II
GEOGRAFIA
Expectativa de Aprendizagem
Compreender o objeto de estudo da Geografia e o significado social desse campo do
conhecimento.
Produzir análise sobre o espaço geográfico valendo-se de conceitos e procedimentos
próprios da geografia.
Conteúdos
Origem e evolução da geografia
Os impactos do desenvolvimento econômico na
construção do espaço geográfico*
Conhecer diferentes perspectivas de análise da geografia.
A evolução da ciência geográfica
Conhecer temas e problematizações da geografia para a compreensão do mundo
contemporâneo nas escalas local, nacional e mundial.
Conceitos estruturantes da geografia
Ler, interpretar e elaborar sínteses de diferentes representações gráficas e
cartográficas.
Ler, interpretar e elaborar sínteses de diferentes representações gráficas e
cartográficas.
História e evolução da cartografia *
Representações da Terra*
Compreender a importância da Leitura e interpretação dos mapas.
Linguagem dos Mapas*
Reconhecer as principais tecnologias para construção de documentos cartográficos
Geoprocessamento e a Cartografia no Brasil *
Compreender a importância da escala cartográfica para a confecção de mapas.
Escalas Cartográficas
Compreender os sistemas de Coordenadas Geográficas para a localização na Superfície
da Terra
As coordenadas geográficas e os fusos horários
Reconhecer as principais tecnologias para construção de documentos cartográficos
Sistema de informação cartográfica
Compreender a dinâmica dos componentes Naturais – Clima, solo, recursos hídricos e
a estrutura geológica da Terra
Analisar a dinâmica Climatológica e meteorológica e suas Influências nas vida dos
grupos sociais
Analisar a dinâmica das águas e a importância da Gestão das Bacias Hidrográficas para
a Natureza e para a vida humana
Compreender a dinâmica dos principais fenômenos atmosféricos - clima / tempo para
as atividades humanas e econômicas no planeta
Composição da Crosta Terrestre e Formação e
Formação do Relevo
Dinâmica da Atmosfera e Fenômenos e
Atmosféricos – Clima e Tempo
Compreender a dinâmica dos elementos da natureza e suas relações com o clima
Metrópoles e Clima
A Dinâmica das Águas
Fenômenos Atmosféricos Contemporâneos
Natureza e Ação
Compreender a diversidade da cobertura vegetal no planeta e sua importância para a
Humana II
natureza e para vida
*Expectativas de aprendizagem que foram ou serão trabalhadas em videoaulas no Educa PE.
1 Ano
IV
As Paisagens Climaticobotanicas dos Continentes:
americano, asiatico, africano e europeu
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PRIORITÁRIAS DE GEOGRAFIA
2º ANO
Série
Bimestre
2 Ano
I
2 Ano
I
2 Ano
I
2 Ano
I
2 Ano
II
Espaço Urbano
2 Ano
II
Espaço Urbano
2 Ano
II
Espaço Urbano
2 Ano
2 Ano
2 Ano
II
II
II
Espaço Urbano
Espaço Urbano
Espaço Urbano
2 Ano
II
Espaço Urbano
2 Ano
III
Espaço Rural
2 Ano
III
Espaço Rural
2 Ano
III
Espaço Rural
IV
Questões
Ambientais: O
desafio do
Desenvolvimento
Sustentável
2 Ano
Eixo/ Campo
Dinâmica
Populacional
Dinâmica
Populacional
Dinâmica
Populacional
Dinâmica
Populacional
GEOGRAFIA
Expectativa de Aprendizagem
Relacionar índices demográficos e os fatores de ordem econômica, social e cultural de
diferentes países e regiões.
Conteúdos
Características da população do mundo e do Brasil
Compreender a estrutura e as características da população brasileira.
Crescimento, distribuição e indicadores
socioeconômicos *
Analisar o papel do Estado em relação a adoção de políticas demográficas e suas
implicações para a sociedade.
As teorias demográficas
Analisar dados e informações sobre a população nas diferentes regiões brasileira.
Indicadores da população brasileira
Reconhecer varias formas de uso e apropriação do espaço urbano.
Conceito, fatores e intensidade da urbanização no
mundo *
Compreender o processo de Urbanização no Brasil e os desafios históricos enfrentados
pela população
Reconhecer a importância das diversas fontes de energia para as Revoluções
Industriais, origens, desenvolvimento e urbanização das cidades
Analisar a segregação socioespacial no Meio Urbano
Analisar o papel das Revoluções Industriais no processo de urbanização das cidades
Compreender o processo de formação das redes e hierarquia urbana
Distinguir a organização do espaço urbano nos países centrais. Emergentes e
periféricos.
