Revisão para a prova 6º ano Capítulo 6: Mesopotâmia 1. Onde está

Propaganda
Revisão para a prova
6º ano
Capítulo 6: Mesopotâmia
1. Onde está localizada a região da Mesopotâmia?
A palavra Mesopotâmia significa entre rios e a região, situada entre a Europa, a Ásia e a
África, fica entre os rios Tigre e Eufrates.
2. Qual a importância dos rios Tigre e Eufrates para os povos da região?
Como essa região é uma área seca e quente, os rios são importantes para a atividade da
agricultura, pois ajudam no processo de irrigação da terra e fertilidade do solo. Assim,
evitam longos períodos de fome.
3. O que foi o Código de Hamurabi?
O Código de Hamurabi foi criado por Hamurabi, considerado o principal imperador
babilônico. Trata-se de um conjunto de leis que estabeleciam penas para os crimes
cometidos. Seu princípio base era a lei “olho por olho, dente por dente”. Até os dias de
hoje, esse Código influencia leis e a mentalidade de alguns indivíduos.
4. Caracterize a sociedade mesopotâmica, observando o papel do rei e a divisão da
sociedade.
A sociedade mesopotâmica era hierarquizada. No topo da pirâmide, estava o rei que era
visto como líder da comunidade e era o comandante em caso de guerra. Por isso, o
palácio era considerado o principal centro de poder. O poder político passava de pai
para filho e era privilégio dos homens. Abaixo do rei, estavam os sacerdotes, os nobres
e os militares. Em seguida, vinham os comerciantes, os escribas e os artesãos. Por fim,
na base, estavam os camponeses e os escravos (prisioneiros de guerra ou pessoas que
não conseguiam pagar suas dívidas).
5. Quais as principais atividades econômicas realizadas pelos povos da
Mesopotâmia? Com quem eles costumavam comercializar?
Agricultura, pecuária e comércio. Eles comercializavam com a Ásia (Ásia Menor), com
o Egito e com a Índia.
6. Caracterize a religião dos mesopotâmicos.
Os mesopotâmicos eram politeístas e cada cidade tinha sua divindade própria.
Capítulo 7: o Egito antigo e o Reino de Kush
1. Qual a importância do rio Nilo para o Egito?
O Egito é considerado a “dádiva do Nilo”, pois o Egito é uma região desértica. Com as
cheias do Nilo, a terra era irrigada, o que possibilitava o cultivo de cereais, como o
trigo, o centeio e a cevada, além de legumes, frutas, linho e algodão.
2. Como estava organizado o Egito antes da unificação? Quem foi responsável por
essa unificação?
Antes da unificação, havia disputas por terras férteis e poder, o que levou a formação de
alianças e guerras entre os chefes. Os vencedores passavam a governar as províncias
(nomos) e por isso passavam a ser chamados de nomarcas, mas aproximadamente no
ano 3100 a.C., Menés, rei do Alto Egito, conquistou o Baixo Egito, unificando os dois
reinos e tornando-se o primeiro faraó.
3. Apresente o principal acontecimento de cada período:
a) Antigo Império: período das grandes obras, como a construção de algumas
pirâmides (Quéops, Quéfren).
b) Médio Império: período de conquista da Núbia e invasão dos hicsos.
c) Novo Império: período de expulsão dos hicsos e reconquista da Núbia.
4. Caracterize a sociedade egípcia, observando o papel do faraó, dos camponeses e
dos escravos.
A sociedade egípcia era hierarquizada e as chances de ascensão social eram mínimas. O
faraó era considerado o próprio deus. Ele governava o império, coordenava a construção
de obras públicas, era comandante militar e juiz supremo. Abaixo dele, estavam os os
altos funcionários (vizir), os escribas e os sacerdotes. Em seguida, vinham os militares,
os comerciantes e os artesãos. Por fim, estavam os camponeses e escravos. Os
camponeses eram a maioria da população, trabalhavam nos campos agrícolas e
ajudavam nas obras públicas. Os escravos eram em geral prisioneiros de guerra e faziam
os trabalhos mais pesados (nas minas, nas pedreiras e nas grandes obras públicas).
5. Qual a importância das pirâmides no Egito? Qual a relação com a crença dos
egípcios?
Os egípcios acreditavam na existência de uma vida após a morte e por isso investiam na
construção de pirâmides, que eram túmulo. Todavia, as pirâmides eram construídas
apenas para o faraó e suas famílias.
6. Cite e explique 3 características da religiosidade egípcia e explique a
importância da mumificação.
Os egípcios eram politeístas, ou seja, acreditavam em vários deuses; seus deuses eram
antropomórficos (Deuses com forma humana) e antropozoomórficos (Deuses com
forma humana e animal). Além disso, os seus Deuses tinham virtudes e defeitos. Os
egípcios acreditavam na vida pós-morte e no retorno da alma ao corpo, mas para isso
era necessário que o corpo estivesse em condições de recebe-la, por isso, a mumificação
era muito importante.
7. Explique a importância da escrita hieroglífica.
A escrita hieroglífica era usada em textos oficiais e em textos sagrados.
8. Sobre o Reino de Kush, responda:
a) Caracterize o período da dinastia dos faraós negros.
O Reino de Kush foi conquistado pelo Egito, mas posteriormente eles também
conquistaram o Egito. Após uma guerra prolongada, os cuxitas conquistaram Tebas, a
capital do Egito na época, o que deu início a dinastia dos faraós negros.
b) Fale sobre o papel da mulher na sociedade.
