biologia aula= 017

Propaganda
BIOLOGIA
vestibular 2005
PROF:ANDRÉ LEITE
PRISE & PSS 1
AULA: 15
MEIOSE
MEIOSE
1.1 Conceito: É um tipo de divisão celular, realizado pelas
células germinativas, em que uma célula sofre duas divisões
sucessivas e origina quatro células com a metade de
cromossomos que a célula original. Não haverá nova
duplicação cromossômica antes da Segunda divisão. É
exatamente o fato de haver apenas uma duplicação
cromossômica para duas divisões consecutivas que explica a
redução cromossômica na meiose (fig.1).
sofrem meiose, formando esporos haplóides. Os esporos se
multiplicam por mitose originando indivíduos haplóides. O
ciclo em que a meiose é zigótica, chama-se haplobionte ou
haplobionte haplonte e ocorre em certas algas, protozoários
e fungos (fig.2).
c) Meiose Espórica: É aquela que leva à formação de
esporos. Nas espécies que apresentam ciclo com meiose
espórica há dois tipos de indivíduos: gametófitos haplóides,
produtores de gametas, e esporófitos diplóides, produtores
de esporos. Os gametófitos produzem gametas por mitose,
que se unem por fecundação, originando zigotos diplóides,
que se desenvolvem em esporófitos. Os esporófitos sofrem
meiose, originando esporos haplóides, que se desenvolvem
em gametófitos. O ciclo em que a meiose é espórica chama-se
haplodiplobionte ou por alternância de gerações e ocorre
em certas algas e nos vegetais (fig.2).
FIG.1
1.2 Importância: a meiose é um processo fundamental para a
reprodução sexuada, pois está associada à formação dos
gametas, que são células haplóides, garantindo, dessa forma,
que o número de cromossomos da espécie permaneça
constante ao longo das gerações. Além disso, na meiose
ocorre o fenômeno de crossing over, que garante a
variabilidade evolutiva das espécies.
1.3 Tipos: A meiose pode ser de três tipos: gamética, zigótica e
espórica.
a) Meiose Gamética: é aquela que leva à formação dos
gametas. Nesse tipo de meiose, os organismos adultos
diplóides, formam gametas haplóides por meiose, que por
fecundação, originam zigotos diplóides, que se desenvolvem,
originando adultos diplóides. O ciclo em que a meiose e
gamética chama-se diplobionte ou haplobionte diplonte e
ocorre em algas e na maioria dos animais, inclusive no
homem (fig.2).
b) Meiose Zigótica: É aquela que ocorre no zigoto, logo após
a sua formação pela união dos gametas. Os indivíduos adultos
são haplóides e formam gametas por mitose. Os gametas se
unem, formando zigotos diplóides, que, logo em seguida,
E-mail: [email protected]
FIG.2
OBS: Assim como na mitose, a meiose possui os períodos G1, S e
G2.
1.4 Etapas: A meiose divide-se em duas etapas: meiose I e
meiose II.
MEIOSE I
2.1 Conceito: Nessa etapa, uma célula diplóide, origina duas
células-filhas haplóides duplicadas. Como o número de
cromossomos é reduzido à metade, a meiose I, é dita
reducional. A meiose I divide-se em quatro fases: prófase I,
metáfase I, anáfase I e telófase I.
a) Prófase I:
Cel: 99664161
1
 Na prófase I, ocorre os mesmos eventos citoplasmáticos da
prófase da mitose: formação do fuso, migração dos
centríolos para pólos opostos da célula (fig.3).
 A prófase I divide-se em cinco subfases: leptóteno, zigóteno,
paquíteno, diplóteno e diacinese.
a.1) Leptóteno:
 Os cromossomos encontram-se na forma de fios muito finos.
É nesta subfase que começa a condensação dos
cromossomos (fig.3).
 A condensação dos cromossomos não ocorre de uma vez. Por
isso, há regiões que se condensam antes de outras, formando
pequenos nós chamados cromômeros. Em cromossomos
homólogos, os cromômeros situam-se nas mesmas regiões
(fig.3).
a.2) Zigóteno:
 Os cromossomos começam a se condensar, tornando-se
mais curtos e mais grossos (fig.3).
 Os cromossomos homólogos tornam-se pareados ou em
sinapse (fig.3).
 O pareamento é perfeito, cromômero à cromômero, como se
fossem as duas partes de um zíper fechando, graças a uma
estrutura protéica chamada complexo sinaptotênico (fig.3).
a.3) Paquíteno:
 Os cromossomos homólogos, agora bem visíveis, formam as
bivalentes ou tétrades (fig.3).
 Ocorre o crossing over ou permutação, em que ocorre a
troca de segmentos entre as cromátides homólogas, o que
aumenta a variabilidade genética entre os gametas
formados (fig.3).
a.4) Diplóteno:
 Os cromossomos homólogos iniciam afastamento e as regiões
de contato entre as cromátides homólogas, os quiasmas,
tornam-se visíveis. Os quiasmas evidenciam que ocorreu
permutação entre os cromossomos (fig.3).
 A ocorrência de pelo menos um quiasma por par de
cromossomos homólogos é essencial para mantê-los unidos
até o início da anáfase I. essa união é fundamental para que os
cromossomos homólogos migrem corretamente para pólos
opostos (fig.3).
a.5) Diacinese:
 Ocorre a terminalização dos quiasmas, fenômeno, ao qual,
os quiasmas começam a deslizar para as extremidades
cromossômicas (fig.3).
 Ocorre o desaparecimento total do nucléolo e da carioteca
(fig.3).
b) Metáfase I:
 fuso da divisão encontra-se completamente formado (fig.4).
 Os cromossomos homólogos estão pareados sobre o
equador celular (fig.4).
 Os cromossomos homólogos ainda estão desfazendo os
últimos quiasmas (fig.4).
c) Anáfase I:
 Os cromossomos homólogos, constituídos cada um por duas
cromátides unidas pelo centrômero, migram para pólos
opostos da célula (fig.4).
 É nesta fase que, finalmente, os quiasmas terminam de se
desfazer (fig.4).
d) Telófase I:
 Os cromossomos duplos chegam aos pólos da célula (fig.4).
 A carioteca e o nucléolo reaparecem (fig.4).
 Ocorre a cariocinese e a citocinese (fig.4).
OBS: As vezes existe um curto período de intervalo entre a
primeira e a Segunda divisão da meiose, chamado
intercinese.
FIG.4
2.2 Meiose II: Muito parecida com a mitose, na meiose II,
cada célula haplóide originada na meiose I, origina duas
célula também haplóides. Como a carga cromossômica,
permanece constante, a meiose II é chamada de equacional.
A meiose II divide-se em quatro fases: prófase II, metáfase II,
anáfase II e telófase II.
a)



