geografia a

Propaganda
A representação de uma esfera num plano estabelece um desafio
técnico resolvido a partir de distintas formas de projeção, cada uma
delas adequada a um objetivo. Faça a correspondência entre cada
um dos mapas e sua correta projeção.
a) A, cônica; B, azimutal; C, cilíndrica.
c) Incorreta, pois, na projeção de Peters, o plano da superfície de projeção é o cilindro (projeção cilíndrica), sendo a mesma superfície
de projeção (cilindro) utilizada para desenvolver a projeção de
Mercator.
d) Incorreta, pois, na elaboração de uma projeção cartográfica, o
planisfério de Peters não mantém as distâncias proporcionais entre os elementos do mapa e mantém constante o comprimento
do meridiano central para as bordas.
e) Correta, pois a projeção cartográfica de Mercator é desenvolvida
em um cilindro, sendo mantida a propriedade forma; essa projeção mostra uma visão de mundo eurocêntrica, que localiza a
Europa no centro do Planisfério.
b) A, cilíndrica; B, cônica; C, azimutal.
c) A, azimutal; B, cilíndrica; C, cônica.
d) A, cilíndrica; B, azimutal; C, cônica.

Resposta: B
A – Projeção cilíndrica: ocorre quando o globo é projetado em um
cilindro;
B – Projeção cônica: nesse tipo de projeção o globo é projetado em cone;
C – Projeção azimutal: quando o mapa é projetado sobre um plano.
3. (UEL-2015) Com o objetivo de representar, o mais próximo possível
do real, o espaço geográfico, os cientistas usaram as projeções cartográficas. As mais utilizadas são as de Mercator e Peters, representadas
pelas figuras a seguir.
1. (UFPR-2015) - Para ir a um determinado local, um motorista consultou o aparelho de GPS (Sistema de Posicionamento Global), o qual
indicou o caminho representado na figura a seguir.
Sabendo que o maior segmento a ser percorrido no trajeto sugerido
pelo GPS corresponde à distância de 345m, é correto afirmar que a
distância total a ser percorrida é de
a) 425m e a escala utilizada é de 1:1000.
Com base nos conhecimentos sobre projeções cartográficas, assinale
a alternativa correta.
a) Na projeção de Peters, o espaçamento entre os paralelos aumenta da linha do equador para os polos, enquanto o espaçamento
entre os meridianos diminui a partir do meridiano central.
b) Na projeção de Mercator, o espaçamento entre os paralelos diminui da linha do equador para os polos, enquanto o espaçamento
entre os meridianos aumenta a partir do meridiano central.
c) Na projeção de Peters, o plano da superfície de projeção é tangente à esfera terrestre (projeção azimutal); já, na projeção de
Mercator, o plano da superfície de projeção é um cone (projeção
cônica) envolvendo a esfera terrestre.
c) 810m e a escala utilizada é de 1:2500.
d) 810m e a escala utilizada é de 1:5000.
e) 1410m e a escala utilizada é de 1:10000.

Anotações:
d) Na elaboração de uma projeção cartográfica, o planisfério de
Peters mantém as distâncias proporcionais entre os elementos
do mapa, aumentando o comprimento do meridiano central.
Sabendo que a maior distância percorrida é 345m (D) o que no mapa corresponde à 6,9cm
(d), utilizando a fórmula E: d/D, temos:
E: 6,9/34500 → E: 1:5000
Sabendo que a distância total a ser percorrida no mapa é 14,1cm, utilizando novamente
a fórmula temos:
1/5000=14,1cm/D
D= 5000 x 14,1
D= 70 500cm → D= 705m
e) A projeção de Mercator é desenvolvida em um cilindro, sendo
mantida a propriedade forma; essa projeção mostra uma visão
de mundo eurocêntrica.
2. (Unicamp-2013) Escala, em cartografia, é a relação matemática entre
Resposta: E
a) Incorreta, pois, na projeção de Peters, o espaçamento entre os
paralelos diminui da linha do equador para os polos, enquanto
o espaçamento entre os meridianos aumenta a partir do meridiano central.
b) Incorreta, pois, na projeção de Mercator, o espaçamento entre os
paralelos aumenta da linha do equador para os polos, enquanto
o espaçamento entre os meridianos diminui a partir do meridiano central.
638
as dimensões reais do objeto e a sua representação no mapa. Assim,
em um mapa de escala 1:50.000, uma cidade que tem 4,5 km de
extensão entre seus extremos será representada com
a) a) 9 cm.
c) c) 225 mm.
b) b) 90 cm.

d) d) 11 mm.
Anotações:
Sabendo que D=4,5 Km e que E=1/50000, aplicando a fórmula E: d/D, temos,
1/5000 = d/4,5
d = 4,5/50000
d = 0,00009 km → d = 9 cm
PVE17_1_GEO_A_01

b) 705m e a escala utilizada é de 1:5000.
GEOGRAFIA A
52199_MIOLO_PVE17_1_GEO_LP.indb 638
21/09/2016 09:01:26
3. (Unicentro-2015) Observe a figura a seguir.
( ) O relevo representado por essas curvas de nível é uma depressão
com 250m de profundidade.
( ) A área representada nesse desenho pode ser considerada um
divisor de águas.
( ) A direção do traço de A para B, neste desenho, é nordeste-sudoeste.
O correto preenchimento dos parentese, de cima para baixo, é
a) V, V, F, F, F.
b) V, V, F, V, F.
c) V, F, V, F, F.
d) F, V, F, V, V.
e) F, F, V, V, V.

A terceira e a última alternativas estão incorretas, pois não se trata de uma depressão, já que
as cotas aumentam da borda externa para o centro, indicando uma elevação do terreno; e
a direção do traçado é noroeste-sudeste.
(Disponível em: <http://geografianovest.blogspot.com.br/2012/01.html>. Acesso
em: 27 jun. 2014.)
Com base nos conhecimentos sobre representação e cartografia
geográfica, é correto afirmar que a figura representa um tipo
a) de cartograma, representado pela projeção de Mercator, em
que as superfícies dos países são projetadas respeitando-se as
suas dimensões territoriais, o que facilita a análise comparativa
entre os diversos países do globo.
1. (UECE-2014) No que diz respeito às questões de natureza geocarto-
gráfica, assinale a afirmação incorreta.
a) Todos os globos e mapas representam as características da
superfície da Terra, em um tamanho muito menor do que possuem na realidade.
b) de mapa político, com informações do mapa físico, representando a maneira como o mundo está dividido: países com suas
fronteiras e limites histórico-culturais e físico-naturais.
b) A latitude de um lugar é a linha medida em graus entre esse
lugar e o equador.
c) de mapa político, cujas distorções resultam do processo de transposição da representação do globo terrestre para o planisfério,
com a distribuição dos países pelos continentes e ilhas.
d) de mapa temático, sobre uma base física ou política, com informações relativas a diferentes temas, como população, extensão
territorial, industrialização, divisão política, geopolítica, aspectos
físico-naturais, entre outros.
e) especial de mapa temático, denominado anamorfose geográfica,
que representa as superfícies dos países em áreas proporcionais
ao fenômeno representado, permitindo uma rápida comparação
visual dos países.

Anotações:
c) Os meridianos têm sua máxima separação no equador e convergem para um ponto em cada polo.
d) Plantas urbanas devem sempre ser organizadas em escalas
muito pequenas como, por exemplo, 1:500.000.
2. (Unicentro-2015) O mapa é uma representação reduzida de uma
determinada superfície, sendo que a relação de proporcionalidade
com o espaço representado se dá graças ao uso da escala cartográfica. Considerando um mapa cuja escala numérica é de 1:500.000
(1 por 500.000), assinale a alternativa correta.
a) A superfície sofreu uma redução de 500 km para ser representada no mapa.
Anotações:
Trata-se de um mapa temático onde é possível realizar uma análise comparativa entre a
forma e o critério que se está considerando (PIB, mortalidade, população, etc)
b) Cada cm no mapa equivale a 500 km na superfície representada.
c) Aada 5 km, no espaço real, é representado em um intervalo de
10 cm no mapa.
4. (PUCRS-2014) Responda à questão com base no desenho, que
d) O mapa é 500.000 vezes menor que o tamanho real da superfície
que ele representa.
representa uma área de relevo em curvas de nível, preenchendo os
parênteses com V (verdadeiro) ou F (falso).
e) A realidade será de 150 km, se a distância entre dois pontos é
de 3 cm.
PVE17_1_GEO_A_01
3.
( ) Os mapas topográficos utilizam curvas de nível, também chamadas de isoípsas, para representar diferentes altitudes.
( ) As curvas de nível da vertente do lado A do traço indicam um
relevo mais íngreme do que as curvas de nível do lado B do traço.
C2:H6 (Enem-2015)
(QUEIROZ FILHO, A. P.; BIASI, M. Técnicas de cartografia. In:
VENTURI, L. A. B. (Org.). Geografia: práticas de campo, laboratório
e sala de aula. São Paulo: Sarandi, 2011. Adaptado)
GEOGRAFIA A
52199_MIOLO_PVE17_1_GEO_LP.indb 639
639
21/09/2016 09:01:28
As figuras representam a distância real (D) entre duas residências
e a distância proporcional (d) em uma representação cartográfica,
as quais permitem estabelecer relações espaciais entre o mapa e o
terreno. Para a ilustração apresentada, a escala numérica correta é:
a) 1/50
d) 1/80 000
b) 1/5000
e) 1/80 000 000
c) 1/50 000
4.
C2:H6 (Enem-2015)
b) As projeções planas têm somente um dos hemisférios cartografados, sendo ideal para mapear as zonas temperadas por
apresentarem menor distorção e, por essa razão, sua utilização
é restrita no Brasil.
c) As projeções cilíndricas são também denominadas de tangenciais, azimutais ou polares. Essas projeções possuem aplicabilidade restrita a especialistas e técnicos aeroviários e navais,
sendo comuns as derivações desse tipo de projeção nas telas
de radares e demais instrumentos de localização.
d) As projeções conformes possuem o centro do mapa em qualquer parte do Planeta; permitem determinar rotas e rumos com
maior precisão.
e) A projeção a ser escolhida depende do que se pretende projetar,
como a forma dos objetos cartografados ou a distância entre as
localidades a serem percorridas, ou ainda, a área específica dos
pontos a serem representados.
7. C2:H6 (Unesp-2015) Analise as diferentes projeções cartográficas.
(DUARTE, P. A. Fundamentos de cartografia. Florianópolis: UFSC, 2002.)
As diferentes representações cartográficas trazem consigo as
ideologias de uma época. A representação destacada se insere no
contexto das Cruzadas por
a) revelar aspectos da estrutura demográfica de um povo.
b) sinalizar a disseminação global de mitos e preceitos políticos.
c) utilizar técnicas para demonstrar a centralidade de algumas
regiões.
d) mostrar o território para melhor administração dos recursos
naturais.
e) refletir a dinâmica sociocultural associada à visão de mundo
eurocêntrica.
5. C2:H6 (UCPel-2016) Os mapas são representações reduzidas do
espaço geográfico. Existe uma correspondência exata entre o tamanho real de uma área da superfície terrestre e a sua representação
cartográfica, essa correspondência é dada pela escala. Sobre a escala,
em cartografia, é correto afirmar que
a) os mapas em pequenas escalas são ricos em detalhes e permitem
analisar melhor pequenas áreas do espaço.
b) os mapas que têm uma escala maior permitem observar menos
informações sobre determinada porção do espaço representado.
c) os mapas confeccionados em uma escala menor permitem a observação de imensas áreas, como continentes, países e estados.
d) os mapas representados em escala maior permitem uma visualização de uma área maior do espaço.
e) a escala 1:5.000 é menor do que a escala 1:500.000.
sentação do Planeta, em função de seu formato tridimensional,
sua utilização nem sempre é possível. Os mapas são outra forma
de representação, plana, de toda ou parte da superfície da Terra.
Sempre haverá distorções na representação plana do geoide, que
é a forma da Terra. A cartografia é a ciência que, entre outros temas,
desenvolveu técnicas para minimizar as distorções na representação
da Terra. Leia as sentenças a seguir, quanto às projeções cartográficas,
e assinale a alternativa correta.
a) As distorções nas projeções cônicas se acentuam quanto
maior a latitude, tendo sua menor deformidade próxima à
linha do Equador.
640
PVE17_1_GEO_A_01
6. C2:H6 (UCS-2015) Apesar de o globo terrestre ser a melhor repre-
GEOGRAFIA A
52199_MIOLO_PVE17_1_GEO_LP.indb 640
21/09/2016 09:01:29
Apesar de ser um país mais extenso do que o Brasil, a China possui
apenas um horário oficial para todo o território nacional. Caso os
chineses adotassem o sistema internacional baseado no horário de
Greenwich, o número aproximado de fusos horários que haveria
no país seria de:
a) 2
1. (UFRGS-2013) Como consequência dos movimentos de rotação e
translação, realizados pelo planeta Terra, ha uma variação na incidência dos raios solares sobre a superfície terrestre, no decorrer do ano.
A esse respeito, considere as seguintes afirmações:
I. Os raios solares atingem a superfície da Terra durante o dia e, à
noite, a superfície se resfria;
II. A incidência de radiação solar diminui em direção às regiões
de alta latitude;
b) 4
c) 6
d) 8

III. A incidência da radiação solar, nas regiões localizadas em zonas
temperadas, varia muito ao longo do ano.
Quais estão corretas?
a) Apenas I.
d) Apenas II e III.
b) Apenas II.
e) I, II e III.
c) Apenas III.

Resposta: E
I. Correta: a rotação da Terra, ou seja, o movimento que ela executa
ao redor de seu próprio eixo imaginário, expõe alternadamente
parte da superfície do planeta ao Sol, resultando na sucessão de
dias e noites, ou períodos de insolação ou resfriamento.
II. Correta: Quanto maior a latitude, ou seja, quanto mais próximo
aos polos, menos intensa é a insolação.
III. Correta: as zonas temperadas, regiões situadas entre as latitudes
23°S e 66°S, e 23°N e 66°N, recebem maior radiação nos meses de
verão e menor nos meses de inverno.
1. (UCPel-2014) A impressão que temos em nossa vida cotidiana é de
que o planeta Terra está parado. Entretanto, a Terra realiza diversos
movimentos no espaço. Os movimentos que mais afetam a vida na
Terra são os de rotação e o de translação. Sobre os movimentos da
Terra no espaço, é correto afirmar que
a) os hemisférios norte e sul da Terra são igualmente iluminados
em duas ocasiões durante o ano, quando ocorrem os solstícios.
2. (UFG-2012) Os movimentos do planeta Terra são explicados pela
força de atração que o Sol exerce sobre os astros que orbitam à sua
volta. Dois desses movimentos, combinados com a inclinação do
eixo da Terra, exercem, cotidianamente, influência sobre a vida no
planeta. Com base nesta afirmação, descreva os dois movimentos
executados pela terra em relação ao Sol, que exercem influência
direta sobre a vida na Terra e explicite uma dessas influências.

Resposta:
Movimentos: Rotação, que é o movimento realizado pela Terra em torno
de seu eixo, com duração de 24 horas; e translação, que é o movimento
realizado pela Terra em torno do Sol, com duração de um ano.
Influências:
O movimento de rotação resulta:
– na sucessão de dias e noites ou
– no sistema de circulação atmosférica ou
– no sistema de circulação oceânica.
O movimento de translação resulta:
– no ciclo anual ou
– na sucessão das estações do ano ou
– na variação da duração do dia e da noite, ao longo do ano, de acordo
com a latitude do lugar ou
– na variação das temperaturas ao longo do ano de acordo com a
latitude do lugar ou
– na ocorrência de estações do ano bem definidas nas regiões temperadas e subtropicais da Terra.
Resposta: B
O sistema internacional de fusos horários está fundamentado nos meridianos, linhas imaginárias que vão de um polo terrestre ao outro e que
são utilizadas para determinar a coordenada geográfica denominada
de longitude. Como a esfera terrestre pode ser dividida em 360º pelo
sistema das longitudes, convencionou-se que cada 15º corresponde a
um fuso horário, resultado da divisão dos 360º pelo número arbitrado
de horas para o dia (24h).
Como os dados da tabela indicam que a diferença de longitude entre
o extremo leste e o extremo oeste do território chinês é de 60º30’, resulta que o país disporia de 4 fusos horários, caso adotasse o sistema
internacional.
b) vemos primeiro o Sol a leste, porque o movimento de translação
ocorre de oeste para leste.
c) as horas e o fusos horários decorrem do movimento de rotação
da Terra.
d) os equinócios marcam o início do inverno e do verão.
e) a inclinação do eixo da Terra, de 23° 27’ em relação ao plano de
sua órbita ao redor do Sol, apresenta, como principal consequência, a sucessão dos dias e das noites.

Anotações:
a) Incorreta: Os hemisférios norte e sul da Terra são iluminados igualmente quando ocorrem os equinócios e não solstícios.
b) Incorreta: trata-se do movimento de rotação e não do de translação.
c) Correta: O movimento de rotação da Terra acaba estabelecendo diferenças de horários
entre os pontos longitudinais do planeta e existência dos dias e das noites.
d) Incorreta: os equinócios estabelecem marcam o início da primavera e do outono.
e) Incorreta: A inclinação do eixo terrestre determina as estações do ano e não a existência
dos dias e das noites.
3. (UERJ-2014)
Superfície territorial
9.600.000 km²
Longitude do ponto extremo oeste do território
74° leste
Longitude do ponto extremo leste do território
134°30’ leste
PVE17_1_GEO_A_02
República Popular da China (2013)
Fonte: IBGE
650
GEOGRAFIA A
52199_MIOLO_PVE17_1_GEO_LP.indb 650
21/09/2016 09:01:52
2. (UEG-2011) Sobre os movimentos do planeta Terra, é correto afirmar:
4. (PUC-Rio-2015)
a) equinócio corresponde ao momento em que os raios solares
encontram-se perpendicularmente à Linha do Equador, fazendo com que o dia e a noite apresentem a mesma duração nos
hemisfério sul e norte.
b) afélio refere-se ao momento em que a Terra encontra-se mais
próxima do Sol, enquanto o periélio corresponde ao momento
em que a Terra está mais afastada do Sol.
c) ao período em que os dias são mais curtos e frios no hemisfério
sul, e mais longos e quentes no hemisfério norte, denomina-se
de solstício de verão para o hemisfério sul.
d) solstício é o momento em que o planeta se encontra menos
inclinado em seu eixo de rotação, em relação ao Sol.

Anotações:
No equinócio os hemisférios da Terra se encontram igualmente iluminados, pois o eixo
(Disponível em: <www.russobras.com.br/mapas/mapa_horas.php.
Acesso em: 08 jul. 2014. Adaptado.)
terrestre forma um ângulo de 90° em relação a uma linha imaginária que passa ao centro
Sabendo-se que a Federação da Rússia tem nove fusos horários,
e que cada faixa apresentada no cartograma corresponde a uma
hora de diferença para a outra subsequente (para Leste ou Oeste),
é correto afirmar que, em relação às cidades russas apresentadas,
quando forem:
a) 11 horas em Moscou, serão 09 horas em Omsk e 07 horas em
Irkutsk.
do Sol.
3. (UFSJ-2013) Observe o gráfico abaixo.
b) 23 horas em Magadan, serão 22 horas em Vladvostok e 16 horas
em Moscou.
c) 15 horas em Kaliningrado, serão 16 horas em Moscou e 20 horas
em Vladvostok.
d) 20 horas em Krasnoyarsk, serão 21 horas em Omsk e 22 horas
em Ecaterimburgo.
e) 06 horas em Ecaterimburgo, serão 04 horas em Kaliningrado e
02 horas em Yakutsk.

Anotações:
Com nove fusos, a Rússia é o país mais longitudinal do mundo. Pelo padrão fuso-hora, a
cada um deles, de Oeste para Leste, deve ser somada uma hora. Assim sendo, quando no
Assinale a alternativa correta, com base nas coordenadas geográficas
e nos fusos horários representados.
a) A cidade B, localizada ao norte da cidade C, está a oeste da
cidade A.
fuso de Moscou são 16h, são também 22h em Vladvostok e 23h em Magadan
b) Um avião saiu às 9h da cidade C. Ele voou durante 5 horas até a
cidade A. Quando chegou à cidade A, eram 14h no horário local.
c) A cidade C está situada a sudoeste da cidade A e a sul da cidade B.
d) Um avião saiu às 4h da cidade A. Ele voou durante 4 horas até a
cidade B. Quando chegou à cidade B, eram 13h no horário local.

Anotações:
Quando o avião decolou da cidade A, na cidade B eram 9 horas, passadas 4 horas de vôo, ao
chegar na cidade B já eram 13 horas (9hr + 4hrs)
1.
C6:H27 (Enem-2014) Quando é meio-dia nos Estados
Unidos, o Sol, todo mundo sabe, está se deitando na
França. Bastaria ir à França num minuto para assistir ao
pôr do sol.
(SAINT-EXUPÉRY. A. O Pequeno Príncipe. Rio de Janeiro: Agir, 1996.)
PVE17_1_GEO_A_02
A diferença espacial citada é causada por qual característica física
da Terra?
a) Achatamento de suas regiões polares.
b) Movimento em torno de seu próprio eixo.
c) Arredondamento de sua forma geométrica.
d) Variação periódica de sua distância do Sol.
e) Inclinação em relação ao seu plano de órbita.
GEOGRAFIA A
52199_MIOLO_PVE17_1_GEO_LP.indb 651
651
21/09/2016 09:01:54
a) Trata-se de uma ilustração preliminar à teoria da deriva continental, notoriamente defendida ainda no século XIX pelo geógrafo
mencionado, mas também pelo alemão Alfred Wegener, já no
século XX.

Anotações:
Trata-se de uma região onde o tipo de limite entre as placas é o convergente, ou seja, há
colisão entre placas. A Cordilheira dos Andes é resultado desse processo; é um exemplo de
dobramento moderno, formado pelo choque entre as placas de Nazca e a Sul-Americana.
b) Apesar de as discussões sobre o assunto serem bem antigas, somente no século XX os pesquisadores concluíram que a litosfera
terrestre é composta por vários pedaços, tanto nos continentes
quanto no leito dos oceanos, e que esses pedaços poderiam ser
chamados de “placas tectônicas”.
c) Na analise das placas tectônicas constata-se que o seu deslocamento continua a ocorrer até os dias atuais, fato este retratado
nos inúmeros terremotos, de diferentes magnitudes, que ocorrem diariamente no planeta.
d) O esboço que o geógrafo construiu visava explicar as mudanças marítimas e o impacto das correntes oceânicas no clima
continental.
3. (UFRR-2011) As rochas, assim como outros componentes do meio natural, são classificadas por meio de critérios específicos, permitindo
agrupá-las segundo características semelhantes. Uma das principais
classificações é a genética, em que as rochas são agrupadas de acordo com o seu modo de formação na natureza. Sob este aspecto, as
rochas se dividem em três grandes grupos:
a) Calcárias, basálticas e graníticas;
e) Na perspectiva da teoria da deriva continental, a ideia defendida
é a de que, outrora, os continentes já estiveram interligados num
supercontinente chamado Pangeia.

Resposta: D
Antonio Snider-Pellegrini elaborou estes dois desenhos em 1858. Ele
acreditava que o continente Americano e o Africano poderiam, em
um momento do passado, estar encaixados, como mostra a primeira
imagem. Baseava sua teoria no formato da costa dos dois continentes
e em fósseis que foram encontrados em ambos.
b) Crostáticas, continentais e oceânicas;
c) Areníticas, vulcânicas e radioativas;
d) Ígneas, sedimentares e metamórficas;
e) Neolíticas, terciárias e quaternárias.

1. (UPE-2014) As lavas mais antigas estão justamente nas ilhas mais
afastadas da Cadeia Médio-Atlântica; por outro lado, as mais jovens
são encontradas nas ilhas adjacentes à referida Cadeia. Esta ocupa
posição mediana no Atlântico, acompanhando paralelamente as
sinuosidades da costa da África e da América do Sul. Portanto, o
assoalho submarino está em processo de expansão.
Esses dados mencionados apoiam a ideia de um importante modelo
teórico empregado pela Geografia Física e pela Geologia. Qual
alternativa contém esse modelo?
a) Uniformitarismo das cadeias oceânicas.
b) Teoria da Tectônica Global.
Anotações:
A classificação genética leva em consideração a gênese das rochas. Segundo essa classificação, as rochas foram agrupadas em ígneas, sedimentares e metamórficas.
4. (Unicamp-2016) A imagem abaixo apresenta um gráben, formado
a partir do abatimento de um bloco da crosta ao longo de falhas
normais.
Serra da Mantiqueira
c) Modelo da Litosfera Quebradiça.
d) Teoria do Quietismo Crustal.
Serra do Mar
Rio Paraíba do Sul
e) Migração dos Polos Geográficos.

Anotações:
Segundo esta teoria, existe, no fundo oceânico, principalmente junto às dorsais, um constante processo de formação de magma, que posteriormente é resfriado, gerando as placas.
Sendimentos Cenozoicos
Rochas do embasamento Pré-Cambriano
Falhas normais
fenômenos como a formação das cadeias montanhosas e das fossas submarinas foram melhor compreendidos. Com isso, sabe-se
que a Cordilheira dos Andes se encontra em uma região da crosta
terrestre que
a) apresenta uma área de colisão de placas tectônicas.
b) forma margem continental do tipo passiva.
c) se situa em uma área de expansão do assoalho oceânico.
d) apresenta uma área falhada pela formação de uma dorsal
oceânica.
e) coincide com limites divergentes de placas.
662
a) Quais são os processos que geram abatimentos da crosta associados às falhas normais? Por que nessas áreas formam-se
bacias sedimentares?
Os recursos minerais que se formam junto com a evolução das bacias sedimentares
são essencialmente o petróleo, gás natural, carvão mineral, sal gema, calcário, areia
e argila.
PVE17_1_GEO_A_03
2. (UFRGS) Como desenvolvimento da Teoria da Tectônica de Placas,
GEOGRAFIA A
52199_MIOLO_PVE17_1_GEO_LP.indb 662
21/09/2016 09:02:24
b) Indique dois recursos minerais que se formam junto com a
evolução de bacias sedimentares.
No croqui, a camada identificada com o número 2 corresponde
_________ do planeta.
a) à crosta
As falhas normais são muito comuns nas áreas de rift, ou seja, áreas onde a movimentação das placas tectônicas se faz de forma divergente (margens distensivas). Nestas
áreas, o afastamento das placas forma zonas abatidas, delimitadas por planos de falhas
normais. Estas áreas rebaixadas criam espaço para a acomodação de sedimentos, formando as bacias sedimentares.
b) à litosfera
c) à astenosfera
d) ao manto
e) ao núcleo
4. (FGV-SP-2012) Observe a imagem da Falha de Santo André, na
Califórnia (EUA).
1. (UECE-2014) A camada sólida da Terra é uma camada relativamente
rígida e que tem espessura variada. Esta camada é denominada de
a) troposfera.
b) magma.
c) hidrosfera.
d) litosfera.
2. (UNITAU-2014) Placas tectônicas são gigantescos blocos que com-
põem a camada sólida externa do planeta e que estão suspensas
pelo magma incandescente do interior da Terra. Existem 10 placas
tectônicas na crosta terrestre que provocam dobramentos e falhas.
São exemplos desses dobramentos e falhas, respectivamente:
a) terremotos e cordilheiras montanhosas.
b) cordilheira montanhosas e terremotos.
c) terremotos e tsunamis.
d) terremotos e erupções vulcânicas.
(http://static.infoescola.com/wp-content/
uploads/2010/04/falha-de-san-andreas.jpg)
e) cordilheiras montanhosas e erupções vulcânicas.
3. (PUCRS-2014) Para responder à questão, analise o corte esquemático
A importante Falha de Santo André está relacionada
a) ao deslizamento horizontal entre as placas do Pacífico e Norte-Americana.
(croqui) a seguir, que mostra as camadas internas da Terra.
b) ao rebaixamento da placa de Nazca em relação à placa do
Pacífico.
c) à meteorização da plataforma continental do litoral Pacífico.
d) à corrosão das rochas que formam o substrato cristalino californiano.
e) ao ravinamento das rochas resultante da semiaridez do oeste
californiano.
PVE17_1_GEO_A_03
5.
(Enem- 2010)
(TEIXEIRA, W. et. al. (Orgs.) Decifrando a Terra. São Paulo:Companhia Editora
Nacional, 2009. Adaptado.)
GEOGRAFIA A
52199_MIOLO_PVE17_1_GEO_LP.indb 663
663
21/09/2016 09:02:26

Anotações:
Por meio do poema podemos identificar processos exógenos que modelam o relevo terrestre, o pluvial (intemperismo químico) e o eólico (intemperismo físico)
1. (UFP-2014) A dinâmica interna e a externa da Terra provocam mo-
dificações no relevo terrestre. São considerados, respectivamente,
agentes modeladores internos (endógenos) e externos (exógenos)
da Terra:
a) Erosão e intemperismo.
b) Águas correntes e vulcanismo.
c) Geleiras e vento.
3. (PUCPR-2015) Analise os dados da tabela abaixo.
Terremotos mais letais do século XXI
d) Vulcanismo e tectonismo.
e) Tectonismo e intemperismo.

