Enviado por elyasnogueira82

^N^N Artigo^J substantivo^J adjetivo e exercícios

Propaganda
Artigo, substantivo, adjetivo – Turma Pré-Militar
Data: 28/03/2019
Artigo
Precede o substantivo para determiná-lo, mantendo com ele
relação de concordância. Assim, qualquer expressão ou frase
fica substantivada se for determinada por artigo (O
“conhece-te a ti mesmo” é conselho sábio). Em certos casos,
serve para assinalar gênero e número (o/a colega, o/os
ônibus)
Pode ser classificado em:
•
•
•
•
definido - o, a, os, as - um ser claramente
determinado entre outros da mesma espécie
indefinido - um, uma, uns, umas - um ser qualquer
entre outros de mesma espécie
•
Podem aparecer combinados com preposições. (num, numa,
do, à, ...)
•
•
Emprego:
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
Não é obrigatório seu uso diante da maioria dos
substantivos, podendo ser substituído por outra
palavra determinante ou nem ser usado (o rapaz ≠
este rapaz / Lera numa revista que mulher fica mais
gripada que homem).
Nesse sentido, convém omitir o uso do artigo em
provérbios e máximas para manter o sentido
generalizante (Tempo é dinheiro / Dedico esse
poema a homem ou a mulher?)
Não se deve usar artigo depois de cujo e suas
flexões
Outro, em sentido determinado, é precedido de
artigo; caso contrário, dispensa-o. (Fiquem dois
aqui; os outros podem ir ≠ Uns estavam atentos;
outros conversavam)
Não se usa artigo diante de expressões de
tratamento iniciadas por possessivos, além das
formas abreviadas frei, dom, são, expressões de
origem estrangeira (Lord, Sir, Madame) e sóror.
É obrigatório o uso do artigo definido entre o
numeral ambos (“ambos os dois”) e o substantivo
a que se refere (ambos os cônjuges)
Diante do possessivo adjetivo o uso é facultativo;
mas se o pronome for substantivo, torna-se
obrigatório (os [seus] planos foram descobertos,
mas os meus ainda estão em segredo)
Antes de nomes próprios personativos, não se deve
utilizar artigo. O seu uso denota familiaridade, por
isso é geralmente usado antes de apelidos. Os
antropônimos são determinados pelo artigo se
usados no plural (os Maias, Os Homeros)
Geralmente dispensado depois de cheirar a, saber a
(=ter gosto a) e similares (cheirar a jasmim / isto
sabe a vinho)
Não se usa artigo diante das palavras casa (=lar,
moradia), terra (=chão firme) e palácio a menos
que essas palavras sejam especificadas (venho de
casa / venho da casa paterna)
Na expressão uma hora, significando a primeira
hora, o emprego é facultativo (era perto de / da
•
•
Profª: Tânia Rangell
uma hora). Se for indicar hora exata, à uma hora
(como qualquer expressão adverbial feminina)
Diante de alguns nomes de cidade não se usa
artigo, a não ser que venham modificados por
adjetivo, locução adjetiva ou or. adjetiva (Aracaju,
Sergipe, Curitiba, Roma, Atenas)
Usa-se artigo definido antes dos nomes de
estados brasileiros. Como não se usa artigo nas
denominações geográficas formadas por nomes ou
adjetivos, excetuam-se: AL, GO, MT, MG, PE, SC,
SP e SE
Expressões com palavras repetidas repelem
artigo (gota a gota / face a face)
Não é combinado com preposição o artigo que faz
parte de nomes de jornais, revistas e obras
literárias, bem como se o artigo introduzir sujeito (li
em Os Lusíadas / Está na hora de a onça beber
água)
Depois de todo, emprega-se o artigo para conferir
ideia de totalidade (Toda a sociedade poderá
participar / toda a cidade ≠ toda cidade). "Todos"
exige artigo a não ser que seja substituído por
outro determinante (todos os familiares / todos
estes familiares)
Repete-se artigo: a) nas oposições entre pessoas e
coisas (o rico e o pobre) / b) na qualificação
antonímica do mesmo substantivo (o bom e o mau
ladrão) / c) na distinção de gênero e número (o
patrão e os operários / o genro e a nora)
Não se repete artigo: a) quando há sinonímia
indicada pela explicativa ou (a botânica ou fitologia)
b) quando adjetivos qualificam o mesmo
substantivo (a clara, persuasiva e discreta
exposição dos fatos nos abalou)
Substantivo
Definição: o substantivo é a classe variável que nomeia
objetos, pessoas, sentimentos, lugares...
