Enviado por mv.albach

SISTEMA NERVOSO

Propaganda
SISTEMA NERVOSO
Se um dia alguém te perguntar se você está nervoso, você
pode responder que está sim, independentemente de seu
estado emocional. Sabe por quê?
Porque nosso corpo está repleto de nervos.
Dê uma olhada na figura abaixo, os nervos são as linhas azuis.
Então, independentemente de você estar calmo ou nervoso,
você pode sempre responder que está nervoso, sem que isso
seja uma mentira.
que o mosquito pare de sugar seu sangue, seja enxotando-o
com a mão ou matando com um tapa.
Além dessas tarefas específicas, o sistema nervoso atua em
conjunto com todos os outros sistemas do corpo humano,
auxiliando-os em seu perfeito funcionamento.
Como o sistema nervoso está organizado para fazer tudo isso?
É o que veremos agora.
Sistema nervoso
O sistema nervoso está organizado em sistema nervoso
central, sistema nervoso periférico e sistema nervoso
autônomo.
Esse último está relacionado com o controle das funções vitais
do corpo humano que independem da vontade da pessoa.
Na figura mostramos as relações existentes entre os
diferentes sistemas com o nervoso.
Veja na figura 2 essas relações.
Figura 1: O sistema nervoso. Crédito: Medium69, Jmarchn, CCBY-SA-4,0. Disponível
em https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/5/5a/N
ervous_system_diagram_unlabeled.svg. Acesso em
01/03/2019.
Mas por que existem tantos nervos assim?
Para permitir que nosso cérebro receba informações de todas
as partes do corpo, e também envie os comandos necessários
para manter tudo funcionando perfeitamente bem.
Como essas tarefas são extremamente importantes, elas não
são realizadas apenas pelos nervos e cérebro. Eles contam
com o apoio de um sistema específico, o sistema nervoso.
Nosso sistema nervoso exerce três funções: sensoriais,
integradoras e motoras.
As funções sensoriais estão ligadas com a recepção de
estímulos e informações do próprio corpo e do ambiente
externo. Um arranhão, uma picada de mosquito, o aumento
ou diminuição da temperatura do ambiente, uma pontada ou
dor interna, tudo é captado e informado instantaneamente.
As funções integradoras envolvem a análise, processamento e
armazenamento dos estímulos e informações recebidos; tanto
para a composição da memória, quanto para a tomada de
decisão da resposta imediata que será dada.
Por fim, temos as funções motoras do sistema nervoso. Elas
correspondem ao envio da informação da ação que deve ser
realizada como resposta ao estímulo ou informação recebida.
Por exemplo, no caso de uma picada de mosquito, fazer com
Figura 2: Sistema nervoso autônomo. Crédito: Manu5, CC-BYSA-4,0. Disponível
em https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Sympathetic_N
ervous_System.jpg. Acesso em 01/03/2019.
Agora vamos nos ater ao sistema nervoso central e periférico.
Vemos na figura 3 que o sistema periférico é formado pelos
gânglios, nervos e terminações nervosas sensitivas e motoras.
Figura 3: Sistema nervoso central e periférico. Crédito:
imagem modificada de OpenStax, CC-BY-SA-4,0. Disponível
em https://commons.wikimedia.org/wiki/File:1201_Overview
_of_Nervous_System_esp.jpg. Acesso em 01/03/2019.
Já o sistema nervoso central é formado pelo encéfalo e pela
medula espinhal.
O encéfalo, por sua vez, engloba o cérebro, cerebelo e o
tronco encefálico.
O cerebelo é responsável pelo equilíbrio do corpo,
controlando os músculos do corpo.
A figura mostra neurônios sensoriais ligados a receptores de
estímulo da pele levando a informação até o córtex cerebral.
A flecha cinza mostra que após a recepção do estímulo, a
resposta segue do córtex cerebral motor para o músculo
através dos neurônios motores da medula espinhal.
Na figura 5 mostramos resumidamente o caminho do impulso
nervoso.
Não vamos entrar em detalhes aqui, ok? Não deixe de ver os
vídeos e ler os artigos que tratam dos neurônios e do impulso
nervoso para conhecer o processo com mais detalhes.