Anotações:
Ano
Local
Mortos
Tectonismo: trata-se de uma força que ocorre dentro da crosta terrestre, portanto é um
agente interno do relevo (endógeno)
Intemperismo: trata-se de um processo de degradação das rochas e que pode ser de dois
tipos: físico ou químico, portanto é um agente externo (exógeno)
Magnitude (escala
Richter)
2003
Irã
6,3
26.000
2004
Indonésia
9,1
300.000
2005
Paquistão/
Índia
8,6
73.000
2008
China
7,8
87.000
2010
Haiti
7
230.000
2011
Japão
9
25.000
2. (UFG-2013) Leia o poema a seguir.
A PEDRA
O vento vinha e ficava brincando com a pedra.
Depois o vento ia embora.
Vinha a chuva e ficava brincando com a pedra.
Era como um dilúvio.
(Fonte: Adaptado da Folha de S. Paulo. Disponível em: <www1.folha.uol.com.br/
mundo/2015/04/1621358-numero-de-mortos-no-nepal-passa-de-2000-paísesenviam-ajuda.shtml>. Acesso em: 13 mai. 2015.)
Depois a chuva ia embora.
Vinha o sol. Uma rosa vermelha.
Cobria a pedra com o seu manto dourado.
Assinale a alternativa que correlaciona corretamente o fenômeno
natural identificado na tabela com suas consequências para as
sociedades humanas.
a) Consequência dos movimentos tectônicos, os terremotos geram
vítimas em número proporcional a sua magnitude.
Cobria a pedra de carinho e dor.
Em seu âmago, como se um abismo estrelado,
a pedra perdia-se em quietude e delírio.
Passavam-se os dias e os anos.
b) Os países que compõem a tabela estão no chamado Círculo de
Fogo do Pacífico, área que apresenta grande atividade sísmica
e nações subdesenvolvidas.
A pedra vinha perdendo todo o seu brilho.
A pedra vinha ficando verde.
O seu ardente sonho de voar era ruína.
c) Os terremotos resultam de forças internas incontroláveis, capazes de gerar enormes prejuízos sociais e econômicos, sobretudo
em países com estruturas precárias.
Depois a pedra não sonhava mais.
A pedra ficava sozinha.
d) Muito frequentes em áreas de contato entre as placas tectônicas, o impacto socioeconômico dos terremotos restringe-se
ao epicentro.
(GARCIA, José Godoy. Poesias. Brasília: Thessaurus, 1999. p. 49.)
No texto, o autor faz uma descrição poética de um processo natural,
diretamente relacionado à alteração das rochas na superfície terrestre. Interpretando-se os versos em sua sequência, evidencia-se
a referência
a) à erosão de origem eólica; à erosão de origem pluvial; ao intemperismo físico; e ao intemperismo quí- mico-biológico.
b) ao intemperismo químico de origem pluvial; ao intemperismo
físico; à erosão de origem eólica; e ao intemperismo químico-biológico.
PVE17_1_GEO_A_04
c) ao intemperismo físico; ao intemperismo químico-biológico; ao
intemperismo físico; e à erosão de origem pluvial.
e) O elevado número de mortes, visualizado na tabela, revela o
baixo interesse científico no estudo dos fenômenos naturais por
parte das nações mais afetadas por terremotos.

Anotações:
Os terremotos são provocados pela movimentação que ocorre no interior da crosta terrestre e que causam violentos tremores de terra. Ao observamos a tabela, podemos notar
que os países com maior número de mortos são aqueles que possuem estruturas precárias,
como Haiti e Indonésia.
d) ao intemperismo químico-biológico; à erosão de origem eólica;
à erosão de origem pluvial; ao intemperismo físico.
e) à erosão de origem pluvial; ao intemperismo químicobiológico;
à erosão de origem eólica; e ao intemperismo físico.
GEOGRAFIA A
52199_MIOLO_PVE17_1_GEO_LP.indb 675
675
21/09/2016 09:03:01
4. (UFPE-2014) Examine a figura a seguir.
A
Rio
B
C
2. (UECE-2014) Com referência às ações erosivas na superfície da Terra,
assinale a afirmação correta.
a) As ações erosivas pluviais são mais eficazes, em função da alta
densidade da cobertura vegetal e da existência de relevos com
baixas declividades.
D
E
F
b) Nos climas secos ou semiáridos, há ação predominante do intemperismo químico que decompõe os minerais constituintes
das rochas.
c) Nos climas úmidos, a evolução da superfície terrestre decorre
da primazia do intemperismo físico e do baixo entalhe dos vales
pela rede de drenagem.
d) Nas ações fluviais, quanto maiores forem o volume da água e
a velocidade do escoamento, maior será a capacidade dos rios
de escavar os seus vales.
3. (UEG-2014) A Terra é um sistema vivo, com sua dinâmica evolutiva
A figura nos permite concluir corretamente que:
0-0) a paisagem representada mostra fortes indícios estruturais da
ocorrência pretérita de um fenômeno que é denominado, em
Geografia Física, de tectonismo quebrantável.
1-1) a seta A está indicando o limite hipotético de uma linha de
costa que não sofreu a interferência tectônica recente.
2-2) a seta E aponta para uma ampla falha geológica que corta a
paisagem geomorfológica representada.
3-3) as setas B e C indicam contatos litológicos diversos e linhas de
falha na paisagem representada.
4-4) a partir da observação das morfoesculturas exibidas no
desenho, deduz-se que a paisagem não possui indicadores
da luta de contrários entre fatores estruturais e exógenos do
relevo terrestre.

Anotações:
Resposta: V, F, V, V, F.
0-0) VERDADEIRA. A área representada mostra-se extensivamente falhada, fato que indica a ação do tectonismo quebrantável.
1-1) FALSA. Não há, no esboço, indicador de mar ou oceano. A seta A está indicando
uma falha geológica.
2-2) VERDADEIRA. A seta E está indicando uma falha transversal às demais falhas
existentes.
3-3) VERDADEIRA. As setas B e C estão indicando o contato de corpos litológicos distintos e também falhas geológicas.
4-4) FALSA. A paisagem exibe indícios da luta entre os agentes exógenos e endógenos do
relevo, ou seja, dos processos erosivos e a das ações tectônicas, fundamentalmente.
própria. Montanhas e oceanos nascem, crescem e desaparecem, num
processo dinâmico. Enquanto os vulcões e os processos orogênicos
trazem novas rochas à superfície, os materiais são intemperizados e
mobilizados pela ação dos ventos, das águas e das geleiras. Os rios
mudam seus cursos, e fenômenos climáticos alteram periodicamente
as condições de vida e o balanço entre as espécies.
(CORDANI, Umberto G.; TAIOLI, Fábio. In: TEIXEIRA, Wilson. Decifrando a Terra.
São Paulo: Oficina de Textos, 2001. p. 518.)
A citação comenta a dinâmica interna e externa da Terra. São agentes
dessa dinâmica:
a) as implosões, as secas e as precipitações.
b) o tectonismo, o vulcanismo e as erosões.
c) os movimentos de massas e a vegetação.
d) o aquecimento global e a erosão antrópica.
4. (CEFET-MG-2014)
a
b
(Enem-2012) De repente, sente-se uma vibração que
aumenta rapidamente; lustres balançam, objetos se
movem sozinhos e somos invadidos pela estranha sensação de medo do imprevisto. Segundos parecem horas,
poucos minutos são uma eternidade. Estamos sentindo os efeitos
de um terremoto, um tipo de abalo sísmico.
(ASSAD, L. Os (não tão) imperceptíveis movimentos da Terra. ComCiência:
Revista Eletrônica de Jornalismo Científico, n. 117, abr. 2010. Disponível em:
<http://comciencia.br>. Acesso em: 2 mar. 2012.)
O fenômeno físico descrito no texto afeta intensamente as populações que ocupam espaços próximos às áreas de
a) alívio da tensão geológica.
b) desgaste da erosão superficial.
c) atuação do intemperismo químico.
d) formação de aquíferos profundos.
e) acúmulo de depósitos sedimentares.
676
epicentro
c
ruptura
hipocentro
ou foco
(TEIXEIRA et al. Decifrando a Terra. São Paulo: Oficina de Textos, 2000.)
Sobre a dinâmica geológica apresentada, é correto afirmar que se
a) observa a geração de um sismo por liberação de esforços em
uma ruptura.
b) evidenciam áreas de subducção com mergulho de uma camada
sobre a outra.
c) percebem camadas que se comprimem e acumulam energia
no núcleo terrestre.
PVE17_1_GEO_A_04
1.
GEOGRAFIA A
52199_MIOLO_PVE17_1_GEO_LP.indb 676
21/09/2016 09:03:03
3. (UFPR-2014) Considere as seguintes afirmativas sobre a sociedade
e a economia açucareiras entre os séculos XVI e XVII do período
colonial brasileiro:
1. O período de produção açucareiro pode ser compreendido
em seus aspectos econômicos como a primeira iniciativa de
colonização do Brasil, em que o açúcar era o principal produto
no comércio com a metrópole.
2. Entre 1630 e 1654, os espanhóis controlaram as fontes brasileiras
de produção de açúcar em Pernambuco com o apoio dos indígenas e dos escravos, que podiam viver sob uma administração
política mais tolerante aos seus costumes religiosos.
3. O declínio da economia açucareira ocorreu após a expulsão dos
holandeses, que investiram na produção de açúcar nas Antilhas.
Getúlio Vargas examinando o protótipo de um carro brasileiro produzido pela
Fábrica Nacional de Motores, em 1951. (carroantigo.com)
Os governos de Getúlio Vargas e de Juscelino Kubitschek foram momentos marcantes da história econômica brasileira, especialmente
no que se refere ao desenvolvimento industrial do país.
Uma semelhança entre o processo de industrialização brasileiro
verificado no governo de Vargas e no de JK está apontada em:
a) expansão do mercado interno
b) flexibilização do monetarismo
c) regulação da política ambiental
b) Somente as afirmativas 1, 3 e 4 são verdadeiras.
c) Somente as afirmativas 2 e 3 são verdadeiras.
d) Somente as afirmativas 3 e 4 são verdadeiras.
e) Somente as afirmativas 2, 3 e 4 são verdadeiras.

d) autonomia do progresso tecnológico

Resposta: A
O governo de Vargas e o de Juscelino Kubitschek foram marcantes
no processo de industrialização brasileiro. Nesses dois períodos, registrou-se grande avanço desse setor, o que alterou significativamente
o perfil socioeconômico do país. Apesar das diferenças, o avanço da
atividade fabril nos dois governos inseriu-se no que foi denominado
posteriormente como processo de industrialização por substituição de
importações. Em outras palavras, tratou-se de substituir os produtos
que anteriormente eram comprados no exterior por produtos produzidos nacionalmente a fim de atender o crescente mercado interno. As
imagens mostram fábricas inauguradas pelos dois presidentes, ambas
destinadas a essa finalidade.
1. (UFG-2013) O Tratado de Madri (1750) pretendeu atender à disputa
de territórios entre Portugal e Espanha, representando também uma
estratégia para melhor administrar os domínios ibéricos na chamada
região das Missões. A tentativa de impô-lo gerou uma guerra que,
ao seu final, terminou por definir o controle sobre as colônias que
ocupavam a região dos Pampas. Esse tratado
a) determinou a troca entre os sete povos das missões, no Uruguai,
e a colônia de Sacramento, no Brasil.
2. (UEPB-2014) São aspectos que marcaram o sistema de capitanias
hereditárias, exceto:
a) o sistema de capitanias hereditárias revelou-se um fracasso.
Alguns donatários nem vieram ao Brasil, e poucas prosperaram
como ocorreu com Pernambuco e São Vicente.
b) redefiniu as fronteiras territoriais na América do Sul, com base
no uti possidetis.
b) o rei regulamentava a doação das capitanias, os privilégios e
deveres de cada donatário por meio da Carta de Doação, editada
junto com o Foral.
d) garantiu a consolidação da chamada “República dos Guaranis”,
sob influência da Igreja Católica.
c) seria montado com recursos públicos e não tinha a preocupação
de garantir a soberania portuguesa sobre o território.
d) o território pertencente a Portugal, de acordo com o Tratado de
Tordesilhas, foi dividido em 15 lotes perpendiculares à costa,
com áreas desiguais.
e) os donatários tinham a responsabilidade de arrecadar os principais tributos destinados à coroa, entre eles 20% sobre os lucros
obtidos com o pau-brasil.

Resposta: B
A afirmativa 2 está incorreta, pois foram os holandeses que controlaram
as fontes de produção de açúcar em Pernambuco através da fundação
da Companhia das Índias Ocidentais.
Resposta: C
A alternativa C está incorreta, pois o sistema de capitanias hereditárias
foi justamente implantado visando a não utilização de recursos da
caroa, visto que Portugal não dispunha de meios financeiros para
tal. Havia interesse em ocupar o território brasileiro para garantir a
soberania da coroa portuguesa.
688
c) permitiu aos jesuítas exercer um domínio que se estendeu por
toda a região do Prata.
e) possibilitou a anexação da região das Missões ao território
argentino e do Chaco ao Uruguai.

Anotações:
O Tratado de Madri (Madrid) tinha como princípio o uti possidetis, que estabelece o direito
de uso da terra para quem de fato a ocupa. Dessa forma os portugueses teriam direito à
posse legal de áreas já ocupadas.
PVE17_1_GEO_B_01

4. O sistema açucareiro caracterizou-se por uma agricultura em
grandes propriedades, comandadas pelo senhor de engenho,
que possuía plenos poderes políticos sobre a estrutura que os
engenhos mobilizavam no campo e nas vilas.
Assinale a alternativa correta.
a) Somente as afirmativas 1, 2 e 3 são verdadeiras.
GEOGRAFIA B
52199_MIOLO_PVE17_1_GEO_LP.indb 688
21/09/2016 09:03:33
2. (UECE-2014) A peculiaridade da pecuária sertaneja no Brasil do
século XVIII esteve ligada principalmente às relações de trabalho
nela estabelecidas. Acerca dessas relações, é correto afirmar-se que
a) predominava o trabalho escravo em larga escala, semelhante ao
sistema aplicado nos grandes engenhos de açúcar.
4. (UFPE-2014) Encontrar ouro e demais metais preciosos constituiu
um dos principais objetivos da coroa portuguesa desde o início da
colonização do Brasil, o que só foi atingido de forma significativa em
fins do século XVII e começos do século XVIII. De fato, a economia
mineradora:
0-0) ao atrair investimentos e possibilidades de grandes lucros,
deslocou o eixo da economia colonial da região Nordeste para
o Centro-Sul e o Centro-Oeste do Brasil.
b) havia predominância do trabalho de afrodescendentes libertos,
mestiços livres, brancos pobres e, em pequena escala, escravos
africanos.
1-1) delineou um novo tipo de sociedade, moldada nas relações
de trabalho livre, sem a presença de escravos no sistema
produtivo.
c) a mão de obra africana e escrava na pecuária era maioria em
relação a outros trabalhadores, mas diferenciava-se pelo fato
de o trabalho ser mais brando.
2-2) dependeu das “monções” para a sobrevivência das populações, sobretudo nas áreas de exploração dos minérios no
Centro-Oeste.
d) nas fazendas de gado, o percentual de livres e escravizados
era em torno de cinquenta por cento para cada categoria, uma
vez que era um trabalho que exigia um grande número de
trabalhadores.

3-3) contribuiu para o enriquecimento da produção artística e
cultural na Colônia, relevando nas artes o chamado Barroco
Mineiro.
Anotações:
4-4) com o declínio de produção em Minas Gerais, e aliada às crises
das finanças portuguesas, desencadeou, em fins do século
XVIII, a chamada Guerra dos Emboabas.
A mão de obra utilizada na pecuária sertaneja do século XVIII era predominantemente
composta por trabalhadores livres de origem branca, negra, indígena ou mestiça, havia
ainda uma pequena parcela de trabalhadores escravizados de origem africana.

3. (UPE-2014) Observe a imagem a seguir:
(Disponível em: http://pt.m.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Engenho_de_
acucar_1816.jpg)
Ela ilustra um engenho de açúcar, típica unidade de produção do
nordeste colonial. Com base na imagem e na realidade histórica por
ela ilustrada, assinale a alternativa correta.
a) Esse engenho movido por força hidráulica é uma realidade
do século XVIII, embora anteriormente fosse utilizada a força
humana ou a força animal para fazê-lo funcionar.
b) A presença exclusiva de mão de obra escrava negra, na imagem,
denota a exclusão dos indígenas como trabalhadores, escravos
ou livres, da indústria açucareira.
c) Engenhos de grande porte, como o da ilustração, só foram introduzidos na América Portuguesa em meados do século XVII,
pelos holandeses que ocupavam a capitania de Pernambuco.
d) A mão de obra utilizada nos engenhos, escrava ou livre, muitas
vezes, era formada por trabalhadores especializados.
PVE17_1_GEO_B_01
e) A mão de obra indígena só foi utilizada, no período colonial,
em regiões como São Paulo e Rio de Janeiro, não se fazendo
presente nos engenhos do nordeste colonial.

Anotações:
A empresa de açúcar envolvia um número diversificado de trabalhadores especializados
como mestres de açúcar, caixeiros, caldeireiros, carpinteiros, entre outros. Os trabalhos nos
engenhos de açúcar exigiam mão de obra especializada, por isso Portugal optou pelo tráfico de escravos.
Anotações:
Resposta V, F, V, V, F.
0-0) Verdadeira. A economia colonial teve no açúcar um dos seus principais produtos.
Constando sempre na pauta das exportações brasileiras e localizando-se no Nordeste
a maioria dos engenhos, suas unidades de produção. A produção de minérios, entretanto, carreou para si uma grande parte dos investimentos e lucros, atraindo também
grandes correntes migratórias.
1-1) Falsa. Embora as relações de trabalho na economia mineradora tenham sido diversificadas, a presença da escravidão também foi marcante nessa região. Sua presença
intensa e constante é assinalada pela historiografia.
2-2) Verdadeira. O deslocamento de um grande contingente populacional para a região
mineradora não encontrou uma correspondente produção de alimentos para atender a demanda, o que implicou a elevação dos preços e a insuficiência de gêneros
de primeira necessidade. Na região Centro-Oeste, a situação foi mais aguda, considerando a maior densidade populacional nas áreas mineradoras, onde as “monções”,
expedições com fins comerciais, foram especialmente importantes. Partindo de São
Paulo, utilizavam-se de canoas, atravessando rios, cachoeiras e enfrentavam os mais
diversos perigos. Levavam cerca de seis meses para chegar a Cuiabá e Mato Grosso.
Essa empreitada demandava altos custos e contribuiu para os elevados preços atingidos pelos alimentos e demais gêneros de primeira necessidade nessa região.
3-3) Verdadeira. Como a historiografia da Arte sempre ressaltou, a economia mineira teve
como desdobramento um estilo barroco peculiar. Apesar de ser originário de uma
concepção europeia, adquiriu características locais dentro do panorama cultural efervescente da época colonial.
4-4) Falsa. A Guerra dos Emboabas não está associada a problemas tributários, mas a
disputas entre paulistas, portugueses e outros contingentes populacionais da
Colônia, pela exploração do ouro na região mineira.
1. C3:H15 (Unesp-2012) No processo de ocupação portuguesa do
atual território do Brasil, as primeiras três décadas que se seguiram
à passagem da armada de Cabral podem ser caracterizadas como
um período em que
a) Portugal não se dedicou regularmente à sua colonização, pois
estava voltado prioritariamente para a busca de riquezas no
Oriente.
b) prevaleceram as atividades extrativistas, que tinham por principal foco a busca e a exploração de ouro nas regiões centrais
da colônia.
c) Portugal estabeleceu rotas regulares de comunicação, interessado na imediata exploração agrícola das férteis terras que a
colônia oferecia.
d) prevaleceram as disputas pela colônia com outros países europeus e sucessivos episódios de invasão holandesa e francesa
no litoral brasileiro.
e) Portugal implantou fortificações ao longo do litoral e empenhou-se em estender seus domínios em direção ao sul, chegando até a região do Prata.
GEOGRAFIA B
52199_MIOLO_PVE17_1_GEO_LP.indb 689
689
21/09/2016 09:03:34
3. (UFRGS-2013) Observe o mapa abaixo.
c) Planalto das Guianas; planície Amazônica; planalto Brasileiro;
planalto Central; planície pantanal; planície Meridional; planícies
Costeiras.
d) Planalto das Guianas; planície Amazônica; planalto Central;
planalto Meridional; planície do Pantanal; planície Atlântica;
planícies Costeiras.
e) Planalto das Guianas; planície Amazônica; planalto Brasileiro;
planície do Pantanal; planalto Atlântico; planalto Central; planície Costeiras.

Anotações:
Aroldo Azevedo elaborou na década de 1940 a primeira proposta de classificação do relevo
brasileiro, utilizando como referência a altimetria do terreno. As áreas com cota altimétrica
abaixo de 200 metros foram consideradas planícies e as com cota altimétrica superior foram
consideradas planaltos.
2. (PUC-Campinas-2013) Considere, no mapa abaixo, a distribuição das
planícies no território brasileiro.
(LEINZ, V.; AMARL, S. E. Geologia geral. São Paulo: Nacional, 2003. p. 284.)
Brasil: Principais planícies
As áreas mais escuras do mapa correspondem aos
a) terrenos de cobertura sedimentar e metamórfica.
b) relevos de estruturas dobradas
c) terrenos vulcânicos e sedimentares
d) relevos de planícies continentais.
e) terrenos cristalinos de Idade Pré-cambriana.

Resposta: C
Como mencionado corretamente na alternativa C, as áreas mais
escuras no mapa correspondem aos terrenos vulcânicos formados
no Mesozoico que cobriram praticamente todo o setor sul do país,
mais precisamente onde encontramos a Bacia do Paraná, e as áreas
sedimentares que foram formadas desde eras antigas (Paleozoica e
Mesozoica) até a era geológica atual (Cenozoica).
(Adaptado de http://bibocaambiental.blogspot.com.br/2011/07/geografia-dobrasil-resumao.html)
1. (UFF) Considere as formas clássicas de relevo representadas no mapa:
Sobre as planícies destacadas no mapa, é correto afirmar que a
indicada com o número
a) 2 foi originada por movimentos tectônicos que aprisionaram o
rio Araguaia, formando uma planície deprimida entre elevados
planaltos cristalinos que impedem que a área seja inundada
pelos afluentes da margem direita do Amazonas.
1
2
3
4
b) 1 é uma das mais extensas do mundo, apesar de sofrer frequentes e intensos processos erosivos devido às violentas cheias provocadas pelo encontro do rio Amazonas com o mar, fenômeno
denominado Pororoca.
5
6
7
c) 3 corresponde a uma grande porção de terras resultantes do
processo de sedimentação realizado pelo rio Paraguai e seus
afluentes, responsáveis por extensas áreas inundadas durante
parte do ano.
d) 4 é formada, basicamente, por depósitos de corais que formam
grandes barreiras de proteção dos avanços das águas do mar
que ameaçam os planaltos localizados no interior.
(Fonte: AZEVEDO, Aroldo de. Brasil: A Terra e Homem. EDUSP, SP, 1970.)
b) Planalto das Guianas; planície Amazônica; planalto Central;
planície do Pantanal; planalto Atlântico; planalto Meridional;
planícies Costeiras.
700
e) 5 mantém-se pouco elevada porque sofre a influência dos
volumosos rios que nascem na região da Campanha Gaúcha e
atingem o litoral com grande capacidade de erosão.

Anotações:
Trata-se da Planície do Pantanal, que é drenada pelos rios da Bacia do Paraguai. Devido ao
clima tropical da região, no verão ocorre inundação e no inverno ocorre a seca.
PVE17_1_GEO_B_02
Neste mapa estão indicadas por 1, 2, 3, 4, 5, 6 e 7 as áreas denominadas, respectivamente:
a) Planalto das Guianas; planície Amazônica; planalto Central;
planície Meridional; planalto Atlântico; terras baixas de planície;
planícies Costeiras.
GEOGRAFIA B
52199_MIOLO_PVE17_1_GEO_LP.indb 700
21/09/2016 09:04:00
3. (PUCPR-2014) Acerca da estrutura geológica brasileira, marque a
alternativa correta.
a) Basicamente, encontram-se presentes no Brasil apenas desdobramentos modernos.
b) A área ocupada por escudos cristalinos, formados em épocas
muito recentes, perfaz cerca de 90% do território brasileiro.
c) As bacias sedimentares, de formação antiga, encontram-se nas
áreas elevadas de grandes maciços geológicos brasileiros.
d) Dos tipos de estrutura geológica distinguíveis na crosta terrestre, encontramos no Brasil apenas escudos cristalinos, bacias
sedimentares e dobramentos antigos.
e) Os chamados maciços antigos, inexistentes no território brasileiro, são ricos em rochas de tipo sedimentar e impassíveis à erosão.

3. (Mackenzie-2013) “É a desintegração das rochas da crosta terrestre
pela atuação de processos inteiramente mecânicos. É o processo
predominante em regiões áridas, de precipitação anual muito baixa,
tais como desertos e zonas glaciais. Nestas regiões de condições
climáticas extremas a desagregação das rochas é controlada por
variações bruscas de temperatura, insolação, alívio de pressão,
crescimento de cristais, congelamento, etc.”
http://www.ebah.com.br/
A definição acima corresponde
a) ao Intemperismo Físico, no Brasil, sua ação é predominante no
Sertão Nordestino.
b) ao Intemperismo Químico, muito comum na Amazônia.
Anotações:
c) ao Intemperismo Físico, típico de ambientes, como os Mares de
Morros Florestados.
Quanto às estruturas geológicas, encontramos no Brasil as bacias sedimentares, os escudos
cristalinos e dobramentos antigos.
d) à Laterização, processo químico, típico da Região Centro-Oeste
do Brasil.
e) ao Intemperismo Químico, muito comum no norte do Canadá,
norte da Rússia e Centro da África.
4. (UEL-2015) Leia o texto a seguir.
1. (Unimontes-2013) Para a atual proposta de identificação das ma-
crounidades do relevo brasileiro, elaborada por Ross (1989), foram
fundamentais os trabalhos de Ab’Sáber e os relatórios e mapas
produzidos pelo Projeto Radambrasil. Ross passou a considerar
para o relevo brasileiro, conforme as suas origens, as unidades de
planaltos, depressões e planícies.
(Adaptação: ROSS, J. L. S. Geografia do Brasil. São Paulo: Edusp, 2005.)
Quais as unidades do relevo brasileiro que, de acordo com a gênese,
segundo Ross, são resultantes de deposição de sedimentos recentes
de origem marinha, lacustre ou fluvial?
a) Planícies.
c) Planaltos cristalinos.
b) Depressões.
d) Planaltos orogenéticos.
2. (UFRGS-2012) Observe o mapa e o perfil esquemático a seguir.
Montes Claros (MG) registrou uma sequência de tremores nos últimos três anos. O mais forte deles – de 4,2 de magnitude na escala
Richter, ocorrido em 19 de maio de 2012 – motivou a instalação
de estações sismográficas na Universidade de Brasília (UnB) e na
Universidade de São Paulo (USP), que passaram a monitorar os
fenô-menos em parceria com a Universidade Estadual de Montes
Claros (Unimontes).
(Adaptado de: <http://selmawebsite.blogspot.com.br/2014/04/abalos-sismicosem-minas-gerais.html>. Acesso em: 30 abr. 2014.)
Considerando que o Brasil encontra-se na placa tectônica Sul-Americana, assinale a alternativa que apresenta, corretamente, o que
gerou o abalo sísmico no estado de Minas Gerais, em abril de 2014.
a) As acomodações da falha geológica, de aproximadamente
3 km de extensão.
b) A colisão da placa de Nazca com a placa Sul-Americana.
c) O constante choque entre as placas Sul-Americana e Africana.
d) Os sentidos divergentes entre as placas Sul-Americana e de
Nazca.
e) Os sentidos convergentes das falhas geológicas que limitam as
placas Sul-Americana e Africana
5. (Mackenzie-2016) De acordo com o glossário geológico do Serviço
Geológico do Brasil (CPRM), o intemperismo pode ser definido como
um: “processo ou conjunto de processos combinados químicos,
físicos e/ou biológicos de desintegração e/ou degradação e decomposição de rochas causados por agentes geológicos diversos junto
à superfície da crosta terrestre.”
(Adaptado de: ROSS, J. L. S. (Org.) Geografia do Brasil. São Paulo: Edusp, 2005. p. 55.)
Os compartimentos de relevo destacados no perfil (A – A’) com as
letras A, B e C indicam, respectivamente,
a) a Planície e o Pantanal Mato-grossense – o Planalto e a Chapada
dos Parecis – a Depressão do Tocantins.
b) a Depressão da Amazônia Ocidental – a Depressão Cuiabana – a
Planície do Rio Araguaia.
PVE17_1_GEO_B_02
c) a Depressão do Araguaia – o Planalto e as Serras de Goiás/
Minas – as Planícies Litorâneas.
d) a Depressão Sertaneja – o Planalto da Borborema – as Planícies
e os Tabuleiros Costeiros.
e) os Planaltos e a Chapada dos Parecis – a Depressão Periférica – a
Depressão do Miranda.
GEOGRAFIA B
52199_MIOLO_PVE17_1_GEO_LP.indb 701
701
21/09/2016 09:04:01
chuvosa em todo o território brasileiro e o inverno é um período de
chuvas reduzidas em grande parte do interior do país. A análise dessa
sequência e a interpretação dos climogramas permitem identificar a
região Norte como a área de ocorrência do Clima A, uma vez que aí
as chuvas mantêm-se elevadas ao longo de todas as estações, não
apresentando, portanto, período de estiagem. Já o Clima B é próprio da
região Centro-Oeste, pois é nessa região interiorana que nos meses de
maio a setembro, período que contém o inverno brasileiro, se registra a
diminuição considerável dos índices pluviométricos. As baixas latitudes
dessas duas regiões fazem com que as diferenças térmicas entre verão
e inverno não sejam muito grandes, já que a incidência solar não varia
muito ao longo do ano nas áreas tropicais.
3. (UFRGS-2013) Assinale a alternativa que preenche corretamente as
lacunas do enunciado a seguir, na ordem em que aparecem.
Na cidade de Alegrete, na fronteira oeste do estado do Rio Grande
do Sul, a amplitude térmica anual é __________ que na cidade de
Tramandaí, localizada no litoral norte, devido à __________. Já na
cidade de São Francisco de Paula, localizada no Planalto Meridional,
as temperaturas médias sofrem a influência da __________, que as
__________.
a) menor – maritimidade – latitude – aumenta
b) maior – continentalidade – altitude – diminui
c) igual – maritimidade – altitude – mantém
d) maior – continentalidade – latitude – mantém
e) igual – continentalidade – altitude – diminui

1. (UERN-2013) Os tipos climáticos encontrados no Brasil são definidos
Anotações:
A continentalidade e a altitude são alguns dos fatores que determinam diferenças climáticas entre as regiões do nosso país. Locais situados mais ao interior do continente possuem
amplitudes térmicas maiores se comparadas a locais próximos ao litoral. E quanto maior for
a altitude, menor será a temperatura.
a partir da combinação de diferentes fatores geográficos e dinâmicos.
Assinale a alternativa que apresenta um fator dinâmico do clima.
a) Altitude.
b) Latitude.
c) Massa de ar.
d) Orientação do relevo.

