Enviado por Do utilizador3996

MANUAL DE OPERAÇÃO 4630

Propaganda
Pulverizador Autopropelido
4630
*OMKK12625*
(Nº de série 1NW4630XXX0000001 - )
MANUAL DO OPERADOR
Pulverizador Autopropelido 4630
OMKK12625 EDIÇÃO C4
John Deere Catalão
Edição da América do Sul
LITHO IN BRAZIL
(PORTUGUESE)
Introdução
N84874 —UN—28MAY09
Apresentação
LEIA ESTE MANUAL atentamente para aprender como
operar e como fazer corretamente a manutenção da sua
máquina. Não ler o manual pode resultar em acidentes
pessoais ou em danos ao equipamento. Este manual e
as sinalizações de segurança em sua máquina também
podem estar disponíveis em outros idiomas. (Consulte o
seu revendedor John Deere para fazer a encomenda.)
ESTE MANUAL DEVE SER CONSIDERADO parte
integrante da máquina e deverá permanecer com a
máquina quando ela for vendida.
AS MEDIDAS neste manual são apresentadas tanto
no sistema métrico como no sistema habitual de
medidas usado nos Estados Unidos. Use apenas as
peças sobressalentes e acessórios de fixação corretos.
Parafusos em polegadas e milímetros poderão requerer
uma chave específica métrica ou em polegadas.
OS LADOS DIREITO E ESQUERDO são determinados
com base na direção do movimento de avanço do veículo.
ESCREVA OS NÚMEROS DE IDENTIFICAÇÃO DOS
PRODUTOS (P.I.N. = Product Identification Numbers) na
Seção de Especificações ou de Números de Identificação.
Registre com exatidão todos os números para ajudar
o rastreamento da máquina em caso de roubo. Será
necessário mencionar esses números ao concessionário
quando encomendar peças. Guarde os números de série
num lugar seguro fora da máquina.
A GARANTIA é oferecida como parte do programa de
assistência aos clientes da John Deere que operam e
mantêm o equipamento como descrito neste manual.
A garantia é explicada no certificado ou na declaração
de garantia que você deve ter recebido de seu
concessionário.
Esta garantia assegura-lhe que a John Deere substituirá
seus produtos que apresentarem defeitos dentro do
período de garantia. Em algumas circunstâncias, a
John Deere também oferece melhorias de campo,
frequentemente sem custos ao cliente, mesmo que o
produto já esteja fora da garantia. Caso o equipamento
seja mal utilizado ou modificado para alterar seu
desempenho para além das especificações originais da
fábrica, a garantia será anulada e as melhorias de campo
podem ser negadas. Ajustar a descarga de combustível
acima das especificações ou aumentar a potência das
máquinas de outra forma resultará nessa ação.
ESSE PULVERIZADOR AUTOPROPELIDO foi construído
especificamente para a aplicação de produtos químicos
de proteção da colheita e fertilizantes líquidos/secos
em cultivo de solo e agricultura (”Uso Pretendido”). A
aplicação de produtos químicos de proteção da colheita e
fertilizantes líquidos/secos deve ser feita de acordo com as
instruções do fabricante e regulamentos legais do usuário.
O uso pretendido também implica na observância de
todas as instruções do usuário e na manutenção prescrita
pelo fabricante. Qualquer outro uso é considerado como
não compatível com a finalidade desta máquina, incluindo:
• uso inadequado de agroquímicos (herbicidas,
•
•
fungicidas, inseticidas, reguladores de crescimento) e
fertilizantes líquidos
não cumprimento das instruções divulgadas pelos
fabricantes de fertilizantes e de substâncias químicas
de proteção da colheita
não cumprimento dos requisitos legais para uso de
fertilizantes e substâncias químicas de proteção da
colheita inclusive suas combinações com outras
substâncias químicas
ESTE PULVERIZADOR AUTOPROPELIDO DEVE ser
usado e receber manutenção SOMENTE por pessoas
autorizadas que estão informadas dos riscos e sobre
a operação correta da máquina. Os regulamentos de
segurança relevantes e todas as outras instruções de
segurança, técnicas, médicas e de tráfego geralmente
aceitas devem ser observadas.
A GARANTIA DO FABRICANTE DE PNEUS fornecida
com sua máquina pode não ser válida fora dos E.U.A.
Se você não for o proprietário original desta máquina,
será do seu interesse entrar em contato com o seu
concessionário John Deere para informá-lo do número
de série de sua unidade. Isto ajudará a John Deere a
notificá-lo sobre quaisquer problemas ou sobre melhoras
de produtos.
OUO6092,00004EC -54-18FEB11-1/1
040814
PN=2
Conteúdo
Página
Página
Segurança
Manusear combustível com
segurança—evitar chamas ..........................05-15
Manuseie os Produtos Químicos
Agrícolas com Segurança ............................05-16
Evite Exposição a Produtos Químicos .............05-17
Limpeza de Produtos Químicos
Perigosos do Veículo, Inclusive Pesticidas ..05-18
Uso Não-Permitido ...........................................05-18
Saída de Emergência .......................................05-18
Regulamentos para Máquinas em Uso ............05-18
Transporte a Máquina com Segurança ............05-19
Reconheça as Informações de Segurança ........05-1
Palavras de Aviso...............................................05-1
Siga as Instruções de Segurança.......................05-1
Emergências.......................................................05-2
Uso de Roupa de Proteção ................................05-2
Proteção Contra Ruído.......................................05-2
Prática de Manutenção Segura ..........................05-3
Manusear suportes e componentes
eletrônicos com segurança ............................05-3
Estacione a Máquina com Segurança................05-4
Remova a Tinta Antes de Soldar ou Aquecer ....05-4
Evite Aquecer Áreas Próximas às
Linhas de Fluido Pressurizado.......................05-4
Evitar fluidos sob alta pressão............................05-5
Verificação das Mangueiras Hidráulicas.............05-5
Fazer a Manutenção dos Pneus com
Segurança......................................................05-6
Descarte Adequado dos Resíduos ....................05-6
Manusear Produtos Químicos com Segurança ..05-7
Manutenção Segura do Pulverizador
do Equipamento .............................................05-7
Uso de Ferramentas Adequadas........................05-7
Trabalhe em Área Ventilada ...............................05-8
Evite Explosões da Bateria.................................05-8
Manusear baterias com segurança ....................05-9
Faça a Manutenção das Correias de
Tração de Maneira Segura.............................05-9
Evitar Abrir o Sistema de Injeção de
Combustível de Alta Pressão.......................05-10
Execute a Manutenção do Sistema de
Arrefecimento com Segurança.....................05-10
Segurança na Manutenção dos
Sistemas de Acumuladores .........................05-10
Evitar contato com escape quente ................... 05-11
Usando o Ar Comprimido para a Limpeza ....... 05-11
Área de trabalho ............................................... 05-11
Opere com Segurança .....................................05-12
Luzes e Dispositivos de Segurança .................05-12
Manter Passageiros Fora da Máquina .............05-12
Máquina Equipada com Assento de
Treinamento .................................................05-13
Usar degraus e apoios de mão corretamente ..05-13
Usar Cinto de Segurança Corretamente ..........05-13
Precauções em Terrenos com Declives ...........05-13
Transporte e Operação Seguros ......................05-14
Prevenção de Partida Imprevista da Máquina ..05-14
Avisos de Segurança
Substituir avisos de segurança...........................10-1
Adesivos do Cinto de Segurança e do
Contato com a Rede Elétrica .........................10-2
Adesivo para Transporte em Rodovia ................10-3
Adesivo de Exposição Química..........................10-4
Adesivos de Não Andar Sobre a
Máquina e de Blindagens...............................10-5
Adesivo de Calor de Escape e de
Superfície Quente ..........................................10-6
Adesivo de Ligação Direta..................................10-6
Adesivo de Instruções de Elevação ...................10-7
Adesivo do Tanque de Enxágue com
Água Limpa ....................................................10-8
Adesivos de Nível Automático de Ar e
Agentes Químicos..........................................10-9
Adesivo do Secador a Ar..................................10-10
Adesivo do Eixo de Acionamento..................... 10-11
Adesivo do Acumulador....................................10-12
Adesivo do Tanque ...........................................10-12
Recursos de segurança
Recursos de Segurança .....................................15-1
Estação do operador
Console Dianteiro ...............................................20-1
Chave de Partida................................................20-2
Ajuste do Volante ...............................................20-2
Operação das Sinaleiras Direcionais .................20-3
Opere o Interruptor do Pisca Alerta....................20-3
Operação do Limpador de Para-brisa ................20-4
Limpeza das janelas da cabine e
manutenção do limpador de para-brisa .........20-4
Operação da Buzina...........................................20-4
Continua na próxima página
Instruções originais. Todas as informações, ilustrações e especificações
neste manual são baseadas nos dados mais recentes disponíveis
no momento da publicação. Reservamo-nos o direito de efetuar
alterações a qualquer momento sem aviso prévio.
COPYRIGHT © 2014
DEERE & COMPANY
Moline, Illinois
All rights reserved.
A John Deere ILLUSTRUCTION ® Manual
i
040814
PN=1
Conteúdo
Página
Página
Operação do Interruptor da Luz e do
Interruptor do Farol Alto/Baixo .......................20-5
Tabela de Operação das Luzes..........................20-6
Interruptores do Console Lateral ........................20-8
Operação dos Interruptores das
Seções da Lança ...........................................20-8
Interruptor Seletor de Vazão...............................20-9
Tomada Elétrica para Acessórios .......................20-9
Controles CommandARM™ .............................20-10
Alavanca de Controle Multifuncional ................ 20-11
Interruptor de Faixas de Velocidade.................20-12
Interruptor LIGA/DESLIGA Geral do
Sistema de Pulverização..............................20-13
Interruptores de Elevação/Abaixamento da Barra ...............................................20-14
Botões do Índice da Seção da Barra IBS .........20-14
Interruptor da Bomba de Solução.....................20-15
Interruptor de Agitação .....................................20-15
Interruptores Direito e Esquerdo dos
Bicos de Linha em Cerca—Se Equipado.....20-15
Interruptor da Escada .......................................20-16
Interruptores de Ajuste da Bitola ......................20-16
Acelerador ........................................................20-16
Prateleira de armazenagem .............................20-17
Centro de Carga ...............................................20-17
Tomada de Diagnóstico ....................................20-17
Controles do Aquecedor e do Ar
Condicionado ...............................................20-18
Ventilador e Saídas de Ar.................................20-18
Aquecedor ........................................................20-18
Sistema de Ar Condicionado ............................20-19
Luzes de Teto e do Console .............................20-19
Interruptores na Coluna B ................................20-20
Utilização do Freio Secundário.........................20-20
Controle de Tração (Opcional) .........................20-20
Assento do Operador .......................................20-21
Assento do Operador
Cinto de Segurança .....................................20-21
Assento de Treinamento ..................................20-22
Ajuste os espelhos retrovisores........................20-22
Abasteça o tanque de combustível ....................30-3
Verifique se os Pneus não Estão
Danificados e se a Pressão
de Calibração dos Pneus Está
Correta—Diariamente ....................................30-3
Verificar molas a ar—diariamente
(máquinas não equipadas com
sistema de auto-nivelamento de
molas a ar) .....................................................30-4
Lubrifique os Conjuntos da
Suspensão—Diariamente ..............................30-5
Limpeza das Telas de Pressão — Diariamente ..30-5
Drene a Umidade do Tanque de Ar
Integrado—Diariamente .................................30-7
Operação da máquina
Operação e Manutenção dos
Pulverizadores Químicos com Segurança .....35-1
Evite Exposição a Produtos Químicos ...............35-2
Previna-se quanto aos movimentos
imprevistos da máquina .................................35-2
Adesivos Informativos da Máquina.....................35-3
Partida do Motor .................................................35-5
Partida em clima frio...........................................35-7
Aqueça o motor ..................................................35-7
Colocação do Motor em Marcha Lenta ..............35-8
Operação do Motor.............................................35-8
Operar luzes de alerta ........................................35-8
Condução da Máquina .......................................35-9
Alarme de Marcha a Ré....................................35-10
Antes da Operação no Campo .........................35-10
Operação no Campo ........................................ 35-11
Operação do Controle de Tração (Opcional) ...35-13
Operação - IBS.................................................35-14
Operação do Retorno da lança à Altura ...........35-16
Redução da Velocidade de Deslocamento.......35-18
Verificação da Operação Adequada
dos Freios de Estacionamento.....................35-19
Alívio da Pressão da Lança..............................35-19
Transporte da Máquina ....................................35-20
Máquina atolada ...............................................35-21
Estacione a máquina ........................................35-23
Período de amaciamento
Motor ..................................................................25-1
Sistema SprayStar
Verificações Antes da Partida
Operação e Manutenção dos
Pulverizadores Químicos com Segurança .....40-1
Evite Exposição a Produtos Químicos ...............40-2
Teoria de Operação ............................................40-3
Frente do Monitor ...............................................40-4
Parte Traseira do Monitor...................................40-5
Unidade Flash USB ............................................40-5
Navegação Secundária do Mostrador ................40-6
Controle do Monitor—Se Equipado....................40-6
Layout da Tela ....................................................40-7
Gerenciamento do Acesso do
Usuário—Teoria de Operação........................40-8
Partida ................................................................40-8
Verificação do Compartimento do
Motor quanto a Entulhos e Detritos
Acumulados ...................................................30-1
Verificação do Nível de Óleo do
Motor—Diariamente .......................................30-1
Drenar água e sedimento do filtro
do combustível e separador de
água—diariamente.........................................30-1
Verificar nível do líq. de
arrefecimento—diariamente...........................30-2
Verificar nível do óleo hidráulico e
hidrostático—diariamente ..............................30-2
Continua na próxima página
ii
040814
PN=2
Conteúdo
Página
Página
Campos de Entrada............................................40-9
Ícones Padronizados ISO.................................40-10
Centro de Mensagens ......................................40-10
Mostrador .........................................................40-12
Tecla monitor ....................................................40-14
Menu de Aplicações .........................................40-16
Mostrador
Tecla de função Configurações (G)..............40-17
Tecla de função Diagnóstico (I)....................40-18
Gerenciador de layout ......................................40-18
Reinicialização do Mostrador ...........................40-22
Sistema SprayStar............................................40-22
Página Principal do Pulverizador......................40-23
Listas Suspensas de Informações da
Página Principal do Pulverizador .................40-24
Configuração da Pulverização..........................40-25
Configuração das Taxas de Aplicação .............40-26
Configuração da Pressão Mínima ....................40-27
Configuração da Pressão de
Pulverização Desligada................................40-29
Configuração do Volume de
Redefinição do Tanque ................................40-30
Configuração da Resposta do Pulverizador .....40-31
Configuração da Carga da Lança.....................40-32
Configuração da Pressão Manual ....................40-34
Ativação da Liberação da Pressão da Lança ...40-35
Ligar/Desligar o Alarme de Vazão ....................40-36
Ligar/Desligar Alarme de Seções Desligadas ..40-38
Configuração do Número de Seções da
Lança, Número de Bicos e Espaçamento....40-39
Programação do SprayStar para
Pulverização em Faixas ...............................40-41
Configuração do Retorno da Lança à Altura ....40-43
Registro das Horas do Motor............................40-44
Redefinição do contador de intervalo
de serviço.....................................................40-45
Ajuste da Hora e Data ......................................40-46
Configuração da Seleção de
Velocidade do Veículo..................................40-47
Configuração do Número de
Calibração do Fluxômetro ............................40-48
Calibração do Sensor de Pressão....................40-49
Calibração da Bomba de Solução ....................40-52
Restauração das Calibrações de
Pulverização aos Padrões de Fábrica .........40-54
Calibração do Retorno da Lança à Altura ........40-56
Calibração do Sensor da Velocidade da Roda ..40-58
Calibração do Sensor do Radar (Opcional)......40-60
Diagnóstico do Controlador ..............................40-62
Indicações de Diagnóstico................................40-63
Testes de Diagnóstico ......................................40-64
Problemas Recentes ........................................40-65
Resumo dos Trabalhos e Totais Atuais ............40-66
Operação do Contador de Distância ................40-69
Reabasteça o tanque de combustível ..............40-70
Teste de Verificação da Vazão do Bico ............40-71
Bicos de Linha em Cerca—Se Equipado .........40-72
Uso de Taxas de Aplicação Baixas ..................40-73
Unidade de Controle - Informações..................40-73
Instruções de Cuidado e Aviso do
SPRAYSTAR ................................................40-74
Cuidados e Avisos do Centro de Mensagens ..40-74
Alerta ................................................................40-75
Alarmes de Aviso do Chassi.............................40-75
Freio de Estacionamento Acionado..................40-75
Secondary Brake On (Freio Secundário
Ativado) ........................................................40-75
Pouco Combustível ..........................................40-76
Manutenção Programada/Solicitação
de Serviço ....................................................40-76
SprayStar: Erro no Sistema: Os Dados
Podem Ser Perdidos ....................................40-76
SprayStar: Erro no Sensor de
Combustível: Fora da Faixa Alta .................40-76
SprayStar: Erro no Sensor de
Combustível: Fora da Faixa Baixa...............40-76
Alarmes de Cuidado do Sistema de Solução ...40-76
A Vazão de Solução está Baixa .......................40-76
A Vazão de Solução está Alta ..........................40-77
SprayStar: Falha no Sensor de
Pressão da Solução .....................................40-77
Calibração em Andamento: Aguarde... ............40-77
Calibração da Bomba Desativada!:
Revise a Lista de Verificação da
Calibração ....................................................40-77
As Seções da Barra Estão Desligadas.............40-77
A Pulverização está Desativada na
Quarta Faixa ................................................40-77
Carga Remota Desativada: Verifique o
Interruptor Remoto .......................................40-78
Os Sensores da Barra Estão sem Calibração ..40-78
SprayStar: Falha no Sensor de
Retorno da Barra à Altura ............................40-78
Alarmes de Aviso do Motor ..............................40-78
Sistema do Motor: 94.17: Baixa
Pressão do Combustível ..............................40-78
Sistema do Motor: 97.16: Detecção de
Água no Combustível...................................40-78
Sistema do Motor: 105.16: Alta
Temperatura do Ar do Motor ........................40-79
Sistema do Motor: 107.0: Filtro de Ar
Obstruído .....................................................40-79
Sistema do Motor: 110.15: Alta
Temperatura do Líquido de Arrefecimento...40-79
Sistema do Motor: 110.16: Alta
Temperatura do Líquido de Arrefecimento...40-79
Sistema do Motor: 174.16: Alta
Temperatura do Combustível .......................40-79
Sistema do Motor: 1638.16: Óleo
Hidráulico Quente ........................................40-79
Alarmes de Advertência do Chassi ..................40-79
Secondary Brake Is On (Freio
Secundário Está Ativado).............................40-79
Continua na próxima página
iii
040814
PN=3
Conteúdo
Página
Página
Alarmes de Advertência do Sistema de
Solução ........................................................40-80
A Bomba de Solução Está Seca:
Desligue a Bomba Imediatamente ...............40-80
Alarmes de Advertência do Motor ....................40-80
Sistema do Motor: 100.1: Baixa
Pressão do Óleo do Motor ...........................40-80
Sistema do Motor: 110.0: Alta
Temperatura do Líquido de Arrefecimento...40-80
Sistema do Motor: 190.0: Rotação do
Motor Muito Alta ...........................................40-80
Sistema do Motor: 1638.0: Óleo
Hidráulico Quente ........................................40-80
Abastecimento do Tanque de Solução
com a Bomba do Pulverizador .....................45-27
Escorva da Bomba de Solução
com Tanque de Enxágue para
Abastecimento Quando o Nível
de Fluido do Tanque Auxiliar
Equiparar-se ou Ficar Abaixo da
Bomba do Pulverizador. ...............................45-29
Abastecimento do tanque de solução
com a bomba do pulverizador
durante a adição de produtos
químicos através do edutor..........................45-31
Abastecimento do Tanque de Solução
com a Bomba do Tanque Auxiliar ................45-35
Abastecimento do tanque de solução
com a bomba do tanque auxiliar
durante a adição de produtos
químicos através do edutor..........................45-36
Use o edutor para carregar produtos
químicos com o tanque de solução cheio ....45-39
Mistura da Solução no Tanque (Usando
a Agitação) ...................................................45-43
Preparação para Pulverização .........................45-44
Uso de Taxas de Aplicação Baixas ..................45-45
Uso do sistema de enxágue (enxágue
do tanque de solução e da lança) ................45-46
Uso do Sistema de Enxágue (Enxágue
Somente da Bomba de Solução, da
Lança e do Fluxômetro) ...............................45-50
Recomendações para Eliminação de
Ar do Sistema de Solução............................45-51
Alívio da Pressão da Lança..............................45-52
Limpeza da Tela de Abastecimento—Conforme Necessário.....................45-53
Drenagem do Tanque de Solução ....................45-55
Limpeza das Telas de Pressão —
Diariamente..................................................45-56
Limpe o Fluxômetro—Conforme Exigido..........45-57
Tanque de Água Limpa.....................................45-58
Instalação do Sensor de Pressão Externa .......45-58
Sistema de umidade
Sistema de Solução............................................45-1
Operação e Manutenção dos
Pulverizadores Químicos com Segurança .....45-4
Evite Exposição a Produtos Químicos ...............45-5
Recomendações de Manutenção e
Operação da Bomba de Solução ...................45-6
Substituição dos Bicos .......................................45-8
Tipos de Bicos ....................................................45-8
Bocal de Ventoinha Plana ..................................45-9
Bocal de Pulverização Regular ........................45-10
Bocal de Cone Oco .......................................... 45-11
Bocal de Irrigação.............................................45-12
Bico de Alta Vazão de Pulverização Plana.......45-12
Uso da Calculadora e do Seletor de
Ponta do Bico...............................................45-13
Verificação e Substituição de Bicos
Desgastados ................................................45-14
Características de Vazão da Barra de
24,4 m (80 ft)—Taxa de Aplicação x
Velocidade....................................................45-15
Características de Vazão da Barra
(Vazão Padrão)—Vazão da Barra
em Relação à Pressão na Barra de
24,4 m (80 ft)................................................45-16
Calibração dos Bicos........................................45-17
Procedimento de calibração .............................45-17
Fatores de Conversão (Calibração
para Transportadores Exceto por Água) ......45-18
Instalação e Posicionamento das
Pontas dos Bicos e Filtradores ....................45-18
Limpeza dos Corpos dos Bicos Triplos
SprayMaster.................................................45-20
Limpeza dos Corpos dos Bicos de
Cinco Posições SprayMaster .......................45-21
Válvulas do sistema de umidade......................45-22
Telas de Solução ..............................................45-26
Abastecer tanque de calda sem usar
enchimento rápido "Quik-Fill".......................45-26
Abastecimento do Tanque de Enxágue
Utilizando o Abastecimento de
Enxágue da Esquerda..................................45-27
Lanças de 24,4 m (80 ft.)
Desdobramento da Barra ...................................50-1
Desdobramento da Barra em uma
Área de Altura Limitada..................................50-3
Dobramento da Barra .........................................50-6
Dobramento da Barra em uma Área de
Altura Limitada ...............................................50-8
Pulverização com a Lança a 18,3 m (60 ft.) .....50-10
Ajuste das Molas da Seção de Escape ............ 50-11
Regule as Molas de Suspensão da Rotação ... 50-11
Ajuste dos Parafusos do Batente da Barra ......50-12
Ajuste do Cilindro de Dobramento Interno .......50-12
Manutenção do sistema elétrico
Manuseio de Componentes Elétricos
Básicos/Precauções para Veículos
Continua na próxima página
iv
040814
PN=4
Conteúdo
Página
Página
Equipados com Sistemas
Controlados por Computador.........................60-1
Soldagem Perto de Unidades de
Controle Eletrônico.........................................60-1
Manter Limpos os Conectores da
Unidade de Controle Eletrônico .....................60-2
Evite Explosões da Bateria.................................60-2
Manusear baterias com segurança ....................60-3
Manutenção das Baterias - Baterias
Sem Vedação.................................................60-4
Prevenção de Danos à Bateria...........................60-4
Uso da Bateria Auxiliar .......................................60-5
Carga das Baterias (Removidas da Máquina)....60-6
Regras de segurança ao trocar
lâmpadas halógenas ......................................60-7
Substituição das Lâmpadas de
Trabalho da Grade do Capô...........................60-7
Substituição das Lâmpadas dos Faróis
Alto e Baixo ....................................................60-8
Ajuste dos Faróis..............................................60-10
Substituição da Luz da Estação de
Abastecimento e das Lâmpadas
Halógenas das Luzes de Serviço.................60-12
Substituição da Lâmpada Halógena do
Holofote do Teto ...........................................60-12
Substituição das Lâmpadas de
Advertência Dianteiras da Extremidade.......60-13
Substituição das Lâmpadas de
Advertência Traseiras ..................................60-14
Substituição da Lâmpada da Luz de Teto ........60-15
Proteção do Alternador e Regulador ................60-15
Fusíveis Centrais de Carga ..............................60-16
Relés e Diodos da Central Carga.....................60-17
Fusíveis e Relés no Compartimento do Motor ..60-18
Limpeza do Elemento do Filtro Primário
de Ar do Motor ...............................................70-8
Manutenção do Pré-Limpador e
Admissão de Ar do Motor—750 Horas ..........70-9
Substituição dos Filtros de Ar Primário
e Secundário do Motor—1500
Horas ou Dois Anos .....................................70-10
Elemento secundário (de segurança)...............70-10
Limpeza do Sistema de Arrefecimento............. 70-11
Rodas e pneus
Use Equipamento de Elevação Adequado.........75-1
Verifique se os Pneus não Estão
Danificados e se a Pressão
de Calibração dos Pneus Está
Correta—Diariamente ....................................75-1
Fixação do Suporte de Elevação........................75-2
Aperto das Peças de Fixação da Roda ..............75-3
Instalação dos Pneus Opcionais ........................75-4
Verificação da Convergência do Eixo
Dianteiro—Anualmente ..................................75-5
Ajuste da Convergência do Eixo Dianteiro .........75-6
Pneus Descartados ............................................75-6
Chassis
Informações Adicionais de Manutenção.............80-1
Ajuste da Largura da Bitola — Sem a
Opção de Ajuste Hidráulico da Bitola.............80-1
Ajuste da Largura da Bitola—Com a
Opção de Ajuste Hidráulico da Bitola.............80-6
Verificar molas a ar—diariamente
(máquinas não equipadas com
sistema de auto-nivelamento de
molas a ar) .....................................................80-8
Sistema de Nivelamento Automático
da Mola a Ar...................................................80-8
Transporte e Operação Seguros ........................80-9
Reboque do Pulverizador ...................................80-9
Sangria dos Freios de Serviço ...........................80-9
Preparação da máquina para
transporte em carreta...................................80-10
Verificação do Compartimento do
Motor quanto a Entulhos e Detritos
Acumulados .................................................80-12
Determinação de Quando Ajustar a
Folga do Calço no Ajuste da Bitola
do Eixo .........................................................80-13
Ajuste da Folga do Calço com a Roda
Fora do Solo (Ideal) .....................................80-14
Ajuste da Folga do Calço com a Roda
no Solo .........................................................80-16
Instalar extintor de incêndio (se equipado).......80-18
Cabine e Ar-condicionado
Evite Exposição a Produtos Químicos ...............65-1
Indicador de Pressão da Cabine ........................65-2
Filtros de Ar da Cabine.......................................65-2
Troca dos Filtros de Ar da Cabine......................65-3
Manutenção do Ar Condicionado .......................65-9
Motor e Transmissão
Substituição da Correia da Ventoinha ................70-1
Substituição da Correia do Alternador................70-2
Trajeto da Correia da Ventoinha.........................70-3
Não Modifique o Sistema de Combustível .........70-4
Evitar Abrir o Sistema de Injeção de
Combustível de Alta Pressão.........................70-4
Alívio da Pressão do Sistema de Combustível...70-5
Drenagem da Água e Sedimentos do
Filtro de Combustível e Separador
de Água—Diariamente...................................70-6
Substitua os Filtros de Combustível ...................70-6
Sangria do Sistema de Combustível ..................70-7
Filtro de Ar do Motor...........................................70-8
Combustíveis, lubrificantes e líquidos de
arrefecimento
Combustível Diesel.............................................85-1
Continua na próxima página
v
040814
PN=5
Conteúdo
Página
Página
Manuseio e Armazenagem de
Combustível Diesel ........................................85-1
Combustível Biodiesel ........................................85-2
Lubricidade do diesel..........................................85-3
Líquido de Arrefecimento de Motores
Diesel (motores diesel com camisas
úmidas de cilindro) .........................................85-4
Intervalos para a troca do líquido de
arrefecimento para motores diesel.................85-5
John Deere COOL-GARD™ II Coolant
Extender.........................................................85-5
Aditivos complementares do líquido de
arrefecimento .................................................85-6
Operar em Climas de Temperatura Quente .......85-6
Informações adicionais sobre John
Deere COOL-GARD™ II Coolant
Extender e líq. de arrefecimento
para motores diesel........................................85-7
Testar líquido de arrefecimento de
motor diesel....................................................85-8
Óleo de Amaciamento de Motor Diesel
— Sem Certificação de Emissões
e Certificação Tier 1, Tier 2, Tier 3,
Stage I, Stage II e Stage III ............................85-9
Recomendações de Óleo de
Amaciamento para Pulverizadores 4630 .....85-10
Óleo de Motor Diesel — Sem
Certificação de Emissões e
Certificação Tier 1 e Stage I......................... 85-11
Intervalos de troca de filtro e óleo do
motor diesel..................................................85-12
Intervalos de Serviço do Óleo de
Motor Diesel e do Filtro para
Pulverizadores 4630 ....................................85-13
Intervalos Prolongados de Troca
de Óleo do Motor Diesel —
Sem Certificação de Emissões e
Certificação Tier 1 e Stage I.........................85-14
Óleo do Acionamento Hidrostático/Hidráulico ..85-14
Óleo do Cubo Planetário ..................................85-15
Graxa................................................................85-15
Graxa para Suspensão e Direção ....................85-15
Armazenar lubrificantes....................................85-16
Lubrificantes alternativos e sintéticos...............85-16
Verificação dos Tirantes do Tanque de
Solução—Após as Primeiras Dez Horas .......90-5
Troca do Óleo do Cubo
Planetário—Após as Primeiras 50 Horas.......90-5
Inspecionar Visualmente as Buchas da
Suspensão—Depois das Primeiras
50 e Primeiras 100 Horas ..............................90-6
Verificar a As Peças de Fixação da
Haste da Suspensão—Após as
Primeiras 100 Horas ......................................90-6
Verificação da Folga do Calço no
Ajuste da Bitola do Eixo—Após as
Primeiras 100 Horas ......................................90-6
Troque o Óleo do Motor e o
Filtro—Após as Primeiras 100 Horas.............90-7
Verificação do Nível de Óleo do
Motor—Diariamente .......................................90-8
Verificar nível do líq. de
arrefecimento—diariamente...........................90-8
Verificar nível do óleo hidráulico e
hidrostático—diariamente ..............................90-9
Drenar água e sedimento do filtro
do combustível e separador de
água—diariamente.........................................90-9
Lubrifique os Conjuntos da
Suspensão—Diariamente ............................90-10
Lavagem da Bomba de Solução, da
Lança e do Fluxômetro—Diariamente .........90-10
Drene a Umidade do Tanque de Ar
Integrado—Diariamente ............................... 90-11
Verifique se os Pneus não Estão
Danificados e se a Pressão
de Calibração dos Pneus Está
Correta—Diariamente ..................................90-12
Verificar molas a ar—diariamente
(máquinas não equipadas com
sistema de auto-nivelamento de
molas a ar) ...................................................90-13
Limpeza das Telas de Pressão —
Diariamente..................................................90-13
Limpeza da Tela de Abastecimento—Conforme Necessário.....................90-15
Limpe o Fluxômetro—Conforme Exigido..........90-16
Limpeza das Telas e do Sistema de
Arrefecimento—Conforme Necessário ........90-17
Troca dos Filtros de Ar do
Motor—Conforme Necessário......................90-17
Inspecionar e Substituir a Correia da
Ventoinha—Conforme Necessário...............90-18
Verificar e Substituir os Filtros de Ar da
Cabine—Conforme Necessário ...................90-18
Lubrificar as Juntas Esféricas do
Cilindro de Direção—100 Horas ..................90-18
Inspeção Visual dos Componentes do
Freio de Serviço—100 Horas.......................90-18
Aperto da Peças de Fixação das
Rodas—100 Horas.......................................90-19
Lubrificação e manutenção
Limpeza de Produtos Químicos
Perigosos do Veículo, Inclusive Pesticidas ....90-1
Símbolos de Lubrificação ...................................90-1
Prevenção de Contaminação no
Sistema Hidráulico .........................................90-1
Descarte Adequado dos Resíduos ....................90-2
Intervalos de Serviço — 4630
(Excluindo a Barra) ........................................90-3
Apertar as Porcas de Orelha—Após a
Primeira Hora .................................................90-4
Continua na próxima página
vi
040814
PN=6
Conteúdo
Página
Página
Verificação da Folga do Calço no
Ajuste da Bitola do Eixo—250 Horas ...........90-19
Troca do Óleo e do Filtro do
Motor—250 Horas........................................90-20
Verifique os Tirantes do Tanque de
Solução—250 Horas ....................................90-21
Lubrificação das Juntas-U do Eixo
Propulsor—Cada 250 Horas ........................90-21
Faça a Manutenção das Baterias
(Apenas as Baterias Sem
Vedação)—250 Horas..................................90-22
Rodízio de Pneus—250 Horas .........................90-23
Verificar e Substituir os Filtros de Ar da
Cabine—250 Horas ou Anualmente ............90-23
Substituição dos Filtros Hidráulico e
Hidrostático—500 Horas ..............................90-23
Trocar o Óleo Hidráulico—500 Horas ..............90-24
Troca do Óleo do Cubo
Planetário—500 Horas.................................90-24
Substitua os Filtros de Combustível .................90-25
Inspecionar Visualmente as Buchas da
Suspensão—500 Horas ...............................90-26
Verificar as Peças de Fixação da Haste
da Suspensão—500 Horas ..........................90-26
Verificar e Substituir os Filtros de Ar da
Cabine—250 Horas ou Anualmente ............90-26
Inspeção dos Cintos de
Seguranças—Anualmente ...........................90-27
Substituição do Cartucho do Secador
de Ar—Anualmente......................................90-27
Limpeza do Tubo do Respiro do
Motor—Anualmente .....................................90-28
Inspeção dos Componentes do Freio
de Serviço—Anualmente .............................90-28
Inspeção dos Isoladores
Hidrostáticos—Anualmente..........................90-29
Verificação da Convergência do Eixo
Dianteiro—Anualmente ................................90-30
Limpeza do Pulverizador e
Revestimento das Superfícies Expostas......90-30
Testar o Líquido de Arrefecimento—Anualmente ......................................................90-31
Manutenção do Pré-Limpador e
Admissão de Ar do Motor—750 Horas ........90-31
Verificação da Rotação do Motor—750 Horas ..90-31
Verificação do Tensor da Correia-1500 Horas ..90-31
Ajuste da Folga das Válvulas do
Motor—2000 Horas......................................90-31
Substitua o Amortecedor do
Virabrequim do Motor—5000 Horas
ou Cinco Anos..............................................90-32
Drenar, Lavar e Reabastecer o
Sistema de Arrefecimento—A Cada
6000 Horas ou Seis Anos ............................90-33
Teste ou Substituição dos Termostatos
e da Tampa do Radiador—A Cada
6000 Horas ou Seis Anos ............................90-34
Lubrificação — lanças
Limpeza de Produtos Químicos
Perigosos do Veículo, Inclusive Pesticidas ....95-1
Locais de Lubrificação da Barra de
Pulverização...................................................95-1
Intervalos de Serviço—24,4 m (80 ft) .................95-1
Aperto do Conjunto da Lança—Após
as Primeiras Dez Horas e a Cada 50 Horas ..95-2
Lubrificação da Seção Central da
Barra de Pulverização....................................95-2
Lubrificação dos Pivôs do Braço
de Elevação da Barra de
Pulverização—10 Horas ................................95-3
Lubrificação da Articulação Externa da
Barra de Pulverização—50 Horas..................95-3
Lubrificação da Articulação e do Pivô
da Corrente de Escape—50 horas.................95-4
Lança BoomTrac Pro (Opcional)
Operação da BoomTrac Pro.............................105-1
Página de Configuração do BoomTrac Pro......105-3
Configuração dos Sensores do
BoomTrac Pro ..............................................105-5
Status do Sistema BoomTrac Pro ....................105-7
Calibração da Posição do Nível da Lança........105-8
Calibração Automática da Válvula..................105-10
Solução de problemas
Motor ................................................................ 110-1
Transmissão Hidrostática ................................. 110-7
Sistema Hidráulico.......................................... 110-10
Sistema de Controle de Solução Spraystar.... 110-12
Edutor ............................................................. 110-22
Sistema de Suspensão................................... 110-24
Sistema de Regulagem da Bitola ................... 110-25
Cabine do Operador ....................................... 110-27
Operação da Barra de 24.4 m (80 ft).............. 110-31
Armazenamento
Operação e Manutenção dos
Pulverizadores Químicos com Segurança ... 115-1
Evite Exposição a Produtos Químicos ............. 115-2
Limpeza de Produtos Químicos
Perigosos do Veículo, Inclusive Pesticidas .. 115-3
Limpadores e Revestimentos
Recomendados ............................................ 115-3
Limpeza do Sistema de Solução ...................... 115-4
Preparação da Máquina para
Transporte Durante os Meses de
Clima Frio..................................................... 115-5
Prepare a Máquina para a Armazenagem ....... 115-6
Remoção da Máquina da Armazenagem ......... 115-9
Especificações
Especificação do motor ....................................120-1
Continua na próxima página
vii
040814
PN=7
Conteúdo
Página
Sistema de acionamento, freios e
especificação dos cubos planetários ...........120-1
Especificação da velocidade de avanço...........120-2
Especificação dos pneus..................................120-2
Especificação do sistema elétrico ....................120-2
Especificação do sistema hidrostático
e hidráulico...................................................120-3
Especificação da lança.....................................120-3
Especificação do sistema de direção ...............120-3
Especificação de capacidades e peso .............120-4
Especificação do sistema de pulverização.......120-4
Especificação da bomba de solução ................120-4
Especificação da cabine do operador
e do ar-condicionado....................................120-5
Especificação dos bicos ...................................120-5
Dimensões........................................................120-6
Dimensões—Todas as Máquinas .....................120-7
Valores de torque de parafusos e pinos
roscados métricos ........................................120-8
Valores de torque de parafusos e pinos
roscados em polegadas unificadas..............120-9
Tabela de Torque da Vedação da
Superfície de Alta Pressão.........................120-10
Tabela de Torque para Conexões
SAE de Vedação da Superfície ––
Aplicações de Pressão Padrão .................. 120-11
Adesivo de Limite de Velocidade.................... 120-11
A Declaração de Conformidade CE
se aplica apenas a máquinas que
exibem a marca CE Declaração de
Conformidade CE.......................................120-12
Vibração do corpo inteiro................................120-12
Nível Sonoro...................................................120-13
Números de Identificação...............................120-13
Interpretação do número de série da
máquina - PIN de 17 dígitos.......................120-15
Tabela de Ano de Fabricação (5 Dígitos) .......120-16
Certificado de Propriedade.............................120-16
Armazenamento de Máquinas com
Segurança..................................................120-16
viii
040814
PN=8
Segurança
Reconheça as Informações de Segurança
Este é o símbolo de alerta de segurança. Ao ver este
símbolo em sua máquina ou neste manual, fique atento a
possíveis ferimentos pessoais.
T81389 —UN—28JUN13
Siga as precauções e práticas seguras de operação
recomendadas.
DX,ALERT -54-29SEP98-1/1
Palavras de Aviso
Uma palavra de aviso—PERIGO, ATENÇÃO OU
CUIDADO—é usada como símbolo de alerta de
segurança. PERIGO identifica os riscos graves.
TS187 —54—27JUN08
Avisos de segurança como PERIGO ou ATENÇÃO estão
localizados próximos de perigos específicos. Precauções
gerais são indicadas nos avisos de segurança de
CUIDADO. A palavra CUIDADO também chama atenção
para as mensagens de segurança neste manual.
DX,SIGNAL -54-03MAR93-1/1
Siga as Instruções de Segurança
TS201 —UN—15APR13
Leia atentamente todas as mensagens de segurança
neste manual e os avisos de segurança em sua
máquina. Mantenha os avisos de segurança em boas
condições. Substitua avisos de segurança danificados
ou perdidos. Certifique-se de que novos componentes e
peças de reposição do equipamento incluam os avisos
de segurança atualizados. Avisos de segurança para
reposição podem ser encontrados no seu concessionário
John Deere.
Pode haver informações de segurança adicionais não
reproduzidas neste manual do operador, contidas em
peças e componentes oriundos de outros fornecedores.
Aprenda como operar a máquina e como usar os
comandos corretamente. Não deixe ninguém operar a
máquina sem que tenha sido treinado.
Mantenha sua máquina em condições de operação
corretas. Modificações não autorizadas na máquina
podem prejudicar o funcionamento e/ou a segurança e
afetar a vida útil.
Caso não compreenda alguma parte deste manual
e precisar de assistência, entre em contato com seu
concessionário John Deere.
DX,READ -54-16JUN09-1/1
05-1
040814
PN=11
Segurança
Emergências
Esteja preparado para qualquer incêndio.
Mantenha os números de emergência dos médicos,
serviço de ambulância, hospital e bombeiros próximos
do seu telefone.
TS291 —UN—15APR13
Mantenha um kit de primeiros socorros e o extintor de
incêndio sempre à mão.
DX,FIRE2 -54-03MAR93-1/1
Uso de Roupa de Proteção
Use roupa e equipamentos de segurança apropriados
ao trabalho.
TS206 —UN—15APR13
Operar equipamentos com segurança requer plena
atenção do operador. Não use rádios nem fones de
ouvido enquanto estiver a operar a máquina.
DX,WEAR2 -54-03MAR93-1/1
Proteção Contra Ruído
Use dispositivos de proteção a audição apropriados,
tais como protetores de ouvidos, para proteger contra
barulhos altos ou incômodos.
TS207 —UN—23AUG88
A exposição prolongada ao ruído pode causar danos ou
perda de audição.
DX,NOISE -54-03MAR93-1/1
05-2
040814
PN=12
Segurança
Prática de Manutenção Segura
Compreenda o procedimento de manutenção antes de
executar qualquer trabalho. Mantenha a área de trabalho
limpa e seca.
Nunca lubrifique, ajuste ou faça manutenção na máquina
quando esta estiver em movimento. Mantenha mãos, pés
e vestimentas longe de peças acionadas por potência
elétrica ou hidráulica. Desengate todas as fontes de
potência, e opere os controles para aliviar a pressão.
Baixe o equipamento até ao solo. Desligue o motor.
Remova a chave. Permita que a máquina arrefeça.
Apoie de forma segura quaisquer elementos da máquina
que tenham que ser levantados para que a manutenção
possa ser feita.
TS218 —UN—23AUG88
Mantenha todas as peças em bom estado e
adequadamente instaladas. Repare danos
imediatamente. Substitua as peças gastas ou partidas.
Remova quaisquer acumulações de massa lubrificante,
óleo ou detritos.
Em equipamentos com motor, desligue o cabo terra da
bateria (-) antes de fazer quaisquer ajustes nos sistemas
elétricos ou antes de soldar na máquina.
Em implementos rebocados, desligue o conjunto de
cabos de ligação do trator antes de fazer manutenção
nos componentes do sistema elétrico ou antes de soldar
na máquina.
DX,SERV -54-17FEB99-1/1
Manusear suportes e componentes
eletrônicos com segurança
TS249 —UN—23AUG88
Quedas durante instalação ou remoção de componentes
eletrônicos montados no equipamento podem causar
graves ferimentos. Use uma escada ou plataforma para
alcançar facilmente cada local de montagem. Use apoios
seguros e resistentes para as mãos e os pés. Não instale
nem remova componentes molhados ou congelados.
Ao instalar ou fazer manutenção de uma estação base
RTK em uma torre ou outra estrutura alta, use um
elevador aprovado.
Ao instalar ou fazer manutenção em um mastro de
antena de GPS usada num implemento, use técnicas
de elevação apropriadas e o devido equipamento de
proteção pessoal. O mastro é pesado e pode ser difícil
de manusear. Serão necessárias duas pessoas quando
os locais de montagem não forem acessíveis do solo ou
de uma plataforma de manutenção.
DX,WW,RECEIVER -54-24AUG10-1/1
05-3
040814
PN=13
Segurança
Estacione a Máquina com Segurança
Antes de trabalhar na máquina:
TS230 —UN—24MAY89
• Abaixe todos os equipamentos até ao solo.
• Desligue o motor e retire a chave.
• Desligue o cabo “Terra” da bateria.
• Pendure um aviso "NÃO OPERAR" na cabina do
operador.
DX,PARK -54-04JUN90-1/1
Remova a Tinta Antes de Soldar ou Aquecer
Evite gases e pó potencialmente tóxicos.
Gases perigosos podem ser gerados quando a tinta é
aquecida por solda ou maçarico.
TS220 —UN—15APR13
Remova a tinta antes de aquecer:
• Remova a tinta no mínimo a 100 mm (4 in.)
•
•
da área
a ser afetada pelo aquecimento. Se não for possível
remova a tinta, utilize um protetor respiratório aprovado
antes de aquecer ou soldar.
Se for lixar ou raspar a tinta, evite respirar o pó. Use
um respirador aprovado.
Se usar solvente ou removedor de tinta, retire o
removedor com água e sabão antes de soldar. Retire
da área os vasilhames de solvente ou de removedor de
tinta e outros materiais inflamáveis. Permita que os
gases se dispersem por pelo menos 15 minutos antes
de soldar ou aquecer.
Faça todo o trabalho de solda em uma área bem ventilada
para dispersar os gases tóxicos e o pó.
Jogue fora a tinta e o solvente adequadamente.
Não use solvente clorado em áreas onde serão feitas
soldas.
DX,PAINT -54-24JUL02-1/1
A pulverização inflamável pode ser gerada pelo
aquecimento próximo às linhas de fluido pressurizado,
resultando em queimaduras graves para você e outras
pessoas. Não aqueça por soldagem elétrica ou autógena
ou com maçarico próximo a linhas de fluido pressurizado
ou outros materiais inflamáveis. As linhas pressurizadas
podem explodir acidentalmente quando o calor se
estender para além da área próxima da chama.
TS953 —UN—15MAY90
Evite Aquecer Áreas Próximas às Linhas de
Fluido Pressurizado
DX,TORCH -54-10DEC04-1/1
05-4
040814
PN=14
Segurança
Evitar fluidos sob alta pressão
X9811 —UN—23AUG88
Inspecione as mangueiras hidráulicas periodicamente
–pelo menos uma vez por ano – quanto a vazamentos,
dobras, cortes, trincas, abrasão, bolhas, descascamento,
ou quaisquer outros sinais de desgaste e danos.
Substitua imediatamente as mangueiras desgastadas ou
danificadas por peças de reposição aprovadas pela John
Deere.
Fluidos que escapam sob alta pressão podem penetrar
na pele e causar ferimentos graves.
Evite o perigo aliviando a pressão antes da desconexão
das linhas hidráulicas ou outras linhas. Apertar todas as
conexões antes de aplicar pressão.
Procure por vazamentos com um pedaço de papelão.
Proteja as mãos e o corpo dos fluidos sob alta pressão.
Em caso de um acidente, procure imediatamente um
médico. Qualquer fluido que penetre na pele deve ser
retirado cirurgicamente dentro de poucas horas para não
causar gangrena. Os médicos com pouca experiência
nesse tipo de ferimento devem procurar uma fonte
adequada de conhecimentos médicos nesta área. Essas
informações encontram-se disponíveis em inglês no
Departamento Médico da Deere & Company em Moline,
Illinois, EUA, pelos telefones 1-800-822-8262 ou +1
309-748-5636.
DX,FLUID -54-12OCT11-1/1
Verificação das Mangueiras Hidráulicas
X9811 —UN—23AUG88
As mangueiras hidráulicas podem falhar devido a dano
físico, a rupturas, à idade e à exposição. Verifique
regularmente as mangueiras. Substitua mangueiras
danificadas.
O vazamento de fluido sob alta pressão pode penetrar
na pele e causar acidentes pessoais graves. Procure
vazamentos com um pedaço de papelão. Proteja as
mãos e o corpo dos fluidos sob alta pressão.
Em caso de acidente, consulte um médico imediatamente.
Qualquer fluido injetado na pele deve ser removido com
cirurgia dentro de algumas horas, sob risco de gangrena.
Os médicos não familiarizados com este tipo de acidente
pessoal devem consultar este assunto junto a uma fonte
médica confiável. Tal informação está disponível no
Departamento Médico da Deere Company em Moline,
Illinois, E.U.A.
NXN,9930,HYD -54-15MAY06-1/1
05-5
040814
PN=15
Segurança
Fazer a Manutenção dos Pneus com
Segurança
CUIDADO: A separação explosiva de peças de aro
e pneu pode causar sérias lesões ou a morte.
NÃO tentar montar um pneu, a menos que tenha
o equipamento e experiência necessários para
executar o trabalho com segurança.
Sempre mantenha a pressão correta dos pneus. NÃO
encher os pneus acima da pressão recomendada.
Nunca solde nem aqueça um conjunto roda e pneu.
O calor pode causar um aumento na pressão do
ar, resultando em explosão do pneu. A solda pode
enfraquecer estruturalmente ou deformar a roda.
TS211 —UN—15APR13
Ao encher pneus, use um mandril com presilha e uma
mangueira longa o suficiente para permitir ficar de lado, e
NÃO em frente ou sobre o conjunto do pneu. Use uma
grade de segurança, se disponível.
Verifique as rodas quanto a baixa pressão, cortes, bolhas,
aros danificados ou parafusos e porcas faltando.
DX,RIM1 -54-27OCT08-1/1
Descarte Adequado dos Resíduos
TS1133 —UN—15APR13
Descartar os resíduos de forma inadequada pode ameaçar
o meio-ambiente e a ecologia. Resíduos potencialmente
prejudiciais usados com os equipamentos da John Deere
incluem produtos tais como óleo, combustível, líquido de
refrigeração, fluido para freios, filtros e baterias.
Use vasilhame à prova de vazamento e fugas ao drenar
os fluidos. Não use vasilhame para alimentos ou bebidas,
pois alguém pode enganar-se e usá-los para a ingestão
de alimento ou bebida.
Não despeje os resíduos sobre o solo, pelo sistema de
drenagem e nem em cursos de água.
O vazamento de líquidos refrigerantes do ar condicionado
podem danificar a atmosfera da Terra. Os regulamentos
do governo podem requerer um centro autorizado de
manutenção de ar condicionado para recuperar e reciclar
os líquidos refrigerantes usados no ar condicionado.
Pergunte ao seu centro local do meio ambiente ou de
reciclagem, ou ainda ao seu concessionário John Deere
sobre a maneira adequada de reciclar ou de descartar
os resíduos.
DX,DRAIN -54-03MAR93-1/1
05-6
040814
PN=16
Segurança
Manusear Produtos Químicos com
Segurança
TS1132 —UN—15APR13
A exposição direta a produtos químicos nocivos pode
causar graves danos à saúde. Produtos químicos
potencialmente nocivos usados com equipamentos John
Deere incluem itens como lubrificantes, líquidos de
arrefecimento, tintas e adesivos.
Uma Planilha de Dados de Segurança de Materiais
fornece detalhes específicos sobre produtos químicos:
danos físicos e perigos à saúde, procedimentos de
segurança e técnicas de respostas de emergência.
Consulte a Planilha de Dados de Segurança de Materiais
antes de iniciar qualquer tarefa que envolva o uso de
produtos químicos nocivos. Desta maneira será possível
conhecer exatamente os riscos e como executar as
tarefas com segurança. Portanto, siga os procedimentos
e use o equipamento recomendado.
(Consulte seu concessionário John Deere para
informações sobre Planilhas de Segurança de Dados
de Materiais para produtos químicos usados com
equipamento John Deere.)
DX,MSDS,NA -54-03MAR93-1/1
• Limpe o veículo (consulte Limpeza de Produtos
Manutenção Segura do Pulverizador do
Equipamento
CUIDADO: As soluções ou vapores da
pulverização podem ser extremamente
perigosos. Use todos os produtos químicos,
soluções ou resíduos de solução com muito
cuidado. NÃO corra riscos. Quando em dúvida,
proceda como se existisse a contaminação.
•
•
Químicos Perigosos do Veículo, Inclusive Pesticidas,
nesta seção)
Drene o Tanque de Solução (consulte Drenagem do
Tanque de Solução na seção Sistema de Umidificação)
Enxágue o sistema de umidificação (consulte Operação
do Sistema de Umidificação (Enxágue do Tanque de
Solução e da Barra) ou Uso do Sistema de Enxágue na
seção Sistema de Umidificação)
Antes de executar qualquer serviço:
• Use equipamentos de proteção individual adequados
(consulte Manuseio Seguro de Produtos Químicos
Agrícolas nessa seção)
OUO6092,00004DD -54-07FEB11-1/1
Uso de Ferramentas Adequadas
Use ferramentas elétricas somente para afrouxar as
peças rosqueadas e parafusos.
Para afrouxar e apertar os parafusos, use as ferramentas
de tamanho correto. NÃO use ferramentas de medida
dos E.U.A. em parafusos em milímetros. Evite ferimentos
devido a queda de chaves.
TS779 —UN—08NOV89
Use as ferramentas apropriadas para o trabalho.
Ferramentas e procedimentos improvisados podem
ameaçar a segurança.
Use somente as peças de manutenção que estão de
acordo com as especificações da John Deere.
DX,REPAIR -54-17FEB99-1/1
05-7
040814
PN=17
Segurança
Trabalhe em Área Ventilada
Se você não tiver uma extensão do tubo de escape, abra
as portas para a circulação do ar.
TS220 —UN—15APR13
O gás de escape do motor pode causar doenças ou até
mesmo a morte. Na necessidade de ligar um motor
em uma área fechada, remova o gás da área com uma
extensão do tubo de escape.
DX,AIR -54-17FEB99-1/1
Evite Explosões da Bateria
Nunca verifique a carga da bateria colocando um objeto
de metal ligando os bornes. Use um voltímetro ou
densímetro.
Não carregue uma bateria congelada; ela pode explodir.
Aqueça a bateria a 16°C (60°F).
TS204 —UN—15APR13
Mantenha faíscas, fósforos acesos ou chamas
descobertas longe da bateria. O gás formado pela bateria
pode explodir.
DX,SPARKS -54-03MAR93-1/1
05-8
040814
PN=18
Segurança
Manusear baterias com segurança
Nunca verifique a carga da bateria ligando os polos com
um objeto de metal. Use um voltímetro ou um densímetro.
Retire sempre a braçadeira do terminal de terra (—) da
bateria primeiro e recoloque-o por último.
Ácido sulfúrico em eletrólito de bateria é suficientemente
concentrado para queimar a pele, corroer roupas e causar
cegueira se for salpicado para os olhos.
TS204 —UN—15APR13
O gás da bateria pode explodir. Mantenha faíscas e
chamas longe das baterias. Utilize uma lanterna para
verificar o nível do eletrólito da bateria.
Para evitar perigos:
• Abastecer baterias em áreas bem ventiladas
• Usar proteção para os olhos e luvas de borracha
• Evitar o uso de ar comprimido para limpar baterias
• Evitar inalar os gases quando adicionar eletrólito à
bateria
• Evitar derramar ou entornar o eletrólito
• Utilizar o procedimento correto para carregar e para
bateria auxiliar.
Em caso de derramar ácido sobre a pele ou os olhos:
1. Lavar a pele com água.
2. Aplicar bicarbonato de sódio ou cal na área atingida
para neutralizar os ácidos.
3. Lavar os olhos com água corrente durante 15—30
minutos. Procurar assistência médica imediatamente.
1. Não induzir vômito.
2. Beber grandes quantidades de água ou leite, mas não
mais do que 2 l (2 qt).
3. Procurar assistência médica imediatamente.
ALERTA: Placas e terminais de baterias e acessórios
relacionados contêm chumbo e compostos de chumbo,
elementos químicos reconhecidos pelo estado da
Califórnia como causa para câncer e problemas
reprodutivos. Lave as mãos após o manuseio.
TS203 —UN—23AUG88
Em caso de ingestão do ácido:
DX,WW,BATTERIES -54-02DEC10-1/1
Faça a Manutenção das Correias de Tração
de Maneira Segura
• Evite acidentes pessoais graves provocadas por
•
mãos ou braços presos. Nunca tente limpar, verificar
ou ajustar correias enquanto a máquina estiver
funcionando. Desligue sempre o motor, acione o freio
de estacionamento e remova a chave.
Não tente limpar as correias com solventes de limpeza
inflamáveis.
TS285 —UN—23AUG88
Ao fazer manutenção nas correias de tração sempre
observe estas precauções:
OUO6043,00015E3 -54-24MAY04-1/1
05-9
040814
PN=19
Segurança
Evitar Abrir o Sistema de Injeção de
Combustível de Alta Pressão
TS1343 —UN—18MAR92
O fluido a alta pressão que ficar retido nas linhas de
combustível pode causar ferimentos graves. Em motores
com sistema de combustível de High Pressure Common
Rail (HPCR) (Coletor de Alta Pressão), não desligue nem
tente efetuar consertos nas linhas de combustível, nos
sensores ou em outros componentes situados entre a
bomba de combustível de alta pressão e os bocais.
Só os técnicos familiarizados com este tipo de sistema
podem efetuar consertos. (Consulte a sua concessionária
John Deere quanto a consertos).
DX,WW,HPCR1 -54-07JAN03-1/1
Execute a Manutenção do Sistema de
Arrefecimento com Segurança
TS281 —UN—15APR13
CUIDADO: A liberação explosiva de fluidos do
sistema de arrefecimento pressurizado pode
causar queimaduras graves.
Desligue o motor, aplique o freio de
estacionamento, e remova a chave.
NUNCA acrescente líquido de arrefecimento
quando o motor estiver sobreaquecido.
Aguarde que ele esfrie.
NUNCA remova a tampa do tanque de
compensação enquanto o líquido de
arrefecimento ou o motor estiver quente.
Aguarde até o líquido de arrefecimento do
motor esfriar para remover a tampa.
Acrescente líquido de arrefecimento somente quando o
motor estiver desligado.
Abra LENTAMENTE a tampa para liberar a pressão
antes de remover a tampa completamente.
OUO6092,000026F -54-11FEB14-1/1
O fluido ou gás libertado dos sistemas de acumuladores
hidráulicos pressurizados pode causar ferimentos graves.
O calor extremo pode fazer com que o acumulador rebente
e as linhas pressurizadas podem ser acidentalmente
cortadas. Não solde nem use uma tocha perto de um
acumulador pressurizado ou de uma linha pressurizada.
Alivie a pressão do sistema hidráulico antes de retirar o
acumulador. Nunca tente aliviar o sistema hidráulico ou a
pressão do acumulador soltando um acessório.
TS281 —UN—15APR13
Segurança na Manutenção dos Sistemas de
Acumuladores
Os acumuladores não podem ser consertados.
DX,WW,ACCLA -54-15APR03-1/1
05-10
040814
PN=20
Segurança
Evitar contato com escape quente
RG17488 —UN—21AUG09
Fazer manutenção na máquina ou acessórios com o
motor funcionando pode resultar em graves lesões.
Evite exposição e o contato da pele com os gases e
componentes quentes do escape.
As peças e os fluxos de gases se aquecem muito durante
a operação. Os gases e componentes do escape atingem
temperaturas altas o suficiente para queimar pessoas,
inflamar ou derreter materiais comuns.
DX,EXHAUST -54-20AUG09-1/1
Usando o Ar Comprimido para a Limpeza
TS266 —UN—23AUG88
CUIDADO: Reduza o ar comprimido para 210
kPa (2 bar) (30 psi) ou menos ao usá-lo para
fins de limpeza. Não permita a presença de
observadores na área, resguarde-se contra
detritos voadores e vista equipamento pessoal
de proteção, incluindo proteção para os olhos.
AG,OUO6043,83 -54-28JUL99-1/1
Área de trabalho
A área de trabalho é assim definida e deve ser da
seguinte maneira:
• uma área de 1 metro em volta da máquina para
preparação do líquido a ser pulverizado (trabalho de
enchimento) e limpeza do aparato de pulverização
• o assento da máquina de onde a aplicação do defensivo
agrícola será realizado
Por zonas de risco entendem-se:
• a área de trabalho do operador onde ocorre a
preparação do líquido a ser pulverizado e limpeza do
pulverizador
• a "zona de manobra" dos componentes do pulverizador,
e em particular uma zona de 1 metro ao redor da
máquina como um todo e a área necessária para
desdobrar as barras pulverizadoras
OUO6092,0000362 -54-03MAY10-1/1
05-11
040814
PN=21
Segurança
Opere com Segurança
Verifique sempre a segurança geral da operação da
máquina antes de utilizá-la.
Dirija lentamente em solo acidentado.
Diminua a velocidade nas curvas.
Antes de operar a máquina verifique sempre se
há pessoas ou obstruções na vizinhança imediata.
Certifique-se de que a visibilidade é adequada.
Opere o veículo somente quando todas as proteções
estiverem instaladas e em suas posições corretas.
NÃO dê partida no motor com a alavanca multifuncional
de controle acionada.
NÃO opere perto de fossos ou córregos.
NÃO dobre ou desdobre a barra próximo a fios aéreos.
Sempre desligue o motor antes de sair da máquina.
Retire a chave quando for deixar o trator sozinho. O freio
de estacionamento será acionado quando o motor for
desligado, independentemente da posição da alavanca
multifuncional de controle.
Mantenha as mãos, os pés e a roupa afastados das
peças em movimento.
Use roupas relativamente justas e com cintos para evitar
que fiquem presas em alguma peça da máquina.
Sempre pare totalmente antes de inverter a direção.
OUO6092,0000360 -54-30APR10-1/1
Luzes e Dispositivos de Segurança
Use os faróis, o pisca-alerta e os piscas direcionais dia e
noite. Respeite a legislação local para faróis e os sinais
obrigatórios. Mantenha os faróis e os sinais visíveis,
limpos e em boas condições de funcionamento. Troque
ou conserte faróis e sinais danificados ou perdidos. Jogo
de luzes de segurança para reposição estão disponíveis
na seu concessionário John Deere.
TS951 —UN—12APR90
Evite choques com outros usuários de vias públicas, com
tratores lentos equipados com implementos ou reboques.
Verifique frequentemente o movimento do tráfego pelo
espelho retrovisor especialmente ao fazer curvas, não
esquecendo de dar sinal com o pisca direcional.
DX,FLASH -54-07JUL99-1/1
Manter Passageiros Fora da Máquina
Passageiros na máquina estão sujeitos a ferimentos tais
como serem atingidos por objetos estranhos ou serem
atirados para fora da máquina. Os passageiros também
obstruem a visão do operador, resultando em uma
operação insegura da máquina.
TS290 —UN—23AUG88
Permita somente o operador na máquina. Mantenha
passageiros fora dela.
DX,RIDER -54-03MAR93-1/1
05-12
040814
PN=22
Segurança
Máquina Equipada com Assento de
Treinamento
instruções ao operador. Consulte Uso Correto do Cinto
de Segurança nesta seção.
Nas máquinas equipadas com um assento de
treinamento, é permitido um passageiro para passar
WZ00232,00001DD -54-03AUG09-1/1
Usar degraus e apoios de mão corretamente
T133468 —UN—15APR13
Evitar quedas entrando e saindo de frente para a
máquina. Manter sempre um contato de três pontos com
os degrau, apoios de mão e corrimãos.
Tenha cuidados adicionais quando lama, neve ou
umidade aumentarem o risco de escorregões. Mantenha
os degraus limpos e livres de graxa e óleo. Nunca salte
ao sair da máquina. Nunca entre ou saia de uma máquina
em movimento.
DX,WW,MOUNT -54-12OCT11-1/1
Usar Cinto de Segurança Corretamente
Evite ferimentos ou morte por esmagamento durante um
capotamento.
TS1729 —UN—24MAY13
A máquina é equipada com uma Estrutura de Proteção
na Capotagem (EPC). USE um cinto de segurança ao
operar com uma EPC.
• Segure a trava e passe o cinto de segurança pelo corpo.
• Insira a trava na fivela. Ouça o clique.
• Puxe a trava do cinto de segurança para assegurar que
o cinto está preso com firmeza.
• Ajuste o cinto de segurança nos quadris.
Se algum dos componentes do cinto, como as peças de
fixação, o cinto, a fivela ou o retrator apresentarem sinais
de danos, substituir o cinto de segurança inteiro.
Realizar no mínimo uma vez por ano uma inspeção do
cinto de segurança e dos acessórios de montagem.
Identificar sinais de peças soltas ou avarias no cinto, tal
como rasgos, desfiamento, desgaste extremo ou precoce,
desbotamento ou abrasão. Substituir somente por peças
de reposição autorizadas para o trator. Consulte o seu
concessionário John Deere.
DX,ROPS1 -54-22AUG13-1/1
Precauções em Terrenos com Declives
Nunca dirija próximo à beira de uma vala ou de uma
barragem íngreme.
Evite declives que sejam muito íngremes para o
funcionamento.
RW13093 —UN—07DEC88
Evite buracos, valetas e obstruções que possam causar o
tombamento do pulverizador, especialmente em declives.
Evite fazer curvas fechadas em encostas.
OUO6092,0000F99 -54-28JUN07-1/1
05-13
040814
PN=23
Segurança
Transporte e Operação Seguros
N44191 —UN—27APR92
Mantenha-se afastado de fios elétricos suspensos. Se
a máquina encostar em fios elétricos, podem ocorrer
acidentes pessoais graves ou morte do operador ou de
outras pessoas. Saiba quais são as alturas de transporte,
de operação da barra e de recolhimento da barra da
máquina.
Faça uma avaliação completa do campo antes de
iniciar qualquer operação de pulverização para decidir
pelo melhor método de trabalho e as operações de
dobramento e desdobramento da barra.
Pare lentamente para evitar tombamento para frente.
Mantenha limpos e no seu lugar o emblema de SMV
(Veículo de Movimentação Lenta) e os refletores.
Não ultrapasse a velocidade máxima de transporte
especificada no manual do operador.
Verifique e obedeça as leis locais em relação ao tamanho
do equipamento, à iluminação e à sinalização antes de
dirigir em rodovias públicas.
Reduza a velocidade em terrenos cobertos de gelo ou
cascalho, molhados ou muito macios.
OUO6092,0000377 -54-14MAY10-1/1
Prevenção de Partida Imprevista da Máquina
Não dê partida no motor fazendo conexão em ponte dos
terminais do motor de arranque. O motor dará partida
engrenado se os circuitos normais de segurança forem
desviados.
NUNCA dê partida no motor estando fora do trator.
Dê partida no motor somente estando no assento do
operador, com a transmissão em ponto morto ou em
posição de estacionamento.
TS177 —UN—11JAN89
Evite possíveis ferimentos ou morte devido uma partida
imprevista da máquina.
DX,BYPAS1 -54-29SEP98-1/1
05-14
040814
PN=24
Segurança
Manusear combustível com
segurança—evitar chamas
TS202 —UN—23AUG88
Manuseie o combustível com cautela: ele é altamente
inflamável. Não reabasteça a máquina quando estiver
fumando ou perto de chamas ou fagulhas.
Sempre desligue o motor antes de reabastecer a
máquina. Encha o tanque de combustível ao ar livre.
Evite incêndios mantendo a máquina livre de sujeira,
graxa e detritos acumulados. Sempre limpe o combustível
derramado.
Usem somente um contentor de combustível apropriado
para transportar líquidos inflamáveis.
Nunca abasteça o contentor de combustível sobre uma
caminhonete com caçamba revestida de plástico. Sempre
coloque o contentor de combustível no chão antes de
reabastecer. Encoste o bico da mangueira da bomba
de combustível no contentor de combustível antes de
remover a tampa do contentor. Mantenha o bico da
mangueira da bomba de combustível em contato com a
entrada do contentor de combustível ao abastecer.
Não armazene combustível próximo a chamas abertas,
faíscas ou luzes piloto como dentro de um aquecedor de
água ou outros dispositivos.
DX,FIRE1 -54-12OCT11-1/1
05-15
040814
PN=25
Segurança
Manuseie os Produtos Químicos Agrícolas
com Segurança
TS220 —UN—15APR13
Os produtos químicos usados em aplicações agrícolas
como fungicidas, herbicidas, inseticidas, pesticidas,
raticidas e fertilizantes podem ser prejudiciais a sua saúde
ou ao meio-ambiente, se não forem usados com cuidado.
Obedeça sempre às instruções do rótulo para o uso
eficaz, seguro e legal de substâncias químicas agrícolas.
Reduza o risco de exposição e acidentes pessoais:
•
•
•
•
•
•
conforme recomendação do fabricante. Na ausência
de instruções do fabricante, siga as diretrizes gerais
a seguir:
- Produtos químicos rotulados com a palavra 'Perigo':
Os mais tóxicos. Geralmente requerem o uso de
óculos de segurança tipo "goggles", respirador, luvas
e proteção para pele.
- Produtos químicos rotulados com a palavra
'Advertência': Menos tóxicos. Geralmente requerem
o uso de óculos de segurança tipo "goggles", luvas e
proteção para pele.
- Produtos químicos rotulados com a palavra
'Cuidado': Os menos tóxicos. Geralmente exigem o
uso de luvas e protetor para a pele.
Evite inalar a neblina pulverizada ou o pó.
Tenha sempre sabão, água e toalha à mão quando
trabalhar com produtos químicos. Se algum produto
químico entrar em contato com a pele, as mãos ou
o rosto, lave imediatamente com água e sabão. Se
algum produto químico entrar em seus olhos, lave-os
imediatamente com água corrente.
Lave as mãos e o rosto depois de usar produtos
químicos e antes de comer, beber, fumar ou urinar.
Não fume ou coma enquanto estiver aplicando produtos
químicos.
Após manusear produtos químicos, sempre tome
banho e troque de roupa. Lave as roupas antes de
usá-las novamente.
Procure assistência médica imediatamente se sentir
mal-estar durante ou logo após o uso de produtos
químicos.
A34471 —UN—11OCT88
• Use equipamentos de proteção individual adequados
• Mantenha os produtos químicos nos recipientes
•
•
originais. Não transfira os produtos químicos para
recipientes não identificados ou para recipientes
utilizados para comida ou bebida.
Guarde os produtos químicos em uma área trancada
e segura, longe de alimentos humanos ou de animais
domésticos. Mantenha as crianças afastadas.
Sempre descarte os recipientes de forma apropriada.
Lave três vezes os recipientes vazios, perfure-os ou
esmague-os e descarte-os adequadamente.
DX,WW,CHEM01 -54-05APR04-1/1
05-16
040814
PN=26
Segurança
Evite Exposição a Produtos Químicos
CUIDADO: A exposição a produtos químicos,
inclusive pesticidas, pode causar acidentes
pessoais ou morte.
TS220 —UN—15APR13
NÃO CONFIE NESTA CABINE, NO INDICADOR
DE PRESSÃO NEM NOS FILTROS DE AR
PARA PROTEÇÃO CONTRA A EXPOSIÇÃO
A PRODUTOS QUÍMICOS.
Para reduzir o risco de exposição a produtos químicos:
• Use EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL de
acordo com o rótulo do fabricante de produtos químicos.
• Permita que somente aplicadores treinados e
certificados apliquem produtos químicos
• Sempre feche as janelas e as portas durante a
pulverização
•
•
•
•
•
•
ou os substitutos apropriados estão sempre instalados
(consulte Verificação e Substituição dos Filtros de Ar da
Cabine na seção Chassi)
Mantenha os produtos químicos fora da cabine
Limpe ou tire os sapatos ou roupas contaminados
antes de entrar na cabine
Mantenha limpo o interior da cabine
Leia e siga todas as instruções existentes:
- No rótulo do fabricante de cada produto químico
aplicado
- U.S. Environmental Protection Agency (EPA) Worker
Protection Standard para Pesticidas Agrícolas
- Instruções regionais ou estaduais para a segurança e
a saúde do trabalhador;
- No Manual do Operador desta máquina.
Devem ser cumpridas numerosas exigências, incluindo
as regularizações EPA, mas não se limitando a elas
Mesmo enquanto estiver dentro da cabine, use sempre
mangas compridas, calças compridas, sapatos e meias,
ao aplicar produtos químicos, inclusive pesticidas
TS272 —UN—23AUG88
• Verifique se os filtros de carbono ativado John Deere
• Se necessário sair da cabine quando houver
•
produtos químicos, inclusive pesticidas, use sempre o
equipamento de proteção individual recomendado pelo
fabricante do produto químico
Antes de entrar novamente na cabine, retire o
equipamento de proteção individual usado para
manusear produtos químicos, inclusive pesticidas, e
guarde-o de acordo com as normas EPA, para impedir
a contaminação da cabine.
OUO6092,00004DE -54-07FEB11-1/1
05-17
040814
PN=27
Segurança
Limpeza de Produtos Químicos Perigosos
do Veículo, Inclusive Pesticidas
T6642EJ —UN—18OCT88
CUIDADO: Durante a aplicação de produtos
químicos perigosos, inclusive pesticidas,
os resíduos podem se acumular dentro ou
fora do veículo. Limpe o veículo de acordo
com as instruções de uso de produtos
químicos perigosos.
Quando exposto a produtos químicos nocivos, limpe o
exterior e o interior do veículo diariamente para mantê-lo
livre de acumulação de poeira e contaminação visíveis.
1. Varra ou aspire o chão da cabine.
defeito. Reduza a pressão e pulverize em
um ângulo de 45 a 90 graus.
2. Limpe o teto e os painéis interiores da cabine.
IMPORTANTE: Apontar um jato de água pressurizada
para componentes eletrônicos/elétricos ou
conectores, rolamentos e vedações hidráulicas,
bombas injetoras de combustível ou outras
partes e componentes sensíveis poderá causar
3. Lave todo o exterior do veículo.
4. Descarte toda a água usada que possua alto teor de
ingredientes perigosos ativos ou não ativos de acordo
com os regulamentos ou Instruções publicados.
OUO6092,000081B -54-23JUN05-1/1
Uso Não-Permitido
Preste atenção às seguintes aplicações para as quais a
máquina NÃO É ADEQUADA:
Pulverização ou atomização de substâncias que não
sejam produtos químicos de proteção à cultura e/ou
fertilizantes líquidos.
O uso do tanque como meio de armazenagem para
substâncias cujas finalidades não sejam a proteção à
cultura ou fertilização.
CUIDADO: trabalhar em uma máquina que não
foi limpa representa perigo desnecessário
e, portanto, é proibido.
WZ00232,0000066 -54-28AUG07-1/1
Saída de Emergência
Remova o pino (A). A janela pode agora ser empurrada
para fora das presilhas de fixação e deixada cair
livremente.
N84876 —UN—04JUN09
(Consulte seu concessionário John Deere para reposição
da janela.)
A—Pino
OUO6092,0000101 -54-08JUL09-1/1
Regulamentos para Máquinas em Uso
Essa máquina está sujeita à requisitos nacionais de
inspeções regulares por órgãos designados, conforme
Diretiva 2009/128/EC do Parlamento Europeu do
Conselho de 21 de Outubro de 2009.
OUO6092,0000566 -54-05APR11-1/1
05-18
040814
PN=28
Segurança
CUIDADO: NÃO use os pontos (A) e (B) para
levantar, suspender, rebocar ou empurrar
o pulverizador. Esses pontos são somente
para amarrar a máquina para tranportá-la
em um Cavalo Mecânico.
Consulte o procedimento de Preparação da Máquina para
Transporte em Cavalo Mecânico na seção do Chassi.
B—Ponto de ligação traseiro (2
existentes)
CQ296046 —UN—09APR13
A—Ponto de ligação dianteiro
(2 existentes)
CQ296045 —UN—10APR13
Transporte a Máquina com Segurança
AS60558,0002B05 -54-09APR13-1/1
05-19
040814
PN=29
Avisos de Segurança
Substituir avisos de segurança
Pode haver informações de segurança adicionais não
reproduzidas neste manual do operador, contidas em
peças e componentes oriundos de outros fornecedores.
TS201 —UN—15APR13
Substitua avisos de segurança danificados ou perdidos.
Use este manual do operador para a colocação correta
de avisos de segurança.
DX,SIGNS -54-18AUG09-1/1
10-1
040814
PN=30
Avisos de Segurança
N85435 —UN—20JUL09
Adesivos do Cinto de Segurança e do Contato com a Rede Elétrica
Adesivo A—Perigo! Para evitar acidentes pessoais ou
morte, não encoste na rede elétrica quando mover ou
operar esta máquina. Faça uma avaliação completa do
campo antes de iniciar qualquer operação de pulverização
para decidir pelo melhor método de trabalho e as
operações de dobramento e desdobramento da barra.
Adesivo B —
Sempre use o pisca-alerta em rodovias públicas
a não ser que seja proibido por lei.
Desligue o motor, coloque a alavanca hidro
na posição Park (ressalto da alavanca em
neutro) antes de desmontar.
Espere até cessar todo o movimento antes
de efetuar serviço na máquina.
CUIDADO: Evite Esmagamento — Não pule
se a máquina inclinar.
Retire a chave quando deixar a máquina sozinha.
Use o Cinto de Segurança — Puxe
completamente o cinto dos retratores e
ajuste para melhor proteção.
IMPORTANTE: Ao dar a partida, deixe o motor
funcionando em aproximadamente 1200
rpm (sem carga) por um ou dois minutos.
Se a temperatura estiver abaixo de zero,
deixe o motor funcionando de dois a quatro
minutos (sem carga).
Leia o Manual do Operador antes de
operar este pulverizador.
Mantenha todas as proteções no lugar.
Dê a partida imediatamente se o motor
tiver morrido durante a operação, para
lubrificar o turbocompressor.
Antes de dar a partida ou operar a máquina,
assegure-se de que não haja pessoas
próximas à máquina.
Mantenha todos afastados do pulverizador
e do equipamento.
Mantenha as mãos, os pés e a roupa afastados
das peças em movimento.
Reduza a velocidade ao mudar a direção
ou operar em locais perigosos, acidentados
e em fortes declives.
Antes de desligar um motor aquecido,
deixe-o funcionando em marcha lenta por
alguns minutos a 1000 rpm para resfriar a
turbina do turbocompressor.
Depois de períodos prolongados sem
operação, consulte o Manual do Operador
para as instruções de partida.
OUO6092,0000534 -54-15MAR11-1/1
10-2
040814
PN=31
Avisos de Segurança
N96574 —UN—01FEB12
Adesivo para Transporte em Rodovia
Adesivo para Transporte em Rodovia
CUIDADO: Evite acidentes pessoais graves
ou morte resultantes da perda de controle
ou colisão por excesso de peso na máquina
durante o transporte.
IMPORTANTE: O transporte em estradas com líquido
no tanque de solução PODE SER PROIBIDO. Leia
todos os documentos de certificação e obedeça
as restrições indicadas para sua máquina.
IMPORTANTE: Não ultrapasse a carga máxima
nos pneus durante o transporte. Utilize
a tabela a seguir:
Tamanho do Pneu
Atenda sempre às regulamentações nacional e local de
transporte rodoviário.
Carga Máxima do Eixo
320/80R42
5150 kg (11354 lb)
380/80R38
5300 kg (11684 lb)
420/85R34
5800 L (12786 lb)
Nunca exceda os limites de velocidade máximos
nacionais ou locais. Consulte Adesivo de Limite de
Velocidade, na seção Especificações.
Carga Máxima de Transporte
OUO6435,0000651 -54-16JAN12-1/1
10-3
040814
PN=32
Avisos de Segurança
N96573 —UN—01FEB12
Adesivo de Exposição Química
Adesivo da Janela Traseira
• Mantenha os produtos químicos fora da cabine.
• Limpe ou tire os sapatos ou roupas contaminadas
CUIDADO: A exposição a produtos químicos,
inclusive pesticidas, pode causar acidentes
pessoais ou morte.
antes de entrar na cabine.
NÃO CONFIE NESTA CABINE, NO INDICADOR
DE PRESSÃO NEM NOS FILTROS DE AR
PARA PROTEÇÃO CONTRA A EXPOSIÇÃO
A PRODUTOS QUÍMICOS.
Para reduzir o risco de exposição a produtos químicos:
• Use Equipamento de Proteção Individual (EPI) de
acordo com o rótulo do fabricante de produtos químicos.
• Mantenha limpo o interior da cabine.
• Leia e siga todas as instruções existentes:
- No rótulo do fabricante de cada produto químico
aplicado
- US EPA Worker Protection Standard para Pesticidas
Agrícolas
- Instruções regionais ou estaduais para a segurança e
a saúde do trabalhador;
- No Manual do Operador desta máquina
• Permita que somente aplicadores treinados e
certificados apliquem produtos químicos.
OUO6435,0000652 -54-16JAN12-1/1
10-4
040814
PN=33
Avisos de Segurança
N81665 —UN—25SEP08
Adesivos de Não Andar Sobre a Máquina e de Blindagens
Adesivo A—Aviso!.Evite acidentes pessoais graves
causados por tombos. Não ande sobre a máquina.
Se o procedimento de serviço necessitar do
motor em funcionamento:
Adesivo B —
• Somente empregue as peças acionadas por
CUIDADO: Mantenha todas as blindagens no
lugar durante as operações normais.
•
Mantenha as mãos, pés e vestimentas longe de
peças acionadas por energia elétrica.
Desative as peças de acionamento elétrico
e desligue o motor antes de desobstruir ou
efetuar manutenção na máquina.
energia necessárias para o procedimento
de serviço
Assegure-se de que não haja outras pessoas
próximas do posto do operador e da máquina.
Não saia da máquina enquanto ela estiver
funcionando.
OUO6092,000068F -54-07NOV11-1/1
10-5
040814
PN=34
Avisos de Segurança
N85437 —UN—20JUL09
Adesivo de Calor de Escape e de Superfície Quente
Adesivo A—Aviso!.Superfície Quente.
Adesivo B—Aviso!.Os componentes do sistema de
escape podem atingir 700° F. Para evitar queimaduras
graves, não entre em contato com o coletor de escape,
os componentes do turbocompressor, o silenciador ou
os tubos de escapamento.
OUO6092,0000690 -54-07NOV11-1/1
N85438 —UN—20JUL09
Adesivo de Ligação Direta
Perigo! Dê a partida somente a partir do assento do
operador e com a alavanca na posição de estacionamento
ou em neutro. Dar a partida com a marcha engatada
pode matar.
OUO6092,00000EA -54-15JUL09-1/1
10-6
040814
PN=35
Avisos de Segurança
N85439 —UN—20JUL09
Adesivo de Instruções de Elevação
CUIDADO: Evite acidentes pessoais causados
pela queda da máquina durante a elevação;
2. Veja as instruções no Manual do Operador.
3. Antes de levantar a roda dianteira, gire-a
totalmente para fora.
1. Somente levante as rodas com um macaco
usando o suporte de elevação fornecido.
OUO6092,00000EB -54-16JUL09-1/1
10-7
040814
PN=36
Avisos de Segurança
N97491 —UN—15AUG12
Adesivo do Tanque de Enxágue com Água
Limpa
Aviso!.Água somente para fins de lavagem/enxágue.
Não beba a água deste recipiente. O recipiente pode
estar contaminado por produtos químicos do pulverizador.
Encha somente com água de enxágue limpa.
OUO6092,00007CA -54-15AUG12-1/1
10-8
040814
PN=37
Avisos de Segurança
N85441 —UN—20JUL09
Adesivos de Nível Automático de Ar e Agentes Químicos
podem causar acidentes pessoais e danos a
animais, plantas, solo ou outras propriedades.
Adesivo A
CUIDADO: Evite acidentes pessoais provenientes
do impacto com a estrutura do pulverizador. O
chassi se move durante a inflação e esvaziamento
do sistema de suspensão do compartimento de ar.
Fique longe da máquina quando operar o sistema.
Adesivo B
Para evitar acidentes pessoais:
• Selecione o produto químico correto
para a tarefa.
• Manuseie e aplique com cuidado.
Siga
as instruções fornecidas pelo fabricante
do produto químico.
CUIDADO: Os produtos químicos agrícolas podem
ser perigosos. A seleção ou o uso incorretos
OUO6092,00000E7 -54-16JUL09-1/1
10-9
040814
PN=38
Avisos de Segurança
N85442 —UN—10MAY12
Adesivo do Secador a Ar
CUIDADO: O sistema pneumático a alta pressão
pode descarregar detritos ou componentes. Use
óculos de proteção. Antes de realizar serviço,
alivie toda a pressão do ar do sistema.
OUO6092,0000691 -54-07NOV11-1/1
10-10
040814
PN=39
Avisos de Segurança
N81769 —UN—25SEP08
Adesivo do Eixo de Acionamento
Perigo! O contato com o eixo de acionamento em
movimento pode causar a morte. Mantenha distância!
Não opere o motor sem:
• Os eixos de transmissão conectados com segurança
a ambas as extremidades
• As proteções do eixo de transmissão girando livremente
no transmissão.
• Todas as proteções da transmissão, do trator e do
equipamento nos devidos lugares
OUO6092,0000692 -54-07NOV11-1/1
10-11
040814
PN=40
Avisos de Segurança
N87476 —UN—23DEC09
Adesivo do Acumulador
seco. A pressão de pré-carga fornecida de fábrica
é de 950 psi para lança de 80 ou 90 ft.
Adesivo A
CUIDADO: Para evitar o risco de acidentes
pessoais, assim como possíveis danos ao
acumulador ou ao sistema hidráulico, mantenha
a pressão recomendada para o nitrogênio.
Consulte o seu concessionário John Deere sobre
manutenção. Carregue somente com nitrogênio
Adesivo B
CUIDADO: Evite acidentes pessoais por
esmagamento. As lanças se movimentam
rapidamente. Mantenha distância das lanças
quando o motor estiver funcionando.
OUO6092,0000693 -54-07NOV11-1/1
N95112 —UN—13JAN12
Adesivo do Tanque
Perigo—O conteúdo do tanque é venenoso. Não entre
no tanque.
OUO6092,0000695 -54-10NOV11-1/1
10-12
040814
PN=41
Recursos de segurança
Recursos de Segurança
N
M
O
L
B
C
D
A
E
A
I
F
J
K
N82359 —UN—29APR09
G
H
A—LUZES DE PERIGO DIANE—SUPERFÍCIES ANTIDERRATEIRA E TRASEIRA—Alertam
PANTES—Impedem o escoro tráfego contrário e de
regamento ao se caminhar
mesmo sentido sobre sua
sobre a plataforma.
presença nas estradas.
F— TANQUE DE ÁGUA
B—MANGUEIRAS NA
LIMPA—Fornece um
PARTE SUPERIOR DO
suprimento de água limpa
TANQUE—Ajudam a evitar a
para a limpeza no campo
drenagem do tanque se uma
e situações de emergência
mangueira se romper.
ao trabalhar com produtos
C—EMBLEMA SMV—Alerta o
químicos.
tráfego atrás de seu veículo G—ABASTECIMENTO NO NÍVEL
sobre sua presença nas
DO SOLO—Permite ao
estradas.
operador adicionar produtos
D—REFLETORES NA
químicos no nível do solo, o
LANÇA—Alertam o tráfego
que impede o derramamento
atrás de seu veículo sobre
ou os respingos.
sua presença nas estradas.
Além dos recursos de segurança descritos aqui, outros
componentes e sistemas, sinais de segurança na
máquina, mensagens de segurança no Manual do
Operador e em outros locais, bem como a cautela e a
H—DEGRAUS RECORTADOS E M—CABINE ESTILO
PLATAFORMAS —Impedem
TRATOR COM CINTO DE
o escorregamento na
SEGURANÇA—Para o
plataforma ou nas escadas e
conforto do operador.
também diminuem o acúmulo N—ESPELHOS RETROVISORES
de sujeira e de lama.
GRANDES E LIMPADORES
I— CORRIMÕES—Dão apoio ao
DE PARABRISA—Para uma
subir na máquina ou andar
ampla visão dos arredores.
nas plataformas.
O—FREIO AUTOMÁTICO DE
J— PROTEÇÃO DO SOLENÓIDE
ESTACIONAMENTO—Muda
DO MOTOR DE PARTIDA
automaticamente para
—Para prevenção da
estacionamento quando a
derivação de partida do
máquina para.
motor.
K—PROTEÇÃO DO
VENTILADOR—Proteção
do Ventilador do Motor.
L— SAÍDA DE EMERGÊNCIA—Saída do lado direito da
cabine, se necessário.
preocupação de um operador capacitado, contribuem
para a segurança dos operadores e de outras pessoas
que estejam próximas à máquina.
OUO6092,0000130 -54-29APR09-1/1
15-1
040814
PN=42
Estação do operador
N83816 —UN—23MAR09
H—Interruptor das Sinaleiras
Direcionais
I— Buzina
J— Liberação da Inclinação do
Volante
K—Chave de Partida
L— Pedal de Freio
M—Interruptor do Modo de
Dobramento da Barra
N—Liberação do Movimento
Telescópio do Volante
N81792 —UN—04MAY09
A—Luz de Advertência de
Parada
B—Indicador de Préaquecimento do Motor
C—Luz Indicadora de Aviso
D—Interruptor do Limpador de
Para-Brisa
E—Interruptor das Luzes
F— Interruptor do Farol Alto e
Baixo
G—Interruptor da Luz do
Pisca-Alerta
N81790 —UN—03NOV08
Console Dianteiro
OUO6092,0000102 -54-15APR09-1/1
20-1
040814
PN=43
Estação do operador
Chave de Partida
CUIDADO: Toque a buzina antes de dar partida no
motor para afastar as pessoas da máquina.
N81793 —UN—23MAR09
Para evitar a possibilidade de acidentes pessoais
ou morte, dê partida no motor SOMENTE a partir
do assento do operador. Não dê partida no motor
provocando um curto-circuito nos terminais
do motor de partida. Se o circuito normal for
derivado, a máquina dará partida engrenada.
A chave de ignição (A) está localizada no lado direito da
coluna de direção e tem quatro posições:
• A posição de acessórios (parte superior da chave
•
•
•
girada no sentido anti-horário a partir da posição
desligada) permite que acessórios como o rádio e o
limpador de para-brisa operem.
A posição desligada (B) desliga o motor e todas as
funções de acessórios.
A posição Acessórios/Funcionamento (parte superior
da chave girada no sentido horário a partir da posição
desligada até o primeiro limitador) permite que todos
os acessórios operem e que o motor funcione após a
partida.
Posição de partida (parte superior da chave girada
no sentido horário a partir da posição desligada,
A—Posição Acessórios
B—Posição Desligada
passando da posição do limitador e mantida lá) é
uma posição temporária que dá o arranque no motor.
Quando o motor arranca e o interruptor é liberado, ele
retorna à posição acessórios/funcionamento. (Consulte
Partida no Motor, nesta seção, para obter informações
importantes sobre como dar partida na máquina).
OUO6092,0000103 -54-27OCT08-1/1
Ajuste do Volante
Telescópico
Gire o botão (A) no sentido anti-horário para liberar a
trava. Estenda ou retraia o volante para obter a posição
desejada. Gire o botão no sentido horário para travar.
Inclinação
Puxe a alavanca (B) para cima e mova a coluna da direção
para a posição desejada. Libere a alavanca para travar.
B—Alavanca
N83817 —UN—31MAR09
A—Botão
OUO6092,00001A9 -54-25MAR09-1/1
20-2
040814
PN=44
Estação do operador
Gire a alavanca (A) para a direita para uma curva à
direita ou para a esquerda para uma curva à esquerda. O
indicador de sinaleira direcional correspondente (B ou C)
aparecerá na Página Principal do Pulverizador. Retorne a
alavanca à posição central depois de fazer a curva.
C—Indicador de Curva à Direita
N97633 —54—28JUN12
A—Alavanca da Lanterna
Direcional
B—Indicador de Curva à
Esquerda (Selecionado)
N82178 —UN—03NOV08
Operação das Sinaleiras Direcionais
OUO6435,00006CF -54-23MAR12-1/1
Opere o Interruptor do Pisca Alerta
As sinaleiras direcionais operam como luzes do
pisca-alerta, independentemente da posição da chave de
partida. Os indicadores de sinaleira direcional (B e C)
piscarão juntos na Página Principal do Pulverizador.
NOTA: Sempre desligue o pisca-alerta durante
a pulverização.
C—Indicador de Curva à Direita
N97634 —54—28JUN12
A—Interruptor da luz de alerta
B—Indicador de Curva à
Esquerda
N82180 —UN—03NOV08
Pressione a parte superior do interruptor (A) para ativar
as luzes do pisca-alerta.
OUO6435,00006D0 -54-23MAR12-1/1
20-3
040814
PN=45
Estação do operador
Operação do Limpador de Para-brisa
Gire o botão (A) para operar o limpador na velocidade
desejada:
N82344 —UN—13NOV08
• Desligado
• Lento
• Rápido
A—Botão
OUO6092,0000110 -54-08JUL09-1/1
Limpeza das janelas da cabine e manutenção
do limpador de para-brisa
• Utilize o degrau no lado direito da máquina para
limpar as janelas dianteiras, esquerdas e traseiras da
cabine. Se necessário, utilize ferramentas de limpeza
apropriadas para alcançar os vidros dianteiros e
traseiros a partir do degrau.
IMPORTANTE: Não movimente manualmente o
braço do limpador de para-brisa, pois isso
pode causar danos ao mecanismo do mesmo.
• Utilize o degrau para substituição e manutenção do
limpador do para-brisa.
CUIDADO: Evite acidentes pessoais graves
causados por tombos. Não pise no
tanque de combustível.
• Use uma escada comercial para acessar a janela do
lado direito para limpeza. Se necessário, use uma
ferramenta adequada com extensão.
CS12167,00002E9 -54-17JAN13-1/1
Operação da Buzina
Pressione o interruptor A) para tocar a buzina.
N82179 —UN—23MAR09
A—Interruptor da buzina
OUO6092,0000105 -54-25MAR09-1/1
20-4
040814
PN=46
Estação do operador
Operação do Interruptor da Luz e do Interruptor do Farol Alto/Baixo
N83818 —UN—31MAR09
CUIDADO: A colisão acidental com outro veículo
pode causar acidentes pessoais graves ou morte
do operador ou de outras pessoas. Sempre
obedeça às normas de trânsito quando guiar
a máquina em uma estrada. Use farol baixo
ao se aproximar de outros veículos.
Para evitar confusão do motorista, não opere
as luzes de campo quando estiver em rodovias
públicas. Use somente as luzes de estrada.
O interruptor das luzes (F) tem cinco posições —
Desligado (B), Estrada (C), Campo 1 (D), Campo 2 (E) e
Iluminação de saída (G) e opera independentemente da
posição da chave.
Posição Desligada
N97632 —54—28JUN12
Desliga toda a iluminação externa, exceto as luzes do
pisca-alerta se o interruptor do pisca-alerta estiver ligado.
Luzes de Saída
A iluminação da saída é ativada girando o interruptor das
luzes no sentido anti-horário
Cada vez que a posição de iluminação de saída (G) for
ativada no interruptor das luzes, as lâmpadas do teto
da cabine e a lâmpada da estação de abastecimento
acendem por 30 segundos. O operador pode acionar o
interruptor da iluminação de saída até três vezes. Cada
acionamento aumenta 30 segundos no tempo em que
as luzes ficarão acesas, até o tempo máximo de 90
segundos.
A—Interruptor farol alto/baixo
B—Posição DESLIGADO (OFF)
C—Posição Estrada
D—Posição Campo 1
E—Posição Campo 2
F— Interruptor das Luzes
G—Luzes de Saída
H—Indicador de Farol Alto
Farol Alto/Baixo
Mova a parte superior do interruptor (A) para a frente para
ativar o farol alto. Mova a parte inferior do interruptor para
a frente para ativar o farol baixo. O Indicador do Farol
Alto (H) aparecerá no mostrador
NOTA: (Consulte a Tabela de Operação das
Luzes nesta seção.)
Reduza os faróis quando houver veículos se aproximando.
Ajuste os faróis corretamente. (Consulte Alinhamento dos
Faróis, na seção Manutenção do Sistema Elétrico.)
OUO6435,00006D1 -54-23MAR12-1/1
20-5
040814
PN=47
Estação do operador
Tabela de Operação das Luzes
D
C
A
N82196 —UN—06NOV08
E
F
B
H
G
A—Luzes de Trabalho da Grade / C—Alerta Dianteiro (Amarela)
do Capô
D—Holofotes do Teto
E—Alerta Traseiro (Amarela)
B—Faróis Alto/Baixo
F— Sinaleira Traseira / Freio
(Vermelha)
G—Estação de Abastecimento
H—Holofotes da plataforma
INTERRUPTOR DA LUZ
DE ESTRADA
INTERRUPTOR
FAROL
ALTO/
BAIXO
FAROL
BAIXO
FAROL
ALTO
ESTAÇÃO
DE ABASTECIMENTO
HOLOFOTES DO
TETO
OFF (DESLIGADO)
LOW
(BAIXO)
OFF (DESLIGADO)
OFF (DESLIGADO)
OFF (DESLIGADO)
OFF (DESLIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
OFF (DESLIGADO)
OFF (DESLIGADO)
OFF (DESLIGADO)
HIGH
(ALTO)
OFF (DESLIGADO)
OFF (DESLIGADO)
OFF (DESLIGADO)
OFF (DESLIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
OFF (DESLIGADO)
OFF (DESLIGADO)
ROAD (ESTRADA)
LOW
(BAIXO)
ON
(LIGADO)
OFF (DESLIGADO)
OFF (DESLIGADO)
OFF (DESLIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
OFF (DESLIGADO)
ON (LIGADO)
ROAD (ESTRADA)
HIGH
(ALTO)
OFF (DESLIGADO)
ON
(LIGADO)
OFF (DESLIGADO)
OFF (DESLIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
OFF (DESLIGADO)
ON (LIGADO)
FIELD 1 (CAMPO 1)
LOW
(BAIXO)
ON
(LIGADO)
OFF (DESLIGADO)
OFF (DESLIGADO)
OFF (DESLIGADO)
ON
(LIGADO)
ON (LIGADO)
OFF (DESLIGADO)
FIELD 1 (CAMPO 1)
HIGH
(ALTO)
OFF (DESLIGADO)
ON
(LIGADO)
OFF (DESLIGADO)
OFF (DESLIGADO)
ON
(LIGADO)
ON (LIGADO)
OFF (DESLIGADO)
FIELD 2 (CAMPO 2)
LOW
(BAIXO)
ON
(LIGADO)
OFF (DESLIGADO)
ON
(LIGADO)
ON
(LIGADO)
ON
(LIGADO)
ON (LIGADO)
OFF (DESLIGADO)
FIELD 2 (CAMPO 2)
HIGH
(ALTO)
OFF (DESLIGADO)
ON
(LIGADO)
ON
(LIGADO)
ON
(LIGADO)
ON
(LIGADO)
ON (LIGADO)
OFF (DESLIGADO)
RETARDO
LOW
(BAIXO)
OFF (DESLIGADO)
OFF (DESLIGADO)
ON
(LIGADO)
ON
(LIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
OFF (DESLIGADO)
OFF (DESLIGADO)
RETARDO
HIGH
(ALTO)
OFF (DESLIGADO)
OFF (DESLIGADO)
ON
(LIGADO)
ON
(LIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
OFF (DESLIGADO)
OFF (DESLIGADO)
LUZES DE
HOLOFOTES
TRABADA PLATALHO DO
FORMA
CAPÔ
SINALEIRAS
TRASEIRAS
INTERRUPTOR DA
LUZ DE ESTRADA
COMUTADOR
DE RISCO
SINALEIRA
DIRECIONAL
ESQUERDA
SINALEIRA
DIRECIONAL
DIREITA
TAXA INTERTAXA INTERMITÊNCIA
MITÊNCIA
ALERTA TRAS. ALERTA TRAS.
ALERTA TRAS. ALERTA TRAS.
/ DIANT.
/ DIANT.
