09 - Prof Leonardo

Propaganda
AULA DE REVISÃO – 28/05/2005
PROFESSOR LEONARDO
01. (UFMS-2000) Dois chuveiros elétricos são instalados em uma residência. Um dos chuveiros é instalado em 220V,
enquanto o outro é instalado em 110V. Cada um deles é conectado a um disjuntor de 30A. Considerando que a potência
de cada chuveiro é de 4400W, é correto afirmar que
01) o tempo que ambos levam para aquecer a mesma quantidade de água até a mesma temperatura é o mesmo.
02) o chuveiro conectado em 220V consome menos energia que o chuveiro conectado em 110V para aquecer a mesma
quantidade de água à mesma temperatura.
04) o chuveiro conectado em 220V é mais seguro, pois necessita de correntes menores que o chuveiro conectado em
110V, diminuindo dessa forma os riscos com o super aquecimento dos fios em razão do efeito Joule.
08) o chuveiro conectado em 110V necessita de um disjuntor capaz de suportar pelo menos 40A no lugar do disjuntor de
30A.
16) a resistência elétrica dos dois chuveiros é a mesma.
02. (UFMS-2001) No comércio, encontramos lâmpadas incandescentes de diversas potências e tensões (voltagens,
d.d.p.) de trabalho. Se usarmos, em uma rede elétrica de 110V, uma lâmpada incandescente de 100W, com tensão de
trabalho de 120V, ao invés de uma lâmpada de 100W, com tensão de trabalho de 127V, é correto afirmar que
01) a potência dissipada pela lâmpada de 100W/120V é maior que a potência dissipada pela lâmpada de 100W/127V.
02) a corrente elétrica que passa pela lâmpada de 100W/120V é maior que a que passa pela lâmpada de 100W/127V.
04) a resistência elétrica da lâmpada de 100W/120V é menor que a resistência elétrica da lâmpada de 100W/127V.
08) a corrente elétrica que passa pela lâmpada de 100W/120V é menor que a corrente elétrica que passa pela lâmpada
de 100W/127V.
16) a corrente elétrica que passa pela lâmpada de 100W/120V é igual à corrente elétrica que passa pela lâmpada de
100W/127V.
03. (UFMS-2001 inv.) No circuito esquematizado ao lado, a fonte tem força eletromotriz  e constante e resistência
interna desprezível. Cada resistor apresenta uma resistência R. Quando a chave C está aberta, a intensidade da
corrente elétrica e a potência dissipada no circuito são I e P, respectivamente. Fechando-se a chave, os valores da
intensidade da corrente e da potência dissipada no circuito serão, respectivamente:
a) I/2 e P/4.
b) 2I e P/2.
R
R
c) I e P/2.
d) 2I e 2P.
e) I/2 e P/2.
C

04. (UFMS-2001 inv.) No circuito ao lado, estão esquematizados uma força eletromotriz , dois resistores de resistências
R1 = R2 = R e X, que representa um elemento a ser definido. No instante em que é fechada a chave K, a intensidade de
corrente em R2 será:
R1
R2
(01) 2/3R
(02) /3R se X é um resistor de resistência R.
(04) nula se X é um capacitor inicialmente descarregado.
X
(08) /2R se X é um capacitor totalmente carregado.
(16) nula se X é um fio de resistência desprezível.

K
05. (UFMS-2002) No circuito ao lado, está esquematizada uma bateria automotiva de
força eletromotriz  e resistência interna r, ambas constantes. Se RX representa a
resistência elétrica de um reostato (elemento de resistência variável), fechada a chave K, é
correto afirmar que:
(01) a potência dissipada, no reostato, sempre aumenta, quando se aumenta RX.
(02) a potência dissipada, no reostato, é máxima, quando o rendimento do gerador é
100%.
(04) a intensidade de corrente, no circuito, é máxima, quando RX = 0.
(08) o rendimento do gerador é nulo, quando a intensidade de corrente, no circuito, é máxima.
(16) a intensidade de corrente no circuito é igual a