O tronco encefálico liga o encéfalo à medula espinhal.
O cérebro está envolvido em todas as funções do sistema
nervoso descritas anteriormente.
O sistema nervoso central e periférico se ligam no
desempenho das funções através dos neurônios. Aliás, todo o
funcionamento do sistema nervoso ocorre a partir de cada um
dos neurônios que o constitui.
Os neurônios são as unidades básicas do sistema nervoso, ou
seja, são células especializadas na transmissão de
informações, por meio de impulsos elétricos.
Existem então três tipos de neurônios, de acordo com a
função desempenhada: neurônios sensoriais, neurônios
integradores e neurônios motores.
Os neurônios sensoriais se ligam aos receptores de estímulos
do corpo e transmitem a informação recebida para o córtex
cerebral através dos neurônios presentes na medula espinhal.
Os neurônios motores fazem exatamente o oposto, levam a
informação do córtex cerebral para os músculos.
Vejam na figura 4 como isso ocorre.
NEURÔNIOS
Como você sabe onde está nesse exato momento?
Sua habilidade em perceber seu entorno - ver, ouvir e cheirar
o que está ao seu redor – depende do seu sistema nervoso.
Assim como a sua habilidade em reconhecer onde está e
lembrar se você já esteve lá antes. Na verdade, até a sua
capacidade de saber onde você está depende do seu sistema
nervoso!
Se as suas percepções indicarem perigo (“Oh, a casa está
pegando fogo!”), sua habilidade de agir sobre essa informação
também depende do seu sistema nervoso. Além de permitir
que você processe a ameaça conscientemente, seu sistema
nervoso desencadeia respostas involuntárias, como o
aumento da frequência cardíaca e fluxo de sangue para os
músculos, com o intuito de lhe ajudar a enfrentar o perigo.
Todos esses processos dependem das células que compõem o
seu sistema nervoso. Elas são as células nervosas (ou
neurônios) e células gliais (ou glia).
Os neurônios são as unidades básicas do sistema nervoso e
geram os sinais elétricos que transmitem rapidamente
informações por longas distâncias. As glias também são
essenciais para o funcionamento do sistema nervoso, mas elas
trabalham principalmente dando suporte aos neurônios.
O sistema nervoso humano
Nos humanos e outros vertebrados o sistema nervoso pode
ser dividido em duas seções: sistema nervoso central e
sistema nervoso periférico.
Figura 4: Organização do sistema nervoso. Crédito: imagem
modificada de JDifool, CC-BY-SA-3,0,2,5,2,0,1,0. Disponível
em https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/1/1e/
Nervous_system_organization_dumb.svg. Acesso em
01/03/2019.

O sistema nervoso central (SNC) é formado pelo
cérebro e a medula espinhal. É no SNC que acontece
toda a análise de informações.

O sistema nervoso periférico (SNP) inclui os
neurônios sensoriais e neurônios motores. Os
neurônios sensoriais trazem sinais recebidos para o
SNC e os neurônios motores levam os sinais do SNC
para os músculos.
interneurônios enviariam sinais para os neurônios motores
que controlam os músculos dos dedos (fazendo com que você
soltasse a brasa), enquanto outros transmitiriam o sinal da
medula espinhal até o cérebro, onde ele seria percebido como
dor.
Interneurônios são a mais numerosa classe de neurônios. Eles
estão envolvidos no processamento de informação, tanto em
simples circuitos reflexos (como aqueles desencadeados por
objetos quentes) quanto em circuitos cerebrais mais
complexos. São combinações de interneurônios em seu
cérebro que permitem a você concluir que coisas que
parecem com brasas não são boas para pegar e, felizmente,
eles retêm essa informação para referência futura.
As funções básicas de um neurônio
Figura 1: Diagrama do sistema nervoso humano. Sistema
nervoso central: porções do sistema nervoso no cérebro e
medula espinhal. Sistema nervoso periférico: porções do
sistema nervoso fora do cérebro e da medula espinhal. Os
gânglios, aglomerados de corpos celulares no SNP, e os
nervos, feixes de axônios que viajam na mesma direção,
também estão destacados no diagrama. Os gânglios em
destaque estão localizados perto da medula espinhal, mas não
dentro. Os nervos destacados são nervos espinhais. Crédito:
Imagem modificada de "Nervous system diagram," por
Medium69 (CC BY-SA 4,0).
