Enviado por brunaadriellynogueira

Apostila NormasABNT

Propaganda
Orientações para Elaboração de Referência e Citações
UNUEAD
GOVERNO FEDERAL
Luiz Inácio Lula da Silva
Ministério da Educação
Fernando Haddad
Secretaria de Educação a Distância
Carlos Eduardo Bielschowsky
GOVERNO DO ESTADO DE GOIÁS
Alcides Rodrigues Filho
Secretária de Educação
Milca Severino Pereira
UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS - UEG
PARCERIA COM UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL - UAB
Reitoria
Luiz Antônio Arantes
Pró-Reitoria de Graduação
Roldão Aprígio de Souza
Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação
Pedro Sérgio dos Santos
Pró-Reitoria de Extensão, Cultura e Assuntos Estudantis
José Custódio Pereira Neto
PrÛ-Reitoria de Administração
Sivaldo Eugênio da Silva
Núcleo de Seleção
Elcival José de Souza Machado
Unidade Universitária de Educação à Distância
Francisco Alberto Severo de Almeida
EQUIPE TÉCNICA DA UnUEAD
Coordenação Geral UnUEAD e UAB
Diany Duarães Rodrigues
Coordenação Adjunta UnUEAD e UAB
Valnides Araújo da Costa
CoordenaçãoAdministrativa
Graziela Gomes Alencar
Secretaria Acadêmica
Daniella Rodrigues Carvalho
Coordenação de Projetos Especiais
Neyde Maria Silva
Coordenação de Tutoria
Eude de Sousa Campos
Orientações para
Elaboração
de Referência e
Citações
N
este momento em nosso
curso vamos familiarizar
com a estrutura dos
trabalhos que serão analisados. O
trabalho do analista de consistência
envolve a avaliação de vários
critérios, dentre outros, a Estrutura
da obra, que deve ser ponderada
com rigor por meio de um grupo de
normas.
Neste momento em nosso curso vamos familiarizar com a estrutura dos trabalhos que
serão analisados. O trabalho do analista de consistência envolve a avaliação de vários critérios, dentre
outros, a Estrutura da obra, que deve ser ponderada com rigor por meio de um grupo de normas.
O objetivo das orientações listadas e comentadas nesse texto é aprovisioná-lo de informações
úteis para sua avaliação.
Assim sendo, aqui, trataremos da estrutura textual, e como tal não poderíamos deixar de
mencionar que o material didático produzido pelo professores conteudistas deve indicar, de modo
completo, as fontes secundárias ou de leitura utilizadas citadas no corpo do texto, relacionadas sob a
denominação de referências e citações.
As referências têm por objetivo fornecer ao leitor condições para um aprofundamento sobre
o assunto. Elas são um conjunto padronizado dos elementos descritivos retirados dos documentos e/ou
outras fontes de informação utilizada para consulta. Já as citações, representam o diálogo com os autores
pesquisados, permitindo o aproveitamento das suas idéias, através de interpretações de forma a argumentar
e sustentar as proposições do texto científico, podendo utilizar as notas de rodapé, que permitem uma
eventual comprovação por parte do leitor e inserem no trabalho considerações complementares.
As orientações referentes às técnicas de elaboração de registros bibliográficos baseiam-se nas
normas estabelecidas pela Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT, que, através do projeto
NBR-6023-2002, estabelece os critérios oficiais da referência documental e de outros materiais. Para as
citações, priorizou-se a norma NBR-10520-2002 e as indicações contidas nas Normas para Apresentação
de Documentos Científicos - Citações e Notas de Rodapé - 2000 - UFPR.
1 - CITAÇÕES E NOTAS DE RODAPÉ
As regras aqui apresentadas baseiam-se nas orientações da NBR10520 – 2002, além das
recomendações que aparecem nos livros didáticos e manuais da área. As citações são classificadas em:
citação direta, citação indireta e citação dependente (citação de citação).
Coordenação de Tecnologia e Sistemas de EaD
Noeli Antonia Pimentel
Coordenação de Produção Pedagógica
Pollyana dos Reis Perreira Fanstone
CRÉDITOS DE AUTORIA
Autora
Sônia Regina Gouvêa Rezende
Programação Visual
Ana Flávia Batista Coelho Martins
Leíze Oliveira Dias Bruno Carvalho
1.1 CITAÇÃO DIRETA
É a transcrição literal de frase ou parágrafo de um texto ou parte dele, mantendo a grafia,
a pontuação, o uso de maiúscula e o idioma (NBR 10520, 2002, p. 1), podendo utilizar tanto o sistema
autor-data, como o sistema numérico.