Reconhecer as várias formas de apropriação e usos dos espaços rurais para a
agricultura
Reconhecer o papel das inovações tecnológicas , da comunicação, das redes
informacionais no modo de vida rural
Analisar o papel do agronegócio na produção agrícola e suas implicações nas questões
econômicas e sociais no campo
Compreender a importância da natureza, do relacionamento entre os seus principais
elementos e as transformações provocadas pelas ações antrópicas nos ambientes
naturais
Urbanização e Planejamento Urbano*
Fontes de Energia*
Êxodo Rural e a Urbanização no Brasil *
As cidades e o fenômeno da Urbanização
O Espaço Industrial no Mundo
Diferenças entre as cidades
Origem da Agricultura
A Agricultura e o nível de desenvolvimento
econômico das sociedades
Os Complexos Agroindustriais
Interdependência dos Elementos da Biosfera
Questões
Ambientais: O
Relacionar os problemas socioambientais aos padrões de produção e consumo das
2 Ano
IV
desafio do
sociedades contemporâneas
Desenvolvimento
Sustentável
Questões
Ambientais: O
Reconhecer a importância da sustentabilidade e da conservação dos recursos naturais
2 Ano
IV
desafio do
para a vida humana
Desenvolvimento
Sustentável
*Expectativas de aprendizagem que foram ou serão trabalhadas em videoaulas no Educa PE.
Recursos Naturais
O modo de vida da sociedade capitalista e os
impactos e os impactos sobre o meio ambiente
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PRIORITÁRIASDE GEOGRAFIA
3º ANO
Série
Bimestre
3 Ano
I
3 Ano
I
3 Ano
I
3 Ano
I
3 Ano
II
3 Ano
II
3 Ano
II
3 Ano
II
Eixo/ Campo
Espaço Urbano e
Espaço Rural
Espaço Urbano e
Espaço Rural
Espaço Urbano e
Espaço Rural
Espaço Urbano e
Espaço Rural
Espaço Geográfico
Globalizado e
Desenvolvimento
Técnico Científico
Espaço Geográfico
Globalizado e
Desenvolvimento
Técnico Científico
Espaço Geográfico
Globalizado e
Desenvolvimento
Técnico Científico
Espaço Geográfico
Globalizado e
Desenvolvimento
GEOGRAFIA
Expectativa de Aprendizagem
Compreender a formação sociocultural e a diversidade étnico racial da população
brasileira.
Analisar o papel da agricultura familiar na produção agrícola brasileira e suas
implicações nas questões de ordem econômica e sociais no campo.
Compreender o processo de urbanização no Brasil e a questão da qualidade de vida no
espaço urbano.
Analisar o papel do agronegócio na produção agrícola brasileira e suas implicações nas
questões econômicas e sociais no campo.
Conteúdos
Formação do território brasileiro e da sociedade
brasileira
A concentração fundiária no Brasil *
Malha urbana brasileira
Os movimentos sociais no campo e a reforma
agrária brasileira
Compreender a organização do espaço industrial brasileiro em relação ao contexto
internaciona.l
Processo de Industrialização do Espaço Brasileiro*
Compreender o papel das tecnologias da comunicação e informação para o
desdobramento do processo de globalização e suas implicações socioespaciais.
Globalização, neoliberalismo e industrialização no
Brasil atual*
Compreender o papel das tecnologias da comunicação e informação para o
desdobramento do processo de globalização e suas implicações socioespaciais.
Complexos regionais do Nordeste Brasileiro *
Compreender o papel das tecnologias na área de comunicação e transportes para o
desenvolvimento industrial , desenvolvimento do processo de globalização e suas
implicações socioespaciais.
Os meios de comunicação e transportes na
integração do Brasil com o mundo *
Técnico Científico
Espaço Geográfico
Globalizado e
Compreender a organização do espaço brasileiro e pernambucano em relação ao
3 Ano
II
Desenvolvimento contexto internacional.
Técnico Científico
Espaço Geográfico
Globalizado e
Compreender o atual processo de organização econômica do país e suas implicações
3 Ano
II
Desenvolvimento no mundo do trabalho.
Técnico Científico
Espaço Geográfico
Globalizado e
Compreender o atual processo de organização econômica do país e suas implicações
3 Ano
II
Desenvolvimento no mundo do trabalho.
Técnico Científico
Geopolítica e as
3 Ano
III
Relações
Compreender a reorganização geopolítica mundial no período pós guerra
Internacionais
Geopolítica e as
3 Ano
III
Relações
Compreender as relações do poder na Nova Ordem Mundial com o fim da Guerra Fria
Internacionais
Geopolítica e as
Analisar o funcionamento do mercado internacional e as relações de poder entre as
3 Ano
III
Relações
Nações no mundo
Internacionais
Espaço Geográfico
Globalizado e
Reconhecer o papel da ciência e da tecnologia no processo de produção do espaço
3 Ano
IV
Desenvolvimento geográfico
Técnico Científico
Espaço Geográfico
Globalizado e
Analisar as transformações na estrutura organização do sistema produtivo a partir do
3 Ano
IV
Desenvolvimento processo de globalização da economia
Técnico Científico
Espaço Geográfico
Globalizado e
Identificar os impactos das transformações técnicas e tecnológicas no processo de
3 Ano
IV
Desenvolvimento produção no mundo do trabal
Técnico Científico
*Expectativas de aprendizagem que foram ou serão trabalhadas em videoaulas no Educa PE.