As mulheres em Kush, diferentemente do Egito, ocupavam posições de destaque no
Reino de Kush. Podiam ser sacerdotisas, administradoras de uma cidade ou atém
mesmo chefiar o governo. Nesse caso, recebiam o título de candace.
c) Explique de que maneira os reis eram escolhidos.
No Egito, o poder era hereditário. Em Kush, o rei era escolhido pelos líderes das
comunidades. Em seguida, lançavam sementes ao chão para perguntar ao deus da cidade
se a escolha havia sido acertada.
Capítulos 10 e 11: O mundo grego e a democracia / A cultura grega
1. Cite o nome dos povos que foram responsáveis pela formação da Grécia.
Aqueus, Jônios, Eólios e Dórios, dentre outros.
2. Explique de que maneira os oikos deram origem as cidades-Estado.
Cada chefe comandava seus oikos (casa), que era composto de seus familiares, seus
dependentes, além de seus bens materiais, como terras. Com o passar do tempo, o chefe
dos oikos mais poderoso tornou-se rei passou a governar os diversos grupos familiares.
Sempre que o rei ia tomar uma decisão importante, consultava uma assembleia de
guerreiros saídos desses grupos. A existência dessa assembleia formada por guerreiros
com igual poder de decisão deu origem à cidade-Estado.
3. Explique o que eram as cidades-Estado.
A cidade-Estado (ou pólis) era um espaço de decisão coletiva, de festividades e de culto
às divindades. Possuía um território agrícola para subsistência, um núcleo urbano e um
local de defesa.
4. Explique por que a Grécia dominou outras regiões, conquistando colônias.
A falta de terras férteis, a escravização por dívidas e o interesse em obter ferro
estimularam os gregos a buscar terras em áreas distantes.
5. Como era a democracia em Atenas? Como ela era protegida?
A democracia ateniense foi criada por Clístenes e a participação política era aberta a
todos os cidadãos. Entretanto, essa participação não era tão ampla devido à restrição da
participação de escravos, estrangeiros e mulheres. A democracia ateniense era direta,
mas a cidadania era excludente, pois os cidadãos eram a minoria da população.
Atualmente, a democracia não é direta, pois ela é representativa, ou seja, os cidadãos
elegem os seus representantes para que eles tomem as decisões políticas, mas a
cidadania é considerada inclusiva, pois os cidadãos são a maioria da população. Para
proteger a democracia, foi adotada a prática do ostracismo, que consistia em expulsar da
cidade por 10 anos qualquer pessoa que parecesse representar uma ameaça à
democracia.
6. Diferencie o papel da mulher em Atenas e em Esparta.
Em Esparta, a cidadania estava ligada a terra e apenas os homens como mais de 30 anos
participavam das decisões políticas. Em Atenas, a situação financeira não importava,
mas os escravos, as mulheres e os estrangeiros não eram considerados cidadãos. As
mulheres em Esparta recebiam um intenso treinamento militar, pois seriam as
responsáveis por gerar filhos saudáveis, guerreiros espartanos. Tinham mais liberdade
que as mulheres de Atenas, pois podiam participar das reuniões públicas e ao lado dos
seus maridos administravam o patrimônio de sua família. As mulheres atenienses
tinham a função de ficar em casa cuidando dos deveres domésticos e da criação de seus
filhos.
7. Caracterize a política e a sociedade em Esparta.
A sociedade espartana era marcada pelo militarismo e a sociedade era hierarquizada e
dividida em espartanos, periecos e hilotas. A sociedade ateniense valorizava o estudo
filosófico e cultural e a sociedade estava dividida de acordo com a quantidade de terras.
Os eupátridas representavam os mais ricos. Havia também os estrangeiros, chamados de
metecos, e os escravos. A principal atividade econômica em Esparta era a agricultura,
principalmente o cultivo do trigo. A organização política em Esparta era a Oligarquia,
ou seja, o poder era concentrado nas mãos dos poucos espartanos que possuíam terras.
8. Explique como ocorreu o declínio na Grécia.
Durante as guerras greco-pérsicas, Atenas e Esparta se uniram para derrotar os persas.
Mas a Liga de Delos (união das cidades gregas sob o comando de Atenas) se fortaleceu
no final do conflito e passou a dominar as demais cidades-Estado, cobrando tributos que
foram utilizados para o desenvolvimento de Atenas. Esparta, insatisfeita, formou a Liga
do Peloponeso que enfrentou a Liga de Delos na Guerra do Peloponeso. As principais
consequências das guerras foram o enfraquecimento e empobrecimento das cidades
gregas que, por isso, acabaram sendo conquistadas por Felipe II, da Macedônia.
9. Caracterize a religião grega.
Os gregos eram politeístas e acreditavam que os deuses tinham forma e sentimentos
humanos.
10. Qual a importância dos Jogos Olímpicos e da Filosofia?
Os Jogos Olímpicos eram jogos esportivos dedicados a Zeus na pólis de Olímpia.
Ocorria de 4 em 4 anos e no período dos jogos havia paz entre as pólis. Já a filosofia,
que surgiu no ambiente de debates nas cidades-Estado, é importante por buscar explicar
tudo o que existe: os seres humanos, o mundo, os acontecimentos, etc.
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

Matemática

2 Cartões Elma gomes

Criar flashcards