4. (UFRN-2013) Os fragmentos textuais a seguir apresentam informações sobre fenômenos climáticos contrastantes, que ocorrem num
mesmo período, em diferentes regiões do Brasil.
Um total de 800 municípios do Nordeste se encontra em situação
de emergência devido à seca, depois de o Governo declarar, nesta
sexta-feira, que 25 novas cidades do estado da Paraíba estão nessa
circunstância.
Anotações:
O Brasil é atingido em boa parte de seu território pela ação de massas de ar com características quentes e úmidas. Podemos encontrar também a ação de massas secas e massas frias.
Essas massas, ao se deslocarem pelo território brasileiro, interferem no clima gerando secas,
chuvas, aumento ou queda de temperatura.
(Disponível em: <http://noticias.r7.com/internacional/noticias/seca-nonordeste-deixa-800-municipios-emsituacao-de-emergencia-20120601.html>.
Acesso em: 4 jun. 2012.)
2. (Unicamp-2013) O esquema abaixo representa a entrada de uma
frente fria, uma condição atmosférica muito comum, especialmente
nas regiões Sul e Sudeste do Brasil. Sobre esta condição é correto
afirmar que:
No Amazonas, mais de 80 mil famílias sofrem com a cheia dos rios,
50 municípios permanecem em situação de emergência, incluindo a
capital, e outros 3 continuam em estado de calamidade. Em Manaus,
o Rio Negro continua subindo, mas apenas um centímetro por dia.
Ontem, a cota foi de 29,97 metros.
(Disponível em:<www.dgabc.com.br/News/5960490/cheia-no-amazonas-afetamais-de-80-mil-familias.aspx>. Acesso em: 4 jun. 2012)
Entre outros fatores, a ocorrência dos fenômenos climáticos está
associada
a) à posição do Sertão do Nordeste como uma área de convergência de massas de ar e à atuação da massa Tropical Atlântica
na Amazônia.
b) à predominância do relevo de planície no Sertão do Nordeste e
à localização em zona de alta latitude na Amazônia.
a) É típica de inverno, quando massas frias atravessam essas
regiões, provocando inicialmente uma precipitação e, na sequência, queda da temperatura e tempo mais seco.
c) à perda de umidade das massas de ar que circulam sobre o
Sertão do Nordeste e à atuação da massa Equatorial Continental
na Amazônia.
b) Trata-se da chegada de uma massa quente, que ocorre tanto no
verão quanto no inverno, provocando intensas chuvas, sendo
comuns a ocorrência de tempestades e o aumento significativo
na temperatura.
d) As precipitações de tipo convectivas ocorrem especialmente
nos meses de verão, sendo comum a ocorrência de chuvas de
granizo no final da tarde.

Anotações:
O esquema mostra a formação das chuvas frontais, que resultam do choque entre uma
massa de ar quente com uma massa de ar frio e seco, em seguida temos a queda de temperatura e tempo seco.
710

Anotações:
A massa equatorial atlântica é quente e úmida, porém, conforme se interioriza no país, vai
perdendo umidade, por isso não há chuvas significativas no Sertão do Nordeste. Sua área
de atuação no inverno está restrita às regiões Norte e Nordeste.
A massa equatorial continental, no inverno, migra para o Norte, ficando restrita à sua área
de origem (Amazônia Ocidental). Trata-se de uma massa quente e úmida, que devido à sua
instabilidade provoca chuvas na região.
PVE17_1_GEO_B_03
c) O contato entre as massas de ar indica fortes chuvas, de tipo
orográficas, que permanecem estacionadas num mesmo ponto
durante vários dias.
d) à posição do Sertão do Nordeste como área de dispersão de massas de ar e à localização da Amazônia em zona de baixa latitude.
GEOGRAFIA B
52199_MIOLO_PVE17_1_GEO_LP.indb 710
21/09/2016 09:05:13
1. (UECE-2013) Dentre os tipos climáticos a seguir relacionados, assinale
o único que não é encontrado no Brasil.
a) subtropical
1. (UEG-2012) A respeito dos grandes tipos climáticos do Brasil e suas
características, é correto afirmar:
a) Equatorial: caracterizado por baixas temperaturas e chuvas
abundantes o ano todo, ocorrendo no Norte do país.
b) monções
b) Subtropical: registra as maiores quedas de temperatura no inverno e apresenta verões quentes, proporcionando as maiores
amplitudes térmicas.
c) equatorial
d) tropical, com estações alternadas

Resposta: B
O clima de monções é típico das porções sul e sudeste da Ásia.
c) Tropical: clima quente, com duas estações marcantes, sendo o
inverno frio e chuvoso e o verão quente e seco.
d) Tropical Úmido: clima quente, apresenta chuvas menos frequentes no inverno, ocorrendo em todo o litoral leste do Brasil.
2. (UFPE) Leia com atenção o texto a seguir
“Esses climas não conhecem a estação fria, pois a mais baixa temperatura no mês menos quente não desce abaixo de 18ºC. Não
apresentam estação seca e os índices pluviométricos anuais superam
os 2.000mm. As amplitudes térmicas anuais, nas áreas onde predominam, são insignificantes, mas os valores de umidade relativa do
ar apresentam-se, durante todo o ano, muito elevados.”
Em relação ao enunciado acima, é correto afirmar que o clima é:
a) subtropical

Anotações:
O clima subtropical é típico da região Sul do Brasil, onde no verão temos a atuação da mTa
com médias de temperatura acima de 22°C. Já no inverno, devido à atuação da MPa, as
médias de temperatura ficam entre 12°C e 15°C, proporcionando as maiores amplitudes
térmicas do país.
2. (CEFET-MG-2014) Considerando-se os tipos climáticos encontrados
no Brasil e seus respectivos climogramas, é correto afirmar que o
clima tropical úmido (litorâneo) está representado em
a) °C
c) °C
mm
mm
b) tropical de altitude
c) equatorial
28
27
26
25
24
23
22
21
20
19
18
17
16
15
14
13
12
d) tropical
e) mesotérmico úmido

Resposta: C
Esse tipo de clima está presente na Região Amazônica (equatorial
úmido). Tem como características as chuvas que ultrapassam 2 500 mm
anuais e temperaturas médias mensais que oscilam entre 24°C e 27°C.
3. (UDESC-2013) O território brasileiro apresenta diferentes tipos de
b)
clima que são influenciados por fatores variados, como a fisionomia
geográfica, a extensão territorial, o relevo e a dinâmica das massas
de ar.
Com relação às características climáticas do Brasil, analise as proposições.
I. A influência tropical no clima brasileiro está associada ao fato
da maior parte do país estar localizada em uma área entre o
Equador e o Trópico de Capricórnio.
II. Os Estados de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul têm clima subtropical por estarem localizados abaixo do Trópico de
Capricórnio.
e)
III. No Brasil predominam climas quentes e úmidos.
IV. No interior da região Nordeste o clima predominante é o clima tropical, tendendo a seco pela irregularidade de ação das
massas de ar.
V. No interior da região Nordeste o clima predominante é o clima
árido por causa da falta de umidade.
Assinale a alternativa correta.
a) Somente as afirmativas II e IV são verdadeiras.
b) Somente as afirmativas II, III, IV e V são verdadeiras.
c) Somente as afirmativas I, II, III e IV são verdadeiras.
d) Somente as afirmativas III, IV e V são verdadeiras.

°C
28
27
26
25
24
23
22
21
20
19
18
17
16
15
14
13
12
°C
28
27
26
25
24
23
22
21
20
19
18
17
16
15
14
13
12
JFMAMJJ A S O N D
JFMAMJJ A S O N D
JFMAMJJ A S O N D
28
27
26
25
24
23
22
21
20
19
18
17
16
15
14
13
12
400
375
350
325
300
275
250
225
200
175
150
125
100
75
50
25
0
mm
400
375
350
325
300
275
250
225
200
175
150
125
100
75
50
25
0
d)
°C
28
27
26
25
24
23
22
21
20
19
18
17
16
15
14
13
12
JFMAMJJ A S O N D
JFMAMJJ A S O N D
400
375
350
325
300
275
250
225
200
175
150
125
100
75
50
25
0
mm
400
375
350
325
300
275
250
225
200
175
150
125
100
75
50
25
0
mm
400
375
350
325
300
275
250
225
200
175
150
125
100
75
50
25
0
Anotações:
O clima litorâneo úmido ou tropical úmido tem como característica ser quente e úmido.
As chuvas podem atingir 1 500 mm anuais, estando mais concentradas entre os meses de
março a julho, como podemos verificar na alternativa E.

Resposta: C
O clima predominante no interior da região Nordeste é o tropical semiárido, onde as massas de ar mTa e mEc não conseguem atingir a região
com eficiência devido à atuação de barreiras orográficas, chegando
fracas e com pouca umidade.
718
PVE17_1_GEO_B_04
e) Todas as afirmativas são verdadeiras.
GEOGRAFIA B
52199_MIOLO_PVE17_1_GEO_LP.indb 718
21/09/2016 09:05:27
3. (Ulbra-2012) Sobre o estudo dos climas do Brasil e suas características
e ocorrências, quais afirmações são corretas?
I. A ocorrência dos climas no território brasileiro está relacionada
a variáveis como a fisionomia geográfica, a extensão territorial,
a altitude e a dinâmica das correntes e as massas de ar.
II. O clima equatorial ocorre na região amazônica e está sob a ação
da massa de ar equatorial continental com características de ar
quente e geralmente úmido.
III. O clima subtropical é influenciado pela massa polar atlântica,
que determina temperatura média em torno de 18°C e chuvas
bem distribuídas anualmente.
De acordo com as figuras, a intensidade de intemperismo de grau
muito fraco é característica de qual tipo climático?
a) Tropical.
b) Litorâneo.
c) Equatorial.
d) Semiárido.
e) Subtropical.
2. (Unifenas-2016) Observe os climogramas a seguir:
IV. O clima tropical caracteriza-se por elevadas temperaturas médias e chuvas irregulares e mal distribuídas durante o ano, com
estações mal definidas.
a) I, II e IV.
d) I e III.
b) II, III e IV.
e) I e II.
c) I, II e III.

Anotações:
O clima tropical possui como característica duas estações bem definidas: um verão chuvoso
e um inverno seco. A amplitude térmica é pequena com temperaturas que oscilam entre
20°C a 27°C.
(Fonte: Moreira, I. O Espaço Geográfico. Geografia Geral e do Brasil. E. Ática. 1999.)
Com base nos gráficos, é correto afirmar que os climogramas I e II
correspondem, respectivamente, aos climas brasileiros:
a) Subtropical e Equatorial.
b) Tropical Típico e Tropical de Altitude.
1.
(Enem-2015)
Figura 1. Diagrama das regiões de intemperismo para
as condições brasileiras (adaptado de Peltier, 1950).
c) Equatorial e Subtropical.
d) Subtropical e Tropical Úmido.
e) Tropical Continental e Equatorial.
3. (UECE-2016) Considerando as tipologias macroclimáticas do Brasil,
é correto afirmar que o clima que predomina na porção norte do
Brasil, compreendendo os estados do Amazonas, Pará, Acre, Rondônia, Amapá, e parte do Mato Grosso e Tocantins, e que é controlado
pelos sistemas atmosféricos massa equatorial continental e atlântica,
e pela zona de convergência intertropical é o clima
a) equatorial.
b) tropical litorâneo do Nordeste oriental.
c) subtropical úmido.
d) tropical úmido-seco.
PVE17_1_GEO_B_04
Figura 2. Mapa das regiões de intemperismo do Brasil, baseado
no diagrama da Figura 1.
(FONTES, M. P. F. Intemperismo de rochas e minerais. In: KER, J. C. et al. (Org.).
Pedologia: fundamentos. Viçosa (MG): SBCS, 2012. Adaptado.)
4. (UCS-2015) Observe o mapa a seguir.
Figura 1 – Climas do Brasil (Arthur Strahler)
(Disponível em: <http://educacao.uol.com.br/disciplinas/geografia/climas-dobrasil-tipos-de-clima-e-mapa.htm>. Acesso em: 5 mar. 15.)
GEOGRAFIA B
52199_MIOLO_PVE17_1_GEO_LP.indb 719
719
21/09/2016 09:05:30
II. Correta. A globalização implica uma lógica que transforma o
mundo em mercados de capitais interdependentes, globalmente
integrados, aumentando sua velocidade, seu volume e sua complexidade, daí a necessidade da fragmentação dos mercados em
nichos, para a produção de itens de bens de consumo (uma região
produz matéria-prima, outra produz peças e acessórios, outra se
encarrega da montagem e outra ainda se ocupa da inserção do
produto no mercado) e para o consumo desses bens.
III. Incorreta. Uma das características do neoliberalismo no processo
de globalização é a homogeneização ou massificação dos valores
ocidentais, tidos como universais, o que coloca em risco as culturas
chamadas tradicionais, que incessantemente sentem os influxos
das necessidades criadas pelo capitalismo, resistindo ou não a eles.
• IV.Incorreta. O que caracteriza a democracia não é a capacidade de
consumo, tampouco a inserção da lógica do mercado nos direitos
conquistados; a democracia implica a participação política do
cidadão, no funcionamento seguro e independente dos poderes
e na igualdade ante a lei.
a) Da globalização, que é viabilizada por meio da fusão entre
ciência, técnica e informação.
b) Do multiculturalismo, que emerge valorizando as culturas até
então marginalizadas.
c) Do neoliberalismo, que possibilita a liberdade individual e estimula a criatividade e o empreendedorismo pessoal.
d) Dos nacionalismos que insurgem a partir da derrocada do
socialismo, ávidos para divulgarem seus valores identitários e
culturais.
e) Do toyotismo, que freia a massificação fordista através da produção voltada para nichos de mercados identificados por questões
étnicas, religiosas, culturais, de gênero, etárias etc.

Anotações:
A globalização acentua as trocas culturais entre os povos..
3. (UERJ-2015)
ROTAS DE AVIÕES RECRIAM MAPA DO MUNDO
1. (Unesp-2014) O processo de mundialização do sistema capitalista
sempre esteve apoiado na difusão de políticas econômicas e na
constituição de determinadas lógicas geopolíticas e geoeconômicas
de organização do espaço mundial. Constituem-se em política econômica e em lógica capitalista de ordenamento do espaço mundial
no período atual:
a) o keynesianismo e o colonialismo.
b) o desenvolvimentismo e o neocolonialismo.
c) o neoliberalismo e a globalização.
d) o mercantilismo e a descolonização.
e) o liberalismo e o imperialismo.

Anotações:
(<vegakosmonaut.blogspot.com.br>. 11/06/2013.)
Um consultor canadense, Michael Markieta, desenvolveu um sistema
de visualização das rotas de tráfego aéreo ao redor do globo que
recria o mapa-múndi, como mostra a imagem. Atualmente, há 58
mil rotas aéreas cruzando os céus nos cinco continentes. Na imagem
revelada por Markieta, não causa surpresa o fato de que os pontos
mais densos aparecem em áreas onde muitas rotas seguem o mesmo
trajeto e têm como destino as maiores cidades do mundo.
As práticas liberais (ou neoliberais) possuíam uma economia que se baseava na atuação
mínima do Estado, sugerindo uma maior flexibilidade na circulação de capitais. Essas práticas influenciaram os investidores que passaram a buscar novos mercados. Para alguns
autores, essa nova forma de pensar e agir chama-se globalização, considerada uma nova
fase do capitalismo.
(Adaptado de <vegakosmonaut.blogspot.com.br>, 11/06/2013.)
Nessa representação das rotas do transporte aéreo comercial, o
mapa ilustra a seguinte mudança na geopolítica internacional
contemporânea:
a) aculturação de áreas periféricas
2. (UEPB-2014) Ano passado, a música “Ai Se Eu te Pego” foi a quinta
mais vendida no mundo, na loja virtual iTunes, e chegou a ficar em
1º lugar no ranking das mais tocadas em mais de 40 países. “No ano
passado, fiz 240 shows em 18 países”, comenta Michel [...]
b) metropolização de regiões rurais
(<www. jn.pt/PaginalniciaI/Cultura/Interior/aspx?content_id2791144conquistasbillboard-Iatin-music-awards#image1>.)
(<http://caras.uol.com.br/canal/revista/post/michel-telo-comemora-suasconquistas-billboard-latin-music-awards#image1>)
Os dois comentários sobre os sucessos mundiais do brasileiro Michel
Teló e do sul-coreano Psy expressam as características de mundo
cada vez mais veloz na divulgação da informação e momentâneo
no consumo de bens, de serviços e informações. Este mundo do
virtual, da legitimidade pelo número, no qual tudo se torna efêmero,
é explicado pelo fenômeno:
732
d) conurbação de aglomerações populacionais

Anotações:
O avião tornou-se um dos símbolos maiores do desenvolvimento tecnológico dos transportes na contemporaneidade. A partir da década de 1930, em ritmo maior no pós-1945,
o transporte de determinadas cargas e de passageiros por meio da aviação comercial redimensionou conexões entre as sociedades. As grandes companhias aéreas sediaram-se nos
países desenvolvidos, passando a interferir no ritmo da aplicação de avanços tecnológicos,
no lançamento de novos modelos de aeronaves, nos padrões de atendimento aos usuários
e nos deslocamentos de passageiros internacionais. A representação cartográfica das rotas
da aviação comercial na atualidade permite visualizar tanto a concentração espacial dessas
rotas, fortemente presentes no hemisfério norte, destacando-se as rotas entre América do
Norte, Europa e Sudeste Asiático, quanto áreas mais periféricas a esse circuito. A análise
dessa representação aponta para alguns dos fluxos que constituem as práticas das economias e sociedades mais globalizadas.
PVE17_1_GEO_C_01
O “rapper” sul-coreano PSY considerou o êxito de “Gangnam Style”
tão irreal que se questiona se é verdadeiro e não apenas uma fantasia [...]
O vídeo de “Gangnam Style” registra mais de 270 milhões de visualizações na rede de partilha Youtube, um número que aumenta
todos os dias.
c) globalização de países desenvolvidos
GEOGRAFIA C
52199_MIOLO_PVE17_1_GEO_LP.indb 732
21/09/2016 09:06:26
4. (Unicamp-2014) Sobre a Revolução Informacional e suas implica-
A ilustração e o texto expressam diferentes pontos de vista acerca
do processo de globalização.
Essa diferença se manifesta pela contradição entre:
a) polarização e dispersão econômica
ções para a reorganização do mundo contemporâneo, podemos
afirmar que:
a) Alguns Estados e um conjunto diminuto de grandes empresas
controlam o essencial da revolução tecnológica em curso, atualizando o desenvolvimento geograficamente desigual.
b) Dado o alcance planetário do sistema técnico informacional,
a população tem amplo acesso a uma informação verdadeira
que unifica os lugares, tornando o mundo uma democrática
aldeia global.
b) elitização e popularização financeira
c) homogeneização e diversidade cultural
d) especialização e flexibilidade profissional
2.
c) Há um acentuado enfraquecimento das funções de gestão das
metrópoles, processo determinado pela descentralização da
produção, apoiada no uso intensivo das tecnologias da informação e comunicação.
d) Os mais diversos fluxos de informações perpassam as fronteiras nacionais, anulando o papel do Estado-Nação como ente
regulador e definidor de estratégias no jogo político mundial.

C4:H17 (Enem-2015) Um carro esportivo é financiado
pelo Japão, projetado na Itália e montado em Indiana,
México e França, usando os mais avançados componentes eletrônicos, que foram inventados em Nova Jérsei e
fabricados na Coreia. A campanha publicitária é desenvolvida na
Inglaterra, filmada no Canadá, a edição e as cópias, feitas em Nova
York para serem veiculadas no mundo todo. Teias globais disfarçam-se com o uniforme nacional que lhes for mais conveniente.
(REICH, R. O trabalho das nações: preparando-nos para o capitalismo no século
XXI. São Paulo: Educator, 1994. Adaptado.)
Anotações:
A viabilidade do processo de produção ilustrado pelo texto pressupõe o uso de
a) linhas de montagem e formação de estoques.
A Revolução Informacional teve início a partir de 1970 e 1980, ganhando impulso com o
advento da internet na década de 1990. Essa revolução acaba por consolidar e elevar as
desigualdades sociais, já que uma grande parte da população não participa desse processo
que é controlado por alguns Estados e poucas empresas globais.
b) empresas burocráticas e mão de obra barata.
c) controle estatal e infraestrutura consolidada.
d) organização em rede e tecnologia de informação.
e) gestão centralizada e protecionismo econômico.
3.
1. C4:H18 (UERJ-2014)
C4:H18 (Enem-2015) Não acho que seja possível identificar a globalização apenas com a criação de uma
economia global, embora este seja seu ponto focal e
sua característica mais óbvia. Precisamos olhar além
da economia. Antes de tudo, a globalização depende da eliminação de obstáculos técnicos, não de obstáculos econômicos.
Isso tornou possível organizar a produção, e não apenas o comércio, em escala internacional.
(HOBSBAWM, E. O novo século: entrevista a Antonio Polito. São Paulo: Cia. das
Letras, 2000. Adaptado.)
Um fator essencial para a organização da produção, na conjuntura
destacada no texto, é a
a) criação de uniões aduaneiras.
b) difusão de padrões culturais.
c) melhoria na infraestrutura de transportes.
d) supressão das barreiras para comercialização.
e) organização de regras nas relações internacionais.
4.
C4:H18 (Enem-2015)
PVE17_1_GEO_C_01
(Adaptado de <cadernosociologia.blogspot.com.br>.)
As mesmas forças produtivas engajadas no desenvolvimento extensivo e intensivo do capitalismo produzem tanto a integração como
a fragmentação. As muitas variações de formas sociais de vida e de
trabalho, compreendendo grupos e classes, etnias e minorias, nações
e nacionalidades, religiões e línguas, são frequentemente recriadas.
Octavio Ianni
(Adaptado de Sociedade global. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira,1999.)
(NANI. Disponível em: <www.nanihumor.com>. Acesso em: 7 ago. 2012.)
GEOGRAFIA C
52199_MIOLO_PVE17_1_GEO_LP.indb 733
733
21/09/2016 09:06:29
1. (FGV) A criação do FMI (Fundo Monetário Internacional) e a do BIRD
1. (ESPM-2013) Em julho de 1944 ocorreu a Conferência de Bretton
(Banco Interamericano de Desenvolvimento para a reconstrução e
Desenvolvimento) estão vinculadas diretamente à:
a) Conferência de Yalta (Crimeia) em 1945, estabelecendo as
agências financiadoras para a reconstrução da Europa e da Ásia
no pós-guerra.
Woods, no Mount Washington Hotel, em New Hampshire, nos EUA.
Nela participaram 730 delegados de 44 nações que deliberaram
sobre:
a) a criação da Organização das Nações Unidas, a ONU;
b) desvalorização do dólar em relação ao ouro, implementada por
Nixon no início dos anos 70.
c) a criação da Organização do Tratado do Atlântico Norte, a OTAN;
b) a criação da Organização Mundial de Comércio, a OMC;
d) a confirmação do padrão ouro como referência para o Sistema
Monetário Internacional;
c) Conferência de Bretton Woods (EUA) em 1944, com a formação
do Banco Mundial.
d) Conferência de Potsdam (Berlim) em 1945, que determinou a
área de ação destas instituições.
e) a criação do Banco Internacional para a Reconstrução e Desenvolvimento, o (BIRD), e o Fundo Monetário Internacional, o (FMI).

e) Substituição do padrão-ouro pela libra esterlina com intuito de
fortalecer e desenvolver as economias dos países pós-guerra.

Resposta: C
A Conferência de Bretton Woods reuniu países, pós-Segunda Guerra
Mundial, e estabeleceu as regras do sistema financeiro mundial. Foram
criados o FMI, o Banco Mundial, o BIRD, entre outros organismos.
Discuta os principais pontos definidos na Conferência de Bretton Woods, como a criação
das instituições citadas na alternativa E, e o estabelecimento do dólar como moeda padrão
para o mercado internacional.
2. (Unifesp) A Rodada Doha, promovida pela Organização Mundial de
Comércio, não chegou a acordos importantes, devido
a) às exigências trabalhistas de operários de fábricas localizadas
em países emergentes, como México e Coreia do Sul.
2. (Makenzie-2015)
Acordo sobre comércio mundial é a 1ª vitória do brasileiro à
frente da OMC
“O brasileiro Roberto Azevêdo assumiu o cargo de diretor-geral
da Organização Mundial do Comércio (OMC) há três meses e já
registra no seu mandato o primeiro acordo global para facilitar o
comércio entre os países em quase 20 anos. Neste sábado, após
quatro dias de reuniões em Bali, na Indonésia, a OMC conseguiu
desbloquear a Rodada de Doha - uma série de reuniões iniciadas em 2001, que visam discutir regras para tornar mais ágil o
comércio entre os países. Essas negociações estavam paralisadas
desde 2008.”
b) ao protecionismo agrícola dos países centrais, que afeta as
exportações de países como China e Índia.
c) às restrições ambientais do Protocolo de Kyoto, apoiadas pela
União Europeia, mas com resistência dos EUA.
d) às novas barreiras sanitárias à exportação de produtos agrícolas
de países centrais aos países periféricos.
e) ao aumento nas exportações dos EUA para a China, apesar da
crise financeira do país, gerada no setor imobiliário.

