Enviado por Do utilizador5271

Formação de Inspectores (Manual) (002)

Propaganda
MANUAL DE APOIO
FORMAÇÃO DE INSPECTORES
Dez. de 2019
Formação de Inspectores 2019 |
Índice
1. MISSÃO E VALORES DA TCUL .............................................................................. 3
2. ÉTICA E DEONTOLOGIA PROFISSIONAL ............................................................. 4
2.1 A IMPORTÂNCIA DA ÉTICA PROFISSIONAL ......................................................... 4
2.2 CÓDIGOS DE CONDUTA.............................................................................................. 5
2.3 SEGREDO PROFISSIONAL ......................................................................................... 6
2.4 PRINCÍPIOS DEONTOLÓGICOS ................................................................................ 6
2.5 O ABC DO BOM PROFISSIONAL ............................................................................... 7
3. O INSPECTOR E A INSPECÇÃO .......................................................................... 11
3.1. ALGUNS PRINCÍPIOS QUE TODO INSPECTOR DEVE TER ............................ 12
3.1 FRAUDES ....................................................................................................................... 15
Página
2
4. O RESULTADO DA INSPECÇÃO .......................................................................... 16
947 140 018 | 222781331
[email protected]
Talatona, Luanda-Angola
Formação de Inspectores 2019 |
1. MISSÃO E VALORES DA TCUL
MISSÃO
“Prestar serviço de Transporte de pessoas e Cargas em Angola, No sector
Urbano, Intermunicipal e Interprovincial, com eficiência e eficácia usando os
recursos apropriados”
VISÃO
“Ambicionamos tornar na maior transportadora de pessoas e cargas em Angola
nos próximos 5 anos, garantindo segurança, qualidade, eficiência e conforto aos
nossos utentes”
VALORES
Eficiência; Eficácia; Qualidade; Integridade; Segurança; Ética, Deontologia
profissional e o Cliente em Primeiro Lugar.
OBJECTIVOS ESTRATÉGICOS
•
•
•
3
•
Alcançar a média de 4.000.000(Quatro Milhões) de passageiros por mês
(segmento urbano);
Optimizar a utilização da frota de autocarros disponíveis para os serviços
de transporte urbano, intermunicipal, interprovincial, de carga e alugueres
de modo a garantir maior produtividade dos mesmos;
Promover a formação técnico-profissional e melhorar as condições sociais
dos trabalhadores;
Prestar serviços a terceiros na área da formação profissional e Oficinal;
Melhoria na qualidade dos serviços prestados ao cliente.
Página
•
947 140 018 | 222781331
[email protected]
Talatona, Luanda-Angola
Formação de Inspectores 2019 |
2. ÉTICA E DEONTOLOGIA PROFISSIONAL
O que é a Ética Profissional?
A ética é a teoria como devemos viver. A ética profissional não é mais do que a
aplicação da ética ao exercício da uma profissão;
Definição: conjunto de normas de conduta que deverão ser postas em prática no
exercício de uma profissão.
Associada à ética profissional surge a deontologia profissional.
O que é a ética?
A palavra ética vem da palavra grega “ethos”, que significa carácter ou costume;
A ética é um ramo da filosofia que estuda aquilo que é considerado correcto e
adequado, o de saber como devemos viver.
Deontologia Profissional
É o conjunto de regras éticas e jurídicas pelas quais um determinado profissional
deve pautar o seu comportamento. A deontologia de uma determinada profissão
inclui, assim, as regras éticas e jurídicas no caso dos profissionais existe uma
preocupação do legislador em regulamento destes profissionais através da lei.
2.1 A IMPORTÂNCIA DA ÉTICA PROFISSIONAL
•
4
•
A ética não é uma opção, é uma necessidade ninguém pode viver pode viver
sem normativos éticos.
A ética profissional funciona como garantia e segurança da sociedade,
protegendo a sociedade contra determinados abusos por parte dos
profissionais.
A ética favorece a confiança da sociedade na profissão.
Página
•
947 140 018 | 222781331
[email protected]
Talatona, Luanda-Angola
Formação de Inspectores 2019 |
2.2 CÓDIGOS DE CONDUTA
É um acordo explícito entre os membros de um determinado grupo social (uma
profissão, uma empresa, uma associação) e visa explicar como aquele grupo
pensa e define a sua própria identidade e como se compromete a realizar os
seus objectivos particulares de uma forma compatível com os princípios
universais da ética. É composto por normas de conduta.
