Enviado por Do utilizador4674

FICHA- VERBOS AUXILIARES(OBRA FALAR A A VERDADE A MENTIR)

Propaganda
E s c o l a P. DAS MINAS DA BORRALHA
LÍNGUA PORTUGUESA - DESCOBRIR VERDADES A BRINCAR
Verbos Auxiliares
Nome ................................................................................................................................................ Turma ............ Nª .......
Competências:  identificar as propriedades dos verbos auxiliares
 reconhecer e utilizar os Tempos Compostos em contextos adequados
 reconhecer e aplicar o verbo “ser” como auxiliar da passiva
 identificar e utilizar diferentes subclasses de verbos auxiliares
(temporais, aspectuais,
modais)
Repara no seguinte resumo da Cena I da peça Falar Verdade a Mentir:
Amália diz a Joaquina que seu pai, Brás Ferreira, tem pensado na possibilidade de
romper o seu noivado com Duarte, devido às constantes mentiras que são contadas
por ele a torto e a direito. Duarte acabou de chegar e está a conversar com Brás
Ferreira. Ambas receiam que já tenha contado mais alguma mentira. O pai já tinha
ameaçado que a próxima seria a última. E Duarte vinha efectivamente a contar mais
uma peta. Elas começaram a ficar ansiosas quando o ouviram narrar a Brás Ferreira a
história de uma Marquesa que teria tentado seduzir Duarte. Havia sido uma aventura
tão mirabolante, que não podia ser verdadeira. Se viesse a ser desmacarado nessa
mentira e nas que se seguiram, estava tudo perdido. Se a menos Amália tivesse podido
interceptá-lo para o avisar... Tendo sido prevenido, Duarte teria evitado mentir. As
duas mulheres ficaram consternadas. Brás não pode duvidar da veracidade das
histórias, mas Duarte cada vez mais se vai enterrando. Tudo deve ser confirmado,
pensaram. As mentiras podem não ser detectadas, se forem confirmadas pelos
oportunos disfarces do namorado de Joaquina. E assim foi. Duarte há-de ser salvo pela
diligência de José Félix. Vejam como, lendo as cenas dos próximos capítulos.
Vamos Descobrir Verdades a Brincar:
1 - Sublinha os complexos verbais que encontras no poema tais como o que já sublinhei. Podem ter as
composições mais diversas. Mas sobretudo apresentam um só sujeito! Se ainda assim tiveres dúvidas,
experimenta retirar uma das formas. Se o sentido se alterar estás em presença de um complexo verbal.
Copia-os:
................................. ‫ ٭‬.................................... ‫ ٭‬.................................... ‫ ٭‬.......... .............................
................................. ‫ ٭‬.................................... ‫ ٭‬....................... ............. ‫ ٭‬.......................................
................................. ‫ ٭‬.................................... ‫ ٭‬.................................... ‫ ٭‬.......... .............................
................................. ‫ ٭‬.................................... ‫ ٭‬.................................... ‫ ٭‬.......................................
................................. ‫ ٭‬.................................... ‫ ٭‬.................................... ‫ ٭‬.......... .............................
................................. ‫ ٭‬.................................... ‫ ٭‬.................................... ‫ ٭‬.......... .............................
 1ª verdade: se não pudeste separar as formas, concluis que ambas são imprescindíveis no grupo verbal
onde ocorrem.
Para descobrires qual das duas formas encerra a ideia principal e qual é a forma auxiliar experimenta negar
sucessivamente cada forma verbal como segue:
Duarte tem não pensado. Duarte não tem pensado. Qual das formas pôde ser negada? .............................
 2ª verdade: concluis que só o verbo ter , pode ser negado. Por isso é um verbo auxiliar. Acabas de
descobrir uma das propriedades dos verbos auxiliares. O advérbio de negação aplica-se apenas ao auxiliar,
embora negue todo o complexo verbal.
2 - Aplica agora o mesmo teste a todos os complexos verbais assinalados em 1. Podes fazê-lo oralmente.
Se todas as formas que podem ser negadas são auxiliares então, quais foram os auxiliares que detectaste?
Escreve-os.
...............................................................................................................................................................
...............................................................................................................................................................
...............................................................................................................................................................
...............................................................................................................................................................
Que nome dás às formas verbais que não pudeste negar e te sobraram do exercício anterior?
.............................................................................................................................................................
 3ª Verdade: acabaste de descobrir que o complexo verbal apresenta um verbo auxiliar + um verbo
principal e que é este último que indica a acção/estado atribuída a um mesmo sujeito. Vejamos se
percebeste. Em:
“Tenho dormido com dificuldade”. “Tenho” é o verbo ......................... e “dormido” o ..............................
A
3 - Copia os verbos principais para os quadro que seguem:
no Particípio Passado (como “pensado”)
B
no Infinitivo (como “chegar”)
Copia agora os auxiliares de uns e de outros:
Qual o auxiliar de
A
que combinas habitualmente com os verbos principais para formar os tempos verbais
compostos, tais como os da sequência temporal que segue? Descobre-o
tempos e modos:

e sublinha-o nos diversos
Mesmo que Duarte tenha conseguido dizer a verdade, não terá servido de nada. Se tivesse
tentado, ninguém o teria acreditado. Quando Amália o conheceu tinha dito tanta mentira que, se
tem tentado ser autêntico, falhava. Se no final da obra tiver feito um exame de consciência, terá
dado um salto qualitativo para a sua cura, tendo conquistado enfim o respeito de todos.
 4ª verdade: trata-se do verbo ......................... em diversos ........................ e ...................................
4 - Completa:
Pretérito Perfeito Composto do indicativo ..............................................
Pretérito perfeito composto do conjuntivo .........................................................
Pretérito mais-que-perfeito composto do indicativo........................................................
Pretérito mais-que-perfeito composto do conjuntivo ................................................................
Futuro perfeito composto do indicativo ..........................................................................................
Futuro perfeito composto do conjuntivo ...............................................................................................
Gerúndio ..............................................................................................................................................
 5ª Verdade: o verbo “ter” é o auxiliar por excelência dos diversos tempo compostos, mas também o
verbo “haver” pode ter essa função.
TPC: Conjuga-os no teu caderno diário.
Ainda descobriste outro auxiliar em
A. Escreve-o:
..................................................................................
 6ª verdade: acabaste de descobrir o verbo auxiliar da forma passiva: o verbo ser.
Ex: As mentiras são contadas pelo Duarte e são ouvidas pelos outros todos.
As frases que seguem estão na forma activa. Começa a segunda frase pelo complemento directo.
Sujeito+ Predicado+Complemento Directo
Amália perdoa o jovem mentiroso.
As mentiras denunciavam Duarte.
Todos enganaram Brás Ferreira.
As mentiras comprometerão o casamento.
Porém, José Félix resolveria tudo.
Haveriam de realizar o casamento.
Sujeito+ Predicado+Complemento Agente da Passiva
O jovem mentiroso é perdoado por Amália.
7ª Verdade: O sujeito da forma activa passou a sofrer os efeitos da acção e transformou-se em
complemento agente da passiva. O sujeito da forma passiva é o complemento directo da forma activa.