3. (UFLA) A conformação da economia mundial no pós‐guerra foi
definida na Conferência de Bretton Woods, realizada em julho de
1944 nos EUA, na qual 44 países aliados estabeleceram e lançaram
um plano com vistas a garantir a reconstrução e a estabilidade da
economia mundial, recém‐abalada pela crise de 1929 e pela 2ª
Guerra Mundial. Pode‐se atribuir à Conferência de Bretton Woods
as ações a eguir, exceto:
a) Como extensão da Conferência, foram criados o BIRD e o FMI,
que deveriam se encarregar de viabilizar a reconstrução do Bloco
Capitalista e traçar novas diretrizes para a economia mundial,
evitando crises e garantindo o seu crescimento.
b) às pressões de países ricos como os EUA, que defendem o livre
comércio para produtos agropecuários e protecionismo e regras
mais rigorosas para produtos industrializados.
c) aos interesses de países como o Japão, país que ocupa a segunda
posição nas exportações mundiais de trigo e soja, embora ainda
muito concentradas na Ásia.
b) Para complementar as medidas tomadas na Conferência de
Bretton Woods, foi constituído em 1947 o GATT (Acordo Geral
de Tarefas e Comércio), que tinha como objetivo estimular o
comércio em nível mundial e combater práticas protecionistas.
d) à atuação de países como Brasil e Índia que negociam para
reduzir o protecionismo e os subsídios no setor agropecuário
dos países mais ricos.
c) Foram feitos vários acordos bilaterais de ajuda econômica, fora
do contexto da Europa, entre 1947 e 1950 (ex: Japão). Consolidou‐se assim, no Bloco Ocidental, a hegemonia norte‐americana
e do dólar como moeda forte no pós‐guerra.
e) à convergência de propostas dos chamados países do Norte
e os do Sul, que possuem interesses comuns em relação ao
protecionismo e aos subsídios no setor agrícola.
PVE17_1_GEO_C_02

Resposta: D
A OMC tem como base fundamental o princípio da não discriminação
entre as nações, desenvolvendo acordos que propiciem a equivalência
nas disputas comerciais. Países em desenvolvimento como Brasil e
Índia demonstram insatisfação em relação aos países desenvolvidos
que aplicam medidas protecionistas por meio de subsídios agrícolas,
tornando este o maior impasse da Rodada de Doha.
Anotações:
Os países em desenvolvimento sentem-se prejudicados pelo protecionismo agrícolas dos
países centrais. As negociações de Doha iniciaram em 2001 e até meados de 2015 não
chegaram ao fim.
(g1.globo.com, de 07/12/2013, acessado em 31/03/2015.)
O texto acima faz referência à Rodada Doha e às dificuldades para
a solução de vários de seus impasses. Essas dificuldades ocorrem
devido
a) aos interesses de países e regiões que desejam reduzir seu
protecionismo e subsídios, de modo a favorecer a importação
de gêneros agropecuários, caso da União Europeia.
Anotações:
d) Para garantir o sucesso da Doutrina Truman, os EUA elaboraram
em 1947 o chamado “Big Stick”, que visava a reconstruir os países
sob sua hegemonia na Europa.

Anotações:
Utilizado pelo presidente Theodore Roosevelt, o slogan Big stick (grande porrete) descrevia
a intenção de proteger os interesses econômicos dos EUA na América Latina, portanto a
alternativa D está incorreta.
GEOGRAFIA C
52199_MIOLO_PVE17_1_GEO_LP.indb 741
741
21/09/2016 09:06:59

d) ampliação da esfera de atuação das secretarias de governo,
reforma fiscal, implementação de Programas de Desenvolvimento Nacional.
Das afirmativas acima, pode-se dizer que
a) apenas I está correta.
e) nacionalização de empresas, redução das tarifas alfandegárias,
implementação dos Programas Nacionais de Desenvolvimento.
c) apenas I e II estão corretas.
Resposta: B
A aplicação da política neoliberal no Brasil seguiu um receituário
conhecido pelo nome de Consenso de Washington (reforma fiscal,
abertura comercial, corte de salários e redução da máquina estatal).
Os países periféricos deveriam adotar políticas de abertura de mercados
e de redução do Estado. A partir do final da década de 1990, o Brasil
reduziu barreiras à importação, privatizou empresas, substituiu as
agências de planejamento regional por agências reguladoras, dentre
outras medidas associadas ao projeto neoliberal.
b) apenas II está correta.
d) apenas II e III estão corretas.
e) I, II e III estão corretas.

No neoliberalismo há uma diminuição da participação do Estado na economia. O Brasil foi
seguidor de alguns pontos abordados pelo Consenso de Washington, dentre eles a privatização de empresas estatais e a flexibilização das leis trabalhistas, portanto as afirmativas
II e III estão incorretas.
3. (UFPE) “O processo de privatização das indústrias de base, setor de
distribuição de energia e de outros setores que praticamente sempre
foram controlados pelo Estado brasileiro, foi um fato marcante na
década de 1990.”
Sobre esse assunto, analise o que é afirmado a seguir.
0-0) As privatizações ocorridas nesse período foram decorrentes
da aplicação de uma política econômica marxista, de caráter
“neo-socialista”, posta em prática por setores ligados ao sistema
financeiro internacional.
1. (Unicamp-2014) As ocupações de telemarketing expressam uma
importante transformação do mundo do trabalho nesse começo
de século. Surgem nos EUA e na Europa nos anos 1980 e na década
de 1990 atingem o Brasil, onde os call centers (locais de trabalho
dos atendentes de telemarketing) mais concentram trabalhadores:
1.103 em cada empresa.
1-1) O sistema TELEBRÁS foi a primeira empresa a ser privatizada na
década referida, tendo sido dividido em mais de 10 empresas
de telefonia fixa e móvel.
(Adaptado de Jessé Souza, Os batalhadores brasileiros. Nova classe média ou a
nova classe trabalhadora? Belo Horizonte: Editora da UFMG, 2012.)
2-2) Um dos argumentos utilizados como justificativa para as
privatizações foi o de que as empresas eram ineficientes,
pouco competitivas e davam prejuízos. Assim, a venda dessas
empresas diminuiria os gastos do governo.
Assinale a alternativa em que todas as características associadas a
esse tipo de trabalho estejam corretas.
a) Privatização das empresas de telecomunicações; generalização
da posse de linhas telefônicas; expansão de serviços de suporte
técnico e televendas; insegurança no mercado de trabalho.
3-3) Antes de serem privatizadas, as empresas estatais que não se
mostravam muito rentáveis, economicamente falando, eram,
em geral, financeiramente saneadas.
b) Estatização das empresas de telecomunicações; generalização
das linhas de telefones fixos; maior concentração populacional
no meio rural; estabilidade no mercado de trabalho.
c) Privatização das empresas de telecomunicações; generalização
da posse de telefones celulares; retração dos serviços de atendimento ao cliente; segurança no mercado de trabalho.
d) Estatização das antigas empresas de televendas; generalização
do uso de telefones fixos; retração dos serviços de atendimento
ao cliente; retração do mercado de trabalho nos serviços.

Anotações:
O Estado brasileiro iniciou na década de 1990, no governo de Fernando Collor, um processo
de redução de sua participação na economia, por meio das privatizações de empresas estatais. Empresas de diferentes setores, incluindo a de telecomunicações, passaram à iniciativa
privada. Houve significativa melhora do acesso à população à telefonia fixa e abertura do
país à telefonia celular e consequente expansão dos serviços ligados a esse setor e insegurança no mercado de trabalho devido à diminuição do emprego no setor público.
Anotações:
4-4) As privatizações das indústrias de base ocorreram como
aplicação de uma ideologia, segundo a qual a participação
do Estado na economia tem que ser máxima, sobretudo em
setores que não apresentem déficit financeiro.

Anotações:
F, F, V, V, F.
0-0) Falsa. As privatizações ocorridas não resultaram da aplicação de uma política econômica marxista e, sim, ao contrário, neoliberal.
1-1) Falsa . O sistema Telebras foi privatizado em 1998. Bem depois, portanto, da Usiminas
(1991) e da CSN (1993).
2-2) Verdadeira. Os argumentos apresentados na afirmativa foram amplamente defendidos pelos setores que advogavam a privatização.
3-3) Verdadeira. Para facilitar o processo de compra das estatais, as empresas, antes de
serem vendidas eram, em geral, saneadas financeiramente.
4-4) Falsa. As privatizações representaram a aplicação de princípios da ideologia neoliberal
e não da ideologia estatizante, como a apresentada na afirmativa.
2. (UCS-2013) O governo Collor (1990-1992) inaugurou uma fase na
PVE17_1_GEO_C_03
história política brasileira denominada “neoliberalismo”. Considere
as seguintes afirmativas sobre o significado desse termo.
I. Trata-se da reedição do liberalismo clássico, com uma nova
roupagem: defesa do Estado mínimo, que leva às privatizações,
e da flexibilização das leis trabalhistas.
II. É uma vertente do antigo desenvolvimentismo, que imperou
no Brasil nos anos 50, defendendo a manutenção das empresas
estatais e abrindo o mercado nacional à penetração do capital
estrangeiro.
III. Seus seguidores defendem que as conquistas trabalhistas sejam
intocáveis; em função disso, há uma forte tendência de o movimento sindical apoiar as medidas neoliberais.
1. C2:H8 (UFTM-2016) Na década de 1990, a economia brasileira foi
marcada não apenas pela recessão, fruto dos Planos Collor I e II, mas
também por profunda reestruturação produtiva. Essa reestruturação,
designada por alguns autores por modernização conservadora,
ocorreu como desdobramento do esgotamento de substituição de
importações e foi influenciada
a) pelo BNDS e suas linhas de crédito.
b) pela intensificação das operações de drawback.
c) por controle de mecanismos de mercado.
d) pelo Consenso de Washington.
GEOGRAFIA C
52199_MIOLO_PVE17_1_GEO_LP.indb 749
749
21/09/2016 09:07:16
Assinale a alternativa que contenha as letras correspondentes aos
países governados, respectivamente, por Fernando Lugo e Hugo
Chaves.
a) AC
1. Assinale a alternativa que contenha o nome de um país que não é
membro efetivo da Comunidade Andina:
a) Argentina.
d) Equador.
b) CD
c) AE
b) Bolívia.
d) BD
e) EF

Resposta: C
Letra A corresponde ao Paraguai e letra E corresponde à Venezuela.
e) Peru.
c) Colômbia

Anotações:
A Argentina é país associado, assim como Brasil, Chile, Paraguai.
2. (ESPM-2013) A entrada da Venezuela como membro pleno do
Mercosul permite que o Bloco reformule a sua composição e ganhe novo impulso graças a incorporação da terceira economia da
América do Sul.
Quanto ao ingresso da Venezuela no Mercosul é correto assinalar:
a) foi aprovado de comum acordo pelos quatro membros plenos
do bloco: Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai;
2. Em 2004, os países da Comunidade Andina assinaram a Declaração
de Cuzco. O que prevê essa declaração?
Criação da União das Nações Sul-Americanas, organismo que promoverá a integração da
Comunidade Andina e do Mercosul como uma grande zona de livre-comércio.
b) foi aprovada por Argentina, Brasil e Uruguai, sem o voto do
Paraguai, suspenso do bloco em consequência do golpe de
Estado naquele país;
c) foi aprovada apesar da discordância do Paraguai, pois o ingresso
de novo país membro no Mercosul podia ocorrer por maioria
simples;
d) foi aprovada apesar da discordância do Uruguai, beneficiada
pela suspensão do Paraguai, em consequência do golpe branco
que derrubou seu presidente;
e) contou com o apoio geral da imprensa brasileira, bem como da
situação e da oposição política no Brasil, convencidos de que o
governo venezuelano satisfaz a cláusula democrática, requisito
necessário para o ingresso.
Resposta: B
A entrada da Venezuela no Mercosul foi aprovada, por meio de votação,
por Argentina, Brasil e Uruguai. O Paraguai não participou por estar
suspenso em função da represália que sofreu dos membros do bloco,
após o golpe de Estado naquele país.
3. (CEFET-MG-2013 - adap.) Sobre os blocos econômicos internacionais e regionais, afirma-se que:
I. A suspensão temporária do Paraguai do Mercosul, devido a sua
crise política, possibilitou o credenciamento da Venezuela como
membro efetivo desse grupo.
Isso acontece, pois os países mantêm práticas alfandegárias de proteção aos produtos internos, além de controle de qualidade, inspeção sanitária e diversas outras
medidas restritivas à entrada de produtos de origem externa.
b) Quais são os principais produtos de exportação brasileiros
afetados por esse “protecionismo”?
Principalmente os produtos agrícolas, além de alguns industrializados, como: polpa
para suco de laranja, carnes, sapatos, aviões.
c) Quais os motivos para a restrição à entrada desses produtos no
mercado exterior?
Os motivos que limitam ou impedem a entrada desses produtos no mercado externo são as restrições alfandegárias e iniciativas como as mencionadas na resposta
do item a).
II. A entrada recente da Turquia na União Europeia sinaliza a flexibilização dos pré-requisitos políticos exigidos para sua inserção
nesse bloco.
1. C4:H18 (UFAL-2014) Em 1 de Janeiro de 1994, o Acordo de Livre
III. O México vem consolidando sua participação no NAFTA por
meio da alocação de montadoras estadunidenses em seu
território.
Estão corretas apenas as afirmativas
a) I e II.
(Disponível em: <www.ustr.gov>. Acesso em: 08/12/2013.)
b) I e III.
Comércio da América do Norte (NAFTA) entrou em vigor. O NAFTA
criou uma das maiores zonas de comércio livre do mundo, que agora
liga 450 milhões de pessoas que produzem 17 trilhões de dólares em
bens e serviços. O comércio entre os países do NAFTA vem crescendo
desde que o acordo entrou em vigor.
d) Apenas II.
O NAFTA se tornou um dos mais importantes blocos econômicos
do mundo, apesar de fazer parte dele apenas
a) EUA, Canadá, Venezuela e Brasil.
e) Apenas III.
b) EUA, Canadá e Inglaterra.
Resposta: B
As afirmativas I e III são verdadeiras. A afirmativa II está incorreta, pois
a Turquia não faz parte da UE.
c) EUA, Canadá, Brasil e Argentina.
c) II e III.

o governo brasileiro vem defendendo a ideia de uma maior aproximação entre os países do Mercosul e os do Pacto Andino.
a) Como se pode entender que, num mundo dito globalizado, esse
“protecionismo” permaneça?
758
d) EUA, Canadá e México.
e) EUA, Canadá, México e Brasil.
PVE17_1_GEO_C_04

3. (Unicamp) Para enfrentar o chamado “protecionismo internacional”,
GEOGRAFIA C
52199_MIOLO_PVE17_1_GEO_LP.indb 758
21/09/2016 09:07:45
SAE DIGITAL S/A
Observe a localização desses climas no mapa a seguir.
PLANISFÉRIO – CLIMA (CLASSIFICAÇÃO DE STRAHLER)
OCEANO GLACIAL ÁRTICO
66º32'30" Círculo Polar Ártico
45º
23º27'30" Trópico de Câncer
OCEANO
PACÍFICO
0º Equador
OCEANO
PACÍFICO
OCEANO
ÍNDICO
OCEANO
ATLÂNTICO
Greenwich
23º27'30" Trópico de Capricórnio
45º
OCEANO GLACIAL ANTÁRTICO
66º32'30" Círculo Polar Antártico
180º
Climas polares
Tundra polar
Gelo polar
135º
90º
45º
Climas continentais
Continental seco semiárido
Continental seco árido
Climas tropicais
Climas temperados
Floresta tropical úmida
Úmido com verões longos
Savana tropical
Úmido com verões curtos
Estepes
Marinhos
Desertos
0º
45º
90º
135º
180º
Climas subtropicais
Subtropical mediterrâneo
1:313 000 000
Subtropical úmido
Subtropical seco
0
3 130
6 260 km
Outros
Escala aproximada
Clima de montanhas
Projeção de Robinson
Climas subárticos
¬
N
O
L
S
c) diferenças de temperatura entre o mar e o continente.
d) influências da latitude na umidade do ar.
1. (UERJ) O esquema a seguir representa o contato entre duas massas
de ar diferentes.
e) instabilidades do tempo em áreas extensas.

Resposta: B
Os ventos sopram de áreas de alta pressão atmosférica (anticiclonal)
para áreas de baixa pressão atmosférica (ciclonal), portanto, saem de
uma área mais fria para uma área mais quente. Nesse caso, ocorre a
diferença de pressão atmosférica de um lugar em relação ao outro.
3. Sobre a aplicabilidade das classificações climáticas, é correto
afirmar que
a) as classificações climáticas servem para obter informações precisas das características de determinado local, sendo possível
identificar a variação exata da quantidade de chuvas de qualquer
parte do planeta.
b) as classificações de Köppen são utilizadas para identificar os
fenômenos climáticos intensos, como a ocorrência de furacões,
tempestades, ventanias e chuvas intensas.
(SENE, E. de & MOREIRA, J.C. Geografia geral e do Brasil.
São Paulo: Scipione, 1998.)
A chuva, resultante desse contato, é denominada
a) ácida.
b) frontal.
d) de convecção.
d) as classificações climáticas são modelos generalizados que
servem para facilitar a identificação dos diferentes tipos de
climas do planeta.
Resposta: B
O esquema demonstra a ação de massas de ar de temperaturas diferentes, uma mais fria (mPa) e outra mais quente (mTa), determinando
a chuva frontal, por forte diferença de pressão atmosférica.
e) as classificações de Strahler e de Köppen não são mais utilizadas, pois os climas são definidos a partir de imagens de satélite
que detalham a temperatura e a umidade de qualquer parte
do planeta.
c) orográfica.

2. (UFAM) O vento é o ar atmosférico em movimento, e se forma pelas:
a) sucessões do tempo.
b) diferenças na pressão atmosférica de um lugar em relação
a outro.
652

Resposta: D
As classificações climáticas são utilizadas para facilitar a compreensão e
identificação dos diferentes tipos de clima. São modelos generalizados
que não contemplam os detalhes de uma região, tampouco as variações climáticas de localidades próximas.
PVE17_2_GEO_A_05
c) a classificação de Strahler é utilizada para definir a exatidão das
características climáticas das áreas de alta latitude.
GEOGRAFIA A
52199_MIOLO_PVE17_1_GEO_LP.indb 652
21/09/2016 09:08:15
3. Os desertos são formados a partir de um conjunto de fatores responsáveis pela manutenção das baixas umidades. Observe a foto
do deserto do Atacama e assinale a alternativa que indica os fatores
responsáveis pela formação.
1. (UFES) A altitude é um fator que influencia condições ambientais e,
N. F. Photography/Shutterstock
por isso, é levada em consideração na prática esportiva. É correto
afirmar que o aumento da altitude causa
a) aumento da longitude.
b) diminuição da latitude.
c) aumento da densidade do ar.
d) diminuição da pressão atmosférica.
e) diminuição dos valores de insolação.

Anotações:
A pressão atmosférica varia de um lugar para outro. Ela é maior ao nível do mar e menor
nas áreas de grandes altitudes.
a) O deserto do Atacama é formado pela umidade do ar do Oceano
Pacífico que chega até a costa e eleva os índices de chuvas e
temperatura.
b) O deserto é formado pela evaporação intensa da superfície, em
razão das temperaturas elevadas da região tropical.
c) A formação do Atacama é decorrente da precipitação que ocorre
no Oceano Pacífico, fazendo com que ar chegue até a costa com
baixos índices de umidade.
2. As chuvas são resultados do processo de condensação do vapor-
jopelka/Shutterstock
-d’água que ao atingir alturas mais elevadas da troposfera choca-se
com o ar mais frio. Com base no processo de formação das chuvas.
Observe a imagem a seguir:
Considerando que a imagem retrata um evento meteorológico que
normalmente ocorre no fim de um dia com temperaturas elevadas,
pode-se afirmar que o tipo de chuva apresentado é
a) frontal, que ocorre com o contato do ar quente e úmido com o
ar frio proveniente de áreas de alta pressão.
d) Assim como todo o deserto, o Atacama foi formado na última
glaciação, quando os índices pluviométricos eram nulos.
e) O deserto foi formado após o desmatamento da floresta existente na costa oeste da América do Sul.

O ar chega até a costa com baixos índices de umidade, pois com a passagem da corrente
fria no litoral do Chile, ocorre a precipitação ainda no Oceano Pacífico. Além disso, a altitude
da região Chilena e Peruana é muito elevada, contribuindo ainda mais para o bloqueio da
umidade.
4. Sobre os elementos e fatores do clima, assinale a alternativa correta.
a) A temperatura e a umidade são elementos que não variam de
acordo com as condições geográficas do local.
b) A pressão atmosférica está estritamente relacionada à umidade e
à altitude, sendo que o vapor-d’água está concentrado nas áreas
mais elevadas que por consequência apresentam alta pressão.
b) orográfica, que ocorre com o contato do ar quente estacionado
em no vale com o ar frio de montanha.
c) As formas de relevo não influenciam nas condições climáticas
do lugar, desde que a altitude seja constante.
c) convectiva, que ocorre com o contato do ar quente e úmido
da superfície que ascende e se condensa ao entrar em contato
com o ar mais frio.
d) A incidência constante de calor na região equatorial está associada ao grau de inclinação da Terra em relação ao seu próprio eixo.
e) Como a vegetação é constantemente suscetível ao desmatamento, torna-se um fator irrelevante ao considerar as características
climáticas de determinado local.
d) convectiva, que ocorre a partir do contato entre o ar estacionado
com uma massa de ar proveniente das áreas de baixa pressão.
e) frontal, que ocorre com a ascensão do ar quente quando encontra uma barreira orográfica.

Anotações:

Anotações:
A latitude é um dos fatores determinantes das condições climáticas do local. A região equatorial é a mais quente do globo devido a incidência solar constante durante o ano, que
ocorre devido ao grau de inclinação da Terra.
PVE17_2_GEO_A_05
As chuvas convectivas, popularmente chamadas de chuvas de verão, ocorrem com o processo de evaporação decorrente das temperaturas elevadas e ascensão desse vapor-d’água
para as camadas superiores da troposfera que, ao atingir temperaturas inferiores, condensa-se, formando chuvas torrenciais.
Anotações:
GEOGRAFIA A
52199_MIOLO_PVE17_1_GEO_LP.indb 653
653
21/09/2016 09:08:19
4.
1. (UNEAL-2011) Leia o excerto para responder à questão.
[... tanto os pobres (podzol), como os ricos (tchernozion) são explorados intensamente, com investimentos constantes em produtos
químicos e também, tecnológicos.]
(VESENTINI, J. Willian. Sociedade e espaço. Adaptado.)
b) rasos – alta – aumenta – aumentando
Esse trecho traz algumas características da região temperada do
globo terrestre, referindo-se
a) aos solos.
b) à vegetação.
c) à hidrografia.
d) ao clima.
e) à agropecuária.

Anotações:
(UFRGS) Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas do texto a seguir, na ordem em que aparecem. Nas áreas de
declividade acentuada, os solos são mais ____________ porque a
___________ velocidade de escoamento das águas ____________
a infiltração; assim, a água fica pouco tempo em contato com as
rochas, ____________ a intensidade do intemperismo.
a) profundos – alta – aumenta – diminuindo
c) profundos – baixa – diminui – diminuindo
d) rasos – alta – diminui – diminuindo
e) profundos – baixa – aumenta – aumentando

Anotações:
O solo é produto da ação do intemperismo sobre as rochas. Quando o relevo é mais íngrime o escoamento superficial da água é maior do que a infiltração, e, nesse caso, os solos
serão mais rasos.
Podzol e tchernozion são tipos de solos comuns em regiões temperadas, principalmente
na Europa.
2. (UFRN) Um agricultor adquiriu dez hectares de terra para práticas
agrícolas. A propriedade, atravessada por um rio perene, apresenta
solos de boa fertilidade. Todavia, predomina um relevo de médias
altitudes com declividade acentuada. Preocupado com a conservação do solo, o agricultor consultou um engenheiro agrônomo. Este
recomendou arar e semear o solo seguindo as cotas altimétricas
do relevo, o que reduz a velocidade do escoamento superficial da
água, os processos erosivos e a perda de solo agricultável. A técnica
de conservação do solo recomendada pelo engenheiro agrônomo
denomina-se
a) curvas de nível.
b) terraceamento.
c) associação de culturas.
d) reflorestamento.

Anotações:
A técnica denominada de curvas de nível auxilia na manutenção e preservação do solo
conforme a cota de altitude e de declividade do terreno, evitando que ocorram deslizamentos e posterior erosão.
1. (UECE-2011) Ao processo de formação dos solos na superfície da
terra dá-se a denominação de
a) intemperismo.
b) morfogênese.
c) pedogênese.
d) tectogênese.
2. (Unicamp-2013) Solo é a camada superior da superfície terrestre,
onde se fixam as plantas, que dependem de seu suporte físico, água
e nutrientes. Um perfil de solo é representado na figura a seguir.
Sobre o perfil apresentado é correto afirmar que:
Horizonte ou
Camada O
Horizonte A
Horizonte B
3. (UFLA) Entende-se por “intemperismo” o conjunto de diversas ações
b) Processo de decomposição química dos minerais das rochas,
provocada pela ação da água, gases e ácidos. Ocorre principalmente em regiões úmidas.
c) As bactérias, os fungos, as algas, os liquens e os musgos exercem
um tipo de ação, a biológica, na medida em que produzem nitratos, ácidos orgânicos, gás carbônico e outras substâncias que,
incorporadas à água, também decompõem a rocha.
d) Intensidade do carreamento de sedimentos provocados pela
ação hídrica.

Anotações:
A alternativa D está incorreta, pois podemos considerar como fatores que influenciam a
formação do solo: o material de origem, clima, relevo, organismos vivos e o clima. Os processos intempéricos físicos e químicos modelam a composição das rochas e dos solos.
662
Horizonte C
Rocha não
alterada
a) O horizonte (ou camada) O corresponde ao acúmulo de material orgânico que é gradualmente decomposto e incorporado
aos horizontes inferiores, acumulando-se nos horizontes B e C.
b) O horizonte A apresenta muitos minerais não alterados da rocha
que deu origem ao solo, sendo normalmente o horizonte menos
fértil do perfil.
c) O horizonte C corresponde à transição entre solo e rocha,
apresentando, normalmente, em seu interior, fragmentos da
rocha não alterada.
d) O horizonte B apresenta baixo desenvolvimento do solo, sendo
um dos primeiros horizontes a se formar e o horizonte com a
menor fertilidade em relação aos outros horizontes.
PVE17_2_GEO_A_06
pelas quais o resultado final é a formação do solo. As alternativas
abaixo indicam os diversos processos que formam o solo, exceto:
a) Processo de aquecimento das rochas durante o dia e seu resfriamento durante a noite gera a dilatação e contração dos minerais
das rochas, quebrando-as em pedaços menores.
GEOGRAFIA A
52199_MIOLO_PVE17_1_GEO_LP.indb 662
21/09/2016 09:09:00
ambientais estão ocorrendo em áreas onde a pesca é uma atividade predatória. Nessas áreas não existe uma preocupação
com a preservação de algumas espécies marinhas, o que causa
a extinção desses seres.
Outro problema é que as indústrias de pesca acabam privilegiando algumas espécies em detrimento de outras, o que
acaba contribuindo para a extinção de alguns peixes. Dessa
forma, seria importante preocupar-se mais com os recursos
marinhos, pois, do contrário, poderemos ter nos próximos séculos um esgotamento desses recursos tão importantes para a
vida humana na Terra.

2. (CEFET-PB) Considerando a disponibilidade hídrica do planeta, é
correto afirmar que
a) a água dos oceanos e mares apresenta volume muito superior
ao encontrado nos continentes, mas, para consumo humano,
exige sua conversão em água doce, em usinas de dessalinização.
b) a água acumulada nos aquíferos subterrâneos, apesar de apresentar volume inferior àquele acumulado na superfície, em rios
e em lagos, tem distribuição homogênea nas diversas unidades
geológicas do globo.
c) a água é um recurso natural não renovável, pois a Terra é um
sistema fechado, não perdendo nem ganhando matéria.
d) toda a água disponível na Terra é potável, ou seja, pode ser usada
para suprir as necessidades dos seres vivos.
e) as calotas polares armazenam a maior parte da água doce e de
mais fácil aproveitamento do planeta.
Quanto aos recursos minerais gerados pelo ecossistema
marinho, podemos dividi-los em dois tipos básicos de jazidas:
superficiais e subsuperficiais.
Jazidas superficiais
Dessas jazidas são retirados areia, diamantes, cascalho e
conchas de ostras.

Jazidas subsuperficiais
Nessas jazidas existem alguns minerais como o minério de
ferro e o carvão. Mas a principal extração praticada atualmente nos oceanos está ligada ao petróleo e ao gás natural
em plataformas continentais. Esses dois recursos representam
cerca de 90% de todos os minerais retirados dos oceanos, mas
em tempos de grandes conflitos na humanidade, um novo elemento está se tornando escasso e já é responsável por alguns
conflitos entre nações: a água.
Resposta: A
Esse é um dos grandes problemas da humanidade, temos maior
parte da superfície coberta por água, mas pouco dessa água está
disponível para o consumo imediato sem que necessite de algum tipo
de tratamento.
1. (UCS) Os oceanos são importantes para o desenvolvimento e a ma-
nutenção do nosso planeta. Sobre os oceanos é correto afirmar que:
a) apresentam circulação interna de correntes quentes e ausência
de correntes frias.
b) a regulação do clima que executam ocorre nos períodos de
equinócio.
c) a regulação do clima que executam ocorre nos períodos de
solstício.
Nesse sentido, alguns países que têm dificuldades em obter esse recurso indispensável para a vida humana criaram
novas tecnologias na tentativa de transformar a água do mar,
que é salgada, em água potável, a partir de um processo de
dessalinização.
d) apresentam movimentos de águas chamadas correntes marítimas.
e) têm sua salinidade determinada pela quantidade de plânctons
que possuem.

