04/08/2011 - O DNIT da Saúde Indígena

Propaganda
Clipping - Departamento DST/AIDS e Hepatites Virais
ÍNDICE
04/08/2011 - Entre esta sexta-feira até domingo, o Tempo_Festival das Artes dará .....................2
04/08/2011 - Programa Presença Viva retoma atividades em Altamira ............................................2
04/08/2011 - Hemoal coleta sangue no Clima Bom nesta sexta ........................................................3
04/08/2011 - O DNIT da Saúde Indígena ...............................................................................................4
04/08/2011 - Dionne Warwick visita banco de leite do HRAS .............................................................5
04/08/2011 - SSP faz operação "Ordem na Casa" na Barra, Centro Histórico e Estação da Lapa
.......................................................................................................................................................................5
Orgulho e mobilização na passarela da "Daspu" ..................................................................................6
04/08/2011 - Oficina da Sexualidade capacita alunos e professores ................................................7
04/08/2011 - Cientistas avançam nas pesquisas de vacina contra hepatite C ................................8
04/08/2011 - Processo por discriminação racial contra Marco Feliciano por declarações no
twitter é arquivado .......................................................................................................................................8
04/08/2011 - Improvisação marca humor de "Quero Matar meu Chefe" ...........................................9
04/08/2011 - Sesai confirma alta incidência de hepatite em Rondônia ...........................................10
04/08/2011 - Mulher é indenizada em R$ 100 mil por diagnóstico errado de Aids .......................11
04/08/2011 - Cientistas avançam na busca de vacina contra hepatite C ........................................12
MONITOR MERCANTIL - RJ |
AIDS | DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSIVEIS
04/08/2011
04/08/2011 - Entre esta sexta-feira até domingo, o Tempo_Festival das Artes dará
início à sua edição 2011. A primeira etapa do festival, o 1° Tempo, vai levar espetáculo inédito ao Espaço Cultural Sergio Porto
e ocupar o Parque Lage durante um fim de semana, com teatro, cinema, debates e exposição. O Tempo_Festival das Artes é
um festival internacional de artes cênicas que investe em criação, investigação, formação e irradiação das artes e do
pensamento. O 1° Tempo é dedicado ao pensamento, ao acesso às idéias e ao conteúdo que norteiam os processos de
criação, enquanto o 2° Tempo, que acontecerá entre 13 e 18 de setembro, será dedicado à programação artística e promoverá
cerca de 30 apresentações nacionais e internacionais ao Rio de Janeiro.
TEMPO - A Fundação Logosófica promove no dia 12 de agosto, às 20h, em Botafogo, a palestra "Segredos do Tempo", com o
docente de logosofia José de Menezes da Gama Malcher. Serão abordados aspectos como: por que as pessoas têm
dificuldade de lidar com o tempo; por que normalmente se trata o tempo como um problema; Por que as pessoas sofrem com o
tempo e a visão da Logosofia sobre o tema. A entrada é gratuita e o evento é aberto a todos os interessados. Mais
informações: (21) 2543-1138
IWC - O Industrial Welding Course está com novas turmas abertas para cursos profissionalizantes nas áreas de petróleo e gás.
Os interessados em iniciar nesse ramo podem se inscrever no curso de Inspetor de Soldagem N1, nas unidades na Penha/RJ,
Macaé/RJ e Aracaju/SE. As aulas têm início nos dias 8, 15 e 22 de agosto, com turmas nos períodos diurno, noturno e aos
sábados. Há oportunidade também para quem pretende trabalhar como Inspetor por Ensaio Visual de Soldagem - profissional
responsável por verificar alterações dimensionais e descontinuidades, como trincas e corrosão. Nesse caso, as aulas
começam nos dias 13 e 15 de agosto e 3 de setembro. Para Inspetor por Líquido Penetrante há vagas para os dias 15 e 22 de
agosto, além de 10 de setembro. Já para Inspetor por Partícula Magnética há turmas com início em 8,13,15 e 22 de agosto.
Mais informações pelos telefones (21) 2270-0919 ou 3866-8184 ou pelo site www.iwccursos. com.br.
TUBERCULOSE - A Fundação Ataulpho de Paiva (FAP) receberá no próximo dia 8, o título de Benemérita do Estado do Rio
de Janeiro em homenagem aos seus 111 anos de existência e contribuição à saúde pública no Brasil. A premiação acontecerá
durante o evento alusivo ao Dia Estadual de Luta contra a TUBERCULOSE no Rio de Janeiro, promovida pela Alerj (Frente
Parlamentar Estadual de AIDS e TUBERCULOSE). A cerimônia acontecerá no Plenário do Palácio Tiradentes, às 10h.
AGÊNCIA DO GOVERNO DO PARÁ |
AIDS | DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSIVEIS
04/08/2011
04/08/2011 - Programa Presença Viva retoma atividades em Altamira
O programa Presença Viva levou ao município 6 unidades móveis equipadas para o atendimento em várias especialidades
O programa "Presença Viva", que no primeiro mandato do governador Simão Jatene realizou mais de um milhão de
atendimentos nos 143 municípios paraenses, retornou com força total neste governo. A estreia do programa aconteceu em
Altamira, durante a Operação Cidadania Xingu. Seis unidades móveis, sendo quatro ônibus e dois contêineres equipados com
aparelhos de alta tecnologia, estão atendendo os moradores da cidade com consultas médicas em várias especialidades,
exames de diagnóstico na área da saúde, teste de hepatite, AIDS, controle de TUBERCULOSE e HANSENÍASE.
