Enviado por Do utilizador6893

BIOLOGIA I

Propaganda
A ORIGEM DO UNIVERSO
INTRODUÇÃO
• a vida é formada por elementos chamados de átomos.
• teoria do Big Bang (grande expansão).
• “explosão”, que deu origem ao espaço, ao tempo, à matéria e à energia: formando o
universo.
TEORIAS DE ORIGEM DA VIDA
• abiogênese.
• biogênese.
TEORIA DA ABIOGÊNESE
• os seres vivos surgem espontaneamente a partir da matéria inanimada
Ex: acreditava-se que sapos surgiam a partir da lama.
TEORIA DA BIOGÊNESE
• um ser vivo só pode surgir a partir de outro ser vivo.
EXPERIMENTOS DE REDI (1668)
• acreditava que o surgimento dos seres vivos não se dava por geração espontânea.
• investigou a suposta origem de vermes a partir da carne em decomposição.
• hipótese das larvas que se desenvolviam na carne a partir de ovos de moscas.
• realizou experimentos com dois frascos (um aberto e outro fechado) com pedaços de
carne. Vermes só apareceram no frasco aberto.
EXPERIMENTOS JOHN NEEDHAM
• defendia a existência de uma "força vital" que atuava para o surgimento dessas formas de
vida.
• defendia a origem de organismos microscópicos através da geração espontânea.
• realizou experimentos utilizando caldos nutritivos.
(aquecidos e tampados de forma ineficiente)
EXPERIMENTOS DE SPALLANZANI (década de 1770)
• refez os experimentos de Needham com algumas adaptações.
• defendia a hipótese de que a geração espontânea não ocorria.
• realizou experimentos utilizando caldos nutritivos.
(aquecidos e tampados de forma bem eficiente)
EXPERIMENTOS DE LOUIS PASTEUR (década de 1860)
• reforçou a hipótese da biogênese
• realizou experimentos utilizando caldos nutritivos em um frasco de vidro com gargalo
esticado e curvado (pescoço de cisne).
• defendia a hipótese que microrganismos só surgem a partir de outros microrganismos.
O SURGIMENTO DO PRIMEIRO SER VIVO
INTRODUÇÃO
• com a aceitação da biogênese levantou-se um novo questionamento: "se todos os seres
vivos surgem de outros preexistentes, como surgiu o primeiro?"
• três hipóteses para o surgimento do primeiro ser vivo.
1. CRIAÇÃO DIVINA
• força superior cria a vida.
2. EVOLUÇÃO QUÍMICA
• hipótese mais aceita atualmente.
• defende a ideia de que a vida se originou a partir de compostos não vivos mais simples,
que acabaram se combinando devido a condições ambientais particulares.
> Explicação: após a combinação, esses compostos originaram moléculas orgânicas;
sistemas compostos por moléculas orgânicas adquiriram a capacidade de se isolar do
ambiente (membranas), se duplicar (reprodução) e realizar reações químicas
(metabolismo), assim originando a vida.
3. PANSPERMIA
• defende a ideia de que a vida ou os compostos necessários para o desenvolvimento dela
vieram de outros lugares do universo.
》Obs.: o problema da evolução química da vida continua, mudando apenas o local onde
ocorreu primeiro.
HIPÓTESES METABÓLICAS
INTRODUÇÃO
• Hipótese de evolução gradual dos sistemas químicos: a vida seria fruto das condições
primitivas do ambiente da Terra.
• Oparin e Haldane, os pioneiros nessa área; década de 1920.
> Explicação: acreditavam que a condição ambiental da Terra primitiva teria possibilitado a
formação de coacervados, um aglomerado de moléculas proteicas circundadas por água, e
que da mesma forma que coacervados se formavam, outros sistemas, até mesmo mais
elaborados, envoltos por membrana poderiam ter originado os primeiros seres vivos.
EXPERIMENTOS DE STANLEY MILLER (década de 1950)
• Utilização de um aparelho que tentava simular as condições que eram imaginadas para o
ambiente da Terra primitiva.
• vários tipos de moléculas complexas (substâncias orgânicas) foram formadas.
Ex.: aminoácidos, que são os constituintes básicos das proteínas.
• compostos presentes nos seres vivos podem "evoluir" quimicamente a partir de moléculas
muito simples.
