Enviado por lugoand.andradefilho549

Simulado 18 (Port. 9º ano - Blog do Prof. Warles)

Propaganda
Simulado 18 – 9º Ano
Lingua Portuguesa
Escola: _____________________________
Prof. _______________________________
Nome: _____________________________
Encontraram muitas coisas maravilhosas, mas
nada que fosse espantoso. Descobriram que a ilha
tinha cerca de cinco quilômetros de comprimento
por meio quilômetro de largura e que a praia mais
próxima estava separada por um canal estreito de
no máximo uns duzentos metros de largura.
Ficaram nadando durante quase uma hora e só
voltaram
Para o acampamento lá pelo meio da tarde.
Estavam com fome demais para ir pescar, mas
comeram presunto à vontade e depois se deitaram
à sombra para conversar. Mas a conversa foi
morrendo pouco a pouco.
Twain, Mark. As aventuras de Tom Sawyer. Tradução de Duda
Machado, São Paulo: Ática, 1995.
Nos textos acima podemos dizer que
(A) há narração em 1ª pessoa no texto I e
narração em 3ª pessoa no texto II.
(B) há narração em 3ª pessoa no texto I e há
narração em 1ª pessoa no texto II.
(C) ambos são narrados em 1ª pessoa.
(D) ambos são narrados em 3ª pessoa.
D13 –––––––––– QUESTÃO 01 –––––––––––
Leia os textos para responder a questão a seguir:
Texto I
Viagem ao centro da Terra
D3 –––––––––– QUESTÃO 02 –––––––––––
(Curvelo). Leia o texto para responder a questão a
seguir:
ANA HICKMANN E A HUMANIDADE SITIADA
Não consigo descrever meu desespero.
Nenhuma palavra em língua de gente daria conta
de meus sentimentos. Eu estava enterrado vivo,
com a perspectiva de morrer torturado pela fome e
pela sede.
Minha primeira reação foi passar as mãos
ansiosas pelo chão. Como aquela rocha me
pareceu ressecada!
Mas como eu abandonara o curso do
córrego? Sim, porque, afinal de contas, ele não
estava mais lá! Compreendi então por que eu
estranhara tanto o silêncio na última vez em que
procurei escutar algum chamado de meus
companheiros. Ao tentar apenas ouvir vozes, no
momento em que dei o primeiro passo no caminho
errado, não notei a ausência do córrego. É
evidente que, naquele momento, devo ter entrado
numa bifurcação, enquanto o
Hansbach,
obedecendo às exigências de outra rampa, partia
com meus companheiros em rumo às profundezas
desconhecidas!
Como voltar? Pistas não havia. Meu pé não
deixava nenhuma marca naquele granito. Eu
quebrava a cabeça tentando achar solução para
um problema insolúvel. Minha situação podia ser
resumida numa única palavra: perdido!
Duas reportagens publicadas na Folha de S.
Paulo na semana passada são chocantes pelo que
revelam – e pelo despudor com que revelam. A
primeira saiu na coluna de Mônica Bergamo. E
conta sobre o "produto" Ana Hickmann. A outra é
uma matéria sobre uma reunião do Conselho
Comunitário de Segurança de Santa Cecília, em
São Paulo, assinada por Afonso Benites. Nela,
moradores e comerciantes anunciaram uma
campanha oposta àquela com que Betinho uniu o
país nos anos 90: a deles é para pressionar ONGs
e restaurantes a parar de dar comida aos sem-teto
que vivem nas calçadas. Nesta, que pode ser
chamada de “campanha pela fome”, ou os
mendigos morrem de inanição ou vão assombrar
ruas fora das fronteiras do bairro.
Pelas reportagens, descobrimos que Ana
Hickmann, a modelo e apresentadora da Record, é
uma coisa, decidiu ser uma coisa. E que os bons
cidadãos de Santa Cecília consideram os
mendigos não uma coisa, mas gente. É por ser
gente – e não coisas – que devem ser expulsos.
Ou
desinfetados,
como
anunciou
uma
comerciante. Com o despudor de quem tem a
certeza de que está do lado certo da força, ela
contou que lança desinfetante nos que vivem em
frente à sua loja.
VERNE, Júlio. Viagem ao centro da Terra. tradução de Cid
Knipel Moreira, São Paulo: Ática, 1993.
Texto II
(...)
http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI145776
-15230,00-ANA+HICKMANN+E+A+HUMANIDADE+SITIADA.html
1
Simulado 18 – 9º Ano
Lingua Portuguesa
O uso da palavra “coisa” no texto tem o sentido de
(A) elogiar a modelo e apresentadora Ana
Hickmann.
(B) denunciar a “campanha pela fome” em São
Paulo.
(C) defender os mendigos expulsos por
comerciantes.
(D) criticar a comparação de uma pessoa a um
objeto.
O texto apresenta muitas marcas da língua oral.
trecho que confirma essa afirmativa é
(A) “Cheguei na beira do porto”
(B) “Eu entrei no Mato Grosso!”
(C) “A tua saudade corta”
(D) “Os 'zoio' se enchem d'água”
D ––––––––––– QUESTÃO 05 –––––––––––
Leia o texto para responder a questão a seguir:
A assembléia dos ratos
D6 ––––––––– QUESTÃO 02 –––––––––
Leia o texto para responder a questão a seguir:
Um gato de nome Faro-Fino deu de fazer tal
destroço na rataria duma casa velha que os
sobreviventes, sem ânimo de sair das tocas,
estavam a ponto de morrer de fome.
Tornando-se muito sério o caso, resolveram
reunir-se em assembléia para o estudo da
questão.
Aguardaram para isso certa noite em que
Faro-Fino andava aos miados pelo telhado,
fazendo sonetos à lua.