O Estado e a gestão do território brasileiro no Séc.
XXI
Desigualdades Econômicas Regionais
Os principais centros industriais brasileiro
Origem e Evolução do Capitalismo e Socialismo
A Nova Ordem Mundial e o Mundo Bipolar
Globalização e desigualdade no Mundo atual
Organização do espaço geográfico eu meio
ambiente científico tecnológico
A Globalização da Economia
A Divisão Internacional do Trabalho
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM COMPLEMENTARES DE GEOGRAFIA
1º ANO
Série
Bimestre
1 Ano
I
1 Ano
II
1 Ano
III
1 Ano
III
1 Ano
III
1 Ano
III
1 Ano
III
1 Ano
III
1 Ano
III
1 Ano
III
1 Ano
III
1 Ano
III
1 Ano
III
1 Ano
III
1 Ano
IV
Eixo/ Campo
A Geografia e a
Compreensão do
Espaço
Representações
Cartográficas
Natureza e Ação
Humana I
Natureza e Ação
Humana I
Natureza e Ação
Humana I
Natureza e Ação
Humana I
Natureza e Ação
Humana I
natureza e Ação
Humana I
Natureza e Ação
Humana I
Natureza e Ação
Humana I
Natureza e Ação
Humana I
Natureza e Ação
Humana I
Natureza e Ação
Humana I
Natureza e Ação
Humana I
Natureza e Ação
Humana II
Geografia
Expectativa de Aprendizagem
Conteúdos
Utilizar diferentes fontes e linguagens para registrar conhecimento geográficos
(desenhos, imagens, textos, canções, videografia, internet, mapas, etc.).
Território, paisagens e espaços geográficos
Comparar e elaborar síntese de mapas de diferentes escalas.
A cartografia a e as técnicas de construção de
mapas
Compreender o processo de formação do universo.
A Terra no Universo
Compreender a relação entre a sociedade e a natureza e o processo de produção do
espaço em diferentes contextos.
A Terra no Universo
Compreender a dinâmica da Terra no sistema Solar.
A Terra no Universo
Compreender os movimentos da Terra e suas implicações para a vida no planeta
A Terra no Universo
Compreender os principais domínios naturais do espaço geográfico mundial.
A Superfície Terrestre
Relacionar os processos da natureza e o modo de intervenção e apropriação do
espaço pelo homem.
A Superfície Terrestre
Compreender a estrutura e a dinâmica geológica do planeta Terra.
Composição da Crosta Terrestre
Compreender a gênese do relevo e sua dinâmica.
Formação do Relevo Terrestre
Identificar os diferentes tipos de relevo.
Formação do Relevo Terrestre
Compreender o processo de formação, a estrutura e os elementos constituintes dos
solos e a sua com as atividades humanas.
Compreender a diversidade e distribuição da cobertura vegetal e sua importância
para a dinâmica da natureza e para a vida humana.
Compreender a importância do patrimônio natural e a necessidade de adoção de
políticas e praticas de conservação.
Compreender os principais domínios naturais do espaço geográfico mundial.
A formação do Relevo terrestre
Superfície Terrestre
A Superfície Terrestre
Clima e sociedade
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM COMPLEMENTARES DE GEOGRAFIA
2º ANO
Série
Bimestre
Eixo/ Campo
2 Ano
I
Dinâmica Populacional
2 Ano
2 Ano
I
I
Dinâmica Populacional
Dinâmica Populacional
2 Ano
I
Dinâmica Populacional
2 Ano
I
Dinâmica Populacional
2 Ano
I
Dinâmica Populacional
2 Ano
II
Espaço Urbano
2 Ano
III
Espaço Rural
2 Ano
III
Espaço Rural
2 Ano
III
Espaço Rural
2 Ano
III
Espaço Rural
2 Ano
III
Espaço Rural
2 Ano
III
Espaço Rural
2 Ano
III
Espaço Rural
2 Ano
III
Espaço Rural
2 Ano
III
Espaço Rural
2 Ano
IV
2 Ano
IV
Geografia
Expectativa de Aprendizagem
Compreender o processo de ocupação do Brasil e a distribuição da população nos
territórios.
Compreender a estrutura e a dinâmica da população mundial.
Compreender a dinâmica dos fluxos populacionais no mundo
Compreender o processo de ocupação do Brasil e a distribuição da população no
território nacional.
Compreender a formação sociocultural e a diversidade étnico-racial da população
brasileira.
Analisar dados e informações sobre a população nas diferentes regiões brasileira.
Distinguir a organização do espaço urbano nos países centrais, emergentes e
periféricos.
Analisar criticamente as relações entre o meio rural e urbano.
Analisar o papel da agricultura familiar na produção agrícola brasileira e suas
implicações nas questões de ordem econômica e sociais do campo.
Distinguir a organização do espaço rural nos países centrais, emergentes e
periféricos.
Compreender o significado da existência da fome no mundo e a necessidade de ação
que promova a segurança alimentar.