Se você pensar sobre os papéis das três classes de neurônios,
você pode fazer inferências gerais de que todos os neurônios
possuem três funções básicas. São elas:
Classe de neurônios
Os neurônios têm um corpo celular chamado de soma. O
núcleo do neurônio encontra-se no soma.
Baseado em suas funções, os neurônios encontrados no
sistema nervoso humano podem ser divididos em três classes:
neurônios sensoriais, neurônios motores e interneurônios.
Neurônios sensoriais
Os neurônios sensoriais obtém informação sobre o que está
acontecendo dentro e fora do corpo e levam essa informação
para o SNC para que seja processada. Por exemplo, se você
pegar um carvão quente, os neurônios sensoriais com
terminações nas pontas dos dedos irão transmitir a
informação de que está muito quente para o seu SNC.
Neurônios motores
1.
Receber sinais ou informação;
2.
Integrar sinais de entrada (para determinar se essa
informação deve ser repassada ou não);
3.
Comunicar sinais às células alvo, que são outros
neurônios, músculos ou glândulas.
Anatomia de um neurônio
Vários apêndices ou protrusões se projetam a partir do corpo
celular. Estas projeções incluem alguns muito curtos e
ramificados, conhecidos como dendritos e um separado que é
tipicamente mais longo que os dendritos, conhecido como
axônio.
Os neurônios podem variam muito em comprimento.
Enquanto muitos neurônios são minúsculos, os axônios dos
neurônios motores que se estendem da medula espinhal para
inervar os dedos do pé podem ter um metro de comprimento
(ou mais, em jogadores de basquete como Michael Jordan,
LeBron James, or Yao Ming)!
Os neurônios motores recebem informação de outros
neurônios para transmitir comandos aos músculos, órgão e
glândulas. Por exemplo, se você pegar um carvão quente, seus
neurônios motores que inervam os músculos dos seus dedos
farão com que sua mão solte o carvão.
Outro exemplo da diversidade de formas vem dos neurônios
sensoriais: em muitos neurônios sensoriais, a distinção
morfológica entre axônio e dendritos não é nítida.
Interneurônios
As primeiras duas funções neuronais, receber e processar
informação, geralmente ocorrem nos dendritos e no corpo
celular. Os sinais recebidos podem ser ou excitatórios - o que
significa que eles tendem a fazer o neurônio disparar um sinal
ou impulso elétrico - ou inibitórios - o que significa que eles
tendem a evitar que o neurônio passe qualquer informação.
Os interneurônios, que são encontrados somente no SNC,
conectam um neurônio a outro. Eles recebem informação de
outros neurônios (neurônios sensoriais ou interneurônios) e
transmitem esta informação para outros neurônios (neurônios
motores ou interneurônios).
Por exemplo, se você pegasse uma brasa, o sinal dos
neurônios sensoriais nas pontas dos dedos viajaria até os
interneurônios em sua medula espinhal. Alguns destes
Dendritos
A maioria dos neurônios recebe muitos sinais de entrada. Se
ele irá ou não ser excitado e disparar um impulso dependerá
da soma de todos os sinais excitatórios e inibitórios que
receber. Se o neurônio realmente acabar disparando um sinal,
o impulso nervoso será conduzido pelo axônio.
Existem quatro tipos principais de células gliais no sistema
nervoso dos vertebrados adultos. Três destes são encontrados
apenas no sistema nervoso central (SNC). As células glia do
quarto tipo são encontradas apenas no sistema nervoso
periférico (SNP).
As células glia possuem várias funções, por exemplo:
Figura 2: Estrutura de um neurônio. Em uma das extremidades
do corpo celular estão os dendritos. Projetando-se da outra
extremidade do corpo celular está o axônio. O axônio é
envolvido por mielina, que constitui uma bainha em volta de
algumas secções. Na sua extremidade mais distante do corpo
celular, o axônio se ramifica em muitos terminais axônicos.