• reforçou a hipótese de que a vida se originou pela evolução química.
CITOLOGIA I
A CÉLULA E SUAS ORGANELAS
CITOLOGIA
INTRODUCÃO
• A estrutura básica de uma célula é formada por membrana, citoplasma e núcleo.
• Robert Hooke (1665), descobriu uma estrutura geométrica muito parecida com favos de
mel (chamadas de células)
• Robert Brown (1833), descobriu o núcleo celular em células eucariontes.
A TEORIA CELULAR
• formulada em 1838 por Matthias Schlelden e Theodor Schann
• defende que todos os seres vivos são formados por células.
• vírus são as únicas exceções a essa teoria. (não são formados por células).
ENVOLTÓRIOS EXTERNOS DAS CÉLULAS
• células possuem envoltórios externos e internos que são de grande Importância para que
suas funções possam ser realizadas.
• envoltórios celulares : membrana plasmática, glicocálice e a parede celular.
MEMBRANA PLASMÁTICA
• presente em todas as células
• suas funções : revestimento, proteção e seleção do que pode ou não entrar na célula,
uma capacidade chamada de permeabilidade seletiva.
• modelo aceito atualmente : mosaico fluido.
• sua constituição : lipoproteica (principalmente fosfolipidios e proteinas).
- Obs.: Na constituição da membrana das células animais. também existe colesterol.
GLICOCALICE
• é um envoltório externo.
• composto por moléculas de carboidratos.
• formam uma rede em torno da célula.
• podem estar associados a Lipídios e proteínas da membrana.
• suas funções : proporciona resistência a membrana plasmática; age como uma barreira;
retém nutrientes e enzimas; proporciona manutenção do microambiente externo;
proporciona proteção; relacionado a adesão celular; proporciona reconhecimento celular.
- Obs.: em alguns casos, o não reconhecimento de células relacionado com as
características do glicocalice está relacionado com a rejeição de órgãos após transplante.
• faz parte de boa parte das células animais.
> Ex.: alguns protozoários.
PAREDE CELULAR
• é um envoItório mais rígido que o glicocalice.
• menor possibilidade de modificar sua forma.
• serve como suporte estrutural e proteção.
• evita a citólise (quando a célula ganha água em excesso).
• não controla as substâncias que passam por ela.
• seus componentes são produzidos pelo citoplasma celular e depositados na superfície
externa da membrana plasmática.
• presentes em : bactérias, cianobactérias, alguns protistas, fungos e plantas.
- Obs.:
》bactérias e cianobacterias《
• possuem parede celular constituída por peptidoglicano
• algumas possuem (além da parede celular) outro envoltório externo (cápsula).
》protistas《
• podem possuir parede celular constituída por celulose ou sílica.
》fungos《
• possuem parede celular de constituição quitinosa.
》vegetais《
• possuem parade celular formada por celulose.
O CITOPLASMA DAS CÉLULAS E SUAS ORGANELAS
CITOPLASMA
• substância que preenche o espaço interno da célula.
CITOPLASMA NAS CÉLULAS EUCARIÓTICAS
• constituído por citosol (contém água, Íons e substâncias necessárias à síntese de
moléculas orgânicas).
• preenche espaços entre a membrana plasmática e a membrana nuclear.
• imersos ribossomos responsáveis pela síntese de proteínas.
• inclusões citoplasmáticas temporárias (reservar substâncias nas células).
• citoesqueleto : dá forma e sustenta a célula.
• organelas membranosas, como: retículo endoplasmático, complexo de golgi, lisossomos,
peroxissomos, mitocôndrias e cloroplastos; (plantas e algumas algas também têm vacúolos
de suco celular).
CITOPLASMA NAS CÉLULAS PROCARIÓTICAS
• não possuem organelas delimitadas por membranas.
• material genético disperso.
• constituída por uma única molécula de DNA
• podem conter moléculas circulares menores de DNA (plasmídeo).
• inclusões citoplasmáticas
• imersos ribossomos responsáveis pela síntese de proteínas.
VIDA E DIVERSIDADE BIOLÓGICA