A ética profissional favorece um bom ambiente de trabalho.
Resumindo: a ética profissional é indispensável de qualquer profissão que se
queira digna de confiança pública.
Características de um código de conduta:
•
•
•
•
Define comportamentos a adoptar
Explicita claramente as condutas a evita r;
Reflecte e define os princípios éticos a adoptar;
Facilita a tomada de decisões por parte dos membros do grupo
Características de um bom profissional:
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
Iniciativa
Respeito
Solidariedade
Honestidade
Lealdade
Obediência
Pontualidade
Assiduidade
Responsabilidade
Humildade
Optimismo
Valorização profissional
•
Os factos notórios ou do domínio público, já que aqui o dever de sigilo perde
o seu conteúdo e objecto;
Os factos revelados pelo cli ente/ utente com fim à sua divulgação
Página
•
5
Estão excluídas do domínio profissional:
947 140 018 | 222781331
[email protected]
Talatona, Luanda-Angola
Formação de Inspectores 2019 |
2.3 SEGREDO PROFISSIONAL
O fundamento ético do sigilo profissional é o princípio da confiança. O dever de
sigilo é, por isso, pressuposto e contrapartida da confiança do cliente.
A regra é a absoluta confidencialidade dos factos que se tenha conhecimento,
directa ou indirectamente. No exercício das suas funções ou por causa delas.
A simples implantação de um código de comportamento não assegura que se
apreciem e se pratiquem os valores e normas que nele se estabelece. O Código
de conduta é algo que se pode aprender, enquanto a rectidão moral e a
competência profissional se adquirem com esforço, dentro de uma comunidade
de aprendizagem e graças a contínuos exercícios de ensaio e erro, de equívocos
e melhorias.
2.4 PRINCÍPIOS DEONTOLÓGICOS
6
Independência
Confiança
Segredo profissional
Honestidade
Solidariedade Profissional
Responsabilidade
Página
•
•
•
•
•
•
947 140 018 | 222781331
[email protected]
Talatona, Luanda-Angola
Formação de Inspectores 2019 |
2.5 O ABC DO BOM PROFISSIONAL
Saber ser um bom profissional não é, de modo algum, tarefa fácil. Pode -se
mesmo dizer que é uma tarefa que exige esforço contínuo e empenhamento
constantes. É um caminho longo mas necessário se queremos ser bem
sucedidos na nossa carreira e reconhecidos pelo trabalho que desempenhamos.
Letra a letra, as características essenciais do bom profissional.
Ambicioso
Ter ambição é uma característica fundamental num bom profissional ou em
quem luta para conseguir ser um. Ambição tem a ver com empenho e com a
vontade de querer sempre um pouco mais.
Bem-disposto
Saiba sorrir e ser amável para com todas as pessoas que o rodeiam, quer
trabalhem consigo directamente quer não. A boa disposição é essencial para
garantir um bom ambiente de trabalho. Entre no seu escritório sempre com um
sorriso nos lábios.
Criativo
Ter sempre uma ideia na manga, pronta a ser usada, mostra que você é uma
pessoa sempre atenta e com soluções para os problemas que vão surgindo.
Tente ter a ideia certa no momento certo para não correr o risco de surgir com
ideias ultrapassadas.
Dinâmico
Ninguém gosta de ter na sua empresa alguém parado e que precisa de pedir
licença a uma mão para mexer a outra. Dinamismo é sinónimo de
produtividade.
Eficiente
Quem não gosta de ter o trabalho feito dentro dos prazos limites
estabelecidos? Tenha sempre o trabalho pronto a tempo e horas, e bem feito, e
vai ver como o seu chefe vai ficar satisfeito consigo.
Feliz
Página
7
Um empregado feliz é um empregado que veste a camisola da empresa para
quem trabalha. Encara cada desafio com um sorriso nos lábios e sente o seu
local de trabalho como uma segunda casa.