r
, quando Rx = 0
06. (UFMS-2002) No circuito ao lado, estão esquematizados um gerador de tensão contínua, força eletromotriz ε,
resistência interna r, ambas constantes, sendo que RX representa a resistência de um reostato (elemento de
resistência variável). Considerando os esboços de gráficos abaixo, é correto afirmar
que:
www. prof-leonardo.com
1
[email protected]
AULA DE REVISÃO – 28/05/2005
PROFESSOR LEONARDO
(01) a ddp, no reostato, em função da intensidade de corrente no circuito, pode ser associada ao gráfico I.
(02) a ddp, no gerador, em função da intensidade de corrente no circuito, pode ser associada ao gráfico I.
(04) a intensidade de corrente, no circuito, em função da resistência R X, pode ser associada ao gráfico II.
(08) o rendimento do gerador, em função da resistência R X, pode ser associada ao gráfico III.
(16) a ddp, no reostato, em função da intensidade de corrente no circuito, pode ser associada ao gráfico V.
(32) a potência dissipada, no reostato, em função da intensidade de corrente no circuito, pode ser associada ao gráfico
IV.
(64) a ddp, no reostato, em função da sua resistência RX, pode ser associada ao gráfico V.
07. (UFMS-2002 inv.) Em uma emergência, precisava-se aquecer água no menor tempo possível. Na ocasião, dispunhase de dois resistores, um de 2 e outro de 4, para serem ligados a uma bateria de f.e.m 12V e resistência interna 2.
Para melhor atender à emergência, é correto afirmar que
a) deveria ter sido usado somente o resistor de 4 ligado à bateria.
b) deveria ter sido usado somente o resistor de 2 ligado à bateria.
c) deveriam ter sido usados os dois resistores associados em série, ligados à bateria.
d) deveriam ter sido usados os dois resistores associados em paralelo, ligados à bateria.
e) deveria ter sido provocado o curto-circuito da bateria sem utilizar os dois resistores.
08. (UFMS-2002 inv) Utiliza-se uma bateria de f.e.m  e resistência interna r para fornecer corrente elétrica a um
reostato (elemento de resistência elétrica variável). Nesse caso, é correto afirmar que
(001) a potência dissipada no reostato será máxima quando a intensidade de corrente no circuito for máxima.
(002) a intensidade de corrente no reostato será máxima quando a sua resistência for máxima.
(004) a intensidade de corrente no reostato será máxima quando a bateria for curto-circuitada.
(008) a ddp no reostato será nula quando a intensidade de corrente no circuito for igual a /r.
(016) a potência dissipada no reostato será máxima quando sua resistência for igual à resistência interna da bateria.
09. (UFMS-2003) No circuito ao lado, um cursor pode ser deslocado entre os pontos A e B,
constituindo um reostato. Um gerador de força eletromotriz () e resistência interna (r) alimenta
o circuito. É correto afirmar que
(001) deslocando-se o cursor de A para B, a intensidade de corrente elétrica no circuito diminui.
(002) deslocando-se o cursor de A para B, a resistência elétrica do circuito aumenta.
(004) o gerador estará em curto se o cursor for colocado no ponto B.
(008) a potência dissipada no reostato será máxima quando a resistência elétrica do circuito for
o dobro da resistência interna do gerador.
(016) a máxima intensidade de corrente elétrica no circuito ocorrerá quando o cursor estiver conectado ao ponto A.
10. (UFMS-2003) No circuito ao lado, tem-se uma força eletromotriz ,
resistores, um amperímetro (A) e um voltímetro (V) ideais. É correto afirmar
que:
(001) a intensidade de corrente registrada pelo amperímetro é igual a /2R.
(002) o voltímetro registrará uma diferença de potencial elétrico igual a .
(004) a potência dissipada no circuito é igual a
2/2R.
(008) a intensidade de corrente, no resistor de resistência R, é igual a /R.
(016) a diferença de potencial elétrico, no resistor de resistência R, é igual a
/2.
11. (UFMS-2003-inv) Considere o circuito mostrado ao lado onde estão
explicitados os sentidos das correntes elétricas de intensidades I 1, I2 e I3,
dentre outros. É correto afirmar que:
(001) I1 = I2 + I3.
(002) 4I1 + 2I2 = 26.