1. (UDESC) Os oceanos estão em constante movimento, e as correntes
Resposta: D
O Oceano Pacífico é considerado o maior dos oceanos e banha três
continentes: América, Ásia e Oceania.
Anotações:
As correntes marítimas são resultantes de fatores como o calor do sol, o movimento de rotação da Terra e o atrito dos ventos. Esses fatores são capazes de deslocar grandes massas
d’água por longas distâncias. As correntes podem ser frias ou quentes.
marinhas causam grande impacto no clima do planeta, pois transportam águas quentes e frias por todas as partes do globo. Sobre
mares e oceanos, é correto afirmar:
a) O Oceano Índico é o segundo maior oceano e o mais frio devido
à sua localização.
b) Mares e Oceanos são sinônimos, pois ambos têm a mesma
profundidade.
c) A posição geográfica dos oceanos não influencia na temperatura
das suas águas.
d) O Oceano Pacífico é o maior do globo, cobre mais de um terço
da superfície do planeta Terra.
PVE17_2_GEO_A_07
e) A quantidade de água existente nos oceanos equivale à água
encontrada nos rios e lagos do mundo, por isso há um razoável
suprimento de água doce no mundo.
2. (UEL) Leia o texto a seguir e responda à questão.
Todos os dias Alexandre remava mar afora, desejoso em descobrir
os segredos da fria corrente marítima. Compunha tabelas de temperatura do mar e media a velocidade da maré. [...] Aimé descobriu
novas plantas em grande quantidade, que o compensaram pela
sua escassez nos planaltos. Descobriu buganvílias de seis metros
de altura, cujas folhas envolviam toda a árvore numa cor de rosa
brilhante, delicado, eclipsando as florinhas pouco vistosas. E reconheceu uma zigófila, cujas folhas de delicado tecido se fechavam à
aproximação da chuva.
(THOMAZ, M. Z. As viagens de Alexandre Von Humboldt. São Paulo:
Melhoramentos, 1957, p. 178.)
GEOGRAFIA A
52199_MIOLO_PVE17_1_GEO_LP.indb 671
671
21/09/2016 09:09:43
Alexandre von Humboldt foi o primeiro pesquisador a caracterizar
a corrente marítima proveniente do Pacífico, por isso ela recebeu o
seu nome. Sobre essa corrente, é correto afirmar:
a) É considerada uma das correntes mais frias do mundo.
b) Trata-se de uma corrente fria, originada no continente ártico.
c) É intensificada em períodos de El Niño.
1. (UPE-2011) Observe, atentamente, o desenho esquemático a seguir,
correspondente a uma morfoestrutura observada em área de relevo
submarino, fortemente influenciada pelas ações tectônicas.
d) A temperatura de suas águas é igual à do Atlântico.
e) Esta corrente é conhecida como Nazca.

Anotações:
Alexandre von Humboldt é considerado um dos maiores cientistas da história. Descobriu
que existia uma corrente de água fria no Oceano Pacífico e com seu nome ela foi batizada.
A chamada Corrente do Peru ou de Humboldt tem temperatura que varia entre 15°C e
19°C. Seu deslocamento influencia o deserto do Atacama, como também a pesca na costa
do Pacífico.
Designua/Shutterstock
3. Observe a imagem a seguir.
O que a seta está indicando?
a) Planície Abissa.
b) Talude Continental.
c) Plataforma Continental.
d) Delta-Estuário.
e) Dorsal Oceânica.
2. (UFGD-2013) Observe o mapa a seguir.
Sobre as relações existentes entre a Lua, Sol e Mar, assinale a alternativa que representa corretamente a imagem apresentada.
a) A imagem representa marés de sízigia e de quadratura, sendo
variações das marés pela atração gravitacional.
b) A imagem representa o fenômeno de ressaca, sendo a variação
da força e volume de água do mar que chega até a costa.
c) A imagem representa a influencia que o Sol exerce no aquecimento das águas da porção equatorial do Pacífico.
d) A imagem representa a Lua como único corpo celeste responsável pela variação diária das marés.
e) A imagem representa a ação do Sol sobre a variação da temperatura e na densidade do mar nas diferentes regiões climáticas.

Anotações:
As marés de sízigia e de quadratura dependem do alinhamento entre a Terra, Lua e Sol.
Quando há o alinhamento entre os três, temos uma forte ação gravitacional exercida sobre a Terra que causa a elevação da água do mar, ocorrendo à chamada maré de sizígia.
Quando há uma angulação maior entre os três, ocorre uma diminuição da atração gravitacional, resultando na diminuição da maré, sendo denominada de maré de quadratura.
4. As correntes marítimas são corpos d’água que se caracterizam por
b) ressurgência.
e) ressaca.
c) densificação.

Anotações:
A ressurgência é a emergência das águas subsuperficiais do mar. É induzida normalmente
pela ação dos ventos e faz com que as águas mais quentes sejam arrastadas, permitindo que as águas mais frias cheguem à superfície. Esse fenômeno também é responsável
pela atração de cardumes que são atraídos pelos fitoplanctons que emergem com a água
subsuperficial.
672
(AZEVEDO, Eglom; GOMES, Roberto R. Geografia Dinâmica 3: As Américas. Tatuí
(SP): Casa Publicadora Brasileira, 1996, p. 13. Adaptado.)
As indicações no mapa referem-se às seguintes correntes marítimas,
assim torna-se correto aquilo que se afirma em
a) I: Humboldt; II: Golfo; III: Guianas; IV: Falkland; e V: Sul-equatorial
Atlântica.
b) I: Peru; II: Labrador; III: Guianas; IV: Patagônia; e V: Sul-equatorial
Atlântica.
c) I: Peru; II: Leste Americana; III: Caribe; IV: Falkland; e V: Sul-equatorial Atlântica.
d) I: Patagônia; II: Golfo; III: Caribe; IV: Falkland; e V: Brasil.
e) I: Humboldt; II: Golfo; III: Guianas; IV: Patagônia; e V: Brasil.
PVE17_2_GEO_A_07
temperaturas e densidades diferentes das áreas ao entorno. Dessa
forma, temos as correntes quentes, como a do Golfo, e frias, como
a corrente de Humboldt. Na costa oeste da América do Sul, ocorre
um fenômeno relacionado ao movimento de correntes marítimas
em que a água subsuperficial emerge até a superfície carregando
inúmeros organismos que servem de alimentos para os peixes. Esse
fenômeno é denominado
a) salinização.
d) rigosidade.
GEOGRAFIA A
52199_MIOLO_PVE17_1_GEO_LP.indb 672
21/09/2016 09:09:45
Assinale a alternativa que identifica este fenômeno essencial à existência da vida no planeta, representado na figura a seguir.
3. As bacias hidrográficas caracterizam-se pelo conjunto de rios que
desaguam em um mesmo rio principal. Além disso, podemos classificar a bacia conforme a forma com que ocorre a desembocadura
do rio, que pode ser no mar, em lagos no interior do continente,
em áreas arenosas, entre outros. Com base nessas informações,
assinale a alternativa que representa os nomes dados às bacias que
desembocam no mar e em lagos, respectivamente:
a) endorreica e exorreica.
d) arreica e endorreica.
b) exorreica e endorreica.
e) criptorreica e exorreica.
c) arreica e criptorreica.

Resposta: B
As bacias hidrográficas, cujas desembocaduras ocorrem no mar são
chamadas exorreicas e as que ocorrem dentro de áreas continentais
são endorreicas.
4. (Enem) O sol participa do ciclo da água, pois além de aquecer a super
fície da Terra dando origem aos ventos, provoca a evaporação da água
dos rios, lagos e mares. O vapor da água, ao se resfriar, condensa-se em
minúsculas gotinhas, que se agrupam formando as nuvens, neblinas
ou névoas úmidas. As nuvens podem ser levadas pelos ventos de uma
região para outra. Com a condensação e, em seguida, a chuva, a água
volta à superfície da Terra, caindo sobre o solo, rios, lagos e mares.
Parte dessa água evapora retornando à atmosfera, outra parte escoa
superficialmente ou infiltra-se no solo, indo alimentar rios e lagos.
Esse processo é chamado de ciclo da água.
Considere, então, as seguintes afirmativas:
I. A evaporação é maior nos continentes, uma vez que o aquecimento ali é maior do que nos oceanos.
(Fonte: TUCCI, C.E.M. (2006). www.iph.ufrgs.br/posgrad/disciplinas, acesso em
04/04/2007.)
a) Ciclo meteorológico.
b) Ciclo do escoamento das águas superficiais.
c) Ciclo da reprodução da vida no planeta.
II. A vegetação participa do ciclo hidrológico por meio da transpiração.
d) Ciclo hidrológico global.
e) Ciclo das águas subterrâneas.

III. O ciclo hidrológico condiciona processos que ocorrem na litosfera, na atmosfera e na biosfera.
Resposta: D
Trata-se do ciclo de evaporação e precipitação que ocorre entre a
superfície e a atmosfera. O ciclo hidrológico é um sistema que ocorre
com a água em seus três estados físicos: sólido (gelo), líquido (água) e
gasoso ( vapor-d’água) e com a energia solar disponível.
IV. A energia gravitacional movimenta a água dentro do seu ciclo.
V. O ciclo hidrológico é passível de sofrer interferência humana,
podendo apresentar desequilíbrios.
a) Somente a afirmativa III está correta.
2. (UPE-2012) O desenho esquemático a seguir foi utilizado por um
b) Somente as afirmativas III e IV estão corretas
professor de Geografia do Ensino Médio numa determinada turma,
para abordar aspectos relacionados ao relevo originado em áreas
costeiras.
c) Somente as afirmativas I, II e V estão corretas.
d) Somente as afirmativas II, III, IV e V estão corretas.
e) Todas as afirmativas estão corretas.

O professor apresentou uma sequência evolutiva do relevo que
vai de 1 a 3. Sabendo-se que as áreas pontilhadas são sedimentos
modernos, basicamente fluviais, conclui-se que o professor estava
explicando mais especificamente
a) a formação de restingas metamórficas.
1. (IFNMG) Com relação à drenagem de bacias hidrográficas, marque
a alternativa incorreta:
a) Drenagem Exorreica: quando o rio deságua em um oceano.
b) Drenagem Endorreica: quando o rio deságua em um lago ou
mar interno.
c) Drenagem Arreica: quando o rio deságua em outro rio.
b) a gênese de um delta.
d) Drenagem Criptorreica: quando um rio tem drenagem subterrânea.
c) os efeitos de uma transgressão marinha em costas altas.
PVE17_2_GEO_A_08
d) as consequências geomorfológicas das ações antrópicas em
áreas litorâneas.
e) a evolução de uma falésia viva.

Resposta: B
A ilustração mostra como acontece a formação de uma foz em delta.
O delta de um rio é sempre um local de deposição de sedimentos.
Exemplo: o delta do Nilo, no Egito.
Resposta: D
A afirmativa I está incorreta, pois a evaporação é maior nos oceanos
devido a maior volume de água.

Anotações:
Drenagem arreica: quando não ocorre uma estruturação em bacias hidrográficas. Ocorre
principalmente em áreas desérticas e semidesérticas.
GEOGRAFIA A
52199_MIOLO_PVE17_1_GEO_LP.indb 681
681
21/09/2016 09:11:02
2. A morfologia dos rios é importante para entender a dinâmica fluvial,
Dr. Morley Read/Shutterstock
como os processos de erosão e deposição, o desenvolvimento do
rio e o controle de relevo em sua formação. Considerando as informações citadas, observe a imagem a seguir:
c) pela erosão das margens.
d) causado exclusivamente pela ação humana.
e) causado exclusivamente por obstáculos do próprio relevo.

Anotações:
Normalmente, os rios retilíneos têm o seu percurso direcionado por falhas e fraturas das
rochas que impedem que o mesmo delimite novos percursos.
4. (UFV) O planeta Terra é uno e total, mas didaticamente pode-se
dividi-lo, do ponto de vista das ciências da natureza, em quatro
partes interdependentes e com características específicas, a saber:
hidrosfera, atmosfera, litosfera e biosfera. O homem, que é também
integrante de uma dessas partes, tornou-se ao longo da história apropriador e transformador dos elementos que compõem essas partes.
Com base nos conhecimentos sobre as características do planeta
Terra e da relação sociedade-natureza, assinale a afirmativa correta:
a) A atmosfera é a única camada que sofre com a transformação
da natureza pela sociedade, sobretudo devido ao lançamento
de dejetos através das atividades produtivas, cotidianas e depredatórias.
Sobre a morfologia do rio apresentado e suas principais características, assinale a única alternativa correta.
a) A imagem retrata um rio anastomosado, formado sobre uma
área de planície e com percurso definido pelos bloqueios da
vegetação.
b) A imagem retrata um rio ramificado, suscetível a alagamentos
constantes nas áreas de mata ciliar.
c) A imagem retrata um rio meandro formado em áreas planas e
sem barreiras orográficas ou tectônicas.
b) A relação do homem com a litosfera é pouco expressiva, pois
essa é formada por seres inanimados, como rochas e minerais,
que se encontram em grandes profundidades, dificultando a
sua extração e utilização.
d) A imagem retrata um rio exorreico com curvas acentuadas,
formadas a partir de grandes obstáculos orográficos, como
cadeias de montanhas.
e) A imagem retrata um rio endorreico, formado a partir de antigos
lagos tectônicos.

c) A sociedade se relaciona de forma harmoniosa com a biosfera,
respeitando os animais e a vegetação, com a utilização desses
recursos de forma sustentável.
Anotações:
d) A hidrosfera formada pelos corpos d’água na superfície é muito
importante para a sociedade, uma vez que seus elementos são
utilizados na produção de alimentos, bens e energia, bem como
para o lazer.
Os meandros são rios sinuosos que se caracterizam por longas curvas, normalmente formados em áreas planas, com declividade suave e sedimentada. O processo de erosão é
comum na porção externa da curvatura e deposição de sedimentos na parte interna.

A imagem a seguir apresenta o exemplo de um rio retílineo em vale
encaixado. Observe-a:
Ao longo da história, os rios tiveram importantes funções para o desenvolvimento das atividades humanas. Podemos citar diferentes utilizações, como: o transporte, abastecimento,
agricultura, como fonte de alimento e para geração de energia.
kavram/Shutterstock
3.
Anotações:
Em relação à imagem apresentada, pode-se afirmar que o processo
mais comum para a formação de rios retilíneos é o controle do
processo
a) por falhas e fraturas tectônicas.
b) pela sedimentação das margens.
682
tem sido cada vez maior, devido ao crescimento populacional e à
ampliação de atividades econômicas. Quanto à renovação desse
importante recurso, não há comprovações sobre o seu aumento,
pelo contrário, sua escassez em algumas regiões do mundo já é uma
realidade. Portanto, apesar de renovável, muitos povos sofrem com
a sua diminuição e futuramente terão sua sobrevivência ameaçada.
A afirmação revela a preocupação com a escassez
a) do petróleo.
d) do carvão mineral.
b) da vegetação.
c) da água.
e) de alimentos.
PVE17_2_GEO_A_08
1. C6:H30 (UNEAL-2011) Além do mau uso, a demanda por esse recurso
GEOGRAFIA A
52199_MIOLO_PVE17_1_GEO_LP.indb 682
21/09/2016 09:11:12
b) As praias maranhenses são as mais arenosas do país, destaca-se
por dunas e grandes extensões de restingas. No entanto, apresenta poucas áreas de mangues.
1. (IFSul-2014) A foz do Rio Amazonas tem cerca de 300 quilômetros de
c) O litoral leste do Brasil abrange os Estados da Bahia, Espírito
Santo, Rio de Janeiro, São Paulo e Paraná e destaca-se por apresentar falésias da formação Barreiras por toda a sua extensão.
largura e vai do Farol de Curuçá, no Pará, até o norte do Arquipélago
de Bailique, próximo à foz do Rio Araguari, no Amapá. No meio da
foz, está a Ilha de Marajó, maior que a Suiça, e um número de ilhas
menores em constante crescimento. Nesta região, ocorre o que os
cientistas chamam de ‘encontro de gigantes’: o grande gigante é
o próprio Rio Amazonas que descarrega, no Atlântico, um volume
de água correspondente a um quinto de toda avazão dos rios de
todo o Planeta.
(Disponível em: <www.ograndeamazonas.com.br/a-foz-rio-amazonas/>. Acesso
em: 20 ago. 2013.)
Na foz do rio, os ventos alísios, a corrente norte brasileira e as grandes
mares oceânicas geram o fenômeno conhecido como
a) piracema.
d) O litoral sul do país apresenta uma das paisagens mais monótonas do litoral brasileiro, embora seja composto por lagunas e
restingas em sua extensão.
e) O litoral sudeste é caracterizado pelas cadeias montanhosas
da Serra do Mar, formação de rochas graníticas do Holoceno,
por esse motivo apresenta a menor concentração populacional
do país.

Resposta: D
O litoral sul do país não apresenta a mesma diversidade geomorfológica das demais partes do país, como a presença de Serras, Falésias,
Mangues. Embora apresente grandes restingas e lagunas.
b) pororoca.
c) estuário.
d) delta.

2.
Resposta: B
Trata-se do fenômeno conhecido como pororoca, que se caracteriza
pela invasão das águas do mar sobre os rios da região, que provoca
ondas. Em 2015, especialistas ambientais decretaram o fim da pororoca no Amapá. Algumas hipóteses foram levantadas como possíveis
causas que determinaram o fim desse fenômeno, como: construções
de hidrelétricas, abertura de canais para a irrigação e degradação das
margens dos rios provocada pelo pisoteio dos búfalos criados na região.
(Unesp) O estado assinalado no mapa possui grandes depósitos de
areia que são movimentados pela ação do vento, constituindo bela
paisagem geográfica, atualmente muito explorada pelo turismo.
1. (FALM) Recentemente o governo brasileiro anunciou que a Petrobras
achou uma grande quantidade de petróleo a uma profundidade
de 7 mil metros e a 180 km da costa brasileira. A referente área de
prospecção localiza-se:
a) Na Bacia do Espírito Santo.
b) Na Bacia de Campos.
c) Na Bacia de Camaçari-Ilhéus.
d) Na Bacia Amazônica.
e) Na Bacia de Santos.
Na Bacia de Campos, encontramos diversas jazidas de petróleo que são exploradas por
meio de plataformas de prospecção. Essa bacia é a área de maior prospecção de petróleo
do Brasil.
2. Uma das características típicas do litoral nordeste do Brasil é a forVitoriano Junior/Shutterstock
mação de falésias. Observe a imagem:
Assinale a alternativa que contém o nome do estado, a formação
decorrente da acumulação eólica e a paisagem geográfica resultante.
a) Ceará; restingas; Lençóis Cearenses.
b) Paraíba; salinas; Falésias Paraibanas.
d) Maranhão; dunas; Lençóis Maranhenses.
e) Rio Grande do Norte; dunas; Salinas Potiguares.

Resposta: D
Os Lençóis Maranhenses estão localizados na Costa Nordeste Setentrional. As dunas são formadas pela ação de fortes ventos.
3. Assinale a alternativa que apresenta corretamente a compartimen-
tação do litoral brasileiro com a sua característica correspondente:
a) O litoral do nordeste apresenta a porção mais larga da plataforma continental, fator que desfavorece o desenvolvimento de
animais e plantas marinhas.
696
Com base nas informações, assinale a alternativa que apresenta
corretamente as principais características das falésias encontradas
na costa brasileira:
a) As falésias são formações rochosas provenientes da deposição
de sedimentos, ao longo dos períodos geológicos, e que estão
em processo erosivo decorrente das ações marítimas e pluviais.
b) As falésias são grandes áreas arenosas formadas pela agradação
proveniente das ondas do mar.
c) As falésias são espécies de algas e plantas que se instalam nos
paredões rochosos encontrados próximos à costa.
d) As falésias são tabuleiros de rochas cristalinas do período pré-cambriano.
PVE17_2_GEO_B_05
c) Piauí; salinas; Dunas do Piauí.
GEOGRAFIA B
52199_MIOLO_PVE17_1_GEO_LP.indb 696
21/09/2016 09:11:56
e) As falésias são fenômenos provenientes da ação das marés
de sizígia que causam o alagamento da planície litorânea e a
deposição de grandes quantidades de sedimentos.
Anotações:
As falésias brasileiras fazem parte do grupo geológico denominado de Barreiras que tiveram a deposição de sedimentos ao longo de diversos períodos geológicos e consolidaram-se em bloco de rocha sedimentar. A falésia caracteriza-se pelos intensos processos
erosivos decorrentes da chuva, umidade do mar e impacto da onda.

Anotações:
Os arquipélagos citados fazem parte do território brasileiro e atualmente são objetos de estudo de grande parte das pesquisas científicas sobre oceanografia, clima e a vida marinha.
1. (PUCRS-2014) INSTRUÇÃO: Para responder à questão, analise a figura,
Luis Carlos Torres/Shutterstock
3. Observe a imagem a seguir:
que apresenta a estratificação das camadas rochosas do subsolo marinho, e preencha os parênteses com a numeração correspondente.
1
cerca de 2 km

e) São reconhecidas como territórios brasileiros por serem densamente ocupadas e com desenvolvimento de atividades
econômicas intensas, tendo como exemplo a ilha de Trindade
que faz parte da região metropolitana de Vitória.
( ) Pós-sal
2
Assinale a alternativa que indica o nome da vegetação e o que
pode representar ao considerar a dinâmica da dunas e as questões
ambientais:
a) A vegetação é denominada de restinga e representa o processo
de degradação, pois estão em fase primária de formação.
b) A vegetação é denominada de restinga e representa a estabilização das movimentação das dunas, além da conservação dela.
c) A vegetação é remascente da floresta tropical Atlântica e representa o resultado de práticas de conservação ambiental.
d) A vegetação é típica de mangue, formada com o contato da
água do mar com a água das lagunas existentes entre as dunas.
e) A vegetação é variada e não tem uma denominação específica,
uma vez que é uma fixação primária em áreas de dunas.

Anotações:
Nesse caso, a presença da vegetação de restinga representa a fixação das dunas, sendo que
os sedimentos não estão sendo transportados pelo vento. Esse fato representa as ações de
conservação dessa vegetação tipicamente litorânea.
4. De acordo com as leis internacionais sobre os direitos ao mar e a
legislação brasileira é possível afirmar que os arquipélagos de São
Pedro e São Paulo, Fernando de Noronha e Trindade e Martim Vaz:
a) Estão sob disputa na Corte Internacional da Justiça, pois encontram-se além do limite da Zona Econômica Exclusiva do país que
é de 300 km a partir da costa.
b) São territórios brasileiros reconhecidos, base de desenvolvimento nacional de pesquisas científicas e ambientalmente
protegidos por leis federais.
PVE17_2_GEO_B_05
c) São territórios independentes, sem vínculos com as unidades
federativas do Brasil.
d) Mesmo sendo áreas localizadas no território brasileiro são consideradas patrimônios internacionais, sendo regidas, portanto,
por leis internacionais.
( ) Sal
de 7 a 8 km
3
( ) Pré-sal
4
A numeração correta dos parênteses, de cima para baixo, é
a) 1, 3, 4.
d) 4, 2, 3.
b) 2, 1, 3.
e) 4, 3, 1.
c) 3, 2, 4.
2. C6:H26 (Urca-2014) O governo comemorou como vitória o resultado
do leilão do pré-sal, com forte peso da Petrobras. O leilão do Campo
de Libra, da Bacia de Campos, foi o primeiro sob o novo regime de
partilha do pré-sal, em que uma parte do petróleo extraído fica com
a União. Sobre a exploração e geopolítica do Petróleo no pré-sal é
correto afirmarmos:
a) O pré-sal é uma área de reservas petrolíferas que fica debaixo de
uma profunda camada de sal, formando uma das várias camadas
rochosas do subsolo marinho.
b) A camada denominada de pré-sal compreende uma faixa que se
estende ao longo de 800 quilômetros de rochas ígneas. Engloba
o Espírito Santo, Santa Catarina, abaixo do leito do mar, além das
bacias graníticas do Espírito Santo, Campos e Santos.
c) Ela é chamada de pré-sal, em razão da escala de tempo geológica, ou seja, o tempo de formação do petróleo. A camada de
reserva de petróleo do pré-sal se formou antes da outra rocha
magmática de camada salina, e foi encoberta por esta, milhões
de anos depois.
d) O consórcio vencedor é liderado pela Petrobras, que ficou
com 70%, a anglo-holandesa Shell e a francesa Total, com 5%
cada uma, e as estatais chinesas, CNPC e CNOOC, com 10% de
participação cada.
e) A área leiloada hoje é a segunda maior reserva de petróleo já
descoberta no Brasil. No Campo de Libra, podem ser retirados
do fundo do mar de oito a 12 bilhões de barris, a mesma fica
atrás somente do complexo petrolífero de Santos.
GEOGRAFIA B
52199_MIOLO_PVE17_1_GEO_LP.indb 697
697
21/09/2016 09:11:58
O texto da afirmativa se refere à Bacia
a) Platina.
a) A bacia hidrográfica do Rio Amazonas apresenta a maior área
geográfica e a de maior potencial hidráulico instalado no território brasileiro.
b) do Tocantins-Araguaia.
b) A bacia dos rios Araguaia e Tocantins drenam algumas unidades
federativas como Goiás, Tocantins, Maranhão, Piauí, Minas Gerais,
Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Bahia, Pernambuco e Pará.
c) Amazônica.
d) do São Francisco.
e) do Orinoco.

c) A região do Pantanal Mato-Grossense está inserida na região
drenada pela bacia do Rio Paraguai.
Resposta: C
A questão explora as características da Bacia Amazônica, que é uma
das maiores do mundo, e possui um potencial hidrelétrico forte, mas
que contrapõem com a biodiversidade única existente na região.
d) A região do sertão nordestino é drenada pelas bacias dos Rios
São Francisco e Paraíba.
e) As bacias do Atlântico Sul, Atlântico Sudeste, Atlântico Leste,
Atlântico Nordeste Oriental e Atlântico
Nordeste Ocidental possuem os rios de menor extensão territorial,
porém de maior potencial hidráulico do país.
2. (IFRS-2014) Observe o mapa abaixo das bacias hidrográficas brasileiras:

2
Resposta: C
O Rio Paraguai possui uma extensão de aproximadamente 2 078 km,
percorrendo a planície do Pantanal.
3
1. (UPE) Vários estudantes do terceiro ano do Ensino Médio de uma
determinada escola pernambucana formaram um grupo de estudo
para analisar um tema abordado em Geografia no Ensino Médio. O
tema refere-se à denominação do mapa a seguir:
1
4
(Disponível em: <www.mapasparacolorir.com.br/mapabrasil.
php>. Acesso em: 22 set. 2013).
Assinale a alternativa que apresenta as bacias hidrográficas representadas com os números 1, 2, 3 e 4, respectivamente.
a) Paraguai, São Francisco, Paraná e Jacuí.
b) Paraguai, Paraná, São Francisco e Uruguai.
c) Paraná, Madeira-Mamoré, São Francisco e Jacuí.
d) Paraná, São Francisco, Araguaia-Tocantins e Uruguai.
e) Paraná, Araguaia-Tocantins, São Francisco e Uruguai.

Resposta: E
1- Paraná
2- Araguaia-Tocantins
3- São Francisco
4- Uruguai
3. (UENP-2013) Observe a figura a seguir e assinale a alternativa correta.
Assinale a alternativa que contém esse tema.
a) Bacias Hidrográficas do Brasil.
b) Áreas Climáticas do Brasil
c) Áreas de Produção Agrícola do Brasil.
d) Domínios Morfoclimáticos do Brasil.
e) Recursos Minerais do Brasil.

Anotações
Nesta questão os alunos precisam relacionar as informações contidas no mapa e sua res-
PVE17_2_GEO_B_06
pectiva distribuição com a sua representatividade, neste caso das bacias hidrográficas.
GEOGRAFIA B
52199_MIOLO_PVE17_1_GEO_LP.indb 705
705
21/09/2016 09:12:20
2. (UCS) O Brasil tem um grande potencial em sua rede hidrográfica,
por apresentar rios caudalosos, grande volume d’água, predomínio
de rios perenes, de foz em estuário, de regime pluvial de drenagem
exorreica, de grande potencial hidráulico e outros. Observe o mapa
das bacias hidrográficas brasileiras.
4. (IFBA-2013) O grande “planeta água” está passando sede. É incrível
imaginar que atualmente dezenas de milhões de pessoas vivam com
menos de cinco litros de água por dia em um planeta que possui
70% de sua superfície coberta por água. É certo que a “hidrosfera
aproveitável” é suficiente para o abastecimento de água de toda a
população da Terra, mas ela é irregularmente distribuída. A água
como substância está presente em toda parte, mas como recurso
hídrico, entendido como um bem econômico e que pode ser aproveitado pelo ser humano dentro de custos financeiros razoáveis, é
mais escasso.
(TEIXEIRA, Wilson (Org.) Decifrando a Terra. São Paulo: Companhia Editora
Nacional, 2008.)
No contexto geopolítico da água, o Brasil se destaca mundialmente
pela sua riqueza hídrica tanto na superfície como no subsolo. Assim,
no que se refere às características da hidrografia brasileira, pode-se
considerar como aspecto predominante
I. o regime pluvial, com exceção do Rio Amazonas que também
possui o regime glacial pelo derretimento das geleiras andinas.
II. a drenagem endorreica, com intensa devastação da mata ciliar
e assoreamento nos leitos fluviais.
III. a foz em delta, na qual as águas deságuam diretamente no mar
do Atlântico Sul com formação de ilhas sedimentares.
IV. elevado potencial hidrelétrico, com o predomínio de rios de
planalto em áreas de elevado índice pluviométrico.
(Fonte: MORAES, Paulo Roberto. Geografia geral e do
Brasil. São Paulo: HARBRA, 2005.p.128. Adaptado).
V. os rios principais perenes, sendo mantidas constantes as vazões
hídricas dos afluentes e subafluentes nas bacias hidrográficas.
Estão corretas as alternativas
a) I e II.
A linha que vai de “A” a “B” passa sobre três bacias hidrográficas,
que são
a) Amazônica, do Tocantins-Araguaia, do Nordeste.
b) II e III.
b) do São Francisco, do Nordeste, do Leste.
c) III e V.
c) Platina, do São Francisco, do Sul-Sudeste.
d) I e IV.
d) do Tocantins-Araguaia, do São Francisco, do Leste.
e) do Norte, Platina, do Leste.