Médicos oftalmologistas, cardiologistas, untrasonografia, clínico geral, programa de prevenção do câncer do colo uterino,
odontologia, vacinação, atendimento a hipertensos, diabéticos e muitos outros serviços da área de saúde também estão sendo
oferecidos pelo programa. Mas, o carro chefe do Presença Viva é a fábrica de óculos instalada dentro de um dos ônibus. O
paciente é consultado pelo oftalmologista e em menos de oito minutos recebe seu óculos de graça. "Temos uma estrutura para
confeccionar até 500 óculos durante os quatro dias que o programa vai ficar aqui em Altamira. Por dia, temos confeccionado de
70 a 100 óculos. Esse é o objetivo do programa levar saúde e cidadania para a população", disse a diretora técnica da
Secretaria de Estado de Saúde (Sespa), Dione Cunha.
As unidades móveis do Presença Viva foram reformadas e reequipadas. "Os ônibus ficaram quatro anos parados e os
equipamentos foram se estragando. Tivemos que recuperar tudo e agora o programa volta com força total para percorrer todos
os municípios paraenses", concluiu Dione.
A população de Altamira aprovou a volta do programa. "Eu nunca tive um óculos. Estava com dificuldade para prestar atenção
na aula porque não conseguia enxergar. Agora tudo vai ficar melhor", disse o estudante Caue Santos. A aposentada Maria de
Fátima Soares ficou impressionada com a rapidez em que recebeu seu óculos. "Não tem nem dez minutos que eu fiz a
consulta e já estou recebendo meu óculos, e o melhor, ainda pude escolher a cor e o modelo que queria. Estou muito satisfeita
com o atendimento". O programa ficará em Altamira até o dia 6 de agosto.
Bruna Campos - Secom
ALAGOAS 24 HORAS - AL |
AIDS | DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSIVEIS | CONTRACEPTIVOS
04/08/2011
04/08/2011 - Hemoal coleta sangue no Clima Bom nesta sexta
DOAÇÃO DE SANGUE
A Unidade Móvel do HEMOCENTRO de Alagoas (Hemoal) estará coletando sangue nesta sexta-feira (5), na Igreja Maria
Vianey, no Clima Bom. A ação acontece das 8h às 16h, com o objetivo de formar um estoque estratégico para atender a
demanda transfusional dos hospitais e maternidades públicos do Estado.
A coleta externa, que integra a programação da Festa de Maria Vianei, representa uma iniciativa de responsabilidade social da
Igreja Católica. Por meio dela, a Arquidiocese de Maceió pretende incentivar os fiéis a exercitaram a cidadania e a
solidariedade, segundo o representante da comissão organizadora, Marcos Törres.
Mas para os voluntários que não possam comparecer à Igreja Maria Vianey, as doações podem ser realizadas de segunda a
sexta-feira, das 7h às 18h, nas sedes do Hemoal e do HEMOCENTRO Regional de Arapiraca (Hemoar). Os órgãos estão
situados, respectivamente, na Rua Jorge de Lima, no bairro Trapiche, próximo ao Estádio Rei Pelé, em Maceió, e na rua Dr.
Geraldo Barbosa, no Centro de Arapiraca.
Critérios para doação - Para se candidatar à DOAÇÃO DE SANGUE é necessário estar em perfeito estado de saúde, ter no
mínimo 16 anos de idade, pelo menos 50 kg e portar um documento de identificação com foto. O candidato também não pode
ter contraído hepatite após os 10 anos, SÍFILIS, AIDS e doença de Chagas.
No caso de gestantes e lactentes é proibida a doação e para os que irão repetir o gesto de solidariedade, estipula-se um prazo
de dois meses para os homens e três para as mulheres. As mulheres são proibidas de doar sangue apenas quando estão
gestantes ou amamentando.
No caso dos menores de 18 anos, é necessário estar acompanhado dos pais e portando um documento de identificação oficial
e original dos mesmos. É necessária uma autorização formal, cujo formulário pode ser baixado no site
www.saude.al.gov.br/hemoal.
Fonte:Ascom Sesau
CIMI |
DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSIVEIS
04/08/2011
04/08/2011 - O DNIT da Saúde Indígena
04/08/2011
A 'via crucis' da saúde indígena no Brasil parece mesmo não ter mais fim. Desde 2009 o governo Lula em sua política
demagógica de querer agradar a gregos e troianos, prometeu em um prazo de 'alguns meses' implantar a Secretaria Especial
de Saúde Indígena (SESAI) e a autonomia administrativa e financeira dos Distritos Sanitários Especiais Indígenas. Primeiro foi
prometido até o final de 2009, depois ficou para o final de 2010, e já no governo Dilma foi adiado para o final de 2011. Pelo
andar da carruagem, só acontecerá lá pelo final de 2014, pois são necessários em torno de três anos para a preparação e
realização de um concurso público com esta dimensão e complexidade.
