fuso horário - Cursinho TRIU

Propaganda
Geografia do Brasil
HIDROGRAFIA
Onde está a água?
97,5% - água salgada
2,5% - água doce
Atmosfera
e
superfície
- 69,5% geleiras e neves
- 30,1% águas subterrâneas
- 0,4% atmosfera e superfície
- 67,4% lagos
- 12,2% umidade do solo
- 9,5% atmosfera
- 8,5% pântanos
- 1,6% rios
- 0,8% biotas
 Maior rio totalmente localizado em território brasileiro
 Percorre 5 Estados (MG, BA, PE, AL e SE)
 Hidrelétrica: aproveita 58%
Bacia Platina (bacias do Paraná, Paraguai e Uruguai)
- Bacia do Paraná
 Quase todos rios de planaltos
 Grande potencial elétrico: usina binacional de Itaipu, a de
maior potencial energético.
 Hidrelétrica: aproveita 72%
- Bacia do Paraguai
 Rio de planície
 Hidrovia utilizada para escoar minério
 Hidrelétrica: aproveita 27%
Principais rios no Brasil
O Brasil possui: 10% da água superficial disponível para
consumo no mundo. No Brasil a distribuição é desigual.
- 70% na Amazônia
- 27% no Centro-Sul
- 3% no Nordeste.
Principais características hidrográficas do Brasil
 Predomínio de rios de planalto
 Regime pluvial, que são alimentados pelas águas das chuvas
(com exceção do Amazonas, que também recebe neve
derretida dos Andes)
 Grande maioria são perenes (nunca secam)
 Predominam rios com a foz do tipo estuário (águas lançadas
diretamente no oceano). Outro tipo de foz é o delta ou
também o de foz mista, como a do Amazonas
Bacia hidrográfica é usualmente definida como a área na qual
ocorre a captação de água (drenagem) para um rio principal e
seus afluentes devido às suas características geográficas e
topográficas.
- divisores de água
- fundos de vale
- nascentes = montante
- foz/desembocadura = jusante
Bacias hidrográficas: 4 principais
Bacia Amazônica
 Principal rio: Amazonas
o Nasce no Peru
o Maior rio do mundo = 6.992 km
o Denominações: no Peru (Ucaiali, Urubamba, Marañón,
Amazonas); no Brasil (Solimões e Amazonas).
o Principais afluentes: Madeira, Tapajóse Xingu, na
margem direita, e, na margem esquerda, Negro,
Trombetas e Paru.
 Rio de planície
 Excelente para navegação: hidrovia do rio Madeira,
escoamento da produção agrícola do Centro-Oeste
 Afluente da direita, grande potência energético
 Hidrelétrica: aproveita apenas 1%
Bacia do Tocantins
 Principal afluente: rio Araguaia
 Rios de planalto
 Usina hidroelétrica de Tucuruí, segunda com maior potencial
de produção de energia
 Hidrelétrica: aproveita 44%
Bacia do São Francisco
 Rio de planalto
 Grande potencial energético: usinas hidrelétricas de Paulo
Afonso, Três Marias, Sobradinho.
 Possui um trecho bom para navegação
Principais bacias hidrográficas
Principais utilizações dos recursos hidricos
 ENERGIA
 Energia: Brasil é o 2º maior consumidor de energia produzida
por hidroelétricas
 Energia Hidroelétrica: 83% da energia elétrica são geradas
por hidroelétricas.
 Energia Hidroelétrica: 2º consumidor mundial de energia
produzida por hidroelétricas (11,9%)
 ÁGUAS SUBTERRÂNEAS
 15,6% domicílios utilizam águas subterrâneas
 USO URBANO
 IRRIGAÇÂO
 A possibilidade de tornar perenes alguns rios temporários do
Sertão
 A possibilidade de captação de açudes e de perenizar rios do
Nordeste seco Setentrional
 O uso social da água para consumo da população
 O fato de que o custo do projeto (cerca de 4,5 bilhões de
reais) pode ser compensado pela economia obtida pelos
efeitos da seca.
Argumentos contrários:
 A geração de déficit hídrico
 O aumento do assoreamento,
principalmente na foz
 O fato de se tratar de mais uma obra
de engenharia hidráulica que não
ataca o problema da pobreza na
estrutura sócio-econômica e política,
a real causa do atraso e miséria do
Nordeste
 O controle das águas nas mão dos
governantes, propiciando o seu uso
político
 O alto custo da água, beneficiando
os proprietários mais ricos
 A interferência na geração de energia elétrica, já que o rio é
responsável por grande parte da sua geração no Nordeste.
 Especulação imobiliária
 Perda de áreas de vegetação natural
 Alternativas mais viáveis: cisternas
01) UNICAMP/2011/1f - Com relação à fruticultura na região do
Vale do São Francisco no Nordeste brasileiro, é correto afirmar
que
a) a região tem terras férteis e adequadas à fruticultura graças à
inserção de projetos irrigáveis, o que compensa o clima seco e o
alto índice de insolação durante a maior parte do ano.
b) a região tem clima úmido, com chuvas bem distribuídas ao
longo do ano, característica favorável à fruticultura.
c) a região é importante produtora de frutas, mas não foi
possível implantar a vitinicultura, apesar de várias tentativas,
porque a cultura não se adapta ao clima.
d) os maiores produtores de frutas tropicais da região e do país
encontram-se em polos agroindustriais dos municípios
pernambucanos de Juazeiro e Petrolina.
Águas Subterrâneas: Aqüífero Guarani
 Maior reservatório de água doce do mundo.
 Camadas arenosas e argilosas.
 70% em território brasileiro
Transposição do rio São Francisco
 Perenizar (permanentes) alguns rios
 Barragens para armazenamento
 R$ 4,5 bilhões
Argumentos favoráveis:
 O aumento da área de irrigação das pequenas propriedades
na região do polígono das secas
02) UNICAMP/2010/2f - O mapa abaixo representa a área
abrangida pelo projeto de transposição do rio São Francisco.
a) Qual o principal bioma a ser atingido pela transposição do
São Francisco? Dê duas características desse bioma.
b) Indique um impacto positivo e outro negativo esperados no
projeto de transposição do São Francisco.
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

Criar flashcards