/ DIANT. ES/ DIANT. DIESQUERDO
DIREITO
QUERDO (PIS- REITO (PISCACADAS/MIN)
DAS/MIN)
OFF (DESLIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
Continua na próxima página
20-6
OFF
(DESLIGADO)
CS12167,0000147 -54-07MAY12-1/2
040814
PN=48
Estação do operador
OFF
(DESLIGADO)
88
ON (LIGADO)
65
OFF
(DESLIGADO)
88
OFF (DESLIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
ON (LIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
ON (LIGADO)
OFF (DESLIGADO)
ON (LIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
ON (LIGADO)
OFF (DESLIGADO)
ON (LIGADO)
ON (LIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
ON (LIGADO)
OFF (DESLIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
ON (LIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
ON (LIGADO)
88
OFF (DESLIGADO)
ON (LIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
ON (LIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
ON (LIGADO)
88
ROAD (ESTRADA)
OFF
(DESLIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
ROAD (ESTRADA)
OFF
(DESLIGADO)
ON (LIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
ON (LIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
88
ROAD (ESTRADA)
ON (LIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
ON (LIGADO)
ON (LIGADO)
65
ROAD (ESTRADA)
ON (LIGADO)
ON (LIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
ON (LIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
88
ROAD (ESTRADA)
OFF
(DESLIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
ON (LIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
ON (LIGADO)
88
ROAD (ESTRADA)
ON (LIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
ON (LIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
ON (LIGADO)
88
FIELD 1 (CAMPO 1)
OFF
(DESLIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
FIELD 1 (CAMPO 1)
OFF
(DESLIGADO)
ON (LIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
ON (LIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
88
FIELD 1 (CAMPO 1)
ON (LIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
ON (LIGADO)
ON (LIGADO)
65
FIELD 1 (CAMPO 1)
ON (LIGADO)
ON (LIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
ON (LIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
88
FIELD 1 (CAMPO 1)
OFF
(DESLIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
ON (LIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
ON (LIGADO)
88
FIELD 1 (CAMPO 1)
ON (LIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
ON (LIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
ON (LIGADO)
88
FIELD 2 (CAMPO 2)
OFF
(DESLIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
FIELD 2 (CAMPO 2)
OFF
(DESLIGADO)
ON (LIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
ON (LIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
88
FIELD 2 (CAMPO 2)
ON (LIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
ON (LIGADO)
ON (LIGADO)
65
FIELD 2 (CAMPO 2)
ON (LIGADO)
ON (LIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
ON (LIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
88
FIELD 2 (CAMPO 2)
OFF
(DESLIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
ON (LIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
ON (LIGADO)
88
FIELD 2 (CAMPO 2)
ON (LIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
ON (LIGADO)
OFF
(DESLIGADO)
ON (LIGADO)
88
As luzes de freio são independentes dos interruptores
de luzes ou direcionais. Com a chave na posição
“Funcionamento”, as luzes de freio se iluminam quando
o freio de serviço é pressionado ou quando a máquina
desacelera a uma taxa de 3,22 km/h (2 mph) por segundo
65
65
65
65
ou mais. As luzes de freio também acenderão durante 2
minutos se a velocidade de operação for menor que 1,61
km/h (1 mph) quando a operação prévia tiver sido a uma
velocidade acima de 1,61 km/h (1 mph).
CS12167,0000147 -54-07MAY12-2/2
20-7
040814
PN=49
Estação do operador
Interruptores do Console Lateral
NOTA: As seções da lança numeradas como 1 são as
mais próximas do centro no lado especificado e as
numeradas como 2 são as mais afastadas.
E—Interruptor de Controle de
Pulverização L1
F— Interruptor de Controle de
Pulverização L2
G—Acendedor de Cigarro
H—Tomada Elétrica para
Acessórios
N98326 —UN—04MAY12
A—Interruptor Seletor de Vazão
B—Interruptor de Controle de
Pulverização R2
C—Interruptor de Controle de
Pulverização R1
D—Interruptor de Controle da
Pulverização Central
CS12167,0000134 -54-01MAY12-1/1
N97585 —54—28JUN12
N98327 —UN—04MAY12
Operação dos Interruptores das Seções da Lança
Levante os interruptores de seção de lança (A) para
acionar as seções da lança correspondente. As caixas de
cor branca com caracteres em preto indicam as seções
desativadas. A seção ativada (C) aparece como uma
caixa preta com caracteres brancos. As seções ativadas
(D) que tiverem sido ativadas (estiverem pulverizando no
momento) com o Interruptor Mestre LIGA/DESLIGA (E)
do Sistema de Pulverização apresentam um cone abaixo
da seção.
A—Interruptores de Seção da
Lança
B—Seções Desligadas
C—Seção Ativada
D—Seções de Pulverização
E—Interruptor Mestre
LIGA/DESLIGA
N74865 —UN—19JAN07
NOTA: as seções da lança numeradas como 1 são as
mais próximas ao centro no lado designado, e as
numeradas como 2 são as externas mais afastadas.
OUO6435,00006D2 -54-01MAY12-1/1
20-8
040814
PN=50
Estação do operador
Interruptor Seletor de Vazão
NOTA: A posição “AUX” é utilizada para a pulverização
baseada em mapa (se equipado).
A—Interruptor Seletor de Vazão
N98328 —UN—04MAY12
O interruptor seletor de vazão é usado para selecionar
entre 3 vazões alvo programadas pelo operador ou
pressão programada manualmente (independente da
velocidade) no sistema SprayStar™.
SprayStar é uma marca registrada da Deere & Company
CS12167,0000135 -54-01MAY12-1/1
Tomada Elétrica para Acessórios
O pino (B) fornece alimentação não permanente, o pino
(C) fornece alimentação da bateria (energizado) e o
pino (D) é o terra. Use as instruções de instalação do
equipamento auxiliar ou consulte seu concessionário
John Deere.
NOTA: A tomada é protegida por um fusível de 30 A.
C—Pino do Circuito da Bateria
D—Pino do Terra
N42173QD —UN—30DEC96
A—Tomada para acessórios
B—Pino do Circuito da
Alimentação Não
Permanente
N98329 —UN—04MAY12
A tomada de acessórios de 12 V (A) é utilizada para
conectar um equipamento auxiliar.
CS12167,0000136 -54-01MAY12-1/1
20-9
040814
PN=51
Estação do operador
Controles CommandARM™
E—Interruptor do Bico de
Linha em Cerca à Direita
(Se Equipado)
F— Interruptor da Escada
G—Interruptor do Bico de
Linha em Cerca à Esquerda
(Se Equipado)
H—Interruptores de Ajuste da
Bitola
N83551 —UN—11MAR09
A—Alavanca de Controle
Multifuncional
B—Interruptor da Bomba de
Solução
C—Interruptor de Agitação
D—Acelerador
CommandARM é uma marca comercial da Deere & Company
OUO6092,0000273 -54-13OCT09-1/1
20-10
040814
PN=52
Estação do operador
Alavanca de Controle Multifuncional
G—Botão IBS direito
H—Não Usado
I— Interruptor de faixas de
velocidade
J— Interruptor LIGA/DESLIGA
geral do sistema de
pulverização
K—Interruptor de Retomada
BoomTrac™Pro — Se
equipado
L— Interruptor de Retomada
GreenStar™ AutoTrac™ —
Se equipado
N74364 —UN—08DEC06
A—Alavanca de Controle
Multifuncional
B—Interruptor de Elevação/Abaixamento (Dobramento/Desdobramento)
da Barra Direita
C—Interruptor de Elevação/Abaixamento (Dobramento/Desdobramento)
da Barra Esquerda
D—Interruptor de
elevação/descida da barra
central
E— Botão IBS (sistema de
controle indexado das
seções da barra) esquerdo
F— Botão de retomada IBS
N63039 —UN—02JUL03
NOTA: Pressionar e segurar o interruptor do modo de
dobramento da barra localizado no piso alterará a
função dos interruptores de elevação/abaixamento
da barra para a função mostrada em ( ).
BoomTrac é uma marca comercial da Deere & Company
GreenStar é uma marca registrada da Deere & Company.
AutoTrac é uma marca registrada da Deere & Company.
OUO6092,0000666 -54-30SEP11-1/1
20-11
040814
PN=53
Estação do operador
Interruptor de Faixas de Velocidade
Pressione a parte superior do interruptor (A) para
selecionar a faixa de velocidade mais alta.
O grupo de velocidade (B) aparece na Página Principal
do Pulverizador.
N63293 —UN—15JUL03
B—Faixa de velocidade
N97635 —54—28JUN12
A—Interruptor de Faixa de
Velocidade
OUO6435,00006D3 -54-23MAR12-1/1
20-12
040814
PN=54
Estação do operador
Interruptor LIGA/DESLIGA Geral do Sistema
de Pulverização
Pressione o interruptor (A) para acionar as seções da
lança e pressione novamente para desligar.
O LED no centro do interruptor acenderá quando o
interruptor estiver ligado.
B—Seções
N97636 —54—28JUN12
A—Interruptor
N63294 —UN—15JUL03
As seções (B) que estiverem pulverizando ativamente
quando o Interruptor Principal LIGA/DESLIGA for
pressionado aparecerão no monitor com fundo escuro, em
letras mais claras e um cone aparecerá abaixo da seção.
OUO6435,00006D4 -54-23MAR12-1/1
20-13
040814
PN=55
Estação do operador
Interruptores de Elevação/Abaixamento da
Barra
Pressione a parte superior do interruptor (A) para levantar
a seção central da barra e a parte inferior do interruptor
para abaixar a seção central da barra.
Pressione a parte superior do interruptor (B) para elevar
as seções da barra esquerda e a parte inferior do
interruptor para abaixar as seções da barra esquerda.
N63295 —UN—15JUL03
NOTA: As funções dos botões exibidas são as funções
que consideram que a barra esteja totalmente
desdobrada. Pressionar e segurar o interruptor
de modo de dobramento da barra (D) alterará a
função dos interruptores de elevação/abaixamento
da barra para a função mostrada em ( ). Consulte
os Procedimentos de dobramento/desdobramento
da barra na Seção Barra.
A—Interruptor de
Elevação/Abaixamento
da Barra Central
B—Interruptor de Elevação/Abaixamento (Dobramento/Desdobramento)
da Barra Esquerda
C—Interruptor de Elevação/Abaixamento (Dobramento/Desdobramento)
da Barra Direita
D—Interruptor do Modo de
Dobramento da Barra
N83819 —UN—31MAR09
Pressione a parte superior do interruptor (C) para levantar
as seções da barra direita e a parte inferior do interruptor
para abaixar as seções da barra direita.
OUO6092,0000274 -54-13OCT09-1/1
Botões do Índice da Seção da Barra IBS
Use o Botão Esquerdo do IBS (A) para desligar
sequencialmente seções individuais da barra, começando
na extremidade direita da barra e indo para a esquerda.
Use o Botão de Reinicialização do IBS (B) para reiniciar
todas as seções desligadas que estão ativadas.
Use o Botão Direito do IBS (C) para desligar
sequencialmente seções individuais da barra, começando
na extremidade esquerda da barra e indo para a direita.
A—Botão Esquerdo do IBS
B—Botão de Reinicialização
do IBS
N63297 —UN—15JUL03
Consulte Operação do IBS na seção Operação da
Máquina para obter os procedimentos detalhados.
C—Botão Direito do IBS
OUO6092,0000275 -54-13OCT09-1/1
20-14
040814
PN=56
Estação do operador
Interruptor da Bomba de Solução
Pressione o interruptor da bomba de solução (A) para
a frente para acionar a bomba para as operações de
pulverização. Puxe para trás para desengatar.
N82185 —UN—03NOV08
A—Interruptor da Bomba de
Solução
OUO6092,0000118 -54-29OCT08-1/1
Interruptor de Agitação
A bomba de solução deve ser acionada primeiro para
que ocorra a agitação.
A—Interruptor de Agitação
N82186 —UN—03NOV08
Empurre o interruptor de agitação (A) para a frente para
iniciar a agitação. Puxe para trás para desengatar.
OUO6092,0000119 -54-29APR09-1/1
Pressione os interruptores dos bicos de linha em cerca
direito ou esquerdo (A) para a frente para acionar o bico
de linha em cerca direito ou esquerdo. Puxe para trás
para desativar.
Quando um bico de linha em cerca está ligado, um cone
(B) ou (C) aparecerá na extremidade das seções da lança
na Página Principal do Pulverizador.
NOTA: O bico de linha em cerca não funcionará
se a seção externa (L2 ou R2) no lado
correspondente não estiver ativada.
C—Côncavo
N97637 —54—28JUN12
A—Interruptores dos Bicos de
Linha em Cerca
B—Côncavo
N82187 —UN—03NOV08
Interruptores Direito e Esquerdo dos Bicos
de Linha em Cerca—Se Equipado
OUO6435,00006D5 -54-23MAR12-1/1
20-15
040814
PN=57
Estação do operador
Interruptor da Escada
A escada descerá automaticamente 3 segundos após o
operador ter saído do assento.
A escada também pode ser erguida empurrando-se
o interruptor (A) em direção à traseira da máquina ou
abaixada se o interruptor for empurrado em direção à
dianteira da máquina.
N82365 —UN—25NOV08
A escada subirá automaticamente quando a máquina se
movimentar para frente a uma velocidade acima de 1
mph e descerá automaticamente quando a máquina for
desligada.
A—Interruptor da Escada
OUO6092,000011B -54-24NOV08-1/1
NOTA: Todas as máquinas vêm equipadas com
interruptores de ajuste da bitola de seleção
lateral (A), dianteira (B) e traseira (C), mesmo
as equipadas com bitola ajustada manualmente.
Os interruptores estão inativos quando equipados
com a bitola manual. Ver Configuração hidráulica
da bitola — Com opção de ajuste hidráulico
de bitola na seção Chassi.
A—Interruptor de Seleção do
Lado de Ajuste da Bitola
B—Interruptor de Ajuste da
Bitola Dianteira
C—Interruptor de Ajuste da
Bitola Traseira
N80056 —UN—26FEB08
Interruptores de Ajuste da Bitola
OUO6092,0000513 -54-08MAR11-1/1
Acelerador
Empurre o acelerador (A) para a frente para aumentar a
velocidade do motor.
N82189 —UN—03NOV08
Puxe para trás para diminuir.
A—Acelerador
OUO6092,0000276 -54-13OCT09-1/1
20-16
040814
PN=58
Estação do operador
O pulverizador pode ser equipado com uma prateleira de
armazenagem para um escritório de campo portátil. A
pasta "Escritório de Campo" pode ser fixada na prateleira
de armazenagem quando o trator estiver em movimento.
Pressionar a alavanca (A) para baixo até ela prender com
um estalido na prateleira.
Por razões de segurança, nunca dirija o trator com a
pasta aberta. O conteúdo da pasta não deverá exceder
um peso de 10 kg (22 lb).
N82603 —UN—15JAN09
Prateleira de armazenagem
A—Cabo
OUO6092,0000277 -54-13OCT09-1/1
Centro de Carga
Os fusíveis e relés do Centro de Carga (A) encontram-se
sob a prateleira de armazenagem.
N82200 —UN—10NOV08
A—Centro de Carga
OUO6092,0000278 -54-13OCT09-1/1
Tomada de Diagnóstico
A tomada de diagnóstico (A) é usada pelo seu
concessionário John Deere para fins de serviço e
diagnóstico.
N82201 —UN—10NOV08
A—Tomada de Diagnóstico
OUO6092,0000279 -54-13OCT09-1/1
20-17
040814
PN=59
Estação do operador
A—Interruptor do Ar
Condicionado
B—Controle de temperatura do
ar condicionado
C—Controle de Temperatura
do Aquecedor
D—Interruptor de Rotação do
Ventilador
N82190 —UN—03NOV08
Controles do Aquecedor e do Ar
Condicionado
OUO6092,000011E -54-13JUL09-1/1
Ventilador e Saídas de Ar
B—Saídas de Ar
N82192 —UN—12NOV08
A—Interruptor de Rotação do
Ventilador
N82191 —UN—03NOV08
As quatro velocidades do ventilador são controladas
pelo interruptor (A). A distribuição da corrente de ar é
determinada pelos bocais de ar (B).
OUO6092,000011F -54-08JUL09-1/1
Aquecedor
Para um melhor aquecimento, abra as duas saídas da
frente até meio e oriente-as num ângulo de 45° a 55° para
a frente/baixo. Feche as saídas de ar centrais e traseiras
A—Controle de Temperatura
do Aquecedor
N82193 —UN—03NOV08
O aquecimento é infinitamente variável por meio do
controle de temperatura do aquecedor (A). Para aumentar
o efeito de aquecimento, gire o botão para a direita. Ajuste
o ventilador e as saídas de ar para a posição desejada.
OUO6092,000027A -54-13OCT09-1/1
20-18
040814
PN=60
Estação do operador
Sistema de Ar Condicionado
N82194 —UN—03NOV08
Ligue o sistema de ar condicionado com o interruptor (A).
Regule o efeito de resfriamento no controle (B). O efeito
de resfriamento é aumentado girando mais o botão no
sentido anti-horário. Ajuste o ventilador e as saídas de ar
para a posição desejada.
IMPORTANTE: Para manter sempre um bom
desempenho, ligue o sistema de ar
condicionado durante dois ou três minutos
por mês, independentemente das condições
atmosféricas ou da estação (com o motor em
marcha lenta). O controle (B) deve ser regulado
para o efeito de resfriamento máximo.
Se a temperatura ambiente for inferior a 4 °C (39
°F), aqueça primeiro a cabine (com o sistema
de aquecimento) para que a temperatura no
seu interior seja a mais elevada possível.
A—Interruptor do Ar
Condicionado
B—Controle de temperatura do
ar condicionado
OUO6092,0000121 -54-15APR09-1/1
Luzes de Teto e do Console
A lâmpada do console (B) ilumina a área do
CommandARM™ quando as luzes de estacionamento
ou os faróis estão ligados.
Luz do Teto
B—Luz do Console
N82346 —UN—13NOV08
A—Interruptor da Luz do Teto
N82345 —UN—13NOV08
A luz de teto é controlada por um interruptor de três
posições (A).
• Posição DESLIGADA
• Posição LIGADO—A luz interna de conveniência se
acende quando a porta da cabine é aberta e se apaga
quando a porta é fechada.
• Posição LIGADO—A luz interna de conveniência se
acende até que o interruptor seja colocado novamente
em uma das duas outras posições.
Luz do Console
CommandARM é uma marca comercial da Deere & Company
OUO6092,000012D -54-08JUL09-1/1
20-19
040814
PN=61
Estação do operador
Interruptores na Coluna B
B—Interruptor de Controle de
Tração (Se equipado)
N98330 —UN—04MAY12
A—Interruptor do freio
secundário
OUO6435,00006B7 -54-01MAY12-1/1
Utilização do Freio Secundário
IMPORTANTE: O freio secundário engata o sistema de
freio de estacionamento. O engate do sistema
de freio secundário enquanto a máquina estiver
em movimento causa desgaste significativo
nos componentes do freio de estacionamento.
Depois do uso do freio secundário, será
necessário testar os freios de estacionamento
para verificar se funcionam adequadamente.
(Consulte Verificação da Operação Adequada
dos Freios de Estacionamento na seção
Operação da Máquina.)
NOTA: O interruptor do freio secundário não precisa estar
acionado ao estacionar a máquina. Os freios de
estacionamento são acionados automaticamente
quando a alavanca de controle multifuncional é
colocada na posição de "ESTACIONAMENTO" e
N98331 —UN—04MAY12
Caso os sistemas de freio primário (hidrostático) e de
serviço (pedal de freio) não funcionarem corretamente,
pressione o interruptor do freio secundário (A).
A—Interruptor do freio
secundário
o sistema SprayStar indica "0" mph durante 0,5
segundo ou o motor está desligado.
CS12167,0000137 -54-01MAY12-1/1
O sistema de controle de tração foi projetado para
proporcionar maior esforço de tração quando necessário.
Use o interruptor para engatar e desengatar o sistema.
Consulte os detalhes operacionais em Operação do
Controle de Tração (Opcional) na seção Operação da
Máquina deste manual.
A—Interruptor de Controle da
Tração
N98334 —UN—06FEB13
Controle de Tração (Opcional)
OUO6435,00006B9 -54-01MAY12-1/1
20-20
040814
PN=62
Estação do operador
Assento do Operador
IMPORTANTE: Estacione o veículo e desligue o motor
antes de fazer os ajustes no assento.
N82195 —UN—03NOV08
O assento do operador possui um sistema de suspensão
pneumática para maior conforto do operador. O assento
tem um compressor elétrico próprio para ajustar a
suspensão do assento de acordo com a altura e o peso
do operador. As regulagens do assento são as seguintes:
A alavanca de trava atenuadora (A) trava ou libera o
movimento para frente ou para trás. Puxe a alavanca
para cima para travar; empurre-a para baixo para soltar.
A alavanca de ajuste de avanço/recuo (B) permite que o
assento deslize para frente ou para trás, a fim de chegar
na melhor posição para se trabalhar.
Puxe a alavanca (C) para cima para ajustar o ângulo do
encosto. Libere a alavanca quando o encosto estiver na
posição desejada.
A—Alavanca de Trava
Atenuadora de
Avanço/Recuo
B—Alavanca de Ajuste do
Avanço/Recuo
C—Alavanca de Ajuste do
Ângulo do Encosto
D—Alavanca de Ajuste da
Altura
O ajuste de altura é feito com a alavanca (D). Para
levantar o assento, puxe a alavanca para cima. Para
abaixar o assento, puxe a alavanca para baixo.
OUO6092,0000122 -54-26MAR09-1/1
Cintos de Segurança
CUIDADO: Inspecione o cinto de segurança
de sua máquina e as ferragens de montagem,
pelo menos uma vez ao ano. Se o sistema do
cinto de segurança, inclusive as ferragens de
montagem, fivela, cinto e retrator mostrarem
quaisquer sinais de danos tais como de cortes,
esgarçamento, desgaste extremo ou incomum,
descoloração, abrasão ou defeitos na fivela ou
no retrator, todo o cinto deverá ser substituído
imediatamente. Para sua segurança, substitua
H67084 —UN—02APR01
Os cintos de segurança são equipamento-padrão do
assento do operador e deverão ser usados sempre que
a máquina for operada. Os cintos de segurança do tipo
subabdominal possuem botão para liberação rápida
e retração automática, o que permite sair e entrar no
assento sem restrições.
o sistema do cinto de segurança só com as
peças de reposição aprovadas para sua máquina.
(Consulte seu concessionário John Deere).
OUO6092,0000123 -54-02JUL09-1/1
20-21
040814
PN=63
Estação do operador
CUIDADO: Este assento de instrução deve ser
usado somente para treinar operadores ou
diagnosticar problemas da máquina. Mantenha
todos os outros passageiros fora da máquina.
Utilize sempre o cinto de segurança.
Destrave a alavanca de bloqueio (A) para rebater o
assento do banco para cima ou para baixo.
A—Alavanca
N83820 —UN—31MAR09
Assento de Treinamento
OUO6092,000068B -54-03NOV11-1/1
Ajuste os espelhos retrovisores
Utilize uma escada para acessar o retrovisor direito (A) e
ajuste-o de acordo com a visibilidade desejada girando
o botão do retrovisor.
A—Retrovisor direito
B—Retrovisor esquerdo
N84591 —UN—19MAY09
Ajuste os retrovisores direito (A) e esquerdo (B) de
acordo com a visibilidade desejada girando os botões
dos retrovisores.
OU90500,00000FD -54-02SEP13-1/1
20-22
040814
PN=64
Período de amaciamento
Verificações de Amaciamento: Primeiras 100 Horas
O motor está pronto para o funcionamento normal.
A 50 Horas
Aperte as porcas de fixação depois da primeira hora
de uso e diariamente durante a primeira semana de
operação.
Verifique se há vazamentos.
• Trocar o óleo do cubo planetário
• Inspecione visualmente as buchas da barra de
suspensão
Ao Completar 100 HORAS
Opere o motor com cargas pesadas, mas não mantenha
a carga máxima constantemente.
Evite deixar o motor em marcha lenta por mais de 5
minutos.
Observe atentamente a temperatura do líquido de
arrefecimento durante a operação.
Verifique as mangueiras e as braçadeiras do sistema de
admissão de ar.
Diariamente ou a Cada 10 Horas
IMPORTANTE: Reabasteça com Óleo para
Amaciamento John Deere para 100 horas
adicionais se o pulverizador tiver sido usado
com carga leve durante as primeiras 100 horas,
para que o motor seja amaciado corretamente.
(Consulte a Seção de Combustíveis,
Lubrificantes e Líquido de Arrefecimento.)
• Substitua o óleo e o filtro do motor.
• Inspecione visualmente as buchas da barra de
suspensão
• Verifique o torque na ferragem da barra de suspensão.
IMPORTANTE: O óleo de Amaciamento™ John Deere
ou o John Deere Plus deve ser adicionado se
o nível do óleo estiver abaixo da marca ADD
(adicionar) na vareta. NÃO encha acima do
recartilhado ou da marca FULL (cheio).
•
• Verifique o nível do óleo do motor com frequência.
• Verifique o nível do líquido de arrefecimento com
•
•
•
•
NOTA: Redefina as horas de manutenção depois de fazer
a manutenção. (Consulte Reajuste do Contador de
Intervalo de Manutenção na seção SprayStar).
•
frequência.
Verificar o nível do óleo hidráulico
Drene a água e os sedimentos do separador de água.
Verifique se os pneus apresentam algum dano e se
estão com a calibração correta.
Verifique se as molas a ar estão com a calibração
correta.
(Consulte Verifique a Ferragem da Barra de Suspensão
— Depois das Primeiras 100 Horas, na seção
Lubrificação e Manutenção.)
Verifique a folga do calço de ajuste da bitola. (Consulte
Verifique a Folga do Calço no Ajuste da Bitola do
Eixo—Depois das Primeiras 100 Horas, na seção
Lubrificação e Manutenção.)
Verifique se há peças soltas na máquina.
Break-In é uma marca comercial da Deere & Company
OUO6092,00002CC -54-02DEC09-1/1
25-1
040814
PN=65
Verificações Antes da Partida
Verificação do Compartimento do Motor
quanto a Entulhos e Detritos Acumulados
Limpe conforme necessário, especialmente em volta de
locais quentes em potencial, tais como o turbocompressor,
o coletor de escape e o silencioso.
IMPORTANTE: Nunca limpe com vapor ou despeje
água fria sobre uma bomba injetora em
funcionamento ou que esteja quente. A
bomba pode emperrar.
AG,OUO1011,782 -54-26MAR04-1/1
Verificação do Nível de Óleo do
Motor—Diariamente
N82366 —UN—27MAY09
Retire a vareta (A) e verifique o nível do óleo com o
pulverizador em solo nivelado. O nível do óleo deve estar
entre a marca "ADD" (ADICIONAR) e a parte hachurada
da vareta. Se necessário, adicione o óleo recomendado
em "óleo de motor diesel" na seção Combustíveis,
Lubrificantes e Líq. de Arrefecimento.
Não opere o motor com o nível do óleo abaixo da marca
“ADD” (ADICONAR) na vareta.
Após longo período de armazenamento
Verifique se há acúmulo de sujeira ou outros materiais
estranhos sob o capô ou cabine. Se houver, remova.
A—Vareta do Óleo
OUO6092,0000514 -54-08MAR11-1/1
IMPORTANTE: Ao drenar água dos filtros de
combustível, a válvula de dreno deve ser
completamente desenroscada e a válvula deve
descer aproximadamente 12 mm (0,5") para
drenar devidamente a água do filtro.
Drene a água e contaminantes do copo do separador de
água abrindo a válvula de dreno (A) nos filtros primário
(B) e secundário (C).
A—Válvula de dreno
B—Filtro primário
N82367 —UN—27MAY09
Drenar água e sedimento do filtro
do combustível e separador de
água—diariamente
C—Filtro secundário
OUO6092,00000C0 -54-09JUL09-1/1
30-1
040814
PN=66
Verificações Antes da Partida
Verificar nível do líq. de
arrefecimento—diariamente
1. Levante o capô.
N82443 —UN—11DEC08
2. Verifique o nível do líquido de arrefecimento no tanque
de expansão antes de dar partida no pulverizador. O
nível deve estar ligeiramente acima da marca inferior
“MIN” (B) e abaixo da marca superior "MAX" (A) com
o motor frio.
3. Se o nível do líquido de arrefecimento estiver baixo:
a. Verifique sinais de vazamento. Conserte, caso
necessário.
Lado esquerdo
b. Aperte todas as braçadeiras das mangueiras.
c. Retire a tampa do tanque (C) e adicione líquido
de arrefecimento conforme especificado na
seção Combustíveis, Lubrificantes e Líquido de
Arrefecimento.
A—Nível máximo
B—Nível mínimo
C—Tampa
d. Baixe o capô.
OUO6092,00000C1 -54-07JUL09-1/1
A capacidade do sistema hidráulico é de aproximadamente
151 L (40 gal) e a capacidade do reservatório é de 60,6 L
(16 gal).
O nível do óleo hidráulico mostrado deve estar entre a
metade e três quartos superior no indicador de referência
do nível (A). Adicione óleo através da abertura na
tampa de abastecimento (B) se necessário. (Ver seção
Combustível, Lubrificantes e Líquido de Arrefecimento do
manual do operador da máquina para as especificações
do óleo hidráulico.)
A—Indicador de referência do
nível
B—Tampa de abastecimento
N83822 —UN—31MAR09
NOTA: Ao verificar o nível, colocar as barras de
pulverização na posição de descanso e retrair
o cilindro hidráulico, incluindo os cilindros
de ajuste de bitola.
N82444 —UN—11DEC08
Verificar nível do óleo hidráulico e
hidrostático—diariamente
OUO6092,00000BD -54-11MAY09-1/1
30-2
040814
PN=67
Verificações Antes da Partida
Abasteça o tanque de combustível
CUIDADO: Desligue o motor antes de abastecer
o tanque de combustível.
N96756 —UN—01FEB12
NOTA: A capacidade do tanque de combustível
é de 269 L (71 gal).
Remova a tampa do tanque de combustível (A). Abasteça
o tanque com óleo diesel de grau adequado. (Consulte
as especificações do óleo diesel na seção lubrificação
e manutenção).
O tanque de combustível pode ser abastecido pelo
operador na superfície da plataforma. Uma plataforma
externa ou uma escada comercial também podem ser
usadas como alternativa para abastecer o tanque de
combustível.
A—Tampa do tanque de
combustível
OU90500,00000FC -54-02SEP13-1/1
Verifique se os Pneus não Estão Danificados
e se a Pressão de Calibração dos Pneus Está
Correta—Diariamente
Pneus 4630
Pneus/Pressão do Ar
kPa
bar
psi
320/80R42
320
3,2
46
380/80R38
240
2.4
35
420/85R34
200
2.0
29
CUIDADO: A separação explosiva do pneu
e das peças do aro pode causar acidentes
pessoais graves ou morte. Não tentar montar
um pneu, a menos que tenha o equipamento
e experiência necessários para executar o
trabalho com segurança.
TS211 —UN—15APR13
Mantenha sempre a pressão correta nos pneus. Não
encha os pneus acima da pressão recomendada. Nunca
solde nem aqueça um conjunto roda e pneu. O calor
pode causar um aumento na pressão do ar, resultando
em explosão do pneu. A solda pode enfraquecer
estruturalmente ou deformar a roda.
Ao encher pneus, use um mandril com presilha e uma
mangueira longa o suficiente para permitir ficar de lado, e
NÃO em frente ou sobre o conjunto do pneu. Use uma
grade de segurança, se disponível.
Verifique as rodas quanto a baixa pressão, cortes, bolhas,
aros danificados ou parafusos e porcas ausentes.
Proteja os pneus da exposição ao sol, produtos químicos
e derivados de petróleo.
Trafegar em velocidades altas, enquanto carrega cargas
pesadas, irá aumentar o desgaste dos pneus e reduzir a
vida útil do pneu.
Tente evitar pedras e objetos pontiagudos; dirija com
cuidado.
OUO6435,00006BA -54-13MAR12-1/1
30-3
040814
PN=68
Verificações Antes da Partida
Verificar molas a ar—diariamente
(máquinas não equipadas com sistema de
auto-nivelamento de molas a ar)
NOTA: As máquinas devem ser estacionada em solo
nivelado, com o tanque de solução vazio e as
barras dobradas ao verificar as molas a ar.
N82612 —UN—26JAN09
CUIDADO: Uma mola a ar pode explodir se inflada
em demasia, causando acidentes pessoais graves
ou morte do operador ou de outras pessoas. Ao
ajustar conjuntos de suspensão, não exceda 689
kPa (6,89 bar) (100 psi). Mantenha as mãos e o
corpo afastados da articulação da suspensão.
Conjunto de molas a ar traseiro esquerdo mostrado
É normal que as molas a ar percam ar após alguns
dia de uso, especialmente em terrenos irregulares.
Inspecione a pressão das bolsas de ar dos conjuntos de
molas a ar (A) diariamente.
Encha as molas a ar de acordo com as seguintes
especificações.
A—Distância entre placas de
montagem das molas a ar
Ajustes das molas a ar
Dimensão das molas
a ar
Tanque de solução
vazio
Tanque de solução
cheio
Ajuste dianteiro
175 mm (7 in.)
165 mm (6.5 in.)
Ajuste traseiro
240 mm (9.5 in.)
185 mm (7.25 in.)
OUO6092,0000238 -54-12JAN12-1/1
30-4
040814
PN=69
Verificações Antes da Partida
Lubrifique os Conjuntos da
Suspensão—Diariamente
N98335 —UN—04MAY12
Lubrifique os conjuntos dianteiros da suspensão com a
Graxa de Poliureia Padrão da John Deere. Utilize três
bombas de graxa em cada graxeira (A).
IMPORTANTE: Não é recomendado o uso de outras
graxas no sistema de suspensão. O uso
de outras graxas pode resultar no desgaste
prematuro dos componentes da suspensão.
A—Graxeira
N82614 —UN—26JAN09
Conjunto Dianteiro Direito (Estrutura Estreita Exibida)
Conjunto Dianteiro Esquerdo de Estrutura Estreita (Estrutura Estreita Exibida)
CS12167,0000148 -54-07MAY12-1/1
Limpeza das Telas de Pressão — Diariamente
N98332 —UN—04MAY12
CUIDADO: O sistema de pulverização pode
conter materiais perigosos que podem provocar
acidentes pessoais graves ou morte. Vista
roupas, óculos e luvas de proteção. Limpe o
filtrador em uma área onde pessoas, animais,
vegetação e suprimento de água etc. não
possam ser contaminados.
NOTA: Limpe as telas de pressão se as seguintes
condições existirem:
• A bomba falha em obter a vazão máxima
• A bomba não consegue manter a pressão estática
• As taxas de aplicação oscilam
A—Válvula de Sucção
B—Válvula de Derivação de
Pressão / Enxágue
1. Verifique se a válvula de sucção (A) está na posição
"SOLUTION TANK" (tanque de solução).
2. Mova a válvula de enxágue/desvio da pressão (B)
para a posição "PULVERIZAR".
Continua na próxima página
30-5
CS12167,0000138 -54-01MAY12-1/2
040814
PN=70
Verificações Antes da Partida
CUIDADO: Não feche a válvula de corte da lança
com a bomba de solução em operação. Isso
pode gerar pressão no sistema, o que pode ser
perigoso ao abrir as telas para limpeza.
N81772 —UN—10JUN09
3. Feche a válvula de corte da lança (A).
CUIDADO: Não drene a solução para o solo. Drene
em um recipiente. Drene a solução em uma área
onde pessoas, animais, vegetação, suprimentos
de água etc. não sejam contaminados.
4. Remova os bujões (B) da tela para permitir a
drenagem da tela para dentro de um balde ou
recipiente adequado.
5. Afrouxe o anel (C) e remova a tampa da tela.
N82357 —UN—07MAY12
6. Retire a tela e lave com água limpa.
NOTA: Com telas duplas, as telas mais finas
(normalmente com malha 80) são colocadas na
parte traseira da carcaça da tela.
7. Instale a tela e a tampa da tela.
8. Instale o bujão.
9. Abra a válvula da tela.
A—Válvula de Corte da Lança
de Pulverização
B—Anel
C—Alojamento
CS12167,0000138 -54-01MAY12-2/2
30-6
040814
PN=71
Verificações Antes da Partida
CUIDADO: Válvula de descarga e escape do
tanque a alta pressão. Use óculos de proteção
ao executar serviço ou liberar a pressão
através da torneira de purga.
Abra a torneira de purga (A) e drene a umidade do tanque
de ar integrado diariamente.
N98333 —UN—04MAY12
A—Torneira de Purga
TS266 —UN—23AUG88
Drene a Umidade do Tanque de Ar
Integrado—Diariamente
CS12167,0000139 -54-01MAY12-1/1
30-7
040814
PN=72
Operação da máquina
Operação e Manutenção dos Pulverizadores
Químicos com Segurança
TS272 —UN—23AUG88
Os produtos químicos utilizados nos pulverizadores
agrícolas podem ser prejudiciais à sua saúde ou ao
ambiente, se não forem usados com cuidado.
Siga sempre todas as indicações do rótulo para uma
utilização eficaz, segura e legal dos produtos químicos
agrícolas.
Reduza o risco de exposição e lesões:
•
•
•
•
•
•
conforme recomendado pelo fabricante. (Consulte
‘Manusear produtos químicos agrícolas de forma
segura’ na seção Segurança).
Encha, lave, calibre e descontamine o pulverizador
numa área em que o produto que sai não atinja bacias
de água, lagos, riachos ou rios, áreas de gado ou
jardins, ou próximas de pessoas.
Mantenha as crianças afastadas de produtos químicos,
soluções químicas e líquidos de lavagem.
Se o spray ou concentrado químico entrar em contato
com a pele, mãos ou o rosto, lave imediatamente com
água e sabão.
Se o spray ou concentrado químico entrar nos olhos,
lave-os imediatamente com água.
Se o bocal entupir ou o sistema funcionar mal, pare o
motor e alivie a pressão de spray do sistema.
Não coloque pontas de bocal ou outros componentes
na boca para limpar obstruções. Tenha pontas
sobressalentes à mão para reposição.
Minimize o risco de desvio do spray.
- Use as pontas dos bocais grandes operados a baixas
pressões.
- Não opere o sistema de fornecimento de solução a
pressões que ultrapassem 345kPa (3.5 bar) (50 psi).
- Não pulverize quando os ventos excederem 16 km/h
(10 mph).
TS220 —UN—15APR13
• Use equipamento de proteção pessoal adequado,
•
•
- Não pulverize quando o vento estiver soprando na
direção de alguma colheita sensível, jardim ou zona
habitada.
Jogue fora os produtos químicos, soluções de
lavagem não usados e recipientes químicos vazios,
adequadamente.
Descontamine o equipamento usado na mistura, na
transferência e na aplicação dos produtos químicos
após o uso.
DX,WW,CHEM02 -54-05APR04-1/1
35-1
040814
PN=73
Operação da máquina
Evite Exposição a Produtos Químicos
CUIDADO: A exposição a produtos químicos,
inclusive pesticidas, pode causar acidentes
pessoais ou morte.
TS220 —UN—15APR13
NÃO CONFIE NESTA CABINE, NO INDICADOR
DE PRESSÃO NEM NOS FILTROS DE AR
PARA PROTEÇÃO CONTRA A EXPOSIÇÃO
A PRODUTOS QUÍMICOS.
Para reduzir o risco de exposição a produtos químicos:
• Use EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL de
acordo com o rótulo do fabricante de produtos químicos.
• Permita que somente aplicadores treinados e
certificados apliquem produtos químicos
• Sempre feche as janelas e as portas durante a
pulverização
•
•
•
•
•
•
ou os substitutos apropriados estão sempre instalados
(consulte Verificação e Substituição dos Filtros de Ar da
Cabine na seção Chassi)
Mantenha os produtos químicos fora da cabine
Limpe ou tire os sapatos ou roupas contaminados
antes de entrar na cabine
Mantenha limpo o interior da cabine
Leia e siga todas as instruções existentes:
- No rótulo do fabricante de cada produto químico
aplicado
- U.S. Environmental Protection Agency (EPA) Worker
Protection Standard para Pesticidas Agrícolas
- Instruções regionais ou estaduais para a segurança e
a saúde do trabalhador;
- No Manual do Operador desta máquina.
Devem ser cumpridas numerosas exigências, incluindo
as regularizações EPA, mas não se limitando a elas
Mesmo enquanto estiver dentro da cabine, use sempre
mangas compridas, calças compridas, sapatos e meias,
ao aplicar produtos químicos, inclusive pesticidas
TS272 —UN—23AUG88
• Verifique se os filtros de carbono ativado John Deere
• Se necessário sair da cabine quando houver
•
produtos químicos, inclusive pesticidas, use sempre o
equipamento de proteção individual recomendado pelo
fabricante do produto químico
Antes de entrar novamente na cabine, retire o
equipamento de proteção individual usado para
manusear produtos químicos, inclusive pesticidas, e
guarde-o de acordo com as normas EPA, para impedir
a contaminação da cabine.
OUO6092,00004DE -54-07FEB11-1/1
Previna-se quanto aos movimentos
imprevistos da máquina
Não dê partida no motor provocando um
curto-circuito nos terminais do motor de
partida. O motor partirá engrenado, se os
circuitos normais forem desviados.
NUNCA dê partida no motor estando fora do
trator. Dê partida no motor somente a partir
do assento do operador, com a alavanca
multifuncional de controle em "estacionamento".
TS177 —UN—11JAN89
CUIDADO: O movimento descontrolado da
máquina pode causar lesões graves ou morte
do operador ou de outras pessoas.
OUO6092,0000549 -54-23MAR11-1/1
35-2
040814
PN=74
Operação da máquina
Adesivos Informativos da Máquina
Adesivos do Pneu
Adesivo A
IMPORTANTE: Aplique torque em cada parafuso de
515 Nm (380 ft. lbs.). Aperte novamente após
uma hora e diariamente até que o torque seja
mantido. Repita a operação toda vez que os
parafusos estiverem frouxos. Verifique o torque
a cada 100 horas de operação, posteriormente.
N98311 —UN—04MAY12
Adesivo B
IMPORTANTE: Mantenha a pressão de inflação
adequada para prolongar a vida útil dos pneus.
Pneus 4630
Pneus/Pressão do Ar
kPa
bar
psi
320/80R42
320
3,2
46
380/80R38
240
2.4
35
420/85R34
200
2.0
29
A—Torque da Ferragem da
Roda
B—Pressão dos Pneus
OUO6435,0000772 -54-09MAY12-1/5
Adesivo do Interruptor Remoto da Bomba de Solução
IMPORTANTE: Não deixe a bomba de solução
funcionar seca senão ela será danificada.
N85452 —UN—21JUL09
A ativação do interruptor fará com que a bomba
de solução inicie e a rotação do motor aumente.
A função de carga será desativada se for
dada partida na máquina e o interruptor
estiver na posição de “Load” (Carga).
Coloque o interruptor na posição “Spray”
(Pulverização) para rearmar.
A—Posição de Carga
B—Posição de Pulverização
Continua na próxima página
35-3
OUO6435,0000772 -54-09MAY12-2/5
040814
PN=75
Operação da máquina
N85444 —UN—23JUL09
Adesivo de Instruções da Válvula de Orifício
IMPORTANTE: Feche a válvula quando a vazão da
solução for de 26 gpm (100 l/min) ou inferior.
OUO6435,0000772 -54-09MAY12-3/5
Adesivo de Freio secundária
NOTA: O interruptor do freio secundário não precisa estar
acionado ao estacionar a máquina. Os freios de
estacionamento são acionados automaticamente
quando a alavanca de controle multifuncional é
colocada na posição de "ESTACIONAMENTO" e
o sistema SprayStar indica "0" mph durante 0,5
segundo ou o motor está desligado.
N98331 —UN—04MAY12
IMPORTANTE: O freio secundário engata o sistema de
freio de estacionamento. O engate do sistema
de freio secundário enquanto a máquina estiver
em movimento causa desgaste significativo
nos componentes do freio de estacionamento.
Depois do uso do freio secundário, será
necessário testar os freios de estacionamento
para verificar se funcionam adequadamente.
(Consulte Verificação da Operação Adequada
dos Freios de Estacionamento na seção
Operação da Máquina.)
A—Interruptor do Freio
Secundário
Continua na próxima página
35-4
OUO6435,0000772 -54-09MAY12-4/5
040814
PN=76
Operação da máquina
N85453 —UN—23JUL09
Adesivo da Lubrificação da Suspensão
IMPORTANTE: Use somente Graxa Polyurea
Padrão John Deere. O uso de outras graxas
pode resultar no desgaste prematuro dos
componentes da suspensão.
OUO6435,0000772 -54-09MAY12-5/5
Partida do Motor
CUIDADO: Evite sufocamento. Os gases de
escapamento do motor podem causar náuseas
ou a morte do operador ou de outras pessoas.
TS220 —UN—15APR13
Se você for obrigado a operar o motor em
um edifício, esteja certo que exista ventilação
adequada. Use uma extensão do tubo
de escapamento para retirar os gases de
escapamento, ou abra portas e janelas para
permitir a entrada de ar suficiente na área.
Evite a possibilidade de acidentes
pessoais ou morte:
• Tenha certeza de que todos estejam
afastados da máquina.
• Dê partida no motor somente a partir do
•
entre os terminais do motor de partida. Se
o circuito normal for derivado, a máquina
poderá dar partida engrenada.
A partida do motor com a alavanca fora
da posição “Estacionamento” indica mau
funcionamento do circuito de partida. Os
reparos deverão ser feitos imediatamente
pelo Concessionário John Deere.
Continua na próxima página
35-5
TS177 —UN—11JAN89
assento do operador.
• Não dê partida no motor fazendo ligação direta
OUO6435,0000773 -54-04MAY12-1/3
040814
PN=77
Operação da máquina
NOTA: Os controles e interruptores devem estar na
posição descrita, antes de dar partida no motor.
1. Desligue os interruptores, incluindo o do rádio e o da
luz de teto.
N82185 —UN—03NOV08
2. Coloque a alavanca de controle multifuncional (A) em
"ESTACIONAMENTO".
NOTA: Se a temperatura estiver abaixo de 5 °C (40 °F),
consulte Partida em Clima Frio, nesta seção.
3. Gire a Chave de Partida para a posição
"FUNCIONAR". As luzes indicadoras de Parada,
Pré-aquecimento e Cuidado (B) deverão acender
quando a chave estiver na posição "FUNCIONAR" e o
motor não estiver em funcionamento.
A—Alavanca de Controle
Multifuncional
N98312 —UN—04MAY12
4. Coloque o acelerador na posição de marcha lenta
baixa (aproximadamente 1/3 da aceleração máxima).
B—Luzes Indicadoras
OUO6435,0000773 -54-04MAY12-2/3
N97616 —54—28JUN12
IMPORTANTE: Não opere o motor de partida mais
que 30 segundos de cada vez ou ele pode
ser danificado. Se o motor não der partida,
espere pelo menos 2 minutos antes de tentar
novamente. Se o motor não der partida em
quatro tentativas, consulte a seção Detecção
e Solução de Problemas.
Para assegurar a lubrificação adequada depois
de ligar o motor, opere o motor em marcha
lenta a aproximadamente 1000 rpm, sem carga,
por 1 a 2 minutos. Prolongue esse período
quando operar em temperaturas inferiores
ao ponto de congelamento.
Ao ligar a máquina em temperaturas baixas,
consulte Partida em Clima Frio nesta seção.
5. Gire a chave de ignição para a posição PARTIDA para
acionar o motor de partida. Libere a chave quando o
motor der partida. Se a chave for liberada antes da
partida do motor, espere até que o motor de partida e
o motor parem, para tentar novamente.
6. Depois da partida do motor, as luzes indicadoras
apagarão quando a chave de partida for solta.
7. Visualize a temperatura do líquido de arrefecimento
do motor na Página Principal do Pulverizador se esse
A—Menu Suspenso
recurso foi selecionado em um dos menus suspensos
disponíveis nessa página.
IMPORTANTE: Proteja o turbocompressor durante a
partida, não acelerando acima de 1000 rpm até
que a velocidade normal do motor em marcha
lenta esteja estabelecida (900 rpm).
NOTA: Se o motor afogar durante a operação com
carga, imediatamente dê partida outra vez para
impedir Superaquecimento.
OUO6435,0000773 -54-04MAY12-3/3
35-6
040814
PN=78
Operação da máquina
Partida em clima frio
N98313 —UN—04MAY12
CUIDADO: Não use éter ou fluidos de partida
para dar partida no motor com um dispositivo
de partida em clima frio. O éter é altamente
inflamável e pode incendiar-se em motores com
dispositivos de partida em clima frio.
A máquina está equipada com um sistema de
aquecimento do ar de admissão. Um elemento de
aquecimento elétrico aquece o ar de admissão.
1. Desligue os interruptores, incluindo o do rádio e o da
luz de teto.
2. Coloque a alavanca de controle multifuncional na
posição "ESTACIONAMENTO".
A—Indicador de Préaquecimento
3. Coloque o acelerador na posição de marcha lenta
baixa (aproximadamente 1/3 da aceleração máxima).
4. Gire a chave (B) para a posição "FUNCIONAR".
O sistema de pré-aquecimento do ar de admissão
será ativado conforme necessário, de acordo com
a temperatura do combustível. A luz indicadora de
pré-aquecimento ficará acesa de 0 a 30 segundos.
IMPORTANTE: Evite danos ao motor de partida.
Não opere o motor de partida mais que 30
segundos de cada vez. Se o motor não
der partida, espere pelo menos 2 minutos
antes de tentar novamente.
5. Quando a lâmpada indicadora de pré-aquecimento
acender, gire a chave de ignição para a posição
"PARTIDA" para ligar o motor de partida. Libere a
chave quando o motor der partida.
6. Opere o motor em marcha lenta, a 900 rpm, até que
alcance a temperatura de operação.
OUO6435,0000774 -54-04MAY12-1/1
Aqueça o motor
N97617 —54—28JUN12
Não ponha o motor sob carga máxima até que esteja
devidamente aquecido. Observe a temperatura do líquido
de arrefecimento do motor (A) na Página Principal do
Pulverizador, se esse recurso foi selecionado em um dos
menus suspensos disponíveis nessa página.
IMPORTANTE: Para que o motor seja adequadamente
lubrificado após a partida, opere o motor a
aproximadamente 900 rpm, sem carga, por
1 a 2 minutos. Em temperaturas abaixo do
ponto de congelamento, esse período precisa
ser aumentado para 2 a 4 minutos.
Em temperaturas abaixo do nível de
congelamento, à medida que o motor e o
fluido hidráulico estiverem aquecendo, gire
o volante de um lado para o outro para
circular o fluido hidráulico aquecido até que
as rodas dianteiras possam girar livremente
de uma posição de trava à outra.
A—Temperatura do líquido de
arrefecimento
OUO6435,00006D8 -54-23MAR12-1/1
35-7
040814
PN=79
Operação da máquina
Colocação do Motor em Marcha Lenta
Permitir que o motor trabalhe em baixo giro reduz
a eficiência do uso de combustível e pode causar a
carbonização do motor.
N97617 —54—28JUN12
Se a máquina tiver que ser deixada com o motor em
funcionamento por mais do que 3 ou 4 minutos, a
velocidade mínima do motor deverá ser de 1000 rpm.
Visualize a rotação do motor (A) na Página Principal do
Pulverizador se esse recurso foi selecionado em um dos
menus suspensos disponíveis nessa página. Empurre a
alavanca do acelerador (B) até que a rotação desejada
seja exibida.
B—Alavanca do acelerador
N97618 —54—28JUN12
A—Velocidade do Motor
OUO6435,00006D9 -54-23MAR12-1/1
Operação do Motor
• Coloque a alavanca de controle multifuncional na
Retomada da Partida do Motor que Morreu:
• Desligue a chave de ignição e retire-a do contato.
posição de "Estacionamento".
Retome a partida IMEDIATAMENTE no motor afogado
para impedir o acúmulo excessivo de calor e possíveis
danos ao turbocompressor.
CUIDADO: Remova a chave de ignição
para evitar acidentes.
Parada do Motor:
• Desligue o pulverizador e puxe o acelerador de volta
para a posição de marcha lenta
OUO6092,00000D1 -54-20AUG08-1/1
CUIDADO: Em transportes noturnos ou diurnos
por vias públicas ou auto-estradas, use luzes
e dispositivos para alertar adequadamente
motoristas de outros veículos. Respeite as
leis de trânsito locais. Seu concessionário
John Deere oferece diversos dispositivos de
segurança. Mantenha os itens de segurança em
boas condições. Reponha itens de segurança
danificados ou perdidos.
A—Luzes
B—Símbolo de veículo em
movimento lento
N36564 —UN—10FEB89
Operar luzes de alerta
C—Fita refletiva
D—Refletores
AG,OUO1011,756 -54-08JUL09-1/1
35-8
040814
PN=80
Operação da máquina
Condução da Máquina
1. A escada subirá automaticamente quando a máquina
se movimentar.
N82189 —UN—03NOV08
2. Pressione o acelerador (A) para a frente para atingir a
rotação máxima do motor.
A—Acelerador
OUO6435,00006DA -54-09MAY12-1/2
N98480 —UN—09MAY12
IMPORTANTE: Pode ocorrer dano à máquina se o
interruptor da faixa de velocidade for movido
de uma faixa de velocidade mais alta para
uma faixa de velocidade mais baixa, fazendo
com que o motor exceda 3000 rpm. A faixa de
velocidade pode ser alterada quando a máquina
estiver em movimento ou parada.
Podem ocorrer danos ao trem de acionamento
se a alavanca de controle multifuncional for
avançada mais que a metade do curso quando
as rodas estiverem girando (perda de tração).
NOTA: Quando a máquina der partida ou for desligada e
ligada novamente, a primeira faixa de velocidade
é selecionada automaticamente pela Unidade
de controle do Chassi (CCU).
N97619 —54—28JUN12
3. Empurre para baixo e libere momentaneamente o
interruptor de faixa de velocidade (A) quantas vezes
for necessário, para colocar a máquina na primeira
faixa de velocidade.
NOTA: O grupo de velocidade (C) selecionado é exibido
na parte final da Página Principal do Pulverizador.
4. Empurre a alavanca de controle multifuncional (B)
lentamente para a frente, para iniciar o movimento
para a frente. Continue empurrando a alavanca para
a frente para aumentar a velocidade de solo. Troque
o interruptor da faixa de velocidade para uma faixa
de velocidade mais alta quando o motor alcançar a
rotação máxima.
IMPORTANTE: Enquanto a máquina estiver sob carga,
pode ocorrer superaquecimento do motor e do
trem de acionamento se o motor cair abaixo
de 2000 RPM por um período estendido. Puxe
levemente para trás a alavanca de controle
multifuncional para reduzir a carga do motor.
Mantenha sempre pelo menos 2200 rpm.
A—Interruptor de Faixa de
Velocidade
B—Alavanca de Controle
Multifuncional
C—Faixa de velocidade
pressione o pedal do freio conforme necessário para
parar completamente a máquina e, em seguida, mova
a alavanca para a direita e para trás para mover a
máquina para trás.
6. Sempre altere para o primeiro grupo de velocidade
para obter o esforço máximo de tração em marcha a ré.
5. Para reverter o sentido do deslocamento, mova a
alavanca de controle multifuncional para o neutro e
OUO6435,00006DA -54-09MAY12-2/2
35-9
040814
PN=81
Operação da máquina
Alarme de Marcha a Ré
Se a alavanca multifuncional de controle for movida para
trás enquanto o motor estiver funcionando, o alarme de
ré (A) emitirá um sinal sonoro para alertar as pessoas ao
redor da máquina de que o operador está dando a ré.
N98314 —UN—04MAY12
A—Alarme de Marcha a Ré
OUO6435,0000775 -54-04MAY12-1/1
Antes da Operação no Campo
NOTA: Verifique se a máquina está devidamente
preparada para a operação no campo. Verifique
os itens a seguir antes de operar:
CUIDADO: Não ligue a máquina até ter certeza
de que ninguém está na zona de perigo.
• Toda a manutenção foi realizada.
• Pontas corretas dos bicos estão instaladas e ajustadas
•
•
para o padrão de pulverização e o espaçamento entre
fileiras desejados. (Consulte a seção Sistema de
Umidificação para verificar a seleção adequada da
ponta de bico e do espaçamento entre linhas.)
A largura da bitola da roda está ajustada para o
espaçamento entre as linhas. (Veja Ajuste da Largura
da Bitola - Sem Opção de Ajuste Hidráulico da Bitola
e Ajuste da Largura da Bitola - Com Opção de Ajuste
Hidráulico da Bitola, na seção Chassi)
O monitor do SprayStar foi corretamente programado
com o seguinte: (Consulte a seção Sistema SprayStar
para programar adequadamente as informações).
- Taxas de Aplicação
- Volume do Tanque
- Pressão Mínima de Pulverização
•
•
•
•
•
- Pressão de Pulverização Desligada
- Número de Seções da lança
- Espaçamento dos Bicos
- Largura de Pulverização
- Verifique o Número de Calibração do Fluxômetro
- Calibração do Sensor de Pressão
- Calibre o Sensor da Velocidade da Roda
- Calibração do Sensor do Radar (se equipado)
Tanque de solução está cheio, as válvulas da solução
estão posicionadas corretamente e a válvula de
agitação (se necessária) está aberta. (Consulte a
seção Sistema de Umidificação).
Execute um teste de Verificação da Vazão dos Bicos.
(Consulte o teste de Verificação da Vazão dos Bicos,
na seção SprayStar).
Execute o Processo de Sangria do Ar da Lança em
Recomendações para Eliminação do Ar do Sistema de
Solução na seção Sistema de Umidificação.
O operador está familiarizado com todos os controles
da máquina, suas funções e operações seguras.
(Consulte as seções Cabine do Operador e Segurança).
O tanque de água limpa está cheio de água limpa.
(Consulte Tanque de Água Limpa na seção Sistema
de Umidificação).
OUO6092,0000681 -54-03NOV11-1/1
35-10
040814
PN=82
Operação da máquina
Operação no Campo
1. Desdobre a lança e pressione o interruptor de
elevação/abaixamento (A) para posicionar a lança na
altura de operação desejada.
2. Configure a unidade de controle SprayStar de acordo
com sua aplicação específica. (Veja a seção Sistema
SprayStar para verificar o procedimento adequado de
configuração.)
N67612 —UN—16SEP04
CUIDADO: Não ligue a máquina até ter certeza
de que ninguém está na zona de perigo.
A—Interruptor de
Elevação/Descida
OUO6435,0000776 -54-09MAY12-1/5
3. Empurre o interruptor da bomba de solução (A) para a
frente para ligar a bomba de solução.
N82185 —UN—03NOV08
A—Interruptor da Bomba da
Solução
Continua na próxima página
35-11
OUO6435,0000776 -54-09MAY12-2/5
040814
PN=83
Operação da máquina
4. Visualize o monitor de operação de pulverização na
tela do monitor.
N98315 —UN—04MAY12
5. Gire o interruptor de controle da taxa (A) para a taxa
de aplicação desejada (1, 2 ou 3) ou para o ajuste
manual da pressão (MAN).
NOTA: A taxa selecionada (B) será realçada na
tela do monitor.
Se for equipado com Swath Control Pro, a posição
“AUX” no interruptor de controle de taxa será
usada para mapear com base na taxa.
B—Taxa Selecionada
N97620 —54—28JUN12
A—Interruptor de Controle da
Taxa
OUO6435,0000776 -54-09MAY12-3/5
6. Empurre a alavanca de controle multifuncional (A)
lentamente para a frente, para iniciar o movimento
para a frente.
7. Levante todos os interruptores da seção da lança (B).
N98531 —UN—09MAY12
NOTA: As lanças acionadas aparecem no monitor com
uma indicação com preenchimento em preto.
8. Pressione o interruptor LIGA/DESLIGA principal (C)
para iniciar a operação de pulverização.
NOTA: As seções da lança que estão pulverizando
aparecem no monitor com uma indicação
de cone sob elas.
C—Interruptor LIGA/DESLIGA
principal
N98316 —UN—04MAY12
A—Alavanca de Controle
Multifuncional
B—Interruptores de Seção da
Lança
Continua na próxima página
35-12
OUO6435,0000776 -54-09MAY12-4/5
040814
PN=84
Operação da máquina
N66488 —UN—15SEP04
NOTA: O desligamento do sistema de pulverização
não é imediato. O fluxo de solução continuará
por alguns segundos após se pressionar o
interruptor LIGA/DESLIGA principal. Para o
melhor tempo de resposta e cobertura, desligue
a pulverização à medida que você diminui a
velocidade para o final da fileira.
9. No final da fileira, pressione o interruptor
LIGA/DESLIGA principal (A) para interromper a
pulverização. Todos os outros interruptores podem
permanecer nas posições pré-ajustadas.
NOTA: A partida do sistema de pulverização não é
imediato. Para superar uma resposta atrasada,
pressione o interruptor LIGA/DESLIGA principal ao
se mover para a frente para iniciar a pulverização,
antes que a solução seja realmente necessária.
A—Interruptor LIGA/DESLIGA
principal
10. Quando alinhado com a linha seguinte, pressione o
interruptor LIGA/DESLIGA principal para retomar a
pulverização.
OUO6435,0000776 -54-09MAY12-5/5
Operação do Controle de Tração (Opcional)
N97431 —UN—13MAR12
O sistema de controle de tração foi projetado para
proporcionar maior esforço de tração quando necessário.
Quando acionado, o sistema fornece fluxo de óleo
adicional para as rodas que não giram quando uma
ou mais rodas "patinam". Ele não evita que as rodas
"patinem". Ao observar a patinação de uma roda ou se
estiver em uma situação em que a patinação é iminente,
acione o sistema de controle de tração. Desative o
sistema logo que as condições permitirem.
1. Ligue a máquina.
NOTA: O controle de tração pode ser operado na primeira,
segunda ou terceira faixa de velocidade. Quando
o controle de tração estiver acionado, a mudança
para a quarta faixa de velocidade desacionará o
controle de tração automaticamente.
2. Acione o controle de tração quando a roda ou as rodas
começar(em) a patinar, pressionando a parte superior
do interruptor do controle de tração (A). O interruptor
do controle de tração tem uma luz interna que se
acende quando o controle de tração está acionado.
NOTA: O controle de tração pode ser acionado enquanto
a máquina estiver se movimentando.
3. Quando a máquina tiver passado por um terreno que
faça com que as rodas patinem, desligue o controle
de tração pressionando a parte de cima do interruptor
A—Interruptor de Controle da
Tração
do controle de tração. A luz do interruptor do controle
de tração se apagará.
IMPORTANTE: Sempre desligue o controle de tração
quando não for necessário. Quando o controle
de tração estiver engatado, o óleo hidráulico
aquecerá. O SprayStar desativará o controle de
tração quando o óleo hidráulico tiver alcançado
102 ºC (215 ºF) e não permitirá que seja acionado
até que o óleo hidráulico tenha esfriado.
OUO6435,00006BC -54-13MAR12-1/1
35-13
040814
PN=85
Operação da máquina
Operação - IBS
Esta máquina é equipada com chaveamento indexado
das seções da lança. Isso fornece ao operador outra
maneira de desligar as seções da lança em sequência
sem remover sua mão da alavanca de controle
multifuncional. Esta função é útil quando se trabalha com
fileiras de ponta e cursos d'água.
Existem três botões para operar esta função.
C—Botão IBS direito
N63297 —UN—15JUL03
A—Botão Esquerdo do IBS
B—Botão Reset (Reiniciar) da
IBS
Continua na próxima página
35-14
OUO6435,00006DC -54-23MAR12-1/2
040814
PN=86
N81307 —UN—09OCT08
Operação da máquina
N97621 —54—28JUN12
EXEMPLO: Se estiver se aproximando de um curso
d'água inclinado e desejar desligar as seções em
sequência da esquerda para a direita, pressione e solte o
botão direito (A) do IBS uma vez para desligar a seção
de escape esquerda / seção externa da lança (B) (L2 no
monitor). Pressione e solte o botão (A) novamente para
desligar a seção interna esquerda (C) (L1 no monitor).
Continue pressionando e soltando o botão (A) para
desligar as seções restantes por toda a lança.
Despois que todas as seções tiverem sido desligadas,
pressione e solte o botão (A) novamente para ligar a
seção (B) e, depois a (C) e assim por diante.
Se somente algumas seções tiverem sido desligadas
pelo uso do botão (A), é possível ligá-las novamente em
sequência, uma por vez, usando-se o botão esquerdo
do IBS (H) ou é possível ligar todas elas novamente
usando-se o botão (G) de reinicialização do IBS.
As seções podem ser desligadas da direita para a
esquerda utilizando o botão (H).
A—Botão IBS direito
B—Seção de Escape Esquerda
/ Seção Externa da Lança
(“L2” no Monitor)
C—Seção Interna da Lança
Esquerda (“L1” no Monitor)
D—Seção Central da Lança
(“C” no Monitor)
E—Seção Interna da Lança
Direita (“R1” no Monitor)
F— Seção de Escape Direita
/ Seção Externa da Lança
(“R2” no Monitor)
G—Botão Reset (Reiniciar) da
IBS
H—Botão Esquerdo do IBS
NOTA: Os bicos em linha se desligarão quando as seções
externas da lança (R2 e L2) forem desligadas.
OUO6435,00006DC -54-23MAR12-2/2
35-15
040814
PN=87
Operação da máquina
N97584 —54—28JUN12
Operação do Retorno da lança à Altura
1. Selecione a tecla de função Configuração (A) para
visualizar o menu de configurações.
2. Selecione a guia Boom Setup (Configuração da
Lança) (B).
N74876 —UN—23JAN07
NOTA: Uma marca de seleção na caixa indica que o
“Retorno da Lança à Altura” está ativado.
3. Marque a caixa de seleção (C) próximo a “Boom
Return to Height” (Retorno da Lança à Altura) e uma
marca aparecerá dentro da caixa ativando o item.
Para desativar uma caixa de seleção, selecione a
caixa para remover a marca.
NOTA: A altura da lança será expressa como uma
porcentagem da faixa calibrada. Se mais de uma
altura for usada frequentemente, registre os valores
e conecte-os após “Boom Return to Height Setpoint”
(Ponto de Ajuste do Retorno da Lança à Altura).
4.
A—Tecla de Função de
Configuração
B—Guia Boom Setup
(Configuração da Lança)
C—Caixa de seleção
D—Caixa de Entrada
A caixa de inserção (D) mostra o ponto de ajuste
atual. Selecione a caixa e insira um novo ponto de
ajuste utilizando o teclado pop-up.
Continua na próxima página
35-16
E—Botão Entrar
F— Interruptor de
Elevação/Abaixamento
da Parte Superior da Lança
G—Interruptor de
Elevação/Abaixamento
da Parte Inferior da Lança
OUO6435,00006DD -54-23MAR12-1/2
040814
PN=88
Operação da máquina
5. Mova a lança para cima ou para baixo para corrigir
a altura.
6. Selecione o botão "Entrar" (E) próximo a "Boom
Return to Height Set to Current Height" (Retorno à
Altura da Lança Ajustado para Altura Atual) para
salvar esse valor.
7. Inicie a operação de pulverização.
8. Ao virar Levante a lança utilizando a parte superior do
interruptor (F) para evitar que a lança atinja algum
obstáculo.
NOTA: A lança parará automaticamente no ponto de
ajuste. A lança pode ser abaixada além do ponto
de ajuste pressionando-se (G) novamente.
"Boom Return to Height" permanecerá ativo
enquanto a lança estiver se dobrando ou quando
estiver completamente dobrada. Ao descer a
lança em direção aos suportes de descanso,
a lança pode parar no ponto de ajuste se este
estiver acima do suporte de descanso. A lança
pode ser abaixada além do ponto de ajuste
pressionando-se (G) novamente.
9. Ao dirigir-se para as próximas fileiras a serem
pulverizadas, pressione e mantenha pressionada a
parte inferior do interruptor (G) até que a lança atinja
o ponto de ajuste.
OUO6435,00006DD -54-23MAR12-2/2
35-17
040814
PN=89
Operação da máquina
Redução da Velocidade de Deslocamento
N82621 —UN—26JAN09
CUIDADO: Para evitar possíveis acidentes
pessoais graves ou morte do operador ou
de outras pessoas, sempre use o cinto de
segurança devidamente.
IMPORTANTE: Pode ocorrer desgaste prematuro ou
danos nos freios se a frenagem principal for
feita com o pedal de freio em vez de com a
alavanca de controle multifuncional. Sempre
puxe a alavanca de controle multifuncional para
trás antes de usar o pedal do freio.
1. Para diminuir a velocidade da máquina, puxe para
trás a alavanca de controle multifuncional (A) para a
frenagem principal.
N82622 —UN—08APR09
NOTA: A frenagem ocorre a partir do sistema hidrostático.
2. Para uma frenagem mais brusca (mais rápida),
pressione o pedal do freio (B) depois de puxar para
trás a alavanca de controle multifuncional. Esteja
preparado para uma diminuição rápida da velocidade.
A frenagem de serviço para a máquina muito
rapidamente.
NOTA: A frenagem ocorrerá neste momento a partir
dos freios de pinça dianteiros.
IMPORTANTE: O freio secundário engata o sistema de
freio de estacionamento. O engate do sistema
de freio secundário enquanto a máquina estiver
em movimento causa desgaste significativo
nos componentes do freio de estacionamento.
Depois do uso do freio secundário, será
necessário testar os freios de estacionamento
para verificar se funcionam adequadamente.
(Consulte Verificação da Operação Adequada
dos Freios de Estacionamento na seção
Operação da Máquina).
NOTA: O interruptor do freio secundário não precisa estar
acionado ao estacionar a máquina. Os freios de
estacionamento são acionados automaticamente
quando a alavanca de controle multifuncional é
colocada na posição de "ESTACIONAMENTO" e
N96758 —UN—01FEB12
3. Caso os sistemas de freio primário (hidrostático) e de
serviço (pedal de freio) não funcionarem corretamente,
pressione o interruptor do freio secundário (C).
A— Alavanca Multifuncional de
Controle
B—Pedal do Freio
C—Interruptor do Freio
Secundário
o sistema SprayStar indica "0" mph durante 0,5
segundo ou o motor está desligado.
OUO6092,0000157 -54-31JAN12-1/1
35-18
040814
PN=90
Operação da máquina
Verificação da Operação Adequada dos
Freios de Estacionamento
dela para o topo da ladeira. Pressione o interruptor
do freio secundário.
Os freios de estacionamento devem ser verificados
quanto à operação adequada após cada uso do freio
secundário. Execute as seguintes etapas para verificar a
operação adequada.
1. Pare a máquina com carga total em um declive de 20
graus ou na ladeira mais pronunciada disponível em
que a máquina possa ser estacionada, com a traseira
2. Se a máquina rolar ou "arrastar", (consulte
seu concessionário John Deere para obter
manutenção/substituição dos discos de freio).
3. Se a máquina permanecer estacionada, os discos
do cubo interno estão aceitáveis e não precisam de
manutenção.
OUO6092,000021F -54-10JUL09-1/1
Alívio da Pressão da Lança
A função de Liberação da Pressão da Lança permite que
a pressão presa na lança seja sangrada após a conclusão
da pulverização. A pressão é sangrada, permitindo
que as válvulas de seção da lança sejam abertas por
aproximadamente 3 segundos após o fechamento da
bomba de solução e da carga remota. Recomenda-se
que o operador eleve a estrutura central da lança até sua
posição mais alta. A pressão da solução deve ser 4 psi
ou menos e o motor deve estar funcionando para que a
função possa ser executada. O operador deve pressionar
o botão LIGA/DESLIGA do Pulverizador Principal para
ativar a função. Após 3 segundos, as válvulas da seção
da lança fecharão. O objetivo principal desta função é
minimizar a possibilidade de vazamento dos corpos dos
bicos do pulverizador quando estiver em trânsito.
NOTA: Consulte Ativação da Liberação da
Pressão da lança na seção SprayStar para
ativar/desativar esta função.
1. Ajuste o interruptor LIGA/DESLIGA da Bomba de
Solução para a posição de desligamento “OFF”.
2. Se ainda não estiverem na posição DESLIGADO,
coloque todos os interruptores de carga remotos na
posição DESLIGADO.
N97622 —54—28JUN12
IMPORTANTE: O uso da função de Liberação da
Pressão da Lança não é recomendado quando
estiver usando equipamentos de reposição de
sistemas de solução que não sejam John Deere.
Eles incluem, mas não se limitam a, os sistemas
de injeção direta e de controle de seção. O uso
da função de Liberação da Pressão da Lança
com sistemas de solução que não sejam John
Deere pode gerar resultados indesejados.
A—Mensagem
4. Pressione o interruptor LIGA/DESLIGA da
Pulverização Principal e, depois disso, o operador
ouvirá um alarme e verá a mensagem “Boom Pressure
Relief” (Liberação da Pressão da Lança) (A) sendo
exibida.
5. Repita a etapa quatro conforme necessário; isso
pode ser feito desde que tenham sido observadas as
condições das etapas um a três.
NOTA: O motor deve estar funcionando para ativar a
função de Liberação da Pressão da Lança. Se
o alarme não soar e não aparecer nenhuma
mensagem, aguarde cinco segundos e pressione
novamente o botão LIGA/DESLIGA da Pulverização
Principal. A Pressão da Solução deve estar abaixo
de 4 psi antes que seja permitida a operação
de Liberação da Pressão da Lança
3. Se já não estiver na posição totalmente elevada, eleve
a estrutura central da lança para a posição totalmente
elevada. A lança pode ser dobrada ou desdobrada.
OUO6435,00006DE -54-23MAR12-1/1
35-19
040814
PN=91
Operação da máquina
Transporte da Máquina
N84194 —UN—14APR09
CUIDADO: NÃO ultrapasse a velocidade
máxima de transporte de 50 km/h (30 mph)
ou você pode perder o controle da máquina,
causando acidentes pessoais graves ou morte
do operador ou de outras pessoas.
Somente transporte a máquina com a bitola
no ajuste mais estreito.
1. Verifique se o emblema SMV está instalado na barra
(ou na traseira da máquina).
2. Verifique as luzes girando o interruptor da luz (A)
para a posição "Estrada" (B) e ligue o Interruptor
do Pisca-alerta. Verifique se todas as luzes estão
funcionando adequadamente, limpas e visíveis.
A—Interruptor das Luzes
3. Ligue a máquina. (Veja Partida do Motor nesta seção.)
4. Ajuste a largura da bitola para a posição mais estreita.
(Veja Ajuste da Largura da Bitola na seção Chassi.)
IMPORTANTE: A máquina pode ser danificada se as
barras não estiverem completamente abaixadas
nos descansos durante o transporte.
Pressione o interruptor de Descida da Barra por
5 segundos para assegurar-se de que a barra
está em contato e apoiada no suporte dianteiro.
O Retorno da Barra à Altura permanecerá ativo
após a barra ter sido dobrada. Ao descer a barra
em direção aos suportes, a barra pode parar
no ponto de ajuste se este estiver acima do
descanso do suporte. A barra pode ser abaixada
além do ponto de ajuste pressionando-se o
interruptor de Descida da Barra novamente.
CUIDADO: O BoomTrac permanece ativo após
a barra ser dobrada. Afaste-se das barras
quando o BoomTrac estiver ativado. As barras
se movem quando objetos são deslocados
dentro da faixa do sensor.
B—Posição de Transporte
o controle da máquina, causando acidentes
pessoais graves ou morte do operador ou de
outras pessoas. Saiba o limite de velocidade
para transporte máximo local ou nacional antes
de transportar a máquina. Consulte Adesivo de
Limite de Velocidade, na seção Especificações.
IMPORTANTE: Nunca exceda a carga máxima dos
pneus durante o transporte rodoviário.
O transporte rodoviário com cargas do tanque
acima das limitações de carga axial máximas
pode resultar em desgaste prematuro e falha
dos pneus. Exceder tais limites poderá
invalidar a garantia do fabricante. Verifique
os pesos dos eixos da máquina antes de
transportar a máquina carregada.
Tamanho do Pneu
Carga Máxima do Eixo
320/80R42
5150 kg (11 354 lb)
380/80R38
5300 kg (11 684 lb)
420/85R34
5800 kg (12 786 lb)
Carga Máxima de Transporte do 4630
5. Dobramento da barra. (Consulte Dobramento da
Barra na seção Barras).
6. Se os bicos estiverem pingando, alivie a pressão da
barra. (Consulte Alívio da Pressão da Barra, nesta
seção).
7. Empurre o interruptor do acelerador para a frente para
atingir a rotação máxima do motor.
8. Selecione a faixa de velocidade-alvo apropriada (no
máximo 50 km/h (30 mph)). Quando a máquina
é ligada, o grupo mais lento é automaticamente
selecionado pela Unidade de Controle do Chassi.
CUIDADO: NÃO ultrapasse o limite máximo de
velocidade local ou nacional senão poderá perder
CUIDADO: Ao transportar a máquina em declive
nas velocidades de transporte, a máquina tentará
segurar a velocidade-alvo até que o motor atinja
uma rotação excessiva. Neste momento o veículo
poderá ultrapassar a velocidade-alvo. Antes de
trafegar por um declive, selecione uma faixa
de velocidade (no máximo 48 km/h) que seja
apropriado para a carga da máquina e para a
inclinação e extensão do declive.
9. Empurre a alavanca de controle multifuncional
lentamente para a frente para iniciar o movimento
de avanço. Continue empurrando a alavanca para
a frente para aumentar a velocidade de avanço.
Quando o motor atingir a rotação máxima, empurre a
parte superior do interruptor de velocidade-alvo para
um grupo de velocidade mais alto, se desejado.
Continua na próxima página
35-20
OUO6092,000057B -54-06FEB12-1/2
040814
PN=92
Operação da máquina
10. Para reverter o sentido do deslocamento, mova a
alavanca de controle multifuncional para o neutro e
pressione o pedal do freio conforme necessário para
parar completamente a máquina e, em seguida, mova
a alavanca para a direita e para trás para mover a
máquina para trás. A velocidade em marcha à ré
disponível é proporcional ao grupo de velocidade
selecionado.
OUO6092,000057B -54-06FEB12-2/2
Liberação de uma Máquina Atolada
TS263 —UN—23AUG88
IMPORTANTE: Para rebocar ou puxar o pulverizador,
o motor DEVE estar funcionando e o sistema
hidráulico DEVE ter a pressão hidráulica
correta, caso contrário OCORRERÃO danos
aos freios e cubos das rodas.
Se o motor não estiver funcionando ou a
pressão correta do sistema hidráulico não
puder ser mantida, entre em contato com seu
revendedor John Deere ou consulte o Manual
Técnico do Pulverizador para obter informações
sobre os procedimentos adequados de
desengate do freio e do cubo da roda.
Uma máquina que esteja presa somente deve
ser rebocada COM o motor funcionando, a
pressão hidráulica correta e o freio secundário
desengatado. Reboque a máquina somente por
uma distância curta e em velocidades muito
baixas, de 0 a 5 km/h (0 a 3 mph).
CUIDADO: A tentativa de desatolar uma máquina
pode envolver riscos de segurança, como a
capotagem do trator de reboque, ou a corrente ou
o tirante de reboque (não se recomenda um cabo)
falhar e se retrair de sua condição esticada.
Se o trator ficar preso na lama, retire a máquina
dando marcha à ré. Remova a lama das rodas
traseiras. Calce as rodas com tábuas, para
formar uma base sólida e tentar dar marcha
à ré lentamente. Caso necessário, retire a
lama da frente de todas as rodas e mova o
trator lentamente para a frente.
pulverizadora e uma corrente de reboque entre
o tirante de reboque e a unidade de reboque
(não se recomenda um cabo). Verifique se o
tirante e a corrente não apresentam defeitos.
Assegure que todas as peças do equipamento
de reboque sejam de tamanho e capacidade
adequadas para a carga em questão.
Engate sempre na barra de tração do veículo
que reboca. Antes de mover o trator, evacue as
pessoas da área. Acelere lentamente para esticar
o equipamento de reboque: Uma aceleração
muito rápida pode provocar o rompimento
do dispositivo de reboque, causando uma
chicoteamento ou uma retração perigosa.
IMPORTANTE: Não reboque uma máquina a
partir dos anéis em D na estrutura do
chassi da pulverizadora. Esses anéis
são usados para amarrar a máquina no
transporte em um reboque.
Se necessário rebocar com outro veículo,
use um tirante de tração sob o chassis da
Continua na próxima página
35-21
CS12167,0000152 -54-09MAY12-1/2
040814
PN=93
Operação da máquina
A
N82606 —UN—15MAY12
A
A—Tirante de Reboque
N82605 —UN—15MAY12
N82604 —UN—15MAY12
A
A
Instalação do Tirante de Reboque - Traseiro
Instalação do Tirante de Reboque - Dianteiro
Passe o tirante de reboque (A) sob o eixo e depois sobre
as articulações do estabilizador. Conecte os dois laços
da extremidade do tirante de reboque à corrente da
máquina rebocadora para fornecer tração uniforme na
parte dianteira ou traseira da máquina.
CS12167,0000152 -54-09MAY12-2/2
35-22
040814
PN=94
Operação da máquina
Estacione a máquina
1. Para diminuir a velocidade e parar a máquina, retorne
lentamente a alavanca de controle multifuncional (A)
para "PARK" (ESTACIONAMENTO) e pressione o
pedal do freio.
N98479 —UN—09MAY12
NOTA: O interruptor do freio secundário não precisa estar
acionado ao estacionar a máquina. Os freios de
estacionamento são acionados automaticamente
quando a alavanca de controle multifuncional é
colocada na posição de "ESTACIONAMENTO" e
o sistema SprayStar indica "0" mph durante 0,5
segundo ou o motor está desligado.
2. Puxe o acelerador (B) para trás para reduzir a rotação
do motor para marcha lenta.
3. DESLIGUE todas as luzes e acessórios.
IMPORTANTE: Para prevenir danos ao motor, antes
de desligar um motor que tenha sido operado
com carga de trabalho, faça-o funcionar em
marcha lenta por pelo menos 2 minutos para
esfriar as peças aquecidas do motor.
A—Alavanca de Controle
Multifuncional
B—Acelerador
4. Gire a chave para a posição "DESLIGADO" e
remova-a do contato.
CS12167,0000153 -54-09MAY12-1/1
35-23
040814
PN=95
Sistema SprayStar
Operação e Manutenção dos Pulverizadores
Químicos com Segurança
TS272 —UN—23AUG88
Os produtos químicos utilizados nos pulverizadores
agrícolas podem ser prejudiciais à sua saúde ou ao
ambiente, se não forem usados com cuidado.
Siga sempre todas as indicações do rótulo para uma
utilização eficaz, segura e legal dos produtos químicos
agrícolas.
Reduza o risco de exposição e lesões:
•
•
•
•
•
•
conforme recomendado pelo fabricante. (Consulte
‘Manusear produtos químicos agrícolas de forma
segura’ na seção Segurança).
Encha, lave, calibre e descontamine o pulverizador
numa área em que o produto que sai não atinja bacias
de água, lagos, riachos ou rios, áreas de gado ou
jardins, ou próximas de pessoas.
Mantenha as crianças afastadas de produtos químicos,
soluções químicas e líquidos de lavagem.
Se o spray ou concentrado químico entrar em contato
com a pele, mãos ou o rosto, lave imediatamente com
água e sabão.
Se o spray ou concentrado químico entrar nos olhos,
lave-os imediatamente com água.
Se o bocal entupir ou o sistema funcionar mal, pare o
motor e alivie a pressão de spray do sistema.
Não coloque pontas de bocal ou outros componentes
na boca para limpar obstruções. Tenha pontas
sobressalentes à mão para reposição.
Minimize o risco de desvio do spray.
- Use as pontas dos bocais grandes operados a baixas
pressões.
- Não opere o sistema de fornecimento de solução a
pressões que ultrapassem 345kPa (3.5 bar) (50 psi).
- Não pulverize quando os ventos excederem 16 km/h
(10 mph).
TS220 —UN—15APR13
• Use equipamento de proteção pessoal adequado,
•
•
- Não pulverize quando o vento estiver soprando na
direção de alguma colheita sensível, jardim ou zona
habitada.
Jogue fora os produtos químicos, soluções de
lavagem não usados e recipientes químicos vazios,
adequadamente.
Descontamine o equipamento usado na mistura, na
transferência e na aplicação dos produtos químicos
após o uso.
DX,WW,CHEM02 -54-05APR04-1/1
40-1
040814
PN=96
Sistema SprayStar
Evite Exposição a Produtos Químicos
CUIDADO: A exposição a produtos químicos,
inclusive pesticidas, pode causar acidentes
pessoais ou morte.
TS220 —UN—15APR13
NÃO CONFIE NESTA CABINE, NO INDICADOR
DE PRESSÃO NEM NOS FILTROS DE AR
PARA PROTEÇÃO CONTRA A EXPOSIÇÃO
A PRODUTOS QUÍMICOS.
Para reduzir o risco de exposição a produtos químicos:
• Use EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL de
acordo com o rótulo do fabricante de produtos químicos.
• Permita que somente aplicadores treinados e
certificados apliquem produtos químicos
• Sempre feche as janelas e as portas durante a
pulverização
•
•
•
•
•
•
ou os substitutos apropriados estão sempre instalados
(consulte Verificação e Substituição dos Filtros de Ar da
Cabine na seção Chassi)
Mantenha os produtos químicos fora da cabine
Limpe ou tire os sapatos ou roupas contaminados
antes de entrar na cabine
Mantenha limpo o interior da cabine
Leia e siga todas as instruções existentes:
- No rótulo do fabricante de cada produto químico
aplicado
- U.S. Environmental Protection Agency (EPA) Worker
Protection Standard para Pesticidas Agrícolas
- Instruções regionais ou estaduais para a segurança e
a saúde do trabalhador;
- No Manual do Operador desta máquina.
Devem ser cumpridas numerosas exigências, incluindo
as regularizações EPA, mas não se limitando a elas
Mesmo enquanto estiver dentro da cabine, use sempre
mangas compridas, calças compridas, sapatos e meias,
ao aplicar produtos químicos, inclusive pesticidas
TS272 —UN—23AUG88
• Verifique se os filtros de carbono ativado John Deere
• Se necessário sair da cabine quando houver
•
produtos químicos, inclusive pesticidas, use sempre o
equipamento de proteção individual recomendado pelo
fabricante do produto químico
Antes de entrar novamente na cabine, retire o
equipamento de proteção individual usado para
manusear produtos químicos, inclusive pesticidas, e
guarde-o de acordo com as normas EPA, para impedir
a contaminação da cabine.
OUO6092,00004DE -54-07FEB11-1/1
40-2
040814
PN=97
Sistema SprayStar
Teoria de Operação
IMPORTANTE: É importante seguir as instruções
de utilização corretas com a tela de toque no
monitor GS3 2630. Não encoste na tela de toque
com um objeto mais rígido ou afiado do que
a ponta do dedo (caneta, ponta de lápis ou
qualquer objeto metálico). A pressão excessiva
também pode causar danos aos componentes
da base e anular a garantia da tela de toque.
Pressões leves, se exercidas de modo contínuo,
podem reduzir a confiabilidade da tela de toque.
O monitor é usado principalmente como interface do
operador para orientação e aplicações de documentação.
O principal ponto de navegação do monitor é a tela de
toque que permite ao operador inserir as informações
tocando na tela. O 2630 também pode usar o controle
do monitor que permite o uso de botões de inserção e
rotativos.
Software Básico do GreenStar
O monitor vem padrão com um conjunto de programas
básicos:
• Orientação Manual
• Documentação (talhão e colheita)
• Mapeamento na Tela
• Prescrições
• Funcionalidade do VT ISOBUS
Quando conectado a um receptor GPS, o sistema permite
que o operador dirija o veículo com o auxílio do GPS.
Quando combinado com uma ativação opcional do
AutoTrac e o kit de direção do veículo, o sistema pode
guiar a máquina automaticamente no talhão.
A documentação pode ser usada para registrar os dados
ligados às coordenadas do GPS. Em algumas máquinas,
as taxas, o rendimento, a largura do implemento ou
outras informações são gravadas a partir do barramento
CAN do veículo. Os monitores também podem ser
conectados a certas unidades de controle de terceiros
de acordo com a informação de taxa gravada. Esses
dados são colecionados na memória do monitor e podem
ser descarregados para o software do computador
utilizando-se uma unidade flash USB para produzir mapas
e relatórios das atividades no talhão.
NOTA: As unidades de controle de terceiros são aquelas
que usam uma conexão RS232 (Conexão do
Field Doc) e unidades de controle compatíveis
com ISOBUS que têm suporte para o recurso
do Controlador de Tarefa.
O mapeamento na tela usa GPS e a origem da gravação
para criar mapas em tempo real das atividades de
talhão. Os operadores podem ver as áreas ou os mapas
aplicados do talhão que cobriram.
A função do Monitor GreenStar original pode ser usada
para operar implementos John Deere selecionados como
seriam normalmente usados com o monitor GreenStar
original. O 2630 pode ser montado em paralelo com um
monitor GreenStar original.
O mostrador 2630 tem um monitor de performance
integrado que pode ser usado para registrar a área e
outros dados baseados na largura do implemento e na
velocidade de avanço.
O monitor também pode ser usado para máquinas e
sistemas que seguem o nível 2 de implementação da
Organização para Padronização Internacional (ISO)
11783. O objetivo da ISO 11783 é habilitar as unidades
eletrônicas para se comunicarem umas com as outras
fornecendo um sistema padronizado fácil de ler e
entender. O operador pode utilizar o monitor como
um monitor de desempenho do trator e um monitor de
implemento compatível com a ISO 11783.
As atualizações de software são publicadas no
www.StellarSupport.com. Cada monitor também vem
com um CD Live Update GreenStar. O Live Update pode
ser instalado em um PC conectado à Internet e alertar
o usuário quando as atualizações do monitor estiverem
disponíveis. O Live Update orienta o usuário no processo
de download. O download é armazenado em uma unidade
USB e inserido no monitor para concluir a atualização.
OUO6092,0000669 -54-30SEP11-1/1
40-3
040814
PN=98
Sistema SprayStar
Frente do Monitor
O LED (B) indica o modo de alimentação do monitor:
A barra de progresso da reinicialização fria é preta com
um fundo amarelo.
PC12701 —UN—20JUL10
A reinicialização completa ocorre quando o monitor GS3
permaneceu desligado por mais de 6 horas ou perdeu a
alimentação não chaveada. O monitor leva de 60 a 80
segundos para ligar.
A barra de progresso da reinicialização quente é
amarela com um fundo preto.
A reinicialização a quente ocorre quando o monitor
GS3 permaneceu em operação nas últimas 6 horas e
NÃO perdeu a alimentação não chaveada durante esse
período. O monitor leva de 20 a 30 segundos para ligar.
O LED de Desligar ou Modo de Espera é laranja.
A—Monitor
B—LED (Luz da Energia)
IMPORTANTE: Se o LED estiver PISCANDO
LARANJA e a tela estiver em branco, uma
condição de temperatura fora da faixa foi
detectada. Desligue a unidade para evitar
que o monitor seja danificado.
C—Porta USB
Para limpar o mostrador, desligue a energia e limpe a tela
com um pano macio umedecido com limpador que não
seja à base de amônia, como o limpador multiuso ou para
vidros da John Deere.
Faixa de Temperaturas de Operação
-20 a 70 °C (-4 a 158 °F).
Temperatura de Armazenagem
A porta USB é utilizada para transferir dados para o
monitor e a partir dele e também para atualizar software.
A maioria das unidades USB funciona com o monitor.
-40 a 85 °C (-40 a 185 °F)
O status do LED é verde quando o monitor está ligado ou
laranja quando o monitor está iniciando ou desligando.
Se o LED estiver VERMELHO, a unidade não está
operacional. Desligue a unidade. O mostrador encontrou
um erro ou problema e está trabalhando para corrigir.
NOTA: O monitor possui duas portas USB para
redundância caso uma delas falhe. Apenas um
dispositivo de armazenamento USB pode ser
inserido por vez. As portas USB se destinam
apenas à transferência de dados e reprogramação.
IMPORTANTE: Sempre limpe a tela do mostrador
com a energia desligada. A limpeza da tela
durante a operação pode resultar em seleção
não intencional de botões.
OUO6092,000066A -54-30SEP11-1/1
40-4
040814
PN=99
Sistema SprayStar
Parte Traseira do Monitor
A Parte Traseira do Monitor contém:
• Furos de Montagem do Mostrador—fixação no suporte
da máquina
• Ponto de Navegação Secundário—fornece navegação
auxiliar com o monitor
• Conector do Monitor—conecta os plugues do chicote
•
•
PC12702 —UN—20JUL10
•
•
elétrico do veículo no monitor para comunicação e
alimentação do sistema
Conector de vídeo—conecta a fonte de vídeo ao monitor
Conector USB—conexão da unidade USB usada
para coleta de dados e salvamento de configurações
selecionadas do monitor e do implemento
Conector Ethernet—Através de adaptador, pode ser
usado no futuro um cabo Ethernet
Conector USB—Através de adaptador, pode ser usado
no futuro um cabo USB
NOTA: A traseira do monitor terá uma etiqueta com o
modelo do monitor e o número de série.
A—Furos de montagem do
monitor
B—Navegação secundária
C—Conector Primário do
Monitor
D—Conector de Vídeo
E—Conector USB
F— Conector Ethernet (Uso
Futuro)
G—Conector USB (Uso Futuro)
OUO6092,0000495 -54-13DEC10-1/1
• Dimensões Máximas - 9,2 mm de espessura por 21,7
Unidade Flash USB
mm de largura
Requisitos de Dispositivo de Memória USB para
Monitores John Deere
Melhores Práticas
A maioria dos dispositivos USB são compatíveis com os
monitores John Deere. Observe os requisitos de unidade
flash USB a seguir:
• Formato - Windows FAT ou FAT32.
Este monitor não
reconhece o formato NTFS.
• Capacidade - Não existem limites específicos para a
capacidade de memória da unidade.
• Aguarde 10 segundos, porque as unidades flash USB
•
•
de capacidade grande podem demorar algum tempo
para serem reconhecidas.
Utilize uma unidade flash USB de 4 GB ou mais, para
que múltiplos Backups possam ser armazenados.
Exclua todos os arquivos do USB que não estejam
associados aos Monitores John Deere.
• Conectividade - USB 2.0
OUO6092,00003FC -54-09SEP10-1/1
40-5
040814
PN=100
Sistema SprayStar
Navegação Secundária do Mostrador
Os controles secundários do monitor consistem de cinco
botões localizados na parte traseira do monitor. Eles
proporcionam navegação auxiliar caso os controles
principais do mostrador não estejam se comunicando
com ele.
O botão ENTER (A) e o botão CANCELAR (D) funcionam
do mesmo modo que funcionam com os controles
principais do monitor.
A Seta para Cima (B) e a Seta para Baixo (C) são
utilizadas para percorrer as seleções no mostrador.
A—Enterpa
B—Seta para Cima
C—Seta para Baixo
PC8580 —UN—17AUG05
O botão RESTABELECER MONITOR (E) restabelece
o mostrador sem desligar e ligar a energia do veículo.
Pressione por 3 segundos para reinicializar.
D—Cancelar
E—Restabelecer Monitor
Navegação Secundária do Mostrador
OUO6092,0000E69 -54-29MAY07-1/1
Controle do Monitor—Se Equipado
CUIDADO: Não monte o controle do monitor
do lado de monitores duplos (2630 e Monitor
GreenStar Original). Isso bloqueia a visão do
operador e sobrecarrega o suporte. Monte o
controle do mostrador em outro lugar.
PC8864 —UN—09JAN06
NOTA: O controle pode ser montado no CommandArm.
O ponto de conexão é instalado de fábrica e o
suporte de montagem está disponível.
O controle do mostrador é o ponto de navegação
secundário no Mostrador GreenStar.
O controle do monitor contém 10 teclas de atalho
disponíveis: A a J, Botão Rotativo (A), botão ENTRAR
(B), botão CANCELAR (C) e botão MENU (D).
Controle do Mostrador
A—Botão Rotativo
B—Botão ENTRAR
C—Botão cancelar
D—Botão MENU
CS12167,0000149 -54-07MAY12-1/1
40-6
040814
PN=101
Sistema SprayStar
N97638 —54—28JUN12
Layout da Tela
Layout da Tela
A—Página Inicial
B—Menu
C—Centro de mensagens
D—Teclas de função
E—Área de Informações do
Aplicativo
NOTA: As telas do monitor apresentadas nas páginas
a seguir servem apenas para referência. As
telas reais podem aparecer de modo diferente
devido à conexão de dispositivos adicionais
e/ou à versão do software em uso.
As seleções: Página Inicial (A), Menu (B) e Centro de
Mensagem (C) estarão em todas as telas.
• A seleção Página Inicial—permite ao operador
• Seleção de menu—permite ao operador visualizar uma
lista de aplicações disponíveis.
• A seleção Centro de Mensagens—permite ao operador
visualizar mensagens de aviso, cuidado e informações
de diagnóstico. (Veja CENTRO DE MENSAGENS DE
CONFIGURAÇÃO na seção Centro de Mensagens do
Monitor.)
A seleção de uma das teclas de função (D) gerará uma
nova página ou um processo a ser iniciado.
visualizar a Página Inicial.
OUO6435,00006DF -54-27MAR12-1/1
40-7
040814
PN=102
Sistema SprayStar
Gerenciamento do Acesso do
Usuário—Teoria de Operação
de Problemas e Diagnósticos para saber como visualizar
os Endereços de Diagnóstico.
O Access Manager é usado para gerenciar o acesso do
usuário a quase todas as funções no monitor. As funções
podem ser bloqueadas ao operador para simplificar
a experiência do usuário e reduzir alterações de
configuração acidentais. Estando as funções bloqueadas
para o "Modo Operador", será necessário uma senha para
entrar no "Modo Proprietário" e acessar essas funções.
A senha atual pode ser recuperada através do Centro
de Mensagens. Ela fica armazenada no Endereço de
Diagnóstico 62. Consulte a seção Detecção e Resolução
Operação com Monitor Duplo
O monitor GS3 2630 talvez possa ser instalado na coluna
de canto de um veículo John Deere que também possui
um monitor no apoio de braço rodando o Access Manager.
Neste caso, as configurações do Access Manager e o
Modo NÃO são transferidos automaticamente entre os
monitores e devem ser configuradas em cada monitor
individualmente.
CZ76372,0000167 -54-16SEP10-1/1
Partida
IMPORTANTE: Não remova a alimentação de 12 volt
do mostrador até que a luz do LED esteja preta.
A remoção prematura da energia (status da
luz laranja ou verde) pode causar perda de
dados e/ou fazer com que o mostrador perca
a funcionalidade. Pode levar até 20 segundos
após a remoção da chave de partida para que
a luz do LED fique completamente preta.
IMPORTANTE: Ao configurar o monitor com a
chave do veículo na posição de acessórios
(energia ligada, motor desligado), gire a chave
para a posição DESLIGADA por 20 segundos
ANTES de ligar o veículo. Isso assegurará
que os dados de configuração serão salvos na
memória interna antes da operação.
Se o veículo estiver funcionando durante a
configuração e a programação, desligue o
veículo colocando a chave na posição OFF
(desligada) e aguarde 30 segundos antes de
ligar novamente. Isso assegura que todos os
dados sejam salvos na memória interna.
NÃO vire a chave para a posição “Start”
(Partida) diretamente a partir da posição de
acessórios. A redução na tensão durante
a fase de partida pode resultar na perda de
todos os dados de configuração.
IMPORTANTE: Se forem feitas alterações com a
máquina no modo auxiliar, desligue a chave
e aguarde até que a luz de alimentação do
mostrador apague antes de dar partida.
Isso permite que o mostrador se desligue
e salve os dados.
Durante a ligação do mostrador, uma tela de inicialização
exibirá uma barra de status que indica que o mostrador
está sendo ligado. Assim que o mostrador estiver ligado,
se nenhum implemento estiver conectado, será exibida
uma tela padrão do monitor de desempenho. Se um
implemento ISO estiver conectado, as informações dele
serão exibidas na área de informações do aplicativo junto
com 10 teclas programáveis.
OUO6092,00005EF -54-09JUN11-1/1
40-8
040814
PN=103
Sistema SprayStar
Campos de Entrada
Existem diversos campos e botões de inserção que
permitem que o operador navegue pelas telas do monitor
e pelos valores de inserção:
N97586 —54—28JUN12
• Caixa de opções
• Caixa de Entrada
• Caixa de seleção
• Botão
Os campos de entrada são selecionados tocando-se
a tela. Aparecerá um teclado para se inserir os dados
alfanuméricos.
Caixa de opções
N97643 —54—28JUN12
Uma caixa suspensa tem uma borda com um valor de
texto ou numérico e setas para cima e para baixo no lado
direito que permitem ao operador selecionar um item
pré-utilizado em uma lista.
Para abrir, toque na caixa suspensa e a lista aparecerá.
Para mover o foco realçado pela lista até o valor de
entrada desejado, toque nas setas para cima e para
baixo. Toque na nova seleção para inserir o valor.
Para fechar a caixa suspensa sem fazer uma nova
seleção, pressione o valor original na lista. A lista se
fechará e o valor original permanecerá.
OUO6435,00006E0 -54-27MAR12-1/4
PC8847 —UN—30OCT05
Caixa de Entrada
Uma caixa de inserção tem uma borda com valor
numérico ou texto. Isto permite ao operador selecionar e
inserir novos valores ou texto.
Para alterar o valor, selecione a caixa de entrada. Um
teclado numérico (A) será exibido, permitindo a seleção
de cada dígito. Pressione o botão Entrar (B) para aceitar o
novo valor. Para cancelar uma entrada, selecione o botão
Cancelar no teclado numérico para manter o valor original.
B—Botão Entrar
N97573 —54—28JUN12
A—Teclado Numérico
Continua na próxima página
40-9
OUO6435,00006E0 -54-27MAR12-2/4
040814
PN=104
Sistema SprayStar
PC8686 —UN—09AUG05
Caixa de seleção
A caixa de seleção é um quadro com uma borda. Uma
marca na caixa indica que ela está ativada.
Para ativar uma caixa de seleção, toque na caixa que
estiver vazia. Uma marca aparecerá dentro da caixa
ativando o item. Para desativar uma caixa de seleção,
toque na caixa para remover a marca.
OUO6435,00006E0 -54-27MAR12-3/4
PC8649 —UN—01NOV05
Botão
PC8650 —UN—01NOV05
Um Botão é um ícone ou texto com uma borda. A
ativação do botão realizará a função do ícone.
Toque o botão para ativá-lo.
INSERIR
VÁ PARA
OUO6435,00006E0 -54-27MAR12-4/4
PC8582 —UN—01NOV05
Ícones Padronizados ISO
PC8648 —UN—01NOV05
Os botões exibidos são ícones padronizados ISO usados
em vários aplicativos do mostrador.
