CHF662 - ANÁLISE AMBIENTAL

advertisement
U.E.F.S
DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS HUMANAS E
FILOSOFIA
CÓDIGO
DISCIPLINA
ANÁLISE AMBIENTAL
PROGRAMA DE
DISCIPLINA
REQUISITO
-
CHF 662
CARGA
HORÁRIA
T
P
E
PROFESSOR (A)
30
30
-
JÉMISON MATTOS DOS SANTOS
EMENTA:
Desenvolvimento técnico-cientifico e apropriação dos recursos naturais. A funcionalidade dos sistemas
ambientais na relação sociedade natureza. Epistemologia da sustentabilidade ambiental. Metodologias
para análise e gestão ambiental. Política ambiental.
OBJETIVOS:
 Dotar os discentes de conhecimentos básicos sobre as relações entre a geografia e o ambiente,
compreender os paradigmas fundamentais a respeito da questão e crise ambiental; possibilitar a
compreensão da paisagem como um todo INTEGRADO; entender a aplicabilidade dos estudos
geográficos para estabelecer diretrizes de uso e ocupação dos recursos naturais, ou seja,
apreender o saber geográfico para compreender as possibilidades de aplicação na análise e
gestão ambiental.
 Apresentar procedimentos técnicos e operacionais visando desenvolver habilidades relacionadas
à análise integrada do espaço geográfico e a atuação do profissional em geografia.
PROCEDIMENTOS:
Centrada na participação individual e coletiva através de aulas expositivas e discussões, dinâmicas de
grupo (construção coletiva do conhecimento). Aulas práticas e saída(s) técnica(s). Uso de recursos
audiovisuais (transparências, slides, e vídeo)
AVALIAÇÃO:
Avaliação Escrita, Papers e Relatório. A(s) saída(s) técnica(s) deverão ter relatórios das atividades
elaborados pelos discentes.
Critérios subjetivos verificados: Participação e criatividade, pontualidade, assiduidade, integração.
Critérios objetivos aplicados:
 Elaboração de papers (artigos) de temas relacionados ao conteúdo da disciplina, com um
mínimo de 4 laudas, espaço simples. O tema abordado será definido em acordo com o
professor;
 Avaliação escrita: no mínimo de duas, aplicadas durante o semestre, podendo ser na
modalidade prática ou teórica.
 Apresentação livre (optativo): o discente poderá optar por apresentar uma pesquisa selecionada
em comum acordo com o professor. A apresentação será aberta ao público interessado e, dois
professores convidados ajudarão na avaliação do trabalho. Ao escolher esta modalidade de
avaliação o discente poderá optar por não fazer uma (01) avaliação escrita.
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:
 O homem e as mudanças ambientais: interação homem/natureza; a crise ambiental global. A
questão ambiental - conceitos, princípios e práticas: ambientalismo / ecologismo;
desenvolvimento sustentável: ecodesenvolvimento; dimensões e desafios; avaliação econômica
do ambiente; gestão ambiental; sustentabilidade ambiental.
 Natureza e espaço: a dialética da relação sociedade/natureza; produção de valor e articulação
do espaço.
 Avaliação de impacto ambiental e RIMA/ Abordagens qualitativas e abordagens quantitativas da
análise ambiental / aspectos legais e institucionais da A.I.A.
 Análise integrada da paisagem: a abordagem sistêmica; a abordagem ecodinâmica e a
abordagem geossistêmica
 Estudo de Caso: Trabalho prático
 Aspectos conceituais da Educação Ambiental (E.A.)
 Principais temas geradores da E.A.





A política e gestão ambiental no Brasil:
- evolução;
- crenças, valores e idéias e as políticas ambientais;
- gestão participativa dos recursos naturais;
- iniciativas recentes de integração de políticas e gestão ambiental: Política dos recursos
hídricos e gestão de bacias hidrográficas; as reservas extrativistas.
BIBLIOGRAFIA:
ARAÚJO, G.H. de S. Gestão Ambiental de Áreas Degradadas. SP: Bertrand Brasil. 2005.
BERTALLANFY, L. V. Teoria Geral dos Sistemas. RJ: Vozes, 1975.
BURSZTYN, M.A de A. Gestão Ambiental: instrumentos e práticas. IBAMA, 1994.
CAMARGO, A.N.L de B. Desenvolvimento Sustentável: dimensões e desafios. Campinas. SP: PAPIRUS.
2003.
CAPRA, F. O ponto de mutação: a ciência a sociedade e cultura emergente. SP: Cultrix, 1997.
CHRISTOFOLETTI, A. Análise de Sistemas em Geografia. São Paulo. Hucitec: Ed. da Universidade de
São Paulo. EDUSP, 1979.
________ A Geografia Física no Estudo das Mudanças Ambientais, In: Geografia e Meio Ambiente no
Brasil. São Paulo: Hucitec, p. 334 – 345, 1995.
CNUMAD. Nosso futuro comum. RJ: Fundação Getúlio Vargas, 1989.
DIEGUES, A.C. O mito da natureza intocada. São Paulo: Hucitec, 1996.
DUPUY, J.P. Introdução a critica da ecologia política. RJ: Civilização Brasileira. 1980.
GUERRA, A.J.T & CUNHA, S.B da (orgs). A questão ambiental: diferentes abordagens. RJ: Bertrand
Brasil, 2003.
MONTEIRO, C. A. F. Geossistemas: a estória de uma procura. Florianópolis – SC. 1995.
PERREIRA, P. A. S. Rios, redes, regiões: a sustentabilidade a partir de um enfoque integrado dos
recursos terrestres. Porto Alegre: AGE, 2000.
RUSCHEINSKY, A. Sustentabilidade: uma paixão em movimento. Porto Alegre: Ed. Sulina. 2004.
SANTOS, J.M.dos & FARIA, M. (orgs). Reflexões e construções geográficas contemporâneas. Salvador:
UNEB. FJA, LEAGET-UFBA. 2005.
SANTOS, M. Técnica espaço tempo: globalização e meio técnico-científico informacional. SP: Hucitec,
1994.
SANTOS, R.F. dos. Planejamento ambiental: teoria e prática. São Paulo: Oficina de textos, 2004.
SERES, M.O. O Contrato Natural. RJ: Novo Tempo 1991.
SILVA FILHO, W.J. da. (org) Epistemologia e Ensino de Ciências. Salvador: Arcádia, 2002.
TAUK, S.M. (org) Análise ambiental: uma visão multidisciplinar. SP:UNESP, 1991.
TRICART, J. Ecodinâmica. Recursos Naturais e Meio Ambiente, Rio de Janeiro, IBGE, 1977.
VEIGA , J. E. da. Desenvolvimento sustentável: desafio do século XXI. RJ: Garamond. 2005.
VIEIRA, P.F. & WEBER, J. Gestão de recursos naturais renováveis e desenvolvimento. SP: Cortez.
1997.
Download