Ola' pessoal! Vamos falar sobre diversidade bioléglca? Nesta apostila vocé val aprender
mais sobre assuntos lmportantes dentro da Biologla. Ao Iongo de seu estudo. iremos falar
mais sobre come 05 biéloqos nomeiam e classificam os seres vlvos. Além dlsso. vamos
aprender some as dlferentes estratégias reprodutlvas que os oroanismos utilizam e de que
forma os seus ciclos de Vida podem ser classlflcados. Anlmados?! Entao. bora estudar!
A CLASSIFICACAO BIOLOGICA
Ja reparou em quantas espécles dlferentes passam por n05 durante um die? Ouantos
passaros. érvores. cachorros. arbustos. aranhas (ai!), Insetos, etc.. voce escuta ou enxerga
em um unlco clclo de 24 horas? Vérios! E nao chega nem perto da quantidade de espécies
que existem no planeta atualmente. A cléncia Jé descreveu em torno de dols mllhOes (H!)
de espécles. Algumas estlmatlvas apontam que ainda restam multas desconhecidas pelos
pesqulsadores. As mais conservadoras apontam que existem onto milhOes de espécies.
mas algumas chegam sugerlr a exlsténcla de 100 mllhbes de espécles. Essa diversldade
nem esta levando em consideracéo as espécies aue la foram extintas. aue somam numeros
ainda malores. As formas de vlda no planeta estao em constants mudanca. Toda essa
diversidade de espécies faz parte da diversidade biolégica (Que tambem Inclul outros
elementos. como a diversldade de genes e comportamentos. por exemplo). Urn termo
comum para diversidade biolbgica e aue vocé deve ter percebido em seu die 3 dia é
biodiversidade. Para tentar entender melhor toda essa diversldade os clentlstas dao names
e criam agrupamentos baseados em certos critérios. Vocé ié escutou o termo Homo
saplens? Fellnos? Relno Fungi? Esses 530 names utlllzados pelos taxonomlstas e
sistematas para identificat e organizar melhor a diversidade de seres vlvos.
TAXONOMIA you SISTEMATICA
Taxonomista é alguém que trabalha com taxonomia. Sistemata é alquém que trabalha com
slstemétlca. Esses dols ramos da Bloloola podem multas vezes aparecer como slnbnimos. e
nao tem problema nlsso. mesmo porque tratam de campos que se sobrepéem multo (vocé
Dode utilizar como slndnimos também. e suas provas farao lsso). A taxonomla node ser
entendida como a ciéncia preocupada em dar nomes aos seres vivos bem como organize:
os seres vivos em slstemas de classlflcacao. A sistematlca foca mais nas relacOes de
parentesco entre os dlferentes grupos de seres vlvos. A taxonomla e a sistematlca se
sobrepbem (e normalmente estao sendo feltas pela mesma pessoa) porque os grupos
criados atualmente para classlflcar os seres vivos sac baseados nessas relacées de
parentesco. Temos evldenclas que suportam a hipétese de que todos os seres vivos
conhecidos possuem um ancestral comum. Baseado nisso. os seres vivos possuem
dlferentes nlvels de parentesco. Por exemplo. bonobos. humanos e camundongos sao
oarentes. como todos os seres vivos conhecidos. Mas auem e parente maIs nrOxlmo de
quem? Sabemos aue bonobos e humanos sao mais aparentados entre eles do que com
camundongos. Para tentar entender melhor. pense nas relacées de sua familia. Vou dar um
exemplo, dlgamos que voce tenha uma Irma e um nrlmo. Os ttes Dossuem ancestrais
comuns. seus avbs. por exemplo. Mas quem tem maior proximidade? Voce e sua lrma
possuem malou' oroximldade em termos de narentesco do que os dols em relacao ao seu
prlmo. Em nossos exemplos. bonobos e humanos. vocé e sua irma. poderlam set
agruoados em um determinado grupo. e o camundongo e seu prlmo flcarlam de fora dos
respectivos qrupos. Mas nem sempre esse foi o critério de classificacao. Antes de falar mais
sobre as teorlas sistematlcas mais atuals. vamos conhecef mais sobre as ldeias de um
cientista que teve gtande importancia na hlstOrla da Blologla.
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

teste

2 Cartões juh16

Criar flashcards