CANCELAR
PC8649 —UN—01NOV05
APAGAR
PC8650 —UN—01NOV05
ENTER
PC8651 —UN—01NOV05
VÁ PARA
PC8652 —UN—01NOV05
CALIBRAÇÃO
RETORNAR
OUO6092,0000D3E -54-07DEC06-1/1
N97640 —54—28JUN12
Centro de Mensagens
• Tecla de função REPROGRAMAÇÃO DE DISPOSITIVO
• Tecla de função SOBRE
• Tecla de função CENTRO DE MENSAGENS
• Tecla de função ENDEREÇOS DE DIAGNÓSTICO
• Tecla de função CÓDIGOS DE FALHAS
• Tecla de função INFORMAÇÕES DA UNIDADE DE
CONTROLE ELETRÔNICO
CENTRO DE MENSAGENS
• Tecla de função Informações do Barramento
Continua na próxima página
40-10
OUO6435,00006E1 -54-27MAR12-1/8
040814
PN=105
Sistema SprayStar
PC8665 —UN—05AUG05
REPROGRAMAÇÃO da tecla de função—Versão do
Software e dos Componentes
Tecla de função REPROGRAMAÇÃO
OUO6435,00006E1 -54-27MAR12-2/8
Tecla de função SOBRE—Copyrights de Software,
Compilação Iniciada, Compilação da Máquina, N/P, N/S e
CPLD
PC8666 —UN—05AUG05
Tecla de função SOBRE
OUO6435,00006E1 -54-27MAR12-3/8
Tecla de função CENTRO DE MENSAGENS—Mensagens
a serem exibidas
PC8667 —UN—05AUG05
Tecla de função CENTRO DE MENSAGENS
OUO6435,00006E1 -54-27MAR12-4/8
PC8668 —UN—05AUG05
Tecla de função ENDEREÇOS DE DIAGNÓSTICO—Informações do Dispositivo
Tecla de função ENDEREÇOS DE DIAGNÓSTICO
OUO6435,00006E1 -54-27MAR12-5/8
PC8669 —UN—05AUG05
Tecla de função CÓDIGOS DE FALHAS—Códigos de
Falhas
Tecla de função CÓDIGOS DE FALHAS
Continua na próxima página
40-11
OUO6435,00006E1 -54-27MAR12-6/8
040814
PN=106
Sistema SprayStar
PC8670 —UN—05AUG05
Tecla de função INFORMAÇÕES DA UNIDADE DE
CONTROLE ELETRÔNICO—Informações da Unidade
de Controle Eletrônico
Tecla de função INFORMAÇÕES DA UNIDADE DE CONTROLE ELETRÔNICO
OUO6435,00006E1 -54-27MAR12-7/8
PC8671 —UN—05AUG05
Tecla de função INFORMAÇÕES DO BARRAMENTO—Informações do Lançamento
Tecla de função Informações do Barramento
OUO6435,00006E1 -54-27MAR12-8/8
N97639 —54—28JUN12
Mostrador
• Tecla monitor
• Tecla de função CONFIGURAÇÕES
•
•
- Guia REGIONAL
- Guia HORA/DATA
- Guia UNIDADES DE MEDIDA
Tecla de função CONTROLES AUXILIARES
Tecla de função DIAGNÓSTICO
- Guia LEITURAS
- Guia TESTS (TESTES)
- Guia SOBRE
Botão MONITOR
OUO6435,00006E2 -54-27MAR12-1/5
PC8689 —UN—09AUG05
MONITOR —Redutor, Sincronização com a Cabine,
Contraste, Dia/Noite, Volume, Cor de Realce
Tecla monitor
Continua na próxima página
40-12
OUO6435,00006E2 -54-27MAR12-2/5
040814
PN=107
Sistema SprayStar
PC8690 —UN—09AUG05
Tecla de função CONFIGURAÇÕES
Guia REGIONAL—País, Idioma, Formato Numérico,
Unidades
Guia HORA/DATA—Data, Formato de Data, Hora,
Sincronização de Hora do GPS, Relógio 24 Horas
Guia UNIDADES DE MEDIDA—Distância, Área, Volume,
Massa, Temperatura, Pressão, Força
Tecla de função CONFIGURAÇÕES
OUO6435,00006E2 -54-27MAR12-3/5
Tecla de função CONTROLES AUXILIARES—Dispositivo
de Entrada, Entrada, Atribuído, Função, Implemento
PC8691 —UN—16OCT07
Tecla de função CONTROLES AUXILIARES
OUO6435,00006E2 -54-27MAR12-4/5
PC8683 —UN—05AUG05
Tecla de função DIAGNÓSTICO
Guia LEITURAS—Voltagem Permanente, Voltagem
Não Permanente, Voltagem do CAN Alto (Lançamento
do Veículo), Voltagem do CAN Baixo (Lançamento
do Veículo), Voltagem do CAN Alto (Lançamento do
Implemento), Voltagem do CAN Baixo (Lançamento do
Implemento), Horas de Operação, Entrada do Sensor
do Radar, Status do Interruptor do Implemento, Status
da Porta do Cartão, Cartão Presente, Status do CCD,
Status do RS232 No. 1, Status do RS232 No. 2, Origem
da Velocidade, Número de Peça do Software, Número
da Versão do Software, Número de Peça do Hardware,
Número de Série do Hardware
Tecla de função DIAGNÓSTICO
Guia SOBRE—Informações de Copyrights, Compilação
Iniciada, Compilação da Máquina, Compilação do
Aplicativo, N/P, N/S e CPLD
Guia TESTE—Teste de Cor, Teste da Tela de Toque,
Calibração da Tela de Toque
OUO6435,00006E2 -54-27MAR12-5/5
40-13
040814
PN=108
Sistema SprayStar
N97642 —54—28JUN12
Tecla monitor
Mostrador - Principal
Quando o mostrador for instalado inicialmente em um
veículo, ele terá uma configuração para todos os recursos.
Os operadores devem ter a capacidade de alterar essas
configurações para atender às suas necessidades. Após
mudar essas configurações, elas serão salvas e mantidas
através de cada ligar/desligar do motor.
Continua na próxima página
40-14
OUO6435,00006E3 -54-27MAR12-1/6
040814
PN=109
Sistema SprayStar
PC8663 —UN—05AUG05
Vá para MENU >> Botão DISPLAY (Mostrador) >> Tecla
DISPLAY (Mostrador)
Botão MENU
N97639 —54—28JUN12
Botão MONITOR
PC11393 —UN—14OCT08
Tecla monitor
OUO6435,00006E3 -54-27MAR12-2/6
O botão LUMINOSIDADE pode ser alterado selecionando
o botão MAIS ou MENOS.
PC11440 —UN—28OCT08
Botão LUMINOSIDADE
OUO6435,00006E3 -54-27MAR12-3/6
PC8686 —UN—09AUG05
NOTA: O recurso de Sincronização com a Cabine
somente funciona em veículos selecionados.
Quando ativada, a caixa de seleção Sincronizar com a
Cabine permite que o monitor GreenStar controle o brilho
de outros monitores na cabine do veículo. Desmarcar
a caixa de seleção permitirá que somente a luz do
monitor seja alterada, sem efeito em outros monitores e
Sincronização com a Caixa de Seleção da Cabine
luzes da cabine. Se desativados, os controles de brilho
influenciarão apenas no monitor GreenStar.
OUO6435,00006E3 -54-27MAR12-4/6
O volume pode ser alterado selecionando o botão + ou -.
PC11438 —UN—24OCT08
Botão VOLUME
Continua na próxima página
40-15
OUO6435,00006E3 -54-27MAR12-5/6
040814
PN=110
Sistema SprayStar
PC8686 —UN—09AUG05
NOTA: A cor de realce padrão na ligação do
mostrador é o vermelho.
A Cor do Realce/Foco pode ser alterada selecionando a
cor desejada (vermelho, azul, verde).
Cor do Realce/Foco
OUO6435,00006E3 -54-27MAR12-6/6
Menu de Aplicações
Para ter acesso às aplicações mostradas selecione o
Botão Menu no monitor.
F— Botão de Aplicações do
Pulverizador
G—Botão Layout Manager
H—Botão Monitor
I— Botão GreenStar 3 Pro
N97623 —54—28JUN12
A—Botão de menu
B—Botão Menu de Vídeo
C—Botão do Access Manager
D—Botão Centro de
Mensagens
E—Botão Monitor Original
GreenStar
OUO6435,00006E4 -54-27MAR12-1/1
40-16
040814
PN=111
Sistema SprayStar
Tecla de função CONFIGURAÇÕES
IMPORTANTE: Para reprogramar um outro idioma,
o idioma sendo selecionado precisa estar
no cartão de dados. Se o arquivo idioma
não carregar adequadamente, recarregue o
software no cartão de dados.
PC8663 —UN—05AUG05
Botão MENU
N97639 —54—28JUN12
NOTA: Se o veículo perder energia da bateria ou
se o mostrador for desconectado do veículo
as Configurações de Hora e Data deverão
ser restabelecidas.
A tela Configurações contém três guias:
Guia REGIONAL
País, Idioma, Formato Numérico e Unidades podem ser
selecionados. Use as caixas suspensas e selecione as
medidas desejadas a serem exibidas na tela.
Botão MONITOR
PC8690 —UN—09AUG05
Guia HORA E DATA
Data e hora podem ser alteradas, bem como o formato da
hora. A Sincronização do GPS pode ser selecionada para
ajustar automaticamente a hora usando os dados de hora
vindos do receptor GPS. Quando isso é selecionado, o
usuário deve selecionar o desvio correto da hora, ajustado
com os dados da hora do GPS para corresponder à
sua zona horária, para assegurar a correta hora local.
A Sincronização da Hora não ocorrerá até que o sinal
do GPS seja obtido.
Tecla de função CONFIGURAÇÕES
Os usuários podem personalizar as unidades para uma
mistura de unidades métricas e imperiais.
Guia UNIDADES DE MEDIDA
OUO6435,00006E5 -54-27MAR12-1/1
40-17
040814
PN=112
Sistema SprayStar
PC8663 —UN—05AUG05
Tecla de função DIAGNÓSTICO
A tela Diagnóstico contém três guias:
• Guia LEITURAS
• Guia TESTS (TESTES)
• Guia SOBRE
Botão MENU
N97639 —54—28JUN12
Guia LEITURAS
Essa guia exibirá as voltagens de operação, os números
de peça e horas e operação.
Guia TESTS (TESTES)
Essa guia permitirá que o usuário execute 3 diferentes
calibrações da tela: Teste de Cor, Teste da Tela de Toque,
Calibração da Tela de Toque.
Botão MONITOR
PC8683 —UN—05AUG05
A função principal sob a guia testes será a calibração
da Tela de Toque. A calibração da Tela de Toque será
necessária quando o ícone da tela não se alinhar com a
área pressionada. Isso pode ser causado por desgaste e
depreciação normal, tempo de duração, certas condições
climáticas e contaminantes na tela (produtos químicos,
solventes, etc).
Tecla de função DIAGNÓSTICO
Calibração da Tela de Toque:
cores diferentes, contate seu concessionário John Deere
para obter manutenção.
1. Sob o botão Calibração da Tela de Toque aparecerá
uma nova tela com um X no canto superior direito.
Teste da Tela de Toque:
2. Pressione a tela no X e continue a seguir os Xs por
toda a tela. Sempre pressione a tela diretamente no
centro do X.
Sob o botão Teste, selecione o Teste da Tela de Toque.
Esse teste permitira que o usuário identifique um
problema de pixels na tela.
3. Diversos Xs aparecerão em diferentes locais da tela.
4. Continue a pressionar no centro do X até concluir.
1. Conforme toca a tela, um alvo visual aparecerá na
área tocada.
A Calibração do Restabelecimento da Tela de Toque
interromperá qualquer calibração salva e permitirá que o
usuário comece de novo e execute uma nova calibração.
2. Continue a tocar a tela ao redor da área com suspeita
de defeito dos pixels e veja se o alvo visual aparece.
Teste de Cor:
Se o alvo visual não aparecer, entre em contato com seu
revendedor John Deere.
Sob o botão Teste, selecione o teste de cor. O teste
de cor exibirá 3 cores diferentes no mostrador por
aproximadamente 5 segundos. Se você não vir as 3
Guia SOBRE
Essa guia exibe basicamente as informações de fundo
do mostrador.
OUO6435,00006E6 -54-27MAR12-1/1
Gerenciador de layout
O Gerenciador de Layout fornece ao operador a
capacidade de exibir telas definidas pelo usuário no
layout da página inicial. Assim que essas telas forem
configuradas, o mostrador voltará à configuração sempre
que a tecla de função Página inicial for pressionada.
NOTA: O Modo Original GreenStar Monitor (Monitor
GreenStar Original) só está disponível nas opções
A e F do gerenciador de layout. O Monitor de
Desempenho Avançado (Advanced Performance
PC9033 —UN—17APR06
Tecla de função Página inicial
Monitor) ou ISOBUS só está disponível na opção
A do gerenciador de layout.
Continua na próxima página
40-18
OUO6092,00007BE -54-28JUN12-1/5
040814
PN=113
Sistema SprayStar
PC8663 —UN—05AUG05
Selecione Menu e a tecla de função J que é a Opção do
Gerenciador de Layout.
Botão MENU
PC12869 —UN—16SEP10
Botão GERENCIADOR DE LAYOUT
OUO6092,00007BE -54-28JUN12-2/5
PC8870 —UN—17NOV05
Pressione a tecla de função A, em seguida, pressione
a área vermelha grande na tela principal; isso o levará
para a seleção de programas a operar na área vermelha
definida. Você verá que o Gerenciador de Layout A e
F terá a maior seleção possível de opções e layouts
disponíveis. Se selecionar o GreenStar 3 Pro, você será
levado para a tela de confirmação exibida a seguir.
Continua na próxima página
40-19
OUO6092,00007BE -54-28JUN12-3/5
040814
PN=114
Sistema SprayStar
PC8649 —UN—01NOV05
Se estiver satisfeito com a seleção, pressione o botão
ENTER. Se a seleção não for a desejada, pressione a
grande área de bloco novamente ou pressione o botão
CANCELAR para iniciar novamente.
Botão ENTRAR
Botão APAGAR
PC12852 —UN—31AUG10
PC9034 —UN—17APR06
Opções do Gerenciador de Layout com Layouts de
Exemplo
PC8582 —UN—01NOV05
Opção A do Gerenciador de Layout
PC11396 —UN—14OCT08
Exemplo da Opção F do Layout
PC9038 —UN—17APR06
Opção F do Gerenciador de Layout
PC9037 —UN—17APR06
PC9036 —UN—17APR06
Exemplo da Opção A do Layout
Opção G do Gerenciador de Layout
Exemplo da Opção G do Layout
Continua na próxima página
40-20
OUO6092,00007BE -54-28JUN12-4/5
040814
PN=115
PC9040 —UN—17APR06
PC11397 —UN—14OCT08
Sistema SprayStar
PC11398 —UN—14OCT08
Exemplo da Opção H do Layout
PC9042 —UN—17APR06
Opção H do Gerenciador de Layout
PC11399 —UN—14OCT08
Exemplo da Opção I do Layout
PC9044 —UN—17APR06
Opção I do Gerenciador de Layout
Opção J do Gerenciador de Layout
Exemplo da Opção J do Layout
IMPORTANTE: Ao configurar o monitor com a
chave do veículo na posição de acessórios
(energia ligada, motor desligado), gire a chave
para a posição DESLIGADA por 20 segundos
ANTES de ligar o veículo. Isso assegurará
que os dados de configuração serão salvos na
memória interna antes da operação.
Se o veículo estiver funcionando durante a
configuração e a programação, desligue o
veículo colocando a chave na posição OFF
(desligada) e aguarde 30 segundos antes de
ligar novamente. Isso assegura que todos os
dados sejam salvos na memória interna.
NÃO vire a chave para a posição "Start"
(Partida) diretamente a partir da posição de
acessórios. A redução na tensão durante
a fase de partida pode resultar na perda de
todos os dados de configuração.
OUO6092,00007BE -54-28JUN12-5/5
40-21
040814
PN=116
Sistema SprayStar
Reinicialização do Mostrador
IMPORTANTE: Todos os dados de configuração
inseridos desde a ativação podem ser perdidos
ao se utilizar o botão de reinicialização.
PC8705 —UN—17AUG05
Se o mostrador não responder às inserções do operador,
o sistema pode ser reinicializado pressionando e
mantendo pressionado o botão de reinicialização (A) por
3 segundos (até que a luz da frente do mostrador comece
a piscar). Isso reinicializará o sistema e reiniciará todos
os aplicativos do mostrador. Se for necessário reinicializar
o mostrador freqüentemente, entre em contato com
um revendedor John Deere. Recomenda-se desligar a
alimentação antes de fixar ou remover implementos e
outros componentes elétricos do sistema de comunicação
do Barramento CAN.
A—Botão REINICIALIZAÇÃO
DO MOSTRADOR
OUO6092,0000D46 -54-01FEB07-1/1
Sistema SprayStar
A seção a seguir fornece especificações e parâmetros
operacionais para o sistema SprayStar.
O sistema SprayStar é um módulo eletrônico com um
mostrador e um teclado de uso geral, que podem ser
utilizados para exibir informações do chassi ou do
sistema de umidificação. Seu objetivo principal é fornecer
um cabeçalho de exibição para diversos sensores do
pulverizador. Tem a capacidade de exibir informações
simultâneas de diversos sensores.
O SprayStar pode ser utilizado em conjunto com outros
produtos de Solução de Gerenciamento Agrícola, tais
como Orientação do Parallel Tracking do GreenStar e
Sistemas de Direção Assistida AutoTrac e Field Doc.
Informações sobre configuração e operação para tais
programas podem ser encontradas nos respectivos
manuais do operador.
OUO6092,0000D96 -54-28MAR07-1/1
40-22
040814
PN=117
Sistema SprayStar
N97631 —54—28JUN12
Página Principal do Pulverizador
Página Principal do Pulverizador
A—Menu Suspenso de
Informações
B—Taxas-alvo Pré-programadas
por Área
C—Taxa Atual por Área
D—Volume Estimado Restante
no Tanque
E—Pressão
F— Status das Seções da Lança
G—Bico de Linha Em Cerca
Esquerdo ou Direito (Durante
a Pulverização)
H—Status da Queda de Espuma
Esquerda ou Direita
I— Indicador de Faróis altos
J— Máquina Estacionada
K—Faixa de Velocidade
Selecionada
L— Ícone de Status do
Combustível
M—Status da Bomba de Solução
N—Indicador de Curva à
Esquerda
O—Indicador de Curva à Direita
P—Tecla Principal do
Pulverizador
Q—Tecla de Função Menu de
Configuração
R—Tecla de Função Menu de
Calibração
S—Tecla de função Totais
T— Tecla defunção BoomTrac™
Pro - Se equipado
U—Tecla de Função Diagnóstico
V—Centro de Mensagens\Exibição da Hora
W—Botão Página Inicial
X—Botão de menu
BoomTrac é uma marca comercial da Deere & Company
OUO6435,00006E8 -54-27MAR12-1/1
40-23
040814
PN=118
Sistema SprayStar
Listas Suspensas de Informações da Página
Principal do Pulverizador
A página principal do pulverizador permite que o operador
visualize quatro listas suspensas onde são exibidas as
informações. O procedimento a seguir explica como
personalizar as informações exibidas nessas seções.
N97951 —54—28JUN12
Listas Suspensas de Informações
1. Selecione a caixa suspensa (A) a ser modificada. O
menu suspenso aparecerá.
2. Selecione o novo item de informação (B) a ser exibido
na lista. O menu suspenso será fechado e a nova
seleção (C) será exibida.
C—Nova Seleção
N97555 —54—28JUN12
A—Listas Suspensas de
Informações
B—Item de Informação
N97952 —54—28JUN12
OUO6435,00006E9 -54-29JUN12-1/1
40-24
040814
PN=119
Sistema SprayStar
N97603 —54—28JUN12
Configuração da Pulverização
CONFIGURAÇÃO DO PULVERIZADOR
Sistema de pressão MÍN. e MÁX.—Permite que o
operador ajuste o tempo de resposta do controle de taxa
do SprayStar.
as seguintes informações são exibidas e podem ser
alteradas:
Taxas de aplicação 1, 2 ou 3—Onde as taxas de
aplicação alvo são programadas no SprayStar.
Pressão Mínima: Onde a pressão mínima é programada
no SprayStar. A pressão mínima é a pressão mínima
mantida durante a pulverização.
Pressão da Pulverização Desligada: A pressão de
pulverização desligada é programada no SprayStar. A
pressão de pulverização desligada é a pressão mantida
enquanto não estiver pulverizando. Utilizada normalmente
para manter a pressão alta ajustada para a agitação
quando não estiver pulverizando. Ela não deve ser
utilizada como um meio para compensar a carga da lança.
Volume do tanque—Onde o volume do tanque é
programado no SprayStar.
Carga da Lança—Permite que o operador carregue
a lança a uma pressão calculada automaticamente
(Pressão de Carga da Lança) por 3 segundos depois que
o interruptor principal de LIGAR/DESLIGAR (A) for ligado.
Marcador de Espuma: Permite que o operador altere a
configuração do marcador de espuma AUTO HIGH (Alto
Automático), AUTO LOW (Baixo Automático), MANUAL
HIGH (Alto Manual), MANUAL LOW (Baixo Manual) e
OFF (Desligado).
Liberação da pressão da lança —Permite que o
operador ative o recurso de liberação da pressão da lança.
Configuração do Alarme: Permite que o operador
ligue ou desligue os alarmes de erro de vazão, seções
desligadas e da escada.
OUO6435,00006EA -54-27MAR12-1/1
40-25
040814
PN=120
Sistema SprayStar
N97604 —54—28JUN12
Configuração das Taxas de Aplicação
A—Tecla de Função de
Configuração
B—Guia Spray Setup
(Configuração da
Pulverização)
C—Caixa de entrada
1. Selecione a tecla de função Configuração (A) para
visualizar o menu de configurações.
2. Selecione a guia Spray Setup (Configuração da
Pulverização) (B).
3. Selecione cada caixa de entrada (C) a ser alterada
e insira um novo valor utilizando o teclado pop-up.
Selecione o botão “Enter” para aceitar o novo valor.
OUO6435,00006EB -54-27MAR12-1/1
40-26
040814
PN=121
Sistema SprayStar
N97605 —54—28JUN12
Configuração da Pressão Mínima
O Controlador de Taxa de Pulverização (SRC) atingirá a
pressão mínima quando a pulverização principal estiver
ligada e no modo automático.
NOTA: A viscosidade do transportador poderá afetar a
pressão mínima requerida. Execute o procedimento
para o transportador que estiver sendo usado.
Este procedimento também deve ser revisto
sempre que se trocar os tamanhos e os tipos
de bicos e/ou quando as válvulas de retenção
dos bicos tiverem sido trocadas.
N97573 —54—28JUN12
Essa configuração de pressão precisa ser superior à
da válvula de retenção do bico para manter todas as
válvulas de retenção abertas, mas não muito alta para
evitar aplicação excessiva durante os ajustes normais
de velocidade no campo. Por exemplo, 15 psi para as
válvulas de retenção padrão de 12 psi que se encontram
nos pulverizadores. Se a pressão mínima for configurada
em um nível próximo ao da pressão operacional, isso
pode resultar em uma operação instável e no excesso
de aplicação.
A—Tecla de Função de
Configuração
B—Guia Spray Setup
(Configuração da
Pulverização)
C—Caixa de Entrada
Continua na próxima página
40-27
D—Teclado Pop-up
E—Botão Entrar
F— Caixa de Entrada
OUO6435,00006EC -54-27MAR12-1/2
040814
PN=122
Sistema SprayStar
10. Selecione a caixa de entrada (C) próximo a “Min
Spray Press. (psi)” (Pressão Mínima de Pulverização)
a ser alterada e insira um novo valor utilizando o
teclado pop-up (D). Insira a pressão da etapa anterior.
Pressione o botão Entrar (E) para aceitar o novo valor.
Determine e configure a pressão mínima requerida,
usando os seguintes procedimentos:
1. Desdobre as lanças de pulverização.
2. Ligue todos os interruptores das seções de
pulverização da lança.
Aplicação em Baixas Pressões
3. Selecione a tecla de função Configuração (A) para
visualizar o menu de configurações.
4. Selecione a guia Spray Setup (Configuração da
Pulverização) (B).
5. Selecione a caixa de entrada (C) próximo a “Min
Spray Press. (psi)” (Pressão Mínima de Pulverização)
a ser alterada e insira um novo valor utilizando o
teclado pop-up (D). Digite 0. Selecione o botão Entrar
(E) para aceitar o novo valor.
6. Gire o interruptor de controle de taxa para a
configuração de pressão manual “MAN”.
7. Selecione a caixa de entrada (F) próxima a "Spray Off
Pressure (psi)" (Pressão de Pulverização Desligada
(psi)) a ser alterada e insira um novo valor utilizando o
teclado pop-up (D). Digite 0. Selecione o botão Entrar
(E) para aceitar o novo valor.
8. Ligue a bomba de solução e o interruptor de
pulverização principal.
9. Aumente a "Spray Off Pressure" (Pressão de
Pulverização Desligada) em incrementos de 6.9
kPa (0,07 bar) (1 psi) até que todas as válvulas de
retenção do corpo do bico se abram e todos os bicos
estejam pulverizando no padrão total. Tome nota da
pressão quando isso ocorrer.
Ao pulverizar com pressões baixas de aplicação, use
ajustes de pressão mais baixos das válvulas de retenção
para obter desempenho ideal. O uso dos corpos do
bico com válvulas de retenção a pressões mais altas
que a pressão-alvo mais baixa de aplicação, ao dirigir
lentamente, pode fazer com que os bicos se fechem e,
dessa forma, causar taxas de aplicação instáveis.
Equipamento Padrão de Fábrica
A lança possui válvulas de retenção de 12 psi como
equipamento padrão. Outras válvulas de retenção
disponíveis nas peças do SprayMaster™ incluem
regulagens de 3, 10 e 25 psi. Essas pressões determinam
a qual pressão os bicos se desligam.
Tamanhos e cores do conjunto da válvula de retenção
(tampa e mola):
• 3 psi (Amarelo)
• 10 psi (Vermelho)
• 12 psi (Verde)
• 25 psi (Preto)
Diafragmas:
• EPDM
• Viton: maior resistência contra mais produtos químicos
SprayMaster é uma marca registrada da Deere & Company
OUO6435,00006EC -54-27MAR12-2/2
40-28
040814
PN=123
Sistema SprayStar
N97606 —54—28JUN12
Configuração da Pressão de Pulverização
Desligada
A—Tecla de Função de
Configuração
B—Guia Spray Setup
(Configuração da
Pulverização)
C—Caixa de entrada
NOTA: O controlador da taxa de pulverização
atingirá a pressão de pulverização quando
o pulverizador principal estiver desligado. A
pressão com pulverização desligada é a pressão
que a bomba manterá quando não estiver
pulverizando. O objetivo principal da pressão com
pulverização desligada é aumentar a agitação
quando a pulverização não estiver ativada. Ela
não deve ser utilizada como um meio para
compensar a carga da lança.
1. Selecione a tecla de função Configuração (A) para
visualizar o menu de configurações.
2. Selecione a guia Spray Setup (Configuração da
Pulverização) (B).
3. Selecione a caixa de inserção (C) próxima a "Spray
Off Press" (Pressão de Pulverização). (psi)” e insira
um novo valor utilizando o teclado pop-up. Selecione
o botão “Enter” para aceitar o novo valor.
OUO6435,00006ED -54-27MAR12-1/1
40-29
040814
PN=124
Sistema SprayStar
N97607 —54—28JUN12
Configuração do Volume de Redefinição do
Tanque
A—Tecla de Função de
Configuração
B—Guia Spray Setup
(Configuração da
Pulverização)
C—Caixa de entrada
NOTA: Cada vez que volume do tanque (gal) (A) é
pressionado na Página Principal do Pulverizador, o
volume do tanque pode ser redefinido para o Volume
do Tanque padrão atual (1000 gal neste exemplo).
O volume do tanque não é contado abaixo de 0.
1. Selecione a tecla de função Configuração (A) para
visualizar o menu de configurações.
2. Selecione a guia Spray Setup (Configuração da
Pulverização) (B).
3. Selecione a caixa de entrada (C) próxima a "Tank
Volume (gal)" (Volume do Tanque (gal)) e insira um
novo valor utilizando o teclado pop-up. Selecione o
botão “Enter” para aceitar o novo valor.
OUO6435,00006EE -54-29JUN12-1/1
40-30
040814
PN=125
Sistema SprayStar
N97608 —54—28JUN12
Configuração da Resposta do Pulverizador
A—Tecla de Função de
Configuração
B—Guia Spray Setup
(Configuração da
Pulverização)
C—Caixa de opções
A Resposta do Pulverizador permite que o operador ajuste
o tempo de resposta do controle de taxa do SprayStar.
Este é o tempo que a taxa real de aplicação leva para
atingir a taxa de aplicação-alvo no modo automático.
• Quando a taxa de aplicação alvo não for nunca
O tempo de resposta tem cinco ajustes diferentes. O
"5" indica o tempo de resposta mais rápido (MÁX.) e o
"1" indica o tempo de resposta mais lento (MÍN.). Cada
redução a partir do “5” exige mais tempo de resposta
para ajustar a taxa-alvo.
• Quando a taxa real de aplicação levar muito tempo
atingida, aumente a resposta
• Quando a taxa de aplicação for instável, diminua a
resposta
para atingir a taxa-alvo, mais do que 4 segundos
aproximadamente, aumente a resposta
Para alterar o tempo de resposta, faça o seguinte:
1. Selecione a tecla de função Configuração (A) para
visualizar o menu de configurações.
Para quase todas as situações, o tempo de resposta
deverá ser ajustado em "3" para todos os pulverizadores
4630. Se uma lança diferente ou uma configuração
incomum for instalada em uma lança John Deere, pode
ser necessário reduzir o tempo de resposta, ou torná-lo
mais lento.
2. Selecione a guia Spray Setup (Configuração da
Pulverização) (B).
3. Selecione a caixa suspensa (C) próxima a "Spray
System MIN MAX" (Sistema de Pulverização MÍN
MÁX) e selecione o novo valor.
Quando Alterar a Configuração do Tempo de Resposta:
Continua na próxima página
40-31
OUO6435,00006EF -54-27MAR12-1/2
040814
PN=126
Sistema SprayStar
do tempo de resposta em "4". Se este tempo
de resposta não fornecer um desempenho
aceitável, repita as etapas 1 a 5 usando uma
configuração mais baixa.
NOTA: "1" é a configuração de resposta mínima do
pulverizador e "5" é a configuração de resposta
máxima do pulverizador. Para escolher a
configuração correta, inicie com a configuração
OUO6435,00006EF -54-27MAR12-2/2
Configuração da Carga da Lança
Na configuração do SprayStar, coloque a carga da lança
em “AUTO” quando a vazão da solução estiver abaixo de
100 l/min (26 gpm).
Para Determinar a Taxa de Vazão da Solução:
N66488 —UN—15SEP04
A carga da lança permite que o operador carregue a
lança a uma pressão especificada manualmente ou
calculada automaticamente (Pressão de Carga da
Lança) por 3 segundos depois que o interruptor Principal
LIGA/DESLIGA (A) for LIGADO. Após 3 segundos,
o sistema automático de controle da taxa assumirá o
controle. Isso permite que o sistema de controle da taxa
de pulverização atinja a taxa-alvo de aplicação mais
rapidamente quando forem utilizados bicos de taxa de
vazão menores.
A—Interruptor Principal
LIGA/DESLIGA da
Pulverização
• Ao pulverizar, selecione o item "gallon per minute"
(galões por minuto) em um dos menus suspensos da
Página Principal do Pulverizador.
Exemplo: Se bicos do tipo 8003 estiverem instalados e
existirem 54 na lança: 0.3 gpm x 54 = 16.2 gpm (vazão
da solução). É necessário que operador gire a carga
da lança para AUTO (Automático).
OU
• Determine o tamanho dos bicos e multiplique pelo
número total de bicos na lança.
Continua na próxima página
40-32
OUO6435,00006F0 -54-27MAR12-1/2
040814
PN=127
N97609 —54—28JUN12
Sistema SprayStar
A—Tecla de Função de
Configuração
B—Guia Spray Setup
(Configuração da
Pulverização)
C—Caixa de opções
Para colocar a carga da lança em AUTO ou OFF
(AUTOMÁTICA ou DESLIGADA):
1. Selecione a tecla de função Configuração (A) para
visualizar o menu de configurações.
2. Selecione a guia Spray Setup (Configuração da
Pulverização) (B).
3. Selecione a caixa suspensa (C) próxima a “Carga da
Lança” e selecione “AUTO” ou “DESL.”.
NOTA: Os valores ACD (Resposta do Sistema de
Solução) são calculados na primeira passagem
de pulverização pelo campo após cada partida
do motor. Para garantir que os números de ACD
sejam válidos, faça a primeira passagem de
pulverização em velocidade constante com todas
as seções da lança ligadas e com o tamanho
correto do bico para a taxa-alvo selecionada. A
alteração da velocidade ou o desligamento das
seções da lança durante a primeira passagem de
pulverização pode resultar em valores de ACD
inválidos e em carga da lança incorreta, o que
causa problemas na taxa de aplicação. Se máquina
não conseguir manter uma taxa estável em tempo
hábil após a primeira passagem, os valores de
ACD podem estar inválidos. Redefina os valores
desligando a máquina e dando nova partida,
agora faça outra passagem de pulverização. Os
valores de ACD precisam ser redefinidos sempre
que o tamanho do bico for alterado.
OUO6435,00006F0 -54-27MAR12-2/2
40-33
040814
PN=128
Sistema SprayStar
Configuração da Pressão Manual
1. Gire o interruptor de seleção de taxa (A), localizado
no console lateral, para "MAN" para a configuração
da pressão manual.
2. Selecione cada caixa de inserção (B) próximo a
“Manual Target Pressure (Pressão Manual Alvo)(psi)"
e insira um novo valor utilizando o teclado pop-up.
Selecione o botão “Enter” para aceitar o novo valor.
B—Caixa de Entrada
N97593 —54—28JUN12
A—Interruptor Seletor de Vazão
N98315 —UN—04MAY12
A configuração da pressão manual permite que operador
pulverize em uma dada pressão, independente da
velocidade e da taxa de aplicação.
OUO6435,0000777 -54-04MAY12-1/1
40-34
040814
PN=129
Sistema SprayStar
N97611 —54—28JUN12
Ativação da Liberação da Pressão da Lança
A—Tecla de Função de
Configuração
B—Guia Spray Setup
(Configuração da
Pulverização)
C—Caixa de seleção
CUIDADO: Evite a pulverização não intencional
dos bicos. Não utilize quando for instalado
equipamento de reposição de sistemas de
soluções não John Deere. Eles incluem, mas
não se limitam a, sistemas de injeção direta e
de controle de seção. Consulte o manual do
operador do sistema de injeção direta da John
Deere para obter detalhes sobre o uso desse
recurso com um sistema de injeção direta.
1. Selecione a tecla de função Configuração (A) para
visualizar o menu de configurações.
2. Selecione a guia Spray Setup (Configuração da
Pulverização) (B).
NOTA: Uma marca de seleção na caixa “Boom
Pressure Relief” indica que a liberação da
pressão da lança está ativada.
3. Selecione a caixa de seleção (C) próxima a "Boom
Pressure Relief" (Liberação da Pressão da Lança)
e uma marca aparecerá dentro da caixa ativando o
item. Para desativar uma caixa de seleção, toque na
caixa para remover a marca.
OUO6435,00006F2 -54-27MAR12-1/1
40-35
040814
PN=130
Sistema SprayStar
N97612 —54—28JUN12
Ligar/Desligar o Alarme de Vazão
N97557 —54—28JUN12
O alarme da vazão diz ao operador quando o pulverizador
aplica mais ou menos do que 20% da aplicação-alvo por
6 segundos contínuos. “LOW SOLUTION FLOW” (Baixa
Vazão de Solução) ou “HIGH SOLUTION FLOW” (Alta
Vazão de Solução) também aparece na Página Principal
do Pulverizador.
Para ativar ou desativar o alarme:
1. Selecione a tecla de função Configuração (A) para
visualizar o menu de configurações.
2. Selecione a guia “Spray Setup” (Configuração da
Pulverização) (B).
A—Tecla de Função de
Configuração
B—Guia Spray Setup
(Configuração da
Pulverização)
C—Botão Configuração do
Alarme
3. Pressione o botão "Alarm Setup" (Configuração do
Alarme) (C). A tela Alarm Setup (Configuração do
Alarme) aparecerá.
NOTA: Uma marca na caixa indica que o “Alarme
da vazão” está ativado.
4. Selecione a caixa de seleção (D) próxima a “Flow Rate
Alarm” (Alarme da vazão) e uma marca aparecerá
dentro da caixa ativando o item. Para desativar uma
caixa de seleção, toque na caixa para remover a
marca.
Continua na próxima página
40-36
D—Caixa de seleção
E—Botão Entrar
OUO6435,00006F3 -54-27MAR12-1/2
040814
PN=131
Sistema SprayStar
5. Pressione o botão Entrar (E) para retornar para a tela
“Spray Setup” (Configuração da Pulverização).
OUO6435,00006F3 -54-27MAR12-2/2
40-37
040814
PN=132
Sistema SprayStar
N97612 —54—28JUN12
Ligar/Desligar Alarme de Seções Desligadas
N97558 —54—28JUN12
O alarme “Sections Off” (Seções Desligadas) ocorre
quando uma ou mais seções de pulverização são
desativadas pelos interruptores de seção quando o
interruptor LIGA/DESLIGA da Pulverização Mestre na
alavanca de controle multifuncional está ativado.
Para “LIGAR” ou “DESLIGAR” o alarme:
1. Selecione a tecla de função Configuração (A) para
visualizar o menu de configurações.
2. Selecione a guia “Spray Setup” (Configuração da
Pulverização) (B).
3. Pressione o botão "Alarm Setup" (Configuração do
Alarme) (C). A tela Alarm Setup (Configuração do
Alarme) aparecerá.
A—Tecla de Função de
Configuração
B—Guia Spray Setup
(Configuração da
Pulverização)
C—Botão Configuração do
Alarme
NOTA: Uma marca na caixa “Section Off Alarm” indica
que o “Alarme de Seção Desligada” está ativado.
4. Selecione a caixa de seleção (D) próxima a "Section
Off Alarm" (Alarme de Seção Desligada) e uma marca
aparecerá dentro da caixa ativando o item. Para
desativar uma caixa de seleção, toque na caixa para
remover a marca.
Continua na próxima página
40-38
D—Caixa de seleção
E—Botão Entrar
OUO6435,00006F4 -54-27MAR12-1/2
040814
PN=133
Sistema SprayStar
5. Pressione o botão Entrar (E) para retornar para a tela
“Spray Setup” (Configuração da Pulverização).
OUO6435,00006F4 -54-27MAR12-2/2
N97590 —54—28JUN12
Configuração do Número de Seções da
Lança, Número de Bicos e Espaçamento
A—Tecla de Função de
Configuração
B—Guia Boom Setup
(Configuração da Lança)
C—Caixa de Entrada
D—Botão “Setup Spray Sections”
(Configuração das Seções de
Pulverização)
o teclado pop-up. Selecione o botão “Enter” para
aceitar o novo valor.
1. Selecione a tecla de função Configuração (A) para
visualizar o menu de configurações.
2. Selecione a guia Boom Setup (Configuração da
Lança) (B).
3. Selecione cada caixa de entrada (C) próxima a
"Number of Boom Sections" (Número de Seções da
Lança) a ser alterada e insira um novo valor utilizando
4. Pressione o botão "Setup Spray Sections"
(Configuração das Seções de Pulverização) (D). A
tela Setup Spray Sections (Configuração das Seções
de Pulverização) aparecerá.
Continua na próxima página
40-39
OUO6435,00006F5 -54-27MAR12-1/2
040814
PN=134
Sistema SprayStar
5. Selecione a caixa suspensa (A) próxima a "Select
Spray Section to change" (Selecione a Seção de
Pulverização a ser alterada) e selecione a seção a
ser alterada no menu.
6. Selecione cada caixa de entrada (B a D) a ser alterada
e insira um novo valor utilizando o teclado pop-up.
Selecione o botão “Enter” para aceitar o novo valor.
(Repita a operação para cada seção da lança.)
NOTA: A largura da pulverização da seção e a largura
total são calculadas automaticamente a partir
das configurações acima.
7. Pressione o botão Entrar (E) para aceitar os novos
valores.
A—Caixa de opções
B—Caixa de entrada
C—Caixa de entrada
N97589 —54—28JUN12
NOTA: Apenas na pulverização dispersa, a largura do
bocal de pulverização é igual ao espaçamento dos
bocais. Refira-se ao lado de trás da calculadora
da ponta do bocal para determinar a largura
real da ponta de pulverização.
D—Caixa de entrada
E—Botão Entrar
OUO6435,00006F5 -54-27MAR12-2/2
40-40
040814
PN=135
Sistema SprayStar
N97591 —54—28JUN12
Programação do SprayStar para Pulverização
em Faixas
A—Tecla de Função de
Configuração
B—Guia Boom Setup
(Configuração da Lança)
C—Botão “Setup Spray Sections”
(Configuração das Seções de
Pulverização)
A configuração das seções da lança do SprayStar é
programada de maneira diferente para pulverização em
faixas, em relação à pulverização para área total.
3. Pressione o botão "Setup Spray Sections"
(Configuração das Seções de Pulverização) (C). A
tela Setup Spray Sections (Configuração das Seções
de Pulverização) aparecerá.
1. Selecione a tecla de função Configuração (A) para
visualizar o menu de configurações.
2. Selecione a guia Boom Setup (Configuração da
Lança) (B).
Continua na próxima página
40-41
OUO6435,00006F6 -54-27MAR12-1/2
040814
PN=136
Sistema SprayStar
4. Selecione a caixa suspensa (A) próxima a "Select
Spray Section to change" (Selecione a Seção de
Pulverização a ser alterada) e selecione a seção a
ser alterada no menu.
5. Na posição (B), insira o número de fileiras de cultura
que a seção da lança abrangerá em vez do número
de bicos que a seção da lança possui, utilizando o
teclado pop-up.
6. Na posição (C), insira a largura da fileira de cultura
em vez do espaçamento entre os bicos, utilizando o
teclado pop-up.
N97592 —54—28JUN12
7. Na posição (D), insira a largura faixa, utilizando o
teclado pop-up. Selecione o botão “Enter” para aceitar
o novo valor. (Repita a operação para cada seção
da lança.)
NOTA: A largura da pulverização da seção e a largura
total são calculadas automaticamente a partir
das configurações acima.
NOTA: Certifique-se de que a taxa de aplicação-alvo é
para a área reunida e não para a área coberta.
8. O contador de acres tanto na Página Principal do
Pulverizador quanto nos Resumos de Tarefas registra
os acres cobertos e não os acres pulverizados em
faixas.
A taxa de aplicação em Job Summaries (Resumos
de Tarefas) é calculada pelo volume total aplicado
dividido pelos acres cobertos, NÃO os acres reunidos.
Ao pulverizar em faixa, a taxa de aplicação em Job
Summaries (Resumos de Tarefas) sempre será uma
porcentagem da taxa-alvo.
Para determinar se a taxa de aplicação em Job
Summaries (Resumos de Tarefas) está correta, use a
seguinte equação:
A—Caixa de opções
B—Caixa de entrada
C—Caixa de entrada
D—Caixa de entrada
E—Botão Entrar
Taxa de aplicação em Job Summaries (Resumos de
Tarefas) = Taxa de Aplicação Alvo x Largura da Faixa
÷ Largura da Linha
NOTA: A amostra da tela SETUP (CONFIGURAÇÃO)
nesta página foi programada para a pulverização
em faixas de linhas de 40 in com largura
de faixa de 20 in.
OUO6435,00006F6 -54-27MAR12-2/2
40-42
040814
PN=137
Sistema SprayStar
N97598 —54—28JUN12
Configuração do Retorno da Lança à Altura
A—Tecla de Função de
Configuração
B—Guia Boom Setup
(Configuração da Lança)
C—Caixa de seleção
D—Caixa de Entrada
altura for usada frequentemente, registre os valores
e conecte-os após “Boom Return to Height Setpoint”
(Ponto de Ajuste do Retorno da Lança à Altura).
1. Selecione a tecla de função Configuração (A) para
visualizar o menu de configurações.
2. Selecione a guia Boom Setup (Configuração da
Lança) (B).
4.
NOTA: Uma marca de seleção na caixa indica que o
“Retorno da Lança à Altura” está ativado.
3. Marque a caixa de seleção (C) próximo a “Boom
Return to Height” (Retorno da Lança à Altura) e uma
marca aparecerá dentro da caixa ativando o item.
Para desativar uma caixa de seleção, toque na caixa
para remover a marca.
NOTA: A altura da lança será expressa como uma
porcentagem da faixa calibrada. Se mais de uma
E—Botão Entrar
A caixa de inserção (D) mostra o ponto de ajuste
atual. Selecione a caixa e insira um novo ponto de
ajuste utilizando o teclado pop-up.
5. Mova a lança para cima ou para baixo até a altura
desejada.
6. Pressione o botão “Entrar” (E) próximo a “Boom
Return to Height Set to Current Height” (Retorno
da lança à Altura Ajustado para Altura Atual) para
armazenar esse valor.
OUO6435,00006F7 -54-27MAR12-1/1
40-43
040814
PN=138
Sistema SprayStar
N97559 —54—10MAY13
Registro das Horas do Motor
A—Tecla de Função de
Configuração
B—Guia Vehicle Setup
(Configuração do Veículo)
C—Horas do Motor
NOTA: As horas do motor são exibidas somente no
monitor do SprayStar e não são perdidas durante
quedas de energia do computador do SprayStar.
A alteração de telas de exibição não provoca
a perda das horas do motor.
2. Selecione a tecla de função Configuração (A) para
visualizar o menu de configurações.
Para encontrar as horas do motor no pulverizador:
4. As horas do motor são exibidas no local (C).
3. Selecione a guia Vehicle Setup (Configuração do
Veículo) (B).
1. Verifique se a chave de partida está “LIGADA”.
OUO6435,00006F8 -54-27MAR12-1/1
40-44
040814
PN=139
Sistema SprayStar
N97560 —54—10MAY13
Redefinição do contador de intervalo de serviço
A—Tecla de Função de
Configuração
B—Guia Vehicle Setup
(Configuração do Veículo)
C—Botão Zero
As declarações sobre intervalo de serviço são exibidas na
parte inferior da Página Principal do Pulverizador, após
um intervalo de serviço ter expirado. A declaração sobre
intervalo de serviço informa ao operador que o tempo
expirou desde que o último serviço foi realizado. Os
intervalos de manutenção que o SprayStar monitora são
50, 100, 250 e 500 horas.
Quando uma declaração sobre intervalo de serviço
for exibida na parte inferior da Página Principal do
Pulverizador, o operador deve executar o serviço assim
que possível e, então, redefinir o contador de intervalo
de serviço.
Para redefinir um contador de intervalo de serviço:
3. Selecione a guia Vehicle Setup (Configuração do
Veículo) (B).
4. Quando um intervalo de serviço for atingido e o serviço
tiver sido concluído, aperte o botão apropriado (C)
próximo ao intervalo de tempo para redefinir o contador
de intervalo de serviço do serviço recém-realizado.
NOTA: (Consulte a seção Lubrificação e Manutenção,
neste manual, para ter informações sobre os itens
que devem receber serviço e seus intervalos de
serviço). O SprayStar não produz um demonstrativo
de intervalo de serviço na Página Principal do
Pulverizador até um intervalo de serviço expirar.
1. Verifique se a chave de partida está “LIGADA”.
2. Selecione a tecla de função Configuração (A) para
visualizar o menu de configurações.
OUO6435,00006F9 -54-27MAR12-1/1
40-45
040814
PN=140
Sistema SprayStar
N97582 —54—28JUN12
Ajuste da Hora e Data
A—Tecla de Função
Configurações
B—Guia Time/Date
C—Caixa de opções
D—Caixa de opções
E—Caixa de opções
F— Caixa de opções
G—Caixa de Entrada
H—Caixa
I— Caixa
J— Caixa
K—Caixa
1. Selecione Botão Menu.
de
de
de
de
Entrada
opções
seleção
seleção
L— Caixa de seleção
2. Selecione o botão Display.
7. Selecione as caixas de entrada (G e H) para cálculos
de hora e minutos.
3. Pressione a tecla de função Configurações (A).
8. Selecione AM ou PM na caixa suspensa (I).
4. Selecione a guia Time/Date (B).
9. Selecione a caixa de seleção (J) para a opção de
relógio de 24 horas e uma marca aparecerá dentro da
caixa ativando o item. Para desativar uma caixa de
seleção, toque na caixa para remover a marca.
NOTA: Se a caixa GPS Time Sync (L) estiver marcada,
os formatos de date e hora serão atualizados
automaticamente. Desmarque a caixa para
atualizar manualmente.
5. Selecione o mês (C), o dia (D) e o ano (E) no menu
suspenso.
10. Selecione a caixa de seleção (K) para a opção da
luz do dia e uma marca aparecerá dentro da caixa
ativando o item. Para desativar uma caixa de seleção,
toque na caixa para remover a marca.
6. Selecione o formato da data na caixa suspensa (F).
OUO6435,00006FA -54-27MAR12-1/1
40-46
040814
PN=141
Sistema SprayStar
N97578 —54—28JUN12
Configuração da Seleção de Velocidade do
Veículo
A—Tecla de Função de
Configuração
B—Guia Vehicle Setup
(Configuração do Veículo)
C—Caixa de opções
1. Selecione a tecla de função Configuração (A) para
visualizar o menu de configurações.
2. Selecione a guia Vehicle Setup (Configuração do
Veículo) (B).
Wheel Speed (Rotação da Roda), Radar Speed
(Velocidade do Radar) ou GPS Speed (Velocidade
do GPS).
3. Selecione a Seleção de Velocidade do Veículo
desejada no menu suspenso (C). As opções são:
OUO6435,00006FB -54-27MAR12-1/1
40-47
040814
PN=142
Sistema SprayStar
N97594 —54—28JUN12
Configuração do Número de Calibração do
Fluxômetro
A—Tecla de Função Calibração
B—Guia Spray Calibration
(Calibração da Pulverização)
C—Caixa de entrada
NOTA: O fluxômetro não é recomendado para vazões
da lança abaixo de 15 lpm (4 gpm).
1. Selecione a tecla de função Calibração (A) para
visualizar o menu de configuração.
2. Selecione a guia Spray Calibration (Calibração da
Pulverização) (B).
3. Selecione a caixa de entrada (C) a ser alterada e
insira um novo valor utilizando o teclado pop-up.
Selecione o botão “Enter” para aceitar o novo valor.
NOTA: O número de calibração do fluxômetro é
gravado na etiqueta de aço inoxidável, afixada
na traseira do mostrador do monitor. Também
está gravado no inserto do fluxômetro.
OUO6435,00006FC -54-27MAR12-1/1
40-48
040814
PN=143
Sistema SprayStar
Calibração do Sensor de Pressão
N97596 —54—28JUN12
Se a indicação do sensor de pressão (A) não retornar ao
zero quando não houver pressão ou fluido nas válvulas
de corte da seção da lança, é necessário calibrar o sensor
de pressão.
A—Leitura da Pressão
N97595 —54—28JUN12
OUO6435,00006FD -54-27MAR12-1/5
A—Tecla de Função Calibração
B—Guia Spray Calibration
(Calibração da Pulverização)
C—Ícone Calibração
1. Selecione a tecla de função Calibração (A) para
visualizar o menu de configuração.
3. Selecione o ícone de calibração (C) próximo a
Pressure Sensor Calibration (Calibração do Sensor
de Pressão). A Calibração do Sensor de Pressão
aparecerá.
2. Selecione a guia Spray Calibration (Calibração da
Pulverização) (B).
Continua na próxima página
40-49
OUO6435,00006FD -54-27MAR12-2/5
040814
PN=144
Sistema SprayStar
NOTA: Antes de remover o fluxômetro, espere
aproximadamente cinco minutos até que a pressão
na bomba de solução se dissipe.
4. Feche a válvula de corte da lança (A).
N81772 —UN—10JUN09
A—Válvula de Corte da Lança
de Pulverização
OUO6435,00006FD -54-27MAR12-3/5
CUIDADO: Não drene a solução para o solo. Drene
em um recipiente. Drene a solução em uma área
onde pessoas, animais, vegetação, suprimentos
de água etc. não sejam contaminados.
N84877 —UN—09JUN09
5. Remova o inserto do fluxômetro lentamente (A).
Coloque o fluido em um recipiente adequado.
A—Inserto do Fluxômetro
Continua na próxima página
40-50
OUO6435,00006FD -54-27MAR12-4/5
040814
PN=145
N97561 —54—28JUN12
Sistema SprayStar
A—Botão
B—Botão Entrar
C—Botão Entrar
6. Siga as instruções na primeira tela. Ao terminar,
pressione o botão (A) para seguir para a próxima tela.
7. Siga as instruções na segunda tela. Ao terminar,
pressione o botão Entrar (B) para seguir para a
próxima tela.
retornar à guia Spray Calibration (Calibração da
Pulverização).
9. Reinstale o inserto no fluxômetro.
10. Abra a válvula de corte da lança.
8. "A calibração do sensor de pressão está concluída."
será exibida. Pressione o botão Entrar (C) para
OUO6435,00006FD -54-27MAR12-5/5
40-51
040814
PN=146
Sistema SprayStar
Calibração da Bomba de Solução
• Conjunto da bomba de solução/motor hidráulico
• Válvula proporcional
• Bomba hidráulica
• Controlador da Taxa de Pulverização
O sistema SprayStar calibra-se automaticamente para
proporcionar controle ideal para uma situação específica.
NOTA: Não execute este procedimento para taxas da
bomba de solução ou pressão irregulares, caso os
números de A e B estejam dentro da faixa. Se os
números A e B estiverem dentro da faixa, consulte
as entradas de taxa ou pressão irregular na seção
Detecção e Resolução de Problemas.
NOTA: As faixas para A e B são:
•A
•B
=2200—3200
=5000—6500
Para calibrar automaticamente o pulverizador:
A única situação na qual a calibração automática é
necessária é quando os valores A e B não se encontram
dentro de suas faixas, ou quando um dos seguintes itens
tiver sido substituído:
N97597 —54—28JUN12
NOTA: O interruptor da bomba de solução deverá
estar desligado para que este procedimento
seja executado.
A—Tecla de Função Calibração
B—Guia Spray Calibration
(Calibração da Pulverização)
C—Ícone Calibração
1. Selecione a tecla de função Calibração (A) para
visualizar o menu de configuração.
3. Selecione o ícone de calibração (C) próximo a Pump
Calibration (Calibração da Bomba). A calibração da
bomba aparecerá.
2. Selecione a guia Spray Calibration (Calibração da
Pulverização) (B).
Continua na próxima página
40-52
OUO6435,00006FE -54-27MAR12-1/2
040814
PN=147
N97562 —54—28JUN12
Sistema SprayStar
A—Botão Entrar
B—Botão Entrar
NOTA: Antes de iniciar a calibração, eleve a temperatura
do fluido hidráulico até a faixa normal de operação e
abasteça o tanque de solução com água ou solução
suficiente para evitar que a bomba seque.
NOTA: A calibração da bomba levará de 1 a 2 minutos.
A bomba de solução desligará quando a calibração
automática estiver pronta.
4. Siga as instruções na primeira tela. Ao terminar
pressione o botão “Entrar” (A) para seguir para a
próxima tela.
5. A mensagem “A calibração do sensor de pressão está
concluída” será exibida. será exibida. Pressione o
botão Entrar (B) para retornar para a guia Calibração
da Pulverização.
OUO6435,00006FE -54-27MAR12-2/2
40-53
040814
PN=148
Sistema SprayStar
N97599 —54—28JUN12
Restauração das Calibrações de
Pulverização aos Padrões de Fábrica
A—Tecla de Função Calibração
B—Guia Spray Calibration
(Calibração da Pulverização)
C—Botão Entrar
das Calibrações de Pulverização aos Padrões de
Fábrica). A tela Restauração das Calibrações de
Pulverização aos Padrões de Fábrica aparecerá.
1. Selecione a tecla de função Calibração (A) para
visualizar o menu de configuração.
2. Selecione a guia Spray Calibration (Calibração da
Pulverização) (B).
3. Selecione o botão Entrar (C) próximo a Reset Spray
Calibrations to Factory Default Settings (Restauração
Continua na próxima página
40-54
OUO6435,00006FF -54-27MAR12-1/2
040814
PN=149
Sistema SprayStar
4. Siga as instruções apresentadas na tela. Ao terminar
pressione o botão “Entrar” (A) para continuar
restaurando as calibrações aos padrões ou selecione
o botão “Cancelar” (B) para sair.
B—Botão Cancelar
N97581 —54—28JUN12
A—Botão Entrar
OUO6435,00006FF -54-27MAR12-2/2
40-55
040814
PN=150
Sistema SprayStar
N97563 —54—28JUN12
Calibração do Retorno da Lança à Altura
A—Tecla de Função Calibração
B—Guia Boom Calibration
(Calibração da Lança)
C—Ícone Calibração
1. Selecione a tecla de função Calibração (A) para
visualizar o menu de configuração.
3. Selecione o ícone de calibração (C) próximo a Boom
Return to Height Calibration (Calibração do Retorno
da lança à Altura). A tela Calibração do Retorno da
Lança à Altura é exibida.
2. Selecione a guia Boom Calibration (Calibração da
Lança) (B).
Continua na próxima página
40-56
OUO6435,0000700 -54-27MAR12-1/2
040814
PN=151
N97575 —54—28JUN12
Sistema SprayStar
A—Botão "CAL" (Calibração)
B—Botão Entrar
4. Siga as instruções na primeira tela. Ao terminar
pressione o botão "Cal" (A) para seguir para a próxima
tela.
5. Siga as instruções na segunda tela. Ao terminar
pressione o botão "Cal" (A) para seguir para a próxima
tela.
6. A mensagem "Boom Return To Height Calibration
is Complete" (Calibração do Retorno da lança à
Altura Concluída) será exibida. Pressione o botão
Entrar (B) para retornar para a guia Boom Calibration
"Calibração da Lança".
OUO6435,0000700 -54-27MAR12-2/2
40-57
040814
PN=152
Sistema SprayStar
Calibração do Sensor da Velocidade da Roda
condições de campo (solto, médio ou compactado).
Não utilize as linhas finais devido à possível variação
das condições do solo que podem afetar a calibração.
NOTA: O Sensor do Radar ou a Velocidade do GPS
cancelam o sensor de rotação da roda quando
selecionados. Se estiver utilizando sensor do radar
ou velocidade do GPS, selecione Wheel Speed
(Rotação da Roda) para a velocidade do veículo.
3. Marque o início e o fim do curso com marcadores que
possam ser vistos da cabine.
4. Deixe espaço suficiente em cada extremidade
do percurso para que o pulverizador possa fazer
todo percurso sem precisar acelerar ou diminuir a
velocidade.
1. Encha o tanque de solução até a metade com água
ou solução.
N97564 —54—28JUN12
2. Com uma trena, meça um percurso de 122 m (400
ft) sobre um terreno plano que seja o mais típico das
A—Tecla de Função Calibração
B—Guia Vehicle Calibration
(Calibração do Veículo)
C—Ícone Calibração
Rotação da Roda). A tela de Calibração do Sensor de
Velocidade da Roda é exibida.
5. Selecione a tecla de função Calibração (A) para
visualizar o menu de configuração.
6. Selecione a guia “Calibração do Veículo” (B).
7. Selecione o ícone de calibração (C) próximo a “Wheel
Speed Sensor Calibration” (Calibração do Sensor de
Continua na próxima página
40-58
OUO6435,0000701 -54-27MAR12-1/2
040814
PN=153
N97565 —54—28JUN12
Sistema SprayStar
A—Botão Entrar
B—Botão Entrar
D—Botão Entrar
C—Caixa de Entrada
8. Siga as instruções na primeira tela. Comece a dirigir
em algum local um pouco antes do início do percurso
e atinja a velocidade recomendada na tela. Mantendo
essa velocidade, pressione o botão "Entrar" (A) para
ligar o contador da roda quando o pulverizador chegar
ao início do percurso.
9. Mantenha uma velocidade constante por todo o
percurso e, quando o pulverizador alcançar o marcador
final, pressione "Entrar" (B) para desligar o contador.
10. Registre o valor de calibração exibido.
11. Repita a calibração mais duas vezes e registre os
valores de calibração.
15. Para verificar o valor de calibração, meça o percurso
com o contador de distância. (Consulte Operação do
Contador de Distância nesta seção.)
16. Se "Distance" (Distância) estiver fora (acima ou
abaixo) da faixa de 120 a 123 m (395 a 405 ft), refine
o número anterior de calibração da roda da seguinte
maneira:
Número de Calibração da Roda x Distância registrada
÷ por 122 m (400 ft.) = Novo Número de Calibração
da Roda
17. Insira o novo número de calibração da velocidade da
roda.
12. Calcule a média dos três valores das calibrações.
Faixas dos valores da calibração:
13. Selecione a caixa de entrada (C) próxima a "Wheel
Speed Calibration Value" (Valor de Calibração da
Velocidade da Roda). Digite a média da calibração.
Pneus Padrões/Estreitos: 48—58
14. Pressione o botão “Entrar” (D) para armazenar o
valor inserido e retornar à guia Vehicle Calibration
(Calibração do Veículo).
Pneus de Flutuação: 48—58
NOTA: Se o radar estiver desconectado, conecte-o
após completar a calibração do sensor de
velocidade da roda.
OUO6435,0000701 -54-27MAR12-2/2
40-59
040814
PN=154
Sistema SprayStar
Calibração do Sensor do Radar (Opcional)
estiver utilizando a velocidade do GPS, selecione
Velocidade do Radar antes de iniciar a calibração.
NOTA: Se a unidade do radar for removida da
máquina, instale a tampa contra poeira no
chicote para proteção ambiental.
1. Encha o tanque de solução até a metade com água
ou solução.
Quando a unidade do radar for deixada na
máquina, mas não for utilizada, a tampa contra
poeira deve ser instalada no chicote e colocada
(com as vedações instaladas na extremidade) no
conector da fiação da unidade do radar.
2. Com uma trena, meça um percurso de 122 m (400
ft) sobre um terreno plano que seja o mais típico das
condições de campo (solto, médio ou compactado).
Não utilize as linhas finais devido à possível variação
das condições do solo que podem afetar a calibração.
O sensor do radar cancela o sensor de velocidade
da roda quando o sensor do radar estiver instalado
e a velocidade do veículo estiver entre 5 e
32 km/h. O radar não está disponível abaixo
de 2 mph e na quarta faixa.
3. Marque o início e o fim do curso com marcadores que
possam ser vistos da cabine.
4. Deixe espaço suficiente em cada extremidade
do percurso para que o pulverizador possa fazer
todo percurso sem precisar acelerar ou diminuir a
velocidade.
N97566 —54—28JUN12
Quando selecionado, a Velocidade do GPS pode
cancelar o Sensor de Velocidade do Radar. Se
A—Tecla de Função Calibração
B—Guia Vehicle Calibration
(Calibração do Veículo)
C—Ícone Calibração
5. Selecione a tecla de função Calibração (A) para
visualizar o menu de configuração.
6. Selecione a guia “Calibração do Veículo” (B).
Continua na próxima página
40-60
OUO6435,0000702 -54-27MAR12-1/3
040814
PN=155
Sistema SprayStar
Velocidade do Radar). A tela de Calibração do Sensor
da Velocidade do Radar é exibida.
7. Selecione o ícone de calibração (C) próximo a "Radar
Speed Sensor Calibration" (Calibração do Sensor da
N97567 —54—28JUN12
OUO6435,0000702 -54-27MAR12-2/3
A—Botão Entrar
B—Botão Entrar
D—Botão Entrar
C—Caixa de Entrada
8. Siga as instruções na primeira tela. Comece a dirigir
em algum local um pouco antes do início do percurso
e atinja a velocidade recomendada na tela. Mantendo
essa velocidade, pressione o botão "Entrar" (A) para
ligar o contador da roda quando o pulverizador chegar
ao início do percurso.
9. Mantenha uma velocidade constante por todo o
percurso e, quando o pulverizador alcançar o marcador
final, pressione "Entrar" (B) para desligar o contador.
10. Registre o valor de calibração exibido.
11. Repita a calibração mais duas vezes e registre os
valores de calibração.
12. Calcule a média dos três valores das calibrações.
13. Selecione a caixa de entrada (C) próxima a "Radar
Speed Calibration Value" (Valor de Calibração da
Velocidade do Radar). Digite a média da calibração.
15. Para verificar o valor de calibração, meça o percurso
com o contador de distância. (Consulte Operação do
Contador de Distância nesta seção.)
16. Se "Distance" (Distância) estiver fora (acima ou
abaixo) da faixa de 120 a 123 m (395 a 405 ft), refine
o número anterior de calibração da roda da seguinte
maneira:
Número de Calibração da Roda x Distância registrada
÷ por 122 m (400 ft.) = Novo Número de Calibração
da Roda
17. Insira o novo número de calibração do radar.
Faixas dos valores da calibração:
33,0—37,0
14. Pressione o botão “Entrar” (D) para armazenar o
valor inserido e retornar à guia Vehicle Calibration
(Calibração do Veículo).
OUO6435,0000702 -54-27MAR12-3/3
40-61
040814
PN=156
Sistema SprayStar
N97568 —54—28JUN12
Diagnóstico do Controlador
A—Tecla de Função Diagnóstico B—Guia de Diagnóstico do
Controlador
C—Caixa de opções
1. Selecione a tecla de diagnósticos (A) para visualizar o
menu de diagnósticos do pulverizador.
2. Selecione a guia de Diagnóstico do Controlador (B).
3. Selecione a caixa suspensa (C) próxima a “Seleção
de um Controlador para Diagnóstico” e escolha um
dos controladores disponíveis.
OUO6435,0000703 -54-27MAR12-1/1
40-62
040814
PN=157
Sistema SprayStar
N97600 —54—28JUN12
Indicações de Diagnóstico
A—Tecla de Função Diagnóstico B—Guia Leituras
C—Caixa de opções
1. Selecione a tecla de diagnósticos (A) para visualizar o
menu de diagnósticos do pulverizador.
2. Selecione a guia “Readings” (Leituras) (B).
3. Selecione o menu suspenso (C) próximo a "Select
a Sub-System for Diagnostics" (Selecione um
Sub-Sistema para Diagnósticos) e escolha entre:
• Apoio de braço
• Boom Hydraulics (Sistema Hidráulico da Lança)
• Cabine
• Hydro Handle (Alavanca Hidráulica)
• Trem de Força
• Motor
• Veículo
• Sistema de Solução
• Spray Valves (Válvulas de Pulverização)
OUO6435,0000704 -54-27MAR12-1/1
40-63
040814
PN=158
Sistema SprayStar
N97583 —54—28JUN12
Testes de Diagnóstico
A—Tecla de Função Diagnóstico B—Guia Testes
C—Caixa de opções
1. Selecione a tecla de diagnósticos (A) para visualizar o
menu de diagnósticos do pulverizador.
3. Selecione um teste no menu suspenso (C) de testes.
2. Selecione a guia “Tests” (Testes) (B).
OUO6435,0000705 -54-27MAR12-1/1
40-64
040814
PN=159
Sistema SprayStar
Problemas Recentes
Para visualizar os códigos de falha:
2. Selecione a guia de "Problemas Recentes" (B). Uma
lista dos controladores com códigos de falha ativos
será exibida nessa página. Selecione um controlador
no menu suspenso (C) para visualizar ou excluir os
códigos desse controlador. Pressione o botão de
Exclusão de Códigos de Falha (D) para excluir os
códigos de falha do controlador selecionado.
C—Caixa de opções
D—Botão de Exclusão de
Códigos de Falha
N97579 —54—28JUN12
A—Tecla de Função
Diagnóstico
B—Guia de Problemas
Recentes
N97569 —54—28JUN12
1. Selecione a tecla de diagnósticos (A) para visualizar o
menu de diagnósticos do pulverizador.
OUO6435,0000706 -54-27MAR12-1/1
40-65
040814
PN=160
Sistema SprayStar
Resumo dos Trabalhos e Totais Atuais
N97570 —54—28JUN12
Totais Atuais
Guia de Totais Atuais
A—Tecla de Função Relatórios e B—Guia de Totais Atuais
Totais
C—Botão Restabelecer
D—Caixa de seleção
E—Botão Zero
1. Selecione a tecla de Relatórios e Totais (A) para
visualizar o menu de totais do pulverizador.
2. Selecione a "Guia Atual" (B). A página de totais atuais
exibirá valores instantâneos.
Continua na próxima página
40-66
OUO6435,0000707 -54-27MAR12-1/3
040814
PN=161
Sistema SprayStar
N97571 —54—28JUN12
Resumos de Serviço
Guia de Totais Atuais
A—Tecla de Função Relatórios e
Totais
B—Guia de Resumo dos
Trabalhos
C—Menu Suspenso de Resumo
dos Trabalhos
H—Volume
D—Caixa de seleção
I— Volume por Área
E—Área (ac)
F— Tempo Gasto na Pulverização J— Volume por Hora de
Pulverização
G—Área Por Hora
K—Horas de Início e Parada
L— Botão Zero
2. Selecione o trabalho desejado no menu suspenso de
resumo dos trabalhos.
3. Selecione a caixa de seleção liga/desliga (D) para que
uma marca de seleção seja exibida. Quando essa
caixa tiver uma marca, as informações para esse
trabalho começaram a ser registradas.
1. Selecione a tecla de Relatórios e Totais (A) para
visualizar o menu de totais do pulverizador.
2. Selecione a guia de "Resumo dos Trabalhos" (B). A
página de resumo dos trabalhos manterá um registro
dos totais listados na página do trabalho.
Para criar um novo trabalho siga os passos abaixo:
1. Selecione o menu suspenso de resumo dos trabalhos
(C).
Os trabalhos podem ser zerados apertando o botão zero.
Continua na próxima página
40-67
OUO6435,0000707 -54-27MAR12-2/3
040814
PN=162
Sistema SprayStar
N97572 —54—28JUN12
Totais do Tempo de Vida
Guia de Totais Gerais
F— Volume
A—Tecla de Função Relatórios e C—Área
Totais
D—Tempo Gasto na Pulverização G—Volume por Área
H—Volume por Hora de
B—Guia de Totais Gerais
E—Área Por Hora
Pulverização
A página "Duração" funciona como um histórico geral dos
resumos dos trabalhos. Ela manterá um registro da área
total coberta, do tempo gasto na pulverização, do volume
total pulverizado e das horas da máquina.
OUO6435,0000707 -54-27MAR12-3/3
40-68
040814
PN=163
Sistema SprayStar
N97576 —54—28JUN12
Operação do Contador de Distância
D—Botão Zero
A—Tecla de Função Relatórios e B—Guia de Totais Atuais
Totais
C—Distância percorrida
1. Selecione a tecla de Relatórios e Totais (A) para
visualizar o menu de totais do pulverizador.
2. Selecione a "Guia Atual" (B). A página de totais atuais
exibirá valores instantâneos.
3. Selecione a caixa de seleção (C) próxima a “Distance
Counter” (Contador de Distância) e uma marca
aparecerá dentro da caixa ativando o item. Para
desativar uma caixa de seleção, toque na caixa para
remover a marca.
NOTA: O contador de distância mudará automaticamente
para quilômetros quando atingir 1000 m ou para
milhas quando atingir 5280 ft.
4. Selecione o botão Zero (D) para zerar o contador de
distância.
OUO6435,0000708 -54-27MAR12-1/1
40-69
040814
PN=164
Sistema SprayStar
Reabasteça o tanque de combustível
Para reajustar o nível estimado da pulverização após o
reabastecimento:
N97601 —54—28JUN12
1. Pressione o botão Volume Restante Estimado/Botão
Reabastecer (A).
2. Se após o reabastecimento o tanque estiver cheio,
pressione o botão Reabastecimento Total (B). Isso
ajustará o nível do tanque na capacidade definida
do tanque.
4. Após mudar o valor do volume do tanque pressione o
botão de reabastecimento total para ajustar o nível do
tanque ao novo volume do tanque.
5. Pressione o botão Entrar (D) para sair da janela que
foi aberta.
A—Volume Restante
Estimado/Botão
Reabastecer
B—Botão Reabastecimento
Total
Volume Estimado Restante
N97602 —54—28JUN12
3. Se o volume do tanque após o reabastecimento não
for igual ao número mostrado na caixa de entrada
(C) próxima a "Change Tank Reset Volume (gal)"
(Mudança do Volume Redefinido do Tanque (gal)), é
possível inserir um novo nível selecionando a caixa de
entrada (C) próxima a "Change Tank Reset Volume
(gal)" e utilizando o teclado pop-up para inserir o novo
nível. Isso também mudará o volume em Volume do
Tanque na página Ajuste da Pulverização.
C—Caixa de Entrada
D—Botão Entrar
OUO6435,0000709 -54-27MAR12-1/1
40-70
040814
PN=165
Sistema SprayStar
Teste de Verificação da Vazão do Bico
A Verificação do Fluxo dos Bocais é um procedimento
para verificar a taxa de sua aplicação em uma velocidade
desejada enquanto a máquina não estiver se movendo.
Os itens a seguir podem ser determinados:
N94041 —54—31AUG11
• Se a taxa de aplicação real puder satisfazer a taxa de
aplicação alvo em uma dada velocidade.
• A vazão real em l/min (gpm) fora da lança.
• Se os bocais estiverem desgastados.
• A pressão nas válvulas de controle da pulverização
dada uma velocidade e taxa de aplicação desejadas.
• Se houver uma queda de pressão entre as válvulas de
fechamento da seção da lança e os bicos.
Verificação da Vazão dos Bicos
IMPORTANTE: Sempre encha o tanque de solução
com água limpa para fazer uma verificação
apropriada do fluxo dos bocais.
1. Selecione a Tecla de Função Diagnósticos (A).
2. Selecione a guia “Tests” (Testes) (B).
N97613 —54—28JUN12
NOTA: O interruptor Liga/Desliga Mestre é desativado no
modo de transporte. A pulverização só pode ser
feita no modo de campo na 1ª, 2ª e 3ª faixas.
3. Selecione uma Verificação da Vazão do Bico no menu
suspenso de testes (C).
4. Selecione a caixa de entrada (D) próxima a "Test
Speed" (Velocidade de Teste). Digite uma velocidade,
como 16,1 km/h (10 mi/h), utilizando o teclado pop-up.
Selecione o botão “Enter” para aceitar o novo valor.
5. Gire o botão de seleção da taxa para a taxa-alvo de
aplicação (1, 2, ou 3). A taxa mostrada neste exemplo
é (E) 94 l/hec (10 gal/ac).
A—Tecla de Função
Diagnóstico
B—Guia Testes
C—Caixa Suspensa Tests
(Testes).
D—Caixa de Inserção.
E—Taxas-alvo Préprogramadas por Área
6. Acione o motor na rotação máxima.
7. LIGUE o Interruptor da Pulverização Master.
8. Segure um recipiente de volume (como um recipiente
de calibração) embaixo de um bico e meça a saída
durante um minuto. A quantidade coletada vezes o
número de bicos deve ser igual a vazão por minuto
exibida na tela.
Por exemplo, se o bico for de tamanho 3 e a pressão
for 276 kPa (40 psi) com 72 bicos, o volume total deve
ser 82 l/min (21.6 gpm) (por ex.: 1,14 l/min (0.3 gpm)
por bico x 72 bicos = 82 l/min (21.6 gpm).
Se o volume for mais alto que o esperado e a pressão
for mais baixa do que a esperada, as pontas dos
bocais poderiam estar desgastadas.
Se a pressão for mais alta do que a esperada para
determinada saída, as pontas dos bocais poderiam
estar parcialmente entupidas. Uma queda de pressão
também poderia estar ocorrendo das válvulas de
fechamento da seção da lança para as pontas dos
bicos (normalmente associada com altas vazões
apenas.)
OUO6435,000070A -54-18APR12-1/1
40-71
040814
PN=166
Sistema SprayStar
Bicos de Linha em Cerca—Se Equipado
O sistema SprayStar reconhecerá os bicos de linha em
cerca quando os interruptores dos bicos de linha em
cerca (A) forem instalados no console. Ele regulará
automaticamente o Controlador da Taxa de Pulverização
quando o bico de linha em cerca for ligado.
Quando um bico de linha em cerca está ligado, um cone
(B) ou (C) aparecerá na extremidade das seções da lança
na Página Principal do Pulverizador.
N82187 —UN—03NOV08
Não há necessidade de ajuste do sistema SprayStar para
os bicos de linha em cerca.
O contador hectares (acres) no monitor do SprayStar
registrará o espaçamento adicional de 508 mm (20 in.)
por bico de fileira da extremidade quando ligado.
A—Interruptores dos Bicos de
Linha em Cerca
B—Côncavo
N97637 —54—28JUN12
NOTA: O bico de linha em cerca não funcionará
se a seção externa (L2 ou R2) no lado
correspondente não estiver ativada.
C—Côncavo
OUO6435,000070B -54-27MAR12-1/1
40-72
040814
PN=167
Sistema SprayStar
Uso de Taxas de Aplicação Baixas
Ao usar taxas de aplicação baixas, pode ser necessário
girar a válvula de orifício (A) para a posição fechada
(baixo).
N82626 —UN—08JUN09
Para determinar quando fechar a válvula de orifício,
calcule a vazão da lança de pulverização. Quando a vazão
da solução for de 100 l/min (26 gpm) ou menor, feche a
válvula de orifício. Se a vazão da solução for maior que
100 l/min (26 gpm), abra totalmente a válvula de orifício.
Determinação da Vazão de Solução:
Quando estiver pulverizando, vá até a Página Principal do
Pulverizador e verifique a vazão da solução (B) se esse
recurso foi selecionado em algum dos menus suspensos
disponíveis nessa página. Se a vazão da solução for de
100 l/min (26 gpm) ou menor, feche a válvula de orifício.
Se a vazão da solução for maior que 100 l/min (26 gpm),
abra totalmente a válvula de orifício.
Válvula na Posição Fechada (Baixo)
N97614 —54—28JUN12
Determine o tamanho dos bicos e multiplique pelo número
total de bicos na lança. Se a vazão da solução for de 100
l/min (26 gpm) ou menor, feche a válvula de orifício. Se a
vazão da solução for maior que 100 l/min (26 gpm), abra
totalmente a válvula de orifício.
Exemplo: Se bicos do tipo 8003 estiverem instalados e
existirem 54 na lança: 0.3 gpm x 54 = 16.2 gpm (vazão
da solução).
A—Válvula de Orifício
O operador deve fechar a válvula de orifício.
B—Vazão da Solução
OUO6435,000070C -54-27MAR12-1/1
Unidade de Controle - Informações
Essa função é usada pela fábrica para auxiliar no
diagnóstico do sistema.
1. Selecione Botão Menu (A).
2. Pressione o botão Message Center (Centro de
Mensagens) no menu de aplicação.
4. Selecione “Vehicle CAN” (CAN do veículo) no menu
suspenso (C) para acessar os controles do Veículo em
“CAN Bus information” (informações do Barramento
CAN), ou selecione “Implement CAN” (CAN do
Implemento) no menu suspenso (C) para acessar
os controladores do Implemento/AMS em “CAN Bus
information” (informações do Barramento CAN).
N97574 —54—28JUN12
3. Pressione a tecla Informações da Unidade de Controle
Eletrônico (B).
A—Botão de menu
B—Tecla de Função
Informações da Unidade de
Controle Eletrônico
C—Menu Suspenso
OUO6435,000070D -54-27MAR12-1/1
40-73
040814
PN=168
Sistema SprayStar
Instruções de Cuidado e Aviso do
SPRAYSTAR
são acompanhados de um alarme sonoro a partir do
mostrador do SPRAYSTAR.
Os alarmes e diagnósticos do sistema SPRAYSTAR
são ferramentas úteis e informativas projetadas
para alertar o operador sobre diferentes condições.
Dependendo da gravidade da situação, muitos alarmes
Existem dois tipos de alarmes:
• Cuidado Contínuo
• Aviso
OUO6092,00010EF -54-21FEB08-1/1
Cuidados e Avisos do Centro de Mensagens
Um alarme audível é soado quando o aviso contínuo
aparecer pela primeira vez.
Exemplos:
• AVISO BOOM PRESSURE RELIEF (LIBERAÇÃO DE
PRESSÃO DA LANÇA)
N82627 —UN—27JAN09
A luz de aviso (A) acende no console direito. Uma
mensagem de aviso (B) aparece no Centro de Mensagens
do mostrador. A mensagem permanece visível enquanto
a condição persistir.
• AVISO DO FREIO DE ESTACIONAMENTO
• AVISO SECONDARY BRAKE (FREIO SECUNDÁRIO)
• AVISO LOW FLOW (VAZÃO BAIXA)
• AVISO HIGH FLOW (VAZÃO ALTA)
• AVISO DE SEÇÕES DA LANÇA DESLIGADAS
• AVISO DE PULVERIZAÇÃO DESATIVADA
• AVISO DE CARGA REMOTA DESATIVADA
• AVISO PUMP MAX REACHED (LIMITE MÁXIMO DA
BOMBA ATINGIDO)
ALTA)
• EXECUTAR MANUTENÇÃO 50
• EXECUTAR MANUTENÇÃO 100
• EXECUTAR MANUTENÇÃO 250
• EXECUTAR MANUTENÇÃO 500
A—Lâmpada de Aviso
B—Mensagem de Cuidado
N97615 —54—28JUN12
• AVISO HIGH FLOW SETUP (AJUSTE DA VAZÃO
OUO6435,000070E -54-27MAR12-1/1
40-74
040814
PN=169
Sistema SprayStar
Alerta
A luz de parada (A) acende e pisca no console da direção.
O monitor é apagado e uma mensagem de atenção de
página inteira é exibida.
N82628 —UN—27JAN09
Os alarmes de atenção são acionados pelo controlador
para indicar uma advertência ao operador para parar a
máquina ou podem ocorrer danos. As advertências são
exibidas em página inteira no monitor com um alarme
sonoro contínuo até que o alarme cesse.
Um alarme audível contínuo soará.
N97577 —54—28JUN12
A—Lâmpada de Parada
OUO6435,000070F -54-27MAR12-1/1
Alarmes de Aviso do Chassi
• SprayStar:
• Park Brake On (Freio de Estacionamento Acionado)
• Secondary Brake On (Freio Secundário Ativado)
• Low Fuel (Combustível Baixo)
• Wait To Start Engine (Aguarde para Ligar o Motor).
•
•
Pre-Heating Is Active (Pré-Aquecimento Ativo)
Scheduled Maintenance/Service Due (Manutenção
Programada/Solicitação de Serviço)
•
System Error—Data May Be Lost
(SprayStar: Erro no Sistema: Os Dados Podem Ser
Perdidos)
SprayStar:Fuel Sensor Error—Out of Range High (Erro
no Sensor de Combustível—Fora da Faixa Alta)
SprayStar: Fuel Sensor Error—Out of Range Low (Erro
no Sensor de Combustível—Fora da Faixa Baixa)
OUO6092,000021B -54-10JUL09-1/1
Freio de Estacionamento Acionado
Alarme Sonoro: Nenhum
Esse alarme é acionado quando o freio de estacionamento
está acionado e o veículo está parado.
OUO1078,00003DF -54-07MAY07-1/1
Secondary Brake On (Freio Secundário
Ativado)
Alarme Sonoro: Alarme Sonoro Inicial
Esse alarme é acionado quando o interruptor do freio
secundário é ligado e o veículo não está se movendo.
OUO6092,000021C -54-13JUL09-1/1
40-75
040814
PN=170
Sistema SprayStar
Pouco Combustível
Esse alarme é acionado quando o nível do combustível
medido pelo sensor de combustível é inferior a 10% do
volume do tanque. Esse alarme não será desativado até
que o sensor de combustível meça um volume superior a
40% do volume do tanque.
Alarme Sonoro: Alarme Sonoro Inicial
OUO1073,0001C61 -54-07MAY07-1/1
Manutenção Programada/Solicitação de
Serviço
Existem 4 alarmes separados a 50, 100, 250 e 500 horas.
Cada alarme é acionado quando são atingidas as horas
correspondentes do motor desde que o contador de
horas de serviço/manutenção foi zerado. Esse alarme
não será desativado até que o contador de horas de
serviço/manutenção seja zerado.
Alarme Sonoro: Alarme Sonoro Inicial
OUO1073,0001C0F -54-07MAY07-1/1
SprayStar: Erro no Sistema: Os Dados
Podem Ser Perdidos
Esse alarme é acionado quando o controlador do
SprayStar detecta que ocorreu um erro de dados na
ativação do controlador. O erro de dados pode estar
relacionado a problemas de perda ou queda de energia.
Esse alarme será desativado no desligamento.
Alarme Sonoro: Alarme Sonoro Inicial
OUO1078,00003FE -54-07MAY07-1/1
SprayStar: Erro no Sensor de Combustível:
Fora da Faixa Alta
Esse alarme será acionado quando o controlador do
SprayStar detectar que a tensão de entrada do sensor
de combustível está acima do normal. Esse alarme será
desativado quando a tensão de entrada do sensor de
combustível voltar ao normal.
Alarme Sonoro: Alarme Sonoro Inicial
OUO1078,00003FF -54-07MAY07-1/1
SprayStar: Erro no Sensor de Combustível:
Fora da Faixa Baixa
Esse alarme será acionado quando o controlador do
SprayStar detectar que a tensão de entrada do sensor de
combustível está abaixo do normal. Esse alarme será
desativado quando a tensão de entrada do sensor de
combustível voltar ao normal.
Alarme Sonoro: Alarme Sonoro Inicial
OUO1078,0000400 -54-07MAY07-1/1
Alarmes de Cuidado do Sistema de Solução
• Boom Sections Are Off (As Seções da Barra estão
• Solution Flow is Low (A Vazão de Solução está Baixa)
• Solution Flow is High (A Vazão de Solução está Alta)
• SprayStar: Solution Pressure Sensor Failure (Falha no
• Spraying is Disabled in Transport Range (A
• Remote Load Disabled (Carga Remota Desativada):
• Calibration in Progress—Please Wait... (Calibração em
• Boom Sensors Are Out of Calibration (Os Sensores da
• Pump Calibration Disabled!
• SprayStar:
Sensor de Pressão da Solução)
Andamento: Aguarde...)
(Calibração da Bomba
Desativada!): Revise a Lista de Verificação da
Calibração
Desligadas)
Pulverização está Desativada na Faixa de Transporte)
Verifique os Interruptores Remotos
Barra estão sem Calibração)
Boom Return To Height Sensor Failure
(Falha no Sensor de Retorno da Barra à Altura)
OUO1078,00003E0 -54-07MAY07-1/1
A Vazão de Solução está Baixa
Esse alarme é acionado quando o SprayStar detecta
que a vazão de solução atual é 20% menor do que a
vazão-alvo de solução por mais de 6 segundos. Esse
alarme pode ser ativado/desativado pelo seguinte
caminho SETUP – SprayStar – Page 2 – Alarm Setup –
Flow Rate Alarm (Ajuste - SprayStar - Página 2 - Ajuste
do Alarme - Alarme da Taxa de Vazão). Esse alarme
será desativado quando a vazão real da solução não
estiver 20% abaixo da vazão-alvo da solução, ou quando
a bomba principal de solução/pulverização for desligada.
Alarme Sonoro: Alarme Sonoro Inicial
OUO1078,00003E1 -54-07MAY07-1/1
40-76
040814
PN=171
Sistema SprayStar
A Vazão de Solução está Alta
Esse alarme é acionado quando o controlador do
SprayStar detecta que a vazão de solução real ultrapassa
em 20% a vazão-alvo da solução por mais de 6 segundos.
Esse alarme pode ser ativado/desativado pelo seguinte
caminho SETUP – SprayStar – Page 2 – Alarm Setup –
Flow Rate Alarm (Ajuste - SprayStar - Página 2 - Ajuste
do Alarme - Alarme da Taxa de Vazão). Esse alarme
será desativado quando a vazão real da solução não
ultrapassar, em 20%, a vazão-alvo da solução, ou quando
a bomba principal de solução/pulverização for desligada.
Alarme Sonoro: Alarme Sonoro Inicial
OUO1078,00003E2 -54-07MAY07-1/1
SprayStar: Falha no Sensor de Pressão da
Solução
Esse alarme será acionado quando o controlador do
SprayStar detectar que a entrada de tensão do sensor de
pressão da solução está acima ou abaixo do normal. O
alarme é acionado quando a entrada de tensão do sensor
de pressão da solução é menor do que 0,1 volt ou maior
do que 4,9 volts. Esse alarme será desativado quando
a tensão do sensor de pressão da solução retornar ao
normal, ou na partida.
Alarme Sonoro: Alarme Sonoro Inicial
OUO1078,00003E3 -54-07MAY07-1/1
Calibração em Andamento: Aguarde...
Esse alarme é acionado quando o controlador do
SprayStar está executando uma calibração da bomba
de solução. Esse alarme será desativado quando a
calibração da bomba de solução for concluída. Alarme
Sonoro: Alarme Sonoro Inicial
Alarme Sonoro: Alarme Sonoro Inicial
OUO1078,00003E4 -54-07MAY07-1/1
Calibração da Bomba Desativada!: Revise a
Lista de Verificação da Calibração
Esse alarme é acionado quando o operador decide iniciar
uma calibração da bomba de solução e os requisitos da
calibração não foram atendidos. A lista de verificação
da calibração da bomba é a seguinte (e exibida no
mostrador): 1. O motor deve estar funcionando. 2. O
interruptor da bomba de solução deve estar desligado.
3. A pressão da solução deve ser menor do que 5 psi.
Esse alarme será desativado quando o operador sair da
página de calibração da bomba de solução ou quando os
requisitos forem atendidos.
Alarme Sonoro: Alarme Sonoro Inicial
OUO1078,00003E5 -54-07MAY07-1/1
As Seções da Barra Estão Desligadas
Esse alarme é acionado quando o operador pressiona o
botão de pulverização principal e uma ou mais seções
da barra estão desligadas. As seções da barra podem
estar desligadas devido ao interruptor do console ou
porque a função do IBS ligou ou desligou as seções da
barra. Esse alarme pode ser ativado/desativado pelo
seguinte caminho SETUP – SprayStar – Page 2 – Alarm
Setup – Sections Off Alarm (Ajuste - SprayStar - Página
2 - Ajuste do Alarme - Alarme de Seções Desligadas).
Esse alarme será desativado quando todas as seções da
barra estiverem ligadas ou quando a bomba principal de
solução/pulverização estiver desligada.
Alarme Sonoro: Alarme Sonoro Inicial
OUO1078,00003E6 -54-07MAY07-1/1
A Pulverização está Desativada na Quarta
Faixa
Esse alarme é acionado quando o operador pressiona o
botão de pulverização principal e o grupo de velocidade
está definido para a quarta faixa. Se durante a
pulverização o operador mover para a quarta faixa a
pulverização principal será desligada. Esse alarme será
desativado quando o operador voltar para uma faixa mais
baixa.
Alarme Sonoro: Alarme Sonoro Inicial
OUO1078,00003E7 -54-07MAY07-1/1
40-77
040814
PN=172
Sistema SprayStar
Carga Remota Desativada: Verifique o
Interruptor Remoto
Esse alarme é acionado quando o pulverizador é ligado
e o interruptor de carga remota está LIGADO. Todas
as operações do sistema de solução são desativadas
até que o operador desligue o interruptor da carga
remota. Esse alarme será desativado quando todos os
interruptores de carga remota estiverem desligados.
Alarme Sonoro: Alarme Sonoro Inicial
OUO1078,00003E8 -54-07MAY07-1/1
Os Sensores da Barra Estão sem Calibração
Esse alarme é acionado quando o controlador do
SprayStar detecta que o sensor de retorno da barra à
altura está fora da faixa de calibração. Esse alarme será
desativado quando o sensor de retorno da barra à altura
estiver dentro de uma faixa de calibração válida.
Alarme Sonoro: Alarme Sonoro Inicial
OUO1078,00003E9 -54-07MAY07-1/1
SprayStar: Falha no Sensor de Retorno da
Barra à Altura
Esse alarme é acionado quando o controlador do
SprayStar detecta que a tensão do sensor de retorno da
barra à altura está acima ou abaixo da faixa normal de
operação. O alarme é acionado quando a entrada de
tensão do sensor de retorno da barra à altura é menor
do que 0,1 volt ou maior do que 4,9 volts. Esse alarme
será desativado quando a tensão do sensor de retorno da
barra à altura retornar ao normal, ou na partida.
Alarme Sonoro: Alarme Sonoro Inicial
OUO1078,00003EA -54-07MAY07-1/1
• Engine System: (Sistema do Motor:) 110.15 – Coolant
Alarmes de Aviso do Motor
• Engine System:
•
•
•
(Sistema do Motor:) 94.17 - Fuel
Pressure Low (Baixa Pressão do Combustível)
Engine System: (Sistema do Motor:) 97.16 – Water in
Fuel Detected (Detectada Água no Combustível)
Engine System: (Sistema do Motor:) 105.16 – Engine
Air Temperature High (Alta Temperatura do Ar do Motor)
Engine System: (Sistema do Motor:) 107.0 – Air Filter
Restricted (Filtro de Ar Obstruído)
•
•
•
Temperature High (Alta Temperatura do Líquido de
Arrefecimento)
Engine System: (Sistema do Motor:) 110.16 – Coolant
Temperature High (Alta Temperatura do Líquido de
Arrefecimento)
Engine System: (Sistema do Motor:) 174.16 – Fuel
Temperature High (Alta Temperatura do Combustível)
Engine System: (Sistema do Motor:) 1638.16 –
Hydraulic Oil Hot (Óleo Hidráulico Quente)
OUO1078,00003EB -54-06JUL09-1/1
Sistema do Motor: 94.17: Baixa Pressão do
Combustível
Esse alarme é acionado quando o controlador detecta
que a pressão do trilho de combustível não desenvolveu.
Esse alarme é acionado quando, na partida, os 10 Mpa da
pressão do trilho não desenvolvem após um curto período
girando o motor. O sistema de combustível não está
preparado corretamente ou não há combustível sendo
fornecido ao motor. Os filtros de combustível podem
estar obstruídos ou separadores de água precisam ser
drenados. Esse alarme será desativado somente na
partida.
Alarme Sonoro: Alarme Sonoro Inicial
OUO6092,0000881 -54-07MAY07-1/1
Sistema do Motor: 97.16: Detecção de Água
no Combustível
desativado na partida, ou se não for mais detectado água
no combustível.
Esse alarme é acionado quando o controlador do motor
detecta que há água no combustível. Esse alarme será
Alarme Sonoro: Alarme Sonoro Inicial
OUO1078,00003ED -54-07MAY07-1/1
40-78
040814
PN=173
Sistema SprayStar
Sistema do Motor: 105.16: Alta Temperatura
do Ar do Motor
Esse alarme é acionado quando o controlador do motor
detecta que a temperatura do ar do coletor está acima
de 88ºC. Esse alarme ocorre quando a temperatura é
superior a 88°C a 2% por minuto. Esse alarme será
desativado na partida ou se a temperatura do ar do
coletor voltar ao normal.
Alarme Sonoro: Alarme Sonoro Inicial
OUO1078,00003EE -54-07MAY07-1/1
Sistema do Motor: 107.0: Filtro de Ar
Obstruído
alarme será desativado na partida ou se o filtro de ar não
estiver mais obstruído.
Esse alarme é acionado quando o controlador do motor
detecta que o filtro de ar do motor está obstruído. Esse
Alarme Sonoro: Alarme Sonoro Inicial
OUO1078,00003EF -54-07MAY07-1/1
Sistema do Motor: 110.15: Alta Temperatura
do Líquido de Arrefecimento
Esse alarme é acionado quando o controlador do motor
detecta que a temperatura do líquido de arrefecimento
do motor está acima de 110°C. Esse alarme será
desativado na partida ou se a temperatura do líquido de
arrefecimento do motor retornar ao normal.
Alarme Sonoro: Alarme Sonoro Inicial
OUO1078,00003F0 -54-07MAY07-1/1
Sistema do Motor: 110.16: Alta Temperatura
do Líquido de Arrefecimento
Esse alarme é acionado quando o controlador do motor
detecta que a temperatura do líquido de arrefecimento
do motor está acima de 112°C. Esse alarme será
desativado na partida ou se a temperatura do líquido de
arrefecimento do motor retornar ao normal.
Alarme Sonoro: Alarme Sonoro Inicial
OUO1078,00003F1 -54-07MAY07-1/1
Sistema do Motor: 174.16: Alta Temperatura
do Combustível
68°C. Esse alarme será desativado na partida ou se a
temperatura do combustível retornar ao normal.
Esse alarme é acionado quando o controlador do motor
detecta que a temperatura do combustível está acima de
Alarme Sonoro: Alarme Sonoro Inicial
OUO1078,00003F2 -54-07MAY07-1/1
Sistema do Motor: 1638.16: Óleo Hidráulico
Quente
de 93°C. Esse alarme será desativado na partida ou se a
temperatura do óleo hidráulico retornar ao normal.
Esse alarme é acionado quando o controlador do motor
detecta que a temperatura do óleo hidráulico está acima
Alarme Sonoro: Alarme Sonoro Inicial
OUO1078,00003F3 -54-07MAY07-1/1
Alarmes de Advertência do Chassi
• Secondary Brake Is On (Freio Secundário Está Ativado)
OUO6092,000021D -54-10JUL09-1/1
Secondary Brake Is On (Freio Secundário
Está Ativado)
Esse alarme é acionado quando o controlador do Veículo
Pulverizador detecta que o freio secundário está acionado
e a velocidade do veículo está acima de 5 km/h (3 mph).
Esse alarme será desativado na partida ou se o freio
secundário for desligado ou se a velocidade do veículo
for menor do que 5 km/h (3 mph).
Alarme Sonoro: Alarme Sonoro Contínuo
OUO6092,000021E -54-10JUL09-1/1
40-79
040814
PN=174
Sistema SprayStar
Alarmes de Advertência do Sistema de
Solução
• Solution Pump is Dry (A Bomba de Solução Está Seca):
Desligue a Bomba Imediatamente
OUO1078,00003F7 -54-07MAY07-1/1
A Bomba de Solução Está Seca: Desligue a
Bomba Imediatamente
Esse alarme é acionado quando o controlador do
SprayStar detecta que o interruptor da bomba de solução
está ligado e a pressão da solução está abaixo de 7
psi (48 kPa) por mais de 3 segundos com a bomba
funcionando a uma rotação maior do que 70% da rotação
máxima da bomba. Esse alarme será desativado na
partida, se a bomba de solução for desligada ou se a
pressão da solução for superior a 7 psi.
Alarme Sonoro: Alarme Sonoro Contínuo
OUO1078,00003F8 -54-07MAY07-1/1
Alarmes de Advertência do Motor
• Sistema do Motor:
• Sistema do Motor:
•
•
100.1- Engine Oil Pressure Low
(Baixa Pressão do Óleo do Motor)
Sistema do Motor: 110.0 Coolant Temperature High
(Alta Temperatura do Líquido de Arrefecimento)
190.0- Engine Speed Too High
(Rotação do Motor Muito Alta)
Sistema do Motor: 1638.0- Hydraulic Oil Hot (Óleo
Hidráulico Quente)
OUO1078,00003F9 -54-07MAY07-1/1
Sistema do Motor: 100.1: Baixa Pressão do
Óleo do Motor
extremamente baixa. Esse alarme será desativado na
partida ou se a pressão do óleo do motor voltar ao normal.
Esse alarme é acionado quando o controlador do
motor detecta que a pressão do óleo do motor está
Alarme Sonoro: Alarme Sonoro Contínuo
OUO1078,00003FA -54-07MAY07-1/1
Sistema do Motor: 110.0: Alta Temperatura
do Líquido de Arrefecimento
Esse alarme é acionado quando o controlador do motor
detecta que a temperatura do líquido de arrefecimento
do motor está acima de 115°C. Esse alarme será
desativado na partida ou se a temperatura do líquido de
arrefecimento do motor retornar ao normal.
Alarme Sonoro: Alarme Sonoro Contínuo
OUO1078,00003FB -54-07MAY07-1/1
Sistema do Motor: 190.0: Rotação do Motor
Muito Alta
Esse alarme é acionado quando o controlador do motor
detecta a ocorrência de sobrevelocidade do motor quando
sua rotação foi detectada acima de 3.000 rpm. Esse
alarme será desativado na partida ou se a rotação do
motor voltar para menos de 3.000 rpm.
Alarme Sonoro: Alarme Sonoro Contínuo
OUO1078,00003FC -54-07MAY07-1/1
Sistema do Motor: 1638.0: Óleo Hidráulico
Quente
de 104°C. Esse alarme será desativado na partida ou se
a temperatura do óleo hidráulico retornar ao normal.
Esse alarme é acionado quando o controlador do motor
detecta que a temperatura do óleo hidráulico está acima
Alarme Sonoro: Alarme Sonoro Contínuo
OUO1078,00003FD -54-07MAY07-1/1
40-80
040814
PN=175
Sistema de umidade
Sistema de Solução
19
21
18
22
20
17
14
1
13
24
23
24
32
24
25
15
10
16
11
9
8
28
7
6
29
5
27
26
12
30
N81785 —UN—17OCT08
2
31
3
4
1— Tanque de Solução
2— Válvula de Sucção
3— Válvula de Derivação de
Pressão / Enxágue
4— Válvula de Enxágue do
Tanque Quik-Fill™
5— Válvula Quik-Fill do Sistema
de Solução
6— Bomba Centrífuga
7— Tela de Abastecimento (Malha
16)
8— Válvula de Enxágue do Edutor
9— Válvula da Caixa de Sementes
do Edutor
10— Válvula de Vazão do Edutor
11— Válvula da Vazão de
Agitação
12— Válvula de Retenção
13— Tanque de Enxágue
14— Venturi do Edutor
15— Válvula de Corte/Saída de
Solução
16— Válvula Solenoide de
Agitação
Componentes do Sistema
O sistema de pulverização de solução consiste no tanque
de solução (1), válvula de sucção (2), válvula Quik-Fill
(5), tela de abastecimento (7), válvula de pressão (3),
17— Tela de Pressão (Malha 50)
18— Tela de Pressão (Malha 80)
19— Fluxômetro de Solução
20— Válvula de Orifício
21— Válvula de Corte da Barra de
Pulverização
22— Válvulas de Corte das
Seções da Barra
23— Transdutor de Pressão
24— Bicos de Pulverização
25— Caixa de Sementes do
Edutor
bomba centrífuga (6), telas de pressão (17, 18), caixa de
sementes do edutor (25), válvula de orifício (20), válvulas
de corte da seção da barra (22) e bicos de pulverização
(4) montados na barra.