1.1.1 Citação direta curta
A citação direta que ocupar até três linhas deve ser utilizada entre aspas, mantendo-se o
mesmo tipo de letra, tamanho e espaçamento utilizados no texto.
• Quando o autor citado é parte do texto, seu sobrenome é digitado com primeira letra em caixa alta
(letra maiúscula) e as demais em letras minúsculas. A data de publicação e a página da qual o texto
3
Orientações para Elaboração de Referência e Citações
UNUEAD
foram extraídas são apresentadas dentro de parênteses.
Exemplo:
Conforme Almeida (2005, p.32), ‘’ o projeto de avaliação envolve planejamento, pesquisa e
mudança’’.
• Quando o autor não faz parte do texto, seu sobrenome é apresentado dentro de parênteses, em letras
maiúsculas, seguido do ano da publicação e da página da qual o texto foi extraído.
Exemplo:
Numa cultura organizacional que favoreça a aprendizagem, as pessoas sabem que necessitam
permanentemente de buscarem mais conhecimentos e que nunca o saber será completo, pois “é da
natureza do conhecimento que ele mude rápido e que as certezas de hoje se tornem os absurdos de
amanhã” (DRUCKER, 1999, p. 121).
Caso o trecho utilizado esteja entre aspas no texto original, deve-se substituí-las por apóstrofos.
1.1.2 Citação direta longa
As citações longas, com mais de 3 linhas separadas do texto por um espaço. O trecho transcrito
é feito em espaço simples de entrelinhas, fonte tamanho 10, com recuo de 4 cm da margem esquerda. Ao
final da transcrição, faz-se a citação.
Exemplo 1:
O objetivo da pesquisa era esclarecer os caminhos e as etapas por meio dos quais essa realidade
se construiu. Dentre os diversos aspectos sublinhados pelas autoras, vale ressaltar que:
[...] para compreender o desencadeamento da abundante retórica que fez com que
a AIDS se construísse como ‘fenômeno social’, tem-se freqüentemente atribuído
o principal papel à própria natureza dos grupos mais atingidos e aos mecanismos
de transmissão. Foi construído então o discurso doravante estereotipado,
sobre o sexo, o sangue e a morte [...]. (HERZLICH e PIERRET, 1992, p.30).
Exemplo 2:
A escolha do enfoque qualitativo se deu porque concebemos a pesquisa qualitativa na linha
exposta por Franco (1986, p.36), como sendo aquela que:
[...] assentada num modelo dialético de análise, procura identificar as múltiplas
facetas de um objeto de pesquisa (seja a avaliação de um curso, a organização
de uma escola, a repetência, a evasão, a profissionalização na adolescência,
etc.) contrapondo os dados obtidos aos parâmetros mais amplos da sociedade
abrangente e analisando-os à luz dos fatores sociais, econômicos, psicológicos,
pedagógicos, etc. [...].
4
Orientações para Elaboração de Referência e Citações
UNUEAD
1.2 CITAÇÃO INDIRETA
É a utilização das idéias de um autor ou autores consultados com palavras ou expressões
próprias do autor do trabalho. Neste caso, não se utiliza aspas, pois não se trata de uma transcrição literal.
A fonte de onde as idéias foram extraídas deve ser indicada.
• Quando o autor citado é parte do texto, seu sobrenome é digitado com a primeira letra em
caixa alta (letra maiúscula) e as demais letras minúsculas. A data de publicação é apresentada
dentro de parênteses.
Exemplo:
A biblioteca digital, segundo Márdero Arellano (1998), continua realizando as mesmas funções
da biblioteca tradicional.
• Quando o autor não faz parte do texto, seu sobrenome é apresentado dentro de parênteses,
em letras maiúsculas, seguido do ano da publicação.
Exemplo:
A biblioteca digital continua realizando as mesmas funções da biblioteca tradicional (MÁRDERO
ARELLANO, 1998).