947 140 018 | 222781331
[email protected]
Talatona, Luanda-Angola
Formação de Inspectores 2019 |
Gentil
Saber ser amável e gentil para com as pessoas que o rodeiam é uma
característica que será seguramente bastante apreciada. Não seja de atropelos
e saiba te r sempre uma palavra amiga para os seus colegas.
Honesto
Não roube as ideias dos seus colegas. Tenha ideias próprias e saiba dar a mão
à palmatória quando os seus colegas têm ideias pertinentes e interessantes. Por
outro lado, não alinhe em jogos de coscuvilhices ou de lançar boatos para
denegrir os colegas. Acredite, não há pior politica que possa adoptar.
Inteligente
Tente ser inteligente a tomar decisões. Saiba tomar a decisão mais acertada
quando os problemas apertam e tenha jogo de cintura para contornar situações
difíceis.
Justo
Elogie sempre que se concretize um bom trabalho, mas saiba também ser crítico
quando for preciso.
Lutador
Tenha sempre em vista um objectivo bem preciso e lute até o conseguir
concretizar. E sempre que concretizar um estabeleça outro e mais outro. Lute
pelos melhores trabalhos, lute por ser um trabalhador cada vez mais eficiente,
lute por um melhor salário, lute!
Meticuloso
Nunca deixe que um pormenor qualquer falhe no seu trabalho. Veja e reveja tudo
o que lhe pedirem para fazer de modo a que nada falhe.
Notável
Tente fazer sempre um bocadinho mais do que lhe pedem. Notabilize -se dentro
da sua equipa de trabalho pelo seu constante bom desempenho.
Organizado
Página
8
Arranje um método de trabalho rentável e que o ajude a alcançar bons
resultados. Tenha sempre a sua secretária organizada, os seus ficheiros
ordenados, o seu computador limpo, os seus dossiers em ordem.
947 140 018 | 222781331
[email protected]
Talatona, Luanda-Angola
Formação de Inspectores 2019 |
Perspicaz
Tente ter o seu sexto sentido sempre alerta para as melhores oportunidades.
Sempre que lhe "cheirar" a um bom negócio, avance!
Querido
Seja um bom colega e saiba deixar nas pessoas com quem trabalha a melhor
imagem possível. Deste modo fuja de possíveis difamações ou armadilhas que
lhe possam quer pregar.
Responsável
Esta é uma qualidade imprescindível para quem quer ser distinguido como um
bom profissional. Não descore os seus compromissos, tenha a sua agenda
sempre bem organizada, saiba fazer um bom trabalho dentro dos prazos que lhe
são dados, seja sempre pontual nos seus compromissos profissionais.
Sensato
Tenha os pés bem assentes na terra e não se deixe levar por devaneios ou por
projectos demasiado audaciosos. Tenha a sensatez de nunca dar um passo
maior que a perna tendo sempre a noção do que consegue realmente fazer. É
preferível fazer pequenas coisas, mas fazê-las bem feitas do que querer fazer
demais e depois não conseguir.
Trabalhador
Mostre constantemente empenho e dedicação no trabalho. Faça com que toda
a gente veja que é extremamente esforçado.
Utópico
Ser utópico não é, necessariamente, uma coisa má. Significa, apenas que sonha
em conseguir concretizar cada vez mais e melhor, em dar o tudo por tudo pela
sua empresa.
Visionário
Seja uma pessoa de visão e esteja sempre alerta para novas oportunidades ou
desafios. Saiba ver o que pode trazer melhores resultados para a sua empresa.
Tente ver boas oportunidades naquelas pequenas coisas que os outros
negligenciam.
X-man
Página
9
Não queira ser mais do que consegue e não se arme em super herói.
947 140 018 | 222781331
[email protected]
Talatona, Luanda-Angola
Formação de Inspectores 2019 |
Zeloso
Página
10
Seja cuidadoso com tudo o que envolve o seu trabalho de modo a que nunca
seja apanhado no meio de pormenores que possam prejudicar seriamente o seu
trabalho.
947 140 018 | 222781331
[email protected]
Talatona, Luanda-Angola
Formação de Inspectores 2019 |
3. O INSPECTOR E A INSPECÇÃO
Bem, estimado inspector, saiba que dificilmente a vida entregará o pacote
completo de todos os requisitos essenciais para a realização de uma inspecção
eficaz e confiável. Alguns atributos individuais certamente são natos, outros
serão conquistados com o decorrer das experiências, e caberá a cada inspector
reconhecer suas limitações com a intenção de evoluir.