(004) 2I2 - 9I3 = -12.
(008) A ddp VA – VB = -14 +2I2 + 3I1
(016) a potência dissipada no resistor de 5  é P = 5(I2)2.
www. prof-leonardo.com
2
[email protected]
AULA DE REVISÃO – 28/05/2005
PROFESSOR LEONARDO
12. (UFMS-2004) As resistências elétricas dos elementos de um circuito, disposto na forma
de uma circunferência de raio OA = OB = OC = OD = R (figura ao lado), são diretamente
proporcionais aos seus comprimentos. Sendo KR a resistência elétrica do elemento OA, é
correto afirmar que a resistência equivalente entre:
(A) A e C sem o elemento BD é 2K  R/(4+  ).
(B) A e B sem o elemento BD é maior do que K  R/2.
(C) A e C com o elemento BD é K  R/(2+  ).
(D) A e B com o elemento BD é maior do que K  R/2.
(E) A e O com o elemento BD é maior do que KR.
13. (UFMS-2004) No circuito ao lado, um gerador de força eletromotriz 12V e resistência
interna de 2  está ligado a um reostato de resistência RX, onde 0  RX  10  , em
paralelo com um resistor de 1  . As intensidades de corrente I X, I1 e I2 estão representadas
no circuito. É correto afirmar que:
(001) IX = 0 quando RX = 0.
(002) I2 = RXIX.
(004) -RXIX + 12 + 2I1 = 0.
(008) o valor máximo que IX pode assumir é 0,6A.
(016) o gerador não poderá operar com potência máxima.
14. (UFMS-2004) No circuito ao lado, entre A e B, estabelece-se uma ddp de 12V. É correto afirmar que:
(001) a menor resistência entre A e B é obtida fechando-se apenas a chave K1.
(002) a menor resistência entre A e B é obtida fechando-se as chaves K1 e K2.
(004) a resistência obtida entre A e B é de 2 fechando-se apenas a chave K2.
(008) a maior resistência entre A e B é obtida fechando-se apenas a chave K1.
(016) o resistor de 6 fica submetido a uma ddp de 2V com as chaves K 1 e K2
fechadas.
15. (UFMS-2005) Uma associação feita com dois resistores, um de resistência (R1) e outro de resistência (R2), é
submetida a uma ddp (V). Sendo o produto R1.R2.V ≠ 0 e R2 = K.R1, é correto afirmar que:
(A) se R1 ≠ R2 e a associação for feita em paralelo, a intensidade de corrente será a mesma nos dois resistores.
(B) se R1 ≠ R2 e a associação for feita em série, a ddp será a mesma nos dois resistores.
(C) se R1 > R2 e a associação for feita em paralelo, a potência dissipada em R 1 será maior do que a potência dissipada
em R2.
(D) se a associação for feita em paralelo, a resistência equivalente da mesma associação será igual a R2/(K + 1).
(E) se a associação for feita em série, a potência dissipada na mesma associação será igual a V 2(R1+R2)/(R1.R2).
16. (UFPR-2005) Um técnico em eletrônica necessita de um resistor com resistência de valor
não disponível no seu laboratório. Então, utilizando alguns componentes existentes, ele
monta uma associação de resistores conforme mostra a figura abaixo. Considerando que a
diferença de potencial entre os pontos A e B seja igual a 9 V, a corrente total i a ser
fornecida é:
a) 1,8 A.
b) 5,0 A.
c) 0,60 A.
d) 45 A.
e) 0,16 A.
17. (UFSC-2004) O circuito elétrico representado na figura possui cinco resistores: R 1 =
4 , R2 = 2 , R3 = 4 , R4 = 4  e R5 = 4  e duas fontes de tensão: V1 = 15V e V2
= 10V. Uma chave (ch) está inicialmente na posição N, com o circuito aberto. Assinale
a(s) proposição(ões) CORRETA(S).
01. O circuito elétrico, estando a chave ch posicionada em A, possui resistência
equivalente igual a 3,0 .
02. Com a chave ch posicionada em B, a potência elétrica dissipada no resistor R4 é igual a 400W.
04. Quando a chave ch for movida da posição N para a posição B, circulará pelo circuito uma corrente elétrica igual a 5,0
A.
08. Quando a chave ch for movida da posição N para a posição A, circulará pelo circuito uma corrente elétrica igual a 5,0
A.
16. A diferença de potencial no resistor R4 é igual à diferença de potencial no resistor R5, não importando a posição da
chave ch no circuito, porque eles estão associados em paralelo.
www. prof-leonardo.com
3
[email protected]
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

teste

2 Cartões juh16

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Criar flashcards