Classificação: Substantivos primitivos - Criam outras
palavras. Ex.: terra, casa
Substantivos derivados - São criados a partir de outras
palavras. Ex.: terreiro, aterrar; casebre, casinha
Substantivos simples - Formados por apenas um radical.
Ex.: cabra, tempo
Substantivos compostos - Formados por mais de um
radical. Ex.: cabra-cega, passatempo
Substantivos comuns - Qualquer ser da espécie. Ex.: rua,
praça, mulher
Substantivos próprios - Um ser específico da espécie. Ex.:
Rua Rio de Janeiro, praça Duque de Caxias, Isabela
Substantivos concretos - Nomeiam objetos, lugares,
pessoas, animais... Podem ser visualizados. Ex.: Carmem,
mesa, urso.
Substantivos abstratos - Nomeiam ações, estados,
sentimentos, qualidades... Dependem de outros seres para
existir. Não é possível visualizá-los. Ex: alegria, tristeza.
Substantivos coletivos - transmitem a noção de plural,
embora sejam grafados no singular. Nomeiam um
agrupamento de seres da mesma espécie. Ex: alcateia - de
lobos / corja - de ladrões / nuvem - de insetos.
Artigo, substantivo, adjetivo – Turma Pré-Militar
Data: 28/03/2019
Número e Formação do plural nos
substantivos simples
Regra geral: o plural é formado pelo acréscimo da
desinência -s.
Ex.: mapa/mapas, degrau/degraus
Profª: Tânia Rangell
Quando o segundo elemento limita ou determina o
primeiro: só o primeiro elemento é flexionado. Ex.:
caneta-tinteiro/canetas-tinteiro, peixe-boi/ peixes-boi
Gênero:Quanto ao gênero, os substantivos podem ser:
Biformes: possuem duas formas, uma para o feminino e
outra para o masculino. Ex.: gato/gata, cabra/bode
Terminados em -ão: plural em -ões, -ães ou ãos. Ex.:
questão/questões, capitão/capitães, irmão/irmãos
Uniformes: possuem apenas uma forma para os dois
gêneros.
Terminados em -r, -z: acréscimo de -es. Ex.: bar/bares,
raiz/raízes
Os substantivos uniformes se subdividem em:
Terminados em -s: acréscimo de -es quando forem oxítonos;
invariáveis quando não forem oxítonos.Ex.: país/países,
lápis/lápis
Terminados em -l: substitui-se o -l por -is. Ex.: anel/anéis,
álcool/alcoóis Exceções: mal/males, cônsul/cônsules
Epicenos: uma só forma para os dois gêneros, a distinção é
feita pelas palavras macho e fêmea.
Ex.: formiga -macho/formiga-fêmea, cobra-macho/cobrafêmea
Comuns de dois gêneros: uma só forma para os dois
gêneros, a distinção é feita pelo determinante (artigo,
pronome, adjetivo...).
Ex.: a pianista/ o pianista, belo colega/ bela colega
álbum/álbuns
Sobrecomuns: uma só forma para os dois gêneros, não é
possível fazer a distinção pelos determinantes. A distinção
pode ser feita pela expressão: do sexo masculino/ do sexo
feminino.
Ex.: a pessoa, a criatura, a criança, o cônjuge
Terminados em -x: são invariáveis. Ex.: látex/látex,
Grau dos substantivos:
Terminados em -m: trocam -m por -ns. Ex.: atum/atuns,
xerox/xerox
Terminados em -zito, -zinho: pluraliza-se a palavra
primitiva sem o -s e a terminação. Ex.: balão + zinho =
É a possibilidade de indicar o tamanho do ser que nomeia.
Os substantivos podem estar em três graus: •normal
•aumentativo •diminutivo
balõe(s) + zinhos/ balõezinhos
As variações de grau podem ser feitas de duas formas:
Formação do plural nos substantivos
Analítica: Acréscimo de um adjetivo: casa pequena/grande,
pé pequeno/grande
compostos
Flexionam-se os substantivos, adjetivos, numerais e
pronomes sem preposição entre eles. Ex.: primeiro
(numeral) - ministro (substantivo)/ primeiros-ministros
Não se flexionam os verbos, advérbios e demais palavras
invariáveis. Ex.: vira(verbo) - lata(substantivo)/ vira-latas
Elementos ligados por preposição: só o primeiro
elemento é flexionado. Ex.: mula sem cabeça/ mulas sem
cabeça
Palavras repetidas ou onomatopaicas: só o segundo
elemento é flexionado. Ex.: pingue-pongue/ pinguepongues, reco-reco/ reco-recos
Sintética: Acréscimo de um sufixo: casinha-casebre/,
pezinho/pezão
Alguns sufixos utilizados na formação do grau sintético:
Grau diminutivo: -inho, -zinho, -ebre, -im, -acho, -ejo, eta, -ote... Ex.: amorzinho, riacho, lugarejo
Grau aumentativo: -ona, -ázio, -aça, -az, -arra... Ex.:
bocarra, copázio, mulherona
Artigo, substantivo, adjetivo – Turma Pré-Militar
Data: 28/03/2019
Profª: Tânia Rangell
Palavra variável que restringe a significação do substantivo,
indicando qualidades e características deste. Mantém com o
Adjetivo
Palavra variável que restringe a significação do substantivo,
indicando qualidades e características deste. Mantém com o
substantivo que determina relação de concordância de
gênero e número.