Reconhecer o papel, os objetivos e as feições do associativismo, do cooperativismo e
dos movimentos sociais numa perspectiva histórica.
Compreender a estrutura fundiária, a questão da terra, as relações de trabalho e o
significado da Reforma Agrária no Brasil.
Compreender os principais impactos ambientais provocados pela atividade agrícola,
pecuária e extrativismo.
Reconhecer a economia verde (agroecologia, produção organiza, etc.) como
atividade essencial para a sustentabilidade ambiental.
Analisar o processo de modernização da agricultura, a distribuição espaciais das
atividades produtivas nos espaços rurais.
Questões Ambientais:
Analisar os principais problemas ambientais no mundo decorrente das
O desafio do
transformações dinâmica da natureza relacionando de maneira critica e
Desenvolvimento
contextualizada, o lugar de vivencia, o Brasil e o mundo.
Sustentável
Questões Ambientais:
Estabelecer relações entre o uso de tecnologias nas diferentes atividades econômicas
O desafio do
e as transformações socioambientais expressas no espaço geográficos.
Desenvolvimento
Conteúdos
Movimentos populacionais / Povoamento da
América
Populações do Mundo
Populações do Mundo
Povoamento da América
Características da População do Mundo e do Brasil
Indicadores da População Brasileira
A urbanização no mundo
A agricultura e o nível de Desenvolvimento
Econômico da Sociedade
A agricultura e o nível de Desenvolvimento
Econômico da Sociedade
Os sistemas de produção agropecuária mundial
A agricultura e o nível de Desenvolvimento
Econômico da Sociedade
A Concentração Fundiária no Brasil
A Concentração Fundiária no Brasil
A Concentração Fundiária no Brasil
A Revolução Verde
Os sistemas de produção agropecuária mundial
Os principais problemas ambientais do planeta
Os principais problemas ambientais do planeta
2 Ano
IV
2 Ano
IV
2 Ano
IV
2 Ano
IV
2 Ano
IV
2 Ano
IV
Sustentável
Questões Ambientais:
O desafio do
Desenvolvimento
Sustentável
Questões Ambientais:
O desafio do
Desenvolvimento
Sustentável
Questões Ambientais:
O desafio do
Desenvolvimento
Sustentável
Questões Ambientais:
O desafio do
Desenvolvimento
Sustentável
Questões Ambientais:
O desafio do
Desenvolvimento
Sustentável
Questões Ambientais:
O desafio do
Desenvolvimento
Sustentável
Reconhecer a importância da questão energética para a construção do
desenvolvimento sustentável.
Recursos Naturais
Reconhecer a importância e o papel dos movimentos ambientalistas no
enfrentamento da crise ambiental.
Evolução dos Problemas Ambientais e as Relações
Sociedade e Natureza
Reconhecer os principais tratados internacionais sobre meio ambiente.
As Conferências sobre o Meio Ambiente
Compreender o papel do Brasil no enfrentamento das questões ambientais.
A Questão Ambiental no Brasil
Reconhecer a importância das ações propositivas dos cidadãos para o enfrentamento Sociedade de Consumo e Meio ambiente /
dos desafios ambientais do mundo contemporâneo.
Desenvolvimento Sustentável
Adotar e propagar ações que ajudem a reduzir o uso dos recursos naturais e que
viabilizem a conservação do meio ambiente e o desenvolvimento sustentável.
O Modo de vida nas Sociedades Capitalistas e os
Impactos sobre o Meio Ambiente
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM COMPLEMENTARES DE GEOGRAFIA
3º ANO
Série
Bimestre
3 Ano
I
3 Ano
I
3 Ano
I
Geografia
Eixo/ Campo
Expectativa de Aprendizagem
Espaço Urbano e Espaço
Compreender o processo de formação e a estrutura das redes e hierarquias urbana.
Rural
Espaço Urbano e Espaço Compreender o processo de urbanização no Brasil e os desafios históricos
Rural
enfrentados pela população.
Analisar os principais problemas ambientais no mundo decorrente das
Espaço Urbano e Espaço
transformações da dinâmica da natureza relacionando de maneira crítica e
Rural
contextualizada, o lugar de vivencia, o Brasil e o mundo.
Conteúdos
Formação do Território Brasileiro e da Sociedade
Brasileira
Divisão e dinâmica regional brasileira
Industrialização do Espaço Brasileiro
3 Ano
I
3 Ano
I
3 Ano
II
3 Ano
II
3 Ano
II
3 Ano
III
3 Ano
III
3 Ano
III
3 Ano
III
3 Ano
IV
3 Ano
IV
3 Ano
IV
3 Ano
IV
Espaço Urbano e Espaço
Rural
Espaço Urbano e Espaço
Rural
Espaço Geográfico
Globalizado e
Desenvolvimento
Técnico Científico
Espaço Geográfico
Globalizado e
Desenvolvimento
Técnico Científico
Espaço Geográfico
Globalizado e
Desenvolvimento
Técnico Científico
Espaço Geográfico
Globalizado e
Desenvolvimento
Técnico Científico
Espaço Geográfico
Globalizado e
Desenvolvimento
Técnico Científico
Espaço Geográfico
Globalizado e
Desenvolvimento
Técnico Científico
Geopolítica e as
Relações Internacionais
Espaço Geográfico
Globalizado e
Desenvolvimento
Técnico Cientifico
Espaço Geográfico
Globalizado e
Desenvolvimento
Técnico Cientifico
Espaço Geográfico
Globalizado e
Desenvolvimento
Técnico Cientifico
Espaço Geográfico
Analisar dados e informações sobre a população nas diferentes regiões brasileira.
