Enviado por Do utilizador2053

Circulação dos vertebrados

Propaganda
Circulação dos vertebrados
Análise comparativa da circulação dos cordados
Peixes: o coração dos peixes possuem duas cavidades principais: um átrio
e um ventrículo. O sangue venoso do corpo penetra no átrio pelo seio venoso e
sai do ventrículo pelo cone arterial, dilatação inicial da aorta branquial,
seguindo depois para as brânquias, onde é oxigenado. Passa para a aorta dorsal,
que se ramifica pelo corpo, regressando depois ao coração.
A cada volta completa pelo corpo do animal o sangue passa uma única vez pelo
coração. Então a circulação dos peixes é completa.
Pelas cavidades do coração dos peixes circula somente sangue venoso, e como
não ocorre mistura de sangue arterial e venoso, dizemos que a circulação
nesses animais é completa.
Anfíbios: o coração dos anfíbios apresenta três cavidades: dois átrios e
um ventrículo. O sangue venoso, vindo dos pulmões, penetra no átrio esquerdo.
Os dois tipos de sangue passam para o único ventrículo onde se misturam. Do
ventrículo, o sangue é bombeado para um tronco arterial (conjunto de vasos)
que distribui sangue para a cabeça, trono e pulmões.
A circulação é dupla e incompleta, dupla porque o sangue passa duas vezes a
cada ciclo de circulação, incompleta porque o ventrículo é único e nele o sangue
arterial e venoso se misturam.
Aves: as aves tem o coração com quatro cavidades: dois átrios e dois
ventrículos, sem possibilidade de mistura de sangue venoso e arterial. Por este
motivo, estes animais apresentam circulação completa, sendo metade direita
do coração atravessada exclusivamente por sangue venoso e a esquerda por
sangue arterial.
Do ventrículo esquerdo o sangue passa para a aorta que nas aves descreve a
croça para a direita. O sangue regressa ao coração pelas veias cavas.
O facto das células destes animais receberem um sangue mais oxigenada e com
maior pressão que as dos répteis ou anfíbios, e faz com que apresentem uma
maior capacidade energética.
Mamíferos: como nas aves, o coração dos mamíferos tem quatro
cavidades: dois ventrículos e dois átrios. A circulação doa mamíferos é fechada,
dupla e completa, sem que haja mistura do mistura de sangue venoso com
arterial.
Os átrios se comunicam através de uma pequena fissura existente no interior do
ventrículo, e os ventrículos se comunicam através dos troncos pulmonares.
No átrio são existentes duas veias cavas e uma artéria pulmonar com duas
saídas. No ventrículo é existente uma artéria com somente uma saída, a aorta e
uma válvula bicúspide.
Répteis: como nos anfíbios, o coração dos répteis apresenta três
cavidades: dois átrios e um ventrículo. O coração dos répteis crocodilianos tem
quatro cavidades: dois átrios e dois ventrículos. No entanto, percebe-se a
mistura do dois sangues (arterial e venoso) que passam pelo coração. Assim
podemos considerar a circulação dos répteis dupla e incompleta.
Comparação: o coração dos peixes possui duas cavidades: um átrio e um
ventrículo, já dos mamíferos e das aves possuem quatro cavidades: dois
ventrículos e dois átrios, o coração dos répteis e dos anfíbios tem 3 cavidades:
dois átrios e um ventrículos, e o coração dos répteis crocodilianos tem 4
cavidades: dois átrios e dois ventrículos.
Aluno(a): Grazielli Amanda Jacyntho
Série: 8° “A”
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

teste

2 Cartões juh16

Criar flashcards