Continua na próxima página
45-1
26— Sensor de Rotação da Roda
(Roda Dianteira Esquerda)
27— Motor Hidráulico
28— Válvula Proporcional
29— Radar
30— CCU/SRC
31— monitores do SprayStar
32— Linha de Sangria da Bomba
OUO6092,00004EE -54-09MAR11-1/3
040814
PN=176
Sistema de umidade
O tanque de solução é feito de polietileno e tem
uma capacidade de 2271 l (600 gal). Uma tampa de
acesso/abastecimento está localizada na parte superior
do tanque. Na lateral do tanque há um tubo transparente
e uma escala graduada que indica o nível da solução em
litros e galões. Na parte inferior do tanque está a válvula
de corte/saída de solução (15).
superior do tanque de solução para criar um vácuo que
puxe o produto químico para dentro da corrente de água.
A válvula de enxágue do edutor (8) direciona a água para o
enxágue da caixa de sementes e para o enxágue do jarro.
A válvula da caixa de sementes do edutor (9) permite
que o produto químico seja retirado do fundo da caixa de
sementes do edutor para o topo do tanque de solução.
A válvula de sucção tem duas funções:
As válvulas de retenção (12) são utilizadas no sistema
para evitar que a solução flua no sentido errado.
• Direciona a solução do tanque de solução para a
bomba de solução.
Direciona a água limpa do tanque de enxágue para a
bomba de solução.
As válvulas de corte das seções da barra (22) são válvulas
em esfera motorizadas que passam de completamente
abertas para completamente fechadas. As válvulas são
operadas por interruptores no console lateral do operador.
A tela de abastecimento, localizado na linha de
abastecimento, é feito de material não corrosivo que deve
ser limpo conforme necessário. A bomba de solução é
do tipo centrífuga, acionada por motor hidráulico (27). A
ativação e a desativação da bomba são controladas por
um interruptor localizado no console lateral. O escape de
todo ar preso na bomba é feito através de uma linha de
sangria (32). Isso ajuda a evitar a cavitação da bomba.
Os bicos de pulverização, localizados na estrutura central
e na barra, dosam, atomizam e distribuem a solução em
arranjos específicos. A vazão da solução é dosada pelo
tamanho do orifício na ponta do bico. Dentro dos limites, a
vazão da solução através de um bico pode ser aumentada
ou diminuída regulando-se a pressão do sistema.
•
As telas de pressão estão localizadas na linha de
alimentação da barra, antes do fluxômetro de solução
(19). As telas removem os sedimentos antes que eles
cheguem ao fluxômetro e às válvulas da barra.
A válvula de corte do fluxômetro (21) pode ser fechada
para ajudar na limpeza das telas de pressão (17,18) e do
fluxômetro (19).
Uma válvula de orifício está localizada na linha de
alimentação da barra. Ela é usada para melhorar o
controle do sistema de controle da taxa de pulverização
quando são usados bicos menores. A válvula é ajustada
na posição aberta para vazões média a alta, e na posição
fechada para uma vazão de 100 lpm (26 gpm) ou menor.
Os jatos de agitação estão em duas localizações no
fundo do tanque. O jato cria uma agitação vigorosa
tipo Ventilador por toda a parte do tanque para manter
os produtos químicos, tais como pós umedecidos, em
suspensão. A válvula da vazão de agitação (11) está
localizada na parte inferior da máquina, no lado esquerdo,
próximo à bomba de solução, e pode ser ajustada para
atingir o efeito de agitação desejado. A válvula solenoide
de agitação (16), controlada por um interruptor no
console, pode ser usada para ligar e desligar a agitação.
A válvula de derivação de pressão / enxágue realiza uma
destas três operações:
• Direciona a água de enxágue para os bicos de enxágue
do tanque
• Direciona a água ou solução diretamente para o tanque
•
durante o abastecimento do pulverizador com a bomba
de solução
Impede a solução de fluir para o tanque de solução
ou para as esferas de enxágue do tanque durante a
pulverização
A maioria dos bicos é projetada para um desempenho
ideal em pressões específicas. No entanto, a faixa de
ajuste é relativamente estreita. As pressões da linha
muito altas ou muito baixas afetarão a atomização da
solução e criarão variações no arranjo da pulverização.
A solução atomiza quando o líquido é forçado através
do orifício no bocal. A forma do arranjo da pulverização
é determinada pela forma do orifício.
O tanque de enxágue (13) pode ser abastecido com água
limpa para enxaguar o sistema de solução.
Operação do Sistema
Quando a bomba é ativada, a solução é retirada do tanque
de solução, através da válvula de sucção. A bomba
pressiona a solução através das telas de pressão e do
fluxômetro até as válvulas de corte da seção da barra e a
válvula de vazão de agitação para que a agitação ocorra.
Quando as válvulas de corte da seção da barra estão
abertas, a solução flui para os bicos, onde é atomizada e
pulverizada.
O fluxômetro da linha de alimentação da barra envia
um sinal eletrônico para o CCU/SRC (30), que compara
aquele sinal com a taxa de aplicação programada
pelo operador. Se existir uma diferença entre sinal do
fluxômetro e a taxa programada, o compensador no
conjunto da válvula proporcional (23) abrirá ou fechará,
conforme necessário, até que o sistema seja estabilizado
na vazão-alvo.
Quando o compensador abre, mais óleo hidráulico é
enviado para o motor hidráulico, levando a bomba de
solução a aumentar sua vazão. Quando o compensador
fecha, menos óleo hidráulico é enviado para o motor
hidráulico, levando a bomba de solução a diminuir sua
vazão.
A válvula de vazão do edutor (10) direciona a água
de abastecimento pelo venturi do edutor (14) na parte
Continua na próxima página
45-2
OUO6092,00004EE -54-09MAR11-2/3
040814
PN=177
Sistema de umidade
O Controlador da Taxa de Pulverização (SRC) oferece
a capacidade de manter a aplicação dentro da faixa da
taxa de aplicação durante as mudanças de velocidades.
A consistência da taxa de aplicação depende de várias
coisas, tais como o tamanho da ponta do bico, a taxa de
aplicação e a taxa da mudança de velocidade. O SRC
fornece uma resposta rápida, mas algumas diferenças
nas taxas de aplicação podem ser observadas se o
operador fizer mudanças rápidas de velocidade ou operar
nos extremos da faixa de pressão da solução.
As peças essenciais do sistema SRC são um sensor
de velocidade (um sensor de velocidade da roda (26),
no motor hidráulico da roda dianteira esquerda, ou
um sensor de velocidade de radar (29) na frente da
máquina), o controlador da taxa de pulverização, uma
bomba de solução de velocidade variável, um fluxômetro
e um transdutor de pressão da solução (23). O sensor
da velocidade e o fluxômetro fornecem informações
da velocidade e da vazão ao controlador da taxa de
pulverização. O controlador da taxa de pulverização
fornece as taxas de aplicação-alvo (programadas pelo
operador) analisando os dados de velocidade e vazão,
e depois fazendo os ajustes apropriados na bomba de
solução variável.
O controlador da taxa de pulverização é parte da Unidade
de Computador do Chassi/Unidade de Controle da
Taxa de Pulverização (CCU/SRC – Chassis Computer
Unit/Spray Rate Control Unit) localizado abaixo da chapa
do piso dentro da cabine. O controlador da taxa de
pulverização tem um sistema de advertência interno
que alerta o operador se a vazão real varia em relação
à vazão programada por 20% do real ou mais, por 10
segundos. O sistema SRC é um sistema regulador
de volume, de maneira que as pressões exibidas no
monitor do SprayStar (31) podem variar em determinada
velocidade de avanço.
ponta do bocal. Antes de tentar usar o SRC, refira-se à
calculadora da ponta do bico ou aos gráficos de seleção
da ponta do bico, e certifique-se de que a lança de
pulverização esteja equipada com os bicos de pontas
de pulverização que fornecerão as taxas de aplicação
desejadas, nas pressões e velocidades desejadas. A
variação da velocidade de avanço é limitada pela faixa de
pressão operacional das pontas dos bicos.
O botão "Liga/Desliga Mestre", localizado na alavanca de
controle multifuncional, é uma peça integrante do sistema
SRC. Quando é pressionada a posição "Desligado",
a alimentação elétrica fecha as válvulas de corte da
seção da barra e a bomba de solução variável diminui
de velocidade para manter a pressão de pulverização
desligada (conforme configurado pelo operador).
A solução pode continuar pulverizando a partir da
lança por um curto período de tempo depois que é
pressionada a posição "Mestre Desligado". Isto se deve
a pressão restante na linha. O intervalo de tempo que a
pulverização continuará fluindo depende da pressão na
linha de pulverização, dos comprimentos das mangueiras
da lança, do tamanho das pontas dos bocais e do uso das
válvulas de verificação dos bocais. A fim de compensar a
defasagem de tempo de desligamento da barra, o botão
"Mestre Desligado" deverá ser pressionado antes de
atingir a curva da linha.
Assim que o botão "Mestre Ligado" tiver sido pressionado,
se a máquina estiver se movendo lentamente ou não
estiver se movendo, a bomba de solução variável manterá
a pressão mínima da solução conforme ajustada pelo
operador. Isso pode resultar em uma taxa de aplicação
superior à taxa-alvo (programada pelo operador). Do
mesmo modo, se a máquina estiver se movendo muito
rapidamente, a bomba de solução variável manterá a
pressão máxima da solução. Isto pode resultar em uma
taxa de aplicação que é menor do que a taxa-alvo.
A pressão da solução exigida para uma dada taxa de
aplicação é determinada pela velocidade e o tamanho da
Quik-Fill é uma marca comercial da Deere & Company
OUO6092,00004EE -54-09MAR11-3/3
45-3
040814
PN=178
Sistema de umidade
Operação e Manutenção dos Pulverizadores
Químicos com Segurança
TS272 —UN—23AUG88
Os produtos químicos utilizados nos pulverizadores
agrícolas podem ser prejudiciais à sua saúde ou ao
ambiente, se não forem usados com cuidado.
Siga sempre todas as indicações do rótulo para uma
utilização eficaz, segura e legal dos produtos químicos
agrícolas.
Reduza o risco de exposição e lesões:
•
•
•
•
•
•
conforme recomendado pelo fabricante. (Consulte
‘Manusear produtos químicos agrícolas de forma
segura’ na seção Segurança).
Encha, lave, calibre e descontamine o pulverizador
numa área em que o produto que sai não atinja bacias
de água, lagos, riachos ou rios, áreas de gado ou
jardins, ou próximas de pessoas.
Mantenha as crianças afastadas de produtos químicos,
soluções químicas e líquidos de lavagem.
Se o spray ou concentrado químico entrar em contato
com a pele, mãos ou o rosto, lave imediatamente com
água e sabão.
Se o spray ou concentrado químico entrar nos olhos,
lave-os imediatamente com água.
Se o bocal entupir ou o sistema funcionar mal, pare o
motor e alivie a pressão de spray do sistema.
Não coloque pontas de bocal ou outros componentes
na boca para limpar obstruções. Tenha pontas
sobressalentes à mão para reposição.
Minimize o risco de desvio do spray.
- Use as pontas dos bocais grandes operados a baixas
pressões.
- Não opere o sistema de fornecimento de solução a
pressões que ultrapassem 345kPa (3.5 bar) (50 psi).
- Não pulverize quando os ventos excederem 16 km/h
(10 mph).
TS220 —UN—15APR13
• Use equipamento de proteção pessoal adequado,
•
•
- Não pulverize quando o vento estiver soprando na
direção de alguma colheita sensível, jardim ou zona
habitada.
Jogue fora os produtos químicos, soluções de
lavagem não usados e recipientes químicos vazios,
adequadamente.
Descontamine o equipamento usado na mistura, na
transferência e na aplicação dos produtos químicos
após o uso.
DX,WW,CHEM02 -54-05APR04-1/1
45-4
040814
PN=179
Sistema de umidade
Evite Exposição a Produtos Químicos
CUIDADO: A exposição a produtos químicos,
inclusive pesticidas, pode causar acidentes
pessoais ou morte.
TS220 —UN—15APR13
NÃO CONFIE NESTA CABINE, NO INDICADOR
DE PRESSÃO NEM NOS FILTROS DE AR
PARA PROTEÇÃO CONTRA A EXPOSIÇÃO
A PRODUTOS QUÍMICOS.
Para reduzir o risco de exposição a produtos químicos:
• Use EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL de
acordo com o rótulo do fabricante de produtos químicos.
• Permita que somente aplicadores treinados e
certificados apliquem produtos químicos
• Sempre feche as janelas e as portas durante a
pulverização
•
•
•
•
•
•
ou os substitutos apropriados estão sempre instalados
(consulte Verificação e Substituição dos Filtros de Ar da
Cabine na seção Chassi)
Mantenha os produtos químicos fora da cabine
Limpe ou tire os sapatos ou roupas contaminados
antes de entrar na cabine
Mantenha limpo o interior da cabine
Leia e siga todas as instruções existentes:
- No rótulo do fabricante de cada produto químico
aplicado
- U.S. Environmental Protection Agency (EPA) Worker
Protection Standard para Pesticidas Agrícolas
- Instruções regionais ou estaduais para a segurança e
a saúde do trabalhador;
- No Manual do Operador desta máquina.
Devem ser cumpridas numerosas exigências, incluindo
as regularizações EPA, mas não se limitando a elas
Mesmo enquanto estiver dentro da cabine, use sempre
mangas compridas, calças compridas, sapatos e meias,
ao aplicar produtos químicos, inclusive pesticidas
TS272 —UN—23AUG88
• Verifique se os filtros de carbono ativado John Deere
• Se necessário sair da cabine quando houver
•
produtos químicos, inclusive pesticidas, use sempre o
equipamento de proteção individual recomendado pelo
fabricante do produto químico
Antes de entrar novamente na cabine, retire o
equipamento de proteção individual usado para
manusear produtos químicos, inclusive pesticidas, e
guarde-o de acordo com as normas EPA, para impedir
a contaminação da cabine.
OUO6092,00004DE -54-07FEB11-1/1
45-5
040814
PN=180
Sistema de umidade
Recomendações de Manutenção e Operação
da Bomba de Solução
Preparação da Máquina
CUIDADO: Remova a chave de ignição antes
de realizar serviço na bomba.
Recomendações de Segurança para a
Bomba de Solução
Descontaminação do Equipamento de Pulverização
Manutenção e Operação
CUIDADO: Descontamine a área de trabalho antes
de efetuar a manutenção. Lave, descontamine
e drene a bomba antes de efetuar serviço. A
descontaminação deverá ser feita em uma área
segura com água ou agente de neutralização,
ou por meios recomendados pelo fabricante da
substância química usada por último.
Os materiais de pulverização podem ser
extremamente perigosos. Use todos os produtos
químicos de pulverização, soluções, resíduos
de solução ou vapores com muito cuidado.
NÃO corra riscos. Quando em dúvida, proceda
como se existisse a contaminação.
Não deixe que o material de pulverização
entre em contato com a pele. Se o material
de pulverização entrar em contato com a
pele, lave imediatamente com água limpa e
detergente ou siga as instruções do fabricante
do produto químico usado por último.
Inspecione a Linha de Respiro
IMPORTANTE: Para evitar danos à bomba por
rodar a seco, a linha de respiro DEVE ser
direcionada corretamente e estar livre de
obstruções, de forma que o ar aprisionado
seja sangrado da câmara da bomba.
Verifique periodicamente o seguinte:
• Verifique se as linhas de respiro (A) correm em uma
•
•
Evite Fluidos a Alta Pressão
curva contínua e ascendente (sem seções horizontais
ou quedas) da bomba (B) para a parte superior do
tanque (C).
Verifique se há um fluxo contínuo das descargas de
solução da linha de respiro para o tanque durante a
operação da bomba. O melhor momento para verificar
o fluxo de descarga é com o tanque abastecido até a
metade. Limpe ou substitua a mangueira conforme
necessário
Verifique se as mangueiras e as conexões estão
apertadas e em boas condições
Operação Correta da Máquina
CUIDADO: O vazamento de fluido sob alta pressão
pode penetrar na pele e causar ferimentos graves.
Evite tais riscos aliviando a pressão antes
de desconectar uma linha hidráulica ou
outras linhas. Aperte todas as conexões
antes de aplicar pressão.
IMPORTANTE: Produtos químicos e resíduos
químicos deixados na bomba de solução
por um longo período podem danificar os
componentes da bomba. Enxágue o interior
da bomba com água limpa diariamente e não
deixe que a solução química permaneça na
bomba de um dia para o outro.
Procure vazamentos com um pedaço de
papelão. Proteja as mãos e o corpo dos
fluidos de alta pressão.
Para evitar danos à bomba por rodar a
seco, NÃO opere a máquina de forma que
a bomba fique sem solução e que a câmara
da bomba se encha de ar.
Em caso de acidente, consulte um médico
imediatamente. Qualquer fluido injetado na
pele deve ser removido com cirurgia dentro
de algumas horas, sob risco de gangrena. Os
médicos que não estejam familiarizados com
este tipo de ferimentos deverão consultar
uma fonte segura para se inteirarem da
matéria. Essa informação está disponível no
Departamento Médico da Deere & Company
em Moline, Illinois, E.U.A.
À medida que o tanque se esvazia, opere a máquina
como a seguir:
• Desloque-se lentamente quando estiver sobre terreno
•
acidentado para limitar a agitação da solução, a qual
faz com que a linha de entrada da bomba aspire ar
Desligue a bomba antes que o tanque se esvazie
Preparo da Bomba para Armazenagem
Evite Fluidos Inflamáveis ou Explosivos
CUIDADO: NÃO bombeie fluidos inflamáveis ou
explosivos, tais como gasolina, óleo combustível
e querosene. SÓ bombeie soluções compatíveis
com os componentes da bomba.
Armazenagem por Curto Prazo—Lave a bomba com
água ou agente de neutralização (Limpador de Tanque
de Pulverização, Nº de Peça N305631) ou por meios
recomendados pelo fabricante da substância química
usada por último. Drene a bomba.
Continua na próxima página
45-6
OUO6092,00002E6 -54-17DEC09-1/3
040814
PN=181
Sistema de umidade
Armazenagem de Longo Prazo—Siga o mesmo
procedimento indicado para a armazenagem de curto
prazo e depois reabasteça a bomba com uma mistura
50-50 de fluido próprio para o inverno SprayMaster, Nº de
Peça N305634. NÃO armazene a bomba com a câmara
seca.
C
A
Operação da Bomba de Solução de Alta
Vazão (Se Equipado)
IMPORTANTE: Para evitar danos de vedação da
bomba de solução de alta vazão durante
o carregamento:
•
•
ficar acima do nível da bomba do pulverizador,
ou a bomba de solução não irá escorvar,
causando danos na vedação.
Mangueiras e conexões de 3 in. devem
ser usadas (se possível) no equipamento
auxiliar. A bomba não pode puxar uma
quantidade suficiente de produto através
de mangueira menor para manter-se
completamente escorvada naquela
velocidade de carregamento e isto causará
danos na vedação.
Verifique se a válvula na mangueira do tanque
auxiliar está na extremidade da mangueira
para prevenir que surjam cavidades na bomba.
N87475 —UN—05MAY10
• O nível da solução do tanque auxiliar deve
B
A—Linha de Respiro
B—Bomba de Solução
C—Parte Superior do Tanque
Detecção e Resolução de Problemas
Sintoma
Problema
Solução
Baixa descarga
Bomba não escorvada.
Inspecione a linha de respiro.
Vazamentos de ar na linha de entrada. Verifique e vede novamente as
conexões de entrada.
Vazamento na vedação mecânica.
Filtro da linha entupido ou obstruído.
Inspecione a tela e remova seus
detritos.
Propulsor entupido ou bloqueado.
Inspecione o propulsor e remova
obstruções.
Olho do propulsor raspando na espiral
(alojamento frontal) devido à dilatação
induzida por produto químico.
Olho do propulsor raspando na espiral
(alojamento frontal) devido à bomba
estar rodando a seco.
Inspecione o propulsor. Consulte o
manual técnico de reparo da máquina.
Bomba rodou a seco.
Substitua a vedação.
Verifique se a aparência do propulsor
está preta ou derretida. Reutilize ou
substitua o propulsor, dependendo da
gravidade.
Substitua a vedação se o vazamento
Interrupção mecânica das faces da
persistir.
vedação devido a sólidos químicos
que penetraram entre as faces da
vedação. O vazamento normalmente
é temporário
Continua na próxima página
45-7
OUO6092,00002E6 -54-17DEC09-2/3
040814
PN=182
Sistema de umidade
Sintoma
Vazamento no motor hidráulico.
Problema
Solução
Foles da vedação rasgados por
estarem com as faces da vedação
grudadas pela ação de produto
químico
Parafusos Allen soltos na carcaça do
motor.
Substitua a vedação. Lave a bomba
corretamente no futuro
Falha na vedação do óleo.
Substitua a vedação de óleo.
Inspecione o eixo, rolamentos e o
"laçador" de óleo quanto a danos e
substitua conforme necessário.
Aperte os parafusos com 20 Nm (15
lb-ft).
OUO6092,00002E6 -54-17DEC09-3/3
Substituição dos Bicos
NOTA: Os bicos deverão ser trocados quando
a vazão tiver aumentado em 10% da taxa
desejada a uma dada pressão.
Os bicos são as peças mais importantes do pulverizador.
Não importa o quão bem projetado seja o resto da
máquina, se os bicos estiverem ruins, é impossível
obter uma boa cobertura de pulverização. Portanto, é
extremamente importante escolher cuidadosamente o
tipo e o tamanho dos bicos, bem como conservá-los ou
substituí-los quando for necessário.
À medida que os bicos se desgastam, suas pastilhas
aumentam de tamanho. O monitor compensa isto
reduzindo a pressão para manter a taxa de aplicação
desejada. Entretanto, conforme os bicos se desgastam,
eles começam a perder suas sobreposições e podem
aplicar quase duas vezes mais substâncias químicas ou
pesticidas abaixo dos bicos do que eles o fazem entre
os bicos.
O padrão impreciso de pulverização pode fazer com que
a substância química ou o pesticida sejam ineficientes
no controle de ervas daninhas, pragas e doenças. Isso
pode exigir outra viagem pelo campo com os custos
subseqüentes de combustível e mão-de-obra, bem como
o uso de mais substâncias químicas ou pesticidas. Esta
despesa adicional é muito maior do que a despesa de
substituição dos bicos.
AG,OUO1011,835 -54-20JUL99-1/1
Tipos de Bicos
Cada tipo de bico é projetado para produzir um padrão
específico de pulverização e são oferecidos em diferentes
tamanhos para se obter a taxa de aplicação desejada.
Os tipos básicos de bicos são:
• Bicos de Pulverização Plana
• Bicos de Pulverização Uniforme
• Bicos de Cone Oco
• Bicos de Alta Pulverização
Consulte as seguintes informações quanto à descrição
geral de cada tipo de bico.
AG,OUO1011,836 -54-20JUL99-1/1
45-8
040814
PN=183
Sistema de umidade
N69194 —UN—03MAR05
Bocal de Ventoinha Plana
A—% de Cobertura
B—Perfil de Distribuição
Os bocais de Ventoinha Plana são a escolha ideal para
a pulverização dispersa, quando é desejável ter uma
quantidade uniforme de substância química aplicada
através de toda a largura da lança.
Os bocais de Ventoinha Plana aplicam solução em um
padrão elíptico.
espaçados com distância de 508 mm (20 in.) e
posicionados 457 a 559 mm (18 a 22 in.) acima da
superfície-alvo. A maioria dos bicos de pulverização
plana é projetada para operar na faixa de 207 a 414 kPa
(2 a 4 bar) (30 a 60 psi).
Para obter-se aplicação uniforme, é necessário sobrepor
esses bocais. Isto normalmente é feito com os bicos
OUO6043,0001850 -54-23MAR05-1/1
45-9
040814
PN=184
Sistema de umidade
N69195 —UN—02MAR05
Bocal de Pulverização Regular
A—% de Cobertura
B—Perfil de Distribuição
Os bocais de pulverização regular são usados para
aplicações de banda, visto que aplicam uma quantidade
uniforme de substância química sobre quase toda a
largura do padrão da pulverização. Simplesmente
ajustando a altura do bocal acima da superfície-alvo,
o operador pode controlar a largura da banda de
pulverização.
NOTA: Os bocais de pulverização regular não devem
ser usados para a pulverização dispersa, porque
é difícil ajustar precisamente a altura da lança
para eliminar superposições ou saltos.
OUO6043,0001851 -54-28FEB05-1/1
45-10
040814
PN=185
Sistema de umidade
N69196 —UN—02MAR05
Bocal de Cone Oco
A—% de Cobertura
B—Perfil de Distribuição
Os bocais de Cone Oco também são usados para
aplicações de banda, visto que pulverizam em um padrão
circular oco. Como o padrão da pulverização não é
uniforme, esses bocais também podem ser usados
em aplicações dispersas, ao contrário dos bocais de
Pulverização Regular. Entretanto, eles não serão tão
precisos quanto os bocais de Ventoinha Plana. A
pulverização dos bocais de Cone Oco tende a fazer
redemoinhos descendentes nas plantas, o que pode
ajudar a substância química a fazer mais contato na
cobertura da colheita e, algumas vezes, no lado de baixo
das folhas também.
Os bocais de Cone Oco também operam em uma faixa
de pressão muito mais larga, 207-2586 kPa (2-26 bar)
(30-375 psi), do que os bocais de Ventoinha Plana e de
Pulverização Regular.
OUO6043,0001852 -54-28FEB05-1/1
45-11
040814
PN=186
Sistema de umidade
N69197 —UN—02MAR05
Bocal de Irrigação
A—% de Cobertura
B—Perfil de Distribuição
Os bocais de irrigação são usados quando devem
ser aplicadas grandes quantidades de solução e um
padrão de distribuição de qualidade não é crítico. Eles
têm um orifício extremamente grande, o que os torna
muito difíceis de obstruir. Eles operam em pressões
muito baixas e têm um amplo padrão de pulverização.
Freqüentemente, esses bocais são espaçados em 1.016
mm (40 in.) à parte na lança.
OUO6043,0001853 -54-02MAR05-1/1
As pontas de pulverização de alta vazão são usadas
quando se necessita de alta vazão (2 a 6 GPM). Essas
taxas de aplicação são normalmente necessárias quando
se aplicam fertilizantes líquidos. Elas proporcionam
um padrão de ângulo grande (140 graus), permitem
configurações mais espaçadas da máquina e garantem
excelente distribuição. O orifício de regulagem de fluxo
escalonado e o orifício de grande atomização produzem
um padrão muito consistente com gotículas finas, que
reduz o potencial de deriva. O produto tem projeto
de troca rápida: tampa/ponta de uma única peça com
vedação incluída para facilitar a instalação.
N64854 —UN—22JAN04
Bico de Alta Vazão de Pulverização Plana
OUO6092,000056A -54-10FEB04-1/1
45-12
040814
PN=187
Sistema de umidade
N69198 —UN—02MAR05
Uso da Calculadora e do Seletor de Ponta do Bico
Siga as instruções da calculadora para determinar o
tamanho da ponta.
NOTA: A calculadora não inclui todos os tipos de bicos.
Consulte o catálogo do SprayMaster se seu tipo
de bico não estiver descrito. Se danificado ou
perdido, entre em contato com seu revendedor
John Deere para substituição.
OUO6092,0000556 -54-29MAR07-1/1
45-13
040814
PN=188
Sistema de umidade
N69199 —UN—02MAR05
Verificação e Substituição de Bicos Desgastados
• A—BICOS DE PULVERIZAÇÃO NOVOS fazem
e a inspeção oportuna ajudam a identificar os bicos
desgastados e prolongar a vida útil dos serviços.
•
A aplicação excessiva pode causar:
• Danos à cultura
• Sobra do produto químico, afetando as futuras culturas
• Contaminação da água do solo
•
uma distribuição uniforme, quando sobrepostos
corretamente.
B—BICOS DE PULVERIZAÇÃO DESGASTADOS
têm uma saída mais alta, com mais pulverização
concentrada embaixo de cada bico.
C—BICOS DE PULVERIZAÇÃO DANIFICADOS têm
uma saída—sobreposição muito irregular e mediante
aplicação.
Uma causa principal da aplicação indevida da
pulverização é o desgaste do bico. A manutenção
A subaplicação pode:
• Exigir passagens adicionais no campo
• Causar o controle inadequado de ervas daninhas,
pragas ou doenças que afetam o rendimento da cultura
OUO6043,0001854 -54-28FEB05-1/1
45-14
040814
PN=189
Sistema de umidade
Características de Vazão da Barra de 24,4 m (80 ft)—Taxa de Aplicação x Velocidade
NOTA: As faixas mostradas baseiam-se na
aplicação de água.
Curvas de desempenho exibidas com
a agitação desligada. Utilizar agitação
reduzirá a saída máxima.
LPHA GPA
1122 120.0
B
935
100.0
748
80.0
561
60.0
374
40.0
187
20.0
C
0.0
8
13
10
16
14
23
12
19
16
26
A
18
29
20 MPH
32 KPH
N82358 —UN—25NOV08
6
10
Faixa de Aplicação Com Barra de 24,4 m (80 ft)
A—Velocidade do Veículo
B—Tubulação Padrão
C—Tubulação de Alta Vazão
OUO6092,000012F -54-21NOV08-1/1
45-15
040814
PN=190
Sistema de umidade
Características de Vazão da Barra (Vazão Padrão)—Vazão da Barra em Relação à Pressão
na Barra de 24,4 m (80 ft)
KPA PSI
1103 160
965
140
827
120
689
100
552
80
414
60
276
40
138
20
C
A
D
0
10
20
76
30
40
50
151
60
70
227
80
302
90
N82607 —UN—12JAN09
0
100 110 120 130 140 150 160 GPM
379
454
530
651 LPM
B
Desempenho do Sistema de Líquido
A—Pressão do Sistema
B—Vazão do Sistema
C—Válvula de Orifício Fechada
D—24,4 m\(80 ft) Padrão Fluxômetro Único
NOTA: Não se recomenda uma vazão da barra abaixo de
15 l/min (4 gpm), devido a limitações do sistema.
As curvas mostram a saída máxima. E são
exibidas com a agitação desligada. Utilizar
agitação reduzirá a saída máxima.
* A queda de pressão ocorre entre o sensor de pressão
localizado nas válvulas de fechamento da seção da barra
e a ponta do bico. Quanto maior a vazão, maior a queda
de pressão.
O sistema de teste foi equipado com telas de
pressão com malha 50 e 80.
OUO6092,000051C -54-09MAR11-1/1
45-16
040814
PN=191
Sistema de umidade
Calibração dos Bicos
Freqüência de Calibração
Mesmo que a operação de um pulverizador possa
ser determinada teoricamente usando-se fórmulas
matemáticas, existem ainda muitas razões para averiguar
se a saída é a correta. Por exemplo,
• desgaste (especialmente nos bicos)
• peças danificadas ou em mau funcionamento (tal como
manômetros)
• passagens entupidas ou restritas (tais como filtradores
e mangueiras)
Obviamente, as verificações visuais antes das estações
não são adequadas para uma aplicação precisa, nem
o fato de que o equipamento e as pontas dos bicos
sejam novas. Além disso, os catálogos dos fabricantes
são apenas orientações; a regulagem mais exata de um
pulverizador é de responsabilidade do operador.
A saída de um pulverizador deverá ser verificada:
• depois de qualquer regulagem
• quando mudar para uma nova substância química ou
taxa de aplicação
• depois de uma semana de uso contínuo sob as
mesmas circunstâncias
A averiguação dos resultados de uma regulagem é
procedimento padrão para todos os produtos John Deere.
Do mesmo modo, você nunca deverá fazer regulagens em
um pulverizador sem, depois, verificar a saída dos bicos.
Custo
Resultando em:
Recursos Desperdiçados
Aplicação excessiva ou subaplicação de produtos químicos caros
Qualidade/Rendimento Reduzido
Estresse químico, permanência da pressão da praga
Efeito nas Culturas Futuras
Sobra de produtos químicos
AG,OUO1011,353 -54-28APR99-1/1
Procedimento de calibração
Para averiguar a saída do pulverizador:
1. Coloque água limpa no tanque. Nunca efetue testes
com solução de produtos químicos ou fertilizantes
no tanque.
2. Ligue a pulverização mestre e ajuste a pressão no
nível desejado. A velocidade do motor deverá ser a
mesma que seria sob as condições de campo.
3. Segure um jarro graduado embaixo de um bico
por um determinado período de tempo. Use um
cronômetro ou outro relógio que indique segundos
para saber por quanto tempo o jarro coletou a solução.
Calcule a taxa do fluxo da ponta como a seguir. (Taxa
de fluxo da ponta [Lpm] igual ao volume coletado [L]
multiplicado por 60, e dividido pelo tempo de coleta
[seg].)
4. Compare a vazão real da ponta com a vazão
exigida.
6. Substitua os bicos se necessário. Se algum bico
estiver diferente da vazão exigida em mais que 10%,
troque-o. Se dois ou mais bicos falharem no teste,
troque todos os bicos.
7. Ajuste a pressão se necessário e repita todo o
procedimento. Se a vazão média das pontas que
foram verificadas ultrapassarem a vazão exigida,
reduza ligeiramente a pressão. Se a vazão média foi
muito baixa, aumente um pouco a pressão.
Litros por minuto
Volume (L) x 60
Taxa de vazão do bico (lpm) =
Tempo de coleta (sec.)
OU
Taxa de vazão do bico (lpm) =
Volume (mm³) x 60
Tempo de coleta (sec.) x 1000
Galões por minuto
Volume (gal) x 60
Taxa de vazão do bico (gpm) =
5. Repita as etapas 3 e 4 com dois bicos em cada
seção da lança. É necessário verificar diversos bicos
para se ter uma saída média. Mesmo os bicos novos
em folha muito provavelmente não irão dar a exata
vazão esperada.
Tempo de coleta (sec.)
OU
Taxa de vazão do bico (gpm) =
Volume (onças) x 60
Tempo de coleta (seg.) x 128
Fórmula
BL04947,000095F -54-06JAN14-1/1
45-17
040814
PN=192
Sistema de umidade
Fatores de Conversão (Calibração para
Transportadores Exceto por Água)
mais leves ou mais pesadas que a água. Para equiparar
a saída da ponta do bico à solução, multiplique a taxa
de aplicação desejada da solução (galões por minuto ou
galões por acre) pelo fator de conversão listado para
chegar à Taxa de Calibração Ajustada (quando se usa
água).
Para escolher tamanhos de bicos para outros
transportadores que não água, deve-se aplicar um fator
de conversão à taxa de aplicação desejada de soluções
Exemplo
Gravidade Específica
Fator de Conversão
7.00 (0.84)
Peso da Solução lb/gal (kg/l)
0.84
0.92
8.00 (0.96)
0.96
0.98
8.34 (1.00)
1.00
1.00
9.00 (1.08)
1.08
1.04
10.00 (1.20)
1.20
1.10
Água
10.65 (1.28)
Solução com 28% de nitrogênio
1.28
1.13
11.00 (1.32)
Fertilizante 7-27-7
1.32
1.15
11.06 (1.33)
Solução com 32% de nitrogênio
1.33
1.15
11.40 (1.37)
Fertilizante 10-34-0
1.37
1.17
11.50 (1.38)
Fertilizante 12-0-0-26
1.38
1.17
11.60 (1.39)
Fertilizante 11-37-0
1.43
1.20
12.00 (1.44)
1.44
1.20
14.00 (1.68)
1.68
1.30
Ao pulverizar a solução com 32% de Nitrogênio a 25
galões por acre (GPA), as pontas dos bicos deverão ser
selecionadas (usando água) para distribuir 28,75 galões
por acre, devido à densidade mais alta da solução de
nitrogênio.
NOTA: A taxa-alvo de aplicação do SprayStar
permanecerá em 95 lpm (25 gpa) já que o SprayStar
é um sistema baseado em vazão.
25 X 1,15 = 28,75 Taxa de Aplicação Desejada x Fator de
Conversão = Taxa de Calibração Ajustada para Água
OUO6092,0000E02 -54-29MAR07-1/1
Instalação e Posicionamento das Pontas dos
Bicos e Filtradores
1. Use a calculadora de ponta de bico para determinar o
tamanho das pontas.
2. Instale as pontas dos bicos.
N33978 —UN—05JUN89
3. Posicione os bicos no padrão de pulverização
desejado. Ajuste os bocais planos ou uniformes
(A—D) de modo que a fenda na parte inferior fique
a 90 graus com a fileira.
4. Instale os filtradores se desejado. Há diversos
filtradores com tamanhos de malha diferentes
disponíveis. (Consulte seu concessionário John
Deere).
A—Pulverização Plana
(Controle de Erva Daninha,
Dispersão, Pré-Emergir)
B—Pulverização em Cone
(Controle de Insetos)
Continua na próxima página
45-18
C—Pulverização de Inundação
(Disperso)
D—Pulverização Uniforme (Em
Banda)
AG,OUO1011,848 -54-22JUL99-1/2
040814
PN=193
Sistema de umidade
5. Posicione os bicos tanto para a pulverização dispersa
(A—B) quanto em banda (C—E).
D—Dois Bicos Por Fileira (Em
Faixas)
E—Três Bicos Por Fileira (Em
Faixas)
N42173CZ —UN—26NOV96
A—Um Bocal Por Fileira
(Disperso)
B—Dois Bicos Por Fileira
(Disperso)
C—Um Bico Por Fileira (Em
Faixas)
AG,OUO1011,848 -54-22JUL99-2/2
45-19
040814
PN=194
Sistema de umidade
Limpeza dos Corpos dos Bicos Triplos SprayMaster
IMPORTANTE: Não permita que o solvente
ou o combustível diesel encoste nas
arruelas de borracha nas tampas porque
causará a deterioração.
N57172 —UN—10MAY01
CUIDADO: Mantenha pontas de bicos
sobressalentes para a reposição no campo. NÃO
limpe as pontas dos bicos colocando na boca e
soprando, senão você poderá engolir ou inalar
produtos químicos perigosos venenosos, que
causam acidentes pessoais graves ou morte
do operador ou de outras pessoas.
A—Presilha Retentora
B—Tampa do Bico
C—Ponta de Pulverização
D—Anel de Vedação
E—Tela em Linha
F— Suporte da Ponta
G—Tampa da Válvula de
Retenção
H—Válvula de Retenção
I— Diafragma
J— Corpo Triplo
K—Anel O com Arruela de
Vedação
1. Limpe periodicamente e a qualquer momento que
arranjos irregulares ou desiguais de pulverização
forem observados.
Não use ferramentas de metal para limpar porque
elas podem arranhar as superfícies rígidas, o que
irá acelerar o desgaste e encurtará a vida útil.
2. Lave com água e sabão usando uma escova de
cerdas macias para a limpeza.
Depois de limpar o corpo triplo, aplique um
lubrificante à base de silicone ao anel de
vedação grande, no corpo triplo.
NOTA: A vida útil das pontas de plástico dos bicos pode
ser prolongada muito através da limpeza cuidadosa.
OUO6092,00000D8 -54-09JUL09-1/1
45-20
040814
PN=195
Sistema de umidade
Limpeza dos Corpos dos Bicos de Cinco Posições SprayMaster
L
K
J
I
A
H
D
B
M
N
O
N80144 —UN—07MAR08
P
C
F
G
E
A—Retentor
B—Suporte da Ponta
C—Bujão
D—Anéis de Vedação
I— Anel de Vedação
J— Pino
K—Braçadeira
L— Parafuso
M—Porca
E—Anéis de Vedação
F— Anel de Vedação
G—Vedação
H—Corpo do Bico
CUIDADO: Mantenha pontas de bicos
sobressalentes para a reposição no campo. NÃO
limpe as pontas dos bicos colocando na boca e
soprando, senão você poderá engolir ou inalar
produtos químicos perigosos venenosos, que
causam acidentes pessoais graves ou morte
do operador ou de outras pessoas.
IMPORTANTE: Não permita que o solvente
ou o combustível diesel encoste nas
arruelas de borracha nas tampas porque
causará a deterioração.
N—Diafragma
O—Válvula de Retenção
P—Tampa
NOTA: Os corpos dos bicos de 5 posições SprayMaster
são equipamentos opcionais. (Consulte seu
concessionário John Deere).
NOTA: A vida útil das pontas de plástico dos bicos pode
ser prolongada muito através da limpeza cuidadosa.
Não use ferramentas de metal para limpar porque
elas podem arranhar as superfícies rígidas, o que
irá acelerar o desgaste e encurtará a vida útil.
Depois de limpar o corpo, aplique um lubrificante à
base de silicone ao anel O grande no corpo.
OUO6092,00000D9 -54-25AUG08-1/1
45-21
040814
PN=196
Sistema de umidade
Válvulas do sistema de umidade
Remova as proteções se equipadas.
CQ292641 —UN—08JAN14
NOTA: As máquinas preparadas para pulverização na
cana de açúcar têm proteções adicionais.
1. Remova as tiras de borracha (B).
2. Desconecte as fendas J (C).
3. Libere a borracha de proteção (A).
A—Proteção de borracha
B—Tiras de borracha
C—Fendas J
BL04947,0000945 -54-03JAN14-1/12
NOTA: Remova as proteções se equipadas.
1. Remova as tiras de borracha (C).
2. Desconecte as fendas J (D).
CQ292638 —UN—03JAN14
3. Libere a borracha de proteção (B).
4. Levante o edutor levemente e puxe a alavanca (A)
para destravá-lo.
BL04947,0000945 -54-03JAN14-2/12
Válvula de sucção
N98321 —UN—04MAY12
A válvula de sucção permite que o operador selecione de
qual tanque a bomba de sucção retira a solução. Com a
alavanca da válvula (A) na posição mostrada, a bomba de
solução puxará somente a partir do tanque de solução.
Girar a alavanca da válvula no sentido oposto fechará o
tanque de solução e permitirá à bomba puxar somente
a partir do tanque de enxágue. A válvula está fechada
quando a alavanca está na vertical, para cima.
A—Alça da válvula
Continua na próxima página
45-22
BL04947,0000945 -54-03JAN14-3/12
040814
PN=197
Sistema de umidade
Válvula de Derivação de Pressão / Enxágue
A válvula de derivação de pressão / enxágue permite
que o operador direcione a vazão da solução quando
esta sair do lado de pressão da bomba de solução. Com
a alavanca da válvula na posição mostrada, a solução
é direcionada para a lança de pulverização para uma
operação normal de pulverização.
N98320 —UN—04MAY12
Com a alavanca da válvula girada para a direita, a
solução é direcionada para os bicos de enxágue dentro
do tanque de solução.
Com a alavanca da válvula girada para a esquerda, a
solução é direcionada para o tanque de solução durante
a utilização da bomba de solução do pulverizador para
abastecimento.
A—Alça da válvula
BL04947,0000945 -54-03JAN14-4/12
Válvula Quick Fill™
A válvula Quik-Fill™ completa a conexão entre o tanque
auxiliar e o pulverizador.
Depois que a mangueira do tanque auxiliar for conectada
à maquina, gire a alavanca da válvula (A) paralelamente
com o encanamento para abrir a conexão entre o tanque
auxiliar e o pulverizador.
N98322 —UN—04MAY12
Quando o procedimento de abastecimento for concluído,
feche a alavanca, conforme mostrado anteriormente,
antes de desconectar o tanque auxiliar do pulverizador.
A—Alavanca da válvula
BL04947,0000945 -54-03JAN14-5/12
Válvula do Tanque de Solução ou do Reservatório
A válvula do reservatório permite que o operador
selecione o método de abastecimento.
N84878 —UN—09JUN09
Para fazer a pulverização ou abastecer o tanque de
solução dos pulverizadores utilizando uma bomba auxiliar,
a alavanca da válvula (A) deve estar na posição aberta.
A válvula é colocada na posição "fechada" para alguns
procedimentos de carregamento e manutenção.
Coloque a alavanca da válvula (A) em posição
perpendicular à mangueira de solução, conforme
mostrado, para fechar a válvula.
Para abrir a alavanca da válvula coloque-a em posição
paralela à mangueira de solução.
A—Alça da válvula
Continua na próxima página
45-23
BL04947,0000945 -54-03JAN14-6/12
040814
PN=198
Sistema de umidade
Válvula de vazão do edutor
A válvula de vazão do edutor permite que o operador
direcione a solução para um venturi no alto do tanque de
solução. Esse venturi cria o vácuo necessário para extrair
a solução do edutor para dentro do tanque de solução.
Gire a alavanca da válvula de volta para a posição vertical
para parar a sucção, conforme mostrado.
O adesivo (B) explica as funções da válvula de vazão
do agitador.
A—Alça da válvula
B—Adesivo
N98446 —UN—07MAY12
Gire a alavanca da válvula (A) para a posição horizontal
para criar sucção no edutor.
BL04947,0000945 -54-03JAN14-7/12
Válvula da caixa do edutor
A válvula da caixa do edutor (A) permite que o produto
químico seja sugado do fundo da caixa do edutor para o
topo do tanque de solução.
CQ296048 —UN—09APR13
Isso pode ser feito somente quando a válvula de vazão
do edutor estiver aberta.
A—Alavanca da Válvula do
Edutor
BL04947,0000945 -54-03JAN14-8/12
Válvula de Enxágue do Edutor
A válvula de enxágue do edutor permite que o operador
direcione a solução para enxaguar a caixa do edutor e os
recipientes de produtos químicos.
CQ296049 —UN—09APR13
Gire a alavanca da válvula (A) para enxaguar.
Isso pode ser feito somente quando a válvula de vazão
do edutor estiver aberta.
A—Alça da válvula
Continua na próxima página
45-24
BL04947,0000945 -54-03JAN14-9/12
040814
PN=199
Sistema de umidade
Válvula da Vazão de Agitação
A válvula da vazão da agitação permite que o operador
regule o volume de agitação dentro do tanque de solução.
N81316 —UN—04SEP08
Gire a alavanca da válvula (A) para criar a agitação
desejada no tanque.
Para agitação zero, coloque a alavanca perpendicular à
mangueira de solução, conforme mostrado.
NOTA: Para minimizar a criação de espuma, trabalhe
a uma taxa agitação mais baixa.
Desligue a agitação quando o volume do tanque
estiver abaixo de 378,5 l (100 gal) para evitar a
criação de espuma e ar no sistema.
A—Alça da válvula
BL04947,0000945 -54-03JAN14-10/12
Válvula de orifício
Ao usar taxas de aplicação baixas, pode ser necessário
girar a válvula de orifício (A) para a posição fechada
(baixo).
N81317 —UN—08JUN09
Se a vazão da solução for maior que 100 lpm (26 gpm),
abra totalmente a válvula de orifício, conforme mostrado.
Consulte Uso de Taxas de Aplicação Baixas na seção
Sistema SprayStar para obter mais informações.
A—Alça da válvula
BL04947,0000945 -54-03JAN14-11/12
Válvula de Corte da Lança de Pulverização
N81318 —UN—08JUN09
A válvula de corte da lança (A) permite que o operador
feche a linha de pressão para a lança. Fechar a linha
de pressão limita a quantidade de solução drenada e
também a quantidade de ar introduzida no sistema.
Para abrir, gire a alavanca em paralelo à mangueira de
solução, como ilustrado.
Para fechar, gire a alavanca perpendicularmente à
mangueira de solução.
CUIDADO: Não feche a válvula de corte do
fluxômetro com a bomba de solução em
operação. Isso poderá reter a pressão na
lança o que pode ser perigoso ao remover
os fluxômetros para limpeza.
A—Válvula de Corte da Lança
de Pulverização
BL04947,0000945 -54-03JAN14-12/12
45-25
040814
PN=200
Sistema de umidade
Telas de Solução
N82348 —UN—13NOV08
As telas (A-C) são utilizadas para evitar a entrada
de sujeira e detritos que causam danos à bomba de
solução, bicos e outros componentes. As telas devem
ser removidas e limpas para manter a vazão da solução.
Consulte Limpeza da Tela de Abastecimento e Limpeza
das Telas de Pressão nesta seção.
NOTA: Com telas duplas, as telas mais finas
(normalmente com malha 80) são colocadas na
parte traseira da carcaça da tela (C).
C—Tela de Pressão Malha 80
(Padrão)
Tela de Abastecimento
N98477 —UN—08MAY12
A—Tela de Abastecimento
Malha 16 (Padrão)
B—Tela de Pressão Malha 50
(Padrão)
Peneiras de pressão
BL04947,0000946 -54-08JAN14-1/1
Abastecer tanque de calda sem usar enchimento rápido "Quik-Fill"
CUIDADO: Leia cuidadosamente as orientações
impressas nos rótulos dos fabricantes de
produtos químicos antes de manuseá-los, para
não se expor a materiais nocivos que podem
envenená-lo e prejudicar sua saúde.
Não é necessário entrar no tanque para
limpeza ou reparos!
rigorosamente seguidas. O concentrado não deve ser
colocado no tanque vazio.
Use o seguinte procedimento para abastecer o tanque
através da tampa do tanque:
1. Abra a tampa do tanque.
2. Encha o tanque aproximadamente até a metade com
água limpa e clara.
IMPORTANTE: Adicione o produto químico no tanque
somente um pouco antes de usá-lo no campo.
Siga as instruções do fabricante de produtos
químicos para misturar a calda de pulverização
e obter o efeito e taxa de aplicação desejados.
As instruções no rótulo do vasilhame do fabricante,
sobre as proporções de mistura, devem ser lidas e
3. Adicione o concentrado.
4. Complete o tanque com água.
Evite contato do material de pulverização com a pele.
Se o material de pulverização entrar em contato com o
corpo, lave imediatamente com água limpa e detergente.
OUO6092,00003B8 -54-28JUL10-1/1
45-26
040814
PN=201
Sistema de umidade
Abastecimento do Tanque de Enxágue
Utilizando o Abastecimento de Enxágue da
Esquerda
N98325 —UN—04MAY12
IMPORTANTE: Podem ocorrer danos ao tanque
de enxágue e à estrutura que o circunda
ao se abastecer com uma taxa alta, se a
tampa do tanque não for removida. Remova
a tampa do tanque ao abastecer com altas
taxas, para evitar danos.
1. Remova a Tampa de enchimento (A).
2. Conecte a mangueira de abastecimento e abra a
válvula de abastecimento. Abasteça o tanque até o
nível desejado.
3. Depois que o tanque estiver abastecido, feche a
válvula e retire a mangueira de abastecimento.
4. Recoloque a Tampa de enchimento.
A—Tampa de Enchimento
OUO6435,0000779 -54-04MAY12-1/1
Abastecimento do Tanque de Solução com a
Bomba do Pulverizador
N82185 —UN—03NOV08
CUIDADO: Leia cuidadosamente as instruções
impressas nos rótulos do fabricante da
substância química antes de manusear os
produtos químicos, caso contrário você poderá
ser exposto a materiais perigosos que poderão
envenená-lo e provocar acidentes pessoais.
IMPORTANTE: Não adicione substância química
ao tanque até logo antes do uso no campo.
Siga as instruções do fabricante do produto
químico quanto a misturas da solução de
pulverização para obter a taxa de aplicação
e o efeito desejados.
A—Interruptor da Bomba da
Solução
1. Opere o motor em LENTA BAIXA.
2. Desligue o interruptor da bomba de solução (A).
Continua na próxima página
45-27
OUO6435,000077A -54-04MAY12-1/3
040814
PN=202
Sistema de umidade
CUIDADO: A válvula Quik-Fill (A) pode conter
materiais perigosos que podem envenenar,
causando acidentes pessoais graves ou morte
do operador ou de outras pessoas. Antes de
remover a tampa da Quik-Fill (B), verifique se
a válvula Quik-Fill está desligada.
3. Verifique se a válvula Quik-Fill (A) está fechada.
N98360 —UN—04MAY12
4. Abra as alavancas de trava e remova a tampa (B).
5. Conecte a mangueira de abastecimento do tanque
auxiliar ao adaptador Quik-Fill e feche as alavancas
de trava.
6. Gire a válvula de sucção (C) para a posição "Closed"
(Fechada).
7. Gire a válvula de derivação de pressão/enxágue (D)
para a posição "BYPASS" (derivação).
8. Abra a válvula do tanque auxiliar e a válvula Quik-Fill.
9. Mova o interruptor remoto da bomba de solução (E)
para a posição "LOAD" (carga).
A— Válvula Quik-Fill
B—Tampa
C—Válvula de Sucção
D—Válvula de Derivação de
Pressão / Enxágue
E—Interruptor Remoto da
Bomba de Solução
NOTA: Ao usar o interruptor remoto da bomba de solução
(E), a bomba é projetada para entrar lentamente
na velocidade de operação. A velocidade do motor
aumentará automaticamente até 1800 rpm.
OUO6435,000077A -54-04MAY12-2/3
IMPORTANTE: Executar as seguintes etapas fora de
ordem pode criar picos de pressão no sistema de
solução, podendo causar falhas no transdutor
de pressão e danos a outros componentes.
10. Quando o tanque de solução estiver cheio, feche a
válvula Quik-Fill (A).
12. Gire a válvula de derivação de pressão/enxágue (C)
para a posição "SPRAY" (pulverizar).
13. Gire a válvula de sucção (D) para a posição
“SOLUTION TANK” (tanque de solução).
14. Remova a mangueira de abastecimento do adaptador
Quik-Fill e recoloque a tampa (E).
A—Válvula Quik-Fill
B—Interruptor Remoto da
Bomba de Solução
C—Válvula de Derivação de
Pressão / Enxágue
N98361 —UN—14AUG12
11. Mova o interruptor remoto da bomba de solução (B)
para a posição "SPRAY" (pulverizar).
D—Válvula de Sucção
E—Tampa
OUO6435,000077A -54-04MAY12-3/3
45-28
040814
PN=203
Sistema de umidade
Escorva da Bomba de Solução com Tanque
de Enxágue para Abastecimento Quando
o Nível de Fluido do Tanque Auxiliar
Equiparar-se ou Ficar Abaixo da Bomba do
Pulverizador.
N98325 —UN—04MAY12
CUIDADO: Leia cuidadosamente as instruções
impressas nos rótulos do fabricante da
substância química antes de manusear os
produtos químicos, caso contrário você poderá
ser exposto a materiais perigosos que poderão
envenená-lo e provocar acidentes pessoais.
IMPORTANTE: Não adicione substância química
ao tanque até logo antes do uso no campo.
Siga as instruções do fabricante do produto
químico quanto a misturas da solução de
pulverização para obter a taxa de aplicação
e o efeito desejados.
N82351 —UN—15JAN09
NOTA: A bomba do pulverizador pode não impulsionar
a solução para o tanque de solução se o nível
do fluido no tanque auxiliar estiver abaixo da
bomba de solução na máquina.
1. Abasteça o tanque de enxágue com água limpa
usando a válvula de abastecimento do tanque (A).
(Consulte Abastecimento do Tanque de Enxágue
Utilizando o Abastecimento de Enxágue da Esquerda
nesta seção).
2. Opere o motor em LENTA BAIXA.
A—Válvula de Abastecimento
do Tanque de Enxágue
3. Desligue o interruptor da bomba da solução (B).
Continua na próxima página
45-29
B—Interruptor da Bomba da
Solução
OUO6435,000077B -54-04MAY12-1/3
040814
PN=204
Sistema de umidade
CUIDADO: A válvula Quik-Fill (A) pode conter
materiais perigosos que podem envenenar,
causando acidentes pessoais graves ou morte
do operador ou de outras pessoas. Antes de
remover a tampa da Quik-Fill (B), verifique se
a válvula Quik-Fill está desligada.
4. Verifique se a válvula Quik-Fill (A) está fechada.
N98362 —UN—04MAY12
5. Abra as alavancas de trava e remova a tampa (B).
6. Conecte a mangueira de abastecimento do tanque
auxiliar ao adaptador Quik-Fill e feche as alavancas
de trava.
7. Gire a válvula de sucção (C) para a posição "RINSE"
(enxágue) momentaneamente para escorvar a bomba.
8. Gire a válvula de derivação de pressão/enxágue (D)
para a posição "BYPASS" (derivação).
9. Mova o interruptor remoto da bomba de solução (E)
para a posição "LOAD" (carga).
NOTA: Ao usar o interruptor remoto da bomba de solução
(F), a bomba é projetada para entrar lentamente
na velocidade de operação. A velocidade do motor
aumentará automaticamente até 1800 rpm.
10. Abra a válvula Quik-Fill.
A—Válvula Quik-Fill
B—Tampa
C—Válvula de Sucção
D—Válvula de Derivação de
Pressão / Enxágue
E—Interruptor Remoto da
Bomba de Solução
12. Com a bomba de solução em funcionamento, gire a
válvula de sucção para a posição "Closed" (fechada)
(vertical, para cima).
11. Retire água do tanque de enxágue por
aproximadamente 5 a 10 segundos.
OUO6435,000077B -54-04MAY12-2/3
IMPORTANTE: Executar as seguintes etapas fora de
ordem pode criar picos de pressão no sistema de
solução, podendo causar falhas no transdutor
de pressão e danos a outros componentes.
13. Quando o tanque de solução estiver cheio, feche a
válvula Quik-Fill (A).
15. Gire a válvula de derivação de pressão/enxágue (C)
para a posição "SPRAY" (pulverizar).
16. Gire a válvula de sucção (D) para a posição
“SOLUTION TANK” (tanque de solução).
17. Remova a mangueira de abastecimento do adaptador
Quik-Fill e recoloque a tampa (E).
A—Válvula Quik-Fill
B—Interruptor Remoto da
Bomba de Solução
C—Válvula de Derivação de
Pressão / Enxágue
N98361 —UN—14AUG12
14. Mova o interruptor remoto da bomba de solução (B)
para a posição "SPRAY" (pulverizar).
D—Válvula de Sucção
E—Tampa
OUO6435,000077B -54-04MAY12-3/3
45-30
040814
PN=205
Sistema de umidade
Abastecimento do tanque de solução com a
bomba do pulverizador durante a adição de
produtos químicos através do edutor
IMPORTANTE: Apenas adicione a substância química
ao tanque de solução pouco antes do uso
no campo. Siga as instruções do fabricante
do produto químico quanto a misturas da
solução de pulverização para obter a taxa de
aplicação e o efeito desejados.
N82352 —UN—15JAN09
CUIDADO: Leia cuidadosamente as instruções
impressas nos rótulos do fabricante da
substância química antes de manusear os
produtos químicos, caso contrário você pode
ser exposto a materiais perigosos que podem
envenená-lo e provocar acidentes pessoais.
A—Interruptor da Bomba da
Solução
B—Interruptor de Agitação
desejado, se necessário. (Consulte mistura de
solução no tanque, nesta seção.)
1. Opere o motor a 1800 rpm.
2. Desligue o interruptor da bomba de solução (A) no
console do apoio de braço.
3. Verifique se o interruptor de agitação (B) está na
posição LIGADO e ajustado para o nível de agitação
BL04947,0000947 -54-03JAN14-1/7
CUIDADO: A válvula Quik-Fill™ (A) pode conter
materiais perigosos que podem envenenar,
causando acidentes pessoais graves ou morte
do operador ou de outras pessoas. Antes de
remover a tampa do Quik-Fill™, verifique se
a válvula Quik-Fill™ está desligada.
4. Verifique se a válvula Quik-Fill™ está fechada.
N98363 —UN—04MAY12
5. Abra as alavancas de trava e remova a tampa (B).
6. Conecte a mangueira de abastecimento do tanque
auxiliar ao adaptador Quik-Fill™ e feche as alavancas
de trava.
7. Gire a válvula de sucção (C) para a posição "Closed"
(fechada) (vertical, para cima).
8. Gire a válvula de derivação de pressão/enxágue (D)
para a posição "BYPASS" (derivação).
A—Válvula Quick Fill™
B—Tampa
C—Válvula de Sucção
9. Mova o interruptor remoto da bomba de solução
(E) para a posição "LOAD" (carga) e adicione
aproximadamente 300 l (80 gal) de água.
D—Válvula de Derivação de
Pressão / Enxágue
E—Interruptor remoto da
bomba de solução
NOTA: Ao usar o interruptor remoto da bomba de solução
(E), a bomba é projetada para entrar lentamente
na velocidade de operação. A velocidade do motor
aumentará automaticamente até 1800 rpm.
Continua na próxima página
45-31
BL04947,0000947 -54-03JAN14-2/7
040814
PN=206
Sistema de umidade
NOTA: As máquinas preparadas para pulverização na
cana de açúcar têm proteções adicionais.
10. Sem a proteção de borracha (B), levante o edutor
levemente e puxe a alavanca (A) para destravá-lo.
Com a proteção de borracha (B), retire as tiras de
borracha (C), desconecte as fendas J (D) e solte a
proteção de borracha (B). Levante o edutor levemente
e puxe a alavanca (A) para destravá-lo.
11. Abaixe o edutor e levante a tampa.
C—Tiras de borracha
D—Fendas J
CQ293272 —UN—28DEC12
A—Alavanca
B—Proteção de borracha
CQ292638 —UN—03JAN14
Remoção das proteções se equipadas
BL04947,0000947 -54-03JAN14-3/7
NOTA: A válvula da vazão do edutor (A) é uma válvula de
taxa variável que controla a vazão do edutor. Quanto
mais a alavanca é girada em direção ao ajuste
"MAX" (máximo), maior a sucção gerada pelo edutor.
12. Mova a válvula de vazão do edutor (A) para a posição
"MAX".
N98366 —UN—04MAY12
A—Válvula de vazão do edutor
Continua na próxima página
45-32
BL04947,0000947 -54-03JAN14-4/7
040814
PN=207
Sistema de umidade
13. Abra a válvula da caixa do edutor (A) (alavanca
paralela à mangueira de solução) para que os produtos
químicos sejam removidos da caixa do edutor.
15. Abra a válvula de enxágue do edutor (B) (gire no
sentido horário) para enxaguar a caixa do edutor.
16. Coloque o recipiente dos produtos químicos no bico
de enxágue (C) no tanque e empurre o recipiente para
baixo para enxaguar.
17. Feche e trave a tampa do edutor.
CQ296050 —UN—09APR13
14. Despeje os produtos químicos no edutor.
18. Abra a válvula da tampa do edutor (D) (gire a alavanca
paralela à mangueira de solução) para que os
produtos químicos sejam completamente enxaguados
do caixa do edutor.
20. Feche a válvula de enxágue do edutor (B).
21. Destrave e abra a tampa do edutor.
A—Válvula da Caixa do Edutor
B—Válvula de Enxágue do
Edutor
C—Bico de Enxágue
D—Válvula da Tampa do Edutor
Continua na próxima página
45-33
N97436 —UN—13MAR12
19. Feche a válvula da tampa do edutor (D).
BL04947,0000947 -54-03JAN14-5/7
040814
PN=208
Sistema de umidade
22. Após verificar se o edutor está vazio, feche a válvula
da vazão do edutor (A).
23. Feche a válvula da caixa do edutor (B).
24. Coloque a tampa de volta no funil e Levante o edutor
até sua posição original.
B—Válvula da Caixa do Edutor
CQ296051 —UN—09APR13
N98368 —UN—04MAY12
A—Válvula de vazão do edutor
BL04947,0000947 -54-03JAN14-6/7
IMPORTANTE: Executar as seguintes etapas fora de
ordem pode criar picos de pressão no sistema de
solução, podendo causar falhas no transdutor
de pressão e danos a outros componentes.
25. Quando o tanque de solução estiver cheio, feche a
válvula Quick Fill™ (A).
27. Gire a válvula de derivação de pressão/enxágue (C)
para a posição "SPRAY" (pulverizar).
28. Gire a válvula de sucção (D) para a posição
“SOLUTION TANK” (tanque de solução).
29. Remova a mangueira de abastecimento do adaptador
Quik-Fill™ e recoloque a tampa (E).
A—Válvula Quick Fill™
B—]Interruptor Remoto da
Bomba de Solução
C—Válvula de Derivação de
Pressão / Enxágue
N98369 —UN—07MAY12
26. Mova o interruptor remoto da bomba de solução (B)
para a posição "SPRAY" (pulverizar).
D—Válvula de Sucção
E—Tampa
BL04947,0000947 -54-03JAN14-7/7
45-34
040814
PN=209
Sistema de umidade
Abastecimento do Tanque de Solução com
a Bomba do Tanque Auxiliar
N98370 —UN—07MAY12
CUIDADO: Leia cuidadosamente as instruções
impressas nos rótulos do fabricante da
substância química antes de manusear os
produtos químicos, caso contrário você poderá
ser exposto a materiais perigosos que poderão
envenená-lo e provocar acidentes pessoais.
IMPORTANTE: Não adicione substância química
ao tanque de solução até logo antes do uso
no campo. Siga as instruções do fabricante
do produto químico quanto a misturas da
solução de pulverização para obter a taxa de
aplicação e o efeito desejados.
CUIDADO: A válvula Quik-Fill (A) pode conter
materiais perigosos que podem envenenar,
causando acidentes pessoais graves ou morte
do operador ou de outras pessoas. Antes de
remover a tampa da Quik-Fill (B), certifique-se
de que a válvula Quik-Fill esteja desligada.
A—Válvula Quik-Fill
B—Tampa
C—Válvula de Derivação de
Pressão / Enxágue
D—Válvula de Sucção
4. Gire a válvula de derivação de pressão/enxágue (C)
para a posição "SPRAY" (pulverizar).
1. Verifique se a válvula Quik-Fill (A) está fechada.
2. Abra as alavancas de trava e remova a tampa (B).
3. Conecte a mangueira de abastecimento do tanque
auxiliar ao adaptador Quik-Fill e feche as alavancas
de trava.
5. Gire a válvula de sucção (D) para a posição
“SOLUTION TANK” (tanque de solução).
OUO6435,000077D -54-04MAY12-1/2
6. Feche a válvula de corte da lança (A) ao abastecer o
pulverizador utilizando a bomba do sistema auxiliar
para evitar a entrada de ar na lança.
N81772 —UN—10JUN09
7. Ligue a bomba do tanque auxiliar e abra a válvula
Quik-Fill.
8. Quando o tanque de solução estiver cheio, feche a
válvula Quik-Fill.
9. Desligue a bomba do tanque auxiliar.
10. Remova a mangueira de abastecimento do adaptador
Quik-Fill e recoloque a tampa.
11. Abra a válvula de corte da lança.
A—Válvula de Corte da Lança
de Pulverização
OUO6435,000077D -54-04MAY12-2/2
45-35
040814
PN=210
Sistema de umidade
Abastecimento do tanque de solução com a
bomba do tanque auxiliar durante a adição
de produtos químicos através do edutor
IMPORTANTE: Apenas adicione a substância química
ao tanque de solução pouco antes do uso
no campo. Siga as instruções do fabricante
do produto químico quanto a misturas da
solução de pulverização para obter a taxa de
aplicação e o efeito desejados.
N82185 —UN—03NOV08
CUIDADO: Leia cuidadosamente as instruções
impressas nos rótulos do fabricante da
substância química antes de manusear os
produtos químicos, caso contrário você pode
ser exposto a materiais perigosos que podem
envenená-lo e provocar acidentes pessoais.
A—Interruptor da Bomba da
Solução
1. Opere o motor a 1800 rpm.
2. Desligue o interruptor da bomba da solução (A) no
console lateral da cabine.
BL04947,0000948 -54-03JAN14-1/7
CUIDADO: A válvula Quik-Fill™ (A) pode conter
materiais perigosos que podem envenenar,
causando acidentes pessoais graves ou morte
do operador ou de outras pessoas. Antes de
remover a tampa do Quik-Fill™ (B), verifique se
a válvula Quik-Fill™ está desligada.
3. Verifique se a válvula Quik-Fill™ está fechada.
N98370 —UN—07MAY12
4. Abra as alavancas de trava e remova a tampa (B).
5. Conecte a mangueira de abastecimento do tanque
auxiliar ao adaptador Quik-Fill™ e feche as alavancas
de trava.
6. Gire a válvula de derivação de pressão/enxágue (C)
para a posição "SPRAY" (pulverizar).
7. Gire a válvula de sucção (D) para a posição
“SOLUTION TANK” (tanque de solução).
A—Válvula Quick Fill™
B—Tampa
Continua na próxima página
45-36
C—Válvula de Derivação de
Pressão / Enxágue
D—Válvula de Sucção
BL04947,0000948 -54-03JAN14-2/7
040814
PN=211
Sistema de umidade
8. Feche a válvula de corte da lança (A) ao abastecer o
pulverizador utilizando a bomba do sistema auxiliar
para evitar a entrada de ar na lança.
N81772 —UN—10JUN09
9. Ligue a bomba do tanque auxiliar e abra a válvula
Quik-Fill™.
10. Mova o interruptor da bomba de solução remota para a
posição "LOAD" (carga) e adicione aproximadamente
379 l (100 gal) de água.
NOTA: Quando usar um comutador remoto da bomba de
solução, a bomba é projetada para aproximar-se da
velocidade de operação lentamente. A velocidade
do motor aumentará automaticamente até 1800 rpm.
A—Válvula de corte da lança
de pulverização
BL04947,0000948 -54-03JAN14-3/7
NOTA: As máquinas preparadas para pulverização na
cana de açúcar têm proteções adicionais.
11. Sem a proteção de borracha (B), levante o edutor
levemente e puxe a alavanca (A) para destravá-lo.
Com a proteção de borracha (B), retire as tiras de
borracha (C), desconecte as fendas J (D) e solte a
proteção de borracha (B). Levante o edutor levemente
e puxe a alavanca (A) para destravá-lo.
12. Abaixe o edutor e levante a tampa.
C—Tiras de borracha
D—Fendas J
CQ293272 —UN—28DEC12
A—Alavanca
B—Proteção de borracha
CQ292638 —UN—03JAN14
Remoção das proteções se equipadas
Continua na próxima página
45-37
BL04947,0000948 -54-03JAN14-4/7
040814
PN=212
Sistema de umidade
NOTA: A válvula da vazão do edutor (A) é uma válvula
de taxa variável que controla a vazão do edutor.
Quanto mais próxima da posição "MAX", maior
a sucção criada para o edutor.
13. Mova a válvula de vazão do edutor (A) para a posição
"MAX".
N98368 —UN—04MAY12
A—Válvula de vazão do edutor
BL04947,0000948 -54-03JAN14-5/7
14. Abra a válvula da caixa do edutor (A) (alavanca
paralela à mangueira de solução) para que os produtos
químicos sejam removidos da caixa do edutor.
16. Abra a válvula de enxágue do edutor (B) (gire no
sentido horário) para enxaguar a caixa do edutor.
17. Coloque o recipiente dos produtos químicos no bico
de enxágue (C) no tanque e empurre o recipiente para
baixo para enxaguar.
18. Feche e trave a tampa do edutor.
CQ296050 —UN—09APR13
15. Despeje os produtos químicos no edutor.
19. Abra a válvula da tampa do edutor (D) (gire a alavanca
paralela à mangueira de solução) para que os
produtos químicos sejam completamente enxaguados
do caixa do edutor.
21. Feche a válvula de enxágue do edutor (B).
22. Destrave e abra a tampa do edutor.
A—Válvula da Caixa do Edutor
B—Válvula de Enxágue do
Edutor
C—Bico de Enxágue
D—Válvula da Tampa do Edutor
Continua na próxima página
45-38
N97436 —UN—13MAR12
20. Feche a válvula da tampa do edutor (D).
BL04947,0000948 -54-03JAN14-6/7
040814
PN=213
Sistema de umidade
23. Após verificar se o edutor está vazio, feche a válvula
da vazão do edutor (A).
24. Feche a válvula da caixa do edutor (B).
25. Feche a válvula de enxágue do edutor.
26. Gire o interruptor remoto da bomba de solução para a
posição “SPRAY” (Pulverizar).
N98368 —UN—04MAY12
27. Ponha a tampa de volta no tanque e retorne o edutor
à sua posição original.
28. Quando o tanque de solução estiver cheio, feche a
válvula Quick Fill™.
29. Desligue a bomba do tanque auxiliar.
30. Remova a mangueira de abastecimento do adaptador
Quik-Fill™ e recoloque a tampa.
31. Abra a válvula de corte da lança.
B—Válvula da Caixa do Edutor
CQ296051 —UN—09APR13
A—Válvula de vazão do edutor
BL04947,0000948 -54-03JAN14-7/7
Use o edutor para carregar produtos
químicos com o tanque de solução cheio
IMPORTANTE: Apenas adicione a substância química
ao tanque de solução pouco antes do uso
no campo. Siga as instruções do fabricante
do produto químico quanto a misturas da
solução de pulverização para obter a taxa de
aplicação e o efeito desejados.
NOTA: O tanque de solução está cheio (mas tem
espaço para o volume do produto químico a ser
adicionado) e o motor está funcionando.
N82352 —UN—15JAN09
CUIDADO: Leia cuidadosamente as instruções
impressas nos rótulos do fabricante da
substância química antes de manusear os
produtos químicos, caso contrário você pode
ser exposto a materiais perigosos que podem
envenená-lo e provocar acidentes pessoais.
A—Interruptor da Bomba da
Solução
B—Interruptor de Agitação
2. Desligue o interruptor da bomba de solução (A) no
console do apoio de braço.
O desempenho do edutor pode diminuir um
pouco com o tanque cheio.
3. Verifique se o interruptor de agitação (B) está na
posição LIGADO e ajustado para o nível de agitação
desejado, se necessário. (Consulte mistura de
solução no tanque, nesta seção.)
1. Opere o motor a 1800 rpm.
Continua na próxima página
45-39
BL04947,000094D -54-03JAN14-1/7
040814
PN=214
Sistema de umidade
CUIDADO: A válvula Quik-Fill™ (A) pode conter
materiais perigosos que podem envenenar,
causando acidentes pessoais graves ou morte
do operador ou de outras pessoas. Antes de
remover a tampa do Quik-Fill™, verifique se
a válvula Quik-Fill™ está desligada.
4. Verifique se a válvula Quik-Fill™ está fechada.
N98371 —UN—07MAY12
5. Gire a válvula de sucção (B) para a posição
SOLUTION TANK (tanque de solução).
6. Gire a válvula de derivação de pressão/enxágue (C)
para a posição "SPRAY" (pulverizar).
7. Mova o interruptor remoto da bomba de solução
(D) para a posição "LOAD" (carga) e adicione
aproximadamente 300 l (80 gal) de água.
NOTA: Ao usar o interruptor remoto da bomba de solução
(D), a bomba é projetada para entrar lentamente
na velocidade de operação. A velocidade do motor
aumentará automaticamente até 1800 rpm.
A—Válvula Quick Fill™
B—Válvula de Sucção
C—Válvula de Derivação de
Pressão / Enxágue
D—Interruptor remoto da
bomba de solução
BL04947,000094D -54-03JAN14-2/7
NOTA: As máquinas preparadas para pulverização na
cana de açúcar têm proteções adicionais.
Com a proteção de borracha (B), retire as tiras de
borracha (C), desconecte as fendas J (D) e solte a
proteção de borracha (B). Levante o edutor levemente
e puxe a alavanca (A) para destravá-lo.
9. Abaixe o edutor e levante a tampa.
C—Tiras de borracha
D—Fendas J
CQ293272 —UN—28DEC12
A—Alavanca
B—Proteção de borracha
CQ292638 —UN—03JAN14
8. Sem a proteção de borracha (B), levante o edutor
levemente e puxe a alavanca (A) para destravá-lo.
Continua na próxima página
45-40
BL04947,000094D -54-03JAN14-3/7
040814
PN=215
Sistema de umidade
NOTA: A válvula da vazão do edutor (A) é uma válvula de
taxa variável que controla a vazão do edutor. Quanto
mais a alavanca é girada em direção ao ajuste
"MAX" (máximo), maior a sucção gerada pelo edutor.
10. Mova a válvula de vazão do edutor (A) para a posição
"MAX".
N98366 —UN—04MAY12
A—Válvula de vazão do edutor
BL04947,000094D -54-03JAN14-4/7
11. Abra a válvula da caixa do edutor (A) (alavanca
paralela à mangueira de solução) para que os produtos
químicos sejam removidos da caixa do edutor.
13. Abra a válvula de enxágue do edutor (B) (gire no
sentido horário) para enxaguar a caixa do edutor.
14. Coloque o recipiente dos produtos químicos no bico
de enxágue (C) no tanque e empurre o recipiente para
baixo para enxaguar.
15. Feche e trave a tampa do edutor.
CQ296050 —UN—09APR13
12. Despeje os produtos químicos no edutor.
16. Abra a válvula da tampa do edutor (D) (gire a alavanca
paralela à mangueira de solução) para que os
produtos químicos sejam completamente enxaguados
do caixa do edutor.
18. Feche a válvula de enxágue do edutor (B).
19. Destrave e abra a tampa do edutor.
A—Válvula da Caixa do Edutor
B—Válvula de Enxágue do
Edutor
C—Bico de Enxágue
D—Válvula da Tampa do Edutor
Continua na próxima página
45-41
N97436 —UN—13MAR12
17. Feche a válvula da tampa do edutor (D).
BL04947,000094D -54-03JAN14-5/7
040814
PN=216
Sistema de umidade
20. Após verificar se o edutor está vazio, feche a válvula
da vazão do edutor (A).
21. Feche a válvula da caixa do edutor (B).
22. Coloque a tampa de volta no funil e Levante o edutor
até sua posição original.
B—Válvula da Caixa do Edutor
CQ296051 —UN—09APR13
N98368 —UN—04MAY12
A—Válvula de vazão do edutor
BL04947,000094D -54-03JAN14-6/7
23. Mova o interruptor remoto da bomba de solução (A)
para a posição SPRAY (Pulverizar).
N98373 —UN—07MAY12
A—]Interruptor Remoto da
Bomba de Solução
BL04947,000094D -54-03JAN14-7/7
45-42
040814
PN=217
Sistema de umidade
Mistura da Solução no Tanque (Usando a
Agitação)
NOTA: Com o tanque de solução cheio e a bomba de
solução escorvada, complete os seguintes passos
para misturar completamente os produtos químicos.
1. Vire a válvula de sucção (A) para a posição
"SOLUTION TANK" (TANQUE DE SOLUÇÃO).
A—Válvula de Sucção
N98374 —UN—07MAY12
2. Mova a válvula de enxágue/desvio da pressão (B)
para a posição "PULVERIZAR".
B—Válvula de Derivação de
Pressão / Enxágue
OUO6435,0000780 -54-04MAY12-1/3
NOTA: A intensidade da agitação é determinada por
quão aberta está abertura da válvula de corte
da agitação (A) e pelo ponto onde a pressão da
pulverização desligada for ajustada.
N81774 —UN—03OCT08
A válvula estará totalmente aberta quando a
manivela estiver paralela à mangueira.
3. Abra a válvula de vazão de agitação (A) (próxima à
bomba de solução) até o ajuste desejado.
4. Insira a pressão de agitação desejada como pressão
de pulverização no SprayStar. (Consulte Ajuste
da Pressão de Pulverização na seção Sistema
SprayStar).
NOTA: A tabela ilustra a vazão (gpm) na pressão da
pulverização desligada desejada quando a válvula
de controle de agitação estiver totalmente aberta.
A entrada (B) é a quantidade de solução
proveniente da bomba de solução.
O venturi no bocal puxa a substância química para o
bocal. A saída (C) é uma combinação da entrada da
bomba de solução e tudo que é retirado do venturi.
C—Saída do Bico
N69243 —UN—02MAR05
A—Válvula da Vazão de
Agitação
B—Entrada da Bomba de
Solução
Continua na próxima página
45-43
OUO6435,0000780 -54-04MAY12-2/3
040814
PN=218
Sistema de umidade
5. Mova o interruptor da bomba de solução (A) para a
frente para acionar a bomba de solução.
6. Pressione o interruptor de agitação (B) para frente
para abrir a válvula de agitação elétrica (se equipado).
N82352 —UN—15JAN09
7. Misture a solução completamente antes de operar no
campo.
NOTA: Quando não estiver pulverizando, a pressão
de agitação será a mesma que a pressão de
pulverização digitada no SprayStar. Para aumentar
a agitação, aumente o ajuste da pressão de
pulverização. Reajuste a pressão de pulverização
(se trocada) antes de pulverizar no campo.
Para minimizar a criação de espuma, diminua
a taxa de agitação.
A—Interruptor da Bomba da
Solução
B—Interruptor de Agitação
Desligue a agitação quando o volume do tanque
estiver abaixo de 378,5 l (100 gal) para evitar a
criação de espuma e ar no sistema.
OUO6435,0000780 -54-04MAY12-3/3
Preparação para Pulverização
1. Verifique se a válvula Quik-Fill (A) está fechada.
2. Gire a válvula de sucção (B) para a posição
SOLUTION TANK (Tanque de Solução).
3. Gire a válvula de derivação de pressão/enxágue (C)
para a posição "SPRAY" (pulverizar).
A—Válvula Quik-Fill
B—Válvula de Sucção
N98435 —UN—07MAY12
4. Verifique se o interruptor remoto da bomba (D) está
na posição "SPRAY" (pulverização).
C—Válvula de Derivação de
Pressão / Enxágue
D—Interruptor Remoto da
Bomba de Solução
OUO6435,0000781 -54-04MAY12-1/3
5. Verifique se a válvula de corte da lança (A) está aberta.
N81318 —UN—08JUN09
A—Válvula de Corte da Lança
de Pulverização
Continua na próxima página
45-44
OUO6435,0000781 -54-04MAY12-2/3
040814
PN=219
Sistema de umidade
6. Mova o interruptor da bomba de solução (A) para a
frente para acionar a bomba de solução.
B—Interruptores de Seção da
Lança
N98316 —UN—04MAY12
A—Interruptor da Bomba da
Solução
N82185 —UN—03NOV08
7. Verifique se os interruptores das seções da lança (B)
estão na vertical.
OUO6435,0000781 -54-04MAY12-3/3
Uso de Taxas de Aplicação Baixas
(Veja Aplicação de Taxas de Aplicação Baixas na seção
Sistema SprayStar).
OUO6092,00000F3 -54-29SEP08-1/1
45-45
040814
PN=220
Sistema de umidade
Uso do sistema de enxágue (enxágue do
tanque de solução e da lança)
N66488 —UN—15SEP04
CUIDADO: O sistema de pulverização pode
conter materiais perigosos que podem provocar
acidentes pessoais graves ou morte. Vista
roupas, óculos e luvas de proteção. Use o
sistema de enxágue em uma área onde pessoas,
animais, vegetação e provisão de água etc.
não possam ser contaminadas.
NOTA: Depois que o tanque de solução tiver sido
drenado, conclua os seguintes passos quando
usar o sistema de enxágue para limpar o tanque
de solução e o conjunto da lança.
1. Dê partida no motor e opere-o a 1800 rpm.
A—Interruptor LIGA/DESLIGA
Mestre
N82351 —UN—15JAN09
2. Desligue o interruptor liga/desliga mestre (A) e o
interruptor da bomba da solução (B).
B—Interruptor da bomba da
solução
BL04947,000094A -54-09JAN14-1/8
IMPORTANTE: Para evitar que entrem produtos
químicos no tanque de enxágue, abra a válvula
Quik-Fill™ (A) e drene as linhas para um balde
ou recipiente adequado. Se as linhas não
drenarem em menos de 1 minuto, contate
seu concessionário John Deere.
3. Gire a válvula de sucção (B) para a posição “RINSE
TANK” (Tanque de Enxágue).
A—Válvula Quick Fill™
B—Válvula de Sucção
N98436 —UN—07MAY12
4. Gire a válvula de derivação de pressão / enxágue
(C) para a posição "TANK RINSE NOZZLE" (Bico de
enxágue do tanque).
C—Válvula de Derivação de
Pressão / Enxágue
Continua na próxima página
45-46
BL04947,000094A -54-09JAN14-2/8
040814
PN=221
Sistema de umidade
5. Pressione o interruptor de agitação (A) para abrir a
válvula de agitação elétrica (se equipado).
6. Abra a válvula de agitação (B).
NOTA: Ao usar o interruptor remoto da bomba de solução
(C), a bomba é projetada para entrar lentamente
na velocidade de operação. A velocidade do motor
aumentará automaticamente até 1800 rpm.
8. Adicione água ao tanque de solução para limpar
completamente o sistema de pulverização. Adicione
agentes de limpeza se necessário.
N81777 —UN—03OCT08
D—Proteção de borracha
E—Tiras de borracha
F— Fendas J
N98438 —UN—07MAY12
A—Interruptor de Agitação
B—Válvula de Agitação
C—Interruptor remoto da
bomba
N82186 —UN—03NOV08
7. Mova o interruptor remoto da bomba (C) para a
posição "LOAD" (carga).
Continua na próxima página
45-47
BL04947,000094A -54-09JAN14-3/8
040814
PN=222
Sistema de umidade
NOTA: As máquinas preparadas para pulverização na
cana de açúcar têm proteções adicionais.
9. Sem a proteção de borracha (B), levante o edutor
levemente e puxe a alavanca (A) para destravá-lo.
Com a proteção de borracha (B), retire as tiras de
borracha (C), desconecte as fendas J (D) e solte a
proteção de borracha (B). Levante o edutor levemente
e puxe a alavanca (A) para destravá-lo.
10. Abaixe o edutor e levante a tampa.
C—Tiras de borracha
D—Fendas J
CQ293272 —UN—28DEC12
A—Alavanca
B—Proteção de borracha
CQ292638 —UN—03JAN14
Remoção das proteções se equipadas.
BL04947,000094A -54-09JAN14-4/8
NOTA: A válvula da vazão do edutor (A) é uma válvula
de taxa variável que controla a vazão do edutor.
Quanto mais próxima da posição "MAX", maior
a sucção criada para o edutor.
11. Mova a válvula de vazão do edutor (A) para a posição
"MAX".
N98439 —UN—07MAY12
A—Válvula de vazão do edutor
Continua na próxima página
45-48
BL04947,000094A -54-09JAN14-5/8
040814
PN=223
Sistema de umidade
12. Abra a válvula da caixa do edutor (A) (alavanca
paralela à mangueira de solução) para que a solução
de enxágue seja extraída da caixa do edutor.
CQ296052 —UN—10APR13
13. Abra a válvula de enxágue do edutor (B) (gire no
sentido horário) para enxaguar a caixa do edutor.
14. Feche a válvula de enxágue do edutor.
A—Válvula da Caixa do Edutor
B—Válvula de Enxágue do
Edutor
BL04947,000094A -54-09JAN14-6/8
15. Após verificar se o edutor está vazio, feche a válvula
da vazão do edutor (A).
16. Feche a válvula da caixa do edutor (B).
17. Coloque a tampa de volta no funil e Levante o edutor
até sua posição original.
N98440 —UN—07MAY12
B—Válvula da Caixa do Edutor
CQ296051 —UN—09APR13
A—Válvula de vazão do edutor
Continua na próxima página
45-49
BL04947,000094A -54-09JAN14-7/8
040814
PN=224
Sistema de umidade
18. Mova a válvula de sucção (A) da posição "TANQUE
DE ENXÁGUE" para a de "TANQUE DE SOLUÇÃO".
19. Mova a válvula de enxágue/desvio da pressão (B)
para a posição "PULVERIZAR".
21. Ligue o sistema de pulverização e pulverize a água de
enxágue através do conjunto da lança e dos bicos
em cerca (se equipado).
A—Válvula de Sucção
B—Válvula de Derivação de
Pressão / Enxágue
C—]Interruptor Remoto da
Bomba de Solução
N98441 —UN—07MAY12
20. Mova o interruptor remoto da bomba (C) para a
posição “SPRAY” (Pulverizar).
BL04947,000094A -54-09JAN14-8/8
CUIDADO: O sistema de pulverização pode
conter materiais perigosos que podem provocar
acidentes pessoais graves ou morte. Vista
roupas, óculos e luvas de proteção. Use o
sistema de enxágue em uma área onde pessoas,
animais, vegetação e provisão de água etc.
não possam ser contaminadas.
NOTA: Siga este procedimento para enxaguar somente
a bomba, a lança e o fluxômetro.
Durante o ciclo de enxágue da lança, as linhas
de sangria da bomba adicionarão água fresca ao
tanque de solução. Isso pode causar a diluição do
produto e/ou excesso de produto no tanque.
N98442 —UN—07MAY12
Uso do Sistema de Enxágue (Enxágue
Somente da Bomba de Solução, da Lança e
do Fluxômetro)
2. Mova a válvula de enxágue/desvio da pressão (B)
para a posição "PULVERIZAR".
3. Feche a válvula de agitação (C).
4. Ligue o sistema de pulverização e pulverize a água de
enxágue no conjunto da lança.
A—Válvula de Sucção
B—Válvula de Derivação de
Pressão / Enxágue
N82354 —UN—21NOV08
1. Gire a válvula de sucção (A) para a posição "TANQUE
DE ENXÁGUE".
C—Válvula de Agitação
OUO6435,0000783 -54-04MAY12-1/1
45-50
040814
PN=225
Sistema de umidade
Recomendações para Eliminação de Ar do
Sistema de Solução
Utilize água com sabão em todas as conexões de encaixe
e da mangueira para verificar se há vazamentos na
sucção.
Elimine o ar proveniente do sistema auxiliar conectando
uma válvula na extremidade da mangueira de
abastecimento. Sempre feche essa válvula antes de
desconectá-la do pulverizador para evitar a entrada de ar
no sistema.
Processo de Sangria de Ar da Lança
IMPORTANTE: Ao executar esse processo após retirar
a máquina do armazenamento, é necessário
fazê-lo antes que o congelamento se torne um
problema, ou utilize um fluido climatizador.
1. Abasteça o tanque de solução com aproximadamente
473,2 l (125 gal) de água.
2. Desdobre e abaixe a lança para acessar os bicos.
3. Desligue todos os corpos dos bicos exceto o último
mais afastado da máquina na linha de centro em
todos os conjuntos do tubo. Remova a ponta de
pulverização dos corpos do bico. Há dois conjuntos
nas seções laterais internas, um nas seções laterais
externas e um nas seções de escape. Um dos bicos
externos na seção central pode ser ligado.
4. Abaixe a seção central e incline ambas as seções
laterais completamente para cima.
5. Opere o pulverizador no modo de pulverização
manual a 620.6 kpa (6,2 bar) (90 psi).
6. Para sangrar o ar da lança, execute pelo menos três
ciclos de ativação e desativação, como segue:
a. Ligue o interruptor principal de LIGA/DESLIGA e
veja se a água está escoando dos corpos do bico.
b. Desligue o interruptor principal LIGA/DESLIGA e
deixe a máquina no modo desligado por PELO
MENOS 15 segundos para permitir que o ar se
mova para pontos mais altos.
7. Verifique se o escoamento de cada corpo aberto do
bico está ocorrendo de maneira uniforme e regular.
Repita o ciclo de ativação e desativação até que a
saída esteja uniforme. Continue pulverizando até que
restem apenas 189,3-283,9 l (50-75 gal.) de água
no tanque.
8. Gire todos os corpos do bico para a posição "spray"
(pulverizar). Reinstale as pontas de pulverização
retiradas.
CS12167,0000154 -54-09MAY12-1/1
45-51
040814
PN=226
Sistema de umidade
Alívio da Pressão da Lança
A função de Liberação da Pressão da Lança permite que
a pressão presa na lança seja sangrada após a conclusão
da pulverização. A pressão é sangrada, permitindo
que as válvulas de seção da lança sejam abertas por
aproximadamente 3 segundos após o fechamento da
bomba de solução e da carga remota. Recomenda-se
que o operador eleve a estrutura central da lança até sua
posição mais alta. A pressão da solução deve ser 4 psi
ou menos e o motor deve estar funcionando para que a
função possa ser executada. O operador deve pressionar
o botão LIGA/DESLIGA do Pulverizador Principal para
ativar a função. Após 3 segundos, as válvulas da seção
da lança fecharão. O objetivo principal desta função é
minimizar a possibilidade de vazamento dos corpos dos
bicos do pulverizador quando estiver em trânsito.
NOTA: Consulte Ativação da Liberação da
Pressão da lança na seção SprayStar para
ativar/desativar esta função.
1. Ajuste o interruptor LIGA/DESLIGA da Bomba de
Solução para a posição de desligamento “OFF”.
2. Se ainda não estiverem na posição DESLIGADO,
coloque todos os interruptores de carga remotos na
posição DESLIGADO.
N97622 —54—28JUN12
IMPORTANTE: O uso da função de Liberação da
Pressão da Lança não é recomendado quando
estiver usando equipamentos de reposição de
sistemas de solução que não sejam John Deere.
Eles incluem, mas não se limitam a, os sistemas
de injeção direta e de controle de seção. O uso
da função de Liberação da Pressão da Lança
com sistemas de solução que não sejam John
Deere pode gerar resultados indesejados.
A—Mensagem
4. Pressione o interruptor LIGA/DESLIGA da
Pulverização Principal e, depois disso, o operador
ouvirá um alarme e verá a mensagem “Boom Pressure
Relief” (Liberação da Pressão da Lança) (A) sendo
exibida.
5. Repita a etapa quatro conforme necessário; isso
pode ser feito desde que tenham sido observadas as
condições das etapas um a três.
NOTA: O motor deve estar funcionando para ativar a
função de Liberação da Pressão da Lança. Se
o alarme não soar e não aparecer nenhuma
mensagem, aguarde cinco segundos e pressione
novamente o botão LIGA/DESLIGA da Pulverização
Principal. A Pressão da Solução deve estar abaixo
de 4 psi antes que seja permitida a operação
de Liberação da Pressão da Lança
3. Se já não estiver na posição totalmente elevada, eleve
a estrutura central da lança para a posição totalmente
elevada. A lança pode ser dobrada ou desdobrada.
OUO6435,0000710 -54-27MAR12-1/1
45-52
040814
PN=227
Sistema de umidade
Limpeza da Tela de
Abastecimento—Conforme Necessário
N98443 —UN—07MAY12
CUIDADO: O sistema de pulverização pode
conter materiais perigosos que podem provocar
acidentes pessoais graves ou morte. Vista
roupas, óculos e luvas de proteção. Drene
a solução e limpe a tela em uma área onde
pessoas, animais, vegetação e provisões de água
etc. não possam ser contaminadas.
NOTA: Limpe a tela de abastecimento (A) periodicamente.
CUIDADO: A válvula Quik-Fill™ (BA) pode conter
materiais perigosos que podem envenenar,
causando acidentes pessoais graves ou morte
do operador ou de outras pessoas. Antes de
remover a tampa do Quik-Fill™, verifique se
a válvula Quik-Fill™ está desligada.
A—Tela de Abastecimento
B—Válvula Quick Fill™
C—Tampa
1. Verifique se a válvula Quik-Fill™ está fechada.
D—Válvula de Sucção
E—Válvula de Derivação de
Pressão / Enxágue
2. Abra as alavancas de trava e remova a tampa (C).
onde pessoas, animais, vegetação, suprimentos
de água etc. não sejam contaminados.
3. Verifique se a válvula de sucção (D) está na posição
"Closed" (fechada) (vertical, para cima).
4. Verifique se a válvula de derivação de pressão/
enxágue (E) está na posição "SPRAY" (pulverização).
5. Abra a válvula Quik-Fill™ e drene a solução em um
balde ou recipiente apropriado.
6. Quando a solução tiver sido drenada, feche a válvula
Quik-Fill™ e recoloque a tampa.
CUIDADO: Não drene a solução no solo. Drene
em um recipiente. Drene a solução em uma área
Continua na próxima página
45-53
BL04947,000094C -54-03JAN14-1/2
040814
PN=228
Sistema de umidade
NOTA: As máquinas preparadas para pulverização na
cana de açúcar têm proteções adicionais.
7. Retire as tiras de borracha (E), desconecte as fendas
J (F) e solte a proteção de borracha (D).
8. Remova o bujão (A) da extremidade da tampa da tela
utilizando alicate de corrediça ou uma ferramenta
equivalente e drene o resto da solução para um balde.
9. Remova o anel de retenção (B) e a tampa da tela.
CQ292642 —UN—08JAN14
Remoção das proteções se equipadas
10. Remova a tela (C) do corpo da tela.
11. Esvazie a tela e enxágue com água limpa.
NOTA: Verifique se a tela está devidamente assentada
no corpo da tela antes de colocar a tampa. Se a
tela não estiver totalmente assentada, a tampa e o
anel O poderão não se acomodar adequadamente,
permitindo a ocorrência de vazamentos.
13. Instale a tampa no corpo da tela.
14. Aperte a tampa utilizando um alicate de junta
deslizante ou uma ferramenta equivalente e verifique
se há vazamentos.
D—Proteção de borracha
E—Tiras de borracha
F— Fendas J
N82610 —UN—15JAN09
A—Bujão
B—Anel retentor
C—Tela
N82355 —UN—21NOV08
12. Insira a tela no corpo da tela.
BL04947,000094C -54-03JAN14-2/2
45-54
040814
PN=229
Sistema de umidade
Drenagem do Tanque de Solução
CUIDADO: O sistema de pulverização pode
conter materiais perigosos que podem provocar
acidentes pessoais graves ou morte. Vista
roupas, óculos e luvas de proteção. Drene o
tanque de solução em uma área onde pessoas,
animais, vegetação e suprimentos de água
etc. não sejam contaminados.
N98444 —UN—07MAY12
A válvula Quik-Fill (A) pode conter materiais
perigosos que podem envenenar, causando
acidentes pessoais graves ou morte do operador
ou de outras pessoas. Antes de remover a tampa
do Quik-Fill, verifique se a válvula Quik-Fill está
desligada. Não drene a solução para o solo.
Drene em um recipiente adequado.
1. Verifique se a válvula Quik-Fill (A) está fechada.
2. Abra as alavancas de trava e remova a tampa (B).
3. Verifique se a válvula de sucção (C) está na posição
“SOLUTION TANK” (tanque de solução).
N82356 —UN—10JUN09
4. Verifique se a válvula de pressão (D) está na posição
"SPRAY" (Pulverizar).
5. Abra a válvula do reservatório do tanque de solução
(E) se estiver fechada.
6. Conecte a mangueira do tanque auxiliar à Quik-Fill ou
coloque um recipiente adequado sob a Quik-Fill para
reter a solução.
7. Abra a válvula Quik-Fill.
8. Após a solução ter sido drenada, feche a válvula
Quik-Fill.
Mostrada na Posição Aberta
A—Válvula Quik-Fill
B—Tampa
C—Válvula de Sucção
D—Válvula de Derivação de
Pressão / Enxágue
E—Válvula do Reservatório do
Tanque de Solução
OUO6435,0000785 -54-04MAY12-1/1
45-55
040814
PN=230
Sistema de umidade
Limpeza das Telas de Pressão — Diariamente
CUIDADO: O sistema de pulverização pode
conter materiais perigosos que podem provocar
acidentes pessoais graves ou morte. Vista
roupas, óculos e luvas de proteção. Limpe o
filtrador em uma área onde pessoas, animais,
vegetação e suprimento de água etc. não
possam ser contaminados.
N98374 —UN—07MAY12
NOTA: Limpe as telas de pressão se as seguintes
condições existirem:
• A bomba falha em obter a vazão máxima
• A bomba não consegue manter a pressão estática
• As taxas de aplicação oscilam
1. Verifique se a válvula de sucção (A) está na posição
"SOLUTION TANK" (tanque de solução).
2. Mova a válvula de enxágue/desvio da pressão (B)
para a posição "PULVERIZAR".
A—Válvula de Sucção
B—Válvula de Derivação de
Pressão / Enxágue
OUO6435,0000786 -54-04MAY12-1/2
CUIDADO: Não feche a válvula de corte da lança
com a bomba de solução em operação. Isso
pode gerar pressão no sistema, o que pode ser
perigoso ao abrir as telas para limpeza.
N81772 —UN—10JUN09
3. Feche a válvula de corte da lança (A).
CUIDADO: Não drene a solução para o solo. Drene
em um recipiente. Drene a solução em uma área
onde pessoas, animais, vegetação, suprimentos
de água etc. não sejam contaminados.
4. Remova os bujões (B) da tela para permitir a
drenagem da tela para dentro de um balde ou
recipiente adequado.
5. Afrouxe o anel (C) e remova a tampa da tela.
N82357 —UN—07MAY12
6. Retire a tela e lave com água limpa.
NOTA: Com telas duplas, as telas mais finas
(normalmente com malha 80) são colocadas na
parte traseira da carcaça da tela.
7. Instale a tela e a tampa da tela.
8. Instale o bujão.
9. Abra a válvula da tela.
A—Válvula de Corte da Lança
de Pulverização
B—Anel
C—Alojamento
OUO6435,0000786 -54-04MAY12-2/2
45-56
040814
PN=231
Sistema de umidade
CUIDADO: Não feche a válvula de corte da barra
com a bomba de solução em operação. Isso
poderá reter a pressão na barra o que pode ser
perigoso ao remover os fluxômetros para limpeza.