FIG.3
E-mail: [email protected]
Prófase II:
Ocorre a condensação dos cromossomos duplicados (fig.4).
O nucléolo desaparece e a carioteca se fragmenta (fig.4).
Os centríolos duplicados migram para os pólos opostos da
célula (fig.4).
Cel: 99664161
2
 Forma-se as estruturas do fuso (fig.4).
b) Metáfase II:
 Os cromossomos duplicados encontram-se no equador
4ª Na anáfase I da meiose ocorre a separação dos cromossomos
homólogos, enquanto que, na anáfase da mitose ocorre a
separação das cromátides irmãs.
TESTES
celular (fig.4).
c) Anáfase II:
 Ocorre a separação do centrômero, e as cromátides irmãs
migram para os pólos opostos da célula( fig.4).
d)




Telófase II:
As cromátides chegam aos pólos da célula (fig.4).
A carioteca e o nucléolo reaparecem (fig.4).
Os cromossomos descondensam-se (fig.4).
Ocorre a citocinese e a cariocinese (fig.4).
Mitose X Meiose
A mitose e a meiose possuem algumas semelhanças, como
algumas manifestações nucleares e citoplasmáticas durante os
estágios de prófase, metáfase, anáfase e telófase; a formação do
fuso; o ciclo de condensação dos cromossomos e a estrutura e a
função dos centrômeros. Há também muitas diferenças essenciais.
São elas:
1ª A mitose ocorre em todas as células somáticas, ao passo que a
meiose limita-se somente as células germinativas.
2ª Na mitose ocorre uma duplicação cromossômica para cada
divisão celular, formando duas células com o mesmo número de
cromossomos da célula original, enquanto que, na meiose ocorre
uma duplicação cromossômica para duas divisões celulares,
formando quatro células com a metade de cromossomos da célula
original.
3ª Na meiose ocorre o pareamento dos homólogos e o crossing
over, ao passo que, na mitose não ocorre esses eventos.
E-mail: [email protected]
1.
(UFRGS) Em uma comparação sob o ponto de vista de
favorecimento evolutivo e adaptação, a reprodução sexuada é
mais importante que a assexuada. Qual das alternativas
abaixo, com relação à reprodução sexuada, melhor justifica
esta afirmativa?
a) Sempre se processa após meiose que produz gamelas.
b) É exclusiva de formas de vida mais evoluídas.
c) Dá origem a um maior número de descendentes.
d) Permite uma maior constância no genoma dos descendentes.
e) Promove uma maior variabilidade genética na população.
DISCURSIVAS
1.
(Fuvest-SP, mod.) A célula de um animal, esquematizada a
seguir, encontra-se na anáfase da primeira divisão da meiose.
O que permite essa conclusão?
R:___________________________________________________
_____________________________________________________
__________________________________________________
Cel: 99664161
3
Download
Random flashcards
A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

teste

2 Cartões juh16

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Matemática

2 Cartões Elma gomes

Criar flashcards