Portanto, o aprendizado diário é uma ferramenta importante para melhorar seu
o desempenho, e cada inspecção pode ser encarada como parte desse processo
de educação permanente.
Tomemos emprestadas as palavras de Richard
Bach: “aprender é descobrir aquilo que já se
sabe”.
Mais do que simplesmente ter o conhecimento dos
valores da TCUL, cabe ao inspector dominar
o arsenal técnico e legal aplicável para que a sua
inspecção identifique as possíveis fraudes.
Página
11
Ainda assim, poderão haver ocasiões em que o
inspector enfrentará situações desconhecidas e,
para ultrapassá-las, precise ser humilde e ter
disposição para resolver os problemas.
947 140 018 | 222781331
[email protected]
Talatona, Luanda-Angola
Formação de Inspectores 2019 |
3.1. ALGUNS PRINCÍPIOS QUE TODO INSPECTOR DEVE TER
CONDUTA ÉTICA
O fundamento do profissionalismo. Confiança, integridade, confidencialidade e
discrição são essenciais para inspeciona.
APRESENTAÇÃO JUSTA
Obrigação de apresentar com veracidade e exactidão. Constatações de
inspecção, conclusões de inspecção e relatórios de inspecção refletem, com
precisão, as actividades da inspecção. Obstáculos encontrados durante a
inspecção e opiniões divergentes não resolvidas entre a equipa inspectora e o
inspecionado devem ser relatadas.
INDEPENDÊNCIA
A base para a imparcialidade e a objectividade das conclusões de
inspecção.
Os Inspectores são independentes da actividade a ser inspecionada e são livres
de tendência e conflito de interesse.
Eles mantêm um estado de mente aberta ao longo do processo, o que assegura
que as constatações e as conclusões da inspecção serão baseadas somente
nas evidências colectadas.
ABORDAGEM BASEADA NA PROVA
O método racional para alcançar conclusões de inspecção confiáveis e
reproduzíveis em um processo sistemático.
Página
12
A prova na inspecção é verificável. É baseada em amostras das informações
disponíveis, considerando que uma inspecção é realizada durante um período
determinado de tempo e com recursos finitos. O uso apropriado da amostragem*
está relacionado com a confiança que pode ser colocada nas conclusões de
inspecção.
947 140 018 | 222781331
[email protected]
Talatona, Luanda-Angola
Formação de Inspectores 2019 |
OPINIÃO NÃO SÃO FACTOS!
A ética está presente em todos os momentos do trabalho do Inspector: na
maneira de falar, de ouvir, de se relacionar, ao tecer opiniões, ao analisar
documentos e ao elaborar relatórios. Ser ético
é exercer o papel de Autoridade com
dignidade e respeito com você e com a sua
equipa de trabalho.
OBSERVADOR E PERCEPTIVO
É necessário saber correlacionar os factos. Ao entrevistar os responsáveis pelo
estabelecimento inspecionado, o Inspector deverá associar as informações
prestadas com as evidências documentais e de estrutura física, por exemplo, e
perceber se elas coincidem. Toda a suspeita de irregularidade deve ser
investigada e, se confirmada, o Inspector deverá registrar dados que
substanciem as suas afirmações, recolhendo provas como cópias de
documentos, notas fiscais e amostras de produtos, se necessário.
DECISIVO E COERENTE
O inspector deve exercitar a sua capacidade de análise crítica, seja em situações
em que exista uma dúvida em aceitar o que está escrito nos Procedimentos
Operacionais Padrão do estabelecimento, seja quando as observações
encontradas não são evidências suficientes de cumprimento aos itens de
inspecção.
Página
13
A análise crítica de um ponto polêmico irá demandar discussão técnica. Com um
discurso consistente e uma postura colaborativa e amigável, o Inspector poderá
viabilizar a tomada de decisões com uma relação construtiva entre ele e o
inspecionado.
947 140 018 | 222781331
[email protected]
Talatona, Luanda-Angola
Formação de Inspectores 2019 |
ATRIBUTOS PESSOAIS
Ético.