 8ª verdade: o verbo auxiliar da passiva “ser” adquire o tempo da forma activa e junta-se ao particípio
passado do verbo principal. (denunciavam – era denunciado / enganaram – foi enganado etc.)
Pratica: (identifica e transforma o complemento directo em sujeito da frase nova)
a) Os produtores do filme enganaram o público. ........................................................................................
b) O público invade agora o relvado. ........................................................................................................
c) O dramaturgo dedicou a peça à sua família. ..........................................................................................
d) O funcionários têm limpado a escola todos os dias. ...............................................................................
e) Todos faremos os sacrifícios necessários. ..............................................................................................
f) Noutros tempos, as forças humanitárias teriam ajudado os refugiados. ....................................................
...............................................................................................................................................................
Limpado ou limpo? Ganhado ou ganho? Empregado ou empregue?
T.P.C. Compara na folha em anexo os Particípios Passados regulares (forma fraca) e irregulares (forma
forte) . Quando utilizas uns e outros? Elabora frases exemplificativas (4 a 5) para discutires com a turma.
Modelos:
Tinham libertado o prisioneiro. Este foi libertado. Está finalmente liberto.
Tinha fixado o espelho na parede. O espelho foi fixado ontem. O espelho já está fixo.
......................................................................................................................................................................................................
......................................................................................................................................................................................................
......................................................................................................................................................................................................
......................................................................................................................................................................................................
......................................................................................................................................................................................................
......................................................................................................................................................................................................
Continua este exercício na folha de PARTICÍPIOS PASSADOS, onde encontrarás mais exemplos e algumas
formas duplas. Que concluis?.
 9ª Verdade: com os auxiliares ter e haver usamos as formas regulares em –ado e –ido e com ser e estar
auxiliar da passiva usamos as formas irregulares do Particípio Passado. Com o verbo estar , verbo copulativo, usamos
também as formas irregulares adjectivadas, com função de predicativo do sujeito. Estou salvo / inquieto / solto.
Particípios duplos mais problemáticos:
 absorvido/absorto  aceitado/aceite  acendido/aceso  afligido/aflito
assente/assentado  atento/atendido  cativado/cativo  cegado/cego
completado/completo  convencido/convicto  corrigido/correcto  cultivado/culto
 descalçado/descalço  dirigido/directo dissolvido/dissoluto 
distinguido/distinto elegido/eleito  entregado/entregue  envolvido/envolto 
escurecido/escuro  expulsado/expulso  ganhado/ganho  gastado/gasto 
imprimido/impresso  inquietado/inquieto  juntado/junto  libertado/liberto
limpado/limpomanifestado/manifesto matado/morto morrido/morto
nascido/nado/nato ocultado/oculto  pagado/pago prendido/preso
rompido/roto salvado/salvo  secado/secosoltado/soltotingido/tinto
N.B.: Embora os verbos apresentar, empregar e encarregar tenham apenas o particípio regular (apresentado,
empregado e encarregado, respectivamente), na linguagem corrente essas formas são frequentemente
substituídas por pretensos particípios irregulares: presente, empregue, entregue, cujo uso deve ser evitado.
Os gramáticos e dicionaristas mais antigos registam, no entanto, a legitimidade destes particípios passados.
Vide Vocabulário de Rebelo Gonçalves.
(Empregue e entregue usam-se na linguagem popular).
OUTROS VERBOS AUXILIARES
Repara agora nos auxiliares do quadro
B: .............................................................................
 Também se juntam a verbos principais e podem ser negados (Não deves enganar-me.)
 Distinguem-se dos outros auxiliares por não poderem ocorrer em completivas finitas:
Ex: Eu tinha sugerido que fosses ao cinema.
Mas:
* Eu acabei de que fosses ao cinema
* Eu estou a que vás ao cinema
* Eu comecei a que vá ao cinema.
* Eu tenho de que vás ao cinema
* Eu posso que vás ao cinema
Repara agora no encadeamento temporal que o resumo apresenta:
Acabou de chegar...
Está a conversar...
Começou a contar...
Duarte começou a mentir, está a mentir, acabou de mentir.
Estes verbos apresentam aspectos da actuação das personagens. Indicam o fim, o meio ou o início de uma
acção. São os auxiliares ASPECTUAIS.
Havia sido uma aventura mirabolante, a da Condessa.... / Duarte há-de continuar a mentir por muito
mais tempo. Hás-de ler o resto da peça! O sogro vai interditar o casamento, mas Joaquina e José Féliz
vão ajudar os dois apaixonados.
Repara: HAVER (de) , IR e VIR - exprimem uma ideia de tempo realizável num futuro próximo. São os
auxiliares TEMPORAIS.
Duarte tem de mudar. Não pode continuar a mentir compusivamente. Deve saber controlar-se.
Há-de mudar!
PODER (*); DEVER, TER (de) HAVER (de) + INFINITIVO exprimem uma atitude do locutor relativamente ao
conteúdo enunciado, exprimindo respectivamente possibilidade/permissão; obrigatoriedade; probabilidade/
obrigatoriedade/sugestão. São os auxilires MODAIS.
*Obs. “Pode não ter” e “Não pode ter” são frases possíveis e gramaticais que não têm, porém, valor
equivalente.
VAMOS CONTAR MENTIRAS?
Apresenta sequências temporais inventadas onde empregues os tempos compostos com o auxiliar “ter” e
ainda os auxiliares aspectuais, temporais e modais. Não esqueças o verbo “ser” auxiliar da passiva.
Escreve-a nesta folha e prepara a tua apresentação à turma. Critérios de selecção da melhor mentira:
. 1 ponto por cada complexo verbal correctamente utilizado
. 3 pontos para a organização e coesão temporal
. 3 pontos para a criatividade e originalidade
MÃOS À OBRA!
................................................................................................................................................................................................
................................................................................................................................................................................................
..................................................................................................................................................................... ...........................
................................................................................................................................................................................................
................................................................................................................................................................................................
................................................................................................................................................................................................
............................................................................................................................................................. ...................................
................................................................................................................................................................................................
................................................................................................................................................................................................
................................................................................................................................................................................................
..................................................................................................................................................... ...........................................
................................................................................................................................................................................................
................................................................................................................................................................................................
................................................................................................................................................................................................
Escreve aqui a tua pontuação.

Avalia aqui as tuas aprendizagens.
 Avalia aqui a actividade.
Esta ficha vai ser aplicada agora em conjunto com a dos
Particípios Passados Regulares e Irregulares, pelas razões
apresentadas no comentário respectivo.
Nesta ficha não quisemos ser demasiado metódicos na
diferenciação entre verbos auxiliares e principais e verbos
auxiliares e outras subclasses de auxiliares e optámos
respectivamente pelos testes da negação e das completivas
finitas que nos parecem ser simples para os alunos e fáceis
de executar. Reconhecemos que a forma activa e passiva
não tem aqui muito peso, por já ter sido tratada em aulas
anteriores, mas ainda assim desenvolvemos alguns
exercícios práticos, sendo na altura colectivamente
relembradas as regras da transformação a nível dos tempos
verbais. Também reconhecemos que os tempos compostos
não foram aqui desenvolvidos, apenas mencionados.
Porém, como as designações não sofreram alterações na
TLEBS, serão trabalhados com os suportes que já
utilizávamos.
Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

Criar flashcards