— Acho – disse um deles - que o meio de
nos defendermos de Faro-Fino é lhe atarmos um
guizo ao pescoço. Assim que ele se aproxime, o
guizo o denuncia e pomo-nos ao fresco a tempo.
Palmas e bravos saudaram a luminosa idéia.
O projeto foi aprovado com delírio. Só votou contra
um rato casmurro, que pediu a palavra e disse:
— Está tudo muito direito. Mas quem vai
amarrar o guizo no pescoço de Faro- Fino?
Silêncio geral. Um desculpou-se por não
saber dar nó. Outro, porque não era tolo. Todos,
porque não tinham coragem. E a assembléia
dissolveu-se no meio de geral consternação.
Dizer é fácil - fazer é que são elas!
dalciomachado.blogspot.com
A fala do personagem e a cena envolvendo o
atleta e seu técnico reforçam, de forma
humorística,
(A) a dedicação do atleta aos esportes de
inverno.
(B) as dificuldades na prática de esporte de
caráter elitista.
(C) a crítica aos problemas ambientais da
sociedade.
(D) as necessidades características das
competições esportivas.
D ––––––––––– QUESTÃO 04 –––––––––––
Leia o texto para responder a questão a seguir:
LOBATO, Monteiro. in Livro das Virtudes, de W. J. Bennett. Rio de
Janeiro: Nova Fronteira,1995. p.308.
Na assembléia dos ratos, o projeto para atar um
guizo ao pescoço do gato foi:
(A) aprovado com um voto contrário.
(B) aprovado pela metade dos participantes.
(C) negado por toda a assembléia.
(D) negado pela maioria dos presentes.
Leia o texto abaixo e respondas as questões 5 e 6
O problema ecológico
Se uma nave extraterrestre invadisse o
espaço aéreo da Terra, com certeza seus
tripulantes diriam que neste planeta não habita
uma civilização inteligente, tamanho é o grau de
destruição dos recursos naturais. Essas são
palavras de um renomado cientista americano.
Apesar dos avanços obtidos, a humanidade ainda
Paulo Vanzolini / Antônio Xandó
http://letras.terra.com.br/almir-sater/649536/
2
Simulado 18 – 9º Ano
Lingua Portuguesa
não descobriu os valores fundamentais da
existência.
O que chamamos orgulhosamente de
civilização nada mais é do que uma agressão às
coisas naturais. A grosso modo, a tal civilização
significa a devastação das florestas, a poluição
dos rios, o envenenamento das terras e a
deterioração da qualidade do ar. O que chamamos
de progresso não passa de uma degradação
deliberada e sistemática que o homem vem
promovendo há muito
tempo, uma autêntica guerra contra a natureza.
Afrânio Primo. Jornal Madhva (adaptado).
(Estado de S.Paulo, 15.06.2007)
D ––––––––––– QUESTÃO 08 –––––––––––
Na seqüência dos quadrinhos, o personagem
Cebolinha, por intermédio de expressões faciais,
comunica ao leitor reações de
(A) sossego e felicidade.
(B) alegria e espanto.
(C) raiva e tranqüilidade.
(D) susto e alívio.
D –––––––––––
QUESTÃO 09 –––––––––––
O texto de Maurício de Sousa é surpreendente
porque
(A) o autor introduz, no segundo quadrinho,
personagens diferentes daqueles do primeiro
quadrinho.
(B) Mônica, a brava, está acariciando o amigo
Cascão.
(C) Cebolinha estava tão distante da cena que
tinha visto, apenas, vultos.
(D) o leitor parece testemunhar, com Cebolinha,
o assassinato de Cascão.
D ––––––––––– QUESTÃO 10 –––––––––––
A compreensão dessa tirinha exige que o leitor
(A) apenas leia as palavras.
(B) apenas se fixe nas imagens.
(C) associe imagens e palavras.
(D) perceba os sons e as imagens.
(E) sinta a história através do tato.
Disponível em http:www.syntonia.com/textos/textoseecologia/
problemaecológico.htm – (Censo 2006)
D ––––––––––– QUESTÃO 06 –––––––––––
Segundo o Texto II, o cientista americano está
preocupado com:
(A) a vida neste planeta.
(B) a qualidade do espaço aéreo.
(C) o que pensam os extraterrestres.
(D) o seu prestígio no mundo.
D ––––––––––– QUESTÃO 07 –––––––––––
Da maneira como o assunto é tratado no Texto, é
correto afirmar que o meio ambiente está
degradado porque:
(A) a destruição é inevitável.
(B) a civilização o está destruindo.
(C) a humanidade preserva sua existência.
(D) as guerras são o principal agente da
destruição.
D ––––––––––– QUESTÃO 11 –––––––––––
Leia o texto para responder a questão a seguir:
PAI NÃO ENTENDE NADA
— Um biquíni novo?
— É, pai.
— Você comprou um no ano passado!
— Não serve mais, pai. Eu cresci.
— Como não serve? No ano passado você
tinha 14 anos, este ano tem 15. Não cresceu tanto
assim.
— Não serve, pai.
— Está bem, está bem. Toma o dinheiro.
Compra um biquíni maior.
— Maior não, pai. Menor.
Aquele pai, também, não entendia nada.
Leia a tirinha da Turma da Mônica para
responder as questões de números 8, 9 e 10.
(concurso público – PMPG-PR). Turma da Mônica – Maurício de
Souza
(Veríssimo, Luís Fernando in Comédia da Vida Privada) (concurso
publico – PC - PA)
O Texto apresenta:
A) uma conversa entre três pessoas.
B) um diálogo entre filha e mãe.
C) uma conversa entre pai e filha.
D) uma cobrança de dívida.
3
Download
Random flashcards
Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Criar flashcards