Resumos do 49° Congresso Brasileiro de Genética Águas de

Propaganda
Resumos do 49° Congresso Brasileiro de Genética
Águas de Lindóia, SP, 16 a 19 de Setembro de 2003
www.sbg.org.br
HERANÇA DA RESISTÊNCIA A PODRIDÃO DO COLMO (Colletotrichum graminicola) EM MILHO
(Zea mays L.)
Matiello, RR 1,2; Brunelli, KR1; Morello, RSC1 ; Lopes, MTG 1,3 ; Silva, HP1 ; Camargo, LEA 1
1
Laboratório de Genética Molecular – Departamento de Fitopatologia – ESALQ/USP, Piracicaba, SP,
2
3
Departamento de Fitotecnia e Fitossanidade – UEPG – Ponta Grossa, PR, FCA / UFAM – Manaus, AM .
[email protected]
Palavras-chave: antracnose, ação gênica, resistência.
A expansão da área cultivada e a adoção do sistema de semeadura direta na cultura do milho
possibilitou o incremento e a manutenção de restos culturais ao longo do ano, o que leva a um
aumento significativo na incidência de doenças. Dentre elas, destaca-se o complexo das podridões,
sendo Colletotrichum graminicola um dos principais patógenos deste grupo. O presente trabalho teve
por objetivo estudar o modo de herança e a ação gênica envolvida na resistência a podridão do colmo
causada por C. graminicola, em gerações descendentes de dois cruzamentos entre duas linhagens
endogâmicas resistentes (DAS21 e DAS64) e uma suscetível (DAS86). Cada população foi
constituída de 6 gerações (P 1, P2, F1, F2, RCP 1 e RCP 2) onde as médias do comprimento de lesão
para cada cruzamento foram analisadas segundo o modelo de Mather e Jinks (1971). Os ensaios de
média de gerações foram implantados na estação experimental da empresa DowAgroSciences, em
Indianópolis (MG), em dezembro e janeiro de 2001. O delineamento experimental utilizado foi o de
parcelas subdivididas com três repetições, onde na parcela estudou-se o efeito de populações e na
subparcela o efeito das gerações. As inoculações foram realizadas no estádio de florescimento pleno
5
com uma suspensão de esporos na concentração de 1.8 x 10 esporos/mL, aplicados com o auxilio
de uma seringa no primeiro nó do colmo acima do solo. Trinta dias após a inoculação, os colmos
foram abertos e o comprimento da lesão foi medido. Os resultados demonstraram um comportamento
diferenciado entre as duas populações. Para a população DAS86xDAS21 houve um predomínio nos
dois ambientes de efeitos genéticos de dominância, onde a variação genética média para este efeito
foi de 97,5 e 65,8% para cada ambiente. As estimativas médias de heterose foram de 82,6 e 41,3%,
confirmando que nessa população a suscetibilidade a podridão do colmo foi baseada na ação gênica
de dominância e que a resistência conferida pela linhagem DAS21 é condicionada por vários genes
de pequeno efeito, caracterizando uma herança quantitativa da resistência. Por outro lado, na
população DAS86xDAS64 a resistência foi associada a efeitos genéticos do tipo aditivo, com efeitos
de 84,1 e 51,6% para cada ambiente. A heterose média desta população foi muito baixa, de 9,6 e
19,7% em cada ambiente. Neste cruzamento, a herança da resistência é governada por poucos
genes de grande efeito, indicando uma herança qualitativa da resistência conferida pela linhagem
DAS64. Estimativas de herdabilidade no sentido amplo (média dos 2 ambientes) foram de 62,4% para
a população DAS86xDAS21 e 53,8% para DAS86xDAS64, indicando uma facilidade na obtenção de
progresso genético na seleção de genótipos resistentes a podridão do colmo.
Apoio Financeiro: CAPES- PICDT , FAPESP e DowAgroSciences
569
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

teste

2 Cartões juh16

Criar flashcards