1. Feche a bomba de solução.
2. Feche a válvula de corte da barra (A).
A—Válvula de Corte da Barra
de Pulverização
N81772 —UN—10JUN09
Limpe o Fluxômetro—Conforme Exigido
OUO6092,0000522 -54-19JAN12-1/2
3. Desparafuse os insertos do fluxômetro (A) e
remova-os.
4. Limpe o inserto com Limpador de Peças e Freio John
Deere (Nº de Peça TY26101). Verifique se a turbina
(B) gira facilmente.
5. Instale o inserto no fluxômetro.
N84877 —UN—09JUN09
CUIDADO: Não drene a solução para o solo. Drene
em um recipiente. Drene a solução em uma área
onde pessoas, animais, vegetação, suprimentos
de água etc. não sejam contaminados.
6. Abra a válvula de corte da barra.
B—Turbina
N85432 —UN—29JUN09
A—Insertos do Fluxômetro
OUO6092,0000522 -54-19JAN12-2/2
45-57
040814
PN=232
Sistema de umidade
Tanque de Água Limpa
O tanque de água limpa (A) está localizado no lado
esquerdo da máquina e fornece água limpa de enxágue
para limpeza no campo.
N98532 —UN—09MAY12
A—Tanque de Água Limpa
CS12167,0000155 -54-09MAY12-1/1
Instalação do Sensor de Pressão Externa
1. Enxague a lança. Consulte Utilização do Sistema de
Enxágue (Bomba da Solução de Enxágue, Lança e
Fluxômetro Somente) nesta seção.
N81318 —UN—08JUN09
CUIDADO: Não feche a válvula de corte da lança
com a bomba de solução em operação. Isso
poderá reter a pressão na lança o que pode ser
perigoso ao remover o fluxômetro para limpeza.
2. Feche a bomba de solução.
3. Feche a válvula de corte da lança (A).
A—Válvula de Corte da Lança
de Pulverização
OUO6092,00007D5 -54-19SEP12-1/3
4. Remova a braçadeira flangeada (A), a junta e a tampa
redutora (B).
A—Braçadeira do Flange
B—Tampa Redutora
Continua na próxima página
45-58
N97495 —UN—19SEP12
CUIDADO: Não drene a solução para o solo. Drene
em um recipiente. Drene a solução em uma área
onde pessoas, animais, vegetação, suprimentos
de água etc. não sejam contaminados.
OUO6092,00007D5 -54-19SEP12-2/3
040814
PN=233
Sistema de umidade
NOTA: Aplique Silicone Transparente PM37463 RTV
às roscas de todas as conexões.
6. Instale a tampa redutora anteriormente removida,
a junta e a braçadeira do flange na abertura (F)
da conexão T instalada. Conecte o conector do
transdutor no conector do chicote da lança se ele tiver
sido desconectado.
7. Instale o sensor de pressão externa na bucha redutora
(C).
A—Conexão em T Flangeada
de 2 in.
B—Parafuso Redutor, 2 in.
Flange x 3/4 in. NPT
C—Bucha Redutora, 3/4 in.
NPT x 1/8 in. NPT
N91921 —UN—05APR11
5. Instale as peças (A a E) na perna aberta do T de
solução.
D—Junta do Flange (2 Usadas)
E—Braçadeira do Flange (2
Usadas)
OUO6092,00007D5 -54-19SEP12-3/3
45-59
040814
PN=234
Lanças de 24,4 m (80 ft.)
Desdobramento da Barra
N67771 —UN—22SEP04
IMPORTANTE: Não dirija com a barra totalmente
levantada. A suspensão do acumulador
não é eficaz quando a barra está totalmente
levantada. Podem ocorrer danos ao sistema
de levantamento se a máquina for dirigida
com a barra totalmente levantada.
1. Dê partida no motor.
2. Pressione a parte superior do interruptor de
elevação/abaixamento (A) para levantar a barra para
fora dos descansos da barra traseiros.
A—Interruptor de
Elevação/Abaixamento
OUO6092,00001DC -54-01MAY09-1/5
3. Pressione a parte superior do interruptor esquerdo
de dobramento/nível (A) ou do interruptor direito
de dobramento/nível (B) para inclinar a barra para
cima até que ela saia dos suportes/apoios da barra
dianteiros.
B—Interruptor de
Dobramento/Nível, Direito
N84581 —UN—30APR09
A—Interruptor de
Dobramento/Nível,
Esquerdo
Pressione a Parte Superior dos Interruptores de Dobramento/Nível
Continua na próxima página
50-1
OUO6092,00001DC -54-01MAY09-2/5
040814
PN=235
Lanças de 24,4 m (80 ft.)
CUIDADO: Evite lesões ou morte de outras
pessoas. Certifique-se de que ninguém
esteja próximo à barra quando desdobrar
as seções externas.
N84392 —UN—21APR09
NOTA: As barras podem ser operadas sem desdobrar
as duas seções externas da barra de cada lado.
A largura é de 18,3 m (60 ft).
4. Pressione e mantenha pressionado o interruptor
do modo de dobramento (A) enquanto pressiona a
parte inferior dos interruptores de dobramento/nível
(B), solte momentaneamente os interruptores de
dobramento/nível e depois pressione-os e mantenha
pressionados.
N84587 —UN—01MAY09
NOTA: Ao usar o interruptor do modo de dobramento
(A), a parte superior ou inferior do interruptor de
elevação/abaixamento (C) pode ser usada em vez
de manter pressionados os dois interruptores de
dobramento/nível correspondentes (B). Isso irá
operar os dois lados da barra simultaneamente.
5. Continue mantendo pressionado o interruptor do modo
de dobramento e pressione e mantenha pressionada
a parte inferior dos interruptores de dobramento/nível,
até que as seções das asas externas da barra
desdobrem.
A—Interruptor do Modo de
Dobramento
B—Interruptores de
Dobramento/Nível
6. Libere os interruptores de dobramento/nível e o
interruptor do modo de dobramento.
C—Interruptor de
Elevação/Abaixamento
OUO6092,00001DC -54-01MAY09-3/5
7. Pressione a parte inferior do interruptor de
dobramento/nível esquerdo (A) ou do interruptor de
dobramento/nível direito (B) para inclinar as asas da
barra para o ângulo de pulverização desejado.
B—Interruptor de
Dobramento/Nível, Direito
N84582 —UN—30APR09
A—Interruptor de
Dobramento/Nível,
Esquerdo
Continua na próxima página
50-2
OUO6092,00001DC -54-01MAY09-4/5
040814
PN=236
Lanças de 24,4 m (80 ft.)
8. Pressione a parte inferior do interruptor de
elevação/abaixamento (A) para abaixar as barras e
posicionar os bicos na altura de pulverização desejada.
N67773 —UN—22SEP04
A—Interruptor de
Elevação/Abaixamento
OUO6092,00001DC -54-01MAY09-5/5
Desdobramento da Barra em uma Área de
Altura Limitada
N67771 —UN—22SEP04
IMPORTANTE: Não dirija com a barra totalmente
levantada. A suspensão do acumulador
não é eficaz quando a barra está totalmente
levantada. Podem ocorrer danos ao sistema
de levantamento se a máquina for dirigida
com a barra totalmente levantada.
1. Dê partida no motor.
2. Pressione a parte superior do interruptor de
elevação/abaixamento (A) para levantar a barra para
fora dos descansos da barra.
A—Interruptor de
Elevação/Abaixamento
OUO6092,00000FB -54-09JUL09-1/7
3. Pressione a parte superior do interruptor esquerdo
de dobramento/nível (A) ou do interruptor direito
de dobramento/nível (B) para inclinar a barra para
cima até que ela saia dos suportes/apoios da barra
dianteiros.
B—Interruptor de
Dobramento/Nível, Direito
N84581 —UN—30APR09
A—Interruptor de
Dobramento/Nível,
Esquerdo
Parte Superior dos Interruptores de Dobramento/Nível
Continua na próxima página
50-3
OUO6092,00000FB -54-09JUL09-2/7
040814
PN=237
Lanças de 24,4 m (80 ft.)
CUIDADO: Evite lesões ou morte de outras
pessoas. Certifique-se de que ninguém
esteja próximo à barra quando desdobrar
as seções externas.
N84392 —UN—21APR09
NOTA: As barras podem ser operadas sem desdobrar
as duas seções externas da barra de cada lado.
A largura é de 18,3 m (60 ft).
4. Pressione e mantenha pressionado o interruptor
do modo de dobramento (A) enquanto pressiona a
parte inferior dos interruptores de dobramento/nível
(B), solte momentaneamente os interruptores de
dobramento/nível e depois pressione-os e mantenha
pressionados até que as seções internas da barra se
desdobrem.
A—Interruptor do Modo de
Dobramento
B—Interruptores de
Dobramento/Nível
N84587 —UN—01MAY09
NOTA: Ao usar o interruptor do modo de dobramento
(A), a parte superior ou inferior do interruptor de
elevação/abaixamento (C) pode ser usada em vez
de manter pressionados os dois interruptores de
dobramento/nível correspondentes (B). Isso irá
operar os dois lados da barra simultaneamente.
C—Interruptor de
Elevação/Abaixamento
OUO6092,00000FB -54-09JUL09-3/7
5. Pressione a parte inferior do interruptor de
elevação/abaixamento (A) e abaixe a estrutura central
até a posição mais baixa.
N67773 —UN—22SEP04
A—Interruptor de
Elevação/Abaixamento
Continua na próxima página
50-4
OUO6092,00000FB -54-09JUL09-4/7
040814
PN=238
Lanças de 24,4 m (80 ft.)
6. Pressione a parte inferior do interruptor de
dobramento/nível esquerdo (A) ou a parte inferior do
interruptor de dobramento/nível direito (B) para inclinar
as asas da barra para o ângulo de pulverização
desejado.
B—Interruptor de
Dobramento/Nível, Direito
N84582 —UN—30APR09
A—Interruptor de
Dobramento/Nível,
Esquerdo
Pressionar a Parte Inferior dos Interruptores de Dobramento/Nível
OUO6092,00000FB -54-09JUL09-5/7
B—Interruptores de
Dobramento/Nível
N67772 —UN—22SEP04
A—Interruptor do Modo de
Dobramento
N84392 —UN—21APR09
7. Pressione e mantenha pressionado o interruptor do
modo de dobramento (A) enquanto pressiona a parte
inferior dos interruptores de dobramento/nível (B), até
que as seções das asas externas da barra desdobrem.
Libere os interruptores de dobramento/nível e o
interruptor do modo de dobramento.
Continua na próxima página
50-5
OUO6092,00000FB -54-09JUL09-6/7
040814
PN=239
Lanças de 24,4 m (80 ft.)
8. Pressione o interruptor de dobramento/nível esquerdo
(A) ou interruptor de dobramento/nível direito (B) para
inclinar as asas da barra até o ângulo de pulverização
desejado.
B—Interruptor de
Dobramento/Nível, Direito
N67774 —UN—22SEP04
A—Interruptor de
Dobramento/Nível,
Esquerdo
OUO6092,00000FB -54-09JUL09-7/7
Dobramento da Barra
N67776 —UN—22SEP04
CUIDADO: Evite acidentes pessoais ou morte
de outras pessoas. Certifique-se de que
ninguém esteja próximo da barra ao dobrá-la
para a posição de transporte.
NOTA: Há um adesivo de referência rápida de dobramento
e desdobramento localizado no console.
1. Pressione a parte superior do interruptor de
elevação/abaixamento (B) e Levante a barra até a
posição mais alta.
2. Incline as barras para cima até o nível máximo
pressionando a parte superior dos interruptores de
dobramento/nível (A).
A—Interruptores de
Dobramento/Nível
Continua na próxima página
50-6
B—Interruptor de
Elevação/Abaixamento
OUO6092,00001DD -54-12JAN12-1/4
040814
PN=240
IMPORTANTE: Para evitar desgaste excessivo das
barras, não pressione e libere repetidamente os
interruptores de dobramento/nível para reduzir
a velocidade de descida da barra ao dobrar. Os
cilindros de dobramento são projetados para
diminuir automaticamente o movimento, ao
fecharem-se na posição final de dobra.
3. Pressione e mantenha pressionado o interruptor
do modo de dobramento (A) enquanto pressiona a
parte superior dos interruptores de dobramento/nível
(B), solte momentaneamente os interruptores de
dobramento/nível e depois pressione-os e mantenha
pressionados. Continue mantendo pressionado o
interruptor do modo e pressione e segure a parte
inferior dos interruptores de dobramento/nível, até que
as seções das asas externas da barra desdobrem.
N84586 —UN—01MAY09
NOTA: Ao usar o interruptor do modo de dobramento
(A), a parte superior ou inferior do interruptor de
elevação/abaixamento (C) pode ser usada em vez
de manter pressionados os dois interruptores de
dobramento/nível correspondentes (B). Isso irá
operar os dois lados da barra simultaneamente.
4. Libere os interruptores de dobramento/nível e o
interruptor do modo de dobramento.
A—Interruptor do Modo de
Dobramento
B—Interruptores de
Dobramento/Nível
N84392 —UN—21APR09
Lanças de 24,4 m (80 ft.)
C—Interruptor de
Elevação/Abaixamento
OUO6092,00001DD -54-12JAN12-2/4
5. Pressione a parte superior dos interruptores de
dobramento/nível (A) até que as seções das asas
internas se dobrem nos suportes dianteiros.
N84583 —UN—30APR09
6. Libere os interruptores de dobramento/nível e o
interruptor do modo de dobramento.
A—Interruptores de
Dobramento/Nível
Continua na próxima página
50-7
OUO6092,00001DD -54-12JAN12-3/4
040814
PN=241
Lanças de 24,4 m (80 ft.)
7. Pressione a parte inferior do interruptor de
elevação/abaixamento (A) e abaixe a barra nos
descansos traseiros da barra.
N67773 —UN—22SEP04
IMPORTANTE: Não nivele os cilindros quando a barra
estiver dobrada para dentro, a menos que o
transporte da máquina em uma semicarreta e a
largura deste transporte precisar ser menor que
3,7 m (12 ft), ou ocorrerá dano à máquina.
A máquina pode ser danificada se transportada
com as barras não abaixadas completamente
nos descansos da barra. As barras devem
ser dobradas e abaixadas nos descansos
da barra antes de transportar.
A—Interruptor de
Elevação/Abaixamento
NOTA: Os cilindros de nivelamento precisam ser
retraídos somente quando a largura do transporte
precisa ser menor que 3,7 m (12 ft).
OUO6092,00001DD -54-12JAN12-4/4
Dobramento da Barra em uma Área de Altura
Limitada
N84588 —UN—01MAY09
CUIDADO: Evite acidentes pessoais ou morte
de outras pessoas. Certifique-se de que
ninguém esteja próximo da barra ao dobrá-la
para a posição de transporte.
NOTA: Há um adesivo de referência rápida de dobramento
e desdobramento localizado no console.
1. Incline as barras para cima até o nível máximo
pressionando a parte superior dos interruptores de
dobramento/nível (A).
A—Interruptores de
Dobramento/Nível
2. Pressione a parte inferior do interruptor de
elevação/abaixamento (B) e abaixe a barra até a
posição mais baixa.
Continua na próxima página
50-8
B—Interruptor de
Elevação/Abaixamento
OUO6092,0000208 -54-12JAN12-1/3
040814
PN=242
Lanças de 24,4 m (80 ft.)
3. Pressione e mantenha pressionado o interruptor do
modo de dobramento (A), enquanto pressiona a parte
superior dos interruptores de dobramento/nível (B),
até que a asa externa da barra seja dobrada sobre a
asa interna.
N84392 —UN—21APR09
NOTA: Ao usar o interruptor do modo de dobramento
(A), a parte superior ou inferior do interruptor de
elevação/abaixamento (C) pode ser usada em vez
de manter pressionados os dois interruptores de
dobramento/nível correspondentes (B). Isso irá
operar os dois lados da barra simultaneamente.
4. Libere os interruptores de dobramento/nível e o
interruptor do modo de dobramento.
5. Pressione a parte superior do interruptor de
elevação/abaixamento (C) e Levante a barra até a
posição mais alta.
B—Interruptores de
Dobramento/Nível
N84586 —UN—01MAY09
A—Interruptor do Modo de
Dobramento
Continua na próxima página
50-9
OUO6092,0000208 -54-12JAN12-2/3
040814
PN=243
Lanças de 24,4 m (80 ft.)
N84392 —UN—21APR09
IMPORTANTE: Para evitar desgaste excessivo das
barras, não pressione e libere repetidamente os
interruptores de dobramento/nível para reduzir
a velocidade de descida da barra ao dobrar. Os
cilindros de dobramento são projetados para
diminuir automaticamente o movimento, ao
fecharem-se na posição final de dobra.
6. Pressione e mantenha pressionado o interruptor do
modo de dobramento (A) enquanto pressiona a parte
superior dos interruptores de dobramento/nível (B),
até que as seções das asas internas se dobrem nos
suportes dianteiros.
7. Libere os interruptores de dobramento/nível e o
interruptor do modo de dobramento.
N84586 —UN—01MAY09
8. Pressione a parte inferior do interruptor de
elevação/abaixamento (C) e abaixe a barra nos
descansos traseiros da barra.
IMPORTANTE: Não nivele os cilindros quando a barra
estiver dobrada para dentro, a menos que o
transporte da máquina em uma semicarreta e a
largura deste transporte precisar ser menor que
3,7 m (12 ft), ou ocorrerá dano à máquina.
A máquina pode ser danificada se transportada
com as barras não abaixadas completamente
nos descansos da barra. As barras devem
ser dobradas e abaixadas nos descansos
da barra antes de transportar.
A—Interruptor do Modo de
Dobramento
B—Interruptores de
Dobramento/Nível
C—Interruptor de
Elevação/Abaixamento
NOTA: Os cilindros de nivelamento precisam ser
retraídos somente quando a largura do transporte
precisa ser menor que 3,7 m (12 ft).
OUO6092,0000208 -54-12JAN12-3/3
Pulverização com a Lança a 18,3 m (60 ft.)
2. Desligue os interruptores da seção externa da lança
(A). A lança e o SprayStar agora estão prontos para
pulverizar a 18,3 m (60 ft.).
NOTA: O controle da taxa de pulverização ajustará
automaticamente para pulverização a 18,3 m (60 ft.)
3. Para pulverizar com toda a lança, ligue os interruptores
da seção externa da lança e desdobre-a.
N98445 —UN—07MAY12
1. Dobre a lança a 18,3 m (60 ft.).
A—Interruptores
OUO6435,0000787 -54-07MAY12-1/1
50-10
040814
PN=244
Lanças de 24,4 m (80 ft.)
Ajuste das Molas da Seção de Escape
N84394 —UN—21APR09
Aperte a porca de olhal de fixação (A) para obter um
comprimento de mola de 445 mm (17.5 in.) de gancho a
gancho. Isto dá a tensão recomendada (e máxima) da
mola.
A—Porca do Olhal
OUO6092,00001DF -54-07JUL09-1/1
Regule as Molas de Suspensão da Rotação
Aperte o parafuso com cabeça (A) até que as molas (B)
meçam aproximadamente 419 mm (16.5 in.) (C) do lado
de dentro de um gancho da extremidade ao lado de dentro
do gancho da extremidade oposta, como um ajuste inicial.
A—Parafuso com Cabeça
B—Molas
C—Dimensão, 419 mm (16.5 in.)
N84395 —UN—21APR09
Se a regulagem inicial não fornecer o nivelamento da
barra, verifique para ter certeza que a barra esteja
livre para rolar sem emperramento ou interferência, em
seguida aperte as molas no lado que está baixo até que a
barra seja nivelada (paralela à máquina).
OUO6092,00001E0 -54-09JUL09-1/1
50-11
040814
PN=245
Lanças de 24,4 m (80 ft.)
Ajuste dos Parafusos do Batente da Barra
A—Parafuso do Batente
B—Seção Externa
N84396 —UN—21APR09
Ajuste o parafuso do batente (A) da seção externa da
barra para dentro ou para fora, de modo que a seção
externa (B) ou a seção de escape (C) fique alinhada com
o restante da barra.
C—Seção de Escape
N84397 —UN—21APR09
Ajuste o Parafuso do Batente da Seção Externa
OUO6092,00001E1 -54-06JUL09-1/1
Ajuste do Cilindro de Dobramento Interno
1. Nivele e levante a lança na posição mais alta e
dobre-a contra os batentes.
N60608 —UN—25JUL02
2. Solte a contraporca (A) e gire a haste do cilindro
(B) (para dentro ou para fora, conforme necessário)
até que a barra esteja diretamente acima do
descanso (a lança deve desviar seu pára-choque
aproximadamente 6 mm (1/4 in.) e não entortará ao
ser abaixada na posição de transporte).
3. Aperte a contraporca de acordo com as
especificações.
Especificação
Contraporca do Cilindro
de Recolhimento
Interno—Torque...........................................................................508 N·m
(375 lb-ft)
A—Contraporca
B—Haste do Cilindro
OUO6092,00003B7 -54-13DEC07-1/1
50-12
040814
PN=246
Manutenção do sistema elétrico
Manuseio de Componentes Elétricos
Básicos/Precauções para Veículos
Equipados com Sistemas Controlados por
Computador
Precauções Elétricas a Tomar:
Nunca desconecte as baterias enquanto a chave de
partida estiver na posição de funcionamento. Porque:
Isto pode causar picos de tensão que podem danificar os
componentes eletrônicos.
Não conecte os cabos de ligação enquanto a chave de
partida estiver ligada. Porque: Isto pode causar picos de
tensão que podem danificar os componentes eletrônicos.
Desconecte as baterias antes de recarregar (se possível).
Porque: As cargas elétricas do sistema podem reduzir
o processo de recarga. Os carregadores de bateria
podem causar picos de tensão que podem danificar os
componentes eletrônicos.
Nunca faça ligação direta na máquina com tensão maior
que aquela para a qual a máquina está projetada para
operar. Porque: Isto pode danificar os componentes
eletrônicos.
Não conecte nem desconecte os conectores elétricos
enquanto a chave de partida estiver ligada ou a máquina
estiver funcionando. Porque: Isto pode causar erros no
sistema computadorizado, pela interrupção do programa
do computador enquanto está sendo executado, e picos
de tensão produzidos podem danificar os componentes
eletrônicos.
Não aplique energia nem aterre nenhum componente
para fazer testes, a não ser que seja especificamente
instruído a fazê-lo. Porque: Ao conectar a tensão errada
no ponto errado de um sistema eletrônico, é possível
provocar falhas em componentes eletrônicos.
Ao soldar na máquina, não esqueça de conectar o
fio-terra às partes que estão sendo soldadas. Para sua
máxima proteção, desconecte todos os conectores do
controlador eletrônico antes de soldar. Consulte Solda
Próximo a Unidades de Controle Eletrônico, nesta seção,
para obter instruções específicas. Porque: As correntes
altas associadas com a solda podem danificar os chicotes
elétricos do caminho do terra. A solda também pode
causar picos de tensão que podem danificar componentes
eletrônicos.
Apontar um jato de água pressurizada para componentes
eletrônicos/elétricos ou conectores, rolamentos e
vedações hidráulicas, bombas injetoras de combustível
ou outras partes e componentes sensíveis poderá causar
mau funcionamento. Reduza a pressão e pulverize em
um ângulo de 45 a 90 graus.
OUO6092,000021A -54-06JUL09-1/1
Soldagem Perto de Unidades de Controle
Eletrônico
TS953 —UN—15MAY90
IMPORTANTE: Não faça ligação direta em motores
com equipamento de soldagem a arco. As
correntes e voltagens são muito altas e podem
causar danos permanentes.
1. Desconecte o(s) cabo(s) negativo(s) (—) da bateria.
2. Desconecte o(s) cabo(s) positivo(s) (+) da bateria.
3. Una os cabos positivo e negativo da bateria do
veículo. Não conecte ao chassi do veículo.
4. Afaste quaisquer seções de chicotes elétricos da área
de soldagem.
5. Conecte o terra do soldador perto do ponto de
soldagem e longe das unidades de controle.
locais adequados, conecte o cabo positivo (+) da
bateria primeiramente e, em seguida, conecte o cabo
negativo (-) da bateria.
6. Depois que a área de reparo estiver completa e todos
os componentes foram colocados de volta em seus
OUO6075,00003DD -54-01JUL09-1/1
60-1
040814
PN=247
Manutenção do sistema elétrico
Manter Limpos os Conectores da Unidade
de Controle Eletrônico
3. As unidades de controle não podem ser consertadas.
IMPORTANTE: Não abra a unidade de controle e
não limpe com jato de alta pressão. Umidade,
sujeira e outras contaminações podem
causar danos permanentes.
4. Uma vez que as unidades de controle são os
componentes com MENOR probabilidade de falha,
isole a falha antes da substituição completando
o procedimento de diagnóstico. (Consulte o seu
concessionário John Deere.)
1. Mantenha os terminais limpos e livres de detritos.
Umidade, sujeira e outras contaminações podem
corroer os terminais com o tempo e causar mau
contato elétrico.
5. Os terminais e conectores de chicotes elétricos
para unidades de controle eletrônico podem ser
consertados.
2. Se um conector não estiver sendo usado, proteja-o
contra detritos e umidade com a proteção anti-pó
apropriada.
DX,WW,ECU04 -54-11JUN09-1/1
Evite Explosões da Bateria
Nunca verifique a carga da bateria colocando um objeto
de metal ligando os bornes. Use um voltímetro ou
densímetro.
Não carregue uma bateria congelada; ela pode explodir.
Aqueça a bateria a 16°C (60°F).
TS204 —UN—15APR13
Mantenha faíscas, fósforos acesos ou chamas
descobertas longe da bateria. O gás formado pela bateria
pode explodir.
DX,SPARKS -54-03MAR93-1/1
60-2
040814
PN=248
Manutenção do sistema elétrico
Manusear baterias com segurança
Nunca verifique a carga da bateria ligando os polos com
um objeto de metal. Use um voltímetro ou um densímetro.
Retire sempre a braçadeira do terminal de terra (—) da
bateria primeiro e recoloque-o por último.
Ácido sulfúrico em eletrólito de bateria é suficientemente
concentrado para queimar a pele, corroer roupas e causar
cegueira se for salpicado para os olhos.
TS204 —UN—15APR13
O gás da bateria pode explodir. Mantenha faíscas e
chamas longe das baterias. Utilize uma lanterna para
verificar o nível do eletrólito da bateria.
Para evitar perigos:
• Abastecer baterias em áreas bem ventiladas
• Usar proteção para os olhos e luvas de borracha
• Evitar o uso de ar comprimido para limpar baterias
• Evitar inalar os gases quando adicionar eletrólito à
bateria
• Evitar derramar ou entornar o eletrólito
• Utilizar o procedimento correto para carregar e para
bateria auxiliar.
Em caso de derramar ácido sobre a pele ou os olhos:
1. Lavar a pele com água.
2. Aplicar bicarbonato de sódio ou cal na área atingida
para neutralizar os ácidos.
3. Lavar os olhos com água corrente durante 15—30
minutos. Procurar assistência médica imediatamente.
1. Não induzir vômito.
2. Beber grandes quantidades de água ou leite, mas não
mais do que 2 l (2 qt).
3. Procurar assistência médica imediatamente.
ALERTA: Placas e terminais de baterias e acessórios
relacionados contêm chumbo e compostos de chumbo,
elementos químicos reconhecidos pelo estado da
Califórnia como causa para câncer e problemas
reprodutivos. Lave as mãos após o manuseio.
TS203 —UN—23AUG88
Em caso de ingestão do ácido:
DX,WW,BATTERIES -54-02DEC10-1/1
60-3
040814
PN=249
Manutenção do sistema elétrico
Manutenção das Baterias - Baterias Sem
Vedação
Use as baterias John Deere ou uma equivalente com
capacidade de pelo menos 625 ampères em partida a frio
a -18 ºC (0 ºF).
A conservação apropriada da bateria é vital para
uma manutenção confiável. Mantenha o nível de
água da bateria equilibrado com o fundo do gargalo
de abastecimento da célula e nunca abaixo da parte
superior das placas da célula. Não adicione água em
clima congelante, a menos que o motor esteja em
funcionamento por 2 ou 3 horas para misturar o eletrólito.
Mantenha as baterias limpas. Mantenha todas as
conexões limpas e apertadas. Remova qualquer corrosão
e lave os terminais com solução de bicarbonato de sódio
e água. Cubra com graxa antes de fixar os cabos.
N36877 —UN—07OCT88
CUIDADO: As baterias podem explodir causando
acidentes pessoais graves ou morte do
operador ou de outras pessoas. Não tente
fazer a manutenção das baterias, a menos
que possua equipamento apropriado e
experiência para desempenhar a tarefa. Peça
a seu concessionário John Deere ou a outros
revendedores qualificados para fazê-lo.
Mantenha as baterias totalmente carregadas,
especialmente durante clima frio.
IMPORTANTE: A BATERIA É ATERRADA NO POLO
NEGATIVO. Conecte sempre o cabo do motor
de partida no terminal positivo (+) da bateria
e o cabo-terra da bateria no terminal negativo
(-) da bateria. A inversão de polaridade da
bateria ou do alternador pode resultar em dano
permanente ao sistema elétrico.
AS60558,0002A6C -54-04JAN13-1/1
Prevenção de Danos à Bateria
Assegure-se de que as conexões do alternador estejam
corretas antes de os cabos serem conectados à bateria.
Observe cuidadosamente a polaridade quando fixar a
bateria auxiliar.
Não opere o motor com o alternador ou a bateria
desconectados.
Não conecte em ponte os terminais da bateria ou do
alternador, nem permita que o cabo positivo (+) da bateria
ou o fio do alternador transformem-se em fios-terra.
Não polarize o alternador.
Desconecte e remova as baterias quando a máquina não
for usada por 30 dias ou mais.
Desconecte os cabos da bateria antes de usar um
soldador elétrico na máquina.
Guarde as baterias em ambiente abaixo de 27 °C (80
°F) para obter o máximo de vida útil. Verifique a tensão
depois da armazenagem e recarregue se for preciso,
conforme recomendado pelo fabricante da bateria.
Não armazene as baterias sem carga, nem empilhe uma
sobre a outra.
OUO6092,00001D1 -54-07JUL09-1/1
60-4
040814
PN=250
Manutenção do sistema elétrico
Uso da Bateria Auxiliar
TS204 —UN—15APR13
CUIDADO: O gás exalado pelas baterias
é explosivo. Mantenha faíscas e chamas
longe das baterias. Faça a última conexão
e a primeira desconexão em um ponto
distante da bateria auxiliar.
IMPORTANTE: Assegure-se de que a polaridade esteja
correta antes de fazer as conexões. A polaridade
invertida irá danificar o sistema elétrico ou
possivelmente causar a explosão da bateria.
Se for utilizada uma bateria auxiliar, não
podem ser usadas duas ou mais baterias em
série. Eles devem ser paralelos. Assegure-se
de que a polaridade esteja correta antes de
fazer as conexões. A polaridade invertida irá
danificar o sistema elétrico ou possivelmente
causar a explosão da bateria.
AS60558,0002A6E -54-04JAN13-1/2
Bateria Auxiliar
2. Fixe o segundo cabo da bateria (preto) ao terminal
negativo da bateria auxiliar. Fixe a outra extremidade
ao terminal de aterramento (B) no bloco do motor.
3. Remova o cabo do terminal de aterramento antes
de desconectar a bateria. Em seguida, desconecte
o terminal positivo.
A—Terminal Positivo
N74738 —UN—12JAN07
1. Fixe um cabo (vermelho) ao terminal positivo (A) do
motor de partida e ao terminal positivo da bateria
auxiliar.
B—Terminal de Aterramento
(Negativo)
AS60558,0002A6E -54-04JAN13-2/2
60-5
040814
PN=251
Manutenção do sistema elétrico
Carga das Baterias (Removidas da Máquina)
N83298 —UN—12FEB09
Mantenha sempre a bateria com a carga máxima,
especialmente com o tempo frio. Não manter a bateria
totalmente carregada, acima de 12,5 V, pode reduzir a
vida útil da bateria.
CUIDADO: nunca carregue a bateria quando ela
estiver congelada. Descongele-a em temperatura
ambiente antes de conectá-la ao carregador
de baterias. Somente carregue as baterias em
áreas bem ventiladas. Desconecte ambos os
cabos dos terminais da bateria, ao carregar
as baterias na colheitadeira.
IMPORTANTE: Se as baterias não estiverem
totalmente carregadas, o eletrólito
pode congelar.
A—Terminais Negativos (-) da
Bateria
B—Terminais Positivos (+) da
Bateria
C—Suporte
1. Abra a porta de acesso da bateria.
2. Desconecte os terminais negativos (-) da bateria (A).
Pare ou diminua a taxa de carregamento, se a carcaça da
bateria ficar quente ou se estiver ventilando eletrólito A
temperatura da bateria não deve exceder 52°C (125°F).
3. Desconecte os terminais positivos (+) da bateria (B).
4. Remova as travessas de travamento (C) da bateria.
5. Remova as baterias.
Carregamento da Bateria - Baterias Com Vedação
IMPORTANTE: Configure os valores do carregador
da bateria entre 13,8 a 15 V.
Carregamento da Bateria - Baterias Sem Vedação
IMPORTANTE: Ajuste o carregador da bateria
em 12 volts nominais e não mais de 16
volts, no máximo.
Ventile a área onde as baterias estão sendo carregadas.
Não carregue uma bateria congelada. Aqueça-a a 16 °C
(60 °F) antes de carregá-la.
Se a tensão em circuito aberto for de 12,4 Volts ou
menos, carregue a bateria a uma taxa de não mais que
20 ampères (aproximadamente 2 horas) até que a tensão
alcance 12,6 Volts.
IMPORTANTE: As baterias que foram armazenadas,
particularmente durante longos períodos ou
em locais quentes, exigirão um tempo mais
longo de carga. Se a tensão em circuito aberto
for menor que 11,7 Volts, duplique o tempo
de carga. Assegure-se de observar todas
as instruções e precauções fornecidas pelo
fabricante do carregador de baterias.
Corrente Elétrica
Tempo de recarga para 90% da
carga
100 A
35 minutos
50 A
75 minutos
25 A
140 minutos
10 A
350 minutos
Uma recarga rápida pode ser feita com o valor da tensão
em, no máximo, 15,6 V. Para esse procedimento, a
temperatura da bateria bateria deve permanecer abaixo
de 65 ° C (149 ° F). A bateria deve ser carregada até que
a corrente reduza para um valor menor que 1 ampère.
Ventile a área onde as baterias estão sendo carregadas.
CUIDADO: Sempre use carregadores de bateria
com tensão ajustável. Observe a faixa de tensão
que deve ser usada. Tensão de cargas altas
podem danificar a bateria e causar explosões.
Não carregue uma bateria congelada. Aqueça-a a 16 °C
(60 °F) antes de carregá-la.
NOTA: Fixe um tirante-terra ao polo negativo (-) da
bateria de maneira que a conexão com o solo
possa ser feita longe da bateria.
NOTA: Desligue o carregador imediatamente se a bateria
esquentar ou fazer barulhos audíveis. Espere
30 minutos e desconecte o carregador, remova
primeiro o cabo negativo e depois o positivo.
Não conecte ou desconecte circuitos ativos. Desligue
o carregador e conecte o cabo-terra depois, longe da
bateria.
Certifique-se de que a bateria está completamente
carregada antes de usá-la. Erros ao carregar resultam na
redução da capacidade de carga e a vida útil.
Continua na próxima página
60-6
AS60558,0002A6F -54-07JAN13-1/2
040814
PN=252
Manutenção do sistema elétrico
AS60558,0002A6F -54-07JAN13-2/2
Regras de segurança ao trocar lâmpadas
halógenas
1. Desligue o interruptor de luzes e deixe a lâmpada
esfriar antes de trocá-la. Deixe o interruptor desligado
até o fim da troca da lâmpada.
2. Use proteção para os olhos ao trocar lâmpadas
halógenas.
3. Manuseie as lâmpadas pela sua base. Evite tocar no
vidro.
4. Não derrube ou arranhe a lâmpada. Mantenha-a
longe de umidade.
5. Coloque a lâmpada usada na caixa da nova e
descarte-a apropriadamente. Mantenha longe do
alcance de crianças.
H39474 —UN—30JUN00
CUIDADO: As lâmpadas de halogênio (A) contêm
gás sob pressão. O manuseio inadequado da
lâmpada pode causar sua quebra em fragmentos
que se projetam. Para evitar possíveis ferimentos:
A—Lâmpada halógena
OUO6043,00013A4 -54-26MAR04-1/1
Substituição das Lâmpadas de Trabalho da
Grade do Capô
1. Levante o capô.
N85242 —UN—05JUN09
2. Desconecte o conector da fiação (A).
A—Conector da Fiação
Vista do lado esquerdo
OUO6041,00002F9 -54-08JUL09-1/2
3. Gire a lâmpada (A) aproximadamente 1/4 de volta no
sentido anti-horário e remova-a.
4. Instale a lâmpada na ordem inversa da retirada.
N85243 —UN—05JUN09
A—Lâmpada
OUO6041,00002F9 -54-08JUL09-2/2
60-7
040814
PN=253
Manutenção do sistema elétrico
Substituição das Lâmpadas dos Faróis Alto
e Baixo
1. Retire e guarde a capa de borracha (A).
N85201 —UN—03JUN09
A—Capa
OUO6041,00002FA -54-08JUL09-1/5
2. Solte a mola de retenção (A) e a lâmpada (B).
B—Lâmpada
N85202 —UN—03JUN09
A—Mola de Retenção
OUO6041,00002FA -54-08JUL09-2/5
3. Solte os conectores (A) da lâmpada (B).
4. Instale uma nova lâmpada.
5. Monte na ordem inversa da remoção.
B—Lâmpada
N85246 —UN—05JUN09
A—Fios
Continua na próxima página
60-8
OUO6041,00002FA -54-08JUL09-3/5
040814
PN=254
Manutenção do sistema elétrico
6.
Remova a mola de retenção (A) e a lâmpada (B).
B—Lâmpada
N85204 —UN—03JUN09
A—Mola de Retenção
OUO6041,00002FA -54-08JUL09-4/5
7. Solte os conectores no ponto (A) para remover a
lâmpada (B).
8. Instale a nova lâmpada e conecte os fios.
9. Monte na ordem inversa da remoção.
A—Fios
N85205 —UN—03JUN09
10. Recoloque a proteção de borracha.
B—Lâmpada
OUO6041,00002FA -54-08JUL09-5/5
60-9
040814
PN=255
Manutenção do sistema elétrico
Ajuste dos Faróis
N85259 —UN—09JUN09
Para ajustar os faróis, use um dispositivo de teste de
faróis comercial com sistema de lentes ópticas. Teste
cada luz separadamente. Faça as correções necessárias
girando os parafusos de ajuste (A).
N85262 —UN—09JUN09
Com dispositivo de teste
Continua na próxima página
60-10
OUO6041,0000305 -54-08JUL09-1/2
040814
PN=256
Manutenção do sistema elétrico
Sem dispositivo de teste
5 cm
2 in.
A
H
5 m ft.
.5
16
N85294 —UN—12JUN09
H
A
Estacione a pulverizadora em uma superfície nivelada a
5 m (16.5 ft) de uma parede vertical.
Usando os parafusos de ajuste, faça o ajuste de cada farol
de modo que a borda brilhante/escura forme uma linha
horizontal 5 cm (2 in.) mais baixa que a altura do farol (H).
Mude para luz máxima. Alinhe os faróis lateralmente
de modo que a distância entre o centro dos feixes dos
faróis na parede seja a mesma que a distância (A) entre
os faróis.
OUO6041,0000305 -54-08JUL09-2/2
60-11
040814
PN=257
Manutenção do sistema elétrico
Substituição da Luz da Estação de
Abastecimento e das Lâmpadas Halógenas
das Luzes de Serviço
N85278 —UN—10JUN09
NOTA: (Para obter informações importantes de
segurança sobre lâmpadas halógenas, consulte
Regras de Segurança para Substituição de
Lâmpadas Halógenas nesta seção antes de
realizar o procedimento.)
1. Solte o conector do chicote (A) do conjunto da
lâmpada (B).
2. Gire o conjunto da lâmpada no sentido anti-horário
aproximadamente 1/4 de volta e o remova.
A—Conector do Chicote
3. Instale a lâmpada de reposição e encaixe os
conectores do chicote.
B—Conjunto da lâmpada
4. Monte na ordem inversa da remoção.
CS12167,0000146 -54-04MAY12-1/1
Substituição da Lâmpada Halógena do
Holofote do Teto
1. Abra a tampa no ponto (A).
N85248 —UN—05JUN09
A—Tampa
OUO6041,00002FE -54-09JUL09-1/3
2. Remova e guarde os parafusos (A) e a moldura da
lâmpada (B).
B—Moldura
N85249 —UN—05JUN09
A—Parafusos (4 Usados)
Continua na próxima página
60-12
OUO6041,00002FE -54-09JUL09-2/3
040814
PN=258
Manutenção do sistema elétrico
3. Solte a mola de retenção (A) e a lâmpada (B).
4. Desconecte os fios (C).
5. Instale a nova lâmpada e conecte os fios.
A—Mola de Retenção
B—Lâmpada
N85250 —UN—05JUN09
6. Remonte as peças removidas previamente na ordem
inversa
C—Fio
OUO6041,00002FE -54-09JUL09-3/3
Substituição das Lâmpadas de Advertência
Dianteiras da Extremidade
1. Remova e guarde os parafusos (A) para remover a
proteção da lente (B).
B—Proteção da Lente
N85225 —UN—05JUN09
A—Parafusos (2 Usados)
OUO6041,00002FB -54-09JUL09-1/3
2. Remova e guarde os parafusos (A) necessários no
braço da lâmpada para remover a base da lâmpada
(B).
A—Parafusos
N85226 —UN—04JUN09
3. Gire a base da lâmpada (B) aproximadamente 1/4 de
volta no sentido anti-horário e remova-a da lente.
B—Base da Lâmpada
Continua na próxima página
60-13
OUO6041,00002FB -54-09JUL09-2/3
040814
PN=259
Manutenção do sistema elétrico
4. Substitua a lâmpada (A).
5. Monte na ordem inversa da remoção.
N85227 —UN—04JUN09
A—Lâmpada
OUO6041,00002FB -54-09JUL09-3/3
Substituição das Lâmpadas de Advertência
Traseiras
1. Remova a lente (A) do conjunto da lâmpada de
advertência (B).
B—Conjunto da Luz
N85379 —UN—17JUN09
A—Lente
Sinaleira Direcional
OUO6041,00002FC -54-09JUL09-1/2
2. Substitua a lâmpada (A).
3. Monte novamente na ordem inversa.
N85380 —UN—17JUN09
A—Lâmpada
OUO6041,00002FC -54-09JUL09-2/2
60-14
040814
PN=260
Manutenção do sistema elétrico
Substituição da Lâmpada da Luz de Teto
1. Abra a lente no ponto (A).
N85239 —UN—05JUN09
A—Lente
OUO6041,00002FD -54-08JUL09-1/2
2. Remova a lâmpada (A).
3. Instale a nova lâmpada e recoloque a lente.
N85240 —UN—04JUN09
A—Lâmpada
OUO6041,00002FD -54-08JUL09-2/2
Proteção do Alternador e Regulador
1. Sempre desconecte o tirante-terra da bateria quando
trabalhar com o alternador (A) ou o regulador.
3. Nunca aterre o terminal de campo ou o circuito de
campo do alternador.
4. Nunca conecte ou desconecte os fios do alternador ou
do regulador com a bateria conectada ou o alternador
operando.
N85260 —UN—09JUN09
2. Nunca tente polarizar o alternador para regulador.
A—Alternador
OUO6041,0000303 -54-09JUL09-1/1
60-15
040814
PN=261
Manutenção do sistema elétrico
F1— Comutador de Chave (30
A)
F2— Acessórios (30 A)
F3— Luzes e Buzina (15 A)
F4— Luzes de Estrada
Alta/Baixa (15 A)
F5— Luzes da Plataforma (30 A)
F6— Luzes da Cabine
e da Estação de
Abastecimento (30 A)
F7— Memória do BHC
(permanente) (3 A)
F8— Luzes do Pisca-Alerta e
de Freio (20 A)
F9— ELX2 (30 A)
F10— Alimentação ELX2 da
ECU (5 A)
F11— Limpador de Para-Brisa
(20 A)
F12— Bateria do BHC (25 A)
F13— Apoio de Braço e
Alavanca Hidro (3 A)
F14— Não Usado
F15— Sensor de Velocidade da
Roda (5 A)
F16— Rádio (10 A)
F17— Plugue Auxiliar/Ignição
(20 A)
F18— Não Usado
F19— Ventiladores (30 A)
F20— Assento (15 A)
F21— Chave de Ignição (20 A)
F22— Monitor Universal (10 A)
F23— Holofotes (20 A)
F24— Ar Condicionado (20 A)
F25— Interruptor das
Sinaleiras Direcionais
(10 A)
F26— Mudança e Controle de
Tração/ Bloq do Dif. (15
A)
F27— Não Usado
F28— Freio de estacionamento
(10 A)
F29— Plugue Auxiliar/Bateria
(20 A)
F30— Memória do Rádio e Luz
do Teto (10 A)
F31— Memória CCU (15 A)
F32— Acendedor de cigarros
(10 A)
F33— Válvula de Solução
Esquerda (15 A)
F34— Válvula de Solução
Direita (15 A)
F35— Memória SSU
(permanente) (5 A)
F36— CAN1 (3 A)
F37— Acionador da CCU (não
permanente) (20 A)
F38— Lógica CCU (não
permanente) (5 A)
F39— Acionador da SSU (não
permanente) (10 A)
F40— Lógica da SSU (não
permanente) (5 A)
F41— Interruptor Remoto de
Carga e Fluxômetro (5 A)
F42— Interruptores de
Pulverização e
Interruptores das
Bombas (5 A)
F43— Ventilador da Cabine e
Limpador de Para-Brisa
(5 A)
F44— Não Usado
F45— Não Usado
F46— ELX1 (30 A)
F47— Agitação (5 A)
F48— Marcador de Espuma (10
A)
N85445 —UN—27JUL09
Fusíveis Centrais de Carga
OUO6092,0000235 -54-23JUL09-1/1
60-16
040814
PN=262
Manutenção do sistema elétrico
V1— Diodos da Lâmpada
Intermitente—Diodos do
Controle da Lâmpada do
Teto
K1—Relé de Comutação
Dianteiro
K2—Não Usado
K3—Não Usado
K4—Relé ELX1
K5—Relé de Alimentação dos
Acessórios
K6—Relé do Controle de Tração
K7—Não Usado
K8—Relé do Limpador de
Para-brisa
K3
K7
K11
K15
K19
K23
K27
K31
K2
K6
K10
K14
K18
K22
K26
K30
K1
K5
K9
K13
K17
K21
K25
K29
V1
K4
K8
K12
K16
K20
K24
K28
K9—Não Usado
K10— Não Usado
K11— Relé do Ventilador da
Cabine
K12— Relé ELX2
K13— Relé do Ventilador Direito
K14— Relé do Ventilador
Esquerdo
K15— Relé de Partida em Neutro
K16— Relé de Alimentação do
BHC
K17— Relé dos Holofotes
K18— Relé das Luzes do
Marcador
K19— Relé de Acionamento
da Válvula de Solução
Esquerda
K20— Relé do Freio de
Estacionamento
K21— Relé de Comutação
Traseiro
K22— Relé do Plugue Auxiliar
K23— Relé da Buzina
K24— Relé das Luzes do Chassi
K25— Relé das Luzes da Cabine
K26— Relé de Ativação das
Luzes Alta/Baixa
N82457 —UN—23APR09
Relés e Diodos da Central Carga
K27— Relé de Seleção das Luzes
Alta/Baixa
K28— Relé da Luz de Advertência
Direita
K29— Relé da Luz de Advertência
Esquerda
K30— Relé da Luz de Freio
K31— Relé de Acionamento da
Válvula de Solução Direita
OUO6092,0000149 -54-07JUL09-1/1
60-17
040814
PN=263
Manutenção do sistema elétrico
Fusíveis e Relés no Compartimento do Motor
IMPORTANTE: Para evitar danos desnecessários ao
sistema elétrico, nunca use fusível com corrente
nominal maior do que a do fusível já instalado.
N85256 —UN—08JUN09
Remova a tampa (A) para acessar os fusíveis e relés.
A—Tampa
N85257 —UN—08JUN09
OUO6041,0000300 -54-15JUN09-1/2
A—F101, (80 A)
E—F107, (80 A)
I— K44, Relé da Bomba de
B—F105, Aquecedor de Ar (70 A) F— F108, (40 A)
Combustível (40 A)
C—F106, (80 A)
G—F102, Bomba de Combustível J— K46, Relé do Aquecedor de
D—F103, (80 A)
(5 A)
Ar (70 A)
H—F104, Unidade de Controle da
ECU (20 A)
K—K45, Relé de Partida
OUO6041,0000300 -54-15JUN09-2/2
60-18
040814
PN=264
Cabine e Ar-condicionado
Evite Exposição a Produtos Químicos
CUIDADO: A exposição a produtos químicos,
inclusive pesticidas, pode causar acidentes
pessoais ou morte.
TS220 —UN—15APR13
NÃO CONFIE NESTA CABINE, NO INDICADOR
DE PRESSÃO NEM NOS FILTROS DE AR
PARA PROTEÇÃO CONTRA A EXPOSIÇÃO
A PRODUTOS QUÍMICOS.
Para reduzir o risco de exposição a produtos químicos:
• Use EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL de
acordo com o rótulo do fabricante de produtos químicos.
• Permita que somente aplicadores treinados e
certificados apliquem produtos químicos
• Sempre feche as janelas e as portas durante a
pulverização
•
•
•
•
•
•
ou os substitutos apropriados estão sempre instalados
(consulte Verificação e Substituição dos Filtros de Ar da
Cabine na seção Chassi)
Mantenha os produtos químicos fora da cabine
Limpe ou tire os sapatos ou roupas contaminados
antes de entrar na cabine
Mantenha limpo o interior da cabine
Leia e siga todas as instruções existentes:
- No rótulo do fabricante de cada produto químico
aplicado
- U.S. Environmental Protection Agency (EPA) Worker
Protection Standard para Pesticidas Agrícolas
- Instruções regionais ou estaduais para a segurança e
a saúde do trabalhador;
- No Manual do Operador desta máquina.
Devem ser cumpridas numerosas exigências, incluindo
as regularizações EPA, mas não se limitando a elas
Mesmo enquanto estiver dentro da cabine, use sempre
mangas compridas, calças compridas, sapatos e meias,
ao aplicar produtos químicos, inclusive pesticidas
TS272 —UN—23AUG88
• Verifique se os filtros de carbono ativado John Deere
• Se necessário sair da cabine quando houver
•
produtos químicos, inclusive pesticidas, use sempre o
equipamento de proteção individual recomendado pelo
fabricante do produto químico
Antes de entrar novamente na cabine, retire o
equipamento de proteção individual usado para
manusear produtos químicos, inclusive pesticidas, e
guarde-o de acordo com as normas EPA, para impedir
a contaminação da cabine.
OUO6092,00004DE -54-07FEB11-1/1
65-1
040814
PN=265
Cabine e Ar-condicionado
Indicador de Pressão da Cabine
N83557 —UN—18MAR09
CUIDADO: A exposição a produtos químicos,
inclusive pesticidas, pode causar acidentes
pessoais ou morte. Use EQUIPAMENTOS DE
PROTEÇÃO INDIVIDUAL de acordo com o rótulo
do fabricante de produtos químicos.
NÃO CONFIE NESTA CABINE, NO INDICADOR
DE PRESSÃO NEM NOS FILTROS DE AR
PARA PROTEÇÃO CONTRA A EXPOSIÇÃO
A PRODUTOS QUÍMICOS.
O indicador de pressão do ar da cabine (A) está localizado
no canto inferior traseiro esquerdo da cabine.
O indicador de pressão do ar ajuda a identificar o fluxo
de ar que passa pelo filtro de ar fresco e possíveis
vazamentos nas vedações da cabine. Com a porta e as
janelas fechadas e o ventilador LIGADO, os números
do indicador dão somente uma indicação relativa da
pressão. O operador deve anotar a leitura inicial do
indicador quando o filtro for novo. A leitura do indicador
normalmente é uma faixa numérica média e aumenta à
medida que o filtro coleta poeira e detritos.
A—Indicador de Pressão do Ar
da Cabine
Se a leitura do indicador cair para qualquer uma das
extremidades da escala, consulte a seção Detecção e
Solução de Problemas, deste manual.
OUO6092,0000165 -54-18MAR09-1/1
Filtros de Ar da Cabine
PARA PROTEÇÃO CONTRA A EXPOSIÇÃO
A PRODUTOS QUÍMICOS.
CUIDADO: A exposição a produtos químicos,
inclusive pesticidas, pode causar lesões ou
morte. Use EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO
INDIVIDUAL de acordo com o rótulo do
fabricante de produtos químicos.
NÃO CONFIE NESTA CABINE, NO INDICADOR
DE PRESSÃO NEM NOS FILTROS DE AR
Os filtros de ar da cabine reduzem a quantidade de
poeira e contaminantes dentro dela. Certifique-se de que
estejam sempre instalados filtros de carbono ativado John
Deere ou um outro substituto adequado.
OUO6092,000033B -54-26MAR04-1/1
65-2
040814
PN=266
Cabine e Ar-condicionado
Troca dos Filtros de Ar da Cabine
Os produtos químicos devem ser armazenados
e transportados em recipientes devidamente
fechados que sejam específicos para esta
finalidade. Não armazene nem transporte esses
recipientes dentro da cabine do operador.
Para obter instruções detalhadas, consulte a
documentação fornecida pelo fabricante.
N82458 —UN—17DEC08
CUIDADO: O uso de filtros de carvão ativado no
sistema de ventilação da cabine do operador não
protege contra problemas de saúde causados
por produtos químicos tóxicos. Antes de
trabalhar com produtos químicos, leia e obedeça
os avisos e as instruções do fabricante para
manuseio dos produtos químicos usados e
tome as atitudes recomendadas para proteger
a si mesmo e o ambiente de danos.
A—Parafusos borboleta (2
usados)
IMPORTANTE: Os filtros de carvão ativado devem
ser substituídos depois de 250 horas de
operação ou depois de um ano (o que ocorrer
primeiro). A operação em serviço pesado
pode exigir intervalos de manutenção mais
curtos. Portanto, verifique a condição dos
elementos dos filtros regularmente. Os filtros
de carvão ativado NÃO devem ser limpos
(por exemplo, com ar comprimido), em vez
disso devem ser substituídos por novos
elementos de filtros imediatamente quando
o efeito de filtragem diminuir.
Descarte os filtros usados de acordo com
os regulamentos regionais.
Substituição dos Filtros de Ar Fresco (Fora do Teto)
IMPORTANTE: NÃO limpe o filtro. Substitua o
filtro nos intervalos de serviço ou quando
o desempenho indicar.
NOTA: Use filtro de ar de carbono ativado John
Deere ou um substituto adequado. (Consulte
um concessionário John Deere).
Há filtros localizados em cada lado da cabine. Eles
precisam ser substituídos ao mesmo tempo.
1. Retire os dois parafusos borboleta (A) e remova a
tampa.
Continua na próxima página
65-3
OUO6092,000022B -54-02FEB12-1/11
040814
PN=267
Cabine e Ar-condicionado
2. Retire os dois parafusos borboleta (A) e remova a
estrutura de instalação e o elemento do filtro.
N82460 —UN—17DEC08
N82459 —UN—17DEC08
A—Parafusos borboleta (2
usados)
OUO6092,000022B -54-02FEB12-2/11
3. Instale um novo elemento do filtro na estrutura de
instalação. Verifique se a junta do elemento do filtro
(A) está voltada para fora da estrutura de instalação.
N82461 —UN—17DEC08
A—Junta
OUO6092,000022B -54-02FEB12-3/11
N82462 —UN—17DEC08
4. Limpe a abertura no teto e verifique as superfícies
de vedação. Instale a estrutura de instalação e o
elemento do filtro no teto.
Continua na próxima página
65-4
OUO6092,000022B -54-02FEB12-4/11
040814
PN=268
Cabine e Ar-condicionado
5. Verifique se o elemento do filtro está devidamente
assentado e aperte os parafusos borboleta (A).
N82463 —UN—17DEC08
A—Parafusos borboleta (2
usados)
OUO6092,000022B -54-02FEB12-5/11
6. Instale a tampa e aperte os parafusos borboleta (A).
7. Repita no lado oposto da cabine do operador.
N82458 —UN—17DEC08
8. Quando os filtro de ar forem substituídos, registre a
data e as horas do motor na tabela.
A—Parafusos borboleta (2
usados)
Continua na próxima página
65-5
OUO6092,000022B -54-02FEB12-6/11
040814
PN=269
Cabine e Ar-condicionado
Substituição dos Filtros de Ar Recirculado
(Dentro do Teto)
NOTA: Use filtro de ar de carbono ativado John
Deere ou um substituto adequado. (Consulte
um concessionário John Deere).
1. Remova a tampa esquerda (A), a tampa direita (B) e o
compartimento do rádio (C).
C—Compartimento
N82466 —UN—17DEC08
N82465 —UN—17DEC08
A—Tampa esquerda
B—Tampa direita
N82464 —UN—17DEC08
IMPORTANTE: NÃO limpe o filtro. Substitua o
filtro nos intervalos de serviço ou quando
o desempenho indicar.
OUO6092,000022B -54-02FEB12-7/11
2. Retire o parafuso borboleta (A) e Levante para fora a
estrutura de retenção (B) e o elemento do filtro (C).
C—Elemento de filtro
N82467 —UN—17DEC08
A—Parafuso borboleta
B—Estrutura de retenção
Continua na próxima página
65-6
OUO6092,000022B -54-02FEB12-8/11
040814
PN=270
Cabine e Ar-condicionado
3. Limpe a abertura no teto e verifique as superfícies
de vedação. Instale o elemento do filtro (A) no teto e
alinhe-o de modo que a junta faça o contato adequado
com as superfícies de vedação.
N82468 —UN—17DEC08
A—Elemento de filtro
OUO6092,000022B -54-02FEB12-9/11
4. Deslize a estrutura de retenção (A) sob os dois olhais
(B) e fixe com um parafuso borboleta.
5. Repita no lado oposto da cabine do operador.
B—Olhais (2 usados)
N82469 —UN—17DEC08
A—Estrutura de retenção
Continua na próxima página
65-7
OUO6092,000022B -54-02FEB12-10/11
040814
PN=271
Cabine e Ar-condicionado
6. Instale as tampas (A) e (B) e o compartimento do
rádio (C).
7. Quando os filtro de ar forem substituídos, registre a
data e as horas do motor na tabela.
Data
Horas da
Máquina
N82466 —UN—17DEC08
N82465 —UN—17DEC08
Horas da
Máquina
N82464 —UN—17DEC08
Substituição dos Filtros de Ar da Cabine
Data
A—Tampa esquerda
B—Tampa direita
C—Compartimento
OUO6092,000022B -54-02FEB12-11/11
65-8
040814
PN=272
Cabine e Ar-condicionado
Manutenção do Ar Condicionado
X9811 —UN—23AUG88
CUIDADO: A saída de líquido refrigerante sob
pressão pode penetrar nos olhos e na pele
causando acidentes pessoais graves ao operador
ou a outras pessoas. Não tente consertar ou
fazer a manutenção do sistema refrigerante.
(Consulte seu concessionário John Deere).
IMPORTANTE: Deve ser usado o refrigerante
R134a. Isto exige procedimentos e
equipamento especiais. (Consulte seu
concessionário John Deere).
NOTA: Algum vazamento de óleo proveniente da vedação
do eixo do compressor na dianteira inferior é normal.
N83094 —UN—04FEB09
Verifique o seguinte se o aparelho de ar condicionado não
esfriar ou a refrigeração for intermitente.
Se a embreagem do aparelho de ar condicionado
patinar depois que a máquina tiver sido armazenada, o
compressor pode estar emperrado. Desligue o motor e
gire a chave de ignição para a posição OFF (Desligado).
Remova a tampa da embreagem. Gire o cubo da
embreagem para frente e para trás a fim de liberar o
compressor.
Ponha o motor em funcionamento a 2000 RPM. Coloque
o interruptor do ar condicionado (A) na posição ON
(LIGAR) pressionando a parte superior do interruptor.
Coloque o controle de temperatura do ar condicionado
(B) no ajuste mais frio e ajuste o controle de velocidade
do ventilador (C) na posição HIGH (ALTO).
Se a refrigeração for intermitente, limpe a grade, as telas
laterais, o radiador e o condensador. Se o problema
persistir, entre em contato com seu concessionário John
Deere para limpar o núcleo do evaporador.
A—Interruptor do Ar
Condicionado
B—Controle de temperatura do
ar condicionado
C—Controle de Velocidade do
Ventilador
bloqueio. (Consulte Troca dos Filtros de Ar da Cabine,
nesta seção). Se o problema não for resolvido, entre em
contato com seu concessionário John Deere.
Inspecione os filtros do corpo da cabine quanto a
restrições. Troque os filtros se detectar qualquer dano ou
OUO6092,0000166 -54-09JUL09-1/1
65-9
040814
PN=273
Motor e Transmissão
Substituição da Correia da Ventoinha
1. Levante o capô.
2. Remova a tampa (A) da polia tensora.
3. Alivie a tensão da correia da ventoinha usando
um pé-de-cabra de 13 mm (1/2 in.) e um soquete
apropriado. Retire a correia de acionamento da
ventoinha da polia tensora.
N84400 —UN—24APR09
NOTA: A correia de acionamento da ventoinha
está equipada com um tensor automático
que não exige ajuste.
A—Tampa
OUO6092,0000187 -54-08JUL09-1/3
4. Afrouxe os parafusos (A) e remova o parafuso (B).
5. Remova a correia do alternador da polia do alternador.
7. Passe a correia da ventoinha de reposição sobre a
ventoinha e coloque nas polias. (Consulte Trajeto
da Correia da Ventoinha nesta seção para ver o
diagrama).
8. Instale a correia do alternador na polia do alternador.
N84882 —UN—26JUN09
6. Remova a correia da ventoinha das demais polias e
passe-a por cima da ventoinha para removê-la.
A—Correia do Alternador
OUO6092,0000187 -54-08JUL09-2/3
9. Instale o parafuso com cabeça (A) e aperte os
parafusos (B).
N84882 —UN—26JUN09
10. Instale a correia da ventoinha na polia tensora usando
um pé-de-cabra de 13 mm (1/2 in.) e um soquete
apropriado.
11. Instale a tampa na polia tensora.
12. Abaixe o capô.
A—Correia do Alternador
OUO6092,0000187 -54-08JUL09-3/3
70-1
040814
PN=274
Motor e Transmissão
Substituição da Correia do Alternador
1. Levante o capô.
2. Remova a tampa (A) da polia tensora.
N84400 —UN—24APR09
3. Alivie a tensão da correia da ventoinha usando
um pé-de-cabra de 13 mm (1/2 in.) e um soquete
apropriado. Retire a correia de acionamento da
ventoinha da polia tensora.
A—Tampa
OUO6092,00001E3 -54-06JUL09-1/4
4. Afrouxe os parafusos (A) e remova o parafuso (B).
5. Remova a correia do alternador da polia do alternador.
N84882 —UN—26JUN09
A—Correia do Alternador
OUO6092,00001E3 -54-06JUL09-2/4
6. Retire os parafusos (A) e deslize a pá da ventoinha
para a frente, na direção do radiador.
7. Deslize a correia do alternador sobre a embreagem
da ventoinha e remova-a.
N84402 —UN—24APR09
8. Deslize a correia do alternador de reposição sobre a
embreagem da ventoinha.
9. Reinstale a ventoinha.
10. Instale a correia do alternador na polia do alternador.
A—Parafusos
Continua na próxima página
70-2
OUO6092,00001E3 -54-06JUL09-3/4
040814
PN=275
Motor e Transmissão
11. Instale o parafuso com cabeça (A) e aperte os
parafusos (B).
N84882 —UN—26JUN09
12. Posicione a polia tensora usando um pé-de-cabra
de 13 mm (1/2 in.) e um soquete apropriado, para
instalar a correia de acionamento da ventoinha.
13. Abaixe o capô.
A—Correia do Alternador
OUO6092,00001E3 -54-06JUL09-4/4
Trajeto da Correia da Ventoinha
E—Polia Intermediária
F— Polia do Compressor do Ar
Condicionado
G—Polia do Compressor de Ar
Integrado (Se Equipado)
G—Polia Intermediárias
(Máquinas sem OBA)
F
G
E
D
C
B
A
N83095 —UN—04MAR09
A—Polia do Virabrequim
B—Polia da Bomba de Água
C—Tensor
D—Polia do Acionamento da
Ventoinha
OUO6092,0000167 -54-08JUL09-1/1
70-3
040814
PN=276
Motor e Transmissão
Não Modifique o Sistema de Combustível
Os concessionários John Deere estariam
violando os seus contratos de concessionário
se fossem encontrados alterando os níveis de
potência dos equipamentos John Deere.
A garantia da máquina estará anulada se
o nível de potência for alterado em relação
às especificações da fábrica.
N83096 —UN—04FEB09
IMPORTANTE: Aumentar potência, ou alterar
qualquer aspecto do combustível ou do
ar para além das classificações de fábrica
em motores com certificado de emissões
causará níveis de emissões superiores aos
aprovados pela Agência de Proteção Ambiental
dos Estados Unidos (EPA). Violações dos
regulamentos da EPA podem resultar em
multas substanciais para pessoas ou empresas
que efetuarem tais violações.
Nunca faça limpeza a vapor ou pulverize água em um
bomba injetora quente. Isto poderá danificar as peças
da bomba.
Não tente consertar a bomba injetora ou os bicos
injetores de combustível por conta própria. São
exigidos treinamento e ferramentas especiais.
Consulte seu concessionário John Deere.
OUO6092,0000168 -54-03FEB09-1/1
O fluido a alta pressão que ficar retido nas linhas de
combustível pode causar ferimentos graves. Em motores
com sistema de combustível de High Pressure Common
Rail (HPCR) (Coletor de Alta Pressão), não desligue nem
tente efetuar consertos nas linhas de combustível, nos
sensores ou em outros componentes situados entre a
bomba de combustível de alta pressão e os bocais.
Só os técnicos familiarizados com este tipo de sistema
podem efetuar consertos. (Consulte a sua concessionária
John Deere quanto a consertos).
TS1343 —UN—18MAR92
Evitar Abrir o Sistema de Injeção de
Combustível de Alta Pressão
DX,WW,HPCR1 -54-07JAN03-1/1
70-4
040814
PN=277
Motor e Transmissão
CUIDADO: O combustível diesel, ao escapar sob
pressão, pode ter força suficiente para penetrar
na pele, causando lesões sérias. Antes de
desconectar as linhas, certifique-se de aliviar a
pressão. Antes de aplicar pressão no sistema,
certifique-se de que TODAS as conexões estejam
apertadas e que as linhas, tubos e mangueiras
não estejam danificados. Mantenha as mãos
e o corpo afastados de furos e bicos ejetores
de fluidos sob pressão. Use um pedaço de
papelão ou madeira, ao invés das mãos, para
procurar vazamentos suspeitos.
TS1343 —UN—18MAR92
Alívio da Pressão do Sistema de Combustível
Caso QUALQUER fluido seja injetado na pele,
ele deverá ser cirurgicamente removido dentro
de algumas horas por um médico que conheça
este tipo de ferimento, senão poderá ocasionar
gangrena. Médicos que desconheçam este tipo
de ferimento podem ligar para o Departamento
Médico da Deere & Company em Moline, Illinois,
ou consultar outra fonte médica competente.
CUIDADO: O fluido sob alta pressão que
permanece nas linhas de combustível pode
causar lesões graves. Somente técnicos
familiarizados com este tipo de sistema devem
efetuar reparos. Antes de desconectar as linhas
de combustível, os sensores ou qualquer outro
componente entre a bomba de combustível
sob alta pressão e os bicos em motores com
sistema de combustível com Linha Comum
de Alta Pressão (HPCR), espere no mínimo 15
minutos após desligar o motor.
IMPORTANTE: Não tente pressurizar o tanque de
combustível com ar comprimido nem por
qualquer outro meio. Isso pode ocasionar
danos no tanque de combustível e nas
estruturas próximas.
O motor deve permanecer desligado por pelo menos 15
minutos antes de se começar a trabalhar no sistema
de combustível. Isso possibilita que o sistema de
combustível sangre a alta pressão interna.
OUO1073,0001BF2 -54-18DEC03-1/1
70-5
040814
PN=278
Motor e Transmissão
Drenagem da Água e Sedimentos do
Filtro de Combustível e Separador de
Água—Diariamente
N82367 —UN—27MAY09
CUIDADO: Sempre desligue o motor, remova
a chave de partida e acione o freio de
estacionamento antes de executar trabalhos de
manutenção no filtro de combustível.
IMPORTANTE: Ao drenar a água dos filtros de
combustível, a válvula de dreno deve ser
totalmente aberta e a válvula deve cair
aproximadamente 12 mm (0.5 in.) para drenar
adequadamente a água do filtro.
A—Válvula do Dreno
B—Filtro Principal
Drene a água e os contaminantes da câmara do
separador de água abrindo a válvula de dreno (A) dos
filtros principal (B) e secundário (C).
C—Filtro Secundário
OUO6092,0000525 -54-11MAR11-1/1
CUIDADO: Fluido sob alta pressão remanescente
nas linhas de combustível pode provocar
acidentes pessoais graves. Apenas técnicos
familiarizados com esse tipo de sistema
devem efetuar reparos. Antes de desconectar
as linhas de combustível, os sensores ou
qualquer outro componente entre a bomba de
combustível de alta pressão e os bicos em
motores com sistema de combustível HPCR
(Trilho Comum de Alta Pressão), espere no
mínimo 15 minutos após desligar o motor.
Continua na próxima página
70-6
TS1343 —UN—18MAR92
Substitua os Filtros de Combustível
OUO6092,0000146 -54-30JAN12-1/2
040814
PN=279
Motor e Transmissão
1. Limpe completamente o exterior dos elementos dos
filtros e as áreas de montagem do filtro.
CUIDADO: O combustível nos filtros pode
estar sob alta pressão.
N82455 —UN—05MAR09
Abra a válvula de drenagem (C) na parte inferior
da câmara do separador de água para aliviar
a pressão antes de remover o filtro.
NOTA: Use uma bandeja aparadora ao drenar
o combustível e também quando remover
os filtros da máquina.
NOTA: O separador de água/combustível é parte do
conjunto do filtro de combustível.
2. Drene a água e os contaminantes dos filtros de
combustível (A) e (B) em um recipiente adequado,
abrindo as válvulas de drenagem (C) na parte inferior
dos filtros.
3. Desconecte o chicote do sensor de água (D).
A—Filtro Primário de
Combustível
B—Filtro de Combustível
Secundário
C—Válvulas de Drenagem
D—Chicote
E—Anel de Retenção
F— Anel de Retenção
G—Separador de Água
6. Instale o separador de água no filtro de substituição.
IMPORTANTE: Sempre troque os dois filtros
quando for fazer manutenção.
IMPORTANTE: NÃO encha previamente o filtro
primário nem o filtro final de combustível.
Os detritos do combustível não filtrado
danificarão os injetores.
NOTA: O combustível adicional será drenado das
carcaças dos filtros.
4. Levante e gire o anel de retenção (E) no sentido
anti-horário. Remova o filtro de combustível primário
e o anel de retenção.
5. Levante e gire o anel de retenção (F) no sentido
anti-horário. Remova o filtro de combustível do
separador de água e o anel de pressão. Remova o
separador de água (G).
7. Lubrifique as vedações dos filtros com diesel e
instale-os.
8. Gire a chave para a posição "Run" (funcionamento)
por aproximadamente 60 segundos antes de dar a
partida no motor para que os filtros de combustível
tenham tempo de encher. O sistema de combustível
realiza sua própria sangria.
OUO6092,0000146 -54-30JAN12-2/2
Sangria do Sistema de Combustível
Gire a chave de ignição paraa a posição de funcionamento
para dar partida na bomba de combustível elétrica e
sangrar o ar do sistema de combustível.
Permita que a bomba funcione de 30 segundos a um
minuto antes de ligar novamente.
OUO6092,0000D04 -54-16NOV06-1/1
70-7
040814
PN=280
Motor e Transmissão
Filtro de Ar do Motor
N83097 —UN—04FEB09
CUIDADO: Uma queda da máquina pode provocar
acidentes pessoais graves ou morte. Certifique-se
de que haja apoio firme para os pés quando
substituir os elementos do purificador de ar.
Quando aparecem instruções preventivas na parte
inferior da tela do monitor, o indicador de cuidado acende
e o alarme soa. Limpe ou substitua o elemento do filtro
principal.
O intervalo de manutenção pode ser prolongado
um pouco, por exemplo até à próxima oportunidade
adequada. Desde que o filtro seja convenientemente
assistido, isto não afetará adversamente o seu
funcionamento.
N83098 —UN—04FEB09
O elemento primário pode ser limpo até cinco vezes.
Depois disso, ou o mais tardar após 1500 horas de
funcionamento, respectivamente 2 anos, ele deve ser
substituído.
Abrir o capô, puxar a tranca (A) para a frente e bascule a
presilha (B) para baixo. Gire a tampa (C) para cima. Puxe
o elemento do filtro primário para fora da caixa do filtro.
IMPORTANTE: Nunca ponha o motor em
funcionamento sem o elemento do
filtro primário!
A—Orelha
B—Presilha
C—Tampa
OUO6092,0000526 -54-11MAR11-1/1
Limpeza do Elemento do Filtro Primário de
Ar do Motor
Quando tiver que fazer manutenção ao elemento filtrante
no campo, bata nele de leve com a palma da mão, como
medida temporária.
IMPORTANTE: O anel-guia não deve estar
danificado nem deformado.
Quando voltar à sua área de serviço de manutenção, limpe
muito bem o elemento do filtro ou substitua-o por um novo.
N83099 —UN—04FEB09
Limpeza em Campo
A—Elemento
Continua na próxima página
70-8
OUO6092,000016B -54-08JUL09-1/2
040814
PN=281
Motor e Transmissão
Se a poeira não sair batendo de leve no elemento, sopre
a poeira com ar comprimido (não excedendo 600 kPa; 6
bar; 90 psi), inserindo o bico da pistola de sopro dentro do
elemento e soprando do interior do filtro para o exterior.
Substitua o elemento se aparecerem instruções
preventivas na parte inferior da tela do monitor depois
que o elemento tiver sido limpo.
N83100 —UN—04FEB09
Limpeza de um Elemento Empoeirado Usando Ar
Comprimido
OUO6092,000016B -54-08JUL09-2/2
Manutenção do Pré-Limpador e Admissão
de Ar do Motor—750 Horas
2. Limpar as mangueiras de aspiração (D) com ar
comprimido ou lavar as mangueiras usando um
detergente suave. Enxaguar as mangueiras de
aspiração em água limpa. Seque antes de instalar.
3. Apertar todas as juntas do sistema de admissão de ar.
4. Apertar as braçadeiras das mangueiras no
turbocompressor.
N84405 —UN—27APR09
1. Levante o capô.
A—Mangueiras de aspiração
OUO6092,0000193 -54-29APR09-1/1
70-9
040814
PN=282
Motor e Transmissão
CUIDADO: Uma queda da máquina pode causar
lesões graves ou morte. Certifique-se de que
haja apoio firme para os pés quando substituir
os elementos do purificador de ar.
1. Levante o capô.
2. Solte as travas (A) e gire a presilha (B) para baixo.
N83097 —UN—04FEB09
Substituição dos Filtros de Ar Primário e
Secundário do Motor—1500 Horas ou Dois
Anos
3. Gire a tampa (C) para cima.
4. Puxe o elemento do filtro primário para fora da caixa
do filtro.
IMPORTANTE: Instale o novo elemento filtrante
secundário imediatamente para evitar a entrada
de poeira no sistema de admissão de ar.
6. Puxe a alavanca (D) para remover o filtro secundário.
7. Substitua os filtros e reinstale a tampa.
C—Tampa
D—Alavanca
N83101 —UN—10FEB09
A—Trava
B—Presilha
N83098 —UN—04FEB09
5. Limpe a sujeira de dentro da tampa e do recipiente.
OUO6092,000016C -54-08JUL09-1/1
Elemento secundário (de segurança)
IMPORTANTE: Substitua sempre o elemento do filtro
secundário (de segurança); não tente limpá-lo.
LX1036539 —UN—20OCT05
Em caso de danificação, este filtro precisa ser trocado.
Troque-o a cada quinta troca do elemento filtrante primário
de ar, e o mais tardar após 1500 horas de funcionamento.
OUO6092,000016D -54-04FEB09-1/1
70-10
040814
PN=283
Motor e Transmissão
Limpeza do Sistema de Arrefecimento
1. Desligue o motor e retire a chave.
2. Levante o capô.
3. Remova as telas (A) e (B).
B—Tela do Condensador
N83102 —UN—17JUN09
A—Tela do Radiador
OUO6092,000016E -54-17JUN09-1/3
4. Desconecte a mola da trava (A) nos dois lados do
veículo e puxe o resfriador/condensador (B) para fora.
Use ar comprimido ou água para limpar os
componentes do sistema de arrefecimento. Endireite
quaisquer aletas tortas.
A—Mola da Trava (2 usadas)
B—Resfriador/Condensador
N84885 —UN—17JUN09
5.
N83103 —UN—10FEB09
CUIDADO: Reduza o ar comprimido para 210
kPa (2 bar) (30 psi) ou menos quando usar para
propósitos de limpeza. Não permita a presença
de observadores na área, resguarde-se contra
detritos arremessados e use equipamento
de proteção individual, incluindo proteção
para os olhos. Um filtro tipo máscara contra
poeira também é aconselhado para evitar a
inalação de partículas nocivas.
Continua na próxima página
70-11
OUO6092,000016E -54-17JUN09-2/3
040814
PN=284
Motor e Transmissão
6. Deslize o resfriador/condensador para dentro e instale
as molas.
7. Reinstale as telas.
A—Guia Inferior
B—Guia Superior
N83106 —UN—10FEB09
N83105 —UN—10FEB09
NOTA: Verifique se o condensador se encaixa
adequadamente nos trilhos guia inferior e
superior (A e B).
OUO6092,000016E -54-17JUN09-3/3
70-12
040814
PN=285
Rodas e pneus
Use Equipamento de Elevação Adequado
O levantamento incorreto de componentes pesados pode
causar lesões graves ou danos à máquina.
TS226 —UN—23AUG88
Siga os procedimentos recomendados no manual para a
remoção e a instalação dos componentes.
OUO6043,0000028 -54-26MAR04-1/1
Verifique se os Pneus não Estão Danificados
e se a Pressão de Calibração dos Pneus Está
Correta—Diariamente
Pneus 4630
Pneus/Pressão do Ar
kPa
bar
psi
320/80R42
320
3,2
46
380/80R38
240
2.4
35
420/85R34
200
2.0
29
CUIDADO: A separação explosiva do pneu
e das peças do aro pode causar acidentes
pessoais graves ou morte. Não tentar montar
um pneu, a menos que tenha o equipamento
e experiência necessários para executar o
trabalho com segurança.
TS211 —UN—15APR13
Mantenha sempre a pressão correta nos pneus. Não
encha os pneus acima da pressão recomendada. Nunca
solde nem aqueça um conjunto roda e pneu. O calor
pode causar um aumento na pressão do ar, resultando
em explosão do pneu. A solda pode enfraquecer
estruturalmente ou deformar a roda.
Ao encher pneus, use um mandril com presilha e uma
mangueira longa o suficiente para permitir ficar de lado, e
NÃO em frente ou sobre o conjunto do pneu. Use uma
grade de segurança, se disponível.
Verifique as rodas quanto a baixa pressão, cortes, bolhas,
aros danificados ou parafusos e porcas ausentes.
Proteja os pneus da exposição ao sol, produtos químicos
e derivados de petróleo.
Trafegar em velocidades altas, enquanto carrega cargas
pesadas, irá aumentar o desgaste dos pneus e reduzir a
vida útil do pneu.
Tente evitar pedras e objetos pontiagudos; dirija com
cuidado.
OUO6092,0000515 -54-02MAY12-1/1
75-1
040814
PN=286
Rodas e pneus
Fixação do Suporte de Elevação
N98344 —UN—08MAY12
CUIDADO: O pulverizador com a lança pesa
aproximadamente 10432 kg (23000 lb). Para evitar
acidentes pessoais ou morte, levante e apoie a
máquina somente quando estiver vazia. Eleve
as rodas usando somente suportes de elevação
fornecidos, macaco de 3.402 kg (3-3/4 ton) e
apoie as máquinas em suportes John Deere
JDG11094 ou equivalente para oficinas. Não
aplique pressão do macaco em nenhum outro
local do eixo. Levante apenas uma roda por vez.
Posição de estocagem
Antes de levantar uma roda dianteira, vire-a
totalmente para fora.
1. Esvazie o tanque de solução (se necessário).
N83107 —UN—10FEB09
2. Remova o suporte de elevação da posição de
armazenagem (A), no lado direito do trilho traseiro
da estrutura.
3. Remova a proteção da roda e a proteção do motor
(se equipado).
4. Fixe o suporte de elevação na máquina em uma
posição horizontal, conforme mostrado, com os
parafusos M16 x 50 mm (B) apontando para a traseira
da máquina.
5. Coloque um macaco jacaré ou um macaco garrafa
embaixo do suporte de elevação e eleve a máquina
conforme necessário.
Posição de Elevação
A—Posição de estocagem
B—Parafusos, M16 x 50
CS12167,0000145 -54-09MAY12-1/2
6.
Apoie as máquinas usando o suporte John Deere
JDG11094 para oficina ou equivalente, no eixo,
conforme mostrado.
7. Quando terminar de usar o suporte de elevação, retire
o suporte e as ferragens. Instale a proteção da roda
e as proteções do motor.
8. Retorne o suporte de elevação à posição de
armazenagem.
N98533 —UN—09MAY12
A—Suporte de Oficina
CS12167,0000145 -54-09MAY12-2/2
75-2
040814
PN=287
Rodas e pneus
Aperto das Peças de Fixação da Roda
Verifique o torque na ferragem da roda. Aperte as porcas
de montagem (A) em um padrão cruzado conforme as
especificações.
IMPORTANTE: Podem ocorrer danos ao cubo
planetário e à roda, caso não seja mantido o
torque correto da porca de montagem. Aperte
as porcas em um padrão cruzado conforme as
especificações. Aperte as porcas de fixação
das rodas após 1 hora de uso e diariamente a
partir de então, até que seja mantido o torque
correto. Verifique o torque das porcas das
rodas depois de cada 100 horas de uso.
N83108 —UN—07MAY12
Especificação
Porcas de Montagem da
Roda—Torque (seco)...................................................................515 Nm
(380 lb-ft)
A—Porcas de Montagem da
Roda
OUO6092,0000135 -54-06FEB09-1/1
75-3
040814
PN=288
Rodas e pneus
Instalação dos Pneus Opcionais
N83109 —UN—19MAR12
CUIDADO: O pulverizador com a barra pesam
aproximadamente 10 432 kg (23 000 lb). Para
evitar acidentes pessoais ou morte, Levante e
apoie a máquina somente quando estiver vazia.
Eleve as rodas usando somente suportes de
elevação fornecidos, macaco de 3402 kg (3-3/4
ton) e apoie as máquinas em suportes John Deere
JDG11094 ou equivalente para oficinas. Não
aplique pressão do macaco em nenhum outro
local do eixo. Levante apenas uma roda por vez.
Antes de levantar uma roda dianteira, vire-a
totalmente para fora.
NOTA: Monte os pneus opcionais com os adesivos
de pressão de ar e torque das porcas da roda
(A) no lado externo da máquina.
1. Monte os pneus na máquina.
IMPORTANTE: Podem ocorrer danos à roda ou ao
cubo planetário caso não seja mantido o torque
de aperto correto das porcas da roda. Aperte
as porcas da roda em padrão entrecruzado de
acordo com a especificação. Aperte as porcas
da roda após 1 hora de uso e diariamente a
partir de então, até que seja mantido o torque
correto. Verifique o torque das porcas da roda
depois de cada 100 horas de uso.
2. Instale as porcas da roda e aperte em padrão
entrecruzado de acordo com a especificação.
A—Adesivos
3. Calibre os pneus de acordo com a especificação.
(Consulte Verificação da Calibração do Pneu, nesta
seção).
4. Opere a máquina por uma hora e aperte as porcas
da roda.
5. Aperte as porcas da roda depois de cada dia de uso
até que seja mantido o torque correto.
Especificação
Porcas da roda—Torque
(seco)...........................................................................................515 Nm
(380 lb-ft)
6. Verifique o torque das porcas da roda depois de cada
100 horas de uso.
OUO6092,0000528 -54-24MAR11-1/1
75-4
040814
PN=289
Rodas e pneus
Verificação da Convergência do Eixo
Dianteiro—Anualmente
A
A
NOTA: Retire as proteções das rodas dianteiras, se houver.
1. Reposicione a direção dianteira girando as rodas até
o batente de direção esquerdo. Gire o volante três
rotações adicionais para a esquerda. Repita virando
a direção para a direita.
2. Dirija em linha reta por 6,1 m (20 ft).
3. Marque o centro (A) na dianteira e na traseira do aro,
na linha de centro (B).
C
IMPORTANTE: As medições devem ser feitas no aro
da roda, não na parte externa do pneu.
D
4. Meça marca a marca diagonalmente para verificar se
as rodas estão em linha reta. Se as medidas não
forem iguais dentro de um limite de 6,3 mm (0.25 in.),
gire um pouco o volante para ajustar os pneus e meça
novamente.
5. Meça de marca a marca, na traseira de cada aro.
Registre a medida da dimensão do espaçamento
traseiro (C).
6. Meça de marca a marca, na dianteira de cada aro.
Registre a medida da dimensão do espaçamento
dianteiro (D).
Se as dimensões não estiverem dentro da faixa
especificada, (consulte Ajuste da Convergência do
Eixo Dianteiro, nesta seção).
A—Centro dos Pneus
B—Linha de Centro
C—Dimensão, Espaçamento
Traseiro
D—Dimensão, Espaçamento
Dianteiro
A
CL
A
B
N83110 —UN—04MAR09
7. Subtraia o espaçamento dianteiro do espaçamento
traseiro para obter a dimensão da convergência. A
dimensão (D) deve ser 10-25 mm (0.38-1 in.) menor
que a dimensão (C).
OUO6092,0000682 -54-03NOV11-1/1
75-5
040814
PN=290
Rodas e pneus
Ajuste da Convergência do Eixo Dianteiro
1. Desaperte a braçadeira (A).
2. Ajuste o comprimento do cilindro girando a haste do
cilindro (B).
N83112 —UN—17JUN09
3. Repita as etapas 1 e 2 no outro lado da máquina.
4. Mova os pneus esquerdo e direito de maneira
uniforme até que a diferença entre (C e D) fique dentro
do intervalo especificado.
Especificação
Rodas Dianteiras—Convergência................................................................................10—25 mm
(3/8—1 in.)
NOTA: Com os cilindros na metade do percurso, a
dimensão (D) deve ser de 10 a 25 mm (3/8—1
in.) menor que a dimensão (C).
5. Aperte a braçadeira em cada lado da máquina.
6. Execute o procedimento de Verificação da
Convergência do Eixo Dianteiro para verificar os
ajustes.
C—Dimensão
D—Dimensão
C
D
N83111 —UN—04MAR09
A—Braçadeira
B—Haste do Cilindro
OUO6092,0000683 -54-03NOV11-1/1
Pneus Descartados
É ilegal queimar pneus descartados. Os pneus não podem
ser usados para começar o empilhamento de árvores e
servir de base para fogueiras. Os pneus não podem ser
usados para encher barrancos, aluviões, riachos etc.
Os pneus descartados podem ser deixados em um
aterro permitido. Esses pneus devem ser processados
primeiro (picados ou cortados) antes de serem levados
para o aterro. Contate o responsável pelo aterro para
informar-se sobre as exigências.
Os pneus descartados também podem ser reciclados se
houver uma usina de reciclagem por perto.
Os pneus podem ser usados para a estabilização de
desníveis em riachos. Contate um órgão responsável
pelos recursos naturais para obter orientação.
AG,OUO1011,911 -54-01MAR06-1/1
75-6
040814
PN=291
Chassis
Informações Adicionais de Manutenção
RW408 —UN—13DEC88
Este não é um manual detalhado de manutenção. Ele
contém apenas informações necessárias à operação e
à manutenção de rotina. Se desejar obter informações
mais detalhadas sobre manutenção, consulte a página de
Publicações de Manutenção da John Deere Disponíveis
neste manual para obter informações sobre pedidos.
NXK8,M6720,D1 -54-26MAR04-1/1
Ajuste da Largura da Bitola — Sem a Opção
de Ajuste Hidráulico da Bitola
N83229 —UN—20FEB09
IMPORTANTE: O ajuste manual da largura da
bitola exige o uso de ferramentas especiais
e/ou equipamento de manuseio. (Consulte
seu concessionário John Deere se sua
operação não tiver o equipamento devido
para desempenhar este procedimento com
segurança, conforme descrito aqui).
As ferramentas exigidas são:
• Guindaste aéreo ou suporte para macaco e macaco
jacaré
• Suporte de oficina (JDG11094 John Deere ou
equivalente) com capacidade de 3402 kg (7500 lb.)
• Empilhadeira ou trator com acessório carregador
• Corrente de tração
NOTA: Se houver emperramento, remova os detritos
das rótulas do eixo e pulverize com lubrificante
à base de teflon TY25733.
N98533 —UN—09MAY12
CUIDADO: Para evitar acidentes pessoais ou dano
à máquina, o ajuste manual da bitola é feito em
uma roda por vez. Reajustando uma roda por vez,
enquanto as outras três (3) rodas estão no solo e
calçadas, a máquina é mantida estacionária.
1. Verifique se o tanque de solução está vazio.
2. Coloque os calços da roda na frente e atrás dos pneus
que não serão reajustados neste momento.
NOTA: Se um guindaste aéreo não estiver disponível para
levantar a máquina, use o suporte de levantamento
(A), afixado com parafusos M16 x 50, e um macaco.
3.
A—Suporte do Macaco
B—Suporte de Oficina
que a roda afaste-se do solo aproximadamente 152
mm (6 in.).
Com um guindaste aéreo (ou suporte de elevação e
macaco jacaré), Levante um canto da máquina até
Continua na próxima página
80-1
CS12167,0000144 -54-09MAY12-1/7
040814
PN=292
CUIDADO: Para ajudar a impedir acidentes
pessoais causados pelo movimento inesperado
da máquina, assegure-se de que a máquina
esteja estável antes de ir para baixo da estrutura.
Não apoie a máquina sobre blocos de concreto
de cinzas, revestimentos ocos ou apoios
que podem desmoronar com carga contínua.
Não trabalhe em uma máquina que esteja
apoiada apenas por um macaco.
4. Posicione o suporte de oficina (B) com capacidade
para 3402 kg (7500 lb.) sob a estrutura e abaixe a
máquina sobre o suporte com a parte inferior do pneu
76-127 mm (3-5 in.) afastada do chão.
TS229 —UN—23AUG88
Chassis
5. Remova o macaco jacaré (se for usado).
Continua na próxima página
80-2
CS12167,0000144 -54-09MAY12-2/7
040814
PN=293
Chassis
N84200 —UN—14APR09
6. Afrouxe as seis (6) peças de fixação do calço do eixo
(A), três na frente de cada eixo e três atrás de cada
um, duas ou três voltas. As peças de fixação do calço
deverão ser somente afrouxadas, não retiradas. Os
calços precisam ficar em contato com o eixo durante
o reajuste.
7. Remova a porca e o parafuso sextavado (B).
B—Porca e parafuso
N98342 —UN—04MAY12
Eixo Dianteiro Mostrado
N84201 —UN—14APR09
Eixo Dianteiro Mostrado
Eixo Traseiro Mostrado
N98343 —UN—04MAY12
A—Peças
Eixo Traseiro Mostrado
Continua na próxima página
80-3
CS12167,0000144 -54-09MAY12-3/7
040814
PN=294
Chassis
IMPORTANTE: Tome cuidado para não levantar
a máquina fora do suporte de oficina. Os
garfos da empilhadeira precisam estar em
contato somente com a parte de baixo do
pneu, não o ascendendo.
N83236 —UN—20FEB09
8. ESTENDENDO O EIXO: Posicione os garfos da
empilhadeira (A) contra a parte debaixo do pneu,
certificando-se de que as extremidades dos garfos
não entrem em contato com o suporte de oficina.
Ponha uma corrente de tração (B) em volta do topo
do pneu e fixe ao mastro da empilhadeira.
IMPORTANTE: Os garfos da empilhadeira podem
entrar em contato com o suporte de oficina,
empurrando-o para fora da parte de baixo
da estrutura, causando dano à máquina.
Não permita que o garfo se estenda além
do pneu quando retrair o eixo.
Estendendo o Eixo
RETRAÇÃO DO EIXO: Posicione os garfos da
empilhadeira contra a parte de baixo do pneu,
certificando-se de que as extremidades dos garfos
não se estendam além da parede lateral interna.
N76727 —UN—14JUN07
9. Ascenda a roda levemente, somente até o eixo estar
livre para mover-se dentro do tubo da estrutura; mas
não tão alto para levantar a estrutura do suporte de
oficina.
CUIDADO: Exerça cuidado extremo quando
estender o eixo para fora, para o ajuste mais
largo. Não há batente na estrutura para
impedir que o eixo seja puxado livremente
do tubo da estrutura. Não mais que 406 mm
(16 in.) do eixo devem ser expostos além da
extremidade do tubo da estrutura.
Retraindo o Eixo
A—Garfos da Empilhadeira
10. Mova a empilhadeira para dentro e para fora até que
a roda se aproxime da posição desejada. Um furo no
tirante de ajuste manual da bitola precisa ser alinhado
com o furo no tubo da estrutura, de onde a porca e o
parafuso foram removidos. Talvez seja necessário
levantar e baixar levemente a roda para que o eixo se
desloque dentro do tubo da estrutura.
11. Retire a empilhadeira
Continua na próxima página
80-4
B—Corrente
CS12167,0000144 -54-09MAY12-4/7
040814
PN=295
Chassis
12. Instale a porca e o parafuso (A).
13. Retire as peças de fixação do calço do eixo (B) e
aplique composto antiemperramento.
B—Peças
N98342 —UN—04MAY12
A—Parafuso
N98343 —UN—04MAY12
Eixo Dianteiro Mostrado
Eixo Traseiro Mostrado
CS12167,0000144 -54-09MAY12-5/7
14. Afrouxe todas as contraporcas nos parafusos de
ajuste, caso ainda não estejam frouxas.
N98340 —UN—04MAY12
15. Ajuste os três parafusos de ajuste (B) no lado do
amortecedor do eixo até que a dimensão (A) seja 15
mm (0.59 in.).
16. Trave os parafusos de ajuste apertando as
contraporcas (C) de acordo com a especificação.
Especificação
Contraporca—Torque...................................................................250 Nm
(180 lb-ft)
A—Dimensão, 15 mm (0,59 in.)
B—Parafuso de Ajuste (3
Usados)
C—Contraporca, (3 Usadas)
Dianteiro Esquerdo
Continua na próxima página
80-5
CS12167,0000144 -54-09MAY12-6/7
040814
PN=296
Chassis
17. Aperte os parafusos de ajuste (A) no lado da haste
do eixo de acordo com a especificação. Repita a
sequência de aperto até que todos os três parafusos
de ajuste mantenham o torque.
N98339 —UN—04MAY12
Especificação
Parafusos de
Ajuste—Torque.............................................................................100 Nm
(75 lb-ft)
18. Aperte todas as contraporcas no lado da haste do
eixo de acordo com a especificação.
Especificação
Contraporca—Torque...................................................................250 Nm
(180 lb-ft)
A—Parafusos de Ajuste (3
Usados)
19. Verifique se a rótula está encostando na parede
interna do tubo do eixo. A rótula deverá estar
aproximadamente centralizada no tubo do eixo. Se
a rótula estiver encostando no tubo do eixo, repita o
procedimento com a dimensão alterada (mais longa
ou mais curta) para os parafusos de ajuste do lado
do amortecedor.
B—Contraporca, (3 Usadas)
tiver sido usada, retire e reposicione na próxima roda
a ser reajustada. Mova os calços da roda da próxima
roda a ser reajustada para a última roda reajustada.
21. Repita todo o procedimento para as outras rodas.
20. Levante a máquina, retire o suporte de oficina e
abaixe a máquina até o solo. Se a chapa do macaco
CS12167,0000144 -54-09MAY12-7/7
Ajuste da Largura da Bitola—Com a Opção
de Ajuste Hidráulico da Bitola
N67784 —UN—24SEP04
CUIDADO: Somente transporte a máquina com
a bitola no ajuste mais estreito.
NOTA: As rodas podem ser ajustadas para qualquer
espaçamento entre 2286 mm (90 in.) e
3048 mm (120 in.)
A primeira ou a segunda faixa de velocidade
devem ser selecionadas para que o ajuste
da bitola funcione.
Se houver emperramento, remova os detritos das
rótulas do eixo e pulverize com lubrificante à base
de teflon TY25733. Ative o ajuste da bitola para
dentro e para fora até que esteja livre.
A—Interruptor de Faixa de
Velocidade
IMPORTANTE: Pode ocorrer dano à máquina, na
suspensão e no conjunto da roda, se a largura
da bitola for regulada quando a máquina
estiver parada ou quando a máquina estiver
se movendo acima de 3 km/h (2 mph).
1. Ligue a máquina. Usando o interruptor da faixa de
velocidade (A), coloque a primeira faixa de velocidade
na máquina e dirija para a frente, lentamente.
Continua na próxima página
80-6
CS12167,0000143 -54-03MAY12-1/2
040814
PN=297
Chassis
NOTA: Se a máquina não estiver equipada com a
regulagem hidráulica da bitola, os interruptores
estarão inoperantes.
N80056 —UN—26FEB08
As duas rodas de cada lado da máquina podem ser
reguladas ao mesmo tempo, se desejado.
Quando ajustar o espaçamento da bitola da roda,
use os indicadores (A) e os adesivos (B) na
dianteira e na traseira da máquina. Quando os
indicadores estiverem no alinhamento desejado
da bitola da roda, pare a máquina e verifique
o ajuste da bitola da roda.
2.
Ajuste os espaçamentos da roda usando os
interruptores localizados debaixo da almofada do
apoio de braço, atrás da alavanca de controle
multifuncional.
4. Ajuste a roda traseira esquerda ou direita para dentro
ou para fora, mantendo pressionado o lado apropriado
do interruptor “Esquerdo”/“Direito” (A) e o interruptor
“Traseiro” para dentro ou para fora (C), até obter o
ajuste desejado.
N98341 —UN—04MAY12
3. Ajuste a roda dianteira esquerda ou direita para dentro
ou para fora, mantendo pressionado o lado apropriado
do interruptor “Esquerdo”/“Direito” (A) e o interruptor
“Dianteira” para dentro ou para fora (B), até obter o
ajuste desejado.
Lado Direito Traseiro Exibido
A—Interruptor, “Esquerdo”/“Direito”
B—Interruptor, “dianteiro”
C—Interruptor, “traseiro”
D—Adesivo
E—Indicador
CS12167,0000143 -54-03MAY12-2/2
80-7
040814
PN=298
Chassis
Verificar molas a ar—diariamente
(máquinas não equipadas com sistema de
auto-nivelamento de molas a ar)
NOTA: As máquinas devem ser estacionada em solo
nivelado, com o tanque de solução vazio e as
barras dobradas ao verificar as molas a ar.
N82612 —UN—26JAN09
CUIDADO: Uma mola a ar pode explodir se inflada
em demasia, causando acidentes pessoais graves
ou morte do operador ou de outras pessoas. Ao
ajustar conjuntos de suspensão, não exceda 689
kPa (6,89 bar) (100 psi). Mantenha as mãos e o
corpo afastados da articulação da suspensão.
Conjunto de molas a ar traseiro esquerdo mostrado
É normal que as molas a ar percam ar após alguns
dia de uso, especialmente em terrenos irregulares.
Inspecione a pressão das bolsas de ar dos conjuntos de
molas a ar (A) diariamente.
Encha as molas a ar de acordo com as seguintes
especificações.
A—Distância entre placas de
montagem das molas a ar
Ajustes das molas a ar
Dimensão das molas
a ar
Tanque de solução
vazio
Tanque de solução
cheio
Ajuste dianteiro
175 mm (7 in.)
165 mm (6.5 in.)
Ajuste traseiro
240 mm (9.5 in.)
185 mm (7.25 in.)
OUO6092,0000238 -54-12JAN12-1/1
O sistema de nivelamento automático da suspensão a ar
mantém uma altura de suspensão predefinida através do
controle da quantidade de ar no sistema de suspensão a
ar da unidade. O sistema foi projetado para ajustar a altura
da máquina durante a operação. O sistema consiste em
um conjunto de válvulas, linhas de ar, secador a ar, válvula
de controle de descarga e uma articulação mecânica.
O sistema recebe ar de alta pressão do fornecimento
de ar integrado da máquina. As válvulas de controle de
altura estão localizadas na parte superior de cada torre
de escora da suspensão. A articulação mecânica entre a
estrutura da máquina e o conjunto da roda movimenta a
alavanca de controle na válvula, permitindo que o ar de
alta pressão proveniente do sistema de ar integrado da
máquina eleve a suspensão se a máquina estiver baixa
ou libere ar do recipiente de ar se a máquina estiver
alta. O secador a ar protege os componentes do sistema
contra contaminação pela umidade. A válvula de controle
de descarga (A) está localizada na estação de carga
remota. A válvula de controle de descarga fornece ar de
alta pressão para uma válvula operada por piloto dentro
do conjunto da válvula de controle de altura. Quando o
operador gira esta válvula para a posição ON (ligado), a
válvula de controle de altura libera o ar nos recipientes de
ar. Todas as válvulas são ativadas ao mesmo tempo.