1.2.1 Citação de obra com dois autores
• autor como parte do texto:
Exemplo:
De acordo com Marconi e Lakatos (2001), as fichas de apontamento são utilizadas para identificar
as obras consultadas.
• autor não faz parte do texto:
Exemplo:
As fichas de apontamento são utilizadas para identificar as obras consultadas (MARCONI;
LAKATOS, 2001).
1.2.2 Citação de obra com três autores
• autor como parte do texto:
Exemplo:
Afirmam Costa, Ferrari e Martins (2006) que a Corte Superior Trabalhista consagrou o
entendimento com a Justiça do Trabalho.
• autor não faz parte do texto:
Exemplo:
A Corte Superior Trabalhista consagrou o entendimento com a Justiça do Trabalho (COSTA;
FERRARI; MARTINS, 2006)
1.2.3 Citação de obra com mais de três autores
• autor como parte do texto:
Exemplo:
Aron et al. (1995) explicam que a economia, ainda que numa sociedade primitiva, admite a
produção, a circulação dos bens e o consumo.
5
Orientações para Elaboração de Referência e Citações
UNUEAD
• autor não faz parte do texto:
Exemplo:
A economia, ainda que numa sociedade primitiva, admite a produção, a circulação dos bens e o
consumo (ARON et al, 1995).
1.2.4 Citação de diferentes obras
• autor como parte do texto:
Exemplo:
Através da consulta às obras de Campos (1994) e Martins (1996), descobre-se que o termo
“papel” tem sua origem etimológica no “papiro”.
• autor não faz parte do texto:
Exemplo:
O termo “papel” tem sua origem etimológica no “papiro” (CAMPOS, 1994; MARTINS, 1996).
1.2.5 Citação de entidades coletivas conhecidas por siglas
Deve-se citar o nome da entidade por extenso.
• autor/ entidade como parte do texto:
Exemplo:
Segundo a Associação Brasileira de Normas Técnicas (2002, p. 01) o objetivo da norma de
citação é “[...] especificar as características exigíveis para a apresentação de citações em documentos”.
• autor/ entidade não faz parte do texto:
Exemplo:
O objetivo da norma de citação é “[...] especificar as características exigíveis para a apresentação
de citações em documentos” (ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS, 2002, p. 01).
1.2.6 Citação de documento sem autoria
Exemplo:
Para obras sem autoria, usa-se a primeira palavra do título, seguida de reticências e do ano de
publicação da obra, entre parênteses.
• sem autor como parte do texto:
Exemplo:
Conforme Marketing... (2008), o estrategista contratado para garantir a eleição ou reeleição dos
seus clientes, tem como meta garantir a boa imagem de seus clientes diante da opinião pública.
• sem autor não faz parte do texto:
Exemplo:
O estrategista contratado para garantir a eleição ou reeleição dos seus clientes, tem como meta
6
Orientações para Elaboração de Referência e Citações
UNUEAD
garantir a boa imagem de seus clientes diante da opinião pública ( MARKETING..., 2008).
1.3 CITAÇÃO DE CITAÇÃO
É utilizada quando o autor não pode consultar o documento original, feita a reprodução da
informação já citada por outro autor. Vale lembrar que esse tipo de citação não deve compor em maior
número e é importante que o autor procure consultar a fonte original do documento.
No texto fora dos parênteses, deve ser citado o sobrenome do autor da obra citada (obra
não consultada), digitado com a primeira letra em caixa alta (letra maiúscula) e as demais, em letras
minúsculas, entre parênteses, o ano da obra do documento não consultado, seguido da expressão apud
SOBRENOME do autor da obra consultada, digitado em letras maiúsculas, data da publicação da obra
consultada apresentada. Se for citação direta, inclui-se a página de onde foi extraída a citação.
• autor como parte do texto:
Exemplo:
De acordo com Feijó (1997 apud BELLUZZO, 2007, p. 74) “a cultura contemporânea é cada vez
mais visual, e isso fortalece todas as formas de comunicação que tem base ou exploram a imagem”.
• sem autor como parte do texto:
Exemplo:
“A cultura contemporânea é cada vez mais visual, e isso fortalece todas as formas de comunicação
que tem base ou exploram a imagem” (FEIJÓ, 1997 apud BELLUZZO, 200, p. 74).