Adjetivos pátrios - indicam a nacionalidade ou a origem
geográfica, normalmente são formados pelo acréscimo de
um sufixo ao substantivo de que se originam
(Alagoas>alagoano). Podem ser simples ou compostos,
referindo-se a duas ou mais nacionalidades ou regiões;
nestes últimos casos assumem sua forma reduzida e erudita,
com exceção do último elemento (franco-ítalo-brasileiro).
superlativo - exprime qualidade em grau muito elevado
ou intenso.
absoluto - quando a qualidade não se refere à de outros
elementos. Pode ser analítico (acréscimo de adv. de
intensidade) ou sintético (-íssimo, -érrimo, -ílimo). (muito
alto X altíssimo)
analítico - qualidade relacionada, favorável ou
desfavoravelmente, à de outros elementos. Pode ser de
superioridade analítico (o mais alto de/dentre), superioridade
sintético (o maior de/dentre) ou de inferioridade (o menos
alto de/dentre.
Observação: superior tem superlativo: supremo e sumo inferior tem superlativo ínfimo. Apresentam formas sintéticas
especiais os adjetivos bom, mau, grande e pequeno.
Locuções adjetivas - expressões, geralmente, formadas
por preposição e substantivo que equivalem a adjetivos (anel
de prata = anel argênteo / andar de cima = andar superior /
estar com fome = estar faminto).
Adjetivos
Variação dos adjetivos
bom
melhor
o melhor
boníssimo
ótimo
Gênero
mau
pior
o pior
malíssimo
péssimo
Uniforme ou biforme inteligente x honesto(a)
pequ
menor
eno
o menor
pequeníssim
mínimo
o
gran
de
o maior
grandíssimo
Número
Os adjetivos simples formam o plural segundo os mesmos
princípios dos substantivos simples, em função de sua
terminação. (agradável X agradáveis)
Comparativo de
Superioridade
maior
Superlativo
relativo
Superlativo absoluto
regular
irregular
máximo
Exercícios:
Os substantivos utilizados como adjetivos ficam invariáveis.
(blusas cinza)
Os adjetivos terminados em -OSO, além do acréscimo do -S
de plural, mudam o timbre do primeiro -o, num processo
de metafonia. (gostoso/ gostosos)
Grau
- São três: normal, comparativo e superlativo
comparativo - mesma qualidade entre dois ou mais seres,
duas ou mais qualidades de um mesmo ser.
igualdade - tão alto quanto (como / quão)
superioridade - mais alto (do) que (analítico) / maior (do)
que (sintético)
inferioridade - menos alto (do) que
1. A alternativa que apresenta classes de palavras cujos
sentidos podem ser modificados pelo advérbio são:
a) adjetivo – advérbio – verbo.
b) verbo – interjeição – conjunção.
c) conjunção – numeral – adjetivo.
d) adjetivo – verbo – interjeição.
e) interjeição – advérbio – verbo.
2. Das palavras abaixo, faz plural como “assombrações”
a) perdão.
b) bênção.
c) alemão.
d) cristão.
e) capitão.
3. Na oração “Ninguém está perdido se der amor…”, a
palavra grifada pode ser classificada como:
a) advérbio de modo.
b) conjunção adversativa.
c) advérbio de condição.
Artigo, substantivo, adjetivo – Turma Pré-Militar
Data: 28/03/2019
d) conjunção condicional.
e) preposição essencial.
4. Marque a frase em que o termo destacado expressa
circunstância de causa:
a) Quase morri de vergonha.
b) Agi com calma.
c) Os mudos falam com as mãos.
d) Apesar do fracasso, ele insistiu.
e) Aquela rua é demasiado estreita.