Hoje volta à pauta do governo e das instâncias de controle social a realização da Quinta Conferência Nacional de Saúde
Indígena, com pelo menos dois anos de atraso, já que a última se realizou em 2005 e 2006. Resta saber se o movimento
indígena conseguirá evitar os lamentáveis episódios da Quarta Conferência, realizada na luxuosa Pousada do Rio Quente em
Goiás e transformada em uma grande feira cultural, em que os povos indígenas eram tratados como meros figurantes. Ao final
da conferência, a maior parte da delegação indígena se retirou e encaminhou documento ao Ministério Público Federal
denunciando as manipulações da Funasa durante todas as etapas da conferência, considerando as suas deliberações
ilegítimas e que não seriam acatadas pelo movimento indígena organizado.
De qualquer forma, a proposta de criação da Secretaria Especial de Saúde Indígena (SESAI), que polarizou as discussões
durante toda a conferência e foi derrotada pelo 'olho mecânico' na votação em plenário, acabou sendo assumida como política
de governo pelo Ministro Temporão, atendendo as intensas mobilizações indígenas que ocorreram em todo o país após a
conferência. A SESAI, no entanto, não se viabilizou até hoje por falta de vontade política do governo em criar as condições
necessárias de excepcionalidade e protagonismo indígena, necessárias à implementação das medidas que podem garantir o
efetivo funcionamento dos distritos nos moldes preconizados pelas primeiras conferências.
Os 'falsos convênios' denunciados na sentença do Ministério Público do Trabalho, que apenas terceirizam recursos humanos
para a Funasa, hoje estão em quase todos os distritos, e não há perspectivas para o término de suas atividades. As poucas
experiências exitosas dos primeiros anos de implantação dos Distritos Sanitários Indígenas foram totalmente desconsideradas
e desconstituídas, e assistiu-se em todo o país à paralisação dos programas de formação de profissionais indígenas de saúde,
a precarização da assistência farmacêutica nos distritos, e a desfiguração do controle social pela distribuição dos cargos
remunerados. Como conseqüência percebe-se em todo o país a piora dos índices de mortalidade infantil, cobertura vacinal,
incidência de malária, TUBERCULOSE e outras endemias.
O mesmo perfil dos grupos políticos que até poucos dias controlavam o DNIT (Ministério dos Transportes), de triste memória,
controlam ainda hoje a Funasa, e têm seus tentáculos no TCU, CGU, ABIN e por aí afora. Uma das estratégias mais utilizadas
para paralisar o movimento indígena é a criminalização das organizações indígenas e de seus parceiros, procurando como
sempre, e encontrando, o 'chifre em cabeça de cavalo'. E assim vai caminhando a saúde indígena rumo a um poço cada dia
mais profundo, enquanto o governo fecha os olhos e adia, a cada vez por mais um ano, as medidas imprescindíveis que já
poderiam ter sido tomadas há mais de duas décadas. Até quando?
COMUNIWEB |
AIDS
04/08/2011
04/08/2011 - Dionne Warwick visita banco de leite do HRAS
Juntamente com a primeira dama Ilza Queiroz, cantora conheceu o trabalho pioneiro do Hospital Regional da Asa Sul
O banco de leite do Hospital Regional da Asa Sul (HRAS) recebeu na tarde desta quarta-feira (03/07) duas visitantes muito
especiais: a primeira dama do Distrito Federal, Ilza Queiroz, e a cantora Dionne Warwick, que se apresenta amanhã no Teatro
Nacional de Brasília.
Pioneira das causas humanitárias, Dionne é Embaixadora Americana pela Saúde desde os anos 80 e, a convite de Ilza
Queiroz e também da diretora geral do HRAS, Roselle Bugarin, fez questão de conhecer o banco de leite que hoje é referência
para vários países, como Estados Unidos, Portugal, Cabo Verde e Japão. "A estrutura do lugar é perfeita e o trabalho destes
profissionais de saúde é louvável. Considero a amamentação um ato de amor que deve ser divulgado de forma incansável.
Brasília já está no meu coração", reforçou a cantora.
Acompanhada pela primeira dama, Warwick passou pelas salas de controle de qualidade, estoque de leite e também fez
questão de conversar com bombeiros e voluntários que trabalham na coleta em todo o Distrito Federal. "É uma honra ter em
nossa companhia um nome tão importante na luta pelos direitos humanos. Estamos certos de que Dionne levará bom exemplo
e a estrutura dos bancos de leite do DF para o todo o mundo, agradeceu Ilza Queiroz.
Além de representante norte-americana pela Saúde, Dionne Warwick é Embaixadora de Alimentos e Agricultura Mundial pela
Organização das Nações Unidas (ONU) desde 2002 e produtora de livros que contam em detalhes a história dos afroamericanos para uso nas escolas, bibliotecas e livrarias de todo mundo. Também foi das primeiras artistas a liderar o
movimento de luta contra a AIDS.