Ou ainda,
• No texto:
Exemplo:
De acordo com Feijó¹ “a cultura contemporânea é cada vez mais visual, e isso fortalece todas as
formas de comunicação que tem base ou exploram a imagem”.
• No rodapé da página:
Exemplo:
–––––––––––––––––––––––
¹FEIJÓ, 1997 apud Belluzzo, 200, P. 74
1.4 DESTAQUES NAS CITAÇÕES:
Quando o autor identifica a necessidade de destacar palavras ou expressões de uma citação, ou
ainda, se o texto original possuir algum destaque, estes destaques devem ser identificados respectivamente
pela expressão “grifo nosso” ou “grifo do autor” entre parênteses, após a indicação da referência da citação.
Exemplo:
“Perdeu-se ontem algum momento entre o nascer e o por do sol, duas horas douradas, cada uma
adornada com sessenta minutos diamantinos. Não se oferece nenhuma recompensa, porque se foram
para sempre”. (MANN, 1992, p. 12, grifo do autor).
7
Orientações para Elaboração de Referência e Citações
•
•
•
•
•
•
•
UNUEAD
Aspas:
Aspas duplas: usadas na transcrição de citações diretas, quando o texto digitado não contiver mais de
3 linhas.
Aspas simples: usadas quando o texto citado já contém expressões ou palavras entre aspas duplas.
Sublinhamento, itálico e letras maiúsculas devem ocorrer nas seguintes situações:
Frases inteiras que constituem o enunciado de uma tese ou demonstração conclusiva, a critério do
autor;
Palavras estrangeiras de uso comum, deve-se utilizar o itálico;
Termos científicos, utiliza-se o itálico ou sublinhado;
Termos técnicos, que se queira acentuar, utiliza-se o itálico ou sublinhado;
Títulos de livros, poesias, obras teatrais, jornais, revistas, filmes, músicas.
2 - REFERÊNCIAS
As regras aqui apresentadas baseiam-se nas orientações para elaboração de referências, atendendo
padrões técnicos estabelecidos pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), através da NBR
6023/2002.
2.1. FORMAS DE ENTRADA
Entrada é a expressão ou palavra (nome do autor, título ou assunto que encabeça uma informação,
também chamada de cabeçalho).
2.1.1. Autores pessoais
Indica(m)-se o(s) autor (es) pelo último sobrenome, em maiúsculas, seguido do(s) prenome(s)
e outros sobrenomes, abreviado(s) ou não. Os nomes devem ser separados por ponto-e-vírgula, seguido
de espaço.
Exemplos:
ALVES, R. de B. Ciência criminal. Rio de Janeiro: Forense, 1995.
DAMIÃO, R. T. ; HENRIQUES, A. Curso de direito jurídico. São Paulo: Atlas, 1995.
PASSOS, L. M. ; FONSECA, A.; CHAVES, M. Alegria de saber: matemática, segunda série, 2,
primeiro grau: livro do professor. São Paulo: Scipione, 1995. 136 p.
Quando existirem mais de três autores, indica-se apenas o primeiro, acrescentando-se a expressão
et al.
Exemplo:
URANI, A. et al. Constituição de uma matriz de contabilidade social para o Brasil. Brasília,
DF: IPEA, 1994.
Quando houver indicação explícita de responsabilidade pelo conjunto da obra, em coletâneas de
vários autores, a entrada deve ser feita pelo nome do responsável, seguida da abreviação, no singular, do
8
Orientações para Elaboração de Referência e Citações
UNUEAD
tipo de participação (organizador, compilador, editor, coordenador, etc.), entre parênteses.
Exemplo:
BOSI, A. (Org.). O conto brasileiro contemporâneo. 3. ed. São Paulo: Cultrix, 1978. 293p.
2. 1.2. Entrada de sobrenome composto
Inclui, após o último sobrenome, indicação de parentesco como Júnior, Filho, Neto, Sobrinho.
Exemplo:
SILVA JÚNIOR, J. Os países do 3º mundo. 3. ed. São Paulo: Moderna, 1989. 159p.
2. 1.3. Autoria desconhecida
A entrada será pela primeira palavra do título em maiúscula.
DIAGNÓSTICO do setor editorial brasileiro. São Paulo: Câmara Brasileira do Livro, 1993. 64 p.