05. A flexão do número incorreta é:
a) tabelião – tabeliães.
b) melão – melões
c) ermitão – ermitões.
d) chão – chãos.
e) catalão – catalões.
06. A classe de palavras que é empregada para exprimir
estados emotivos:
a) adjetivo.
b) interjeição.
c) preposição.
d) conjunção.
e) advérbio.
07. Todas as formas abaixo expressam um tamanho menor
que o normal, exceto:
Profª: Tânia Rangell
11. Em “Escrever é alguma coisa extremamente
forte, mas que pode me trair e me abandonar.”, as palavras
grifadas podem ser classificadas como, respectivamente:
a) pronome adjetivo – conjunção aditiva.
b) pronome interrogativo – conjunção aditiva.
c) pronome substantivo – conjunção alternativa.
d) pronome adjetivo – conjunção adversativa.
e) pronome interrogativo – conjunção alternativa.
12. Marque o item em que a análise morfológica da palavra
sublinhada não está correta:
a) Ele dirige perigosamente – (advérbio).
b) Nada foi feito para resolver a questão – (pronome
indefinido).
c) O cantar dos pássaros alegra as manhãs – (verbo).
d) A metade da classe já chegou – (numeral).
e) Os jovens gostam de cantar música moderna – (verbo).
13. Quanto à flexão de grau, o substantivo que difere dos
demais é:
a) viela.
b) vilarejo.
c) ratazana.
d) ruela.
e) sineta.
14. Das classes de palavra abaixo, as invariáveis são:
a) saquitel.
b) grânulo.
c) radícula.
d) marmita.
e) óvulo.
a) interjeição – advérbio – pronome possessivo.
b) numeral – substantivo – conjunção.
c) artigo – pronome demonstrativo – substantivo.
d) adjetivo – preposição – advérbio.
e) conjunção – interjeição – preposição.
08. Em “Tem bocas que murmuram preces…”, a seqüência
morfológica é:
15. O substantivo composto que está indevidamente escrito
no plural é:
a) verbo-substantivo-pronome relativo-verbo-substantivo.
b) verbo-substantivo-conjunção integrante-verbosubstantivo.
c) verbo-substantivo-conjunção coordenativa-verbo-adjetivo.
d) verbo-adjetivo-pronome indefinido-verbo-substantivo.
e) verbo-advérbio-pronome relativo-verbo-substantivo.
a) mulas-sem-cabeça.
b) cavalos-vapor.
c) abaixos-assinados.
d) quebra-mares.
e) pães-de-ló.
09. A alternativa que possui todos os substantivos
corretamente colocados no plural é:
a) couve-flores / amores-perfeitos / boas-vidas.
b) tico-ticos / bem-te-vis / joões-de-barro.
c) terças-feiras / mãos-de-obras / guarda-roupas.
d) arco-íris / portas-bandeiras / sacas-rolhas.
e) dias-a-dia / lufa-lufas / capitães-mor.
10. “…os cipós que se emaranhavam…” . A palavra
sublinhada é:
a) conjunção explicativa.
b) conjunção integrante.
c) pronome relativo.
d) advérbio interrogativo.
e) preposição acidental.
16. A alternativa que apresenta um substantivo invariável e
um variável, respectivamente, é:
a) vírus – revés.
b) fênix – ourives.
c) ananás – gás.
d) oásis – alferes.
e) faquir – álcool.
17. “Paula mirou-se no espelho das águas”: Esta oração
contém um verbo na voz:
a) ativa.
b) passiva analítica.
c) passiva pronominal.
d) reflexiva recíproca.
e) reflexiva.
18. O único substantivo que não é sobrecomum é:
Artigo, substantivo, adjetivo – Turma Pré-Militar
Data: 28/03/2019
a) verdugo.
b) manequim.
c) pianista.
d) criança.
e) indivíduo.
19. Na frase: “Apieda-te qualquer sandeu”, a palavra sandeu
(idiota, imbecil) é um substantivo:
a) comum, concreto e sobrecomum
b) concreto, simples e comum de dois gêneros.
c) simples, abstrato e feminino.
d) comum, simples e masculino
e) simples, abstrato e masculino.
20. O item em que temos um adjetivo em grau superlativo
absoluto é:
a) Está chovendo bastante.
b) Ele é um bom funcionário.
c) João Brandão é mais dedicado que o vigia.
d) Sou o funcionário mais dedicado da repartição.
e) João Brandão foi tremendamente inocente.