Analisar dados e informações sobre a população nas diferentes regiões brasileira.
Compreender a dinâmica d economia nacional e pernambucana e o processo de
inserção no mercado globalizado
Malha Urbana Brasileira
Divisão e dinâmica regional brasileira
O processo de Industrialização do espaço
Brasileiro
Compreender o papel das tecnologias na área de transporte para o desenvolvimento
do processo de globalização e suas implicações socioespaciais.
Os Meios de Comunicação e Transporte na
Integração do Brasil e com o Mundo
Compreender o papel das tecnologias da comunicação e informação para o
desdobramento do processo de globalização e suas implicações socioespaciais.
Globalização, neoliberalismo e industrialização no
Brasil atual
Compreender a reorganização geopolítica mundial no período pós-guerra
A Nova Ordem Mundial
Analisar as relações de poder no espaço mundial no período da guerra fria.
O Mundo Bipolar e a Guerra Fria
Compreender as relações de poder na Nova Ordem Mundial instaurada com o fim da
guerra fria.
O Mundo Bipolar e a Guerra Fria
Analisar as desigualdades entre os países no mundo globalizado.
A origem das organizações econômicas
internacionais
Analisar as transformações na estrutura e na organização do sistema produtivo
advinda do processo de globalização econômica.
Os fluxos da rede global de informações
Analisar o processo de desenvolvimento do capitalismo e as repercussões na
produção do espaço geográfico.
Reconhecer o papel da ciência e da tecnologia no processo de produção do espaço
geográfico.
Compreender o papel das tecnologias da comunicação e informação para o
A Organização do Espaço Geográfico e o Meio
Ambiente Científico Tecnológico
A Divisão Internacional do Trabalho
Os fluxos da rede global de informações
3 Ano
IV
Globalizado e
Desenvolvimento
Técnico Cientifico
Espaço Geográfico
Globalizado e
Desenvolvimento
Técnico Cientifico
desdobramento do processo de globalização e suas implicações socioespaciais.
Compreender o papel das tecnologias na área de transportes para o
desenvolvimento do processo de globalização e suas implicações socioespaciais.
Analisar a estrutura, a dinâmica da produção e a distribuição espacial das indústrias
no mundo globalizado.
A Formação dos Blocos Supranacionais / Os Fluxos
da Rede Global de Informações / Os Grandes Polos
Tecnológicos
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PRIORITÁRIAS
E COMPLEMENTARES DE
HISTÓRIA
PARA OS ESTUDANTES DO ENSINO MÉDIO
REORGANIZAÇÃO CURRICULAR
ENSINO MÉDIO
EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PRIORITÁRIAS DE HISTÓRIA
1º ANO
Série
Bimestre
1 Ano
I
1 Ano
I
1 Ano
I
1 Ano
I
Eixo/ Campo
Sujeito Histórico
Tempo
1 Ano
I
1 Ano
I
Fontes Históricas
1 Ano
I
Relações de Poder,
Cidadania e
Movimentos Sociais
1 Ano
I
Organizações Sociais e
Políticas
HISTÓRIA
Expectativa de Aprendizagem
EA1 – Perceber-se como sujeito social construtor da história e do conhecimento,
responsável por participar da construção da
Sociedade;
EA4 – Construir a identidade pessoal e social na dimensão histórica, a partir do
reconhecimento do papel do indivíduo nos processos históricos, simultaneamente,
como sujeito e como produtor;
EA13 – Respeitar e valorizar a diversidade etnicocultural entre indivíduos e grupos;
EA17 – Reconhecer a diversidade de povos indígenas que viviam no território hoje
correspondente ao Brasil e à América e compreender seus diferentes modos de vida
e suas culturas;
EA1 – Reconhecer e utilizar medidas de tempo, usadas pelos homens e mulheres, em
seu cotidiano e, pelos historiadores em seus escritos (dia, mês, semana, ano, década,
século, milênio, era);
EA5 – Compreender o calendário cristão/gregoriano e sua organização (a.C, d. C)
como uma manifestação cultural produzida
historicamente, seus vínculos culturais e políticos;
EA3 – Localizar, interpretar e analisar informações históricas em fontes escritas,
imagéticas, materiais, orais, tabelas, gráficos, linhas do tempo e mapas históricos,
entre outros;
EA7– Compreender as fontes como produções históricas, sociais e culturais;
EA9 – Identificar, analisar e confrontar múltiplas abordagens históricas e pontos de
vista sobre um mesmo evento, acontecimento, fato histórico produzidas e veiculadas
pelos artefatos da cultura contemporânea (músicas, filmes, jogos digitais,
telenovelas, sites de Internet, monumentos públicos, obras de arte, charges, cartuns,
livros, entre outros);
EA4 – Elaborar hipóteses e argumentos a respeito de temas e problematizações
históricas através da leitura, interpretação e cruzamento de duas ou mais fontes;
EA8 – Reconhecer, respeitar e valorizar os direitos dos povos indígenas previstos na