2. 1.4. Entidade coletiva
As obras de responsabilidade de entidade (órgãos governamentais, empresas, associações,
congressos, seminários, etc.) têm entrada pelo seu próprio nome, por extenso.
Exemplo:
UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO. Catálogo de teses da Universidade de São Paulo, 1992.
São Paulo, 1993. 467 p.
2.1.5. Eventos
Congressos, reuniões, simpósios e conferências têm entrada pelo nome do evento, com indicação
do respectivo número do evento em algarismos arábicos , ano e local de realização.
Exemplo:
CONGRESSO BRASILEIRA DE PESQUISAS CAFEEIRAS, 16. , 1990, Espírito Santo do
Pinhal. Anais... Espírito Santo do Pinhal: IBC, 1990. 2v.Ordenação das referências: O método a ser
utilizado é o alfabético.
2.2. ELABORANDO AS REFERÊNCIAS
2.2.1. Monografia no todo
Elementos essenciais:
SOBRENOME DO AUTOR, PRENOME. Título. Edição. Local: Editora, Ano. Paginação.
Exemplo:
ALVES, J. F. A invasão cultural norte-americana. 2. ed. São Paulo: Moderna, 1988. 144p.
Quando necessário, acrescentam-se os elementos complementares à referência para melhor
identificação do documento.
Elementos complementares:
SOBRENOME DO AUTOR, PRENOME. Título: Subtítulo. Título. Tradutor. Revisor. Edição.
9
Orientações para Elaboração de Referência e Citações
UNUEAD
Local: Editora, Data. Descrição física. (número de páginas ou volumes), ilustração, dimensão. Nota série
ou coleção. Notas especiais. ISBN.
Exemplo:
GOMES, L. G. F. F. Novela e sociedade no Brasil. Niterói: Eduff, 1988. 137p., 21 cm. (Coleção
Antropologia e ciência política, 15). Bibliografia: p. 131-132. ISBN 85-228-0268-8.
2.2.2. Monografias em partes (capítulos de livros)
SOBRENOME DO AUTOR, Prenome. Título da parte. seguidos da expressão In: SOBRENOME
do autor da obra, Prenome. Título. Edição. Local de publicação: Editora, data de publicação. Deve ser
indicado a paginação ou capítulo referenciado.
Exemplo:
BADOUX, D. M. Bioestatística e biomecânica gerais. In: SISSON, S. Anatomia dos animais
domésticos. 5. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1986. p.47-49.
Quando a obra é dividida em volumes referencia-se apenas o volume que tenha título próprio,
este deve ser transcrito após a indicação do número do volume.
Exemplo:
REALE, G. ; ANTISERE, D. História da filosofia: antigüidade e idade média. São Paulo:
Moderna, 1990. v.1: antigüidade e idade média.
2.2.3. Dicionários
Exemplo:
AULETE, C. Dicionário contemporâneo da língua portuguesa. 3. ed. Rio de Janeiro: Delta,
1980. 5v.
2.2.4. Atlas
Exemplo:
MOURÃO, R. R. F. Atlas celeste. 5. ed. Petrópolis: Vozes, 1984. 175p.
Orientações para Elaboração de Referência e Citações
UNUEAD
Dissertação:
MORGADO, M. L. C. Reimplante dentário. 1990. 51f. Trabalho de conclusão de curso
(Especialização) - Faculdade de Odontologia, Universidade Camilo Castelo Branco, São Paulo, 1990.
Monografia:
Ex: MORAES, T. dos S. Transferência transcervical de embriões em eqüinos. Espírito Santo
do Pinhal, 2001. 39f. Trabalho de conclusão de curso (Graduação em Medicina Veterinária - Curso de
Medicina Veterinária, Centro Regional Universitário de Espírito Santo do Pinhal, 2001.
2.2.7. Eventos científicos (Congressos, simpósios, seminários, etc.)
TÍTULO DO EVENTO, nº do evento, ano de realização, local. Título (anais, resumos, etc).
local: editora, ano de publicação. Paginação ou volume.
Exemplos:
SIMPÓSIO BRASILEIRO DE REDES DE COMPUTADORES, 13. , 1995, Belo Horizonte.
Anais... Belo Horizonte: UFMG, 1995. 655p.