21. A única alternativa em que as palavras são,
respectivamente, substantivo abstrato, adjetivo biforme e
preposição acidental é:
a) beijo-alegre-durante
b) remédio-inteligente-perante
c) feiura-lúdico-segundo
d) ar-parco-por
e) dor-veloz-consoante
22. A frase em que o adjetivo está no grau superlativo
relativo de superioridade:
a) Estes operários são capacíssimos.
b) O quarto estava escuro como a noite!
c) Não sou menos digno que meus pais.
d) Aquela mulher é podre de rica!
e) Você foi o amigo mais sincero que eu tive.
23. O item em que a locução adjetiva não corresponde ao
adjetivo dado é:
a) hibernal - de inverno
b) filatélico – de folhas
c) discente – de aluno
d) docente – de professor
e) onírico – de sonho
24. Talvez seja bom que o proprietário do imóvel possa
desconfiar de que ele não é tão imóvel assim. A palavra
destacada é, respectivamente:
a) substantivo e substantivo
b) substantivo e adjetivo
c) adjetivo e verbo
d) advérbio e adjetivo
e) adjetivo e advérbio
25. Assinale a alternativa em que a palavra sublinhada não
tem valor de adjetivo.
a) A malha azul estava molhada.
b) O sol desbotou o verde da bandeira.
c) Tinha os cabelos branco-amarelados.
Profª: Tânia Rangell
d)As nuvens tornavam-se cinzentas.
e) O mendigo carregava um fardo amarelado.
26. São substantivos abstratos:
a) doença – beijo – ira – ternura
b) alma – fada – saci – Deus
c) lápis – lousa – fogo – água
d) florista – pedreiro – antebraço – sol
27. Assinale a alternativa em que, quanto ao gênero, todos
os substantivos são epicenos:
a) salmão, zebra, elefante, tubarão
b) artista, pernilongo, égua, lente
c) pulga, jacaré, sapo, baleia
d) selvagem, soprano, rinoceronte, cobra
28. Indique a alternativa com os plurais corretos:
a) cidadãos, bota-foras, salários-família, escrivães
b) cidadãos, bota-fora, salários-família, escrivães
c) cidadãos, botas-foras, salário-famílias, escrivões
d) cidadães, botas-fora, salários-famílias, escrivãos
29. Marque a alternativa em que todas palavras sejam
masculinas:
a) pijama / dó / telefonema / poeta
b) cal / lança-perfume / apendicite / profeta
c) estrofe / ator / elefante / esteta
d) sanduíche / saca-rolhas / hélice / guaraná
30. Aponte a alternativa em que o substantivo composto
será flexionado incorretamente no plural:
a) couves-flores / tenentes-coronéis
b) cirurgiões / licenças-prêmios
c) pães de ló / escolas-modelo
d) navios-escola / guardas-chuvas
31. “O guarda-florestal compareceu ao serviço sem guardachuva”. Passando para o plural os substantivos compostos
teremos:
a) guardas-florestal / guarda-chuvas
b) guardas-florestais / guarda-chuvas
c) guardas-florestais / guardas-chuvas
d) guardas-florestal / guardas-chuva
32. Marque a alternativa verdadeira:
a) O plural de mau-caráter é maus-caráteres.
b) Chamam-se epicenos os substantivos que têm um só
gênero gramatical para designar pessoas de ambos os sexos.
c) Todos os substantivos terminados em –ão foram o
feminino mudando o final em –ã ou –ona.
d) Os substantivos terminados em –a sempre são femininos.
e) São comuns de dois gêneros todos os substantivos ou
adjetivos substantivados terminados em –ista.
33. Indique onde há erro:
a) os fora da lei chileno-colombianos
b) os puxa-sacos catalãos
c) as sinhás-moças mandrionas
d) os para-choques furta-cores
e) os sofás-camas azul-celeste
Artigo, substantivo, adjetivo – Turma Pré-Militar
Data: 28/03/2019
34. Em “...nas mãos do moleque um belo quebra-cabeça...”,
o substantivo quebra-cabeça forma o plural de modo idêntico
a um dos substantivos abaixo:
a) guarda-chuva
b) tenente-coronel
c) terça-feira
d) ponto de vista
e) caneta-tinteiro
35. O segmento do texto que não apresenta qualquer
processo de intensificação vocabular é:
a) Arrumar o homem é a tarefa das tarefas...
b) Em menos de uma hora era impossível.
c) Era mais fácil.
d) Nunca ouvi verdade tão cristalina.
e) A ideia mais luminosa que ocorreu ao pai...
Profª: Tânia Rangell
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

teste

2 Cartões juh16

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Criar flashcards