Anotações
O traço passa por três importantes bacias das regiões Norte e Nordeste, as bacias do
Tocantins-Araguaia, do São Francisco e Leste (Atlântico Leste, Atlântico Sudeste).
e) IV e V.

Anotações
II. Incorreta: As bacias hidrográficas brasileiras possuem sua foz junto ao Oceano Atlântico,
e portanto são exorreicas.
III. Incorreta: no Brasil há o predomínio de rios com foz do tipo estuário.
V. Incorreta: os rios perenes são aqueles que possuem fluxo constante durante todo ano,
não secando em épocas de estiagem.
3. (UFAC) Com relação à Hidrografia Brasileira, é incorreto afirmar:
a) Em regiões planálticas, os rios brasileiros apresentam um enorme
potencial hidrelétrico, bastante explorado no Centro-Sul e nos
rios São Francisco e Tocantins.
c) Em vários pontos do país há corredeiras, cascatas e, em algumas
áreas, rios subterrâneos, o que favorece o turismo.
d) A Bacia Amazônica é a maior do planeta, drena cerca de 56%
do território brasileiro e tem suas vertentes delimitadas pelos
divisores de água da Cordilheira dos Andes, pelo Planalto das
Guianas e Planalto Central.
e) Todos os rios brasileiros possuem regime simples pluvial.

Anotações:
O Brasil possui um grande potencial hidrelétrico em todo território, sendo com maior aplicabilidade na Região Centro-Sul e no Rio São Francisco, sendo que grande parte do nosso
território é composto de bacias sedimentares, ou seja, um terreno antigo para a formação
de lagos tectônicos. Os regimes que alimentam os nossos rios são em sua grande maioria
de regime pluvial, mas não podemos esquecer que o Rio Amazonas é de regime misto, ou
seja, nival e pluvial.
1. C6:H26 (FGV-2013) Considere o texto.
A extensão da bacia hidrográfica favoreceu penetrações muito
grandes e é provável que a colonização portuguesa que rompeu
a linha de Tordesilhas pôde penetrar pelo rio principal impedindo
a penetração dos colonizadores espanhóis que vinham pelo norte,
sudoeste etc. Paradoxalmente, a drenagem foi fundamental como
alongado eixo de penetração dos portugueses e isto resultou em
grandes conflitos com os habitantes indígenas regionais, o que
representou uma história bastante trágica.
(www.iea.usp.br/iea/boletim/entrevistaazizabsaber.pdf )
O texto refere-se à bacia
a) Amazônica.
b) do Paraguai.
c) do Uruguai.
d) do Paraná.
e) do Tocantins-Araguaia.
706
PVE17_2_GEO_B_06
b) O Brasil não possui lagos tectônicos, pois as depressões tornaram-se bacias sedimentares.
GEOGRAFIA B
52199_MIOLO_PVE17_1_GEO_LP.indb 706
21/09/2016 09:12:21
Depois de passar por todo o processo, a água que era marrom, vai sair em uma torneira. Ela sai transparente com cara
de água potável, sem cheiro nenhum. Mas essa água ainda não
dá para beber.
2. (Enem) O artigo 1.º da Lei Federal n.º 9.433/1997 (Lei das Águas)
estabelece, entre outros, os seguintes fundamentos:
I. a água é um bem de domínio público;
II.
[...]
a água é um recurso natural limitado, dotado de valor econômico;
III. em situações de escassez, os usos prioritários dos recursos
hídricos são o consumo humano e a dessedentação de animais;
A água tratada no local percorre 19 quilômetros em adutoras até chegar no polo petroquímico do ABC, onde indústrias
usam água. O professor Ivanildo propõe que a água de reúso
abasteça, daqui a um tempo, a nossa torneira.
IV. a gestão dos recursos hídricos deve sempre proporcionar o uso
múltiplo das águas.
Considere que um rio nasça em uma fazenda cuja única atividade
produtiva seja a lavoura irrigada de milho e que a companhia de
águas do município em que se encontra a fazenda colete água
desse rio para abastecer a cidade. Considere, ainda, que, durante
uma estiagem, o volume de água do rio tenha chegado ao nível
crítico, tornando-se insuficiente para garantir o consumo humano
e a atividade agrícola mencionada.
Nessa situação, qual das medidas a seguir estaria de acordo com o
artigo 1.º da Lei das Águas?
a) Manter a irrigação da lavoura, pois a água do rio pertence ao
dono da fazenda.
Todo o esgoto seria transformado em água potável e isso,
ainda por cima, despoluiria os rios de São Paulo.
“Eu vejo que os rios de uma cidade como São Paulo deveriam ser uma amenidade, integrados em parques, jardins,
centros de áreas de lazer etc.”, alerta Ivanildo,
A quantidade de esgoto que corre hoje, por baixo da terra,
seria suficiente para abastecer mais de 5 milhões de pessoas.
Mas eu vou beber água de esgoto? É a primeira reação de
um desavisado. Os especialistas dizem que se essa crise vai
ter um legado, é nos fazer ver as coisas de um outro jeito.
b) Manter o fornecimento de água apenas para aqueles que pagam
mais, já que a água é bem-dotado de valor econômico.
c) Interromper a irrigação da lavoura para garantir o abastecimento
de água para consumo humano.
(Disponível em: <http://g1.globo.com/fantastico/noticia/2015/02/agua-de-reuso-pode-ser-solucao-para-crise-hidrica-dizem-especialistas.html>. Acesso em 24 jun. 2015.)
d) Manter o fornecimento de água tanto para a lavoura quanto
para o consumo humano, até o esgotamento do rio.
e) Interromper o fornecimento de água para a lavoura e para o
consumo humano, a fim de que a água seja transferida para
outros rios.
1. (Unioeste-2011) Leia as informações a seguir relativas às condições
que se encontram os mananciais de água no Brasil.
I. O Aquífero Guarani representa um dos maiores reservatórios
subterrâneos de água doce do mundo, extendendo-se por diversos Estados brasileiros, além do Paraguai, Argentina e Uruguai.
II. Apesar de estar entre os países que contam com expressivas
fontes de água potável, a expansão dos grandes centros urbanos
no Brasil vem acontecendo de forma desorganizada, comprometendo as reservas próximas às áreas metropolitanas.
III. Entre os fenômenos que comprometem os mananciais temos a
eutrofização resultada do lançamento do esgoto sem tratamento
adequado em rios e lagos. O esgoto rico em matéria orgânica pode
provocar a produção em excesso de nutrientes que aceleram o
crescimento de algas que impedem a passagem da luz e dificultam a transferência do oxigênio atmosférico ao meio aquático.
IV. Após décadas de investimentos públicos, a Região Metropolitana de São Paulo serve como modelo ao país no que se refere à
recuperação bem sucedida de seus mananciais, como é o caso
da Represa de Guarapiranga e do Rio Tietê.
Assinale a alternativa que contem as informações corretas.
a) I, II e III.
b) II e IV.
c) Apenas a II.
d) Apenas a I.
e) I, II, III e IV.
PVE17_2_GEO_B_07

Resposta: A
A única questão que se encontra incorreta é sobre os investimentos
públicos realizados na Região Metropolitana de São Paulo, que nos
últimos anos vem sofrendo com a falta de interesse com relação à
questão hídrica. Em 2013, a falta de chuvas regulares e outros motivos
levaram a uma crise por falta de água sem precedentes em São Paulo
e desde então muito pouco foi realizado para reverter a situação,
principalmente no Cantareira e em outras represas que sofrem com o
recebimento clandestino de esgoto.

Resposta: C
Por ser de bem público a água é prioridade do consumo humano,
assim como diz a Lei das Águas, sendo assim o abastecimento para
irrigação deve ser suspenso e deve ser garantido o abastecimento para
consumo humano e animal.
1. (USF-2015) Falta d’água em cidades tem a ver com devastação
desenfreada da Amazônia. Chuvas que recarregam reservatórios
da região Sudeste são oriundas da Amazônia. Árvores são ‘toque
final’ da máquina biológica que produz chuvas. O chão foi o destino
de 20% das árvores da Floresta Amazônica original. Que isso vem
acontecendo há anos, todos sabem. O que você provavelmente não
sabe é que esse crime ambiental tem a ver com a falta d’água na
maior cidade da América Latina. É que a Amazônia bombeia para a
atmosfera a umidade que vai se transformar em chuva nas regiões
Centro-Oeste, Sudeste e Sul do Brasil. Quanto maior o desmatamento, menos umidade e, portanto, menos chuva. E sem chuva, os
reservatórios ficam vazios e as torneiras, secas. Uma árvore leva mais
de 100 anos para crescer, e em menos de um minuto, já pode estar
derrubada. E o pior é que a madeira nem é aproveitada. Nesse tipo
de desmatamento, o objetivo é simplesmente derrubar tudo, tocar
fogo e transformar a área em pastagem para a criação de gado. Um
crime ambiental que geralmente só é notado pelos fiscais tarde
demais, quando a floresta já virou carvão.
(Disponível em: <http://g1.globo.com/fantastico/noticia/2014/08/
falta_dagua_em_cidades_tem_ver_com_devastacao_desenfreada_da_
amazonia_html> Acesso em: 02 set. 2014 às 15 h (fins pedagógicos.)
O texto levanta a hipótese de que
a) a seca que assola o estado de São Paulo tem relação com o
desmatamento na Amazônia, visto que parte significativa da
umidade que chega ao Centro-Sul tem origem na região Norte
do país.
b) as secas no Sudeste e Centro-Oeste no Brasil são cíclicas e não
apresentam relação com as ações antrópicas.
GEOGRAFIA B
52199_MIOLO_PVE17_1_GEO_LP.indb 713
713
21/09/2016 09:12:38
c) as mudanças climáticas globais são responsáveis pelos desastres
naturais evidentes em grande parte do planeta, tais como secas,
inundações, terremotos e tsunamis.
(7) O crescimento populacional e os novos padrões gerais de
consumo provocam, dentre outros aspectos, a poluição da
água e a acidificação de rios e lagos, comprometendo atividades econômicas relacionadas a esses ecossistemas.
Soma ( )
d) se o desmatamento das florestas tropicais for erradicado, os
problemas ambientais do planeta serão extintos.
e) a derrubada da floresta tem como principal objetivo o uso da
madeira na fabricação de carvão vegetal. As queimadas deixam
o ar mais seco, influenciando no clima do Sul e Sudeste do país.


Anotações:
Anotações:
3. (PUCPR-2016) A Agência Nacional das Águas (ANA) afirma que “as
causas da crise hídrica não podem ser reduzidas apenas as menores
taxas pluviométricas verificadas nos últimos anos, pois outros fatores relacionados à gestão da demanda e à garantia da oferta são
importantes para agravar ou atenuar sua ocorrência.” (ANA – Encarte
especial sobre a crise hídrica, 2014).
2. (UFBA-2012) O desperdício e o aumento do consumo de água são
[...] fatores preocupantes. O acelerado crescimento populacional e as
demandas por alimentos e energia têm intensificado o uso dos recursos hídricos. Se o uso indiscriminado da água continuar aumentando,
será necessário reduzir o consumo por meio do racionamento, e as
disputas pelas fontes de água potável serão intensas, principalmente
nas áreas onde há escassez desse recurso, como nas regiões de clima
árido ou desértico. Portanto, é cada vez mais importante promover o
uso consciente da água, utilizando-a de forma racional, e adotar medidas como a redução da produção de resíduos e o desenvolvimento
de programas de educação ambiental. No Brasil, a ideia equivocada
de que a água é um recurso natural abundante, reciclável e sempre
disponível é a causa do uso irresponsável.
(BIGOTTO; ALBUQUERQUE; VITIELLO, 2010, p. 155).
BRASIL: DISTRIBUIÇÃO DOS RECURSOS HÍDRICOS
DA SUPERFÍCIE E DA POPULAÇÃO ABSOLUTA (EM %) – 2007)
80
Regiões
Animal*
(Fonte: adaptado de Agencia Nacional das Águas – ANA. GEO Brasil
Recursos Hídricos. Componente da Série de Relatórios sobre o
Estado e Perspectivas do Meio Ambiente no Brasil. Brasilia – DF. 2007.
Disponível em: <www.ana.gov.br>. Acesso em: 28 ago. 2015.)
68,5
45,3
42,6
40
Uma reflexão sobre o uso da água nas principais bacias hidrográficas
e a crise hídrica que afeta algumas regiões brasileiras alerta que o
uso racional da água exige
a) redução no desperdício de alimentos e técnicas de irrigação
mais eficientes, pois, no Brasil, o setor agropecuário utiliza mais
de 50% da água disponível para consumo.
29,0
30
20
15,7
10
7,0
0
Norte
16,6
18,3
15,0
6,4
Centro-Oeste
Recursos hídricos
6,5 6,6
Sul
Superfície
10,8
6,0
Sudeste
3,3
b) métodos mais eficientes para a utilização da água no cultivo agrícola e criação de animais, atividades que, segundo a ANA, mais
consomem água em cada uma das grandes regiões hidrográficas.
Nordeste
População
c) reeducação no consumo urbano da água, afinal, o desperdício
das grandes cidades é o principal responsável pela falta desse
importante recurso natural.
Considerando-se as informações do texto, o gráfico e os conhecimentos sobre a questão da água nas regiões brasileiras, nesse início
do século XXI, pode-se afirmar:
(1) A Região Nordeste é a segunda em extensão territorial e em
contingente demográfico.
d) uma valorização do recurso hídrico como bem público inesgotável e a conscientização de que a diminuição do consumo de
carne reduz a demanda por água para dessedentação.
(2) A Região Norte e a Nordeste figuram como a de menor e a de
maior déficit hídrico, respectivamente.
e) políticas públicas que pressionem as propriedades agropecuárias para uma redução no consumo de água, setor que não
atingiu o equilíbrio entre oferta e demanda de água verificado
nos demais setores usuários.
(3) A Região Centro-Oeste, apesar do desmembramento do
Estado de Goiás, continua mantendo limites com a faixa setentrional do Nordeste.
(4) O subsolo brasileiro detém um importante aquífero, denominado Guarani, que se localiza em uma das áreas de menor
concentração populacional e de menor consumo de água.
(5) A Região Sul é a mais heterogênea em relação à disponibilidade de recursos hídricos e de superfície, apesar de ser a
segunda região mais populosa e povoada do país.
(6) As regiões Sudeste e Nordeste, juntas, detêm mais de 70%
da população brasileira, enquanto as regiões Norte e CentroOeste registram os mais baixos percentuais em relação a
esse aspecto.
714
Irrigação
Amazônica
30%
7%
6%
29%
27%
Tocantins25%
4%
4%
39%
28%
Araguaia
Parnaíba
32%
7%
3%
47%
12%
São Francisco
18%
3%
10%
64%
5%
Uruguai
05%
1%
3%
86%
5%
Paraná
33%
2%
33%
24%
7%
Paraguai
28%
2%
3%
22%
46%
Brasil
27%
3%
18%
46%
7%
*Uso animal: inclui dessedentação, higiene e demais usos de água para
permitir a atividade de criação
60
50
Humana Humana Industrial
urbana rural

Anotações:
PVE17_2_GEO_B_07
80
Uso de água nas regiões hidrográficas brasileiras
GEOGRAFIA B
52199_MIOLO_PVE17_1_GEO_LP.indb 714
21/09/2016 09:12:39
d) a contaminação do solo pelo uso indiscriminado de fertilizantes
químicos.
e) a formação de sulcos provocados pela erosão em áreas de forte
declividade.

1.
1. C6:H30 (UECE-2012) Tratando-se das condições geoambientais e da
ocupação do semiárido brasileiro, pode-se afirmar que a desertificação é um processo que conduz à degradação irreversível dos solos
e dos demais recursos naturais renováveis.
Sobre o processo em pauta, assinale a opção que contém a afirmação falsa.
a) A desertificação tem afetado, principalmente, a área extensivamente recoberta por caatinga em solos rasos de tipos variados.
Resposta: B
A laterização é um fenômeno que pode acontecer de forma natural
ou resultar de ações antrópicas. Trata-se de um processo onde temos
a formação de uma crosta ferruginosa. Esse processo leva à morte do
solo para a agricultura, pois não permite o desenvolvimento de plantas.
(Enem-2010) Muitos processos erosivos se concentram
nas encostas, principalmente aqueles motivados pela
água e pelo vento. No entanto, os reflexos também são
sentidos nas áreas de baixada, onde geralmente há
ocupação urbana. Um exemplo desses reflexos na vida cotidiana de
muitas cidades brasileiras é
a) a maior ocorrência de enchentes, já que os rios assoreados
comportam menos água em seus leitos.
b) Com a expansão do processo de desertificação, tem ocorrido a
desorganização dos sistemas produtivos como a agropecuária
e o extrativismo vegetal.
c) A desertificação tem afetado, indistintamente, todos os grandes
domínios naturais do Nordeste brasileiro.
d) A desertificação é própria dos climas secos, semiáridos e subúmidos secos.
2.
C6:H30 (Enem-2015)
b) a contaminação da população pelos sedimentos trazidos pelo
rio e carregados de matéria orgânica.
c) o desgaste do solo em áreas urbanas, causado pela redução do
escoamento superficial pluvial na encosta.
d) a maior facilidade de captação de água potável para o abastecimento público, já que é maior o efeito do escoamento sobre
a infiltração.
e) o aumento da incidência de doenças como a amebíase na população urbana, em decorrência do escoamento de água poluída
do topo das encostas.

Anotações:
O desmatamento de encostas deixa o solo desprotegido e mais suscetível aos deslizamentos.
Todo este material vai parar no rio, provocando seu assoreamento, implicando em um maior
número de inundações.
2. (UnB) O solo e o subsolo são passíveis de degradação ambiental.
( C ) Comumente conhecidos como lixões, os grandes depósitos
urbanos de lixo são fonte de contaminação do subsolo, sendo
que a coleta seletiva de lixo ajuda a reduzir esse problema.
( E ) Substâncias químicas provenientes de indústrias podem poluir
o solo, mas, felizmente, o subsolo está a salvo desses tipos de
contaminações devido à sua maior profundidade.
( C ) Os agrotóxicos apresentam o risco de contaminar a água potável
e de matar microrganismos essenciais ao solo.

Anotações:
A primeira afirmação está incorreta, pois a erosão se dá quando escoamento superficial é
maior que a infiltração.
A penúltima afirmação está incorreta, pois o solo independente de sua profundidade não
está a salvo da poluição por meio das substâncias químicas provenientes das indústrias.
(BRASIL. Ministério do Meio Ambiente/IBGE. Biomas. 2004. Adaptado.)
No mapa estão representados os biomas brasileiros que, em função
de suas características físicas e do modo de ocupação do território,
apresentam problemas ambientais distintos. Nesse sentido, o problema ambiental destacado no mapa indica
a) desertificação das áreas afetadas.
b) poluição dos rios temporários.
c) queimadas dos remanescentes vegetais.
d) desmatamento das matas ciliares.
e) contaminação das águas subterrâneas.
3. (UECE-2015) Os solos originalmente formados na Depressão Sertaneja compõem um verdadeiro mosaico pedológico; suas principais
características incluem
a) pouca profundidade e aspecto pedregoso, com texturas que
variam da arenosa a argilosa.
b) elevada fertilidade natural e favorecimento, pela topografia,
ao desenvolvimento de uma agricultura eminentemente mecanizada.
724
PVE17_2_GEO_B_08
Analisando os processos que neles ocorrem, pode-se perceber o
grau de vulnerabilidade de um sistema natural.
Com relação às causas que comprometem a utilização sustentável
do solo e do subsolo, julgue os itens seguintes como verdadeiros
ou falsos.
( E ) A ação erosiva da água no solo ocorre quando ela, em vez de
escoar superficialmente, sem qualquer empecilho, infiltra-se
para o subsolo.
GEOGRAFIA B
52199_MIOLO_PVE17_1_GEO_LP.indb 724
21/09/2016 09:13:12
O fato de Moçambique representar apenas 3% do produto
de toda SADC e ter uma baixa participação comercial na região relativamente a países como Angola e África do Sul não
inibiu as autoridades moçambicanas de se posicionarem em
favor do desenvolvimento do bloco. Um relatório divulgado
pela SADC em 2008 a respeito da integração econômica e das
dificuldades de convergência macroeconômica entre os países aponta para um forte descompasso entre a capacidade de
Moçambique gerar desenvolvimento econômico de um lado,
e de outro sua dificuldade em melhorar indicadores sociais.
Índices de Moçambique comparados com a média da SADC,
por exemplo, o GINI de 0,60 do país em contraste com 0,54
da SADC, ainda conformam profundas divergências regionais.

Resposta: A
Apec significa Cooperação Econômica da Ásia e do Pacífico. Foi criada
no ano de 1989 na Austrália. A Apec agrupa os seguintes países: Austrália, Papua-Nova Guiné, Chile, Brunei, Formosa (Taiwan), Canadá,
Indonésia, Japão, Malásia, Nova Zelândia, Filipinas, Cingapura, Coreia do Sul, Tailândia, EUA, China, Hong Kong (região administrativa
especial da China), México, Peru, Rússia e Vietnã. Portanto, a Holanda
não faz parte do grupo.
1. O que significa a sigla APEC?
Cooperação Econômica da Ásia e do Pacífico (do inglês Association of Southeast Asian
[...]
A SADC parece enfrentar a tensão entre se unir para combater problemas comum e, simultaneamente, manter a autonomia de cada país. A cautela da participação moçambicana
na organização, tendo em vista suas preocupações para com
os países mais desenvolvidos reflete como as disparidades da
África subsaariana podem ser combatidas ou aprofundadas.
Os instrumentos que aproximam os países integrantes da SADC
podem, com efeito, punir os menos desenvolvidos e correr o
risco de favorecer os mais poderosos. Por outro lado, o conjunto de desafios em comum justifica a necessidade de ações
coordenadas.
Nation).
2. Considerando-se as etapas de constituição de um bloco econômico, a Apec representa um acordo comercial em sua fase inicial,
denominado:
a) União Aduaneira
b) Zona de livre-comércio
c) Mercado Comum
d) Região alfandegária
e) Área de integração econômica

(Disponível em: <www.oplop.uff.br/boletim/121/insercao-de-angolamocambique-na-sadc>. Acesso em: 2 maio 2016.)
Anotações:
A zona de livre-comércio se caracteriza pela união regional de países que objetivam ampliar as relações comerciais entre si. Foram criadas pós Segunda Guerra Mundial quando
diversos países se uniram para a formação de organizações geopolíticas e econômicas, tais
como os blocos econômicos. A APEC foi fundada em 1989, com o objetivo de facilitar os
acordos comerciais entre países-membros.
3. Em relação ao SADC – Comunidade para o Desenvolvimento da
África Austral, as alternativas que seguem trazem metas do grupo
de países, exceto:
a) Promover o crescimento e desenvolvimento econômico, aliviar
pobreza, aumentar a qualidade de vida do povo.
1. O nome do bloco econômico cuja sigla em inglês é SADC é
a) Comunidade para Desenvolvimento da África Austral.
b) Comunidade para Desenvolvimento da África Boreal.
b) Reforçar e consolidar as afinidades culturais entre os países-membros.
c) Comunidade para Desenvolvimento da África Ocidental.
d) Comunidade para Desenvolvimento da África Oriental.
c) Minimizar o uso dos recursos naturais disponíveis nas áreas dos
países-membros.
e) Comunidade para Desenvolvimento da África Branca.

Resposta: A
O nome do bloco em inglês é Southern Africa Development Community,
ou seja, Comunidade para Desenvolvimento da África Austral.
d) Promover a paz e a segurança entre os integrantes do grupo.
e) Desenvolver valores políticos, sistemas e instituições comuns

2. Fundada em 1967, a ASEAN tem como importante marco o ano de
Não é meta do SADC a minimização do uso dos recursos naturais, ao contrário, espera-se
1992, quando seus membros assinaram um acordo para o estabelecimento, entre os países, de um(a):
a) Zona de livre-comércio.
c) Mercado comum.
b) União aduaneira.

que possam maximizar o uso efetivo dos recursos naturais, mas de forma mais sustentável,
tendo em vista à proteção aos ambientes naturais.
d) União monetária.
Resposta: A
Criada em 1992, a zona de livre-comércio foi evoluindo aos poucos até
2008 quando ocorreu a redução ou a eliminação das tarifas alfandegárias no comércio entre os países-membros.
4. É bastante comum que se confunda a ASEAN com os Tigres Asiáticos.
No entanto, apenas um país da ASEAN é um dos quatro originais
Tigres Asiáticos. Este país é
a) Cingapura.
d) Malásia.
PVE17_2_GEO_C_05
3. (UESPI-2011) Com a economia mundial globalizada, existe uma
tendência comercial para a formação de blocos econômicos, que
facilitam as atividades comerciais entre os países-membros. Um dos
blocos econômico que podem ser mencionados é a APEC. Deste
fazem parte os seguintes países, exceto:
a) Holanda.
d) Coreia do Sul.
b) Austrália.
Anotações:
e) China.
b) Filipinas.
e) Tailândia.
c) Indonésia.

Anotações:
Os quatro Tigres Asiáticos originais são Cingapura, Coreia do Sul, Hong Kong e Taiwan. Os
demais citados são considerados Novos Tigres Asiáticos.
c) Hong Kong.
GEOGRAFIA C
52199_MIOLO_PVE17_1_GEO_LP.indb 735
735
21/09/2016 09:13:34
5. Sobre as características dos países da Apec, assinale a alternativa
incorreta:
a) A soma dos PIBs representa mais da metade do PIB mundial.
b) Todos os países possuem IDH muito elevado ou elevado.
c) Reúnem cerca de um terço da população mundial.
a)
b)
c)
d)
e)
ALC – Associação Asiática de Livre Comércio
CCM – Comunidade e Mercado Comum do Caribe
ASEAN – Associação das Nações do Sudeste Asiático
ALCA – Área de Livre Comércio das Américas
APEC – Associação de Cooperação Econômica do Pacífico
d) Todos os países são banhados pelo Oceano Pacífico.
e) Nem todos os países adotam o sistema capitalista.