WORKSHOP DE DISSERTAÇÕES EM ANDAMENTO, 1. , 1995, São Paulo. Anais... São
Paulo: USP, 1995. 35p.
2.2.8. Trabalhos apresentados em eventos científicos
SOBRENOME DO AUTOR, Prenome. Título do trabalho apresentado seguido da expressão.
In: TÍTULO DO EVENTO. nº do evento, ano de realização, local (cidade de realização). Título (anais,
resumos, etc). local: editora, ano de publicação. página inicial - final da parte referenciada.
Exemplo:
ORLANDO SOBRINHO, J. , SILVA, L. E. Resposta à calagem. In: SEMINÁRIO SOBRE
CORRETIVOS AGRÍCOLAS, 2. , 1985, Campinas. Anais... Campinas: Fundação Cargill, 1985. p.123
- 157.
2.3. DOCUMENTOS JURÍDICOS
2.2.5. Verbetes de dicionários e enciclopédias
Exemplo:
GEODO. In: Guerra, A. E. Dicionário geológico - geomorfológico. 4. ed. Rio de Janeiro:
Instituto Pan-Americano de Geografia e História, 1975. p. 197.
2.2.6. Teses, Dissertações e Trabalhos de conclusão de curso
SOBRENOME DO AUTOR, PRENOME. Título. Data da apresentação . Número de folhas ou
volumes. (grau e área). Departamento, Instituição, Local, Ano.
Exemplos:
Tese:
ARAÚJO, U. A. N. Máscaras inteiriças Tukúna: possibilidades de estudo artefatos de museu
para o conhecimento do universo indígena. 1985. 12f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais).
Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo, São Paulo, 1986.
10
2.3.1. Leis e Decretos
Inclui legislação, jurisprudência (decisões judiciais e doutrinas), interpretação dos textos legais.
Elementos essenciais:
PAÍS, ESTADO E MUNICÍPIO. Lei ou decreto, nº, data (dia, mês e ano). Ementa. Dados de
publicação que publicou a lei ou decreto.
Exemplos:
SÃO PAULO (Estado). Decreto nº 42.822, de 20 de Janeiro de 1998. Lex: Coletânea de
legislação e jurisprudência, São Paulo, v.62, n.3, p. 217-220, 1998.
BRASIL. Medida provisória nº 1.569-9, de 11 de dezembro de 1997. Diário Oficial [da] República
Federativa do Brasil, Poder Executivo, Brasília, DF, 14 dez. 1997. Seção 1. p.29514.
11
Orientações para Elaboração de Referência e Citações
UNUEAD
2.4. PUBLICAÇÕES PERIÓDICAS
2.4.1. Publicações periódica considerada no todo
TÍTULO DO PERIÓDICO. Local: editora, ano de início-término da publicação. periodicidade.
ISSN (quando houver).
Exemplo:
ANUÁRIO BRASILEIRO DE AVICULTURA. São Paulo: Gessuli, 1996-1997. Anual.
Obs: quando o periódico está em curso de publicação, indica somente o ano de inicio, seguido
de hífen.
Exemplo:
REVISTA DE ADMINISTRAÇÃO CREUPI. Espírito Santo do Pinhal: CREUPI, 2001Quando necessário acrescentar-se os elementos complementares:
Exemplo:
REVISTA BRASILEIRA DE GEOGRAFIA. Rio de Janeiro: IBGE, 1939 - Trimestral. Alsorveu
Boletim Geográfico do IBGE. Índice acumulado, 1939-1983. ISSN 0034-723x
2.4.2. Fascículos
TÍTULO DO PERIÓDICO. Local (cidade): editora, volume, número, mês e ano.
Exemplo:
REVISTA BRASILEIRA DE REPRODUÇÃO. Belo Horizonte, CRBA, v. 8, n. 4, jan/fev. 1984.
2.4.3. Artigos de publicações periódicas
AUTOR DO ARTIGO. Título do artigo. Título da revista. Local de publicação, volume,
número, página inicial-final do artigo, mês e ano de publicação.
Exemplos:
PANNETTA, J. C. Os parasitas da carne e seus reflexos econômicos. Revista Nacional da
Carne, São Paulo, v. 1, n. 4/5, p. 24-25, abr./maio 1980.
