Apresentação do PowerPoint

Propaganda
• Evidências permitem supor que as primeiras plantas
foram originadas das algas verdes
• Presença de clorofila A e B
• Presença de carotenóides (pigmentos acessórios da
fotossíntese)
• Depósitos de amido no interior dos cloroplastos
• Enquanto alga, estar dentro da água
facilitava a sustentação do corpo, a
reprodução e a alimentação
• Para o meio terrestre, importantes
modificações precisavam ser feitas.
• Q u e m t e m a m e l h o r a d a p t a ç ã o, va i m a i s
l o n ge
• Absorção de água e nutrientes  associação com fungos
 micorrizas devem ter sido fundamentais na ampliação da
capacidade de absorção
• Vasos condutores  rápida condução de água e nutrientes
• Impermeabilização  superfícies passaram a ser revestidas
( cuticula – formada basicamente de cutina ), diminuindo a perda
da água pela evaporação
• Sustentação e proteção do corpo  lignina
impregnando as paredes celulares
• Trocas gasosas  estômatos permitem e regulam o ingresso e saída
de O2 e CO2, facilitando a fotossíntese e a respiração
• Reprodução I  Capacidade de se reproduzir por propagação
vegetativa ( mudas ) no solo.
• Reprodução II  com a polinização irão dispensar a água para
transporte de gametas
• Sementes  adaptação dos embriões à falta de água
• Fruto  protege a semente, auxilia sua dispersão.
•
•
•
•
Vegetais terrestres morfologicamente mais simples
Plantas pequenas, folhosas e frágeis
Típicas de locais úmidos
Avasculares  Não possuem tecidos condutores de
seiva
• Comuns em situação de sucessão ecológica
• Esporos dormentes muito resistentes
• Desidratação
• Congelamento
• Etc.
• Avasculares de pequeno porte
• Meio aquático doce e terrestre úmido
• O corpo das Briófitas também é um “talo”, porém
com 2 diferenças básicas
–O talo das briófitas possui alguns tecidos simples,
organizados, porém SEM SISTEMA CONDUTOR
–Nas células da briófitas há muitos e pequenos
CLOROPLASTOS  nas algas a regra é haver apenas um
cloroplasto grande por célula
• A ausência de vasos condutores faz com que as
briófitas não cresçam muito
• O transporte de água ao longo do corpo é lento 
difusão célula a célula
• Chegam a no máximo, 10 cm em ambientes
extremamente úmidos
• Não possuem raiz, caule e folhas
verdadeiras, porém apresentam:
• Rizoides
• Filamentos que fixam a planta no ambiente e
absorvem água e sais minerais
• Cauloide
• Pequena haste de onde partem os filoides
• Filoides
• Estruturas clorofiladas e capazes de fazer
fotossíntese
Hepática chapéu feminino
Hepática chapéu masculino
• Forma aglomerados na superfície aquática
• Forma finos rizoides apoiados no solo
• Na época da reprodução, surgem estruturas
com formato de guarda-chuva contendo os
órgãos femininos e masculinos
• Antocerófilas
• Pequeno grupo  Anthoceros gênero mais conhecido
• Esporófitos são alongados e emergem dos
gametófitos femininos
Musgos
Musgos
•
•
•
•
São os mais comuns
“Talo” lembra vegetal superior
Há exemplares que chegam a atingir 8cm
Há duas gerações diferentes, que se alternam no
ciclo reprodutivo
• Geração haplóide – gametófitos
–Verde (clorofilada), mais comum  mais duradoura
• Geração diplóide – esporófitos
–Cresce apoiada sobre a haplóide, menos duradoura e
menos encontrada
Gametófitos - haplóides
•
•
•
•
•
Planta pequena
Nasce no substrato
Possuem clorofila
Maior duração
Constituído por um caulóide, do
qual se originam rizoides e
filoides (estruturas vegetativas)
• Surgem os gametângios 
produtores de gametas
•
•
•
•
•
Esporófito - Diplóide
Se desenvolve sobre a
geração haplóide feminina
Parasita????
Fase transitória
Possui uma haste
Na ponta da haste, há uma
dilatação responsável pela
produção de células
reprodutoras (esporos)
Zigoto cresce e
produz esporófitos
(2n)
Fecundação
Fusão origina zigoto diplóide
(2n)
Diplóide
2n
Haplóide
n
Produz gametas por mitose
(n)
Esporângio
Produz esporos por meiose
espórica (ou intermediária)
Esporo
Haplóide (n)
Gametófito
• Alternância de gerações
• Gametângios são orgãos especializados na
produção de gametas
–Masculino = anterídio (produzem anterozoides)
–Feminino = arquegônio (produzem oosfera)
• Chuva, orvalho são responsáveis pela saída dos
anterozóides, que caem no ápice do gametófito
feminino
• Dependem da água para a reprodução
• Oogamia
• Gametas se unem
• Formam: Zigoto  embrião  esporófito 
caliptra
• A Coifa cobre o esporângio enquanto as células 2n
sofrem meiose, formando esporos haplóides
• Quanto a caliptra seca e cai, os esporângios são
liberados e se dispersam no meio
• Germinam e geram filamento esverdeado chamado
protonema  brotam vários gametófitos
• É formada por restos do tecido do arquegônio e protege a
cápsula onde estão esporos e esporângios  estes só serão
liberados quando a caliptra se romper
• Conceptáculos e Propágulos
• Conceptáculos liberam propágulos (estruturas formadas
por tecidos meristemáticos indiferenciados) que, ao se
desprenderem da planta, onde se estabelecerem, irão dar
origem à uma nova planta por Propagação
• Proteção de encostas e cursos
d’águas
• Indicadores de ambiente não
poluido
• Turfeiras acumulam água no solo
• Turfa seca pode ser combustível
em alguns países
• Produção do Wiscky
• Jardinagem
• Etc.
Não percam os próximos
capitulos.....
Peteridófitas
Download
Random flashcards
Criar flashcards