Enviado por gislainenegao

Prova de língua portuguesa_ensino médio

Propaganda
ESCOLA ESTADUAL PROF. CARLOS HENRIQUE SCHRADER
Rua: Tito Madd, s/nº - Bairro Flamboyant
Campo Grande – MS, Fone: (67) 3341-6293
Professora Gislaine Camargo
Aluno (a):
CONTEÚDO
OBJETIVOS
INSTRUÇÕES
NOTA:
Data: _____/06/2019
Turma: 3ºA
Leitura e interpretação de textos; formação de palavras; tipos de sujeito; transitividade verbal; orações coordenadas.
Identificar os elementos que concorrem para a progressão temática e para a organização e estruturação de textos de diferentes gêneros
e tipos; Reconhecer os usos da norma padrão da língua portuguesa nas diferentes situações de comunicação; Reconhecer posições
críticas aos usos sociais que são feitos das linguagens e dos sistemas de comunicação e informação.
Preencha o cabeçalho; Leia e desenvolva com atenção; Nenhuma resposta deve ficar em branco; Utilize caneta azul ou preta;
Corretivo e outras rasuras anulam a questão; Valor da prova: 0 a 10.
PROVA BIMESTRAL DE LÍNGUA PORTUGUESA _ 3ºA
1. Leia o texto e responda às perguntas que se seguem:
O ensino tradicional de língua portuguesa investiu, erroneamente, no conhecimento da descrição da língua supondo que a
partir deste conhecimento cada um de nós melhoraria seu desempenho no uso da língua. Na verdade, a escola agiu como se para
aprender a usar um interruptor ou uma tomada elétrica fosse necessário saber como a força da água se transforma em energia e
está em claridade na lâmpada que acendemos. Obviamente, há espaço para saber estas coisas todas e há aqueles que a elas se
dedicaram e as sabem. Se precisar de uma informação, posso consultá-los. Mas o número de conhecimentos disponíveis da
humanidade é imenso e muitas das tecnologias de que dispomos hoje nós sabemos usar, embora não saibamos como elas se
produziram nem saibamos explicá-las. Ninguém mais é capaz de dominar o conhecimento global disponível. Mas também não
temos com as coisas uma relação mágica: sabemos que as coisas podem ser explicadas ou poderão ser explicadas um dia (há
muito a saber sobre o mundo). Cada um de nós, em sua área profissional, tem conhecimentos e pode transmiti-los a outros, mas
nenhum de nós imagina que todos queiram saber os conhecimentos que caracterizam a nossa profissão. [...]Ninguém precisa
tornar-se especialista em tudo!
O conhecimento gramatical é, pois, um conhecimento necessário para aquele que se dedica ao estudo da língua e ao seu
ensino, para que possa exercer dignamente seu ofício de construir situações adequadas para aquele que quer aprender a usar a
língua, selecionando inclusive quais destes conhecimentos lhe são necessários. Mas não é um conhecimento, em seu todo,
necessário para aquele que quer aprender a ler criticamente e a escrever exitosamente.
GERALDI, João Wanderley. Linguagem e ensino: exercícios de militância e divulgação. Campinas, SP: Mercado de Letras, 1996, p. 71-2
 (0,25) O texto aborda um tema bastante polêmico, que divide, normalmente, opiniões. Que tema é esse?
______________________________________________________________________________________________________
 (0,25) Em face do tema, o autor assume uma posição bem definida – um ponto de vista pessoal, que buscará justificar,
com argumentos, ao longo do texto. Do que pretende ele persuadir-nos, afinal?
______________________________________________________________________________________________________
 (0,25) O autor não adota, em defesa de sua proposição ou ponto de vista, uma postura radical, isto é, absoluta. Em mais
de um momento do texto ele a relativiza, ou seja, ele apresenta um meio termo a sua opinião. Em qual trecho você percebeu
isso? Grife com caneta ou marca texto diretamente no texto.
 (0,25) “O conectivo pois – grifado no texto - relaciona dois parágrafos, apresentando o segundo como __________ em
relação à orientação argumentativa desenvolvida no primeiro.” A alternativa que completa corretamente a afirmação acima é:
a) alternativo
b) conclusivo
c) aditivo
d) explicativo
 (0,25) Na primeira frase do texto, talvez para evitar ambiguidade, o autor insiste no emprego da palavra “língua” (os
casos estão grifados no texto). Reescreva uma das partes grifadas, substituindo uma das ocorrências da palavra por um pronome.
______________________________________________________________________________________________________
 (0,25) A frase abaixo está dividida em 3 partes. Marque a alternativa que classifica essas partes corretamente:
“O ensino tradicional da língua portuguesa investiu, erroneamente, no conhecimento da descrição da língua”
I: O ensino tradicional da língua portuguesa
II: investiu, erroneamente, no conhecimento da descrição da língua
III: no conhecimento da descrição da língua
a) predicado verbal; predicado nominal; complemento nominal.
b) sujeito simples; predicado verbal; objeto indireto.
c) sujeito simples; predicado verbo-nominal; complemento nominal.
d) predicado nominal; predicado verbal; complemento nominal.
 (0,25) “O número de conhecimentos disponíveis na humanidade é imenso.” O termo grifado exerce qual função
sintática?
a) objeto direto
b) objeto indireto
c) predicativo do sujeito
d) complemento nominal
2. Leia a tirinha: O melhor de Calvin.