Constituição Federal de 1988 e na Lei Nº 11.645, de 10/03/2008, que determina a
obrigatoriedade do estudo da História da cultura indígena;
EA9 – Reconhecer, respeitar e valorizar os direitos dos afro-brasileiros previstos na
Constituição Federal de 1988, na Lei 10.639/2003 e no Estatuto da Igualdade Racial,
que determina obrigatoriedade do estudo da História e Cultura Africana e Afro
Brasileira;
EA1 – Identificar os diversos grupos sociais, culturais, raciais, étnicos que constituem
e que participaram da formação e transformação de diferentes espaços sociais, que
constituem a localidade;
Conteúdos
Introdução aos Estudos
Históricos
Surgimento da
Humanidade*
1 Ano
I
Relações de Poder,
Cidadania e
Movimentos Sociais
1 Ano
I
1 Ano
I
Sociedade, Cotidiano,
Cultura e Tecnologia
1 Ano
I
Natureza, Terra e
Trabalho
1 Ano
I
Sociedade, Cotidiano,
Cultura e Tecnologia
1 Ano
I
Histórias de
Pernambuco
1 Ano
1 Ano
I
II
Sujeito Histórico
EA3 – Compreender e analisar o papel de instituições sociais, políticas, econômicas,
culturais e religiosas na organização das sociedades em diferentes tempos históricos
e espaços sociais;
EA8 – Reconhecer, respeitar e valorizar os direitos dos povos indígenas previstos na
Constituição Federal de 1988 e na Lei No 11.645, de 10/03/2008, que determina a
obrigatoriedade do estudo da História da cultura indígena;
EA9 – Reconhecer, respeitar e valorizar os direitos dos afro-brasileiros previstos na
Constituição Federal de 1988, na Lei 10.639/2003 e no Estatuto da Igualdade Racial,
que determina obrigatoriedade do estudo da História e Cultura Africana e Afro
Brasileira;
EA3 – Identificar e analisar diferentes costumes, hábitos, valores, modos de viver e
trabalhar característicos de espaços sociais de uma localidade, relacionando-os às
condições sociais e às especificidades culturais dos diversos grupos que os
constituem;
EA5 – Compreender e analisar os processos históricos que desencadearam a
formação e transformação de organizações sociais, projetos e/ou práticas sociais e
culturais existentes no tempo presente;
EA7 – Reconhecer e analisar as transformações técnicas, tecnológicas ocorridas ao
longo da história da humanidade, seus impactos sociais, culturais, econômicos,
ambientais e sua relação com as necessidades, interesses e ações de diferentes
grupos sociais e de gênero;
EA1 – Compreender o trabalho de múltiplos sujeitos históricos como elemento
primordial nas transformações históricas;
EA8 – Identificar e comparar diferentes maneiras de distribuir os produtos obtidos
pelo trabalho humano, em diversas formas de produção e organização social,
construídos ao longo da história da humanidade, evitando anacronismos e rompendo
com a visão de tempo linear;
EA2 – Associar os fatos e experiências do cotidiano e do presente imediato com
contextos sociais, econômicos, culturais e políticos mais amplos;
EA4 – Observar mudanças e permanências ocorridas ao longo do tempo nos
costumes, hábitos, valores, modos de viver, conviver e trabalhar característicos dos
diferentes grupos, que constituem uma localidade;
EA1 – Relacionar acontecimentos históricos locais, regionais, nacionais e mundiais,
em diferentes tempos históricos, para melhor compreender a história de
Pernambuco;
EA7 – Identificar e compreender as causalidades das mudanças e permanências, ao
longo do tempo, vivenciadas por diferentes povos do campo de Pernambuco, como:
ribeirinhos, pescadores, marisqueiros, indígenas, quilombolas, assentados,
acampados, entre outros;
EA2 – Posicionar-se diante de acontecimentos da atualidade e acontecimentos de
outros tempos históricos e espaços sociais, a partir da interpretação das relações
entre eles;
EA5 – Reconhecer as ações cotidianas dos múltiplos sujeitos históricos como
Organização social, econômica e cultural dos
primeiros povos no Nordeste Brasileiro - destaque
a Pernambuco
Civilização Grega *
Civilização Romana*
1 Ano
II
Tempo
1 Ano
II
Fontes Históricas
1 Ano
II
Relações de Poder,
Cidadania e
Movimentos Sociais
constituintes da história de determinada sociedade;
EA7 – Narrar o processo histórico de formação e transformação de uma organização
social, através das ações dos múltiplos sujeitos nas esferas públicas e nas esferas
privadas do cotidiano;
EA10 – Compreender os elementos culturais que constituem as identidades de
diferentes grupos em variados tempos e espaços;
EA12 – Compreender a dinamicidade e historicidade das identidades, sociedades e
culturas criadas e recriadas, ao longo do tempo pelos seres humanos;
EA21 – Reconhecer, analisar e valorizar a participação de mulheres de diferentes
