Enviado por gil.brilhador

Plano de Ensino Modelagem e Programação Orientada a Objetos

Propaganda
PLANO DE DISCIPLINA
Modelagem e Programação Orientada a Objetos
1.
Dados de Identificação da Disciplina
Disciplina:
Modelagem e Programação Orientada a Objetos
Curso:
C.S.T. de Sistemas para Internet
Carga Horária:
2.
Série:
4º semestre
Teórica
Prática
Total
40
80
120 horas/aulas
Ementa
Conceitos básicos da análise, projeto (modelagem) e programação orientada a objetos. Introdução a
linguagem de programação Java explorando os conceitos da orientação a objetos. Conceitos básicas da
linguagem de modelagem UML (Unified Modeling Language). Técnicas e melhores práticas da programação
orientada a objetos (forte coesão e baixo acoplamento). Estruturas de coleção e tratamento de erros da
linguagem. Desenvolvimento de interface gráfica desktop (Swing). Manipulação de arquivos e acesso a banco
de dados (JDBC). Paralelismo (threads) e transmissão de dados (sockets).
3.
Objetivos
Desenvolver competências e habilidades no aluno, de tal forma que compreenda e aplique os principais
conceitos envolvidos com a modelagem e programação orientada a objetos (linguagem de modelagem,
objetos, classes, atributos, métodos, encapsulamento, herança, polimorfismo) tornando-o apto à interpretar e
criar modelos, manter e desenvolver programas orientado a objetos para resolver problemas computacionais,
desde de científicos a empresarias, seguindo esse paradigma e independentemente da linguagem de
programação.
4.
Conteúdo Programático
Introdução à linguagem Java
Conceitos básicos de orientação a objetos (objeto, classe, atributos, métodos, encapsulamento, herança e
polimorfismo)
Coleções (List, ArrayList, Collection, Map, HashMap)
Exceções (classe Exception, throw, throws, try, catch, finally)
Criação de interfaces com a biblioteca swing
Manipulação de arquivos
Coesão e Acoplamento
Conceitos básicos da UML e seus diagramas (casos de uso, classe, sequência e atividades)
Acesso ao Banco de dados usando JDBC
TCP/IP Sockets
Threads
5.
Cronograma das Aulas
Semana
1
Conteúdo
Introdução a Modelagem e Casos
de Usos
Teoria
Casos de uso
Prática
Casos de uso
/
Semana
Conteúdo
Teoria
Prática
2
Introdução à linguagem Java
Estruturas de condição,
laços e atribuição. Tipos
de dado. Classes Básicas.
Estruturas de condição, laços
e atribuição. Tipos de dado.
Classes Basicas.
3
Conceitos básicos de orientação a
objetos
Classe, Objeto, Atributos
Classe, Objeto, Atributos,
4
Conceitos básicos de orientação a
objetos
Metodos, Modificadores
de Acesso
Metodos, Modificadores de
Acesso
5
Conceitos básicos de orientação a
objetos
Encapsulamento, Herança,
Polimorfismo
Encapsulamento, Herança,
Polimorfismo
6
Coleções
List, ArrayList, Collection,
HashMap
List, ArrayList, Collection,
HashMap
7
Exceções
Classe Exception, throw,
throws, try-catch-finally
Classe Exception, throw,
throws, try-catch-finally
8
Coesão e Acoplamento
Coesão e Acoplamento
Reescrita de código visando
forte coesão e baixo
acomplamento
9
Avaliação 1
Realização da Avaliação 1
Revisão da Avaliação 1.
Vistas de prova.
10
UML
Diagrama de Classes
Diagrama de Classes
11
UML
Diagrama de Sequencia
Diagrama de Sequencia
12
UML
Diagrama de Atividades
Diagrama de Atividades
13
Criação de interfaces com a
biblioteca swing
JPane, JFrame, JBu on,
JLabel, Listeners
JPane, JFrame, JBu on,
JLabel, Listeners
14
Manipulação de arquivos
Manipulação de arquivos
texto e binário,
Manipulação de arquivos
para armazenamento de
dados em formatos
variados
Manipulação de arquivos
texto e binário, Manipulação
de arquivos para
armazenamento de dados
em formatos variados
15
Acesso ao Banco de dados usando
JDBC
JDBC, Select, Insert,
Update, Delete
JDBC, Select, Insert, Update,
Delete
/
Semana
16
6.
Conteúdo
TCP/IP Sockets
Teoria
Prática
Conceitos básicos da
arquitetura de redes
TCP/IP,
Arquitetura ClienteServidor
Implementação de um
Servidor TCP/IP,
Implementação de um
Cliente TCP/IP
17
Threads
Thread por herança,
Thread por interface
Problemas gerados pelo
paralelismo, Sincronizando
trechos de código,
Sicronizando métodos
18
Avaliação 2
Realização da Avaliação 2
Revisão da Avaliação 2.
Vistas de prova
19
Revisão
Revisão do conteúdo para