(0,25) Nas orações: “Dei uma rasteira num garoto ontem” e “Ele caiu na lama” temos respectivamente:
a) Sujeito oculto e sujeito simples.
b) Oração sem sujeito e sujeito simples.
c) Sujeito indeterminado e sujeito simples.
d) Nas duas orações o sujeito é simples.
 (0,25) Analisando ainda as orações anteriores, a predicação dos verbos respectivos são:
a) verbo transitivo direto e indireto; verbo intransitivo.
b) verbo transitivo direto e verbo intransitivo.
c) verbo transitivo indireto e verbo intransitivo.
d) verbo transitivo direto e verbo transitivo indireto.
 (0,5) Em “Esse humor é meio grosseiro”:
a) Classificação do sujeito: ____________________________ b) Classificação do predicado: ___________________________
c) Predicação do verbo é: _____________________________ d) Classificação do termo grosseiro: _______________________
3. (1,5) Relacione as colunas de acordo com a transitividade dos verbos destacados.
I.Verbo transitivo direto.
II. Verbo transitivo indireto.
III. Verbo transtivo direto e indireto.
IV. Verbo intransitivo.
(____) Gosto de pessoas que são otimistas.
(____) Deram-me uma notícia muito triste.
(____) Meu amigo morreu ontem.
(____) Cecília ganhou o prêmio.
(____) Os viajantes chegaram de manhã
4. (1,5) O complemento do verbo é chamado de “objeto”, quando este é ligado ao verbo por uma preposição é chamado de objeto
indireto. Tendo em vista a transitividade verbal e seus respectivos complementos, analise os termos em evidência de acordo com
o código (OD) para objeto direto e/ou (OI) para objeto indireto:
Entregamos o livro ao professor. (____)
Necessitamos de sua ajuda. (____)
Não concordo com suas ideias. (____)
Gostamos muito do passeio. (____)
Aprecio a brisa da manhã. (____)
5. (0,25) Leia os versos abaixo e assinale a alternativa correta:
“A vida é combate/ Que os fracos abate/ E os fortes e bravos/ Só pode exaltar.” Gonçalves Dias
As palavras destacadas formaram-se, respectivamente, por:
a) derivação prefixal e derivação sufixal.
b) derivação regressiva e derivação imprópria.
c) composição por justaposição e derivação imprópria.
d) derivação prefixal e derivação regressiva.
6. Uma pessoa, referindo-se a uma característica da cidade em que nasceu, disse o seguinte:
“Onde nasci, todos os moradores usam um sistema moderníssimo de comunicação: o telefone molecular. Lá, quando a gente
quer se comunicar com alguém, chama um moleque e ele rapidinho leva o recado.”
Esse falante faz uma brincadeira baseada numa palavra criada por analogia (isto é, semelhança de forma) com outra palavra de
mesmo campo de significação.
 (0,5) Transcreva do texto essa palavra. ________________________________________________________________
 (0,5) Há uma palavra que se considerada isoladamente, induz o leitor a pensar que o sistema seja realmente moderno.
Qual palavra é essa? Qual processo de formação foi usada na sua construção?
______________________________________________________________________________________________________
7. (1,5) Composição é a formação de palavras pela união de dois ou mais radicais ou duas ou mais palavras, podendo haver perda
de letras ou não. Sabendo disso, escreva nos parênteses: (a) formada por derivação; (b) formada por composição.
(____) renovar
(____) pontapé
(____) modernismo
(____) guarda-chuva
(____) outonal
8. (0,25) A conjunção E normalmente é usada como conjunção coordenada aditiva. No entanto, em uma das alternativas abaixo,
isso não ocorre:
a) Entrou, comprou ingressos e saiu logo.
b) Maria é amiga de César e Vera, de Mário.
c) Não se preparou para o concurso e conseguiu passar.
d) Saia daí e não volte mais!
9. (0,25) Leia o poema de Álvaro Moreyra.
“Não quis ouvir o teu agouro/ Nos caminhos por onde me levaste/ Colhi todas as rosas que nasceram/ E as rosas não morreram."
Considerando-se o último verso (em destaque), ele se classifica como uma oração:
a) aditiva
b) explicativa
c) conclusiva
d) adversativa
10. Leia os versos:
" Meu sertão continua ao deus-dará/ Mas se existe Jesus no firmamento/ Cá na terra isto tem que se acabar" (Gilberto Gil)
a) (0,5) Que tipo de relação é estabelecida pela conjunção coordenada “mas”?
______________________________________________________________________________________________________
b) (0,5) Que outra conjunção poderia ocupar o lugar de “mas” sem alterar o sentido do texto?
______________________________________________________________________________________________________
“SE VOCÊ QUER CHEGAR LÁ, TUDO O QUE PRECISA FAZER É TENTAR” (Filme: O menino que descobriu o vento) ;)
Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões paulonetgbi

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

teste

2 Cartões juh16

Criar flashcards