classes sociais, grupos etnicorraciais, culturais, etários e territoriais, nos vários
períodos da história local, regional, nacional e mundial;
EA12 – Localizar e comparar acontecimentos no tempo (desde os relacionados à
rotina diária e às histórias de vida até os acontecimentos históricos mais amplos),
tendo como referência as relações de anterioridade, posterioridade, simultaneidade,
sucessão, ordenação;
EA14 – Identificar e relacionar acontecimentos históricos de curta, média e longa
duração, para compreender a dinâmica de mudanças e permanências de relações
políticas, econômicas, sociais e culturais, no transcorrer do tempo, em diferentes
grupos de vivência e espaços sociais;
EA17 – Estabelecer relação entre o passado e o presente, por meio da percepção de
continuidades, transformações, diferenças e semelhanças;
EA18 – Posicionar-se criticamente sobre os processos de transformações sociais,
econômicas, políticas e culturais, no contexto societário presente, identificando e
comparando referenciais alternativos, que visem a erradicar formas de exclusão
social em nível local, regional, nacional e mundial.
EA4 – Elaborar hipóteses e argumentos a respeito de temas e problematizações
históricas através da leitura, interpretação e cruzamento de duas ou mais fontes;
EA6 – Produzir coletiva ou individualmente textos analíticos e interpretativos sobre
os processos históricos, valendo-se de categorias e procedimentos próprios do
discurso historiográfico;
EA9 – Identificar, analisar e confrontar múltiplas abordagens históricas e pontos de
vista sobre um mesmo evento, acontecimento, fato histórico produzidas e veiculadas
pelos artefatos da cultura contemporânea (músicas, filmes, jogos digitais,
telenovelas, sites de Internet, monumentos públicos, obras de arte, charges, cartuns,
livros, entre outros);
EA10 – Formar opinião sobre um acontecimento histórico ou representação histórica
apresentados nas fontes históricas;
EA1 – Colaborar para definição, valorização e respeito dos direitos e deveres sociais,
humanos, civis e políticos e ambientais dos membros de grupos de convivência, em
nível local, regional e nacional;
EA3 – Compreender os direitos sociais, humanos, civis e políticos e sua
implementação como conquistas históricas de diferentes grupos, em diferentes
tempos e espaços sociais;
1 Ano
II
Organizações Sociais e
Políticas
1 Ano
II
Natureza, Terra e
Trabalho
1 Ano
II
Sociedade, Cotidiano,
Cultura e Tecnologia
EA14 – Utilizar os conhecimentos históricos para compreender e valorizar os
fundamentos da cidadania e da democracia, favorecendo uma atuação consciente do
indivíduo na sociedade;
EA15 – Compreender, analisar e posicionar-se sobre as relações de poder, de
dominação e resistência, de conflito e negociação existentes entre diferentes grupos
culturais, territoriais, religiosos, etnicorraciais, de gênero, de orientação sexual, de
idade, que convivem em diferentes contextos históricos, atentando para suas
especificidades e evitando anacronismos.
EA2 – Observar e analisar as relações de poder, de conflito e de aproximação
estabelecidas entre os diversos grupos sociais, culturais, etnicorraciais que
participaram da formação e transformação de diferentes espaços sociais, que
constituem a localidade;
EA4 – Compreender as lutas, guerras e revoluções que permearam os processos
históricos de construção, por homens e mulheres , ao longo da História, de
diferentes organizações políticas, econômicas e sociais, em várias temporalidades e
espaços sociais e seus impactos no mundo contemporâneo;
EA12 – Compreender as dimensões políticas, econômicas, culturais, etnicorraciais,
religiosas, que envolveram confrontos e guerras entre vários povos e regiões do
mundo, ao longo da história.
EA1 – Compreender o trabalho de múltiplos sujeitos históricos como elemento
primordial nas transformações históricas;
EA6 – Caracterizar e distinguir formas de produção e organização social do trabalho,
em vários tempos históricos e espaços sociais em âmbito local, regional, nacional e
mundial, destacando as relações sociais de trabalho, baseadas no parentesco ou
solidariedade, na servidão coletiva, no escravismo antigo, na servidão feudal, na
escravidão moderna e no trabalho assalariado;
EA7 – Compreender o processo de urbanização como parte das transformações nas
formas de produção e organização social do trabalho, em diferentes tempos
históricos e espaços sociais;
EA11 – Compreender as ações humanas e os conflitos sociais constituintes do
processo histórico de formação e transformação de diferentes formas de produção e
organização social do trabalho, em nível local, nacional e mundial.