TOURINHO NETO, F. C. Dano ambiental. Consulex, Brasília, DF, v.1, n. 1, p. 18-23, fev. 1997.
2.4.4. Artigo de jornal
AUTOR DO ARTIGO. Título do artigo. Título do jornal, local de publicação, data da
publicação, seção, caderno ou parte do jornal e a paginação correspondente.
Exemplo:
NAVES, P. Lagos andinos dão banho de beleza. Folha de São Paulo, São Paulo, 28 jun. 1999.
Folha Turismo, caderno 8, p. 13.
2.5. DOCUMENTOS ELETRÔNICOS
Documentos eletrônicos são aqueles que podem ser acessados por computador, compreendendo
base de dados, publicações seriadas, monografias, programas de computador, entre outros. Eles podem
se apresentar em vários suportes: on-line, quando acessados diretamente na internet, CD-ROM, fita
magnética, disquete.
12
Orientações para Elaboração de Referência e Citações
UNUEAD
2.5.1. Livros e folhetos eletrônicos
SOBRENOME DO AUTOR, Prenome. Título. Local: Editora, Data, Disponibilidade e Acesso.
FAINTUCH, J. Nutrição parenteral. São Paulo: CAD, 2001. Disponível em: < http:www.
fugesp.org.br/nutriesaude3-4htm>. Acesso em: 03 set. 2001.
2.5.2. Parte de monografia eletrônica
Exemplo:
POLÍTICA. In: DICIONÁRIO da língua portuguesa. Lisboa: Priberam Informática, 1998.
Disponível em : <http://www.priberam.pt/dlDLPO>. Acesso em: 8 mar. 1999.
2.5.3. Eventos eletrônicos
NOME DO CONGRESSO (anais, resumos, etc), número, ano, local de realização. Título. Local
de publicação: Editora, Data. Disponibilidade e acesso.
Exemplo:
CONGRESSO INICIAÇÃO CIENTIFÍCA DA UFPe, 4., 1996, Recife. Anais eletrônicos...
Recife: UFPe ,1996. Disponível em:<http://www.propesg.ufpe. br/anais/anais.htm>. Acesso em: 21 jan.
1997.
2.5.4. Correio eletrônico (E-mail)
Remetente (endereço eletrônico do remetente). Assunto da mensagem.
Destinatário (endereço eletrônico do destinatário). Data da mensagem.
Exemplo:
COSTA, M. L. Concurso. [mensagem pessoal]. Mensagem recebida por <[email protected]
br> em 10 fev. 2003.
2.5.5. Base de dados
Elementos essenciais:
AUTOR. Título do serviço ou produto, versão (se houver) e descrição física do meio eletrônico.
Exemplo:
ÁCAROS no Estado de São Paulo. In: FUNDAÇÃO TROPICAL DE PESQUISAS E
TECNOLOGIA “ANDRÉ TOSSELLO”. Base de dados Tropical. 1985. Disponível em : <http://www.
bdt.fat.orga.br/acaro/sp/>. Acesso em: 28 nov. 1998.
2.5.6. Arquivos em disquete
Exemplo:
UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ. Biblioteca Central. Normas.doc. Curitiba, 1998.
5 disquetes.
Quando necessário acrescentar os elementos complementares:
Exemplo:
UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ. Biblioteca Central. Normas.doc. Normas para
apresentação de trabalhos. Curitiba, 1998. 5 disquetes, 3 ½ pol. Word for Windows 7.0.
13
Orientações para Elaboração de Referência e Citações
UNUEAD
2.5.7. Artigos de publicações periódicas eletrônicas (jornais e revistas)
SOBRENOME DO AUTOR, Prenome. Título do artigo. Título da revista ou jornal. Local,
volume, número, ano. Disponibilidade e acesso.
Exemplos:
BORGES, M. A. A compreensão da sociedade da informação. Ciência da Informação, Brasília,
v. 29, n.3, set./dez. 2000. Disponível em <http://wwwscielo.br>. Acesso em: 25 fev. 2001.
WINDOWS 98: o melhor caminho para atualização. PC Word, São Paulo, n.75, set. 1998.
Disponível em: <http://www.idg.com.br/abre.htm>. Acesso em: 10 set. 1998.