Na visita ao banco de leite do HRAS, também estiveram presentes a chefe do Banco de Leite e enfermeira Fabíola Amaral; o
diretor do programa Atenção à Saúde, João Vilela, e a representante da Rede Ibero Americana de Banco de Leite, médica
pediatra Miriam Oliveira dos Santos.
CORREIO24HORAS |
AIDS | DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSIVEIS
04/08/2011
04/08/2011 - SSP faz operação "Ordem na Casa" na Barra, Centro Histórico e Estação da
Lapa
A operação teve inicio na noite desta quarta-feira (03) e se estenderá até sábado (06)
04.08.2011 | Atualizado em 04.08.2011 - 11:59
Redação CORREIO
A Secretaria da Segurança Pública (SSP), em conjunto com a Prefeitura de Salvador, iniciou uma operação na noite desta
quarta-feira (03) e se estenderá até sábado (06), com o objetivo de integrar as esferas estadual e municipal, através de
medidas preventivas e repressivas de combate à criminalidade. A operação intitulada "Ordem na Casa", acontece na Barra,
Centro Histórico e Estação da Lapa.
Como parte das ações do programa Pacto Pela Vida, a operação,foca no tráfico de drogas, porte ilegal de armas de fogo,
furtos e roubos em geral, as polícias civil, militar e técnica irão utilizar um efetivo de 55 pessoas e uma frota de 20 viaturas. A
operação se dá com a montagem de cercos da polícia nos locais estabelecidos e realização de abordagens com uso de rádios
móveis, que podem ser acessados pelos bancos de dados da Infoseg e Portal, os quais constatam se existe mandado de
prisão em aberto ou registro de algum tipo de delito.
De acordo com o major da PM e coordenador técnico da Superintendência de Gestão Integrada das Ações Policiais (Siap),
Arnaldo Neto, a operação é desencadeada em cima de um mapeamento feito pelos setores de inteligência das polícias Civil e
Militar nos bairros onde foram detectados altos índices de problemas sociais. "A ação não se resume apenas a uma questão de
polícia. Esses locais apresentam um número elevado de pessoas extremamente pobres, abusadas sexualmente e portadores
de doenças, principalmente AIDS e TUBERCULOSE, utilizadas como massa de manobra de bandidos para cometimento de
crimes", afirmou Neto.
Após as abordagens policiais, a Prefeitura atua realizando o trabalho social, através do encaminhamento das pessoas carentes
aos setores responsáveis. "Eu nunca me envolvi numa operação tão proveitosa como esta. Na primeira etapa, presenciei
muitas pessoas conduzidas para o projeto Minha Casa Minha Vida, doentes levados à unidades de saúde e a Limpurb
retirando mais de oito toneladas de lixo das ruas. É uma iniciativa extremamente humanitária", ressaltou.
Equipes da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico e Social (SEDES) e dos órgãos municipais - Secretaria do
Trabalho Assistência Social e Direito do Cidadão (SETEAD), Secretaria da Saúde, Limpurb, Transalvador e Sucom - irão
participar da operação, com ações voltadas principalmente à população de rua de Salvador.
DIÁRIO DO PARÁ ONLINE |
AIDS | DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSIVEIS
05/08/2011
Orgulho e mobilização na passarela da "Daspu"
"Não quero que me aceitem. Quero que me respeitem". Essa é o lema que segue como profissão de fé para Carmem Lúcia
Paz, prostituta, cientista social com especialização em direitos humanos e, nas horas vagas, modelo da controversa rede
Daspu, de moda feita por mulheres prostitutas. Carmen Paz participou ontem da abertura do "Encontro Regional
DST/HIV/AIDS e hepatites virais na prostituição, os desafios na Amazônia Legal". O evento foi iniciado com um inédito - em
Belém - desfile dos modelos da Daspu na Estação Gasômetro.
IDENTIDADE
"A ideia maior é discutir políticas públicas para as prostitutas e fazer com que elas lutem pela própria identidade", diz Lourdes
Barreto, decana na luta pelo reconhecimento da categoria e coordenadora do Grupo de Mulheres Prostitutas do Estado do
Pará (Gempac).
Isso faz com que, segundo ela, o evento possa vir a contribuir com uma ação de mobilização e formação no enfrentamento às
doenças sexualmente transmissíveis e com o cada vez mais crescente fantasma das hepatites virais.
É o que será discutido, por exemplo, durante toda essa sexta-feira no dia efetivo de programação, com debates e mesas
temáticas na sede da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).
"Tem gente de vários lugares, como Amapá, Maranhão, Amazonas, Roraima, Rio de Janeiro, Piauí e Rio Grande do Sul", diz
Lourdes Barreto.
Um dos temas que serão discutidos hoje é a prostituição nas fronteiras, com a participação de um dos coordenadores da ONG
Sodireitos, Marcel Hazzeu, que nos últimos anos vem desenvolvendo trabalhos com mulheres que são traficadas nas fronteiras
amazônicas.
A feminização da AIDS é outro tema que será discutido nas mesas temáticas. "Embora não tenhamos números concretos a
respeito das mulheres prostitutas com AIDS, sabemos que a situação sempre é preocupante", diz Lourdes Barreto. A mesa
será coordenada pela integrante do Arte Pela Vida, Maria Christina.