EA3 – Identificar e analisar diferentes costumes, hábitos, valores, modos de viver e
trabalhar característicos de espaços sociais de uma localidade, relacionando-os às
condições sociais e às especificidades culturais dos diversos grupos que os
constituem;
EA4 – Observar mudanças e permanências ocorridas ao longo do tempo nos
costumes, hábitos, valores, modos de viver, conviver e trabalhar característicos dos
diferentes grupos, que constituem uma localidade;
EA5 – Compreender e analisar os processos históricos que desencadearam a
formação e transformação de organizações sociais, projetos e/ou práticas sociais e
culturais existentes no tempo presente;
EA14 – Caracterizar a diversidade religiosa nas sociedades de diferentes tempos e
1 Ano
III
1 Ano
III
1 Ano
III
1 Ano
III
1 Ano
III
1 Ano
III
1 Ano
III
1 Ano
III
1 Ano
III
1 Ano
III
1 Ano
III
1 Ano
III
Sujeito Histórico
Tempo
Fontes Históricas
espaços históricos.
EA2 – Posicionar-se diante de acontecimentos da atualidade e acontecimentos de
outros tempos históricos e espaços sociais, a
partir da interpretação das relações entre eles;
EA10 – Compreender os elementos culturais que constituem as identidades de
diferentes grupos em variados tempos e espaços;
EA21 – Reconhecer, analisar e valorizar a participação de mulheres de diferentes
classes sociais, grupos etnicorraciais, culturais, etários e territoriais, nos vários
períodos da história local, regional, nacional e mundial;
EA12 – Compreender a dinamicidade e historicidade das identidades, sociedades e
culturas criadas e recriadas, ao longo do
tempo pelos seres humanos;
EA23 – Compreender as instituições sociais, políticas, econômicas, culturais e
religiosas como criações das ações humanas,
resultantes de práticas, conflitos e movimentos sociais desencadeados em diferentes
contextos históricos;
EA24 – Compreender processos históricos que desencadearam mudanças e
permanências em manifestações culturais de
diferentes grupos da atualidade e, também, de outros tempos e espaços sociais;
EA17 – Estabelecer relação entre o passado e o presente, por meio da percepção de
continuidades, transformações, diferenças
e semelhanças;
EA18 – Posicionar-se criticamente sobre os processos de transformações sociais,
econômicas, políticas e culturais, no contexto societário presente, identificando e
comparando referenciais alternativos, que visem a erradicar formas de exclusão
social em
nível local, regional, nacional e mundial.
EA11 – Identificar e localizar informações e acontecimentos históricos em linhas do
tempo;
EA1 – Identificar formas de registro da memória importantes para a escrita da
história: fontes escritas, imagéticas, materiais,
Orais;
EA3 – Localizar, interpretar e analisar informações históricas em fontes escritas,
imagéticas, materiais, orais, tabelas, gráficos, linhas do tempo e mapas históricos,
entre outros;
EA4 – Elaborar hipóteses e argumentos a respeito de temas e problematizações
históricas através da leitura, interpretação e cruzamento de duas ou mais fontes;
EA7 – Compreender as fontes como produções históricas, sociais e culturais;
EA10 – Formar opinião sobre um acontecimento histórico ou representação histórica
apresentados nas fontes históricas;
EA20 – Respeitar e valorizar a diversidade do patrimônio artístico, histórico e cultural
da humanidade, identificando manifestações e representações construídas por
diferentes sociedades, em diferentes tempos históricos;
Europa entre os séculos IV aos XV formação,
consolidação, características, transformações e
decadência do sistema feudal; constituição da
Igreja Católica e influência da na política,
economia e formação da cultura europeia
ocidental; caracterização cultural da Europa entre
os séculos IV e XV
1 Ano
III
1 Ano
III
1 Ano
III
Relações de Poder,
Cidadania e
Movimentos Sociais
Organizações Sociais e
Políticas
1 Ano
III
1 Ano
III
1 Ano
III
Natureza, terra e
trabalho
1 Ano
III
1 Ano
III
1 Ano
III
1 Ano
III
Sociedade, Cotidiano,
Cultura e Tecnologia
EA15 – Compreender, analisar e posicionar-se sobre as relações de poder, de
dominação e resistência, de conflito e negociação existentes entre diferentes grupos
culturais, territoriais, religiosos, etnicorraciais, de gênero, de orientação sexual, de
idade, que convivem em diferentes contextos históricos, atentando para suas
especificidades e evitando anacronismos.
EA2 – Observar e analisar as relações de poder, de conflito e de aproximação
estabelecidas entre os diversos grupos sociais, culturais, etnicorraciais que
participaram da formação e transformação de diferentes espaços sociais, que
constituem a localidade;
EA3 – Compreender e analisar o papel de instituições sociais, políticas, econômicas,
culturais e religiosas na organização das sociedades em diferentes tempos históricos
e espaços sociais;
EA4 – Compreender as lutas, guerras e revoluções que permearam os processos
históricos de construção, por homens e