PESQUISA EM DESTAQUE

Propaganda
PESQUISA EM DESTAQUE
UM NOVO SÍMBOLO PARA A MAÇONARIA
O Irmão Paulo Cézar Campista de Abreu,
Deputado Federal da SAFL, Grau 33 IME 057978,
da Loja Fraternidade Campista 0011, concorreu ao
concurso de artes APOLLO 2015, com um importante
trabalho sobre “O tempo e as transformações da
humanidade na área de artes plásticas, gravuras e
esculturas. ”Objetivo do trabalho, segundo o autor:
descrever um novo Símbolo para a Maçonaria,
através da unificação de três símbolos Maçônicos
já conhecidos, sendo eles: a cruz, a estrela, e a meia
lua crescente. Leia agora um resumo do trabalho
apresentado.
DESCRIÇÃO
“O presente trabalho diz respeito à
unificação dos Símbolos da CRUZ, da MEIA LUA
CRESCENTE, e da ESTRÊLA. Foi escolhida a madeira,
por ser um material firme, mas não rígido, o que
o torna capaz de absorver forças contrárias sem
se quebrar. Portanto, a madeira como material
de base deste Símbolo, por si só remete para a
necessidade de tolerância.
A escultura de madeira foi desenvolvida
com base, nos estudos e pesquisa da intolerância
religiosa nas guerras entre Cristãos e Muçulmanos,
ou seja, nas Cruzadas do passado, mas que
ainda se estendem e se refletem de modo grave
no momento atual. A Cruz Templária simboliza
a Igreja, os cristãos e o dia. Por sua vez, a Lua e
a Estrelas simbolizam a noite a noite são ainda
dois elementos da astronomia e representam
o poder de transportar-se através do Cosmo.
Mas é a Lua sim, mas em quarto crescente, que
está sendo apresentada neste símbolo. A Lua, o
elemento feminino, o segredo a ser revelado, a
busca da verdade, a palavra perdida e preste a ser
encontrada, capaz de encaminhar a humanidade
dividida para a paz, para a ressurreição e a de volta
novamente a reunificação.
A Lua simboliza ainda o inconsciente,
respondendo pelos sentimentos físicos, as
paixões e as emoções instintivas, a imaginação,
a sensibilidade e todos os aspectos femininos da
Vida. O Sol o símbolo masculino, de penetração
de força, mas também de proteção e respeito
as leis e a palavra. A Estrela por sua vez, símbolo
Universal do Espirito, da essência interior do
homem e esotericamente sua aparição simboliza a
possibilidade de plena realização Espiritual levando
a humanidade ao Infinito e Além.
A Lua no formato de Arco, aqui expresso,
significa no simbolismo o ventre feminino, o lado
receptivo da natureza humana, o útero em seu
poder de fecundidade. Por sua vez, a Estrela que
indica o caminho, também apresenta o fruto da
tolerância, gerado num útero pacificador que
então é capaz de gerar ao mesmo tempo Cristãos
e Muçulmanos, sendo todos filhos da mesma
natureza, fetos gemelares, em paz e pacificados,
partilhando do mesmo ambiente, com Deus e
Maomé, e essa ligação tem como interpretação a
procriação e parcerias de ideias.
O simbolismo do trabalho da Lua e Estrela
sobrepostas na Cruz Templária expressa o nascimento
do Islamismo contrapondo aos Cristianismo
representado pela Cruz, que certamente com todas
as suas diferenças, passam a ser entendidos como
sendo frutos do mesmo útero e que podem agora,
a luz deste novo simbolismo, acalmar os corações,
confiar e aprenderem a conviver em paz e harmonia
sobre este novo paradigma, por saberem agora, ser
fruto de um mesmo útero gerador da paz. O que o
homem separou, o símbolo pode unir, na sombra
da força do grande Arquiteto do Universo. Assim
Seja”.
MARÇO DE 2015 | GOB REVISTA DIGITAL | 47
Download
Random flashcards
Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

teste

2 Cartões juh16

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Criar flashcards