Na abertura do evento também houve a sessão de autógrafos do livro "Filha, Mãe, Avó e Puta", de Gabriela Leite.
LIVRO
Em "Filha, Mãe, Avó e Puta", a socióloga e ex-prostituta Gabriela Leite conta como uma estudante de filosofia da Universidade
de São Paulo - USP - decidiu virar prostituta aos 22 anos e conciliou as relações familiares de filha, mãe e avó com o fato de
ter vivido na prostituição.
EVENTO
O "Encontro Regional DST/HIV-AIDS e Hepatites Virais na Prostituição - Desafios na Amazônia Legal" acontece até sábado(6),
no Teatro Gasômetro.
(Diário do Pará)
MS NOTÍCIAS - MS |
AIDS | DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSIVEIS
04/08/2011
04/08/2011 - Oficina da Sexualidade capacita alunos e professores
A Secretaria de Estado de Saúde (SES), através da Coordenadoria Estadual do Programa de DST/AIDS, realiza nos dias 11 a
13 de agosto a "II Oficina de sexualidade - construindo diálogos sobre sexualidade saudável em tempo de AIDS". A oficina faz
parte do projeto SPE (Saúde e Prevenção nas Escolas) e é direcionada aos alunos (10 a 24 anos), professores, profissionais
da rede de saúde e servidores do conselho tutelar.
Ao todo, dez municípios participarão do 1º módulo da oficina, que tem como objetivo a formação de multiplicadores para a
implantação do Projeto Saúde e Prevenção nas Escolas (SPE) em âmbito municipal. Entre o temas debatidos estão:
Sexualidade e diversidade sexual; Saúde Sexual e Reprodutiva e atividades em campo.
"Este é o primeiro módulo da oficina que tem como objetivo a formação de multiplicadores que promovam a informação e a
saúde sexual. Com a capacitação, principalmente do público jovem, acreditamos que eles possam passar adiante os
ensinamentos debatidos na oficina", diz Norma Sueli Mendonça, coordenadora da oficina e consultora de saúde e prevenção
nas escolas.
O segundo módulo da oficina será realizado nos dias 8 a 10 de setembro. A abertura do evento será às 12 horas, no Hotel
Chácara Lago, localizado na saída para São Paulo, em Campo Grande.
REDE BRASIL ATUAL |
AIDS | HPV | HEPATITE
04/08/2011
04/08/2011 - Cientistas avançam nas pesquisas de vacina contra hepatite C
Uma equipe de pesquisadores europeus obteve resultados promissores com uma nova estratégia para desenvolver uma
vacina contra a HEPATITE C, uma doença que afeta 200 milhões de pessoas e mata 50 mil no mundo a cada ano.
Até o momento não existe qualquer vacina contra o vírus (VHC) da HEPATITE C, transmitido essencialmente pelo sangue
(drogas por via intravenosa, transfusões, transplante de órgãos e etc) e que causa graves complicações, como insuficiência
hepática e câncer de fígado.
O estudo europeu, coordenado pelo especialista francês David Klatzmann e apoiado pela Agência francesa de Pesquisas
sobre a AIDS e Hepatites Virais (ANRS), analisou uma tecnologia baseada no uso de "pseudopartículas virais", estruturas
artificiais que se parecem com partículas virais mas não representam risco porque carecem de material genético e não
permitem a multiplicação do vírus.
Estas pseudopartículas já foram utilizadas, por exemplo, na vacina contra o vírus do papiloma humano (HPV), causa de vários
tipos de câncer genital.
A novidade do estudo publicado na quarta-feira na revista Science Translational Medicine reside na aplicação de
pseudopartículas virais "quimeras", construídas com fragmentos procedentes de dois vírus diferentes. Neste caso, a
pseudopartícula deriva de um retrovírus de rato recoberta com proteínas do VHC.
Os pesquisadores observaram que, ao reagir a vacina com pseudopartículas virais, a produção de anticorpos neutralizou o
vírus VHC em ratos e macacos.
Estes anticorpos se revelaram capazes de induzir uma imunidade contra os diferentes subtipos de VHC, algo inédito até o
momento.
A técnica poderá ser ampliada a vacinas contra outras doenças, como a AIDS (HIV) e a dengue.
REDE BRASIL ATUAL |
AIDS
04/08/2011
04/08/2011 - Processo por discriminação racial contra Marco Feliciano por declarações
no twitter é arquivado
O deputado corregedor deu sentença dizendo que não há provas de que a fala do pastor e deputado tenham sido proferidas
praticando o preconceito
Processo por discriminação racial contra Marco Feliciano por declarações no twitter é arquivado
O processo aberto na Corregedoria da Câmara contra o pastor e deputado federal Marco Feliciano para apurar as acusações
de que ele teria praticado discriminação racial e religiosa contra afro-descendentes em suas mensagens no Twitter , foi
arquivado nesta semana.