Cada um forma uma sinapse com um dendrito ou corpo
celular de outro neurônio. Há um espaço entre os dois
neurônios. A comunicação se dá pela liberação de
neurotransmissores nesse espaço. Crédito: Imagem
modificada de "Neurons and glial cells: Figure 2" and
"Synapse," por OpenStax College, Biology (CC BY 3,0).
1.
Ajudam a regular o fluxo de sangue no cérebro,
manter a composição do fluido que envolve os
neurônios e regular a comunicação entre os
neurônios em sinapse.
2.
Durante o desenvolvimento do feto, ajudam os
neurônios a encontrar o caminho aos seus destinos e
contribuem para a formação de uma barreira entre o
sangue e cérebro, que ajuda a isolar o cérebro das
substâncias potencialmente tóxicas no sangue.
3.
Atuar como limpadora para remover células mortas e
outros detritos do sistema nervoso e,
4.
As células glia que possuem cílios promovem a
circulação do fluido cérebro-espinhal.
Neurônios formam redes
Um único neurônio não pode fazer muito sozinho e o
funcionamento do sistema nervoso depende de grupos de
neurônios que trabalham juntos. Neurônios individuais se
conectam a outros neurônios para estimular ou inibir a sua
atividade, formando circuitos que podem processar
informações recebidas e fornecer uma resposta. Circuitos
neuronais podem ser bem simples e compostos por apenas
alguns neurônios ou eles podem envolver redes neuronais
mais complexas.
Figura 3: Painel esquerdo: Glia do sistema nervoso central.
Painel direito: Glia do sistema nervoso periférico. Crédito:
_Imagem modificada de "Neurons and glial cells," por
OpenStax College, Biology (CC BY 4,0).
Sinapses
Como os neurônios se comunicam e passam informações?
As conexões entre os neurônios ocorrem entre os dendritos
de um e os corpos celulares de outro neurônio. Estas
conexões são conhecidas como sinapses.
Na maioria das sinapses e junções, a informação é transmitida
através de substâncias químicas chamadas
neurotransmissores, que são liberadas por um neurônio e
recebidas pelo outro.
Células gliais
No início deste artigo, dissemos que o sistema nervoso é
constituído por dois tipos de células, os neurônios e as glias,
os neurônios atuando como unidade funcional básica do
sistema nervoso e as glias num papel secundário. Assim como
os coadjuvantes são essenciais para o sucesso de um filme, as
células gliais são essenciais para o funcionamento do sistema
nervoso. Na verdade, existem muito mais glias no cérebro do
que neurônios.
Figura 5: Caminho do impulso nervoso. Crédito: Isa.tomanelli,
CC-BY-SA-4,0. Disponível
em https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Somatic_Nervo
us_System_Image.svg. Acesso em 01/03/2019.
A figura 5 mostra a transmissão da informação motora do
córtex cerebral até o músculo.
O impulso nervoso é originado na região do cérebro
responsável pela análise do estímulo recebido, desce pela
medula espinhal, chega aos nervos e transmite a informação
ao músculo pela liberação de uma substância denominada
neurotransmissor, no espaço existente entre o músculo e o
neurônio – denominado sinapse.
ATIVIDADES
1) Coloque nesta ilustração do encéfalo os nomes dos três
órgãos indicados pelas linhas:
D) (
) O sistema nervoso simpático diminui a pupila.
E) (
) O sistema nervoso parassimpático dilata a pupila.
F) (
) O sistema nervoso simpático é formado por fibras
nervosas que garantem respostas adequadas a situações de
emergência ou estresse.
g. (
) O sistema nervoso parassimpático atua sobre a
contração urinária.
4) As células apresentam formas e estruturas diferentes para
cada tipo de especialidade
celular. Axônio e dendritos são estruturas pertencentes a
células do tecido:
A) muscular.
B) epitelial.
C) nervoso.
D) ósseo.
) A imagem abaixo mostra diferentes tipos de neurônios.
a) Agora, numere as afirmativas seguintes, de acordo com as
anotações anteriores:
( ) Centro vital que controla as funções de digestão,
circulação e respiração.
( ) Receptor interno dos sentidos e centro da memória, do
raciocínio e da consciência.
( ) Controla a atividade muscular e o equilíbrio do corpo.