N85928 —UN—21JUL09
Sistema de Nivelamento Automático da Mola
a Ar
A—Válvula de Controle de
Descarga
ativada. Esvazie a área ao redor da máquina
antes de ativar a válvula.
O sistema de molas a ar automáticas coloca uma válvula
e uma articulação em cada conjunto de suspensão, para
ajustar automaticamente as molas a ar do pulverizador
e otimizar o desempenho no campo e a qualidade de
operação.. O sistema se ajusta automaticamente para
desempenho otimizado no campo, independentemente
da quantidade de solução no tanque.
CUIDADO: A máquina pode abaixar rapidamente
quando a válvula de controle de descarga for
OUO6092,0000229 -54-21JUL09-1/1
80-8
040814
PN=299
Chassis
Transporte e Operação Seguros
N44191 —UN—27APR92
Mantenha-se afastado de fios elétricos suspensos. Se
a máquina encostar em fios elétricos, podem ocorrer
acidentes pessoais graves ou morte do operador ou de
outras pessoas. Saiba quais são as alturas de transporte,
de operação da barra e de recolhimento da barra da
máquina.
Faça uma avaliação completa do campo antes de
iniciar qualquer operação de pulverização para decidir
pelo melhor método de trabalho e as operações de
dobramento e desdobramento da barra.
Pare lentamente para evitar tombamento para frente.
Mantenha limpos e no seu lugar o emblema de SMV
(Veículo de Movimentação Lenta) e os refletores.
Verifique e obedeça as leis locais em relação ao tamanho
do equipamento, à iluminação e à sinalização antes de
dirigir em rodovias públicas.
Não ultrapasse a velocidade máxima de transporte
especificada no manual do operador.
Reduza a velocidade em terrenos cobertos de gelo ou
cascalho, molhados ou muito macios.
OUO6092,0000377 -54-14MAY10-1/1
Reboque do Pulverizador
IMPORTANTE: Para rebocar ou puxar o pulverizador,
o motor DEVE estar funcionando e o sistema
hidráulico DEVE ter a pressão hidráulica
correta, caso contrário OCORRERÃO danos
aos freios e cubos das rodas.
Se o motor não estiver funcionando ou a
pressão correta do sistema hidráulico não
puder ser mantida, entre em contato com seu
revendedor John Deere ou consulte o Manual
Técnico do Pulverizador para obter informações
sobre os procedimentos adequados de
desengate do freio e do cubo da roda.
Uma máquina que esteja presa somente deve
ser rebocada COM o motor funcionando, a
pressão hidráulica correta e o freio secundário
desengatado. Reboque a máquina somente por
uma distância curta e em velocidades muito
baixas, de 0 a 5 km/h (0 a 3 mph).
OUO6092,0000306 -54-26FEB10-1/1
Sangria dos Freios de Serviço
As pinças dos freios são o ponto mais baixo do sistema.
A válvula do freio é o ponto mais alto. Se houver ar no
sistema, o ar subirá até o nível da válvula, onde será
removido pelo acionamento do pedal de freio, seguido de
uma pausa. As pinças do freio NÃO possuem parafusos
de sangria.
N83240 —UN—23APR09
Para sangrar a válvula do freio de serviço, pressione
totalmente o pedal de freio de 15 a 20 vezes. Cada
vez que soltar o pedal aguarde 2 segundos antes de
pressionar totalmente o pedal de novo.
A—Freio
OUO6092,000017C -54-09JUL09-1/1
80-9
040814
PN=300
Chassis
Preparação da máquina para transporte em
carreta
N84889 —UN—19JUN09
CUIDADO: As articulações da suspensão podem
causar acidentes pessoais a você ou a outras
pessoas, pelo movimento ao inflar ou desinflar
as molas a ar. Mantenha as mãos e o corpo
afastados da articulação da suspensão.
1. Esvazie o tanque de solução e o tanque de enxágue.
2. Esvazie as molas da suspensão pneumática
dianteira e traseira (A). Esvazie cada recipiente de ar
individualmente usando a válvula pneumática (B) em
máquinas sem nivelamento automático pneumático.
Em máquinas equipadas com nivelamento automático
pneumático, use a válvula de controle de esvaziamento
(C) para esvaziar todos ao mesmo tempo.
C—Válvula de controle de
descarga
N85929 —UN—21JUL09
A—Molas da suspensão
pneumática
B—Válvula pneumática
Mola a Ar Traseira Mostrada
AS60558,0002B06 -54-09APR13-1/5
3. Lanças completamente dobradas.
4. Fixe a capa do gerador de espuma (A) (se equipado)
na extremidade de cada lança.
IMPORTANTE: NÃO prenda as seções laterais da
lança ao carro de transporte.
5. Amarre o conjunto da lança externa na seção interna
da lança no lugar (B).
A—Capa do gerador de espuma
B— Local de fixação
N83242 —UN—23FEB09
6. Amarre o conjunto da lança interna no suporte da
lança no lugar (C).
C— Local de fixação
Barra mostrada na posição dobrada
Continua na próxima página
80-10
AS60558,0002B06 -54-09APR13-2/5
040814
PN=301
Chassis
7. Abaixe completamente a antena.
8. Conduza a máquina para o cavalo mecânico ou
caminhão.
N83243 —UN—20FEB09
A—Antena
AS60558,0002B06 -54-09APR13-3/5
9. Desça da máquina e levante a parte inferior da escada
(A) até a posição de transporte. Prenda-a com o
gancho do tirante (B), como ilustrado.
B—Calço
N76718 —UN—12JUN07
A—Escada
Continua na próxima página
80-11
AS60558,0002B06 -54-09APR13-4/5
040814
PN=302
Chassis
10. Amarre a máquina através dos pontos dianteiros (A) e
traseiros (B). Há um ponto de fixação em cada lado
da máquina.
B—Ponto de ligação traseiro (2
existentes)
CQ296046 —UN—09APR13
A—Ponto de ligação dianteiro
(2 existentes)
CQ296045 —UN—10APR13
CUIDADO: NÃO use os pontos (A) e (B) para
levantar, suspender, rebocar ou empurrar
o pulverizador. Esses pontos são somente
para amarrar a máquina para tranportá-la
em um Cavalo Mecânico.
AS60558,0002B06 -54-09APR13-5/5
Verificação do Compartimento do Motor
quanto a Entulhos e Detritos Acumulados
Limpe conforme necessário, especialmente em volta de
locais quentes em potencial, tais como o turbocompressor,
o coletor de escape e o silencioso.
IMPORTANTE: Nunca limpe com vapor ou despeje
água fria sobre uma bomba injetora em
funcionamento ou que esteja quente. A
bomba pode emperrar.
AG,OUO1011,782 -54-26MAR04-1/1
80-12
040814
PN=303
Chassis
Determinação de Quando Ajustar a Folga do
Calço no Ajuste da Bitola do Eixo
O ajuste da folga do calço deverá ser feita:
Se, durante a operação, for observado que a suspensão
se move de um lado para o outro excessivamente.
NOTA: Se houver emperramento, remova os detritos
das rótulas do eixo e pulverize com lubrificante
à base de teflon TY25733.
B
Quando a folga (A) entre a superfície inferior usinada
da rótula do eixo (B) e a superfície superior do suporte
inferior do calço (C) exceder 1,5 mm (0.060 in.) na
extremidade exterior do suporte.
NOTA: A lacuna não deverá incluir a área
chanfrada da lâmina.
N83532 —UN—12MAR09
Se a regulagem da bitola se tornar difícil ou se o joelho
do eixo começar a refrear ou pegar durante a regulagem
da bitola.
A
C
A—Folga
B—Rótula do Eixo
C—Suporte Inferior do Calço
OUO6092,00001E4 -54-09JUL09-1/1
80-13
040814
PN=304
Chassis
Ajuste da Folga do Calço com a Roda Fora
do Solo (Ideal)
N83229 —UN—20FEB09
CUIDADO: O tanque de solução pode conter
materiais perigosos que podem causar acidentes
pessoais graves ou morte do operador ou
de outras pessoas. Vista roupa protetora,
óculos e luvas durante a drenagem do tanque.
Drene a solução em uma área onde pessoas,
animais, vegetação e provisões de água, etc.
não possam ser contaminadas.
1. Drene o tanque de calda. (Consulte Drenagem
do Tanque de Solução na seção Sistema de
Umidificação.)
NOTA: Se houver emperramento, remova os detritos
das rótulas do eixo e pulverize com lubrificante à
base de teflon TY25733. Ative o ajuste da bitola
para dentro e para fora até que esteja livre.
2. Recolha completamente a bitola para a opção de ajuste
hidráulico da bitola ou ajuste as máquinas manuais
na bitola desejada. (Consulte os procedimentos de
Ajuste da Largura da Bitola nesta seção)
CUIDADO: O pulverizador com a lança pesa
aproximadamente 10432 kg (23000 lb). Para evitar
acidentes pessoais ou morte, levante e apoie a
máquina somente quando estiver vazia. Eleve
as rodas usando somente suportes de elevação
fornecidos, macaco de 3.402 kg (3-3/4 ton) e
apoie as máquinas em suportes John Deere
JDG11094 ou equivalente para oficinas. Não
aplique pressão do macaco em nenhum outro
local do eixo. Levante apenas uma roda por vez.
Antes de levantar uma roda dianteira, vire-a
totalmente para fora.
NOTA: Se um guindaste aéreo não estiver disponível para
levantar a máquina, use o suporte de levantamento
(A), afixado com parafusos M16 x 80, e um macaco.
4.
N98533 —UN—09MAY12
3. Coloque os calços da roda na frente e atrás dos pneus
que não serão reajustados neste momento.
A—Suporte do Macaco
B—Suporte de Oficina
que a roda afaste-se do solo aproximadamente 152
mm (6 in.).
5. Posicione o suporte de oficina (B) com capacidade
para 3,402 kg (7500 lb.) sob a estrutura e abaixe a
máquina sobre o suporte com a parte inferior do pneu
76 a 127 mm (3 a 5 in.) afastada do chão.
6. Remova o macaco jacaré (se for usado).
Com um guindaste aéreo (ou suporte de elevação e
macaco jacaré), Levante um canto da máquina até
Continua na próxima página
80-14
CS12167,0000142 -54-09MAY12-1/3
040814
PN=305
Chassis
7. Afrouxe todas as contraporcas nos parafusos de
ajuste, caso ainda não estejam frouxas.
N98340 —UN—04MAY12
8. Ajuste os três parafusos de ajuste (B) no lado do
amortecedor do eixo até que a dimensão (A) seja 15
mm (0.59 in.).
9. Trave os parafusos de ajuste apertando as
contraporcas (C) de acordo com a especificação.
Especificação
Contraporca—Torque...................................................................250 Nm
(184 lb-ft)
A—Dimensão, 15 mm (0,59 in.)
B—Parafuso de Ajuste (3
Usados)
C—Contraporca, (3 Usadas)
CS12167,0000142 -54-09MAY12-2/3
10. Aperte os parafusos de ajuste (A) no lado da haste
do eixo de acordo com a especificação. Repita a
sequência de aperto até que todos os três parafusos
de ajuste mantenham o torque.
N98339 —UN—04MAY12
Especificação
Parafusos de
Ajuste—Torque.............................................................................100 Nm
(75 lb-ft)
11. Aperte todas as contraporcas no lado da haste do
eixo de acordo com a especificação.
Especificação
Contraporca—Torque...................................................................250 Nm
(184 lb-ft)
12. Verifique se a rótula está encostando na parede
interna do tubo do eixo. A rótula deverá estar
aproximadamente centralizada no tubo do eixo. Se
a rótula estiver encostando no tubo do eixo, repita o
procedimento com a dimensão alterada (mais longa
ou mais curta) para os parafusos de ajuste do lado
do amortecedor.
A—Parafusos de Ajuste (3
Usados)
B—Contraporca, (3 Usadas)
14. Opere a máquina e ajuste a bitola para dentro e para
fora (se equipada com ajuste hidráulico da bitola) para
certificar-se de que não ocorram emperramentos.
13. Abaixe a máquina e retire o macaco.
CS12167,0000142 -54-09MAY12-3/3
80-15
040814
PN=306
Chassis
Ajuste da Folga do Calço com a Roda no Solo
N98340 —UN—04MAY12
CUIDADO: O tanque de solução pode conter
materiais perigosos que podem causar acidentes
pessoais graves ou morte do operador ou
de outras pessoas. Vista roupa protetora,
óculos e luvas durante a drenagem do tanque.
Drene a solução em uma área onde pessoas,
animais, vegetação e provisões de água, etc.
não possam ser contaminadas.
1. Drene o tanque de calda. (Consulte Drenagem
do Tanque de Solução na seção Sistema de
Umidificação.)
A—Dimensão, 15 mm (0,59 in.)
B—Parafuso de Ajuste (3
Usados)
NOTA: Se houver emperramento, remova os detritos
das rótulas do eixo e pulverize com lubrificante à
base de teflon TY25733. Ative o ajuste da bitola
para dentro e para fora até que esteja livre.
2. Recolha completamente a bitola para a opção de ajuste
hidráulico da bitola ou ajuste as máquinas manuais
na bitola desejada. (Consulte os procedimentos de
Ajuste da Largura da Bitola nesta seção)
3. Afrouxe todas as contraporcas nos parafusos de
ajuste, caso ainda não estejam frouxas.
C—Contraporca, (3 Usadas)
5. Trave os parafusos de ajuste apertando as
contraporcas (C) de acordo com a especificação.
Especificação
Contraporca—Torque...................................................................250 Nm
(184 lb-ft)
4. Ajuste os três parafusos de ajuste (B) no lado do
amortecedor do eixo até que a dimensão (A) seja 15
mm (0.59 in.).
Continua na próxima página
80-16
CS12167,0000141 -54-03MAY12-1/2
040814
PN=307
Chassis
6. Aperte os parafusos de ajuste (A) no lado da haste
do eixo 1/4 de volta por vez. Continue apertando até
que a folga (C) entre a rótula do eixo (D) e o suporte
do calço inferior (E) tenha medida entre 0,5 a 0,8 mm
(0.020 a 0.030 in.).
N98339 —UN—04MAY12
Especificação
Parafusos de
Ajuste—Torque.............................................................................100 Nm
(75 lb-ft)
7. Aperte todas as contraporcas (B) de acordo com a
especificação.
Especificação
Contraporca—Torque...................................................................250 Nm
(184 lb-ft)
D
9. Opere a máquina e ajuste a bitola para dentro e
para fora para certificar-se de que não ocorram
emperramentos.
A—Parafusos de Ajuste (3
Usados)
B—Contraporca, (3 Usadas)
C—Folga
D—Rótula do Eixo
E—Suporte Inferior do Calço
C
E
N83250 —UN—02MAR09
8. Verifique se a rótula está encostando na parede
interna do tubo do eixo. A rótula deverá estar
aproximadamente centralizada no tubo do eixo. Se
a rótula estiver encostando no tubo do eixo, repita o
procedimento com a dimensão alterada (mais longa
ou mais curta) para os parafusos de ajuste do lado
do amortecedor.
CS12167,0000141 -54-03MAY12-2/2
80-17
040814
PN=308
Chassis
Instalar extintor de incêndio (se equipado)
1. Fixe a placa no corrimão (A) usando os parafusos em
U (B) e porcas.
2. Fixe o suporte do extintor de incêndio (C) na placa
usando parafusos os M6 x 16 (D) e porcas.
3. Instale o extintor de incêndio (E) no suporte.
N83251 —UN—02MAR09
D—Parafusos M6 x 16 (3
usados)
E—Extintor de incêndio
N83252 —UN—02MAR09
A—Placa
B—Parafuso em U, M10 (2
usados)
C—Suporte do extintor de
incêndio
OUO6092,0000239 -54-29JUL09-1/1
80-18
040814
PN=309
Combustíveis, lubrificantes e líquidos de arrefecimento
Combustível Diesel
Procure o seu distribuidor local de combustível para se
informar sobre as propriedades do diesel disponível em
sua área.
De um modo geral, o diesel é combinado para satisfazer
às exigências de baixa temperatura da região na qual é
comercializado.
Os combustíveis diesel recomendados são os
especificados para EN 590 ou ASTM D975. Diesel
renovável produzido por hidrotratamento de gordura
animal e óleos vegetais é basicamente idêntico a diesel
derivado de petróleo. Diesel renovável de acordo com a
norma EN 590 ou ASTM D975 é aceitável para uso em
todos os níveis de percentual de mistura.
Teor de Enxofre para Motores Interim Tier 4,
Final Tier 4, Stage III B e Stage IV
• Use SOMENTE diesel com teor ultra-baixo de enxofre
(ULSD) com teor inferior a 15 mg/kg (15 ppm).
Teor de Enxofre para Motores Tier 3 e Stage III A
• RECOMENDA-SE uso de diesel com teor de enxofre
inferior a 1000 mg/kg (1000 ppm).
• O uso de diesel com teor de enxofre entre 1000—2000
mg/kg (1000—2000 ppm) REDUZ os intervalos de
troca de filtro e óleo.
• ANTES de usar diesel com teor de enxofre superior a
2000 mg/kg (2000 ppm), consulte seu concessionário
John Deere.
Propriedades Exigidas do Combustível
Em todos os casos, o combustível deve estar de acordo
com as seguintes propriedades:
Número mínimo de 43 cetanos. É preferível um
número de cetano superior a 47, especialmente para
temperaturas abaixo de -20° C (-4° F) ou elevações acima
de 1500 m (5000 ft).
Ponto de Entupimento do Filtro a Frio (PEFF) deve
ser pelo menos 5 °C (9 °F) abaixo da menor temperatura
esperada ou Ponto de Turvação abaixo da menor
temperatura ambiente esperada.
Lubricidade do combustível, o combustível deve passar
por um diâmetro de marca de desgaste máximo de 0,52
mm conforme medido segundo a norma ASTM D6079
ou ISO 12156-1. É preferido um diâmetro de marca de
desgaste máximo de 0,45 mm.
A qualidade e o teor de enxofre do diesel devem estar
de acordo com todas as normas de emissões existentes
para a região em que o motor vai operar. NÃO utilize
combustível diesel com teor de enxofre superior a 10000
mg/kg (10000 ppm).
Teor de Enxofre para Motores Tier 2 e Stage II
• RECOMENDA-SE uso de diesel com teor de enxofre
inferior a 2000 mg/kg (2000 ppm).
• O uso de diesel com teor de enxofre entre 2000—5000
•
mg/kg (2000—5000 ppm) REDUZ os intervalos de
troca de filtro e óleo.
ANTES de usar diesel com teor de enxofre superior a
5000 mg/kg (5000 ppm), consulte seu concessionário
John Deere.
Teor de Enxofre para Outros Motores
• RECOMENDA-SE uso de diesel com teor de enxofre
inferior a 5000 mg/kg (5000 ppm).
• O uso de diesel com teor de enxofre superior a 5000
mg/kg (5000 ppm) REDUZ os intervalos de troca de
filtro e óleo.
IMPORTANTE: NÃO misture óleo do motor diesel ou
qualquer outro tipo de lubrificante com diesel.
O uso impróprio de aditivo pode danificar
o equipamento de injeção de combustível
dos motores diesel.
DX,FUEL1 -54-17JUN13-1/1
Manuseio e Armazenagem de Combustível Diesel
CUIDADO: Manuseie o combustível com cuidado.
Não encha o tanque de combustível quando
o motor estiver em funcionamento.
NÃO fume enquanto estiver enchendo o tanque
de combustível ou fazendo a manutenção
do sistema de combustível.
Encha o tanque de combustível ao fim de cada dia de
trabalho para evitar a condensação e o congelamento
provocados pelo tempo frio.
Quando o combustível for armazenado durante um
período prolongado ou se o consumo de combustível
for lento, adicione um condicionador de combustível
para estabilizá-lo e para evitar a condensação de água.
Contate o seu fornecedor de combustível para obter
recomendações.
O tanque de combustível não é ventilado através do
tampão de enchimento. Caso seja necessário um novo
tampão de enchimento, o tampão substituto pode ser
ventilado ou não-ventilado.
OUO6092,00003A3 -54-20JUN02-1/1
85-1
040814
PN=310
Combustíveis, lubrificantes e líquidos de arrefecimento
Combustível Biodiesel
Biodiesel é um combustível composto de ésteres
mono-alquila de ácidos graxos de cadeia longa derivados
de gordura animal ou vegetal. As misturas de Biodiesel
consistem em Biodiesel misturado com diesel derivado de
petróleo conforme o volume.
Antes de usar combustível que contenha Biodiesel,
consulte Requisitos e Recomendações para Uso do
Biodiesel neste Manual do Operador.
Leis e normas ambientais podem incentivar ou proibir
o uso de biocombustíveis. Os operadores devem se
informar com as autoridades governamentais apropriadas
antes de usar biocombustíveis.
Todos os Motores John Deere com Filtro de Escape
(Lançados em 2011 e Depois)
São preferidas as misturas de 5% (B5), mas podem ser
usadas concentrações de até 20% de Biodiesel (B20)
no diesel derivado de petróleo. As misturas de Biodiesel
até B20 podem ser usadas SOMENTE se o Biodiesel
(100% de Biodiesel ou B100) cumprir a especificação
ASTM D6751, EN 14214 ou equivalente. Espera-se uma
redução de 2% na potência e de 3% na economia de
combustível quando o B20 é usado.
Concentrações de Biodiesel acima de B20 podem ser
prejudiciais aos sistemas de controle de emissões do
motor e não devem ser usadas. Os riscos incluem,
sem estar limitados a, regeneração estacionária mais
frequente, acumulação de fuligem e maiores intervalos
para remoção de cinzas.
Os condicionadores de combustível aprovados pela
John Deere que contenham aditivos detergentes e
dispersantes são necessários quando forem usadas
misturas de Biodiesel entre B10—B20, e recomendados
quando forem usadas misturas mais baixas de Biodiesel.
Todos os Motores John Deere sem Filtro de Escape
(Lançados Primariamente Antes de 2012)
São preferidas as misturas de 5% (B5), mas podem ser
usadas concentrações de até 20% de Biodiesel (B20)
no diesel derivado de petróleo. As misturas de Biodiesel
até B20 podem ser usadas SOMENTE se o Biodiesel
(100% de Biodiesel ou B100) cumprir a especificação
ASTM D6751, EN 14214 ou equivalente. Espera-se uma
redução de 2% na potência e de 3% na economia de
combustível quando o B20 é usado.
Os motores John Deere podem operar com misturas
de Biodiesel superiores a B20 (até 100% de Biodiesel).
Operar em níveis acima de B20 SOMENTE se o Biodiesel
for legalmente permitido e cumprir a especificação EN
14214 (disponível primariamente na Europa). Os motores
que operam com misturas de Biodiesel superiores a B20
podem estar fora da especificação ou não ser legalmente
permitidos segundo todas as normas aplicáveis de
emissões. Espera-se uma redução de até 12% na
potência e de 18% na economia de combustível ao usar
100% de Biodiesel.
Os condicionadores de combustível aprovados pela
John Deere que contenham aditivos detergentes e
dispersantes são necessários quando forem usadas
misturas de Biodiesel entre B10—B20, e recomendados
quando forem usadas misturas mais baixas de Biodiesel.
Requisitos e Recomendações para Uso de Biodiesel
A proporção de diesel derivado de petróleo em todas as
misturas de Biodiesel deve cumprir as especificações das
normas comerciais ASTM D975 (EUA) ou EN 590 (UE).
Recomenda-se expressamente aos usuários de Biodiesel
nos EUA que adquiram misturas de Biodiesel de um
fornecedor com Certificado BQ-9000, cuja fonte seja
um Produtor Credenciado BQ-9000 (certificações do
National Biodiesel Board). Os fornecedores certificados e
os produtores credenciados podem ser encontrados no
seguinte website: http://www.bq9000.org.
Biodiesel contém cinzas residuais. Os níveis de cinzas
que excedam o máximo permitido na norma ASTM D6751
ou EN14214 podem resultar em acumulação mais rápida
de cinzas, e requerem limpeza mais frequente do Filtro
de Escape (se instalado).
Quando é usado Biodiesel, o filtro de combustível
pode exigir uma frequência maior de substituição,
principalmente se antes era usado o Diesel. Verifique
diariamente o nível de óleo do motor antes de ligá-lo.
Um aumento no nível de óleo pode indicar a diluição do
óleo do motor pelo combustível. Misturas de Biodiesel
até B20 devem ser usadas em até 90 dias desde a data
de produção do Biodiesel. Misturas de Biodiesel acima
de B20 devem ser usadas em até 45 dias desde a data
de produção do Biodiesel.
Quando forem usadas misturas de Biodiesel até B20,
considerar o seguinte:
• Degradação do fluxo em clima frio
• Questões de armazenagem e estabilidade (absorção
de umidade, crescimento microbiano)
• Possíveis restrições e obstruções no filtro (normalmente
•
•
um problema quando se usa Biodiesel pela primeira
vez em motores usados.)
Possível vazamento de combustível em retentores e
mangueiras (um problema sobretudo em motores mais
antigos)
Possível redução da durabilidade dos componentes
do motor
Solicite um certificado de análise do seu distribuidor de
combustível para assegurar que o combustível esteja de
acordo com as especificações contidas neste Manual do
Operador.
Continua na próxima página
85-2
DX,FUEL7 -54-15MAY13-1/2
040814
PN=311
Combustíveis, lubrificantes e líquidos de arrefecimento
Informe-se com seu concessionário John Deere sobre os
condicionadores de combustível aprovados para melhorar
o armazenamento e o rendimento do combustível
Biodiesel.
Quando forem usadas misturas de biodiesel superiores a
B20, considerar o seguinte:
• Possível coqueificação (carbonização) ou bloqueio
•
•
•
•
•
dos bicos injetores, resultando em perda de potência
e falhas de ignição do motor caso não sejam usados
os condicionadores de combustível aprovados pela
John Deere
Possível diluição do óleo do cárter (exigindo trocas de
óleo mais frequentes)
Possível formação de camada tipo verniz ou
engripamento dos componentes internos
Possível formação de borra e sedimentos
Possível oxidação térmica do combustível em
temperaturas elevadas
Possíveis problemas de compatibilidade com outros
materiais (incluindo cobre, chumbo, zinco, estanho,
•
•
•
•
•
•
latão e bronze) usados nos equipamentos de manuseio
de combustível
Possível redução na eficiência da separação da água
Possíveis danos à pintura caso seja exposta ao
Biodiesel
Possível corrosão do equipamento de injeção de
combustível
Possível degradação do material elastomérico de
juntas e vedações (um problema sobretudo em motores
mais velhos)
Níveis potencialmente altos de ácidos dentro do
sistema de combustível
Como as misturas de Biodiesel acima de B20 contêm
mais cinzas, usar misturas superiores a B20 pode
resultar em acumulação mais rápida de cinzas e
requerer limpeza mais frequente do Filtro de Escape
(se instalado)
IMPORTANTE: Óleos vegetais brutos NÃO são
aceitáveis como combustível em qualquer
concentração nos motores John Deere. Seu
uso pode avariar o motor.
DX,FUEL7 -54-15MAY13-2/2
Lubricidade do diesel
A maior parte do diesel produzido nos EUA, Canadá e
União Europeia possui uma lubricidade adequada para
garantir a operação apropriada e a durabilidade dos
componentes do sistema de injeção de combustível.
Porém, o diesel produzido em algumas regiões do mundo
pode não ter a lubricidade adequada.
Se for usado um combustível com lubricidade baixa
ou desconhecida, adicione condicionadorJohn Deere
Fuel-Protect Diesel Fuel Conditioner (ou equivalente) na
concentração especificada.
IMPORTANTE: Certifique-se de que o diesel usado
na sua máquina ofereça características
de boa lubricidade.
A lubricidade do combustível pode melhorar
significativamente com misturas de biodiesel até B20
(20% de biodiesel). Maiores aumentos na lubricidade são
limitados por misturas de biodiesel superiores a B20.
Lubricidade do biodiesel
A lubricidade do combustível deve passar um diâmetro
de marca de desgaste máximo de 0,45 mm conforme
medido segundo a norma ASTM D6079 ou ISO 12156-1.
DX,FUEL5 -54-14APR11-1/1
85-3
040814
PN=312
Combustíveis, lubrificantes e líquidos de arrefecimento
Líquido de Arrefecimento de Motores Diesel (motores diesel com camisas úmidas de cilindro)
Líquidos de Arrefecimento Recomendados
• Líquido de arrefecimento pré-misturado que cumpre as
Os seguintes líquidos de arrefecimento pré-misturados de
motor são recomendados:
• Concentrado de líquido de arrefecimento que cumpre
• John Deere COOL-GARD™II
• John Deere COOL-GARD II PG
O líquido de arrefecimento pré-misturados COOL-GARD
II está disponível em várias concentrações com limites
diferentes de proteção anticongelamento conforme
mostrado na seguinte tabela.
COOL-GARD II pré-misturado
Limite de Proteção
Anticongelamento
COOL-GARD II 20/80
-9 °C (16 °F)
COOL-GARD II 30/70
-16 °C (3 °F)
COOL-GARD II 50/50
-37 °C (-34 °F)
COOL-GARD II 55/45
-45 °C (-49 °F)
COOL-GARD II PG 60/40
-49 °C (-56 °F)
COOL-GARD II 60/40
-52 °C (-62 °F)
exigências ASTM D6210
as exigências ASTM D6210 em uma mistura de
40—60% de concentrado com água de boa qualidade
Se não houver disponível um líquido de arrefecimento
que cumpra uma das especificações, use um
concentrado de líquido de arrefecimento ou líquido
de arrefecimento pré-misturado com um mínimo das
seguintes propriedades físicas e químicas:
• Garante proteção contra cavitação na camisa do
•
•
Nem todos os produtos COOL-GARD II pré-misturados
estão disponíveis em todos os países.
Use COOL-GARD II PG quando for exigida uma fórmula
não-tóxica.
Líquidos de Arrefecimento Adicionais Recomendados
O seguinte líquido de arrefecimento de motor também
é recomendado:
• John Deere COOL-GARD II Concentrate em uma
mistura de 40%—60% de concentrado com água de
boa qualidade.
IMPORTANTE: Ao misturar um concentrado de
líquido de arrefecimento com água, use uma
concentração mínima de 40% ou máxima de
60% de líquido de arrefecimento. Abaixo de 40%
resulta em aditivos inadequados para proteção
contra corrosão. Acima de 60% pode resultar
em gelificação do líquido de arrefecimento e
problemas no sistema de arrefecimento.
cilindro de acordo com o Método de Teste de Cavitação
John Deere ou um teste de frota acima de 60% da
capacidade de carga
Formulado com um conjunto de aditivos livres de nitritos
Protege os metais do sistema de arrefecimento (ferro
fundido, ligas de alumínio e ligas de cobre como latão)
contra corrosão
Qualidade da Água
A qualidade da água é importante para o desempenho do
sistema de arrefecimento. A água destilada, desionizada
ou desmineralizada é recomendada para a mistura
com o líquido de arrefecimento concentrado à base de
etilenoglicol ou propilenoglicol para motores.
Intervalos de Drenagem de Líquido de Arrefecimento
Drene e lave o sistema de arrefecimento e reabasteça
com um novo líquido de arrefecimento no intervalo
indicado, que varia conforme o líquido de arrefecimento.
Se utilizar COOL-GARD II ou COOL-GARD II PG, o
intervalo de troca é de 6 anos ou 6000 horas de operação.
Se utilizar outro líquido de arrefecimento que não seja o
COOL-GARD II, ou COOL-GARD II PG, o intervalo de
troca é de 2 anos ou 2000 horas de operação.
IMPORTANTE: Não use aditivos de vedação para o
sistema de arrefecimento nem anticongelantes
que os contenham.
Outros Líquidos de Arrefecimento
Não misture líquidos de arrefecimento à base
de propilenoglicol e etilenoglicol.
Outros líquidos de arrefecimento à base de propilenoglicol
ou etilenoglicol podem ser usados se estiverem de acordo
com a seguintes especificação:
Não use líquidos de arrefecimento que
contenham nitritos.
COOL-GARD é uma marca registrada da Deere & Company
DX,COOL3 -54-15MAY13-1/1
85-4
040814
PN=313
Combustíveis, lubrificantes e líquidos de arrefecimento
Intervalos para a troca do líquido de arrefecimento para motores diesel
Drene e lave o sistema de arrefecimento e reabasteça
com um novo líq. de arrefecimento no intervalo indicado,
que varia conforme o líq. de arrefecimento.
John Deere COOL-GARD™ II Premix, COOL-GARD II
PG Premix e o concentrado COOL-GARD II são líq. de
arrefecimento livres de manutenção por até seis anos
ou 6000 horas de operação, desde que o sistema seja
completado somente com John Deere COOL-GARD II
Premix ou COOL-GARD II PG Premix.
Teste as condições do líq. de arrefecimento anualmente
com as fitas de teste projetadas para John Deere
COOL-GARD II. Se a tabela da fita de teste indicar que é
necessário aditivo, adicione John Deere COOL-GARD II
Coolant Extender conforme orientado.
Se forem usados o John Deere COOL-GARD™ II
Premix, COOL-GARD II PG Premix, ou COOL-GARD II
Concentrate, mas o líq. de arrefecimento não tiver sido
testado OU os aditivos não forem repostos adicionando-se
aditivo complementar, o intervalo de troca é de quatro
anos ou 4000 horas de operação. Este intervalo de troca
se aplica somente a líq. de arrefecimento COOL-GARD II
mantido com proporção de 40% a 60% de concentrado
com água de qualidade.
Se utilizar outro líq. de arrefecimento que não o
COOL-GARD II, ou COOL-GARD II PG, o intervalo de
troca é de dois anos ou 2000 horas de operação.
COOL-GARD é uma marca registrada da Deere & Company
DX,COOL11 -54-14APR11-1/1
John Deere COOL-GARD™ II Coolant Extender
Alguns aditivos gradualmente se esgotam durante a
operação do motor. Para COOL-GARD™ II pre-mix e
COOL-GARD II Concentrate, reponha os aditivos do
líquido de arrefecimento entre os intervalos de troca
adicionando COOL-GARD II Coolant Extender.
Somente adicionar COOL-GARD II Coolant Extender
quando indicado pelas Fitas de Teste COOL-GARD II.
Estas fitas de teste permitem um método simples e eficaz
para verificar o ponto de congelamento e os níveis de
aditivo e pH do líquido de arrefecimento do motor.
Teste a solução do líquido de arrefecimento em
intervalos de 12 meses ou sempre que houver perda
excessiva de líquido de arrefecimento em vazamentos
ou superaquecimento.
IMPORTANTE: Não use as Fitas de Teste COOL-GARD
II com COOL-GARD II PG.
todos os líquidos de arrefecimento COOL-GARD II.
COOL-GARD II Coolant Extender não é projetado para
uso com líquidos de arrefecimento que contenham nitritos.
IMPORTANTE: Não adicione um aditivo complementar
quando o sistema de arrefecimento for drenado
e reabastecido com um dos seguintes:
• John Deere COOL-GARD II
• John Deere COOL-GARD II PG
O uso de aditivos complementares de líquido de
arrefecimento pode resultar em deterioração, coagulação
do aditivo ou corrosão dos componentes do sistema de
arrefecimento.
Adicione a concentração recomendada do COOL-GARD
II Coolant Extender. NÃO adicione mais do que a
quantidade recomendada.
COOL-GARD II Coolant Extender é um sistema aditivo
quimicamente compatibilizado aprovado para uso com
COOL-GARD é uma marca registrada da Deere & Company
DX,COOL16 -54-15MAY13-1/1
85-5
040814
PN=314
Combustíveis, lubrificantes e líquidos de arrefecimento
Aditivos complementares do líquido de arrefecimento
Alguns aditivos gradualmente se esgotam durante a
operação do motor. Para líquidos de arrefecimento
que contenham nitritos, reponha os aditivos do líq. de
arrefecimento entre os intervalos de troca adicionando
um aditivo complementar conforme determine o teste de
líq. de arrefecimento.
O condicionador John Deere Liquid Coolant Conditioner
é recomendado como aditivo complementar para os
líquidos de arrefecimento que contenham nitritos.
O condicionador John Deere Liquid Coolant Conditioner
não é especificado para uso com John Deere
COOL-GARD™ II Premix, COOL-GARD II PG Premix, ou
COOL-GARD II Concentrate.
• John Deere COOL-GARD II
• John Deere COOL-GARD II PG
Se outros líq. de arrefecimento forem usados, consulte
o fornecedor e siga as recomendações do fabricante
para uso de aditivos complementares de líquido de
arrefecimento.
O uso de aditivos complementares não recomendados
pode resultar em deterioração do aditivo e coagulação
do líquido de arrefecimento.
Adicione a concentração recomendada pelo fabricante
do aditivo complementar. NÃO adicione mais do que a
quantidade recomendada.
IMPORTANTE: Não adicione um aditivo complementar
quando o sistema de arrefecimento for drenado
e reabastecido com um dos seguintes:
COOL-GARD é uma marca registrada da Deere & Company
DX,COOL4 -54-14APR11-1/1
Operar em Climas de Temperatura Quente
Os motores John Deere são concebidos para funcionar
usando os líquidos de arrefecimento de motor
recomendados.
Use sempre um líquido de arrefecimento de motor
recomendado, mesmo quando trabalhar em regiões em
que não seja necessária a proteção contra congelamento.
IMPORTANTE: Pode-se usar água como líquido
de arrefecimento mas somente em situações
de emergência.
Quando for usada água como líquido de
arrefecimento, ocorrerão espuma, corrosão
nas superfícies quentes de alumínio e ferro,
oxidação profunda e cavitação, mesmo quando
forem adicionados condicionadores.
Drene o sistema de arrefecimento e encha
novamente logo que possível com o líquido
de arrefecimento recomendado.
DX,COOL6 -54-15MAY13-1/1
85-6
040814
PN=315
Combustíveis, lubrificantes e líquidos de arrefecimento
Informações adicionais sobre John Deere COOL-GARD™ II Coolant Extender e líq. de
arrefecimento para motores diesel
Os líq. de arrefecimento são uma combinação de três
componentes químicos: anticongelante etilenoglicol (EG)
ou propilenoglicol (PG), aditivos inibidores e água de boa
qualidade.
Especificações do líq. de arrefecimento
John Deere COOL-GARD™ II Premix EG ou PG,
são líquidos de arrefecimento totalmente formulados
que contêm os três componentes em suas corretas
concentrações. NÃO adicione uma carga inicial de John
Deere COOL-GARD II Coolant Extender ao COOL-GARD
II Premix. NÃO adicione qualquer outro aditivo
complementar nem água ao COOL-GARD II Premix.
O John Deere COOL-GARD II Concentrate contém
etilenoglicol e aditivos inibidores para o líq. de
arrefecimento. Misture este produto com água de boa
qualidade, mas NÃO adicione uma carga inicial de
COOL-GARD II Coolant Extender nem qualquer outro
aditivo de líq. de arrefecimento complementar.
Evitar líq. de arrefecimento automotivo
Nunca use líq. de arrefecimento automotivo (como
os de acordo com ASTM D3306). Esses líquidos de
arrefecimento não contêm os aditivos corretos para
proteger os motores diesel de serviço pesado. Não
trate um líq. de arrefecimento de motor automotivo com
aditivos complementares porque a alta concentração de
aditivos causará a deterioração dos aditivos.
Qualidade da água
A qualidade da água é importante para o desempenho do
sistema de arrefecimento. A água destilada, desionizada
ou desmineralizada é recomendada para a mistura com o
líq. de arrefecimento concentrado à base de etilenoglicol
ou propilenoglicol para motores. Toda a água usada no
sistema de arrefecimento deve estar de acordo com as
especificações mínimas de qualidade:
Cloretos
<40 mg/l
Repor aditivos de líq. de arrefecimento
Sulfatos
<100 mg/l
Total de sólidos dissolvidos
<340 mg/l
Alguns aditivos de líq. de arrefecimento gradualmente
se esgotam durante a operação do motor. É necessário
repor os inibidores periodicamente, mesmo quando se
usar John Deere COOL-GARD II Premix ou COOL-GARD
II Concentrate. Siga as recomendações deste manual
para usar o John Deere COOL-GARD II Coolant Extender.
Dureza total
<170 mg/l
pH
5,5 a 9,0
Por que usar John Deere COOL-GARD II
Coolant Extender?
A operação sem os aditivos apropriados resultará em
aumento da corrosão, da erosão e de escoriações nas
camisas dos cilindros e outros danos ao motor e ao
sistema de arrefecimento. Uma mistura simples de
etilenoglicol ou propilenoglicol e água não fornecerá uma
proteção adequada.
John Deere COOL-GARD II Coolant Extender é um
sistema aditivo quimicamente compatibilizado projetado
para fortalecer os aditivos originais usados no John Deere
COOL-GARD II Premix e COOL-GARD II Concentrate e
proporcionar a melhor proteção até seis anos ou 6000
horas de operação.
Proteção anti-congelamento
As concentrações relativas de glicol e água no líq. de
arrefecimento determinam o seu limite de proteção contra
o congelamento.
Etilenoglicol
Limite de proteção contra
congelamento
40%
-24°C (-12°F)
50%
-37°C (-34°F)
60%
-52°C (-62°F)
Propilenoglicol
Limite de proteção contra
congelamento
40%
-21°C (-6°F)
50%
-33°C (-27°F)
60%
-49°C (-56°F)
NÃO usar mistura de líq. de arrefecimento-água superior
a 60% de etilenoglicol ou a 60% de propilenoglicol.
COOL-GARD é uma marca registrada da Deere & Company
DX,COOL17 -54-20APR11-1/1
85-7
040814
PN=316
Combustíveis, lubrificantes e líquidos de arrefecimento
Testar líquido de arrefecimento de motor diesel
Manter as concentrações adequadas de glicol e aditivos
inibidores no líq. de arrefecimento é vital para proteger o
motor e o sistema de arrefecimento contra congelamento,
corrosão, além de erosão e escoriações da camisa do
cilindro.
Teste a solução de líq. de arrefecimento a cada 12 meses
ou menos e sempre que houver perda excessiva de líq.
de arrefecimento por vazamentos ou superaquecimento.
Fitas de teste de líq. de arrefecimento
As fitas de teste de líq. de arrefecimento estão disponíveis
no concessionário John Deere. Estas fitas de teste
permitem um método simples e eficaz para verificar o
ponto de congelamento e os níveis de aditivo do líq. de
arrefecimento do motor.
Quando usar John Deere COOL-GARD II
John Deere COOL-GARD II Premix™ , COOL-GARD II
PG Premix e o concentrado COOL-GARD II são líq. de
arrefecimento livres de manutenção por até seis anos
ou 6000 horas de operação, desde que o sistema seja
completado somente com John Deere COOL-GARD II
Premix ou COOL-GARD II PG Premix. Teste as condições
do líq. de arrefecimento anualmente com as fitas de teste
projetadas para líquidos de arrefecimento John Deere
COOL-GARD II. Se a tabela da fita de teste indicar que é
necessário aditivo, adicione John Deere COOL-GARD II
Coolant Extender conforme orientado.
Adicione somente a concentração recomendada do John
Deere COOL-GARD II Coolant Extender. NÃO adicione
mais do que a quantidade recomendada.
Quando usar líg. de arrefecimento contendo nitrito
Compare os resultados da fita de teste com a tabela
de aditivos complementares (SCA) para determinar
a quantidade de aditivos inibidores em seu líq. de
arrefecimento e se é necessário adicionar mais
condicionador John Deere Liquid Coolant Conditioner.
Adicione somente a concentração recomendada do
condicionador John Deere Liquid Coolant Conditioner.
NÃO adicione mais do que a quantidade recomendada.
Análise de líquido de arrefecimento
Para uma avaliação mais completa do seu líq. de
arrefecimento, execute uma análise do líquido de
arrefecimento. A análise do líquido de arrefecimento
fornece dados críticos como ponto de congelamento,
nível de anticongelante, pH, alcalinidade, teor de nitritos
(aditivos para controle de cavitação), teor de molibdatos
(aditivo inibidor de ferrugem), teor de silicatos, corrosão
de metais e avaliação visual.
Consulte seu concessionário John Deere para maiores
informações sobre análise do líquido de arrefecimento.
COOL-GARD é uma marca registrada da Deere & Company
DX,COOL9 -54-11APR11-1/1
85-8
040814
PN=317
Combustíveis, lubrificantes e líquidos de arrefecimento
Óleo de Amaciamento de Motor Diesel — Sem Certificação de Emissões e Certificação Tier
1, Tier 2, Tier 3, Stage I, Stage II e Stage III
Os motores novos são abastecidos na fábrica com o óleo
de amaciamento do motor Break-In™ ou John Deere
Break-In Plus™. Durante o período de amaciamento,
adicione o Óleo de Motor John Deere Break-In™ ou
Break-In Plus™, respectivamente, conforme necessário
para manter o nível do óleo especificado.
Opere o motor sob várias condições, sobretudo cargas
pesadas com uso mínimo de marcha lenta, para auxiliar o
devido assentamento dos componentes do motor.
Se for usado o Óleo de Amaciamento de Motor John
Deere Break-In™ durante a operação inicial de um
motor novo ou recondicionado, troque o óleo e o filtro no
máximo a cada 100 horas.
Se for usado o Óleo de Amaciamento de Motor John Deere
Break-In Plus™, troque o óleo e o filtro no mínimo a cada
100 horas e no máximo no intervalo igual ao especificado
para o óleo John Deere Plus-50™ II or Plus-50™.
Após a retífica do motor, abasteça com o óleo de
amaciamento de motor John Deere Break-In™ ou
Break-In Plus™.
• Classificação de Serviço API CD
• Classificação de Serviço API CC
• Sequência de óleos ACEA E2
• Sequência de Óleos ACEA E1
IMPORTANTE: Não use o óleo Plus-50™ II, Plus-50™
ou óleos para motores que estejam de acordo
com uma das seguintes normas durante
o período de amaciamento de motores
novos ou recondicionados:
API CJ-4
ACEA E9
API CI-4 PLUS
ACEA E7
API CI-4
ACEA E6
API CH-4
ACEA E5
API CG-4
ACEA E4
API CF-4
ACEA E3
API CF-2
API CF
Estes óleos não permitem que o motor seja
devidamente amaciado.
Se não estiverem disponíveis os Óleos de Amaciamento
de Motor John Deere Break-In™ ou Break-In Plus™, use
um óleo para motor diesel de viscosidade 10W-30 SAE
que cumpra uma das especificações a seguir, e troque o
filtro e o óleo no máximo a cada 100 horas de operação:
• Classificação de Serviço API CE
O Óleo de Amaciamento do Motor John Deere Break-In
Plus™ pode ser usado em todos os motores diesel John
Deere em todos os níveis de certificação de emissões.
Após o período de amaciamento, use o óleo John Deere
Plus-50™ II, John Deere Plus-50™ ou um outro óleo de
motor a diesel recomendado neste manual.
Break-In é uma marca registrada da Deere & Company.
Break-In Plus é uma marca registrada da Deere & Company
Plus-50 é uma marca registrada da Deere & Company.
DX,ENOIL4 -54-15MAY13-1/1
85-9
040814
PN=318
Combustíveis, lubrificantes e líquidos de arrefecimento
Recomendações de Óleo de Amaciamento
para Pulverizadores 4630
Os motores novos são abastecidos na fábrica com o
óleo Break-In™ da John Deere. Durante o período de
amaciamento, adicione o óleo de motor John Deere
Break-In™ ou Break-In™ P, conforme necessário, para
manter o nível do óleo especificado.
O óleo de motor John Deere Break-In™ Plus pode ser
usado em todos os motores diesel John Deere em todos
os níveis de certificação de emissões.
IMPORTANTE: Não use o óleo Plus-50™ II, Plus-50
ou óleos para motores que estejam de acordo
com uma das seguintes normas durante
o período de amaciamento de motores
novos ou recondicionados:
API CJ-4
Estes óleos não permitem que o motor seja
devidamente amaciado.
Opere o motor sob várias condições, sobretudo cargas
pesadas com uso mínimo de marcha lenta, para auxiliar o
devido assentamento dos componentes do motor.
Troque o óleo e o filtro em até um máximo de 100 horas
pelo óleo Break-In™ durante a operação inicial de um
motor novo.
O óleo de motor John Deere Break-In™ Plus pode ser
usado em todos os motores diesel John Deere em todos
os níveis de certificação de emissões.
Após o período de amaciamento, use o óleo John Deere
Plus-50™ II ou Plus-50 ou outro óleo para motores diesel
conforme recomendado neste manual.
ACEA E9
API CI-4 PLUS
ACEA E7
API CI-4
ACEA E6
API CH-4
ACEA E5
API CG-4
ACEA E4
API CF-4
ACEA E3
API CF-2
API CF
Break-In é uma marca comercial da Deere & Company.
Plus-50 é uma marca registrada da Deere & Company.
OUO6092,00002CD -54-02DEC09-1/1
85-10
040814
PN=319
Combustíveis, lubrificantes e líquidos de arrefecimento
Usar óleo com viscosidade apropriada, baseando-se na
variação esperada da temperatura do ar entre as trocas
de óleo.
50 o C
122o F
40 o C
104o F
30 o C
86 o F
20 o C
68 o F
10 o C
50 o F
0o C
32 o F
-10 o C
14 o F
-20 o C
-4 o F
-30 o C
-22 o F
-40 o C
-40 o F
SAE 30
TS1687 —UN—18JUL07
SAE 0W-40
SAE 5W-30
• John Deere Torq-Gard™
• Categoria de Serviço API CJ-4
• Categoria de Serviço API CI-4
• Categoria de Serviço API CI-4
• Categoria de Serviço API CH-4
• Categoria de Serviço API CG-4
• Categoria de Serviço API CF-4
• Sequência de Óleos ACEA E9
• Sequência de óleos ACEA E7
• Sequência de óleos ACEA E6
• Sequência de óleos ACEA E5
• Sequência de óleos ACEA E4
• Sequência de óleos ACEA E3
• Sequência de Óleos ACEA E2
SAE 10W-30
Podem ser usados outros óleos se cumprirem uma ou
mais das seguintes normas:
SAE-15W-40
John Deere PLUS-50™ também é recomendado.
SAE 10W-40
John Deere Plus-50™ II é o óleo preferido.
SAE 40
Óleo de Motor Diesel — Sem Certificação de Emissões e Certificação Tier 1 e Stage I
Viscosidades do Óleo Para Temperaturas Variadas do Ar
Se for usado óleo de acordo com API CG-4, API CF-4 ou
ACEA E2, reduzir os intervalos de troca em 50%.
Os óleos de motor diesel de multiviscosidade são os
recomendados.
A qualidade e o teor de enxofre do diesel devem estar
de acordo com todas as normas de emissões existentes
para a região em que o motor vai operar.
Se for usado combustível diesel com teor de enxofre
superior a 5000 mg/kg (5000 ppm), reduzir os intervalos
de troca em 50%.
NÃO utilize combustível diesel com teor de enxofre
superior a 10000 mg/kg (10000 ppm).
Plus-50 é uma marca registrada da Deere & Company
Torq-Gard é uma marca registrada Deere & Company
DX,ENOIL -54-15JUN10-1/1
85-11
040814
PN=320
Combustíveis, lubrificantes e líquidos de arrefecimento
Intervalos de troca de filtro e óleo do motor
diesel
Os intervalos de troca de filtro e óleo na tabela abaixo
devem ser usados como orientação geral. Os intervalos
efetivos de troca dependem das práticas de manutenção
e operação. Recomenda-se analisar o óleo para
determinar a vida útil real do óleo e auxiliar na seleção do
intervalo de troca de filtro e óleo adequado.
Os intervalos de troca do filtro e óleo variam conforme a
capacidade do cárter de óleo, o tipo de óleo de motor e
filtro usado e do teor de enxofre do diesel.
O teor de enxofre no diesel afetará os intervalos de
troca do filtro e do óleo. Altos níveis de enxofre no
combustível reduzem os intervalos de troca do filtro e
óleo, conforme mostrado na tabela.
IMPORTANTE: Quando usar misturas ("blends") de
biodiesel superiores a B20, reduza o intervalo
de troca do óleo e filtro em 50% ou monitore
o óleo do motor usando Oilscan.
Os tipos de óleo na tabela incluem:
• Óleos John Deere PLUS-50™ II e John Deere Plus 50
• “Outros óleos” incluem John Deere TORQ-GARD
SUPREME™, API CJ-4, API CI-4 PLUS, API CI-4,
ACEA E9, ACEA E7, ACEA E6, ACEA E5, ou ACEA E4.
O uso de óleos com especificação inferior em motores
Tier 3 pode resultar em falhas prematuras do motor.
NOTA: O intervalo prolongado de 500 horas para
troca de óleo e filtro é permitido se as seguintes
condições forem cumpridas:
• Recomenda-se expressamente o uso de diesel com
• Motor equipado com cárter de óleo para
•
• Uso de diesel com teor de enxofre menor
•
•
teor de enxofre menor que 0,10% (1000 ppm).
O uso de diesel com teor de enxofre entre 0,10% (1000
ppm) e 0,50% (5000 ppm) pode REDUZIR os intervalos
de troca de filtro e óleo conforme mostrado na tabela.
ANTES de usar diesel com teor de enxofre superior a
0,50% (5000 ppm), consulte seu concessionário John
Deere.
NÃO utilize combustível diesel com teor de enxofre
superior a 1,00% (10 000 mg/kg).
Capacidade do
cárter
intervalo prolongado
que 0,50% (5000 ppm )
• Uso de óleo John Deere Plus-50™ II ou
John Deere Plus-50
• Uso de um filtro de óleo aprovado pela John Deere
Tier 3 (EUA) e Stage III A (UE) - PowerTech Plus™
Tier 3 (EUA) e Stage III A (UE) - PowerTech™
Tamanho do cárter (L/kW)
Tamanho do cárter (L/kW)
Maior ou igual
a 0,10
Enxofre no
combustível
Maior ou igual
a 0,12
Maior ou igual
a 0,14
Maior ou igual
a 0,22
Menos que 0,10% (1000 mg/kg)
Plus-50
375 horas
Outros óleos
250 horas
Enxofre no
combustível
Maior ou igual
a 0,10
Maior ou igual
a 0,12
Maior ou igual
a 0,14
Menos que 0,10% (1000 mg/kg)
500 horas
500 horas
500 horas
375 horas
500 horas
500 horas
250 horas
250 horas
250 horas
250 horas
250 horas
250 horas
0,10 - 0,20% (1000 - 2000 mg/kg)
0,10 - 0,20% (1000 - 2000 mg/kg)
Plus-50
300 horas
300 horas
500 horas
500 horas
300 horas
400 horas
500 horas
Outros óleos
200 horas
200 horas
250 horas
250 horas
200 horas
200 horas
250 horas
Enxofre no
combustível
0,20 - 0,50% (2000 - 5000 mg/kg)
0,20 - 0,50% (2000 - 5000 mg/kg)
Plus-50
250 horas
250 horas
300 horas
500 horas
275 horas
350 horas
500 horas
Outros óleos
150 horas
150 horas
200 horas
250 horas
150 horas
175 horas
250 horas
Enxofre no
combustível
0,50 - 1,00% (5000 - 10 000 mg/kg)
0,50 - 1,00% (5000 - 10 000 mg/kg)
Plus-50
Contate um Concessionário John Deere (concessionário,
consultar soluções DTAC)
187 horas
250 horas
Outros óleos
Contate um Concessionário John Deere (concessionário,
consultar soluções DTAC)
125 horas
125 horas
250 horas
125 horas
O intervalo de troca para “outros óleos” pode ser prolongado para um máximo que não exceda o intervalo do Plus 50, e somente se for realizada
uma análise do óleo para determinar a vida útil real.
Plus-50 é uma marca registrada da Deere & Company
Torq-Gard Supreme é uma marca registrada da Deere & Company
PowerTech Plus é uma marca registrada da Deere & Company
PowerTech é uma marca registrada da Deere & Company
DX,ENOIL13 -54-03AUG09-1/1
85-12
040814
PN=321
Combustíveis, lubrificantes e líquidos de arrefecimento
Intervalos de Serviço do Óleo de Motor
Diesel e do Filtro para Pulverizadores 4630
de troca do óleo e filtro em 50% ou monitore
o óleo do motor usando Oilscan.
Os intervalos de troca de filtro e óleo na tabela abaixo
devem ser usados como orientação geral. Os intervalos
de manutenção reais também dependem das práticas
de operação e manutenção. Sugere-se fazer uso de
análises de óleo para determinar a vida útil real do óleo e
auxiliar na seleção do intervalo correto de manutenção do
óleo e do filtro.
Os tipos de óleo na tabela incluem:
• John Deere Plus-50™ II e John Deere Plus-50
• Outros óleos incluem óleos John Deere TORQ-GARD
SUPREME™, API CJ-4, API CI-4 PLUS, API CI-4,
ACEA E9, ACEA E7, ACEA E6, ACEA E5 ou ACEA E4.
O uso de óleos com especificação inferior em motores
Tier 3 pode resultar em falhas prematuras do motor.
Os intervalos de manutenção do óleo e do filtro são
baseados em uma combinação da capacidade do cárter,
no tipo de óleo do motor e de filtro usados e no teor de
enxofre do óleo diesel.
NOTA: O intervalo prolongado de 500 horas para
troca de óleo e filtro é permitido se as seguintes
condições forem cumpridas:
O nível de enxofre no combustível diesel afetará os
intervalos de manutenção do óleo do motor e do filtro.
Altos níveis de enxofre no combustível reduzem os
intervalos de troca do filtro e óleo, conforme mostrado
na tabela.
• Motor equipado com cárter de óleo para
intervalo de drenagem estendido.
• Uso de óleo diesel com teor de enxofre menor
que 0,50% (5000 mg/kg)
• Uso de óleo John Deere Plus-50™ II ou
John Deere Plus-50
• Recomenda-se expressamente o uso de óleo diesel
• Uso de um filtro de óleo John Deere aprovado
com teor de enxofre menor que 0,10% (1000 mg/kg).
• O uso de diesel com teor de enxofre entre 0,10%
•
•
Nosso cárter equivale a 0,12. O 4730 e o 4830 são
equipados com um Motor PowerTech Plus com um cárter
de intervalo de drenagem estendido resultando numa
classificação (L/kW) de 0,12 ou maior. A tabela a seguir
mostra os intervalos recomendados de troca de óleo para
essas máquinas.
(1000 mg/kg) e 0,50% (5000 mg/kg) pode REDUZIR os
intervalos de troca de filtro e óleo conforme mostrado
na tabela.
ANTES de usar óleo diesel com teor de enxofre superior
a 0,50% (5000 mg/kg), consulte seu concessionário
John Deere.
NÃO utilize combustível diesel com teor de enxofre
superior a 1,00% (10 000 mg/kg).
IMPORTANTE: Quando usar misturas ("blends") de
biodiesel superiores a B20, reduza o intervalo
Tier 3 dos EUA e Estágio III A Europeu - PowerTech Plus™
Tamanho do Cárter (L/kW)
Capacidade do cárter
Maior ou igual a 0,12
Enxofre no Combustível
Menos que 0,10% (1000 mg/kg)
Plus-50
500 horas
Outros Óleos
250 horas
Enxofre no Combustível
0,10 - 0,20% (1000 - 2000 mg/kg)
Plus-50
300 horas
Outros Óleos
200 horas
Enxofre no Combustível
0,20 - 0,50% (2000 - 5000 mg/kg)
Plus-50
250 horas
Outros Óleos
150 horas
Enxofre no Combustível
0,50 - 1,00% (5000 - 10 000 mg/kg)
Plus-50
Contate o Concessionário John Deere (o concessionário pode recomendar soluções DTAC)
Outros Óleos
Contate o Concessionário John Deere (o concessionário pode recomendar soluções DTAC)
O intervalo de manutenção para “outros óleos” pode ser prolongado para um máximo que não exceda o intervalo do Plus-50, e somente se
for realizada uma análise do óleo para determinar a vida útil real.
Plus-50 é uma marca comercial da Deere & Company.
Torq-Gard Supreme é uma marca registrada da Deere & Company
PowerTech Plus é uma marca registrada da Deere & Company.
OUO6092,00002CE -54-02DEC09-1/1
85-13
040814
PN=322
Combustíveis, lubrificantes e líquidos de arrefecimento
Intervalos Prolongados de Troca de Óleo do Motor Diesel — Sem Certificação de Emissões
e Certificação Tier 1 e Stage I
Quando é usado o óleo John Deere Plus-50™ II ou John
Deere Plus-50™ com o filtro especificado pela John
Deere, o intervalo de troca do filtro e óleo do motor pode
ser prolongado em 50%, mas não pode exceder um
máximo de 500 horas.
Recomenda-se analisar o óleo para avaliar a condição do
óleo e auxiliar na seleção do intervalo de troca de filtro
e óleo adequado. Consulte seu distribuidor John Deere
para maiores informações sobre análise do óleo do motor.
Troque o óleo e o filtro de óleo pelo menos uma vez a cada
12 meses, mesmo se o total de horas de operação for
inferior ao indicado para o intervalo de troca recomendado.
Quando forem usados óleos ACEA E9, ACEA E7, ACEA
E6, ACEA E5 ou ACEA E4 com o filtro especificado
pela John Deere, faça análise do óleo do motor para
determinar se o intervalo de troca de filtro e óleo pode ser
prolongado em até 50% sem exceder 500 horas.
ACEA E4 forem usados com filtros diferentes dos filtros
especificados pela John Deere, troque o filtro e o óleo do
motor no intervalo normal de troca.
Se forem usados óleos John Deere Torq-Gard™, API
CJ-4, API CI-4 PLUS, API CI-4, API CH-4 ou ACEA E3,
troque o filtro e o óleo do motor no intervalo normal de
troca.
Se forem usados óleos API CG-4, API CF-4 ou ACEA
E2, troque o filtro e o óleo do motor em 50% do intervalo
normal de troca.
IMPORTANTE: Para evitar danos ao motor:
• Reduza os intervalos de troca do filtro e
•
óleo do motor em 50% ao usar misturas de
Biodiesel acima de B20. A análise do óleo
pode permitir intervalos de serviço maiores.
Use somente os tipos de óleo aprovados.
Se os óleos John Deere Plus-50™ II ou John Deere
Plus-50™, ACEA E9, ACEA E7, ACEA E6, ACEA E5 ou
Plus-50 é uma marca registrada da Deere & Company
Torq-Gard é uma marca registrada da Deere & Company
Também são aceitos:
SAE 10W-30 com API de CI-4 ou superior
SAE 15W-40 com API de CI-4 ou superior
A—TORQ-GARD SUPREME
10W-30
B—TURF-GARD
PLUS-50 15W-40
• TURF-GARD™
• TORQ-GARD SUPREME™ 10W-30
• Plus-50™ 15W40 com API de CI-4 ou superior
SAE 10W-30
São recomendados os seguintes óleos:
TURF-GARD
Use óleo com viscosidade apropriada, baseando-se
na variação esperada da temperatura do ar durante o
período entre as trocas de óleo.
TORQ-GARD SUPREME 10W-30
Óleo do Acionamento
Hidrostático/Hidráulico
C—SAE 10W-30
D—Plus-50
A
B
C
D
50˚C
122˚F
40˚C
104˚F
30˚C
86˚F
20˚C
68˚F
10˚C
50˚F
0˚C
32˚F
-10˚C
14˚F
-20˚C
-4˚F
-30˚C
-22˚F
N83494 —UN—24FEB09
DX,ENOIL6 -54-15JUN10-1/1
TURF-GARD é uma marca registrada da Deere & Company
TORQ-GARD SUPREME é uma marca comercial da Deere & Company
Plus-50 é uma marca comercial da Deere & Company
OUO6092,000020F -54-20MAY09-1/1
85-14
040814
PN=323
Utilize a viscosidade de óleo com base na faixa de
temperatura prevista do ar durante o período entre trocas
de óleo.
São recomendados os seguintes óleos:
• John Deere GL5 85W140 Gear Lube
SAE 85W-140
Óleo do Cubo Planetário
50ºC
122ºF
40ºC
104ºF
30ºC
86ºF
20ºC
68ºF
10ºC
50ºF
0ºC
32ºF
-10ºC
14ºF
N64582 —UN—18NOV13
Combustíveis, lubrificantes e líquidos de arrefecimento
OUO6092,00006E3 -54-24SEP04-1/1
Graxa
Use graxa baseada nos números de consistência NLGI
e na variação prevista da temperatura do ar durante o
intervalo de manutenção.
A graxa a seguir é preferencial:
• SOMENTE Graxa Polyurea SD John Deere
Número da Peça TY6341.
N62572 —UN—02MAY03
IMPORTANTE: Alguns tipos de espessantes de
graxas não são compatíveis com outros. Entre
em contato com seu fornecedor de graxa antes
de misturar tipos diferentes de graxa.
OUO6092,0001157 -54-06MAR08-1/1
Graxa para Suspensão e Direção
de outras graxas pode resultar no desgaste
prematuro dos componentes da suspensão.
Use SOMENTE SD POLYUREA GREASE.
Número da Peça TY6341.
IMPORTANTE: o uso de outras graxas no sistema
de suspensão não é recomendado. O uso
OUO6092,0000A39 -54-07JUL06-1/1
85-15
040814
PN=324
Combustíveis, lubrificantes e líquidos de arrefecimento
Armazenar lubrificantes
O seu equipamento só pode funcionar com a máxima
eficiência se forem usados lubrificantes limpos.
Armazene os contentores deitados para evitar o acúmulo
de água e de sujeira.
Usar recipientes limpos para manusear todos os
lubrificantes.
Certifique-se de que todos os contentores estejam
devidamente marcados para identificar seus conteúdos.
Armazene os lubrificantes e os contentores numa área
protegida do pó, da umidade e de outras contaminações.
Descarte adequadamente todos os contentores velhos e
quaisquer restos de lubrificantes que eles possam conter.
DX,LUBST -54-11APR11-1/1
Lubrificantes alternativos e sintéticos
As condições em certas regiões geográficas poderão
requerer recomendações de lubrificantes diferentes das
impressas neste manual.
Determinados líquidos de arrefecimento e lubrificantes da
John Deere podem não estar disponíveis na sua região.
Consulte o seu concessionário John Deere para obter
informações e recomendações.
Os limites de temperatura e os intervalos de manutenção
indicados neste manual se aplicam tanto para os óleos
convencionais quanto para os sintéticos.
Os óleos básicos rerrefinados podem ser usados se
o lubrificante acabado cumprir com os requisitos de
desempenho.
Os lubrificantes sintéticos poderão ser usados caso
satisfaçam os requisitos de desempenho conforme
mostrado neste manual.
DX,ALTER -54-11APR11-1/1
85-16
040814
PN=325
Lubrificação e manutenção
Limpeza de Produtos Químicos Perigosos
do Veículo, Inclusive Pesticidas
T6642EJ —UN—18OCT88
CUIDADO: Durante a aplicação de produtos
químicos perigosos, inclusive pesticidas,
os resíduos podem se acumular dentro ou
fora do veículo. Limpe o veículo de acordo
com as instruções de uso de produtos
químicos perigosos.
Quando exposto a produtos químicos nocivos, limpe o
exterior e o interior do veículo diariamente para mantê-lo
livre de acumulação de poeira e contaminação visíveis.
1. Varra ou aspire o chão da cabine.
defeito. Reduza a pressão e pulverize em
um ângulo de 45 a 90 graus.
2. Limpe o teto e os painéis interiores da cabine.
IMPORTANTE: Apontar um jato de água pressurizada
para componentes eletrônicos/elétricos ou
conectores, rolamentos e vedações hidráulicas,
bombas injetoras de combustível ou outras
partes e componentes sensíveis poderá causar
3. Lave todo o exterior do veículo.
4. Descarte toda a água usada que possua alto teor de
ingredientes perigosos ativos ou não ativos de acordo
com os regulamentos ou Instruções publicados.
OUO6092,000081B -54-23JUN05-1/1
Símbolos de Lubrificação
Lubrifique com graxa John Deere SD Polyurea.
Lubrifique nos intervalos de horas indicados nos símbolos.
OUO6092,0000A07 -54-12JUN06-1/1
Prevenção de Contaminação no Sistema
Hidráulico
conexões. Quando carregar o sistema, use
um trator ou outra fonte que contenha óleo
limpo, livre de materiais abrasivos. Mantenha
os acopladores limpos. Partículas abrasivas,
como areia ou fragmentos de metal, podem
danificar as vedações, os barris e pistões,
causando vazamento interno.
IMPORTANTE: a limpeza é muito importante ao
se trabalhar em sistemas hidráulicos. Evite
a contaminação montando os cilindros, as
mangueiras, os acopladores e as válvulas
em uma área limpa da oficina.
Deixe os tampões protetores nas aberturas
de fluido até que esteja pronto para fazer as
OUO6092,0001159 -54-12MAR08-1/1
90-1
040814
PN=326
Lubrificação e manutenção
Descarte Adequado dos Resíduos
TS1133 —UN—15APR13
Descartar os resíduos de forma inadequada pode ameaçar
o meio-ambiente e a ecologia. Resíduos potencialmente
prejudiciais usados com os equipamentos da John Deere
incluem produtos tais como óleo, combustível, líquido de
refrigeração, fluido para freios, filtros e baterias.
Use vasilhame à prova de vazamento e fugas ao drenar
os fluidos. Não use vasilhame para alimentos ou bebidas,
pois alguém pode enganar-se e usá-los para a ingestão
de alimento ou bebida.
Não despeje os resíduos sobre o solo, pelo sistema de
drenagem e nem em cursos de água.
O vazamento de líquidos refrigerantes do ar condicionado
podem danificar a atmosfera da Terra. Os regulamentos
do governo podem requerer um centro autorizado de
manutenção de ar condicionado para recuperar e reciclar
os líquidos refrigerantes usados no ar condicionado.
Pergunte ao seu centro local do meio ambiente ou de
reciclagem, ou ainda ao seu concessionário John Deere
sobre a maneira adequada de reciclar ou de descartar
os resíduos.
DX,DRAIN -54-03MAR93-1/1
90-2
040814
PN=327
Lubrificação e manutenção
Intervalos de Serviço — 4630 (Excluindo a
Barra)
SERVIÇO
** Realize no amaciamento inicial
• Intervalo de serviço exigido
Apertar as porcas de orelha
INTERVALO
1 Horas
10 Horas
**
Verifique os tirantes do tanque de solução
Diariamente
Conforme
Necessário
**
**
50 Horas
100 Horas 250 Horas
**
Trocar o óleo do cubo planetário
**
Inspecionar visualmente as buchas da suspensão
**
**
Verificar o torque nas peças de fixação da barra de
suspensão
**
Verificar a folga do calço de ajuste da bitola
**
Trocar o óleo e o filtro do motor
**
Verificação do nível do óleo do motor
•
Verificação do nível do líquido de arrefecimento
•
Verifique o nível do óleo hidráulico
•
Drenar a água e os sedimentos dos filtros de combustível
•
Limpeza das telas de solução
•
Lubrificar os conjuntos da suspensão
•
Enxágue a bomba de solução, o fluxômetro e a barra
•
Drenar a umidade do tanque de ar integrado
•
Verifique se os pneus apresentam algum dano e corrija a
pressão de calibração
•
Verificar as molas a ar
•
Limpeza das telas de pressão
•
Limpeza da tela de abastecimento
•
Limpe o fluxômetro
•
Limpar as telas e o sistema de arrefecimento
•
Trocar os filtros de ar do motor
•
Inspecionar e substituir a correia da Ventilador
•
Substituir os filtros de ar da cabine
•
•
Lubrificar as juntas esféricas do cilindro do volante e os
braços rotativos do volante
•
Inspecionar os componentes do freio
•
Apertar as porcas de orelha
•
Verificar a folga do calço de ajuste da bitola
•
Trocar o óleo e o filtro do motor
•
Verifique os tirantes do tanque de solução
•
Lubrificar as juntas universais do eixo de acionamento
•
Faça a manutenção das baterias
•
Fazer rodízio dos pneus
•
SERVIÇO
• Intervalo de serviço exigido
INTERVALO
500 Horas
Substituição dos filtros hidrostáticos e hidráulicos
•
Troque o óleo hidráulico
•
Trocar o óleo do cubo planetário
•
Substituir os filtros de combustível
•
Inspecionar visualmente as buchas da suspensão
•
Verificar o torque nas peças de fixação da barra de
suspensão
•
1 Ano
Substituir os filtros de ar da cabine
•
Substituir o cartucho do secador de ar do compressor de ar
•
750 Horas
Continua na próxima página
90-3
1500
Horas
2000
Horas
5000
Horas
6000
Horas
OUO6092,000052E -54-14MAR11-1/2
040814
PN=328
Lubrificação e manutenção
SERVIÇO
• Intervalo de serviço exigido
INTERVALO
500 Horas
1 Ano
Inspecione o cinto de segurança
•
Limpe o tubo de ventilação do motor
•
Inspecionar os isoladores hidro
•
Remova e inspecione os componentes do freio
•
Verifique a convergência da extremidade dianteira
•
Limpe o pulverizador e as superfícies expostas de
revestimento
•
Testar o líquido de arrefecimento e acrescentar aditivo,
conforme necessário
•
750 Horas
Verifique o sistema de admissão de ar
•
Verifique as rotações do motor
•
1500
Horas
2000
Horas
5000
Horas
6000
Horas
•
Verificar tensor da correia
•
Ajustar a folga das válvulas do motora
•
Substituir o amortecedor do virabrequim do motora
Drenar, lavar e reabastecer o sistema de arrefecimento
do motor
•
Substituir os termostatos e testar a tampa do radiador
•
a
Consulte o seu concessionário John Deere para manutenção.
OUO6092,000052E -54-14MAR11-2/2
Apertar as Porcas de Orelha—Após a
Primeira Hora
N83108 —UN—07MAY12
Aperte as porcas de orelha da roda (A) em um padrão
cruzado de acordo com a especificação, depois da
primeira hora de uso e diariamente, até que o torque se
mantenha.
Especificação
Porcas de Fixação das
Rodas—Torque (Seco).................................................................515 Nm
(380 lb-ft)
IMPORTANTE: Podem ocorrer danos à roda ou ao
cubo planetário caso não seja mantido o torque
de aperto correto das porcas de orelha. Aperte
as porcas de orelha em um arranjo cruzado de
acordo com a especificação. Aperte as porcas
de fixação das rodas após 1 hora de uso e a cada
10 horas a partir de então, até que seja mantido o
torque correto. Verifique o torque das porcas de
orelha da roda depois de cada 100 horas de uso.
A—Porcas de Fixação das
Rodas
OUO6092,0000551 -54-12JAN12-1/1
90-4
040814
PN=329
Lubrificação e manutenção
Verificação dos Tirantes do Tanque de
Solução—Após as Primeiras Dez Horas
1. Encha o tanque de solução.
2. Verifique se os tirantes do tanque de solução estão
apertados.
3. Se o tirante estiver frouxo, afrouxe as contraporcas (B).
4. Aperte as porcas de ajuste (A) até que os tirantes
estejam justos, depois girar mais duas voltas.
A—Porca de Ajuste (2 Usadas)
N84404 —UN—27APR09
5. Aperte as contraporcas.
B—Contraporca
OUO6092,0000139 -54-24APR09-1/1
Troca do Óleo do Cubo Planetário—Após as
Primeiras 50 Horas
1. Estacione a máquina em uma superfície plana e
nivelada.
2. Gire o cubo até que a seta da peça fundida aponte
para a posição de 2 horas (A).
C
A
E
3. Retire o bujão (B) e escoe o óleo para um recipiente
adequado. Recoloque o bujão.
N83253 —UN—03MAR09
4. Retire o bujão de abastecimento (C).
5. Remova o bujão de nível de abastecimento (D).
6. Complete o cubo até o nível de óleo (E) com
lubrificante de engrenagens GL5 85W-140. (Consulte
a capacidade de reabastecimento na seção
Especificações).
7. Reinstale o bujão de enchimento e encha o bujão de
nível.
D
B
A—Seta na Posição de 2 Horas
B—Bujão de Drenagem
C—Bujão de Abastecimento
D—Bujão de Nível de
Abastecimento
E—Nível de Abastecimento
OUO6092,0000182 -54-16MAR09-1/1
90-5
040814
PN=330
Lubrificação e manutenção
Inspecionar Visualmente as Buchas da
Suspensão—Depois das Primeiras 50 e
Primeiras 100 Horas
N98346 —UN—08MAY12
Inspecione visualmente as buchas quanto a danos. A
borracha das buchas não deve apresentar desgaste
nem danos excessivos. É normal que a borracha tenha
rachaduras.
Meça a dimensão (A) em cada lado das buchas. Substitua
as buchas que tenham uma diferença de 5 mm (0.20 in.)
ou mais entre as duas medidas.
A—Dimensão
CS12167,000014A -54-08MAY12-1/1
Verificar a As Peças de Fixação da Haste da
Suspensão—Após as Primeiras 100 Horas
Verifique se todos os parafusos da lança de suspensão
(A) estão apertados de acordo com a especificação.
N98345 —UN—08MAY12
Especificação
Parafuso—Torque
(Seco)...........................................................................................510 Nm
(376 lb.-ft.)
NOTA: Se os parafusos da haste de suspensão
forem removidos, novos parafusos precisam ser
instalados. Não utilize os parafusos sextavados
antigos, pois isso pode causar falhas.
A—Parafusos Sextavados (32
usados)
CS12167,000014B -54-01AUG12-1/1
Verificação da Folga do Calço no Ajuste da
Bitola do Eixo—Após as Primeiras 100 Horas
Meça a folga (A) entre a superfície usinada inferior da
rótula do eixo (B) e a superfície superior do suporte do
calço inferior (C). Se a folga exceder 1,5 mm (0.060 in.)
na extremidade externa do suporte, ajuste a folga do
calço. (Consulte "Procedimentos para Ajustar a Folga do
Calço", na seção "Chassi" do Manual do Operador).
C—Suporte Inferior do Calço
A
C
N83532 —UN—12MAR09
A—Folga
B—Rótula do Eixo
B
OUO6092,0000183 -54-06JUL09-1/1
90-6
040814
PN=331
Lubrificação e manutenção
2. Remova o filtro (B) e limpe a superfície de montagem
do filtro. Aplique uma fina camada de óleo no filtro
de substituição e instale. Aperte manualmente o
elemento do filtro. Não aperte demais.
3. Abasteça o cárter com óleo com grau de viscosidade
adequado à estação pelo gargalo de abastecimento
de óleo (C). (Consulte Óleo do Motor Diesel, na
seção Combustíveis, Lubrificantes e Líquidos de
Arrefecimento).1
Especificação
Cárter com
Filtro—Capacidade............................................................................. 19 l
(20.1 qt)
4. Dê partida no motor e verifique se há vazamentos.
5. Pare o motor. Verificar o nível do óleo.
C—Gargalo de Abastecimento
de Óleo
N82450 —UN—11DEC08
A—Bujão de Dreno do Cárter
B—Elemento do Filtro
N82449 —UN—11DEC08
1. Coloque o motor em funcionamento para aquecer o
óleo. Pare o motor. Retire o bujão de drenagem do
cárter (A). Recoloque o bujão após a drenagem do
óleo.
N82448 —UN—11DEC08
Troque o Óleo do Motor e o Filtro—Após as
Primeiras 100 Horas
1
Se determinadas condições forem atendidas, o intervalo de
manutenção do óleo e filtro pode ser estendido para 500 horas.
Consulte Intervalos de Manutenção do Óleo e Filtro do Motor Diesel
para Pulverizadores 4630 na seção Combustíveis, Lubrificantes
e Líquidos de Arrefecimento neste manual.
OUO6092,00002CF -54-02DEC09-1/1
90-7
040814
PN=332
Lubrificação e manutenção
Verificação do Nível de Óleo do
Motor—Diariamente
N82366 —UN—27MAY09
Retire a vareta (A) e verifique o nível do óleo com o
pulverizador em solo nivelado. O nível do óleo deve estar
entre a marca "ADD" (ADICIONAR) e a parte hachurada
da vareta. Se necessário, adicione o óleo recomendado
em "óleo de motor diesel" na seção Combustíveis,
Lubrificantes e Líq. de Arrefecimento.
Não opere o motor com o nível do óleo abaixo da marca
“ADD” (ADICONAR) na vareta.
Após longo período de armazenamento
Verifique se há acúmulo de sujeira ou outros materiais
estranhos sob o capô ou cabine. Se houver, remova.
A—Vareta do Óleo
OUO6092,0000514 -54-08MAR11-1/1
Verificar nível do líq. de
arrefecimento—diariamente
1. Levante o capô.
N82443 —UN—11DEC08
2. Verifique o nível do líquido de arrefecimento no tanque
de expansão antes de dar partida no pulverizador. O
nível deve estar ligeiramente acima da marca inferior
“MIN” (B) e abaixo da marca superior "MAX" (A) com
o motor frio.
3. Se o nível do líquido de arrefecimento estiver baixo:
a. Verifique sinais de vazamento. Conserte, caso
necessário.
Lado esquerdo
b. Aperte todas as braçadeiras das mangueiras.
c. Retire a tampa do tanque (C) e adicione líquido
de arrefecimento conforme especificado na
seção Combustíveis, Lubrificantes e Líquido de
Arrefecimento.
A—Nível máximo
B—Nível mínimo
C—Tampa
d. Baixe o capô.
OUO6092,00000C1 -54-07JUL09-1/1
90-8
040814
PN=333
Lubrificação e manutenção
A capacidade do sistema hidráulico é de aproximadamente
151 L (40 gal) e a capacidade do reservatório é de 60,6 L
(16 gal).
O nível do óleo hidráulico mostrado deve estar entre a
metade e três quartos superior no indicador de referência
do nível (A). Adicione óleo através da abertura na
tampa de abastecimento (B) se necessário. (Ver seção
Combustível, Lubrificantes e Líquido de Arrefecimento do
manual do operador da máquina para as especificações
do óleo hidráulico.)
A—Indicador de referência do
nível
B—Tampa de abastecimento
N83822 —UN—31MAR09
NOTA: Ao verificar o nível, colocar as barras de
pulverização na posição de descanso e retrair
o cilindro hidráulico, incluindo os cilindros
de ajuste de bitola.
N82444 —UN—11DEC08
Verificar nível do óleo hidráulico e
hidrostático—diariamente
OUO6092,00000BD -54-11MAY09-1/1
IMPORTANTE: Ao drenar água dos filtros de
combustível, a válvula de dreno deve ser
completamente desenroscada e a válvula deve
descer aproximadamente 12 mm (0,5") para
drenar devidamente a água do filtro.
Drene a água e contaminantes do copo do separador de
água abrindo a válvula de dreno (A) nos filtros primário
(B) e secundário (C).
A—Válvula de dreno
B—Filtro primário
N82367 —UN—27MAY09
Drenar água e sedimento do filtro
do combustível e separador de
água—diariamente
C—Filtro secundário
OUO6092,00000C0 -54-09JUL09-1/1
90-9
040814
PN=334
Lubrificação e manutenção
Lubrifique os Conjuntos da
Suspensão—Diariamente
N98335 —UN—04MAY12
Lubrifique os conjuntos dianteiros da suspensão com a
Graxa de Poliureia Padrão da John Deere. Utilize três
bombas de graxa em cada graxeira (A).
IMPORTANTE: Não é recomendado o uso de outras
graxas no sistema de suspensão. O uso
de outras graxas pode resultar no desgaste
prematuro dos componentes da suspensão.
A—Graxeira
N82614 —UN—26JAN09
Conjunto Dianteiro Direito (Estrutura Estreita Exibida)
Conjunto Dianteiro Esquerdo de Estrutura Estreita (Estrutura Estreita Exibida)
CS12167,000013A -54-02MAY12-1/1
Lavagem da Bomba de Solução, da Lança e
do Fluxômetro—Diariamente
N84877 —UN—09JUN09
CUIDADO: O sistema de pulverização pode conter
material perigoso que pode causar acidentes
pessoais graves ou morte do operador ou
de outras pessoas. Vista roupas, óculos e
luvas de proteção. Drene a solução e limpe
a tela em uma área onde pessoas, animais,
vegetação e provisões de água etc. não
possam ser contaminadas.
Lave a bomba, a lança e o fluxômetro (A) com água limpa
diariamente.
(Consulte Utilização do Sistema de Lavagem (Bomba da
Solução de Lavagem, Lança e Fluxômetro Somente) na
seção Sistema de Umidificação).
A—Fluxômetro
OUO6092,000013B -54-08JUL09-1/1
90-10
040814
PN=335
Lubrificação e manutenção
CUIDADO: Válvula de descarga e escape do
tanque a alta pressão. Use óculos de proteção
ao executar serviço ou liberar a pressão
através da torneira de purga.
Abra a torneira de purga (A) e drene a umidade do tanque
de ar integrado diariamente.
N98333 —UN—04MAY12
A—Torneira de Purga
TS266 —UN—23AUG88
Drene a Umidade do Tanque de Ar
Integrado—Diariamente
CS12167,000013B -54-02MAY12-1/1
90-11
040814
PN=336
Lubrificação e manutenção
Verifique se os Pneus não Estão Danificados
e se a Pressão de Calibração dos Pneus Está
Correta—Diariamente
Pneus 4630
Pneus/Pressão do Ar
kPa
bar
psi
320/80R42
320
3,2
46
380/80R38
240
2.4
35
420/85R34
200
2.0
29
CUIDADO: A separação explosiva do pneu
e das peças do aro pode causar acidentes
pessoais graves ou morte. Não tentar montar
um pneu, a menos que tenha o equipamento
e experiência necessários para executar o
trabalho com segurança.
TS211 —UN—15APR13
Mantenha sempre a pressão correta nos pneus. Não
encha os pneus acima da pressão recomendada. Nunca
solde nem aqueça um conjunto roda e pneu. O calor
pode causar um aumento na pressão do ar, resultando
em explosão do pneu. A solda pode enfraquecer
estruturalmente ou deformar a roda.
Ao encher pneus, use um mandril com presilha e uma
mangueira longa o suficiente para permitir ficar de lado, e
NÃO em frente ou sobre o conjunto do pneu. Use uma
grade de segurança, se disponível.
Verifique as rodas quanto a baixa pressão, cortes, bolhas,
aros danificados ou parafusos e porcas ausentes.
Proteja os pneus da exposição ao sol, produtos químicos
e derivados de petróleo.
Trafegar em velocidades altas, enquanto carrega cargas
pesadas, irá aumentar o desgaste dos pneus e reduzir a
vida útil do pneu.
Tente evitar pedras e objetos pontiagudos; dirija com
cuidado.
OUO6092,0000515 -54-02MAY12-1/1
90-12
040814
PN=337
Lubrificação e manutenção
Verificar molas a ar—diariamente
(máquinas não equipadas com sistema de
auto-nivelamento de molas a ar)
NOTA: As máquinas devem ser estacionada em solo
nivelado, com o tanque de solução vazio e as
barras dobradas ao verificar as molas a ar.
N82612 —UN—26JAN09
CUIDADO: Uma mola a ar pode explodir se inflada
em demasia, causando acidentes pessoais graves
ou morte do operador ou de outras pessoas. Ao
ajustar conjuntos de suspensão, não exceda 689
kPa (6,89 bar) (100 psi). Mantenha as mãos e o
corpo afastados da articulação da suspensão.
Conjunto de molas a ar traseiro esquerdo mostrado
É normal que as molas a ar percam ar após alguns
dia de uso, especialmente em terrenos irregulares.
Inspecione a pressão das bolsas de ar dos conjuntos de
molas a ar (A) diariamente.
A—Distância entre placas de
montagem das molas a ar
Ajustes das molas a ar
Encha as molas a ar de acordo com as seguintes
especificações.
Dimensão das molas
a ar
Tanque de solução
vazio
Tanque de solução
cheio
Ajuste dianteiro
175 mm (7 in.)
165 mm (6.5 in.)
Ajuste traseiro
240 mm (9.5 in.)
185 mm (7.25 in.)
OUO6092,0000238 -54-12JAN12-1/1
Limpeza das Telas de Pressão — Diariamente
N98442 —UN—07MAY12
CUIDADO: O sistema de pulverização pode
conter materiais perigosos que podem provocar
acidentes pessoais graves ou morte. Vista
roupas, óculos e luvas de proteção. Limpe o
filtrador em uma área onde pessoas, animais,
vegetação e suprimento de água etc. não
possam ser contaminados.
NOTA: Limpe as telas de pressão se as seguintes
condições existirem:
• A bomba falha em obter a vazão máxima
• A bomba não consegue manter a pressão estática
• As taxas de aplicação oscilam
1. Verifique se a válvula de sucção (A) está na posição
"SOLUTION TANK" (tanque de solução).
A—Válvula de Sucção
2. Mova a válvula de enxágue/desvio da pressão (B)
para a posição "PULVERIZAR".
Continua na próxima página
90-13
B—Válvula de Derivação de
Pressão / Enxágue
OUO6435,000078C -54-07MAY12-1/2
040814
PN=338
Lubrificação e manutenção
CUIDADO: Não feche a válvula de corte da lança
com a bomba de solução em operação. Isso
pode gerar pressão no sistema, o que pode ser
perigoso ao abrir as telas para limpeza.
N81772 —UN—10JUN09
3. Feche a válvula de corte da lança (A).
CUIDADO: Não drene a solução para o solo. Drene
em um recipiente. Drene a solução em uma área
onde pessoas, animais, vegetação, suprimentos
de água etc. não sejam contaminados.
4. Remova os bujões (B) da tela para permitir a
drenagem da tela para dentro de um balde ou
recipiente adequado.
5. Afrouxe o anel (C) e remova a tampa da tela.
N82357 —UN—07MAY12
6. Retire a tela e lave com água limpa.
NOTA: Com telas duplas, as telas mais finas
(normalmente com malha 80) são colocadas na
parte traseira da carcaça da tela.
7. Instale a tela e a tampa da tela.
8. Instale o bujão.
9. Abra a válvula da tela.
A—Válvula de Corte da Lança
de Pulverização
B—Anel
C—Alojamento
OUO6435,000078C -54-07MAY12-2/2
90-14
040814
PN=339
Lubrificação e manutenção
Limpeza da Tela de
Abastecimento—Conforme Necessário
N98443 —UN—07MAY12
CUIDADO: O sistema de pulverização pode
conter materiais perigosos que podem provocar
acidentes pessoais graves ou morte. Vista
roupas, óculos e luvas de proteção. Drene
a solução e limpe a tela em uma área onde
pessoas, animais, vegetação e provisões de água
etc. não possam ser contaminadas.
NOTA: Limpe a tela de abastecimento (A) periodicamente.
CUIDADO: A válvula Quik-Fill™ (BA) pode conter
materiais perigosos que podem envenenar,
causando acidentes pessoais graves ou morte
do operador ou de outras pessoas. Antes de
remover a tampa do Quik-Fill™, verifique se
a válvula Quik-Fill™ está desligada.
A—Tela de Abastecimento
B—Válvula Quick Fill™
C—Tampa
1. Verifique se a válvula Quik-Fill™ está fechada.
D—Válvula de Sucção
E—Válvula de Derivação de
Pressão / Enxágue
2. Abra as alavancas de trava e remova a tampa (C).
onde pessoas, animais, vegetação, suprimentos
de água etc. não sejam contaminados.
3. Verifique se a válvula de sucção (D) está na posição
"Closed" (fechada) (vertical, para cima).
4. Verifique se a válvula de derivação de pressão/
enxágue (E) está na posição "SPRAY" (pulverização).
5. Abra a válvula Quik-Fill™ e drene a solução em um
balde ou recipiente apropriado.
6. Quando a solução tiver sido drenada, feche a válvula
Quik-Fill™ e recoloque a tampa.
CUIDADO: Não drene a solução no solo. Drene
em um recipiente. Drene a solução em uma área
BL04947,000094E -54-03JAN14-1/3
NOTA: As máquinas preparadas para pulverização na
cana de açúcar têm proteções adicionais.
7. Retire as tiras de borracha (B), desconecte as fendas
J (C) e solte a proteção de borracha (A).
A—Proteção de borracha
B—Tiras de borracha
C—Fendas J
Continua na próxima página
90-15
CQ292641 —UN—08JAN14
Remoção das proteções se equipadas.
BL04947,000094E -54-03JAN14-2/3
040814
PN=340
Lubrificação e manutenção
8. Remova o bujão (A) da extremidade da tampa da tela
utilizando alicate de corrediça ou uma ferramenta
equivalente e drene o resto da solução para um balde.
9. Remova o anel de retenção (B) e a tampa da tela.
11. Esvazie a tela e enxágue com água limpa.
12. Insira a tela no corpo da tela.
NOTA: Verifique se a tela está devidamente assentada
no corpo da tela antes de colocar a tampa. Se a
tela não estiver totalmente assentada, a tampa e o
anel O poderão não se acomodar adequadamente,
permitindo a ocorrência de vazamentos.
N82355 —UN—21NOV08
10. Remova a tela (C) do corpo da tela.
13. Instale a tampa no corpo da tela.
A—Bujão
B—Anel retentor
N82610 —UN—15JAN09
14. Aperte a tampa utilizando um alicate de junta
deslizante ou uma ferramenta equivalente e verifique
se há vazamentos.
C—Tela
BL04947,000094E -54-03JAN14-3/3
CUIDADO: Não feche a válvula de corte da barra
com a bomba de solução em operação. Isso
poderá reter a pressão na barra o que pode ser
perigoso ao remover os fluxômetros para limpeza.
1. Feche a bomba de solução.
2. Feche a válvula de corte da barra (A).
A—Válvula de Corte da Barra
de Pulverização
Continua na próxima página
90-16
N81772 —UN—10JUN09
Limpe o Fluxômetro—Conforme Exigido
OUO6092,0000522 -54-19JAN12-1/2
040814
PN=341
Lubrificação e manutenção
3. Desparafuse os insertos do fluxômetro (A) e
remova-os.
4. Limpe o inserto com Limpador de Peças e Freio John
Deere (Nº de Peça TY26101). Verifique se a turbina
(B) gira facilmente.
5. Instale o inserto no fluxômetro.
N84877 —UN—09JUN09
CUIDADO: Não drene a solução para o solo. Drene
em um recipiente. Drene a solução em uma área
onde pessoas, animais, vegetação, suprimentos
de água etc. não sejam contaminados.
6. Abra a válvula de corte da barra.
B—Turbina
N85432 —UN—29JUN09
A—Insertos do Fluxômetro
OUO6092,0000522 -54-19JAN12-2/2
Limpeza das Telas e do Sistema de
Arrefecimento—Conforme Necessário
Limpe o refrigerador de combustível/condensador do
ar condicionado, refrigerador de óleo hidráulico, o
refrigerador do ar de carga e o radiador. (Veja Limpeza
do Sistema de Arrefecimento na seção Motor e Trem de
Acionamento para informar-se sobre o procedimento).
A—Telas de Proteção
N82452 —UN—11DEC08
Desligue o motor e limpe as telas (A) da grade dianteira,
as frestas das proteções laterais do motor (B) usando
uma escova.
B—Frestas das Proteções
Laterais do Motor
OUO6092,000013D -54-07JUL09-1/1
Troca dos Filtros de Ar do Motor—Conforme
Necessário
(Consulte os procedimentos em Substituição dos Filtros
de Ar Primário e Secundário do Motor, na seção Motor
e Trem de Acionamento).
OUO6092,0000185 -54-08JUL09-1/1
90-17
040814
PN=342
Lubrificação e manutenção
Inspecionar e Substituir a Correia da
Ventoinha—Conforme Necessário
Verifique periodicamente se há desgaste na correia do
ventilador do motor. Substitua conforme necessário.
(Consulte o procedimento em Substituição da Correia da
Ventoinha e Trajeto da Correia da Ventoinha, na seção
Motor e Trem de Acionamento).
OUO6092,0000186 -54-03MAR09-1/1
Verificar e Substituir os Filtros de Ar da
Cabine—Conforme Necessário
Os filtros de ar da cabine DEVEM ser trocados a cada 250
horas ou a cada ano, o que ocorrer primeiro. Verifique
os filtros regularmente. Troque os filtros mais cedo se
eles ficarem obstruídos ou se o fabricante recomendar.
Após a substituição, anote a data e as horas do motor na
tabela na seção Substituição dos Filtros de Ar da Cabine,
na Seção Ar Condicionado.
Consulte o procedimento de troca em Substituição dos
Filtros de Ar na seção Cabine e Ar Condicionado.
OUO6092,000014C -54-02DEC09-1/1
Lubrificar as Juntas Esféricas do Cilindro de
Direção—100 Horas
N83534 —UN—29JUN09
IMPORTANTE: Use somente Graxa Polyurea Padrão
John Deere para lubrificar a suspensão
e os componentes da direção. Não é
recomendado o uso de outras graxas no
sistema de suspensão. O uso de outras
graxas pode resultar no desgaste prematuro
dos componentes da suspensão.
Lubrifique as juntas esféricas do cilindro de direção (A)
usando Graxa Polyurea Padrão John Deere a cada 100
horas.
A—Juntas Esféricas do
Cilindro de Direção
OUO6092,0000685 -54-03NOV11-1/1
Inspecione visualmente as pastilhas de freio (A) e os
rotores (B) em ambas as rodas traseiras quanto a ranhuras
profundas, sinais de superaquecimento ou de desgaste
prematuro. Caso exista qualquer uma dessas condições,
(entre em contato com seu concessionário John Deere).
A—Pastilhas de Freio
B—Rotor
N82454 —UN—11DEC08
Inspeção Visual dos Componentes do Freio
de Serviço—100 Horas
OUO6092,000013F -54-08DEC08-1/1
90-18
040814
PN=343
Lubrificação e manutenção
Aperto da Peças de Fixação das Rodas—100
Horas
N95114 —UN—13JAN12
Verifique o torque na ferragem da roda. Aperte as porcas
de montagem (A) em um padrão cruzado conforme as
especificações.
Especificação
Porcas de Montagem da
Roda—Torque (seco)...................................................................515 Nm
(380 lb-ft)
IMPORTANTE: Podem ocorrer danos ao cubo
planetário e à roda, caso não seja mantido o
torque correto da porca de montagem. Aperte as
porcas em padrão entrecruzado de acordo com
a especificação. Aperte as porcas de montagem
das rodas após a primeira hora de uso e depois
a cada 10 horas, até que o torque correto seja
mantido. Verifique o torque das porcas das
rodas depois de cada 100 horas de uso.
A—Porcas de Montagem da
Roda
OUO6092,000018A -54-13JAN12-1/1
Verificação da Folga do Calço no Ajuste da
Bitola do Eixo—250 Horas
Meça a folga (A) entre a superfície usinada inferior da
rótula do eixo (B) e a superfície superior do suporte do
calço inferior (C). Se a folga exceder 1,5 mm (0.060 in.)
na extremidade externa do suporte, ajuste a folga do
calço. (Consulte Ajuste da Folga do Calço no Ajuste da
Bitola do Eixo, na Seção Chassi).
C—Suporte Inferior do Calço
A
C
N83532 —UN—12MAR09
A—Folga
B—Rótula do Eixo
B
OUO6092,000018B -54-06JUL09-1/1
90-19
040814
PN=344
Lubrificação e manutenção
IMPORTANTE: O teor de enxofre não deve exceder
0,10 %. É preferível teor de enxofre menor
que 0,10 %. Consulte a seção Combustível,
Lubrificantes e Líquido de Arrefecimento para
obter mais informações sobre intervalos
de troca de óleo.
1. Coloque o motor em funcionamento para aquecer o
óleo. Pare o motor. Retire o bujão de drenagem do
cárter (A). Recoloque o bujão após a drenagem do
óleo.
N82448 —UN—11DEC08
Troca do Óleo e do Filtro do Motor—250
Horas
3. Abasteça o cárter com óleo com grau de viscosidade
adequado à estação pelo gargalo de abastecimento
de óleo (C). (Consulte Óleo do Motor Diesel, na
seção Combustíveis, Lubrificantes e Líquidos de
Arrefecimento).1
Especificação
Cárter com
Filtro—Capacidade............................................................................. 19 l
(20.1 qt)
N82449 —UN—11DEC08
2. Remova o filtro (B) e limpe a superfície de montagem
do filtro. Aplique uma fina camada de óleo no filtro
de substituição e instale. Aperte manualmente o
elemento do filtro. Não aperte demais.
4. Dê partida no motor e verifique se há vazamentos.
A—Bujão de Dreno do Cárter
B—Elemento do Filtro
C—Gargalo de Abastecimento
de Óleo
N82450 —UN—11DEC08
5. Pare o motor. Verificar o nível do óleo.
1
Se determinadas condições forem atendidas, o intervalo de
manutenção do óleo e filtro pode ser estendido para 500 horas.
Consulte Intervalos de Manutenção do Óleo e Filtro do Motor Diesel
para Pulverizadores 4630 na seção Combustíveis, Lubrificantes
e Líquidos de Arrefecimento neste manual.
OUO6092,00002D0 -54-02DEC09-1/1
90-20
040814
PN=345
Lubrificação e manutenção
Verifique os Tirantes do Tanque de
Solução—250 Horas
1. Encha o tanque de solução.
2. Verifique se os tirantes do tanque de solução estão
apertados.
3. Se o tirante estiver frouxo, afrouxe as contraporcas (B).
4. Aperte as porcas de ajuste (A) até que os tirantes
estejam justos, depois girar mais duas voltas.
A—Porca de Ajuste (2 Usadas)
N84404 —UN—27APR09
5. Aperte as contraporcas.
B—Contraporca
OUO6092,0000141 -54-24APR09-1/1
IMPORTANTE: Evite dano ao rolamento da agulha.