Anotações:
Indonésia e Vietnã são exemplos de países que possuem IDH baixo.
1. Qual destes continentes não possui país-membro na APEC?
a)
b)
c)
d)
e)
África.
América.
Ásia.
Europa.
Oceania.
2. Sobre a SADC, assinale a alternativa incorreta.
1. C4:H18 (UFAM-2014) No planisfério está destacado em negrito um
bloco econômico que não foi motivado pela proximidade geográfica,
pois vários países de continentes diferentes participam dele. Foi oficializado em 1993 e pretende estabelecer a livre troca de mercadorias
entre os países-membros até 2020. Identifique-o.
a) Um dos maiores problemas dos países da SADC é o HIV, alvo de
políticas comuns entre os membros do bloco.
b) Os países da SADC apresentam, em sua maioria, IDH baixo.
Alguns exemplos são a República Democrática do Congo e
Moçambique.
c) Os membros da SADC apresentam economias frágeis, não havendo nenhum país que possa ser considerada uma economia
emergente.
d) A SADC possui três línguas oficiais: inglês, francês e português,
representando os idiomas oficiais dos membros, colonizados
por países europeus.
3. A APEC era considerada um fórum de cooperação econômica, mas
nos últimos anos tem adquirido características de bloco econômico.
Dentre estas mudanças está a criação de:
a) uma zona de livre-comércio entre os países desenvolvidos e
posterior inserção dos países em desenvolvimento.
(<pt.m.wikipedia.org>.)
a) Comunidade Econômica Eurasiática (CEEA)
b) Cooperação Econômica da Ásia e do Pacífico (APEC).
c) Associação de Nações do Sudeste Asiático (ASEAN).
d) Comunidade dos Estados Independentes (CEI).
e) Associação de países da África, Caribe e Pacífico (ACP).
2. C4:H18 (UNISC) Na figura a seguir (FERREIRA, M. P., 2007) está re-
presentado um dos atuais blocos econômicos que comandam o
mercado comercial internacional e a nova divisão internacional do
trabalho. Foi organizado em 1967 e tem como principal objetivo promover o desenvolvimento econômico, social e cultural; salvaguardar
a estabilidade econômica e política e ser um fórum para resolver
conflitos entre seus 10 países-membros. Representa um mercado
de 500 milhões de pessoas e um PIB de 800 bilhões de dólares.
Indique a sigla que corretamente identifica esse bloco econômico.
b) um mercado comum que prevê livre circulação pessoas, capitais
e mercadorias em todos os países do bloco.
c) um mercado comum que prevê livre circulação pessoas, capitais
e mercadorias em todos os países desenvolvidos do bloco.
d) uma união aduaneira entre todos os países-membros do bloco,
através de uma tarifa externa comum.
4. Em relação à SADC (Comunidade para o Desenvolvimento da África
Austral), cite dois fatores que dificultam uma maior integração entre
os países-membros.
Para a próxima questão, assinale (V) para verdadeiro e (F) falso.
5. (UFS-2010) Um dos blocos econômicos mais promissores da atuali-
dade é a APEC (Cooperação Econômica da Ásia e do Pacífico). Analise
as afirmações sobre o bloco.
0-0) O bloco é formado de países industrializados, países em vias
de industrialização do Sudeste asiático e alguns países latino-americanos banhados pelo Pacífico.
1-1) O objetivo do bloco é formar uma comunidade de economias
cada vez menos diversificadas. Apresenta um forte potencial
comercial, inclusive pelo fato de contar com pouco mais de 2
bilhões de habitantes.
3-3) O bloco se ressente da concorrência interna entre alguns de
seus membros: é o caso dos Estados Unidos, Japão e China,
cada um deles disputando maior participação no comércio
internacional.
(Fonte: FERREIRA, M. P., 2007.)
736
PVE17_2_GEO_C_05
2-2) Entre seus integrantes estão países capitalistas desenvolvidos,
capitalistas subdesenvolvidos, países com economia em transição e países socialistas.
GEOGRAFIA C
52199_MIOLO_PVE17_1_GEO_LP.indb 736
21/09/2016 09:13:36
David Cameron

Cameron é o responsável pela convocação do referendo,
mas havia se posicionado a favor da permanência e alertado
sobre o risco do Reino Unido deixar a UE. O primeiro-ministro
chegou a afirmar que continuaria à frente do governo independentemente do resultado do referendo, mas renunciou
pouco depois da divulgação oficial do resultado.
Resposta: D
A única alternativa incorreta é a D, pois a responsabilidade de controlar
a utilização dos fundos da UE é do Tribunal de Contas Europeu. É esta
instituição que tem a função de verificar se os gastos de dinheiro estão
de acordo com as regras e regulamentos orçamentais e para os fins a
que se destinam.
[...]
(Disponível em: <http://g1.globo.com/mundo/noticia/2016/06/reino-unidodecide-deixar-uniao-europeia-em-referendo.html>. Acesso em: 8. Jun.2016)
1. (Unimontes-2012) A União Europeia admitiu discutir a suspensão
temporária do acordo que permite a livre circulação de pessoas
dentro dos países do bloco sem necessidade de apresentar passaporte nas fronteiras.
(Folha de S.Paulo, 5 maio 2011.)
Considerando o texto, é possível inferir que
a) o cidadão europeu aceitará facilmente essa medida, considerando que a livre circulação é uma situação recente para eles
dentro da União Europeia.
1. Qual o principal objetivo do Tratado de Maastricht?
 Resposta:
Um dos principais objetivos do tratado, além da instituição da União
Europeia, foi a criação do euro como moeda única.
b) as crises econômicas que afetaram alguns países da União
Europeia e a desigualdade de desenvolvimento motivam essa
discussão.
2. (Fuvest) No mapa a seguir, destacam-se três regiões europeias onde
c) a livre circulação de pessoas na União Europeia foi resultado de
negociações do Parlamento Europeu e definida pelo Tratado
de Frankfurt.
d) a união econômica e monetária, na evolução da União Europeia,
antecedeu a livre circulação, fato que favoreceu sua definição.

Anotações:
As crises econômicas em alguns países da União Europeia e a desigualdade de desenvolvimento podem aumentar o fluxo migratório em direção aos países que apresentam economias mais estáveis.
2. (UEPB – adap.) A União Europeia resulta de um processo que se inicia
a) ocorrem movimentos separatistas.
b) estão localizados os mais importantes portos europeus.
em 1950 com a criação da Comunidade Europeia do Carvão e do Aço
e se concretiza em novembro de 1993 quando entrou em vigor o Tratado de Maastricht. Com base no seu conhecimento e com o auxílio
do cartograma a seguir assinale com (V) as proposições verdadeiras
e com (F) as falsas, referentes à formação deste bloco econômico.
c) são registrados os menores IDH da União Europeia.
d) foram suspensos pela OMC os subsídios agrícolas.
e) ocorre o maior fluxo de imigrantes da África Setentrional e da
Ásia de Sudeste.

Resposta: C
As regiões indicadas no mapa referem-se às áreas da União Europeia
onde os índices de desenvolvimento econômico e de qualidade de
vida oferecida à população são menores em relação ao restante da UE.
3. O Banco Central Europeu (BCE) decidiu cortar todas as taxas de juros
da zona do euro, ampliou seu programa de estímulos monetários
e ofereceu novos empréstimos baratos de longo prazo aos bancos,
realizando uma inesperada ação agressiva para impulsionar a alta
dos preços e o crescimento da economia na região.
(Disponível em: <www.valor.com.br/financas/4474796/bce-surpreende-e-cortatodas-taxas-de-juros-da-regiao-do-euro>.)
PVE17_2_GEO_C_06
O Banco Central Europeu é uma das principais instituições da União
Europeia, não faz parte de sua responsabilidade:
a) Fixar as taxas de juros dos empréstimos.
b) Autorizar a emissão do euro.
c) Preservar a segurança e a solidez do sistema bancário europeu.
d) Controlar a utilização dos fundos da UE.
e) Realizar operações cambiais.
( ) Em 1951 formava-se a Europa dos Seis, com a assinatura do Tratado de Roma, que instituía a Comunidade Econômica Europeia,
da qual faziam parte a Inglaterra, Irlanda, França, Alemanha,
Itália e Suíça. GEOGRAFIA C
52199_MIOLO_PVE17_1_GEO_LP.indb 743
743
21/09/2016 09:13:53
( ) Em 1973 dá-se o alargamento da Comunidade Europeia, com o
ingresso dos países ibéricos e da Grécia. IV. o forte controle da União Europeia sobre a imigração clandestina que compensa o baixo crescimento demográfico e ocupa
funções não qualificadas, sendo, portanto bem aceita pela
população.
Estão corretas apenas as proposições
a) I, II e III.
( ) Em 1995 temos a formação da Europa dos Quinze, com a entrada
da Áustria e de dois países escandinavos. ( ) Em 2004 a União Europeia se amplia com a admissão de países
ex-socialistas do Leste Europeu, totalizando 25 países.
A sequência correta das assertivas é a) F, F, F, F.
b) l e IV.
c) II e IV.
b) F, F, V, V.
d) lI, III e IV.
c) V, V, V, V.
e) I e III.

e) V, F, F, V.

A crise de 2008 começou com o mercado imobiliário dos Estados Unidos, atingindo os
mercados financeiros mundiais. Os principais países atingidos pela crise na Europa foram
Espanha, Itália, Irlanda, Portugal e Grécia. Conhecidos como PIIGS (Porcos Ingleses) estes
países gastaram mais dinheiro do que conseguiram arrecadar e começaram a acumular
dívidas. Para combater a crise, a União Europeia e o FMI (Fundo Monetário Internacional)
propuseram pacotes de ajuda e em contrapartida exigiram a tomada de medidas de austeridade que geraram a insatisfação da população.
Anotações:
A primeira proposição é falsa, pois a Europa dos seis se formou em 1957 quando foi assinado o Tratado de Roma, cujo principal objetivo era a criação da CEE.
A segunda proposição é falsa, pois a Grécia entrou como Estado-membro em 1981, e
Portugal e Espanha, em 1986.
3. (UDESC) A União Europeia é formada por 28 países que foram aderindo
aos poucos aos países fundadores: Alemanha, Bélgica, França, Itália,
Luxemburgo e Holanda. Essa organização tem por objetivo propiciar
a cooperação econômica e política dos seus membros.
Analise as afirmativas que apresentam os objetivos da União Europeia.
I. Integrar as políticas relativas ao sistema judiciário, aos impostos
sobre importação e exportação e às leis de asilo político.
5. (UNIFENAS-2012) A acentuada crise que atinge a chamada zona do
euro abrange um cenário complexo e pode ser analisada sobre várias
perspectivas. A estrutura supranacional criada no pós-guerra, que
reuniu a gênese da Comunidade Europeia para ampliar o espaço
geoeconômico do mercado comum, parece arruinada, apesar de a
União Europeia (UE) constituir hoje um bloco comunitário de relevância no cenário internacional. Considerando seus conhecimentos
sobre a gênese da Comunidade Europeia que se transformou na atual
União Europeia (UE), associados ao atual processo de crise que atinge
a zona do euro, são feitas as seguintes observações:
I. A integração econômica surgiu no pós-guerra como elemento
chave para a reconstrução da Europa Ocidental, envolvendo
França, Alemanha Ocidental, Itália, Bélgica, Holanda e Luxemburgo, com a criação da Comunidade Econômica do Carvão e
do Aço (CECA) em 1952. II. Melhorar as condições de vida e de trabalho dos cidadãos
europeus.
III. Aperfeiçoar as condições de livre-comércio entre os países
membros.
IV. Reduzir as desigualdades sociais e econômicas entre as regiões.
V. Fomentar o desenvolvimento econômico dos países em fase
de crescimento.
II. Em 1957, o Tratado de Roma estabeleceu a Comunidade Econômica Europeia (CEE) e a Comunidade Europeia de Energia
Atômica (Euratom). VI. Proporcionar um ambiente de paz, harmonia e equilíbrio na
Europa.
Assinale a alternativa correta.
a) Somente as afirmativas III, IV e V são verdadeiras.
III. Posteriormente, em 1967, CECA, CEE e Euratom se fundem,
constituindo a Comunidade Europeia e iniciando a trajetória
que eliminaria as restrições relacionadas à circulação de pessoas,
capitais, mercadorias e serviços como prioridades à oficialização
do mercado comum supranacional. b) Somente as afirmativas I, III e VI são verdadeiras.
c) Somente as afirmativas II e IV são verdadeiras.
d) Somente a afirmativa VI é verdadeira.
IV. O Tratado de Maastricht, assinado em 1992, oficializou a criação
da União Europeia (UE), sucessora da Comunidade Econômica
Europeia e determinou a restrição à entrada de novos países
membros, iniciando o processo de retração do bloco quanto a
futuras adesões. e) Todas as afirmativas são verdadeiras.

Anotações:
Todas as alternativas colocadas na questão dizem respeito aos objetivos do bloco estabelecidos na Carta dos Direitos Fundamentais da União Europeia, proclamada em Estrasburgo
em 12 de Dezembro de 2007 pelo Parlamento Europeu. O bloco ainda conta com 28 membros, pois estima-se que a saída do Reino Unido demore aproximadamente 2 anos para ser
oficializada. Vale ressaltar que essa questão é bastante controversa, pois a Escócia deseja
continuar na União Europeia e existem vários movimentos sociais que desejam o retorno
do Reino Unido ao bloco.
V. A crise europeia envolve, entre outras razões, a baixa sincronia
existente entre os elementos político-institucional e econômico-financeiro na estrutura do bloco, associadas ao descontrole
das contas públicas de algumas nações da zona do euro. VI. Portugal, Irlanda, Itália, Grécia e Espanha – que formam o
chamado grupo dos PIIGS – são países que se encontram em
posição delicada dentro da zona do euro, pois atuaram de forma mais indisciplinada nos gastos públicos e se endividaram
excessivamente.
Das afirmações, estão corretas a) todas.
d) I, II, III, V e VI, apenas. 4. (UEPB-2013) A característica mais forte da globalização é a interde-
pendência entre os diversos atores globais, daí a crise econômica
que teve início como colapso do mercado imobiliário norte-americano ter atingido fortemente a União Europeia, cuja insatisfação e
mobilização popular têm como causas:
I. a imposição de medidas impopulares para equilibrar as contas
dos Estados, tais como os cortes nos gastos públicos e o aumento
de impostos.
II. a redução da renda e da qualidade de vida, direitos historicamente conquistados pelos cidadãos europeus, em especial dos
países que implantaram a social democracia.
III. o aumento do desemprego e dos cortes nos recursos à assistência social, enquanto os Estados se endividam e utilizam recursos
públicos para salvar o mercado financeiro.
744
Anotações:
b) I, II e III, apenas. e) I, III, IV e VI, apenas.
c) II, III, IV e V, apenas. 
Anotações:
A única alternativa incorreta é a IV, uma vez que o Tratado de Maastricht de fato oficializou
a criação da União Europeia, porém não determinou a restrição à entrada de novos países
membros, já que essa não é uma política adotada pelo bloco.
PVE17_2_GEO_C_06
d) F, V, V, F.
GEOGRAFIA C
52199_MIOLO_PVE17_1_GEO_LP.indb 744
21/09/2016 09:13:53
Sobre o tema urbanização e as informações contidas no mapa acima,
assinale a(s) proposição(ões) correta(s):
(1) A Nicarágua é o país da América Latina em que se verifica a
menor relação de acesso à telefonia móvel, considerando-se
a sua população absoluta.
(2) Na América Andina, o mais elevado grau de urbanização está
no Peru.
(3) Os países da América Central que entre os séculos XVII e XVIII
foram colonizados por espanhóis apresentam grau de urbanização superior a 50%.
(4) Dentre os países membros do Mercosul, o Uruguai é o que
apresenta o mais alto grau de urbanização.
(5) Mais de 50% da população latino-americana é favorecida pelas inovações tecnológicas da globalização.
(6) A tecnologia informacional é acessível à América Latina, considerando-se que a telefonia móvel supera os percentuais de
urbanização.
(I)
(7) Dentre os países que não estabelecem fronteiras com o Brasil,
o Chile apresenta o mais alto grau de urbanização.

Resposta: 73 (01 + 08 + 64).
(02) Incorreta, pois o mais elevado grau de urbanização na América
Andina, segundo o mapa, está no Chile.
(04) Incorreta, pois Guatemala e Honduras são países da América
Central que apresentam grau de urbanização abaixo dos 50%.
(16) Incorreta, pois, pelas informações apresentadas no mapa, menos
da metade da América Latina é favorecida pelas inovações tecnológicas.
(32) Incorreta, pois os percentuais da telefonia móvel apresentados no
mapa não superam os da urbanização.
(II)
1. (UEM-2014) Considerando a localização geográfica do Brasil na
América do Sul, em relação aos demais países do continente, assinale
o que estiver correto:
(1) Uruguai, Paraguai e Argentina são vizinhos do Brasil ao sul e
a sudoeste. Entre os países vizinhos a noroeste, aparecem a
Venezuela e a Colômbia.
(2) entre os países vizinhos a oeste aparecem a Colômbia e a
Venezuela. A leste, o Peru é o único vizinho do Brasil.
(3) Chile e Equador são países que não fazem fronteira com o
Brasil.
(4) o Brasil é o único país da América do Sul banhado pelo
Oceano Atlântico. Os demais países, ou são banhados pelo
Oceano Pacífico ou não têm contato geográfico com nenhum dos oceanos.
(5) Bolívia e Paraguai são países da América do Sul que não são
banhados por nenhum oceano.
Soma ( 21 )(01+04+16).

(III)
a) Manaus, Copiapó (Norte do Chile) e Curitiba.
Anotações:
b) Lima, Manaus e Curitiba.
c) Fortaleza, Buenos Aires e Curitiba.
(02) Incorreta, pois o Brasil não faz divisa com nenhum país a leste, onde temos o Oceano
d) Cuiabá, Curitiba e Porto Alegre.
Atlântico. O Peru está a oeste.
(08) Incorreta, pois o Brasil não é o único país da América do Sul que é banhado pelo ocea-
PVE17_2_GEO_C_07
no Atlântico.
2. (FEI-2010 – adap.) Analise os climogramas a seguir que apresentam
as médias mensais de pluviosidade e temperatura do ar atmosférico
de três cidades da América do Sul:
Os diferentes tipos climáticos identificados pelos climogramas
números I, II e III, correspondem, respectivamente, a:
e) São Paulo, Lima e Caracas.

Anotações:
A análise dos climogramas nos permite afirmar que a alternativa A está correta, pois o climograma I se refere ao clima equatorial, típico das regiões próximas à linha do Equador,
onde as temperaturas são elevadas com elevado nível de umidade do ar (Ex.: Manaus); já o
climograma II diz respeito ao clima desértico, cujas características são a escassez de chuva
e as altas temperaturas (Ex. Copiapó (região norte do Chile); já o climograma III é típico do
clima subtropical que apresenta invernos amenos e verões quentes, característico do Sul
do Brasil (Ex. Curitiba).
GEOGRAFIA C
52199_MIOLO_PVE17_1_GEO_LP.indb 759
759
21/09/2016 09:15:12
3. (Unifal) Assinale a alternativa correta sobre a história geológica e as
paisagens naturais e humanizadas das Américas.
a) As Montanhas Rochosas e os Montes Apalaches, na América do
Norte, resultaram do choque entre placas tectônicas, apresentando grandes altitudes e climas áridos.
b) Com território parcialmente situado sobre uma placa tectônica
estável, o Brasil está livre de vulcanismo, predominando as
rochas metamórficas como granitos e mármores.

Anotações:
O continente americano apresenta três grandes conjuntos de relevo: planícies, planaltos e
dobramentos modernos. As planícies situam-se geralmente em áreas de menor altitude ou
em depressões que apresentam elevada acumulação de sedimentos.
c) A cordilheira dos Andes, na América do Sul, resultou de antigos
movimentos tectônicos da Era Primária apresentando, portanto,
poucos vulcões ativos.
d) Os desertos de Atacama e do Colorado situam-se, respectivamente, na porção oeste da América do Sul e no leste da América
do Norte, sendo ambos praticamente desabitados.
e) Entre as grandes cadeias montanhosas, a oeste e os planaltos
ou montanhas do leste, o continente americano apresenta
planícies, nas quais predominam os processos de deposição
de sedimentos.
1. (FGV-2012) Observe a imagem da Falha de Santo André, na Califórnia (EUA).
A importante Falha de Santo André está relacionada
a) ao deslizamento horizontal entre as placas do Pacífico e Norte-Americana.
b) ao rebaixamento da placa de Nazca em relação à placa do
Pacífico.
c) à meteorização da plataforma continental do litoral Pacífico.
d) à corrosão das rochas que formam o substrato cristalino californiano.
e) ao ravinamento das rochas resultante da semiaridez do oeste
californiano.
(http://static.infoescola.com/wp-content/uploads/2010/04/falha-de-san-andreas.jpg)
(MARTINS, D. et.al. Geografia: sociedade e cotidiano. v. 3. São Paulo: Educacional, 2010. p. 81. Adaptado.)
760
PVE17_2_GEO_C_07
2. C2:H6 (UFRN-2013) Os mapas a seguir apresentam duas formas de regionalização do continente americano.
GEOGRAFIA C
52199_MIOLO_PVE17_1_GEO_LP.indb 760
21/09/2016 09:15:14
As diferenças entre a reparação dos efeitos das catástrofes ocorridas
no Japão e no Haiti estão relacionadas, respectivamente, à (ao)
a) desenvolvimento tecnológico − IDH baixo.
1. (UERJ-2015)
Em La Habana: de olho nos novos negócios
Os novos negócios em Havana impulsionaram outro setor, até então
pouco em voga na ilha: a publicidade. As histórias de pequenos
empreendedores que deram certo foram a inspiração para a revista
eletrônica mensal Em la Habana, que chegou ao seu terceiro número
em março deste ano. O objetivo, segundo um dos seus criadores, é
mostrar o que está acontecendo na cidade e as transformações no
país, principalmente na capital.
b) mão de obra qualificada − economia de base agrícola.
c) centralismo estatal − recursos internacionais escassos.
d) distribuição equilibrada de renda – criminalidade elevada.

(Adaptado de O Globo, 06/04/2015.)
Cuba passou a ser um país socialista após a revolução ocorrida
em 1959. Nas últimas décadas, porém, tem vivenciado mudanças
derivadas da dissolução da U.R.S.S., dentre as quais estão as citadas
no trecho da reportagem.
A expansão desses novos negócios cubanos está diretamente relacionada à expectativa da seguinte possibilidade:
a) integração com países latino-americanos
b) celebração de acordo comercial com a China
c) fim do embargo econômico norte-americano
d) liberalização para investimentos de capitais europeus

3. (UNIPAR) Com relação ao México, assinale a alternativa correta:
a) No plano geopolítico, o país tem se destacado por uma política
externa independente, afastando-se diplomaticamente dos EUA.
Resposta: C
A reaproximação do governo estadunidense de Barack Obama e o
governo cubano de Raúl Castro representa importante mudança na
geopolítica internacional, diminuindo o isolamento político e econômica da ilha caribenha. A visita histórica de um presidente estadunidense
em terras cubanas após meio século de distanciamento pode facilitar
a queda dos embargos econômicos impostos pelos Estados Unidos à
Cuba, além de contribuir para uma maior abertura política do governo
cubano, melhorando as condições políticas da população da ilha.
b) Associado ao Pacto Andino, o México adquiriu a hegemonia
sobre os países da América Central, vendendo produtos industrializados e importando petróleo e produtos agrícolas.
c) A agricultura mexicana é voltada para a exportação, possuindo
alto rendimento através de uma maciça mecanização.
d) O país conseguiu ultrapassar a linha do desenvolvimento econômico, pois não enfrenta os problemas sociais típicos dos países
subdesenvolvidos da América Latina.
2. (UERJ) O Ministério da Saúde do Haiti informou que 4 030 pessoas
morreram até 24 de janeiro de 2011, em decorrência da epidemia de
cólera. A situação se agrava, pois o país ainda busca a reconstrução
depois do terremoto de 12 de janeiro de 2010, que devastou a capital
Porto Príncipe e outras cidades importantes.
(Disponível em: <http://operamundi.uol.com.br>.
Acesso em: 28 jan. 2011. Adaptado.)
Resposta: A
No mundo atual, os efeitos de catástrofes naturais variam de acordo
não só com a intensidade e a imprevisibilidade de suas ocorrências, como também em função dos padrões de desenvolvimento
tecnológico e humano de cada país. Decorrentes de altos níveis de
desenvolvimento, os sistemas de alerta, ao lado da efetivação de
medidas de reconstrução rápidas e eficazes, interferem de maneira
decisiva na reversão de cenários de destruição e no socorro de vítimas,
podendo, por vezes, evitar o agravamento de situações de crise, ao
viabilizar o atendimento hospitalar adequado e a gradativa normalização das atividades econômicas e da vida cotidiana dos cidadãos.
Os efeitos dos terremotos de grande intensidade que atingiram o Haiti,
em janeiro de 2010, e o Japão, em março de 2011, como ilustrado pelas
reportagens, exemplificam a relação de interdependência entre desenvolvimento tecnológico e humano e as condições de cada sociedade vir
a se recuperar de devastações causadas por fatores naturais.
e) O petróleo, café e algodão são os principais produtos de exportação do país que conta com uma grande dependência da
indústria norte-americana.

Resposta: E
O México possui uma economia que é basicamente voltada para a
exportação principalmente de produtos ligados aos setores econômicos
da indústria do petróleo e agricultura. Um dos principais destinos das
exportações mexicanas foram os EUA.
1. (Fuvest) O país assinalado no mapa foi colônia espanhola, passou
por uma revolução socialista no século passado, possui reservas
de zinco e ouro e, em 2000, ocupava a 116.ª posição no Índice de
Desenvolvimento Humano. Trata-se
Mar das
Antilhas

Japão reconstrói em seis dias estrada destruída pelo
terremoto de 11/03/2011.
(Disponível em: <http://noticias.uol.com.br>.
Acesso em: 28 jan. 2011. Adaptado.)
772
380 km
PVE17_2_GEO_C_08
15° N
GEOGRAFIA C
52199_MIOLO_PVE17_1_GEO_LP.indb 772
21/09/2016 09:16:03
a) do Haiti.
d) da Nicarágua.
b) da Jamaica.
e) do Panamá.
5. (UEL) Sobre a admissão do México no Nafta (Tratado de Livre comér-
cio da América do Norte) é correto afirmar que esse país
a) transformou a organização no maior bloco econômico do
mundo, superando a União Europeia tanto em população
como em PIB.
c) de Cuba.

Anotações:
b) assumiu a liderança política e econômica do bloco latino-americano, suplantando as tradicionais lideranças do Brasil e
da Argentina.
A Nicarágua faz parte da porção continental da América Central.
c) pelo fato de pertencer à organização aumentou suas relações
econômicas com os outros países latino-americanos.
2. (UERJ) A partir da década de 1990, a resistência à hegemonia dos
EUA na América Latina se fortaleceu com o surgimento de lideranças
nacionais que constituem a chamada “nova esquerda latino-americana”. O ano de 2008 colocou um ponto de interrogação nesse
processo, o que pode ocasionar mudanças capazes de enfraquecer
essa composição política.
Essa nova conjuntura está relacionada a possíveis alterações em:
a) sistema econômico cubano com a renúncia de Fidel Castro.
b) política externa boliviana com a vitória eleitoral de Evo Morales.
d) promoveu amplas reformas socioeconômicas internas, reduzindo consideravelmente os níveis de pobreza entre a população.
e) atendeu aos interesses dos outros membros com seu petróleo
e mão de obra abundante e barata.

Anotações:
O papel do México no Nafta é basicamente o de colaborar com sua mão de obra barata e
com seus recursos naturais e agrícolas.
c) regime tarifário brasileiro com a retomada do diálogo entre os
países do Mercosul.
d) estrutura agrícola paraguaia com a ação das forças de direita do
governo recém-eleito.

Anotações:
1. C2:H7 (Fuvest-2016)
A tensão no continente sul-americano se expressou por um ressurgimento da esquerda, com
o destaque de líderes como Hugo Chavez. A tradição cubana de independência e autonomia,
mesmo diante dos obstáculos anunciados pelos EUA, foi, no fundo, o elemento de referência
que possibilitou a mobilização e o avanço dessa nova esquerda. A saída de Fidel Castro do governo, por sua importância como, exemplo, poderia indicar mudanças na correlação de forças
na América Latina, levando a um possível enfraquecimento dessa nova composição política.
3. (Fepar) O mais importante setor industrial mexicano é:
a) o petroquímico.
b) a exploração carbonífera.
(Folha de S. Paulo, 19/12/2014.)
c) o de alimentos.
Tendo em vista o que a charge pretende expressar e a data de sua
publicação, dentre as legendas propostas abaixo, a mais adequada
para essa charge é:
a) Suspensão do embargo econômico a Cuba por parte dos EUA.
d) o extrativismo vegetal.
e) o mecânico.

Anotações:
O México é considerado bastante industrializado, tendo como destaque as indústrias de
b) Devolução aos cubanos da área ocupada pelos EUA em Guantánamo.
refino de petróleo e as petroquímicas.
c) Fim do embargo das exportações petrolíferas cubanas.
d) Retomada das relações diplomáticas entre os EUA e Cuba.
4. (ACAFE – adap.) Analise as afirmações a seguir.
I.
O México é um dos países mais industrializados da América
Latina, sendo superado apenas pelo Brasil.
II. Com uma superfície de quase dois milhões de quilômetros
quadrados, o México é o terceiro país da América Latina em
superfície, sendo superado apenas pelo Brasil e pela Argentina.
III. O território mexicano é atravessado em sua porção central pelo
Trópico de Capricórnio, apresentando terras em duas zonas
climáticas: a temperada do norte e a intertropical.
IV. No nível geopolítico o México possui uma posição estratégica
por estar localizado na América Central, banhado pelos oceanos
Atlântico e Índico.
a) I, II, IV.
d) II, III, IV.
b) I, II.
e) I, III, IV.
PVE17_2_GEO_C_08
c) II, III.