O processo foi aberto em abril depois que muitos usuários do microblog se revoltaram com o pastor que escreveu em sua
página que os "africanos descendem de ancestral amaldiçoado por Noé. Isso é fato. O motivo da maldição é polêmica. Não
sejam irresponsáveis twitters rsss". Em seguida, outra mensagem, ele tento explicar dizendo que "sobre o continente africano
repousa a maldição do paganismo, ocultismo, misérias, doenças oriundas de lá: ebola, AIDS. Fome.(sic)".
A Câmara precisou ser acionada para analisar as acusações e durante essa semana a Mesa Diretora, liderada pelo deputado
Eduardo da Fonte, deu a sentença dizendo que o caso precisa ser arquivado por não constar nos autos " narração de fato que
represente a prática de discriminação racial e religiosa alegada."
Leia o comunicado na íntegra:
- "Após a manifestação do Representado, ao iniciar a fase de instrução do procedimento de apuração da representação,
constatei a inexistência de narrativa, pelo Representante, do fato supostamente indecoroso. Simplesmente não consta dos
autos narração de fato que represente a prática de discriminação racial e religiosa alegada. Apenas pra exemplificar, seria o
mesmo que denunciar um parlamentar por perturbar a ordem das sessões da Câmara sem narrar o fato causador da
perturbação ou denunciar a prática de ofensas físicas e morais nas dependências da Casa sem narrar o fato provocador das
ofensas".
- "Desse modo, verifica-se que a representação padece de pressuposto básico de existência, não me restando outra
manifestação a não ser pelo arquivamento da representação por inépcia, em consonância com o art. 1º, § 21, I, do Ato da
Mesa nº 37, de 2009″.
- Arquivamento por inépcia: - Dito ou afirmação absurda; disparate.
Considerando a gravidade desta acusação injusta e descabida, bem como a enorme repercussão do fato na imprensa
nacional, o Parlamentar estuda juntamente com sua assessoria jurídica um processo contra seus acusadores, por calúnia e
difamação.
Fonte: Gospel Prime
REDE BRASIL ATUAL |
AIDS
04/08/2011
04/08/2011 - Improvisação marca humor de "Quero Matar meu Chefe"
São Paulo - Uma qualidade apreciada nas comédias é a capacidade de seus protagonistas serem espontâneos, readaptando
suas ações e falas sem destruir o frágil equilíbrio entre surpresa e sutileza, que caracteriza o bom humor.
O cinema está repleto de exemplos, como os atores Buster Keaton, Charles Chaplin, Jerry Lewis, Peter Sellers, entre outros
ícones que marcam o imaginário cinéfilo.
A improvisação é, por esse princípio, um imperativo para muitas produções, que se salvam pela competência dos intérpretes
por trás dos personagens.
No ano passado, foi o que se pode perceber em "Uma Noite Fora de Série", com Tina Fey e Steve Carell, "Gente Grande", com
Adam Sandler, e, agora, "Quero Matar meu Chefe", de Seth Gordon, conhecido por dirigir bem-sucedidas séries de comédia
televisivas como "Modern Family" e "The Office".
Embora esta produção tenha um roteiro redigido a seis mãos (John Francis Daley, Jonathan M. Goldstein e Michael Markowitz,
todos vindos da TV), quem traz agilidade ao que se vê na tela são os atores, cuja liberdade para recriar o texto (encorajados
pelo próprio diretor) é transparente. Prova disso são os inúmeros erros de gravação mostrados durante os créditos finais.
Nem por isso a trama perde complexidade. Nick (Jason Bateman), Dale (Charlie Day) e Kurt (Jason Sudeikis) são três amigos
com um problema em comum: o trio odeia, cada um por seu motivo, os chefes de trabalho.
O abusivo Dave Harken (Kevin Spacey) trata Nick como capacho, inviabilizando sua prometida promoção. A dentista
ninfomaníaca Julia (Jennifer Aniston) assedia sexualmente Dale, comprometendo o noivado do rapaz. Enquanto isso, Bobby
(Colin Farrell), um cocainômano neurótico, destrói sistematicamente a empresa que Kurt iria herdar.
Não demora muito para os três chegarem à conclusão de que seus chefes devem morrer, a partir de uma divertida referência
aos filmes "Pacto Sinistro" (de Alfred Hitchcock) e do divertido "Jogue a Mamãe do Trem" (de Danny DeVito). Isto é, para evitar
suspeitas, cada um se compromete a matar o chefe do outro.
O problema desse "crime perfeito" é a completa inépcia dos protagonistas para arquitetar um assassinato. É nesse momento
que entra em cena o "consultor" Dean "MF" Jones (participação especial de Jamie Foxx), cujo nome completo é um palavrão
impronunciável. Mas, como é de se esperar, muito pouco vai dar certo para a trupe de trapalhões.
A combinação dos diferentes estilos de Bateman, Day e Sudeikis equilibra o humor da produção que, somado às divertidas
interpretações de Spacey, Aniston e Farrell, dão vigor à comédia. Embora em muitas cenas os diálogos descambem em
baixarias, especialmente aquelas proferidas por Julia e Bobby, no fim, tudo se torna mais leve pela total falta de escrúpulos de
que os atores dotam os seus personagens.