Não use graxa contendo mais que 1% de
bissulfeto de molibdênio. Use a graxa SD
Polyurea (TY6341) ou outras graxas que
satisfaçam o seguinte:
• Especificação JDM J13E4 John Deere
• Classificação de desempenho NLGI GC-LB
• Especificação-padrão NLGI Nº 2
N98476 —UN—08MAY12
Lubrificação das Juntas-U do Eixo
Propulsor—Cada 250 Horas
1. Retire os parafusos (A) e a proteção inferior (B).
NOTA: O eixo de acionamento tem um total
de três graxeiras.
2. Lubrifique as graxeiras (C).
C—Graxeira
N85430 —UN—25JUN09
A—Parafuso
B—Blindagem
CS12167,000014C -54-08MAY12-1/1
90-21
040814
PN=346
Lubrificação e manutenção
Faça a Manutenção das Baterias (Apenas as
Baterias Sem Vedação)—250 Horas
TS204 —UN—15APR13
CUIDADO: O gás da bateria pode explodir.
Mantenha faíscas e chamas longe das baterias.
Use uma lanterna à pilha para verificar o
nível de eletrólito da bateria.
Nunca verifique a carga da bateria ligando
os polos com um objeto de metal. Use um
voltímetro ou um densímetro.
Sempre remova a abraçadeira aterrada (-) da
bateria primeiro e coloque-a por último.
CUIDADO: O ácido sulfúrico existente no eletrólito
da bateria é venenoso. Ele é suficientemente
concentrado para queimar a pele, corroer roupas
e causar cegueira se for respingado nos olhos.
Evite o perigo:
1. Enchendo as baterias em áreas bem
ventiladas.
2. Usando proteção para os olhos e luvas
de borracha.
3. Evitando respirar os gases quando adicionar
eletrólito na bateria.
4. Evitando salpicar ou entornar o eletrólito.
5. Usando o procedimento adequado de partida
ao usar cabos de ligação direta.
Em caso de contato com ácido:
TS203 —UN—23AUG88
1. Lave a pele com água corrente.
2. Aplique bicarbonato de sódio ou cal na área
atingida para neutralizar os ácidos.
3. Lave os olhos com água corrente por cerda
de 15 a 30 minutos. Procure assistência
médica imediatamente.
Em caso de ingestão do ácido:
1. Não induza o vômito.
2. Beber grandes quantidades de água ou leite,
mas não mais do que 2 litros (2 qt).
3. Procure assistência médica imediatamente.
ALERTA: Placas e terminais de baterias e acessórios
relacionados contêm chumbo e compostos de chumbo,
elementos químicos reconhecidos pelo estado da
Califórnia como causa para câncer e problemas
reprodutivos. Lave as mãos após o manuseio.
1. Mantenha todas as conexões limpas e apertadas.
Remova qualquer corrosão e lave os terminais com
solução de bicarbonato de sódio e água.
IMPORTANTE: Não adicione água em clima muito
frio, a menos que a máquina opere por
pelo menos 30 minutos.
3. Verifique o nível de eletrólito em cada célula. Se
estiver baixo, encha até o fundo dos bocais de
abastecimento com água LIMPA e de BAIXO TEOR
ALCALINO. NÃO encha em demasia.
4. Cubra os terminais com uma pequena quantidade de
graxa e recoloque as proteções dos terminais.
2. Verifique a gravidade específica do eletrólito em cada
célula da bateria. Carregue a bateria, se a leitura for
inferior a 1,215.
AS60558,0002A71 -54-04JAN13-1/1
90-22
040814
PN=347
Lubrificação e manutenção
Rodízio de Pneus—250 Horas
Contate seu distribuidor de pneus para informar-se sobre
as recomendações de rodízio dos pneus.
OUO6043,0001805 -54-15OCT04-1/1
Verificar e Substituir os Filtros de Ar da
Cabine—250 Horas ou Anualmente
Os filtros de ar da cabine DEVEM ser trocados a cada 250
horas ou a cada ano, o que ocorrer primeiro. Verifique
os filtros regularmente. Troque os filtros mais cedo se
eles ficarem obstruídos ou se o fabricante recomendar.
Após a substituição, anote a data e as horas do motor na
tabela na seção Substituição dos Filtros de Ar da Cabine,
na Seção Ar Condicionado
Consulte o procedimento de substituição em Substituição
dos Filtros de Ar na seção Cabine e Ar Condicionado.
OUO6092,000022D -54-22JUL09-1/1
Substituição dos Filtros Hidráulico e
Hidrostático—500 Horas
1. Retire os filtros hidrostáticos (A) e o filtro hidráulico (B).
N98478 —UN—08MAY12
2. Lubrifique o novo conjunto do filtro com
óleo hidráulico/hidrostático recomendado ou
equivalente. (Consulte Óleo de Acionamento
Hidráulico/Hidrostático na Seção Combustíveis,
Lubrificantes e Líquidos de Arrefecimento, para obter
as especificações de óleo).
3. Instale e aperte manualmente os elementos dos filtros.
4. Verifique o nível de óleo e adicione conforme
necessário (Veja Verificação do Óleo Hidrostático e
Hidráulico na seção Motor e Trem de Acionamento).
A—Filtros Hidrostáticos
B—Filtro Hidráulico
CS12167,000014D -54-08MAY12-1/1
90-23
040814
PN=348
Lubrificação e manutenção
Trocar o Óleo Hidráulico—500 Horas
NOTA: Aproximadamente 64 l (16 gal) de
óleo são necessários para abastecer o
reservatório hidráulico.
N84879 —UN—09JUN09
1. Coloque as lanças nos descansos e retraia todos os
cilindros hidráulicos, incluindo os cilindros de ajuste
da bitola.
2. Estacione a máquina em uma superfície plana e
nivelada.
3. Retire o bujão de dreno (A) da mangueira de
drenagem e drene o tanque.
4. Recoloque o bujão de dreno.
5. Retire a tampa de abastecimento (A) e encha
o reservatório hidráulico com o óleo hidráulico
recomendado até que o nível indicado no visor
(C) esteja entre metade e três quartos. (Consulte
Óleo de Acionamento Hidráulico/Hidrostático na
Seção Combustíveis, Lubrificantes e Líquidos de
Arrefecimento, para obter as especificações de óleo).
C—Visor de Nível
N84880 —UN—09JUN09
A—Bujão de Drenagem
B—Tampa de Abastecimento
OUO6092,000018D -54-30JUN09-1/1
Troca do Óleo do Cubo Planetário—500
Horas
1. Estacione a máquina em uma superfície plana e
nivelada.
2. Gire o cubo até que a seta da peça fundida aponte
para a posição de 2 horas (A).
C
A
E
3. Retire o bujão (B) e escoe o óleo para um recipiente
adequado. Recoloque o bujão.
N83253 —UN—03MAR09
4. Retire o bujão de abastecimento (C).
5. Remova o bujão de nível de abastecimento (D).
6. Complete o cubo até o nível de óleo (E) com
lubrificante de engrenagens GL5 85W-140. (Consulte
a capacidade de reabastecimento na seção
Especificações).
7. Reinstale o bujão de enchimento e encha o bujão de
nível.
D
B
Cubo Dianteiro na Posição de Drenagem
A—Seta na Posição de 2 Horas
B—Bujão de Drenagem
C—Bujão de Abastecimento
D—Bujão de Nível de
Abastecimento
E—Nível de Abastecimento
OUO6092,0000145 -54-05MAR09-1/1
90-24
040814
PN=349
Lubrificação e manutenção
Substitua os Filtros de Combustível
TS1343 —UN—18MAR92
CUIDADO: Fluido sob alta pressão remanescente
nas linhas de combustível pode provocar
acidentes pessoais graves. Apenas técnicos
familiarizados com esse tipo de sistema
devem efetuar reparos. Antes de desconectar
as linhas de combustível, os sensores ou
qualquer outro componente entre a bomba de
combustível de alta pressão e os bicos em
motores com sistema de combustível HPCR
(Trilho Comum de Alta Pressão), espere no
mínimo 15 minutos após desligar o motor.
OUO6092,0000146 -54-30JAN12-1/2
1. Limpe completamente o exterior dos elementos dos
filtros e as áreas de montagem do filtro.
CUIDADO: O combustível nos filtros pode
estar sob alta pressão.
N82455 —UN—05MAR09
Abra a válvula de drenagem (C) na parte inferior
da câmara do separador de água para aliviar
a pressão antes de remover o filtro.
NOTA: Use uma bandeja aparadora ao drenar
o combustível e também quando remover
os filtros da máquina.
NOTA: O separador de água/combustível é parte do
conjunto do filtro de combustível.
2. Drene a água e os contaminantes dos filtros de
combustível (A) e (B) em um recipiente adequado,
abrindo as válvulas de drenagem (C) na parte inferior
dos filtros.
3. Desconecte o chicote do sensor de água (D).
A—Filtro Primário de
Combustível
B—Filtro de Combustível
Secundário
C—Válvulas de Drenagem
D—Chicote
E—Anel de Retenção
F— Anel de Retenção
G—Separador de Água
6. Instale o separador de água no filtro de substituição.
IMPORTANTE: Sempre troque os dois filtros
quando for fazer manutenção.
IMPORTANTE: NÃO encha previamente o filtro
primário nem o filtro final de combustível.
Os detritos do combustível não filtrado
danificarão os injetores.
NOTA: O combustível adicional será drenado das
carcaças dos filtros.
4. Levante e gire o anel de retenção (E) no sentido
anti-horário. Remova o filtro de combustível primário
e o anel de retenção.
5. Levante e gire o anel de retenção (F) no sentido
anti-horário. Remova o filtro de combustível do
separador de água e o anel de pressão. Remova o
separador de água (G).
7. Lubrifique as vedações dos filtros com diesel e
instale-os.
8. Gire a chave para a posição "Run" (funcionamento)
por aproximadamente 60 segundos antes de dar a
partida no motor para que os filtros de combustível
tenham tempo de encher. O sistema de combustível
realiza sua própria sangria.
OUO6092,0000146 -54-30JAN12-2/2
90-25
040814
PN=350
Lubrificação e manutenção
Inspecionar Visualmente as Buchas da
Suspensão—500 Horas
N98346 —UN—08MAY12
Inspecione visualmente as buchas quanto a danos. A
borracha das buchas não deve apresentar desgaste
nem danos excessivos. É normal que a borracha tenha
rachaduras.
Meça a dimensão (A) em cada lado das buchas. Substitua
as buchas que tenham uma diferença de 5 mm (0.20 in.)
ou mais entre as duas medidas.
A—Dimensão
CS12167,000014E -54-08MAY12-1/1
Verificar as Peças de Fixação da Haste da
Suspensão—500 Horas
Verifique se todos os parafusos da lança de suspensão
(A) estão apertados de acordo com a especificação.
N98345 —UN—08MAY12
Especificação
Parafuso—Torque
(Seco)...........................................................................................510 Nm
(376 lb.-ft.)
NOTA: Se os parafusos da haste de suspensão
forem removidos, novos parafusos precisam ser
instalados. Não utilize os parafusos sextavados
antigos, pois isso pode causar falhas.
A—Parafusos Sextavados (32
usados)
CS12167,000014F -54-01AUG12-1/1
Verificar e Substituir os Filtros de Ar da
Cabine—250 Horas ou Anualmente
Os filtros de ar da cabine DEVEM ser trocados a cada 250
horas ou a cada ano, o que ocorrer primeiro. Verifique
os filtros regularmente. Troque os filtros mais cedo se
eles ficarem obstruídos ou se o fabricante recomendar.
Após a substituição, anote a data e as horas do motor na
tabela na seção Substituição dos Filtros de Ar da Cabine,
na Seção Ar Condicionado
Consulte o procedimento de substituição em Substituição
dos Filtros de Ar na seção Cabine e Ar Condicionado.
OUO6092,000022D -54-22JUL09-1/1
90-26
040814
PN=351
Lubrificação e manutenção
Inspeção dos Cintos de
Seguranças—Anualmente
N60684 —UN—30JUL02
Verifique o cinto de segurança (A) e as ferragens
de montagem no assento do operador e no assento
instrucional (se equipado) pelo menos uma vez por ano.
Se o sistema do cinto de segurança, inclusive as ferragens
de montagem, fivela, cinto e retrator apresentarem
quaisquer sinais de danos tais como de cortes, desgaste
extremo ou incomum, descoloração ou abrasão todo o
cinto deverá ser substituído imediatamente. Para sua
segurança, substitua o sistema do cinto de segurança
somente por peças de reposição aprovadas para a
máquina. (Entre em contato com seu concessionário
John Deere).
A—Cinto de segurança
OUO6092,0000514 -54-10DEC03-1/1
Substituição do Cartucho do Secador de
Ar—Anualmente
1.
N98333 —UN—04MAY12
CUIDADO: o sistema de ar integrado é carregado
com 689—896 kPa (100—130 psi). Para evitar
lesões ao operador e a outras pessoas, use
óculos e luvas de segurança e certifique-se de que
outras pessoas estejam afastadas da área antes
de aliviar a pressão do sistema de ar integrado.
Libere a pressão do sistema de ar abrindo a válvula
de drenagem (A).
2. Usando uma chave de correia, gire o cartucho
dessecante (B) no sentido anti-horário, remova e
descarte.
NOTA: Se houver excesso de óleo no filtro dessecante,
o compressor pode necessitar de serviços.
B
3. Remova e descarte o anel O (C) do prisioneiro da
chapa adaptadora.
4. Limpe a superfície superior da placa do adaptador e
o prisioneiro rosqueado.
C
N70389 —UN—15JUL05
5. Aplique uma fina camada de graxa (fornecida com o
novo cartucho) no anel O. Instale o anel de vedação
na placa do adaptador.
6. Aplique uma camada generosa de graxa na superfície
da gaxeta do cartucho dessecante novo.
7. Rosqueie o novo cartucho dentro da placa do
adaptador girando no sentido horário até que a gaxeta
toque a placa do adaptador. Aperte o cartucho mais
1/2 volta. NÃO APERTE DEMAIS.
A—Válvula de Drenagem
B—Cartucho
C—Anel O
CS12167,0000151 -54-08MAY12-1/1
90-27
040814
PN=352
Lubrificação e manutenção
Limpeza do Tubo do Respiro do
Motor—Anualmente
N98535 —UN—10MAY12
Limpe a sujeira e o entulho do tubo de ventilação do
motor (A).
A—Tubo do Respiro
CS12167,0000156 -54-10MAY12-1/1
Inspeção dos Componentes do Freio de
Serviço—Anualmente
2. Remova as pastilhas de freio (C) do ponto entre o
rotor e a pinça.
A—Pinos Elásticos
B— Pinos da Pinça
C—Pastilhas de Freio
N83538 —UN—10MAR09
1. Remova os pinos elásticos (A) e os pinos da pinça (B).
OUO6092,0000237 -54-05AUG09-1/2
Especificação
Material da Pastilha
de Freio—Espessura
Mínima de Cada
Pastilha......................................................................................... 2,5 mm
(0.098 in.)
4. Inspecione a face do rotor (B) quanto a ranhuras
profundas e desgaste desigual.
N83540 —UN—10MAR09
3. Inspecione o material da pastilha do freio (A) quanto a
ranhuras profundas, desgaste desigual e espessura
mínima.
5. Inspecione o rotor quanto à espessura mínima (C).
6. (Consulte seu concessionário John Deere sobre a
reposição de componentes conforme necessário).
Monte novamente os freios na ordem inversa da
remoção.
A—Material da Pastilha
B—Face do Rotor
C—Espessura do Rotor
N83539 —UN—10MAR09
Especificação
Rotor—Espessura
Mínima.................................................................................... 12 319 mm
(0.485 in.)
OUO6092,0000237 -54-05AUG09-2/2
90-28
040814
PN=353
Lubrificação e manutenção
Inspecione os três isoladores hidrostáticos (A) quanto
a buchas soltas, avariadas ou faltando. Existem dois
isoladores na parte dianteira das bombas hidrostáticas e
um na parte traseira.
A—Isoladores
N83541 —UN—25JUN09
Inspeção dos Isoladores
Hidrostáticos—Anualmente
OUO6092,0000190 -54-13JUL09-1/1
90-29
040814
PN=354
Lubrificação e manutenção
Verificação da Convergência do Eixo
Dianteiro—Anualmente
A
A
NOTA: Retire as proteções das rodas dianteiras, se houver.
1. Reposicione a direção dianteira girando as rodas até
o batente de direção esquerdo. Gire o volante três
rotações adicionais para a esquerda. Repita virando
a direção para a direita.
2. Dirija em linha reta por 6,1 m (20 ft).
3. Marque o centro (A) na dianteira e na traseira do aro,
na linha de centro (B).
C
IMPORTANTE: As medições devem ser feitas no aro
da roda, não na parte externa do pneu.
D
4. Meça marca a marca diagonalmente para verificar se
as rodas estão em linha reta. Se as medidas não
forem iguais dentro de um limite de 6,3 mm (0.25 in.),
gire um pouco o volante para ajustar os pneus e meça
novamente.
5. Meça de marca a marca, na traseira de cada aro.
Registre a medida da dimensão do espaçamento
traseiro (C).
6. Meça de marca a marca, na dianteira de cada aro.
Registre a medida da dimensão do espaçamento
dianteiro (D).
7. Subtraia o espaçamento dianteiro do espaçamento
traseiro para obter a dimensão da convergência. A
dimensão (D) deve ser 10-25 mm (0.38-1 in.) menor
que a dimensão (C).
Se as dimensões não estiverem dentro da faixa
especificada, (consulte Ajuste da Convergência do
Eixo Dianteiro, nesta seção).
CL
A
B
C—Dimensão, Espaçamento
Traseiro
D—Dimensão, Espaçamento
Dianteiro
N83110 —UN—04MAR09
A—Centro dos Pneus
B—Linha de Centro
A
OUO6092,0000682 -54-03NOV11-1/1
Limpeza do Pulverizador e Revestimento das
Superfícies Expostas
Trate as superfícies expostas com o revestimento
TY25396 para evitar corrosão e ferrugem.
Limpe o pulverizador anualmente. (Consulte Limpeza
de Produtos Químicos Perigosos do Veículo, Inclusive
Pesticidas, na seção Armazenagem).
OUO6043,000180B -54-24SEP04-1/1
90-30
040814
PN=355
Lubrificação e manutenção
Testar o Líquido de
Arrefecimento—Anualmente
A manutenção das concentrações adequadas de glicol e
de aditivos inibidores no líquido de refrigeração é crucial
para proteger o motor e o sistema de refrigeração contra
o congelamento, a erosão e a oxidação localizada das
camisas dos cilindros.
Teste a solução de arrefecimento em intervalos de 12
meses ou menos
Teste as condições do líquido de arrefecimento
anualmente e, quando líquido de arrefecimento
for perdido em excesso através de vazamento ou
superaquecimento, use as fitas de teste projetadas
para uso com líquidos de arrefecimento John Deere
COOL-GARD II. Se a tabela da fita de teste indicar que
é necessário aditivo, adicione John Deere COOL-GARD
II COOLANT EXTENDER conforme orientado. Adicione
somente a concentração recomendada do John Deere
COOL-GARD II COOLANT EXTENDER. NÃO adicione
mais que a quantidade recomendada.
Para obter uma avaliação mais completa do líquido de
arrefecimento, faça uma análise CoolScan™ ou CoolScan
PLUS™, onde disponível. Consulte seu concessionário
John Deere p/ mais informações.
CoolScan é uma marca registrada da Deere & Company
CoolScan PLUS é uma marca comercial da Deere & Company
OUO6092,0000192 -54-07JUL09-1/1
Manutenção do Pré-Limpador e Admissão
de Ar do Motor—750 Horas
1. Levante o capô.
N84405 —UN—27APR09
2. Limpar as mangueiras de aspiração (D) com ar
comprimido ou lavar as mangueiras usando um
detergente suave. Enxaguar as mangueiras de
aspiração em água limpa. Seque antes de instalar.
3. Apertar todas as juntas do sistema de admissão de ar.
4. Apertar as braçadeiras das mangueiras no
turbocompressor.
A—Mangueiras de aspiração
OUO6092,0000193 -54-29APR09-1/1
Verificação da Rotação do Motor—750 Horas
Sem carga, a rotação em marcha lenta deverá ser de
900±50 rpm.
A rotação em marcha acelerada deverá ser de 2540±50
rpm. Se as marchas não estiverem corretas, consulte o
seu concessionário John Deere.
OUO6092,0000D26 -54-29NOV06-1/1
Verificação do Tensor da Correia-1500 Horas
Verifique o tensor da correia quanto ao funcionamento
correto. Consulte Verificação do Tensor da Correia na
seção Motor e Trem de Acionamento para informar-se
sobre o procedimento.
OUO6043,0001806 -54-24SEP04-1/1
Ajuste da Folga das Válvulas do Motor—2000
Horas
A folga das válvulas deve ser ajustada a cada 2000 horas.
Peça ao seu concessionário John Deere para ajustar a
folga das válvulas do motor.
OUO6092,0000D0C -54-20NOV06-1/1
90-31
040814
PN=356
Lubrificação e manutenção
Substitua o Amortecedor do Virabrequim do
Motor—5000 Horas ou Cinco Anos
IMPORTANTE: O conjunto do amortecedor de
vibração não é reparável e deverá ser
substituído a cada cinco anos ou 5000
horas, o que ocorrer primeiro.
Peça ao seu concessionário John Deere para inspecionar
o amortecedor do virabrequim do motor.
OUO6092,0000D0D -54-20NOV06-1/1
90-32
040814
PN=357
Lubrificação e manutenção
Drenar, Lavar e Reabastecer o Sistema de
Arrefecimento—A Cada 6000 Horas ou Seis
Anos
1. Ajuste o controle do aquecedor para o aquecimento
máximo.
2. Primeiro afrouxe a tampa (A) depois remove-a.
3. Gire o controle de conexão/desconexão (B) no sentido
anti-horário até o final.
4. Colocar um recipiente sob os drenos para recolher o
líquido de refrigeração despejado, à medida que este
aparece. Abrir o bujão de drenagem (C).
A—Tampa de Abastecimento
B—Controle de Conexão/Desconexão (parte frontal do
radiador)
C—Bujão de Dreno (parte
traseira do radiador)
N84892 —UN—24JUN09
N84891 —UN—24JUN09
NOTA: O PRIMEIRO intervalo de serviço é 6 anos ou
6000 horas, desde que o sistema de arrefecimento
tenha sido abastecido exclusivamente com
John Deere COOL-GARD™ II e o líquido de
arrefecimento tenha sido verificado nos intervalos
recomendados. Depois da primeira manutenção,
o intervalo REGULAR (6 anos ou 6000 horas) é
reduzido para 2 anos ou 2000 horas se um líquido
de arrefecimento diferente de COOL-GARD II,
COOL-GARD ou COOL-GARD PG for usado.
Obedeça os intervalos de manutenção do líquido
de arrefecimento do motor recomendado indicados
em Líquido de Arrefecimento do Motor Diesel na
seção Combustível, Lubrificantes, Óleo Hidráulico
e Líquido de Arrefecimento, neste manual.
LX1036579 —UN—10JUN05
LX1036534 —UN—20OCT05
CUIDADO: Não abra a tampa (A) antes que
a temperatura do líquido de arrefecimento
esteja abaixo do ponto de ebulição. Primeiro,
afrouxe a tampa para aliviar a pressão, depois
remova a tampa por completo.
D—Mangueiras do Intercooler
E—Linhas
(D) no resfriador de ar de carga. Assim que o líquido de
arrefecimento surgir ou houver pressão, reaperte a linha.
NOTA: Consulte o seu concessionário John Deere para
obter recomendações de soluções de limpeza
que podem ser usadas como alternativas à
lavagem do sistema com água limpa.
Deixe o motor em funcionamento até ele que atinja a
temperatura de operação. Desligue o motor e drene
novamente o sistema.
Logo que o sistema estiver vazio, fechar o tampão de
drenagem do radiador (C) e encher o sistema com água
limpa.
Fechar de novo o tampão de drenagem e encher o
sistema com água limpa. Verifique a pressão na linha
(D) e repita os passos para garantir a vazão de líquido
de arrefecimento.
IMPORTANTE: Nunca jogue água ou líquido de
arrefecimento frios dentro de um motor
quente. Use sempre água quente ou espere
até que o motor esfrie.
Deixe o motor em funcionamento até ele que atinja a
temperatura de operação. Desligue o motor e drene
novamente o sistema.
Opere o motor em marcha lenta e aperte levemente a
mangueira (D) com seus dedos para determinar se a
bomba está bombeando líquido de arrefecimento.
Se não sentir nenhuma pressão, desligue o motor. Afrouxe
as linhas (E) até que o líquido de arrefecimento/água
saia por elas. Aperte novamente as linhas (E). Opere
o motor em marcha lenta e verifique novamente a
pressão na mangueira (D). Se necessário, solte a linha
NOTA: O sistema de arrefecimento usa dois circuitos
de líquido de arrefecimento que são quase
completamente separados. Isso significa que
o líquido de arrefecimento não é misturado
durante a operação. Portanto, somente líquido
de arrefecimento previamente diluído deverá ser
usado no sistema de arrefecimento.
Continua na próxima página
90-33
OUO6092,0000196 -54-09JUL09-1/2
040814
PN=358
Lubrificação e manutenção
Feche o bujão de dreno. Adicione o líquido de
arrefecimento indicado para o sistema (consulte a seção
"Combustível, Lubrificantes, Óleo Hidráulico e Líquido de
Arrefecimento") até que o líquido de arrefecimento esteja
nivelado com a marca Max. no tanque de expansão.
Verifique a pressão na linha (D) e repita os passos para
garantir a vazão de líquido de arrefecimento.
Adicione líquido de arrefecimento até a marca "max." em
ambos tanques.
Dê partida no motor e deixe-o funcionando por 5 minutos.
Desligue o motor e adicione líquido de arrefecimento até
a marca "max." no tanque de expansão.
Dê partida no motor e espere que alcance a temperatura
de operação.
Desligue o motor e adicione líquido de arrefecimento até
a marca "max." no tanque de expansão.
Vire o comando de conexão/desconexão (B) no sentido
horário até o final.
Recoloque e feche a tampa de abastecimento (A).
Para arrefecimento eficiente, a grade do radiador deve
estar sempre limpa. Remova toda a poeira e óleo e
endireite cuidadosamente quaisquer aletas tortas.
COOL-GARD é uma marca comercial da Deere & Company
OUO6092,0000196 -54-09JUL09-2/2
Teste ou Substituição dos Termostatos e da
Tampa do Radiador—A Cada 6000 Horas ou
Seis Anos
Teste ou substitua os termostatos a cada 6000 horas ou
seis anos. Consulte o seu concessionário John Deere
para manutenção.
OUO6092,0000197 -54-12MAR09-1/1
90-34
040814
PN=359
Lubrificação — lanças
Limpeza de Produtos Químicos Perigosos
do Veículo, Inclusive Pesticidas
T6642EJ —UN—18OCT88
CUIDADO: Durante a aplicação de produtos
químicos perigosos, inclusive pesticidas,
os resíduos podem se acumular dentro ou
fora do veículo. Limpe o veículo de acordo
com as instruções de uso de produtos
químicos perigosos.
Quando exposto a produtos químicos nocivos, limpe o
exterior e o interior do veículo diariamente para mantê-lo
livre de acumulação de poeira e contaminação visíveis.
1. Varra ou aspire o chão da cabine.
defeito. Reduza a pressão e pulverize em
um ângulo de 45 a 90 graus.
2. Limpe o teto e os painéis interiores da cabine.
IMPORTANTE: Apontar um jato de água pressurizada
para componentes eletrônicos/elétricos ou
conectores, rolamentos e vedações hidráulicas,
bombas injetoras de combustível ou outras
partes e componentes sensíveis poderá causar
3. Lave todo o exterior do veículo.
4. Descarte toda a água usada que possua alto teor de
ingredientes perigosos ativos ou não ativos de acordo
com os regulamentos ou Instruções publicados.
OUO6092,000081B -54-23JUN05-1/1
Locais de Lubrificação da Barra de Pulverização
N73104 —UN—10JUL06
C
A
B
B
C
D
A—Estrutura Central, Intervalo
C—Articulação da Lança Externa D—Braços de Elevação, Intervalo
de 10 Horas para 5 Posições
de 50 Horas para 19 Posições
ao Escape e Pivô da Corrente,
de Graxeira de Cada Lado
de Graxeira
Intervalo de 50 Horas para
B—Articulação da Lança Interna
2 Posições de Graxeira de
à Externa, Intervalo de 50
Cada Lado
Horas para 4 Posições de
Graxeira de Cada Lado
Local dos pontos de lubrificação na barra de pulverização.
OUO6092,00001DA -54-21APR09-1/1
Intervalos de Serviço—24,4 m (80 ft)
SERVIÇO
INTERVALO
10 Horas
** Realize no amaciamento inicial
• Intervalo de serviço exigido
Aperto do conjunto da barra de pulverização
Lubrificação dos pivôs do braço de elevação da barra de pulverização
**
•
Diariamente
Conforme
Necessário
50 Horas
•
•
Lubrificação da seção central
Lubrificação do pivô e da articulação da corrente de escape
•
Lubrificação da articulação externa da barra de pulverização
•
OUO6092,00001D9 -54-21APR09-1/1
95-1
040814
PN=360
Lubrificação — lanças
Aperto do Conjunto da Lança—Após as
Primeiras Dez Horas e a Cada 50 Horas
Aperte os afixadores e inspecione a lança quanto à
regulagem adequada após o primeiro dia (10 horas) de
uso e a cada 50 horas depois disto.
NX,OM4700,HR2 -54-26NOV97-1/1
Lubrificação da Seção Central da Barra de
Pulverização
N84210 —UN—17APR09
Pino de Conexão do Conjunto do Pivô
Uma Graxeira
OUO6092,00002C7 -54-30NOV09-1/4
N87290 —UN—30NOV09
Pivô Superior e Cilindro de Inclinação
Três Graxeiras
OUO6092,00002C7 -54-30NOV09-2/4
N87291 —UN—30NOV09
Pivô Inferior e Extremidade da Haste do
Cilindro de Recolhimento
Três Graxeiras
Continua na próxima página
95-2
OUO6092,00002C7 -54-30NOV09-3/4
040814
PN=361
Lubrificação — lanças
N87292 —UN—30NOV09
Cilindro de Dobramento da Seção Lateral Interna
Uma Graxeira
OUO6092,00002C7 -54-30NOV09-4/4
Lubrificação dos Pivôs do Braço de Elevação
da Barra de Pulverização—10 Horas
N84389 —UN—28APR09
Lubrifique os pivôs do braço de elevação da barra de
pulverização nos lados direito e esquerdo a cada 10 horas.
Cinco Graxeiras
OUO6092,00002C8 -54-30NOV09-1/1
Lubrificação da Articulação Externa da Barra
de Pulverização—50 Horas
N87294 —UN—30NOV09
Lubrifique as quatro graxeiras na articulação externa da
barra de pulverização nos lados direito e esquerdo a cada
50 horas.
Quatro Graxeiras
OUO6092,00002CA -54-30NOV09-1/1
95-3
040814
PN=362
Lubrificação — lanças
Lubrificação da Articulação e do Pivô da
Corrente de Escape—50 horas
N87293 —UN—30NOV09
Lubrifique o pivô da corrente de escape e a articulação de
escape nos lados direito e esquerdo a cada 50 horas.
Duas Graxeiras
OUO6092,00002C9 -54-30NOV09-1/1
95-4
040814
PN=363
Lança BoomTrac Pro (Opcional)
N97626 —54—28JUN12
Operação da BoomTrac Pro
A—Quadrado
B—Seção Realçada
E—Unidade de Medida
F— Botão do BoomTrac Pro
C—Altura Real
D—Modo de Alvo do Sensor
IMPORTANTE: As telas do monitor apresentadas nas
páginas a seguir são somente para referência.
As telas reais podem ser diferentes devido à
conexão de dispositivos opcionais, à versão do
software em uso ou à personalização das telas.
A seção BoomTrac Pro é exibida na Página Principal do
Pulverizador. Segue uma breve explicação dessa seção:
Os quadrados (A) ao redor de L, C e R indicam que
o BoomTrac Pro está pronto para operação e não há
falhas presentes. Quando o BoomTrac Pro for ativado,
cada seção (L, C ou R) será realçada (B) e assim
permanecerá enquanto estiver sendo controlada. Para
ver a direção para a qual Boom Trac Pro está controlando
uma determinada seção (L, C ou R), pressione o botão
do Boom Trac Pro (F) e procure as setas que indicam a
direção de controle.
Os números (C) (40, 36 e 40 neste exemplo) abaixo de L,
C e R indicam a altura real de cada seção da barra.
A palavra "Canopy" (Cobertura) (D) é uma opção que
também foi selecionada na página de configuração do
BoomTrac Pro. Ela indica que o usuário está operando
no modo de "Canopy" (Cobertura). A outra opção é o
modo de “Ground” (Solo).
O "(in)" (E) indica que as alturas reais exibidas estão
em polegadas.
A caixa ao redor do modo de “Canopy” (Cobertura)
ou “Ground” (Solo) indica que o BoomTrac Pro está
ativo (o que significa que o interruptor de retomada na
alavanca de controle multifuncional foi pressionado e que
o BoomTrac Pro está controlando ativamente as barras).
O botão do BoomTrac Pro (F) abre a página de
configuração do BoomTrac Pro para o operador.
Continua na próxima página
105-1
OUO6435,0000711 -54-27MAR12-1/2
040814
PN=364
Lança BoomTrac Pro (Opcional)
Ativação do Sistema
CUIDADO: Afaste-se das lanças quando o
BoomTrac estiver ativado. As lanças se
movem quando objetos são deslocados
dentro da faixa do sensor.
NOTA: O operador precisa estar em seu assento para
ativá-lo. O sistema também é desativado se o
operador sair de seu assento.
O sistema é desativado quando as funções de elevação
ou abaixamento da estrutura central são ativadas. Se o
operador acionar as funções de inclinação esquerda ou
direita, o sistema desativa essa seção e a estrutura central.
É necessário pressionar o Interruptor de Retomada
do BoomTrac na alavanca de controle multifuncional
novamente para reiniciar o BoomTrac Pro. Após ativar o
BoomTrac Pro, o operador pode elevar a seção da lança
central à altura-alvo desejada e, depois (este recurso
opera apenas quando o modo de altura-alvo da estrutura
central está selecionado) pressionar e segurar o botão
de retomada por três segundos para que o sistema
armazene as alturas atuais como as novas alturas-alvo.
N71685 —UN—09MAR06
Para ativar o sistema BoomTrac Pro, pressione o
Interruptor de Retomada do BoomTrac (A) na alavanca
de controle multifuncional. Isso ativa o sistema e faz
com que comece a controlar ativamente as funções de
inclinação da lança e a estrutura central em relação aos
contornos do solo.
A—Botão Número 1
NOTA: Se o sistema BoomTrac Pro NÃO foi ativado, o
que quer dizer que o código de ativação nunca
foi inserido ou que NÃO há caixas ao redor de
"L", "C" e "R" quando o BoomTrac for ativado
por estas caixas de seleção.
OUO6435,0000711 -54-27MAR12-2/2
105-2
040814
PN=365
Lança BoomTrac Pro (Opcional)
N97628 —54—28JUN12
Página de Configuração do BoomTrac Pro
cobertura, mantendo uma certa distância entre as lanças
e a parte superior da cobertura de cultura.
Selecione a tecla de Configuração ou pressione o botão
BoomTrac Pro na Página Principal do Pulverizador para
acessar a página.
As informações a seguir são exibidas na Página do
BoomTrac Pro e podem ser alteradas:
Modo de Alvo do Sensor (A) – Esta seção permite que o
usuário selecione os modos de operação de “Cobertura”
ou “Solo”.
O modo “Cobertura” faz com que um sensor de altura da
lança reaja à primeira coisa que detecte verticalmente em
relação ao solo. Este modo pode ser usado para manter
a lança a uma altura relativa à parte superior da cobertura
da cultura ou ao solo, se não houver cultura.
O modo “Solo” faz com que um sensor de altura da lança
ignore o primeiro obstáculo detectado verticalmente em
relação ao solo. Esse modo pode ser usado para manter
a altura da lança relativa ao solo quando houver cultura
no campo. É importante observar que no caso de culturas
densas, os sensores de altura da lança podem não
detectar o solo. Nesse caso, é melhor operar no modo de
BoomTrac Response (Resposta do BoomTrac) (B)—
Permite ao operador definir a resposta do BoomTrac Pro
de Baixa a Alta. Nesse caso, “High” (Alta) é a resposta
mais rápida às mudanças de altura.
Modo de Entrada de Altura-alvo (C) – Esta seção
permite ao usuário selecionar os modos de operação
"Compatibilidade com Estrutura Central" ou "Individual".
O modo de “Compatibilidade com Estrutura Central” faz
com que a alturas-alvo direita e esquerda correspondam
à altura-alvo (F) da estrutura central. Nesse modo, a
altura da estrutura central (36) estará iluminada. Essa
é a única altura que o usuário pode modificar quando
estiver operando nesse modo. Quando no modo “Match
Center Frame”, o operador poder aumentar ou diminuir a
altura da estrutura central usando o botão localizado na
alavanca de controle multifuncional.
O modo “Individual” permite ao usuário mudar a
altura-alvo de cada seção da lança (p.ex., lança esquerda,
lança direita e estrutura central).
Continua na próxima página
105-3
OUO6435,0000712 -54-27MAR12-1/2
040814
PN=366
Lança BoomTrac Pro (Opcional)
NOTA: As alturas-alvo apresentadas aqui consistem na
distância da parte inferior das pontas do bico ao
alvo (ex.: cobertura de cultura, solo etc.).
BoomTrac Ativado (D)— Quando marcado, isto permite
que o sistema seja ativado através do botão de retomada
na alavanca multifuncional de controle. Desmarcar essa
caixa evita que o sistema seja ligado através do botão de
retomada da alavanca multifuncional de controle.
Controle da Estrutura Central (E)— Quando marcado,
permite que a estrutura central controle ativamente a
elevação e abaixamento através do campo com base no
sensor da estrutura central. Em algumas condições pode
ser benéfico desmarcar esta caixa para evitar o controle
excessivo da estrutura central. Quando desmarcada, a
estrutura central controlará uma vez até a altura-alvo
e parará.
Leitura do Sensor de Rolagem (G)– na estrutura
central. O valor deve ser "0" quando as lanças estiverem
estendidas e niveladas. O valor deve ser positivo quando
a estrutura central gira no sentido horário e negativo
quando gira no sentido anti-horário.
Tecla de Função da Seção da Lança (H)— permite ao
operador acessar a página de configuração do sensor.
O operador pode configurar os números de série para os
sensores, habilitar/desabilitar os sensores e visualizar
as informações do sensor.
Status do BoomTrac (I)— permite que o operador
acesse a página de status.
Pressione o botão Entrar (J) para retornar à Página
Principal do Pulverizador.
OUO6435,0000712 -54-27MAR12-2/2
105-4
040814
PN=367
Lança BoomTrac Pro (Opcional)
N97627 —54—28JUN12
Configuração dos Sensores do BoomTrac Pro
A—Tecla de Função da Seção da D—Tecla de Função de
Posicionamento do Sensor
Lança
Interno
B—Seção de Teclas
E—Caixa de Seleção
Programáveis
Ativar/Desativar sensor
C—Tecla de Função de
Posicionamento do Sensor
Externo
F— Caixa de opções
G—Caixa de entrada
H—Caixa de Entrada
1. Selecione o botão BoomTrac Pro na Página Principal
do Pulverizador.
2. Selecione a tecla de função da Seção da Lança (A) na
Página de Configuração do BoomTrac Pro. A página
de Configuração do Sensor do BoomTrac Pro aparece.
NOTA: Para configurar os Sensores BoomTrac
Pro, registre a localização física de cada
sensor e o número de série correspondente
localizado na base do sensor. A localização
para esquerda/direita corresponde a quando o
operador está sentado no banco.
3. Selecione a Tecla de Função (B) individual para
acessar uma segunda página de Configuração de
Sensor, onde:
• Um sensor individual pode ser habilitado/desabilitado
usando a caixa de seleção
• O número de série do sensor para esse local pode
ser selecionado usando a caixa suspensa (F)
• As informações do sensor podem ser visualizadas
4. Selecione a tecla de função do Posicionamento
do Sensor Externo (C) para acessar a página
Posicionamento do Sensor Externo onde a distância
do sensor externo pode ser inserida na caixa de
entrada (G) e a distância do desvio externo pode ser
inserida na caixa de entrada (H).
Se BoomTrac estiver instalado para campo ou se
um sensor defeituoso for substituído deve-se fazer
a configuração dos Sensores de Altura da Lança
antes de qualquer outra mudança ou calibração.
Continua na próxima página
105-5
OUO6435,0000713 -54-27MAR12-1/3
040814
PN=368
Lança BoomTrac Pro (Opcional)
NOTA: Distância do Sensor Externo (G)— esta distância
é a partir do centro da estrutura central suspensa até
o sensor de altura BoomTrac Pro da lança externa.
Desvio do Sensor Externo (H)— A distância da
parte inferior do sensor do BoomTrac Pro até a
parte inferior da lança (bicos de pulverização).
Este valor só deve ser alterado se for utilizado
um suporte diferente ou se for mudado o
posicionamento do sensor na lança.
5. Selecione a tecla programável do Posicionamento
do Sensor Central (D) para acessar a página
Posicionamento do Sensor Central.
OUO6435,0000713 -54-27MAR12-2/3
N97625 —54—28JUN12
6. Desvio do Sensor Central (A) é a distância do
sensor de altura BoomTrac Pro até a parte inferior
dos bicos da estrutura central. A distância é de
aproximadamente 11.o in. Meça sempre sua máquina
para verificar a distância.
OUO6435,0000713 -54-27MAR12-3/3
105-6
040814
PN=369
Lança BoomTrac Pro (Opcional)
N97629 —54—28JUN12
Status do Sistema BoomTrac Pro
Selecione o botão de Status do BoomTrac na Página de
Configuração do BoomTrac Pro para acessar a página
de status. Essa página permite ao operador verificar o
status do BoomTrac Pro quando houver falhas para poder
ajudar na resolução do problema.
Status da Seção (F) – Esta linha de caixas indica se as
seções individuais da lança podem ser controladas. Se
houver um “X” marcado, significa que essa seção não
pode ser controlada pelo BoomTrac Pro.
Operador no Assento (A)— Mostra o status do
interruptor do assento.
Lança Estendida (G) – Indica o status dos sensores
internos de recolhimento. Uma seção lateral interna
que não estiver completamente estendida impedirá o
funcionamento do BoomTrac Pro.
Botão de Status 1 do Interruptor de Retomada (B)—
Mostra se o botão de retomada na alavanca de controle
multifuncional está com falha.
Posições do Sensor Calibradas (C)— Mostra se as
posições do sensor foram calibradas na máquina.
Transmissão na Faixa de Campo (D)— Diz para o
operador que BoomTrac Pro irá funcionar enquanto
estiver na faixa de campo.
Sensor Disponível para Controle (H)— Informa que há
pelo menos um sensor disponível funcionando em cada
seção da barra para controle.
Selecione o botão Enter (H) para retornar à página de
configuração.
Sensor de Rolagem (E)— Diz para o operador que o
sensor de rolagem está dentro da faixa normal.
OUO6435,0000714 -54-27MAR12-1/1
105-7
040814
PN=370
Lança BoomTrac Pro (Opcional)
N97624 —54—10MAY13
Calibração da Posição do Nível da Lança
A—Tecla de Função Calibração
B—Guia de Calibração do
BoomTrac Pro
C—Ícone Calibração
NOTA: A configuração da posição do sensor de altura da
lança, do número de série e do posicionamento
na lança deve ser feita antes de qualquer outra
mudança ou calibração. (Veja Configuração
dos Sensores do BoomTrac Pro nesta seção
quanto ao procedimento)
2. Selecione a guia de Calibração do BoomTrac Pro (B).
3. Selecione o ícone de calibração (C) próximo à
Calibração da Posição do Nível da Lança. A tela de
Posição do Nível da Lança será exibida.
1. Selecione a tecla de função Calibração (A).
Continua na próxima página
105-8
OUO6435,0000715 -54-27MAR12-1/2
040814
PN=371
N97580 —54—28JUN12
Lança BoomTrac Pro (Opcional)
A—Botão Entrar
4. Siga as instruções na primeira tela. Ao terminar
pressione o botão “Entrar” (A) para seguir para a
próxima tela.
5. A mensagem “Boom Return To Height Calibration is
Complete.” (Calibração do Retorno da Barra à Altura
Concluída) será exibida.
OUO6435,0000715 -54-27MAR12-2/2
105-9
040814
PN=372
Lança BoomTrac Pro (Opcional)
N97630 —54—10MAY13
Calibração Automática da Válvula
A—Tecla de Função Calibração
B—Guia de Calibração do
BoomTrac Pro
C—Ícone Calibração
1. Selecione a tecla de função Calibração (A) para
visualizar o menu de configuração.
NOTA: Esta calibração deve ser executada com
a temperatura do óleo hidráulico igual ou
superior a 60 ℃ (140 °F).
2. Selecione a guia de Calibração do BoomTrac Pro (B).
A calibração da válvula deve ser executada em
uma superfície nivelada e com altura constante. É
melhor executar a calibração em algo como terra,
cascalho ou grama cortada na mesma altura. A
calibração não funciona se for feita em grama
alta, especialmente quando houver vento.
3. Selecione o ícone de calibração (C) próximo à
Calibrate Boom Hydraulic Valves (Calibração das
Válvulas Hidráulicas da Lança). A tela de Calibração
das Válvulas Hidráulicas da Lança será exibida.
Continua na próxima página
105-10
OUO6435,0000716 -54-29JUN12-1/2
040814
PN=373
N97483 —54—28JUN12
N97588 —54—28JUN12
Lança BoomTrac Pro (Opcional)
A—Botão
4. Siga as instruções apresentadas na tela. Aqueça o
óleo hidráulico elevando e abaixando todas as seções
da lança por várias vezes.
NOTA: Os valores exibidos neste exemplo (1200) serão
diferentes para cada seção. O valor indicado é a
modulação mínima necessária para abrir a válvula
de inclinação e fornecer movimento às lanças. O
operador também pode redefinir esses valores
pressionando o botão "Redefinir para Padrões"
na página da guia de Calibração do BoomTrac
Pro. Isso retornará os valores para 1.200.
os valores de calibração armazenados pela calibração
automática da válvula.
NOTA: Esses valores devem ser alterados com
cuidado, pois o desempenho pode ser afetado
negativamente. A inserção de um valor muito
alto pode provocar movimentos bruscos. O
operador também pode redefinir esses valores
pressionando o botão "Redefinir para Padrões"
na página da guia de Calibração do BoomTrac
Pro. Isso retornará os valores para 1.200.
5. Selecione o botão “Editar Calibrações da Válvula”
para ir para uma tela que permita alterar manualmente
OUO6435,0000716 -54-29JUN12-2/2
105-11
040814
PN=374
Solução de problemas
Motor
Sintoma
Problema
Solução
Motor difícil de dar partida, ou não Tanque de combustível vazio.
dá partida.
Adicione combustível e sangre o
sistema de combustível.
Água, sujeira ou ar no sistema de
combustível.
Drene, lave, encha e sangre o sistema
de combustível.
Tipo indevido ou combustível velho.
Procure a tabela de combustível e use
o tipo adequado de combustível para
as condições de operação.
Filtros de combustível entupidos.
Substitua os elementos do filtro e
sangre o sistema.
Filtro obstruído do tanque de
combustível.
Drene o tanque de combustível,
remova e limpe o filtro do tanque.
Carga de saída da bateria baixa.
Verifique a tensão da bateria. Limpe a
bateria. Carregue se necessário.
Resistência excessiva no circuito de
partida.
Limpe e aperte todas as conexões da
bateria e do motor de partida.
Articulação hidro regulada
Regule a articulação hidro.
indevidamente.
Interruptor de segurança não ativado. Mova a alavanca de comando
multifunção à posição neutra.
Inspecione o interruptor.
Solenoide desconectado.
Verifique a fiação.
Posição da alavanca do escorvador
da bomba de combustível.
Ponha a alavanca na posição para
baixo.
Solenoide da bomba injetora
defeituoso.
O óleo do cárter com viscosidade
muito alta.
Substitua o solenoide.
Baixa compressão.
Consulte o seu concessionário John
Deere.
Válvulas emperradas.
Consulte o seu concessionário John
Deere.
Injetores sujos ou defeituosos.
Consulte o seu concessionário John
Deere.
Clima frio.
Use os auxiliares de partida para
tempo frio.
Continua na próxima página
110-1
Drene e encha o cárter com óleo John
Deere Plus-50 II de viscosidade e
qualidade adequadas.
AS60558,0002A70 -54-04JAN13-1/6
040814
PN=375
Solução de problemas
Sintoma
Problema
Solução
O motor bate.
Admissão de ar obstruída.
Faça manutenção nos filtros de ar.
Verifique a admissão de ar quanto a
restrições.
Ar no sistema de combustível.
Limpe e sangre o sistema de
combustível.
Temperatura do líquido de
arrefecimento baixa.
Termostato incorreto ou com defeito.
Óleo insuficiente.
Adicione óleo de viscosidade e
qualidades adequadas.
Válvula do bico injetor emperrando.
Consulte o seu concessionário John
Deere.
Bomba injetora fora do ponto.
Consulte o seu concessionário John
Deere.
Motor trabalha irregularmente ou
morre frequentemente.
Rolamento principal ou rolamento
Consulte o seu concessionário John
da haste de conexão frouxo ou com Deere.
falha, pistões e cilindros desgastados.
Nível de combustível baixo.
Adicione combustível e verifique o
sistema.
Filtros do combustível obstruídos.
Troque o elemento do filtro e sangre
o sistema.
Filtro obstruído do tanque de
combustível.
Drene o tanque de combustível,
remova e limpe o filtro do tanque.
Há água, sujeira ou ar no sistema de
combustível.
Drene, lave, abasteça e sangre o
sistema. Aperte as conexões do
combustível.
Temperatura do líquido de
arrefecimento baixa.
Ponha o motor em funcionamento até
que aqueça suficientemente; verifique
também o termostato.
Fio do solenoide frouxo.
Verifique a fiação.
Injetores sujos ou defeituosos.
Consulte o seu concessionário John
Deere.
Bomba injetora fora do ponto.
Consulte o seu concessionário John
Deere.
Avanço de velocidade da bomba
injetora.
Consulte o seu concessionário John
Deere.
Hastes de comando tortas ou válvulas Consulte o seu concessionário John
emperrando.
Deere.
Continua na próxima página
110-2
AS60558,0002A70 -54-04JAN13-2/6
040814
PN=376
Solução de problemas
Sintoma
Falta de potência.
Motor superaquece.
Problema
Solução
Respiro do tanque de combustível
obstruído.
Limpe o respiro com solvente e seque
com ar.
Sobrecarga do Motor.
Reduza a carga.
Restrições nas admissões de ar.
Faça manutenção no purificador de
ar. Verifique a admissão de ar quanto
a restrições.
Posição do acelerador ou faixa de
velocidade selecionada.
Use a posição do acelerador e as
faixas de velocidade adequadas.
Filtros do combustível obstruídos.
Troque o elemento do filtro e sangre
o sistema.
Filtro obstruído do tanque de
combustível.
Drene o tanque de combustível,
remova e limpe o filtro do tanque.
Contaminação no tanque de
combustível.
Esvazie o tanque de combustível e
limpe o filtrador de combustível.
Combustível insatisfatório.
Use combustível novo e do tipo
adequado.
Motor superaquecido.
Consulte O Motor Superaquece nessa
seção.
Termostato incorreto.
Troque para o termostato adequado.
Operação em altitudes elevadas.
Motor perde potência com o aumento
da altitude. Use o devido tipo de
combustível em altitudes altas.
Injetores sujos ou defeituosos.
Consulte o seu concessionário John
Deere.
Bomba injetora fora do ponto.
Consulte o seu concessionário John
Deere.
Avanço automático não funciona.
Consulte o seu concessionário John
Deere.
Folga das válvulas incorreta.
Consulte o seu concessionário John
Deere.
Turbocompressor não funciona.
Consulte o seu concessionário John
Deere.
Linha de combustível obstruída.
Limpe ou troque conduto do
combustível.
Sobrecarga do motor.
Reduza a carga.
Continua na próxima página
110-3
AS60558,0002A70 -54-04JAN13-3/6
040814
PN=377
Solução de problemas
Sintoma
Temperatura do motor abaixo do
normal.
Baixa pressão do óleo.
O motor usa muito óleo.
Problema
Solução
A correia do ventilador está solta ou
danificada.
O nível do líquido de arrefecimento
está baixo.
Troque a correia.
Encha o radiador com líquido
de arrefecimento para obter o
nível devido. Verifique se não há
vazamentos ou conexões soltas nas
mangueiras e no radiador.
Sujeira no núcleo do radiador
do sistema de arrefecimento,
condensador do ar condicionado ou
telas laterais do motor.
Retire todo material estranho do
exterior ou do núcleo do radiador, do
condensador do condicionador de
ar e das telas. Limpe com vapor se
necessário.
Sistema de arrefecimento restringido
internamente.
Drene e lave o sistema de
arrefecimento.
Termostato, tampa de pressão,
interruptor ou manômetro defeituoso.
Nível do óleo do motor baixo.
Retire e verifique.
Verifique o nível do óleo. Adicione
conforme necessário.
Viscosidade do óleo errada.
Troque para a devida viscosidade de
óleo.
Motor com tempo atrasado.
Consulte o seu concessionário John
Deere.
Termostatos defeituosos.
Substitua os termostatos.
Vazamento na junta do cabeçote.
Consulte o seu concessionário John
Deere.
Termostato, manômetro ou unidade
emissora com defeito.
Nível baixo do óleo.
Retire e verifique.
Verifique o nível de óleo do cárter com
a vareta e adicione óleo se necessário.
Tipo impróprio de óleo.
Drene e encha o cárter com óleo
John Deere Plus-50 de viscosidade e
qualidade adequadas.
Vazamentos de óleo e
superaquecimento do motor.
Verifique a existência de vazamentos
nas linhas e em torno das gaxetas e
tampões de drenagem.
Sistema de admissão de ar com
restrição.
Verifique o purificador de ar e limpe
a admissão de ar.
Óleo do cárter de viscosidade muito
baixa.
Drene e encha o cárter com óleo de
viscosidade e qualidade adequadas.
Rotação excessiva do motor.
Consulte o seu concessionário John
Deere.
Continua na próxima página
110-4
AS60558,0002A70 -54-04JAN13-4/6
040814
PN=378
Solução de problemas
Sintoma
O motor usa muito combustível.
Problema
Solução
Pressão alta do óleo.
Consulte o seu concessionário John
Deere.
Pistões sulcados, anéis emperrados
ou guias da válvula desgastadas.
Consulte o seu concessionário John
Deere.
Peças internas gastas.
Consulte o seu concessionário John
Deere.
Tipo impróprio de combustível.
Use um tipo de combustível adequado
às condições de operação. (Consulte
a seção Combustíveis e Lubrificantes.)
Sobrecarga do motor.
Reduza a carga.
Filtro de ar obstruído ou sujo.
Faça manutenção no purificador de ar.
Injetores sujos ou defeituosos.
Consulte o seu concessionário John
Deere.
Motor fora do ponto.
Consulte o seu concessionário John
Deere.
Defeito no turbocompressor.
Consulte o seu concessionário John
Deere.
Motor emite fumaça preta ou cinza Tipo incorreto de combustível.
pelo cano de escape.
Use o combustível do tipo devido para
as condições de operação.
Sobrecarga do motor.
Reduza a carga.
Filtro de ar obstruído ou sujo.
Verifique o purificador de ar quanto
a restrições. Assegure-se de que o
elemento do filtro esteja limpo.
Injetores sujos ou defeituosos.
Consulte o seu concessionário John
Deere.
Ar no sistema de combustível.
Sangre o sistema de combustível.
Verifique todas as conexões e nível
do tanque de combustível.
Silencioso com defeito.
Verifique possíveis danos no
silencioso que possam criar
contrapressão. Limpe o silencioso.
Motor fora do ponto.
Certifique-se de que a bomba injetora
esteja sincronizada devidamente.
(Consulte seu concessionário John
Deere.)
Aqueça o motor até as temperaturas
de operação normal.
O motor emite fumaça branca pelo Motor frio.
cano de escape.
Continua na próxima página
110-5
AS60558,0002A70 -54-04JAN13-5/6
040814
PN=379
Solução de problemas
Sintoma
Bateria não carrega.
Problema
Solução
Filtro de ar obstruído ou sujo.
Faça manutenção no purificador de ar.
Tipo impróprio de combustível.
Combustível de baixa octanagem
causará falha na ignição do motor.
Use somente combustível com o
número recomendado de cetanos ou
octanos.
Bicos de injeção sujos.
Consulte o seu concessionário John
Deere.
Termostato com defeito ou muito frio.
Remova e verifique o termostato.
Turbocompressor não funciona.
Consulte o seu concessionário John
Deere.
Motor fora do ponto.
Certifique-se de que a bomba injetora
esteja sincronizada devidamente.
(Consulte seu concessionário John
Deere.)
Conexões soltas ou corroídas.
Limpe e aperte as conexões da
bateria.
Solte a correia do alternador.
Troque a correia.
Bateria defeituosa.
Verifique a tensão e/ou o peso
específico e o nível do eletrólito
(bateria sem vedação).
Alternador não funciona corretamente. Consulte o seu concessionário John
Deere.
Motor de partida gira lentamente
ou não gira.
Conexões da bateria ou chicote soltas Limpe e aperte as conexões soltas.
ou corroídas.
Carga de saída da bateria baixa.
Use um voltímetro para verificar o
estado da carga.
Interruptor de segurança não ativado. Mova a alavanca de controle
multifunção para o neutro.
Solenoide do motor de partida com
defeito.
Repare ou substitua, se necessário.
AS60558,0002A70 -54-04JAN13-6/6
110-6
040814
PN=380
Solução de problemas
Transmissão Hidrostática
Sintoma
Problema
Solução
Articulações emperrando.
Juntas esféricas congeladas ou
desgastadas no cabo.
Cabo de controle emperrando.
Lubrifique ou troque.
Alavanca de controle emperrando na
bomba.
Consulte seu concessionário John
Deere.
Correia do ventilador deslocando-se
ou quebrada.
Telas laterais entupidas.
Troque a correia ou o tensor.
O sistema está superaquecendo.
Troque o cabo.
Limpe as telas.
Baixo nível de óleo.
Verifique se não há vazamento e
corrija.
Núcleo do refrigerador de óleo
entupido.
Pressão excessiva da válvula de
alívio.
Válvula de derivação do refrigerador
de óleo entupida.
Limpe o refrigerador de óleo.
Reduza uma faixa de velocidade.
Consulte seu concessionário John
Deere.
Vazamento de alta pressão excessivo. Consulte seu concessionário John
Deere.
Lavagem de carga inadequada.
Consulte seu concessionário John
Deere.
Lavagem do circuito inadequada.
Consulte seu concessionário John
Deere.
O pulverizador não se moverá para Baixo nível de óleo.
frente ou para trás com a alavanca
de controle multifuncional em
avanço ou reversão.1
Filtro hidrostático entupido.
Articulação hidrostática
indevidamente ajustada
Pressão do limitador excedendo.
Verifique se não há vazamento e
corrija. Encha o reservatório hidráulico
com óleo até o centro do visor do tubo.
Troque o(s) elemento(s) do filtro.
Ajuste a articulação hidrostática.
Mude para velocidade baixa.
Eixo de acionamento do motor para a Repare conforme necessário.
bomba quebrado.
Vazamento de ar no sistema.
Aperte as conexões.
A velocidade de avanço no solo é
irregular.
Sistema de transmissão inoperante.
Verifique a bomba, o motor e o cabo
hidro, ou consulte seu concessionário
John Deere.
Radar captando sinais de culturas
altas.
Desconecte o radar e use o sensor de
velocidade da roda.
Continua na próxima página
110-7
OUO6092,00006F2 -54-28SEP04-1/3
040814
PN=381
Solução de problemas
Sintoma
Problema
Solução
Sensor de velocidade da roda
defeituoso.
Baixo nível de óleo.
Repare ou substitua.
Filtro hidrostático entupido.
Troque o elemento do filtro.
Pressão do limitador excedendo.
Reduza uma faixa de velocidade.
Orifício da mudança entupido.
Poderia ser algo errado dentro do
motor de modo que o ângulo da placa
oscilante não esteja mudando.
Verifique se há vazamentos e corrija.
Encha o reservatório hidráulico até o
centro do visor do tubo.
Mangueiras de mudança vazando ou Repare ou substitua.
estouradas.
Sistema de transmissão incapaz de
Consulte seu concessionário John
manter a pressão de carga.
Deere.
Pulverizador não responde ao
Fusível com defeito.
interruptor da faixa de velocidade.1
Nível do óleo hidrostático baixo.
Falta de energia ou perda de
energia.1
Substitua o fusível.
Verifique se não há vazamentos de
óleo e corrija. Encha o reservatório
hidráulico até o centro do visor do
tubo.
Solenóides ou interruptores com
defeito.
Verifique e repare conforme
necessário.
Filtro hidrostático entupido.
Troque o elemento do filtro.
Ar no sistema.
Aperte as conexões e as braçadeiras
das mangueiras e verifique se não há
linhas hidráulicas quebradas.
Sistema de transmissão incapaz de
acumular pressão de carga.
Consulte seu concessionário John
Deere.
Motor hidrostático com defeito.
Consulte seu concessionário John
Deere.
Nível do óleo hidrostático baixo.
Verifique se há vazamentos e corrija.
Encha o reservatório hidráulico até o
centro do visor do tubo.
Filtro de óleo hidrostático entupido.
Troque o elemento do filtro.
Linha de óleo ou conexão com
vazamento ou quebrada.
Verifique e repare conforme
necessário.
Sistema de transmissão incapaz
de manter ou acumular pressão,
ou pressões de liberação ajustadas
incorretamente.
Consulte seu concessionário John
Deere.
Continua na próxima página
110-8
OUO6092,00006F2 -54-28SEP04-2/3
040814
PN=382
Solução de problemas
Sintoma
Problema
Solução
Vazamento de alta pressão excessivo. Consulte seu concessionário John
Deere.
Pulverizador não dá partida em
Fusível com defeito.
neutro ou dá partida quando a
alavanca de controle multifuncional
está em qualquer posição
operacional.
interruptor de segurança neutro fora
de regulagem, fiação defeituosa ou
interruptor inoperante.
Cubos da roda/motores não
acionam.
Substitua o fusível.
Verifique as conexões das fiações ou
(consulte seu concessionário John
Deere).
Cabo hidrostático fora de regulagem.
Consulte seu concessionário John
Deere.
Sistema hidrostático sem óleo.
Verifique o nível do óleo quanto a
vazamentos e o nível correto. Encha
o reservatório hidráulico até o centro
do visor do tubo.
Cubos de acionamento desacionados. Acione os cubos de acionamento.
”Chiado” hidrostático excessivo
Mangueiras conectadas
incorretamente.
Conecte corretamente as mangueiras.
(Consulte seu concessionário John
Deere).
Motores das rodas danificados ou
com defeito.
Consulte seu concessionário John
Deere.
Cubos de acionamento danificados
ou defeituosos.
Consulte seu concessionário John
Deere.
Motor da roda/acoplamento do cubo
com defeito.
Consulte seu concessionário John
Deere.
Isoladores hidrostáticos defeituosos.
Substitua os isoladores hidrostáticos
defeituosos.
Nível do óleo hidrostático baixo.
Verifique se há vazamentos e corrija.
Encha o reservatório hidráulico até o
centro do visor do tubo.
Ar no sistema.
Verifique se há vazamentos e corrija.
Encha o reservatório hidráulico até o
centro do visor do tubo.
1
Quando operar em temperaturas abaixo de -12 graus C (10 graus F), coloque o pulverizador em funcionamento por
10-15 minutos para aquecer o óleo de acionamento hidrostático.
OUO6092,00006F2 -54-28SEP04-3/3
110-9
040814
PN=383
Solução de problemas
Sistema Hidráulico
Sintoma
Problema
Solução
Todo o sistema hidráulico falha ao
funcionar.
Fusível com defeito.
Substitua o fusível.
Óleo insuficiente.
Encha o sistema com o óleo
adequado ao centro do visor do tubo
do reservatório hidráulico.
Linha de sucção impedida.
Limpe a linha.
Acoplamento do acionamento da
bomba danificado.
Bomba defeituosa.
Substitua o acoplamento.
Reservatório transbordado.
Reduza o óleo ao centro do visor do
tubo.
Velocidade excessiva em terreno
irregular.
Selecione uma velocidade alvo mais
baixa.
Orifício incorreto ou inexistentes na
portinhola de trabalho.
Use os orifícios corretos, instalados
devidamente. (Consulte seu
concessionário John Deere).
Braços de ascensão descem muito Orifício incorreto ou inexistentes na
rápido.
portinhola de trabalho.
Use os orifícios corretos, instalados
devidamente. (Consulte seu
concessionário John Deere).
As barras dobram muito
lentamente.
Orifício entupido.
Remova o orifício, limpe e reinstale.
Orifício incorreto.
Instale o orifício de tamanho correto.
(Consulte seu concessionário John
Deere).
Baixo nível do óleo.
Encha o tanque no nível apropriado.
Fios frouxos ou desconectados no
interruptor ou solenoide.
A bobina do solenoide está com
defeito.
Verifique e conserte as conexões.
Óleo escapa pelo respiro do
reservatório.
Barras nivelam ou dobram muito
rápido.
Algumas funções trabalham
irregularmente ou não trabalham.
Direção irregular.
Óleo hidráulico superaquecido.
Reponha a bomba.
Reponha a bobina.
Encha o tanque no nível apropriado.
Limpe o refrigerador de óleo e as telas.
Bomba defeituosa.
Uma função hidráulica não trabalha Fusível com defeito.
devidamente.
Interruptor com defeito.
A válvula de retenção permanece
fechada na linha do sensor de carga
na válvula hidráulica.
Continua na próxima página
110-10
Reponha a bomba.
Trocar.
Conserte ou substitua.
Limpe e reponha a válvula de
verificação.
OUO6092,0000219 -54-02JUN09-1/2
040814
PN=384
Solução de problemas
Sintoma
Problema
Solução
Solenóide ou função hidráulica
defeituosa.
Bobina hidráulica não muda
devidamente.
Conserte ou substitua.
Limpe ou troque ou consulte seu
concessionário John Deere.
OUO6092,0000219 -54-02JUN09-2/2
110-11
040814
PN=385
Solução de problemas
Sistema de Controle de Solução Spraystar
Sintoma
Problema
Solução
“Código de Falha (FC) 110 Verificar Código intermitente 110
Fiação”
Conexão da fiação intermitente.
Desligue a chave de ignição em
ligue-a novamente em seguida. Se
o código desaparecer, retome a
operação. Se o problema persistir, vá
para a próxima verificação do sistema.
Verifique todos os conectores da
fiação CAN e reconecte.
Inspecione os conectores quanto a
danos e repare.
Código de falha (FC) 110 ou
(FC) 020. Monitor/controlador
desconectado.
Pressão zero com o sistema de
pulverização operando.
Sem terminador
Verifique se os terminadores estão
instalados.
Terminador com defeito.
Consulte seu concessionário John
Deere.
Fusível queimado.
Verifique os fusíveis na CCU.
Tanque de solução vazio.
Encha o tanque com solução.
Verifique o tanque quanto a
vazamentos ou danos.
Válvulas de controle da solução
ajustadas incorretamente.
Ajuste as válvulas corretamente.
(Veja Configuração de Pressão
Mínima na seção Sistema SprayStar.)
Fusível da bomba de solução
defeituoso.
Linha de sangria da bomba de solução
dobrada ou formas presa.
Linha de sangria da bomba de solução
entupida.
Substitua o fusível.
Desdobre a linha de sangria.
Desentupa a linha de sangria da
bomba.
Linha de sucção entupida ou rompida. Limpe ou troque a linha de sucção.
Pulverizando na quarta faixa de
velocidade.
Mude para a primeira ou segunda
faixa de velocidade.
Linhas da solução entupidas.
Desentupa e lave.
Filtrador da barra entupido.
Retire, limpe e instale o filtrador.
Bomba de solução não está
escorvada.
Escorve a bomba de solução. (Veja
Escorva da Bomba de Solução, na
seção Sistema de Umidificação.)
Impulsor da bomba de solução
entupido.
Separe o alojamento da bomba e
limpe o impulsor.
Continua na próxima página
110-12
OUO6092,0000E1D -54-29MAR07-1/9
040814
PN=386
Solução de problemas
Sintoma
Problema
Solução
Pouco ou nenhum óleo hidráulico.
Encha o reservatório hidráulico até o
centro do visor do tubo.
Fluxômetro sujo ou entupido.
Retire, limpe com limpador de freio e
instale o fluxômetro.
Válvula do tanque de solução fechada. Válvula aberta.
Conexão elétrica da válvula
proporcional defeituosa.
Válvula de transporte hidráulico
defeituosa.
Limpe, substitua ou repare a conexão.
Substitua ou repare a válvula de
transporte.
A porca do rotor da bomba de solução Instale a porca do impulsor da bomba
saiu.
de solução.
Indicação de pressão baixa.
Sensor de pressão inoperante.
Consulte seu concessionário John
Deere.
Eixo entre a bomba de solução e
motor hidráulico defeituoso.
Consulte seu concessionário John
Deere.
Falha na bomba de solução.
Consulte seu concessionário John
Deere.
Conjunto da válvula proporcional
defeituoso.
Consulte seu concessionário John
Deere.
Bomba hidráulica defeituosa.
Consulte seu concessionário John
Deere.
Mangueiras entre o reservatório,
válvula de prioridade da bomba
hidráulica, conjunto da válvula
proporcional e motor defeituosas.
Válvula de retenção na linha do
sensor de carga hidráulica aberta e
emperrada.
Válvula de corte do filtro fechada.
Consulte seu concessionário John
Deere.
Válvula de corte do fluxômetro
fechada.
Baixa rotação do motor.
Válvula aberta.
Pontas dos bicos desgastadas.
Substitua as pontas dos bicos
por pontas novas, devidamente
calibradas, para a aplicação atual.
Impulsor da bomba de solução
entupido.
Separe o alojamento da bomba.
Retire e limpe o impulsor.
Linha de sucção parcialmente
bloqueada ou em colapso.
Limpe, repare ou substitua a linha de
sucção conforme necessário.
Continua na próxima página
110-13
Consulte seu concessionário John
Deere.
Válvula aberta.
Opere o motor a 2550 rpm.
OUO6092,0000E1D -54-29MAR07-2/9
040814
PN=387
Solução de problemas
Sintoma
Leitura de alta pressão durante a
operação de pulverização.
Problema
Solução
Vazamento de ar na linha de sucção.
Repare ou substitua a linha de sucção.
SprayStar indevidamente
programado.
Configure o SprayStar. (Veja
Configuração do SprayStar na seção
Sistema SprayStar.)
Linha de pressão vazando.
Repare ou substitua a linha de
pressão conforme necessário.
Pouco ou nenhum óleo hidráulico.
Encha o reservatório hidráulico até o
centro do visor do tubo.
Sensor de pressão defeituoso.
Consulte seu concessionário John
Deere.
Eixo entre a bomba de solução e
motor hidráulico defeituoso.
Consulte seu concessionário John
Deere.
Vedação(ões) do eixo da bomba de
solução vazando.
Consulte seu concessionário John
Deere.
Válvula proporcional defeituosa.
Consulte seu concessionário John
Deere.
Bomba hidráulica defeituosa.
Consulte seu concessionário John
Deere.
Válvula de transporte hidráulico
defeituosa.
Consulte seu concessionário John
Deere.
Mangueiras entre o reservatório,
válvula de prioridade da bomba
hidráulica, conjunto da válvula
proporcional e motor defeituosas.
Sem orifício da válvula de sangria.
Consulte seu concessionário John
Deere.
Válvula de retenção na linha do
sensor de carga hidráulica aberta e
emperrada.
Filtradores em linha da barra (se
equipado) parcial ou completamente
entupidos.
Bicos de pulverização entupidos.
Consulte seu concessionário John
Deere.
Mangueiras de suprimento da barra
parcial ou completamente entupidas.
SprayStar indevidamente
programado.
Continua na próxima página
110-14
Consulte seu concessionário John
Deere.
Limpe os filtradores.
Limpe e inspecione os bicos. Verifique
os orifícios e a calibração dos bicos.
Troque os bicos conforme necessário.
Limpe as mangueiras.
Configure o SprayStar. (Veja
Configuração do SprayStar na seção
Sistema SprayStar.)
OUO6092,0000E1D -54-29MAR07-3/9
040814
PN=388
Solução de problemas
Sintoma
A indicação da pressão varia ou
está irregular
Problema
Solução
Válvula de vazão alta/baixa na
posição errada.
Gire a válvula alto/baixo para a
posição correta. (Veja Aplicação de
Taxas de Aplicação Baixas na seção
Sistema de Umidificação.)
Ajuste da pressão mínima muito alto.
Diminua o ajuste da pressão mínima.
Fluxômetro sujo ou defeituoso.
Limpe com limpador de freio
diariamente.
Válvulas de corte da barra
defeituosas.
Consulte seu concessionário John
Deere.
Sensor de pressão defeituoso.
Consulte seu concessionário John
Deere.
Conjunto da válvula proporcional
defeituoso.
Consulte seu concessionário John
Deere.
Ajuste mínimo de pressão de
pulverização inserido no SprayStar
muito alto.
Determine a pressão mínima
requerida e digite no SprayStar. (Veja
Configuração de Pressão Mínima na
seção Sistema SprayStar.)
Suprimento inadequado de solução
no tanque.
Válvula de vazão alta/baixa na
posição errada.
Encha o tanque de solução.
Gire a válvula alto/baixo para a
posição correta. (Veja Aplicação de
Taxas de Aplicação Baixas na seção
Sistema de Umidificação.)
Solução contém sólidos pesados
(mistura pobre).
Verifique a rotação do motor e da
bomba. Verifique a linha e as válvulas
de agitação. Assegure-se de que
os jatos da agitação não estejam
entupidos.
Bicos de pulverização entupidos.
Limpe e inspecione os bicos. Verifique
os orifícios e a calibração dos bicos.
Troque o(s) bico(s) conforme
necessário
Fluxômetro com defeito ou travado.
Limpe o fluxômetro com limpador de
freio.
Valor de resposta mín./máx. do
pulverizador incorreto no ajuste do
controlador.
Digite a regulagem mín./máx.
correta no mostrador do SprayStar
. (Veja Configuração de Resposta
do Pulverizador na seção Sistema
SprayStar.)
Carga da barra não está ligada
quando deveria estar.
Ajuste a carga da barra corretamente.
Continua na próxima página
110-15
OUO6092,0000E1D -54-29MAR07-4/9
040814
PN=389
Solução de problemas
Sintoma
Problema
Solução
Mangueiras de suprimento das barras Remova e inspecione as mangueiras
parcialmente entupidas ou rompidas. de solução das barras. Limpe ou
substitua as mangueiras conforme
necessário.
Válvula(s) de corte da seção da barra Consulte seu concessionário John
defeituosa(s).
Deere.
Taxa de aplicação varia ou está
irregular.
Sensor de pressão defeituoso.
Consulte seu concessionário John
Deere.
Conjunto da válvula proporcional
defeituoso.
Consulte seu concessionário John
Deere.
A válvula do tanque auxiliar no tanque,
em vez da extremidade da linha, está
colocando ar no sistema.
Ajuste mínimo de pressão de
pulverização inserido no SprayStar
muito alto.
Coloque a válvula do tanque auxiliar
na extremidade da linha.
Suprimento inadequado de solução
no tanque.
Válvula de vazão alta/baixa na
posição errada.
Encha o tanque de solução.
Determine a pressão mínima
requerida e digite no SprayStar. (Veja
Configuração de Pressão Mínima na
seção Sistema SprayStar.)
Gire a válvula alto/baixo para a
posição correta. (Veja Aplicação de
Taxas de Aplicação Baixas na seção
Sistema de Umidificação.)
Solução contém sólidos pesados
(mistura pobre).
Verifique a rotação do motor e da
bomba. Verifique a linha e as válvulas
de agitação. Assegure-se de que
os jatos da agitação não estejam
entupidos.
Bicos de pulverização entupidos.
Limpe e inspecione os bicos. Verifique
os orifícios e a calibração dos bicos.
Troque o(s) bico(s) conforme
necessário
Fluxômetro com defeito ou travado.
Limpe o fluxômetro com limpador de
freio.
Válvula mín./máx. da resposta do
pulverizador incorreta no ajuste do
controlador.
Digite a regulagem mín./máx.
correta no mostrador do SprayStar
. (Veja Configuração de Resposta
do Pulverizador na seção Sistema
SprayStar.)
Carga da barra não está ligada
quando deveria estar.
Ajuste a carga da barra corretamente.
Continua na próxima página
110-16
OUO6092,0000E1D -54-29MAR07-5/9
040814
PN=390
Solução de problemas
Sintoma
Problema
Solução
Mangueiras de solução para as barras Remova e inspecione as mangueiras
parcialmente entupidas ou rompidas. de solução das barras.Limpe ou
substitua as mangueiras conforme
necessário.
Válvula(s) de corte da seção da barra Repare ou substitua a(s) válvula(s) de
defeituosa(s).
corte da seção da barra.
Sensor de pressão defeituoso.
Conjunto da válvula proporcional
defeituoso.
A válvula do tanque auxiliar no tanque,
em vez da extremidade da linha, está
colocando ar no sistema.
Linha de sangria da linha de
abastecimento da barra conectada ou
válvula de retenção com defeito.
Indicação da pressão no sensor
Sensor de pressão não calibrado
de pressão quando não deveria ter corretamente.
nenhuma.
Conjunto da válvula proporcional
defeituoso.
Consulte seu concessionário John
Deere.
Repare ou substitua.
Coloque a válvula do tanque auxiliar
na extremidade da linha.
Limpe ou substitua a linha ou a válvula
de retenção.
“Zere” o sensor de pressão. (Veja
Calibração do Sensor de Pressão na
seção Sistema SprayStar.)
Consulte seu concessionário John
Deere.
Sensor de pressão vaza solução.
Vazamento de solução da conexão do Aperte a conexão e/ou aplique
sensor de pressão.
vedante.
Não manterá a pressão submersa
em 827-1103 kPa (8.2-11 bar)
(120-150 psi).
Impulsor desgastado na bomba de
solução.
Troque o impulsor ou consulte seu
concessionário John Deere.
Bomba de solução defeituosa.
Repare ou substitua a bomba de
solução.
Pressão hidráulica de espera ajustada Ajuste a pressão de espera para 1.724
muito baixa.
kPa (17.2 bar) (250 psi) ou consulte
seu concessionário John Deere.
A "velocidade" indica "0"
Válvula proporcional com defeito.
substitua a válvula proporcional.
Válvula de prioridade defeituosa.
Consulte seu concessionário John
Deere.
Bomba hidráulica defeituosa.
Consulte seu concessionário John
Deere.
Fiação para o sensor da velocidade
ou radar desconectada.
Calibração da velocidade da roda
ou calibração do radar no SprayStar
regulada incorretamente.
Conecte a fiação.
Continua na próxima página
110-17
Calibre o sensor da velocidade da
roda. (Veja Calibração do Sensor de
Velocidade da Roda ou Calibração
do Sensor do Radar (Opcional), na
seção Sistema SprayStar.)
OUO6092,0000E1D -54-29MAR07-6/9
040814
PN=391
Solução de problemas
Sintoma
“Rotação” incorreta
Problema
Solução
Aterramento com defeito.
Verifique o terra.
Pinos do conector do sensor da
velocidade corroídos.
Sensor da velocidade não ajustado.
limpe o conector.
Sem sinal do radar por causa da
cultura alta.
Desconecte o radar e use o sensor de
velocidade da roda.
Consulte seu concessionário John
Deere.
Fio de ligação provisória não instalado Instale o fio de ligação provisória.
ou conector elétrico do radar, quando (Veja Calibração do Sensor de
houver radar, desconectado.
Velocidade da Roda na seção
Sistema SprayStar.)
Volume do tanque não conta
regressivamente.
Calibração da velocidade da roda
ou calibração do radar no SprayStar
regulada incorretamente.
Calibre o sensor da velocidade da
roda. (Veja Calibração do Sensor de
Velocidade da Roda ou Calibração
do Sensor do Radar (Opcional), na
seção Sistema SprayStar.)
Aterramento com defeito.
Verifique o terra.
Sensor da velocidade da roda ou do
radar defeituoso.
Consulte seu concessionário John
Deere.
Sensor da velocidade da roda não
ajustado.
Consulte seu concessionário John
Deere.
Valor de calibração do fluxômetro
Digite as informações corretas de
digitado incorretamente no mostrador calibração no mostrador do SprayStar.
do SprayStar.
(Veja Configuração do Número de
Calibração do Fluxômetro na seção
Sistema SprayStar.)
Chicote elétrico do fluxômetro
desconectado.
Acople o conector do chicote elétrico
do fluxômetro.
Fluxômetro entupido ou sujo.
Limpe o fluxômetro.
Pinos do conector do fluxômetro
corroídos.
Chicote elétrico do fluxômetro
danificado.
Fluxômetro instalado em sentido
contrário.
limpe o conector.
Sensor de velocidade defeituoso.
Veja “velocidade” indica “0” nesta
seção.
Pulverização não descarregando
pelos bicos.
Veja o sintoma Sem Descarga dos
Bicos, neste grupo.
Continua na próxima página
110-18
Repare ou substitua o chicote elétrico.
Retire e instale o fluxômetro
corretamente. (A seta localizada no
corpo do fluxômetro indica o sentido
da vazão.)
OUO6092,0000E1D -54-29MAR07-7/9
040814
PN=392
Solução de problemas
Sintoma
A contagem regressiva do volume
do tanque está incorreta.
Problema
Solução
Fluxômetro defeituoso.
Consulte seu concessionário John
Deere.
Números de calibração da barra
incorretos.
Insira os números do bico, as seções
e os espaçamentos corretos no
mostrador SprayStar.
Valor de calibração do fluxômetro
Digite as informações corretas de
digitado incorretamente no mostrador calibração no mostrador do SprayStar.
do SprayStar.
(Veja Configuração do Número de
Calibração do Fluxômetro na seção
Sistema SprayStar.)
Fluxômetro parcialmente entupido ou Desmonte, limpe e monte o
sujo.
fluxômetro.
Pinos do conector do fluxômetro
corroídos.
Chicote elétrico do fluxômetro
danificado.
Solução contém sólidos pesados
(produtos químicos não misturados
devidamente com a água).
Vazamento de ar no lado da sucção
da bomba.
Sensor do fluxômetro não alinhado
devidamente.
limpe o conector.
Fluxômetro defeituoso.
Consulte seu concessionário John
Deere.
Sensor de velocidade defeituoso.
(Veja “velocidade” indica “0”, nesta
seção).
Mostrador ajustado para vazão
alta mas a válvula até o segundo
fluxômetro está fechada.
Mostrador ajustado para vazão
baixa mas a válvula até o segundo
fluxômetro está aberta.
Taxas de aplicação e contador de Sobreposição excessiva da
acre estão incorretos nos resumos pulverização.
de tarefas.
Folga grande entre as passagens do
pulverizador.
Informações sobre a velocidade da
roda e calibração do radar digitadas
incorretamente no mostrador do
SprayStar.
Continua na próxima página
110-19
Repare ou substitua o chicote elétrico.
(Veja o sintoma Solução Contém
Sólidos Pesados, neste grupo.)
Repare o vazamento de ar.
Alinhe o sensor devidamente. (Veja
Limpeza do Fluxômetro — Diária na
seção Sistema de Umidificação.)
Abra a válvula até o segundo
fluxômetro.
Feche a válvula até o segundo
fluxômetro.
Ajuste a pulverização para manter a
mínima sobreposição da pulverização.
Ajuste a pulverização para minimizar
as folgas.
Digite as informações corretas de
calibração no mostrador do SprayStar.
(Veja Configuração do Número de
Calibração do Fluxômetro na seção
Sistema SprayStar.)
OUO6092,0000E1D -54-29MAR07-8/9
040814
PN=393
Solução de problemas
Sintoma
Problema
Solução
Dados incorretos digitados na
configuração da barra no SprayStar.
Digite o dado correto para a
configuração da barra. (Veja
Configuração na seção Sistema
SprayStar.)
Pressão mínima muito alta, causando Diminua a regulagem de pressão
aplicação demasiada.
mínima no mostrador do SprayStar.
(Veja Configuração de Pressão
Mínima na seção Sistema SprayStar.)
Escolha bicos diferentes para a
regulagem mais alta da pressão na
mesma velocidade.
Radar captando sinal das colheitas
altas.
Troque para sensor da velocidade da
roda em colheitas altas.
Roda dianteira esquerda girando,
fazendo com que o sensor da
velocidade da roda mostre a
velocidade indevida.
Calibre novamente o sensor da
velocidade da roda ou troque para
radar em condições enlameadas ou
montanhosas.
Verifique se a pulverização descarrega Veja o sintoma Sem Descarga dos
pelos bicos.
Bicos, neste grupo.
Mostrador ajustado para vazão
alta mas a válvula até o segundo
fluxômetro está fechada.
Mostrador ajustado para vazão
baixa mas a válvula até o segundo
fluxômetro está aberta.
Método inadequado de mistura
Solução contém sólidos pesados
(mistura inadequada dos produtos quando o tanque de solução for
enchido.
químicos)
Abra a válvula até o segundo
fluxômetro.
Feche a válvula até o segundo
fluxômetro.
Misture os produtos químicos
devidamente. (Veja o rótulo da
substância química.)
Válvulas de agitação fechadas ou não Abra a válvula de agitação conforme
adequadamente abertas.
necessário.
Pressão da pulverização desligada
não regulada alta o suficiente para a
agitação devida.
Rotações incorretas do motor.
O pulverizador não carregará
através da válvula QUIK-FILL
Aumente a regulagem da pressão da
pulverização desligada.
Coloque o motor em funcionamento a
2550 rpm.
A bomba não funciona na rotação
especificada.
Verifique a vazão hidráulica até o
motor hidráulico da bomba.
Bicos de agitação entupidos.
Desentupa os bicos de agitação.
Bicos de agitação instalados no
sentido contrário.
Instale os bicos de agitação
corretamente.
Bicos de agitação defeituosos.
Troque os bicos de agitação.
Filtrador de enchimento entupido.
Limpe o filtrador de abastecimento
OUO6092,0000E1D -54-29MAR07-9/9
110-20
040814
PN=394
Solução de problemas
Sintoma
Problema
Solução
Bomba não escorvada.
Válvulas de controle da solução
ajustadas incorretamente.
Ar na bomba.
Ajuste as válvulas corretamente.
Filtrador de enchimento entupido.
Permita que a solução encha a bomba
e empurre o ar para fora antes de pôr
a bomba em funcionamento.
Limpe o filtrador de enchimento.
Procedimento incorreto de escorva da Escorve corretamente a bomba de
bomba.
solução. (Veja Escorva da Bomba
de Solução, na seção Sistema de
Umidificação.)
Linha de sangria da bomba dobrada
ou forma um sifão.
Encaminhe a linha de sangria de modo
que ela vá diretamente para cima da
bomba, para o tanque de solução.
Linha de sangria da bomba parcial ou Limpe ou sopre a linha de sangria da
totalmente entupida.
bomba.
Instale uma válvula de corte na
A mangueira do tanque auxiliar não
tem uma válvula de corte ou tem uma mangueira do tanque auxiliar.
válvula na extremidade do tanque
auxiliar da mangueira.
OUO6092,0000E1D -54-29MAR07-10/9
110-21
040814
PN=395
Solução de problemas
Edutor
Sintoma
Problema
Solução
O agitador se enche com produto
químico após o uso.
Válvula de vazão do agitador deixada Feche a vazão do agitador sempre
ligada quando o agitador não estava que ele não estiver sendo usado.
em uso.
Feche a válvula do agitador após o
uso.
As válvulas não fecham na seqüência Após usar o agitador, feche a válvula
correta
de vazão do agitador primeiro e depois
feche a válvula do funil do agitador.
A solução derrama do agitador
quando o tanque é levantado.
O tanque não está completamente
vazio.
O bico de enxágüe do agitador não Bico não sendo pressionado.
funciona.
O enxágüe do tanque do agitador
não funciona.
O agitador não extrai os produtos
químicos do tanque.
Esvazie o tanque antes de levantar o
agitador.
Ao inserir um jarro sobre o bico de
enxágüe, pressione o bico para ativar
a vazão.
Válvula não ligada.
Ligue a válvula.
Válvula ou linha entupida.
Limpe a obstrução da linha ou da
válvula.
Bomba de solução não escorvada.
Escorve a bomba de solução.
Sem líquido no tanque de solução.
Acrescente líquido ao tanque de
solução.
Ajuste da rotação do motor muito
baixo.
Aumente a rotação do motor para no
mínimo 1800 rpm.
Válvula não ligada.
Ligue a válvula.
Válvula ou linha entupida.
Limpe a obstrução da linha ou da
válvula.
Bomba de solução não escorvada.
Escorve a bomba de solução.
Sem líquido no tanque de solução.
Acrescente líquido ao tanque de
solução.
Ajuste da rotação do motor muito
baixo.
Aumente a rotação do motor para no
mínimo 1800 rpm.
A válvula de vazão do agitador está
desligada.
Gire a válvula para a posição ON
(Ligada)
A Válvula do Funil do Agitador está
fechada.
Bomba de solução não escorvada.
Válvula aberta.
Sem líquido no tanque de solução.
Continua na próxima página
110-22
Escorve a bomba de solução.
Acrescente líquido ao tanque de
solução.
DP99999,0000183 -54-22JAN07-1/2
040814
PN=396
Solução de problemas
Sintoma
Problema
Solução
Válvula do seletor do tanque na
posição errada.
Selecione o tanque correto com a
válvula seletora.
Ajuste da rotação do motor muito
baixo.
Aumente a rotação do motor para no
mínimo 1800 rpm.
O venturi está entupido.
Remova as obstruções do venturi.
O venturi está montado errado.
Verifique a montagem correta do
venturi.
A mangueira de descarga do agitador Remova a obstrução da mangueira
está entupida.
de descarga.
Produtos químicos secos com ponte.
Ligue a válvula de lavagem do
agitador.
Desempenho reduzido do agitador
com o tanque de solução cheio.
Use o agitador antes que o tanque de
solução fique completamente cheio.
A mangeuria do edutor no tanque está Remova o que estiver obstruindo.
faltando ou está entupida.
Substitua a mangueira (se estiver
faltando).
DP99999,0000183 -54-22JAN07-2/2
110-23
040814
PN=397
Solução de problemas
Sistema de Suspensão
Sintoma
Problema
Solução
Sistema de suspensão apresenta
um passeio irregular.
Inflação do pneu incorretamente
ajustada.
Verifique a calibração do pneu
(consulte Verificação da Pressão do
Pneu na seção Chassi).
Pressão nas molas a ar não ajustadas Ajuste corretamente a pressão nas
corretamente.
molas a ar (consulte Ajuste dos
Conjuntos de Suspensão Dianteiro e
Traseiro na seção Chassi.)
Intervalos apropriados de
Siga os intervalos corretos de
engraxamento não foram seguidos ou lubrificação e os procedimentos
foi usado o tipo errado de lubrificação. de lubrificação (consulte a seção
Lubrificação e Manutenção).
Vazamento excessivo de graxa na
suspensão.
Jogo excessivo na suspensão ou
nos componentes da direção.
Buchas da barra de suspensão
desgastadas.
Peças de fixação da barra de
suspensão soltas.
Muito engraxado.
Buchas da barra de suspensão
desgastadas.
Buchas ou fusos da suspensão
principal estão desgastados.
Peças de fixação da barra de
suspensão soltas.
Movimento excessivo de todo o
Cunhas de regulagem da bitola
conjunto da suspensão em relação frouxas.
à estrutura principal.
A válvula dos recipientes de ar
Cotovelo instalado incorretamente
vaza ar continuamente.
está empurrando a haste da válvula
para a posição “ON” constante.
Um dos recipientes de ar está muito Suporte incorretamente ajustado.
baixo para o sistema automático
de ar.
Buchas da barra de suspensão
desgastadas.
Peças de fixação da barra de
suspensão soltas.
Reponha as buchas.
Aperte as peças de fixação.
Lubrifique corretamente. (Consulte
Lubrificação dos Conjuntos da
Suspensão—Diariamente, na seção
Lubrificação e Manutenção).
Reponha as buchas.
Consulte seu concessionário John
Deere.
Aperte as peças de fixação.
Regule devidamente as cunhas de
regulagem da rosca.
Desparafuse o cotovelo até que três
roscas fiquem visíveis.
Ajuste o suporte de modo que se
encaixe nos outros recipientes de ar.
Reponha as buchas.
Aperte as peças de fixação.
OUO6092,00001EA -54-27APR09-1/1
110-24
040814
PN=398
Solução de problemas
Sistema de Regulagem da Bitola
Sintoma
Problema
Solução
Todas as quatro regulagens da
bitola não funcionam.
Faixa de velocidade não está na
primeira.
Fusível queimado.
Mude para a primeira faixa.
Substitua o fusível.
Interruptor defeituoso.
Substitua o interruptor.
Ajuste muito baixo do RPM do motor. Aumente o RPM para 2400.
Baixo ou sem óleo hidráulico.
Encha o reservatório hidráulico até o
nível correto.
Válvula de regulagem da bitola
defeituosa.
Consulte seu concessionário John
Deere.
Bomba hidráulica defeituosa.
Consulte Detectando e Solucionando
Problemas dos Sistemas Hidráulicos
nesta seção ou consulte seu
concessionário John Deere.
Uma regulagem individual da
Conexão elétrica danificada ou
bitola não funciona, mas as outras corroída.
funcionam.
Arnês elétrico danificado.
Conserte, reponha ou limpe a
conexão elétrica.
Conserte o arnês.
Válvula solenoide defeituosa.
Troque a bobina por uma bobina boa,
se a função operar, reponha a bobina.
Regulagem da lacuna, das lâminas
da cunha de regulagem da bitola
ajustadas incorretamente.
Ajuste corretamente os calços de
ajuste da bitola. (Consulte a seção
Chassi.)
Joelho emperrado.
Lubrifique com uma pulverização de
grafite.
Válvula de verificação fechada e
emperrada na linha do sensor de
carga.
Lâminas das cunhas quebradas,
danificadas ou desgastadas.
Limpe, conserte e substitua a válvula
de verificação.
Orifício entupido na linha hidráulica.
Reponha o orifício.
Diodo de regulagem da bitola
defeituoso.
Válvula de regulagem da bitola
defeituosa.
Substitua o diodo.
Cilindro de regulagem da bitola
defeituoso.
Consulte seu concessionário John
Deere.
Continua na próxima página
110-25
Consulte seu concessionário John
Deere.
Consulte seu concessionário John
Deere.
OUO6092,00001EB -54-27APR09-1/2
040814
PN=399
Solução de problemas
Sintoma
Problema
Solução
Um ajuste individual da bitola
não para quando o interruptor é
liberado.
Interruptor defeituoso ou emperrado.
Substitua o interruptor.
Bobina hidráulica encravada.
Limpe, conserte ou substitua.
Válvula solenoide defeituosa.
Repare ou substitua a válvula
solenoide.
Regulagem do ângulo de
convergência indevida.
Regule o ângulo de convergência.
Desgaste excessivo do pneu
dianteiro ou trilho da fileira
deficiente.
OUO6092,00001EB -54-27APR09-2/2
110-26
040814
PN=400
Solução de problemas
Cabine do Operador
Sintoma
Problema
Solução
Saídas de ar.
Má distribuição de ar.
Ajuste as frestas de direcionamento
de ar.
Ajuste o interruptor do soprador do
pressurizador para “MED” (MEDIO)
ou “LOW” (BAIXO).
Fluxo de ar inadequado.
Vazamento de água ou goteira
no compartimento do núcleo do
evaporador.
Ventoinha de pressurização,
limpador do pára-brisa e/ou
compressor não funcionam.
Filtros de ar entupidos.
Troque os filtros.
Tela de entrada de ar entupida.
Limpe a tela.
Fluxo de ar restrito no núcleo do
evaporador.
Limpe o evaporador e o alojamento
com ar comprimido.
Interruptor do ventilador do soprador
com defeito.
Entre em contato com seu
concessionário John Deere.
Conexão de fios frouxa.
Aperte os fios.
Motor do ventilador do soprador com
defeito.
Entre em contato com seu
concessionário John Deere.
Tubos de drenagem entupidos (AC).
Limpar os tubos de drenagem.
Afrouxe a braçadeira da mangueira.
Aperte a braçadeira.
Conexões erradas ou soltas.
Repare ou substitua as fiações.
Interruptor com defeito.
Entre em contato com seu
concessionário John Deere.
Motor com defeito.
Entre em contato cm seu
concessionário John Deere.
Odores estranhos dentro da cabine Filtros de ar entupidos.
do operador.
Tubos de drenagem entupidos.
Bandeja do condensador do
evaporador suja.
Troque os filtros.
Limpe os tubos de drenagem.
Limpe a bandeja e a saída com ar
comprimido.
Fumaça de cigarro e alcatrão na parte Troque os filtros e limpe a parte
externa do evaporador.
externa do evaporador. (Entre em
contato com seu concessionário John
Deere).
Suor e congelamento parcial nas
linhas, combinados com uma má
refrigeração.
Correia do compressor deslizando.
Continua na próxima página
110-27
Substitua a correia.
FS41334,00004F8 -54-03MAR08-1/3
040814
PN=401
Solução de problemas
Sintoma
Problema
Solução
Perda de refrigerante.
Entre em contato com seu
concessionário John Deere.
Linha restrita ou entupida.
Entre em contato com seu
concessionário John Deere.
Mau funcionamento da válvula de
expansão.
Entre em contato com seu
concessionário John Deere.
Partículas de gelo sendo sopradas Desligue o ar condicionado.
do evaporador.
Entre em contato com seu
concessionário John Deere.
Falha de refrigeração.
Rotação do ventilador insuficiente.
Aumente a rotação do soprador.
Filtros de ar entupidos.
Troque os filtros.
Detritos na tela do radiador.
Limpe a tela.
Correia de tração do compressor
frouxa.
Tela de ar suja.
Substitua a correia.
Impurezas ou sujeira nas aletas do
condensador.
Limpe as aletas do condensador com
ar comprimido.
Mangueiras do aquecedor instaladas
no sentido contrário.
Instale as mangueiras do aquecedor
corretamente. (Entre em contato com
seu concessionário John Deere).
Superaquecimento do condensador.
Limpe as telas do condensador, os
núcleos e as aletas do condensador
e do radiador.
Temperatura externa muito baixa.
(Inferior a 70°F) (21°C).
Espere a temperatura ambiente
subir um pouco. Se houver mau
funcionamento no sistema, entre em
contato com seu concessionário John
Deere.
Conector das fiações frouxo.
Aperte a conexão.
Embreagem do compressor não
aciona.
Verifique as fiações ou entre em
contato com seu concessionário John
Deere.
Refrigerante é perdido ou está
extremamente baixo (pode ter
queimado o fusível térmico ou o
pressostato desengata o sistema).
Interruptor de controle de temperatura
com defeito.
Entre em contato com seu
concessionário John Deere.
Continua na próxima página
110-28
Limpe a tela.
Entre em contato com seu
concessionário John Deere.
FS41334,00004F8 -54-03MAR08-2/3
040814
PN=402
Solução de problemas
Sintoma
Problema
Solução
Obstrução no sistema refrigerante.
(pressostato de alta desengata o
sistema).
Defeito na válvula de expansão.
(Entre em contato com seu
concessionário John Deere.)
Campo da embreagem queimado ou
com defeito.
Entre em contato com seu
concessionário John Deere.
Obstrução grave na parte alta.
Entre em contato com seu
concessionário John Deere.
Filtrador da linha entupido.
Entre em contato com seu
concessionário John Deere.
Leitura do indicador de pressão da Interruptor do soprador da cabine
cabine na extremidade inferior do desligado.
indicador.
Porta ou janela destravada.
Entre em contato com seu
concessionário John Deere.
Ligue o interruptor.
Trave a porta ou a janela.
Filtro de ar restrito.
Troque por um filtro de ar da cabine
de carbono ativado John Deere
ou um substituto adequado. (Veja
Verificação e Troca dos Filtros de Ar
da Cabine, na seção Cabine e Ar
Condicionado.)
Vedações da porta e da janela
danificadas.
Perda da vedação em volta da
articulação de controle, linhas, fios,
etc.
O problema não pode ser identificado
e corrigido.
Troque as vedações danificadas.
Vede qualquer abertura.
Entre em contato com seu
concessionário John Deere.
Leitura do indicador de pressão da Vedação danificada ou sujeira no filtro Troque por um filtro de ar da cabine
cabine na extremidade superior do com pregas do filtro de ar.
de carbono ativado John Deere
indicador.
ou um substituto adequado. (Veja
Verificação e Troca dos Filtros de Ar
da Cabine, na seção Cabine e Ar
Condicionado.)
Filtro de ar ausente ou incorreto.
Troque por um filtro de ar da cabine
de carbono ativado John Deere
ou um substituto adequado. (Veja
Verificação e Troca dos Filtros de Ar
da Cabine, na seção Cabine e Ar
Condicionado.)
FS41334,00004F8 -54-03MAR08-3/3
110-29
040814
PN=403
Solução de problemas
Sintoma
Problema
Solução
Filtro de ar não está devidamente
assentado.