Anotações:
III – Incorreta, pois o território do México é cortado pelo Trópico de Câncer, apresentando
terras tanto na zona temperada quanto na tropical.
IV – Incorreta, pois o México está localizado na América do Norte e é banhado pelos oceanos Atlântico e Pacífico.
e) Transferência de todos os presos políticos de Guantánamo, para
prisões norte-americanas.
2. C2:H7 (ESPM-2015) O Canal do Panamá, que liga o Oceano Atlântico
(através do Mar do Caribe) ao Oceano Pacífico, completa em 2014
cem anos.
Em 1878, o francês Ferdinand de Lesseps, construtor do Canal de
Suez, obteve da Colômbia, a quem a região pertencia naquela
época, permissão para realizar a obra. Os trabalhos foram iniciados
em 1880 e foram interrompidos quatro anos depois pela falência
da empresa construtora.
O presidente dos EUA, Theodore Roosevelt, demonstrou interesse,
em 1903, em terminar o projeto. Como o Senado colombiano se
opunha ao projeto, os norte-americanos instigaram o movimento
de independência do Panamá contra a Colômbia.
Com a independência do Panamá, o governo panamenho concedeu
aos EUA o direito de completar a obra e controlar a zona do canal
e os lucros gerados.
O Canal do Panamá atualmente funciona sob o controle
a) dos EUA.
b) do Panamá.
c) da Colômbia.
d) de parceria EUA – Panamá.
e) de parceria EUA – Panamá – Colômbia.
GEOGRAFIA C
52199_MIOLO_PVE17_1_GEO_LP.indb 773
773
21/09/2016 09:16:05
A partir do movimento dessas placas, surgiram diferentes
feições, como as montanhas e processos tectônicos (tais como
os abalos sísmicos).
De acordo com a movimentação das placas tectônicas os
limites são classificados em:
1. (URCA-2014) A cartografia veio acompanhando a evolução técnica
da humanidade e o mapa foi se impondo como um instrumento
capaz de reunir informações úteis ao homem, para fins diferenciados.
A respeito do uso atual do mapa, é correto afirmar que:
a) A curva de nível é uma linha que no mapa liga pontos da mesma
amplitude térmica, seu traçado permite identificar os domínios
das massas de ar.
Divergentes - quando duas ou mais placas tectônicas se
afastam.
Convergente - quando duas ou mais placas tectônicas se
chocam.
b) O planisfério de Mercator é o mapa-múndi usado como padrão
nos livros e atlas porque ele representa com maior objetividade
a constituição geomorfológica do planeta.
Transformantes - quando as placas tectônicas se deslizam lateralmente uma relação à outra.
daulon/shutterstock
● Movimentos epirogênicos - ascendência ou subsidência da superfície terrestre. São movimentos lentos e
ocorrem em áreas estáveis do planeta.
c) O planejamento territorial com base em informações geoprocessadas visa reduzir a ação da fiscalização do Estado sobre as
questões ambientais e a propriedade privada.
d) Os mapas que utilizam escalas pequenas permitem uma representação mais detalhada da realidade enfocada.
e) A indicação da escala utilizada é indispensável para a leitura
adequada de produtos cartográficos.

Anotações:
Os métodos e os instrumentos de análise dependem, em sua maioria, da escala. Lembrando
que a escala nos indica quantas vezes a realidade foi reduzida.
2. (UCS-2014) A escala cartográfica permite obter uma relação de
Movimento epirogenético de soerguimento.
Agentes externos ou exógenos, são ações externas da
crosta terrestre que modelam o relevo.
O intemperismo, a ação dos ventos e das águas, entre outros, modelam o relevo terrestre por meio dos processos de
erosão (desgaste), transporte e sedimentação (deposição).
Intemperismo é um conjunto de processos físicos, químicos e biológicos que provoca degradação das rochas.
As principais formas de relevo são:
● Planícies – superfícies mais ou menos planas, onde a
sedimentação é maior que a erosão.
● Planaltos – superfícies mais ou menos planas, onde a
erosão é maior que a sedimentação.
● Montanhas – superfícies elevadas, formadas por forças tectônicas. As montanhas brasileiras são dobramentos antigos de baixa altitude, não ultrapassam os
3 000 m revelando um terreno antigo.
● Depressões – superfícies mais baixas do que os terrenos ao redor.
196
E = 1: 320
2
E = 1: 1 200
3
E = 1: 3 800
4
E = 1: 45
0,0032 km
corresponde a
0,12 km
0,0038 km
0,00045 km
Pode-se dizer que as correspondências
a) 1 e 4 estão corretas.
d) 3 e 4 estão corretas.
A ação dos ventos ou erosão eólica forma as dunas e os
solos de loess.
A ação das águas refere-se ao trabalho dos rios (erosão
fluvial) que desgasta os altos cursos e sedimenta nos baixos
cursos, forma vales e cânions e planícies aluviais; o trabalho
do mar (erosão marinha) atinge as costas litorâneas formando
recifes, restingas, tômbolos, ilhas e lagunas; o movimento das
geleiras (erosão glacial) restringe-se à Antártida, ao Ártico e
às altas montanhas. Ação das chuvas por meio do escoamento
superficial (erosão pluvial).
1
b) 2 e 3 estão corretas.
e) 1 e 3 estão corretas.
c) 1 e 2 estão corretas.

Anotações:
A correspondência correta para 2 e 3 seria respectivamente 0,012 Km e 0,0038 km. Somente
1 e 4 estão de acordo.
3. (UFU-2014) A Terra, em seu movimento de rotação, gira sobre um
eixo imaginário cuja variação no ângulo de sua inclinação em relação ao plano da órbita é conhecida como obliquidade da eclíptica,
como demonstrado na figura a seguir. Atualmente esse ângulo é de
23,5º, mas pode variar de 21,5º a 24,5º com ciclo de 40 a 41 mil anos.
(Disponível em: <www.tede.ufv.br>. Acesso: abril 2014.)
21 de dezembro
21 de junho
ador
u
do Eq
Plano
-23,5°
Plano
r
uado
do Eq
+23,5°
Plano da Eclíptica
(Disponível em: <www.naveastro.com/astronomia/curso/parte_2.html>.
Acesso em: 5 dez. 2013.)
O aumento da inclinação do eixo terrestre em relação ao plano da
eclíptica pode desencadear
PVE17_R1_GEO_A

proporcionalidade necessária aos mapas que representam o espaço.
Ela pode ser mostrada de forma numérica ou gráfica.
Observe as escalas numéricas a seguir, bem como sua correspondência em um suposto terreno.
GEOGRAFIA A
52199_MIOLO_PVE17_1_GEO_LP.indb 196
21/09/2016 09:16:38
a) o acréscimo de energia solar no Equador em qualquer estação
do ano.
b) a diminuição das temperaturas durante o verão na faixa temperada.
c) a redução da temperatura durante o solstício de verão no
Hemisfério Sul.
d) o aumento de energia solar recebida nas altas latitudes durante
o verão.

Anotações:
Na imagem, temos o solstício de verão para o Hemisfério Sul, no dia 21 de dezembro, e de
verão para o Hemisfério Norte no dia 21 de junho. Devido à inclinação do eixo, nesses períodos há alternância na incidência solar entre os dois hemisférios, quanto maior a latitude
maior será a variação entre a duração dos dias e das noites.
1. (UFPR) Para a instalação da sede de uma empresa (que ocupará
1 km²) numa área de 100 km², é necessário fazer a cartografia de
cada uma dessas áreas separadamente.
Em relação às características das cartas a serem construídas, é
correto afirmar:
a) Deve-se usar uma escala ao milionésimo para representar o
terreno e uma escala pequena para representar a sede.
b) Deve-se usar a mesma escala para as duas cartas, já que as duas
áreas estão localizadas em um mesmo lugar.
c) Deve-se usar uma escala média para a representação da área total do terreno, e uma escala grande para a representação da sede.
d) Deve-se utilizar a escala gráfica nas duas cartas, porque ela é
mais precisa do que a escala numérica.
1. C2:H6 (Unicentro-2014) Pode-se afirmar, de maneira simplificada,
que a Cartografia é a “ciência dos mapas”. Essa ciência pode utilizar-se
de mapas produzidos em diferentes escalas. Utilizando os conhecimentos sobre escalas, considere que foram produzidos dois mapas
de um mesmo espaço: o mapa X, produzido na escala 1:1 000 000 e
o mapa Y, produzido na escala 1:3 000 000.
Com base nessas informações, assinale a alternativa correta.
a) No mapa X, 1 centímetro corresponde a 1 quilômetro na superfície terrestre.
b) No mapa Y, 2 centímetros correspondem a 600 quilômetros na
superfície terrestre.
c) O mapa X é menor que o mapa Y.
d) O mapa Y é menor que o mapa X.
e) O mapa Y é três vezes maior que o mapa X.
2. (UDESC-2011) Com relação aos fusos horários, assinale a alternativa incorreta.
a) Como o movimento de rotação é de oeste para leste, os lugares
localizados a leste estão mais adiantados do que os lugares
localizados a oeste do globo.
b) Fuso horário é o conjunto de 24 graus de longitude.
e) Deve-se utilizar uma escala grande para as duas áreas, ou seja,
uma escala variável entre 1:100 000 e 1:150 000.
2. (Fatec-2015) A Teoria da Tectônica de Placas afirma que a crosta
terrestre, mais precisamente a litosfera, está fracionada em um
determinado número de placas tectônicas rígidas, que se deslocam
com movimentos horizontais. Em faixas de contato onde ocorrem
choques entre as placas tectônicas, uma placa submerge sob outra
placa. Esse fenômeno, conhecido como subducção ocorre em bordas
a) destrutivas, quando a pressão entre as placas tectônicas faz com
que uma delas mergulhe debaixo da outra.
b) divergentes, em decorrência de erupções vulcânicas que colaboram com a deformação e ruptura das placas tectônicas.
c) construtivas, devido à ação de forças, verticais ou inclinadas,
sobre as placas tectônicas que as fraturam, gerando as falhas.
d) conservativas, pois uma placa tectônica, ao deslizar ao longo
de outra, provoca o desmoronamento do assoalho oceânico.
e) transformantes, em função do movimento lateral da litosfera,
que provoca o rebaixamento e o soerguimento das placas
tectônicas.
3. (UPF-2011) Se um turista viajar de Porto Alegre a Campo Grande,
passando por Florianópolis, e retornar pelo mesmo trajeto, terá como
direção aproximada, na ida e na volta, respectivamente:
c) O Brasil possui três fusos horários, o primeiro é o oceânico.
d) O segundo fuso horário brasileiro é o que marca a hora oficial
do Brasil.
e) O fuso horário inicial é o de zero grau de longitude, ou seja, a
linha correspondente ao Meridiano de Greenwich.
3. (UCPel-2014) A impressão que temos em nossa vida cotidiana é de
que o planeta Terra está parado. Entretanto, a Terra realiza diversos
movimentos no espaço. Os movimentos que mais afetam a vida na
Terra são os de rotação e o de translação.
Sobre os movimentos da Terra no espaço, é correto afirmar que
a) a inclinação do eixo da Terra, de 23o27’ em relação ao plano de
sua órbita ao redor do Sol, apresenta, como principal consequência, a sucessão dos dias e das noites.
b) vemos primeiro o Sol a leste, porque o movimento de translação
ocorre de oeste para leste.
c) os hemisférios norte e sul da Terra são igualmente iluminados
em duas ocasiões durante o ano, quando ocorrem os solstícios.
d) os equinócios marcam o início do inverno e do verão.
PVE17_R1_GEO_A
e) as horas e o fusos horários decorrem do movimento de rotação
da Terra.
a) Nordeste e Noroeste; Sudeste e Sudoeste.
b) Norte e Noroeste; Oeste e Sudoeste.
c) Sudoeste e Sul; Nordeste e Norte.
d) Noroeste e Norte; Sudoeste e Oeste.
e) Norte e Nordeste; Sudoeste e Sul
GEOGRAFIA A
52199_MIOLO_PVE17_1_GEO_LP.indb 197
197
21/09/2016 09:16:39
SAE DIGITAL S/A
As bacias hidrográficas brasileiras oferecem possibilidades
de navegação em alguns trechos e em outros, enorme potencial hidrelétrico. Observe no mapa a seguir a localização das
principais bacias hidrográficas do Brasil.
BRASIL – PRINCIPAIS BACIAS HIDROGRÁFICAS
0º Equador
R. Negro
dar
Pin
é
be
R. Ja
g
ua
ri
ira
R.
aia
R.
co
R
15º
equitin
.J
a
honh
R.
i
R. Paragua
raíba
Pa
R.
io
Capricórn
ul
do S
R. Paran
á
Trópico de
a
gu
OCEANO
ATLÂNTICO
i
Bacias secundárias
R.
Ur
u
23º27'30"
T
30º
75º
60º
45º
Rios
Bacias hidrográficas
Amazônica
Atlântico Leste
Tocantins/Araguaia
Atlântico Sudeste
Atlântico Nordeste Ocidental
Atlântico Sul
Parnaíba
Paraguai
Atlântico Nordeste Oriental
Paraná
São Francisco
Uruguai
30º
¬
N
0
0
1:21
300 000
1:35 500 000
213
355
710 km426 km
Escala
aproximada
Escala
aproximada
Projeção
Policônica
Projeção
Policônica
O
L
S
Bacia Amazônica
Situa-se entre o Maciço das Guianas e o Planalto Central brasileiro. É a maior bacia hidrográfica do mundo. Aproximadamente
47% do território brasileiro é drenado pelo Rio Amazonas e seus
afluentes. Essa área recebe entre 2 000 a 3 000 mm de chuva
por ano, o que causa períodos de inundação (cheia de outubro/
janeiro e cheia de março/junho). O Rio Amazonas é um dos
maiores do mundo em extensão (6 992 km) e o primeiro em
volume de água, nasce no sul do Peru e deságua no Oceano
Atlântico. É tipicamente um rio de planície, amplamente usado para navegação. O ponto mais estreito entre suas margens
(1 800 m) encontra-se em Óbidos (PA) e, durante as cheias, pode
chegar a uma distância de 50 km em Manaus (AM). Apesar de
estar localizado em uma área de planíce, devido à velocidade de suas águas os seus afluentes possuem grande potencial
hidrelétrico. Entre as usinas que se destacam estão: Balbina
(AM), Curuá-Uma (PA) e Samuel (RO).
Bacia do Tocantins – Araguaia
Ocupa 9,5% do território brasileiro. Nessa bacia destaca-se
a Hidrelétrica de Tucuruí, que está instalada no Rio Tocantins.
Já o Rio Araguaia apresenta potencial para navegação e possui
a maior ilha fluvial do mundo, a Ilha do Bananal.
Bacia do São Francisco
PVE17_R1_GEO_B
Possui como rio principal o Parnaíba, e se estende pelos estados do Piauí, Maranhão e Ceará. Percorre áreas da
Caatinga, floresta tropical e vegetação litorânea. É a segunda
maior bacia do nordeste, atrás apenas da bacia do Rio São
Francisco. Ocupa 3,9% do território nacional.
É formada pelas bacias dos rios Paraná, Paraguai e Uruguai,
cujas nascentes se encontram no Brasil e deságuam no estuário do Prata entre o Uruguai e a Argentina. Abrange 16,6% do
território brasileiro, localiza-se no Centro-sul do Brasil, banha
uma região de planalto e, portanto, apresenta grande potencial hidrelétrico. Nela se localiza a segunda maior usina hidrelétrica geradora de energia do mundo, a Usina Hidrelétrica
de Itaipu. Embora grande parte seja composta por rios de
planalto, em alguns trechos eles são navegáveis.
Doce
R.
ê
iet
OCEANO
PACÍFICO
Bacia do Parnaíba
Bacia Platina
São Fran
cis
R. Tocan
t in s
r
e
ad
M
R.
R. Ara
gu
R. Pu
Parn
aíb
a
us
R.
R.
Ta
p
ós
aj
u
Xing
á
R.
Ju
ru
R.
Amazonas
R.
R. Solimões
bastante importante, porque em certas ocasiões é a única fonte
de água natural para a população do semiárido. Atualmente, estão
praticamente concluídas as obras de transposição das águas do
São Francisco para propriedades localizadas no sertão.
Ocupa 7,5% do território brasileiro e interliga as regiões
Sudeste e Nordeste. O Rio São Francisco é um rio de planalto, portanto apresenta potencial hidrelétrico. Ele percorre uma região
semiárida com menos de 500 mm de chuva por ano, porém, é um
rio perene e navegável num trecho de 2 000 km. Por essa razão é
As bacias secundárias são aquelas localizadas próximas a
região litorânea e que possuem rios com menor extensão territorial em comparação com as bacias principais. Esses rios
também se caracterizam por apresentar menor quantidade
de afluentes.
Algumas características principais e a localização dessas
bacias:
● Bacia do Atlântico Nordeste Oriental - estende-se do
Maranhão até o Alagoas e é formada por rios perenes
e temporários.
● Bacia do Atlântico Nordeste Ocidental - engloba boa
parte do estado do Maranhão e uma pequena região
do estado do Pará; ocorre na área de transição entre o
Cerrado e a Floresta Amazônica.
● Bacia do Atlântico Leste - estende-se de Sergipe até
Espírito Santo e é formada por rios curtos, de expressão local e que nascem nas encostas dos planaltos.
● Bacia do Atlântico Sudeste - por estar localizada
numa região intensamente urbanizada, possui uma das
menores disponibilidades relativas. Seus principais rios
são: Paraíba do Sul e o Doce. Ocupa uma área de aproximadamente 2,5% do país.
● Bacia do Atlântico Sul - ocupa 2,2% do território brasileiro, abrange área dos estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Drena uma área intensamente urbanizada, que originalmente era coberta pela
Mata Atlântica.
1. (Fatec-2010) De acordo com o historiador Boris Fausto: a grande
marca deixada pelos paulistas na vida colonial do século XVII foram
as bandeiras.
(FAUSTO, Boris. História concisa do Brasil. São Paulo:
Imprensa Oficial e Edusp, 2001. p. 51.)
GEOGRAFIA B
52199_MIOLO_PVE17_1_GEO_LP.indb 203
203
21/09/2016 09:16:57
A afirmação pode ser considerada correta, pois
a) foi nesse período que expedições reunindo brancos, índios e
mamelucos, chefiados pelos paulistas, lançaram-se pelo sertão
em busca de índios a serem escravizados e de metais preciosos
que colocariam o Brasil na era do ouro.
b) os paulistas, através das bandeiras, marcaram seu poder político
de São Paulo a Minas Gerais, se fixando na capitania do Rio de
Janeiro e transformando-a em sede colonial.
c) esse século representou a presença dos paulistas em postos
públicos de poder, presença essa alternada por vezes pelos mineiros, os donos de minas de ouro, tudo a mando da metrópole.
d) a descoberta, no século XVII, de minas de ouro na atual região
das Minas Gerais, pelos paulistas, lhes garantiu prestígio e o
direito de investir suas riquezas nas futuras fazendas de café.
e) as bandeiras e o apresamento de indígenas para a escravidão
significaram uma diminuição do uso da mão de obra negra
e o início do caminho para a abolição definitiva do tráfico de
escravos africanos
(Enem-2014) A convecção na Região Amazônica é um
importante mecanismo da atmosfera tropical e sua variação, em termos de intensidade e posição, tem um
papel importante na determinação do tempo e do clima
dessa região. A nebulosidade e o regime de precipitação determinam
o clima amazônico.
(FISCH, G.; MARENGO, J. A., NOBRE, C. A. Uma revisão geral sobre o
clima da Amazônia. Acta Amazônica, v. 28, n. 2, 1998. Adaptado.)
O mecanismo climático regional descrito está associado à característica do espaço físico de
a) resfriamento da umidade da superfície.
b) variação da amplitude de temperatura.
c) dispersão dos ventos contra-alísios.
d) existência de barreiras de relevo.
e) convergência de fluxos de ar.
Anotações:
As primeiras expedições dos bandeirantes saíram de São Paulo em 1580, para desbravar o interior ou os chamados “sertões”. O objetivo dessas expedições era a busca
por riquezas e escravos.
2. (UFMG) Em relação aos tipos climáticos encontrados no Brasil, a
afirmação errada é:
a) O clima equatorial apresenta elevados índices pluviométricos e
temperaturas médias acima de 22°C.
b) O clima da costa oriental do Nordeste apresenta chuvas mais
abundantes nos meses de inverno.
c) O clima tropical com chuvas de verão e invernos secos ocorre
em grande parte do território brasileiro.
d) O clima subtropical apresenta pequenas amplitudes térmicas e
chuvas concentradas no verão.
e) O clima semiárido apresenta baixos índices pluviométricos e
grande irregularidade na distribuição das chuvas.
2. (UPF-2016) Em relação ao Sistema Aquífero Guarani, é correto
afirmar que
a) se trata de um dos maiores e mais importantes reservatórios de
águas superficiais conhecidos no mundo.
b) constitui um corpo hídrico subterrâneo e transfronteiriço,
abrangendo parte dos territórios do Brasil, da Argentina, do
Paraguai e do Uruguai.
c) contempla, como todos os aquíferos, grandes depósitos de
águas doces invisíveis, o que facilita a preservação e o monitoramento da sua captação.
d) se situa na bacia hidrográfica do Amazonas, em terreno de
formação sedimentar.
e) abrange, em território brasileiro, estados das regiões Centro
Oeste, Norte e Sudeste.
3. (UPF-2011) Sobre o relevo e estrutura geológica do território brasi-
O clima subtropical apresenta médias anuais de temperatura em torno de 18°C, com alta
amplitude térmica e chuvas bem distribuídas por todo o ano.
leiro só não é correto afirmar:
a) A antiguidade do relevo brasileiro está ligada à dinâmica interna,
e as baixas altitudes de sua formação são o resultado da longa
exposição de suas rochas aos agentes externos.
3. (UPF-2014) “A classificação do relevo brasileiro em grandes unidades,
b) As bacias sedimentares ocupam cerca de 64% da área total do
território brasileiro e as áreas dos escudos ocupam 36%.

Anotações:
ou compartimentos, é uma síntese dos processos de construção e
modelagem da superfície e das formas resultantes” (TERRA; GUIMARÃES; ARAÚJO, 2008, p. 238). Associe as unidades do relevo da coluna
1 com as características equivalentes na coluna 2.
(1) Planaltos
( ) Áreas rebaixadas, geradas pelo desgaste erosivo
das massas rochosas menos resistentes. Em
geral, constituem-se por bacias sedimentares.
(2) Depressões
( ) Bacias de sedimentação recente, formadas
por deposições do Período Quaternário, cujas
superfícies apresentam-se aplainadas e ainda
em processo de consolidação.
(3) Planícies
( ) De modo geral, caracterizam-se como relevos
residuais e suas estruturas rochosas oferecem
maior resistência à erosão.
A sequência correta de preenchimento dos parênteses, de cima
para baixo, é:
a) 1, 2, 3.
b) 2, 1, 3.
c) 3, 2, 1.
d) 2, 3, 1.
Jurandyr Ross propôs da década de 1990 uma classificação do relevo brasileiro baseada nos seguintes critérios: morfoescultura, morfoestrutura e morfoclimático. O relevo ficou dividido em planícies,
planaltos e depressões.
e) 3, 1, 2.
204
c) Os planaltos compreendem a maior parte do território brasileiro,
sendo a maioria considerada vestígios de antigas superfícies
erodidas.
d) Duas características se destacam no relevo brasileiro: a sua
juventude e as elevadas altitudes.
e) Os agentes que provocam maiores modificações no relevo brasileiro, com exceção do ser humano, são o clima e a hidrografia.
4. (Fatec-2013) Quando a esquadra de Cabral chegou ao território que
hoje chamamos de Brasil, o escrivão Pero Vaz de Caminha registrou,
em uma longa carta ao rei, os principais acontecimentos. Entre eles,
Caminha destacou: “Nesta terra, até agora, não pudemos saber que
haja ouro, nem prata, nem coisa alguma de metal ou ferro. Águas
são muitas, infindas. E em tal maneira é graciosa que, querendo
aproveitar, dar-se-á nesta terra tudo, por bem das águas que tem.”
(pt.scribd.com/doc/7011303/Marilena-Chaui-Brasil-Mito-Fundadore-Sociedade-AutoritAria. Acesso em: 08.03.2013. Adaptado)
Relacionando esse trecho da carta de Caminha aos objetivos da
colonização portuguesa na América, é correto afirmar que essa
colonização foi
a) de povoamento, pois se encontraram ouro e prata na primeira
viagem às novas terras.
b) de povoamento, já que havia pouca possibilidade de as terras
serem produtivas ou férteis.
PVE17_R1_GEO_B

1.
GEOGRAFIA B
52199_MIOLO_PVE17_1_GEO_LP.indb 204
21/09/2016 09:16:59
A maior parte dos blocos econômicos vigentes atualmente
estabelece apenas uma área de livre comércio entre os países-membros que estipulam alíquotas reduzidas para a circulação de produtos. A exceção está na União Europeia (UE),
que além de integrar o comércio entre seus países-membros,
estabeleceu moeda única (o euro), a livre circulação de pessoas e a integração política e financeira entre seus integrantes, sendo considerado um mercado comum e ao mesmo tempo uma união econômica e monetária.
Com relação ao desenvolvimento do capitalismo, sua mundialização
e globalização, é possível afirmar que:
a) Os Tigres Asiáticos começaram a se constituir como potências
econômicas a partir da aplicação da política de bem-estar social
e do taylorismo/fordismo como elementos dinamizadores de
suas economias.
b) A constituição do MERCOSUL foi uma resposta político-econômica dos países da América Latina à perspectiva de constituição do
NAFTA, uma vez que suas economias apresentam elevado grau
de complementaridade e integração entre os setores primário,
secundário e terciário.
Para regulamentar, financiar e fiscalizar as relações do comércio mundial foram criadas instituições internacionais. As
principias são:
c) A chamada terceira revolução científica e tecnológica vem contribuindo intensamente com a integração entre os mercados,
uma vez que possibilita maior grau de flexibilidade aos capitais
internacionais, inclusive na perspectiva de substituição do dinheiro de papel pelo dinheiro de plástico e virtual em tempo real.
● Organização Mundial do Comércio (OMC) – criada
em 1995 para substituir o Acordo Geral de Tarifas e
Comércio (GATT). Fiscaliza, regulamenta e serve de
mediação nas relações do comércio mundial. O objetivo é garantir o princípio da livre concorrência e de
equidade nas relações comerciais.
● Fundo Monetário Internacional (FMI) – criado em
1944 na Conferência de Bretton Woods com objetivo
de reconstrução do sistema monetário internacional
após a Segunda Grande Guerra. Os países contribuem
com esse fundo por meio de quotas emprestadas para
as economias que estão passando por momentos de
crise.
● Banco Internacional para a Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD) – da mesma forma que o FMI, surgiu
a partir da Conferência de Bretton Woods, criado para
financiar a reconstrução de países devastados com a
Segunda Grande Guerra. Atualmente é utilizado para
financiar o desenvolvimento dos países mais pobres.
d) Com a crise da economia americana, o valor das commodities
agrícolas tem baixado seguidamente, contribuindo para atenuar
a fome no Chifre da África.
e) A crise que assola a economia-mundo tem contribuído para
alterar e inverter as relações entre os países na divisão internacional do trabalho, pois até a China passou a ser credora dos EUA.

Anotações:
A Terceira Revolução Industrial teve início em meados do século XX. Podemos citar como
uma de suas características a rapidez e intensidade do fluxo de pessoas, informações, produtos, capitais e de transações no mercado financeiro.
3. (Unimontes-2012) Após a Segunda Guerra Mundial, além de se
formarem os grandes blocos, diversos países se reuniram em organizações geopolíticas e econômicas, constituindo blocos econômicos
regionais de diversos tipos.
(Fonte: TERRA, L. e COELHO, M. de A. Geografia Geral e Geografia do
Brasil: O espaço natural e socioeconômico. São Paulo: Moderna, 2005.)
1. (UFRR) A abertura comercial e a livre circulação de capitais e serviços
em escala mundial, um fenômeno da globalização, gerou disputas
acirradas entre empresas e países no âmbito do mercado global, o
que favoreceu a formação de blocos econômicos regionais - alianças
econômicas em que os parceiros estabelecem relações econômicas
privilegiadas. O bloco econômico que, sem adotar uma moeda única,
busca a livre circulação de pessoas, mercadorias, capitais e serviços
dos seus países-membros e, ao mesmo tempo, elimina as tarifas
aduaneiras internas e adota tarifas comuns para o mercado fora do
bloco, pode ser classificado como:
a) Associação de livre-comércio.
b) União aduaneira.
c) União econômica e monetária.
d) Zona de preferência tarifária.
e) Mercado comum.

Considerando a integração econômica que ocorre no interior dos
blocos regionais, relacione as colunas.
1. Mercado comum
2. Zona de livre-comércio
3. União aduaneira
( ) Circulação de bens com taxas alfandegárias reduzidas ou eliminadas.
( ) Padronização de tarifas para diversos itens relacionadas ao
comércio com países que não pertencem ao bloco.
( ) Livre circulação comercial e financeira de pessoas, bens e
serviços.
Assinale a sequência correta.
a) 1, 2, 3.
c) 2, 3, 1.
b) 3, 2, 1.
d) 2,1, 3.
Anotações:
1. Mercado Comum: prevê a livre circulação de pessoas, capitais, serviços e mercadorias.
As características citadas dizem respeito a um bloco econômico classificado como mercado
(Ex. União Europeia)
comum. Podemos citar como exemplo a União Europeia.
2. Zona de Livre-Comércio: eliminação das barreiras tarifárias e não tarifárias entre os países
do grupo. (Ex. Nafta)
econômica ocorrida após a segunda guerra e na revolução técnico-cientifica ou informacional, a globalização é a continuidade do
longo processo histórico de mundialização capitalista.
(MOREIRA, João Carlos e SENE, Eustáquio de. Geografia para o ensino
médio: Geografia Geral e do Brasil. São Paulo: Scipione, 2002. p. 03.)
210
3. União aduaneira: etapa na qual os países integrantes da zona de livre-comércio adotam
a mesma tarifa para importações provenientes de mercados externos (TEC - Tarifa Externa
Comum). (Ex. Mercosul e SADC)
PVE17_R1_GEO_C
2. (IFBA-2012) Embora tenha suas origens mais imediatas na expansão
GEOGRAFIA C
52199_MIOLO_PVE17_1_GEO_LP.indb 210
21/09/2016 09:17:24
Download
Random flashcards
Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

teste

2 Cartões juh16

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Criar flashcards