Cálculo Estequiométrico – Nível Médio

Propaganda
Cálculo Estequiométrico – Nível Médio
Prof. Kelão
1 - (Ufes) A decomposição térmica do carbonato de cálcio produz óxido de
cálcio e dióxido de carbono. Decompondo-se 5,0g de carbonato de cálcio
impuro e recolhendo-se todo o dióxido de carbono produzido num recipiente
contendo uma solução de hidróxido de bário, obtiveram-se 8,0g de carbonato
de bário.
Dados: Ca = 40; C = 12; O = 16; Ba = 137
a) Escreva as equações das reações.
b) Qual a pureza do carbonato de cálcio?
2 – (Fatec) A quantidade de dióxido de enxofre liberado em uma fundição pode
ser controlada fazendo-o reagir com carbonato de cálcio, conforme a reação
representada a seguir.
2CaCO3(s) + 2SO2(g) + O2  2CaSO4(s) + 2CO2(g)
Supondo um rendimento de 100% dessa reação, a massa mínima de
carbonato de cálcio necessária para absorver uma massa de 3,2 toneladas de
SO2, também expressa em toneladas, é:
Dados: Massas Molares
CaCO3 = 100g/mol
CaSO4 = 136g/mol
SO2 = 64g/mol
CO2 = 44g/mol
O2 = 32g/mol
a) 3,2.
b) 6,4.
c) 0,5.
d) 5,0.
e) 10,0.
3 – (Fei) O cromo é obtido por aluminotermia (redução do metal na forma de
óxido com alumínio metálico como redutor) usando o óxido de cromo III (Cr 2O3)
proveniente do minério cromita (FeO.Cr2O3) de acordo com a reação de
equação:
Cr2O3 + 2Aℓ  2Cr + Aℓ2O3
Na produção de 3,30 toneladas de manganês a partir de um minério, a
pirolusita, que contém 60% em massa de MnO2, pelo mesmo processo são
necessários:
Massas molares Mn = 55g/mol; O = 16g/mol; Aℓ = 27g/mol
a) 5,22t de minério e 2,16t de alumínio
b) 2,61t de minério e 1,62t de alumínio
c) 4,35t de minério e 1,62t de alumínio
d) 3,13t de minério e 2,16t de alumínio
e) 8,70t de minério e 2,16t de alumínio
4 – (Fei) - Em um aparelho gasométrico, cheio de solução permanganato de
potássio – KmnO4, em meio ácido, introduzindo-se exatamente 10mL de água
oxigenada – H2O2 comercial. A uma temperatura de 20°C e uma pressão de
750mmHg desprendeu-se 5mL de oxigênio. A massa de oxigênio liberada é
igual a:
Massa atômica: O = 16u; R = 62,34mmHgL/MolK ou 0,082atmL/Mol K
a) 0,0071 g
b) 0,0033 g
c) 0,00657 g
d) 0,1522 g
e) 6,57 g
5 – (Unesp) Uma molécula de hemoglobina, que é uma proteína do sangue,
combina-se com quatro moléculas de oxigênio. A massa de 1,00 grama de
hemoglobina, reage exatamente com 1,53 mℓ de oxigênio à temperatura do
corpo (37°C) e sob pressão de 760 mm de mercúrio.
Constante universal dos gases = 0,082 atm.ℓ.mol-1.K-1.
a) Calcular o número de moles de oxigênio que se combinou com a
hemoglobina.
b) Calcular a massa molecular da hemoglobina.
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

Criar flashcards