os alunos que farão Prova
Substitutiva
Revisão do conteúdo para os
alunos que farão Prova
Substitutiva
20
Prova Substitutiva
Realização da prova
Substitutiva
Revisão da Substitutiva.
Vistas de prova
Metodologia de Ensino
Aulas expositivas ministradas com auxílio de slides.
Resolução de exercícios intercalados durante a exposição, elaboração de listas de exercícios e indicação de
referências bibliográficas específicas.
Aulas também em laboratório para a demonstração de elaboração de programas em aplicativo comercial e
resolução de exercícios práticos.
7.
Procedimentos de Avaliação
Avaliações
Durante o semestre os alunos da disciplina deverão se submeter a “n” avaliações parciais e a 2 (duas)
avaliações bimestrais.
As avaliações bimestrais são provas presenciais que ocorrem em datas específicas, identificadas no calendário
escolar do semestre letivo. Caso ocorra coincidência de uma ou mais provas no mesmo dia/horário o aluno
deverá solicitar, na secretaria de sua unidade escolar, a realização da(s) prova(s) coincidente(s) em data
específica de provas coincidentes.
As avaliações parciais (provas, práticas, trabalhos, etc.) seguirão as regras contidas no regimento e/ou nos
Atos de Diretoria da IES e também as regras e/ou orientações que o professor da disciplina adicionar.
Tanto o resultado das avaliações parciais, quanto o resultado das avaliações bimestrais deverão ser lançados,
pelo professor da disciplina, no sistema de gestão acadêmica da IES.
/
Caso o aluno tenha obtido um resultado ruim em alguma das avaliações bimestrais, tenha faltado (ficando
neste caso com nota zero) ou simplesmente queira melhorar o seu resultado final, ele poderá realizar
uma Prova Substitutiva.
Prova Substitutiva
A prova substitutiva é presencial, ocorre em data prevista no calendário escolar do semestre letivo e tem a
função de substituir uma única avaliação bimestral (PB1 ou PB2, a que resultar em melhor resultado final
para o aluno). Esta prova só pode ser realizada uma vez por disciplina por semestre, sendo que qualquer
aluno pode realizá-la.
O resultado da Prova Substitutiva, da mesma forma que as demais avaliações, deverão ser lançadas, pelo
professor da disciplina, no sistema de gestão acadêmica da IES. Caso o resultado da prova substitutiva não
melhore o resultado final do aluno, a nota da prova substitutiva é descartada e a nota anterior mantida.
Média Bimestral
A média bimestral é calculada pelo Sistema de Informação da IES através da fórmula:
Média Bimestral = ( ( AM * PM + AB * PB ) * PT ) + ( AP * PP ) onde:
AM = Média Avaliações Mensais
PM = Peso Avaliações Mensais
AB = Avaliação (resultado da prova) Bimestral
PB = Peso da Avaliação Bimestral
PT = Peso da Teoria
AP = Média das Avaliações Práticas
PP = Peso da Prática
Média Semestral
A média semestral é calculada pelo Sistema de Informação da IES através da fórmula:
Média Semestral = ( (MB1) x 2 + (MB2) x 3 ) / 5
onde:
MB1 = Média do Bimestre 1
MB2 = Média do Bimestre 2
Critério de Aprovação e Frequência
Média Semestral ≥ 5.0 E frequência ≥ 75% = Aprovado
Média Semestral < 5.0 OU frequência < 75% = Reprovado
8.
Bibliografia
a.
Básica
MENESES, Eudenia Xavier. Modelagem e programação orientada a objetos. 2. ed. São Paulo: Faculdade de
Tecnologia IBTA, 2009.
DEITEL, H.M; DEITEL , P.J; NIETO, T.R. Java: Como Programar. 6.ed. São Paulo: Prentice Hall, 2005.
/
BOOCH, Grady. UML: guia do usuário. Rio de Janeiro: Elsevier, 2000.
b.
Complementar
MELLO, Rodrigo; CHIARA, Ramon; VILLELA, Renato. Aprendendo Java 2. São Paulo: Novatec, 2002.
SANTOS, Rafael. Introdução à programação orientada a objetos usando Java. Rio de Janeiro: Campus, 2003.
MENDES, Douglas Rocha. Programação Java com ênfase em orientação a objetos. São Paulo: Novatec
Editora, 2009.
PAGE-JONES, Meilir. Fundamentos do desenho orientado a objeto com UML. São Paulo, SP: Makron Book,
2001.
BEZERRA, Eduardo. Princípios de análise e projeto de sistemas com UML. 2.ed. Rio de Janeiro: Campus,
2007.
MEDEIROS, Ernani. Desenvolvendo Software com UML 2.0: Definitivo. São Paulo: Makron Book , 2004.
/
Download
Random flashcards
teste

2 Cartões juh16

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Matemática

2 Cartões Elma gomes

Criar flashcards