Uma curiosidade da produção é a máxima proferida por Kurt: "Você não pode vencer uma maratona sem colocar band-AIDS
nos bicos do peito". A princípio sem sentido, mesmo dentro do filme, quem assistiu aos episódios da série de TV americana
"The Office" poderá entender a referência ao personagem Andy Bernard (Ed Helms), quando disputou uma maluca maratona
pró-combate à raiva.
"Quero Matar meu Chefe", enfim, mostra-se uma comédia ágil, moldada a partir de referências e da certeza de que seus
intérpretes são espontâneos o suficiente para potencializar o riso. O diretor Seth Gordon acerta na condução do elenco, à
vontade para perder completamente o senso do ridículo.
RONDÔNIA DINÂMICA |
AIDS | DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSIVEIS | HEPATITE
04/08/2011
04/08/2011 - Sesai confirma alta incidência de hepatite em Rondônia
04/08/2011
A Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai) informa que na área de abrangência do Departamento Sanitário Especial da
Saúde Indígena (DSEI) de Porto Velho há o registro de oito casos de HEPATITE C, 13 casos de hepatites BD e 258 casos de
HEPATITE B. O DSEI Porto Velho atende mais de 10 mil indígenas que vivem em Porto Velho, noroeste de Rondônia, sul do
Amazonas e norte do Mato Grosso. A Sesai, por meio de sua assessoria, afirma que "todos os casos estão sendo tratados
dentro das exigências de assistência para cada tipo de vírus", contrariando denúncia do Conselho Indigenista Missionário
(Cimi) de Rondônia , de falta de acompanhamento dos doentes e descontinuidade na vacinação das populações afetadas pelo
vírus. "O acompanhamento das hepatites virais no distrito está dentro do planejado e as vacinas são aplicadas dentro dos
prazos estabelecidos", afirma o órgão.
A Sesai anuncia para este mês de agosto, a realização nas aldeias do DSEI de testes rápidos de HIV/AIDS, SÍFILIS e
Hepatites, "com resultado em até 30 minutos, facilitando a detecção rápida das doenças, sem a necessidade da remoção dos
indígenas".
O órgão também nega que esteja havendo uma grande incidência de casos de câncer nas aldeias do DSEI, conforme foi
denunciado pelo Cimi. "Todos os casos diagnosticados são tratados nos centros de referências do distrito. Além disso, há
programas preventivos ao câncer, principalmente, ao câncer de cólo, útero e de mama, que fazem parte das ações de atenção
à saúde da mulher", afirma a assessoria da Sesai.
Atendimento
Contrariando o Cimi e o Ministério Público Federal de Rondônia - que investiga 31 casos ligados a falhas no atendimento à
saúde indígena em Porto Velho e Guajará-Mirm, a Sesai afirma que "o trabalho realizado no DSEI Porto Velho é um dos
melhores no país e está dentro da concepção de atendimento integral à saúde. As equipes multidisciplinares estão em área, os
medicamentos, quando prescritos, estão sendo distribuídos e há um planejamento, construído por pólo-base, que traça todas
as ações que devem ser seguidas pelos profissionais da atenção básica".
Protesto
Em maio deste ano, indígenas atendidos pelo DSEI ficaram acampados durante 15 dias na sede da Funasa em Porto Velho,
para protestar contra deficiências no atendimento. Os indígenas reivindicavam, ainda, a demissão da chefe do DSEI, Lindalva
Coutinho Queiroz. De acordo com a Sesai, atualmente Raimundo Robson responde como chefe-substituto do DSEI e nos
próximos dias deverá ser nomeado Jamil Ferreira, "escolhido pelo Ministro da Saúde, Alexandre Padilha, e também indicado
pelas lideranças indígenas".
Transição
Os serviços de saúde indígena estão em processo de transição da Funasa para a Sesai, criada em 20 de outubro de 2010. O
prazo da transição acabou em julho e foi estendido para dezembro em todos os 34 DSEIs ligados à Sesai no Brasil, "para que
todos os trâmites jurídicos e burocráticos sejam contemplados, principalmente, na gestão de contratos".
A criação da Sesai atende a uma reivindicação histórica dos povos indígenas e também a uma recomendação do Tribunal de
Contas da União (TCU) para que os serviços de saúde aos povos indígenas fossem executados diretamente pelo Ministério da
Saúde.
Recursos
A Sesai informa que foi feita uma pactuação com os municípios de Alta Floresta, Guajará-Mirim, Ji-Paraná, Humaitá e Porto
Velho e o Ministério da Saúde enviou aproximadamente R$ 4 milhões para que as prefeituras façam a compra de
equipamentos e obras de reforma e ampliação nos prédios do DSEI Porto Velho.
"Todo indígena tem seu direito de atenção à saúde garantido. Os indígenas que vivem nos municípios são atendidos e
encaminhados aos centros de atendimento do Sistema Único de Saúde (SUS). A Sesai e a Fundação Nacional do Índio (Funai)
buscam um novo modelo para que esse atendimento seja cada vez melhor nos municípios com populações indígenas. Quanto
à benefícios sociais, procure informações na Funai, responsável por esse trabalho", finaliza a assessoria do órgão.
