Aquecedor solar de água: uma contribuição para a

Propaganda
Aquecedor solar de água: uma contribuição para a sustentabilidade
socioambiental
Mari Silvana Gil da Silva1
Renata Teixeira Lopes¹
Ricardo Sacramento Ribeiro¹
Igor Velho de Souza2
Segundo a organização não governamental (ONG) Sociedade do Sol, existem 36
milhões de residências em todo país, considerando que em cada residência tenha
uma média de quatro pessoas e cada uma mantenha o chuveiro ligado por 15
minutos teremos um gasto de 18 milhões de kwh por dia, só com chuveiros elétricos
no país. Na medida em que os cidadãos tornarem-se conscientes da importância da
substituição do chuveiro elétrico pelo aquecedor solar, estaremos ajudando na
economia de energia elétrica. Com os constantes problemas ambientais que
aumentam no decorrer dos anos ocasionados pela utilização de fontes não
renováveis de energia, como o petróleo e o carvão mineral, surge a necessidade
pela utilização de novas alternativas. O aproveitamento da energia solar torna-se
uma ótima opção de fonte energética renovável. O sol é de extrema importância,
pois seu aproveitamento, tanto em forma de calor quanto de luz está intimamente
relacionado com quase todos os ciclos físicos e químicos necessários para a
manutenção da vida na terra. Nesse sentido o presente projeto justifica-se pela
necessidade de contribuir na redução da degradação do meio ambiente, trazendo
benefícios sociais e na economia do lar. Como objetivo, o projeto apresenta uma
alternativa para o aquecimento de água a partir de um aquecedor solar feito com
materiais recicláveis. De maneira mais específica aborda a importância da
reutilização de materiais plásticos para o meio ambiente, ao mesmo tempo que
busca contribuir na economia do consumo de energia. Os dados utilizados para esta
pesquisa baseiam-se em referenciais teóricos que analisaram e desenvolveram
diversas formas de aquecedor solar. De maneira geral, para desenvolver uma placa
de aquecedor solar é necessário canos PVC, garrafas pet 2 litros e caixas de leite 1
litro. A quantidade de material utilizado irá depender do tamanho que deseja obter. A
construção deste material em formato retangular baseia-se em cortar as caixas de
leite em forma de folha para que sejam encaixadas dentro das garrafas pet, as
1
2
Acadêmica(o) do Curso de Ciências Biológicas da FACOS – Faculdade Cenecista de Osório.
Professor Orientador.
Anais da III Mostra Integrada de Iniciação Científica – CNEC Osório
Ano 3 – N° 3 – Vol. 3 – Jun/2012
46
caixinhas recortadas e os canos são pintados de preto foscos para absorverem a
energia solar e a transformar em calor. As garrafas envolvem os canos por onde
passa a água e mantém o calor através de efeito estufa. A água sai da caixa d água
em temperatura ambiente, passa lentamente pelo sistema, eleva a sua temperatura
e volta para a caixa. A posição para a instalação desta placa deve ser num local de
grande intensidade de sol, onde sua base deve permanecer paralela ao eixo leste
oeste. Como excelente fonte de energia alternativa para minimizar a grave crise
ambiental que atravessamos, a construção de um aquecedor solar feito de garrafas
pet pode contribuir na diminuição de gastos em energia elétrica, reduzindo esse
consumo em cerca de 70%. Por fim é importante ressaltar que esse aquecedor solar
esta livre de qualquer tipo de produção de poluentes como gases de efeito estufa,
além de não ter grandes gastos na sua produção já que é feito de material reciclado.
Anais da III Mostra Integrada de Iniciação Científica – CNEC Osório
Ano 3 – N° 3 – Vol. 3 – Jun/2012
47
Download
Random flashcards
Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Criar flashcards