Resposta: 1 cérebro; 2 cerebelo; 3 bulbo
2) Complete:
A) A coordenação das funções do organismo humano é
realizada pelo sistema _______________________ e pelo
sistema __________________________.
B) As células do tecido nervoso chamam-se
__________________________.
C) Os neurônios possuem três partes: corpo
_______________________, ______________________,
_____________________________.
D) Os axônios são envolvidos por
_________________________.
E) Os nervos que partem do encéfalo chamam-se nervos
__________________________ e os que partem da medula
chamam-se nervos ___________________________.
F) Os nervos cranianos e os nervos raquidianos constituem o
sistema nervoso ________________________.
3) Marque C para as frases certas e E para as erradas:
A) (
) O sistema nervoso autônomo atua sobre as funções
de nutrição.
B) (
) O sistema nervoso simpático é uma subdivisão do
sistema periférico.
C) (
) O sistema nervoso autônomo pode ser subdividido
em sistema simpático e parassimpático.
Os neurônios apresentam formas variadas, mas todos eles
têm algo em comum:
A) São células do tecido epitelial.
B) São células do tecido muscular.
C) São células do tecido nervoso.
D) São células do tecido conjuntivo.
6) Saúde não significa apenas ausência de doenças, mas
também envolve qualidade de vida, considerando um
bem-estar geral tanto físico, quanto psicológico e
emocional.
Alguns hábitos alimentares contribuem para uma vida
saudável. Dentre eles, comer alimentos:
A) Com elevada taxa de colesterol.
B) Ricos em fibras.
C) Ricos em gordura trans.
D) Transformados industrialmente.
7) Observe a figura:
organismo fica pronto para enfrentar a situação de
perigo ou alerta.
Um dos efeitos imediatos da ação da adrenalina é
A) a inibição dos batimentos cardíacos.
B) o aumento da frequência respiratória.
C) a diminuição da frequência respiratória.
D) a aceleração do desenvolvimento da musculatura.
13) A situação que não apresenta um ato voluntário é
somente a representada pela alternativa:
A conexão estabelecida entre os neurônios se chama:
A) articulação.
B) sinapse.
C) sinóvia.
D) fenda
8) O trajeto que, em geral, um impulso nervoso segue ao
longo de um neurônio é:
A) dendrito ----> corpo celular -----> axônio.
B) corpo celular ----> axônio ----> dendrito.
C) axônio ----> dendrito -----> corpo celular.
D) dendrito ----> axônio ----> corpo celular.
9) Observe, no detalhe ampliado, na figura do exercício
três, que não existe contato físico entre os dois
neurônios. Como se chama o microespaço ??
A) fenda articulada.
B) fenda sinovial.
C) fenda sensorial.
D) fenda sináptica.
10) Identifique o órgão do sistema nervoso central
associados à atividade citada:
aumentar ou diminuir o ritmo das pulsações cardíacas.
14) (Fuvest) Qual dos seguintes comportamentos
envolve maior número de órgãos do sistema nervoso?
A) Salivar ao sentir o aroma de comida gostosa.
B) Levantar a perna quando o médico toca com martelo
no joelho do paciente.
C) Piscar com a aproximação brusca de um objeto.
D) Preencher uma ficha de identificação.
15) (Mack) O esquema dado representa alguns órgãos
que constituem o sistema nervoso central. As funções
de controle de coordenação motora e equilíbrio,
controle da tireoide e controle dos ritmos cardíaco e
respiratório são exercidas, respectivamente, por:
A) cérebro.
B) bulbo.
C) cerebelo.
C) medula espinhal.
11) As células apresentam formas e estruturas
diferentes para cada tipo de especialidade celular.
Axônio e dendritos são estruturas pertencentes a células
do tecido:
A) muscular.
B) epitelial.
C) nervoso.
D) ósseo.
12) Quando levamos um susto ou praticamos um
esporte radical, a adrenalina produzida nas glândulas
suprarrenais é liberada na corrente sanguínea e o
A) 5, 1 e 2.
B) 4, 2 e 4.
C) 3, 1 e 2.
D) 5, 2 e 3.
Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões paulonetgbi

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Matemática

2 Cartões Elma gomes

Criar flashcards