ÚLTIMO SEGUNDO |
AIDS
04/08/2011
04/08/2011 - Mulher é indenizada em R$ 100 mil por diagnóstico errado de Aids
Estado do Ceará foi condenado pela Justiça. No processo, mulher disse que ficou tão desesperada que pensou em suicídio e
em matar o filho
Daniel Aderaldo, iG Ceará | 04/08/2011 18:02
Notícia anteriorCid Gomes tenta convencer, pessoalmente, morador a deixar casaPróxima notíciaDeputado do Ceará nega
fraude em construção de banheiro público
Texto:
O governo do Ceará foi condenado a pagar R$ 100 mil a uma mulher que recebeu um diagnóstico errado de AIDS. Ela disse
pensou em se suicidar e matar o filho.
Em agosto de 1998 a mulher se internou no Hospital Universitário Walter Cantídio (HUWC), em Fortaleza. Ela realizou exames
e foi constatado que a paciente estava com dengue. Antes de receber alta ela foi submetida ao exame anti-HIV 1+2, que deu
positivo, feito pelo Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce).
"Não é, absolutamente, o preço da dor, mas representa o mínimo que deve ser assegurado àqueles que sofreram os impactos
psicológicos de um resultado falso positivo em caso de sorologia para anti-HIV"
Segundo o processo, a paciente se desesperou: pensou em suicídio e cogitou tirar a vida do filho mais novo, de seis meses,
por achar que ele também estava contaminado. A mulher só soube da necessidade de repetir o exame por uma amiga. O teste
foi refeito e deu negativo. Alegando danos morais por conta do trauma, ela ingressou em 2003 com a ação de indenização na
Justiça.
"Não é, absolutamente, o preço da dor, mas representa o mínimo que deve ser assegurado àqueles que sofreram os impactos
psicológicos de um resultado falso positivo em caso de sorologia para anti-HIV", afirmou a relatora do processo,
desembargadora Sérgia Maria Mendonça Miranda.
A magistrada alegou que o Estado "entregou o resultado de HIV positivo, erroneamente, sem nenhuma advertência sobre a
precariedade e, tampouco, encaminhou a apelada a um serviço de referência, descumprindo assim determinação da Agência
Nacional de Vigilância Sanitária".
VEJA ONLINE |
AIDS | HEPATITE
04/08/2011
04/08/2011 - Cientistas avançam na busca de vacina contra hepatite C
A HEPATITE C é uma inflamação do fígado que, no pior dos casos, pode provocar insuficiência hepática ou câncer de fígado.
Em geral, a doença é transmitida por exposição a sangue contaminado
Hepatite: a doença é caracterizada por uma inflamação do fígado, que pode ser causada por infecções (virais, bactérias), pelo
uso de álcool, de medicamentos e de drogas ou por doenças hereditárias ou autoimunes (Thinkstock)
Cientistas franceses conseguiram produzir pela primeira vez "anticorpos neutralizantes" do vírus da HEPATITE C (HCV), o que
abre caminho para a elaboração de uma vacina eficaz contra a doença. O anúncio foi feito na quarta-feira pelo Centro Nacional
de Pesquisa Científica (CNRS) da França e publicado no periódico científico Science Translational Medicine.
Segundo o estudo, os pesquisadores utilizaram uma nova estratégia baseada no desenvolvimento de estruturas similares às
partículas do vírus, mas que não são perigosas porque não contêm material genético e não permitem sua expansão. A
novidade deste processo ocorreu devido a criação de pseudo-partículas virais construídas com fragmentos de dois vírus
diferentes, neste caso, um "retrovirus" de rato coberto com proteínas do vírus da HEPATITE C.
Os testes da nova vacina mostraram resultados positivos em ratos e macacos. Pela primeira vez, os cientistas puderam
observar uma resposta do sistema imunológico nesses animais, com a produção de anticorpos neutralizantes desse vírus. De
acordo com os pesquisadores, os anticorpos desenvolvidos tiveram uma atividade de amplo espectro, ou seja, foram capazes
de neutralizar diferentes subtipos do HCV.
O CNRS ressaltou que esta tecnologia pode ser aplicada no desenvolvimento de vacinas contra outras infecções, como o vírus
da AIDS (HIV), dengue e o vírus respiratório sincicial (VRS), principal agente infeccioso da população infantil, causador da
bronquite e outras doenças.
A HEPATITE C é uma inflamação do fígado que, no pior dos casos, pode provocar insuficiência hepática ou câncer de fígado,
e é transmitida quase sempre por exposição a sangue contaminado, que pode acontecer em casos de transfusões de sangue
ou pelo uso de seringas infectadas. Segundo o CNRS, a doença é um grande problema de saúde pública, uma vez que cerca
de 200 milhões de pessoas estão infectadas no mundo e em algumas regiões a taxa de infecção atinge de 10% a 30% da
população.
A Organização Mundial da Saúde (OMS) calcula que se não houver uma intervenção rápida para conter sua propagação, a
mortalidade causada pela HEPATITE C poderia superar à provocada pelo HIV, já que os tratamentos existentes são muito
caros e pouco acessíveis para os países do sul.
(Com agência EFE)
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

teste

2 Cartões juh16

Criar flashcards