Assente-o novamente ou troque por
um filtro de ar da cabine de carbono
ativado John Deere ou um substituto
adequado. (Veja Verificação e Troca
dos Filtros de Ar da Cabine, na seção
Cabine e Ar Condicionado.)
O problema não pode ser identificado Entre em contato com seu
concessionário John Deere.
e corrigido.
FS41334,00004F8 -54-03MAR08-4/3
110-30
040814
PN=404
Solução de problemas
Operação da Barra de 24.4 m (80 ft)
Sintoma
Problema
Solução
Seção interna da barra não dobra
para fora.
Interruptor defeituoso.
Substitua o interruptor.
Conexões elétricas danificadas ou
corroídas.
Conserte, reponha ou limpe a
conexão elétrica.
Relé ou bobina do solenoide com
falha.
Bobina hidráulica encravada.
Reponha a bobina ou o relé.
Válvula de verificação fechada e
emperrada na linha do sensor de
carga.
Retire e limpe a válvula de retenção
ou consulte seu concessionário John
Deere.
Orifício ou linha hidráulica entupidos.
Retire e limpe o orifício ou a linha
hidráulica.
Cilindro de dobramento da barra
interna defeituoso.
Consulte seu concessionário John
Deere.
Interruptor defeituoso.
Substitua o interruptor.
Conexões elétricas danificadas ou
corroídas.
Conserte, reponha ou limpe a
conexão elétrica.
Relé ou bobina do solenoide com
falha.
Bobina hidráulica encravada.
Reponha a bobina ou o relé.
Válvula de verificação fechada e
emperrada na linha do sensor de
carga.
Retire e limpe a válvula de retenção
ou consulte seu concessionário John
Deere.
Orifício ou linha hidráulica entupidos.
Retire e limpe o orifício ou a linha
hidráulica.
Seção externa da barra não dobra
para fora.
Remova o carretel hidráulico e limpe
ou consulte seu concessionário John
Deere.
Remova o carretel hidráulico e limpe
ou consulte seu concessionário John
Deere.
Interruptor do cilindro da barra interna Consulte seu concessionário John
com defeito.
Deere.
Cilindro de dobramento da barra
externa defeituoso.
Entre em contato com seu
concessionário John Deere.
A seção externa da barra dobra-se
parcialmente e para.
O interruptor magnético do cilindro
hidráulico libera.
Dobre a barra e tente novamente o
procedimento de desdobramento.
Seção interna da barra não dobra
para dentro.
Interruptor defeituoso.
Substitua o interruptor.
Conexões elétricas danificadas ou
corroídas.
Conserte, reponha ou limpe a
conexão elétrica.
Continua na próxima página
110-31
OUO6092,00001ED -54-27APR09-1/3
040814
PN=405
Solução de problemas
Sintoma
Problema
Solução
Relé ou bobina do solenoide com
falha.
Bobina hidráulica encravada.
Reponha a bobina ou o relé.
Orifício ou linha hidráulica entupidos.
Retire e limpe o orifício ou a linha
hidráulica.
Remova o carretel hidráulico e limpe
ou consulte seu concessionário John
Deere.
Interruptor do cilindro da barra externa Consulte seu concessionário John
com defeito.
Deere.
Cilindro de dobramento da barra
interna defeituoso.
Consulte seu concessionário John
Deere.
A seção interna da barra dobra-se
parcialmente e para.
O interruptor magnético do cilindro
hidráulico libera.
Desdobre a barra e tente novamente
o procedimento de dobramento.
Seção externa da barra não dobra
para dentro, ou a barra interna
dobra para dentro antes da barra
externa dobrar para dentro.
Interruptor defeituoso.
Substitua o interruptor.
Conexões elétricas danificadas ou
corroídas.
Conserte, reponha ou limpe as
conexões elétricas.
Relé ou bobina do solenoide com
falha.
Bobina hidráulica encravada.
Reponha a bobina ou o relé.
Válvula de verificação fechada e
emperrada na linha do sensor de
carga.
Retire e limpe a válvula de retenção
ou consulte seu concessionário John
Deere.
Orifício ou linha hidráulica entupidos.
Retire e limpe o orifício ou a linha
hidráulica.
Cilindro de dobramento da barra
externa defeituoso.
Consulte seu concessionário John
Deere.
Estrutura central suspensa entorta
nas chapas desgastadas ou os
rolamentos de montagem central
muito longe para frente no veio.
Interruptor defeituoso.
Consulte seu concessionário John
Deere.
Conexões elétricas danificadas ou
corroídas.
Conserte, reponha ou limpe a
conexão elétrica.
Relé ou bobina do solenoide com
falha.
Reponha a bobina ou o relé.
Barra não retorna para o nível
depois de rolar nos dois sentidos,
ou não rola livremente.
Barra não levanta ou abaixa
Continua na próxima página
110-32
Remova o carretel hidráulico e limpe
ou consulte seu concessionário John
Deere.
Substitua o interruptor.
OUO6092,00001ED -54-27APR09-2/3
040814
PN=406
Solução de problemas
Sintoma
Ascensão da barra levanta muito
rápido.
Uma função individual da barra
não para quando o interruptor é
liberado ou é lento para liberar.
Problema
Solução
Bobina hidráulica encravada.
Remova o carretel hidráulico e limpe
ou consulte seu concessionário John
Deere.
Válvula de verificação fechada e
emperrada na linha do sensor de
carga.
Retire e limpe a válvula de retenção
ou consulte seu concessionário John
Deere.
Cilindros de ascensão defeituosos.
Consulte seu concessionário John
Deere.
Pressão do compensador hidráulico
fora da especificação.
Consulte seu concessionário John
Deere.
Orifício na linha hidráulica está em
falta.
Interruptor defeituoso ou emperrado.
Instale o orifício de tamanho correto.
Repare ou substitua o interruptor.
Conjunto da bobina hidráulica
encravada.
Limpe o conjunto do carretel ou
consulte seu concessionário John
Deere.
Válvula solenoide defeituosa.
Repare ou substitua a válvula
solenoide.
OUO6092,00001ED -54-27APR09-3/3
110-33
040814
PN=407
Armazenamento
Operação e Manutenção dos Pulverizadores
Químicos com Segurança
TS272 —UN—23AUG88
Os produtos químicos utilizados nos pulverizadores
agrícolas podem ser prejudiciais à sua saúde ou ao
ambiente, se não forem usados com cuidado.
Siga sempre todas as indicações do rótulo para uma
utilização eficaz, segura e legal dos produtos químicos
agrícolas.
Reduza o risco de exposição e lesões:
•
•
•
•
•
•
conforme recomendado pelo fabricante. (Consulte
‘Manusear produtos químicos agrícolas de forma
segura’ na seção Segurança).
Encha, lave, calibre e descontamine o pulverizador
numa área em que o produto que sai não atinja bacias
de água, lagos, riachos ou rios, áreas de gado ou
jardins, ou próximas de pessoas.
Mantenha as crianças afastadas de produtos químicos,
soluções químicas e líquidos de lavagem.
Se o spray ou concentrado químico entrar em contato
com a pele, mãos ou o rosto, lave imediatamente com
água e sabão.
Se o spray ou concentrado químico entrar nos olhos,
lave-os imediatamente com água.
Se o bocal entupir ou o sistema funcionar mal, pare o
motor e alivie a pressão de spray do sistema.
Não coloque pontas de bocal ou outros componentes
na boca para limpar obstruções. Tenha pontas
sobressalentes à mão para reposição.
Minimize o risco de desvio do spray.
- Use as pontas dos bocais grandes operados a baixas
pressões.
- Não opere o sistema de fornecimento de solução a
pressões que ultrapassem 345kPa (3.5 bar) (50 psi).
- Não pulverize quando os ventos excederem 16 km/h
(10 mph).
TS220 —UN—15APR13
• Use equipamento de proteção pessoal adequado,
•
•
- Não pulverize quando o vento estiver soprando na
direção de alguma colheita sensível, jardim ou zona
habitada.
Jogue fora os produtos químicos, soluções de
lavagem não usados e recipientes químicos vazios,
adequadamente.
Descontamine o equipamento usado na mistura, na
transferência e na aplicação dos produtos químicos
após o uso.
DX,WW,CHEM02 -54-05APR04-1/1
115-1
040814
PN=408
Armazenamento
Evite Exposição a Produtos Químicos
CUIDADO: A exposição a produtos químicos,
inclusive pesticidas, pode causar acidentes
pessoais ou morte.
TS220 —UN—15APR13
NÃO CONFIE NESTA CABINE, NO INDICADOR
DE PRESSÃO NEM NOS FILTROS DE AR
PARA PROTEÇÃO CONTRA A EXPOSIÇÃO
A PRODUTOS QUÍMICOS.
Para reduzir o risco de exposição a produtos químicos:
• Use EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL de
acordo com o rótulo do fabricante de produtos químicos.
• Permita que somente aplicadores treinados e
certificados apliquem produtos químicos
• Sempre feche as janelas e as portas durante a
pulverização
•
•
•
•
•
•
ou os substitutos apropriados estão sempre instalados
(consulte Verificação e Substituição dos Filtros de Ar da
Cabine na seção Chassi)
Mantenha os produtos químicos fora da cabine
Limpe ou tire os sapatos ou roupas contaminados
antes de entrar na cabine
Mantenha limpo o interior da cabine
Leia e siga todas as instruções existentes:
- No rótulo do fabricante de cada produto químico
aplicado
- U.S. Environmental Protection Agency (EPA) Worker
Protection Standard para Pesticidas Agrícolas
- Instruções regionais ou estaduais para a segurança e
a saúde do trabalhador;
- No Manual do Operador desta máquina.
Devem ser cumpridas numerosas exigências, incluindo
as regularizações EPA, mas não se limitando a elas
Mesmo enquanto estiver dentro da cabine, use sempre
mangas compridas, calças compridas, sapatos e meias,
ao aplicar produtos químicos, inclusive pesticidas
TS272 —UN—23AUG88
• Verifique se os filtros de carbono ativado John Deere
• Se necessário sair da cabine quando houver
•
produtos químicos, inclusive pesticidas, use sempre o
equipamento de proteção individual recomendado pelo
fabricante do produto químico
Antes de entrar novamente na cabine, retire o
equipamento de proteção individual usado para
manusear produtos químicos, inclusive pesticidas, e
guarde-o de acordo com as normas EPA, para impedir
a contaminação da cabine.
OUO6092,00004DE -54-07FEB11-1/1
115-2
040814
PN=409
Armazenamento
Limpeza de Produtos Químicos Perigosos
do Veículo, Inclusive Pesticidas
T6642EJ —UN—18OCT88
CUIDADO: Durante a aplicação de produtos
químicos perigosos, inclusive pesticidas,
os resíduos podem se acumular dentro ou
fora do veículo. Limpe o veículo de acordo
com as instruções de uso de produtos
químicos perigosos.
Quando exposto a produtos químicos nocivos, limpe o
exterior e o interior do veículo diariamente para mantê-lo
livre de acumulação de poeira e contaminação visíveis.
1. Varra ou aspire o chão da cabine.
defeito. Reduza a pressão e pulverize em
um ângulo de 45 a 90 graus.
2. Limpe o teto e os painéis interiores da cabine.
IMPORTANTE: Apontar um jato de água pressurizada
para componentes eletrônicos/elétricos ou
conectores, rolamentos e vedações hidráulicas,
bombas injetoras de combustível ou outras
partes e componentes sensíveis poderá causar
3. Lave todo o exterior do veículo.
4. Descarte toda a água usada que possua alto teor de
ingredientes perigosos ativos ou não ativos de acordo
com os regulamentos ou Instruções publicados.
OUO6092,000081B -54-23JUN05-1/1
Limpadores e Revestimentos
Recomendados
obter melhores resultados. Estes produtos químicos
estão disponíveis no seu concessionário John Deere.
IMPORTANTE: Ao utilizar qualquer produto químico,
sempre leia e siga as instruções.
• Limpador do Tanque de Pulverização N305631
• Fluido Climatizador N305634
• Revestimento TY25396
Use agentes de limpeza, revestimento para equipamentos
e fluidos climatizadores SprayMaster John Deere, para
OUO6092,00011D9 -54-02APR08-1/1
115-3
040814
PN=410
Armazenamento
Limpeza do Sistema de Solução
N98448 —UN—07MAY12
CUIDADO: Os produtos químicos e os pesticidas
são nocivos e podem envenenar, causando
acidentes pessoais graves ou morte do operador
ou de outras pessoas. Todo o equipamento de
pulverização deverá ser descontaminado antes
de ser retificado ou posto em armazenagem. A
descontaminação deverá ser feita em uma área
segura, lavando com água, neutralizando, ou por
meios recomendados pelo fabricante químico.
Verifique para ver se são necessárias técnicas especiais
de limpeza. Os pulverizadores devem ser limpos sempre
que produtos químicos forem trocados ou armazenados.
Lave o sistema como segue:
1. Misture detergente caseiro com 95 l (25 gal) de
água ou use o Limpador de Tanque de Pulverização
SprayMaster (N305631) e deixe-o circular através do
sistema por 30 minutos, depois drene.
2. Misture 0,95 l (1 qt) de amônia caseira com 95 l (25
gal) de água. Bombeie o suficiente desta mistura para
encher os bocais e deixe parado durante a noite.
3.
Retire o tampão (A) e abra a válvula para drenar o
sistema.
A—Tampa
4. Lave o sistema com água limpa.
5. Lave o sistema com Fluido próprio para inverno
SprayMaster (N305634) se a máquina for ser
armazenada em um clima mais frio que 0ºC (32ºF).
OUO6435,0000788 -54-07MAY12-1/1
115-4
040814
PN=411
Armazenamento
Preparação da Máquina para Transporte Durante os Meses de Clima Frio
IMPORTANTE: A água congelada em tanques e
linhas pode danificar a máquina. Quando
embarcar a máquina em meses em que há a
possibilidade de congelamento, certifique-se
de que a máquina possa resistir a mais baixa
temperatura possível a que estará sujeita.
N98449 —UN—07MAY12
Evite danos esvaziando todos os tanques e
linhas de solução e, em seguida, adicione Fluido
próprio para o inverno SprayMaster.
Para adicionar o Fluido próprio para o inverno SprayMaster
ao sistema de pulverização da máquina, faça o seguinte:
1. Adicione aproximadamente 76—114 l (20—30 gal) de
mistura apropriada de fluido próprio para o inverno
SprayMaster. Seguindo as instruções do fabricante,
misture o Fluido próprio para o inverno SprayMaster
na proporção correta para proteger o sistema de
solução até a temperatura mais baixa esperada.
2. Ligue a máquina e opere o sistema de pulverização
até que a mistura do fluido próprio para o inverno
saia pelos bicos de pulverização. Não deixe de fazer
circular a mistura por de todo o sistema de solução,
inclusive os dispositivos opcionais (extrator e bico(s)
de linha em cerca) Acione a válvula de pressão em
ambas as posições de derivação e enxágue do tanque.
3. Drene os tanques a seguir:
• Tanque de enxágue—Tanque de enxágue—Drene
abrindo a válvula de abastecimento de enxágue (A).
• Tanque de água limpa—Esvazie através da válvula.
A—Enxágue a Válvula de
Abastecimento
4. Prepare o sistema do marcador de espuma para
climas frios. Consulte Preparação do Sistema
Marcador de Espuma Para Armazenagem em Clima
Frio, nesta seção.
5. Deixe nota na cabine detalhando o que foi feito para a
proteção de inverno, de modo que a próxima pessoa
a usar a máquina saberá que tipo de preparação será
necessária para a operação de campo.
OUO6435,0000789 -54-07MAY12-1/1
115-5
040814
PN=412
Armazenamento
Prepare a Máquina para a Armazenagem
1. Limpe toda a máquina, por dentro e por fora.
(Consulte Limpeza de Produtos Químicos Perigosos
do Veículo, Inclusive Pesticidas, nesta seção.)
2. Limpe e lave o sistema de solução. (Consulte Limpeza
do Sistema de Solução nesta seção).
N98449 —UN—07MAY12
3. Abra o bujão da tubulação da bomba de solução para
remover qualquer produto químico. Substitua o bujão.
4. Remova, limpe e instale a tela de abastecimento, as
telas de pressão e o fluxômetro.
5. Remova e limpe as pontas dos bicos e as telas.
Armazene as pontas e as telas fora da máquina, em
um lugar seco.
6. Prepare o sistema do marcador de espuma para
climas frios. (Consulte Preparo do Sistema Marcador
de Espuma para Armazenamento em Clima Frio,
nesta seção).
7. Adicione aproximadamente 76—114 l (20—30 gal) de
mistura apropriada de fluido próprio para o inverno
SprayMaster. Seguindo as instruções do fabricante,
misture o Fluido próprio para o inverno SprayMaster
na proporção correta para proteger o sistema de
solução até a temperatura mais baixa esperada.
A—Enxágue a Válvula de
Abastecimento
• Tanque de enxágue—Tanque de enxágue—Drene
abrindo a válvula de abastecimento de enxágue (A).
• Tanque de água limpa—Esvazie através da válvula.
8. Ligue a máquina e opere o sistema de pulverização
até que a mistura do fluido próprio para o inverno
saia pelos bicos de pulverização. Não deixe de fazer
circular a mistura por todo o sistema de solução,
incluindo os dispositivos opcionais (extrator e bico(s)
de linha em linha). Acione a válvula de pressão para
enviar solução através das esferas de enxágue.
9. Remova e limpe as pontas dos bicos e as telas.
Armazene as pontas e as telas fora da máquina, em
um lugar seco.
10. Drene os tanques a seguir:
OUO6435,000078A -54-09MAY12-1/4
11. Remova o monitor (A) e armazene em um lugar
quente e seco.
N98338 —UN—04MAY12
A—Monitor
Continua na próxima página
115-6
OUO6435,000078A -54-09MAY12-2/4
040814
PN=413
Armazenamento
12. Substitua os filtros hidrostáticos (A) e o filtro hidráulico
(B).
B—Filtro Hidráulico
N98478 —UN—08MAY12
A—Filtros Hidrostáticos
Continua na próxima página
115-7
OUO6435,000078A -54-09MAY12-3/4
040814
PN=414
Armazenamento
13. Drene os cubos planetários (A). (Consulte Troca do
Óleo do Cubo Planetário na seção Lubrificação e
Manutenção.)
14. Encha o cubo planetário com óleo até o nível
adequado.
15. Lubrifique todos os copos de lubrificação. Aplique
graxa à área exposta das hastes do cilindro hidráulico
e às hastes cromada da suspensão.
16. Pinte, conforme necessário, para evitar ferrugem.
N98534 —UN—09MAY12
17. Trate as superfícies expostas com o revestimento
TY25396 para evitar corrosão e ferrugem.
NOTA: As instruções para elevação são encontradas
em Instalação dos Pneus Opcionais na
seção Rodas e Pneus.
18. Eleve os lados da máquina e apoie com o suporte
JDG11094 ou equivalente para tirar o peso dos pneus.
Não esvazie os pneus.
A—Cubos Planetários
CUIDADO: NÃO use gasolina para lavar. A
gasolina é altamente inflamável e pode incendiar
se exposta a faíscas ou chamas, gerando
um incêndio que pode causar acidentes
pessoais graves ou morte.
19. Lave o motor usando um solvente seguro.
20. Remova, limpe e instale os elementos do filtro de ar.
21. Com o motor aquecido, drene o óleo do cárter. Troque
o filtro de óleo e encha o cárter até o nível adequado.
22. Drene e lave o sistema de arrefecimento (bloco do
motor e radiador).
NOTA: (Para climas quentes) Se o anticongelante não
foi e nem será adicionado ao motor, assegure-se
de retirar o bujão para drenar o resfriador de óleo
do motor. Adicione água limpa com o Summer
Engine Coolant Conditioner John Deere, ou
equivalente, em vez do anticongelante.
23. Abasteça o sistema de arrefecimento com
anticongelante até o nível apropriado. Use
anticongelante que não contenha aditivos
antivazamento.
24. Opere o motor em marcha lenta por alguns minutos
para circular o líquido de arrefecimento e o óleo do
cárter.
25. Desconecte os cabos negativos (—) da bateria e
prenda os cabos longe do terminal da bateria.
26. Vede as aberturas a seguir com fita e/ou sacos
plásticos.
• Cano de Escape
• Admissão do purificador de ar
• Tubo da vareta do motor
• Tubo de enchimento de óleo do motor
• Tubo de respiro do cárter
27. Deixe uma observação na cabine detalhando o que
foi feito para a proteção de inverno, de modo que
a próxima pessoa a usar a máquina saiba que tipo
de preparação será necessária para a operação no
campo.
OUO6435,000078A -54-09MAY12-4/4
115-8
040814
PN=415
Armazenamento
Remoção da Máquina da Armazenagem
NOTA: Ao remover o pulverizador do armazenamento,
normalmente encontramos óleo de engrenagem
vazando do aro interno do cubo planetário de
acionamento ou uma poça de óleo nos aros,
pois a máquina ficou parada por algum tempo.
Os cubos de redução da engrenagem têm uma
vedação mecânica entre o fuso e o cubo. O
vazamento de óleo por essas vedações é normal
quando a máquina fica armazenada.
1. Remova a fita de vedação e os sacos plásticos das
aberturas.
2. Verifique o nível de óleo do motor. Se estiver baixo,
verifique se há vazamentos. Adicione óleo conforme
necessário.
3. Verifique o nível do líquido de arrefecimento. Se
estiver baixo, verifique se há vazamentos. Adicione
líquido de arrefecimento conforme necessário.
4. Limpe os terminais negativos (—) da bateria e os
cabos e conecte novamente.
5. Encha o tanque de combustível com óleo diesel
apropriado.
6. Drene o o fluido próprio para o inverno SprayMaster™
do sistema de solução e lave o sistema.
IMPORTANTE: Ao dar partida na máquina pela
primeira vez após retirá-la do armazenamento,
opere a máquina em marcha lenta por 4
minutos. Ligue o sistema de ar condicionado
neste período para evitar falhas na vedação
do compressor.
7. Ligue o motor e aqueça-o à temperatura de operação.
Verifique se há vazamentos.
8. Limpe todo o compartimento do motor e a máquina,
por dentro e por fora.
9. Verifique o nível do óleo no reservatório
hidráulico/hidrostático. Se estiver baixo, verifique se
há vazamentos. Adicione óleo conforme necessário.
10. Verifique a calibração dos pneus.
NOTA: As instruções para elevação são encontradas
em Instalação dos Pneus Opcionais na
seção Rodas e Pneus.
11. Eleve os lados da máquina e remova o suporte
JDG11094 ou equivalente.
12. Certifique-se de que todas as ferragens estejam
apertadas.
13. Lubrifique todas as graxeiras.
14. Instale o monitor. Verifique se a programação está
correta.
15. Coloque água limpa no tanque de solução e acione
o sistema para verificar se há vazamentos, antes de
instalar as pontas dos bicos e as telas.
16. Inspecione as pontas dos bicos para certificar-se de
que elas estejam todas do mesmo tamanho. Instale
as pontas e as telas.
17. Execute o Processo de Sangria do Ar da Barra em
Recomendações para Eliminação do Ar do Sistema
de Solução na seção Sistema de Umidificação.
18. Opere o sistema de pulverização e observe os
padrões de pulverização. Ajuste ou substitua as
pontas conforme necessário.
19. Consulte o Manual do Operador para informações
sobre os ajustes de operação e as informações de
segurança.
20. Calibre o pulverizador.
21. Verifique se o extintor de incêndio (se equipado) está
com a carga correta.
22. Verifique a carga de refrigerante do ar condicionado.
Carregue o sistema se necessário.
SprayMaster é uma marca registrada da Deere & Company
OUO6092,0000530 -54-14MAR11-1/1
115-9
040814
PN=416
Especificações
Especificação do motor
Motor
Item................................................................................................................................................................ Especificação
Tipo ........................................................................................................................................................................... Diesel
Fabricante ............................................................................................................................................................ John Deere
Modelo ................................................................................................................................................ 6068H Turboalimentado
Número de Cilindros ................................................................................................................................................ 6 em Linha
Diâmetro e Curso .................................................................................................................. 106,5 x 127,0 mm (4.19 in. x 5.00 in.)
.......................................................................................................................................................... 6,8 L (415 ci )
............................................................................................................................................. 123 kW (165 hp)
Taxa de compressão ...................................................................................................................................................... 19,0:1
Ordem de ignição .................................................................................................................................................... 1-5-3-6-2-4
Tipo de Combustível ................................................................................................................................... Diesel N° 1-D ou 2-D
Sistema de combustível ........................................................................................................ Trilho Comum de Alta Pressão (HPCR)
Filtro de ar ......................................................................................................................................... Elemento Duplo Tipo Seco
Cilindrada
Potência em HPa
Velocidades do motor
Item................................................................................................................................................................ Especificação
Marcha lenta .............................................................................................................................................................. 900 rpm
Alta Rotação (Sem Carga) ........................................................................................................................................... 2400 rpm
Sistema de Arrefecimento do Motor
Item................................................................................................................................................................ Especificação
Tipo .................................................................................................................................................................. Pressurizado
Pressão ............................................................................................................................................... 69 kPa (0,7 bar) (10 psi)
Termostato ............................................................................................................................................. Dois Heavy-Duty 180 °
Lubrificação do motor
Item................................................................................................................................................................ Especificação
Filtro de óleo ......................................................................................................................................................... Vazão Total
Tipo ...................................................................................................................................................................... Centrífugo
PROTEÇÃO ............................................................................................................................................. Válvula de derivação
a
Potência máxima do motor observada (líquida, sem o ventilador) a 2100 rpm.
BL04947,000094F -54-12MAR14-1/1
Sistema de acionamento, freios e
especificação dos cubos planetários
Sistema de Acionamento
Item................................................................................................................................................................ Especificação
Tipo .................................................................................................................................................. Acionamento Hidrostático,
Bombas em Série, Quatro Máquinas Motrizes de Deslocamento Variável, Cubos de Redução de Marcha e Câmbio Eletro-hidráulico
Freios
Item................................................................................................................................................................ Especificação
Freios Dianteiros/Dinâmicos
............................................................................. Pressão hidráulica aplicada às pinças dos freios a disco
Freios de Estacionamento .......................................................................................... Freio de estacionamento de liberação hidráulica
Cubos Planetários
Item................................................................................................................................................................ Especificação
Tipo ............................................................................................................................. Cubos de Redução de Marcha Planetários
Lubrificação ....................................................................................................................................................... Banho de óleo
Relação de Marcha (Cubos Dianteiros) ............................................................................................................................... 25,8:1
Relação de Marcha (Cubos Traseiros) ................................................................................................................................ 25,8:1
BL04947,0000950 -54-03JAN14-1/1
120-1
040814
PN=417
Especificações
Especificação da velocidade de avanço
Velocidade de avanço
Todos os pneus (velocidade nominal do motor em marcha lenta alta – sem carga)
Item................................................................................................................................................................ Especificação
Primeira faixa de velocidade ........................................................................................................................ 22,7 Km/h (14.1 mph)
Segunda Faixa de Velocidade ...................................................................................................................... 28,2 Km/h (17.5 mph)
Terceira Faixa de Velocidade
.......................................................................................................................... 33 Km/h (20.5 mph)
Quarta Faixa de Velocidade ......................................................................................................................... 44,3 Km/h (27.5 mph)
BL04947,0000951 -54-03JAN14-1/1
Especificação dos pneus
Pressão de ar
Item................................................................................................................................................................ Especificação
320/80R42 ......................................................................................................................................... 320 kPa (3,2 bar) (46 psi)
380/80R38 ......................................................................................................................................... 240 kPa (2,4 bar) (35 psi)
420/85R34 ......................................................................................................................................... 200 kPa (2,0 bar) (29 psi)
Largura
Item................................................................................................................................................................ Especificação
320/80R42 .................................................................................................................................................... 320 mm (12.6 in.)
380/80R38 .................................................................................................................................................... 389 mm (15.3 in.)
420/85R34 .................................................................................................................................................... 419 mm (16.5 in.)
Diâmetro total
Item................................................................................................................................................................ Especificação
320/80R42 .................................................................................................................................................. 1572 mm (61.9 in.)
380/80R38 .................................................................................................................................................. 1595 mm (62.8 in.)
420/85R34 .................................................................................................................................................. 1590 mm (62.6 in.)
BL04947,0000952 -54-03JAN14-1/1
Especificação do sistema elétrico
Item................................................................................................................................................................ Especificação
Tensão da bateria........................................................................................................................................................ 12 volts
Terminal de Aterramento da Bateria ................................................................................................................................ Negativo
Alternador ........................................................................................................................................ 150 amp, Tensão Regulada
Lâmpada do Farol Dianteiro ........................................................................................................................................ AT130104
Lâmpada da Luz Alta do Farol ........................................................................................................................................ Z75588
Luzes de Trabalho da Grade do Capô ............................................................................................................................ 57M9328
Lâmpada da Luz de Teto ...................................................................................................................................... Fab. Tipo 5618
Lâmpada de Advertência Traseira, Vermelha
............................................................................................................ Fab. Tipo 3057
Lâmpada de Advertência Traseira, Laranja ............................................................................................................... Fab. Tipo 3057
Lâmpada da Luz de Campo (Holofotes Externos e Campo da Plataforma) .............................................................................. AT130104
Lâmpada da Extremidade do Braço ............................................................................................................................... R133301
Estação de abastecimento da plataforma ......................................................................................................................... (GE862)
Teto da cabine ........................................................................................................................................... (GE9005) (R179326)
BL04947,0000953 -54-03JAN14-1/1
120-2
040814
PN=418
Especificações
Especificação do sistema hidrostático e
hidráulico
Sistema Hidráulico
Item................................................................................................................................................................ Especificação
Tipo ..................................................................................................................... Centro Fechado, com Compensação de Pressão
Bomba .......................................................................................................................................................... Tipo Pistão Axial
Pressão de trabalho nominal .................................... Pressão Máxima = 20 684 kPa (206,8 bar) (3000 psi) à temperatura operacional normal.
Sistema hidrostático
Item................................................................................................................................................................ Especificação
Tipo ............................................................................................................................................................. Circuito Fechado
Bombas .................................................................................................................. Bombas em Série de Velocidade Variável 62 cc
Motores das Rodas
.................................................................................................. Câmbio elétrico, Deslocamento nominal variável
Dianteiro 46 cc
Traseiro 46 cc
BL04947,0000954 -54-03JAN14-1/1
Especificação da lança
Barra de 24,4 m (80 ft)
Item................................................................................................................................................................ Especificação
Número de Seções .............................................................................................................................................................. 5
Operação ....................................................................................................................... Dobra Hidráulica, Nivelamento Hidráulico
Tipo ....................................................................................................................................... Braços Operados Hidraulicamente
Altura de Operação
......................................................................................................................... 686—2197 mm (27—86.5 in.)
Largura de Transporte ........................................................................................................................................ 3,19 m (10,5 ft.)
Comprimento de Transporte com a Lança Recolhida ................................................................................................ 8,31 m (27,25 ft.)
PRESSÃO DE PRÉ-CARGA DO ACUMULADOR
.................................................................................... 6550 kPa (65,5 bar) (950 psi)
Mecanismo de elevação da lança de 24,4 m (80 ft)
Item................................................................................................................................................................ Especificação
Capacidade de elevação .................................................................................................................................. 1315 Kg (2900 lb)
Cilindros de elevação
Item................................................................................................................................................................ Especificação
Quantidade........................................................................................................................................................................ 2
Tipo ................................................................................................................................................................. Atuação única
Válvula de controle da pulverização da barra
Tipo ................................................................................................................................................................ Válvula elétrica
Operação ......................................................................... Direito Externo, Direito Interno, Centro, Esquerdo Interno e Esquerdo Externo
Pressure Control (Controle de Pressão) ............................................................................................... Velocidade da Bomba Variável
Manômetro ................................................................................................................................................ Mostrador SprayStar
BL04947,0000955 -54-03JAN14-1/1
Especificação do sistema de direção
Item................................................................................................................................................................ Especificação
Tipo .................................................................................................................................................................... Hidrostática
Pressão de Alívio (medida no cilindro) ..................................................................... 11376—12755 kPa (114—128 bar) (1650—1850 psi)
Controle....................................................................................................................................... Válvula de controle da direção
Operação ........................................................................................................................................ Dois cilindros de dupla ação
Raio de Giro ...................................................................................................................................................... 4,9 m (16 pés)
BL04947,0000956 -54-03JAN14-1/1
120-3
040814
PN=419
Especificações
Especificação de capacidades e peso
Item................................................................................................................................................................ Especificação
Tanque de combustível .......................................................................................................................................... 269 l (71 gal)
Sistema de Arrefecimento com Aquecedor .............................................................................................................. 29,4 L (31,1 qt.)
Cárter (incluindo filtro) ........................................................................................................................................... 19 l (20,1 qt.)
Reservatório Hidráulico (capacidade no visor) .................................................................................................... 53,7 l (14,2 U.S.gal.)
Sistema Hidráulico
............................................................................................................................................... 151 l (40 gal)
Acionamentos Finais (Cubos) .................................................................................................................................. 2,0 L (2,1 qt.)
Tanque de Água Limpa .............................................................................................................................................. 15 l (4 gal)
Sistema de pulverização ............................................................................................................................... 2271 l (600 U.S. gal)
Tanque de enxágue ............................................................................................................................ Polietileno de 284 l (75 gal)
Edutor de Plástico ........................................................................................................................................... 42 l (11,1 US gal)
Peso (Vazio)
Item................................................................................................................................................................ Especificação
Máquina-base com Barra de 24,4 m (80 ft.)
........................................................................................................ 8350 kg (18408 lb.)
BL04947,0000958 -54-03JAN14-1/1
Especificação do sistema de pulverização
Tanque
Item................................................................................................................................................................ Especificação
Capacidade .............................................................................................................................................. 2271 L (600 U.S. gal)
Construção ............................................................................................................................................................. Polietileno
Abertura de abastecimento ................................................................................................................. Tampa Superior ou Quick-Fill
Agitação ........................................................................................................................................................................ Jato
Tela de Pressão- (Padrão) ........................................................................................................................................... Malha 50
Tela de Pressão- (Padrão) ........................................................................................................................................... Malha 80
Tela de abastecimento - (padrão) .................................................................................................................................. Malha 16
Tela da Tampa do Tanque de Solução ............................................................................................................................ Malha 16
Mangueira ...................................................................................................... Classificação mínima de 1379 kPa (13,8 bar) (200 psi)
............................................................................................................................................................. Dois Galões
................................................................................................................................................................. Dois Galões
Tanque de Enxágue ............................................................................................................................ Polietileno de 284 l (75 gal)
Edutor de Plástico ........................................................................................................................................... 42 l (11,1 US gal)
Máquina
Barra
BL04947,0000959 -54-03JAN14-1/1
Especificação da bomba de solução
Item................................................................................................................................................................ Especificação
Tipo ...................................................................................................................................................................... Centrífuga
Motora
........................................................................................................................................................ Sistema hidráulico
Vazão Máxima da Lança (276 kPa [2,7 bar] [40 psi]) .......................................................................... Um Fluxômetro–356 lpm (94 gpm)
Pressão Máxima na Lança (Pressão Estática) .................................................................. 1034 2 ± 69 kPa (10,3 ± 0,7 bar) (150 ± 10 psi)
BL04947,000095B -54-03JAN14-1/1
120-4
040814
PN=420
Especificações
Especificação da cabine do operador e do
ar-condicionado
Cabine do operador (padrão)
Item................................................................................................................................................................ Especificação
Tipo ..................................................................................................................... Ar-condicionado com assento de suspensão a ar
Rádio (se equipado)....................................................................................................... Rádio AM/FM CD com banda meteorológica
Filtros de Ar ..................................................................................................... Filtros de ar de carvão ativado da cabine John Deere
Ar-condicionado
Item................................................................................................................................................................ Especificação
Faça (compressor) ........................................................................................................................................................ Denso
Refrigerante ................................................................................................................................................................ R134A
Carga de freon ...................................................................................................................................................... 1,8 kg (4 lb)
BL04947,000095C -54-15JAN14-1/1
Especificação dos bicos
Bicos—lança de 24,4 M (80 ft.)
Norma
Item................................................................................................................................................................ Especificação
SprayMaster (Espaçamento Centralizado de 381 mm [15 in.]) ................................................. Corpo do Bico de Três Torres (Lança Úmida)
Número de Bicos ............................................................................................................................................................... 65
SprayMaster (espaçamento descentralizado de 508 mm [20 in.]).............................................. Corpo do Bico de Três Torres (Lança Úmida)
Número de Bicos ............................................................................................................................................................... 48
Instalação .................................................................................................................................................................. Fábrica
Opcional
Item................................................................................................................................................................ Especificação
Kit de Espaçamento Personalizado SprayMaster........................................................................ Corpo do bico de 5 torres (lança úmida)
Número de Bicos ............................................................................................................................................................... 80
Instalação ....................................................................................................................................................... Concessionário
Válvulas de retenção do corpo do bico SprayMaster
Norma
Item................................................................................................................................................................ Especificação
Verde .................................................................................................................................................. 83 kPa (0,8 bar) (12 psi)
Opcional
Item................................................................................................................................................................ Especificação
Amarela ................................................................................................................................................. 21 kPa (0,2 bar) (3 psi)
Vermelha ............................................................................................................................................. 69 kPa (0,7 bar) (10 psi)
Preto................................................................................................................................................. 172 kPa (1,7 bar) (25 psi)
BL04947,000095D -54-03JAN14-1/1
120-5
040814
PN=421
Especificações
Dimensões
A
H
D
B
F
E
G
N83544 —UN—12MAR09
C
I
J
K
NOTA: Estrutura da lança não mostrada para maior
clareza dos outros componentes da máquina.
Dimensõesa
Item
Descrição
Máquina Larga
Máquina Estreita
A
Molas a Ar de Altura da Cabine, Infladas
3686 mm (145.1 in.)
3587 mm (141.2 in.)
A
Molas a Ar de Altura da Cabine,
Desinfladas
3600 mm (141.7 in.)
3501 mm (137.8 in.)
B
Vão Livre sob o Chassi
1299 mm (51.1 in.)
1099 mm (43.3 in.)
C
Parte Inferior da Escada
536 mm (21.1 in.)
436 mm (17.2 in.)
D
Altura da Primeira Plataforma
1802 mm (71")
1703 mm (67 in)
E
Plataforma Superior
2028 mm (79.8 in.)
1929 mm (75.9 in.)
F
Parte Superior das Conexões do Edutor
3357 mm (132.2 in.)
3258 mm (128.3 in.)
G
Do Centro do Pneu ao Ponto da
Lança mais Atrásb
2262 mm (89.1 in.)
2262 mm (89.1 in.)
H
Ponto Mais Alto da Lançac
3010 mm (118.5 in.)
2911 mm (114.6 in.)
I
Distância Entre Eixos
3691 mm (145.3 in.)
3691 mm (145.3 in.)
J
Da Parte Dianteira da Máquina até a
Parte Traseira do Pneu Traseiro
5746 mm (226.2 in.)
5746 mm (226.2 in.)
K
Da Parte Dianteira da Máquina ao
Ponto Mais Traseiro da Lança
7692 mm (302.8 in.)
7692 mm (302.8 in.)
Comprimento Total de Transporte
com a Lança Recolhidad
8,31 m (27,25 ft.)
8,31 m (27,25 ft.)
a
Os números mostrados representam os valores com as molas infladas, a menos que especificado de outra maneira.
Braços de elevação paralelos ao solo
Com a lança Dobrada
d
Estrutura da lança não mostrada para maior clareza dos outros componentes da máquina.
b
c
OUO6092,0000687 -54-30JAN12-1/1
120-6
040814
PN=422
Especificações
N83545 —UN—20DEC11
Dimensões—Todas as Máquinas
A
B
C
D
A—Ajuste Mais Estreito da Bitola C—Ajuste Mais Largo da Bitola
E—Largura de transporte total
B—Ponto Mais Largo das Rodas D—Ponto Mais Largo das Rodas
com a lança dobrada na
no Ajuste Estreito (cubo
posição de transporte.
no Ajuste Mais Largo (cubo
1
1
planetário)
planetário)
NOTA: Estrutura da lança não mostrada para maior
clareza dos outros componentes da máquina.
Dimensões
Item
Descrição
Máquina Larga
Máquina Estreita
A
Ajuste Mais Estreito da Bitola
2286 mm (90 in.)
1828,8 mm (72 in.)
B
Ponto Mais Largo das Rodas no Ajuste
Mais Estreito (Cubo Planetário)
2819 mm (111 in.)
2362 mm (93 in.)
C
Ajuste Mais Largo da Bitola
3048 mm (120 in.)
2235 mm (88 in.)
D
Ponto Mais Largo das Rodas no Ajuste
Mais Largo (Cubo Planetário)
3541 mm (141 in.)
2769 mm (109 in.)
E
(não exibida)
Largura de transporte total com a lança
dobrada na posição de transporte.a
3190 mm (125.6 in.)
3190 mm (125.6 in.)
a
Estrutura da lança não mostrada para maior clareza dos outros componentes da máquina.
1
Equipada com pneus-padrão.
OUO6092,0000688 -54-30JAN12-1/1
120-7
040814
PN=423
Especificações
Valores de torque de parafusos e pinos roscados métricos
TS1670 —UN—01MAY03
Tamanho do
parafuso ou
pino roscado
4.8
8.8
9.8
10.9
12.9
12.9
4.8
8.8
9.8
10.9
12.9
12.9
Classe 4.8
Classe 8.8 ou 9.8
Secob
Lubrificadoa
Lubrificadoa
Classe 10.9
Secob
Lubrificadoa
Classe 12.9
Secob
Lubrificadoa
Secob
Nm
lb.-in.
Nm
lb.-in.
Nm
lb.-in.
Nm
lb.-in.
Nm
lb.-in.
Nm
lb.-in.
Nm
lb.-in.
Nm
lb.-in.
M6
4.7
42
6
53
8.9
79
11.3
100
13
115
16.5
146
15.5
137
19.5
172
Nm
lb.-ft.
Nm
lb.-ft.
Nm
lb.-ft.
Nm
lb.-ft.
M8
11.5
102
14.5
128
22
194
27.5
243
32
23.5
40
29.5
37
27.5
47
35
Nm
lb.-ft.
Nm
lb.-ft.
Nm
lb.-ft.
29
21
43
32
55
40
63
46
80
59
75
55
95
70
M10
23
204
Nm
lb.-ft.
M12
40
29.5
50
37
75
55
95
70
110
80
140
105
130
95
165
120
M14
63
46
80
59
120
88
150
110
175
130
220
165
205
150
260
190
M16
100
74
125
92
190
140
240
175
275
200
350
255
320
235
400
300
M18
135
100
170
125
265
195
330
245
375
275
475
350
440
325
560
410
M20
190
140
245
180
375
275
475
350
530
390
675
500
625
460
790
580
M22
265
195
330
245
510
375
650
480
725
535
920
680
850
625
1080
800
M24
330
245
425
315
650
480
820
600
920
680
1150
850
1080
800
1350
1000
M27
490
360
625
460
950
700
1200
885
1350
1000
1700
1250
1580
1160
2000
1475
M30
660
490
850
625
1290
950
1630
1200
1850
1350
2300
1700
2140
1580
2700
2000
M33
900
665
1150
850
1750
1300
2200
1625
2500
1850
3150
2325
2900
2150
3700
2730
M36
1150
850
1450
1075
2250
1650
2850
2100
3200
2350
4050
3000
3750
2770
4750
3500
Os valores de torque listados servem somente para uso geral e são
baseados na resistência do parafuso ou pino roscado. NÃO use estes
valores se um valor de torque ou procedimento de aperto diferente for
determinado para alguma aplicação específica. Para elementos de
fixação de aço inoxidável ou para porcas em parafusos-U, consulte as
instruções de aperto para aplicações específicas. Aperte contraporcas de
aço crimpado ou insertos plásticos girando-as sob o torque seco mostrado
na tabela, salvo instruções diferentes para aplicações específicas.
Parafusos de cisalhamento são projetados para romperem-se sob
cargas pré-determinadas. Sempre substitua parafusos de cisalhamento
por outro de classe de propriedade idêntica. As peças de fixação devem
ser substituídas por uma de classe de propriedade igual ou superior.
Se forem usadas peças de fixação de classe de propriedade superior,
deverão ser apertadas à mesma força da original. Certifique-se de que
as roscas das peças de fixação estão limpas e de iniciar o processo
de rosquear corretamente. Quando possível, lubrifique elementos de
fixação galvanizados ou ao natural, exceto contraporcas, parafusos de
rodas ou porcas de rodas, salvo instruções em contrário para uma
aplicação específica.
a
"Lubrificado" significa coberto com lubrificante como óleo de motor, afixadores com tratamentos de óleo e fosfato ou afixadores
M20 e maiores com revestimento de zinco JDM F13C, F13F ou F13J.
b
"Seco" significa galvanizado ou ao natural sem qualquer lubrificação, ou afixadores M6 a M18 com revestimento de zinco JDM F13B, F13E ou F13H.
DX,TORQ2 -54-12JAN11-1/1
120-8
040814
PN=424
Especificações
Valores de torque de parafusos e pinos roscados em polegadas unificadas
TS1671 —UN—01MAY03
Tamanho do
parafuso ou
pino roscado
1/4
Classificação SAE 2a
Classificação SAE 1
b
Lubrificado
c
Seco
b
Lubrificado
c
Seco
b
Lubrificado
c
Seco
Classificação SAE 8 ou 8.2
Lubrificadob
Secoc
Nm
lb.-in.
Nm
lb.-in.
Nm
lb.-in.
Nm
lb.-in.
Nm
lb.-in.
Nm
lb.-in.
Nm
lb.-in.
Nm
3.7
33
4.7
42
6
53
7.5
66
9.5
84
12
106
13.5
120
17
150
Nm
lb.-ft.
Nm
lb.-ft.
28
20.5
35
26
5/16
7.7
68
9.8
86
12
106
15.5
137
3/8
13.5
120
17.5
155
22
194
27
240
Nm
lb.-ft.
Nm
lb.-ft.
Nm
lb.-ft.
28
20.5
35
26
44
32.5
7/16
Classificação SAE 5,
5.1 ou 5.2
22
194
Nm
lb.-ft.
lb.-in.
19.5
172
25
221
Nm
lb.-ft.
Nm
lb.-ft.
35
26
44
32.5
49
36
63
46
56
41
70
52
80
59
100
74
1/2
34
25
42
31
53
39
67
49
85
63
110
80
120
88
155
115
9/16
48
35.5
60
45
76
56
95
70
125
92
155
115
175
130
220
165
5/8
67
49
85
63
105
77
135
100
170
125
215
160
240
175
305
225
3/4
120
88
150
110
190
140
240
175
300
220
380
280
425
315
540
400
7/8
190
140
240
175
190
140
240
175
490
360
615
455
690
510
870
640
1
285
210
360
265
285
210
360
265
730
540
920
680
1030
760
1300
960
1-1/8
400
300
510
375
400
300
510
375
910
670
1150
850
1450
1075
1850
1350
1-1/4
570
420
725
535
570
420
725
535
1280
945
1630
1200
2050
1500
2600
1920
1-3/8
750
550
950
700
750
550
950
700
1700
1250
2140
1580
2700
2000
3400
2500
1-1/2
990
730
1250
930
990
730
1250
930
2250
1650
2850
2100
3600
2650
4550
3350
Os valores de torque listados servem somente para uso geral e são baseados
na resistência do parafuso ou pino roscado. NÃO use estes valores se um valor
de torque ou procedimento de aperto diferente for determinado para alguma
aplicação específica. Para insertos plásticos ou contraporcas de aço crimpadas,
para elementos de fixação de aço inoxidável ou para porcas em parafusos-U,
consulte as instruções de aperto para aplicações específicas. Parafusos de
cisalhamento são projetados para romperem-se sob cargas pré-determinadas.
Sempre substitua parafusos de cisalhamento por outro de classe idêntica.
As peças de fixação devem ser substituídas por uma de
classe de propriedade igual ou superior. Se forem usadas
peças de fixação de classe de propriedade superior, deverão
ser apertadas à mesma força da original. Certifique-se de
que as roscas das peças de fixação estão limpas e de iniciar
o processo de rosquear corretamente. Quando possível,
lubrifique elementos de fixação galvanizados ou ao natural,
exceto contraporcas, parafusos de rodas ou porcas de rodas,
salvo instruções em contrário para uma aplicação específica.
a
A Classificação 2 se aplica a parafusos sextavados (não pinos sextavados) com até 6" (152 mm) de comprimento. A Classificação 1 se aplica a
parafusos sextavados maiores que 6" (152 mm) de comprimento, e para todos os outros tipos de parafusos e pinos de qualquer comprimento.
b
"Lubrificado" significa coberto com lubrificante como óleo de motor, afixadores com tratamentos de óleo e fosfato ou afixadores
7/8" e maiores com revestimento de zinco JDM F13C, F13F ou F13J.
c
"Seco" significa galvanizado ou ao natural sem qualquer lubrificação, ou afixadores 1/4" a 3/4" com revestimento de zinco JDM F13B, F13E ou F13H.
DX,TORQ1 -54-12JAN11-1/1
120-9
040814
PN=425
Especificações
N55209 —UN—02OCT00
N55267 —UN—05OCT00
Tabela de Torque da Vedação da Superfície de Alta Pressão
Prisioneiro Reto e Porca do Tubo
N55268 —UN—05OCT00
N55269 —UN—05OCT00
União do Anteparo e Porca Autofrenante do Anteparo
Cotovelo Prisioneiro Ajustável
Cotovelo Giratório e Porca do Tubo
NOTA: Não torça as mangueiras ao apertar as conexões.
Os torques de montagem são para as conexões da
mangueira do tubo de vedação da superfície e para
Tubo de Vedação da Superfície/Extremidade
da Mangueira
D.E do Tubo Nominal/D.I da Mangueira
D.E
Métrico
do Tubo
mm
Bitola
(in.)
mm
5
-3
0.188
3.76
6
-4
0.250
6.35
8
-5
0.312
10
-6
12
-8
16
as extremidades do prisioneiro do anel O J1926 para
aplicações de alta pressão acima de 27,6 MPA (4,000
psi). A pressão de trabalho é de 41,3 MPA (6,000 psi).
Torque da Porca
Autofrenante do
Anteparo
Extremidades do Prisioneiro
do Anel O
Bitola da
Rosca
Bitola da
Rosca
Torque da Porca do
Tubo/Porca Giratória
(in.)
—
N·m
—
(lb-ft)
—
N·m
—
(lb-ft)
—
(in.)
9/16-18
—
24
—
18
—
12
—
9
—
7/16-20
7.94
0.375
9.52
11/16-16
37
27
24
18
0.500
12.70
13/16-16
50
37
46
34
-10
0.625
15.88
1-14
69
51
62
20
-12
0.750
19.05
1-3/16-12
102
75
22
-14
0.875
22.22
1-3/16-12
102
75
25
-16
1.000
25.40
1-7/16-12
142
105
D.E do Tubo em Polegadas
Torque da Conexão
Reta ou da Porca
Autofrenante
N·m
(lb-ft)
21
15
9/16-18
34
25
3/4-16
73
55
46
7/8-14
104
76
102
75
1-1/6-12
176
130
102
75
1-3/16-12
230
170
142
105
1-5/16-12
285
210
3/8-24
1/2-20
NOTA: A tolerância de torque é de +15% ou -20%,
salvo indicação em contrário.
FS41334,00004F0 -54-14FEB08-1/1
120-10
040814
PN=426
Especificações
Tabela de Torque para Conexões SAE de Vedação da Superfície –– Aplicações de Pressão
Padrão
B
C
D
H70406 —UN—15APR13
A
G
E
F
H
F
E
A—Cotovelo Giratório de 90º e
Porca do Tubo
B—Cotovelo Prisioneiro
Ajustável de 90º
C—Prisioneiro Reto e Porca do
Tubo
D—União do Anteparo e Porca
Autofrenante do Anteparo
E—Extremidade do Prisioneiro
F— Porca do Tubo
G—Porca Giratória
H—Porca Autofrenante
Tabela de Torque para Conexões SAE de Vedação da Superfície –– Pressão-Padrão –– Abaixo de 27,6 MPA
(4,000 PSI), Pressão de Trabalho – 27,6 MPA (4,000 PSI)
D.E do Tubo Nominal/D.I da Mangueira
D.E
Métrico do
Tubo
mm
Bitola
in.
mm
5
-3
0.188
4.76
6
-4
0.250
6.35
8
-5
0.312
7.94
10
-6
0.375
12
-8
0.500
16
-10
0.625
20
-12
22
-14
25
D.E do Tubo em Polegadas
Tubo de Vedação da Superfície/Extremidade da Mangueira
Bitola da
Rosca
Torque da Porca do
Tubo/Porca Giratóriaa
Torque da Porca
Autofrenante do
Anteparoa
Extremidades do Prisioneiro
do Anel O
Bitola da
Rosca
Torque da Conexão
Reta ou da Porca
Autofrenantea
in.
—
Nm
—
lb-ft
—
Nm
—
lb-ft
—
in.
Nm
lb-ft
3/8-24
8
6
9/16-18
—
24
—
18
—
12
—
9
—
7/16-20
12
9
1/2-20
16
12
9.52
11/16-16
37
27
24
18
9/16-18
24
18
12.70
13/16-16
50
37
46
34
3/4-16
46
34
15.88
1-14
69
51
62
46
7/8-14
62
46
0.750
19.05
1-3/16-12
102
75
102
75
1-1/16-12
102
75
0.875
22.22
1-3/16-12
102
75
102
75
1-3/16-12
122
90
-16
1.000
25.40
1-7/16-12
142
105
142
105
1-5/16-12
142
105
32
-20
1.25
31.75
1-11/16-12
190
140
190
140
1-5/8-12
190
140
38
-24
1.50
38.10
2-12
217
160
217
160
1-7/8-12
217
160
a
A tolerância é +15%, -20% do torque médio de aperto, salvo indicação em contrário.
FS41334,00004F1 -54-14FEB08-1/1
Adesivo de Limite de Velocidade
N98336 —UN—04MAY12
O adesivo de limite de velocidade (A) é usado para
designar a velocidade de avanço máxima para a qual uma
máquina foi projetada para operar ou pode ser dirigida
em rodovias públicas. Saiba o limite de velocidade para
transporte máximo local ou nacional antes de transportar
a máquina.
A—Adesivo de Limite de
Velocidade
Adesivo de Limite de Velocidade
CS12167,0000140 -54-02MAY12-1/1
120-11
040814
PN=427
Especificações
A Declaração de Conformidade CE se aplica apenas a máquinas que exibem a marca CE
Declaração de Conformidade CE
Deere & Company
Moline, Illinois U.S.A.
A pessoa mencionada abaixo declara que
Tipo de máquina: Pulverizador Autopropelido
Modelo: 4630
cumpre todos os requisitos essenciais e cláusulas importantes das seguintes instruções:
DIRETIVA
NÚMERO
Método de Certificação
Diretiva de Maquinaria
2006/42/CE
Autocertificada, de acordo com o Artigo 5 da
Diretiva
Diretiva de Compatibilidade Eletromagnética
2004/108/CE
Autocertificado, de acordo com o Anexo II da
Diretiva
Diretiva Relativa aos Recipientes de Pressão
Simples (SPVD)
87/404/EEC
Verificação de Tipo CE e Declaração de
Conformidade de acordo com o Artigo 8
Nome e endereço da pessoa na Comunidade Europeia autorizada a compilar o arquivo de construção técnica:
Henning Oppermann
Deere & Company European Office
John Deere Strasse 70
Mannheim, Alemanha D-68163
[email protected]
Local de declaração: Ankeny, Iowa EUA
Nome: Patrick J. Fisher
Data da declaração: abril 8, 2009
Cargo: Manager, Worldwide Crop Care Product Engineering
N84331 —UN—15APR09
Unidade fabril: John Deere Des Moines Works
OUO6092,00004ED -54-06APR11-1/1
Vibração do corpo inteiro
A raiz ponderada significa aceleração ao quadrado para a
qual todo o corpo está submetido a médias de 0,27 m/s²
a 1,35 m/s² como medidas numa máquina representativa
durante operações típicas e analisadas de acordo com
a ISO 2631-1. Durante as mesmas operações, a raiz
ponderada significa que a vibração na extremidade foi
menor que 2,5 m/s² quando analisada de acordo com a
ISO 5349. Esses valores de aceleração dependem da
rugosidade do piso, da velocidade na qual o pulverizador
é operado, da manutenção de máquina, dos ajustes do
assento suspenso e da experiência do operador, do seu
peso e de seus hábitos operacionais.
OUO6092,0000233 -54-23OCT12-1/1
120-12
040814
PN=428
Especificações
Nível Sonoro
O nível mais alto de pressão sonora ponderada A no
interior da estação do operador varia de 67,8 dBA a 82,5
dBA, medidos de acordo com a norma ISO 5131. Esses
níveis de pressão sonora dependem da velocidade na
qual o pulverizador é operado, bem como da manutenção
da máquina e da experiência e hábitos operacionais.
6393. O nível de pressão sonora ponderada A dinâmica
externa é 109 dBA a 1 pW, medidos de acordo com a
ISO 6395. Esses níveis de pressão sonora dependem da
velocidade na qual o pulverizador é operado, bem como
da manutenção da máquina e da experiência e hábitos
operacionais.
O nível de pressão sonora ponderada A estática externa é
de 106 dBA a 1 pW, medidos de acordo com a norma ISO
OUO6092,0000234 -54-25AUG09-1/1
Números de Identificação
Copie estas páginas para registrar o número de série
dos componentes. Isso ajuda na compra de peças de
manutenção.
N94055 —UN—02SEP11
O número de identificação do produto (A) está no lado
esquerdo da estrutura.
Número de Identificação do Produto
_________________________
A—Número de Identificação do
Produto
OUO6435,00006C4 -54-02MAY12-1/7
O número de série do motor (A) está no lado direito do
bloco do motor, atrás do filtro de óleo.
Número de Série do Motor
_______________________________
N84578 —UN—28APR09
A—Número de Série do Motor
Continua na próxima página
120-13
OUO6435,00006C4 -54-02MAY12-2/7
040814
PN=429
Especificações
O número de série da cabine (A) está localizado sob o
tapete do piso da cabine, próximo à porta.
Número de Série da Cabine
_________________________________
N85433 —UN—30JUN09
A—Número de Série da Cabine
OUO6435,00006C4 -54-02MAY12-3/7
O número de série do monitor está localizado na parte
posterior do monitor.
Número de Série do Monitor
________________________________
N89578 —UN—27OCT10
A—Número de Série do Monitor
OUO6435,00006C4 -54-02MAY12-4/7
O número de série da unidade de controle do chassi está
na unidade localizada no console esquerdo da cabine.
N° de Série Unidade de Controle do Chassi
________________________________
N85434 —UN—30JUN09
A—Unidade de Controle do
Chassi
Continua na próxima página
120-14
OUO6435,00006C4 -54-02MAY12-5/7
040814
PN=430
Especificações
O número de série da unidade de controle do motor está
localizado na unidade na parte superior do motor.
N° de Série Unidade de Controle do Motor
________________________________
N84579 —UN—28APR09
A—Unidade de Controle do
Motor
OUO6435,00006C4 -54-02MAY12-6/7
O número de série do controlador da lança está localizado
na unidade na parte traseira da máquina, abaixo do
dispositivo de elevação da lança.
N98337 —UN—04MAY12
Número de Série do Controlador Hidráulico da Lança
_______________________________
A—Controlador da Lança
OUO6435,00006C4 -54-02MAY12-7/7
Interpretação do número de série da máquina
- PIN de 17 dígitos
Interpretação do Número de Série da Máquina
NW— Máquinas fabricadas na
JD Catalão
NO— Máquinas fabricadas na
JD Des Moines
2
Modelo da máquina
4630 — Pulverizador
autopropelido modelo 4630
4730 — Pulverizador
autopropelido modelo 4730
3
Sufixo identificador do modelo
X — Não há sufixo para o
modelo
4
Verifique a letra
Calculado usando os outros 16
dígitos
5
Ano de fabricação
A, B, C, D... (De acordo com
JDS G139)
De acordo com o ano da tabela
de fabricação
6
Informações adicionais
7
Número de Série de Fabricação 000001, 000002, 000003....
Sequencial
S — As máquinas preparadas
para pulverização na
cana-de-açúcar.
*1NW4630XXA0123456*
N95109 —UN—14SEP12
Código do fabricante mundial
{
{
{
{
1
3 4 5 6
1
2
7
Cada modelo tem seu próprio “número sequencial”.
Cada modelo tem seu “Código da Série da Máquina”.
O código será alterado quando houver uma mudança
significativa na configuração da máquina.
BL04947,0000960 -54-09JAN14-1/1
120-15
040814
PN=431
Especificações
Tabela de Ano de Fabricação (5 Dígitos)
Ano do Código de Fabricação
Ano
Código
Ano
Código
Ano
Código
Ano
Código
2008
8
2018
J
2028
W
2038
8
2009
9
2019
K
2029
X
2039
9
2010
A
2020
L
2030
Y
2040
A
2011
B
2021
O
2031
1
2041
B
2012
C
2022
N
2032
2
2042
C
2013
D
2023
P
2033
3
2043
D
2014
E
2024
R (Direita)
2034
4
2044
E
2015
F
2025
S
2035
5
2045
F
2016
G
2026
T
2036
6
2046
G
2017
H
2027
V
2037
7
2047
H
GB52027,00011B0 -54-24FEB10-1/1
Certificado de Propriedade
TS1680 —UN—09DEC03
1. Mantenha uma relação atualizada dos números de
série de todos os produtos e componentes num local
seguro.
2. Verifique regularmente se as placas de identificação
não foram removidas. Denuncie qualquer evidência
de adulteração à polícia e encomende a segunda via
das placas.
3. Outras medidas que você pode tomar:
- Marque a sua máquina com o seu próprio sistema
de numeração
- Tire fotografias coloridas de vários ângulos de cada
máquina
DX,SECURE1 -54-18NOV03-1/1
1. Instale dispositivos antifurto.
2. Quando a máquina está em armazenagem:
- Abaixe o equipamento ao solo
- Ajuste as rodas à posição mais afastada para
dificultar o carregamento
- Remova quaisquer chaves e baterias
3. Ao estacionar em local fechado, coloque um
equipamento grande na frente das saídas e tranque
os seus galpões de armazenagem.
4. Ao estacionar em local aberto, armazene numa área
bem iluminada e cercada.
5. Tome nota de atividades suspeitas e denuncie
imediatamente às autoridades policiais qualquer
roubo.
TS230 —UN—24MAY89
Armazenamento de Máquinas com
Segurança
6. Notifique o seu concessionário John Deere sobre
quaisquer perdas.
DX,SECURE2 -54-18NOV03-1/1
120-16
040814
PN=432
Índice
Página
Página
A
Abasteça o tanque de combustível ............................ 30-3
Acelerador ................................................................ 20-16
Adesivo de advertência
Agentes químicos ................................................... 10-9
Cinto de segurança................................................. 10-2
Contato com a rede elétrica.................................... 10-2
Instrução de elevação............................................. 10-7
Ligação direta ......................................................... 10-6
Nível automático de ar ............................................ 10-9
Tanque .................................................................. 10-12
Adesivo de alerta
Acumulador........................................................... 10-12
Blindagens .............................................................. 10-5
Calor de escape...................................................... 10-6
Eixo de acionamento .............................................10-11
Exposição química.................................................. 10-4
Não ande sobre a máquina..................................... 10-5
Secador a ar ......................................................... 10-10
Tanque de enxágue com água limpa ...................... 10-8
Transporte em rodovia............................................ 10-3
Adesivo de limite de velocidade ..............................120-11
Adesivos
Informativo .............................................................. 35-3
Advertências
Chassi ................................................................... 40-79
Motor..................................................................... 40-80
Sistema da solução............................................... 40-80
Agitação, uso
Para misturar solução no tanque .......................... 45-43
Ajuste da bitola do eixo ............................................ 90-19
Ajuste da bitola do eixo (folga do calço)
Ajuste com a roda fora do solo ............................. 80-14
Ajuste com a roda no solo .................................... 80-16
Verificação ........................................ 80-13, 90-6, 90-19
Ajuste da bitola, ajuste
Não-hidráulico......................................................... 80-1
Ajuste da bitola, hidráulico.......................................... 80-6
Ajuste da largura da bitola com o ajuste
hidráulico da bitola.................................................... 80-6
Ajuste da largura da bitola, sem ajuste
hidráulico da bitola.................................................... 80-1
Ajuste do controlador, alteração ............................... 40-31
Ajuste do idioma ....................................................... 40-17
Ajuste do volante ........................................................ 20-2
Alarme de marcha à ré ............................................. 35-10
Alarme de seções desligadas, LIGAR/DESLIGAR... 40-38
Alarme de vazão, LIGAR/DESLIGAR....................... 40-36
Alarme do sistema de solução ................................. 40-76
Alarme, marcha ré .................................................... 35-10
Alarmes de aviso do chassi
Secondary brake on (Freio secundário ativado) ... 40-75
Alarmes de cuidado do chassi
Freio de estacionamento acionado....................... 40-75
Manutenção programada/solicitação de serviço... 40-76
Pouco Combustível............................................... 40-76
Alarmes de cuidado do sistema de solução
Alta vazão de solução........................................... 40-77
As seções da barra estão desligadas ................... 40-77
Baixa vazão de solução ........................................ 40-76
Calibração da bomba desativada ......................... 40-77
Calibração em andamento.................................... 40-77
Carga remota desativada...................................... 40-78
Dobramento da barra desativado (transporte)...... 40-77
Sensores da barra sem calibração ....................... 40-78
SprayStar: falha no sensor de pressão da
solução................................................................ 40-77
Alarmes do chassi .................................................... 40-75
Alarmes do motor ..................................................... 40-78
Alarmes, motor ......................................................... 40-78
Alavanca
Hidrostática ............................................................20-11
Alavanca hidrostática ................................................20-11
Alerta ........................................................................ 40-75
Alternador, proteção ................................................. 60-15
Aperte o Conjunto da Lança Após as
Primeiras Dez Ho
ras ........................................................................... 95-2
Aquecedor ................................................................ 20-18
Aquecedor, controles................................................ 20-18
Ar comprimido, uso na limpeza .................................05-11
Ar condicionado
Limpeza do condensador...................................... 90-17
Manutenção ............................................................ 65-9
Operação .............................................................. 20-19
Ar condicionado, controles ....................................... 20-18
Ar-condicionado
Especificação........................................................ 120-5
Armazenagem
Preparação da máquina para armazenagem ........115-6
Remoção da máquina do armazenamento............115-9
Transporte da máquina durante os meses
de clima frio..........................................................115-5
Armazenagem de combustível ................................... 85-1
Armazenar lubrificantes
Armazenar, lubrificantes ....................................... 85-16
Articulação Externa da Barra de
Pulverização
Lubrificação............................................................. 95-3
Assento..................................................................... 20-21
Assento de treinamento, uso.................................... 20-22
Assento do Operador ............................................... 20-21
Aviso contínuo .......................................................... 40-74
B
Barra
Intervalos de serviço ............................................... 95-1
Barra, desdobramento................................................ 50-1
Barra, desdobramento, em uma área de
altura limitada ........................................................... 50-3
Barra, dobramento...................................................... 50-6
Barra, dobramento, em uma área de altura limitada .. 50-8
Continua na próxima página
Índice-1
040814
PN=1
Índice
Página
Página
Barra, lavagem diária ............................................... 90-10
Barramento CAN
Info ........................................................................ 40-73
Bateria
Utilização de uma Bateria Auxiliar .......................... 60-5
Baterias
Carga das baterias (removidas da
máquina)
Remoção das baterias ........................................ 60-6
Prevenção de danos à bateria ................................ 60-4
Baterias, manutenção...................................... 60-4, 90-22
Baterias, precauções de manuseio ............................ 60-1
Bico
Alta Vazão de Pulverização Plana ........................ 45-12
Instalação.............................................................. 45-18
Ventoinha plana ...................................................... 45-9
Bicos
Especificação........................................................ 120-5
Verificação/substituição ........................................ 45-14
Bicos de linha em cerca ........................................... 40-72
Bicos e espaçamento, configuração......................... 40-39
Bicos, calibração ...................................................... 45-17
Bocal
Cone oco................................................................45-11
Irrigação ................................................................ 45-12
Pulverização regular ............................................. 45-10
Bomba
Recomendações de operação e
manutenção da bomba de solução ....................... 45-6
Bomba de calda
Escorva
Nível de fluido abaixo da bomba ....................... 45-29
Bomba de solução
Especificação........................................................ 120-4
Recomendações de operação e manutenção ........ 45-6
Bomba de solução, calibração ................................. 40-52
Bomba do pulverizador............................................. 45-36
Bomba do tanque auxiliar.............................. 45-35, 45-36
Bomba, lavagem diária............................................. 90-10
Bomba, pulverizador
Abastecimento do tanque de solução................... 45-31
Bomba, solução
Escorva
Nível de fluido abaixo da bomba ....................... 45-29
BoomTrac Pro
Operação .............................................................. 105-1
Status do sistema ................................................. 105-7
Botão .......................................................................... 40-9
Volume .................................................................. 40-15
Botão “Cancel” (Cancelar)
Navegação Secundária........................................... 40-6
Botão de Redefinição ................................................. 40-6
Botão de Restabelecimento do Monitor ..................... 40-6
Botão Enter
Navegação Secundária........................................... 40-6
Botão Volume ........................................................... 40-15
Botões
Índice da seção da barra ...................................... 20-14
Mostrador.............................................................. 40-12
Brilho ........................................................................ 40-15
Bucha da Suspensão
Inspecione.................................................... 90-6, 90-26
C
Cabine de Operação
Especificação........................................................ 120-5
Caixa de entrada ........................................................ 40-9
Caixa de seleção ........................................................ 40-9
Focus Color........................................................... 40-16
Highlight Color ...................................................... 40-16
Sincronização com a Cabine ................................ 40-15
Calculadora
Ponta do bico ........................................................ 45-13
Calculadora/seletor de ponta do bico
Uso........................................................................ 45-13
Calibração
Posição do nível da lança. .................................... 105-8
Retorno da lança................................................... 40-56
Sensor de pressão................................................ 40-49
Válvula de inclinação .......................................... 105-10
Calibração de
Sensor de rotação da roda ................................... 40-58
Sensor do radar (opcional) ................................... 40-60
Calibração dos bicos ................................................ 45-17
Campos de Entrada
Botão....................................................................... 40-9
Caixa de entrada..................................................... 40-9
Caixa de seleção .................................................... 40-9
Lista Suspensa ....................................................... 40-9
Capacidades
Especificação........................................................ 120-4
Características de vazão da barra
Vazão da barra em relação à pressão .................. 45-16
Características de vazão da barra de 24,4
m (80 ft)
Aplicação vs. velocidade ...................................... 45-15
Carga da lança, configuração................................... 40-32
Cartucho do secador de ar, substituição .................. 90-27
Centro de carga, localização .................................... 20-17
Centro de Mensagens ................................................ 40-7
Tecla de função CENTRO DE MENSAGENS....... 40-10
Tecla de função CÓDIGOS DE FALHAS .............. 40-10
Tecla de função ENDEREÇOS DE
DIAGNÓSTICO ................................................... 40-10
Tecla de função INFORMAÇÕES DA
UNIDADE DE CONTROLE ELETRÔNICO......... 40-10
Tecla de função Informações do Barramento ....... 40-10
Tecla de função REPROGRAMAÇÃO DE
DISPOSITIVO ..................................................... 40-10
Tecla de função SOBRE ....................................... 40-10
Chave de partida ........................................................ 20-2
Cilindro, dobramento, lança interna
Cilindro Interno de Recolhimento.......................... 50-12
Cinto de segurança, inspeção .................................. 90-27
Cintos de segurança................................................. 20-21
Continua na próxima página
Índice-2
040814
PN=2
Índice
Página
Página
Cintos, assento......................................................... 20-21
Combustível
Abasteça o tanque .................................................. 30-3
Biodiesel ................................................................. 85-2
Diesel ...................................................................... 85-1
Lubricidade ............................................................. 85-3
Manuseio e armazenagem ..................................... 85-1
Combustível biodiesel ................................................ 85-2
Combustível diesel ..................................................... 85-1
Compartimento do motor
Verificação ................................................... 30-1, 80-12
Condensador, ar condicionado, limpeza .................. 90-17
Condução da máquina ............................................... 35-9
Conector do Monitor ................................................... 40-5
Config. do Monitor
Fórmula Numérica ................................................ 40-12
Idioma ................................................................... 40-12
País....................................................................... 40-12
Unidades............................................................... 40-12
Configuração
BoomTrac Pro....................................................... 105-3
Pulverização ......................................................... 40-25
Retorno da lança à altura...................................... 40-43
Configuração do País ............................................... 40-17
Conjuntos da suspensão
Lubrifique diariamente ................................. 30-5, 90-10
Console dianteiro........................................................ 20-1
Contador de distância, operação.............................. 40-69
Contador de intervalo de serviço, redefinição .......... 40-45
Contador, distância, operação.................................. 40-69
Contaminação do sistema hidráulico.......................... 90-1
Controladores
Não John Deere...................................................... 40-3
Controladores não John Deere .................................. 40-3
Controle de tração, operando................................... 35-13
Controles
Aquecedor e ar condicionado ............................... 20-18
Interruptor da buzina............................................... 20-4
Controles e instrumentos
Console dianteiro .................................................... 20-1
Interruptor da escada............................................ 20-16
Interruptores de ajuste da bitola ........................... 20-16
Interruptores do console CommandARM.............. 20-10
Interruptores do console lateral .............................. 20-8
Convergência do eixo dianteiro
Ajuste ...................................................................... 75-6
Verificação ................................................... 75-5, 90-30
Corpos dos bicos
Limpeza de cinco posições................................... 45-21
Limpeza dos triplos ............................................... 45-20
Correia
Verifique o tensor da correia ................................. 90-31
Correia da ventoinha, substituição ............................. 70-1
Correia da ventoinha, trajeto ...................................... 70-3
Correia do alternador, substituição............................. 70-2
Correias
Diagrama do trajeto da correia da ventoinha.......... 70-3
Faça a manutenção das correias de
tração de maneira segura ..................................... 05-9
Substituição da correia da ventoinha...................... 70-1
Substituição da correia da ventoinha
conforme necessário........................................... 90-18
Substituição da correia do alternador ..................... 70-2
Cubos Planetários
Especificação........................................................ 120-1
Cuidado, contínuo .................................................... 40-74
D
Dar ré na máquina...................................................... 35-9
Data
Formato de Configuração ..................................... 40-17
Data e hora, ajuste ................................................... 40-46
Desdobramento da Barra ........................................... 50-1
Desdobramento da barra, em uma área de
altura limitada ........................................................... 50-3
Detecção e resolução de problemas
Monitor .................................................................... 40-4
Detecção e Resolução de Problemas
Transmissão hidrostática .......................................110-7
Detecção e Solução de Problemas
Barra de 24,4 m (80 ft).........................................110-31
Cabine do Operador ............................................110-27
Sistema de Regulagem da Bitola.........................110-25
Sistema de Suspensão ........................................110-24
Sistema Hidráulico ...............................................110-10
Diagnóstico
Testes.................................................................... 40-64
Diagnóstico de funcionamento incorreto do
sistema de solução
Controle SprayStar ..............................................110-12
Sistema SprayStar ...............................................110-12
Diagnóstico do SprayStar
Problemas recentes .............................................. 40-65
Diagnósticos
Controlador ........................................................... 40-62
Leituras ................................................................. 40-63
Monitor .................................................................... 40-4
Dimensões................................................................ 120-6
Todas as máquinas ............................................... 120-7
Dobramento da barra ................................................. 50-6
Dobramento da barra, em uma área de
altura limitada ........................................................... 50-8
Drenagem, lavagem e reabastecimento do
sistema de arrefecimento ....................................... 90-33
E
Edutor
com o tanque cheio............................................... 45-39
Edutor, operação, abastecimento do tanque
de solução ................................................... 45-31, 45-36
Eixo dianteiro, convergência
Ajuste ...................................................................... 75-6
Continua na próxima página
Índice-3
040814
PN=3
Índice
Página
Página
Verificação ................................................... 75-5, 90-30
Enxágue da lança..................................................... 45-50
Enxágue do fluxômetro............................................. 45-50
Especificação
Ar-condicionado .................................................... 120-5
Bicos ..................................................................... 120-5
Bomba de solução ................................................ 120-4
Cabine de Operação............................................. 120-5
Capacidades ......................................................... 120-4
Cubos Planetários................................................. 120-1
Freios .................................................................... 120-1
Lança .................................................................... 120-3
Motor..................................................................... 120-1
Pneus.................................................................... 120-2
Sistema de acionamento ...................................... 120-1
Sistema de direção ............................................... 120-3
Sistema de pulverização....................................... 120-4
Sistema elétrico .................................................... 120-2
Sistema Hidráulico ................................................ 120-3
Sistema hidrostático.............................................. 120-3
Velocidade de avanço........................................... 120-2
Especificações
Nível sonoro........................................................ 120-13
Vibração do corpo inteiro .................................... 120-12
Estacionamento da máquina .................................... 35-23
Extintor de incêndio, instalar .................................... 80-18
Fluxômetro, limpeza ...................................... 45-57, 90-16
Focus Color .............................................................. 40-16
Folga das válvulas do motor, ajuste ......................... 90-31
Folga do calço no ajuste da bitola do eixo
Ajuste com a roda fora do solo ............................. 80-14
Ajuste com a roda no solo .................................... 80-16
Verificação ........................................ 80-13, 90-6, 90-19
Folga do calço, ajuste
Com a roda fora do solo ....................................... 80-14
Com a roda no solo............................................... 80-16
Formatação
Data ...................................................................... 40-17
Medições............................................................... 40-17
Tempo ................................................................... 40-17
Formato Numérico.................................................... 40-17
Freio secundário, utilização...................................... 20-20
Freios
Especificação........................................................ 120-1
Inspeção dos componentes do freio de
serviço - anualmente........................................... 90-28
Inspeção visual dos componentes do freio
de serviço—250 horas ........................................ 90-18
Sangria.................................................................... 80-9
Freios de estacionamento, teste .............................. 35-19
Freios de serviço, sangria .......................................... 80-9
Frenagem da máquina ............................................. 35-18
Funcionamento
Sistema de ar condicionado.................................. 20-19
Fusíveis, central de carga ........................................ 60-16
F
Faróis Principais
Substituição ............................................................ 60-7
Faróis, ajuste ............................................................ 60-10
Fatores de conversão............................................... 45-18
Filtradores
Instalação.............................................................. 45-18
Filtro de ar do motor
Limpeza com ar comprimido................................... 70-8
Limpeza em campo................................................. 70-8
Remoção do principal ............................................. 70-8
Filtro, óleo do motor
Troca após as primeiras 100 horas ........................ 90-7
Filtro, óleo, trocar...................................................... 90-20
Filtros
Sistema Hidráulico ................................................ 90-23
Substituição dos filtros de ar do motor.................. 70-10
Substituição dos filtros de combustível....................................................... 70-6, 90-25
Filtros de ar da cabine ................................................ 65-2
Filtros de ar da cabine, troca ...................................... 65-3
Filtros de ar do motor
Substituindo .......................................................... 70-10
Filtros de ar do motor, limpeza ou substituição ........ 90-17
Filtros de ar, cabine, verificação e
substituição....................................... 90-18, 90-23, 90-26
Filtros de combustível, drenar água .....30-1,
70-6, 90-9
Filtros, ar, cabine ........................................................ 65-2
Fluxômetro, lavagem diária ...................................... 90-10
G
Gerenciador de layout .............................................. 40-18
Opções.................................................................. 40-20
Graxa
Recomendação..................................................... 85-15
Graxa para suspensão e direção ............................. 85-15
GreenStar
Software.................................................................. 40-3
Guia HORA E DATA ................................................. 40-17
Guia REGIONAL ...................................................... 40-17
Guia UNIDADES DE MEDIDA ................................. 40-17
H
Hora e data, ajuste ................................................... 40-46
Horas do motor, registro ........................................... 40-44
I
IBS, operação........................................................... 35-14
Ícones ....................................................................... 40-10
Mostrador.............................................................. 40-12
Ícones Padronizados ISO......................................... 40-10
Iluminação
Operação ................................................................ 20-5
Iluminação de saída, operação .................................. 20-5
Continua na próxima página
Índice-4
040814
PN=4
Índice
Página
Página
Indicador de pressão da cabine ................................. 65-2
Indicador, pressão da cabine...................................... 65-2
Info
Barramento CAN................................................... 40-73
Informações de Diagnóstico ..................................... 40-18
Informações de Manutenção ...................................... 80-1
Interruptor
Agitação ................................................................ 20-15
Bomba de solução ................................................ 20-15
Controle de Tração ............................................... 20-20
Faixa de velocidades ............................................ 20-12
Freio Secundário................................................... 20-20
Liga/Desliga Principal ........................................... 20-13
Seleção de vazão ................................................... 20-9
Interruptor da buzina .................................................. 20-4
Interruptores
Bico de linha em cerca.......................................... 20-15
Elevação/abaixamento da barra ........................... 20-14
Interruptores do console CommandARM ................. 20-10
Interruptores do console lateral .................................. 20-8
Intervalos de manutenção
Intervalo prolongado para óleo do motor
diesel
Sem Certificação de Emissões e
Certificação Tier 1 e Stage I ............................ 85-14
Intervalos de serviço
Barra de Pulverização............................................. 95-1
Intervalos de troca de óleo do motor diesel.............. 85-13
Intervalos para a troca do líquido de
arrefecimento para motores diesel
Líquido de arrefecimento de motores
diesel, intervalos de drenagem ............................. 85-5
ISO
ISO 11783 ............................................................... 40-3
Isoladores da bomba hidrostática,
inspecionar anualmente.......................................... 90-29
Layout da Tela ................................................. 40-7, 40-18
Liberação da pressão da lança, ativação ................. 40-35
Ligação ....................................................................... 40-8
Limpador de para-brisa
Manutenção ............................................................ 20-4
Limpador de para-brisa, operação ............................. 20-4
Limpadores de pulverizadores
Limpadores e revestimentos..................................115-3
Limpeza do Mostrador................................................ 40-4
Limpeza do sistema de solução ................................115-4
Líq. de arrefecimento
Aditivos complementares........................................ 85-6
Informações adicionais ........................................... 85-7
Testar ...................................................................... 85-8
Líquido de arrefecimento
Teste ..................................................................... 90-31
Líquido de Arrefecimento
Climas de temperaturas quentes ............................ 85-6
John deere COOL-GARD II coolant extender......... 85-5
Motor diesel
Motor com camisas úmidas de cilindro ............... 85-4
Lista Suspensa ........................................................... 40-9
Listas Suspensas da Página Principal ..................... 40-24
Locais de lubrificação
Barra ....................................................................... 95-1
Lubricidade do diesel.................................................. 85-3
Lubrificação
Articulação Externa da Barra de Pulverização ....... 95-3
Conjuntos da suspensão ............................. 30-5, 90-10
Pivô e articulação da corrente de escape............... 95-4
Pivôs do braço de elevação da barra de
pulverização .......................................................... 95-3
Seção central da barra de pulverização ................. 95-2
Lubrificantes, segurança
Segurança, lubrificantes ....................................... 85-16
Luz
Console................................................................. 20-19
Teto ....................................................................... 20-19
Teto, substituição da lâmpada .............................. 60-15
Luz de energia
Monitor .................................................................... 40-4
Luz de teto, operação............................................... 20-19
Luz de teto, substituição da lâmpada ....................... 60-15
Luz do console, operação ........................................ 20-19
Luzes
de alerta .................................................................. 35-8
Regras de segurança ao manusear
lâmpadas halógenas ............................................. 60-7
Saída....................................................................... 20-5
Substituição da lâmpada de advertência .............. 60-13
Substituição das lâmpadas de advertência
traseiras .............................................................. 60-14
Substituição do elemento da luz da plataforma .... 60-12
Substituição do elemento do holofote do teto....... 60-12
Tabela de operação das luzes ................................ 20-6
Luzes de advertência
Operação ................................................................ 20-3
Luzes de alerta, operação .......................................... 35-8
J
Janelas da cabine
Limpe ...................................................................... 20-4
Juntas esféricas do cilindro de direção, lubrificar..... 90-18
Juntas esféricas, cilindro de direção, lubrificar......... 90-18
Juntas-U do eixo propulsor, lubrificação................... 90-21
L
Lâmpada de trabalho da grade dianteira,
substituição............................................................... 60-7
Lâmpada de trabalho, substituição............................. 60-7
Lâmpada do farol alto, substituição............................ 60-8
Lâmpada do farol baixo, substituição ......................... 60-8
Lança
Enxágue................................................................ 45-46
Especificação........................................................ 120-3
Retorno à altura .................................................... 35-16
Layout da Página...................................................... 40-18
Continua na próxima página
Índice-5
040814
PN=5
Índice
Página
Página
Luzes, alerta, operação .............................................. 35-8
Luzes, faróis alto/baixo
Operação ................................................................ 20-5
Navegação Secundária .............................................. 40-5
Botão “Cancel” (Cancelar) ...................................... 40-6
Botão Enter ............................................................. 40-6
Setas para Cima/para Baixo ................................... 40-6
Nível do líquido de arrefecimento,
verificar ............................................................ 30-2, 90-8
Nível do óleo
Hidráulico e hidrostático................................. 30-2, 90-9
Nível sonoro ........................................................... 120-13
Nivelamento automático da mola a ar, operação ....... 80-8
Número de calibração do fluxômetro, ajuste ............ 40-48
Números de Identificação....................................... 120-13
M
Manusear baterias, com segurança
Com segurança, manusear
baterias ........................................................ 05-9, 60-3
Manutenção, troca dos filtros de ar da cabine............ 65-3
Máquina de elevação
Use equipamento de elevação adequado .............. 75-1
Medições
Configuração de Unidades de Medida.................. 40-17
Meia Tela .................................................................. 40-18
Menu........................................................................... 40-7
Menu de Aplicações ................................................. 40-16
Molas a ar, verificar ................................ 30-4, 80-8, 90-13
Molas da seção de escape, ajuste ............................50-11
Molas de suspensão da rolagem, ajuste ...................50-11
Molas, seção de escape, ajuste ................................50-11
Molas, suspensão da rolagem, ajuste .......................50-11
Molas, verificar pressão.......................... 30-4, 80-8, 90-13
Monitor........................................................................ 40-4
Armazenagem......................................................... 40-4
Limpar ..................................................................... 40-4
Luz de energia ........................................................ 40-4
Navegação.............................................................. 40-5
Operação ................................................................ 40-4
Mostrador
Botões................................................................... 40-12
Controle
Botão cancelar .................................................... 40-6
Botão de menu .................................................... 40-6
Botão Entrar ........................................................ 40-6
Botão giratório ..................................................... 40-6
Botões de atalho ................................................. 40-6
Reinicialização ...................................................... 40-22
Tecla de Função.................................................... 40-14
Motor
Amortecedor virabrequim...................................... 90-32
Aquecimento ........................................................... 35-7
Baixa rotação .......................................................... 35-8
Especificação........................................................ 120-1
Manutenção do pré-limpador e admissão
de ar ........................................................... 70-9, 90-31
Nível do óleo, verificação............................... 30-1, 90-8
Operação ................................................................ 35-8
Partida..................................................................... 35-5
Rotações sem carga ............................................. 90-31
Movimento imprevisto da máquina
Evite ........................................................................ 35-2
N
O
Óleo
Motor
Sem Certificação de Emissões e
Certificação Tier 1 e Stage I .............................85-11
Óleo de amaciamento para pulverizadores 4630..... 85-10
Óleo de motor
Amaciamento para pulverizadores 4630 .............. 85-10
Óleo do acionamento hidrostático/hidráulico............ 85-14
Óleo do cubo planetário ........................................... 85-15
Troca, 500 horas................................................... 90-24
Troque após as primeiras 50 horas ........................ 90-5
Óleo do motor
Amaciamento
Sem Certificação de Emissões e
Certificação Tier 1, Tier 2, Tier 3,
Stage I, Stage II e Stage III ............................... 85-9
Diesel
Sem Certificação de Emissões e
Certificação Tier 1 e Stage I .............................85-11
Intervalos de troca prolongados .................... 85-14
Verificação do nível........................................ 30-1, 90-8
Óleo do motor, troca ................................................. 90-20
Após as primeiras 100 horas .................................. 90-7
Óleo hidráulico, troca................................................ 90-24
Óleo para amaciamento do motor
Sem Certificação de Emissões e
Certificação Tier 1, Tier 2, Tier 3, Stage
I, Stage II e Stage III ............................................. 85-9
Óleo para motores diesel
Sem Certificação de Emissões e
Certificação Tier 1 e Stage I.................................85-11
Intervalos de troca prolongados ........................ 85-14
Óleo, cubo planetário
Troca, 500 horas................................................... 90-24
Troque após as primeiras 50 horas ........................ 90-5
Óleo, motor, troca
Após as primeiras 100 horas .................................. 90-7
Operação de campo ..................................................35-11
Operação dos interruptores das seções da lança ...... 20-8
Operação no campo, preparação para..................... 35-10
Navegação
Monitor .................................................................... 40-5
Continua na próxima página
Índice-6
040814
PN=6
Índice
Página
Página
P
R
Padrão, restauração, calibrações do pulverizador ... 40-54
Página Inicial .............................................................. 40-7
Página principal do pulverizador .............................. 40-23
Parafuso do batente da barra, ajuste ....................... 50-12
Parafusos da lança de suspensão
Verificação ................................................... 90-6, 90-26
Parafusos, batente da barra, ajuste ......................... 50-12
Partida ........................................................................ 40-8
Partida da máquina
Chave de partida..................................................... 20-2
Partida do motor
Clima Frio................................................................ 35-7
Partida, motor, clima quente....................................... 35-5
Peças de Fixação da Roda, aperto .......................... 90-19
Peças de fixação das rodas, aperto ........................... 75-3
Período de amaciamento ........................................... 25-1
Pivô e articulação da corrente de escape,
lubrificação................................................................ 95-4
Pivôs do braço de elevação da barra de
pulverização, lubrificação ......................................... 95-3
Pneus
Descarte de pneus inutilizados ............................... 75-6
Especificação........................................................ 120-2
Pneus opcionais
Instalação................................................................ 75-4
Pneus, opcionais ........................................................ 75-4
Pneus, troca
Utilização do suporte de elevação .......................... 75-2
Pneus, verificação de danos e das pressões
corretas de calibração, diariamente....30-3,
75-1, 90-12
Pontas dos bicos
Posicionamento .................................................... 45-18
Porcas de orelha
Aperto ................................................................... 90-19
Porcas de orelha, aperte
Após a primeira hora............................................... 90-4
Porcas, orelha
Aperto ................................................................... 90-19
Porcas, orelha, aperte
Após a primeira hora............................................... 90-4
Porta da Unidade USB ............................................... 40-5
Prateleira de armazenagem ..................................... 20-17
Preparação da pulverização..................................... 45-44
Preparação para pulverização.................................. 45-44
Pressão da lança, alívio ................................ 35-19, 45-52
Pressão de pulverização desligada, configuração ... 40-29
Pressão manual, configuração ................................. 40-34
Pressão, configuração da pulverização desligada ... 40-29
Procedimento de calibração ..................................... 45-17
Processo de sangria de ar
Sistema de calda .................................................. 45-51
Pulverização (lança a 18,3 m [60 ft.]) ....................... 50-10
Pulverização em Faixas, programação do
SprayStar................................................................ 40-41
Radiador
Limpeza do radiador e do resfriador de
óleo/condensador.................................................70-11
Reabastecimento do tanque, volume
restante estimado ................................................... 40-70
Realçar
Cor ........................................................................ 40-16
Foco ...................................................................... 40-16
Reboque do pulverizador ........................................... 80-9
Reboque, máquina atolada ...................................... 35-21
Recursos de segurança.............................................. 15-1
Região ...................................................................... 40-17
Regulador, proteção ................................................. 60-15
Reinicialização................................................... 40-4, 40-8
Reinicialização do Mostrador ................................... 40-22
Relatórios e Totais
Corrente ................................................................ 40-66
Duração por toda a vida........................................ 40-66
Resumos de tarefas.............................................. 40-66
Relés/diodos, central de carga, posições................. 60-17
Resfriador de óleo
Limpeza do radiador e do resfriador de
óleo/condensador.................................................70-11
Resfriador do óleo, hidráulico, limpeza .................... 90-17
Resfriador, óleo hidráulico, limpeza.......................... 90-17
Resposta do pulverizador, configuração .................. 40-31
Retrovisores
Ajuste .................................................................... 20-22
S
Saída de emergência, localização............................ 05-18
Saídas de ar, ajuste.................................................. 20-18
Seção central da barra de pulverização, lubrificação.. 95-2
Seções da lança, configuração ................................ 40-39
Segurança, degraus e apoios de mão
Usar degraus e apoios de mão corretamente....... 05-13
Segurança, evitar fluidos sob alta pressão
Evitar fluidos sob alta pressão ................................ 05-5
Segurança, manusear combustível com
segurança,evitar incêndios
Evitar incêndios, manusear combustível
com segurança.................................................... 05-15
Seleção de velocidade do veículo
Ajustar................................................................... 40-47
Seletor
Ponta do bico ........................................................ 45-13
Sensor de pressão externa, instalação .................... 45-58
Sensor de pressão, calibração ................................. 40-49
Sensor de velocidade da roda, calibração ............... 40-58
Sensor do radar (opcional), calibração..................... 40-60
Sensores do BoomTrac Pro, configuração............... 105-5
Separador de água, drenar ...................... 30-1, 70-6, 90-9
Serviço
intervalos................................................................. 90-3
Continua na próxima página
Índice-7
040814
PN=7
Índice
Página
Página
Serviços, Lubrificação e Manutenção......................... 90-1
Sinaleiras direcionais, operação................................. 20-3
Sincronização com a Cabine.................................... 40-15
Sistema de acionamento
Especificação........................................................ 120-1
Sistema de calda
Remoção do ar ..................................................... 45-51
Sistema de combustível
Alívio da pressão .................................................... 70-5
Não modifique......................................................... 70-4
Substituição dos filtros de combustível....................................................... 70-6, 90-25
Sistema de Combustível
Sangria.................................................................... 70-7
Sistema de combustível, sangria................................ 70-7
Sistema de direção
Especificação........................................................ 120-3
Sistema de enxágue................................................. 45-46
Sistema de enxágue, uso
(Enxágue Somente da Lança e do Fluxômetro) ... 45-50
Sistema de pulverização
Especificação........................................................ 120-4
Sistema de solução .................................................... 45-1
Sistema de solução, limpeza.....................................115-4
Sistema de umidificação............................................. 45-1
Recomendações de manutenção da bomba .......... 45-6
Sistema elétrico
Especificação........................................................ 120-2
Sistema elétrico, precauções ..................................... 60-1
Sistema Hidráulico
Especificação........................................................ 120-3
Sistema hidrostático
Especificação........................................................ 120-3
Sistema métrico
Configuração de Unidades de Medida.................. 40-17
Sistema SprayStar.................................................... 40-22
Ajuste da pressão manual .................................... 40-34
Ajuste da pressão mínima .................................... 40-27
Ajuste do dia e da hora ......................................... 40-46
Bicos de linha em cerca........................................ 40-72
Software
Atualização ............................................................. 40-3
GreenStar ............................................................... 40-3
Solução de Problemas
Motor......................................................................110-1
Solução, mistura
No tanque ............................................................. 45-43
SprayStar
Instruções de cuidado/aviso ................................. 40-74
Substituição do bico ................................................... 45-8
Suporte de elevação, fixação ..................................... 75-2
Suporte, elevação, fixar.............................................. 75-2
T
Tabela de torque, vedação da superfície de
alta pressão
Tabela de torque da vedação da superfície
de alta pressão.................................................. 120-10
Tabelas de torque
Métricos ................................................................ 120-8
Polegadas unificadas............................................ 120-9
Tanque
Verificar os Tirantes do Tanque de
Solução—250 Horas ........................................... 90-21
Verifique os tirantes do tanque de
solução-após as primeiras 10 horas ..................... 90-5
Tanque de água (limpa)............................................ 45-58
Tanque de calda, abastecer
Sem "Quik-Fill"...................................................... 45-26
Tanque de solução
Enxágue................................................................ 45-46
Tanque de solução, abastecimento
c/ Bomba do Tanque Auxiliar ................................ 45-35
com bomba do tanque auxiliar/bomba do
pulverizador
Através do edutor .............................................. 45-36
Com quick-fill ........................................................ 45-27
Tanque de solução, drenagem ................................. 45-55
Tanque, água limpa .................................................. 45-58
Tanque, ar
Drenagem .................................................... 30-7, 90-11
Tanque, calda
Abastecer.............................................................. 45-26
Tanque, enxágue
Enchimento ........................................................... 45-27
Tanque, reabastecimento ......................................... 40-70
Tanque, solução
Abastecimento ...................................................... 45-31
Abastecimento com bomba auxiliar ...................... 45-36
Drenagem ............................................................. 45-55
Tanque, Solução
Enchimento ................................................ 45-27, 45-35
Taxas de aplicação, baixas
Aplicação ................................................... 40-73, 45-45
Taxas de aplicação, configuração ............................ 40-26
Tecla de Função
Mostrador.............................................................. 40-14
Teclas de função......................................................... 40-7
Mostrador.............................................................. 40-12
Tela Cheia................................................................. 40-18
Tela de abastecimento, limpeza .................... 45-53, 90-15
Tela, abastecimento
Limpeza ..................................................... 45-53, 90-15
Telas
Pressão e enchimento .......................................... 45-26
Telas de pressão, limpeza .................... 30-5, 45-56, 90-13
Telas, pressão, limpeza-....................... 30-5, 45-56, 90-13
Tempo
Formato de Configuração ..................................... 40-17
Continua na próxima página
Índice-8
040814
PN=8
Índice
Página
Termostato
Teste ou substitua ................................................. 90-34
Teste de verificação da vazão do bico...................... 40-71
Tipos de bicos ............................................................ 45-8
Tomada de diagnóstico, localização......................... 20-17
Tomada para acessórios ............................................ 20-9
Tomada, diagnóstico................................................. 20-17
Transmissão hidrostática, detecção e
resolução de problemas ..........................................110-7
Transporte da máquina ............................................ 35-20
Transporte em carreta, máquina, preparação .......... 80-10
Tubo do respiro do motor, limpeza ........................... 90-28
U
Um Quarto da Tela ................................................... 40-18
Unidade flash USB, uso ............................................. 40-5
Unidade USB
Orifício..................................................................... 40-5
V
Valores de torque de parafusos e pinos
roscados
Métricos ................................................................ 120-8
Polegadas unificadas............................................ 120-9
Valores de torque de parafusos e pinos
roscados em polegadas unificadas ........................ 120-9
Valores de torque de parafusos e pinos
roscados métricos................................................... 120-8
Valores de torque de peças de fixação
Métricos ................................................................ 120-8
Polegadas unificadas............................................ 120-9
Válvula
Válvula de enxágue do edutor .............................. 45-24
Válvula de vazão do edutor .................................. 45-24
Válvulas
Operação da válvula de derivação de
pressão / enxágue............................................... 45-23
Operação da válvula de sucção............................ 45-22
Sistema de umidade ............................................. 45-22
Válvula da vazão de agitação ............................... 45-25
Válvula de corte da lança de pulverização ........... 45-25
Válvula de orifício.................................................. 45-25
Válvula do tanque de solução............................... 45-23
Válvula Quick Fill™............................................... 45-23
Vazão da solução, .................................................... 40-73
Velocidade de avanço
Especificação........................................................ 120-2
Ventilador, ajuste ...................................................... 20-18
Verifique a operação dos freios de estacionamento.. 35-19
Vibração do corpo inteiro........................................ 120-12
Visor
Navegação Secundária........................................... 40-6
Volume de redefinição do tanque, configuração ...... 40-30
Índice-9
040814
PN=9
Índice
Índice-10
040814
PN=10
O serviço da John Deere - Uma mão na roda
Peças da John Deere
Essa é a razão pela qual nós mantemos um variado
estoque, para estarmos sempre prontos para atender a
suas necessidades.
TS100 —UN—23AUG88
Nós ajudamos a reduzir o tempo inoperante, fazendo a
entrega das peças da John Deere com rapidez.
DX,IBC,A -54-04JUN90-1/1
As ferramentas Certas
TS101 —UN—23AUG88
As ferramentas de precisão e o equipamento de ensaio
auxiliam o nosso Departamento de Manutenção a
localizar e reparar os problemas rapidamente . . . para
lhe economizar tempo e dinheiro.
DX,IBC,B -54-04JUN90-1/1
Técnicos Bem Treinados
São feitos regularmente treinos, para garantir que o
nosso pessoal conheça o equipamento e saiba fazer a
sua manutenção.
Qual é o resultado?
Experiência na qual você pode confiar!
TS102 —UN—23AUG88
Os técnicos de serviço da John Deere estão
constantemente aperfeiçoando os seus conhecimentos.
DX,IBC,C -54-04JUN90-1/1
Assistência Imediata
Oferecemos assistência no seu local ou no nosso,
dependendo das circunstâncias: procure-nos, e confie
em nós.
A SUPERIORIDADE DA ASSISTÊNCIA DA JOHN
DEERE: estaremos sempre perto quando precisar.
TS103 —UN—23AUG88
O nosso objetivo é oferecer assistência imediata e
eficiente quando e onde o cliente quiser.
DX,IBC,D -54-04JUN90-1/1
IBC-1
040814
PN=443
O serviço da John Deere - Uma mão na roda
IBC-2
040814
PN=444
O serviço da John Deere - Uma mão na roda
IBC-3
040814
PN=445
Download
Random flashcards
A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

Criar flashcards