Aula 5- Regência e crase

Propaganda
02/03/2014
REGÊNCIA
CRASE
PROFESSORA: FERNANDA SANTOS
1
REGÊNCIA
É a relação da dependência entre o verbo e seus
complementos
ou
os
nomes
e
seus
complementos.
2
1
02/03/2014
REGÊNCIA
(ADJETIVO) Fui NOCIVO A você. ...
NOMINAL
(SUBSTANTIVO) Fizemos REFERÊNCIA A você.
(ADVÉRBIO) Agiu FAVORAVELMENTE A você.
VERBAL
3
Email: [email protected]
CASOS
1- AGRADAR
Agradei aos idosos carentes.
Agradou os cabelos da menina.
2- ASPIRAR
Aspiramos o ar da manhã.
Aspiramos ao cargo público.
3- ASSISTIR
Assistimos ao jogo de futebol.
Este assunto não assiste aos cidadãos.
4
2
02/03/2014
Assistiu o paciente.
Assistiu ao paciente.
Assisto em Realengo.
4- ATENDER
Eu atendi ao telefone.
Atendi a aluna / Atendi à aluna.
OBS.:Cespe/Unb e Esaf já aceitam o verbo atender
com complemento coisa sem preposição devido
ao uso moderno dos falantes.Ex.:Atendi o telefone
5
5- CHAMAR
Chamamos a menina.
Chamei-o covarde.
Chamei-o * de covarde.
Chamei-lhe covarde.
Chamei-lhe * de covarde.
*O uso da preposição é facultativo
Todas as construções estão corretas
6
3
02/03/2014
6- CHEGAR / IR
Fomos ao cinema.
Cheguei ao teatro.
7- CUSTAR
Custou-me dormir. / Dormir custou a mim.
OI
SUJ.
A blusa custa 35 reais.
7
8- ESQUECER e LEMBRAR
Esqueci o nome dela. / Lembrei o nome dela.
Esqueci-me do nome dela. / Lembrei-me do nome
dela.
Lembrei-os de fazer as tarefas.
OBS.: Há ainda uma construção típica portuguesa:
Lembram-me os bons momentos da infância.
Esquecia-nos o passado.
8
4
02/03/2014
9- IMPLICAR
A falta de serviço implicou a sua demissão.
Lúcia implicava com os funcionários da empresa.
10- MORAR/ RESIDIR/ SITUAR
- Usa-se preposição EM
Moro em Realengo.
Resido em Vila da Penha.
9
11- PAGAR e PERDOAR
Paguei as contas do mês.
Perdoou a dívida.
Paguei ao funcionário.
Perdoou ao namorado.
Paguei o salário ao funcionário.
Perdoei os erros ao amigo.
10
5
02/03/2014
12- PREFERIR
- Não aceita expressões comparativas (do que, que)
- Não aceita intensificadores (muito, mais, antes)
Prefiro cinema a teatro.
11
13- QUERER
Eu quero aos meus avós.
Quero uma casa.
14- RESPONDER
Respondi ao professor.
Respondi ao chamado.
Respondi a carta ao amigo.
12
6
02/03/2014
15- VISAR
Os gerentes visaram o cheque.
O caçador visou o leopardo.
Visaram à posição de chefia.
13
CRASE
A origem da palavra crase é mistura = KRÁSIS. É a
contração de dois fonemas iguais representados pelo A +
A em um só A. A indicação da crase se dá pelo acento
grave À.
14
7
02/03/2014
PREPOSIÇÃO A + - artigo feminino
a (s) = à (s)
- pronome demonstrativo
a (s) = à (s)
- pronomes demonstrativos
aquele (s) = àquele (s)
aquela (s) = àquela (s)
aquilo = àquilo
- pronome relativo
a qual = à qual
as quais =às quais
15
CASOS DE CRASE
1- PREPOSIÇÃO A + ARTIGO DEFINIDO A(S)
Os alunos foram à festa do curso.
Fizemos referência à palestra do médico.
O cigarro é prejudicial à saúde.
Fumar faz mal à saúde.
Vou à Bahia.
Vou a Portugal.
Vou à Portugal dos Imperadores.
16
8
02/03/2014
Refiro-me à senhora / senhorita / dona/ madame.
2- PREPOSIÇÃO A + PRONOME DEMONSTRATIVO A(S)
Dirijo-me à que está sentada.
3- PREPOSIÇÃO A + PRONOMES DEMONSTRATIVOS
(AQUELE (S), AQUELA (S), AQUILO)
Refiro-me àquele carro.
17
4- PREPOSIÇÃO A + PRONOME RELATIVO (A QUAL, AS
QUAIS)
Procuramos a mulher à qual obedeço.
18
9
02/03/2014
PROIBIÇÕES
-Verbos
Todos saíram a comentar aquele fato.
-Nomes masculinos
Não redija a lápis o texto.
ATENÇÃO!!
Fizemos um gol à Romário.
19
-Pronomes de tratamento
Dedico-me a você.
-Pronomes pessoais
Dei o presente a ela.
-Pronomes demonstrativos
Tenho uma caneta igual a essa / esta.
-Artigo indefinido
Falei a uma pessoa querida.
20
10
02/03/2014
-Pronomes indefinidos
O menino fazia referência a certa jovem.
-Palavras repetidas
Deve ser feito face a face.
-Pronomes relativos
O pai a cuja filha se referiu ontem é valente.
A pessoa a quem me refiro não trabalha mais aqui.
O teatro a que nos dirigimos fica na Avenida Presidente
Vargas.
21
CASOS FACULTATIVOS
-NOMES PRÓPRIOS FEMININOS
Refiro-me a Ana Maria.
Refiro-me à Ana Maria.
OBSERVAÇÃO: Diante de nomes femininos em que não se
percebe noção de intimidade não há crase.
Aludi a Joana D’arc.
22
11
02/03/2014
- PRONOME POSSESSIVO FEMININO SINGULAR
SEGUIDO DE SUBSTANTIVO SINGULAR
Refiro-me a minha irmã.
Refiro-me à minha irmã.
ATENÇÃO!
Refiro-me às minhas irmãs.
Obedeço às minhas amizades e não às suas.
Fiz referência a minha mãe e não à sua.
CRASE FACULTATIVA
23
-PREPOSIÇÃO ATÉ
Fui até a vila.
Fui até à vila.
OBSERVAÇÕES FINAIS
1- Não haverá o acento indicativo de crase antes de
palavras tomadas em sentido geral.
Todo trabalhador tem direito a licença.
24
12
02/03/2014
CRASE E AS LOCUÇÕES
Serão acentuadas as locuções femininas:
a) ADVERBIAIS: à noite, às pressas, às vezes, à toa, à beça,
às duas horas, à vontade,
etc.
b) PREPOSITIVAS: à beira de, à procura de, à moda de, à
espera de, etc.
c) CONJUNTIVAS: à medida que, à proporção que.
25
13
Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Matemática

2 Cartões Elma gomes

Criar flashcards