Não se trata de uma característica que possa ser vestida em uma inspecção. É
intrínseca e inerente a cada um. Pode-se dizer que ética é a principal virtude do
inspector e se faz visível no seu trabalho de rotina, tomando destaque em
situações de conflito. É ético, por exemplo, analisar documentos de um
estabelecimento e manter sigilo técnico sobre tudo o que se viu ou leu.
As informações fornecidas durante a inspecção são confidenciais e, portanto,
devem ser tratadas como tal.
Opiniões pessoais sobre este ou aquele motorista/cobrador devem continuar
sendo pessoais. Contenha-se ao julgar e tecer opinião sobre o que não seja
relevante no aspecto sanitário.
Página
14
Diante de situações em que o inspecionado desabafe com você, discordando
sobre a postura e o posicionamento de outras pessoas da empresa, procure ser
imparcial e restrinja seus comentários ao aspecto legal. Além de deselegante,
pode ser visto como antiético e imoral direcionar um comentário ofensivo a outro
profissional que não esteja presente.
947 140 018 | 222781331
[email protected]
Talatona, Luanda-Angola
Formação de Inspectores 2019 |
3.1 FRAUDES
As fraudes não são prerrogativas apenas da sociedade actual ou de nossa
época. São lamentáveis acontecimentos que se perpetuam pela história do
homem e de todas as suas civilizações (RASMUSSEN, 1988).
Actualmente, as empresas estão a perceber cada vez mais que as fraudes
também não são exclusividade de determinadas entidades ou de certos ramos
de negócios. Elas atacam qualquer tipo de organização.
As fraudes provocam, além das altas perdas financeiras, outras consequências
por demais devastas. No âmbito do ambiente de trabalho, provocam um clima
de insegurança e desconfiança entre os funcionários e suas chefias.
No âmbito da direcção geral da empresa, provocam suspeitas e desconfianças
sobre a capacidade de gestão de seus administradores.
No âmbito externo, mancham a imagem da organização junto do público.
A primeira responsabilidade na prevenção e identificação de fraudes e/ou erros
é do Inspector e da área Administrativa da empresa. O Inspector deve sempre
informar à Administração da empresa descobertas factuais envolvendo fraude,
dependendo das circunstâncias, de forma verbal ou escrita, o mais breve
possível, mesmo que o efeito potencial sobre as demonstrações contábeis seja
insignificante.
Página
15
Em relação a terceiros, o sigilo profissional normalmente impede o Inspector de
comunicar fraude e/ou erro a tais pessoas. Entretanto, em determinadas
circunstâncias, quando houver a obrigação legal de fazê-lo, o inspector poderá
ser requerida a quebra do sigilo profissional. Aplicam-se neste caso o Código de
Ética Profissional e as Normas Profissionais de Inspecção.
947 140 018 | 222781331
[email protected]
Talatona, Luanda-Angola
Formação de Inspectores 2019 |
4. O RESULTADO DA INSPECÇÃO
O resultado de uma inspecção contribui na prevenção de fraudes contra as
empresas, ampliando o conhecimento sobre auditoria, controles internos e
fraudes de forma a evidenciar a importância da Inspecção e dos controles
internos, bem como suas relações com a ocorrência de fraudes nas empresas.
Página
16
Em Angola as perdas com fraudes internas nas empresas é um fenómeno antigo.
Diante dessa realidade, surgiu a necessidade de ter profissionais de inspecção
cada vez mais honestos, astutos e coerentes, de forma a conhecerem a causa
ou as causas desse problema, para encontrar formas de protecção que possam
reduzir ou eliminar as perdas sofridas pelas empresas.
947 140 018 | 222781331
[email protected]
Talatona, Luanda-Angola
Formação de Inspectores 2019 |
Conserve este Manual e utilize-o sempre que necessitar de recordar
consulte-o e lembre-se das matérias abordadas nesta formação, vão
ajudá-lo a ser um melhor profissional!
Em caso de dúvidas ou questões, não hesite em contactar-nos:
[email protected]
Página
17
Obrigado!
947 140 018 | 222781331
[email protected]
Talatona, Luanda-Angola
Download
Random flashcards
Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

teste

2 Cartões juh16

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Matemática

2 Cartões Elma gomes

Criar flashcards