2.5.8. Artigo de jornal eletrônico
SOBRENOME DO AUTOR, Prenome. Título do artigo. Título do jornal. Local, data (dia, mês
e ano). Disponibilidade e acesso.
Exemplos:
OLIVEIRA, A. C. Uma proposta para banir a dívida pública. Gazeta Mercantil, São Paulo, 29
nov. 2001. Disponível em: <http://www.gazetamercantil.com. br>. Acesso em: 01 dez. 2001.
ARRANJO tributário. Diário do Nordeste Online, Fortaleza, 27 de nov. 1998. Disponível em:
<http://www.diariodonordeste.com.br>. Acesso em: 28 nov. 1998.
3 - ILUSTRAÇÕES
Figuras (organogramas, fluxogramas, esquemas, desenhos, fotografias, gráficos, mapas, plantas e
outros) constituem unidade autônoma e explicam, ou complementam visualmente o texto, portanto, elas
devem ser inseridas o mais próximo possível do texto a que se referem. Sua identificação deverá aparecer
na parte inferior precedida da palavra designativa (figura, desenho etc.), seguida de seu número de ordem
de ocorrência, em algarismos arábicos, do respectivo título e/ou legenda e da fonte, se necessário.
Orientações para Elaboração de Referência e Citações
UNUEAD
4 TABELAS
As tabelas são elementos demonstrativos de síntese que apresentam informações tratadas
estatisticamente constituindo uma unidade autônoma. A tabela deve apresentar os dados de modo
resumido e seguro oferecendo uma visão geral do comportamento do fenômeno. Têm numeração
independente e consecutiva e devem ser inseridas o mais próximo possível do trecho a que se referem.
Uma tabela é constituída dos seguintes elementos:
1 – Título:
O título deverá ser colocado na parte superior, precedido da palavra Tabela e de seu número de
ordem em algarismos arábicos. Ele é a indicação que precede a tabela e contém a identificação de três
fatores do fenômeno.
1- A época à qual se refere
2- O local onde ocorreu o evento
3- O fenômeno que é descrito
2 - Cabeçalho
É a parte superior da tabela que especifica o conteúdo das colunas
3 - Corpo da tabela
É o espaço que contém as informações sobre o fenômeno observado
4 – Fonte
É a indicação da entidade responsável pelo levantamento dos dados. As fontes e eventuais notas
aparecem em seu rodapé, após o fechamento, utilizando-se o tamanho 10;
Tabela
Título
Produção de Petróleo na Bahia 1996 – 2000
Ano
1996
1997
1998
1999
2.000
Fonte: Fictícia
Produção (1.000 t )
2.536
2.666
3.750
2.007
2.080
}
Cabeçalho
Corpo
Fonte
Figura 1 – Múltiplas Inteligências
Fonte: GARDNER, Howard, 1985.
14
15
Orientações para Elaboração de Referência e Citações
UNUEAD
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 10520: informação e
documentação: apresentação de citações em documentos. Rio de Janeiro, 2002. 7 p.
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS NBR6023:2005. informação e
documentação: referências: Rio de Janeiro: ABNT, 2005.
FACULDADE DE ESTUDOS SOCIAIS DO ESPÍRITO SANTO. MANUAL PARA
ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS DOS CURSOS DA FACULDADE PIO
XII.4ª Edição – Revisada e Atualizada. Espírito Santo,2010
IBGE: Normas de apresentação tabular. 3. ed. Rio de Janeiro, 1993. 61 p.
SANTOS, Carla Inês Costa dos; BRASIL, Eliete Mari Doncato. Elaboração de trabalhos
técnico-científicos. São Leopoldo, 2007. Disponível em: <http://www.unisinos.br/biblioteca/
images/stories/downloads/normas_abnt_2007.pdf>.
Acesso em: 22 mar. 2011.
UNIVERSIDADE FEDERALDOPARANÁ. Sistema de bibliotecas. Curitiba: Ed. Da UFPR,
2000. 72 p. (Normas para apresentação de documentos científicos; 6).
Orientações para
Elaboração
de Referência e Citações
___________________________________________
___________________________________________
___________________________________________
__________________________________________
__________________________________________
___________________________________________
__________________________________________
___________________________________________
16
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

teste

2 Cartões juh16

Criar flashcards